Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

E-REDES INSTALA TRÊS NOVOS POSTOS DE TRANSFORMAÇÃO EM VILA VERDE

Investimento de 230 mil euros vai reforçar a qualidade de serviço no concelho

A E-REDES instalou três novos postos de transformação na Freguesias de Escariz (São Mamede), Escariz (São Martinho) e Carreiras (São Miguel), no concelho de Vila Verde.

A infraestruturas, que já se encontram em exploração, perfazem em conjunto uma potência de 450 kVA e os ramais de Média Tensão (MT) 2000 metros de comprimento.

A rede de baixa tensão (BT) na zona foi reforçada numa extensão aproximada de 1500 metros, implicando a instalação/substituição de 15 apoios de BT, resultando assim numa melhor gestão da rede.

As obras, que representaram um investimento de cerca de 230 mil euros, vão reforçar significativamente a qualidade de serviço nas freguesias abrangidas pelas novas infraestruturas, vão dotar a rede de maior capacidade e resiliência, ficando ainda garantida a disponibilidade de potência para satisfação de novas solicitações de energia elétrica para as zonas em causa.

Para a E-REDES, este procedimento em estreita colaboração com o município de Vila Verde, enquadra-se na sua política de otimização da qualidade de serviço e eficiência energética, resultante do compromisso que a empresa assumiu com a autarquia.

EPATV: FINALISTAS DE RESTAURAÇÃO EXIBEM SABER E SABORES ECOLÓGICOS

O requinte das cores e a delícia dos sabores, aliados a uma restauração ecológica e sustentável, traduziram a arte, conhecimentos e o engenho dos finalistas da EPATV — Escola Profissional Amar Terra Verde — que realizaram, nos dias 21 e 22 de julho, as Provas de Aptidão Profissional (PAP) de Restaurante/Bar e de Cozinha/Pastelaria.

edit-2535.jpeg

O evento celebrou-se com um almoço luxuoso preparado por jovens finalistas competentes e inovadores que colocam o ambiente e o planeta como foco das suas receitas.

Esta foi a última e eloquente jornada da maratona de PAPs que encerra este ano letivo, deixando os professores gratos pelo empenho e criatividade demonstrados pelos seus 28 finalistas, uma vez que todos os finalistas têm emprego garantido ou prosseguem os estudos superiores.

Os jovens finalistas corresponderam às expetativas dos professores Olga Martins, António Igreja, Rodolfo Melendrez Rodriguez, Américo Silva, Nuno Silva e Miguel Lopes.

A jornada dividiu-se em duas partes, apreciadas por um júri constituído por Sandra Monteiro (Diretora Pedagógica da EPATV), representantes da Escola de Hotelaria e Turismo de Viana (Felício Dantas e José Miguel Pinto), da Associação de Hotelaria de Portugal (Camilo Sousa) Turismo Porto e Norte de Portugal (Agostinho Peixoto), Hotel Meliã (Delfim Filho), Hotel Porta Nova Collection House (José Santos), Feel Travel Minho (Rafael Oliveira), além das docentes Daniela Matos, Carla Veloso e Silvia Sá.

Na primeira parte - dedicada ao Curso Técnico de Restaurante/Bar, as provas apresentadas pelos 15 finalistas de Restaurante/Bar, as receitas têm a marca de água de produtos biológicos, sustentáveis, reaproveitáveis e reutilizáveis, com aromas e sabores das plantas aromáticas colhidas do Jardim de Aromáticas da Escola – desenvolvido no âmbito do programa Eco-Escolas.

A PAP é constituída por um relatório escrito e pela confeção e apresentação de uma receita própria e original.

edit-2580.jpeg

edit-2597.jpeg

edit-2321.jpeg

edit-2450.jpeg

FINALISTAS DE METALOMECÂNICA EMPREGADOS DEIXAM LEGADO DE FERRAMENTAS INOVADORAS NA EPATV

A defesa das Provas de Aptidão Profissional (PAP) dos 16 finalistas de Metalomecânica — Variante Programação e Maquinação — aconteceu hoje, dia 20 de julho, na Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV) com novas ferramentas didáticas que beneficiam os futuros alunos.

edit-2198.jpeg

Foi uma manhã carregada de emoção, dedicação e criatividade dos finalistas que já têm emprego garantido ou, para alguns, a dificuldade é a escolha entre várias ofertas.

