Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VIANA DO CASTELO: O SEU SANGUE É DO TIPO SALVA VIDAS, NO ESTAÇÃO VIANA SHOPPING

Dias 19 de julho, 29 de agosto e 6 de setembro das 15h00 às 19h00

É já nos próximos dias 19 de julho, 29 de agosto e 6 de setembro, das 15h00 às 19h00, que vai decorrer uma campanha de recolha de sangue e de registo para medula óssea, em parceria com a Associação de Dadores de Sangue de Meadela e o Instituto Português do Sangue e da Transplantação. Os doadores interessados devem dirigir-se ao Piso 1 do Centro.

image_processing20190717-22725-1ubnlpc.jpg

Estação Viana Shopping, nos últimos anos, tem vindo a promover esta iniciativa e, assim, associa-se a uma causa com o objetivo de sensibilizar os seus visitantes e a comunidade local para a importância de salvar vidas, mostrando que um pequeno gesto pode fazer toda a diferença para aqueles que mais necessitam.

Esta campanha de recolha de sangue e registo de medula óssea irá decorrer nos dias 19 de julho29 de agosto e 6 de setembro das 15h00 às 19h00 no Piso 1 do Centro.

Inaugurado em 2003, o Estação Viana Shopping é a superfície comercial de referência na cidade de Viana do Castelo e na região Minho litoral. Com 92 lojas, distribuídas por três pisos, tem cerca de 19.182 m2 de Área Bruta Locável (ABL). A arquitetura do Centro é única, com a linha do comboio a atravessá-lo. A par com as lojas de roupa, acessórios, sapatarias, decoração, telecomunicações e serviços os visitantes podem usufruir da zona de restauração e dos mais de 600 lugares de estacionamento. O Estação Viana Shopping oferece ainda aos visitantes uma esplanada panorâmica e o vianamini, um espaço infantil gratuito, inspirado na temática dos comboios e destinado a crianças entre os 2 e os 9 anos de idade. A par da experiência única de compras e de lazer que oferece aos seus clientes, o Estação Viana Shopping assume a responsabilidade de dar um contributo positivo para um mundo mais sustentável, trabalhando ativamente para um desempenho excecional nas áreas ambiental e social. Todas as iniciativas e novidades sobre o Centro podem ser consultadas no site www.estacaoviana.pt e na página de Facebook disponível em www.facebook.com/estacao.viana.

GRUPO ETNOGRÁFICO DA AREOSA DANÇA HÁ 53 ANOS!

Encontro de gerações/2019 - 53 anos de GEA: Grupo Etnográfico de Areosa esteve em festa

Foram cerca de centena e meia, grande parte gente que deu corpo ao GEA ao longo dos seus 53 anos de vida. Gente que se deixou acolher pela nova gente que dá corpo ao GEA da atualidade. Depois, também não faltaram os amigos, que de uma ou outra forma, se sentem parte integrante desta instituição que não para de trabalhar para ser cada vez maior em tantas e variadas atividades e, especialmente, para representar Areosa e o folclore português no mundo com superior dignidade. Aconteceu no passado domingo, praticamente durante toda a tarde.

EnconGera (6).jpg

Conviveram, manifestaram afetos, exibiram artes e, ao som do ritmo musical, cada vez mais aperfeiçoado por distintos executantes, boa parte mostraram que não desaprenderam da dança que no GEA souberam assimilar.

Foi bonita esta vivência em família, também como manifestação garantida de que o GEA não esmorece e será cada vez maior e mais representativo. Parabéns à organização e aquele corpo de voluntários que, como é costume, não poupa esforços para receber bem e dar força ao convívio.

Gonçalo Fagundes Meira

EnconGera (1).jpg

EnconGera (2).jpg

EnconGera (3).jpg

EnconGera (4).jpg

EnconGera (5).jpg

O QUE DIZ A ATRIZ MARIA VIEIRA ACERCA DO PRÉDIO DO COUTINHO?

