Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PONTE DE LIMA INTEGRA TOUR GASTRONÓMICO

Ponte de Lima vai integrar um Tour Gastronómico de luxo, coordenado pela TPNP - Entidade de Turismo, Porto e Norte de Portugal.

20180419_214241 (Medium)

Neste contexto, a Entidade Regional do Turismo Porto e Norte de Portugal (TPNP) convidou duas especialistas a visitar a nossa região, conhecendo in loco as tradições da nossa gastronomia, com a colaboração do Município de Ponte de Lima.

Alice Fauveau CEO & Founder | Focus On Women e a Chef Espanhola Maria Belen, responsáveis pela elaboração deste roteiro gastronómico, estão de visita a Ponte de Lima.

O Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima – o ex-libris da gastronomia limiana, acompanhado pelo afamado Vinho Verde e outros produtos típicos, fez parte da primeira refeição, em solo limiano.

Considerando que se trata de uma ação direcionada com um fim muito específico (Tour Gastronómico para mulheres) a TPNP promoveu um périplo pelo concelho com visitas à fábrica da Minho Fumeiro, e à Casa da Terra, dando a conhecer as especialidades de empresas / lojas que apostam na confeção de produtos tradicionais.

A visita terminou com a degustação de produtos típicos e um passeio pelo Centro Histórico de Ponte de Lima.

20180420_101541 (Medium)

received_2044464709211325 (Medium)

BRAGA PROMOVE ACTIVOS TURÍSTICOS EM BARCELONA

Município e ACB presentes no Salão de Turismo de Barcelona

O Município de Braga esteve presente no Salão de Turismo ‘B Travel’, que decorreu entre os dias 20 e 22 de Abril, em Barcelona. Com a participação neste evento especializado, o Município cumpriu mais uma etapa na estratégia de internacionalização da marca Braga junto de mercados com elevado potencial, promovendo assim os seus activos turísticos.

Barcelona 1

Ao longo da feira, milhares de visitantes procuraram obter informações sobre Braga, tendo-se revelado esta iniciativa um palco privilegiado para promover o conhecimento sobre a Cidade nas suas mais diversas vertentes: património, gastronomia, comércio, história, cultura, alojamento, eventos, desporto, natureza e turismo religioso e de negócios.

Com cerca de seis mil metros quadrados, a iniciativa reuniu 200 expositores, incluindo agências de viagens, hotéis, operadores de cruzeiros, empresas de transporte e empresas de serviços de turismo, em representação de 40 destinos internacionais.

À semelhança do que aconteceu em Ourense e em Paris, a participação de Braga contou com a parceria da Associação Comercial de Braga e de operadores turísticos da Cidade.

Para Altino Bessa, vereador responsável pela área do Turismo, a parceria com os operadores locais é fundamental para a afirmação de Braga como destino turístico. “Acreditamos que é desta forma, em parceria com os agentes públicos e privados, que Braga pode vingar neste mercado tão competitivo”, referiu Altino Bessa, salientando a importância da promoção em mercados de proximidade como o espanhol.

Barcelona 2

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE MARCA PRESENÇA NA FEIRA IBÉRICA DE TURISMO, NA GUARDA

O Município de Esposende vai promover o seu concelho como destino ligado à natureza, cultura, enogastronomia e aos grandes eventos que acontecem no seu território, na Feira Ibérica de Turismo que decorrerá entre 28 de abril e 1 de maio, na cidade da Guarda.

SONY DSC

Das ações no recinto, para além da degustação dos nossos produtos locais, destaca-se a animação itinerante, que fará a distribuição de brochuras de Esposende aos visitantes, bem como boletins de preenchimento para sorteio de fim-de-semana em Esposende.

Esta feira de Turismo aborda o mercado numa perspetiva ibérica, com todo o peso estratégico que o mercado espanhol representa para Esposende, sendo aposta da edição deste ano do certame, que se realiza no Parque Urbano do Rio Diz, o reforço da área de negócios.

A Feira Ibérica de Turismo, tem sido um evento chave de cooperação e, em 2018, naquela que será a sua quinta edição, estão garantidas as presenças dos principais operadores turísticos da Península Ibérica. Por isso, a FIT representa uma oportunidade singular de divulgação, promoção, captação e desenvolvimento de fluxos turísticos e de valorização dos recursos endógenos desta vasta e riquíssima região. Os seus principais objetivos assentam no fomento do intercâmbio estratégico e económico transfronteiriço, no estímulo ao relacionamento comercial entre ambos os países e, consequentemente, no desenvolvimento das regiões.