Diogo Sousa, Ivan Pereira e Marco Oliveira abriram os trabalhos diante de um júri presidido por Sandra Monteiro (Diretora Pedagógica) e constituído pelos prof. Ermelinda Leão (Diretora de Curso), Marco Alves (Diretor de Turma) e Aurélio Machado (Docente), Dário Freitas (Docente e Colaborador da Moniz Dias) e Fernando Sá (SITE-Norte).

Este trio apresentou um protótipo de uma grua móvel para atuar em espaços pequenos no transporte de objetos diversos - uma ideia que o júri considerou “interessante porque é prática, permite cargas diversas e é uma ferramenta útil para pequenos armazéns”.

Sandra Monteiro admitiu estar “orgulhosa do vosso trabalho e investigação” enquanto Fernando Sá incitou-os a “saber vender melhor o produto, explicando melhor o processo de construção”.

Tal como o trio anterior, António Duarte, Hugo Costa e Marco Silva têm já emprego garantido no futuro e têm diante de si várias opções. Estes apresentaram uma catapulta, em metal, à semelhança da idealizada por Leonardo Da Vinci (em madeira). Marco Alves destacou “a capacidade demonstrada em dar a volta aos problemas que enfrentaram e Fernando Sá preferiu elogiar “o cuidado com os pormenores, demonstrando conhecimento aplicado numa peça funcional”.

Ermelinda Leão lembrou que esta prova envolveu todas as áreas da metalomecânica, desde os materiais, os processos, as fases de corte, soldadura, torneiro e fresamento, o que traduz “muito trabalho na conceção e na execução”.

Uma Cabina de pintura foi desenhada e construída por Francisco Silva, Joel Gomes e Ivo Martins. O equipamento contou com apoio do Curso Técnico de Eletrotecnia e mostrou ser uma “ideia funcional e útil, mesmo até pela capacidade de desenho digital dos alunos”.

Aurélio Machado lembrou a estes finalistas que “a ajuda dos colegas e professores acabou hoje. A partir de agora, ides estar por vossa conta”.

Uma Caixa de Velocidades Didática foi a proposta de João Sousa e Jorge Pereira e é outra peça que vai enriquecer o parque de máquinas da EPATV. A fase de Desenho em 3D foi a mais complicada neste projeto que exigiu o fabrico de todos os componentes. “São um exemplo para o nosso curso, pelo empenho, trabalho e camaradagem que sempre demonstraram. Foram os primeiros a concluir a PAP e ainda ajudaram os colegas. Continuem assim" — comentou Aurélio Machado. Por sua vez, o representante do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Transformadora, Energia e Ambiente, enalteceu a “capacidade de vender o produto. Demonstrastes belas capacidades e sois ambiciosos”. Sandra Monteiro agradeceu-lhes “essa postura e forma de estar que vão ser reconhecidas pelas empresas. Deixais aqui uma marca” e Ermelinda Leão não escondeu a sua emoção: “estou comovida e vós mostrais-me que faz todo o sentido ser professora. Ver o vosso crescimento é um orgulho. Existem alunos que ficam em nós para a vida e vós ficais”. Dário Freitas foi mais longe e alertou: “nunca achem que o que fazem é simples. Não é. Além da capacidade e saber para dar resposta aos problemas, ides ser profissionais incríveis”.

Uma prensa de aperto — para ser utilizada nas oficinas da EPATV — foi o protótipo apresentado por Luís Afonso Lobo e Marco Fernandes que testaram os seus conhecimentos em desenho com CAM e CAD, programação, fresagem, maquinação, torneamento e zincagem com níquel. Trata-se de uma peça móvel e mais versátil que as tradicionais prensas. Estamos perante o trio de alunos que pautam a sua vida pelo voluntariado em prol de famílias carenciadas e no apoio aos colegas. O Marco lembrou as “muitas amizades, os momentos incríveis que viveu nestes três anos. Já tenho saudades da escola” — concluiu.

