Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VIANA DO CASTELO ADERE À REDE DE ALDEIAS VINHATEIRAS DE PORTUGAL

O Município de Viana do Castelo, com o objetivo de valorizar o mundo rural e impulsionar o turismo de forma integrada, aderiu, desde a primeira hora, à Rede de Aldeias Vinhateiras de Portugal, criada, no dia 01 de dezembro, pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho, em parceria com os municípios associados.

CapturarALDEIASVINHA (13).JPG

A Rede de Aldeias Vinhateiras de Portugal assume-se com um projeto de constituição de uma rede nacional de aldeias e freguesias em territórios com tradição vitivinícola, olivícola e corticeira e tem como objetivo contribuir para valorizar o património, fomentar o desenvolvimento sustentável e impulsionar o turismo de forma integrada no território nacional.

Esta rede nacional pretende, assim, integrar os territórios rurais que preservam o que de mais genuíno existem em Portugal, seja no campo da viticultura, da paisagem, das adegas, dos museus, da cultura ou das tradições.

Viana do Castelo, ciente desta realidade e da sua importância foi, como se referiu, o primeiro município a apresentar uma proposta devidamente estruturada, tendo identificado a União de Freguesias de Geraz do Lima e Deão (produtores de vinho: Solar de Louredo, Solar de Merufe, Sobrinho do Arcipreste e Caroça VineYards), Vila Nova de Anha (produtor de vinho: Paço de Anha), Serreleis (produtor de vinho: Phulia Wines), Subportela (produtor de vinho: Quinta do Abade), Chafé (Produtor de Vinho: Casa da Reina), Montaria (moinhos e passeios de burro) e Lanheses (ligação ao Turismo Equestre).

Este projeto da AMPV visa valorizar e promover o mundo rural, impulsionar o turismo e fomentar o desenvolvimento sustentável e as potencialidades turísticas e socioeconómicas das aldeias/freguesias associadas.

VIANA DO CASTELO: RECICLAGEM INSPIRA EXPOSIÇÃO DE PINHEIRINHOS DE NATAL NO MUSEU DE ARTES DECORATIVAS

Até dia 8 de janeiro, o Museu de Artes Decorativas tem exposta uma exposição de “Pinheirinhos de Natal” feitos com material reciclado. Pela primeira vez, o pátio interior do museu municipal acolhe uma exposição de árvores decoradas a rigor para a época festiva.

Z62_7046 (3).jpg

A mostra, que conta com a participação de artesãos e artistas plásticos de Viana do Castelo, recebeu também trabalhos de alunos do 5º e 6º ano da Escola E.B. 2,3 Dr. Pedro Barbosa, reunindo cerca de uma dezena de pinheirinhos.

Os pinheirinhos foram elaborados em diversos materiais, tais como argila cozida, cerâmica vidrada, azulejos policromados, madeira, gesso, cobre, ferro e materiais reciclados.

A exposição pode, assim, ser visitada de terça a sexta-feira, das 10h00 às 18h00, e ao sábado de domingo, das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00.

O Museu de Artes Decorativas está instalado num solar urbano situado no largo de São Domingos, onde também fica a Igreja do convento da mesma evocação. O edifício foi mandado construir em 1724 pelo cónego António Felgueiras Lima e nele ficava hospedado o arcebispo de Braga D. Rodrigo de Moura Teles, quando se deslocava a Viana, a banhos.

Mais tarde, foi comprado pela família Barbosa Teixeira Maciel, ficando conhecida pela Casa dos Barbosa Maciel. Trata-se de um belo edifício de linhas barrocas, embora com elementos clássicos, como são os frontões triangulares que encimam as janelas.

O museu tem um dos mais importantes acervos de artes decorativas, através das coleções de mobiliário (peças dos estilos D. João V, D. José e D. Maria ou de verdadeiros tesouros que são os contadores e outras peças indo-portugueses) e louça (com uma coleção de peças das melhores fábricas históricas de todo o país, com uma especial incidência na fábrica de Viana, de que detém uma das mais importantes coleções nacionais).

Z62_7040.jpg

 

VIANA DO CASTELO DEBATE IMIGRAÇÃO NO CONCELHO

Museu de Artes Decorativas acolhe seminário sobre “A imigração em Viana do Castelo” a 10 de dezembro

No dia 10 de dezembro, o Museu de Artes Decorativas acolhe o seminário “A imigração em Viana do Castelo”, no âmbito dos Encontros Interculturais, tendo como público-alvo a população em geral.

O seminário inicia este sábado, às 10h00, com o acolhimento dos participantes e, a partir das 10h30, a programação integra um momento cultural pela Ucrânia. Às 10h40, a sessão de abertura conta com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, e da Alta-Comissária para as Migrações, Sónia Pereira.

Às 11h10, arranca o Painel I – “A imigração em Portugal: oportunidades e desafios”, seguida de apresentação do projeto da Associação Juvenil de Deão. Pelas 12h00, apresentação do volume da coleção estudos OM “Migrantes, acolhimento e integração local: um estudo de caso em Viana do Castelo”.

Às 12h30, acontece um momento cultural por São Tomé e Príncipe, seguida de considerações finais com prova gastronómica de vários países.

De tarde, às 14h30 o seminário retoma com momento cultural que inclui excerto da peça de teatro “ANDORIIINHAS”, pelo Teatro do Noroeste – CDV. Às 14h50, painel II, com “A imigração em Viana do Castelo: Políticas locais de integração de migrantes em Viana do Castelo”, pela Vereadora da Coesão Social, Carlota Borges.

