Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VILA NOVA DE GAIA VIU DESFILAR O TRAJE TRADICIONAL PORTUGUÊS - UMA GRANDIOSA MANIFESTAÇÃO ORGANIZADA PELA FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS

XXIV Desfile Nacional do Traje Popular Português

Vila Nova de Gaia assistiu a uma grandiosa manifestação da etnografia popular portuguesa.

7E0A8902.jpg

No passado dia 14 de setembro, o Cais de Gaia serviu de cenário natural a um magnifico desfile que, ultrapassando os 1400 participantes, representou os mais variados temas do trajar português.

De norte a sul do país, todas as regiões etnográficas, com exceção dos Açores, se fizeram representar resultando numa mostra de cores e expressões da mais profunda forma de ser português. 

Das comunidades portuguesas da diáspora, estiveram presentes algumas representações, destacando a Casa de Portugal em Andorra e o Rancho Folclórico e Etnográfico Alma Lusa, vindo do Brasil.

Valorizar o nosso trabalho é, também, valorizar os grupos de folclore e todo o seu esforço abnegado em torno da salvaguarda das nossas matrizes identitárias e da nossa memória coletiva.   

Esta edição contou com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e da Fundação Inatel e, pela primeira vez, com a presença de uma delegação do gabinete da Sra. Ministra da Cultura.

A direção da Federação do Folclore Português agradece o empenho e dedicação de todos os intervenientes. 

7E0A8815.jpg

7E0A8817.jpeg

7E0A8852.jpeg

7E0A8884.jpg

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS REALIZA HOJE DESFILE NACIONAL DO TRAJE EM VILA NOVA DE GAIA

A Federação do Folclore Português fará acontecer mais uma edição do Desfile Nacional do Traje Popular Português, no Cais de Gaia - Vila Nova de Gaia, hoje, dia 14 de setembro de 2019.

70752504_1308015236046141_8769069246895357952_n.jpg

O Cais de Gaia servirá para um grandioso desfile a decorrer numa passerele com 30 metros, dando relevo e destaque a um dos elementos portugueses com maior significado.

Edição após edição, o número de participantes tem vindo a aumentar e este ano contamos com mais de 1400 folcloristas a desfilar, sendo que, serão incluindo novos quadros e algumas surpresas que até ao dia do Desfile irão sendo reveladas.

Estarão presentes todas as regiões etnográficas, com exceção dos Açores.

Das Comunidades Portuguesas da diáspora, estarão também presentes algumas representações, destacando a Casa de Portugal em Andorra e o Grupo Folclórico Alma Lusa, vindo do Brasil.

Esta edição conta com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e da Fundação Inatel e contará com a presença de uma delegação do gabinete da Sra. Ministra da Cultura.

IMPRENSA DE ANDORRA DESTACA VINDA A PORTUGAL DO GRUPO DE FOLCLORE CASA DE PORTUGAL PARA PARTICIPAR NO DESFILE DO TRAJE

D’Andorra a Portugal per representar el vestit tradicional

El proper dissabte 14 de setembre tindrà lloc a la ciutat portuguesa de Vila Nova de Gaia la 24ª edició de la desfilada del vestit tradicional portuguès i el Principat d’Andorra marcarà presència a càrrec dels membres del Grup de Folklore ‘Casa de Portugal’.

portugalandorra.jpg

Des d’Andorra, per segon any consecutiu, viatjaran 9 membres que participaran a la mostra integrada per 1418 folkloristes de tot el país, una organització de Federació de Folklore Portuguès i a banda de la delegació andorrana a nivell exterior també es desplaçarà una parella del Brasil.

La delegació del Grup de Folklore ‘Casa de Portugal’, dins les diferents temàtiques del vestit tradicional (infància, treball, riu i mar, dol, fira, casament, festa), participarà amb el vestit tradicional de treball, d’anar al mercat i de festa de la regió de l’Alt Minyo, amb els corresponents atrezzos.

El moll del riu Duero, just davant de la Ciutat d’Oporto, serà el punt de trobada emblemàtic per gaudir amb millers d’assistents, de la desfilada dels vestits regionals sobre la “passerelle”.

El Grup inicia d’aquesta forma la temporada 2019-2020 amb iniciatives ja programades com les participacions, a l’octubre en un Festival a Valladolid i una nova edició de la Fira de Cultures integrada a la Fira d’Andorra la Vella.

Capturarandorrajornal.PNG

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS REALIZA DESFILE NACIONAL DO TRAJE EM VILA NOVA DE GAIA

A Federação do Folclore Português fará acontecer mais uma edição do Desfile Nacional do Traje Popular Português, no Cais de Gaia - Vila Nova de Gaia, no dia 14 de setembro de 2019.

70752504_1308015236046141_8769069246895357952_n.jpg

O Cais de Gaia servirá para um grandioso desfile a decorrer numa passerele com 30 metros, dando relevo e destaque a um dos elementos portugueses com maior significado.

