Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VILA VERDE ABRE INSCRIÇÕES PARA A FESTA DAS COLHEITAS

Inscrições abertas para a Festa das Colheitas 2019 de Vila Verde!

Estão abertas, e prolongam-se até ao dia 06 de agosto, as inscrições para a ‘Festa das Colheitas 2019 – XXVIII Feira Mostra de Produtos Regionais’ de Vila Verde nos seguintes setores de atividade: Artesanato, Produtos Agrícolas, Máquinas, Utensílios Agrícolas, Pastelaria, Panificação, Enchidos, Queijo, Vinho, Licores e Festival Gastronómico das Colheitas. Inscrições e mais informações através do endereço de e-mail festadascolheitas@cm-vilaverde.pt.

43053200_1940682442713366_1673850129364287488_o.jpg

Não fique de fora deste autêntico hino ao mundo rural, com cinco dias (09 a 13 de outubro) dedicados inteiramente às raízes da cultura minhota que vai levar os participantes a conhecerem e, se assim o desejarem, experimentarem na primeira pessoa os hábitos, costumes e tradições da região.

De 09 a 13 de outubro, Vila Verde pinta-se com as cores das mais genuínas tradições locais. As recriações fiéis de práticas ancestrais, a gastronomia, o artesanato, os produtos frescos do campo, os espetáculos de música ao vivo… E muito, muito mais. Não faltam motivos para visitar Vila Verde e embarcar numa emocionante aventura à (re)descoberta da herança cultural do Minho.

Recorde-se que a Festa das Colheitas é a iniciativa rainha da alargada programação turístico cultural ‘Na Rota das Colheitas’, do Município de Vila Verde, que de agosto a novembro se desdobra em mais de quatro dezenas de iniciativas de celebração e homenagem ao legado cultural do concelho e da região.

VILA VERDE INCREMENTA POLÍTICA ATIVA DE FIXAÇÃO DOS JOVENS

Câmara Municipal vende lotes na Portela das Cabras com base de licitação a um euro o metro quadrado

A Câmara Municipal de Vila Verde, aprovou, na reunião do Executivo Municipal, do dia 3 de julho, uma proposta de venda de 4 lotes destinados a construção urbana, na extinta freguesia da Portela das Cabras, atualmente integrada na União de Freguesias de Ribeira do Neiva.

Loteamento Portela Cabras.jpg

Na fundamentação da presente proposta, é dada uma relevância redobrada, à criação de condições para a fixação e/ou atração de jovens, promovendo assim uma política ativa de combate à estagnação demográfica nas regiões mais periféricas.

O mesmo documento mais salvaguarda a necessidade de, neste processo de alienação destes lotes, ser assegurado um procedimento aberto, transparente e que proporcione condições de igualdade aos jovens interessados, com idade inferior a 35 anos, estabelecendo-se critérios que também garantam, de forma inequívoca, o interesse público.

É importante referir que os interessados que cumpram todos os requisitos necessários podem e devem concorrer a todos os lotes disponíveis, mediante uma lista de preferências.

Uma vez que a habitação é uma das formas privilegiadas de fixação ou captação de residentes, o património municipal é, assim, colocado ao serviço deste propósito de alavancagem demográfica e económica, proporcionado aos interessados uma componente que constitui parte significativa do esforço financeiro necessário à aquisição de habitação própria, através da venda de lotes em condições inegavelmente muito vantajosas.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, considera que, “os jovens são um dos principais focos da ação política do Município que está fortemente empenhado em desenvolver políticas ativas de fixação e de atração de jovens interessados em construir um projeto de vida no território concelhio.”

O mesmo Edil refere que,“os lotes para construção urbana, que são do domínio privado do Município de Vila Verde, na Portela das Cabras, representam uma excelente oportunidade para os jovens da União de Freguesias de Ribeira do Neiva e de outras freguesias limítrofes construírem casa própria em condições vantajosas, a preços que poderão até revelar-se meramente simbólicos, numa zona do concelho que está, hoje, apetrechada de um conjunto de equipamentos e de infraestruturas, nomeadamente em áreas como a saúde, a educação, o desporto e o lazer, que oferecem excelentes condições de vida a todos os habitantes.”

Para mais informações sobre as condições do concurso consulte o edital nº38, em anexo.

http://www.cm-vilaverde.pt/web/guest/venda-de-lotes

VILA VERDE: ROTA DAS COLHEITAS É UM HINO À TRADIÇÃO E AO MUNDO RURAL

Um hino à tradição e ao mundo rural, está a chegar a maior edição de sempre da Rota das Colheitas!

