Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PROJETO CULTURAL E TURÍSTICO LEVA ARTISTAS AOS MUNICÍPIOS DO CÁVADO

O consórcio MINHO INOVAÇÃO, constituído pelas Comunidades Intermunicipais do Cávado, Alto Minho e do Ave, lançou mais uma iniciativa de promoção da cultura, dos artistas e do turismo sob a marca “AMAR O MINHO”, com o apoio do Norte 2020 e dos FEEI.

INSTAGRAM_FILIPA MARTINS.jpg

O projeto, inédito em Portugal, cria a maior rede de residências artísticas nos 24 municípios representados pelas três CIM da região, numa estratégia concertada que se destina a reforçar a identidade cultural do Minho e, desta forma a dinamizar o território do ponto de vista artístico e turístico.

O programa inclui artistas, nacionais e estrangeiros, que, até junho de 2021, vão habitar o território do Cávado e recriá-lo em projetos de arte em espaço público, artesanato, fotografia, música, dança e literatura. O Programa de Residências Artísticas foi revisto, em plena pandemia, e adaptado às exigências do combate à propagação do COVID-19, apresentando-se como um caminho para dinamizar a programação cultural neste tempo novo e, em alguns casos, colmatar vazios de programação que acontecerão inevitavelmente nos municípios durante este Verão. A iniciativa procura também responder à situação de emergência social que a comunidade artística está a viver, uma das mais afetadas pela crise pandémica, proporcionando a alguns criadores oportunidades imediatas de trabalho. Alguns dos artistas convidados farão residência em mais do que um município, potenciando pontos de contacto no território.

Assim e neste âmbito a partir do dia 13 de outubro Terras de Bouro acolherá as  “Residências Artísticas”  a quem a escritora e jornalista Filipa Martins dará voz e conteúdos.

SECRETÁRIA DE ESTADO DO TURISMO PEDALA EM ARCOS DE VALDEVEZ

Governante visitou a Porta do Mezio, passou pelo Baloiço do Mezio, realizou passeio de bicicleta elétrica e ainda visitou obras do parque Biológico do Mezio.

Secretária de Estado do Turismo em Arcos de Valde

A Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, esteve esta quinta-feira, dia 08 de Outubro, em Arcos de Valdevez. Nesta visita ficou a conhecer a porta do Mezio, o futuro Parque Biológico do Mezio, o Baloiço do Mezio e realizou um pequeno troço de BTT.

Esta visita foi acompanhada pelo Presidente do Turismo do Porto e Norte, Luís Pedro Martins e por Diretores do Turismo de Portugal.

O Presidente da Câmara Municipal realizou uma curta apresentação do concelho e das suas potencialidades, onde teve a oportunidade de focar alguns aspetos importantes para a valorização do território e dos seus recursos, tendo realçado o grande crescimento do turismo e a importância deste setor para a economia local.

Dentre os aspetos mais importantes para o concelho, e para que este possa continuar a evoluir favoravelmente naquilo que toca à procura turística, o autarca solicitou o apoio da Secretaria de Estado do Turismo para a criação de um Programa de Promoção do PNPG, para a melhoria de locais de visitação no concelho e um programa de incentivo de apoio a micro e médias empresas, e ainda apelou à ajuda da tutela no processo de classificação Nacional do Santuário da Senhora da Peneda.

De referir que Arcos de Valdevez possui bons acessos, boa gastronomia, bons vinhos, belas paisagens, grande oferta de atividades turísticas e culturais.

Todos estes aspetos têm sido favoráveis e reafirmados através dos inúmeros prémios e reconhecimentos que tem recebido recentemente, tais como o Green Destinations Awards, a classificação de Sistelo como um dos BestHiddenGems2020 pela European Best Destinations, o Prémio “Cinco Estrelas Regiões”; a colocação de Arcos de Valdevez como o 1º Lugar dos destinos emergentes mais procurados em Turismo de Natureza no Minho, pelo site de viagens TRIVAGO, entre outros.  

Todas estas potencialidades têm conseguido atrair cada vez mais visitantes ao território e têm-se refletido nas taxas de ocupação elevada da restauração e dos alojamentos.

O Município está empenhado para, em colaboração com os diversos parceiros, continuar a desenvolver ações que permitam dinamizar o turismo, gerar emprego e rendimento, de forma a afirmar Arcos de Valdevez como um destino de excelência.