Às 15h40, será apresentado um documentário Produzido ao Norte, pela Associação de Produção e Animação Audiovisual – AO NORTE, terminando a tarde com momento cultural pela Venezuela e prova gastronómica de vários países.

CapturarVCIMIGR (3).JPG

PRESIDENTE DA CÂMARA DE VIANA DO CASTELO ENTREGA CARRINHA DE NOVE LUGARES AO SANTA LUZIA FUTEBOL CLUBE

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, entregou ontem as chaves de uma nova carrinha de nove lugares ao Presidente da Direção do Santa Luzia Futebol Clube, Rogério Martins. A cerimónia, que contou também com a presença do Vereador do Desporto, Ricardo Rego, incluiu a bênção da carrinha agora entregue ao clube e que resulta de um investimento municipal de 32 mil euros.

Capturarcar4 (4).JPG

O autarca vianense aproveitou para elogiar os dirigentes e atletas, considerando que esta entrega faz parte da estratégia municipal de dotação de meios aos clubes.

Recorde-se que Viana do Castelo se está a preparar para ser Cidade Europeia do Desporto em 2023. Neste momento, está a ser feito um investimento de 5,3 milhões de euros em equipamentos desportivos. A candidatura vianense a Cidade Europeia do Desporto refletiu a aposta que o Município de Viana do Castelo tem vindo a fazer na promoção da atividade física e da prática desportiva formal ou informal, incutindo estilos e hábitos de vida saudáveis aos munícipes.

Fundado em 1995, o Santa Luzia Futebol Clube é o clube de futsal mais antigo da cidade de Viana do Castelo. Tem como missão desenvolver e dinamizar a prática da modalidade, em todos os locais abrangidos pelas suas áreas de atuação, com escalões que abranjam todos os géneros e faixas etárias, sem qualquer restrição geográfica quanto à proveniência dos seus atletas, garantindo aos seus praticantes todas as condições para a prática desportiva em segurança.

Faz parte dos objetivos do Santa Luzia FC fazer da instituição uma referência de promoção da cidade de Viana do Castelo e reforçar o seu papel como agente promotor de saúde e igualdade social, pela via da prática desportiva.

Capturarcar3 (6).JPG

Capturarcar2 (7).JPG

MUNICÍPIO VIANENSE CEDE ANTIGA ESCOLA PRIMÁRIA FIEIROS DO MAR PARA CENTRO DE DIA DO CENTRO SOCIAL E PAROQUIAL DE CASTELO DO NEIVA

Foi aprovado, em reunião ordinária de executivo, o contrato de comodato da antiga Escola Primária Fieiros do Mar, que será cedida a título gratuito ao Centro Social e Paroquial de Castelo do Neiva, que pretende instalar no edifício um centro de dia para apoiar a população sénior.

De acordo com o contrato de comodato, a Escola Primária Fieiros do Mar encontra-se encerrada, por não decorrerem nesse espaço quaisquer atividades letivas. A Junta de Freguesia de Castelo do Neiva, como forma de apoiar a população da freguesia, pretende dar continuidade ao conjunto de atividades que têm vindo a ser desenvolvidas por cedência do espaço, destinadas à formação, animação e apoio a toda a comunidade. Já o Centro Social e Paroquial de Castelo do Neiva, em articulação com a Junta de Freguesia, “pretende criar uma resposta a nível social destinada a apoiar a população sénior, nomeadamente dotando a freguesia com um Centro de Dia”.

Assim, o documento define “a cedência gratuita do referido espaço”, pelo prazo de 10 anos, podendo o mesmo ser renovado por igual período se se mantiver o fim e objeto previstos. A gestão do contrato caberá à Junta de Freguesia, acompanhando, fiscalizando e auxiliando o Centro Social e Paroquial.

As despesas decorrentes do funcionamento das instalações, nomeadamente as resultantes dos contratos de fornecimento de energia, água, telecomunicações e outras, serão da responsabilidade da instituição social.

DKC DE VIANA É HEXACAMPEÃO NACIONAL DE ESPERANÇAS DE SLASOM/2022

O canto do cisne conquistou 7 medalhas de ouro e totalizou 17 medalhas nacionais.

Marta Jooris/Tiago Vieira, Tomás Silva/Francisco, Pedro Martins/Mafalda Rodrigues, Dinis Veloso, Maria Marques e Eva Vieira  venceram as suas provas no Campeonato Nacional.

Em seis anos a DKC de Viana venceu 18 fases do campeonato nacional seguidas.

Capturardk2.JPG

Pela sexta vez consecutiva a DKC de Viana conquista o título por clubes de Campeão Nacional de Esperanças de Slalom, com um recorde de 18 competições seguidas sem perder.

Numa deslocação a Amarante, numa prova muito chuvosa, este clube vianense segurou o título de campeão nacional por clubes, totalizando 1910 pontos. Em segundo lugar classificou-se o Aventura Marão Clube com 1346 pontos e a completar o pódio o clube Nautico Barquinhense com 1300 pontos.

A DKC de Viana veio sempre em crescendo numa prova disputada em três fases, sendo a primeira em Vila Nova da Barquinha em que a DKC de Viana venceu com 622 pontos, a segunda em Amarante vencida pela DKC com 624 pontos e por último também em Amarante a DKC venceu com 664 pontos.

Destaque para Marta Jooris/Tiago Vieira, Tomás Silva/Francisco, Pedro Martins/Mafalda Rodrigues, Dinis Veloso, Maria Marques e Eva Vieira que venceram as suas provas no Campeonato Nacional.  

Tiago Vieira, Tomás Silva, Pedro Martins, Daniela Almeida, Gonçalo Passos e Eduarda Maciel foram medalhados de prata.

