Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

SOCIALISTAS EM CAMPANHA AMANHÃ VISITAM CERVEIRA

Indústria, Vila Nova de Cerveira e Vila Nova de Anha no roteiro do Partido Socialista

Os candidatos pelo Partido Socialista às eleições legislativas de 6 de outubro visitam, amanhã, dia 21 de setembro, o Centro de Histórico de Vila Nova de Cerveira, numa ação de contacto com a população.

O roteiro dos candidatos socialistas prossegue da parte da tarde com uma visita a duas unidades da Zona Industrial do Neiva - BMViV, Soluções Globais de Engenharia e Grupo Idis – ação que se insere na reafirmação da importância que o PS atribui à criação de emprego qualificado e à capacitação das áreas de acolhimento empresarial, duas das prioridades do programa eleitoral socialista para o distrito de Viana do Castelo.

O programa do PS prossegue com uma deslocação a Vila Nova de Anha para contactar a população.

Programa:

10:00 – Centro Histórico de Vila Nova de Cerveira;

15:00 – BMViV, Soluções Globais de Engenharia, Zona Industrial de Neiva, Viana do Castelo (Rua B- Zona Industrial 2ª fase nº283);

16:00 – Grupo Idis, Zona Industrial de Neiva, Viana do Castelo (Zona Industrial 2ª Fase, Lote 13);

17:45 – Vila Nova de Anha.

BANDAS DE MÚSICA DÃO FESTIVAL EM CERVEIRA

Domingo é dia do XIV Festival de Bandas de Música

Cinco bandas filarmónicas da região Norte do país vão atuar, este domingo, 22 de setembro, em Vila Nova de Cerveira, no âmbito do XIV Festival de Bandas de Música. Pelo forte convívio em torno da valorização da música filarmónica, o sucesso deste evento já ultrapassa as fronteiras cativando o público da Galiza.

Cartaz Festival de Bandas 2019.jpg

Tradicionalmente, em setembro, o centro histórico cerveirense ecoa as sonoridades filarmónicas de cinco bandas convidadas para um dia recheado de intercâmbio cultural, que arranca com um desfile pelas ruas, durante a manhã, e os concertos, no período da tarde. O encerramento do festival é já um momento muito peculiar, com a interpretação da Marcha de Valdemar Sequeira - “Ponte da Amizade” - em uníssono pelas bandas participantes (19h00).

Organizado pela Cerveira – Associação Cultural e Recreativa, com o apoio do Município de Vila Nova de Cerveira, as bandas presentes nesta XIV edição são: Banda Filarmónica Musical de Vila de Anha (Viana do Castelo); a Banda de Música de Moreira da Maia (Maia); a Banda Musical de Pevidém (Guimarães); a Banda de Música de Goleães (Fafe); e a Banda Musical de Freamunde (Freamunde).

CERVEIRA APOSTA NA MOBILIDADE

Cerveira adere à Semana Europeia da Mobilidade envolvendo escolas e público em geral

É com ações personalizadas para a comunidade escolar e para o público em geral que Vila Nova de Cerveira se junta, pela primeira vez, à rede de municípios aderentes à Semana Europeia das Mobilidade, que se assinala entre 16 e 22 de setembro. Objetivo da efeméride é suscitar a reflexão sobre a necessidade de mudanças de comportamentos em relação à mobilidade.

Cartaz Mobilidade_2019.jpg

Tendo como tema inspirador “Caminhar e Pedalar em Segurança”, e sob o slogan “Caminha Connosco”, os cidadãos europeus têm a oportunidade de gozar uma semana inteira dedicada à mobilidade sustentável, contribuindo para a qualidade ambiental das cidades.

Apesar de, ao longo dos anos, já incorporar algumas medidas com vista à criação de novas formas de mobilidade e de novos corredores ecológicos no concelho, é a primeira vez que o Município Cerveirense adere a esta campanha oficial a nível europeu, com iniciativas para a comunidade escolar e outras para o público em geral.

Está prevista a realização de ações de segurança rodoviária dirigidas a 170 crianças (1º e 7º anos) do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira e que visam ensinar a “caminhar e pedalar” em segurança; e na sexta-feira, dia 20 de setembro, os cerveirenses são convidados a conhecer in loco o percurso da Rede Ciclável Urbana, com cerca de 1,5 quilómetros que fará a ligação entre o Fórum Cultural e a estação de comboios, um projeto integrado na estratégia da Mobilidade Suave de Vila Nova de Cerveira, desenvolvido pelo CI-ESG\ Centro de Investigação da Escola Superior Gallaecia. O ponto de encontro será às 11h00, junto ao Fórum Cultural de Cerveira.