09-10-2020 Secretária de Estado do Turismo em Arc

09-10-2020 Secretária de Estado do Turismo em Arc

 

ESPAÇOS CULTURAIS DO MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ RECEBEM MILHARES DE VISITANTES

Arcos de Valdevez foi um dos destinos mais escolhidos pelos Portugueses, nos últimos tempos, tendo havido uma grande procura, durante os meses de verão.

CIB_PAÇO DE GIELA_PORTA DO MEZIO.png

A elevada procura pelo concelho também se espelhou nos espaços culturais do Município de Arcos de Valdevez, nomeadamente, no Centro Interpretativo do Barroco, no Paço de Giela e na Porta do Mezio.

Verificou-se que, neste difícil ano de 2020, até ao momento o Centro Interpretativo do Barroco recebeu 2 mil visitantes, o Paço de Giela contou com a presença de mais de10 mil visitantes e a Porta do Mezio foi visitada por cerca de 25 mil pessoas.

Uma vez que o cumprimento de todas as normas de segurança e higiene são uma prioridade para o Município de Arcos de Valdevez, estes números são motivo de orgulho, visto que espelham a segurança sentida pelos visitantes nos espaços culturais do concelho, bem como o esforço realizado, nos últimos meses, no cumprimento de todas as normas recomendadas pela DGS – Direção Geral de Saúde. Esse esforço foi também reconhecido mediante a atribuição do selo “Clean&Safe” aos diversos espaços culturais do Município de Arcos de Valdevez.

ARCOS DE VALDEVEZ É UM DESTINO SEGURO

Aumenta o investimento no Alojamento Num período de pós-confinamento as atuais tendências de procura pelos turistas são a natureza e o turismo rural, conciliando, desta forma, o conceito de isolamento social com a descoberta e contacto com a natureza.

Arcos de Valdevez, um destino seguro3.png

Arcos de Valdevez, que foi recentemente galardoado com o Prémio de Melhor Destino Verde e que faz parte do único Parque Nacional, considerado Reserva Mundial da Biosfera, foi uma das regiões com maior procura nos últimos meses. O dinamismo no turismo que se tem verificado nos últimos tempos tem incentivado ao aparecimento de mais unidades de alojamento locais, surgindo mais 7 Alojamentos Locais e 2 Casas de Campo, num total de 64 Empreendimentos Turísticos e 134 unidades de Alojamento Local, traduzindo-se na capacidade total de acolher 1 570 pessoas.

Uma vez que, no concelho, predomina o alojamento rural, este diferencia-se pela autenticidade, pelo poder de desfrutar do espaço, dos sons e aromas da natureza, e pelo painel de cores e de ritmos cromáticos da paisagem, longe dos grandes aglomerados urbanos.

Dado que o turismo é uma das alavancas mais poderosas da economia de Arcos de Valdevez, a elevada procura e afluência de turistas, inclusive nestes últimos tempos, representa uma enorme satisfação para o Município, uma vez que reflete a segurança que é transmitida aos visitantes, e, em simultâneo, expressa o reconhecimento pelo esforço realizado na promoção do concelho e das suas potencialidades.

BRAGA NA NOVA DIRECÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DE TURISMO DO PORTO E NORTE

Luís Pedro Martins assume liderança da organização

Ricardo Rio integra a nova direcção da Associação de Turismo do Porto e Norte (ATP) que tomou hoje posse sob a presidência de Luís Pedro Martins. Com a presença nesta agência regional, o presidente da Câmara Municipal de Braga assume um papel preponderante na promoção da região Norte junto dos diversos mercados internacionais.

Nragacurss.jpg

Luís Pedro Martins passa a acumular este cargo com o de presidente da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal (ERTPNP), concretizando-se, desta forma, a intenção de unificar as lideranças das duas organizações de turismo da região Norte, de forma a definir e implementar uma estratégia comum de promoção do destino nos vários mercados emissores.

“Vivemos tempos desafiantes para um sector vital da nossa economia como é o caso do Turismo e acredito que só conseguiremos ultrapassar esta crise se toda a região estiver unida e coordenada na promoção do nosso território”, referiu Ricardo Rio, sublinhando que a junção da liderança das duas entidades de turismo “é um momento histórico e passo determinante para uma promoção estratégica integrada para o desenvolvimento turístico do Norte de Portugal”.

