Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PRESIDENTE DA CÂMARA DE VIZELA RECEBEU ROTARY CLUB

O Presidente da Câmara Municipal de Vizela, Victor Hugo Salgado, recebeu uma delegação do Rotary Club Vizela, para a apresentação oficial do novo Presidente, José Manuel Couto.

Na sua visita, o novo Presidente fez-se acompanhar por elementos do Rotary Clube de Vizela, que foram recebidos pelo Presidente da Câmara Municipal e onde foram abordados os projetos que o Rotary Club Vizela tem no Concelho, num trabalho de extrema relevância que esta entidade tem desenvolvido ao nível da solidariedade social no concelho.

visita Rotary.jpg

VIZELA: SEMÁFOROS JÁ ESTÃO A FUNCIONAR NA RETA DE SÁ

Já se encontram a funcionar os semáforos na Reta de Sá (EN 207-1) em Santa Eulália, colocados pela Câmara Municipal de Vizela com o objetivo de reduzir a sinistralidade que se tem verificado naquela via.

SEMAFOROS RETA SÁ.jpg

De destacar que a Câmara Municipal elaborou um projeto de reestruturação daquela via que compreende a construção de passeios em toda a sua extensão, assim como a colocação de mecanismos de abrandamento da velocidade.

Tendo em consideração que a Câmara Municipal não pode executar qualquer intervenção naquela via sem a autorização da Infraestruturas de Portugal (IP), o projeto de construção de passeios na via denominada Reta de Sá (EN 207-1) encontra-se neste momento em fase de aprovação das especialidades por parte daquela entidade, pelo que logo que o mesmo esteja aprovado, a Autarquia avançará para a construção dos passeios.

De destacar que esta obra será executada numa parceria entre a Câmara Municipal de Vizela e a Junta de Freguesia de Santa Eulália, tendo a sua execução caráter prioritário, dado tratar-se dos maiores pontos negros da vila de Santa Eulália e do Concelho de Vizela.

VIZELA: PROSSEGUE INSTALAÇÃO DE CONTENTORES SEMIENTERRADOS NAS FREGUESIAS

No âmbito do programa ‘Vizela Mais Limpa’, teve inicio mais uma fase de instalação dos contentores semienterrados, onde se encontram a ser colocados 50 contentores semienterrados, 1 contentor de enterrado e 1 ecoponto enterrado, para deposição de resíduos valorizáveis e indiferenciados.

cotentores S. Bento.jpg

De realçar que no âmbito do sistema de contentorização que está a ser implementado pela Autarquia já foram colocados cerca de 150 contentores no Concelho de Vizela, entre enterrados, semienterrados e ecopontos enterrados.

Estes novos equipamentos serão distribuídos por todas as freguesias do Concelho, sendo que na Freguesia de Caldas de Vizela serão instalados 13 contentores semienterrados, na Freguesia de Infias 5, na freguesia de Santa Eulália 14, na freguesia de Tagilde e S. Paio 12, e na freguesia de Vizela (Santo Adrião) 6. O contentor enterrado e o ecoponto enterrado serão instalados na Freguesia de Caldas de Vizela.

De realçar que há dois anos atrás, altura em que este Executivo tomou posse, Vizela encontrava-se muitos anos atrasada no que diz respeito à política de gestão de resíduos, pelo que decidiu alterar por completo a política ambiental em vigor na Autarquia, através da implementação do programa ‘Vizela Mais Limpa’, que tem tendo como objetivo fundamental a melhoria substancial da qualidade de vida de Vizela e dos vizelenses.

A adoção de comportamentos e hábitos ecológicos e a separação correta dos diferentes resíduos produzidos são pequenos gestos que farão toda a diferença para uma ‘Vizela Mais Limpa’, contribuindo para uma melhoria substancial da qualidade de vida de Vizela e dos vizelenses, hoje, e no futuro, para um desenvolvimento mais sustentado do nosso Concelho.

CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA ADERE À REDE NACIONAL DE MUNICÍPIOS AMIGOS DA JUVENTUDE

A Câmara Municipal de Vizela integrou a Rede Nacional de Municípios Amigos da Juventude, uma iniciativa da Federação Nacional das Associações Juvenis (FNAJ).

Foto MAJ.jpeg

O convite partiu da FNAJ e foi prontamente aceite pelo Município do Vizela, que entre as outras vantagens desta adesão destaca o acesso a uma rede nacional com partilha de boas práticas municipais em matérias de políticas de juventude; a criação de sinergias, contactos e partilha de informação privilegiada num grupo restrito; a participação prioritária e acesso a seminários e cimeiras sobre “Associativismo e Juventude”, assentes em processos de educação não formal e diálogo jovem e ainda, o acesso ao “Selo de Município Amigo da Juventude”, personalizado a cada município, enquanto símbolo e garantia de uma autarquia que privilegia e se preocupa com os jovens.