Na edição de 2017, a FIT foi inaugurada pelo Presidente da República Portuguesa, tendo registado dezenas de milhares de visitantes. Entre os mais de cem expositores que marcaram presença na edição do ano anterior, provenientes de diversas regiões de Portugal e Espanha, também marcaram presença agentes dos mais variados campos de atuação do setor turístico, públicos e privados. Esta Feira será mais uma plataforma de excelência para a promoção do nosso concelho.

10º ANIVERSÁRIO DA ASSOCIAÇÃO GERÊS VIVER TURISMO

Fundada em 2008, a associação Gerês Viver Turismo comemorou o seu décimo ano de existência.

O evento decorreu no Hotel S. Bento, tendo estado representadas diversas entidades, públicas e privadas, com quem a associação se tem relacionado proactivamente ao longo dos anos. Também presentes, estiveram representantes de empresas associadas da Gerês Viver Turismo, fornecedores e amigos da mesma.

.

O momento serviu para evidenciar o trabalho desenvolvido pela associação e apresentar o novo website da mesma.

Intervieram, José Arriscado, Vice-Presidente da associação e Director do Hotel S. Bento, Armando Carvalho Araújo, Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Jorge Coelho, técnico de turismo, Marco Sousa, em representação da Entidade Regional Porto e Norte, Sónia Almeida, Directora Executiva da ADERE-PG, José Carlos Pires, Presidente da associação Gerês Viver Turismo e Manuel Tibo, Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro.

.

MUSEU D. DIOGO DE SOUSA RECEBE 1º FÓRUM DE TURISMO DE BRAGA

Braga reúne condições para continuar a ser ´destino preferencial à escala global´

Realizou-se hoje, dia 13 de Abril, o 1.º Fórum de Turismo de Braga. A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Braga e pela Associação Comercial de Braga, decorreu no Museu D. Diogo de Sousa e teve o objectivo de alavancar a dinâmica do sector, promovendo o debate e a partilha de experiências entre profissionais, empresários e entusiastas ligados ao Turismo na região e no país.

CMB13042018SERGIOFREITAS00000011959

Esta primeira edição teve um foco especial no caso de Braga, Cidade que se quer afirmar como um dos principais destinos turísticos à escala ibérica. Ao longo do dia, diferentes agentes debateram o Turismo Cultural e Religioso, a Gastronomia e Vinhos, o Turismo Cientifico e de Negócios e, também, o Plano Estratégico do Município de Braga para o sector.

A sessão de encerramento do Fórum esteve a cargo de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga. O Edil sublinhou que o turismo é um ´sector fundamental´ para o desenvolvimento do país, e de forma particular, desta região e do Concelho. “Os dados positivos que se têm registado nos anos mais recentes são também furto de uma conjuntura que favorece o nosso destino. Acredito plenamente que temos condições para transformar esta conjuntura numa verdadeira estrutura, com um turismo sustentável e tornando Braga um destino que nos anos vindouros continue a ser preferencial à escala global”, afirmou, lembrando que a Cidade conjuga dois ´atributos especiais´: uma ´história vastíssima´ com o ´espirito inovador e empreendedor´ da juventude e dos tempos modernos.

De acordo com o Autarca, a visibilidade de Braga tem vindo a crescer a nível internacional e estão reunidas as condições para a Cidade se tornar, nos próximos anos, um dos cinco principais destinos de turismo a nível nacional. “Queremos continuar a profissionalizar os agentes e qualificar a oferta, proporcionando a quem nos visita uma experiência memorável. Temos realizado um trabalho concertado entre todos os agentes que nos permite construir uma visão partilhada, definir objectivos concretos e assumir de forma co-responsável iniciativas para responder a necessidades concretas que vamos identificando”, referiu.

CMB13042018SERGIOFREITAS00000011960

CMB13042018SERGIOFREITAS00000011966

ARCOS DE VALDEVEZ APOIA DESENVOLVIMENTO RURAL E TURISMO

75 mil euros para apoiar desenvolvimento rural e Turismo

A Câmara Municipal celebrou um protocolo de apoio à atividade com a Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima-ARDAL, no valor de 75 mil euros.

protocolo ARDAL

A Ardal, atualmente a gerir a Porta do Mezio, procura, em ligação com as populações locais e todas as instituições e personalidades interessadas, promover a valorização dos recursos locais do concelho de Arcos de Valdevez.

Através deste protocolo a ARDAL compromete-se a fazer a dinamização da Porta do Mezio, do Parque de Campismo, a organização de Eventos em colaboração com o Município (Fins de Semana Gastronómicos, Expovez, Feira de Artes e Ofícios Tradicionais do Soajo, Dog Camp Festival, Campanha de Natal, entre outros), a promoção e comercialização de produtos locais, a elaboração do projeto do “Parque Biológico do Mezio”, bem como a elaboração de candidaturas aos vários programas comunitários.