Conquistaram o bronze Marta Jooris, Duarte Marques e Adriana Jooris.  

Recorde-se que a DKC de Viana tinha ganho a candidatura à organização da ultima fase em Viana, que como já se tornou público foi essa organização cancelada, pelos motivos já invocados à época.

Seguramente teria outra alegria a conquista desses troféus em “casa”, quer dos campeões individuais quer do título colectivo, pois face à conjuntura actual que o clube vive, em virtude de factores externos ao mesmo, será com grande probabilidade a última vez (nos tempos mais próximos) que a DKC de Viana se sagrará novamente campeão nacional por clubes.

DKC de Viana Hexacampeão Nacional de Esperanças de Slalom: - “O canto do cisne”. 

Capturardk1 (18).JPG

Resultados:

C2 infantil misto - Marta Jooris/Tiago Vieira            – 1º lugar nacional

C2 infantil - Tomás Silva/Francisco Pereira              - 1º lugar nacional

C2 cadete misto - Pedro Martins/Mafalda Rodrigues - 1º lugar nacional

C2 cadete - Pedro Martins/Mafalda Rodrigues           - 1º lugar nacional

K1 Menor Masculino - Dinis Veloso                           - 1º lugar nacional

K1 Mínimo Feminino - Maria Marques                       - 1º lugar nacional

K1 Iniciado Feminino - Eva Vieira                              - 1º lugar nacional

K1 infantil A - Tiago Vieira                                        – 2º lugar nacional

K1 infantil B – Tomás Silva                                       – 2º lugar nacional

K1 cadete - Pedro Martins                                         – 2º lugar nacional

K1 infantil feminino – Daniela Almeida                        – 2º lugar nacional

C1 cadete – Gonçalo Passos                                     – 2º lugar nacional

K1 Mínimo Feminino - Eduarda Maciel                        - 2º lugar nacional

K1 cadete - Francisco Marques                                 – 3º lugar nacional

K1 infantil feminino – Marta Jooris                             – 3º lugar nacional

C1 cadete – Duarte Marques                                     – 3º lugar nacional

K1 Iniciado Feminino - Adriana Jooris                         - 3º lugar nacional

K1 cadete - Gustavo Marinho                                     – 4º lugar nacional

K1 cadete feminino – Mafalda Rodrigues                    – 4º lugar nacional

C1 cadete feminino – Mafalda Rodrigues                    – 4º lugar nacional

C1 infantil    - Tiago Vieira                                         – 4º lugar nacional

C1 cadete – Diogo Caleiro                                         – 4º lugar nacional

K1 Menor Masculino - Daniel Querales                       - 4º lugar nacional

K1 cadete - Gonçalo Passos                                      – 5º lugar nacional

C1 cadete – Gustavo Marinho                                    – 5º lugar nacional

C1 infantil feminino – Daniela Almeida                        – 5º lugar nacional

C1 cadete feminino – Maria Enes                               – 6º lugar nacional

K1 cadete - Ricardo Veloso                                        – 6º lugar nacional

K1 infantil B – Francisco Pereira                                – 6º lugar nacional

K1 cadete feminino – Maria Enes                               – 6º lugar nacional

C1 infantil    – Pedro Martins                                      – 6º lugar nacional

K1 cadete - Diogo Caleiro                                          – 7º lugar nacional

C1 cadete – Ricardo Veloso                                       – 7º lugar nacional

C1 infantil feminino – Marta Jooris                             – 7º lugar nacional

K1 Iniciado Masculino B - Rodrigo Marques               – 7º lugar nacional

K1 cadete -Pedro Cardona                                         – 8º lugar nacional

C1 infantil    – Francisco Pereira                                 – 8º lugar nacional

C1 cadete – Pedro Cardona                                        – 8º lugar nacional

K1 Iniciado Masculino B - Bernardo Lima                     – 8º lugar nacional

K1 cadete - Jorge Brito                                               – 9º lugar nacional

C1 cadete – Tiago Pereira                                           – 9º lugar nacional

K1 infantil A - Gabriel Souto                                         – 9º lugar nacional

K1 cadete - Miguel Costa                                           – 10º lugar nacional

C1 cadete - Miguel Costa                                           – 10º lugar nacional

K1 infantil B – Ricardo Esteves                                   – 10º lugar nacional

C1 infantil    – Rodrigo Teixeira                                   – 10º lugar nacional

K1 cadete - Gil Silva                                                   – 11º lugar nacional

K1 infantil B – Rodrigo Videira                                      –11º lugar nacional

C1 infantil    – Rodrigo Videira                                     – 11º lugar nacional

C1 cadete - Jorge Brito                                               – 11º lugar nacional

K1 cadete – Tiago Pereira                                           – 12º lugar nacional

C1 infantil  – Ricardo Esteves                                      – 12º lugar nacional

C1 cadete - Gil Silva                                                    – 12º lugar nacional

Fotos: Ernesto Rodrigues

O Presidente da DKC de Viana, Dr. Américo Castro

Capturardk7 (2).JPG

Capturardk4 (3).JPG

Capturardk5 (3).JPG

Capturardk8 (3).JPG

Capturardk6 (4).JPG

Capturardk3 (7).JPG

VIANA DO CASTELO EXPÔE ÁRVORES DE NATAL

Exposições de presépios e árvores de Natal nos Antigos Paços do Concelho e Museu de Artes Decorativas até 08 de janeiro

No âmbito da programação “Viana, Coração do Natal”, o Município de Viana do Castelo disponibiliza, de 02 de dezembro a 08 de janeiro de 2023, duas exposições alusivas à época festiva nos Antigos Paços do Concelho e no Museu de Artes Decorativas.

