Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CAMINHA TEM 522 PESSOAS INSCRITAS PARA PODER VOTAR ANTECIPADAMENTE NO PRÓXIMO DOMINGO

Hoje é o último dia de inscrição para o exercício do Voto Antecipado em Mobilidade. Até ao momento, registaram-se 522 pessoas no concelho para poderem votar no próximo domingo, dia 23 de janeiro, nas Mesas de Voto Antecipado colocadas no edifício da Câmara Municipal, em Caminha e no Gabinete de Apoio ao Munícipe, em Vila Praia de Âncora. As pessoas podem inscrever-se até à meia-noite de hoje no site da Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna – www.votoantecipado.mai.gov.pt

logo legislativas.png

Relativamente ao número das últimas eleições Presidenciais, o Município de Caminha regista mais 200 pessoas inscritas e aguarda pelo que vier a acontecer no dia de hoje. Para Miguel Alves, Presidente da Câmara Municipal de Caminha, “o elevado número de inscrições para o voto antecipado é demonstrativo da vontade das pessoas participarem num ato eleitoral tão importante como são as eleições para a Assembleia da República e confirma o acerto da decisão de criar duas Mesas de Voto no concelho. As pessoas que têm dúvidas sobre a sua disponibilidade no dia 30 de janeiro e que têm algum receio relativamente ao aglomerado de gente que possa haver, no mesmo dia, em algumas Mesa de Voto, devem inscrever-se ainda hoje para poderem votar já no domingo. Estamos preparados para receber os nossos concidadãos com toda a segurança!”.

A Câmara Municipal de Caminha disponibiliza testes para todos os membros das Mesas de Voto que receberam a terceira dose da vacina contra a COVID. Cada local terá um circuito próprio que evitará o cruzamento de pessoas e maiores aglomerações no interior e contará com a disponibilidade de máscaras e álcool gel para os eleitores, membros das Mesas e delegados dos partidos.  

CAMINHA: FEIRÃO DE TRADIÇÕES – “OS SABORES DO CAMPO” PARA VISITAR SÁBADO EM CAMINHA

Caminha vai acolher o primeiro Feirão de Tradições – “Os Sabores do Campo” de 2022, que marca também o início da temporada de inverno. Sábado, dia 15 de janeiro, a envolvente do Mercado Municipal vai transformar-se num pequeno “mercado agrícola” para acolher mais um feirão, cujo objetivo é revitalizar a agricultura local. Entre as 9H00 e as 13H00, o visitante pode adquirir os mais variados produtos hortícolas da época e genuínos do concelho.

Feira de Tradições de Natal (1) (1).jpg

O Feirão de Tradições - “Os Sabores do Campo”- visa promover os produtos agrícolas do concelho de Caminha, que primam pela frescura e qualidade. Este certame pretende revitalizar a agricultura, preservar as paisagens agrícolas, ajudar os pequenos agricultores a escoarem os produtos, bem como servir de estímulo aos mais jovens, de modo a apostarem na agricultura.

Sábado em Caminha, o visitante vai encontrar dezenas de produtos de qualidade, entre os quais: hortaliças, laranja, tangerina, clementina, limão, kiwi, romã, abóbora, noz, entre outros. Aqui, também não faltarão os enchidos, a broa e o mel, que caraterizam as freguesias do nosso concelho.

Recorda-se que os Feirões de Tradições decorrem, de quinze em quinze dias, rotativamente, nas vilas de Caminha e de Vila Praia de Âncora.  Este mês, Vila Praia de Âncora recebe o Feirão de Tradições no dia 29.

BLOCO DE ESQUERDA REUNIU COM OS PESCADORES DE VILA PRAIA DE ÂNCORA

A candidatura do Bloco de Esquerda, pelo círculo eleitoral de Viana do Castelo reuniu, na manhã de terça-feira, com a Associação de Pescadores Profissionais e Desportivos de Vila Praia de Âncora.

WhatsApp Image 2022-01-12 at 15.46.21.jpeg

A grande preocupação dos pescadores é a barra do porto mar de Vila Praia de Âncora que é uma das mais perigosas do país. Em resposta a uma pergunta efetuada, em novembro de 2020, pelo Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda, o ministério do mar assume que existe um erro colossal na configuração dos molhes do porto mar.

No primeiro trimestre de 2021 foi anunciado pelo presidente da câmara municipal de Caminha uma obra de desassoreamento do porto de pesca de Vila Praia de Âncora, da responsabilidade da Polis Litoral Norte, um investimento de 1,6 milhões de euros. 

