Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PONTE DE LIMA REALIZA FESTA DO VINHO VERDE: AI VERDINHO, MEU VERDINHO!

Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Eng.º Miguel João de Freitas visitou a Festa do Vinho Verde – “Ponte de Lima é uma referência do Vinho Verde”

A Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais de Ponte de Lima, considerada como um evento de referência, cumpriu a 28ª edição e traduziu-se numa mega campanha de promoção ao afamado Vinho Verde. O evento que decorreu este fim-de-semana no Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima teve um elevado número de visitantes.

P6080136 (Medium)

Reconhecendo “Ponte de Lima como uma referência na produção do Vinho Verde” o Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Eng.º Miguel João de Freitas, revelou que “esta feira apresenta uma enorme diversidade de produtores que fazem com paixão e que se empenham na realização da sua atividade (…) o sector agrícola não é fácil, é necessário muita entrega, e o Vinho Verde é algo que nos distingue.”, disse o Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural.

Nas palavras do mesmo, “estes produtores são especiais, e (…) a vinha é fator de transformação da paisagem, traz-lhe valor, riqueza, (…) e consolida a ideia de dieta mediterrânica”, rematou.

Por sua vez o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Victor Mendes, definiu o evento como uma verdadeira alavanca para a promoção e divulgação do melhor que o mundo rural dispõe, apresentando em simultâneo uma mostra da dinâmica do sector vinícola e do turismo enogastronómico.

O autarca salientou que “este produto permitiu o surgimento de novos produtores, gerando maior riqueza e diversidade da marca dos Vinhos Portugueses”. Victor Mendes referiu-se ainda “ao trabalho notável que se tem registado no sector vinícola, e parabenizou todos os parceiros que juntamente com o Município promovem este certame, “esta feira é das mais antigas do concelho e do distrito, e ao longo da sua existência tem sido um fator de promoção e valorização do Vinho Verde” sustentou o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima.

Mantendo aposta neste certame, a organização resulta de uma parceria entre o Município de Ponte de Lima, a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural e a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima do Instituto Politécnico de Viana Castelo.

Confirmado como um néctar único, o Vinho Verde é o principal ingrediente e a base para a realização de uma série de concursos que se realizaram durante o evento. Showcookings, degustações e provas de vinho com destaque para os tradicionais concursos de Vinho Verde e do Leite-creme.

Destaque ainda para os momentos musicais que fizeram da Feira um verdadeiro sucesso: Zé Amaro e o DJ Pedro Pena asseguraram a animação da "Noite do Vinhão" de sexta-feira. Na "Noite de

Loureiro" a voz de Carolina Deslandes fez as delícias dos fãs. Mas a música continuou noite adentro, ao som do DJ Bruno S.

A Feira encerrou brilhantemente com o XXXVIII Festival de Folclore do Grupo de Danças e Cantares de Ponte de Lima.

PANA4722 (Medium)

Resultados do XVI Concurso de Vinhos de Ponte de Lima

Categoria – Vinho Verde da Casta Loureiro:

- Menção honrosa para o vinho “Pecadinhos do Abade “ de Laureano Barbosa Machado

- 1º Prémio – Categoria ouro para o vinho “Caroça” de Joel Carvalho – Sociedade Agrícola Lda.

- 2º Prémio – Categoria prata para o vinho “Loureiro” da Adega Cooperativa de Ponte de Lima

Categoria – Vinho Verde branco

- Menção honrosa para o vinho “Adega de Ponte da Barca Branco” de Viniverde

- 1º Prémio – Categoria ouro para o vinho “Terras de Conclave” de Terras de Conclave – Agroturismo Lda.

- 2º Prémio – categoria prata para o vinho “Aromas 4U escolha” de Aromas 4U, Lda.