Z62_7718 (8).jpg

As iluminações natalícias inauguram esta sexta-feira, 02 de dezembro, a partir das 17h15, seguindo-se o arranque da Praça Natal e a inauguração das exposições.

O rés-do-chão dos Antigos Paços do Concelho, na Praça da República, acolhe a “4ª edição de Presépios de Artesanato de Viana”, que contou com a colaboração de cerca de três dezenas de artesãos e artistas plásticos da região. Os artistas aceitaram o desafio de elaborar um presépio com os materiais que habitualmente utilizam nas suas produções e, assim, a mostra inclui presépios tradicionais ou inovadores, elaborados com pasta de papel, tecidos, massa fimo, cortiça, cápsulas de café, ferro, entre muitos outros materiais.

Já no pátio interior do Museu de Artes Decorativas está patente a exposição “Pinheirinhos de Natal”.  A mostra, que conta com a participação de artesãos e artistas plásticos de Viana do Castelo, recebeu ainda trabalhos de alunos do 5º e 6º ano da Escola E.B. 2,3 Dr. Pedro Barbosa, reunindo cerca de uma dezena de pinheirinhos.

Os pinheirinhos foram elaborados em diversos materiais, tais como argila cozida, cerâmica vidrada, azulejos policromados, madeira, gesso, cobre, ferro e materiais reciclados.

Recorde-se que, para assinalar o período festivo do Natal e Passagem de Ano, “Viana, Coração do Natal” apresenta variadas propostas, para todos os gostos e idades, até dia 8 de janeiro. Praça Natal, Mercado de Natal, atividades infantis, concertos, animação de rua, exposições e passagem de ano são os pontos altos de uma programação reforçada e cativante.

VIANENSES OFERECEM PRENDAS A CRIANÇAS CARENCIADAS

“Viana + Presente(s)” desafia funcionários municipais, empresas e comunidade a angariar prendas para 500 crianças carenciadas

Entre os dias 02 e 16 de dezembro, a iniciativa “Viana + Presente(s)” volta a desafiar os funcionários municipais a tornarem o Natal de meio milhar de crianças mais feliz.  A Câmara Municipal de Viana do Castelo e os Serviços Sociais dos Trabalhadores Municipais de Viana do Castelo desafiam, pela quinta vez consecutiva, os funcionários, a população em geral e as empresas a oferecerem prendas de Natal a mais de 500 crianças carenciadas do concelho.

viana + presentes 2022 (2).jpg

A campanha decorre de 02 a 16 de dezembro e pretende tornar o Natal destas crianças ainda mais especial. Para tal, vai estar disponível uma lista das crianças que vão ser apoiadas através desta iniciativa no Serviço de Atendimento ao Munícipe (SAM) e na sede dos Serviços Sociais dos Trabalhadores Municipais de Viana do Castelo. O documento com a listagem das crianças está dividido por menino, menina e respetiva idade, para facilitar a aquisição do presente.

Quem quiser juntar-se a esta iniciativa irá, pois, assumir a responsabilidade de comprar um presente para a criança que elege, até dia 16 de dezembro.

As prendas deverão ser deixadas no Serviço de Atendimento ao Munícipe, no bar da torre do liceu ou na sede dos Serviços Sociais dos Trabalhadores Municipais de Viana do Castelo.

À medida que os presentes forem entregues, será construída uma “Árvore de Natal” com os embrulhos e, na fase seguinte, as equipas locais irão iniciar a entrega dos presentes às crianças pelas freguesias do concelho de Viana do Castelo. As equipas irão promover a entrega das prendas solidárias entre os dias 18 e 23 de dezembro.

PÓVOA DE LANHOSO COMEMOROU DIA INTERNACIONAL DA CIDADE EDUCADORA

As celebrações do Dia Internacional da Cidade Educadora, na Póvoa de Lanhoso, tiveram o ponto alto na manhã desta quarta-feira, 30 de novembro, com uma cerimónia, em que participaram os agentes sociais com ligação a este Programa, e com a inauguração da exposição de “Árvores de Paz e Oportunidades”, que envolveu a comunidade na sua concretização.

Capturarpplan (8).JPG

A cerimónia simbólica realizou-se no Salão Nobre dos Paços do Concelho, na presença do Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Frederico Castro, da Vereadora da Educação, Fátima Moreira, dos Vereadores Paulo Gago e Ricardo Alves, bem como de representantes das entidades que, localmente, estão implicadas na construção da Cidade Educadora, como Escolas, Centros de Convívio, IPSS’s e outras instituições.

O Presidente da Câmara Municipal, Frederico Castro, destacou a importância de adotar, no dia a dia, atitudes e comportamentos de acordo com os princípios vertidos na Carta das Cidades Educadoras e sublinhou a ideia de “educar pelo exemplo”. Atitudes positivas influenciam uma mudança progressiva, em nós e nos outros, considerou. “É também isso que faz da Póvoa de Lanhoso um concelho que está à frente do seu tempo. E um concelho, do ponto de vista comparativo, que é bem-conceituado, onde as pessoas gostam de viver e que é falado pela positiva. É o sinal de que estamos no caminho certo para que a Póvoa de Lanhoso seja, cada vez mais, uma Cidade Educadora, integradora, justa, socialmente equilibrada e que promove o bem-estar e a paz”, referiu, falando no encerramento da sessão.

Esta contemplou a Leitura da Declaração do Dia Internacional das Cidades Educadoras e a distribuição da Carta dos Princípios das Cidades Educadoras. De entre outros aspetos, englobou ainda a exibição de um vídeo sobre as práticas da Póvoa de Lanhoso enquanto Cidade Educadora.