Está a chegar a maior edição de sempre da programação Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde, tanto ao nível da quantidade e diversidade de atividades como de freguesias envolvidas. Do início de agosto ao fim de novembro, são 41 iniciativas distribuídas um pouco por todo o concelho que colocam em evidência a riqueza da tradição e da cultura popular e convidam vilaverdenses e visitantes a embarcar numa viagem pelo tempo. Recriações de práticas agrícolas ancestrais, gastronomia regional, música popular, artesanato, hospitalidade, beleza do património natural e edificado. Arraiais, festas e romarias. Atividades de desporto e natureza... Não faltam motivos para vir e ficar por Vila Verde, já que vários espaços de alojamento se juntam à Rota com descontos e condições especiais de estadia. Uma programação rica e diversificada que foi apresentada durante a manhã de hoje, 11 de julho, na Loja Interativa de Turismo de Vila Verde.

vverdrotcolhhino (1).jpg

Uma oportunidade soberana para viver experiências únicas e inesquecíveis. Aqui, os participantes não precisam de ficar apenas a assistir e podem ‘meter as mãos na massa’. Malhar o centeio e desfolhar o milho, pisar as uvas e espadelar o linho… Aprender os saberes e apreciar os sabores locais. Experimentar na primeira pessoa os hábitos e costumes da genuína cultura popular do Minho. Um programa vasto e alargado que atinge o apogeu na ‘Festa das Colheitas – XXVIII Mostra de Produtos Regionais’, que vai decorrer de 09 a 13 de outubro. Durante cinco dias consecutivos, a sede do concelho acolhe uma mostra do melhor que Vila Verde e a região têm para oferecer, num evento que valoriza a herança cultural enquanto divulga o território pelo país e pelo mundo.

vverdrotcolhhino (2).jpg

António Vilela: “Valorizar a cultura, dinamizar a economia e promover o território”

Presente na sessão, o presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, sublinhou a grande diversidade de iniciativas de uma Rota que “vai abranger quase todo o concelho”. “Vila Verde vive e revive tradições seculares em áreas muito diversas. Gastronomia, folclore, música, práticas agrícolas, valorização dos espaços naturais, do património construído e imaterial, artesanato, produtos locais...”, referiu.

António Vilela prosseguiu frisando o papel preponderante das instituições locais e dos vilaverdenses no sucesso da iniciativa. “Ao longo deste período (agosto a novembro), com a colaboração de muitas instituições e da população em geral, Vila Verde desenvolve um cartaz que pretende também ser de atração turística e valorização do território. E que acaba por ter um custo muito reduzido para o Município, graças ao trabalho voluntário desenvolvido pelos diversos parceiros locais: juntas de freguesia, associações, instituições, empresas, cidadãos a título individual…”, afirmou.  Um rol alargado de iniciativas que surgem na senda da estratégia desenvolvida pelo Município de Vila Verde. “Valorizar a cultura, dinamizar a economia local e promover o território pela positiva. Criar âncoras de desenvolvimento para o concelho”, concluiu o edil.

O regresso ao mundo rural com “atividades únicas em que todos podem ‘meter as mãos na massa’”

De seguida, coube à vereadora responsável pelo pelouro da Cultura, Júlia Fernandes, a apresentação detalhada de um programa que se estende ao longo de quatro meses e atravessa 26 freguesias vilaverdenses com 41 iniciativas que vão fazer o coração do Minho bater mais forte. “A maioria das atividades decorre em espaço rural, nas quintas da lavoura, com os métodos e as alfaias tradicionais”, referiu, acrescentando que a Rota cumpre um duplo objetivo. Por um lado, a perspetiva lúdico-pedagógica. Uma oportunidade soberana para os mais velhos recordarem tempos idos, voltarem a sentir os cheiros, os sons e os sabores da mocidade. Para os mais novos, a oportunidade de contactarem com a sua história e aprenderem “de onde vem o pão, o vinho, os panos de linho… conhecerem estes ciclos”. Por outro, o âmbito turístico-cultural. “Atrair um número cada vez maior de visitantes, que aqui encontram atividades únicas em que podem ‘meter as mãos na massa’. Malhar o centeio, pisar as uvas, saborear as iguarias regionais e o bom vinho verde… Tudo com o envolvimento da população local que faz destas iniciativas um sucesso e um veículo de promoção do nosso território e da nossa cultura”, finalizou Júlia Fernandes.

vverdrotcolhhino (3).jpg

BIBLIOTECAS ESCOLARES REÚNEM-SE EM VILA VERDE

Vila Verde acolheu a abertura das III Jornadas Interconcelhias de Bibliotecas Escolares

Vila Verde acolheu, hoje, 10 de julho, na Escola Profissional Amar Terra Verde, a abertura das III Jornadas Interconcelhias de Bibliotecas Escolares, alusivas ao tema “A leitura cria, a leitura transforma Bibliotecas, Ciência e Tecnologia”, onde participaram perto de 170 professores, educadores e bibliotecários.

