Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VILA VERDE: FESTAS DA VILA DE PRADO ATRAEM MILHARES DE VISITANTES

A tradição ainda é o que era. Festas da Vila de Prado atraíram milhares de pessoas ao coração da vila!

Na Vila de Prado a tradição ainda é o que era. A forte afluência popular é uma constante nos eventos mais acarinhados e aguardados do calendário pradense. Foi assim na Feira dos Vinte, no Carnaval, na Procissão dos Passos e no Ovo na Ponte. Assim foi também na edição de 2018 das Festas da Vila de Prado.

IMG_6434

De 15 a 17 de junho, o Largo de S. Sebastião (vulgo Campo da Feira) tornou-se um palco privilegiado para histórias e gargalhadas, encontro de velhos amigos e longas conversas pela noite dentro. Pradenses e visitantes conviviam nas barraquinhas de comes e bebes espalhadas pelo recinto, enquanto degustavam algumas das mais apreciadas iguarias da cozinha regional. Espaços explorados pelas associações locais, que encontram nas festividades uma oportunidade soberana para gerar fundos necessários para prosseguir o trabalho meritório que desenvolvem durante todo o ano.

Daí até ao palco, iam vários metros de animação e alegria. A ‘prata da casa’ mostrou que tem muito valor, como comprovaram os excelentes espetáculos de música ao vivo, protagonizados pela Orquestra Ligeira da Escola de Música da Vila de Pado, o Rancho Folclórico da Casa do Povo da Vila de Prado, a Associação Etnográfica e Cultural Rancho da Vila de Prado, o grupo Sérgio Mirra e a fadista Teresa Baixo. À semelhança da música, o desporto também tem sido uma constante na história recente das festividades e 2018 não foi exceção. O X Torneio das Festas da Vila de Prado coloriu as bancadas do Parque de Jogos do Faial e trouxe à margem direita do Cávado emblemas de renome do futebol nacional para uma competição amigável muito bem disputada.

A atuação do grupo de música popular ‘4 Men’s’ foi outro dos pontos altos das Festas da Vila de Prado 2018. Um espetáculo divertido recheado de interação com o público, que vibrou do primeiro ao último minuto com as alegres e animadas melodias do grupo. A Feira Limpa-Sótãos (velharias, colecionismo e usados), estreia absoluta na Vila de Prado, também foi um sucesso. Entre mobília e bugigangas, artigos de decoração e adereços, colecionáveis e excedentes das garagens caseiras, não faltavam boas oportunidades de negócio para quem por ali passou. Nota de destaque ainda para o After-Party com o DJ Tito, a Tarde Infantil, o Festival de Folclore, o ecrã gigante para ver o jogo Portugal X Espanha e a sessão de fogo de artifício.

De realçar também o contributo das Festas na promoção e divulgação da Vila de Prado, atraindo todos os anos milhares de visitantes à margem direita do Cávado. Um investimento que permite impulsionar a economia local e a agenda cultural do concelho e de toda a região. As festividades são organizadas pela Junta de Freguesia da Vila de Prado, que conta com a colaboração de associações e coletividades locais.

A (2)

A

B (1)

DSC_0059

F (45)

IMG_5762

IMG_6319

IMG_8190

IMG_8544

VILA DE PRADO É MÚSICA, TRADIÇÃO, DESPORTO E GASTRONOMIA

15 a 17 de junho. Música, tradição, desporto, gastronomia e muita animação nas Festas da Vila de Prado 2018!

Está tudo preparado para a edição de 2018 das Festas da Vila de Prado, que chega com bagagem para três dias (15 a 17 de junho) de convívio, alegria e muita animação. Música popular, fado, folclore, tradição, fogo de artifício, desporto, after-party e muito, muito mais, durante o evento que celebra o 27º aniversário da elevação de Prado a vila.

0 (1)

A efeméride celebra-se a 20 de junho, mas, como é habitual, as festividades desenrolam-se no fim-de-semana mais próximo da data. As iguarias da gastronomia regional são outro dos destaques do cartaz, já que por esta altura o Largo de S. Sebastião (vulgo Campo da Feira) se transforma num autêntico festival de gastronomia regional. Nota de realce ainda para a transmissão em direto do jogo Portugal Espanha (16/06 – 18h00) com ecrã gigante.