 A retirada das areias do porto teria duas finalidades: fazer o desassoreamento da barra e do porto de Vila Praia de Âncora, para permitir condições de navegabilidade por um período mínimo de três a quatro anos e fazer a intervenção para consolidar as dunas dos caldeirões.

S o segundo objetivo parece cumprido, o desassoreamento do porto ficou pela metade, não sendo cumpridos os objetivos quanto às cotas de profundidade, quer na barra quer nos cais de acostagem, o que leva a que a barra de Vila Praia de Âncora esteja encerrada durante muitos dias do ano. Muitos destes dias apresentam condições climatéricas adequadas para a pesca, mas os pescadores não conseguem sair para o mar, ficando impedidos de trabalhar e de ter acesso às capturas de pescado a que têm direito, com todas as consequências negativas para um setor que emprega perto de 400 trabalhadores.

Neste sentido, o candidato do Bloco de Esquerda, Luís Louro acha inacreditável como os sucessivos governos ainda não avançaram com uma intervenção de raiz no porto e que o desassoreamento não seja contínuo ou eficaz para permitir que os pescadores possam sair em segurança para o mar.

Por último, não se compreende, por isso, a concessão sistemática dos serviços de dragagens a privados que lucram milhões de euros com a necessidade frequente de dragagens no país que poderão não ter as mesmas preocupações ambientais que o Estado deve ter. O Bloco de Esquerda entende que a resposta para esta problema é óbvia: é necessária a criação de uma empresa pública de dragagens e compensar os pescadores de Vila Praia de Âncora pelos danos que a situação do porto lhes provoca.

CÂMARA DE CAMINHA E SPORTING CLUB CAMINHENSE ESTABELECEM PARCERIA QUE OFERECE AULAS DE NATAÇÃO ÀS CRIANÇAS DO CONCELHO DE CAMINHA

Apoio municipal de 82.500 assegura o pagamento dos custos da iniciativa
A Câmara Municipal de Caminha e o Sporting Club Caminhense assinaram um protocolo de colaboração que permitirá a execução de um programa de aulas de natação a desenvolver nas Piscinas Municipais de Vila Praia de Âncora durante o ano de 2022.

Piscinas Municipaiscam.jpg

A ideia passa por dar seguimento ao projeto “Caminha Sabe Nadar” que ensina as crianças do concelho de Caminha a dar as primeiras braçadas na água, para além da promoção de atividades nas piscinas para adultos, a realização de formações e colóquios relacionados com o desporto, a organização de eventos e a potenciação de jovens atletas para integrarem os clubes locais.
Os encargos do Sporting Club Caminhense serão comparticipados através de um subsídio de 82.500 euros que será pago pelo Município ao longo do ano. Para Miguel Alves, Presidente da Câmara Municipal de Caminha, “ligamos o útil ao útil: por um lado, continuamos a ensinar as nossas crianças a nadar, criando condições de segurança individual (muito importante num território de rios e mar como é o nosso) e fomentando a prática desportiva; por outro lado, dinamizamos ainda mais as Piscinas Municipais e apoiamos o clube mais titulado do nosso concelho. Nos últimos anos temos vindo a desenvolver vários projetos com o Caminhense que permitem levar o remo, a canoagem, o surf e o stand-up padle às escolas, agora mobilizamos os recursos do clube para ensinar os nossos miúdos e promover novas atividades nas piscinas”.
Na mesma linha segue Pedro Fernandes, Presidente do Sporting Club Caminhense, que entende que “este é o tempo certo para a nossa Secção de Natação dar o salto, o tempo para reforçar a prática desportiva no concelho, o tempo de potenciar novos atletas para o clube, o tempo de partilhar, ainda mais, o nosso saber como toda a comunidade”. O dirigente do Caminhense sublinha o orgulho “no passado glorioso do clube” mas não deixa de olhar para o futuro da modalidade em Caminha defendendo que “o nosso trabalho passa mais pelas vitórias que vêm do que pelas vitórias que foram. É nosso dever honrar os títulos, atletas e dirigentes deste clube quase centenário mas a nossa responsabilidade maior é para com as conquistas do futuro, o lançamento de jovens atletas e as conquistas que ainda virão. No Caminhense habituamo-nos a criar campeões no desporto mas a nossa maior satisfação é criar campeões para a vida”, rematou Pedro Fernandes, elogiando o trabalho de parceria contínua que vem sendo desenvolvido com o Município de Caminha.
O protocolo assinado no passado dia 10 de janeiro prevê um plano de ação que passa pela realização de 460 aulas de natação por mês, num total de 5060 aulas de natação a realizar até ao final do ano.