A adesão da Câmara de Vizela à Rede Nacional de Municípios Amigos da Juventude, mais precisamente no espaço político para as Políticas de Juventude de Base Local, parte do dogma de que as políticas de juventude devem ser encaradas e despoletadas pelo Município através de um processo de cocriação, coprodução e cogestão entre os/as jovens, as organizações e a autarquia, num equilíbrio que preserve a iniciativa jovem e as determinações dos agentes políticos.

Recorde-se que o município desenvolve vários projetos, programas e apoios municipais destinados à juventude vizelense, entre os quais o Orçamento Participativo Jovem; Concurso de Curtas-Metragens; Ciclos de Capacitação em torno de temas tão atuais e pertinentes como, Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, Direitos Humanos, Empregabilidade e Participação; o apoio ao associativismo local; Festa da Juventude, Eco Challenge, Concurso de Bandas, Made in, Mobilidade Juvenil – com projetos de voluntariado internacional, entre outros.

Refira-se ainda, que a FNAJ conta atualmente com mais de mil associações juvenis na sua rede nacional, envolvendo cerca de meio milhão de jovens.

DECORRE PROGRAMA DE VOLUNTARIADO VIZELA + VERDE

Iniciou, no passado dia 1 de julho, o Programa “Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas” – Vizela + Verde, que vai decorrer até 15 de setembro, envolvendo cerca de 40 jovens voluntários.

voluntariado 2021.JPG

De destacar que o Município de Vizela, através do Gabinete Técnico Florestal, viu aprovado o seu projeto ao Programa “Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas” – Vizela + Verde, promovido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude, um programa direcionado para jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos, que vai decorrer entre o dia 1 de julho e 15 de setembro de 2021.

O projeto Vizela + Verde visa a preservação dos recursos florestais e seus ecossistemas através da prevenção e deteção de incêndios florestais, incentivando o voluntariado ambiental de jovens, preferencialmente residentes no concelho de Vizela, com vista à sensibilização, promoção e vigilância, nomeadamente na valorização da floresta e na diminuição dos riscos de fogos florestais.

Pretende-se assim, efetuar a vigilância fixa em dois pontos estratégicos do concelho de Vizela, no Monte do São Bento e Alto de Penabesteira, para deteção dos incêndios florestais e sensibilização das populações, ficando vigiada a totalidade da área do Concelho de Vizela.

Este projeto traduz-se em mais uma medida de planeamento municipal, com o objetivo de acautelar uma intervenção mais rápida nos incêndios na sua fase inicial, para assim se limitar o seu desenvolvimento.

Assim, a Câmara Municipal, em parceria com várias entidades, como os Bombeiros Voluntários de Vizela, a Brigada de Sapadores Florestais, e a empresa contratada para o trabalho de gestão de combustíveis/limpeza florestal, estão no terreno, tendo em vista a preparação do período critico de incêndios rurais/florestais.

De destacar que este Executivo Municipal definiu a área de proteção civil como uma prioridade tendo implementado uma nova política, não apenas ao nível da reorganização do serviço municipal de Proteção Civil, nomeadamente na aquisição de equipamentos para reforçar a sua operacionalidade no terreno junto das populações, mas também no trabalho que tem sido feito em parceria com os Bombeiros Voluntários e a GNR de Vizela.

PRESIDENTE DA CÂMARA DE VIZELA VISITOU OBRAS A DECORRER NO COMPLEXO DESPORTIVO DO FUTEBOL CLUBE VIZELA

No seguimento da estratégia e os objetivos definidos no programa Vizela Cidade Desportiva, o Presidente da Câmara Municipal, acompanhado pelo Presidente da direção do Futebol Clube Vizela, Eduardo Guimarães, e pelo Presidente da SAD do FC Vizela, Diogo Godinho, visitou as obras a decorrer nas instalações do Clube.

Visita FCV2.JPG

De destacar que o Município de Vizela tem implementado um conjunto de medidas necessárias à execução de políticas que visem o desenvolvimento e o crescimento da prática desportiva e pretende ver criadas condições de excelência para a prática do desporto no Concelho, nomeadamente através do apoio à construção e/ou requalificação e melhoria de instalações desportivas.

A requalificação das instalações desportivas do Clube contribuirá para atrair população para a prática desportiva, sensibilizando-a para os benefícios que a mesma promove na saúde e na sua integração social, sendo objetivo continuar a ser um dos principais pilares na formação, captar mais jovens/atletas para a prática do futebol e manter/fixar os atuais, assim como, consolidar enquanto instituição desportiva como parceiro fundamental do município, junta de freguesia e outras associações desportivas do concelho na formação e desenvolvimento desportivo.

Foi tendo em atenção todas estas razões que a Câmara Municipal de Vizela aprovou a atribuição de apoio financeiro ao Futebol Clube de Vizela – Futebol SAD para a reconstrução/beneficiação do complexo desportivo, através da concessão de transferência de € 150.000,00, num investimento global que ronda os 800.000,00€.

