Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

JOVENS FOLCLORISTAS REÚNEM-SE AMANHÃ EM VISEU - FOLCLORE É UMA PALAVRA JOVEM!

O Congresso de Jovens Folcloristas reúne amanhã em Viseu, nas instalações do Viseu Arena, numa iniciativa da Federação do Folclore Português.

40561804_1788833471166268_6199167271751909376_n

Atendendo a que 2018 será o Ano Europeu do Património Cultural, com o objetivo de celebrar a diversidade e a riqueza do património cultural europeu e de sensibilizar os cidadãos para a História e valores europeus, de modo a promover o diálogo intercultural e a coesão social; pretendendo demonstrar as diferentes oportunidades oferecidas pelo património cultural, bem como os desafios que este enfrenta, sugere-se que o tema do Congresso da FFP para jovens folcloristas 2018 seja em torno deste assunto, enquadrado pelos grandes objetivos da promoção da diversidade cultural, do diálogo intercultural e da coesão social, visando chamar a atenção para o papel do património no desenvolvimento social e económico.

Será um momento importante para chamar a atenção não só para as oportunidades que o património cultural, tradicional e popular nos oferece, mas também para os imensos desafios que hoje se nos colocam.

JOVENS FOLCLORISTAS REÚNEM-SE EM VISEU - FOLCLORE É UMA PALAVRA JOVEM!

O Congresso de Jovens Folcloristas reúne em Viseu no próximo dia 17 de Novembro, nas instalações do Viseu Arena, numa iniciativa da Federação do Folclore Português.

40561804_1788833471166268_6199167271751909376_n

Atendendo a que 2018 será o Ano Europeu do Património Cultural, com o objetivo de celebrar a diversidade e a riqueza do património cultural europeu e de sensibilizar os cidadãos para a História e valores europeus, de modo a promover o diálogo intercultural e a coesão social; pretendendo demonstrar as diferentes oportunidades oferecidas pelo património cultural, bem como os desafios que este enfrenta, sugere-se que o tema do Congresso da FFP para jovens folcloristas 2018 seja em torno deste assunto, enquadrado pelos grandes objetivos da promoção da diversidade cultural, do diálogo intercultural e da coesão social, visando chamar a atenção para o papel do património no desenvolvimento social e económico.

Será um momento importante para chamar a atenção não só para as oportunidades que o património cultural, tradicional e popular nos oferece, mas também para os imensos desafios que hoje se nos colocam.

Chegou a hora de te deixar algumas novidades sobre o teu próximo Congresso de Jovens Folcloristas!

Outra das novidades é a forma como te podes inscrever, on-line,

através do link https://goo.gl/forms/bAVbqgmPWCk327XC3

Por isso, não percas tempo, inscreve-te!

Capturar1

Capturar2

Capturar3

44065415_1839061389476809_3422884193820999680_n

44077005_1839061382810143_7495138009386319872_n

JOVENS FOLCLORISTAS REÚNEM-SE EM VISEU - FOLCLORE É UMA PALAVRA JOVEM!

O Congresso de Jovens Folcloristas reúne em Viseu no próximo dia 17 de Novembro, nas instalações do Viseu Arena, numa iniciativa da Federação do Folclore Português.

40561804_1788833471166268_6199167271751909376_n

Atendendo a que 2018 será o Ano Europeu do Património Cultural, com o objetivo de celebrar a diversidade e a riqueza do património cultural europeu e de sensibilizar os cidadãos para a História e valores europeus, de modo a promover o diálogo intercultural e a coesão social; pretendendo demonstrar as diferentes oportunidades oferecidas pelo património cultural, bem como os desafios que este enfrenta, sugere-se que o tema do Congresso da FFP para jovens folcloristas 2018 seja em torno deste assunto, enquadrado pelos grandes objetivos da promoção da diversidade cultural, do diálogo intercultural e da coesão social, visando chamar a atenção para o papel do património no desenvolvimento social e económico.

Será um momento importante para chamar a atenção não só para as oportunidades que o património cultural, tradicional e popular nos oferece, mas também para os imensos desafios que hoje se nos colocam.

Chegou a hora de te deixar algumas novidades sobre o teu próximo Congresso de Jovens Folcloristas!

Outra das novidades é a forma como te podes inscrever, on-line,

através do link https://goo.gl/forms/bAVbqgmPWCk327XC3

Por isso, não percas tempo, inscreve-te!