III Jornadas Interconcelhias  biobliotecas Escolares (6).JPG

Esta é uma iniciativa promovida pelas bibliotecas escolares e municipais de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde, com a colaboração das Câmaras Municipais dos três concelhos, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e o Centro de Formação do Alto Cávado (CFAC). Encontro acreditado pelo C.C.P.F.C. como Curso de Formação com a duração de 25 horas.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, presidiu à cerimónia de abertura destas III Jornadas de Bibliotecas Escolares, uma iniciativa que tem como destinatários educadores e professores de todos os níveis de ensino e também profissionais ligados ao trabalho das bibliotecas, estando as mesmas acreditadas pelo CFAC.

Na sua intervenção, o autarca começou por agradecer «a fantástica organização» de mais uma edição de jornadas interconcelhias de bibliotecas escolares.

Na sua perspetiva «Esta enorme adesão é um ótimo indicador de que professores, educadores e bibliotecários não desistiram de incentivar os jovens à leitura.»

O edil referiu que «As Bibliotecas escolares e os espaços dedicados à leitura são cada vez mais importantes em contexto de ensino. Apesar das estruturas de qualidade que as nossas escolas e bibliotecas têm, Portugal ainda tem um longo caminho a percorrer neste sentido. É necessário que, quer as bibliotecas públicas quer as escolares motivem os jovens a criarem hábitos de leitura.»

Para a Vereadora da Cultura, Educação e Ação Social, Drª Júlia Fernandes «Este trabalho em rede entre os três concelhos é muito interessante e, sobretudo, bastante importante.»

Em Vila Verde, as Jornadas começaram com o tema “Ler+Ciência nas Bibliotecas” e, ao longo do dia, foram sendo debatidos temas como “Ciência aberta e Bibliotecas”, “O SNS e a Literacia em Saúde”, entre muitos outros. A iniciativa terminou com uma visita à Casa do Brinquedo e da Brincadeira.

III Jornadas Interconcelhias  biobliotecas Escolares (17).JPG

MOTOCICLISTAS LIGAM LAMEGO A VILA VERDE

Soutelo-Lamego. Do Santuário do Alívio ao de Nossa Senhora dos Remédios em motorizada!

O passeio anual de motorizadas 50cc da freguesia de Soutelo uniu duas referências culturais e religiosas da zona Norte do país. Após várias edições com destino a Santiago de Compostela, 2019 foi ano de mudar de ares e de ligar o Santuário do Alívio ao Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego. A iniciativa organizada pela Junta de Freguesia de Soutelo, com o apoio da Toyota – Caetano Auto, decorreu no passado fim de semana, 6 e 7 de julho.

T (2).JPG

Pouco passava das oito e meia da manhã. O sol ia espreitando entre algumas nuvens enquanto os motociclistas arrancavam para uma jornada de dois dias à descoberta dos encantos do interior Norte de Portugal. Entre vales e montanhas, paisagens de grande beleza natural e marcos histórico-culturais, a viagem decorreu em ambiente de camaradagem e boa-disposição generalizada. Momentos de excelência para o lazer, a cultura, a diversão e a amizade, que contribuíram de forma significativa para fortalecer os laços entre os participantes.

T (1).JPG

EPATV VIAJA ATÉ À SUÉCIA

EPATV em reunião Erasmus+ na Suécia

Os parceiros do projeto de Parcerias Estratégicas ERASMUS+ em Educação de Adultos coordenado pela Escola Profissional Amar Terra Verde – Percursos de Melhoria de Competências nos profissionais de Educação e Formação de Adultos juntaram-se recentemente em Malmo, na Suécia, para refletir sobre o decorrer do curso em regime de elearning, cujos dois primeiros módulos já estão concluídos, assim como para preparar os restantes módulos e a próxima formação presencial.

