Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VILA VERDE FESTEJA A SANTO ANTÓNIO

Etnografia e cerimónias religiosas atraíram milhares a Vila Verde

O quarto dia Festas Concelhias de Vila Verde, 12 de junho, domingo e véspera de feriado, ficou marcado pelas cerimónias religiosas e pela etnografia, que atraíram largos milhares de pessoas à sede de concelho, afirmando Vila Verde como uma terra de tradição, que tem orgulho no seu passado e nele consolida e projeta os rumos de desenvolvimento e progresso. Uma vez mais, as iniciativas das Antoninas revelaram-se uma plataforma de excelência para a divulgação do que de mais genuíno e tradicional existe na cultura minhota. Por outro lado, a forte adesão popular e a aposta em espetáculos de qualidade garantiram a promoção do território e a dinamização da economia local.

DSC_0002.JPG

Com um programa de festas extremamente eclético, o dia começou com um evento desportivo, a Prova de Cicloturismo de Santo António, organizada pelo Cicloclube de Vila Verde, que levou os participantes numa viagem à descoberta de algumas das mais belas paisagens naturais do concelho. Um pouco mais tarde, pelas 11h00, teve lugar a Missa Solene em honra a Santo António, animada pelo Grupo Coral de VV e pela Academia de Música de VV, que deram um brilho especial a uma Eucaristia em que a Igreja Paroquial de Vila Verde esteve de lotação totalmente esgotada.

Milhares de pessoas na procissão em honra de Sto António

A tarde começou com um hino à música popular da nossa região, com o Festival folclórico que levou 11 grupos vilaverdenses ao palco colocado na Praça de Santo António. A iniciativa, organizada pela Associação de Folclore do Concelho de Vila Verde, colocou em posição de destaque a etnografia local, permitindo aos grupos participantes divulgarem todo o seu talento perante largas centenas de espectadores.

Um pouco mais tarde, pelas 17h00, teve lugar um dos momentos mais esperados das festividades, a Majestosa Procissão em Honra de Santo António, que atestou de forma categórica a importância das cerimónias religiosas nas Antoninas vilaverdenses. O cortejo foi recebido por um autêntico mar de gente, com milhares de pessoas distribuídas pelas principais artérias da vila, para acompanhar as centenas de figurantes e andores que deram renovado encanto ao coração de Vila Verde. Pelo meio houve ainda tempo para o Desfile Filarmónico, a Prova de Destreza Canina e a Campanha de Adoção de Animais.

Hino à etnografia com mais de trinta de rusgas de toda a região

A toada da tarde foi mantida durante o serão, em que a etnografia local voltou a ser rainha. A noite começou com um Concerto Filarmónico, em jeito de despique, com as Bandas de Vila Verde e Aboim da Nóbrega a ocuparem os respetivos coretos. Em véspera do Dia Santo António não faltaram também as tradicionais fogueiras, que aqueceram uma noite em que mais de trinta rusgas, vindas de toda a região Norte, garantiram animação musical pela noite dentro, perante uma densa plateia que não arredou pé enquanto o som das concertinas e dos cavaquinhos (entre outros instrumentos típicos) acompanhava os cantares minhotos que ecoavam no recinto.

Hoje, 13 de junho, a manhã arrancou com uma Missa Solene em Honra a Santo António. No período vespertino, o destaque vai para o espetáculo musical extremamente animado protagonizado pelos Amigos da Paródia de Parada de Gatim. Mais tarde, pelas 20h00, o centro de vila verde enche-se de ritmo, cor e alegria com as tradicionais marchas populares. Um dos momentos mais esperados de todo o programa de festas acontece ao início do serão, às 22h00, com o espetáculo eletrizante dos D.A.M.A. As festividades encerram pelas 24h00 com a grande sessão de fogo-de-artifício.

DSC_0172.JPG

DSC_0197.JPG

DSC_0220.JPG

DSC_0228.JPG

DSC_0274 (5).JPG

DSC_0625.JPG

DSC_0666.JPG