A adesão de Vila Nova de Cerveira à Semana Europeia da Mobilidade culmina no domingo, dia 22 de setembro, com o Dia Europeu Sem Carros, durante o qual o acesso ao Terreiro estará interdito, uma prática recorrente aos fins-de-semana, de forma a proporcionar a residentes e visitantes um desfrutar total do centro histórico num ambiente mais saudável e agradável.

A Campanha Nacional da Semana Europeia da Mobilidade  partilha os objetivos europeus para a recuperação da qualidade ambiental das cidades do Velho Continente, nomeadamente encorajar o desenvolvimento de comportamentos compatíveis com o desenvolvimento sustentável e, em particular, com a proteção da qualidade do ar, com a mitigação do aquecimento global e com a redução do ruído; consciencializar os cidadãos para os efeitos que a sua escolha de um modo de transporte, terão na qualidade do ambiente; proporcionar aos cidadãos oportunidades para se deslocarem a pé, utilizarem a bicicleta e os transportes públicos, em vez do automóvel privado e ainda, promover a intermodalidade; e disponibilizar aos cidadãos uma oportunidade para redescobrirem a sua cidade ou vila, os seus habitantes e o seu património, num ambiente mais saudável e agradável.

CERVEIRA VAI TER TURISMO NÁUTICO

Cerveira acolhe projeto de turismo náutico sustentável da CIM Alto Minho, ‘BlueWays’

Com o objetivo de valorizar e promover os percursos azuis, a CIM Alto Minho está a dinamizar, até outubro, o projeto ‘BlueWays’ pelos 10 concelhos da região. De participação gratuita, Vila Nova de Cerveira tem programado um conjunto de experiências náuticas para o fim-de-semana de 21 e 22 de setembro, nomeadamente passeio de barco, remo, paddle e kayake.

Exp_Rio Minho_Blue Ways_VF.jpg

Já são amplamente conhecidas as inúmeras potencialidades turísticas da região alto-minhota, desde a gastronomia singular, a longa tradição associada ao vinho, os históricos monumentos, as tradições e costumes… O Rio e a Natureza é uma das áreas que está a suscitar um crescente interesse, enquanto espaço de descoberta, aventura e lazer.

Neste sentido, o ‘BlueWays’ visa criar uma oferta em rede de percursos azuis no Alto Minho através de atividades de planeamento, qualificação, capacitação e monitorização dos ativos naturais e dos agentes que atuam ao nível do turismo náutico sustentável, visando atrair novos fluxos de ecoturismo, através da promoção do Alto Minho, dos seus rios e planos de água, dos espaços naturais, com condições singulares para a prática de atividades de desporto, lazer e turismo.

Em Vila Nova de Cerveira, o desporto, o lazer e o turismo estão cada vez mais interligados, tendo como denominador comum a usufruição das mais diversas e belas paisagens naturais. No âmbito deste projeto intermunicipal, o fim-de-semana de 21 e 22 de setembro é dedicado a um vasto programa familiar para desfrutar das ‘Experiências BlueWays’ propostas: Passeio de barco, Remo, Paddle e kayake.

A participação é gratuita, mas é necessária inscrição para articular os grupos para as várias atividades e as sessões previstas de 30 em 30 minutos. Os interessados devem contactar a Loja Interativa de Turismo ou enviar email com nome e número de pessoas para presidenciaberta@cm-vncerveira.pt

Liderado pela CIM Alto Minho, com o apoio de agentes locais - públicos, privados e associativos -, o “BlueWays” é um projeto cofinanciado pelo PO NORTE 2020, cujo objetivo é desenvolver um conjunto de ações de valorização e promoção das atividades de turismo náutico sustentável, associando ou complementando, de forma sustentável, integrada e coerente, atividades de rio, com atividades de mar e natureza.

MINHOTOS E GALEGOS DEBATEM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO TRANSFRONTEIRIÇO

Aberto período de propostas para Orçamento Participativo Transfronteiriço Cerveira-Tomiño

Prosseguindo com o envolvimento de ambas as comunidades em prol de um território comum sustentável, a Eurocidade Cerveira-Tomiño lança a 4ª edição do Orçamento Participativo Transfronteiriço. Propostas com interesse partilhado devem ser apresentadas até 31 de outubro. Todo o processo encontra-se disponível na plataforma http://participacerveiratomino.eu

opt 2020.png

Dotado com 20 mil euros, o Orçamento Participativo Transfronteiriço Cerveira-Tomiño é uma das prioridades da Eurocidade Cerveira-Tomiño, com a qual se pretende potenciar a participação pública e o poder de decisão da cidadania de ambas margens do rio Minho.