ae_pro1.jpg

Durante a reunião foi ainda possível visitar uma escola de educação popular sueca e um centro de educação comunitária. Relembre-se que, para além da EPATV, participam neste projeto a EAEA – European Association for the Education of Adults, da Bélgica; o Learning and Work Institute, do Reino Unido, a KVS – Finnish Lifelong Learning Foundation, da Finlândia, a Nordic Network for Adult Learning da Dinamarca e a Glokala, da Suécia, que acolheu a reunião deste projeto. Juntos, estes parceiros estão a desenvolver o curso online para educadores de adultos em toda a Europa e vão ainda desenvolver um conjunto de materiais que, compilados, serão depois disponibilizados nas diferentes línguas para a capacitação de profissionais deste setor.

aepro2.jpg

aepro3.jpg

aepro4.jpg

EPATV ENCERRA PROJETO ERASMUS+SOBRE REFUGIADOS

A EPATV participou, entre os dias 25 e 28 de Junho, na reunião transnacional de projeto referente à parceria "Refugees and Migrants searching their future in the United Europe (past-present-future)". 

65583350_344007676287336_7835624986340491264_n.jpg

Esta foi a última reunião deste projeto e visou recolher elementos em falta dos parceiros, coordenar a realização dos relatórios finais, esclarecer dúvidas e definir de que forma o projeto se prolongará no tempo, para além do seu final. Paralelamente, no decurso do programa desenvolvido, efetuaram-se visitas ao Monumento Nacional da resistência ao colonizador "The impriosioned graves" ao Museu Nacional de Arqueologia, ambos em Nicósia, no sentido de compreender as diversas vagas de ocupação e migração de que a ilha foi alvo ao longo dos séculos.

O projeto finda, formalmente, no final de Agosto de 2019, tendo todos os resultados -  a que se propôs, sido alcançados.

65010510_367336413980141_8077475788779159552_n.jpg

VILA VERDE NAMORA PORTUGAL NA FEIRA INTERNACIONAL DO ARTESANATO

Fia Lisboa 2019. A “maior feira de multiculturalidade da Península Ibérica” volta a Namorar Portugal!

Mais de 600 expositores (220 internacionais) vindos de mais de 40 países dos cinco continentes. Mais de cem mil visitantes esperados. A FIA (Feira Internacional do Artesanato) Lisboa 2019 afirma-se como a “maior feira de multiculturalidade da Península Ibérica e a segunda maior da Europa”, uma montra privilegiada do que de melhor e mais genuíno as diferentes culturas têm para oferecer. Os produtos Namorar Portugal, inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados, são presença habitual no evento e este ano não será exceção. Voltam ao pavilhão do artesanato para representar a genuína cultura local, promover a marca Namorar Portugal e divulgar o concelho de Vila Verde. A FIA 2019 decorre de 29 de junho a 07 de julho em Lisboa, na FIL, Parque das Nações.

IMG-20190629-WA0048.jpg

Durante nove dias, os visitantes têm a oportunidade de vivenciar a cultura, a arte e a gastronomia no mesmo espaço. “Uma plataforma de excelência para a promoção da Identidade e Desenvolvimento dos Territórios Nacionais e Estrangeiros, ao nível Económico, Cultural e Turístico”, sublinha a organização do evento. Uma oferta que inclui as mensagens de carinho e amor, paz e amizade da genuína tradição minhota. Vestuário, calçado, cerâmica, acessórios de moda, decoração… Uma enorme diversidade de produtos inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados que prometem pôr o país e o mundo a Namorar Portugal.

A marca territorial do Município de Vila Verde continua a dinamizar a economia local e nacional, com parceiros espalhados por vários pontos do país, enquanto contribui de forma significativa para a preservação e promoção da genuína tradição da cultura local. O ‘quartel-general’ é o Espaço Namorar Portugal, localizado no Centro de Dinamização Artesanal de Vila Verde, paredes meias com a Aliança Artesanal, bastião de defesa e promoção desta bela, antiga e valiosa herança cultural. A marca está também a um clique de distância de qualquer ponto do planeta, através do website www.namorarportugal.pt ou da página facebook.com/namorarportugal.

