Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MINHOTOS DEBATEM FUTURO DO TURISMO EM PORTUGAL

A APROTURM – Associação dos Profissionais de Turismo do Minho leva a efeito o 1º Congresso dos Profissionais de Turismo, a realizar no Auditório Municipal de Vieira do Minho, nos próximos dias 15 e 16  de  novembro.

1convitejab.jpg

A temática a abordar será “Profissionais de Turismo em Portugal, que futuro?” , temos o privilégio de ter como orador o Dr João Alpuim Botelho, atual diretor do Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa.

O 1º Congresso APROTURM apresenta um amplo painel de especialistas, académicos e profissionais, do setor do turismo, e oferece uma excelente oportunidade de debate sobre a discussão das tendências de mudança que se lhe colocam , nomeadamente as novas necessidades de competências nos seus trabalhadores.

1Programa 1º Congresso logos.jpg

VIZELA PARTICIPA NO CONGRESSO NACIONAL DE HOTELARIA E TURISMO

No seguimento da nova estratégia de consolidação da imagem e identidade do Concelho de Vizela como destino turístico privilegiado, a Câmara Municipal vai participar no Congresso Nacional de Hotelaria e Turismo.

CONGRESSO 3.jpg

Vizela vai participar a convite da Entidade Regional de Turismo Porto e Norte de Portugal, através da promoção do Bolinhol, da gastronomia e dos vinhos vizelenses, numa mostra de produtos regionais que decorrerá em Viana do Castelo no dia 20 de novembro, enquadrada no 31º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo promovido pela Associação de Hotelaria de Portugal.

Considerado como um dos maiores eventos no calendário nacional do setor, onde é esperada a presença de mais de 400 congressistas, na sua maioria hoteleiros de todo o país, esta é uma excelente oportunidade de promoção da Região e de estímulo ao contato entre agentes económicos, nomeadamente de negócios relacionados com o produto Gastronomia e Vinhos.

 Assim, e dando cumprimento ao previsto no Plano Municipal de Turismo, que considera de enorme importância a promoção de Vizela para potenciar a captação de público, a Câmara Municipal de Vizela mantém a aposta na consolidação da imagem e identidade de Vizela.  

VIZELA NA SPORTUR – SALÃO DO DESPORTO E TURISMO ATIVO

No âmbito da estratégia adotada pela Câmara Municipal que visa o desenvolvimento turístico, Vizela estará presente na 3ª edição do SPORTUR - Salão do Desporto e Turismo Ativo que se realiza nos dias 15 e 16 de novembro em Ourense, Espanha. Em paralelo decorrerá o 1º Congresso Ibérico de Turismo Desportivo.

sportur1.jpg

Este é um evento para todos os públicos, tanto para atletas, fãs ou iniciantes, de todas as idades. De acordo com a organização, os visitantes encontrarão um espaço onde poderão entrar em contato com o desporto em todas as suas facetas, incluindo a vertente turística e dos eventos. Na edição de 2018, o evento foi visitado por cerca de 10.000 pessoas.

A convite da Fundación Expourense, entidade com a qual a Câmara Municipal de Vizela celebrou um protocolo de cooperação em 2018, o Município de Vizela promoverá os diversos eventos desportivos que ocorrem no Concelho ao longo do ano, as diferentes atividades e modalidades desportivas disponíveis em território vizelense, assim como outros recursos e produtos turísticos de Vizela, como o Bolinhol, a gastronomia, o termalismo e o património.      

Assim, e dando cumprimento ao previsto no Plano Municipal de Turismo, que considera de enorme importância a promoção de Vizela através da participação em feiras de âmbito turístico para potenciar a captação de público, a Câmara Municipal de Vizela mantém a aposta na consolidação da imagem e identidade de Vizela.  

CONCURSO "OVAÇÃO ABERTA" PRETENDE DINAMIZAR O DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO DE BRAGA

Prémio de 5 mil euros para o projecto vencedor

O Município de Braga está a desenvolver o Concurso de Ideias “Inovação Aberta”, que visa incentivar a apresentação de ideias inovadoras no sector turístico ao nível da sua estruturação, promoção, valorização ou dinamização.

CMB04062014SERGIOFREITAS0000057.jpg

As candidaturas poderão ser submetidas até dia 22 de Novembro de 2019 através do seguinte link: bit.ly/InovaçaoAberta.

O regulamento completo está disponível em: http://bit.ly/RegulamentoInovacaoAberta.