 

Capturar1

Capturar2

Capturar3

44065415_1839061389476809_3422884193820999680_n

44077005_1839061382810143_7495138009386319872_n

JOVENS FOLCLORISTAS REÚNEM-SE EM VISEU

40561804_1788833471166268_6199167271751909376_n

Atendendo a que 2018 será o Ano Europeu do Património Cultural, com o objetivo de celebrar a diversidade e a riqueza do património cultural europeu e de sensibilizar os cidadãos para a História e valores europeus, de modo a promover o diálogo intercultural e a coesão social; pretendendo demonstrar as diferentes oportunidades oferecidas pelo património cultural, bem como os desafios que este enfrenta, sugere-se que o tema do Congresso da FFP para jovens folcloristas 2018 seja em torno deste assunto, enquadrado pelos grandes objetivos da promoção da diversidade cultural, do diálogo intercultural e da coesão social, visando chamar a atenção para o papel do património no desenvolvimento social e económico.

Será um momento importante para chamar a atenção não só para as oportunidades que o património cultural, tradicional e popular nos oferece, mas também para os imensos desafios que hoje se nos colocam.

Chegou a hora de te deixar algumas novidades sobre o teu próximo Congresso de Jovens Folcloristas!

O Programa já foi divulgado e tens aqui o lembrete.

Outra das novidades é a forma como te podes inscrever, on-line,

através do link https://goo.gl/forms/bAVbqgmPWCk327XC3

Por isso, não percas tempo, inscreve-te!

44065415_1839061389476809_3422884193820999680_n44077005_1839061382810143_7495138009386319872_n

JOVENS FOLCLORISTAS REÚNEM-SE EM VISEU

40561804_1788833471166268_6199167271751909376_n

Atendendo a que 2018 será o Ano Europeu do Património Cultural, com o objetivo de celebrar a diversidade e a riqueza do património cultural europeu e de sensibilizar os cidadãos para a História e valores europeus, de modo a promover o diálogo intercultural e a coesão social; pretendendo demonstrar as diferentes oportunidades oferecidas pelo património cultural, bem como os desafios que este enfrenta, sugere-se que o tema do Congresso da FFP para jovens folcloristas 2018 seja em torno deste assunto, enquadrado pelos grandes objetivos da promoção da diversidade cultural, do diálogo intercultural e da coesão social, visando chamar a atenção para o papel do património no desenvolvimento social e económico.

Será um momento importante para chamar a atenção não só para as oportunidades que o património cultural, tradicional e popular nos oferece, mas também para os imensos desafios que hoje se nos colocam.

Chegou a hora de te deixar algumas novidades sobre o teu próximo Congresso de Jovens Folcloristas!

O Programa já foi divulgado e tens aqui o lembrete.

Outra das novidades é a forma como te podes inscrever, on-line,

através do link https://goo.gl/forms/bAVbqgmPWCk327XC3

Por isso, não percas tempo, inscreve-te!

44065415_1839061389476809_3422884193820999680_n

44077005_1839061382810143_7495138009386319872_n

ATLETAS ARCUENSES DISPUTAM EM VISEU CAMPEONATO NACIONAL DE JUVENIS DE ATLETISMO DE DESPORTO ESCOLAR

João Morado Vice-Campeão Nacional Escolar de 4X100m

No fim de semana, dias 19 e 20 de Maio, competiram em Viseu os atletas João Morado e Mário Silva que, em representação do Agrupamento de Escolas de Valdevez e da Seleção Regional Norte, disputaram o Campeonato Nacional de Juvenis de Atletismo do Desporto Escolar. De referir que estes jovens estudantes são também atletas do CAAV.

Mário Silva 4º nos 100m Barreiras do Campeonato Nacional de Juvenis

No 1º dia de provas, destinado ao Campeonato Nacional Individual e Estafetas, o João Morado alcançou o 2º lugar na estafeta de 4X100m com 44.1 a apenas 2 décimas da estafeta vencedora e o 5º lugar no Salto em Comprimento com 6,24m a apenas 1 cm do pódio (o 3º e 4º lugar saltaram ambos 6,25m) e o Mário Silva alcançou o 4º lugar nos 100m Barreiras com 14,08 a apenas 5 centésimas do pódio.

No 2º dia de provas, destinado ao Campeonato Coletivo disputado sob a forma de Provas Combinadas, Mário Silva e João Morado integraram a estafeta de 5X200m da Seleção Regional Norte que venceu em 1.58,6. João Morado contribuiu ainda com o 2º lugar no Salto em Comprimento com 6,09m. Coletivamente a Seleção Regional Norte que liderou quase sempre o evento acabou por ser relegada para o 4º lugar fruto de um azar do vianense José Pedra no Lançamento do Dardo que não efetuou nenhum ensaio válido, fazendo a Seleção cair do 1º para o 4º lugar.