De referir que Porta do Mezio tem aumentado, ano após ano, o número de visitantes ao espaço, tendo no ano de 2017 atingido os 52 425, ou seja mais 15,6% que no ano anterior.

Este espaço proporciona aos visitantes uma agradável experiência, revelando especial dinâmica e crescente atratividade, pois nela são regularmente promovidas uma série de atividades de educação ambiental e de desporto de natureza, quer para escolas quer para o público em geral, tais como visitas guiadas, trilhos pedestres, oficinas temáticas, workshops, atividades recreativas, etc.

Disponibiliza também uma área de lazer e fruição com espaços como a aldeia dos pequeninos, piscina, torre de observação, espaço de piquenique, espaço de lazer para crianças, parque escultórico, parque aventura”, no qual é possível a toda a família praticar Arborismo, Slide e Escalada.

Encontra-se a desenvolver novos projetos, dos quais se destacam o “Parque Biológico do Mezio”, o “Local Dark Sky no território do Parque Nacional da Peneda-Gerês” e o “Vozes das Pedras – Promoção e Valorização da Área Arqueológica do Mezio/Gião”, bem como “GNOMON – Escolas na Biosfera”, os quais têm contribuído para aumentar a atratividade desta infraestrutura de turismo e lazer.

PORTO E NORTE DE PORTUGAL COM MAIS DE 250 EVENTOS DESPORTIVOS

Nova agenda compila iniciativas nacionais e internacionais a decorrer nos 72 municípios

A adrenalina associada ao desporto está de regresso ao Porto e Norte de Portugal. Dos mais de 250 eventos que marcam a temporada desportiva da região, destaca-se o Rally de Portugal que volta a atrair ao norte milhares de entusiastas da ação. Desde caminhadas por trilhos naturais, a provas de ciclismo com encantadoras paisagens de fundo, ou corridas de automóveis a toda a velocidade, a nova agenda da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), compila iniciativas de 72 municípios para atrair novos públicos, contribuindo para a quebra da sazonalidade no território.

V Pouca de Aguiar Concurso Hípico

“Os eventos são importantes impulsionadores do crescimento do turismo e da economia do destino. Só no último ano, registamos um retorno próximo dos 500 milhões de euros, um valor muito significativo para a economia nacional. Esta agenda compila 250 dias de ação que, sem dúvida, vão mobilizar multidões e traduzir uma elevada repercussão mediática, o que acaba por alavancar, ainda mais, a marca Porto e Norte”, sublinha Melchior Moreira, presidente da TPNP.

Entre os mais de 250 eventos promovidos pelas várias autarquias da região, são mais de 70 relacionados com a corrida ou caminhada pelos vários trilhos naturais ou zonas urbanas, cerca de 50 dedicados ao ciclismo ou a trilhos em BTT e mais de uma dezena para os entusiastas de corridas de automóveis. Ao todo, mais de 250 dias de pura adrenalina.

Esta nova agenda pode ser consultada no site da TPNP, na plataforma interativa presente no autocarro TOPAS, e nas lojas interativas de turismo da região, assim como nas diversas feiras e ações promocionais onde a Entidade marca presença ao longo do ano.

BRAGA REALIZA FÓRUM DE TURISMO

1º Fórum de Turismo de Braga decorre no Museu D. Diogo de Sousa. Iniciativa terá lugar na Sexta-feira, 13 de Abril

O Turismo vai ser o tema central do 1º Fórum de Turismo de Braga que se realiza na próxima Sexta-feira, 13 de Abril, no Museu D. Diogo de Sousa, em Braga. Trata-se de uma iniciativa conjunta da Câmara Municipal e da Associação Comercial de Braga, com o objectivo de alavancar a dinâmica do sector, promovendo o debate e a partilha de experiências entre profissionais, empresários e entusiastas ligados ao Turismo na região e no país.

Programa Final Fórum Visit Braga

Esta primeira edição terá um foco especial no caso de Braga, cidade que se quer afirmar como um dos principais destinos turísticos à escala ibérica. Entre os temas em debate destacam-se o Turismo Cultural e Religioso, Gastronomia e Vinhos, Turismo Cientifico e de Negócios e, também, o Plano estratégico para o Município de Braga.

A participação no Fórum é gratuita mas sujeita a inscrição prévia através do email turismo@cm-braga.pt ou em forumvisitbraga2018.eventbrite.com

ARCOS DE VALDEVEZ É DESTINO TURÍSTICO DE ELEIÇÃO

Arcos de Valdevez afirma-se cada vez mais como destino de eleição

O destino Arcos de Valdevez tem vindo a demarcar-se no mapa nacional naquilo que toca à procura turística.

rollups_avv

Já vários estudos o têm vindo a confirmar e desta vez foi a 5ª edição do Bloom Consulting Portugal City Brand Ranking© que o disse.