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CAMINHA REÚNE EM SESSÃO EXTRAORDINÁRIA SEXTA-FEIRA NO CINETEATRO DE VILA PRAIA DE ÂNCORA

VilaPraiaAncora 016

Sessão terá lugar pelas 21H00, no Edifício do Cineteatro do Bombeiros de Vila Praia de Âncora

A Assembleia Municipal de Caminha vai reunir, esta sexta-feira, dia 14 de janeiro, em sessão extraordinária, pelas 21H00, no Edifício do Cineteatro do Bombeiros de Vila Praia de Âncora com diversos pontos em agenda. Esta sessão pode ser acompanhada em direto, online, através do sítio do município e nas redes sociais a ele associadas.

Da ordem de trabalhos faz parte a apreciação e votação das Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2022.

A Assembleia vai apreciar e votar o Mapa de Pessoal para 2022.

Os membros da Assembleia vão ainda votar a contratação de um empréstimo de curto para o exercício económico de 2022.

BLOCO DE ESQUERDA REÚNE COM PESCADORES DE VILA PRAIA DE ÂNCORA

Uma delegação do Bloco de Esquerda reune amanhã, dia 11 de Janeiro, pelas 10 horas, com a direção da Associação de Pescadores Profissionais e Desportivos de Vila Praia de Âncora, nas instalações da Associação.

A reunião que contará com o candidato do Bloco, Luís Louro e Lurdes Sousa tem como objetivo averiguar as condições dos pescadores e do porto.

LEGISLATIVAS 2022: CÂMARA DE CAMINHA GARANTE TESTES GRATUITOS PARA TODOS OS MEMBROS DAS ASSEMBLEIAS DE VOTO

População terá duas Mesas de Voto Antecipado em Mobilidade no dia 23 de janeiro, uma em Caminha, outra em Vila Praia de Âncora

A Câmara Municipal de Caminha oferece testes antigénio gratuitos a todos os membros das Assembleias de Voto de modo a garantir a sua segurança e maior confiança àqueles que quiserem votar nas próximas eleições legislativas. A aquisição de testes já foi garantida de modo a que possam estar disponíveis para o dia 30 de janeiro, bem como para a realização do Voto Antecipado em Mobilidade ou recolha de voto junto de eleitores em confinamento obrigatório ou internados em estruturas residenciais para idosos.

Para Miguel Alves, Presidente da Câmara Municipal de Caminha, “o que se pretende é que os membros que se voluntariam para cada Mesa de Voto se sintam tranquilos relativamente à sua saúde e à saúde dos outros e que os cidadãos eleitores sintam confiança para sair de casa e exercer o seu direito cívico. Adquirimos 160 testes antigénio que vamos distribuir por todas as freguesias e estamos disponíveis para ajudar todos os Presidentes de Junta na organização de cada local de voto”.

Nesta senda de aumentar as garantias dos cidadãos eleitores, a Câmara Municipal de Caminha requereu também a criação de duas Mesas de Voto Antecipado em Mobilidade que estarão em funcionamento no dia 23 de janeiro em Caminha, no edifício central da Câmara Municipal e em Vila Praia de Âncora, no Gabinete de Apoio ao Munícipe. Para o autarca a ideia é “facilitar e incentivar o voto e a participação cívica. Quem não puder ou não quiser votar no dia 30 de janeiro, pode inscrever-se para votar no domingo anterior (dia 23 de janeiro), sem apresentar justificação, apenas se não tiver a possibilidade de o fazer no “dia normal” de votação ou se quiser antecipar qualquer receio de fila ou enchente no dia 30 de janeiro. A inscrição tem é de ser feita entre os dias 16 e 20 de janeiro, através do Portal do Voto Antecipado da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna – www.votoantecipado.mai.gov.pt”.

Recorde-se que a Câmara Municipal garante também a existência de uma Assembleia de Voto constituída por funcionários da autarquia que se deslocarão a casa das pessoas ou aos lares de idosos para recolher o voto de eleitores em confinamento obrigatório ou internados naquelas instituições. Nestes casos a inscrição deve ser feita entre os dias 20 e 23 de janeiro, também através do Portal do Voto Antecipado.