Edição após edição, o número de participantes tem vindo a aumentar e este ano contamos com mais de 1400 folcloristas a desfilar, sendo que, serão incluindo novos quadros e algumas surpresas que até ao dia do Desfile irão sendo reveladas.

Estarão presentes todas as regiões etnográficas, com exceção dos Açores.

Das Comunidades Portuguesas da diáspora, estarão também presentes algumas representações, destacando a Casa de Portugal em Andorra e o Grupo Folclórico Alma Lusa, vindo do Brasil.

Esta edição conta com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e da Fundação Inatel e contará com a presença de uma delegação do gabinete da Sra. Ministra da Cultura.

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS REALIZA DESFILE NACIONAL DO TRAJE EM VILA NOVA DE GAIA

A Federação do Folclore Português fará acontecer mais uma edição do Desfile Nacional do Traje Popular Português, no Cais de Gaia - Vila Nova de Gaia, no dia 14 de setembro de 2019.

70752504_1308015236046141_8769069246895357952_n.jpg

O Cais de Gaia servirá para um grandioso desfile a decorrer numa passerele com 30 metros, dando relevo e destaque a um dos elementos portugueses com maior significado.

Edição após edição, o número de participantes tem vindo a aumentar e este ano contamos com mais de 1400 folcloristas a desfilar, sendo que, serão incluindo novos quadros e algumas surpresas que até ao dia do Desfile irão sendo reveladas.

Estarão presentes todas as regiões etnográficas, com exceção dos Açores.

Das Comunidades Portuguesas da diáspora, estarão também presentes algumas representações, destacando a Casa de Portugal em Andorra e o Grupo Folclórico Alma Lusa, vindo do Brasil.

Esta edição conta com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e da Fundação Inatel e contará com a presença de uma delegação do gabinete da Sra. Ministra da Cultura.

INAUGURAÇÃO DO PÓLO DO BRAGA DA BIENAL DE GAIA FOI UM SUCESSO!

A BIENAL INTERNACIONAL DE ARTE DE GAIA, na sua terceira edição, é já um marco no panorama artístico nacional e internacional. Com uma história mais recente do que outras iniciativas semelhantes, a Bienal de Gaia afirma-se já como uma das maiores em número de artistas e de obras expostas, mas sobretudo, na qualidade que seleciona e apresenta. Não é de estranhar esta rápida afirmação no panorama nacional e internacional, porque, por trás desta organização está a Cooperativa de Artistas de Gaia, a maior associação constituída exclusivamente por artistas (com currículo e trabalhos apresentados a um júri de admissão) do país, essa sim, com um longo e prestigiado histórico.

Bragagagagagagag (3).jpg

Consciente de que não se deve confinar a um evento local e com o intuito de criar mais laços entre artistas e públicos, a Bienal Internacional de Arte de Gaia tem-se expandido por vários concelhos com a criação de polos.

Bienal de causas, a Bienal de Gaia reforça esta ideia de encontro, porque as causas só ganham voz no encontro, no diálogo aberto, no espaço público.

Mais, a criação do Polo de Braga, sob a curadoria de Teresa Ricca, para além de trazer à Casa dos Crivos duas dezenas de artistas selecionados, convidou artistas/valores locais tornando a exposição num evento do mais alto significado para a cidade de Braga.

Bragagagagagagag (1).jpg

O Polo de Braga, na Casa dos Crivos, abre também uma porta entre as duas instituições, permitindo um alargamento a futuras iniciativas que tanto podem trazer à cidade grandes nomes da arte contemporânea como alargar caminhos para os artistas bracarenses. Vila Nova de Gaia acolhe o maior número de exposições, quer temáticas quer de grandes causas. Ao propor a criação do Polo de Braga, a 3ª Bienal Internacional de Arte de Gaia, dirigida pelo Dr. Agostinho Santos, está a levar mais longe e a mais públicos a arte.

A participação da Tuna da Universidade do Minho e o clima de convívio gerado por cerca de uma centena de artistas e convidados na sessão de abertura, fizeram da inauguração um momento marcante na vida cultural da cidade de Braga.

Bragagagagagagag (2).jpg

Bragagagagagagag (4).jpg

Bragagagagagagag (5).jpg

Bragagagagagagag (6).jpg

Bragagagagagagag (7).jpg

Bragagagagagagag (8).jpg

Bragagagagagagag (9).jpg

GÉRALD BLONCOURT HOMENAGEADO NO FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOTOGRAFIA DE AVINTES

O início do presente mês de fevereiro assinalou o arranque da 6.ª edição do iNstantes – Festival Internacional de Fotografia de Avintes, um dos eventos culturais mais importantes de Portugal que decorre até 3 de março.