Este estudo mede o desempenho de marca dos 308 Municípios portugueses, e Arcos de Valdevez voltou a surpreender pela positiva. Com uma subida de 4 posições na Região Norte, entrou assim no Top 30 regional, ocupando agora o 28º lugar.

Arcos de Valdevez ocupa agora a 21ª posição no Norte na Dimensão “Visitar”, demonstrando uma evolução significativa no âmbito do turismo.

É com grande satisfação que a Câmara Municipal verifica que o investimento realizado na promoção do concelho e nas parcerias com os vários agentes turísticos do território estão a dar frutos, sendo esta uma área a continuar a dinamizar, já que esta procura se reflete em dinamismo económico e crescimento para o concelho.

rollups_avv

rollups_avv

BRAGA REGISTA TAXA HISTÓRICA DE OCUPAÇÃO HOTELEIRA

Turismo na Semana Santa

A taxa de ocupação hoteleira em Braga, no período da Semana Santa, está acima das expectativas e muito próximo da lotação máxima. Os números intercalares, apurados pelo Turismo do Porto e Norte (TPNP), até à presente data, foram divulgados hoje, dia 28 de Março, por Altino Bessa, vereador do Município de Braga, e por Marco Sousa, Delegado do TPNP.

CMB28032018SERGIOFREITAS00000011725

Entre Sexta-feira e Domingo a taxa de ocupação hoteleira situa-se, em média, nos 95%.

Segundos os dados apurados em Braga, ontem, Terça-feira, dia 27 de Março, registou-se uma taxa de ocupação hoteleira superior a 66%, mais 8% do que os números registados no mesmo período de 2017, sendo que hoje, Quarta-feira, dia 28 de Março, os números de ocupação subiram para 85% (mais 4% do que em período homologo em 2017).

Para os próximos dias de Quinta e Sexta-feira, bem como para o fim-de-semana de Páscoa, está estimada, em média, uma taxa de ocupação hoteleira de cerca de 95%, calculando-se que passem pela cidade de Braga milhares de visitantes, nacional e internacionais. 

Para Altino Bessa, vereador do Turismo do Município de Braga “estes números são reveladores do esforço e empenho com que várias entidades têm trabalhado, como o Município de Braga, o Turismo do Porto e Norte, a Associação Comercial de Braga e a Comissão das Solenidades da Semana Santa, revelando um verdadeiro exemplo de parceria e de promoção únicas”. 

Estima-se que, em 2017, cerca de 150 mil pessoas tenham diariamente assistido às procissões solenes na Cidade de Braga, “prevendo-se que este número possa aumentar ligeiramente apesar da instabilidade do estado do tempo”, referiu Marco Sousa, do TPNP. No ano transacto o retorno financeiro directo para o Comércio, Hotelaria e Serviços da Cidade, gerado pela Semana Santa, foi de aproximadamente 15 milhões de euros, devendo este número ser superado no presente ano.

Do leque de visitantes que procura Braga neste período, 60% provêm de destinos internacionais, distribuídos por cerca de 30 nacionalidades, com o turismo espanhol a representar 40% dessa procura. Também de França, Brasil e Itália chega uma fatia muito significativa e cada vez maior de visitantes.

Destaque para uma crescente diversidade de mercados a procurar Braga como destino turístico neste período, sendo este ano bem patentes os casos de novos mercados como Polónia, Singapura e Filipinas.

Com uma matriz marcadamente religiosa, a Semana Santa possui também uma dimensão cultural que é reforçada todos os anos com a realização de exposições e concertos, enriquecendo a experiência de quem visita a Cidade.

O Turismo do porto e Norte de Portugal disponibiliza, a partir de hoje, um conjunto variado de serviços e de informações através do Topas (Tourism Office Public Auto Service), o espaço interactivo da TPNP que até ao próximo Sábado se encontra à disposição dos visitantes, estacionado na Praça da República, em pleno coração da Cidade. 

CMB28032018SERGIOFREITAS00000011726

CMB28032018SERGIOFREITAS00000011727

GOVERNO INCREMENTA TURISMO

Turismo Acessível apoia 11 projetos com 1,8M€

A Linha de Apoio ao Turismo Acessível vai apoiar 11 projetos com um incentivo de 1,8 milhões de euros. Os contratos foram hoje assinados durante uma visita da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, ao Mosteiro da Batalha.

Os projetos incluem a criação de percursos acessíveis e materiais de comunicação inclusiva no Mosteiro da Batalha, Convento de Cristo (Tomar), Palácio Nacional de Mafra e Basílica, Mosteiro de Alcobaça e Museu Nacional Machado de Castro (Coimbra).