CAMINHA: UMA CONTROVÉRSIA ACERCA DO TRATAMENTO NO SANATÓRIO DA GELFA EM 1931

Ofícios enviado pelo Diretor dos Serviços Gerais da A. N. T. a José Manuel da Rocha Coelho, sobre o internamento do seu filho José Nuno Maciel da Rocha Coelho no Sanatório Marítimo de Gelfa e as respetivas condições.Contém o recorte de dois artigos publicados em jornal, sobre o mencionado Sanatório.Datados de 18 de Julho a 24 de Setembro de 1931.

Fonte: Arquivo Municipal de Ponte de Lima

Capturarant1.JPG

PT-AMPL-Casa+da+Lage-ACL_P12_007_m003_disseminatio

PT-AMPL-Casa+da+Lage-ACL_P12_007_m005_disseminatio

PT-AMPL-Casa+da+Lage-ACL_P12_007_m007_disseminatio

PT-AMPL-Casa+da+Lage-ACL_P12_007_m009_disseminatio

PT-AMPL-Casa+da+Lage-ACL_P12_007_m010_disseminatio

PT-AMPL-Casa+da+Lage-ACL_P12_007_m011_disseminatio

PT-AMPL-Casa+da+Lage-ACL_P12_007_m012_disseminatio

PT-AMPL-Casa+da+Lage-ACL_P12_007_m013_disseminatio

TIAGO BRANDÃO RODRIGUES DEFENDE REFORÇO DO INVESTIMENTO NO COMBATE À EROSÃO COSTEIRA

Candidatos do PS à Assembleia da República visitaram obra de consolidação da Duna dos Caldeirões no concelho de Caminha

Os elementos da lista do Partido Socialista candidata às eleições legislativas de 30 de janeiro, visitaram a obra de consolidação da Duna dos Caldeirões, na freguesia de Âncora do concelho de Caminha, investimento de 1.5 milhões de euros que visa consolidar o cordão dunar que protege a Mata Nacional da Gelfa e o estuário do rio Âncora. Este investimento, cuja empreitada se encontra em fase de conclusão, foi possível graças à mobilização do Estado e da autarquia de Caminha através da Sociedade Polis Litoral Norte.

IMG_2378.jpg

Para Tiago Brandão Rodrigues, cabeça de lista do PS no círculo eleitoral de Viana do Castelo, "esta extraordinária obra de engenharia é um dos grandes símbolos da intervenção que o Governo e as autarquias tiveram que fazer nos últimos anos como resposta à subida do nível médio do mar, a multiplicação de fenómenos climáticos extremos e a paulatina erosão da costa atlântica. Conheci a Duna dos Caldeirões quando era miúdo e, naquele tempo, o seu tamanho e dimensão parecia imponente e inabalável. Mas o mundo mudou, as alterações climáticas são uma realidade e bastou uma tempestade forte no inverno de 2014 para derrubar uma montanha de areia que separava o rio do mar, criando problemas de salinização do sapal do Âncora, risco de inundações a montante e dúvidas sobre a possibilidade de sobrevivência da Praia das Crianças em Vila Praia de Âncora. Felizmente, a Câmara Municipal pôs mãos à obra e o Governo percebeu imediatamente a importância de acompanhar financeiramente a vontade da autarquia e da população".

Tiago Brandão Rodrigues deslocou-se ao local acompanhado de Marina Gonçalves, candidata natural de Caminha que ocupa o segundo lugar da lista do PS e com grande parte dos restantes membros da lista, com destaque para as atuais deputadas Anabela Rodrigues e Dora Brandão. Como cicerone da visita esteve Miguel Alves, Presidente da Câmara Municipal de Caminha, que agradeceu o interesse dos candidatos do PS e o apoio do Governo na concretização destas obras.

Para Tiago Brandão Rodrigues, "é preciso reforçar o investimento na proteção da nossa costa ao longo da próxima década sob pena de termos mais danos materiais, mais populações afetadas, a biodiversidade ameaçada e épocas balneares em risco. Algumas obras destas têm efeitos temporários, é certo, mas na proteção das pessoas mais vale obter sucesso durante algum tempo do que não ter sucesso em tempo algum. É assim mesmo, o mar leva, o mar traz mas não nos podemos acomodar à fatalidade de ter a nossa costa destruída. É preciso combater as alterações climáticas, obviamente, mas também ajudar as populações na mitigação dos seus efeitos" rematou o candidato socialista.

Os candidatos do PS têm vindo a efetuar diversas visitas e encontros com atores locais por todo o distrito e darão continuidade ao seu roteiro ao longo das próximas semanas.

