Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ECO MEIA MARATONA MONÇÃO – VALENÇA

20 de outubro, domingo. Venha correr na terceira melhor ecopista da Europa

Os municípios de Monção e de Valença, promotores da prova, recebem, no dia 20 de outubro, domingo, a primeira Eco Meia Maratona, ligando as duas localidades vizinhas pela Ecopista do Rio Minho. As inscrições estão abertas em: www.prozis.com/ecovalencamoncao

CARTAZ_2019cervv.jpg

Além do trajeto de 21,0975 quilómetros, com partida em Valença e chegada a Monção, está ainda prevista uma corrida de 10 quilómetros e uma caminhada de 5 quilómetros, ambas com percurso apenas no Município de Monção. O valor de participação na Eco Meia Maratona e na corrida são 10 euros, descendo para 5 euros na caminhada.

A prova representa uma oportunidade única de praticar exercício físico num percurso com caraterísticas ambientais, monumentais e fluviais muito acentuadas, sendo vários os motivos de interesse que fazem desta via ecológica, a primeira em Portugal a aproveitar linhas férreas desativadas, uma referência para quem gosta de praticar desporto em comunhão com a natureza.

Com o primeiro troço inaugurado em 2004, a Ecopista do Rio Minho foi distinguida, em 2009, no IV Encontro de Vias Verdes da Europa, realizado na Bélgica, como a quarta melhor ecopista da Europa. Em 2017, nos 8th European Greenway Award, realizados na Irlanda, recebeu o título de terceira melhor via verde da Europa.

No percurso de Monção, além do Núcleo Museológico Torre de Menagem, em Lapela, monumento nacional desde 1910 rodeado de casario, o utilizador é surpreendido com diversas panorâmicas do rio, das embarcações tradicionais, da labuta dos pescadores, da margem galega e de algumas pesqueiras, pequenas construções de pedra antiga que nos remetem ao bucolismo fluvial.

Em Troporiz, freguesia onde o rio Gadanha encontra o “Pai Minho”, como gentilmente os galegos tratam o rio Minho, encontramos um verdadeiro postal ilustrado com a magnífica beleza paisagística do rio Minho, perpetuada nas histórias tempestuosas de dois povos que a política dividiu e a amizade uniu.

O que inclui a inscrição?

Corrida e Meia Maratona
Medalha Finisher; Mochila; Seguro; T-shirt; Água; Suplemento Alimentar

Caminhada:
Mochila; Seguro; T-shirt; Água; Suplemento Alimentar

VALENÇA SERVE ANHO NO FORNO

Anho no Forno, Uma das Maravilhas Gastronómicas de Portugal, à Mesa em Valença

Anho no forno, com arroz pingado, em alguidar, confecionado nos fornos a lenha, à moda antiga, é um prato consagrado e um autentico manjar dos deuses. No fim de semana de 31 de agosto e 1 de setembro tem a oportunidade de o saborear num festival gastronómico, em Gondomil, Valença.

5927ANHO.jpg

Festival gastronómico

O Festival Gastronómico Sabores do Anho é o certame mais antigo da região a celebrizar uma receita consagrada e reconhecida por todos os apreciadores. Esta é uma oportunidade única para saborear um prato que é um emblema da gastronomia valenciana e da região.

É um autentico manjar, elaborado por mãos sábias e sempre foi rei das festas grandes das aldeias e dos grandes convívios das famílias.

Os Segredos do Anho no Forno

Banhado com os temperos e os segredos das ervas aromáticas da região, vai a cozer nos tradicionais fornos de lenha.

Apresenta-se à mesa tostado por fora, de carne tenra e suculenta, no típico alguidar oval de barro minhoto, firme nos paus de loureiro. No interior do alguidar resguarda-se o celebre arroz pingado que incorporou os sucos do anho durante a cozedura.

Anhos de Puras Pastagens

Os anhos, preparados para este festival, são criados nas pastagens dos montes e campos locais em pastoreio livre, entre a erva e a carqueja que vão dar um toque único à carne do anho.