Durante o fim de semana, o centro urbano da vila transforma-se num palco privilegiado para o encontro de amigos e conversas noite dentro. Proporciona a pradenses e visitantes momentos de lazer e diversão, que permitem também estreitar laços e fortalecer o espírito de comunidade. De realçar também o contributo das Festas na promoção e divulgação da Vila de Prado, atraindo todos os anos milhares de visitantes à margem direita do Cávado. Um investimento que permite impulsionar a economia local e a agenda cultural do concelho e de toda a região. As festividades são organizadas pela Junta de Freguesia da Vila de Prado, que conta com a colaboração de associações e coletividades locais. Vamos agora conhecer o programa em detalhe.

0 (2)

Ecrã gigante, música ao vivo e after-party

As hostilidades abrem logo com as emoções à flor da pele. Na sexta-feira, 15 de junho, a seleção das quinas defende as cores de Portugal contra a armada espanhola. Um encontro de titãs, que ganha um sabor ainda mais especial pela rivalidade histórica entre as duas nações. O embate, marcado para as 18h00, vai ser transmitido em ecrã gigante no recinto, onde se espera uma enorme onda de apoio à seleção nacional. Depois da partida, nada melhor para recuperar energias que as iguarias da astronomia minhota ao dispor nas inúmeras barraquinhas de ‘comes e bebes’ espalhadas no pelo recinto. Mais tarde, a prata da casa mostra o seu valor e toma conta do serão com a magia dos espetáculos de música ao vivo. A atuação da Orquestra Ligeira da Escola de Música de Prado está marcada para as 21h30. Mas a festa não fica por aqui e, a partir das 23h30, a animação continua pela noite dentro no after-party com o DJ Tito Lopes.

0 (3)

Atividades para todos os gostos e idades

Sábado há atividades para todos os gostos e idades. O desporto rei dá o pontapé de saída para um dia bastante preenchido, com o 10º Torneio de Futebol 7 das Festas da Vila de Prado, organizado pelo Grupo Desportivo de Prado, que se desenrola no Parque de Jogos do Faial. O programa engloba também, durante todo o dia, uma Feira de Velharias, Colecionismo e Usados A tarde essa é dedicada totalmente às crianças. Insufláveis, palhaços, pinturas faciais, balões e pipocas são alguns dos condimentos de uma receita que vai fazer as delícias da pequenada. A tarde infantil vai ter lugar no Largo de S. Sebastião, a partir das 15h00. Ao serão, a tradição ganha asas e voa nas danças e cantares tradicionais. O Festival de Folclore, organizado pela Casa do Povo da Vila de Prado, começa pelas 21h00 e leva ao palco o Rancho Folclórico da Casa do Povo da Vila de Prado, a Associação Etnográfica e Cultural Rancho da Vila de Prado, o Rancho Folclórico de Valdosende – Terras de Bouro, o Rancho Folclórico de Salvador do Monte – Amarante e o Rancho Típico Serra da Lousã – Lousã.

Vários espetáculos musicais e uma majestosa sessão de fogo de artifício

No último dia, o talentoso e sobejamente conhecido Grupo Sérgio Mirra prepara-se para fazer ecoar os acordes da música tradicional portuguesa no centro urbano da Vila de Prado. Mais tarde, pelas 22h00, sobe ao palco a fadista pradense Teresa Baixo para uma atuação que se perspetiva profunda e emotiva. Depois, pelas 22h30, muda o figurino com a energia eletrizante da Banda “4 Men’s” a tomar conta do recinto, num espetáculo de música e comédia que promete colocar o público a vibrar do primeiro ao último minuto. A edição de 2018 das Festas da Vila de Prado encerra perto das 00h30, com uma majestosa sessão de fogo-de-artifício.

0 (4)

 

VILA DE PRADO REALIZA FEIRA DE ANTIGUIDADES, USADOS E VELHARIAS

Feira de Antiguidades, Velharias e Usados aos sábados no Largo de S. Sebastião

O Largo de S. Sebastião (vulgo Campo da Feira) prepara-se para receber, no próximo dia 16 de junho uma Feira de Antiguidades, Velharias e Usados, integrada nas Festas da Vila de Prado. Para já, afigura-se como uma espécie de projeto-piloto, que poderá ter continuidade durante o resto do ano, caso seja do interesse da população e a iniciativa seja bem-sucedida.