Finalizado este momento, as celebrações continuaram na Av. 25 de Abril, com o hastear da Bandeira das Cidades Educadoras, junto ao Espaço do Idoso, e com a inauguração da Exposição de Árvores de Paz e Oportunidades (numa alusão ao tema que inspira as comemorações, em 2022). Os 27 exemplares foram elaborados com recurso a materiais reciclados e/ou recicláveis, por utentes dos Centros de Convívio e de instituições sociais. Destaque ainda para a participação dos Agrupamentos de Escolas, através de crianças integradas nas Atividades de Enriquecimento Curricular, e da EPAVE. Estas árvores estão colocadas nas galerias comerciais da Av. 25 de Abril, da Rua Maria da Fonte e da Av. dos Bombeiros Voluntários.

Com o objetivo de mobilizar todos os agentes sociais em torno da promoção da paz, da convivência, da solidariedade e da inclusão e enquanto membro da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras, a Póvoa de Lanhoso associou-se à comemoração do respetivo Dia Internacional, através de um programa com ações ligadas aos Princípios da Carta das Cidades Educadoras. As atividades começaram a 10 de novembro e terminam no dia 9 de dezembro, com a iniciativa “Inclusão de Todos e para Todos” (Princípio da Educação Inclusiva ao Longo da Vida), no Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio.

Cidade Educadora é aquela que, para além das suas funções tradicionais, reconhece, promove e exerce um papel educador na vida dos cidadãos e das cidadãs, assumindo como desafio permanente a formação integral dos seus e das suas habitantes. Na Cidade Educadora, as diferentes políticas, espaços, tempos e atores são compreendidos como agentes pedagógicos, capazes de apoiar o desenvolvimento de todo o potencial humano. O Município da Póvoa de Lanhoso aderiu ao programa em 2016.

Presidente da Camara Municipal da Povoa de Lanhoso hasteaou Bandeira de Cidade Educadora (3).jpg

SOLUTIONS30 INVESTE 600 MIL EUROS E INAUGURA NOVO ESPAÇO EM VIANA DO CASTELO

A multinacional francesa Solutions30 investiu cerca de 600.000 euros e inaugurou ontem um novo espaço em Viana do Castelo. O espaço, cuja inauguração contou com a presença do Presidente da Câmara, Luís Nobre, vem dar continuidade à unidade instalada na Zona Industrial do Neiva – Fase II e conta com uma área de 500m2, com capacidade para mais 80 pessoas, e alberga diversos serviços, tais como Recursos Humanos, Contabilidade, Logística e Marketing, assim como os gabinetes da Direção. Em Viana do Castelo, a empresa conta, assim, com 260 colaboradores.

ABELO2880 2.jpg

O autarca considerou que este investimento “é um dos bons exemplos apoiados pelo Regime de Incentivos em vigor no município de Viana do Castelo e que já foi renovado e reforçado para 2023”.

Criada em 2018, a Solutions30 Portugal arrancou na capital do Alto Minho com um investimento de 200 mil euros, assumindo-se como um centro estratégico de desenvolvimento de competências, com expertise no domínio de Front Office, Back Office e Serviços Partilhados na área de controlo e apoio às operações do grupoSolutions30, na Europa. Em 2019, um investimento de 350 mil euros permitiu ampliar as instalações de Viana do Castelo e, até à data, a nível nacional foram investidos 3,1 milhões de euros.

Esta multinacional francesa inaugurou o espaço em março de 2019 em Viana do Castelo com 140 trabalhadores. A empresa funciona como um centro de competências para o grupo Solutions30, centralizando em Portugal os serviços partilhados nas áreas de recursos humanos, contabilidade, financeira e logística.

No país, a Solutions30 emprega 315 pessoas, distribuídos pelos polos de Viana do Castelo, Braga, Viseu e Matosinhos, pretendendo a continuar a recrutar para reforçar serviços existentes e abraçar novos projetos.

A S30 Portugal faz parte do Grupo Solutions30, com sede no Luxemburgo. Nos primeiros nove meses deste ano, o grupo multinacional registou um volume de negócios de 656,8M€ e confirma as suas ambições de crescimento sustentável e rentável, com o objetivo de atingir os mil milhões de euros de volume de negócios a médio prazo.

A Solutions30 continua a captar as oportunidades que se apresentam nos mercados internos e externos, em particular na área da 5G, objetos conectados, Smart Grids, Smart Citys, dos postos de carregamento de veículos elétricos e também das redes inteligentes de fibra ótica, cujo desenvolvimento se tem acelerado no território europeu.

O grupo nasceu em outubro de 2003, sob a marca PC30, em França. Atualmente, tem sede no Luxemburgo, sendo líder europeu no campo da assistência técnica, com 75.000 intervenções por dia, nos diversos setores de atividades onde opera, organizadas em torno de uma rede de técnicos locais. A Solutions30 cobre França, Itália, Reino Unido, Benelux, Alemanha, Polónia, Portugal e Espanha.

O Grupo Solutions 30 conta com 15.000 funcionários e está em crescimento acelerado em Portugal. Conta com um crescimento médio anual, desde 2015, superior a 40%, tendo registado, em 2021, um EBITDA de 9,4%.

ABELO3041 2 (1).jpg

ABELO2955 2 (2).jpg

ABELO3022 2 (2).jpg

ABELO3117 2 (3).jpg

ABELO2992 2 (6).jpg

ABELO3079 2 (6).jpg

ABELO2891 2 (8).jpg

AUTARCA DE VIANA DO CASTELO DEFENDE REGIONALIZAÇÃO “PARA QUE O PAÍS CONSIGA DESENVOLVIMENTO MAIS EQUITATIVO E JUSTO”

No arranque da segunda edição do Fórum Autárquico da Região Norte, que acontece hoje, no Teatro Municipal Sá de Miranda, o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo defendeu que “depois de 48 anos de democracia, queremos avançar em relação a um modelo de regionalização para que o país consiga um desenvolvimento mais harmonioso, mais equitativo e mais justo”.