A manhã terminou com três alunos finalistas, vindos do Brasil, ao abrigo de um acordo de Cooperação que a EPATV celebrou há anos com o município de Brejinho de Nazaré. O Eric Nobre e o Herverton Chrystian, oriundos do Nordeste do Brasil estavam acompanhados do Wesley Oliveira, nascido em São Paulo. Só este tem os pais a trabalhar em Portugal, bem como o irmão, enquanto os dois primeiros estão em Vila Verde há três anos com imensas saudades da família, ou como disse o Eric: ”três anos sem comer feijão preto”.

Depois de apresentarem a sua nova Lixadora, assumiram que “todas as expectativas foram correspondidas”. Os professores colocaram o acento tónico na “sua capacidade de evolução, entregues a si próprios, em três anos, sem ver ou visitar o seu país”. Depois de uma “apresentação muito boa, em que defenderam bem o seu projeto” — como disse Ermelinda Leão —  vão os três continuar por cá, com emprego na Bysteel, do grupo DST.

edit-2128.jpeg

edit-2142.jpeg

edit-2168.jpeg

edit-2196.jpeg

EPATV: ESTUDAR OU TRABALHAR ESPERA “MECATRÓNICOS AUTO”

O trabalho e o ensino superior aguardam os finalistas do Curso Técnico Profissional de Mecatrónica Automóvel da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV) que realizaram hoje, dia 14 de Julho, as suas Provas de Aptidão Profissional.

edit-2114.jpeg

Se trabalhar é a prova da alta empregabilidade dos Cursos da EPATV, com elevada procura pelas empresas, o desejo de estudar testemunha o entusiasmo que este curo gerou nos seus alunos alimentando a vontade de prosseguir num nível superior.

O Professor Adelino Costa aconselhou os seus finalistas, no “no último dos melhores dias da sua vida” a “procurar sempre mais formações para não ficarem para trás porque aqui apenas receberam as bases.

Os finalistas deste Curso fustigados ao longo de grande parte dos três anos de formação, por causa da Pandemia do COVID 19, demonstraram muito trabalho e empenho para efetuarem as suas PAP's, conforme  Sandra Monteiro, Diretora Pedagógica da EPATV.

Constituíram o Júri outros professores como Sandra Guedes, Francisco Gomes, um ex-aluno da EPAT e hoje empresário do sector, Ricardo Fernandes, e Paulo Amorim, representante do SITE-Norte (Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Transformadora, Energia e Ambiente).

A jornada abriu com a apresentação de uma Bancada Didática de um motor de combustão interna com sistema de Injeção Multiponto, construída por Fernando Sousa, Rafael Sousa e Ruben Macedo que demonstrou as capacidades e conhecimentos adquiridos nos três anos. Eles tiveram de superar várias dificuldades e vão enriquecer a EPATV com mais um equipamento de apoio à formação.

Os jovens foram desafiados à atualização permanente uma vez que é uma área em permanente evolução. Francis Pereira, Marco Sousa e Tiago Alves conseguiram vencer o desafio de restaurar o motor de um Lancia Fulvia de 1965, desmontando-o peça a peça, reparar as peças danificadas e colocar o motor a funcionar. Estes têm já emprego garantido. Uma bancada didática com um sistema de informação e comunicação foi a tarefa desenvolvida com sucesso pelo Diogo Araújo, Diogo Antunes e Marco Silva, permitindo-lhes “viver experiências nunca antes imaginadas”.

Antes da última prova, Edgar Pereira e José Lopes surpreenderam com um Sistema de Gestão electrónica numa Unidade de comando programável num motor de um BMW.

Se eles viram confirmadas as suas expetativas, o Diretor do Curso destacou, no final da prova, que esta dupla “teve muito trabalho e gostei muito do que conseguiram fazer”. Os dois vão trabalhar, mas a professora Sandra Guedes desafiou-os a estudar: “Devíeis fazer um esforço para continuar a estudar. Se vão trabalhar, é uma pena”.