Categoria – Vinho Verde da Casta Vinhão

- Menção honrosa para o vinho “Madrinha” de Margarida Laura Martins de Vasconcelos

- 1º Prémio – Categoria Ouro para o vinho “Aguião” de Simão Pedro de Vasconcelos Bacelar de Aguiã

- 2º Prémio – Categoria prata para o vinho “Adega dos Leões” de Margaria Laura Martins de Vasconcelos

Resultados do X Concurso de Leite-creme

Categoria Restauração

1º - Restaurante “Encanada”

2º - Restaurante “A Carvalheira”

3º - Restaurante “River View”

Categoria Individual

Daniel Lúcio Pinheiro

IMG_0003 (Medium)

IMG_0012-2 (Medium)

IMG_3090 (Medium)

IMG_3248 (Medium)

IMG_3264 (Medium)

IMG_3395 (Medium)

IMG_9541 (Medium)

PONTE DE LIMA REALIZA FESTA DO VINHO VERDE

28ª Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais de Ponte Lima. 8 a 10 de junho – Pavilhão de Feiras e Exposições. Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Eng.º Miguel João de Freitas visita o Evento

Ponte de Lima promove no próximo fim-de-semana mais uma edição da tradicional Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais. Com abertura oficial agendada para o final da tarde de sexta-feira, o evento conta com a visita do Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Eng.º Miguel João de Freitas.

Print

Considerado como um evento de referência, realiza-se há 28 anos consecutivos, na promoção do afamado Vinho Verde e da gastronomia limiana. A Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais é uma verdadeira alavanca para a promoção e divulgação do melhor que o mundo rural dispõe, apresentando-se em simultâneo como uma mostra da dinâmica do sector vinícola e do turismo enogastronómico.

Reconhecido como um néctar único, o Vinho Verde é o principal ingrediente e a base para a realização de uma série de concursos durante o evento. Showcookings, degustações e provas de vinho preenchem um programa que se complementa com os tradicionais concursos de Vinho Verde e Leite-creme e a prova equestre CSI – Concurso de Saltos Internacional, a contar para o ranking internacional.

Mantendo aposta neste certame, a organização, numa parceria entre o Município de Ponte de Lima, a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural e a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima do Instituto Politécnico de Viana Castelo, preveem a afluência de milhares de visitantes a Ponte de Lima contando com a animação musical do artista “Zé Amaro”, sexta-feira; às 23h00 e da cantora revelação Carolina Deslandes, na noite de sábado, 9 de junho, às 23h00.

Destaque ainda, para mais uma edição do “Charme das Bielas”, passeio de carros clássicos, promovido pelo CLAC – Clube Limiano de Automóveis Clássicos. Trata-se da IX edição do “Charme das Bielas”, que percorrerá com os seus carros clássicos as ruas do Centro Histórico, no sábado, 9 de junho, a partir das 21h30.

Print

PONTE DE LIMA INAUGURA FESTA DO VINHO VERDE E DOS PRODUTOS REGIONAIS

Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural Visita a 28ª Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais de Ponte Lima, de 8 a 10 de junho – Pavilhão de Feiras e Exposições

O Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Eng.º Miguel João de Freitas preside à inauguração da 28ª Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais de Ponte de Lima, no dia 8 de junho às 19 horas.

Cartaz Final Feira Do Vinho Verde

Evento de referência na promoção do afamado vinho verde e da gastronomia limiana, rica em sabores e saberes, está agendado para os dias 8, 9 e 10 de junho, assumindo-se cada vez mais como uma marca gastronómica de índole nacional, e como um dos principais atrativos regionais. A Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais é uma verdadeira alavanca para a promoção e divulgação do melhor que o mundo rural dispõe, apresentando-se em simultâneo como uma mostra da dinâmica do sector vinícola e do turismo enogastronómico.

Reconhecido como um néctar único, o Vinho Verde é o principal ingrediente e a base para a realização de uma série de concursos durante o evento. Showcookings, degustações e provas de vinho preenchem um programa que se complementa com os tradicionais concursos de Vinho Verde e Leite-creme e a prova equestre CSI – Concurso de Saltos Internacional, a contar para o ranking internacional.

Mantendo aposta neste certame, a organização, numa parceria entre o Município de Ponte de Lima, a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural e a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima do Instituto Politécnico de Viana Castelo, preveem a afluência de milhares de visitantes a Ponte de Lima contando com a animação musical do artista “Zé Amaro”, e da cantora revelação Carolina Deslandes.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA FESTIVAL ENOTURÍSTICO

Depois do sucesso alcançado nas duas primeiras edições regressa o FESTIVINHÃO – Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez, nos dias 1, 2 e 3 de Junho, numa organização da Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez e do Município de Arcos de Valdevez. São ainda parceiros na organização a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, a Escola Profissional do Alto-Lima, a Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, a Confraria do Vinho Verde e a Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

festivinhao2018_cartaz

O FESTIVINHÃO terá este ano lugar no Jardim dos Centenários, no centro histórico de Arcos de Valdevez, contando com espaço de exposição, espaço de provas de vinhos e apresentações, tasquinhas de petiscos, animação de palco, animação de rua, curso de iniciação à prova de vinhos, percursos turístico-gastronómicos pela Vila, visitas a Quintas/Adegas e oferta turística e cultural diversa.