De destacar que neste momento estão a ser executadas as seguintes obras:

  • Colocação de cadeiras em todo o estádio
  • Novo relvado natural com sistema de drenagem
  • Reforço de iluminação
  • Construção de uma nova plataforma de apoio à TV
  • Remodelação da zona dos camarotes
  • Criação de uma nova zona de imprensa
  • Construção de novos acessos
  • Criação de estacionamento da logística para a TV
  • Construção de muros de suporte de terra e criação de um novo espaço de aquecimento para os jogadores
  • Tratamento da estrutura da bancada
  • Reabilitação das casas de banho
  • Remoção das cabines e construção de uma estrutura em betão armado para os bancos dos suplentes
  • Abertura de uma nova entrada para emergência médica 
  • Reconstrução do túnel de acesso dos balneários ao relvado
  • Adaptação do estádio para o VAR

De realçar que o Futebol Clube Vizela subiu recentemente à I Liga e é um clube que tudo tem feito para prestigiar o nome de Vizela, e que ao longo da sua história alcançou vários momentos de glória, que se traduziram em enormes alegrias para os vizelenses.

A Câmara Municipal tem estado sempre ao lado do Futebol Clube Vizela e vai continuar a apoiar, para que o Clube seja uma porta de entrada para os jovens no mundo desportivo e para que possa continuar a projetar o nome do concelho de Vizela.

A Câmara Municipal de Vizela reconhece o extraordinário esforço que o Clube tem feito e deseja que continue com o bom trabalho, desejando os maiores êxitos para a próxima época desportiva.

PRESIDENTE DA CÂMARA DE VIZELA VISITOU OBRA DA NOVA SEDE DO AGRUPAMENTO DE ESCUTEIROS DE S. PAIO

O Presidente da Câmara Municipal, Victor Hugo Salgado, acompanhado pelo Vereador das Obras Municipais, Joaquim Meireles, pelo Presidente da União de Freguesias de Tagilde e Vizela S. Paio, e pelo Chefe dos Escuteiros, Fernando Salgado, visitou a obra de construção da nova sede do Agrupamento de Escuteiros de S. Paio.

De destacar que o Município de Vizela tem implementado um conjunto de medidas necessárias à execução de políticas que visem o desenvolvimento social, cultural e de juventude nas diversas freguesias do Concelho de Vizela, nomeadamente através do apoio à construção e/ou requalificação para a melhorias de instalações das associações vizelenses.

De realçar que o Agrupamento de Escuteiros de S. Paio, com o número 567, iniciou a sua atividade em 1923, tendo vindo a desenvolver ao longo dos anos diversas iniciativas locais. Este Agrupamento, pertencente ao Corpo Nacional de Escutas, sempre demonstrou um grande dinamismo, mostrando-se capaz de desenvolver atividades de índole social, cultural, muitas vezes em parceria com a Câmara Municipal, mobilizando a população jovem vizelense. O trabalho desenvolvido pelo Agrupamento de Escuteiros de S. Paio contribui para a educação dos jovens assim como para o seu desenvolvimento social, intelectual e humano, despertando nos jovens o respeito pela interculturalidade, tornando-os verdadeiros cidadãos do mundo.

Nesse seguimento, o Executivo Municipal atribuiu um subsidio de 60.000,00€ ao Agrupamento de Escuteiros de S. Paio para a edificação da sua nova sede própria, criando, assim, condições que permitam desenvolver, nas melhores condições, as atividades escutistas, educativas, culturais e recreativas, propulsionando aos jovens melhores valências.

PRESIDENTE DA CÂMARA DE VIZELA ASSINOU PROTOCOLO COM BVV PARA CRIAÇÃO DE UMA NOVA EQUIPA DE INTERVENÇÃO PERMANENTE (EIP)

O Presidente da Câmara Municipal e o Presidente da Real Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vizela assinaram o protocolo para a criação de uma nova Equipa de Intervenção Permanente (EIP).

ASS. BVV2.JPG

Este protocolo, celebrado entre a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), o Município de Vizela e a Real Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vizela, prevê a criação de uma nova equipa de intervenção permanente (EIP), a segunda EIP do Concelho, tendo a primeiro sido criada em 2009, valorizando e reforçando a profissionalização dos operacionais promovendo o desenvolvimento gradual, entre outras, das Equipas de Intervenção Permanente em parceria com os municípios e com as associações humanitárias de bombeiros garantindo prontidão na resposta às ocorrências que impliquem intervenções de socorro às populações e de defesa dos seus bens.

De realçar que a ANEPC e o Município de Vizela comparticipam em partes iguais nos custos decorrentes da remuneração dos cinco elementos da EIP, atribuindo à AHBV de Vizela, mensalmente e a título de subsídio, por cada elemento contratado, o respetivo valor, bem como demais encargos relativos ao regime de segurança social e seguros de acidentes de trabalho.