A terminar, António Antunes, Diogo Pereira e Carlos Rodrigues apresentaram um modelo de bancada didática de motor de combustão interna com sistema de injeção common rail (diesel) que mereceu o aplaudo dos professores porque reflete “muito trabalho e bem feito e muita dedicação”. Estes jovens tinham estado a estagiar em Valencia (no âmbito do ERASMUS) e foram convidados pela empresa a ficar, “testemunho do apreço que eles tiveram por estes alunos da EPATV” — concluiu a

Diretora Pedagógica, Sandra Monteiro.

Seguem-se as PAP's de Metalomecânica na próxima quarta-feira, antes das de Cozinha, Pastelaria, Restaurante e Bar. Até agora, já 90 finalistas realizaram as suas Provas de Aptidão Profissional, neste ano letivo.

edit-2121.jpeg

edit-2074.jpeg

edit-2108.jpeg

EPATV: EMOÇÃO E EXCELÊNCIA NAS PROVAS DE APTIDÃO DE MULTIMÉDIA

A emoção, excelência e criatividade foram as tónicas das Provas de Aptidão Profissional de treze alunos finalistas do Curso Técnico de Multimédia realizadas hoje, dia 12 de Julho, na Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV).

edit-2038.jpeg

O júri foi presidido por Sandra Monteiro (Diretora Pedagógica) e composto pelos prof. Ricardo Cabral, António Cunha, Fátima Pimenta, Carla Veloso e Palmira Moreira, além de Rafael Pereira, da empresa Atelier de Arquitetura e Engenharia.

Ricardo Cabral destacou “a operação logística impressionante da PAP” apresentada por Filipa Oliveira e Raquel Ramos, com pequenos vídeos promocionais e com modelos diferentes para uma loja de roupa local (Alberto Fashion), através da criação de vídeos promocionais, de um QR Code - um código que pode ser facilmente lido pelos smartphones.

Este projeto de Marketing Digital incluiu a criação de um cartão de visita da loja, uma etiqueta e outras ferramentas que resultam num trabalho que levou o júri a sublinhar a “muita dedicação” desta dupla de alunas.

Esta área do Marketing digital foi também escolhia por Carina Gomes e Tatiana Rocha, que apresentaram propostas para todo o material necessário ao lançamento de uma marca de roupa feminina, a Cat Woman.

Beatriz Mota e Miguel Oliveira inspiraram-se nos Bombeiros Voluntários de Vila Verde para criar um número zero da sua revista, pequenos filmes e uma entrevista de vídeo ao comandante.

Marta Silva e Sara Mendes escolheram a Fibrose Quística, uma doença desconhecida para muitas pessoas, através de “Uma história de mil vidas” e concretizada numa revista (com entrevista a um doente), um vídeo, um novo site e um desdobrável. Os jurados elogiaram a eleição do tema e “o cuidado que tiveram na escolha das fontes bibliográficas, porque é um tema difícil”.

Marta Lopes, da Boalhosa, Ponte de Lima, deixou o júri entusiasmado com o seu tema “(Es)vazia a minha mente” que inclui um Diário com 145 páginas e uma curta-metragem sobre a adolescência e os seus problemas, construídos sobre histórias reais de várias pessoas narradas no livro.

Tendo como ideias fortes o pânico, o sufoco, o controlo e a dor, o trabalho encantou o júri, tendo o prof. Ricardo Cabral desabafado: “nunca pensei num trabalho tão bom feito por uma pessoa como tu. Para mim, foi um choque maravilhoso, porque fiquei quase sem palavras e traduz todo o teu exuberante percurso nesta escola”.

Por sua vez, a temática do livro “merece que este seja publicado” - assegurou Rafael Pereira enquanto a prof. Carla Veloso salientou que a “curta-metragem é uma belíssima síntese do livro. Não tens noção do talento que tens. Continua, vai para a Universidade”.

A emoção dominou a sala quando Cátia Cunha, Inês Serrão e Sandra Costa apresentaram “Dádivas de vida”, tema da sua PAP sobre uma grávida e dois bebés.