IMG_2379.jpg

KRISÁLIDA VAI PROMOVER OFICINAS DE TEATRO MUSICAL EM VILA PRAIA DE ÂNCORA

Inscrições decorrem até dia 28 de janeiro

A KRISÁLIDA assumiu mais um desafio e vai promover Oficinas de Teatro Musical para crianças a partir dos 6 anos de idade. Estas oficinas têm início a 31 de janeiro e vão prolongar-se até julho. As inscrições já estão a decorrer e terminam a 28 de janeiro.

Flyer_frente_Oficina de Teatro Musical.png

As Oficinas de Teatro Musical são um espaço onde o participante poderá viver novas experiências e aprender de forma lúdica e divertida e fazer novos amigos. É uma atividade completa, já que cada um poderá cantar, dançar e fazer teatro em simultâneo.

Estas oficinas vão decorrer às segundas-feiras, das 18H00 às 20H00, no Cineteatro dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora. Como já referimos esta atividade dirige-se a crianças a partir dos 6 anos de idade e as inscrições terminam a 28 de janeiro e deverão ser realizadas em https://forms.gle/YLGSFqQZYNFCZ88K6

As Oficinas de Teatro Musical têm uma mensalidade de 20€ por participante, sendo que, para inscrições de sócios, será aplicado um desconto de 50% e para inscrições de irmãos, um desconto de 10%.

A realização destas oficinas pressupõe um número mínimo de participantes.

Flyer_verso_Oficina de Teatro Musical.png

FALECEU FRANCISCO SAMPAIO – NATURAL DE VILA PRAIA DE ÂNCORA – UM DOS MAIS LÍDIMOS DEFENSORES DA ETNOGRAFIA E DO TURISMO DO ALTO MINHO

Morreu Francisco Sampaio, antigo presidente da Região de Turismo do Alto Minho

O antigo presidente da Região de Turismo do Alto Minho (RTAM) Francisco Sampaio morreu aos 84 anos, disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Viana do Castelo.

161788183_4743483748999440_2279885345319671917_o.j

O antigo presidente da Região de Turismo do Alto Minho (RTAM) Francisco Sampaio morreu esta sexta-feira, aos 84 anos, disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Viana do Castelo. Luís Nobre afirmou que a morte de Francisco Sampaio constitui uma “perda para o concelho, para o Alto Minho e para o país”.

“Foi um promotor do concelho, da região, das tradições, da gastronomia. Não poupava esforços para promover a nossa identidade. Acabou por ser um visionário relativamente às relações com a Galiza. Foi um dos primeiros a despertar para a necessidade da mais-valia de promoção do nosso território na Galiza”, sustentou o autarca socialista.

Luís Nobre acrescentou que, “em Viana do Castelo, será sempre lembrado como o grande organizador do cortejo histórico etnográfico da Romaria d’Agonia e pela apresentação ímpar da Festa do Traje”.

“Ficará sempre na nossa memória pelo conhecimento e pela capacidade que tinha em comunicar. Era um comunicador nato. É uma grande perda”, lamentou.

Cidadão de Honra de Viana do Castelo desde 2004, Francisco Sampaio participou no processo de constituição da RTAM, organismo a que presidiu entre 1980 e 2009. Foi um forte impulsionador da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, defendendo a instalação da sede no Castelo Santiago da Barra, onde ainda se mantém.

Francisco José Torres Sampaio nasceu em Barcelos, em 7 de junho de 1937. Exerceu funções docentes no ensino secundário, no Instituto Superior de Turismo e Empresas, foi membro da Comissão Instaladora da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, onde foi professor e coordenador do curso superior de Turismo, e ainda presidente do conselho pedagógico.

Entre 1973 e 1979 presidiu à Junta de Turismo de Vila Praia de Âncora, no concelho de Caminha, onde residia.

Durante 40 anos organizou o cortejo histórico etnográfico das Festas de Nossa Senhora d’Agonia, tendo sido ainda fundador da Confraria dos Gastrónomos do Minho.

É autor de dezenas de títulos sobre temas de caráter histórico, arqueológico, turístico, etnográfico e gastronómico, e foi também colaborador de várias publicações do Alto Minho.

Francisco Sampaio é apontado ainda como um dos maiores conhecedores das tradições da Romaria d’Agonia, tendo até redigido a Declaração de Interesse para o Turismo da Romaria d’Agonia, entretanto aprovada.