Este concurso desenvolve-se no âmbito da estratégia de turismo “VisitBraga” - assente no conceito ´Uma Viagem no Tempo´ que se baseia no desenvolvimento de dois programas: Replay (passado) e Play (futuro). Aberta a maiores de 18 anos, individuais ou colectivas, a iniciativa atribuirá um prémio de 5 mil euros à candidatura vencedora.

O objectivo deste concurso é incentivar uma dinâmica de participação activa da população e de qualquer agente interessado na promoção e desenvolvimento do turismo de Braga, de forma a proporcionar experiências de inovação turística aos visitantes de Braga.

Pretende assim fomentar-se a criação de ideias inovadoras e o impulsionamento de projectos empreendedores que sigam uma linha de inovação tecnológica de desenvolvimento sustentável e de promoção turística local.

A Viagem no Tempo visa explorar Braga a partir de uma perspectiva multidimensional e multitemporal, de forma a fomentar o conhecimento, a exposição e a celebração da história e património da cidade, bem como a sua evolução e dinâmica inovadora, enquanto cidade jovem e empreendedora.

O Braga Replay dedica-se à criação, desenvolvimento e promoção de projectos que se focam no passado remoto e recente do território, recriando passos, experiências e aventuras de heróis de civilizações passadas. O Braga Play é um convite à inovação, à renovação e à descoberta de novas experiências que se focam no futuro próximo e distante.

Em Janeiro de 2020 decorrerá a apresentação final do projecto vencedor e a respectiva entrega do prémio.

PONTE DE LIMA ASSINALA DIA MUNDIAL DO ENOTURISMO

Celebra-se no próximo dia 10 de novembro, pela primeira vez, o Dia Mundial do Enoturismo.

O Dia Europeu do Enoturismo foi instituído em 2009 pela RECEVIN – Rede Europeia de Cidades do Vinho e assinala-se anualmente no segundo domingo de novembro e este ano, com a entrada de países da América Latina — designadamente Brasil, Uruguai e Argentina  – a celebração do Enoturismo passa a ser à escala mundial.

Para assinalar a efeméride, o Município de Ponte de Lima promove dois passeios no barco água-arriba – embarcação típica do rio Lima que outrora transportava pessoas e mercadorias, incluindo pipas de vinho –, desde a vila de Ponte de Lima até Refóios do Lima, com saídas previstas às 10h00 e às 14h30, em frente à Torre da Cadeia.

A participação é gratuita mas sujeita a inscrição através dos contactos: geral@cipvv.pt ou 258900426.

Dia Mundial do Enoturismo 2019-01.jpg

MUNICÍPIO DE BARCELOS VENCEU PRÉMIO EUROPEU "DESTINO DE TURISMO CULTURAL SUSTENTÁVEL"

O Município de Barcelos foi distinguido internacionalmente com o Prémio Europeu de 'Destino de Turismo Cultural Sustentável' promovido pela ECTN - European Cultural Tourism Network, na cerimónia que decorreu no passado dia 24 de outubro, na cidade de Granada, em Espanha, no seguimento da candidatura realizada em julho passado na categoria “Contribuições das indústrias culturais e criativas (ICCs) para o turismo cultural”, com o   tema “Barcelos Cidade Criativa - Contribuições do Artesanato e da Arte Popular como caminhos para um turismo mais sustentável”.

Prémio europeu2.jpg

Para o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, “ este prémio é um orgulho, num universo de centenas de entidades, autoridades locais, associações, empresas e outros agentes do setor turístico de toda a Europa que se candidataram. Acima de tudo, porque se trata de um incentivo à prossecução do trabalho municipal em prol do turismo criativo como fator de desenvolvimento local, mas também dando provimento à estratégia de promoção e internacionalização desenvolvidas nos últimos anos tendo o turismo como pretexto.”

Em Barcelos, a criatividade das nossas gentes  marcou e marca a nossa identidade socioeconómica, mas acreditamos que essa realidade se pode catapultar para outros patamares, com a visibilidade internacional que temos conseguido dar a Barcelos, nomeadamente através das redes internacionais que trabalham o registo da Criatividade, como a Rede das Cidades Criativas da UNESCO e a Creative Tourism Network.

A aposta nesta candidatura, como dialeto da política de turismo cultural e criativo desenvolvidas nos últimos anos, só é possível com o envolvimento de toda a comunidade criativa numa série de ações e iniciativas tendentes a impulsionar o setor criativo e o fortalecimento dos seus laços com o setor turístico, afirmando a criatividade como alavanca de desenvolvimento.