As três edições já concretizadas corroboram a excelente dinâmica das populações dos dois concelhos vizinhos em alavancar a partilha e o intercâmbio existente a outras áreas de interesse comum, através da realização de ações e atividades com implicações positivas na melhoria da qualidade de vida.

Desta forma, a partir desta terça-feira, 10 de setembro, encontra-se aberto o processo para a apresentação de propostas ao OPT Cerveira-Tomiño 2020 que se prolonga até 31 de outubro. Podem participar pessoas singulares ou coletivas com morada social ou fiscal em Vila Nova de Cerveira ou Tomiño, sendo que cada proposta deve ter um proponente de cada concelho. Haverá dois projetos vencedores (dotação de 10 mil euros cada) pelo que, no período de votação, as pessoas têm de selecionar obrigatoriamente dois projetos.

Todo o processo de candidatura e votação decorre através da página web http://participacerveiratomino.eu

De relembrar que o OPT é um projeto cofinanciado em 75% pelo programa INTERREG VA POCTEP de cooperação transfronteiriça, através de fundos FEDER da União Europeia. A Agenda Estratégica de Amizade Cerveira-Tomiño promove igualmente iniciativas como a provedora transfronteiriça e ações para facilitar a utilização partilhada de serviços e a dinamização económica do território.

VILA NOVA DE CERVEIRA RECEBE OS SEUS PROFESSORES NA ABERTURA DO ANO LETIVO

“Cada um dá o seu contributo para cimentar um futuro que queremos cada vez melhor”

- Foi com uma mensagem de agradecimento e de esperança que o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira presidiu, esta segunda-feira, à receção oficial aos professores do Agrupamento de Escolas do concelho, no arranque de mais um ano letivo. Fernando Nogueira enalteceu ainda o importante papel educativo na vertente ambiental, “um dos maiores desafios da nossa sociedade e para a qual cada um de nós deve refletir e incentivar os jovens a dar passos fundamentais”.

IMG_5784.jpg

Desde 2015, o atual executivo cerveirense assinala o início de cada ano letivo com um encontro de professores, e no qual reitera o empenho e a disponibilidade da Câmara Municipal em trabalhar em consonância com a direção do Agrupamento de Escolas, e respetivos professores, dentro das capacidades e prorrogativas inerentes.

O ato simbólico deste ano contou com a “presença massiva” de mais de 60 professores que lotaram o Salão Nobre para partilhar perspetivas sobre o futuro da educação do concelho de Vila Nova de Cerveira. Sublinhando “os tempos exigentes que se vivem”, o edil cerveirense abordou a temática da preocupação ambiental e o contributo que cada um pode dar “para cimentar um futuro que queremos cada vez melhor”.

Deixando um agradecimento pelo trabalho desenvolvido e reforçando a parceria importante e continuada entre autarquia e escola, Fernando Nogueira deixou ainda uma boa notícia, a requalificação do edifício da Escola Básica e Secundária. “É seguramente uma obra que todos desejamos, cujos trabalhamos contamos que iniciem na Primavera, sem causar grandes constrangimentos, para que possamos dar ainda melhores condições para professores e alunos”.

Agradecendo “a confiança e a harmonia profissional” existente entre o Agrupamento de Escolas e a Câmara Municipal, “primeiro parceiro estratégico”, o diretor Artur Venceslau Teixeira afirmou que os resultados dos alunos são o reflexo do trabalho em contexto de sala de aula, assegurando que 90% jovens estudantes de Vila Nova de Cerveira que, este ano, se candidataram ao ensino superior entraram na 1ªfase e em alguns dos cursos reconhecidos como muito relevantes. “O nosso contributo no acesso dos alunos ao ensino superior potencia a uma aprendizagem constante e contínua ao longo da vida”, ressalvou.

Como também tem sido prática recorrente, e procurando envolver os professores na dinâmica da comunidade cerveirense, a Câmara Municipal convidou-os para uma visita ao Fórum Cultural de Cerveira e à mais recente exposição “Pure Pop Art”, com obras gráficas de alguns dos artistas mais representativos e icónicos da POP ART, movimento surgido na década de 1950 em Londres (Inglaterra) que alcançou a sua maturidade em Nova York (Estados Unidos da América) nos anos 60.

