Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VERÃO EM GUIMARÃES É CIÊNCIA VIVA

Ciência Viva no verão (em rede) para todos. De 15 de julho a 15 de setembro, o Centro Ciência Viva de Guimarães promove 27 atividades gratuitas em diferentes pontos do concelho de Guimarães

De observação de morcegos no Castelo de Guimarães, passando por visitas guiadas às gravuras rupestres da Citânia de Briteiros, até sessões de Ciência para toda a família no Centro Histórico de Guimarães, o Curtir Ciência oferece um programa “em Rede” que leva a Ciência a vários pontos do concelho de Guimarães.

image001

As atividades inserem-se no programa “Ciência Viva no verão em Rede”, coordenado pela Agência Nacional Ciência Viva, em colaboração com várias instituições científicas. A participação do Curtir Ciência inclui um total de 27 atividades, a primeira das quais a 15 de julho (domingo), a partir das 9:00 horas: As aves da Montanha da Penha pretende ser uma jornada de observação das várias espécies de aves existentes naquele espaço verde. O programa reserva ainda a sessão As Aves do Parque da Cidade, a 12 de agosto (domingo), a partir das 9:00 horas.

Depois do sucesso do ano passado, o cartaz deste ano aposta de novo nas sessões de Ciência na Praça. Todas as quintas-feiras a partir de 19 de julho e até 13 de setembro, a partir das 16:00 horas, uma equipa do Curtir Ciência dinamiza atividades de cariz científico para todas as idades – fazer “pega-monstros” e bolas de sabão gigantes, entre outras. Estas e outras atividades podem ser feitas nas sessões de Ciência no Parque da Cidade, nos domingos 20 de julho, três de agosto e sete de setembro, a partir das 16:00 horas.

A parceria com outras entidades é o ponto central do programa. São várias as atividades do Curtir Ciência que resultam da aliança de esforços de várias instituições. É o caso da atividade dedicada ao Radioamadorismo, com sessões nos dias 21 de julho e oito de setembro (sábados). Duas maratonas de comunicação entre as 11:00 e as 23:00 horas, com bases de comunicações montadas no Curtir Ciência, Montanha da Penha e Citânia de Briteiros, fruto da parceria com o Grupo QRX Norte.

Ciência no Rio propõe três sessões (27 de julho, 24 de agosto e 14 de setembro, a partir das 17:00) com diversas experiências de cariz prático e científico, realizadas nas margens do rio Ave, no Parque de Lazer das Caldas das Taipas.

No seguimento das sessões do ano passado, o cartaz deste ano contempla de novo a atividade Há Morcegos na Cidade (27 de julho, sexta, 20:20 horas), uma visita guiada para descobrir algumas das características deste grupo de seres vivos tão importante para o equilíbrio dos ecossistemas. A novidade deste ano é a sessão Morcegos no Castelo de Guimarães, a 10 de agosto (sexta-feira), a partir as 20:00 horas.

Resultado da parceria com a Sociedade Martins Sarmento, o programa inclui, a 28 de julho, sábado, às 17:00 horas, uma Visita Guiada à Citânia de Briteiros e, a 15 de setembro, sábado, às 19:00 horas, uma Visita Temática aos núcleos de gravuras rupestres da encosta do monte da Citânia de Briteiros. Em ambos os casos com os arqueólogos Gonçalo Cruz e Daniela Cardoso como guias.

Como vem sendo hábito, o programa não esquece as Sessões de Astronomia, a três e 17 de agosto e a sete de setembro (sextas-feiras), a partir das 21:00 horas, no cenário encantador do jardim dos Paços dos Duques.

Geologia na Cidade, nos dias quatro de agosto e 15 de setembro (sábados), a partir das 10:30 horas, propõe percursos de duas horas pelo Centro Histórico de Guimarães, classificado como Património Cultural da Humanidade pela UNESCO, com objetivo de explorar a sua história e os seus recursos geológicos.

Atividades gratuitas mas condicionadas a inscrição e à lotação.

Inscrições. 253510830; geral@ccvguimaraes.pt