Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

521 ELEITORES INSCRITOS EM VIZELA PARA VOTO ANTECIPADO EM MOBILIDADE

No próximo dia 30 de janeiro terão lugar as eleições legislativas, sendo que no próximo domingo, dia 23 de janeiro, terá lugar a votação antecipada em mobilidade para todos os eleitores recenseados no território nacional que se inscreveram em https://www.votoantecipado.mai.gov.pt, entre os dias 16 e 20 de janeiropara exercer o seu direito de voto.

logo legislativas.png

Em Vizela, estão inscritos 521 eleitores para o voto antecipado, que se distribuirão pelos seguintes locais: 256 no edifício sede do Município de Vizela, 206 na Escola Secundária de Vizela e 59 na Escola Básica Joaquim Pinto.

No dia 23 de janeiro de 2022, data da realização da votação antecipada em mobilidade, as assembleias de voto / secções de voto funcionarão nos locais acima mencionados, entre as 08:00 horas e as 19:00 horas ou até votar o último eleitor inscrito em cada uma das mesas, se tal se verificar antes da hora de encerramento (19:00 horas).

Relembramos que estão asseguradas toadas as condições que garantam o segredo de voto:

  1. Depois de se identificar perante o presidente da mesa de voto, o eleitor recebe:
  2. Um boletim de voto;
  3. Dois envelopes: (um azul e um branco).
  4. O eleitor preenche o boletim de voto e dobra-o em quatro;
  5. Introduz o boletim no envelope branco, que fecha
  6. Introduz o envelope branco no envelope azul, que fecha.
  7. O envelope azul é preenchido de forma legível e depois é selado com uma vinheta de segurança.
  8. O Presidente da mesa entrega ao eleitor o duplicado da vinheta aposta no envelope azul, que serve de comprovativo do exercício do direito de voto.

Votar é um direito e um dever cívico, pelo que a Câmara Municipal de Vizela está a adotar todas as medidas para que, mesmo em tempos de pandemia, todos os vizelenses possam votar em segurança.

CONGRESSO NA UNIVERSIDADE DO MINHO ASSINALA OS 650 ANOS DA ALIANÇA LUSO-BRITÂNICA

CONGRESSO INTERDISCIPLINAR 650 aniversário da Aliança Luso-Britânica, 6-9 Julho 2022

IMG_8977-724x1024.jpg

“Balanço do Passado e perspectivas de futuro” 

Por ocasião dos 650 anos do Tratado de Tagilde, 6-9 de  Julho de 2022, Universidade do MInho, Braga.

Os fundamentos jurídicos da aliança Luso-Britânica encontram-se no Tratado de Tagilde (10 de julho de 1372), e no Tratado de Londres (16 de junho de 1373).

O Tratado de Tagilde, firmado na Igreja de S. Salvador de Tagilde (município de Vizela, distrito de Braga), entre o rei D. Fernando I de Portugal e os representantes de João de Gante, Duque de Lencastre e quarto filho do rei Eduardo III de Inglaterra, é considerado o preâmbulo da aliança que ainda hoje vigora. Durante mais de seis séculos de existência, a aliança Luso-Britânica superou as mais desafiantes contingências históricas, incluindo duas Guerras Mundiais, a ascensão e queda de impérios, revoluções e descolonização, multilateralização das relações internacionais, integração europeia e o fim da Guerra Fria.

A Conferência Interdisciplinar “A Aliança Luso-Britânica: Balanço do passado e perspetivas de futuro”, que terá lugar na Universidade do Minho (Braga, Portugal) de 6 a 9 de julho de 2022, assinala o 650º aniversário do Tratado de Tagilde com um espaço criativo de diálogo e de intercâmbio de conhecimentos entre investigadores de diversas áreas do saber. O encontro deverá permitir uma compreensão mais profunda do passado e do presente da aliança, assim como perspetivar possíveis reverberações futuras.

Este Congresso é organizado pela Universidade do Minho  – Centro de Investigação em Justiça e Governação e pela Escola de Direito, em parceria com Portugal-UK 650.

Instituiçoes Parceiras

Universidade de Oxford, Universidade de Coimbra, Centro de  História da Sociedade e da Cultura; Universidade de Évora/Universidade do Minho, Centro de Investigação em Ciência Política; Universidade Católica – Lisboa, Instituto de Estudos Políticos.