Receção Professores 09.09 (28).jpg

IMG_5785.jpg

VILA NOVA DE CERVEIRA: AQUAMUSEU DO RIO MINHO EXPÕE "ALTO MINHO, PAISAGENS ESPÉCIES HISTÓRICAS"

“Alto Minho, Paisagens Espécies Histórias” no Aquamuseu

Até 15 de setembro, o Aquamuseu do rio Minho acolhe a exposição itinerante “Alto Minho, Paisagens Espécies Histórias”, dinamizada pela CIM Alto Minho, cofinanciado pelo Norte 2020. Objetivo é revelar a beleza da biodiversidade e a riqueza cultural do Alto-Minho.

CIM paisagens especies historias - AQUAMUSEU v1.jpg

 “O ar que respiramos, os alimentos que comemos, a água que bebemos, o planeta ameno em que vivemos...” A dependência humana da biodiversidade é total e imemorial. Mas não é apenas uma dependência biológica, ela é também cultural: as crenças, os valores, os comportamentos e os objetos criados ao longo de gerações, permitem-nos entender e interagir com a natureza.

Neste espaço itinerante pelos concelhos do Alto Minho, para além de painéis interpretativos existem quiosques multimédia dedicados às três temáticas da exposição (Paisagens, Espécies e Histórias), bem como um documentário e uma misteriosa arca interativa com 20 objetos.

Aqui dá-se a conhecer a beleza da biodiversidade e a riqueza cultural do Alto Minho, como por exemplo: a orvalhinha, a lesma-do-mar, a salamandra-lusitânica, as mouras encantadas, a lenda do lagarto de Lamas de Mouro ou as maias.

A exposição oferece ao visitante uma perspetiva ecológica e social, mostrando algumas das espécies que habitam esta região, explorando uma grande variedade de paisagens e desvendando como os alto-minhotos se relacionam com este território e a sua biodiversidade.

“Alto Minho, Paisagens Espécies Histórias” pode ser visitada até 15 de setembro, no Aquamuseu do rio Minho.

DOIS CERVEIRENSES PARTICIPAM NO TOR DES GÉANTS - ENDURANCE TRAIL

Considerada uma das provas mais duras do mundo de corrida em montanha, com 357 quilómetros e 27.200 mil metros de desnível positivo que se realiza nos Alpes italianos, a edição 2019 do Tor des Géants – Endurance Trail conta com a participação de dois cerveirenses que integram a restrita lista de atletas de todo o mundo. Fernanda Esteves e Joaquim Sampaio vão desafiar-se nos 30kms e 357kms, respetivamente, em setembro.

Col Arp.jpg

O Tor des Géants é uma prova de Trail em alta montanha, uma prova de resistência que acontece, entre os dias 6 e 15 de setembro, no Vale de Aosta, Itália. Percorre as 4 maiores montanhas dos Alpes, Monte Branco, Monte Cervino, Gran Paradise e Monte Rosa. A partida e chegada está localizada na vila de Courmayeur, e os participantes têm de concluir o desafio em menos de 150 horas.

20190716_112138.jpg

Dividido em provas de 30km, 130 km, 357km e 450kms, este evento de referência internacional tem um período de pré-inscrição que recebe mais de 3000 concorrentes que, após atletas com entrada direta e outros através de seleção por sorteio com quotas por país, são restringidos a cerca de 800 atletas para o evento dos 357 km (prova Raínha), 400 para os 130km, 400 para os 30 km e 200 para os 450km.

Este ano, há sete portugueses admitidos, dos quais dois cerveirenses que vão levar a bandeira e o nome do Município de Vila Nova de Cerveira a esta reconhecida competição. Fernanda Esteves (64 anos) e Joaquim Sampaio (72 anos) já partiram, a 11 de julho, para o ‘cenário’ da prova, de forma a iniciar um estágio de adaptação e preparação.

Fernanda Esteves vai fazer os 30kms no último pico –, com 2.936 m – de modo a cruzar a meta juntamente com o conterrâneo Joaquim Sampaio, inscrito na prova dos 357kms com 27.200 m Desnível Positivo.

20190716_112325.jpg

DESFOLHADA TRADICIONAL DE CERVEIRA RELEMBRA CONVÍVIO À MODA ANTIGA

Em Vila Nova de Cerveira, o segundo sábado do mês de setembro é dedicado à festa das colheitas e ao encontro de gerações, com os mais velhos a recordar outros tempos e os mais novos a descobrir uma das atividades agrícolas mais emblemáticas da região minhota. O centro histórico recebe, este sábado, a partir das 21h30, mais uma recriação da Desfolhada Tradicional Minhota.