DSCF4747.JPG

DSCF4749.JPG

DSCF4752.JPG

DSCF4810 (2).JPG

DSCF4811.JPG

DSCF4814.JPG

EPATV NA LIDERANÇA DA EDUCAÇÃO DE ADULTOS NA EUROPA

O dia 21 de junho é uma data histórica para a Educação e Formação de Adultos em Portugal, com a eleição de Susana Oliveira, da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), para a vice-presidência da LLL (LifeLong Learning) Platform – Plataforma Europeia para a Aprendizagem ao Longo da Vida, em Bruxelas.

susana oliveira.JPG

Na Assembleia Geral houve eleições e, pela primeira vez, Portugal assume a Presidência, através de Luís Costa, da ANESPO (Associação Nacional das Escolas Profissionais) e uma Vice-presidência, através de Susana Oliveira (representante da EPATV na European Association for the Education of Adults — EAEA). 

Esta Plataforma Europeia reúne as diversas instituições europeias sectoriais numa função de lobby e de promoção de políticas europeias numa base integrada.

Por sua vez, Susana Oliveira, que representa a EPATV na EAEA desempenhando neste momento a função de Vice-Presidente daquela associação europeia, foi agora eleita para Vice-Presidente da Plataforma Europeia para a Aprendizagem ao Longo da Vida.

A Plataforma de Aprendizagem ao Longo da Vida reúne 42 organizações europeias ativas no campo da educação, formação e juventude. Atualmente, estas redes representam mais de 50 000 instituições e associações de ensino, abrangendo todos os sectores da aprendizagem formal, não formal e informal, beneficiando vários milhões de cidadãos europeus.

epatv 2019r.jpg

EPATV ENCERRA ERASMUS+ SOBRE SUSTENTABILIDADE

A EPATV acolheu entre os dias 18 e 20 de Junho a quarta e última reunião transnacional do projeto Erasmus+  Boost Your Green (2016-1-FR01-KA219-024021).

IMG_20190618_103341.jpg

Ao longo de 3 anos, a EPATV e os parceiros oriundos de França (coordenador), Bulgária, Macedónia, Portugal, Roménia e Turquia avaliaram e discutiram (no sentido de encontrar estratégias e recomendações comuns) as suas práticas no sentido de estimar o seu desempenho ambiental em seis vetores: Resíduos, Energia, Água, Alimentação Biodiversidade e Solidariedade, isto no primeiro ano de projeto. No segundo, agiram no sentido de melhorar o desempenho ambiental e no terceiro procuraram inovar ainda ao encontro da sustentabilidade.

Findas as atividades fez-se, nesta reunião o balanço da sua conclusão e prepararam-se os importantes relatórios a apresentar no final de cada projeto, o kit pedagógico que permitirá a formação ambiental dos alunos, adicionalmente todos os parceiros apresentaram o balanço de três anos de projeto.

A EPATV perspetiva a melhoria do seu desempenho, contando para tal com as boas práticas reunidas neste projeto e a sua experiência no âmbito do programa Eco-Escolas.

ESCOLA PROFISSIONAL DE VILA VERDE VENCEU CONCURSO DE IDEIAS

EPATV: primeiro e terceiro prémios no concurso de Ideias da CIM Cávado

A Escola Profissional Amar Terra Verde repetiu ontem, em Amares, a vitória no Concurso de Ideias de Negócio Intermunicipal, relativa à 2.ª Edição do Projeto UP Cávado: Empreendedorismo nas Escolas, com o projecto “Ilustrações temáticas” de Mariana Brito.

eptavmmm (1).png

À aluna do Curso Técnico Profissional de Design Gráfico, juntou-se Teresa Caridade, do Curso Técnico Profissional de Eletrotecnia, que arrebatou o terceiro lugar, com pedalada de Francisco Araújo, entre doze projectos, com a sua Bike Energy, culminando uma tarde de excelência do ensino que é ministrado pela escola de Vila Verde.

No projecto vencedor, Mariana Brito inspira-se na vida e obra da pintora mexicana Fida Khalo para criar peças de roupa únicas com ilustrações originais, de forma personalizada e com recurso à reutilização dos materiais.

Por sua vez, o projecto Bike Energy utiliza uma bicicleta  cuja pedalada produz energia para as necessidades domésticas e ao mesmo tempo incentiva o exercício físico. A sua aplicação nos ginásios traduzir-se-ia em grandes poupanças de energia, dado que 60 minutos a pedalar gera energia suficiente para o aquecimento durante uma hora.

Nesta  final intermunicipal, estiveram em competição 12 ideias de negócio, de alunos do ensino secundário e profissional dos seis municípios do Cávado (dois projetos por município) sendo os dois projetos do município de Vila Verde, apresentados por alunos da Escola Profissional Amar Terra Verde.