Dois Dias de Festa Gastronómica

Durante dois dias é possível saborear o anho no forno, a preços populares e desfrutar de um amplo programa de animação, com musica tradicional portuguesa, estando garantida uma grande festa de sabores. As refeições podem ser saboreadas no sábado 31 de agosto, ao almoço, a partir das 12h e ao jantar e no domingo 1 de setembro ao almoço, também, a partir das 12h.

O Largo de Santa Rita, em Gondomil, é o espaço de acolhimento deste festival gastronómico.

A iniciativa é da Câmara Municipal de Valença, Junta da União de Freguesias de Sanfins e Gondomil e da Associação Cultural de Gondomil.

67155065_2349296035151758_6553795428528160768_n.jpg

SABORES DO ANHO ATRAEM MINHOTOS E GALEGOS A VALENÇA

Sabores do Anho, um clássico que não passa de moda, em Valença de 31 de agosto a 1 de Setembro

Saborear anho no forno, com arroz pingado, à moda antiga, tem um destino a freguesia valenciana de Gondomil. No fim de semana de 31 de agosto e 1 de setembro os apreciadores do anho tem a sexta edição do Festival Gastronómico Sabores do Anho.

saboranh.jpg

Comer com Tradição

Esta é uma oportunidade única para saborear um prato que é um emblema da gastronomia valenciana e da região. Preparado nos tradicionais fornos a lenha é um autentico manjar. Elaborado por mãos sábias, com os temperos e os segredos seculares, sempre foi rei das festas grandes das aldeias e dos grandes convívios das famílias.

Manda a tradição que se acompanhe com arroz do forno, pingado com os aromas do anho. Uma tradição que surgiu em tempos idos, na época em que as famílias ricas comiam o anho e os empregados o arroz aromatizado com os sucos do anho.

Anhos de Puras Pastagens

Os anhos preparados para este festival, são criados nas pastagens dos montes locais em pastoreio livre.

Dois Dias de Festa Gastronómica

Durante dois dias é possível saborear o anho no forno, a preços populares e desfrutar de um amplo programa de animação, com musica tradicional portuguesa, estando garantida uma grande festa de sabores. As refeições podem ser saboreadas no sábado 31 de agosto, ao almoço e ao jantar e no domingo 1 de setembro ao almoço.

O Largo de Santa Rita, em Gondomil, é o espaço de acolhimento deste festival gastronómico.

A iniciativa é da Câmara Municipal de Valença, Junta da União de Freguesias de Sanfins e Gondomil e da Associação Cultural de Gondomil.

Os Sabores do Anho encerram o ciclo anual de eventos gastronómicos que a Câmara Municipal de Valença dinamizou ao longo deste ano e de que destacaram, ainda, os Sabores da Lampreia, Os Sabores Serranos, Os Sabores da Aldeia, os Domingos Gastronómicos e Fevereiro Mês da Lampreia.

VALENÇA ESTÁ EM FESTA!

15 de Agosto Há Romaria em Valença - Senhora do Faro

A Tradição da romaria, da peregrinação cristã e do mega piquenique em honra de Nossa Senhora do Faro, realiza-se quinta-feira, 15 de Agosto. Dos festejos destaca-se a multitudinária peregrinação a pé e o celebre mega piquenique em que o cabrito é rei nos petiscos.

Peregrinação a Pé

Centenas de peregrinos participam nesta secular peregrinação penitencial que sai da Igreja da Colegiada de Santo Estêvão, na cidade, às 8h00 e termina na Capela do Faro, no topo do monte, por volta das 11h00. 7,5 Km's, a pé, pela estrada do Faro em que a devoção a Nossa Senhora do Faro atrai muitos peregrinos do norte de Portugal e da Galiza.

Cabrito no Forno no Piquenique

Para as 11h15 está programada a celebração eucarística, seguida do celebre piquenique. Manda a tradição que no dia da romaria o farnel de Cabrito assado no forno a lenha é o rei de um mega piquenique, no amplo e frondoso Parque de Merendas do Monte do Faro. A festa prolonga-se, tarde dentro, com um festival de bandas filarmónicas, a partir das 15h.