Desfolhada Tradicional 2cerveiratv (2).JPG

Num ambiente rural e acolhedor, as gentes da terra transformam o centro histórico numa eira comunitária, convidando residentes e turistas a reviver uma tradição antiga, num esforço de preservação da identidade cultural e etnográfica do concelho.

Convívio, animação e gastronomia são três elementos essenciais que, associados a um trabalho colaborativo, tornam a Desfolhada Tradicional Minhota tão singular e apreciada. Faz parte do cenário, um carro de bois carregado de milho, os bardeiros e as medas, juntando-se as concertinas e as desgarradas, os petiscos e o bom vinho da região.

Numa organização da Câmara Municipal com o apoio da Comissão de Festas de Nossa Senhora da Ajuda, a Desfolhada Tradicional Minhota de Vila Nova de Cerveira está agendada para este sábado, 7 de setembro, a partir das 21h30, no centro histórico.

Desfolhada Tradicional 2cerveiratv (1).JPG

ENCONTRADO CORPO DE TRIATLETA DESAPARECIDO NO RIO MINHO

COMUNICADO CONJUNTO

Federação de Triatlo de Portugal, Federación Galega de Triatlon e Péntatlon Moderno, Pedal’Arte, Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira e Concello de Tomiño

O corpo do jovem triatleta desaparecido, desde domingo, no rio Minho, foi encontrado esta manhã, pelas 07h00, a flutuar na água na margem portuguesa, na zona em frente à Piscina Municipal.

A decorrer as operações de vigilância no terreno, um elemento da corporação dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Cerveira deu o sinal de avistamento do cadáver, tendo sido imediatamente acionado um bote do NRP Rio Minho para concretizar o resgate do corpo para, posteriormente, ser encaminhado para o Instituto de Medicina Legal de Viana do Castelo.

Dado a ocorrência ter acontecido durante a prova de natação do XII Triatlo da Amizade, com organização conjunta, a Federação de Triatlo de Portugal, a Federación Galega de Triatlon e Péntatlon Moderno, a Pedal’Arte, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira e o Concello de Tomiño manifestam publicamente o profundo pesar pela perda do jovem de 23 anos, endereçando as mais sentidas condolências à família e amigos.

Após quatro dias de operações de buscas intensivas, as duas federações, a associação e ambas as autarquias emitem ainda um agradecimento especial a todo o dispositivo destacado que, sob coordenação da Capitania do Porto de Caminha e da Comandancia Naval Del Miño, realizaram um trabalho incansável no decorrer de toda a operação.

Neste momento, solicita-se o respeito necessário de forma a que família e amigos possam realizar as cerimónias fúnebres com a maior privacidade possível.

O Ministério Público já procedeu à abertura de um inquérito, pelo que se aguarda com a brevidade possível o apuramento dos factos inerentes ao sucedido.

05 de setembro de 2019

CERVEIRENSES VOTAM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

OP 2019: Três propostas em votação até 30 de setembro

Já está a decorrer o período de votação da edição 2019 do Orçamento Participativo Geral de Vila Nova de Cerveira. Até 30 de setembro, naturais, residentes, estudantes e trabalhadores do concelho cerveirense voltam a ser desafiados a votar numa das três propostas validadas, através da plataforma online http://op.cm-vncerveira.pt A 1 de outubro, Dia do Município, são revelados os projetos vencedores até aos 90 mil euros cabimentados.

OP 2019_cartaz.jpg

Durante a fase de submissão de propostas, o OPGeral 2019 registou quatro ideias-projeto, tendo sido validadas três, após a Comissão de Análise Técnica ter considerado “não elegível” uma das propostas apresentadas. Propostas em votação:

  • ‘Execução de Memorial do Bombeiro’: Obra que pretende homenagear os bombeiros que já nos deixaram e que continuam a inspirar aqueles que no dia-a-dia dão a sua vida para salvar outras vidas, além de se apresentar como uma obra de arte que embelezará um espaço junto ao Quartel;
  • ‘Apoio +’: Aquisição de um veículo devidamente capacitado e adaptado para o Centro Paroquial de Reboreda, Instituição Particular de Solidariedade Social, de forma a apoiar toda a comunidade, famílias e pessoas de todas as idades, desejando dissipar barreiras de mobilização e acessibilidade;
  • ‘Núcleo Interpretativo dos Moinhos da Gávea’: Arranjo genérico de todos os moinhos, com especial incidência no moinho número 5, por ser o que se encontra num estado mais degradado e que necessita de intervenções urgentes.