Vão também ser alvo de melhoria as acessibilidades ao Castelo de São Jorge e ao Cinema S. Jorge, em Lisboa, bem como ao Campo Arqueológico de Oliveira do Hospital e ao Museu Etnográfico e Posto de Turismo do município de Mira e, criada informação turística mais acessível no município de Ourém. Na Tapada de Mafra, o projeto prevê um comboio acessível que permita a visita ao recinto. Os Hotéis Vila Galé pretendem melhorar as acessibilidades em três unidades, em Lisboa, Porto e Vilamoura e, a agência de viagens TourismForAll propõe a aquisição de um autocarro adaptado para a sua atividade.

De acordo com a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, “estamos a capacitar e promover Portugal como um destino acessível para todos. Com a linha de apoio que criámos foram já apoiados, desde 2017, 69 projetos de turismo acessível em todo o país, no valor global de 8,5 milhões de euros de incentivo”.

Sobre o Turismo de Portugal

Integrado no Ministério da Economia, o Turismo de Portugal é a Autoridade Turística Nacional responsável pela promoção, valorização e sustentabilidade da atividade turística. Agrega numa única entidade todas as competências institucionais relativas à dinamização do turismo, desde a oferta à procura. Com uma relação privilegiada com as outras entidades públicas e os agentes económicos, no país e no estrangeiro, o Turismo de Portugal está empenhado em cumprir o desígnio de reforçar o turismo como um dos pilares do crescimento da economia portuguesa.

TERMAS DE VIZELA VÃO REGRESSAR AO SEU FUNCIONAMENTO PLENO

Câmara e Companhia de Banhos assinaram aditamento ao contrato de cessão de exploração do Balneário Termal

A Câmara Municipal de Vizela e a Companhia de Banhos assinaram esta manhã o aditamento ao contrato de cessão de exploração do Balneário Termal, cuja minuta havido sido aprovada na reunião de Câmara de 23 de janeiro transato.

Ass. CBV

Este aditamento ao contrato surgiu do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Executivo, no sentido de que as Termas de Vizela retomem a sua tradição termal, cuja origem remonta há pelo menos três séculos.

O objetivo é que o balneário seja aberto na totalidade até ao final do primeiro semestre, nomeadamente a execução das obras que não estão concluídas, como os acessos e respetivos balneários, área exterior e piscina termal, para que se possa ver resolvido em definitivo o problema do balneário termal e as Termas de Vizela possam voltar a funcionar em pleno, contribuindo, assim, para o crescimento do Turismo e, consequentemente, para o desenvolvimento do Concelho.

FAFE ACOLHEU CONFERÊNCIA INTERNACIONAL “DESAFIOS PARA O TURISMO EM ESPAÇO RURAL”

Sobre a Associação Hotéis Rurais de Portugal

Fundada em 2007, a Associação de Hotéis Rurais de Portugal tem como principal objetivo a representação e promoção do Turismo Rural e Hotéis associados.

A sua missão é a de promover e divulgar os Hotéis Rurais de Portugal a nível nacional e internacional, potenciando o valor turístico de cada região.

Além da promoção, a Associação de Hotéis Rurais de Portugal também atua na área da qualificação e formação destas unidades com o objetivo de elevar os seus níveis de serviço para padrões de excelência, de forma, a corresponder às expectativas dos mercados-alvo.

A visão da AHRP é a de representar todos os Hotéis Rurais de Portugal e unidades do TER, representando-os junto da tutela e entidades governamentais, defendendo e garantindo as suas necessidades e aumentando a sua representatividade na economia nacional.

Atualmente são associados da AHRP 157 unidades hoteleiras distribuídas pelo Algarve, Alentejo, Lisboa e Vale do Tejo, Centro, Norte e Região Autónoma da Madeira.

P1033029

Sobre o projeto HRP Global – Ciclo de conferências

A Associação Hoteis Rurais de Portugal (AHRP) desenvolverá, em diversas regiões de Portugal, um ciclo de conferências integrado no Projeto HRP Global, apoiado pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização e de participação gratuita.

Tendo por público alvo os proprietários e gestores de hotéis rurais e de outros empreendimentos de Turismo no Espaço Rural, empresas de animação turística, entidades públicas e privadas do setor, docentes e estudantes da área de ensino de turismo e jornalistas, a AHRP disponibilizará um conjunto diversificado de temas, incentivando ao debate, à discussão de soluções e desafios para o setor, assim como preparar, direcionar e mobilizar os agentes de Turismo no Espaço Rural para os mercados internacionais.

Conferência Internacional decorreu em Fafe: “Desafios para o turismo em espaço rural”.

Um novo tempo espera o turismo em espaço rural. As oportunidades existem, e em Fafe foi debatido o caminho a percorrer para criar valor, numa área com trabalho feito, mas com muito para fazer.