1-Conferência Gérald Bloncourt.JPG

A contar da direita, o historiador Daniel Bastos, acompanhado do fotógrafo Pereira Lopes, organizador do festival iNstantes, no decurso da conferência da homenagem a Gérald Bloncourt

 

Enriquecendo-se com diversas propostas dentro do mundo da fotografia artística, conceptual e de autor, a iniciativa cultural promove este ano 26 exposições de fotógrafos de 11 países (Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia, França, Suíça, Grécia, Roménia, Haiti, Indonésia e Macau).

No conjunto dos trabalhos patentes, destaca-se a exposição “O Olhar de Compromisso com os Filhos dos Grandes Descobridores”, do fotógrafo Gérald Bloncourt, um dos grandes nomes da fotografia humanista, recentemente falecido em Paris, e cujas imagens imortalizam a história da emigração portuguesa para França.

No decurso da programação do festival, o trabalho e percurso de vida do fotógrafo franco-haitiano, que nas Comemorações do 10 de Junho de 2016 em Paris recebeu do Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, a ordem de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, foi no dia 8 de fevereiro homenageado através de uma conferência proferida pelo historiador Daniel Bastos. O investigador da nova geração de historiadores lusos, caraterizou Gérald Bloncourt como “uma personalidade ímpar que durante várias décadas do séc. XX fotografou a vida dos descendentes dos grandes descobridores do mundo, em França e em Portugal. Um homem que amou e honrou os portugueses”.

Refira-se, que o historiador cujo percurso tem sido alicerçado no seio das comunidades portuguesas, e que em 2016 lançou o livro sobre a emigração portuguesa em França a partir do espólio de Gérald Bloncourt, está neste momento a ultimar uma nova obra sobre o consagrado fotógrafo dedicado a um outro período marcante da história contemporânea portuguesa. Designadamente a Revolução de Abril de 1974 da qual Bloncourt foi um espectador privilegiado, e cujas imagens praticamente inéditas revisitam a génese da democracia portuguesa, estando o lançamento oficial marcado para abril e maio deste ano no território nacional e lusófono.

2-Cartaz.jpg

VILA VERDE NAMORA NO CAIS DE GAIA

Mês do Romance. O Cais de Gaia apaixonou-se pelos sentimentos e afetos da marca Namorar Portugal!

Os sentimentos e afetos dos produtos inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados da tradição vilaverdense já estão a conquistar corações no Cais de Gaia. O Mês do Romance continua a percorrer alguns dos mais emblemáticos pontos turístico-culturais do país e chegou este fim de semana, 26 e 27 de janeiro, pela primeira vez a Vila Nova de Gaia.

DSC_0089.JPG

Durante os dois dias, a marca territorial do Município de Vila Verde brinda habitantes locais e turistas com um leque diversificado de atividades. Workshops, espetáculos musicais, exposição de produtos Namorar Portugal, mostras temáticas… Tudo com entrada gratuita. O espaço abriu as portas ao público durante a manhã de hoje (11h00) e estará à disposição dos visitantes até às 20h00. Amanhã, 27 de janeiro, abre às 10h00 e encerra às 19h00.

DSC_0021.JPG

A enorme tenda instalada à beira-Douro é um regalo para a vista. Ao centro, um comprido corredor é dedicado a uma exposição de produtos Namorar Portugal e vários elementos da tradição vilaverdense, numa aposta contínua de promoção da genuína cultura local. Numa das pontas, uma mostra relativa ao ciclo do linho, com as alfaias utilizadas tradicionalmente no processamento da planta da qual se extraem as fibras para os panos de linho em que se bordavam os Lenços. Na outra, o palco que ao longo dos dois dias vai receber diferentes espetáculos de música ao vivo. Em redor, os vários stands de produtos Namorar Portugal.

Visitantes de várias nacionalidades iam percorrendo os stands para conhecer melhor, provar e adquirir os mais diversificados produtos (artesanato, calçado, vestuário, acessórios de moda, agroalimentares, merchandising…). Tudo isto sob um teto encantador coberto por guarda-chuvas coloridos.

DSC_0252.JPG

Como amor com amor se paga, os afetos da tradição minhota estão a despertar paixões na cidade gaiense e o proprietário do espaço, Carlos Ferreira, não perdeu tempo antes de lançar o repto ao Município de Vila Verde: “Fico muito contente, espero que este seja o primeiro de muitos anos e que no próximo ano seja em Gaia a abertura do Mês do Romance. Muito obrigado por aceitarem o desafio que vos propus e votos de grande sucesso”. Declarações durante a sessão de abertura da ‘Iniciativa Namorar Portugal no coração do Cais de Gaia’, que decorreu durante a manhã de hoje, 26 de janeiro.  

Durante a manhã, tempo também para a apresentação da nova linha Namorar Portugal da Namorarte – Sapatos Namorar Portugal, com propostas “ainda mais extravagantes”, em que a utilização do veludo (em alguns casos) e a colaboração de um artista plástico (noutros casos) se revelaram as principais novidades. A cerimónia foi abrilhantada pela voz afinada da pequena Luana que cantou e encantou a plateia.