Veja detalhes da chamada para comunicações e painéis aqui (até 30 de Janeiro de 2022):

Portugues

Inglês

Coordenação Científica

Alexandra M. Rodrigues Araújo (JusGov/Universidade do Minho), João Sérgio Ribeiro (JusGov/Universidade do Minho), Mário Ferreira Monte (JusGov/Universidade do Minho)

Comité Organizador

Alexandra M. Rodrigues Araújo (JusGov/Universidade do Minho), Allan Tatham (JusGov)

Comissåo Científica

Anabela Gonçalves (JusGov/ Universidade do Minho), Carlos Abreu Amorim (JusGov/ Universidade do Minho), Cristina Dias (JusGov/Universidade do Minho), Joana Aguiar e Silva (JusGov/ Universidade do Minho), João Carlos Espada (IEP, Universidade Católica – Lisboa), Joaquim Freitas da Rocha (JusGov/ Universidade do Minho), José Pedro Paiva (CHSC, Universidade de Coimbra), Liam Gearon (Universidade de Oxford), Marco Gonçalves (JusGov/ Universidade do Minho), Maria de Assunção Vale Pereira (JusGov/ Universidade do Minho), Maria João Rodrigues de Araújo (Universidade de Oxford), Maria José Azevedo Santos (CHSC, Universidade de Coimbra), Maria Miguel Carvalho (JusGov/ Universidade do Minho), Owen Rees (Universidade de Oxford), Pedro Madeira Froufe (JusGov/ Universidade do Minho), Silvério Rocha e Cunha (CICP/Universidade de Évora), Teresa Pinto Coelho (Universidade Nova), Thomas F. Earle (Universidade de Oxford).

Fonte: https://portugal-uk650.com/

ALIANÇA LUSO BRITÂNICA: “PACTO DE TAGILDE” FOI CELEBRADO HÁ 650 ANOS EM VIZELA

O Tratado de Tagilde foi um tratado firmado em 10 de Julho de 1372 em Tagilde, freguesia do concelho de Vizela. Foi um dos mais importantes acordos políticos de Portugal. O rei D.Fernando I de Portugal assinou com os delegados de João de Gante, duque de Lencastre, o chamado “pacto de Tagilde”. Esse acordo constituiu o primeiro fundamento jurídico do futuro tratado de aliança Luso-Britânica, que ainda hoje perdura.

DL34-1-30-1-768x814.jpg

Naquele pacto, Portugal comprometia-se a ajudar João de Gante, Duque de Lencastre, por mar e por terra, contra Henrique II de Castela e/ou o Rei de Aragão. O rei português não poderia adquirir quaisquer terras nos senhorios de Castela. Já no reino de Aragão as terras seriam daquele, D. Fernando ou João de Gante, que primeiro as conquistasse.

Junto à igreja matriz de Tagilde, encontra-se desde 1953 um elegante padrão em pedra que memoriza o acto entre os dois países.

Fonte: Wikipédia

800px-Monumento_Evocativo_da_Aliança_Portugal_Ing

VIZELA: JÁ DECORRE A INSCRIÇÃO PARA O VOTO ANTECIPADO EM MOBILIDADE

No próximo dia 30 de janeiro terão lugar as eleições legislativas, sendo que podem votar antecipadamente em mobilidade no dia 23 de janeiro de 2022, todos os eleitores recenseados no território nacional que pretendam exercer o seu direito de voto, não sendo necessário apresentar qualquer justificação para o efeito.

logo legislativas.png

Para exercer o direito de voto antecipado em mobilidade, os eleitores terão de se inscrever em https://www.votoantecipado.mai.gov.pt, entre os dias 16 e 20 de janeiro, onde poderão escolher exercer o seu direito de voto em três locais distintos no concelho de Vizela, nomeadamente no edifício sede do Município de Vizela, na Escola Secundária de Vizela ou na Escola Básica Joaquim Pinto.

No dia 23 de janeiro de 2022, data da realização da votação antecipada em mobilidade, as assembleias de voto / secções de voto funcionarão nos locais acima mencionados, entre as 08:00 horas e as 19:00 horas ou até votar o último eleitor inscrito em cada uma das mesas, se tal se verificar antes da hora de encerramento (19:00 horas).