A participação foi elevada, no passado dia 21 de Março, no Teatro Cinema de Fafe, na Conferência Internacional “Desafios para o turismo em espaço rural”.

A iniciativa teve por objetivo debater os desafios que o Turismo em Espaço Rural irá enfrentar e quais as possíveis iniciativas e soluções que poderão ser implementadas para melhor preparar os Hotéis Rurais e outros empreendimentos de Turismo no Espaço Rural, no futuro.

Participaram na conferência múltiplas organizações internacionais, nacionais e regionais, com destaque para a Diretora de e-marketing da Federação Internacional Logis de France (Marie Lou Lopez), o Presidente da Associação ASETUR (Ventura Garcia Fafian), o Presidente do Forum Internacional para la Naturaleza y el Turismo (Arturo Crosby), o Turismo de Portugal (Luís Coito), o Turismo Porto e Norte de Portugal (Nuno Ferreira), a Federação Nacional de Turismo Rural (Ricardo Ambrósio), a Associação Salvador (Sara Coutinho), o Secretário Geral Adjunto da AHRESP (António Sousa Martins), a Docente do IESF/ESTF (Isabel Borges), a Diretora Comercial do projeto Hotel Rural Quinta Nova Nossa Senhora do Carmo (Paula Sousa), o Markteer da Little Dudes (João Fernandes) e o Diretor da Associação de Hotéis Rurais de Portugal (Jorge Vieira).

 Logo pela manhã foi constituída a Mesa de Honra, na qual participaram o Presidente do Município de Fafe, o Presidente da AHRP, o representante do IESF/ESTF e o representante do Turismo de Portugal, desenvolvendo-se de seguida o painel institucional “Hotelaria Rural e dinâmicas territoriais”, moderado por António Cardoso, Vice-Presidente CIMAve e Presidente do Município de Vieira do Minho.

Após o almoço decorreram os painéis técnicos. O segundo do dia e a iniciar a tarde foi moderado por Carlos Meneses Rodrigues, docente do IESF/ESTF, tendo refletiu sobre as “Boas Práticas na Hotelaria Rural” ao que se lhe seguiu a temática em torno das “Tendências de futuro”, moderado por Mafalda Cabral, Administradora da Sol do Ave.

Diversos momentos relevantes, provocadores e interativos foram colocados à discussão a uma plateia repleta.

Cândido Mendes, Presidente da AHRP e Pompeu Martins, Vereador da Cultura, demonstravam no final da conferência uma elevada satisfação pela organização e pela dinâmica criada durante toda a conferência que gerou a discussão em torno da organização, acolhimento, oferta e promoção, associação, sustentabilidade e internacionalização do Turismo em Espaço Rural.

Os participantes foram surpreendidos com a qualidade do evento proporcionado pelos Hotéis Rurais de Portugal, interiorizando a máxima apresentada “o nosso cliente/turista, no final, não tem apenas que ficar satisfeito com a sua experiência… tem que dizer WOW!!!”.

P1033165

BRAGA PROMOVE PROJETO QUE ACOLHE E ORIENTA TURISTAS NA CIDADE DURANTE A SEMANA SANTA

Creative Zone lança projeto ‘How can I help you?’ que acolhe e orienta turistas de Braga na Semana Santa

Foi ontem apresentado o projeto ‘How can I help you’, promovido pela Creative Zone, em parceria com o Município de Braga, a Associação Comercial de Braga e a International House Braga, cujos alunos serão os voluntários a participar nesta iniciativa.

How can I help you press (1)

O intuito desta ação é ajudar os visitantes da cidade de Braga na obtenção de direções, informações, dicas e outras que se mostrem necessárias na interação com os mesmos. Trata-se de uma ajuda itinerante fornecida pelos voluntários que estarão nas ruas, junto aos pontos de interesse, complementando a informação que os visitantes podem obter nos postos de informação de Turismo.

Para isso, os participantes receberam uma formação ministrada pelo Turismo do Município que incidiu sobre o reconhecimento do território – o qual foi dividido em 6 circuitos - e os seus pontos de interesse.

Entre os dias 26 e 31 de março, das 10h00 às 18h00, serão 57 os voluntários que estarão nas ruas de Braga a “promover o território, humanizando a ajuda no terreno de uma forma inovadora em termos de parcerias locais, sendo estimulados para o gosto pelo conhecimento da cidade, interagindo com todos aqueles que nos visitam, tornando-se embaixadores da marca Braga; acreditamos que será seguramente uma experiência enriquecedora a vários níveis para estes alunos porque, ao mesmo tempo que praticam, num ambiente real, o idioma que estão a aprender, ainda ampliam os seus conhecimentos culturais e históricos sobre a cidade praticando uma ação de voluntariado”, reforçou Sílvia Correia, CEO da Creative Zone, empresa promotora deste projeto.