*Fotos do Nacional de Desporto Escolar da autoria de Paula Brites Cunha

João Morado Vice-Campeão Nacional de Juvenis de 4X100m

SUB-16 CRAV CONTINUAM INVENCÍVEIS

O Sub-16 do CRAV deslocaram-se a Viseu, no passado domingo, para defrontar a equipa da Bairrada. O CRAV venceu por uns claros 05-84, num jogo quase sempre de sentido único, sendo que apenas por uma vez a equipa da casa conseguiu ultrapassar a defesa do CRAV.

equipa sub-16 do crav

Com seis jogos disputados nesta fase do campeonato, o CRAV continua a somar apenas vitórias, mantendo assim o 1.º lugar do grupo à frente da Agrária.

No próximo fim-de-semana, o CRAV recebe a Agrária naquele que será o jogo decisivo para saber quem será o vencedor do grupo.

Pelo CRAV jogaram e marcaram: João Sousa; André Esteves; José Pedro Pereira; Raoul Gomes; Samuel Barros (5); Vitor Araújo; Sérgio Castro; Pedro Miguel Amorim (30); Gil Machado; Eduardo Fernandes (24); Henrique Calheiros (25); Diogo Ferreira; Mickael Canossa; Nuno Rodrigues e Rui Cerqueira.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO BRACARENSE ENTREGA PRÉMIO AOS VENCEDORES DO OP DE VISEU

Envolvimento das comunidades na política local beneficia desenvolvimento do território

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, esteve presente na cerimónia de anúncio dos sete projectos vencedores do Orçamento Participativo de Viseu.

CMB20112015SERGIOFREITAS0000001902

Na ocasião, Ricardo Rio sublinhou que, ao longo do seu percurso político, sempre defendeu a importância da implementação de um Orçamento Participativo coerente, com uma verba consignada definida no orçamento Municipal e um efeito multiplicador na sociedade.

“O Orçamento Participativo é uma excelente forma de dar voz aos anseios da população e de se promover a cidadania e a responsabilidade cívica, desenvolvendo competências para que a participação activa dos cidadãos nas políticas locais seja cada vez mais uma realidade, tornando o território rico nas mais diversas áreas”, disse.

CMB20112015SERGIOFREITAS0000001897

O Edil abordou o exemplo de Braga, onde o Orçamento Participativo vai também na sua segunda edição e dispõe de uma vertente especificamente reservada a projectos provenientes da comunidade escolar. A juntar a estas iniciativas realizou-se também, este ano, a primeira edição do Orçamento ‘Tu Decides!’, destinado especificamente aos jovens entre os 16 e os 35 anos de idade.

“É com comunidades preocupadas e interessadas na causa pública que podemos dar passos seguros no sentido do desenvolvimento e da procura do bem comum. Todos têm a ganhar quando se estimula a sociedade a pronunciar-se sobre as políticas municipais locais e, em Braga, dispomos de várias ferramentas que permitem atingir esse mesmo objectivo”, referiu, garantindo que as iniciativas referidas têm contado com um pleno envolvimento dos cidadãos de diferentes faixas etárias em todos as fases do processo, desde a apresentação de propostas até à votação e concretização dos projectos.

CMB20112015SERGIOFREITAS0000001903

No Orçamento Participativo de Viseu estiveram 155 projectos em votação. Esta foi a segunda edição da iniciativa nesta Cidade, tendo sido destinado o valor de 168 mil euros para colocar no terreno as ideias mais votadas.

Almeida Henriques, presidente da Câmara de Viseu, afirmou que esta segunda edição deixou uma ´pegada indelével na evolução da democracia local e da cidadania participativa´. “A adesão ao voto mais que quintuplicou face ao ano transacto. Não se ganharam apenas sete projectos, mas 155 boas sementes para o futuro do desenvolvimento local”, garantiu.

CMB20112015SERGIOFREITAS0000001904

SÉNIORES DE VISEU CONVIVEM NO SANTUÁRIO DO SAMEIRO EM BRAGA

Mais de 3000 idosos oriundos de Viseu estiveram hoje, dia 23 de Maio, em Braga, onde decorreu no Santuário do Sameiro um convívio para a terceira idade proporcionado pela Município de Viseu.