Devoção Popular

A 15 de Agosto Valença celebra a Assunção de Nossa Senhora uma das mais emblemáticas festividades religiosas do Alto Minho que todos os anos atrai milhares de devotos ao Parque do Monte do Faro.

A Peregrinação ao Faro é o ponto alto das celebrações religiosas das Festas de Valença que decorrem em Valença até 15 de agosto, na cidade e no Parque do Monte do Faro.

Senhora do Faro entre a Lenda e a Tradição

A devoção à Senhora do Faro é secular e um marco de fé para as povoações do Alto Minho e do sul da Galiza.

Conta a lenda que um homem natural de Valença tendo ido combater no norte de África lá ficou cativo dos Mouros. Sujeito a tantas privações, durante meses viveu agrilhoado pelos pés, sem água, nem o verde e frescura das terras do Minho. Uma noite suplicou à Senhora que o livra-se deste suplicio. Durante as orações adormeceu. Acordou com uma brisa fresca e o barulho da água a correr, era de manhã e apercebeu-se que não estava em África, mas no monte do Faro das suas memórias. Agradecido à Senhora do Faro, deixou os grilhão que carregara nos pés como agradecimento pela libertação. Os grilhões são um dos relicários do santuário e um nicho faz jus a esta lenda / história e são ponto de veneração dos muitos peregrinos que rumam ao Monte do Faro.

QUERES SER PEREGRINO POR UM DIA, EM VALENÇA?

À Descoberta do Caminho Português da Costa
Caminhada, travessia no barco peregrino, concerto de música no caminho e à descoberta da história do Caminho Português da Costa é o convite que Valença faz para quinta-feira, 25 de julho, Dia de Santiago.

vallll.jpg

Peregrinação para Pequenos e Graúdos
Valença convida os mais jovens e famílias a descobrirem o percurso do Caminho Português da Costa, no concelho. Uma caminhada entre a Ponte Romano / Medieval da Veiga da Mira, (São Pedro da Torre /Arão) e o Albergue de São Teotónio, neste traçado de peregrinação, é o desafio. A caminhada começará às 9h30. A autarquia disponibilizará transporte, para os interessados, com saida às 9h15, das Portas do Sol, na Fortaleza, mediante inscrição para: nmuseologico@cm-valenca.pt, ou pelo tlf. 251 806 020.
Travessia no Barco Peregrino
Queres reviver o espírito secular da travessia jacobeia, dos peregrinos, de barco, no rio Minho? Entre as 15h e as 19h os interessados poderão fazer a travessia (passeio) do rio Minho, entre o Cais de Valença e o Porto Xacobeo de Tui e conhecer este novo serviço turístico que Valença oferece, neste dia gratuito, mediante inscrição para:nmuseologico@cm-valenca.pt, ou pelo tlf. 251 806 020.
Conhecer a História do Caminho da Costa
Às 21h30 será projetado o documentário “Em Cada Passo um Sentido”, um trabalho promocional do Caminho Português da Costa, entre o Porto e Valença que está a correr mundo a promover este traçado dos Caminhos de Santiago. A oportunidade, para ver um documentário que tem ganho vários prémios internacionais.
Música no caminho
“aMar&Dar” é um concerto do programa Música do Caminho, a cargo de Marlene Rodrigues e Dário Rocha que a partir das 22h, trará a música a este programa.
As comemorações do Dia de Santiago, decorrem no âmbito do programa de atividades municipal “Semana do Museu” que durante esta semana está a levar os mais jovens a descobrir o património do concelho.

CERVEIRA E VALENÇA CRIAM PRIMEIRO CENTRO INTERMUNICIPAL DE PROTEÇÃO CIVIL DO PAÍS

Já foi legalmente constituída a AMAMINHO - Proteção Civil - Associação de Municípios do Alto Minho - Proteção Civil Municipal, que será instalada no Aeródromo do Alto Minho - Cerval. Trata-se do primeiro Centro Intermunicipal de Proteção Civil do país e agrega, numa primeira fase, os municípios de Vila Nova de Cerveira e Valença.