Por seu lado, Altino Bessa, Vereador do Turismo do Município de Braga, destaca a inovação do projeto que “deve servir de exemplo e de estilo a ser seguido por outros”, manifestando abertura para repetir esta iniciativa no âmbito de outras iniciativas que se realizarão em Braga dado que “com a sua simpatia e conhecimentos adquiridos, estes voluntários irão certamente humanizar o acolhimento, pelo que este apoio será CZ – 22/03/2018 fundamental para passar a imagem de que Braga sabe receber e que alia as tradições à modernidade”, realçou ainda o responsável pelo Turismo da cidade.

Em representação da Entidade Regional de Turismo Porto e Norte de Portugal, Marco Sousa marcou presença no lançamento do projeto, qualificando-o como “uma iniciativa extraordinária”.

Para Rui Marques, Diretor Geral da Associação Comercial de Braga “esta é uma ação de charme fantástica e é um ensinamento que se dá a todos, desde os empresários ao cidadão comum”, destacando ainda “a simpatia, a cortesia de receber os turistas e de ter alguém na rua para os ajudar”. Este responsável sustenta ainda que “para Braga se afirmar como um grande destino turístico, todos temos de fazer este papel de sermos o mais acolhedores possível”.

A Creative Zone, reafirmando o seu forte carácter criativo no âmbito da Responsabilidade Social, procura com este projeto promover as parcerias locais, estimular ações de voluntariado junto dos jovens através de uma abordagem diferenciada de um acolhimento ao território de Braga como Cidade Autêntica.

How can I help you press (2)

BRAGA ACOLHE E ORIENTA TURISTAS

Projeto ‘How can I help you?’ acolhe e orienta turistas de Braga na Semana Santa

Foi ontem apresentado o projeto ‘How can I help you’, promovido pela Creative Zone, em parceria com o Município de Braga, a Associação Comercial de Braga e a International House Braga, cujos alunos se propuseram de forma voluntária a participar nesta iniciativa.

O intuito deste projeto é acolher e orientar os visitantes da cidade de Braga na obtenção de direções, informações e dicas que se mostrem necessárias na interação com os mesmos. Para isso, os participantes receberam uma formação ministrada pelo Turismo do Município que incidiu sobre o reconhecimento do território e os seus pontos de interesse. 

DSC_0466

FAFE ACOLHE CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE TURISMO EM ESPAÇO RURAL

Fafe acolhe, durante o dia de hoje, a Conferência Internacional "Desafios para o Turismo em Espaço Rural", promovida pela Associação de Hotéis Rurais de Portugal, com o apoio do Município de Fafe.

DSA_1967A

O Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, abriu a sessão, aproveitando a ocasião para agradecer a escolha de Fafe para palco desta Conferência Internacional.

É, para Fafe, um prazer acolher esta iniciativa, porque, o que aqui hoje falamos é de um sector, o Turismo, que tem um peso muito grande na Economia. É uma obrigação de todos os Municípios desenvolver este nicho de mercado com uma relevância enorme, que merece ser promovido e trabalhado diariamente,

Nós não temos no mundo rural, e aqui no Interior, mar, mas temos outros motivos de interesse, também eles importantes, e que, no mundo actual, em que a atracção pela vida nas cidades é cada vez maior, a possibilidade de poderem desfrutar de uma experiência de contacto com a natureza, com as montanhas, as nossas belas paisagens e com a vida quotidiana da nossa ruralidade, é, com certeza, uma mais valia para muitos cidadãos.”

Estamos certos de que este será um dia muito proveitoso, com uma troca de experiências que valerá a pena. Sejam muito bem vindos a Fafe!”.

Pelo Teatro Cinema de Fafe passam, hoje, diversos convidados nacionais e internacionais que, em conjunto, fiazem uma reflexão sobre os desafios do Turismo Rural, soluções e a abertura ao mercado internacional. Desta Conferência, fazem parte três painéis, que dicutem temas como a ‘Hotelaria Rural e Dinâmicas Territoriais’, ‘Boas Práticas na Hotelaria Rural’ e ‘Tendências de Futuro’.

Recorde-se que a Associação de Hotéis Rurais de Portugal (AHRP) está a desenvolver, em diversas regiões do país, um ciclo de conferências integrado no Projeto HRP Global, apoiado pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização e de participação gratuita.

Tendo por público-alvo os proprietários e gestores de hotéis rurais e de outros empreendimentos de Turismo no Espaço Rural, empresas de animação turística, entidades públicas e privadas do sector, docentes e estudantes da área de ensino de turismo e jornalistas, a AHRP disponibiliza um conjunto diversificado de temas, incentivando ao debate, à discussão de soluções e desafios para o sector, assim como preparar, direccionar e mobilizar os agentes de Turismo no Espaço Rural para os mercados internacionais.