DSC_0047

De momento, não será cobrada qualquer taxa ou montante. Portanto, de momento, todos quantos desejem vender os seus produtos podem fazê-lo sem necessidade de inscrição prévia, basta aparecer no dia e local destinados para o efeito. Está previsto que a Feira de Antiguidades, Velharias e Usados decorra ao terceiro sábado de cada mês, no espaço entre a bomba de combustíveis e a paragem de autocarros, cuja pala abrigará transeuntes e comerciantes das agruras do clima.

A iniciativa parte da Junta de Freguesia da Vila de Prado, com o objetivo de dinamizar o centro urbano da vila, criando atividades de interesse para pradenses e visitantes. Em simultâneo, esta Feira ‘Limpa – Sótãos’ permitirá também dar uma volta nos arrumos lá em casa, propondo artigos tão diversos como livros, roupas, discos, brinquedos, máquinas e móveis.

Recorde-se que o certame se insere na edição de 2018 das Festas da Vila de Prado, que chega com bagagem para três dias (15 a 17 de junho) de convívio, alegria e muita animação. Música popular, fado, folclore, tradição, fogo de artifício, desporto, after-party e muito, muito mais, durante o evento que celebra o 27º aniversário da elevação de Prado a Vila. A efeméride celebra-se a 20 de junho, mas, como é habitual, as festividades desenrolam-se no fim-de-semana mais próximo da data. As iguarias da gastronomia regional são outro dos destaques do cartaz, já que por esta altura o Largo de S. Sebastião se transforma num autêntico festival de gastronomia regional. Nota de realce ainda para a transmissão em direto do jogo Portugal Espanha (16/06, a partir das 18h00) com ecrã gigante.

VILA VERDE: VILA DE PRADO ESTÁ EM FESTA!

15 a 17 de junho. Música, tradição, desporto, gastronomia e muita animação nas Festas da Vila de Prado 2018!

Está tudo preparado para a edição de 2018 das Festas da Vila de Prado, que chega com bagagem para três dias (15 a 17 de junho) de convívio, alegria e muita animação. Música popular, fado, folclore, tradição, fogo de artifício, desporto, after-party e muito, muito mais, durante o evento que celebra o 27º aniversário da elevação de Prado a vila.

cartaz Festas da Vila de Prado

A efeméride celebra-se a 20 de junho, mas, como é habitual, as festividades desenrolam-se no fim-de-semana mais próximo da data. As iguarias da gastronomia regional são outro dos destaques do cartaz, já que por esta altura o Largo de S. Sebastião (vulgo Campo da Feira) se transforma num autêntico festival de gastronomia regional. Nota de realce ainda para a transmissão em direto do jogo Portugal Espanha (16/06 – 18h00) com ecrã gigante.

Durante o fim de semana, o centro urbano da vila transforma-se num palco privilegiado para o encontro de amigos e conversas noite dentro. Proporciona a pradenses e visitantes momentos de lazer e diversão, que permitem também estreitar laços e fortalecer o espírito de comunidade. De realçar também o contributo das Festas na promoção e divulgação da Vila de Prado, atraindo todos os anos milhares de visitantes à margem direita do Cávado. Um investimento que permite impulsionar a economia local e a agenda cultural do concelho e de toda a região. As festividades são organizadas pela Junta de Freguesia da Vila de Prado, que conta com a colaboração de associações e coletividades locais. Vamos agora conhecer o programa em detalhe.

Ecrã gigante, música ao vivo e after-party

As hostilidades abrem logo com as emoções à flor da pele. Na sexta-feira, 15 de junho, a seleção das quinas defende as cores de Portugal contra a armada espanhola. Um encontro de titãs, que ganha um sabor ainda mais especial pela rivalidade histórica entre as duas nações. O embate, marcado para as 18h00, vai ser transmitido em ecrã gigante no recinto, onde se espera uma enorme onda de apoio à seleção nacional. Depois da partida, nada melhor para recuperar energias que as iguarias da astronomia minhota ao dispor nas inúmeras barraquinhas de ‘comes e bebes’ espalhadas no pelo recinto. Mais tarde, a prata da casa mostra o seu valor e toma conta do serão com a magia dos espetáculos de música ao vivo. A atuação da Orquestra Ligeira da Escola de Música de Prado está marcada para as 21h30. Mas a festa não fica por aqui e, a partir das 23h30, a animação continua pela noite dentro no after-party com o DJ Tito Lopes.