Fonte: https://observador.pt/

Detentor de um curriculum invejável, Francisco Sampaio dedicou a sua vida ao turismo. Tem mais de quatro dezenas de obras publicadas nas áreas da sociologia e do turismo e viu o seu mérito reconhecido cerca de duas dezenas de vezes. Com provas dadas no associativismo,foi diretor artístico e maestro do Grupo Coral do Orfeão de Vila Praia de Âncora, presidente da direção da Associação dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora, fundador do Lions Clube de Vila Praia de Âncora, presidente da Assembleia Geral do Centro Cultural e Social de Vila Praia de Âncora e presidente da Comissão de Festas de Nossa Senhora da Bonança.

JTL02936.jpg

Foi ainda presidente da Assembleia Municipal de Caminha e um grande impulsionador do desenvolvimento de produtos turísticos na região do Alto Minho, como por exemplo os Caminhos de Santiago, a Rota do Românico da Ribeira Minho, o artesanato, a gastronomia e vinhos e ainda teve um papel ativo na recuperação e remodelação do património, como foi o caso do Castelo de Santiago da Barra, em Viana do Castelo.

O Dr Francisco Sampaio foi desde 1980 Presidente da Região de Turismo do Alto Minho e a ele se deve em grande medida a promoção do Minho também nas suas vertentes económica, cultural e paisagística, nomeadamente o seu folclore e o turismo rural.

Conceituado estudioso e defensor da gastronomia tradicional minhota, a sua atividade científica tem sido marcada pelos inúmeros trabalhos que tem produzido na área do turismo, marketing e definição do produto turístico do Alto Minho. Esclareça-se que, neste conceito geográfico, a Região de Turismo do Alto Minho abrangeu, para além dos concelhos do distrito de Viana do Castelo, ainda os de Terras de Bouro, Barcelos e Esposende, no distrito de Braga.

Presença assídua em programas televisivos e em todos os fóruns que poderiam constituir uma oportunidade de promoção turística da nossa região, ela é atualmente em grande medida resultado da estratégia delineada e perseguida pelo Dr. Francisco Sampaio.

Para além da sua atividade como investigador e divulgador das potencialidades turísticas do Minho, integrou desde sempre numerosas instituições da nossa região, mormente do concelho de Caminha onde tem vive, entre as quais se salienta a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora e o Orfeão de Vila Praia de Âncora onde foi coralista e maestro. Tem ainda integrado muitas Comissões de Festas como as de Nossa Senhora da Agonia, em Viana do Castelo, e Nossa Senhora da Bonança, em Vila Praia de Âncora.

O seu trabalho em prol do Minho e do país tem merecido público reconhecimento por parte de inúmeras entidades oficiais das quais destacamos a Secretaria de Estado do Turismo que, em 1996, atribuiu-lhe a Medalha de Mérito Turístico, a Xunta de Galiza com a Medalha de Honra em 2003, a Secretaria de Estado do Turismo com a Medalha de Honra em 2005 e, ainda no mesmo ano, a atribuição da Comenda de Mérito do Presidente da República.

Fonte: https://bloguedominho.blogs.sapo.pt/

ManifestaçãoFreguesias 102

A imagem mostra o Dr. Francisco Sampaio, desfilando em Lisboa na avenida da Liberdade, em 2014, juntamente com milhares de minhotos que ali foram reclamar contra a extinção das freguesias. (Foto: Carlos Gomes)

42780564_2104488312934823_1533110098388320256_n

42878932_2104492496267738_4829944234796646400_n

Dr. Francisco Sampaio foi homenageado em Vila Praia de Âncora, sua terra natal.

MUNICÍPIO DE CAMINHA AJUDA AUTORIDADE MARÍTIMA A EMBARCAÇÃO DA POLÍCIA MARÍTIMA ENCALHADA EM VILA PRAIA DE ÂNCORA

A embarcação semirrígida que se encontrava encalhada numa zona rochosa de Vila Praia de Âncora foi ontem à tarde removida, numa operação em que o Município de Caminha apoiou a Autoridade Marítima. As manobras foram acompanhadas pelo Vice-Presidente da Câmara de Caminha, Rui Lages, e por técnicos do Município, e terminaram já ao anoitecer.

Recorde-se que a embarcação, com três motores de alta cilindrada foi localizada esta terça-feira no mar, à deriva, vazia, tendo sido arrastada para a costa, na zona norte de Vila Praia de Âncora. Nesse dia não foi possível proceder à sua remoção, o que aconteceu no dia seguinte.

A embarcação ficou à guarda da Polícia Marítima.