De destacar que, nos últimos quatro anos, o Município de Vizela tem trabalhado em estria parceria com os Bombeiros do Concelho, apoiando financeiramente em mais de meio milhão de euros, nomeadamente através da aquisição do Veículo de Comando e Operações Táticas (VCOT), do Veículo com Plataforma Elevatória (PE-32), com estrutura extensível hidráulica de 32 metros de altura, e mais recentemente a aquisição de um drone para apoio nas intervenções de incêndios rurais.

Desde que assumiu funções, que este Executivo Municipal tem assumido a área do Proteção Civil como fundamental na ação autárquica, tendo procedido no início deste mandato ao reforço dos equipamentos da Proteção Civil, com a aquisição de uma viatura 4x4 com diverso equipamento e a constituição da equipa de prevenção de Proteção Civil, que foi também devidamente equipada com o fardamento respetivo.  

Assim, a Câmara Municipal, em parceria com várias entidades, como os Bombeiros Voluntários de Vizela, a Brigada de Sapadores Florestais, e a empresa contratada para o trabalho de gestão de combustíveis/limpeza florestal, têm trabalhado na preparação do período critico de incêndios rurais/florestais, através do planeamento municipal, acautelando uma intervenção mais rápida nos incêndios na sua fase inicial, para assim se limitar o seu desenvolvimento.

De destacar que este Executivo Municipal definiu a área de proteção civil como uma prioridade tendo implementado uma nova política, não apenas ao nível da reorganização do serviço municipal de Proteção Civil, nomeadamente na aquisição de equipamentos para reforçar a sua operacionalidade no terreno junto das populações, mas também no trabalho que tem sido feito em parceria com os Bombeiros Voluntários e a GNR de Vizela.

CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA CONCLUI OBRA DA REPAVIMENTAÇÃO DA RUA DA FÁBRICA EM SANTO ADRIÃO

No seguimento da reconstrução e recuperação da rede viária municipal implementada por este Executivo, encontra-se concluída a obra de repavimentação da Rua da Fábrica em Santo Adrião.

Rua fabrica.jpg

Esta obra, no valor de cerca de 200.000,00€, inclui os trabalhos de alargamento da rua existente em terra, execução de águas pluviais, colocação de guias e pavimentação da via na sua extensão e a construção de muro de suporte de terras para facilitar o acesso superior àquela via.

Este Executivo Municipal conclui, assim mais uma obra, desejada há mais de dez anos pela freguesia de Santo Adrião e que muito vem beneficiar aquela freguesia, pois trata-se de uma obra muito importante para o desenvolvimento da futura zona industrial, já estabelecida no PDM de Vizela.

O objetivo desta intervenção é assegurar a mobilidade e a segurança de quem circula naquela via, recuperando e melhorando as condições de acessibilidade da via, contribuindo para o aumento da mobilidade na freguesia de Santo Adrião e efetuando a ligação entre a Rua de Britelo e a Rua de Pousada.

De destacar que, desde que assumiu funções, este Executivo totaliza um investimento de cerca de 16 milhões de euros, num total de 35 obras municipais, não apenas no centro urbano, mas em todas as freguesias e que veio alterar por completo este paradigma, num conjunto de intervenções integradas nos espaços públicos.

VIZELA: PONTE DA ALIANÇA – DECORRE BETONAGEM DO TABULEIRO

O Presidente da Câmara Municipal, Victor Hugo Salgado, acompanhado pelo Vereador das Obras Municipais, Joaquim Meireles, visitou a obra de Construção da Ponte de Santo Adrião (Ponte Nova - “Aliança”) e respetivos acessos.

PONTE ALIANÇA.JPG

Neste momento, encontram-se concluídas a estacaria, sapatas e maciços, assim como está também concluído o saneamento das estacas.

Foi também já montada toda a confrangem de fundo de tabuleiro, estando já concluídos os muros de encontro de apoio ao tabuleiro em betão armado, estando neste momento a decorrer a betonagem do tabuleiro que estará totalmente concluída no decorrer dos próximos 8 dias. Na próxima semana, será aplicado o pré-esforço para permitir a retirada de toda a cofragem e escoramento.

Estão ainda em fase de conclusão os acessos - alargamentos e respetivos muros, ou seja, a requalificação das vias que constituirão o acesso à Ponte da Aliança,

A construção da Ponte da Aliança, que fará a ligação entre as Freguesias de Vizela (Santo Adrião) e a União das Freguesias de Tagilde e Vizela (S. Paio), vai reduzir, diretamente e de forma substancial, o tráfego no centro urbano, tal como o número de quilómetros a realizar nos transportes das mercadorias em particular aos pesados, os mais poluidores, garantindo a redução da poluição atmosférica, do ruído, das emissões de gases com efeito de estufa.