Após um trabalho gigantesco - chegaram a ser feitas mais de 700 fotos - este trio elaborou três álbuns fotográficos (um deles foi oferecido à EPATV e os outros já têm dono) sobre uma grávida e dois bebés. Além das fotos foi desenvolvido um documentário sobre a maternidade, com breves depoimentos de professores e colaboradores da EPATV. Acerca desta apresentação, o prof. António Cunha destacou a “dificuldade de fotografar bebés”, enquanto Ricardo Cabral desejou que “a vida vos ofereça tudo de bom, como vós mereceis”.

A jornada sossegou com uma prova sobre Design de Comunicação apresentada por Alexandre Fernandes e executada durante o estágio no Gabinete de Comunicação e Imagem da EPATV, sobre momentos importantes da vida da escola.

Da sua PAP fizeram parte vários trabalhos sobre os concursos “Poema de Amor” e “Pintar a Páscoa”, uma nova brochura e flyer sobre a oferta formativa da EPATV e trabalhos nas redes sociais.

Foi uma jornada eloquente do empenho e dedicação dos finalistas, a maioria deles com emprego no futuro e outros aguardam para seguir estudos superiores.

edit-2060.jpeg

edit-2068.jpeg

EPATV DESTACA-SE NO RANCKING NACIONAL DAS ESCOLAS

Ranking escolar: EPATV, a primeira em Vila Verde

A Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV) é a segunda escola de Portugal que mais alunos concluíram o 12.º ano em 2021 — 191 — segundo o Ranking Nacional das Escolas divulgado hoje, dia 8 de Julho.

O mesmo Ranking das Escolas Profissionais destaca a EPATV como melhor Escola do Concelho de Vila Verde, além de ser a maior escola profissional do Distrito de Braga quanto ao número de alunos. mais em: https://epatv.pt/?p=17324

epatv.jpeg

EPATV EM ESTÁGIOS INTERNACIONAIS ERASMUS+

Após cerca de 2 anos de interregno, provocado pela pandemia, as experiências pessoais e profissionais dos alunos, professores e colaboradores da EPATV retomaram em força nas mobilidades europeias, para realização de estágios curriculares e profissionais. Estas ações valorizam o primeiro contacto dos alunos com o mundo laboral num contexto europeu, promovem o seu crescimento profissional e cultural, novos saberes e novas competências linguísticas e sociais e elevam o currículo no fator “empregabilidade”.

Fotooo.jpg

Financiados pelo Programa Erasmus+ através dos projetos nº 2019-1-PT01-KA116- 060411 “Skills Innovations 4.0” e nº 2020-1-PT01-KA116-077736 “Preparing Future in EU”, estas mobilidades, enquadram-se na Acreditação VET CHARTER que reconhece a experiência e implementação de sucesso de projetos Erasmus promovidos pela EPATV, o que constitui um orgulho para toda a comunidade.

Até finais de julho, mais de 36 alunos e 15 colaboradores da EPATV terão a sua experiência internacional, em países como Espanha, França, Itália, em empresas de relevo na área.

Os alunos dos cursos de Mecatrónica Automóvel têm desenvolvido um trabalho muito elogiado pelos seus tutores na NORAUTO de Valência (Espanha), referem em mensagem enviada à EPATV: “...una enhorabuena por chicos que nos han remetido... muy bom nível y profisionales...!” (= “...parabéns para os meninos que nos enviaram... muito bom nível e profissionais...!”).

Também os alunos de Restauração estão a estagiar em hotéis e restaurantes prestigiados - alguns com estrela Michelin - tal como as alunas de Estética que se integraram muito bem nos centros de estética selecionados.

O grupo de staff, constituído quer por professores quer por colaboradores, tem uma participação na modalidade de “jobshadowing” sobre inovadoras práticas pedagógicas e administrativas, permitindo melhorar a sua formação na área de formação assim como melhorar as competências pessoais, sociais, culturais e linguísticas.

Também os recém-formados (há menos de 1 ano) têm disfrutado desta oportunidade, que a EPATV lhes proporciona, com estágios profissionais de 3 e 4 meses, totalmente financiados.