4

De acordo com Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, receber no Concelho um número tão considerável de pessoas é uma excelente forma de promover o território e os seus atrativos turísticos. “Certamente muitos dos que hoje estão aqui presentes voltarão noutras ocasiões com as suas famílias”, afirmou.

3

Por outro lado, o Edil garantiu que o Executivo Municipal encara este tipo de iniciativas, que propicia momentos únicos de convivo e confraternização para a população sénior, com muito bons olhos. “Tal como nós também promovemos iniciativas desta natureza, que quebram as rotinas e melhoram a qualidade de vida dos idosos, é com todo o gosto e satisfação que recebemos e apoiamos a realização deste evento na nossa cidade”, referiu.

2

Presente no evento esteve António Almeida Henriques, presidente da Câmara Municipal de Viseu, que na ocasião agradeceu a receptividade com que toda a comitiva foi recebida em Braga.

1

CANTORA SOPRANO CRISTIANA OLIVEIRA REALIZA CONCERTO NA SÉ CATEDRAL DE VISEU ALUSIVO A GIUSEPPE VERDI E RICHARD WAGNER

309604_431503333588555_783597331_n

A soprano Cristiana Oliveira leva à Sé Catedral de Viseu, no próximo dia 24 de abril, o Concerto Verdi / Wagner, o qual conta com a seguinte programação:

Richard Wagner - Tannhäuser, Prelúdio

Richard Wagner - Tannhäuser, “Dich, teure Halle, grüss ich wieder"

Richard Wagner - Edílio de Siegfried

Giuseppe Verdi – Nabucco, Abertura

Giuseppe Verdi – Otello, “Canzone Del Salice” e “Ave Maria”

Giuseppe Verdi – La Forza del Destino, Abertura

528960_231284863679119_606017201_n

Cristiana Oliveira é natural de Braga, cidade onde começou os seus estudos musicais de piano e violino. De resto, a cidade de Braga tem vindo a adquirir notoriedade como berço dos melhores sopranos portugueses, de entre os quais salientamos a cantora Elizabete Matos.

De acordo com a sua biografia oficial que se transcreve, a soprano Cristiana Oliveira é licenciada em Canto pela Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto, nas classes dos Professores Oliveira Lopes e Margarida Reis.

Frequentou vários cursos de aperfeiçoamento e masterclasses com Ana Paula Matos, Patricia MacMahon, Enza Ferrari, Paulo Ferreira, Marc Tardue, Mme Dechorgnat no Conservatório Internacional de Paris, Gabriella Morigi em Bolonha e Palmira Troufa com quem estuda regularmente.

Em 2010 foi aceite no curso intensivo do Estúdio de Ópera de Nova Iorque onde interpretou o papel de Yaroslavna na ópera "Prince Igor", de Borodin.

Em 2011 obteve uma Menção Honrosa no Concurso Nacional de Canto Luísa Todi.

Apresentou-se em vários recitais de Lieder e Oratória em Portugal, Espanha, Itália e Estados Unidos da América.

Na ópera interpretou Dido em "Dido e Aeneas", de Purcell, Gretel em "Hansel e Gretel", de Humperdink nos Teatros de Tomar e Ourém e Helena Sá e Costa e recentemente Ivette em "La Rondine", de Puccini e Nita na Zarzuela "Los Gavilanes", no Teatro Nacional de São Carlos.

No ano passado fez a sua estreia no papel de Violetta Valery de "La Traviata" de Verdi no Atelier de l'Opera, Centro de Alto Aperfeiçoamento Operático de Barcelona e no Festival de música de Sant Pere Sallavinera com aclamadas críticas.

Em 2012 obteve o 1º Prémio no Concurso Internacional de Interpretação do Estoril.

Em 2013 ganhou o prémio especial "Concerto a Milano" no Concurso Internacional de Canto Maria Malibran em Milão.

Do seu repertório fazem parte as grandes heroínas para soprano lírico/spinto de coloratura.