No que diz respeito ao processo de votação, podem participar pessoas com idade igual ou superior a 15 anos, naturais, residentes, trabalhadores ou estudantes no concelho. No caso dos residentes há uma validação automática, quanto aos restantes será necessário o envio de um comprovativo de trabalhador, de estudante ou de natural (op@cm-vncerveira.pt )

Cada pessoa tem direito a um voto que pode ser concretizado digital ou presencialmente: Através da plataforma http://op.cm-vncerveira.pt , o votante deve preencher o formulário apresentado, clicar em entrar e, após selecionar a proposta que mais lhe suscita interesse, será emitido um ‘pin’ de validação para o número de telemóvel associado e que deverá ser introduzido na plataforma, confirmando o voto. Este processo decorre até 30 de setembro; já o voto presencial é efetuado na respetiva Junta de Freguesia, através do preenchimento de uma ficha própria cedida pela autarquia, e que deve ser entregue pelo Presidente da Junta de Freguesia, em envelope selado, no Gabinete de Comunicação, até ao dia 18 de setembro, de modo a introduzir os votos na plataforma.

O OPGeral de Vila Nova de Cerveira tem um montante total de 90 mil euros, estando regulamentado um limite máximo de 60 mil euros a cada proposta, de forma a dar oportunidade à concretização de mais projetos.

O anúncio público dos projetos vencedores está previsto para o dia 1 de outubro, Dia do Município. Toda a informação em http://op.cm-vncerveira.pt/

CERVEIRENSES LEVAM DESFOLHADA À SIC

O municipio de Vila Nova de Cerveira vai recriar uma desfolhada no programa (Alô Portugal) na SIC, segunda feira dia2/9 pelas 9.15 (manhã).

69380365_2440782826136639_7727353834380460032_n.jpg

A Casa Cerveirense em Lisboa colaborou com o município contactando o rancho folclórico da Casa do Minho que disponibilizou quatro elementos do seu rancho que vão tocar concertina e cantar durante a recriação da desfolhada.

Ao presidente da Casa do Minho e aos elementos que vão atuar os nossos agradecimentos.

Aos amigos da Casa Cerveirense fica o convite para verem o programa e depois deixarem a vossa opinião

CERVEIRA E TOMIÑO (GALIZA) REALIZAM TRIATLO DA AMIZADE

XII Triatlo Amizade Cerveira-Tomiño 2019 reúne mais de 300 atletas

O XII Triatlo da Amizade Cerveira-Tomiño decorre, este domingo, 1 de setembro, no âmbito da Eurocidade, prevendo-se a participação de mais de 300 atletas federados e amadores, oriundos dos dois países vizinhos. Prova arranca do Espaço Fortaleza em Goián, e parque de transição está instalado no Cais do Rio Minho.

Créditos Gilberto Coutinho.jpg

Os participantes terão que nadar uma distância de 750 m no rio Minho, previamente a uma prova de ciclismo de estrada de 20 Kms, e finalizando com uma corrida a pé de 5 Kms. As etapas decorrem entre a localidade galega de Goián, no Município de Tomiño, e Vila Nova de Cerveira, com pontos de partida e chegada localizados no Espaço Fortaleza, em Goián, e o parque de transição no Cais do Rio Minho, em Cerveira.

Sendo o único triatlo dinamizado entre Portugal e Espanha, o Triatlo da Amizade Cerveira-Tomiño acarreta uma grande responsabilidade, quer pelo reconhecimento das equipas de atletas participantes, quer pelo caráter de potenciação do desporto transfronteiriço, tendo o rio Minho como recurso de ligação.

Em disputa está o “Troféu da Amizade”, uma obra do escultor espanhol Arcádio Blasco. Esta pequena escultura tem a designação de “Encontro de Culturas” e, desde a primeira edição, é o símbolo do Triatlo da Amizade.

O circuito jovem de promoção em BTT está agendado para o período da manhã (início 10h15 PT), e o Triatlo Sprint Estrada tem arranque às 14h30 (PT).