Ricardo Rio lembrou que Braga sempre defendeu esta articulação entre as duas entidades e, desde o início, foi parte integrante neste processo de aproximação que começou em Março de 2019, após uma primeira reflexão entre o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, e Luís Pedro Martins, na altura presidente da TPNP.

O passo decisivo acontece em Maio de 2019, quando a Assembleia Geral da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal aprovou, por unanimidade, a proposta do então presidente com vista à participação da TPNP, enquanto associada, na ATP, reatando uma relação institucional entre ambas as instituições.

Depois do acto eleitoral do passado dia 17 de Setembro, em que a lista que encabeçou mereceu 98,5% dos votos, Luís Pedro Martins mostrou-se “honrado” com a escolha e garantiu que agora há condições para desenhar uma marca de destino única e o respectivo plano de marketing alinhado com a estratégia de desenvolvimento turístico do destino. “No domínio prático, com a integração funcional entre as equipas de marketing e comunicação, acolhimento e comercialização e promoção turística, teremos uma marca oficial de turismo capaz de responder às necessidades e desafios dos negócios do turismo e às necessidades do crescimento sustentável dos territórios”, explicou.

Recorde-se que ainda antes das eleições, ATP e TPNP assinaram um memorando de entendimento, onde se pode ler que “será profícuo para ambas a promoção e o reforço da cooperação recíproca das partes, assim assegurando que partilham da mesma visão estratégica para o desenvolvimento turístico do Porto e Norte de Portugal e permitindo a exploração e a exponenciação das sinergias daí potencialmente resultantes”. Tendo em vista cumprir estes propósitos, a ATP alterou os seus estatutos, modificando, nomeadamente, a natureza, composição e designação dos seus órgãos sociais, permitindo a intervenção da TPNP no Conselho Estratégico e na direcção da ATP.

Para que fosse possível atingir este objectivo, em muito contribuiu o clima de cooperação existente ao longo do último ano e meio entre a TPNP e a ATP, até aqui liderada pelo vereador do Município do Porto, Ricardo Valente, o que levou a que, mesmo antes de avançar para uma junção, já tenha sido possível fazer uma série de iniciativas conjuntas, destacando-se a campanha «O Norte é Lá em Cima». Até à data, a TPNP estava responsável pela promoção junto do mercado nacional e o mercado internacional de proximidade (regiões autónomas espanholas da Galiza e de Castela e Leão), enquanto a ATP fazia toda a restante promoção externa do território.

Além de Ricardo Rio, a direcção que hoje tomou posse é composta pelo representante da Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, pelo representante da Câmara Municipal do Porto, Ricardo Valente, pelo representante da Associação Comercial do Porto, Nuno Botelho, a Ana Aeroportos, representada por Fernando Vieira, a Fundação Serralves, por Ana Pinho, entre outros representantes de classes sectoriais da hotelaria, turismo e restauração. Pela primeira vez na história da ATP, todas as 10 empresas eleitas pelos pares como “Representantes de Classe” integram os Órgãos Sociais neste mandato.

BRAGA REALIZA GALA DO TURISMO

2ª Edição da Gala do Turismo VisitBraga. Domingo, dia 27 de Setembro, pelas 18h00, no Auditório Vita

O Município de Braga e a Associação Comercial de Braga levam a efeito a 2ª Edição da Gala do Turismo VisitBraga, que terá lugar Domingo, dia 27 de Setembro, pelas 18h00, no Auditório Vita.

A gala irá prestigiar e homenagear os vários agentes que, de uma forma ou outra, têm intervenção turística no Concelho de Braga e mais se destacaram neste sector. A atribuição de prémios contribui para o reconhecimento dos vencedores no mercado nacional e internacional, aumentando a sua visibilidade junto de potenciais clientes e impulsionando, desse modo, um aumento da actividade e dos resultados no futuro.

Nesta 2ª Gala do Turismo, que se realiza na mesma data em se celebra o Dia Mundial do Turismo, serão distinguidos agentes e personalidades nas seguintes categorias:

Alojamento (Hotelaria); Alojamento Local; Restauração (Gastronomia Tradicional); Restauração (Novos Conceitos); Animação Turística; Serviço de Apoio ao Turista; Intervenção Urbanística; Inovação; Promoção e Desenvolvimento do Sector; Prémio Carreira e Prémio Personalidade do Ano.