Atividades para todos os gostos e idades

Sábado há atividades para todos os gostos e idades. O desporto rei dá o pontapé de saída para um dia bastante preenchido, com o 10º Torneio de Futebol 7 das Festas da Vila de Prado, organizado pelo Grupo Desportivo de Prado, que se desenrola no Parque de Jogos do Faial. O programa engloba também, durante todo o dia, uma Feira de Velharias, Colecionismo e Usados A tarde essa é dedicada totalmente às crianças. Insufláveis, palhaços, pinturas faciais, balões e pipocas são alguns dos condimentos de uma receita que vai fazer as delícias da pequenada. A tarde infantil vai ter lugar no Largo de S. Sebastião, a partir das 15h00. Ao serão, a tradição ganha asas e voa nas danças e cantares tradicionais. O Festival de Folclore, organizado pela Casa do Povo da Vila de Prado, começa pelas 21h00 e leva ao palco o Rancho Folclórico da Casa do Povo da Vila de Prado, a Associação Etnográfica e Cultural Rancho da Vila de Prado, o Rancho Folclórico de Valdosende – Terras de Bouro, o Rancho Folclórico de Salvador do Monte – Amarante e o Rancho Típico Serra da Lousã – Lousã.

Vários espetáculos musicais e uma majestosa sessão de fogo de artifício

No último dia, o talentoso e sobejamente conhecido Grupo Sérgio Mirra prepara-se para fazer ecoar os acordes da música tradicional portuguesa no centro urbano da Vila de Prado. Mais tarde, pelas 22h00, sobe ao palco a fadista pradense Teresa Baixo para uma atuação que se perspetiva profunda e emotiva. Depois, pelas 22h30, muda o figurino com a energia eletrizante da Banda “4 Men’s” a tomar conta do recinto, num espetáculo de música e comédia que promete colocar o público a vibrar do primeiro ao último minuto. A edição de 2018 das Festas da Vila de Prado encerra perto das 00h30, com uma majestosa sessão de fogo-de-artifício.

VILA VERDE: BIBLIOTECA DE PRADO APRESENTA LIVRO DO PADRE ALBERTO CORREIA

Nas Sendas do Tempo. Biblioteca de Prado cheia para a apresentação de livro da autoria do padre João Alberto Correia!

A Biblioteca de Prado Comendador Sousa Lima estava completamente ‘à pinha’. Também não seria caso para menos em dia (02 de junho) de apresentação de uma obra literária escrita por um filho da terra, que é também o pároco local.

34199896_10214729408842538_1354470678991994880_n

‘Nas Sendas do Tempo’ é um compêndio de textos isolados, que refletem de forma cristalina as reflexões do autor, o padre João Alberto Correia, sobre um leque extremamente diversificado de assuntos. Da vivência dos Sacramentos ao fenómeno das redes sociais, passando pela ecologia, a vida em comunidade e o papel do Homem no mundo, a obra abarca temas tão díspares quanto pertinentes.

34177495_1855769647841803_931954405119361024_o

Temas que refletem o olhar crítico e atento do autor perante situações concretas da vida, com as quais se foi deparando ao longo dos 25 anos de sacerdócio. Por esse motivo, a sessão inseriu-se na celebração das bodas de prata sacerdotais do pároco pradense. João Alberto Correia não escondeu a satisfação de apresentar a obra na sua terra Natal e não foi, portanto, de estranhar que a apresentação do livro tenha ficado a cargo de dois conterrâneos, o vereador da Câmara Municipal de Vila Verde, Patrício Araújo, e da Tesoureira da Junta de Freguesia da Vila de Prado, Sónia Araújo. A cerimónia foi ainda abrilhantada por um momento musical de grande qualidade, protagonizado pelo Grupo Coral Assanes.