Foto: Gilberto Coutinho

CERVEIRA ESTABELECE CONCESSÃO DO CASTELO

Concessão do Castelo de Cerveira capta interesse de três investidores

Três investidores nacionais das áreas da hotelaria e restauração formalizaram as suas propostas ao novo concurso público lançado pelo Instituto do Turismo de Portugal para a concessão da exploração do Castelo de Vila Nova de Cerveira, ao abrigo do Programa Revive. Após cumpridos os trâmites legais subjacentes ao processo, o autarca cerveirense prevê que a adjudicação possa acontecer até ao final do presente ano.

IMG_1566.jpg

Apesar da existência de dois interessados ao concurso que terminou a 5 de junho, o Instituto do Turismo de Portugal entendeu, por razões administrativas, formalizar a sua exclusão e consequente extinção do concurso, prosseguindo com a abertura de um novo concurso público internacional, cujo período de apresentação de propostas iniciou a 25 de julho e terminou esta terça-feira, 27 de agosto, com a submissão de três candidaturas nacionais.

Para o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, “a expetativa é a de que, finalmente, possa haver uma solução que valorize e dignifique o Castelo de Cerveira, o ex-libris do concelho e que esta notícia seja a preparação da prenda de aniversário dos 700 anos da fundação de Vila Nova de Cerveira, que se assinala a 1 de outubro de 2021”. Fernando Nogueira afirma que, dando seguimento aos procedimentos necessários e aos prazos estabelecidos, “é expectável que o processo possa estar concluído até ao final do ano".

Após a submissão de propostas segue-se o período de análise e uma reunião do júri que será convocada em breve com vista à elaboração do relatório preliminar. Posteriormente, decorre a audiência prévia, a elaboração do relatório final e a consequente adjudicação da proposta ao concorrente vencedor.

Dos 33 imóveis nacionais identificados pelo Governo, o Castelo de Cerveira foi o 15.º concurso a ser lançado no âmbito do REVIVE, um programa conjunto dos ministérios da Economia, Cultura e Finanças com a colaboração das autarquias locais, que visa valorizar e recuperar o património sem uso, reforçar a atratividade dos destinos regionais e o desenvolvimento de várias regiões do país.

O concurso para a concessão da exploração do Castelo de Vila Nova de Cerveira (Imóvel de Interesse Público) tem como objetivo a realização de obras, incluindo de infraestruturas, e posterior exploração para fins turísticos, como estabelecimento hoteleiro, estabelecimento de alojamento local, na modalidade de estabelecimento de hospedagem ou outro projeto de vocação turística, com um prazo de execução de contrato de 50 anos.

CERVEIRA REALIZA FESTIVAL INFANTIL TRANSFRONTEIRIÇO

Festival infantil transfronteiriço propõe 12 horas de animação gratuita para miúdos e graúdos

Dia 31 de agosto, todos os caminhos vão dar ao Festival Infantil: “Aventura na Terra d’Amizade”. A Eurocidade Cerveira-Tomiño sugere um dia em família, com dezenas de brincadeiras do imaginário das crianças, num espaço harmoniosamente natural (Parque de Lazer do Castelinho). À vasta e garantida diversão, este evento associa um forte compromisso com a pegada ecológica através de ações de consciencialização ambiental. Entrada totalmente livre em todas as atividades.

CARTAZ Aventura na Terra da Amizade 2019.jpg

Antes do início de mais um ano letivo, Vila Nova de Cerveira e Tomiño propõem uma despedida diferente ao mês de agosto e às férias de verão com tudo aquilo que os mais pequenos gostam e merecem: um dia inesquecível de muita correria, repetidas gargalhadas e inúmeras surpresas num ambiente seguro!

O Festival Infantil: “Aventura na Terra d’Amizade” apresenta insufláveis para todas as idades, trampolins, ludoteca para bebés, pinturas faciais, jogos tradicionais, dança, zumba kids, magia, concerto infantil com Uxía Lambona e a Banda Molona, espetáculo de teatro ‘O Feiticeiro de OZ’, baby shark, dança com os heróis, entre outras iniciativas bem divertidas.

E porque os eventos que envolvem crianças também devem promover uma componente didática, os pequenos festivaleiros e suas famílias vão ser desafiados a dar o seu contributo para a pegada ecológica. O festival vai demarcar-se por ser ambientalmente responsável, por um lado erradicando a utilização desmedida de plástico e, por outro lado, incentivando à manutenção dos espaços públicos limpos e asseados com a presença de vários ecopontos humanos e estáticos da Valorminho, além da dinamização da atividade ‘Recicla com a Lontra’, através da qual todos os participantes são convidados a preencher a estrutura metálica de uma lontra com o lixo proveniente do Festival Infantil.