Os alunos da EPATV estavam acompanhados pelos professores Fátima Pimenta, Vítor Machado, Ana Cadete, Cidália Sousa, Ricardo Cabral, Ana Luís Nogueira, sob liderança da diretora Pedagógica, Sandra Monteiro, explodiram de alegria quando Mariana Brito foi anunciada como a grande vencedora. Afinal, é a segunda vitória em duas edições depois do triunfo em Barcelos, no ano passado, desta vez, reforçada com um terceiro lugar.

A apresentação dos projectos perante o auditório Conde de Ferreira lotado, foi avaliada por um júri constituído por representantes da CIM Cávado (Daniela Gomes), da Associação Empresarial Vale do Homem (José Manuel Lopes) e da Gesentrepreneur (Miguel Gonçalves).

Lídia Dias foi a única vereadora da Educação dos concelhos do Vale do Cávado que esteve ausente. Os professores e alunos foram saudados por Cidália Abreu a quem pediu que “não se arrependam de ter apostado nestes projectos porque sabemos que eles fazem alunos mais motivados, mais competentes e mais capazes de gerir incertezas”.

eptavmmm (2).png

eptavmmm (3).png

VILA DE PRADO ESTÁ EM FESTA!

07 a 09 de junho. As Festas da Vila de Prado 2019 estão a chegar e trazem muita música na bagagem!

Os espetáculos de música ao vivo são um dos grandes destaques da edição deste ano Festas da Vila de Prado, que decorrem de 07 a 09 de junho. Pop, rock, latina, folclore... há opções para todos os gostos. Mas nem só da música vive a iniciativa. A tarde infantil, o fogo de artifício e as barraquinhas de 'comes e bebes' espalhadas pelo largo de S. Sebastião (vulgo Campo da Feira), que primam pelos petiscos e iguarias da gastronomia regional, são outros dos atrativos do cartaz. Esperam-se três dias de amizade convívio e muita diversão que permitem também estreitar laços e fortalecer o espírito de comunidade. As Festas da Vila de Prado afirmam-se ainda como um excelente veículo de divulgação e promoção da vila. A organização está a cargo da Junta de Freguesia da Vila de Prado, que conta com a colaboração de associações e coletividades locais.

IMG_8318 (1).jpg

No primeiro dia, 07 de junho, Rogério Braga e Banda sobem ao palco para provar que a 'prata da casa' tem muito valor. Um coletivo formado por jovens e talentosos músicos locais que, apesar da tenra idade, já contam com muitas horas em palco e têm experiência nestas andanças. Um espetáculo imperdível, marcado para as 22h00. Uma hora e meia mais tarde, os DJs Rui e Cirilo prometem levar o público a uma nostálgica viagem pelos temas que fizeram sucesso nas últimas décadas do século XX, com o Remember 80´s e 90's.

F (10) (1).jpg

Atividades para todas as idades

No sábado, 08 de junho, as atividades começam durante o período vespertino e são dedicadas aos mais novos. Palhaços, insufláveis, pipocas, pinturas e balões vão garantir aos mais novos momentos de muita diversão durante a Tarde Infantil. Ao serão, tempo para degustar as iguarias da gastronomia regional nas barraquinhas espalhadas pelo recinto, antes de mais um espetáculo de música ao vivo. Jorge Amado e Banda estão encarregues de animar o coração da Vila de Prado com os ritmos da música popular portuguesa. Pelas 24h00, chega um momento muito acarinhado pelo público, a sessão de fogo de artifício vai romper crepúsculo e encher o céu de cor e de luz. Mas a festa não fica por aqui. Sábado é a 'Noite da Juventude' e a animação continua pela noite dentro com a música e coreografias dos 4 Fun.

IMG_8544 (1).jpg

Folclore em destaque no último dia

No último dia, 09 de junho, a derradeira oportunidade para saborear os petiscos das barraquinhas de 'comes e bebes' dinamizadas pelas associações locais. Para encerrar um programa musicalmente eclético, chega a vez de o folclore tomar conta do recinto com o 11º Festival de Folclore, organizado pela Casa do Povo da Vila de Prado. A iniciativa contará com a presença do Rancho da Casa do Povo da Vila de Prado, do Rancho Folclórico do Centro Popular de Trabalhadores do Areinho – V.N. de Gaia, do Rancho Folclórico do Centro Social, Desportivo e Cultural do Outeiro – Viana do Castelo, o Rancho típico Folclórico de Vilela – Arcos de Valdevez e a Associação Etnográfica e Cultural Rancho da Vila de Prado.

CARTAZ  festas vila de prado 2019 (5).jpg