3M1A3715.jpg

3M1A3728.jpg

3M1A3601.jpg

3M1A3633.jpg

3M1A3663.jpg

3M1A3691.jpg

3M1A3706.jpg

3M1A3596.jpg

CAMINHA: MIGUEL ALVES PROPÕE CONTINUIDADE DA POLIS NUM FORMATO DIFERENTE E A “ASSOCIAÇÃO” É HIPÓTESE

Concelho beneficiou de mais de uma dezena de ações, num investimento próximo dos 5 milhões de euros

A Sociedade Polis Litoral Norte termina formalmente dentro de dias, já no final deste ano. Mas o projeto que está inerente às intervenções, toda a dinâmica e o capital de conhecimento acumulado não devem ficar por aí. Miguel Alves quer que o trabalho desenvolvido tenha continuidade, até porque há ainda muito a fazer neste âmbito, e já propôs essa ideia aos parceiros, opinião que foi bem acolhida. O formato é que será diferente e poderá ser do tipo associação.

Ecovia Santo Isidoro (3).jpg

Criada em 2008, a Polis Litoral Norte tinha o fim anunciado para 2013. Se assim tivesse sido, Caminha em nada beneficiaria do projeto, já que na altura do fim previsto as obras no concelho eram zero. Mas a Polis não terminou na data prevista e assim foi possível ao novo Executivo preparar e executar vários projetos. Há neste momento 12 ações concluídas e uma em fase de conclusão, num investimento de quase cinco milhões de euros. Há um projeto que irá ainda continuar no pós-Polis, um armazém de aprestos em Caminha, que dará resposta às necessidades e anseios da classe piscatória. 

Foram assim doze as ações concretizadas: recuperação e proteção dos sistemas dunares em Caminha; proteção e reforço da frente costeira da Praia de Moledo; reforço e proteção dos sistemas dunares e renaturalização das áreas naturais degradadas - Foz do Rio Âncora; proteção e reabilitação do sistema costeiro entre a foz do Rio Âncora e o Forte do Cão; Infraestruturas associadas à utilização da Praia da Gelfa; Fornecimento e execução das bases de pavimento subjacente às grelhas de enrelvamento e preenchimento dos respetivos alvéolos; proteção, reabilitação e reforço do cordão dunar entre o Camarido e Moledo; modernização do Cais do Pescadores em Caminha; Ecovia do Litoral Norte – empreitada de construção de Infraestruturas verdes do Rio Âncora e Recuperação do pontão flutuante da foz do Rio Minho. A terminar está a empreitada de alimentação artificial, proteção e reabilitação do sistema costeiro natural da Duna dos Caldeirões. São 4,834 milhões de euros de investimento no total, de que o concelho beneficiou apenas a partir de 2013.

Os arrumos e aprestos vão ainda complementar o investimento, a cargo da Docapesca e MAR2020.    

Conforme informou Miguel Alves, na última reunião do Executivo, os municípios envolvidos (Caminha, Viana do Castelo e Esposende) não queriam o término da Polis, mas acabou por se chegar a um consenso, tendo já sido sensibilizado o Governo sobre a importância da continuidade do projeto que está subjacente. Com um balanço claramente positivo, o concelho de Caminha não quer ficar por aqui e Miguel Alves garante que os três municípios pretendem continuar a trabalhar em conjunto, provavelmente sob a forma de associação, tema que será retomado pelos parceiros em breve.

Infraestruturas associadas à Praia da Gelfa (3).j

intervenção praia Moledo (1).jpg

Passeio Francisco Sampaio (3).jpg

Proteção e reabilitação do sistema costeiro en

alimentação artificial, proteção e reabilitaç

Cais da Rua.jpg

Ecovia Moledo _ Vila Praia de Âncora (3).jpg

VILA PRAIA DE ÂNCORA JÁ TEM SKATE PARK

Está formalmente aberto o novo Skate Park do concelho de Caminha. Fica no Campo do Castelo, em Vila Praia de Âncora, na marginal da Vila, com o mar como vizinho mais próximo. São 700 metros quadrados de uma estrutura em que o Município privilegiou a qualidade e a orientação dos especialistas e o resultado está à vista - é um dos melhores parques do Norte e do próprio país e foram muitos os que acorreram hoje à Vila, para testemunhar e experimentar a estrutura.

skaatecaminha (1).jpg

Conforme destacou o presidente da Câmara, Miguel Alves, o resultado corresponde àquilo que foi a preocupação do Município na preparação e construção do equipamento: "quisemos que esta fosse uma boa estrutura, de qualidade, para quem gosta de andar de bicicleta, de patins em linha, de skate. Não foi nosso propósito fazer qualquer coisa, um pequeno apontamento para os mais jovens, não é isso, é uma estrutura realmente de qualidade". 