DSA_1976A

DSA_1985A

ND5_5823A

ND5_5873A

ARCOS DE VALDEVEZ É DESTINO TURÍSTICO

Arcos de Valdevez integra candidatura conjunta “Limia-Lima Destino Turístico”

O Município de Arcos de Valdevez teve recentemente uma reunião de trabalho com os municípios espanhóis de Bande e Lobios, no âmbito do desenvolvimento em parceria, com os municípios de Ponte da Barca, Viana do Castelo e Ponte de Lima, de uma candidatura ao Interreg VA – Poctep para criar e desenvolver uma estrutura de gestão conjunta dos recursos e Itinerários com potencial turístico do Rio Lima-Limia, cujo objetivo principal é o de identificar, valorizar e promover de maneira coordenada o património natural, cultural e paisagístico dos espaços circundantes ao rio.

reuniao_candidatura_conjunta

Com esta candidatura os municípios pretendem desenvolver uma série de atuações (de caráter físico e novas tecnologias) que relancem o espaço do Rio Lima-Limia como um destino turístico de qualidade e sustentável através de uma cooperação direta entre os vários atores turísticos, culturais e naturais.

Pretende-se ainda criar estruturas e espaços de lazer de receção aos turistas, criar ações de valorização do turismo ambiental, a promoção conjunta do destino turístico Lima-Limia, com a criação de pacotes turísticos e produtos turísticos conjuntos em torno do Rio.

ESTATÍSTICAS DO INE REGISTA CRESCIMENTO DO TURISMO A NORTE

2018 começa bem a Norte

Se o todo nacional teve um mês de janeiro com desaceleração no crescimento turístico, os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) agora publicados trazem boas notícias para o Porto e Norte. Janeiro apresentou um crescimento nas dormidas, com 386,30 mil dormidas, mais com 9,2% que no mesmo mês o ano passado (mais 29,4 mil dormidas).

Melchior Moreira

“Depois de fecharmos 2017 com o número de dormidas que prevíamos alcançar em 2020, o início do ano continua a refletir a atratividade que o Porto e Norte tem vindo a desenvolver nos seus mercados e continua a elevar a fasquia da responsabilidade que temos em saber promover a sustentabilidade do destino. É fundamental continuarmos o trabalho em rede, cativando os visitantes para o todo que é este território, reforçar a aposta na formação e na oferta de qualidade e, claro, aumentar a estada média”, adianta o presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira.

E é mesmo na estada média que foi notado o maior crescimento em crescimento percentual neste indicador. Cresceu 3% estando nas 1, 67 noites. A taxa líquida de ocupação-cama cresceu, 2%, fixando-se em janeiro em 28,1%. Nos proveitos totais regista-se um crescimento de mais 21,3%, com 21,3 milhões mais 2,5 milhões. Mantém-se o crescimento do RevPar, com mais 8,4%, estando agora nos 23,6 euros (mais 1,8 euros).

BRAGA PROMOVE-SE NO SALÃO INTERNACIONAL DE TURISMO QUE SE REALIZOU EM PARIS

Salão Mundial de Turismo foi palco privilegiado para a promoção internacional de Braga. Último dia do evento com apresentação da Cidade a operadores Japoneses

O Município de Braga esteve presente, pela primeira vez, no Salão Mundial de Turismo, que decorreu em Paris entre os dias 15 e 19 de Março. No último dia do evento, a delegação do Município de Braga fez uma apresentação da Cidade junto dos operadores Japoneses, que incluiu a entrega do mapa de Braga na língua japonesa e a oferta de merchandising da Cidade.

IMG-20180319-WA0000

Ao longo destes dias, milhares de visitantes procuraram obter mais informação sobre Braga e a região, tendo-se revelado esta iniciativa um palco privilegiado para promover o conhecimento sobre a Cidade nas suas mais diversas vertentes: património, gastronomia, comércio, história, cultura, alojamento, eventos, desporto, natureza e turismo religioso e de negócios.

Considerado um dos maiores certames do sector, o evento conta com 17.000 m² de espaço de exposição e cerca de 550 expositores. A participação de Braga teve como objectivo captar a atenção do mercado francês e dos operadores que procuram destinos como Braga e toda a Região.

O Salão Mundial de Turismo de Paris reuniu, durante quatro dias, expositores com ofertas em diversos segmentos, como city breaks, tendências e inovação, enoturismo, cruzeiros, espaço formação, escolas de línguas e turismo acessível.

Braga apresentou-se no evento com stand próprio, facto que representa a afirmação internacional de Braga com o intuito de potenciar os seus recursos turísticos e económicos.

IMG-20180319-WA0001

IMG-20180319-WA0002

IMG-20180319-WA0004