34342508_10214729384881939_4204760231026098176_n

JAIME FERRERI LEVOU A VILA VERDE "A MINHA FILHA INÊS"

Conforme oportunamente noticiámos, o escritor Jaime Ferreri apresentou recentemente na Biblioteca de Prado o seu mais recente romance: “A MINHA FILHA INÊS”. A apresentação da obra propriamente dita esteve a cargo de Fátima Lobo, docente da Universidade Católica de Braga.

img057 (2)

Romancista, cronista, poeta, encenador e dramaturgo, Jaime Ferreri tem múltiplas paixões e ofícios, que conjuga harmoniosamente com a carreira profissional de docente de Matemática e Informática. Além disso, é agricultor e editor, a ele se devendo a criação da editora que publica os seus próprios livros – a AquiLeio Edições – e que constitui um importante contributo para o enriquecumento cultural da nossa região.

Nascido e criado na Ponte da Barca (Bravães), Jaime Ferreri começou nestas lides há mais de trinta anos e desde então nunca mais parou, como podemos perceber pela biografia apresentada na plataforma digital ‘Viral Agenda’. "A MINHA FILHA INÊS é último romance deste escritor, nascido em Bravães, Ponte da Barca, que se iniciou nas lides literárias em 1986, com a publicação da novela intitulada ‘Cabrito Montês’, muito bem-recebida pela critica e pelo público.

Seguiram-se depois os romances ‘Fizeram de mim soldado’, publicado em 1992 e ‘Os homens também hibernam’ em 1995. Em 2005 publicou um livro de crónicas ‘Crónicas (des)alinhadas’ e um livro de poesia ‘Pecúlio’. A mesma fonte indicou ainda que “Jaime Ferreri vive em Ponte da Barca e, a par de uma dedicada carreira docente na área da informática e matemática, desenvolveu o gosto pela criação literária e pela dramaturgia, tendo ao longo dos anos encenado inúmeras peças de teatro, com particular destaque para as encenações anuais, por altura da Semana Santa, de ‘A Mui Dolorosa Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo’, no mosteiro de Bravães, Ponte da Barca”.

Conforme referiu Carla Barbosa na apresentação feita na Casa da Cultura de Ponte da Barca, em finais do ano passado, este romance “Dedicado à “Mulher” (como definição do coletivo feminino que o autor gera), aborda o passado recente em ditadura, a guerra colonial, a liberdade que chegava a galopes de loucura por tantos freios sonegada. Por ele perpassa a ternura e o amor que deve adoçar o poder do paternalismo que destronou a Deusa-Mãe mas que vive nesta Mátria nas formas da Mãe-Natureza e no coração de matriz céltica que muitos homens receberam por educogenia.”

img058

CONCENTRAÇÃO PROMOVIDA PELO MOTO CLUB DO PRADO TRANSFORMA VILA DE PRADO NUMA DAS MAIS IMPORTANTES CAPITAIS DO MOTOCICLISMO

A XVIII Concentração de Prado arrastou milhares à margem direita do Cávado!

Três dias de festa. De grandes máquinas e muita adrenalina. De artesanato, diversões e música ao vivo. De convívio, amizade e muita alegria. Predicados que, durante o passado fim de semana (25 a 27 de maio), arrastaram milhares de pessoas à margem direita do Cávado para a XVIII Concentração de Prado. Algumas chegaram de perto, outras percorreram centenas de quilómetros antes de estacionarem na Praia Fluvial do Faial, onde magnífico espelho de água do Cávado e a vegetação abundante compunham um cenário natural de enorme beleza que serviu de pano de fundo para a iniciativa.

A (5)

O evento voltou a ser um enorme sucesso graças ao empenho e dedicação do Moto Club de Prado, que organiza a concentração há 18 anos consecutivos. Uma iniciativa que atrai à praia do faial visitantes oriundos de vários pontos do país e até da vizinha Espanha, contribuindo em larga medida para a divulgação da Vila de Prado, do concelho de Vila Verde e de toda a região. Foi, portanto, com grande satisfação que a Junta de Freguesia voltou a apoiar a Concentração de Prado, organizada pelo Moto Club local.

“É de braços abertos e com um orgulho imenso que Junta de Freguesia colabora com esta e outras iniciativas desenvolvidas pelas associações pradenses, assumindo uma posição de proximidade e colaboração estreita com as forças vivas da nossa freguesia. Podem contar com a Junta de Freguesia para ajudar, dentro das suas possibilidades, a enriquecer a agenda da Vila de Prado e a dinamizar as atividades e tradições locais, que espelham de forma cristalina a alma e a identidade das nossas gentes”, afirmou recentemente o presidente da autarquia pradense, Albano Bastos.