DSC_0620.JPG

O vereador do Município de Vila Nova de Gaia Valentim Miranda também marcou presença na cerimónia e deixou rasgados elogios ao projeto. “A marca Namorar Portugal é algo importante. traz romance ao Cais de Gaia e a Vila Nova de Gaia, que é uma cidade que está na moda. O Mês do Romance é uma iniciativa altamente valorizada que vai certamente ter sucesso por onde passar”, referiu, sublinhando que há vantagens a vários níveis. “Além da importância económica, divulgam o grande valor dos produtos que a vossa terra tem para oferecer à comunidade. Parabéns!”, frisou.

Territórios complementares – A união faz força!

Por sua vez, o presidente do Município de Vila Verde começou por devolver os imensos elogios que havia acabado de receber. “É um prazer estar em Gaia, uma cidade que todos conhecemos pela qualidade que oferece a quem visita. Esta iniciativa representa uma grande oportunidade para a marca Namorar Portugal”, afirmou António Vilela, estendendo os cumprimentos a “todos os parceiros Namorar Portugal, pela enorme criatividade que demonstram e que se reflete no lançamento de dezenas novas linhas de produtos Namorar Portugal todos os anos”.

A marca territorial de Vila Verde conta já com um total de 70 parceiros (produtores) de vários pontos do país e milhares de produtos no mercado, prosseguiu o edil, reforçando que o conceito da marca Namorar Portugal encaixa na estratégia desenvolvida para a região do Rio Douro: “Estamos a valorizar o nosso território e a nossa cultura, transformando.os em âncoras para o desenvolvimento e para o crescimento”. Por outro lado, são complementares. Vila Nova de Gaia é um território urbano, o terceiro maior concelho do país, e Vila Verde um território com características mais rurais. Esta complementaridade é fundamental para o desenvolvimento turístico da região como um todo”.

“Um local tão bonito, um espaço magnífico”, foi assim que a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde descreveu o Cais de Gaia. Júlia Fernandes continuou sublinhando o crescimento exponencial de uma marca que conta já com “mais de cinco mil produtos no mercado, em várias áreas de negócio, todos com o denominador comum de se inspirarem se nos motivos dos Lenços de Namorados e transmitirem as mensagens de amor que tantos nos inspiram”.

O Mês do Romance prossegue até ao próximo dia 03 de março com iniciativas diárias distribuídas um pouco por todo o país e com maior incidência no concelho de Vila Verde. Workshops, saraus, música, poesia, dança, desfiles de moda, atividades de natureza, apresentação de novos Produtos Namorar Portugal… “Tentámos criar um programa rico e diversificado para ir ao encontro de todos os gostos e faixas etárias”, rematou Júlia Fernandes.

DSC_0729.JPG

DSC_0742.JPG

DSC_0783.JPG

VILA VERDE NAMORA PORTUGAL

26 e 27 janeiro.  Vamos Namorar Portugal no Coração do Cais de Gaia!

Workshops, espetáculos musicais, exposição de produtos Namorar Portugal, mostras temáticas… Tudo com entrada gratuita. A programação Fevereiro Mês do Romance começa a percorrer alguns dos mais emblemáticos pontos turístico-culturais do país e chega este ano pela primeira vez ao Cais de Vila Nova de Gaia. Uma zona de uma imensa riqueza histórica e grande procura turística que, à semelhança da marca Namorar Portugal, alia a tradição à modernidade de forma harmoniosa. A iniciativa intitulada ‘Namorar Portugal no Coração do Cais de Gaia’ decorre no fim de semana de 26 e 27 de janeiro, nas instalações do Empreendimento Cais de Gaia. A abertura e inauguração estão agendadas para as 11h00, do dia 26 de janeiro.

Namorar Portugal no coração do Cais de Gaia com horários.jpg

Toda a população está convidada a viver dois dias intensos, repletos de magia e de amor com um conjunto de atividades que, certamente, vão despertar a atenção e o interesse dos visitantes. Vila Nova de Gaia recebe pela primeira vez uma coleção Namorar Portugal, que vai contar com vários elementos ligados ao artesanato, acessórios de moda, calçado, decoração, merchandising e gourmet, entre outras.

Uma aliança entre modernidade e tradição

Os visitantes não se limitam a assistir e podem aprender in loco os segredos por trás da criação dos produtos inspirados nas escritas de amor da tradição do Minho. Produtores Namorar Portugal de diferentes áreas estarão no local para ensinar a sua arte, de forma totalmente gratuita. Destaque também para a matéria prima onde as mulheres minhotas em idade de namoro bordavam os seus sentimentos, o linho. Da sementeira à colheita, os interessados podem ficar a conhecer todo o processo de produção da planta da qual se extraem as fibras para criar os lenços brancos que serão posteriormente adornados com belos bordados.