581578_425346234204265_1394476959_n

SÃO TEOTÓNIO: NATURAL DE VALENÇA E PADROEIRO DE VISEU

São Teotónio nasceu em Ganfei, junto de Valença do Minho, possivelmente no ano de 1082. Era filho de D. Oveco Mogueimes e de Dª Eugénia pessoas aparentadas com nobres e reis da Europa cristã. Com cerca de 10 anos juntou-se ao seu tio D. Crescónio bispo de Coimbra. Formou-se em teologia e filosofia, depois de ter sido um brilhante estudante do acerdiago D. Tello. Depois da morte de D. Crescónio veio para Viseu onde em 1112 e por instâncias do Bispo de Coimbra sucedeu a D. Teodónio, um outro seu tio, como prior da Sé de Viseu. Nesse lugar permaneceu durante mais de 30 anos e a Sé de Viseu, onde tinha a sua residência, tornou-se lugar de abrigo de peregrinos e de muitos pobres. As suas celebrações atraiam multidões, no final costumava distribuir pão e esmolas. Por duas vezes foi em peregrinação à Terra Santa, tendo na ocasião da primeira renunciado ao seu lugar que foi ocupado por D. Onório. No regresso da primeira viagem, por humildade recusou retomar a anterior posição e também não quis ser nomeado Bispo de Viseu.

No ano de 1131 voltou para Coimbra onde fundou, com mais onze religiosos, o Mosteiro de Santa Cruz de que foi o primeiro Prior. Foi apoiante e aliado do jovem principe Afonso Henriques na luta contra a sua mãe. São Teotónio tornou-se um bom amigo, conselheiro e confessor do rei D. Afonso Henriques. Sob a orientação de São Teotónio o mosteiro de Coimbra foi um foco de irradiação da fé cristã e apoiante da fundação da nacionalidade, em 1152 renunciou ao priorado de Santa Cruz e em 1153 o Papa quis fazê-lo Bispo de Coimbra, dignidade que voltou a recusar. Veio a falecer em 18 de Fevereiro de 1162 e foi canonizado logo no ano seguinte pelo Papa Alexandre III. O seu corpo repousa numa capela da igreja do mosteiro que fundou muito perto do primeiro rei de Portugal.

A sua imagem na frontaria da Sé Catedral de Viseu, séc. XVII da escola de Coimbra, ocupa lugar de destaque, abaixo da padroeira Nossa Senhora da Assunção e está ladeada pelos quatro Evangelistas. Aos seus pés está colocada uma mitra que simboliza as suas duas recusas para assumir a dignidade episcopal. O Santo está representado com a indumentária dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho, adoptada pelos frades de Santa Cruz, e segura na mão direita o báculo que foi autorizado a usar.
São Teotónio é o padroeiro da cidade e da diocese de Viseu. A Câmara Municipal de Viseu em 18 de Fevereiro de 1963 decidiu na sequência de várias homenagens dar o nome de São Teotónio ao largo existente nas traseiras da Sé, também a Mesa da Santa Casa da Misericórdia deliberou que o seu hospital fosse designado por Hospital de São Teotónio, nome que o novo hospital propriedade do Estado manteve.

Fotos: AJ

Fonte: http://fotosviseu.blogspot.pt/

São Teotónio Afonso Henriques

Painel de azulejos oitocentistas, da autoria de Manuel da Silva, exposto no claustro da Sé catedral de Viseu, representando D. Afonso Henriques ajoelhando-se perante São Teotónio

 

Capela de São Teotónio no Mosteiro de Santa Cruz em Coimbra

SÃO TEOTÓNIO, MINHOTO DE VALENÇA, FOI O PRIMEIRO PORTUGUÊS A SUBIR AOS ALTARES

D. Telo, aliás São Teotónio, foi canonizado em 1163, um ano após a sua morte, pelo Papa Alexandre IV, tornando-se desse modo o primeiro português a subir aos altares. Nasceu em Ganfei, no Concelho de Valença, em 1082 e faleceu em Coimbra em 18 de Fevereiro de 1162. No próximo ano, assinalam-se 930 anos sobre a data do seu nascimento e 850 anos do seu falecimento.

Foto:Wikipédia

Em 1112, S. Teotónio tornou-se Prior da Catedral e Administrador Apostólico da Sé de Viseu. Por essa razão, a Diocese de Viseu iniciou já os preparativos para as celebrações jubilares de São Teotónio a terem lugar durante o próximo ano, tendo já celebrado um acordo de colaboração com o Museu Grão Vasco para celebrar os 900 anos da sua ida para Viseu.

O valenciano S. Teotónio foi ainda um dos fundadores do Mosteiro de Santa Cruz, em Coimbra, local onde se encontra sepultado, perto do local onde repousam os restos mortais de D. Afonso Henriques de quem foi aliado em vida, tendo contribuído para a afirmação da independência de Portugal face ao rei de Leão.

Decerto, Valença que foi sua terra natal e da qual é o seu padroeiro, não esquecerá aquele que foi um dos seus filhos mais distintos e saberá assinalar condignamente as efemérides do nascimento e falecimento de S. Teotónio.