A (1)

A (2)

A (3)

A (4)

TERRAS DE BOURO, AMARES E VILA VERDE NÃO QUEREM CONSTRUÇÃO DE NOVA ETAR NAS MARGENS DO RIO HOMEM

Presidentes dos Municípios de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde contra construção de nova ETAR em Souto

Os presidentes dos municípios de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde assumiram hoje a oposição ao projeto de construção de uma nova estação de tratamento de águas residuais (ETAR), na margem rio Homem na freguesia de Souto, concelho de Terras de Bouro.

Presidentes dos Municípios de Terras de Bouro, Amares,  e Vila Verde

O projeto, que é defendido pela “Águas do Norte”, vem contrariar todo o plano de tratamento de águas residuais que está programado e em implementação para o território do Vale do Homem nos três municípios, para além de representar um atentado aos projetos de valorização ambiental das margens do rio Homem.

Face à gravidade da situação, realizou-se hoje em Terras de Bouro uma reunião com a presença dos presidentes das Câmaras Municipais de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde, respetivamente Manuel Moreira, Manuel Tibo e António Vilela, que manifestaram total discordância com a construção da ETAR, na freguesia de Souto.

A tomada de posição dos três municípios prende-se com o facto de as Águas do Norte não cumprir com o estipulado inicialmente, que passava por ligar diretamente os efluentes provenientes de várias freguesias de Terras de Bouro, Amares e Vila Verde, à estação de Tratamentos de Águas Residuais do Cávado-Homem, em Cabanelas, concelho de Vila Verde – inaugurada em junho de 2014.

Esta construção permite solucionar o saneamento em alta, servindo os concelhos de Vila Verde, Amares e uma parte de Terras de Bouro. O investimento rondou os oito milhões de euros e foi destinado a servir uma população de cerca de 50 mil habitantes dos três concelhos, à qual corresponde um caudal médio de cerca de 7.617 m3/dia.

Com a construção da ETAR do Cávado-Homem, os municípios de Amares, de Terras de Bouro e de Vila Verde pretendem que os efluentes provenientes dos três concelhos sejam diretamente direcionados para a ETAR sita em Cabanelas.

A concretização deste investimento sempre foi sustentada na necessidade de eliminar pequenas ETAR’s que, implantadas ao longo deste território, se revelaram como potenciais focos de poluição, nomeadamente do rio Homem.

A inquietação dos autarcas dos três concelhos é agravada pelo facto de a Águas do Norte

avançar com o projeto de uma nova ETAR em Souto quando já foi construído um intercetor na ponte de Caldelas, com ligação à ETAR de Cabanelas, e numa altura em que falta apenas a ligação de Souto a Caldelas, numa extensão de cerca de seis quilómetros.

Cabe à Águas do Norte cumprir o estipulado com os municípios, nomeadamente ao nível dos investimentos previstos e programados, incluindo com recurso a fundos públicos, para resolver problemas de saneamento e saúde pública nos vales do Cávado e Homem.

Os presidentes destes três municípios já solicitaram uma reunião à empresa Águas do Norte, no sentido de verem atendida esta pretensão ou uma alternativa que defenda os interesses das populações.

VILA VERDE: MOTARDS CONCENTRAM-SE EM VILA DE PRADO

Música ao vivo, motas e muita diversão na XVIII Concentração do Moto Club de Prado!

A margem direita do Cávado prepara-se para fazer as delícias dos amantes das duas rodas… e não só. Freestyle e música ao vivo, gastronomia regional e barraquinhas de diversões, encontros de amigos e longas conversas noite dentro, motas para todos os gostos e feitios, alegria e muita diversão… Tudo isto e muito mais na XVIII Concentração do Moto Club de Prado, que este ano decorre no fim de semana de 25 a 27 de maio. A localização é a cereja no topo do bolo. O magnífico espelho de água do Cávado e a vegetação abundante da Praia do Faial, na Vila de Prado, compõem um cenário natural de enorme beleza e o pano de fundo para um fim de semana em cheio.

Uma iniciativa consolidada, que tem conhecido grande sucesso graças ao esforço, empenho e determinação dos membros do Moto Club de Prado, responsável pela organização de um evento. A Concentração do Moto Club de Prado, que conta com o apoio da Junta de Freguesia da Vila de Prado, cumpre a 18ª edição e atrai anualmente à margem direita do Cávado milhares de visitantes de todo o país e até da vizinha Espanha, afirmando-se como uma montra privilegiada de divulgação da vila, do concelho e de toda a região.