CÂMARA DE VIZELA REALIZA TESTES COVID-19 A TODOS OS ELEMENTOS DAS MESAS DE VOTO

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal  VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.

testes antigenio COVID Vizela.jpeg

Assim, e tendo em atenção a evolução da situação epidemiológica do Covid-19 e atenta a realidade concelhia, e apesar de se encontrar a decorrer o processo de vacinação dos membros das mesas de voto e funcionários de juntas com a dose de reforço da vacina COVID, a Câmara Municipal vai garantir o rastreamento das pessoas que constituirão as mesas de voto, membros do Executivo e funcionários da respetiva Junta de Freguesia que vão exercer funções de apoio, assim como funcionários da autarquia que vão apoiar o ato eleitoral, para minimizar os riscos de transmissão da doença durante o processo das eleições legislativas, que terão lugar no dia 30 de janeiro.

Os testes terão lugar na Casa da Cultura, no próximo dia 22 de janeiro, para todos os elementos que constituirão as mesas de voto, para a realização do voto antecipado, e no dia 29 de janeiro, para todos os elementos que constituirão as mesas de voto no dia das eleições, dia 30 de janeiro, reforçando, assim, a segurança de todos os que se deslocarem às secções de voto.

A Câmara Municipal continua a acompanhar atentamente o evoluir da pandemia no Concelho e irá continuar a tomar todas as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação.

Votar é um direito e um dever cívico, pelo que a Câmara Municipal de Vizela está a adotar todas as medidas para que, mesmo em tempos de pandemia, todos os vizelenses possam votar em segurança.

CÂMARA DE VIZELA ADIA FORMAÇÃO "PLURIDISCIPLINARIDADE E TREINO DESPORTIVO"

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal  VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.

formaçao adiada.jpg

Assim, e tendo em atenção a evolução da situação epidemiológica do Covid-19 e atenta a realidade concelhia, a Câmara Municipal decidiu adiar a formação dirigida a treinadores de futebol subordinada ao tema "Pluridisciplinaridade e Treino Desportivo", que estava agendada para os próximos dias 19 e 20 de janeiro.

A Câmara Municipal continua a acompanhar atentamente o evoluir da pandemia no Concelho e irá continuar a tomar todas as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação.

VIZELA: RESINORTE INICIOU CAMPANHA “DÁ VIDRO A ESTA IDEIA” NO MUNICÍPIO DE VIZELA

No âmbito do programa ‘Vizela Mais Limpa’ e no seguimento do reforço da rede de ecopontos no Município de Vizela, a Resinorte está a levar a cabo a campanha “Dá Vidro A Esta Ideia”.

Resinorte_dá vidro a esta ideia_VIZELA.png

Esta campanha visa sensibilizar os estabelecimentos HORECA (hotéis, restaurantes e cafés) para a separação dos seus resíduos, locais onde por norma existe uma forte produção de resíduos de vidro.

Esta é uma ação cofinanciada pela Sociedade Ponto Verde e será realizada através de visitas presenciais a cada estabelecimento, onde o monitor sensibilizará o estabelecimento para separar os seus resíduos e convida à deposição no ecoponto ou entrega ao serviço porta à porta da Resinorte, sendo ainda realizado um inquérito de satisfação de serviço e hábitos de separação.

A Câmara Municipal considera que a adoção de comportamentos e hábitos ecológicos e a separação correta dos diferentes resíduos produzidos são pequenos gestos que farão toda a diferença para uma ‘Vizela Mais Limpa’, contribuindo para uma melhoria substancial da qualidade de vida de Vizela e dos vizelenses, hoje, e no futuro, para um desenvolvimento mais sustentado do nosso Concelho.

CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA ESTÁ ATENTA À EVOLUÇÃO DO COVID-19 NO CONCELHO

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal  VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.

testes praça.JPG

Assim, e atendendo à evolução do número de casos COVID no Concelho, e que colocam Vizela como um dos concelhos com maior número de infetados do País, com um índice de 6557 por 100 mil habitantes, de acordo com o relatório da Direção Geral de Saúde, a Câmara Municipal de Vizela apela à população de Vizela a colaboração no cumprimento das medidas decretadas pelas autoridades, assumindo uma atitude de responsabilidade social e respeitando as recomendações das autoridades, em especial o uso obrigatório de máscara e a prática de distanciamento social, para evitar a transmissão da doença na nossa comunidade.

