Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

XXIV ENCONTROS DE CINEMA DE VIANA DO CASTELO TÊM LUGAR DE 2 A 14 DE MAIO COM 3 MIL ALUNOS INSCRITOS

GCI_3179 (1).jpg

De 2 a 14 de maio, Viana do Castelo acolhe o XXIV Encontros de Cinema de Viana, iniciativa que reúne diversas atividades para escolas, cineclubistas de Portugal e da Galiza e público em geral, contando já com a inscrição de mais de 3.000 alunos e de centenas de professores de mais de 100 escolas do concelho, da região, do país e até do estrangeiro.

Organizados pela Associação AO NORTE, em parceria com a Câmara Municipal de Viana do Castelo, os Encontros de Cinema estão de volta com uma 24ª edição dedicada à capacidade formativa e pedagógica do cinema. São vários os espaços de partilha e discussão que juntam profissionais, estudantes e público numa celebração do Cinema. Conferências, mesas-redondas, secções competitivas, oficinas, exposições e, acima de tudo, muitos filmes.

Na conferência de apresentação do evento, o Vereador da Cultura e da Educação, Manuel Vitorino, assumiu que este é “um evento marcante na cidade pelas várias dimensões que comporta”, destacando a interligação entre “o binómio cultura e educação”.

“Existe uma intencionalidade pedagógica e da formação de públicos. O cinema é um veículo difusor do estado da arte, da ciência, difusor da cultura nas suas múltiplas dimensões”, indicou, assumindo que este é “um evento muito bem estruturado e que merece ser acarinhado por todos os vianenses, pelos vizinhos da Galiza e por todos os que nos visitam”.

O diretor executivo dos Encontros de Cinema de Viana (ECVC), Rui Ramos, referiu que esta edição acontece “sob a égide dos 30 anos da AO NORTE e dos 50 anos de Abril”. “Os Encontros evoluíram e adaptaram-se ao longo de 24 anos e são agora o único festival, a nível nacional, com um foco na formação para o cinema e na ligação à comunidade educativa”, realçou.

Afirmam-se como uma experiência única no meio cultural da região e do país ao proporcionar um espaço comum de partilha, formação e debate em que confluem estudantes de cinema e das escolas da região, cineclubistas de Portugal e da Galiza e público em geral, enriquecido com a participação ativa de profissionais deste meio artístico. Este espaço de exibição, divulgação e reflexão aposta numa forte ligação aos mais jovens, à convocação de um espectro amplo e plural de públicos e ao estímulo do trabalho criativo sobre a imagem e do seu poder para representar o que nos rodeia.

Nesta edição, os Encontros de Cinema irão dividir-se entre Teatro Municipal Sá de Miranda, Cinema Verde Viana, Escola Superior de Educação e outros locais, devendo toda a programação ser consultada no site http://www.encontrosdecinema.pt.

2024 vai fazer-se de muitos encontros: a 13ª Conferência Internacional de Cinema, o seminário Work in Progress, a mesa-redonda Revoluções no/do Cinema, o curso de Antropologia, Cinema, Educação, o Fórum Cinema e Escola – práticas pedagógicas em Portugal e na Galiza, os Olhares Frontais, o Ação10! Festival de Vídeo Escolar, o Prémio PrimeirOlhar, o ciclo de filmes Escola no Cinema, o Encontro Luso-Galaico de Cineclubes, o filme-concerto A Floresta, Cinema para a Família, exposições, oficinas de formação para professores e alunos, lançamento da 27ª edição da publicação O Filme da Minha Vida e a apresentação pública dos vídeos realizados nas escolas no âmbito dos projetos Histórias na Praça, CINEpoesia e Vamos fazer um filme?.

No dia 4 de maio, às 11h00, o Teatro Municipal Sá de Miranda recebe o Filme Concerto “UMA FLORESTA ANIMADA”, para toda a família. Uma Floresta Animada é um elogio à vida na floresta que aborda temas intemporais como a amizade, a criatividade e a sustentabilidade. Em circulação desde 2009, o Space Ensemble apresentou este espetáculo nas principais salas do país.

A 13ª Conferência Internacional de Cinema acontece de 6 a 10 de maio na Escola Superior de Educação de Viana do Castelo e é um espaço de reflexão e de partilha de experiências visando a construção de uma comunidade internacional de interesses e de divulgação de projetos relacionados com temáticas centrais do cinema e do audiovisual – cinema e escola, cinema: arte, ciência e cultura e fotografia e memória.

Integrado nos programas da Conferência Internacional de Cinema de Viana e dos Olhares Frontais, o Work in Progress (WiP) apresenta e debate projetos de investigação em desenvolvimento no contexto de mestrado e doutoramento da área de cinema, audiovisual e novos média, a 10 de maio, com coordenação de Paulo Cunha (Universidade da Beira Interior).

Também a 10 de maio, acontece o 1.º ENCONTRO Antropologia, Cinema e Educação, no Anfiteatro da Escola Superior de Educação, num projeto desenvolvido pela AO NORTE em colaboração com a Escola Superior de Educação de Viana do Castelo, com a Universidade Rey Juan Carlos, de Madrid, com a Universidade Federal de Pernambuco (EDUMATEC) e em parceria com FUNDAJ – Fundação Joaquim Nabuco, do Brasil, a União de Cineastas, Associação de Documentaristas Espanhóis, a Rede Educar la Mirada, de Espanha, Plano Nacional de Cinema, de Portugal e Associação Olho Largo de Cabo Verde.

Ainda a 10 de maio, o Fórum Cinema e Escola pretende refletir sobre a literacia para o cinema, partilhar experiências e práticas pedagógicas em Portugal e na Galiza e contribuir para criar sinergias entre os projetos de educação para o cinema, os professores, as comunidades educativas e os agentes culturais.

O encontro com a imaginação e a fantasia são uma chave de mudança. Esse é o motor da programação dos Olhares Frontais no ano em que se comemoram os 50 anos de Abril. Este ano, dias 10, 11 e 12 de maio, a paisagem de propostas tem um ponto de partida celebratório e passa por articular filmes de vários géneros, vários anos e várias tipologias. As sessões da competição do “Primeirolhar”, continuam a marcar os Encontros pela reflexão que fazem da produção escolar - primeiros documentários. O júri é constituído por realizadores, investigadores, críticos e profissionais da área do cinema.

A 11 de maio, o Encontro Luso-Galaico de Cineclubes/2024 tem como tema principal os Direitos de Autor, consagrados numa legislação muitas vezes complexa que tem de ser tida em conta por quem programa.

Já dia 14 de maio, a Sala de Ensaios do Teatro Municipal Sá de Miranda acolhe AÇÃO10! Festival de Vídeo Escolar, que tem como principal objetivo promover a prática e a cultura audiovisual em contexto escolar e é aberto a todas as turmas, grupos de alunos ou Clubes de Cinema das escolas portuguesas do Ensino Básico e do Ensino Secundário.

Capturarcine (1).JPG