A atriz Maria Vieira, actualmente a residir no Brasil, colocou recentemente na sua página do Facebook a sua opinião acerca da questão do prédio do Coutinho, em Viana do Castelo. Polémica, como sempre, aqui deixamos a sua opinião sem qualquer interferência…

28377627_1600343786710871_8964478750913967971_n

Este caso inenarrável e surrealista do Prédio Coutinho, que o governo socialista e o autarca socialista de Viana do Castelo querem ver demolido à força (não nos esqueçamos que a empresa «VianaPolis» é detida em 60% pelo Estado e em 40% pela Câmara de Viana do Castelo) é uma vergonha nacional e um atentado à propriedade privada e à liberdade individual dos legítimos proprietários dos apartamentos do prédio em causa e uma prova de que o povo português é refém deste governo não eleito que continua usurpando o poder depois de ter perdido as eleições em 2015!

Alegadamente e segundo a «VianaPolis», o Prédio Coutinho configura «Poluição Visual» e por esse motivo deverá ser demolido para dar lugar a um mercado municipal, já os lindos prédios do Bairro da Jamaica que constituem um belo exemplo da melhor e mais moderna "Arquitectura de Favela" continuam de pé, competindo assim com o que de melhor se faz no género, em cidades como o Rio de Janeiro, São Paulo, Joanesburgo ou Bombaim! Mas o mais caricato é testemunharmos a ausência e o desprezo das autoridades nacionais, nomeadamente do Marcelo Rebelo de Sousa que, num gesto de "solidariedade populista", fartou-se de tirar "selfies" com os habitantes do Bairro da Jamaica, do António Costa, que governa um país cada vez mais falido, mais caótico e mais abandonado à sua sorte, dos fofinhos do Bloco de Esquerda e da sua líder Catarina Martins que tanto se preocupam com as injustiças sociais e de toda essa malta dos Direitos Humanos que até aqui têm ignorado os humanos que continuam, sem água, sem luz e sem gás, a viver sob condições desumanas no Prédio Coutinho, sob constante pressão do governo e da autarquia e com a polícia à porta de casa como se fossem um bando de criminosos!

É este Presidente da Républica das Bananas, este governo socialista/bloquista/comunista e autarcas socialistas como o de Viana do Castelo que se preparam para ser reeleitos por forma a continuarem a fazer com o país, aquilo que estão fazendo com os habitantes do Prédio Coutinho e cabe-nos a nós, portugueses, não nos esquecermos disso mesmo nas próximas eleições legislativas, presidenciais e autárquicas para que nos possamos livrar definitivamente de toda esta gente que governa Portugal como se fosse uma coutada do Terceiro Mundo!

AMOR MINHOTO: A MAIOR PEÇA DE ARTE EM IMPRESSÃO 3D CHEGA A VIANA DO CASTELO

Instalação inovadora inaugura dia 18 de julho no Estação Viana Shopping

É já dia 18 de julho que a maior peça de arte pública em impressão em 3D feita em Portugal chega ao Estação Viana Shopping.

Capturaramorminhoto.JPG

A instalação Amor Minhoto nasce no âmbito do projeto Pulsar Viana – programa cultural do Estação Viana Shopping - e estará patente no Centro até dia 15 de outubro. Da autoria de Pedro Amaral Ribeiro, a instalação é inspirada naquele que é o principal lema da cidade: Viana é Amor.

Trata-se de uma união entre diferentes artes: escultura, pintura, arquitetura, música e luz, com um forte cariz tecnológico. O projeto culminou num exaustivo trabalho de 2500 horas de impressão 3D, com 4648 LEDS e com 350 metros de cabo elétrico. A sua execução passou por alguns dos métodos mais avançados de fabricação digital, nomeadamente, a impressão 3D, da qual foram aproveitadas algumas das suas possibilidades catalisadas pela imagem, cor, luz e som.