A cultura e estratégia da EPATV, como escola e projeto de vida, faz - com esta dinâmica internacional - jus ao lema do programa Erasmus+: “Melhorar Vidas, Alargar Horizontes”.

IMG_20220524_101210.jpg

Foto Estetica.jpg

CONJUGAR PROFISSÃO E VIDA PESSOAL: UM DESAFIO EDUCACIONAL NA EPATV

A preparação dos jovens para conciliarem, amanhã, a vida profissional e a vida pessoal é uma tarefa que cabe, hoje, aos pais e educadores — esta foi a ideia central de um seminário realizado hoje, dia 8 de junho, na escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), ao abrigo do programa Erasmus+.

edit-1928.jpeg

“Os pais devem ajudar os filhos na educação para a conciliação entre a Vida Profissional e da vida pessoal e para a igualdade de género” — assegurou Ana Raquel Veloso, da Academia de Fitness emocional

A iniciativa do Centro Qualifica da EPATV - pelas mãos de Francisca Borges e Joana Rocha - apresentou desafios e boas práticas de construção de uma sociedade com mais igualdade de género. Esta desigualdade entre os homens e as mulheres gera prejuízos de 370 mil milhões de euros, por ano, na Europa, em que as europeias ganham menos 16% dos salários masculinos.

Os números foram citados por Arnaldo Sousa que, com Joana Rocha, moderaram uma mesa redonda com a participação de Ana Raquel Veloso (Academia de Fitness emocional), Mariana Costa, Alícia Wiedermann (UMAR) e Sílvia Correia (Re.store).

Na sessão de abertura, João Luís Nogueira assegurou que a EPATV, “enquanto escola tem obrigação de ter projetos de inclusão e educativos” quando vivemos “numa sociedade mais complexa” com “muito egoísmo, pouco voluntariado e pouca partilha”.

No seu entender, no seio de uma família, a “partilha de tarefas é o mote da felicidade e da satisfação pessoal” e, dirigindo-se aos alunos, alertou: “vós ides fazer a diferença mas só tem direito a reivindicar quem dá, quem cumpre”.

Francisca Borges, do Centro Qualifica da EPATV, apresentou o projeto Erasmus + Work-Life Balance que envolve escolas de Eslováquia, Grécia, Portugal e República Checa, no qual se insere este Seminário.

Este projeto pretende encontrar ferramentas “para ajudar gestores de recursos humanos das empresas e instituições a desenvolverem ações que conciliem a vida profissional e a vida pessoal”.

Por sua vez, a vilaverdense Filipa Fernandes, Mestre em Economia e gestora de recursos humanos na EDP, lembrou que são necessários mais “135 anos para que as mulheres tenham a igualdade de oportunidades profissionais que hoje têm os homens”. Assegurou também que as desigualdades resultam “de atos inconscientes mais frequentes e devem-se à educação e relações pessoais” de quem nos rodeia.

Sílvia Correia deliciou a plateia com o seu projeto de vida, através da criação da Re.store, uma marca amiga do ambiente e da inclusão social, que nasce da reutilização, reciclagem e redução de desperdícios da indústria têxtil. Com estas três ações, Sílvia Correia explicou como reforça a inclusão social, dinamiza a inovação social, desenvolve a solidariedade e rentabiliza os recursos. A partir do Padre António Vieira — “as ações de cada um é a sua essência” — esta empreendedora social percebeu que um quinto da poluição do Planeta “é causada pelos têxteis” e desafiou os alunos: “como posso eu ajudar, mudar muitos pequenos mundos?”

Sílvia Correia apontou a estratégia dos três P's: Pessoas (inclusão), Planeta (reduzir destruição de recursos da indústria têxtil portuguesa) e Pedagogia (para a mudança de atitudes). Porque “o destino destina, o resto é comigo” — como escreveu Miguel Torga —, a economista uniu empresas, poder local, escolas e IPSS' para construir uma “Tribo” que hoje reutiliza quatro toneladas de resíduos têxteis, tem 15 mil produtos vendidos e realiza 25 mil euros anuais em vendas.