Cerveira e Valença criam primeiro Centro Intermunicipal de Proteção Civil do país.jpg

O processo de escritura pública foi realizado ontem em Valença pelo presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, e pelo presidente da Câmara de Valença, Jorge Mendes. Agora com personalidade jurídica, a AMAMINHO tem como objetivos principais prevenir os riscos coletivos, socorrer e assistir pessoas e outros seres vivos em perigo e a criação do Centro Intermunicipal de Proteção Civil do CERVAL.

Nas palavras do edil cerveirense, Fernando Nogueira, "este é um acordo pioneiro no que toca à preservação e proteção da floresta contra incêndios, tendo como propósito a partilha de meios e recursos na prevenção da floresta e na segurança das populações".

“Valença vai continuar disponível para cooperar com todos aqueles que possam trazer desenvolvimento sustentável, segurança e qualidade de vida aos seus cidadãos. Valença e Vila Nova de Cerveira têm muito a ganhar com esta cooperação, espero que, no futuro, possamos continuar a encontrar soluções comuns para melhorar a vida dos nossos munícipes”, sustentou o autarca de Valença, Jorge Mendes.

Numa segunda fase, para além dos municípios de Vila Nova de Cerveira, Valença, pretende-se abranger o concelho de Paredes de Coura. Em cima da mesa está uma candidatura conjunta a fundos comunitários com um investimento de 1,2 milhões de euros para o Centro Intermunicipal de Proteção Civil, no local onde se encontra instalado o Aeródromo do Alto Minho - Cerval.

Recorde-se que o projeto de arquitetura do edifício-sede foi apresentado no passado mês de março, na presença do Estado da Proteção Civil, José Artur Neves. O projeto prevê a melhoria das condições do aeródromo e a criação de um edifício dotado de uma área de armazém e parque de viaturas, zona de apoio aos agentes da proteção civil, sede dos Gabinetes Técnicos Florestais (GTF) dos municípios, gabinete de crise e sala de formação.

RECRIAÇÃO HISTÓRICA DAS INVASÕES FRANCESAS APROXIMAM O MINHO E A GALIZA

Valença e Tui Disparam Pela União. Recriação Histórica da 2ª Invasão Francesa

Presidente da Câmara de Valença e o Alcalde de Tui vão disparar o primeiro tiro de canhão, com pólvora seca, da recriação histórico-militar da 2ª invasão francesa, às 14h30, de sábado, 13 de julho. O ato pretende simbolizar as boas relações entre as duas cidades fronteiriças, durante séculos imponentes bastiões militares opostos.

valençatui.jpg

Valença na Época da 2ª invasão Francesa

A demonstração de peças de artilharia e mosquetes, com pólvora seca, é uma das muitas atividades proporcionadas, ao longo do dia, que inclui, ainda, paradas, acampamento, exercícios e o baile oitocentista, no âmbito da recriação da época da 2ª invasão francesa.

Programa da Recriação Histórica

11H30 - Içar da Bandeira Nacional e Hino, na Praça da República

14H30/17H

- Animação cultural e histórico-militar do acampamento histórico e zonas envolventes;

- Exercícios histórico-militares de infantaria e artilharia;

- Demonstrações de disparos de mosquetes e de peças de artilharia;

- Colocação de rondas e sentinelas e marchas pela muralha;

- Interação com o público, em contexto didático e pedagógico.

17H30/18H30 - Baile Popular Oitocentista, na Praça da República

19H - Arrear da Bandeira e Hino Nacional, na Praça da República

Esta é uma oportunidade para reviver o espírito, os principais momentos da invasão e os oito dias da ocupação de Valença, a pressão militar, a vida da Praça ocupada e a defesa inteligente do governador, Custódio César de Faria.

A iniciativa é do Município de Valença e Grupo de Recriação Histórica do Município de Almeida e integra-se na candidatura da Fortaleza de Valença a património mundial junto da UNESCO.