Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

XXXIX RALI À LAMPREIA ENCHEU PRAÇA DEU-LA-DEU E RESTAURANTES DE MONÇÃO

O tempo não estava de feição mas a paixão pelo motor e pela gastronomia falou mais alto. A lampreia sobre rodas, juntando cozinha tradicional e perícia automóvel, voltou a revelar-se uma receita de sucesso. Ontem, Monção encheu-se de visitantes numa das provas de perícia automóvel em circuito urbano (não competitiva) mais antigas do norte de Portugal e da Galiza.

rali 26 (Large)

Apesar do tempo adverso, com frio e chuva miudinha, muito público, de ambas as margens do rio Minho, marcou presença na Praça Deu-la-Deu para assistir às duas provas (11h00 e 16h00) de uma das perícias automóveis em circuito urbano (não competitiva) mais antigas do noroeste peninsular.

Na presente edição, inscreveram-se 45 concorrentes de diferentes localidades de Portugal e da Galiza, tendo participado 42. Mais uma vez, a organização esteve a cargo do Sport Clube do Porto. A inscrição, no valor de 100 euros, englobou a participação na prova, pagamento do seguro e almoço da lampreia para duas pessoas.

rali 21 (Large)

A adrenalina própria deste género de provas, complementada pelo barulho, aceleração e cheiro a pneu queimado, teve pontuação positiva. O público vibrou com a habilidade dos concorrentes e, entre uma prova e outra, os restaurantes aderentes à iniciativa encheram-se de comensais para degustarem uma lampreia do rio Minho, bem batida e deliciosa, e os vinhos da região, bons em qualquer parte do mundo.

A lampreia sobre rodas, juntando gastronomia e perícia automóvel, voltou a revelar-se uma receita de sucesso. Na restauração, todos passarem com distinção. A autarquia local agradeceu o esforço e o profissionalismo de todos. Na perícia, uns tiveram melhores tempos que outros. Rivalidade? Não. O convívio e camaradagem marcaram toda a jornada.

rali 18 (Large)

O vencedor absoluto da prova foi Manuel Sousa, em Austin Mini, com o tempo global de 1.32,269 minutos. Os melhores monçanenses foram Alex Pereira, em Honda S 800, terceiro classificado do grupo 1, com 1.34.753 minutos, e Sérgio Fernandes, em Ford Escort 1.3 Guia, segundo classificado do grupo 2, com 1.37.781 minutos. A prova do grupo 2 foi ganha por Luis Silva, em Caterham Super Seven, com o tempo de 1.33.092 minutos.

Na entrega dos prémios, o autarca monçanense, Augusto de Oliveira Domingues felicitou a organização e os concorrentes, agradeceu o apoio da empresa patrocinadora, Galp, e dos empresários de restauração, e realçou a importância desta prova como motor da economia local ligada aos setores do alojamento e restauração.

Rali 11 (Large)

“Gostei de ver a casa cheia como um ovo e o convívio dos participantes e familiares no almoço. Sem dúvida, uma jornada de promoção da nossa gastronomia e do nosso concelho. Com o tempo adverso, o meu coração fica pequenino com algo que possa acontecer. Correu tudo muto bem. Parabéns a todos e fica o convite para regressarem no próximo ano” salientou.

A XXXIX edição do Rali à Lampreia enquadrou-se na programação “Monção 2016: Promoção à Lampreia”. Na presente edição, participaram 28 restaurantes do concelho que apresentaram aos visitantes uma ementa com diversas formas de confecionar a lampreia (arroz, bordalesa….) a preços convidativos. A iniciativa prossegue no próximo fim de semana com trilho pedestre, radio modelismo, trial bike e visitas guiadas.

Rali 08 (Large)

Rali 07 (Large)

rali 06

Rali 03 (Large)