Ao longo de todo o dia estão previstas ações onde a brincar se aprende a importância dos 3 R’s: Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Com parceiros como a BioAventuras e a Mãe Natureza, os participantes na “Aventura na Terra d’Amizade” vão poder usufruir de ateliers com produtos naturais e origamis, assim como de workshops com lama que proporcionam o contacto com a natureza e uma experiência sensorial mais alargada.

Unidos pelo rio Minho, Vila Nova de Cerveira e Tomiño dinamizam mais de 12 horas de aventura em conceito familiar, potenciando o convívio transfronteiriço num ambiente natural e amigo do ambiente. A “Aventura na Terra d’Amizade” abre portas às 10h00 deste sábado até às 19h00 (hora portuguesa), no Parque de Lazer do Castelinho, prosseguindo entre as 20h00 e as 21h00 (também hora portuguesa) na Praça do Seixo, em Tomiño, com o concerto completo de Uxía Lambona e a Banda Molona.

Entrada livre em todas as atividades. Estamos à vossa espera!

Programa:

10h00 Abertura com participação da ADEIXA

11h00 Zumba Kids

12h00 Pé Pintor

14h30 Concerto Uxía Lambona

15h30 Momento de Magia

17h00 Pé Pintor

17h30 Feiticeiro de Oz

18h40 Baby Shark e Dança com os Heróis

festival Infantil_2019_mapa.png

festival infantil_2019_programa.png

VILA NOVA DE CERVEIRA: ARQUEOLOGIA PÕE A DESCOBERTO MINAS ROMANAS EM COVAS

Iniciadas escavações arqueológicas para tornar visitável complexo mineiro da época romana

Classificado em 1997 como Imóvel de Interesse Público Nacional, o Couço do Monte Furado - complexo mineiro que remonta à época romana, localizado nas margens do rio Coura, na Freguesia de Covas, concelho de Vila Nova de Cerveira - está a ser alvo de uma intervenção arqueológica que visa a sua recuperação e valorização para o transformar num polo de turismo cultural e de natureza aberto ao público. Os trabalhos de escavação arrancaram, esta segunda-feira, num investimento municipal a rondar os 30 mil euros, com prazo de execução até ao final do presente ano.

20190827_115339.jpg

Procurando potenciar e ampliar a valorização turística da Freguesia de Covas, na Serra d’Arga, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira decidiu avançar com uma intervenção importante naquele complexo mineiro votado ao abandono até à data, após acordo com a Junta de Freguesia e parecer favorável da Direção Geral do Património Cultural.

O conjunto arqueológico do Couço do Monte Furado é formado por três estruturas complementares: a presa de derivação, o canal de captação e a galeria. Esta última apresenta-se como a mais importante pelo seu caráter atrativo do ponto de vista patrimonial, pois trata-se de um túnel escavado a pico, e que ainda conserva os lucernários onde os trabalhadores colocavam as lâmpadas que os iluminavam durante o processo de construção.

O túnel, com cerca de 150m, serviu para desviar as águas do rio Coura, de forma a permitir a exploração de ouro nas áreas do troço fluvial que ficava seco, durante os trabalhos de minério realizados entre os séculos I e III d.C. por parte do Império Romano no noroeste da Península Ibérica e que tinham em comum o uso da energia hidráulica como elemento fundamental.

O projeto em curso encontra-se dividido em duas fases: uma primeira abordagem de compilação documental e exploração arqueológica que defina e clarifique os elementos que integram os restos mineiros, nomeadamente a sua cronologia cuja data previsível é a época romana; e uma segunda para a limpeza do terreno, a criação de acessibilidades e a marcação do trilho que ligará a velha Central Hidroelétrica (a 2ª mais antiga de Portugal) até ao Couço do Monte Furado, numa extensão de aproximadamente 2km, sempre junto às margens do rio Coura, completado com painéis informativos que incluirão reconstruções gráficas do processo de exploração do ouro.

Com o intuito de preservação e partilha, a presente intervenção permitirá mostrar aos visitantes, de forma clara, didática e visual, todo o processo romano de exploração de ouro no leito do rio Coura, através de um sistema baseado num desvio do caudal de água pela escavação de uma galeria.

O arranque das escavações arqueológicas aconteceu, esta segunda-feira, sob direção de Brais Currás, investigador do CEAACP da Universidade de Coimbra, com um investimento municipal na ordem dos 30 mil euros e uma previsão de conclusão até ao final do ano.

20190827_114254.jpg

20190827_114423.jpg