Capturarabel (3).JPG

Na cerimónia de abertura do Fórum, que contou com a presença da Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira, o autarca Luís Nobre indicou que “a regionalização tem de acontecer, é inevitável, e todos os agentes do Norte desejam que esse caminho seja percorrido”.

“Temos de fazer sentir junto de quem faz acontecer essa vontade que acredito ser da maioria”, frisou.

“Como uma boa nortada nortenha, queremos continuar a crescer com o impulso e a força que nos é habitual. Existe, para tal, a necessidade do nosso modelo de desenvolvimento evoluir com o processo de descentralização e com a regionalização, que nos parece ser, nesta altura, inevitável e determinante”, assegurou.

O Fórum Autárquico da Região Norte é uma iniciativa promovida pela CCDR-NORTE que coloca em perspetiva o início do novo ciclo de financiamento comunitário ao desenvolvimento regional em Portugal e as alterações relevantes, que se encontram em preparação, na organização territorial do Estado.  

Luís Nobre considerou que este é “um fórum de reflexão e de interpretação de onde estamos, pensando o futuro”, assegurando ser “um privilégio” para Viana do Castelo “receber um fórum desta dimensão e que debate temas decisivos e estruturantes”. “O Norte cresceu, mas tem muitos desafios para enfrentar e para desenvolver”, vaticinou.

ABELO3572.jpg

ABELO3686 (2).jpg

ABELO3322 (2).jpg

ABELO3482 (2).jpg

MUNICÍPIO VIANENSE APROVA REGIME DE INCENTIVOS PARA 2023

Regime de Incentivos para 2023 com soluções combinadas para setor tecnológico, serviços partilhados e indústrias criativas

A Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou, em reunião de executivo, o Regime de Incentivos para 2023, que prevê a continuidade das reduções e isenções de taxas diversas e, pela primeira vez, inclui, para o setor tecnológico, serviços partilhados e indústrias/atividades criativas, a oferta de soluções combinadas para empresas e profissionais e para o seu agregado familiar, tais como alojamento a custo controlado, soluções de mobilidade e oferta de soluções ao nível educativo.

viana-do-castelo-santa-luzia-CED2023-1024x644 (3).jpg

 Recorde-se que o Regime de Incentivos inclui reduções e isenções de taxas para investidores de empreendimentos turísticos e acolhimento empresarial, atividades económicas relacionadas com as fileiras da agricultura, floresta e produtos de base regional e do mar, setor tecnológico, serviços partilhados e indústrias/atividades criativas, equipamentos de utilização coletiva, abrangendo ainda a regeneração urbana e operações urbanísticas. O regime inclui ainda dispensa de caução ou seguro caução na liquidação de taxas, possibilitando ainda o pagamento em prestações das taxas de ocupação dos lotes do Parque Empresarial da Praia Norte, entre outras medidas.

De acordo com a proposta apresentada pelo Presidente da Câmara, Luís Nobre, o Município, para apoiar as famílias, a economia e aumentar o emprego, disponibiliza o regime de incentivos que “aprofunda um conjunto de instrumentos de apoio e atração tendentes à requalificação, dinamização e robustecimento de todo o tecido económico e social do concelho”.

Assim, o Regime de Incentivos aplica-se para empreendimentos turísticos com a isenção total de taxas de licenciamento em todas as operações urbanísticas, apoio e acompanhamento dos projetos de investimento, nomeadamente na agilização dos processos de licenciamento.

 No que toca a acolhimento empresarial (novas empresas e empresas existentes no concelho), implica a isenção total de taxas de licenciamento em todas as operações urbanísticas, bonificação do preço de cedência de terrenos, realização de obras de infraestruturas e ainda apoio e acompanhamento dos projetos de investimento, nomeadamente na agilização dos processos de licenciamento.

Para as atividades económicas relacionadas com as fileiras da agricultura, floresta e produtos de base regional, os incentivos previstos passam pela isenção total de taxas de licenciamento em todas as operações urbanísticas e apoio e acompanhamento dos projetos de investimento, nomeadamente na agilização dos processos de licenciamento.

A pensar no setor tecnológico, serviços partilhados e indústrias/atividades criativas, além das isenções nas taxas de licenciamento, serão disponibilizados os espaços equipados a custos controlados e com possibilidade de períodos de carência. É ainda definido o apoio e acompanhamento dos projetos de investimento, nomeadamente na agilização dos processos de licenciamento e relação com entidades externas públicas e privadas. É definida a possibilidade de execução de obras e infraestruturas urbanísticas e de funcionalização dos espaços, oferta de soluções personalizadas (disponibilização de espaços em função das necessidades), disponibilização de acompanhamento técnico no apoio ao investimento e no processo de instalação empresarial, sendo igualmente estabelecida a oferta de soluções combinadas para empresas e profissionais e para o seu agregado familiar.

Para os equipamentos de utilização coletiva, aprovou-se a isenção de taxas de licenciamento em todas as operações urbanísticas, bem como o apoio e acompanhamento dos projetos de investimento, nomeadamente na agilização dos processos de licenciamento.