O coração, símbolo da cidade e do amor, é o centro da instalação onde estão presentes duas personagens vestidas com o traje regional, em formato estilizado – uma mulher à janela e um homem sentado num banco a admirá-la – que simbolizam o namoro, a cumplicidade e o Amor. Eles são os intérpretes principais desse Amor, tantas vezes presente nas raízes culturais da região como o folclore, representando o que é Minhoto.

O cenário que envolve os protagonistas é ainda constituído por um painel de 356 cubos 3D, retro iluminados e coloridos, com imagens icónicas da cidade de Viana do Castelo, dos fotógrafos Rui Carvalho e Guadalberto Boa-Morte. Essas imagens da Romaria D’Agonia, do traje e da filigrana transformam-se quando retro iluminados, algo que poderá ser observado todos os dias a partir do pôr de sol.

O público terá a possibilidade de interagir com a peça através de um painel de controlo onde será possível mudar as cores e efeitos de luz da composição. Mas também no verso da peça, os visitantes serão convidados a interagir e desenhar, aproximando-se e envolvendo-se com a peça que tem como foco principal a cocriação.

O artista plástico Cipriano Oquiniame foi o responsável por dar início ao desenho que será continuado por toda a comunidade, tendo como fonte de inspiração as palavras Amor, Viana, Trajes e Romaria. Durante todo este período, contaremos com as intervenções de Cipriano Oquiniame mas também de João Cristino, que, com características e técnicas distintas, darão a sua contribuição artística para a obra, incentivando continuamente a comunidade local a participar.

Até dia 15 de outubro, os visitantes poderão então conhecer esta peça concebida pela Diverte – atelier de artesanato tecnológico de Pedro Amaral Ribeiro - e ainda contemplar, diariamente, um curto espetáculo de luz e música designado “Um amor de Outro Mundo” concebido, propositadamente, para esta instalação.

O momento inaugural de Amor Minhoto acontece no dia 18 de julho, às 21h30 na zona exterior da Entrada Sul, onde decorrerá então, pela primeira vez, o espetáculo “Um Amor de Outro Mundo” de João Gigante, o artista responsável pela sonoplastia da peça, que se apresenta através do seu projeto PHOLE. Projeto esse que resulta da pesquisa do artista sobre a Concertina e com o seu encontro com a memória, com o seu passado e as histórias do lugar de onde pertence. Diariamente, pelas 22h00, a luz do Amor Minhoto sintonizar-se-á nas frequências do som de PHOLE.

Ainda integrado nesta edição do Pulsar Viana, apresentar-se-á Chieira, uma performance da Arte em Movimento, que terá lugar na Praça Central do Estação Viana Shopping no dia 26 de julho às 21h30, e que encarna também uma homenagem a este Amor Minhoto.

Até dia 15 de outubro, os visitantes podem conhecer a maior peça de arte pública participativa em impressão 3D desenvolvida em Portugal, instalada na zona exterior do Centro, e assistir, diariamente, a um momento de contemplação sobre o que representa o verdadeiro Amor Minhoto.

O Pulsar Viana é um projeto que visa aproximar a comunidade local, oferecendo aos visitantes do Estação Viana Shopping uma oportunidade única descobrir mais sobre as regiões de Viana do Castelo e do Minho. Ao abraçar esta iniciativa, o Centro pretende tornar-se no ponto de encontro da arte, cultura e tradição.

SOBRE OS ARTISTAS

Pedro Amaral Ribeiro e Diverte

Pedro Ribeiro é arquiteto de formação, criador por convicção, explorador por paixão. Fruto da sua formação, dedica-se à visualização arquitetónica em 2008. Em 2014 inicia-se no meio da impressão 3D, e funda a Diverte em 2016, a qual dirige criativamente desde então e que se destaca na impressão 3D pela sua componente artística e cultural. Desde então, tem explorado múltiplos dos campos que a fabricação digital proporciona.