CÂMARA DE CAMINHA VAI ASSINALAR O DIA MUNDIAL DO TURISMO

Percurso temático “Caminha - As ruas, a Evolução no Tempo e o Património Histórico da Vila” e entrada gratuita na Torre do Relógio são as propostas

Caminha vai assinalar o Dia Mundial do Turismo que terá lugar no próximo domingo, 27 de setembro, com o percurso temático “Caminha - As ruas, a Evolução no Tempo e o Património Histórico da Vila” e entrada gratuita na Torre do Relógio. As inscrições para o percurso são gratuitas e obrigatórias.

Torre do relógio.JPG

O percurso temático “Caminha - As ruas, a Evolução no Tempo e o Património Histórico da Vila” terá lugar pelas 15H00, com concentração marcada junto à Torre do Relógio. Neste percurso é dado a conhecer aos visitantes a história e evolução da Vila de Caminha, percorrendo as suas ruas mais características, com paragens, explicações e visitas aos pontos de referência e monumentos da Vila, mas também curiosidades, lendas e estórias da Bela Marinheira e do concelho. Do percurso fazem parte: o  Terreiro de Caminha; Muralha Medieval e Torre do Relógio; Rua Direita, Antigo Burgo e Igreja Matriz – História da Porta do Cais, Lenda do Lobisomem, História da Gárgula da Matriz, História do Senhor dos Mareantes, os Duques de Caminha; Capela de São João, a Porta do Sol e Santo António dos Esquecidos; Capela da Misericórdia; o Chafariz, A Casa dos Pitas e a lenda das Alminhas de Merda e, por último, a Rua dos Pescadores, o Convento de Santa Clara e o Miradouro.

As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, através do e-mail cultura@cm-caminha.pt, e terminam a 24 de setembro. Os interessados devem fornecer nome completo, contacto, número do cartão de cidadão e data de nascimento para efeitos de ativação de seguro. Atendendo às orientações da DGS, o limite máximo é de 10 pessoas.

A Torre do Relógio é um dos ícones históricos de Caminha. No domingo, a entrada nesse monumento, um dos mais emblemáticos do concelho, é gratuita. Os visitantes podem visitar a Torre das 10H00 às 13H00 e das 14H00 às 18H00.

QUANTAS REGIÕES DE TURISMO DEVE PORTUGAL ESTABELECER?

35922660_1749853358428503_3697575518795726848_n.jp

  • Crónica de Carlos Gomes

O turismo é reconhecidamente a grande industria do século XXI. Trata-se de uma mercadoria que, sem menosprezo pelos seus impactos culturais e urbanísticos, possui forte impacto no mercado e em muitas situações, desde que bem gerida, pode contribuir para a fixação do património e a fixação de populações. No sentido inverso, a sua má gestão pode provocar o despovoamento dos centros históricos, a sua descaracterização e, consequentemente, a degradação do património histórico e cultural.

Enquanto mercadoria, reúne características que a tornam identificáveis no mercado, devendo estas constituir o ponto de partida para a definição dos critérios com que se estabelecem as chamadas “regiões de turismo”. A título de exemplo, a região que abrange toda a área em tempos designada por “Costa Verde” caracteriza-se nomeadamente pela sua excepcional gastronomia, o património e a paisagem verdejante e a grandiosidade das suas festas e romarias. Porém, durante muito tempo a região esteve fragmentada em várias entidades, com as naturais consequências em termos de promoção. Eram elas a Região de Turismo do Alto Minho (Viana do Castelo) e a Região de Turismo do Verde Minho (Braga), isto para referir apenas as entidades mais salientes.

Para além destas e no que concerne ao resto do país, refira-se a existência da Direcção Regional do Turismo dos Açores (Horta), Direcção Regional do Turismo da Madeira (Funchal), Região de Turismo do Algarve (Faro), Região de Turismo do Norte Alentejano(Elvas), Região de Turismo do Alto Tâmega e Barroso (Chaves), Região de Turismo do Centro (Coimbra), Região de Turismo da Costa Azul (Setúbal), Região de Turismo Dão Lafões (Viseu), Região de Turismo Douro Sul (Lamego), Região de Turismo de Évora (Évora), Região de Turismo de Leiria/Fátima (Leiria), Região de Turismo do Nordeste Transmontano (Bragança), Região de Turismo do Oeste (Óbidos), Região de Turismo Planície Dourada (Beja), Região de Turismo do Ribatejo (Santarém), Região de Turismo da Rota da Luz (Aveiro), Região de Turismo de São Mamede (Portalegre), Região de Turismo da Serra da Estrela (Covilhã), Região de Turismo da Serra do Marão (Vila Real) e Região de Turismo dos Templários (Floresta Central e Albufeiras) (Tomar). Além das referidas regiões de turismo mencionadas, havia ainda a acrescentar as cidades de Lisboa e Porto que não integravam qualquer região de turismo instituída.