Para a regeneração urbana / operações urbanísticas em loteamentos / outras operações urbanísticas, vigora a isenção do valor final das taxas administrativas e de urbanização e edificação em operações urbanísticas de reabilitação urbana e em operações urbanísticas. Está ainda prevista a continuidade, pelo segundo ano consecutivo, da isenção do valor final das taxas administrativas e de urbanização e edificação em operações urbanísticas / 1ª habitação para jovens até aos 35 anos. Vigora igualmente a isenção de taxas na ocupação do domínio público e domínio público por motivos de obras, desde que requerida até ao período máximo de 90 dias.

Este Regime de Incentivos inclui ainda a dispensa de caução ou seguro caução na liquidação de taxas desde que cumpridas as restantes condições estabelecidas no artigo 14 do RMTUE, sendo que o atraso no pagamento de qualquer uma das prestações, por mais de 30 dias, implicará o imediato vencimento de todas as prestações vincendas e a instrução do competente processo de execução fiscal administrativo.

O regime inclui ainda o pagamento em prestações das taxas de ocupação dos lotes do Parque Empresarial da Praia Norte, permitindo a liquidação das taxas anuais de ocupação até ao máximo de 12 prestações mensais, sucessivas e de igual montante.

VIANA DO CASTELO APROVA REDUÇÃO DO IMI PARA 2023

O executivo municipal aprovou hoje, em reunião ordinária, a redução do IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) para 0.35% para prédios urbanos no próximo ano, mantendo-se a taxa de prédios rústicos nos 0,8%.

Pd-NCR_CMVC_DJI-0948.jpg

“Estando o executivo atento às dificuldades económicas e financeiras que as famílias enfrentam devido, sobretudo, às altas taxas de juro e de inflação registadas, propõe a redução da taxa do IMI para o próximo ano”, lê-se na proposta apresentada pelo Presidente da Câmara Municipal, Luís Nobre.

De lembrar que, desde o ano de 2012, em plena crise económica, a autarquia tem abdicado do valor máximo do imposto, descendo na altura para 0.38%, em 2020 para 0.36% e agora para 0.35%.

Na mesma redação, e para apoiar as famílias numerosas, a redução do valor do IMI tem uma dedução fixa de 70 euros para famílias com três ou mais dependentes.

É ainda definida a majoração em 30% a taxa aplicável a prédios urbanos degradados para incentivar a reabilitação urbana dos mesmos.

Relativamente à Derrama, foi aprovado pelo executivo o lançamento de uma derrama correspondente a 1,5% sobre o lucro tributável do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC), relativo ao ano de 2022, mantendo-se o valor de anos transatos.

O Município, enquanto governo local atento às dificuldades que as pequenas empresas enfrentam, propõe ainda a isenção de derrama para os sujeitos passivos com um volume de negócios, no ano anterior, inferior a 150 mil euros.

VIANA DO CASTELO REQUALIFICA VIAS MUNICIPAIS

Autarquia vianense investe 2,275 milhões de euros na requalificação de vias municipais em 2023

Do levantamento global do estado dos pavimentos das estradas e caminhos municipais, resultou um projeto de execução que propõe a reabilitação dos pavimentos em 17 freguesias do concelho, com um prazo de execução de 540 dias.

Capturarcamaravic (6).JPG

Assim, na União de Freguesia de Viana do Castelo, em Santa Maria Maior serão alvo de empreitada de requalificação a Avenida Capitão Gaspar de Castro e a Rua de São Francisco, bem como a Estrada da Papanata.

Já em Vila Fria, será beneficiada a EM 543 (Rua de Valverde) e nas freguesias de Vila Franca / Vila de Punhe será reabilitada a Estrada das Vilas (CM 1195-1). Em Vila Franca, será igualmente alvo de intervenção a Estrada Padre Quesado.

Em Santa Marta de Portuzelo, o concurso público agora aprovado beneficia a Rua de Samonde (CM 1172), a Rua José de Brito e a Rua da Quinta Velha. Em Mujães, EN 305 (Rua do Paço), em Deocriste a EN 305 (Estrada de Santiago) e na freguesia de Darque, Rua Cidade Nova (entroncamento com N13) serão também alvo de empreitada.

Em Vila de Punhe, será beneficiada a Rua da Travessa, em Castelo do Neiva a Avenida Central (EN 13-3), em Vilar de Murteda a EM 526, na freguesia de Areosa serão alvo de intervenção a Travessa de Eugénia e Rua da Catalunha, Rua Trás do Rio, Rua Quinta de Baixo, Rua da Povoença e Rua da Parinheira, para além da Avenida São João Bosco.

Em Monserrate, será requalificada a Rua dos Mareantes, em Perre a EN 302 (Estrada dos Ferreiros), na freguesia de Montaria a EM 526 (Estrada de Espantar) e a Estrada Senhora do Minho.

Também a freguesia de Subportela verá requalificada a EM 540 (Estrada da Igreja), em Alvarães será beneficiada a EM 543 – Rua dos Cruzeiros e na freguesia de Carreço a Avenida do Montedor.

MUNICÍPIO DE VIANA DO CASTELO ESTABELECE PROTOCOLO COM ORDEM DOS PSICÓLOGOS PORTUGUESES PARA TRABALHAR SAÚDE MENTAL

O Município de Viana do Castelo estabeleceu um protocolo com a Ordem dos Psicólogos Portugueses no âmbito de uma parceria entre as duas instituições que pretendem colaborar na sensibilização e importância da intervenção dos psicólogos no município, colaborar na promoção da literacia em saúde psicológica e bem-estar da população e ainda colaborar na organização de eventos conjuntos e participar em eventos promovidos por ambas as entidades.