Miguel Alves disse ainda que este é um investimento que vale cada cêntimo, "porque é dirigido à população mais nova. Temos aqui uma das melhores pistas do Norte e do país,  são 700 m2 de adrenalina, de grande qualidade. Hoje já vimos gente de fora", e o Skate Park é isso mesmo, uma forma de atrair também gente a Vila Praia de Âncora e ao concelho.

O próximo passo será a iluminação noturna, iluminação fotovoltaica que permitirá a utilização durante um período mais alargado. "O concelho merece e a Vila merece. Agora o espaço é vosso, a chave é entregue a cada um de vocês", concluiu o Presidente da Câmara de Caminha.

João Sales, da Wasteland, a empresa especializada na construção de Skate Parques que "assina" o novo parque de Vila Praia de Âncora, tinha, entretanto, explicado a inspiração da estrutura que, como frisou, desenvolve capacidades físicas, motoras e intelectuais. Neste caso, estando "numa terra que vive do mar, da pesca, foi nesse contexto que inserimos o Skate Park. A inspiração foram também as piscinas californianas, com uma espécie de fosso ao fundo, "fizemos as curvas e imitamos as ondulações do mar, e introduzimos elementos de rua, os muretes, corrimões, passeios, para criar hábitos de vida saudáveis, para trazer as crianças ao convívio, atrair jovens (...) para saber cair e levantar, são lições que levamos para a vida".

Dois skaters profissionais e um DJ animaram a inauguração do novo Skate Park, uma obra realizada pelo Município de Caminha, cujo investimento ultrapassa os 140 mil euros, cofinanciado pelo Norte 2020 (FEDER). Está preparado para a prática de skate, bem como modalidades de BMX e patins “In-line”. Construído em betão armado in situ, contempla sete obstáculos/rampas e permite uma lotação de 25 utilizadores em simultâneo.

skaatecaminha (2).jpg

skaatecaminha (3).jpg

skaatecaminha (4).jpg

skaatecaminha (5).jpg

skaatecaminha (6).jpg

skaatecaminha (7).jpg

VILA PRAIA DE ÂNCORA INAUGURA SKATE PARK

Dois skaters profissionais e um DJ vão animar a inauguração do novo Skate Park do concelho, em plena marginal de Vila Praia de Âncora, no próximo sábado, dia 18 de dezembro, pelas 11h00. A obra realizada pelo Município de Caminha, cujo investimento ultrapassa os 140 mil euros, vem dotar o concelho de uma estrutura desportiva preparada para receber provas regionais e nacionais.

266989212_4564101980310962_8445923070985988622_n.j

SKATERS PROFISSIONAIS TOMÁS LOPES E ADRIANO ALVES E DJ PEDRO NEVES NA INAUGURAÇÃO DO SKATE PARK EM VILA PRAIA DE ÂNCORA

Sábado, dia 18 de dezembro, pelas 11h00

Dois skaters profissionais e um DJ vão animar a inauguração do novo Skate Park do concelho, em plena marginal de Vila Praia de Âncora, no próximo sábado, dia 18 de dezembro, pelas 11h00. A obra realizada pelo Município de Caminha, cujo investimento ultrapassa os 140 mil euros, vem dotar o concelho de uma estrutura desportiva preparada para receber provas regionais e nacionais.

skate park (1).jpg

Com o mar como fundo, a escassos metros da praia de Vila Praia de Âncora e do Forte da Lagarteira, o Skate Park dispõe de uma localização excepcional e está preparado para a prática de skate, bem como modalidades de BMX e patins “In-line”.

O Município de Caminha quer fomentar e incentivar o espírito desportivo, potenciar estilos de vida saudáveis e alargar a oferta de locais de lazer para os jovens do concelho. Por isso, e para que o início do funcionamento da estrutura seja o melhor e se traduza numa festa do desporto, convidou os skaters Tomás Lopes e Adriano Alves, nomes conhecidos da modalidade, cujas presenças estão confirmadas. Para animar a manhã estará também no recinto o DJ Pedro Neves.

Em causa, como referimos, está um investimento de mais de 140 mil euros, cofinanciado pelo Norte 2020 (FEDER). O Skate Park nasceu numa parcela do terreno existente no topo norte da zona de aprestos do porto de pesca de Vila Praia de Âncora. É composto por elementos moldados e construídos em betão armado in situ, contempla 7 obstáculos/rampas e permite uma lotação de 25 utilizadores em simultâneo.

skate park (2).jpg