Importa ainda acrescentar que para esta evolução do número de casos COVID no Concelho contribuíram dois factos muito importantes:

  • Primeiro, Vizela é um concelho de alta densidade populacional, com 24 km2 de extensão territorial, tem cerca de 24.000 habitantes e, por isso, uma forte concentração populacional, o que é suscetível de consubstanciar uma situação de propagação exponencial do surto;
  • Segundo, o alto índice de testagem no Concelho, com a instalação de dois postos de testagem COVID em parceria com a UNILABS e que estão diariamente preenchidos, aos quais acresce ainda os postos de testagem para os jogos do Futebol Clube Vizela, os testes aos alunos antes do inicio das aulas, e ainda a testagem que tem sido efetuada por empresas do Concelho.

A Câmara Municipal continua a acompanhar atentamente o evoluir da pandemia no Concelho e irá continuar a tomar todas as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação.

VIZELA: CDU DEFENDE SISTEMA DE PROTECÇÃO CIVIL EFICAZ E QUE VALORIZE OS BOMBEIROS

Uma delegação da CDU que integrou os candidatos Torcato RibeiroJoaquim DanielCatarina Marques e Daniel Marques visitou Real Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vizela. No curso da visita foram partilhados com a CDU os esforços desta unidade no serviço à comunidade, que as circunstâncias decorrentes da epidemia tornaram ainda mais exigentes.

bombeiros_vizela_.jpg

A CDU destaca, entre as diversas iniciativas apresentadas pelo PCP e pelo PEV na AR, aquelas que, apesar de não terem contado com o voto favorável do PS, foram aprovadas pela Assembleia da Republica:

  1. Apoio Extraordinário de Emergência para as Associações Humanitárias de Bombeiros (AHB) que incluía o reembolso das despesas adicionais relacionados com a pandemia;
  2. Pagamento das dívidas e dos serviços efetuados pelas AHBV a entidades públicas;
  3. Revisão do protocolo entre as AHB o INEM e a ANEPC de modo a cobrir os custos efetivos dos serviços prestados;
  4. Distribuição pela ANEPC dos equipamentos de proteção individual necessários e suficientes para que cada corpo de bombeiros possa cumprir as suas missões no âmbito do COVID-19 em condições de segurança e suportar igualmente os custos do material para a prevenção e mitigação da Covid-19, nas atividades do DECIR;
  5. Recomendação ao Governo para que adote as medidas legislativas e regulamentares necessárias para garantir:
  6. a) A melhoria dos valores e condições de cobertura dos seguros de acidentes pessoais e de acidentes de trabalho dos bombeiros, por morte ou invalidez permanente, incapacidade temporária e absoluta e tratamentos médicos;
  7. b) A incorporação nas apólices de seguro da cobertura dos riscos de contágio por doença infetocontagiosa.

Torcato Ribeiro referiu que “As forças de integram a CDU apresentaram ainda no âmbito do Orçamento de Estado propostas de reforço financeiro dos apoios concedidos às AHB, passando dos 28 Milhões constantes da proposta governamental para 48 milhões de euros; concessão do direito à reforma dos profissionais das AHB; acesso ao gasóleo verde. Estas propostas foram inviabilizadas pelos deputados do PS e PSD.”

Para a próxima legislatura, a CDU defende:

  • Uma política que privilegie a prevenção e a informação à população
  • Revisão da orgânica da Proteção Civil com a participação dos agentes e entidades envolvidas.
  • Criação de serviço autónomo e Comando Nacional de Bombeiros
  • Financiamento do funcionamento de todo o sistema de Protecção civil e bombeiros, com verbas do Orçamento do Estado.
  • Respeito pela autonomia das autarquias e valorização de todos os agentes de Protecção Civil.
  • Um Regime de Financiamento Público Central das AHB por fases, até atingir 75% das necessidades financeiras destas, tendo por base a caracterização de risco da sua área de atuação e os meios humanos e materiais necessários ao cumprimento da sua missão.
  • Inscrever no Orçamento do Estado a verba de 50 milhões de euros para financiamento das AHB.
  • Definir um justo Regime Especial para as Relações Laborais dos trabalhadores das AHB.
  • Melhorar o Estatuto Social do Bombeiro e criação de um regime de benefícios fiscais para os voluntários em corpos de bombeiros das AHB e para as suas respetivas empresas, pela dispensa dos mesmos em períodos de necessidade, no âmbito do socorro às populações
  • Apoiar os Bombeiros Sapadores ao nível da carreira, do estatuto profissional, do regime de aposentação e do subsídio de risco
  • Garantir às AHBV o acesso ao gasóleo verde.