CapturarV4 (14).JPG

Este protocolo de parceria surge numa altura em que o Município de Viana do Castelo, empenhado na prossecução da sua função mobilizadora do potencial endógeno do território e com foco no reforço da resiliência psicológica comunitária, numa perspetiva de promoção da saúde mental em todas as políticas, respondendo aos determinantes da saúde e aos novos desafios para a saúde mental, pretende promover a literacia em saúde mental e psicológica da população.

Esta promoção da literacia em saúde mental visa favorecer o envolvimento da autarquia em processos de discussão e de tomada de decisão relacionados com a saúde mental e incentivar a adoção de estilos de vida saudáveis, focados na saúde psicológica e no bem-estar, em todas as etapas do ciclo vital, implementando programas de promoção da saúde mental em diferentes contextos.

O protocolo agora firmado vigora por um período de um ano, renovando-se por iguais e sucessivos períodos, se nenhum dos outorgantes o denunciar. A gestão do presente protocolo será assegurada pelo Gabinete Cidade Saudável da Câmara Municipal de Viana do Castelo e pela Delegação Regional do Norte da Ordem dos Psicólogos Portugueses, aos quais incumbe acompanhar e fiscalizar o seu cumprimento.

Esta segunda-feira, o Teatro Municipal Sá de Miranda acolheu o IV Encontro Anual dos Psicólogos do Norte, que reuniu profissionais e especialistas para abordar temas inseridos nos desafios sociais, nomeadamente Saúde e Bem-estar, Demografia e Envelhecimento, discutindo ainda as Migrações.

ABELO0639 2.jpg

ABELO1370 2.jpg

ABELO0720 2 (3).jpg

CapturarV2.JPG

CapturarV3 (6).JPG

CapturarV5 (3).JPG

CapturarV6 (4).JPG

CapturarV7 (9).JPG

VIANA DO CASTELO: 10 ANOS DE RENASCER DA AREOSA EM EXPOSIÇÃO

O Grupo Etnofolclórico "RENASCER" de Areosa, cumpre no dia 1 de dezembro de 2022 o seu 10º aniversário. Neste ano especial de retoma da atividade pós-pandemia, este grupo decidiu marcar de uma forma especial o 10º ano a longo prazo. A direção, cumprindo o desiderato estabelecido aquando o 9º aniversário, comemorado em situação condicionada, devido às restrições que ainda se mantinham, apresentou aos componentes e alguns amigos, a programação prevista para o 10º ano de existência, à qual se davam forma as atividades de música, canto, dança, colóquios e exposições.

renareosa (9).png

Em janeiro, cumprindo a tradição de Janeiras, que temos vindo a manter de ano para ano, e não podendo tocar de porta em porta, como habitualmente, fomos de porta em porta deixar na casa das pessoas com um panfleto significativo dos nossos votos de um feliz ano.

No mês de abril, realizou-se um colóquio, com uma abordagem sobre o futuro do folclore, em virtude da situação pandémica vivida, o qual denominamos FOLKLORE 2.0. Este colóquio teve como convidados para o Primeiro Painel – Presente e Futuro dos Festivais Internacionais, representando o CIOFF Portugal, Paulo Marques, também representante do FOLK Cantanhede, para o Segundo Painel – Presente e Futuro dos Grupos Folclóricos em Portugal, representando a Federação do Folclore Português, Dr. Daniel Café e para o Terceiro Painel – Presente e Futuro do Folclore em Viana do Castelo, na representação da Vianafestas, Dr. Paulo Carrança. De forma a familiarizarmos mais ainda o colóquio, concluímos esta tarde informativa com a Mesa Redonda – Dificuldades em Pandemia e Futuro, na qual reunimos amigos de alguns Grupos Folclóricas, nomeadamente o já mencionado Paulo Marques do Grupo Folclórico Cancioneiro de Cantanhede, do Grupo de Danças e Cantares de Perre - Manuel Arieira, do Grupo Folclórico de Viana - Francisco Vieira, e do Grupo Etnofolclórico “RENASCER” de Areosa - Flávia Cunha, bem como da representante do Festival de Folclore Internacional do Alto Minho - Maria José Xavier.

Em junho, o canto foi a área desenvolvida, ao qual se juntou o Professor Vitor Lima, para fortalecer esta componente artística, realizando uma aula de canto para os componentes e convidados do grupo, a qual foi muito bem recebida por todos, tendo ficado o desejo para outras de continuação no futuro.

No mês de setembro, dedicamo-nos à dança e à música ao longo de um dia inteiro, com a presença de profissionais do vídeo e da fotografia, no qual tocamos, cantamos e dançamos, e do qual resultou o trabalho base da exposição com inauguração marcada para o dia 1 de dezembro, data de comemoração do 10º aniversário.

A exposição “10 anos de Renascer de Areosa”, estará patente no Salão Ernesto Botelho da Sociedade de Instrução e Recreio Social Areosense, entre o dia 1 de Dezembro, com abertura marcada para as 10.00h, e o dia 14 do mesmo mês. Esta exposição, é o resultado do trabalho dos fotógrafos José Maria Barroso e Regina Lamoroux Barroso, e do videógrafo Diogo Vale, que se juntaram ao Renascer de Areosa neste ano especial. Fica um agradecimento enorme, em nome do Grupo Etnofolclórico "RENASCER" de Areosa, aos profissionais da fotografia e vídeo, à SIRSA, no nome do seu Presidente da Direção Ernesto Botelho pela cedência dos espaços de ensaios e para a realização da exposição, e a todos os que partilharam do êxito do 10º ano - componentes, amigos e colaboradores.

Deixamos o convite a todos para visitar a exposição 10 anos de Renascer de Areosa, no salão Ernesto Botelho da ala sul da SIRSA em Areosa.