As alfaias agrícolas, os trajes de outrora, as lembranças de quem semeou e ainda semeia a planta… Os saberes do mundo rural no coração da cidade. Uma atmosfera de amor e romance, tradição e cultura, que se torna ainda mais intensa com a magia dos espetáculos de música ao vivo. Não vai faltar animação musical para tornar o evento ainda mais dinâmico e com muito boas energias.

A programação mais romântica do país

A iniciativa ‘Namorar Portugal no Coração do Cais de Gaia’ está inserida na vasta programação turístico-cultural Fevereiro Mês do Romance, do Município de Vila Verde. De 25 de janeiro a 03 de março, durante 38 dias consecutivos, sucedem-se iniciativas dedicadas a esse sentimento que faz os corações palpitarem a galope e se rege por “razões que a própria razão desconhece”. Dos desfiles de moda aos espetáculos musicais, dos workshops às atividades desportivas, passando pelos saraus culturais, atividades de natureza e pelo lançamento de novos produtos da marca Namorar Portugal são mais de uma centena de iniciativas inspiradas nos sentimentos e afetos dos Lenços de Namorados.

VIEIRA DO MINHO PARTICIPA EM SEMINÁRIO SOBRE TURISMO

Vieira do Minho no Seminário: Turismo de Backpackers, Realidades e Desafios.

Vieira do Minho esteve presente, esta semana, no Seminário: Turismo de Backpackers, Realidades e Desafios, organizado pelo ISPGAYA, Instituto Superior Politécnico Gaya, no Parque Biológico de Vila Nova de Gaia.

seminário1

Este evento foi uma oportunidade para todos os interessados em adquirirem mais conhecimentos sobre esta temática, um momento de partilha de experiências e troca de informação entre os participantes.

A iniciativa contou com várias palestras, uma das quais apresentadas pelo Eng. Abílio Vilaça e o Dr. Nuno Dias da APEXTOUR e IFCTS. Nas suas intervenções, os oradores apresentaram o caso de Vieira do Minho enquanto destino ideal para os turistas que procuram um contato direto com a natureza e com a cultura local dos concelhos do interior. Estes, referiram ainda que Vieira do Minho é um território, pela sua oferta turística e características, capaz de se impor como destino privilegiado dos backpackers e com grande potencial neste nicho mercado.

Ainda no âmbito da sua participação, Vieira do Minho dinamizou uma mostra das potencialidades turísticas do concelho, proporcionando um intercâmbio entre os vários profissionais do turismo presentes na iniciativa e que serviu ainda como meio de promoção turística.

MAREANTES DO RIO DOURO ABRILHANTAM FOLKLOURES’18

Os Mareantes do Rio Douro vão participar na próxima edição do FolkLoures’18

Com cerca de 300 anos de existência, a Associação recreativa “OS MAREANTES DO RIO DOURO”, Grupo Internacional, com sede em Vila Nova de Gaia, tem de geração em geração mantido a tradição de Festeiros ao São Gonçalo, primeira festa do ano que se realiza a 10 de Janeiro, percorrendo as ruas da cidade, desde a zona ribeirinha até à Igreja de Mafamude.

58239_123432694492647_834286968_n

O seu grupo é composto por cerca de 50 homens, mais seus patronos (dois Mordomos que transportam as imagens de São Gonçalo e São Cristóvão e um terceiro que encarna a figura de São Roque), com participação em quase todos os Festivais Internacionais de Folclore que se realizam no país.

O seu Grupo de bombos abrilhanta as mais diversas romarias e tem-se deslocado várias vezes ao estrangeiro.

Capturarfolk

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS ORGANIZA FEIRA TRADICIONAL E POPULAR EM VILA NOVA DE GAIA

XXII Feira Tradicional e Popular. 05 e 06 de Maio. Arcozelo - Vila Nova de Gaia

A Federação do Folclore Português fará de novo acontecer a Feira Tradicional e Popular, nos próximos dias 5 e 6 de Maio.

Nesta edição a FFP dividirá a Feira em três espaços:

praça de alimentação, que terá inspiração tradicional sem propósitos de reconstituição. Poderá passar o dia connosco e comodamente almoçar/jantar no recinto.

A área de jogos tradicionais, onde participantes e visitantes poderão ver e tomar parte num conjunto de jogos tradicionais;

E a área de representação que será o coração de todo o projeto, com uma programação cultural de representações das feiras d'antanho e os seus vendedores.

A programação cultural da Feira está dividida da seguinte forma

Durante a manhã:

  • Feira Tradicional e Popular
  • Venda ambulante de flores,regueifas, doces, e a tradicional figura da galinheira.
  • Vendedeiras de peixe frito.

Durante a tarde:

  • Feira Tradicional e Popular
  • Vendedeiras de peixe frito
  • Jogos tradicionais como a malha e a vermelhinha
  • Cantadores ao desafio (no sábado, à viola) 
  • Cantigas de cordel
  • Robertos
  • Várias figuras como o amulador, a aguadeira, o cauteleiro, vendedor de peneiras, peixeiras, ciganas a ler a sina, o vendedor da banha da cobra e muitos outros.