31183463_1693878837398738_4618543625205186560_n

VILAVERDENSE MANUEL JOAQUIM MACHADO REBELO – QUE FOI ABADE EM PRISCOS – FOI O CRIADOR DO FAMOSO PUDIM BRACARENSE QUE TOMOU O SEU NOME: PUDIM ABADE DE PRISCOS!

A origem do pudim abade de Priscos é sempre remetida a Braga em virtude desta paróquia pertencer àquele concelho. Porém, o famoso pároco que ficou conhecido pelo delicioso pudim que encanta todos quantos o provam era de Vila Verde, mais precisamente de Turiz, onde nasceu em 1834. E, naquela vila minhota veio a falecer em 1930.

Abade_de_Priscos

Foi durante 47 anos pároco em Priscos, local onde desenvolveu os seus talentos culinários e, graças ao Arcebispo D. Manuel Baptista da Costa, veio a alcançar grande notoriedade com a organização de sumptuosos banquetes para altas dignidades como a Família Real, governantes, aristocratas e membros do clero.

O seu prestígio foi de tal ordem que algumas das suas afamadas receitas, incluindo o Pudim de Abade de Priscos, era à época ensinada às alunas do Magistério Primário Feminino de Braga.

Para manter o seu sabor tão característico, o pudim deve ser confeccionado num tacho de latão ou de cobre, onde se coloca meio litro de água. Assim que comece a ferver, junta-se meio quilo de açúcar, uma casca de limão, um pau de canela e cinquenta gramas de presunto ou toucinho cortado às tiras fininhas. Deixa-se ferver até atingir um ponto mais grosso.

À parte são batidas 15 gemas, às quais se junta um cálice de vinho do Porto. A calda de açúcar é passada por um coador fino para se juntar às gemas e mexe-se tudo.

Por fim, barra-se uma forma com açúcar em caramelo e junta-se o preparado, que vai a cozer em banho-maria durante 30 minutos. Deixe arrefecer e, quando estiver quase frio, retire da forma.

- Sirva e delicie-se!

765_360_design-sem-nome-20_1511437714

VILA DE PRADO REALIZA "CONCURSO DE MAIOS"

Vila de Prado: Está aí à porta a IV edição do ‘Concurso de Maios’ organizado pelo Clube Fontaínha!

Apesar de ir apenas na 4ª edição, o ‘Concurso de Maios’ foi muito bem-recebido por pradenses e ‘forasteiros’ e conta anualmente com várias dezenas de propostas a concurso. A iniciativa é organizada pelo Clube Fontaínha, uma das mais antigas coletividades da Vila de Prado, e prepara-se para voltar a desafiar a criatividade dos participantes num espetáculo de cor e arte, absolutamente deslumbrante à vista. O evento de corre a 12 e 13 de maio na antiga EB1 da Igreja, junto à ‘Igreja nova’ da Vila de Prado.

18451331_1301964409858310_2075842555270969763_o

Os interessados devem entregar os respetivos Maios durante a tarde do dia 12, a partir das 14h30. No dia seguinte, as coroas de flores estarão em exposição na escola durante toda a manhã (09h00 às 13h00) e os vencedores da edição de 2018 serão anunciados pelas 11h15. A iniciativa conta com o apoio da Junta de Freguesia da Vila de Prado, da Câmara Municipal de Vila Verde e do Instituto Português do Desporto e Juventude.

PCP APRESENTA NO PARLAMENTO PROJETO DE RESOLUÇÃO QUE RECOMENDA MELHORIA DA ACESSIBILIDADE RODOVIÁRIA AO CONCELHO DE VILA VERDE

Hoje, dia 6 de abril, o Grupo Parlamentar do PCP apresentou na Assembleia da República um Projeto de Resolução, que recomenda ao Governo a melhoria da acessibilidade rodoviária ao concelho de Vila Verde.

Com o seu Projeto de Resolução o PCP pretende dar mais um contributo para a melhoria das acessibilidades ao Concelho de Vila Verde e para a concretização de obras há muito reclamadas pela população e pelos autarcas.

CapturarPC1

CapturarPC2

CapturarPC3