VIZELA: 9ª EDIÇÃO DO JORNAL INFO MUNICIPAL EM DISTRIBUIÇÃO

A Câmara Municipal de Vizela lançou mais uma edição do jornal Info Municipal, a nona edição, referente ao mês de dezembro de 2021.

Assim, esta semana, a Câmara Municipal inicia a distribuição de 10.000 exemplares pela população, que será distribuído por todas as habitações do Concelho, e cuja entrega será efetuada pelos CTT e deverá ocorrer ao longo das próximas duas semanas.

De destacar que o jornal Info Municipal é uma publicação da Autarquia que pretende ser o espelho da atividade do Executivo Municipal e cujo principal objetivo é melhorar a forma de comunicação da Autarquia com o exterior, promovendo e divulgando as atividades dos serviços municipais, e que pretende ser o espelho da atividade do Executivo Municipal.

jornal dezmebro 2021.jpg

CÂMARA DE VIZELA TESTOU ALUNOS ANTES DO REGRESSO ÀS AULAS

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal  VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.

TESTES REGRESSO AULAS.jpg

Assim, e tendo em atenção a evolução da situação epidemiológica do Covid-19 e o regresso às aulas, a Câmara Municipal disponibilizou durante o dia de ontem postos de testagem COVID, no parque de estacionamento da Rua Dr. Braulio Caldas, junto à Câmara Municipal, para a realização gratuita de testes a todos os alunos do Concelho que quiseram efetuar teste, sendo que foram realizados 380 testes COVID, dos quais resultaram 19 positivos.

A Câmara Municipal considera esta medida de extrema importância e tem como objetivo reforçar as condições de segurança, em especial para esbater a propagação do surto associada a esta nova realidade, aferindo quem possa estar infetado e desta forma evitar a propagação, entre a comunidade escolar e por sua vez as suas famílias.

A Câmara Municipal continua a acompanhar atentamente o evoluir da pandemia no Concelho e irá continuar a tomar todas as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação.

CÂMARA DE VIZELA TESTA CRIANÇAS ANTES DO REGRESSO ÀS AULAS

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal  VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.

testes regresso_aulas.jpg

Assim, e tendo em atenção a evolução da situação epidemiológica do Covid-19 e que na próxima segunda-feira terá lugar o regresso às aulas, a Câmara Municipal vai disponibilizar tetes gratuitos a todos os alunos do Concelho que queiram efetuar teste, com o objetivo de reforçar as condições de segurança, em especial para esbater a propagação do surto associada a esta nova realidade, aferindo quem possa estar infetado e desta forma evitar a propagação, entre a comunidade escolar e por sua vez as suas famílias.

Assim, a Câmara Municipal vai disponibilizar postos de testagem COVID, no parque de estacionamento da Rua Dr. Braulio Caldas, junto à Câmara Municipal, para a realização gratuita de testes COVID, que estarão em funcionamento no próximo domingo, entre as 10.00h e as 18.00h.

A Câmara Municipal continua a acompanhar atentamente o evoluir da pandemia no Concelho e irá continuar a tomar todas as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação.

CENTRO DE VACINAÇÃO DE VIZELA COM ANIMAÇÃO INFANTIL ESTE FIM DE SEMANA

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal  VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.

Assim, e tendo em atenção que o centro de vacinação recebe este fim de semana, das 9h às 13h, a vacinação de crianças entre os 5 e os 11 anos, a Câmara Municipal, numa parceria com o Centro de Saúde de Vizela, vai criar iniciativas para descontrair os mais novos no momento de receber a primeira dose contra a covid-19.

Assim, a Câmara Municipal vai colocar casinhas de criança no exterior do centro de saúde, assim como vai criar momentos de animação, para que a vacinação decorra em ambiente mais descontraído, através da distribuição de balões e com bonecos animados, criando um ambiente descontraído e colorido para que os mais novos se sintam bem, confortáveis e seguros.

A Câmara Municipal continua a acompanhar atentamente o evoluir da pandemia no Concelho e irá continuar a tomar todas as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação.

CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA PROMOVE FORMAÇÃO CREDITADA "FUTEBOL - PLURIDISCIPLINARIDADE E TREINO DESPORTIVO"

No seguimento da estratégia e os objetivos definidos no programa Vizela Cidade Desportiva, a Câmara Municipal de Vizela, consciente da importância da formação dos mais diversos agentes desportivos, está a levar a cabo várias formações, com temáticas abrangentes a diversas modalidades, atletas, dirigentes e treinadores.