De acordo com o projeto de execução, a construção da Ponte contemplará o seguinte: Ponte numa extensão de 60,00 metros, com um único arco (vão de 45,00 metros), tabuleiro de 10,00 metros de largura e passeios para peões de 1,50m em ambos os lados;  eletrificação, nomeadamente colocação de iluminação pública e negativos inferiores para passagem de futuras infraestruturas; colocação de tubagem em manilhas de betão com 1,00 metro de diâmetro; guardas metálicas em ferro de proteção para os utilizadores da ponte.

O projeto em apreço prevê, também, a requalificação das vias que constituirão o acesso à Ponte da Aliança, quer na parte da União das Freguesias de Tagilde e Vizela (S. Paio), nomeadamente a requalificação da Rua da Trancosa, entre o Edifício Porta de Ferro (com execução de rotunda) até à ponte existente (Ponte Nova), quer na parte da freguesia de Vizela (Santo Adrião), nomeadamente a requalificação da Rua de Bouçó em toda a sua extensão até à EN 101-3.

Os trabalhos a efetuar nas vias em apreço consistem: alargamento das vias; construção de muros de vedação; construção de passeios para peões; execução de rede de águas pluviais; alteração das infraestruturas de iluminação pública e outras.

O objetivo principal do projeto de requalificação das vias de acesso à Ponte prende-se com a significativa melhoria de ligação para o trânsito da EN 101-3, bem como garantir as condições de segurança para os peões.

A empreitada de construção da Ponte da Aliança, após o cumprimento dos respetivos procedimentos, nomeadamente concurso público e visto prévio do Tribunal de Contas, foi adjudicada pelo Município de Vizela pelo valor de 1.673.982,78€, acrescido de IVA.

A Câmara Municipal considera a construção desta travessia como um projeto fundamental para o Concelho de Vizela para garantir e consolidar a rede viária municipal, uma obra que é agora uma realidade.

CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA INSTALOU ESTRUTURA DE RASTREIO PARA APOIAR RESTAURAÇÃO

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal  VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.

ESTRUTURA RASTREIO MOVEL.jpg

Assim, e tendo em atenção a evolução da situação epidemiológica do Covid-19 e as novas regras a vigorar nos estabelecimentos de restauração do Concelho, a Câmara Municipal instalou uma estrutura de rastreio móvel, com dois postos de testagem, na Praça da República, que entrou em funcionamento no passado fim de semana e que realizou já cerca de 200 testes.

Esta estrutura de rastreio móvel está em funcionamento às sextas-feiras, sábados, domingos e feriados, entre as 19h00 e as 21h00, onde os clientes dos restaurantes poderão efetuar os testes gratuitamente.

Assim, e quando a pessoa fizer o teste na estrutura de rastreio móvel irá receber um comprovativo da realização do teste e meia-hora depois irá receber um sms com o resultado, podendo, desta forma, aceder a qualquer restaurante do concelho de Vizela.

O objetivo desta medida é minimizar o impacto destas limitações do setor da restauração, dos mais afetados pela situação atual do estado epidémico do COVID-19, sendo assim mais uma medida de ajuda e incentivo ao setor da restauração no Concelho.

A Câmara Municipal de Vizela tem acompanhado atentamente a evolução do surto epidémico do COVID-19 no Concelho e tomado as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação, motivo pelo qual as medidas apresentadas podem ser modificadas a qualquer momento, caso se verifique uma alteração substancial das condicionantes da epidemia.

PRESIDENTE DA CÂMARA DE VIZELA VISITOU FREGUESIAS PARA AVALIAR CONSTRUÇÃO E/OU AQUISIÇÃO DE HABITAÇÕES SOCIAIS

No seguimento do acordo de colaboração, no âmbito do Programa 1.º Direito, assinado entre a Câmara Municipal de Vizela e o Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU), o Presidente da Câmara visitou todas as freguesias do Concelho, no sentido de avaliar os locais de construção e/ou aquisição de habitações sociais.

visitas freguesias hab. social.jpg

De realçar que estas vistas foram acompanhadas pelos presidentes das juntas de freguesia, os quais estiverem também na base do levantamento das necessidades habitacionais no Concelho, pois são estes que estão mais próximos das suas populações e melhor conhecem a realidade das suas freguesias.

De relembrar que no passado dia 22 de junho, o Presidente da Câmara Municipal de Vizela, Victor Hugo Salgado, e a Presidente do Conselho Diretivo do Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU), Isabel Dias assinaram o acordo de colaboração, no âmbito do Programa 1.º Direito, que foi homologado pela Secretária de Estado da Habitação, Marina Gonçalves.

O referido acordo define a programação estratégica das soluções habitacionais a apoiar ao abrigo do programa 1.º Direito para 90 famílias, correspondentes a 198 pessoas, com carências habitacionais e que não dispõem de capacidade financeira para suportar o custo do acesso a uma habitação adequada, e que compreende a reabilitação, a aquisição e a construção de prédios ou empreendimentos habitacionais.