Entretanto, a publicação da Lei n.º 33/2013, de 16 de maio, estabeleceu cinco áreas regionais de turismo em Portugal Continental, que refletem as áreas abrangidas pelas unidades territoriais utilizadas para fins estatísticos NUTS II – Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve.

De acordo com os respetivos estatutos, as entidades regionais de turismo adotam as seguintes denominações:

  • Turismo do Porto e Norte de Portugal, com sede em Viana do Castelo;
  • Turismo Centro de Portugal, com sede em Aveiro;
  • Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, com sede em Lisboa;
  • Turismo do Alentejo, com sede em Beja
  • Região de Turismo do Algarve, com sede em Faro

Nesta base, o Minho passou a ficar associado a Trás-os-Montes, duas regiões com características bem distintas que dificilmente podem constituir um único produto, facilmente identificável pelo consumidor do produto que se procura promover. Por outras palavras, os critérios para o estabelecimento das regiões de turismo tal como são apresentadas não correspondem às características da mercadoria que se procura vender no mercado. E, a comprová-lo, basta verificar a “concorrência” nos certames onde diversos concelhos se apresentam destacados das suas próprias entidades regionais de turismo…

BARCELOS COMEMORA DIA MUNDIAL DO TURISMO

O Município de Barcelos volta a assinalar o Dia Mundial do Turismo com diversas atividades centradas em experiências de turismo criativo, que se afigura como um cluster de oportunidade para o emprego jovem e que promovem o contacto com as artes tradicionais do concelho, as fusões criativas, bem como a interpretação do território através de atividades no Rio Cávado.

Dia Mundial Turismobarcelos.jpg

As atividades decorrem nos dias 26 e 27 de setembro, sendo que a primeira atividade é uma iniciativa do Programa Caminhar para Conhecer Barcelos que promove o trilho do milho “Zaburro” às Terras da Citânia de Lenteiro, nas freguesias de Macieira de Rates, Negreiros, Chavão, Grimancelos, Monte Fralães e Silveiros e com interpretação patrimonial e natural.

A tarde, entre as 15h00 e as 17h00, é destinada aos habituais workshops de pintura de galos, na Sala Criativa da Torre Medieval.

Às 18h00, decorre, através de videoconferência na plataforma Zoom, uma conferência intitulada “Turismo Criativo” em Barcelos.

A 27 de setembro, às 10h00, dia em que se assinala o Dia Mundial do Turismo, o programa começa com a rota do Mundo Maravilhoso do Figurado, com ponto de partida da Torre Medieval. Também, às 10h00, junto à Torre Medieval, realiza-se um workshop criativo com artes tradicionais “Uma obra a 7 artes”.

Às 11h00 decorre uma descida do rio Cávado para profissionais, com experiência criativa de pintura de galos e observação de aves, até à Barca do Lago, em Esposende, numa parceria entre o Município de Barcelos e o Município de Esposende, com início na Praia Fluvial de Mariz. Esta atividade tem como objetivo mostrar e sensibilizar para o potencial do Rio Cávado enquanto eixo de dinamização turística.

O dia termina com workshops de pintura de galos, na Sala Criativa da Torre Medieval, das 15h00 às 17h00.

O Dia Mundial do Turismo comemora-se desde 27 de setembro de 1980, depois de ter sido decretada a data pela Organização Mundial do Turismo (OMT) na terceira conferência da Assembleia Geral da OMT em 1979.

As condições de segurança para a realização da iniciativa foram articuladas e obtiveram a concordância das autoridades de saúde.

As inscrições são limitadas e obrigatórias em todas as atividades. Os interessados em participar devem inscrever-se através do e-mail turismo@cm-barcelos.pt ou através do número 253 811 882.

"BLOG TRIP" DO TURISMO DO PORTO E NORTE DE PORTUGAL PASSOU POR ARCOS DE VALDEVEZ

Numa visita organizada pelo Município de Arcos de Valdevez, um grupo de jornalistas e bloggers esteve no concelho, no âmbito das Jornadas Gastronómicas, do Turismo do Porto e Norte de Portugal, inseridas no Projeto POCTEP “Gerês-Xurês Dinâmico”.