A sua empresa, Diverte, nasce com o foco na impressão 3D, lançando o projeto “Imprimimos Tradições” que regista o património do traje regional de Viana do Castelo. Neste momento foca-se na criação de instalações artísticas e de escultura digital absolutamente personalizada, fabricando-a através dos mais evoluídos meios de fabricação digital, conjugados com os métodos mais tradicionais e artesanais, dando seguimento ao conceito de “artesanato tecnológico”. Paralelamente, desenvolve projetos noutras áreas como a alimentar, médica e social.

Cipriano Oquiniame

Professor, artista plástico, ilustrador e ator de nacionalidade portuguesa, Cipriano Oquiniame nasceu em Cachéu, Guiné Bissau. É membro do Conselho Consultivo e Curador na Galeria Noroeste da Fundação Caixa Agrícola do Noroeste e também da Academia de Letras e Artes de Portugal (Classe das Artes). Em 2000 integra o “Projeto ARTAFRICA – Plataforma de Jovens Artistas africanos” do Serviço de Belas Artes da Fundação Calouste Gulbenkian. Tem ainda realizado várias exposições a título individual e coletivas, com obras em coleções particulares.

No projeto “Amor Minhoto”, para além da pintura inicial, terá ainda intervenções complementares nas quais irá pintar motivos regionais com tinta acrílica.

João Cristino

Natural de Viana do Castelo, com formação na área das artes, João Cristino foi dirigente de uma associação social, cultural e artística e ainda um dos organizadores do festival Urbiana, que integrava o evento Lapidaris, a maior exposição de arte urbana realizada em Viana do Castelo. Com uma paixão antiga pelo graffiti, integra a mais importante crew de graffiti vianense.

No projeto “Amor Minhoto”, fará diversas intervenções na obra em spray e marcadores com motivos abstratos.

João Gigante

João Gigante, “tocador” do projeto PHOLE, nasce em Viana do Castelo em 1986. Licenciado em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes do Porto e com Mestrado em Comunicação Audiovisual (Fotografia) na Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo do Instituto Politécnico do Porto, começa desde muito novo a interessar-se pelas pessoas e pelas vivências do seu lugar de origem, Perre (Viana do Castelo), tornando estes conceitos parte do seu trabalho e do seu percurso artístico.

É um tocador que quer viajar da eira para um outro espaço, das suas memórias para um presente em construção. O projeto PHOLE é uma pesquisa sobre o acordeão, neste caso em particular o acordeão diatónico, chamado de concertina. Na sua pesquisa existe uma ligação permanente, que advém também da sua pesquisa visual e que tem a ver com o encontro com a memória, com o seu passado e as histórias do lugar de onde pertence. Uma ligação permanente e construtiva sobre quem habita o seu quotidiano ou já habitou.

Arte em Movimento

Inspirada pelo desassossego do corpo em movimento que a dança representa, surgiu a Associação Cultural Artística ARTE EM MOVIMENTO, em setembro de 2010. Na sua origem esteve uma jovem que, enfeitiçada pela dança e pela força das suas ideias, quis desenvolver a cultura hip-hop no Concelho de Viana do Castelo. A recente Associação então formada pretende identificar, promover, criar e divulgar a Dança, empreender formação no mesmo âmbito, e promover culturalmente o Concelho de Viana do Castelo.

Sobre o Estação Viana Shopping

Inaugurado em 2003, o Estação Viana Shopping é a superfície comercial de referência na cidade de Viana do Castelo e na região Minho litoral. Com 92 lojas, distribuídas por três pisos, tem cerca de 19.182 m2 de Área Bruta Locável (ABL). A arquitetura do Centro é única, com a linha do comboio a atravessá-lo. A par com as lojas de roupa, acessórios, sapatarias, decoração, telecomunicações e serviços os visitantes podem usufruir da zona de restauração e dos mais de 600 lugares de estacionamento. O Estação Viana Shopping oferece ainda aos visitantes uma esplanada panorâmica e o vianamini, um espaço infantil gratuito, inspirado na temática dos comboios e destinado a crianças entre os 2 e os 9 anos de idade.