O Acordo de colaboração prevê um investimento total estimado necessário ao cumprimento dos objetivos indicados no acordo de 7.164.880,00€, sendo que o IHRU, I.P. prevê disponibilizar um financiamento que se estima no valor máximo de 6.448.392,00€, de acordo com a programação financeira constante do acordo.

APRESENTAÇÃO DA CANDIDATURA PARTIDO SOCIALISTA – MOVIMENTO VIZELA SEMPRE – VICTOR HUGO SALGADO > 2021

No seguimento da agenda de campanha para as Eleições Autárquicas 2021, terá lugar no próximo sábado, dia 17 de julho, a apresentação da candidatura PARTIDO SOCIALISTA – MOVIMENTO VIZELA SEMPRE – VICTOR HUGO SALGADO > 2021, que contará com a presença de José Luís Carneiro, Secretário-geral adjunto do Partido Socialista.

APRESENTAÇAO CANDIDATURA.jpg

Neste dia, para alem da apresentação do candidato à Câmara Municipal de Vizela, Victor Hugo Salgado, e do Candidato à Assembleia Municipal de Vizela, Fenando Carvalho, serão ainda apresentados os candidatos ás juntas de freguesia do Concelho, a saber

Pela União de Freguesias de Caldas de Vizela S. Miguel e S. João, José Armando Branco;

Pela União de Freguesias de Tagilde e Vizela S. Paio, António Ferreira;

Pela Freguesia de Santa Eulália, Manuel Pedrosa;

Pela Freguesia de Infias, Hélder Magalhães;

Pela Freguesia de Vizela Santo Adrião, João Costa.

A apresentação da candidatura contará ainda com a presença de Joaquim Barreto, Presidente da Federação Distrital de Braga do Partido Socialista.

Assim, a apresentação da candidatura do PARTIDO SOCIALISTA – MOVIMENTO VIZELA SEMPRE – VICTOR HUGO SALGADO > 2021 terá lugar às 21.00h, na Praça da República.

CÂMARA DE VIZELA APRESENTA PROJETO VENCEDOR DO OPJ 2021

No próximo dia 21 de julho, serão conhecidos os resultados do Orçamento Participativo Jovem (OPJ) Vizela 2021. A sessão de apresentação dos resultados está marcada para as 17.30h, na Marginal Ribeirinha.

opj2021 bannerviz.jpg

Do desporto à inovação social, passando pelo ambiente, sustentabilidade e mobilidade, o OPJ Vizela 2021 colocou a votação 7 projetos que, no total, contabilizaram 1206 votos de jovens entre os 12 e os 30 anos, residentes, estudantes e/ou trabalhadores no concelho de Vizela. 

Assim, o OPJ, ano após ano, envolve cada vez mais a comunidade Vizelense, contribuindo para o seu desenvolvimento e confere ao Concelho um elevado dinamismo, dando voz aos jovens vizelenses, através de um projeto de democracia participativa, em prol de um futuro decidido por eles.

A Câmara Municipal de Vizela agradece a todos que participaram com as suas propostas e trabalharam para que o Orçamento Participativo Jovem fosse mais uma vez concretizado com grande sucesso. Mais uma vez os Jovens Vizelenses demonstraram que Vizela está bem viva e tem futuro.

Este ano, a Câmara Municipal, acautelando o cumprimento das regras de segurança impostas pela pandemia, retomou o processo de votação presencial nos estabelecimentos de ensino e formação profissional do concelho, permitindo a participação de, aproximadamente, 1000 jovens.

De relembrar que o OPJ foi lançado em 2017 com o intuito de contribuir para o exercício de uma intervenção informada, ativa e responsável dos jovens nos processos de governação local. Ano após ano, verifica-se que o OPJ, envolve cada vez mais a comunidade Vizelense, contribuindo para o seu desenvolvimento e confere ao concelho um elevado dinamismo, dando voz, através de um projeto de democracia participativa, aos jovens Vizelense, em prol de um futuro decidido por eles. 

A Câmara Municipal de Vizela agradece a todos que participaram com as suas propostas e trabalharam para que o Orçamento Participativo Jovem fosse mais uma vez concretizado com grande sucesso. Mais uma vez os Jovens Vizelenses demonstraram que Vizela está bem viva e tem futuro.

PRESIDENTE DA CÂMARA DE VIZELA RECEBEU ATLETA OLÍMPICA SALOMÉ ROCHA E TREINADOR RUI FERREIRA

O Presidente da Câmara Municipal de Vizela recebeu ontem a atleta olímpica vizelense Salomé Rocha, e o seu treinador Rui Ferreira, numa homenagem simbólica pela sua participação nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

receção Salomé Rocha e Rui Ferreira.JPG

Os Jogos Olímpicos Tóquio 2020, adiados para este ano devido à pandemia de Covid-19, realizam-se entre os dias 23 de julho e 8 de agosto.