BLOG TRIP.jpg

O grupo, composto pela revista Visão, revista Evasões, Jornal Público, Two Find a Way, Passaporte no bolso, Wander Life Blog e Dobrar Fronteiras, especializado em viagens e turismo, durante dois dias, teve a oportunidade de descobrir os encantos naturais e a diversidade cultural da região, através da descoberta de alguns dos locais mais emblemáticos.

À chegada, visitaram o Baloiço do Mezio, e de seguida usufruíram de um jantar sob o formato de ação de charme gastronómica, no Centro Gastronómico do Mezio, acompanhados por João Manuel Esteves, presidente do Município de Arcos de Valdevez.

Estiveram em contacto com a cultura e as tradições locais, expressas no sabor da gastronomia típica, na qualidade dos produtos locais e nas tradições, através de ações de Demonstração/Degustação do Fabrico da Broa Artesanal, do Bolo de Discos e de uma Prova/ Harmonização de Vinhos e Produtos Locais. A noite terminou com a observação noturna das estrelas, no Parque de Observação da Porta do Mezio, e com uma noite de descanso no Ribeira Collection Hotel.

No dia seguinte, a visita começou pela Ecovia do Vez em direção a Sistelo, uma das 7 maravilhas de Portugal – Aldeias, passando, posteriormente, pelos Miradouros da Estrica e Padrão.

De regresso ao centro histórico de Arcos de Valdevez, este grupo saboreou a suculenta Carne de Cachena com Arroz de Feijão Tarrestre, no Restaurante “A Floresta”.

A visita terminou no Paço de Giela, com a degustação do espumante Vez com “Charutos dos Arcos”, umas das 7 Maravilhas Doces de Portugal.

A visita, organizada pelo Município, visa divulgar o melhor da região junto de “bloggers” de viagem, que, posteriormente, partilham com a comunidade digital, as experiências que vivenciaram no nosso concelho, contribuindo, em simultâneo, para a promoção do concelho como destino turístico, a nível nacional e internacional.

BLOG TRIP (3).jpg

BLOG TRIP (5).jpg

BLOG TRIP (6).jpg

TURISMO DO PORTO E NORTE CONSIDERA ENOTURISMO ESTRATÉGICO PARA MONÇÃO E MELGAÇO

Visita ao território da Origem do Alvarinho

Em plena época das vindimas, o Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) esteve em Melgaço para acompanhar a colheita 2020 e descobrir as potencialidades desta Sub-Região dos Vinhos Verdes com foco no turismo sustentável. A visita decorreu na Quinta de Soalheiro, primeira marca de alvarinho de Melgaço, onde tiveram a oportunidade de conhecer um projeto de Enoturismo que vai muito para além do vinho, pois assenta nas potencialidades do território, dos produtos e dos serviços locais de qualidade.

Soalheiro - visita Turismo Porto e Norte.jpg

Inácio Ribeiro, Vice-Presidente do TPNP parabenizou o projeto que, salientou, “vai muito para além do vinho. Nós, no Turismo Porto e Norte, temos excelentes territórios para promover, mas precisamos de produtos nesses territórios que nos ajudem a convencer os visitantes a cá virem, a ficarem e, acima de tudo, a levarem as melhores razões para os recomendar”. “E a aposta do Soalheiro numa oferta integrada contribui para isso mesmo. Através do vinho estão a alavancar um projeto assente no território, assente no enoturismo, o que para nós é muito importante, pois podemos levar como bandeira um produto que nos ajudará a voltar aos 5 milhões de visitantes no Porto e Norte, a fazer com que os turistas fiquem mais do que as duas noites que se alcançou em 2019 e que continuem a visitar este maravilhoso Minho”.