Por fim, desafiou a EPATV a ter uma atitude solidária que envolva todos os membros da Escola e realize uma ação Re.store nesta instituição.

edit-1945.jpeg

edit-1957.jpeg

edit-1911.jpeg

VILAVERDENSES ABENÇOAM OS ANIMAIS EM MIXÕES DA SERRA

FESTA DE SANTO ANTÓNIO 2022

A Confraria de Sto. António de Mixões da Serra apresenta o programa da festa em honra do seu padroeiro, Sto. António.

Este ano a festa já consta das suas celebrações principais: a missa e bênção dos animais, no dia 5 de junho, bem como a missa e procissão em honra de sto. António, no dia 13 de junho.

Programa – 2022

Dia 05/06 – BENÇÃO DOS ANIMAIS

09h30 – Entrada da Banda Musical de Aboim da Nóbrega

10h30 – Eucaristia em honra de Sto. António, TRADICIONAL BENÇÃO DOS ANIMAIS, e procissão com o primitivo andor de Sto. António (Tradição desde 1680)

15h – Entrada do Rancho Folclórico de Bravães – Ponte da Barca

283965593_5376293015755056_6116518848872145441_n.jpg

FALECEU O PADRE JOÃO QUEIRÓS DE CARVALHO – ERA NATURAL DE CABANELAS, CONCELHO DE VILA VERDE

Capturarjoaoqueiroscarvalho.JPG

Faleceu hoje o Pe. João Germano Queirós de Carvalho.

Nascido a 22 de Março de 1947 em Cabanelas, no arciprestado de Vila Verde, foi ordenado sacerdote a 7 de Julho de 1974, na Sé Catedral do Porto.

Foi nomeado pároco de São Vicente, em Braga, em Agosto de 1991, onde esteve até 1996.

Desde Julho de 1996 e até Setembro de 2020 foi pároco de Nossa Senhora da Conceição, no arciprestado de Guimarães e Vizela. Simultaneamente, entre 2004 e 2020, foi também capelão dos Bombeiros Voluntários de Guimarães.

A missa exequial é celebrada segunda-feira, 30 de Maio, às 15h30, em Cabanelas, Vila Verde.

A Arquidiocese de Braga, a família e as paróquias às quais serviu, unem-se agora em oração e agradecem a Deus pelo seu ministério sacerdotal e pelo dom da sua vida.

Paz à sua alma!

Fonte: https://www.arquidiocese-braga.pt/

COLABORADORES DA EPATV EM MOBILIDADE ERASMUS+

A Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV) tem em desenvolvimento um projeto de mobilidades Erasmus+ que tem como objetivo proporcionar aos seus colaboradores experiências de formação em diferentes países e entidades parceiras.

MicrosoftTeams-image (4).png

No âmbito deste projeto, colaboradores da EPATV participaram em experiências de mobilidade: em Praga (República Checa) – Encouraging Creative Thinking - e em Vilnius (Lituânia) – Sharing gastronomy experiences, entre os dias 2 e 6 de maio e 11 e 17 de maio respetivamente.

A entidade de acolhimento da primeira formação – a ICT Internacional – apresentou um programa rico em desafios criativos, incentivando os participantes a pensar «fora da caixa». O que é a criatividade? Como é ser uma pessoa criativa? Existem limites e incentivos à criatividade? Estas são algumas das questões sobre as quais os participantes de cinco países da União Europeia (a EPATV esteve representada por colaboradores das áreas de Tecnologia – Rafael Marinho, Psicologia – Joana Rocha e Catarina Pessoa, Design, Comunicação e Gestão de Qualidade – Ana Luís Nogueira) foram convidados a refletir, promovendo a aquisição de competências de pensamento criativo, planeamento, espontaneidade e imaginação.

O VET Centre Zirmuna recebeu dois chefes de cozinha e pastelaria da EPATV (Rodolfo Meléndrez e Miguel Lopes) que, durante uma semana, experienciaram a cozinha lituana, participando, enquanto júri, numa competição nacional de cozinha e nas aulas práticas desenvolvidas por esta organização.