Cartaz_Formação Futebol2.jpg

Assim, a Câmara Municipal de Vizela, em parceria com a Associação de Futebol de Braga, vai realizar uma formação dirigida a treinadores de futebol subordinada ao tema "Pluridisciplinaridade e Treino Desportivo".

A formação tem a duração de 6 horas (1.2 UC’S) e atribui dupla certificação: Certificação UEFA e Certificação IPDJ para revalidação do TPTD e será repartida em duas sessões de 3 horas cada, entre os próximos dias 19 e 20 de janeiro de 2022, com início pelas 21h00, no auditório da Escola Básica de Caldas de Vizela.

- 1.ª Sessão - dia 19 de janeiro – orador: João Pedro Coelho, treinador UEFA Pro, que atualmente representa a A.D. Fafe, que milita na Liga 3.

- 2.ª Sessão - dia 20 de janeiro – orador: Álvaro Pacheco, treinador UEFA Pro, que atualmente representa o F.C. Vizela, que milita na I Liga.

As inscrições são limitadas e obrigatórias, e devem ser feitas através do link  https://forms.gle/rdJU1oow1yqNWrgA9, até ao dia 13 de janeiro de 2022.

Qualquer questão pode ser esclarecida através do 253 489 630 ou através do e-mail desporto@cm-vizela.pt.

CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA INSTALA NOVO POSTO DE TESTAGEM COVID NA PRAÇA DA REPÚBLICA

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal – VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.
Assim, e tendo em atenção a evolução da situação epidemiológica do Covid-19 e as novas medidas decretadas pelo Governo, a Câmara Municipal vai instalar um novo posto de testagem COVID, na Praça da República, numa parceria com a Unilabs, e que vem juntar-se ao posto atualmente em funcionamento no novo parque de estacionamento do Fórum Vizela e que já realizou mais de 2000 testes nesta época festiva.

POSTO TESTAGEM COVID.JPG

De destacar que este novo posto de testagem vai assegurar a realização de testes COVID gratuitos, num contentor instalado na Praça da República, durante as próximas semanas e entra em funcionamento já na próxima sexta feira, e funcionará nos mesmos moldes que o posto já existente, criando condições de segurança neste momento difícil de pandemia.
A Câmara Municipal continua a acompanhar atentamente o evoluir da pandemia no Concelho e irá continuar a tomar todas as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação.

VIZELA: CONCLUÍDA MAIS UMA FASE DO PROCESSO DE INSTALAÇÃO DE LUMINÁRIAS LED NO CONCELHO

No seguimento do processo de remodelação da rede de iluminação pública no Concelho, com a instalação de luminárias LED, em substituição das luminárias existentes, está concluída mais uma fase de instalação de Led’s, na Rua das Teixugueiras, no âmbito da terceira fase do processo de remodelação da rede de iluminação pública do Concelho.

leds Teixugueiras.jpg

De destacar que a Câmara Municipal tem em curso um processo de substituição progressiva das luminárias existentes por luminárias LED no Concelho, em parceria com a E-Redes (antiga EDP), tendo já sido instaladas, para além da iluminação pública, também no Túnel da Cor, Túnel do Castelo, Parque das Termas, parque de estacionamento na zona da Portela, Praça do Município e na EN 106 e EN 207-1.

De destacar que, quando este Executivo assumiu funções, das sensivelmente 6000 luminárias existentes no Concelho, apenas 40 eram luminárias Led, sendo que neste momento já estão colocadas 3000 luminárias Led.

Com a substituição total das luminárias existentes através da instalação de luminárias LED em todo o Concelho, objetivo da Câmara Municipal é efetuar uma poupança dos consumos e da fatura energética do Município, mas, acima de tudo, contribuir para a sustentabilidade ambiental, através da redução efetiva da percentagem de emissão de dióxido de carbono para a atmosfera.

HORÁRIO DA ÉPOCA FESTIVA DO CENTRO DE TESTAGEM COVID DE VIZELA

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal  VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.

apres. Cidade Natal Covid 2.JPG

Tendo em atenção a evolução da situação epidemiológica do Covid-19 e as medidas decretadas pelo Governo, a Câmara Municipal elaborou um Plano de Contingência do Vizela Cidade Natal, com o objetivo de garantir a realização do evento dentro das regras de segurança.