Para os produtores Soalheiro, Maria João Cerdeira e António Luís Cerdeira, as expetativas acerca da qualidade desta colheita são as melhores e acreditam que este ano será desafiante, mas que é fundamental continuar a trabalhar para criar uma oferta turística integrada, fundada na qualidade do território, dos produtos e dos serviços. Maria João Cerdeira garante que o foco continua a ser “conseguir um bom produto, uma matéria prima de grande qualidade para depois na adega ser trabalhada de forma adequada”. Reforçando “Esta é a base de tudo. Nós queremos estar no território como a natureza está. Melgaço tem muitas potencialidades que fazem deste local especial. Melgaço não é só vinho ou vinha, é um destino a descobrir”. António Luís Cerdeira acrescenta que “2020 será um ano de grandes vinhos, mas também de grandes oportunidades de desenvolvimento do território. A título de exemplo, inauguramos a Casa das Infusões, uma casa de alojamento local, e estamos a desenvolver, através do Clube de Produtores de Monovarietais de Vinho Verde, promovido pelo Soalheiro, o projeto ENOTOUR que tem como objetivo criar uma rede de entidades que promovam um turismo direcionado para a sustentabilidade ambiental, social e económica e, ao mesmo tempo, promover o Turismo na região de Monção e Melgaço, território alvo nesta primeira fase do projeto".

O “ENOTOUR – Promoção do Turismo Sustentável no Território dos Vinhos Verdes e do Alvarinho de Monção e Melgaço” prevê ainda a criação de uma plataforma digital colaborativa que reunirá conteúdos e percursos onde se explorará a realidade aumentada, aliando a tecnologia à tradição, história e culturas locais.

POSTO DE TURISMO DE BRAGA DISTINGUIDO COM O PRÉMIO TRAVELLER'S CHOICE 2020 DO TripAdvisor

O Posto de Turismo de Braga foi distinguido com o Prémio Travellers’ Choice 2020 pela plataforma TripAdvisor, galardão que já recebeu em 2017 e 2019.

Posto de Turismo de Braga.JPG

O Travelers’ Choice é atribuído pela mais importante plataforma de Turismo do mundo aos estabelecimentos que receberam avaliações muito positivas dos visitantes e de forma consistente ao longo de todo o ano.

“É com muito orgulho que recebemos este ano mais uma distinção do TripAdvisor. Este galardão reveste-se de especial importância, uma vez que surge numa altura altamente fragilizada, fruto do actual estado pandémico que obriga turistas a procederem de forma diferente, nomeadamente no que concerne os seus hábitos e comportamentos completamente díspares do que era habitual”, refere Altino Bessa, vereador do turismo da Câmara Municipal de Braga.

Todos os anos o TripAdvisor reúne todas as avaliações recebidas de uma atracção em questão, elegendo as classificações favoritas que os visitantes/turistas partilham à escala global e utilizam essas informações para destacar os melhores, sendo esta a maior homenagem que o TripAdvisor concede.

Segundo o vereador, este prémio é “fruto da dedicação de uma equipa altamente dedicada” e que presta um serviço personalizado de qualidade e proximidade. “Este é o reconhecimento do trabalho fantástico que a nossa equipa tem desenvolvido ao longo dos últimos anos e que queremos continuar a desenvolver, especialmente numa altura tão exigente como esta que atravessamos. Temos o compromisso de ajudar diariamente os turistas que nos visitam e são eles o melhor barómetro que podemos ter, ao produzirem nas páginas do TripAdvisor o sentimento de como são recebidos e informados da oferta disponível em Braga sobre os mais variados produtos turísticos”, sublinha Altino Bessa.

Fundado em 2002, o prémio Travellers’ Choice é o único da indústria do Turismo baseado em milhões de avaliações e opiniões de viajantes de todo o mundo, esse reconhecimento anual reflete “o melhor dos melhores” no serviço, qualidade e satisfação do cliente/consumidor nomeadamente para alojamentos, destinos, actividades, restaurantes ou experiências.

REVISTA "EVASÕES" DIVULGA A OFERTA TURÍSTICA DO CONCELHO DE CAMINHA

O Verão aproxima-se do fim mas o concelho de Caminha continua lindo e de braços abertos a todos os que nos queiram visitar nos próximos meses. A revista Evasões (sai com o JN de hoje) destaca a quantidade e qualidade de oferta da nossa terra dedicando-lhe a capa, o editorial e 18 páginas deliciosas. Concelho de Caminha, destino de confiança!

118796465_3212113638843143_1227498114652543884_o.j

118799035_3212112925509881_7393276747549252149_o.j

118689469_3212113002176540_742552577484220_o.jpg

118787695_3212112915509882_2521302394774538354_o.j

118827178_3212113235509850_47460904417199915_o.jpg

118946510_3212113212176519_2271282600996982312_o.j

118890106_3212113222176518_3170528597006335653_o.j

118862153_3212113395509834_1772439905731069976_o.j

118824683_3212113388843168_8191498936916382595_o.j

118833134_3212113375509836_2904570299655383782_o.j