Este festival enoturístico pretende celebrar a Casta Vinhão e a sua fabulosa evolução em termos técnicos e produtivos. Agora, a casta vinhão é a rainha. É ela que melhor se relaciona com as iguarias gordas como a lampreia, o sarrabulho, o cozido à portuguesa, o arroz de cabidela, o cabrito mamão da serra, o arroz de sarrabulho, etc.. Arcos de Valdevez, com o seu “terroir”, soube manter uma reserva de qualidade e tradição na produção de Vinhão e também inovar sem nunca descurar a relação harmónica com a gastronomia. Mas o Festival apresenta outros vinhos verdes, com destaque para os brancos Loureiros e Alvarinhos, rosados e espumantes. 

O Festival integra também a seleção do ‘FESTIVINHÃO’18 Vinho do Ano’ e incluirá este ano a I Edição da ‘RAINHA DAS VINDIMAS Arcos de Valdevez’.

MONÇÃO REALIZA FESTA DO VINHO VERDE TINTO

Dias 26 e 27 de maio, em Tangil

Tangil, uma das freguesias de montanha do concelho de Monção, celebra, no próximo fim de semana, 26 e 27 de maio, o vinho tinto, os petiscos regionais e as tradições rurais na 8ª edição da Feira do Vinho Tinto. A abertura oficial do certame está marcada para as 15h00.

30530666_1892796510733106_595907234643312640_n

Além dos espaços promotores dos produtos locais, decorados com exemplares únicos de gastronomia, o programa apresenta atividades de entretimento/ animação e uma novidade: Caminhada Tinto Color com o DJ Pedro Pagodes, no domingo, pelas 10h30.

Previstas também provas/concurso de vinho, 8º Raid Rota da Pedra Solta, exposição de desenhos a lápis, festival folclórico, grupos de bombos, atuação de charangas e animação musical. O grupo Zé Zé Fernandes atua no sábado, a partir das 23h00.

Fernando Silva

VIANA DO CASTELO REALIZA ENCONTROS VÍNICOS DO VINHO VERDE

VIII Encontros Vínicos do Vinho Verde | 25 e 26 maio 2018 | Viana do Castelo

image003

A Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Ordem dos Engenheiros da Região Norte, nos dias 25 e 26 de maio, promovem no âmbito dos VIII Encontros Vínicos do Vinho Verde, várias iniciativas, designadamente:

a) Seminário dos VII Encontros Vínicos - 25 de Maio

Local e hora: Biblioteca Municipal de Viana do Castelo (Auditório Couto Viana), às 9h15

Inscrição Gratuita, mas obrigatória.

b) Jantar de Gala - 25 de Maio

Local e hora: Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo, às 20h00
Limite de inscrições: 50 participantes

Valor da inscrição: € 30,00

c) Visita guiada a quintas da região (ESTAÇÃO VITIVINÍCOLA ENG.º AMÂNDIO GALHANO + QUINTA DE AGUIÃ) com degustação - 25 de Maio

Ponto de encontro e hora: Biblioteca Municipal de Viana do Castelo, às 14h30

Limite de inscrições: 50 participantes

Inscrição Gratuita, mas obrigatória.

d) Curso de Iniciação à Prova de Vinhos “À descoberta do Vinho”, com Eng.ª Lúcia Barbosa - 26 de maio

Local e hora: Piso 1 dos Antigos Paços do Concelho, início às 16h00

Limite de inscrições: 20 participantes

Inscrição gratuita, mas obrigatória.

inscrição para a iniciativa b) deverá ser efetuada, até ao dia 24 de maio, às 16h00, para o e-mail: sturismo@cm-viana-castelo.pt ou telefone: 258 809 350 (indicar nome, Nº Cartão de Cidadão, NIF, concelho de residência e contacto telefónico).