O Presidente da Câmara Municipal manifestou, em nome da Câmara Municipal de Vizela, o seu regozijo pela participação da atleta Salomé Rocha nos Jogos Tóquio 2020, resultado da dedicação, sacrifício e capacidade de trabalho da atleta, assim como do seu treinador, Rui Ferreira, que contribuiu para que este sonho se tornasse realidade, culminando na participação naquela que é a maior e mais consagrada competição desportiva mundial.

A Câmara Municipal de Vizela presta, assim, a sua homenagem à atleta Salomé Rocha, como forma de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido em prol do desporto local e nacional, desejando-lhes as maiores felicidades nesta grande competição desportiva que são os Jogos Olímpicos.

CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA REALIZOU TESTES COVID A ALUNOS DA ACADEMIA DE MÚSICA DA SOCIEDADE FILÁRMONICA VIZELENSE

Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal  VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa.

testes COVID Academia.JPG

Assim, e tendo em atenção a evolução da situação epidemiológica do Covid-19, a Câmara Municipal de Vizela efetuou testes COVID aos alunos que hoje estiveram na Academia de Musica de Vizela para a escolha dos instrumentos que irão tocar no próximo ano letivo, no âmbito do ensino especializado da música em regime articulado que funciona nesta instituição através de protocolo com o Agrupamento de Escolas de Caldas de Vizela e com o Agrupamento de Escolas de Infias Vizela, sendo que dos 34 testes realizados, todos deram resultado negativo.

De destacar que o ensino articulado é uma modalidade de ensino financiada para alunos dos 2º e 3º cíclos do ensino básico, que funciona em articulação com a escola do ensino básico que os alunos frequentam. Esta é uma modalidade financiada a 100% pelo estado, sem qualquer custo para os alunos, sendo que a Câmara Municipal financia o transporte dos alunos que frequentam este ensino.

De destacar que a realização dos testes de pesquisa de antigénio desenvolvidos para o diagnóstico do SARS-CoV-2 é uma das medidas pioneiras da Câmara Municipal de Vizela, adotada no âmbito do Programa de Apoio Municipal – VIZELA COVID-19, para assegurar o combate ao surto e a proteção social, com o objetivo de salvaguardar o interesse público municipal.

A Câmara Municipal de Vizela tem acompanhado atentamente a evolução do surto epidémico do COVID-19 no Concelho e tomado as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento, efetuando também uma reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a respetiva propagação, motivo pelo qual as medidas apresentadas podem ser modificadas a qualquer momento, caso se verifique uma alteração substancial das condicionantes da epidemia.

II CONCURSO DE CURTAS METRAGENS DE VIZELA COM 6 FINALISTAS

Depois de terminadas as inscrições e da análise dos 8 trabalhos do 2º Concurso de Curtas-Metragens de Vizela, Segredos de um Vale, o júri deliberou que 6 curtas-metragens cumprem os critérios nas normas regulamentares do Concurso, passando assim à fase final da competição.

cartaz final curtas.jpg

Assim, serão agora submetidas a avaliação do júri as seguintes curtas metragens:

  • A Ilha dos Amores - Ricardo Silva
  • O Quinto Elemento -Pedro Peixoto e Inês Rocha
  • Por favor, volta -Ana Margarida Costa
  • Sobre os tempos da escola - Ana Lima
  • Sons do Vale - João Lages
  • Vizela Ad Aeternum -Turma 10º D da Escola básica e secundária de Infias, Vizela

Na edição do ano passado, a curta vencedora foi atribuída a Carolina Rocha, com a obra “Vizela Revisitada”, onde a autora nos trouxe um olhar poético e saudoso sobre a sua cidade.

Na edição deste ano, encontramos várias temáticas, que vão desde narrativas históricas de Vizela, até narrativas mais íntimas e individuais que nos convidam a olhar para Vizela através do olhar e da sensibilidade dos seus autores.

A partir de hoje, as curtas-metragens finalistas estão disponíveis para visualização através do link: https://www.cm-vizela.pt/curtas-metragens.

Brevemente serão divulgadas as três melhores curtas-metragens com os seguintes prémios: 1º prémio – 500 euros; 2º prémio- 300 euros; 3º prémio – 150 euros, havendo também lugar à atribuição de prémios de menção honrosa, caso os elementos do júri assim o decidam.

De destacar que o júri deste concurso é constituído por três elementos: uma pessoa nomeada pelo Conselho Municipal de Juventude de Vizela – António Magalhães, um jovem vizelense Mestre na área audiovisual e amante da 7ª arte; uma pessoa da sociedade civil convidada pela organização – Diogo Lopes, ator profissional com uma carreira diversificada na televisão e no teatro; e em representação do Município de Vizela, Jorge Coelho, professor e consultor na área do Turismo.