A sua participação culminou com o desafio de dinamizar uma masterclasse, confecionando pratos portugueses para os colaboradores e alunos do VET Centre Zirmuna.

Todos os participantes trouxeram na sua bagagem de regresso novos conhecimentos, novas técnicas e ideias que serão partilhados com os seus colegas e representam uma mais-valia na implementação de práticas na EPATV.

MicrosoftTeams-image (2).png

1653047213612.jpg

1653047213603.jpg

VILA VERDE: GRUPO FOLCLÓRICO UNIÃO DAS TRADIÇÕES TEM NOVA SEDE

A nova sede do Grupo Folclórico União das Tradições foi inaugurada este domingo, na União de Freguesias de Esqueiros, Nevogilde e Travassós.

280117371_4937009156425223_6609207548892572228_n.j

A presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Drª Júlia Rodrigues Fernandes, assinalou o ato, que marca o regresso da festa do folclore.

O Grupo Folclórico União das Tradições, que celebrou o quinto aniversário, tem a sua sede em Nevogilde. Na tarde da festa de domingo contou igualmente com a animação do Rancho Folclórico da Vila de Prado.

280086496_4937009406425198_1460423229398014800_n.j

280031823_4937009146425224_5418384538590772019_n.j

280369926_4937009583091847_995203363272975007_n.jp

280295856_4937009623091843_4280623175792797745_n.j

280494494_4937009799758492_2063871379012920232_n.j

279966630_4937009403091865_8480254838277482744_n.j

PAPs: EMPRESAS PROCURAM ELETROTÉCNICOS DA EPATV

Quase uma dezena de “projetos excelentes que exigiram um esforço redobrado por causa da pandemia” foram apresentados hoje, dia 10 de maio, pelos 22 finalistas do Curso Técnico de Eletrotecnia, na Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV).

edit-1199.jpeg

Esta é a síntese de Carlos Silva, Diretor do Curso, no final de uma manhã de apresentação de Provas de Aptidão Profissional (PAP) perante um júri que incluía Sandra Monteiro (Diretora Pedagógica), Carlos Marinho Silva (Diretor de Curso) Aurélio Machado, Sandra Guedes, Sara Vale (Diretora de Turma), Vítor Machado e Carlos Silva (Marco Monteiro, SMOV Energy Instalações Especiais).

Foi um dia emocionante para o antigo professor Vítor Machado: eram os “meus últimos alunos e quis deixar-lhes uma lembrança, personalizada, com o nome de cada um deles”. O atual Diretor do Curso, reconhece que a Eletrotecnia alcançou, com o “Prof. Vítor Machado, um prestígio grandioso ao ponto das empresas da região nos bombardearem com pedidos de finalistas. Se mais tivéssemos, mais estavam com emprego garantido, mas alguns, e bem, decidiram prosseguir estudos”.

Os finalistas entram agora na fase final dos estágios até 14 de julho. A maioria deles fica nas empresas onde estão a estagiar e outros seguem para o ensino superior.

Diogo Murça, Pedro Alves e Rafael Oliveira deliciaram o júri com a construção de um Parque de Estacionamento automatizado, e a mesma satisfação foi demonstrada após a construção de uma ponte móvel por Rodrigo Gonçalves e Rúben Martins.

Diogo Oliveira, Tiago Alves e Tomás Moreira mostraram aos juradas como se constrói uma máquina de compactamento de latas, enquanto Alexandre Martins, Miguel Antunes e Rafael Gonçalves mostraram a sua criatividade através de um manipulador fabril.

Uma rede de distribuição elétrica de baixa tensão foi criada por Jorge Silva, Nuno Silva e Tiago Lopes enquanto Diogo Costa, Diogo Esteves e João Paulo se divertiram com o seu carro controlado por aplicação de telemóvel.

A EPATV possui agora um novo sistema de videovigilância criado por José Matos, Pedro Silva e André Almeida e o Amaro Torrão e Rodrigo Campos construíram uma instalação elétrica para um prédio de quatro apartamentos.

edit-1213.jpeg

edit-1260.jpeg

edit-1194.jpeg