Outra das novidades, será a criação de dois momentos de reconstituição (um sábado e outro domingo) onde a área de representação apenas será ocupada por elementos dos Grupos Etnográficos inscritos, sendo que, o público poderá apreciar, do exterior, todo o desenvolver da reconstituição de uma feira.

Deixamos o repto para que todos os folcloristas e curiosos visitem o Parque de Stª. Maria Adelaide, em Arcozelo nos dias 5 e 6 de Maio.

Motivos e novidades não faltam!

image002

CELESTE FERREIRA EXPÕE PINTURA EM BARCELOS

Galeria Municipal expõe obra da artista gaiense Celeste Ferreira 

A Galeria Municipal de Arte apresenta, de 27 de janeiro a 18 de março, a exposição de pintura da artista plástica, Celeste Ferreira. Ao todo são 20 obras de óleo sobre tela e técnica mista sobre papel, repletas de cor, carregadas de um espírito sensível e intimista, onde a figura feminina surge como o elemento central.

As suas pinturas refletem um olhar sobre os outros e as suas histórias, com temas mitológicos, narrativas antigas e histórias novas. Com um espírito sensível e intimista, nas suas telas coloridas, a mulher surge como elemento definidor da sua obra.

Nascida em Vila Nova de Gaia, em 1953, a artista licenciou-se em ensino de Educação Visual pela Escola Superior de Educação de Lisboa e frequentou o curso de Pintura da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa.

Cartaz_Exposição de Pintura de Celeste Ferreia

PEDRO RIBEIRO DE CASTRO É O CANDIDATO DO PAN À CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE GAIA

  • Criar uma rede de transportes públicos ecológicos, bem como passes gratuitos para jovens, famílias numerosas e com descontos para idosos
  • Apostar na implementação ou alargamento nos centros de saúde de especialidades como a saúde oral, a saúde mental e as terapias não convencionais
  • Criar um banco de manuais escolares para os alunos em escolaridade obrigatória e promover práticas de mindfulnessna comunidade escolar
  • Desenvolver e implementar um regulamento municipal de bem-estar animal a par da criação da figura, apartidária, do Provedor dos Animais
  • Integrar o espaço denominado por Vale de S. Paio na Reserva Natural Local Estuário do Douro, requalificando-a

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza lança hoje a sua candidatura às Eleições Autárquicas em Vila Nova de Gaia. Pedro Ribeiro de Castro é o candidato do partido à presidência da Câmara Municipal. Com 50 anos, nasceu no Porto, na Freguesia de Santo Ildefonso, é licenciado em Direito e exerce advocacia em Vila Nova de Gaia. Tem fortes ligações a este concelho, pois é nele que trabalha e sempre viveu.

FotoGrupoGaia.png

Uma cidade do futuro tem de ser uma cidade das pessoas e para ser uma cidade das pessoas, tem de ser uma cidade ambientalmente sustentável. O PAN tem como grande preocupação o impacto das Alterações Climáticas na vida de todos nós, comprometendo-se, por isso, a implementar a curto prazo o Plano de Ação para a Adaptação às Alterações Climáticas, articulando-o com os Objetivos da Agenda para o Desenvolvimento Sustentável. Neste âmbito, uma políticafundamental a desenvolver é a da Mobilidade e Acessibilidade, que não pode continuar a ser implementada em Vila Nova de Gaia apenas sob o prisma da requalificação e ampliação da rede viária.

O PAN entende que é urgente criar uma rede de transportes públicos ecológicos em Vila Nova de Gaia, que priorize o acesso a escolas, hospitais e outros serviços públicos e que permita o transporte de animais de companhia de médio e grande porte; a par disso, devem ser criados passes gratuitos para jovens (até aos 18 anos), passes familiares para famílias numerosas e passes com desconto significativo para pessoas idosas e/ou reformadas. Paralelamente, devem ser criados parques de estacionamento com pagamento integrado nos passes de transporte nas principais vias de acesso à cidade e junto a terminais multimodais. Finalmente, devem ser criadas todas as condições para o aumento do uso da bicicleta e para a pedonalização.

Uma população saudável é seguramente uma população mais feliz. Num concelho tão extenso como o de Vila Nova de Gaia existe indubitavelmente um desnível entre o estado de saúde atual e o estado de saúde desejável. A política da Saúde interage com todas as outras políticas. A saúde envolve o indivíduo, o meio e o estado, daí que deve o município avançar com projetos de combate à pobreza e de promoção das condições de habitação, emprego, alimentação, transportes e espaços de lazer.