O pagamento para o evento da alínea b) terá que ser efetuado no dia 25 de Maio, contra o levantamento de um voucher de inscrição, entre as 09h00 e 12h30, na Biblioteca Municipal de Viana do Castelo.

A inscrição nas restantes iniciativas, deverão ser efetuadas previamente através do portal http://www.oern.pt ou no local de realização.

SOALHEIRO NATURE "PUR TERROIR": PRIMEIRO ESTRANHA-SE, DEPOIS ENTRANHA-SE

ENTUSIASMADO PARA DESCOBRIR NOVOS PALADARES?

PRIMEIRO ALVARINHO SEM ADIÇÃO DE SULFITOS SURGE NA VERSÃO 2017

Para quem gosta de desafiar o paladar com sabores intensos e complexos, o Soalheiro lança o desafio de experimentar um vinho a pedir que seja descoberto com entusiasmo: o Soalheiro Nature "Pur Terroir", que surge agora na sua 2ª edição.Estamos perante o primeiro Alvarinho 100% elaborado sem adição de sulfitos que se reflete na motivação diária para a inovação e a irrequieta tentação de fazer diferente. A elasticidade da casta Alvarinho é extraordinária e é com a paixão e com vontade de se ultrapassar, que o Soalheiro vai assumindo dimensões com personalidades marcantes.

TRIBUTE TO CLAUDIA - Vila Joya's International Gourmet Festival 2017

A cor e o aroma são intensos e apesar da ausência de sulfitos adicionados o aroma e o sabor têm mineralidade e fruta. O sabor é complexo com inicio macio e redondo devido à malolática completa com final marcante e intenso. Trata-se de um vinho perfeito para acompanhar pratos de peixe e carnes brancas… mas acima de tudo trata-se de um vinho a pedir comida.

‘Este Soalheiro pode ser amado, ou não, mas tem para nós a responsabilidade de levar esta casta ao limite

no seu "Pur Terroir" Monção e Melgaço - o ponto mais norte de Portugal e a Origem do Alvarinho.’

O Soalheiro Nature revela a preocupação crescente com a sustentabilidade ambiental. As uvas de Alvarinho são colhidas manualmente nas vinhas da Quinta de Soalheiro, onde se recorre a conceitos de produção que valorizam a biodiversidade e o ecossistema vitícola, fomentando a sustentabilidade ambiental. O microclima que influencia a produção das uvas de Alvarinho é muito particular. Melgaço, a região mais norte de Portugal, está protegida por um conjunto de serras que permitem um casamento perfeito entre a pluviosidade, a temperatura e o número de horas de sol necessários à melhor maturação das uvas da casta Alvarinho. O engarrafamento sem filtração faz com que o vinho em garrafa esteja sujeito a depósito, sendo este depósito essencial para a proteção da oxidação, facilitando uma evolução estável deste Soalheiro "fora da caixa". 

ENTRONIZAÇÃO DA REAL CONFRARIA DE VINHO VERDE TINTO

A Real Confraria de Vinho Verde Tinto, constituída em outubro de 2016 e apresentada em 24 de fevereiro de 2017, no Centro Cultural do Vale do Mouro, formalizou, no passado domingo, 18 de março, o III capítulo de entronização de novos confrades.

01

Na cerimónia, foram entronizados Paulo Jorge Rodrigues, Durval Fernandes Gave, Camilo Fernandes, Marlene Lourenço e Terras de Real. Como confrades de honra, a Confraria do Vinho das Rias Baixas e Margarida Rouco Amaral.

Realizada nas Termas de Melgaço, a Câmara Municipal de Monção esteve representada pelo Presidente, António Barbosa, e pelo Vice-Presidente, João Oliveira. Além do habitual desfile das confrarias presentes, realizou-se um espetáculo de teatro a cargo do Grupo Amador de Teatro Tuka Tuka, de Mazedo.

A Real Confraria de Vinho Verde Tinto procura contribuir para a preservação da tipicidade rural e valorização da autenticidade paisagística da Sub-Região de Monção e Melgaço, recorrendo, nesse sentido, à divulgação do seu vasto e rico património construído, vitivinícola e gastronómico.

02