A realização do II Concurso de Curtas-Metragens: Vizela, segredos de um vale é mais uma atividade que vai ao encontro da estratégia definida no Plano Estratégico de Juventude de Vizela – Juventude em Ação, onde se objetiva a promoção de atividades que desenvolvam as competências dos jovens, e que lhes possibilite participar e interagir com a comunidade de forma criativa e contemporânea. Por outro lado, vai ao encontro da estratégia municipal de desenvolvimento de um sentido de identidade no território de Vizela, com impacto para além das fronteiras do Município.

GUIMARÃES E VIZELA: ASSOCIAÇÃO ROMÃ DISTINGUE CURTA-METRAGEM RODADA NA REGIÃO

Associação Romã distingue a curta-metragem “Fim-de-Linha” uma produção do projeto “Novos Olhares, Velhas Causas”, uma iniciativa que atua nos concelhos de Guimarães e de Vizela

Fim de Linha 2.jpg

A Romã é uma IPSS que tem como objetivo a promoção do princípio da Igualdade de Género e a prevenção da Violência Doméstica, nas suas diferentes expressões. Esta entidade tem dado especial destaque à intervenção junto da pessoa agressora, como forma de incidir sobre a causa do problema e, assim, contribuir para a diminuição da violência doméstica e de género.

De acordo com Helena Silva, Psicóloga da Associação Romã, “os programas de intervenção com agressores, surgiram nos anos 70, nos Estados Unidos. Aqueles programas constituem uma ferramenta fundamental para a intervenção, prevenção e redução da violência doméstica e de género. É importante destacar o objetivo principal desses programas: a proteção da vítima, por meio da redução do comportamento violento dos agressores. São uma ferramenta necessária no combate à violência doméstica e de género, pois abordam a causa do problema”, referiu.

A psicóloga Helena Silva congratulou e distinguiu publicamente o projeto Novos Olhares, Velhas Causas pela “produção de um recurso didático bastante relevante, para a intervenção com agressores/as. Esta intervenção deve “ser baseada em evidências científicas, incidindo sobre os fatores de risco que despoletam o comportamento violento. Aquele recurso será útil, no trabalho daqueles fatores de risco, assim como no incentivo à mudança cognitiva e comportamental do/a agressor/a”. Ao criar este recurso “o projeto Novos Olhares, Velhas Causas está a aumentar os recursos didátidos e pedagógicos disponíveis nesta área”, terminou Helena Silva.

A eficácia dos programas de intervenção com agressores/as é uma das questões mais relevantes no campo da violência doméstica e de género. Tendo em consideração que um dos objetivos é a reabilitação e mudança do comportamento abusivo dos/as agressores/as como instrumento de prevenção e proteção da vítima, não é, pois, uma questão de somenos importância garantir a eficácia destes programas.

CÂMARA DE VIZELA APRESENTA ESTUDO MUNICIPAL PARA O DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE RECOLHA DE BIORRESÍDUOS NO MUNICÍPIO DE VIZELA- PARTICIPE!

A 30 de maio de 2018 foi aprovada a Diretiva Quadro Resíduos (UE) 2018/851 do Parlamento Europeu e do Conselho que altera a Diretiva 2008/98/CE relativa aos resíduos, recentemente transporta a nível nacional pelo Decreto-Lei n.º 102-D/2020, de 10 de dezembro, que veio a estabelecer a obrigatoriedade de ser assegurada, até 31 de dezembro de 2023, que os biorresíduos sejam separados e reciclados na origem ou recolhidos seletivamente, a fim de evitar o tratamento de resíduos que relega os recursos para os níveis mais baixos da hierarquia de gestão dos resíduos, por exemplo aterro, e permitir uma reciclagem de elevada qualidade e de impulsionar a utilização de matéria-prima secundária de qualidade.

estudo bio.jpg

Ciente desta problemática, o município de Vizela encontra-se a executar o “Estudo Municipal para o Desenvolvimento de Sistemas de Recolha de Biorresíduos no Município de Vizela”, no âmbito do Programa de Apoio à Elaboração de Estudos para o Desenvolvimento de Sistemas de Recolha de Biorresiduos, regulado pelo despacho n.º 7262/2020 e financiado pelo Fundo Ambiental.

Assim, no próximo dia 12 de julho, pelas 15h, na Casa da Cultura, será apresentado o Estudo Municipal para o Desenvolvimento de Sistemas de Recolha de Biorresíduos no Município de Vizela e efetuada a discussão pública da proposta de implementação, com vista à recolha de contributos.

Não obstante a sessão de apresentação, os contributos poderão ser efetuados de forma digital, através do email ambiente@cm-vizela.pt ou de forma presencial, durante o dia 14 de julho na Câmara Municipal de Vizela, com agendamento prévio, através do número de telefone 253 489 690. Serão aceites/tidos em consideração contributos recebidos até às 23:59h do dia 14 de julho.

O documento encontra-se disponível para consulta em https://www.cm-vizela.pt/informacao-autarquica/avisos/.