O partido quer apostar em medidas de implementação ou alargamento nos centros de saúde de especialidades como a saúde oral, a saúde mental e as terapias não convencionais. Propõe ainda uma sensibilização no que concerne à amamentação em público e ao preconceito que ainda existe, bem como uma atenção à alimentação, principalmente nas cantinas do município, que deve ser o mais saudável possível, introduzindo alimentos biológicos e de origem local.

Outra política que o PAN quer aprofundar em Vila Nova de Gaia é a da Educação e a Cultura. Esta candidatura defende que a qualidade do ensino não se mede apenas pela qualidade das infraestruturas existentes, mas sobretudo pela qualidade da vivência das pessoas nessas mesmas infraestruturas. Por isso, entende que a autarquia deve desde logo garantir, em articulação com o Ministério da Educação, percursos de aprendizagem formal, não formal e informal que previnam o abandono escolar precoce. Paralelamente, é preciso criar em Vila Nova de Gaia um banco de manuais escolares que possam ser emprestados a todos os alunos que frequentam a escolaridade obrigatória.

Ainda em nome da qualidade da vivência das pessoas nas escolas do nosso concelho, tem de ser promovido junto de alunos, professores e auxiliares o acesso a práticas de mindfulness, no sentido de fomentar a concentração e o pacifismo. E como a mente sã exige um corpo são, a autarquia deve fazer aplicar a lei recentemente aprovada da obrigatoriedade da opção vegetariana nas cantinas escolares. 

Finalmente, durante a época de férias escolares, a autarquia tem de proporcionar ateliês de tempos livres para crianças e jovens, associando o lazer ao voluntariado em áreas de proteção da natureza, dos animais e do apoio a pessoas idosas.

Nas sociedades contemporâneas, a Proteção, Saúde e Bem-estar Animal têm vindo a assumir um destaque cada vez maior, tanto a nível social, como no âmbito legislativo. Esta situação coloca às autarquias um novo desafio.

Seja no domínio dos animais de companhia, dos animais errantes ou abandonados, da fauna local ou dos animais utilizados nas diferentes áreas de entretenimento ou com fins económicos, existe uma série de competências, orientadas por princípios integradores do respeito pelos animais, que devem ser, desde logo, exercidas. Torna-se imperativo combater de forma eficaz não só fenómenos como o abandono, os maus-tratos, a reprodução descontrolada de animais de companhia, mas também a falta de condições de alojamentos em que muitos animais se encontram.

Simultaneamente, a autarquia de Vila Nova de Gaia deve tomar medidas no sentido de desencorajar a detenção de animais selvagens ou exóticos, bem como banir todas as formas de entretenimento que utilizem animais, desde a atividade circense até às tradicionais matanças do porco.

Primordial será desenvolver e implementar um regulamento municipal que discipline a detenção de animais, reforçar a fiscalização e promover uma maior articulação entre os diferentes interlocutores que atuam no terreno, incluir a proteção animal nos programas educativos das escolas e realizar ações de sensibilização da população para uma detenção responsável. Ações de esterilização dos animais detidos, de adoção e de detenção responsável devem ser tomadas como prioritárias.

Deve, pois, a autarquia apostar forte na educação e nas ações de sensibilização, munindo-se de meios humanos e infraestruturas adequadas e que lhe permitam, de forma eficaz, dar resposta às exigências da proteção animal.

Para o PAN, a Sustentabilidade e o Planeamento Ambiental são matéria de grande importância em virtude da sua interferência direta em setores tão vitais como água, saúde, energia, transportes, turismo, alimentação, recursos naturais ou ecossistemas.

Nesse sentido, o partido propõe que o poder local e a população em geral assumam o compromisso de conservar a biodiversidade e inverter o mais possível a sua perda. Torna-se imperativo incrementar as áreas verdes, bem como preservar as áreas naturais já existentes no concelho, quer em termos de proteção da biodiversidade, quer em termos de proteção da própria paisagem. Para tanto, é fulcral que a autarquia cumpra de forma sistemática o Plano de Ação Local para a Biodiversidade previsto na Agenda 21.

Para o candidato à Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, Pedro Ribeiro de Castro, uma medida corajosa tem de ser tomada: “O projeto de construção do Parque de Vale de São Paio tem de ser cancelado. O Vale de São Paio deve ser integrado na Reserva Natural Local do Estuário do Douro (RNLED), requalificando-a, aproveitando o potencial ecoturístico que possui em termos ornitológicos, sem pôr obviamente em causa o direito das populações locais”.

Pedro Ribeiro de Castro, 50 anos, nasceu no Porto, na Freguesia de Santo Ildefonso, é licenciado em Direito e exerce advocacia em Vila Nova de Gaia.

Tem fortes ligações a este concelho, pois é nele que trabalha e sempre viveu.

Desde muito novo denotou fortes preocupações de índole social e ambiental, sendo que o bem-estar dos animais, em geral, é também uma das causas que abraça.