A par da experiência única de compras e de lazer que oferece aos seus clientes, o Estação Viana Shopping assume a responsabilidade de dar um contributo positivo para um mundo mais sustentável, trabalhando ativamente para um desempenho excecional nas áreas ambiental e social. Todas as iniciativas e novidades sobre o Centro podem ser consultadas no site www.estacaoviana.pt e na página de Facebook disponível em www.facebook.com/estacao.viana.

PINTOMEIRA EXPÕE EM VIANA DO CASTELO “OBRAS SOBRE PAPEL”

A exposição vai acontecer na Ordem dos Médicos de 12/Julho – 31/Agosto/2019.

Entre 1966 e 2018, usando variados materiais e técnicas diferenciadas, o artista produziu um vasto conjunto de obras sobre papel e cartão, encontrando-se a maioria delas em coleções privadas, públicas ou institucionais. A partir da década de 1970, para coleção própria, Pintomeira começou a guardar alguns desses trabalhos, em número muito reduzido, representando grande parte da sua diversificada temática produzida ao longo dos anos. Estes trabalhos, considera, constituem hoje pequenas relíquias de tempos já longínquos, de elevado valor simbólico e que enquadram experimentalismos, ensaios ou um simples sketch para a produção de uma obra sobre tela de grandes dimensões.

Nesta mostra são apresentados cerca de duas dezenas de obras sobre papel ou cartão, elaboradas entre 1973 e 2014. O seu conjunto exibe trabalhos do seu período surrealista, monotypes sobre papel de fotografia, contornismo, faces, nova linha, posters de cinema e outros. Algumas delas serão apresentadas ao público pela primeira vez, já que nunca fizeram parte de exposições.

Trata-se, por isso, de uma exposição a despertar elevado interesse, não só pelas obras em si, mas especialmente pelo longo currículo do artista.

A inauguração faz-se, amanhã, sexta –feira, pelas 21,30 horas e o espaço pode ser visitado durante o período em que decorre a exposição . A Galeria da Ordem do Médicos, sita na Rua da Bandeira, 472, está aberta ao público às terças e quintas-feiras, das 17, 30 às 19, 30 horas e aos sábados, das 9,00 às 13,00 horas.

Gonçalo Fagundes Meira

Cartaz_PINTOMEIRA (1).jpg

ORDEM DOS ENGENHEIROS PROMOVE EVENTO EM VIANA DO CASTELO: O TEMA SÃO AS MULHERES NA ENGENHARIA

No âmbito da Política de Promoção da Diversidade de Género da Ordem dos Engenheiros (OE), a Delegação Distrital de Viana do Castelo organiza, no próximo dia 15 de julho, pelas 18h30, uma palestra alusiva ao Dia Internacional da Mulher na Engenharia, decretado pela UNESCO para o dia 23 de junho.

O.Eng_Imagem.jpg

Na palestra serão abordadas diversas temáticas acerca da importância das mulheres na engenharia e uma perspetiva desta atividade profissional na Austrália.

O evento contará com a presença de duas Engenheiras de diferentes gerações e perfis: Lídia Santiago e Carla Boehl.

Lídia Santiago é Vice-Presidente da Ordem dos Engenheiros, professora do ISEL desde 1989 e professora adjunta desde 2013. Detém o título profissional de Especialista em Engenharia Alimentar da Ordem dos Engenheiros, é mestre em Ciência Tecnologia dos Alimentos pela Universidade Técnica de Lisboa e é licenciada em Engenharia Química pelo Instituto Superior Técnico.

Carla Boehl é licenciada em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e concluiu o mestrado e o doutoramento na Universidade de Estugarda, na Alemanha. Nasceu em Viana do Castelo, trabalhou para a Comissão Europeia, fez investigação na Alemanha e nos Estados Unidos, trabalhou na McKinsey.

Gonçalo Fagundes Meira