Assim, a Câmara Municipal, numa parceria com a Unilabs, está a assegurar a realização de testes COVID gratuitos, durante os dias de realização do evento, criando condições de segurança e apoiando o comércio local neste momento difícil de pandemia e contribuindo para a sua dinamização e para o desejado aumento do volume de negócios nesta época especial.

A realização dos testes é assegurada num contentor instalado no novo parque de estacionamento do Fórum Vizela, que funciona todos dos dias, da 10.00h às 18.00h, contudo terá horário reduzido na época festiva, a saber:

  • 24/12 – 09:00 – 16:00h
  • 25/12 – 09:00 – 13:30h
  • 26/12 – 09:00 – 18:00h – pausa para almoço das 13:00h às 14:00
  • 31/12 – 09:00 – 16:00h
  • 01/01 – 11:00 – 18:00h
  • 02/01 – 09:00 – 18:00h – pausa para almoço das 13:00h às 14:00

A Câmara Municipal continua a acompanhar atentamente o evoluir da pandemia no Concelho e irá continuar a tomar todas as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação.

CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA IMPLEMENTA TELETRABALHO A PARTIR DE 27 DE DEZEMBRO

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal  VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.

balcao unico cmvize.jpg

Assim, e tendo em atenção a evolução da situação epidemiológica do Covid-19 e as novas medidas decretadas pelo Governo, a Câmara Municipal irá implementar o regime de teletrabalho ou, na sua impossibilidade, o desfasamento obrigatório de horários no trabalho, a partir do próximo dia 27 de dezembro e até ao dia 10 de janeiro de 2022, aos trabalhadores do Município de Vizela que não exerçam funções em serviços identificados como essenciais.

Neste sentido, e não obstante os serviços se encontrarem abertos ao público, a Câmara Municipal apela aos munícipes a utilização preferencial dos diversos serviços municipais, durante o período normal de expediente, por via telefónica (253 489 630) e eletrónica (geral@cm-vizela.pt).

A Câmara Municipal continua a acompanhar atentamente o evoluir da pandemia no Concelho e irá continuar a tomar todas as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação.

BRAGA: CDU AFIRMA QUE AUMENTO GERAL DOS SALÁRIOS É UMA EMERGÊNCIA NACIONAL

A candidatura da CDU esteve hoje em contacto com trabalhadores de diferentes concelhos, sectores e empresas. Entre os locais em que a CDU marcou presença, contaram-se o Centro Comercial Braga Parque, em Braga, a Continental Mabor, em Famalicão, a Zona Empresarial S. Paio, em Vizela, e empresas têxteis em Fafe.

braga_shopping.jpeg

Os candidatos e activistas da CDU procuraram passar a mensagem que Portugal é um País marcado por uma crescente desigualdade entre capital e trabalho O modelo de baixos salários, agora agravado pelo incessante aumento do custo de vida, nomeadamente da habitação, não permite uma vida digna. Perante as dificuldades em constituir família, os jovens trabalhadores procuram emprego e melhores salários noutras paragens, agravando o défice demográfico. No «mercado único europeu», é implacável a dinâmica, «oleada» pela moeda única/Euro, de deslocação e concentração da mão-de-obra qualificada em países de salários mais elevados. Mantém-se uma percentagem brutal de trabalhadores pobres.

A CDU considera que é necessário assumir o aumento geral dos salários como uma emergência nacional, para dinamizar o mercado interno, para estimular a actividade económica e a produção nacional, garantir a sobrevivência das Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME), assegurar a permanência em Portugal da força de trabalho necessária ao desenvolvimento do País

O reduzido peso médio que os salários têm no total dos custos das empresas significa que o seu aumento é mais do que compensado pelo forte impacto que tem na produtividade e no alargamento do mercado interno. Globalmente, o aumento de salários contribui para gerar mais procura, mais emprego, mais receitas para o Estado e Segurança Social.

Portugal não tem futuro com um modelo económico que tem como fonte de competitividade os baixos salários e a precariedade A valorização dos salários é inseparável da eliminação das normas gravosas da legislação laboral. É preciso combater o desequilíbrio nas relações laborais e repor a negociação colectiva. É preciso que os benefícios decorrentes dos avanços tecnológicos também sejam aplicados na melhoria das condições de trabalho; na redução dos horários, na eliminação de tarefas penosas e dos ritmos intensivos de trabalho.

fafe_221221.jpeg

vizela.JPG