Por se sentir capaz de promover, com trabalho e dedicação, uma sociedade mais justa e equitativa para todos, as grandes questões relacionadas com a empregabilidade jovem, a inclusão social, a preservação ambiental e dos ecossistemas e, sem dúvida, a causa animal são a sua prioridade.

Filiou-se no PAN em 2015 onde ativamente se esforça por sensibilizar, pela positiva, as pessoas para os grandes desafios que hoje se colocam à humanidade em termos de sustentabilidade do planeta.

Considerando ser a empatia uma das características fundamentais que devem existir no ser humano, dedica-se simultaneamente à luta contra todo o tipo de preconceito existente nas sociedades modernas, nomeadamente a homofobia e a desigualdade de género.

AMARES DIVULGA FESTIVAL DAS PAPAS DE SARRABULHO

O Festival de Papas de Sarrabulho de Amares vai sair à rua para abrir o apetite para aquela que será a 15ª edição deste certame têm vindo a cativar, anualmente, milhares de visitantes, entre amarenses e forasteiros, vindos dos pontos mais diversos e longínquos, para a degustação deste legendário prato.

A primeira ação promocional decorre já este sábado, a partir das 15h00, em Vila Nova de Gaia.

Post      ações geral.jpg

Post      ações_1.jpg

REBENTO DA VIDEIRA MAIS ANTIGA DO MUNDO SERÁ PLANTADO EM GAIA

PORTUCALENSE ACOLHE CONFERÊNCIA INTERNACIONAL WINE&VINE, UMA ESTREIA NO PORTO

O rebento da videira mais antiga do mundo tem cerca de 400 anos e vem da Eslovénia para ser plantado em Portugal, no Parque Biológico de Gaia, no âmbito da conferência Internacional Wine&Vine, organizada pela Universidade Portucalense em parceria com a Universidade de Maribor e promovida pelo Instituto Jurídico Portucalense.

O objetivo do evento, que irá juntar investigadores de várias partes do mundo, é envolver participantes em torno de um debate sobre os desafios que o setor vinícola enfrenta, como a desaceleração da economia global, o desenvolvimento sustentável e ainda o aparecimento de novos países produtores.

“É premente estudar a cultura do Vinho, uma vez que o setor tem um peso relevante no valor da produção agrícola da maioria dos Estados Membros da União Europeia. A UE lidera no mercado mundial do vinho em 45% de área total, de produção e consumo em 60% cada e ainda de comércio internacional, importação e exportação”, salienta José Caramelo Gomes, Presidente do Instituto Jurídico Portucalense, (IJP).

Dos vários Investigadores Internacionais, destacam-se três representantes da cidade eslovena de Maribor, Zan Oplotnik (Vice Reitor da Universidade de Maribor), Vesna Rijavec (Diretor da Faculdade de Direito) e Tomaz Kerestes (Vice Diretor da Faculdade de Direito).

A conferência que decorre nos dias 10 e 11 de novembro na UPT, é aberta ao público e conta com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), da Lex - Localis Press, da Universidade eslovena de Maribor e do Município de Vila Nova de Gaia

A Universidade Portucalense Infante D. Henrique (UPT) é um estabelecimento de ensino superior cooperativo que iniciou a sua atividade em 1986.

A UPT funciona exclusivamente na cidade do Porto, no pólo Universitário da Asprela, ministrando cursos nas nove áreas seguintes: Direito, Economia, Gestão, Informática, Psicologia, Educação, Turismo e Hospitalidade, Património e Cultura, e Relações Internacionais

ARTISTAS DE GAIA EXPÕEM EM BARCELOS

Ondas da Bienal de Gaia invadem Barcelos. Dia 5 de novembro, às 17h, na Galeria Municipal de Arte

A Galeria Municipal de Arte recebe no próximo sábado, dia 5 de novembro, às 17h, a exposição coletiva de artes plásticas “Onda Bienal em Barcelos”. Um projeto que engloba o trabalho de quarenta e oito artistas plásticos e que escolheu Barcelos como ponto de paragem obrigatória.

Depois do sucesso da 1ª Bienal de Gaia 2015, a “Artistas de Gaia – Cooperativa Cultural”, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, decidiu desenvolver o projeto “ONDA BIENAL”, que pretende divulgar e incentivar os artistas plásticos, criar novos públicos de forma a mostrar a importância da arte na formação das pessoas.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, “ é uma honra para o Município abrir as portas a esta exposição coletiva de artes plásticas, num concelho onde a criatividade espelha as gentes que o compõem, onde as cores, o barro, os bordados, a madeira, o ferro são a base de uma arte sem igual”.

Um dos objetivos da “Artistas de Gaia – Cooperativa Cultural” é também realizar em Barcelos, entre julho e setembro de 2017, um polo da 2ª Bienal Internacional de Arte de 2017.

Esta mostra de pintura, escultura e fotografia será acolhida na Galeria Municipal de Arte e estará patente até 31 de dezembro, com entrada gratuita.