O turismo cultural e as indústrias criativas são evidentemente setores em crescimento em toda Europa e no mundo. Setores que seguramente irão  moldar o futuro de muitos territórios. Como tal, a aposta na sustentabilidade deste setor revela-se tão essencial para fortalecer a consciencialização europeia e mundial  para a aposta em estratégias de desenvolvimento sustentável como forma de assegurar um futuro para o setor do turismo.

A aposta que o Município de Barcelos tem vindo a fazer na criatividade tem servido de base para o nascimento de um paradigma de desenvolvimento em Barcelos e em Portugal.

Os prémios em questão existem desde 2014  e funcionam como incentivo a uma  consciencialização ética  relativamente à importância da  sustentabilidade no setor. A edição 2019 dos Prémios foi organizada pela ECTN em parceria com a Europa Nostra, a Comissão Europeia de Viagens e apoiada pela Rota Cultural Iter Vitis do Conselho da Europa.

A ECTN  é única rede pan-europeia que se dedica integralmente  ao desenvolvimento e promoção de ações que se destinam à implementação de estratégias de turismo cultural tendentes ao desenvolvimento de um setor verdadeiramente sustentável

TURISMO EM ALTA EM ARCOS DE VALDEVEZ

Dormidas aumentaram 15% de 2017 para 2018

Arcos de Valdevez é um destino que se tem vindo a destacar a nível nacional naquilo que ao Turismo diz respeito.

Segundo o INE – Instituto Nacional de Estatística, o concelho teve um aumento de dormidas de cerca de 10 mil em relação ao ano de 2017, a que equivale um aumento de 15%.

Segundo estes dados, Arcos de Valdevez é dos concelhos do Alto Minho com maior aumento da procura turística, para a qual tem contribuído o turismo de natureza, com a oferta de caminhadas nos passadiços e na Ecovia do Vez, a realização de trilhos, passeios a cavalo, descidas de rio em kayak, entre outras; o aumento da oferta ao nível do alojamento; a aposta por parte da Câmara Municipal na cultura através da reabilitação do Paço de Giela ou da criação do Centro Interpretativo do Barroco; da divulgação da boa gastronomia, onde se incluem doces como os charutos de ovos, recentemente eleitos uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, a carne cachena, ou os excelentes vinhos verdes da região; e ainda locais de excelência e de visitação obrigatória, como Sistelo, uma das 7 Maravilhas de Portugal Aldeias e Monumento Nacional, ou Soajo, com a sua Eira comunitária dos Espigueiros, constituída por 24 espigueiros, classificada como Imóvel de Interesse Público desde 1983.

Estes são números que desafiam a Autarquia a fazer mais e melhor com os seus parceiros.

A estratégia da comunicação passa por mostrar os aspetos diferenciadores de Arcos de Valdevez quando comparado com outros destinos.

O Turismo exerce um papel cada vez mais forte no desenvolvimento das economias locais, e, Arcos de Valdevez não foge à regra, dando mostras cada vez maiores de procura crescente por parte de turistas, dados que se refletem no aumento das dormidas e no aumento dos investimentos no turismo, tendo sido também recentemente considerado pela Trivago como um dos principais destinos Emergentes em Turismo de Natureza.

jn_arcos_pub_mqt3-01 (1).jpg

VIEIRA DO MINHO ACOLHE FÓRUM "POTENCIAR OS FLUXOS TURÍSTICOS"

O Município de Vieira do Minho acolhe, amanhã, dia 23 de Outubro, na Biblioteca Municipal o Fórum organizacional subordinado ao tema “ Potenciar os Fluxos Turísticos focado nos Motivos Comuns aos 7 Concelho”, uma iniciativa promovida pela Associação Portuguesa de Criatividade e Inovação.

Trata-se de um  projecto intermunicipal que envolve os municípios de Vieira do Minho, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Amares, Montalegre, Fafe e Cabeceiras de Basto que tem por objectivo gerar projectos relativos ao aumento dos fluxos turísticos no conjunto das sete autarquias.

Aqui serão abordadas as mais diversas temáticas, com destaque para a gastronomia, natureza, património, cultura, tradição, empreendedorismo, entre outras.

O Fórum vai utilizar uma metodologia que irá permitir a tomada de decisões conjuntas, não havendo planos pré-definidos. O fórum cuja duração é 6 horas apresentará como trabalho final projectos a serem executados no curto prazo.

VIEIRA DO MINHO: AGRA COMEMOROU 25 ANOS DE EXISTÊNCIA ENQUANTO ALDEIA TURÍSTICA

Este sábado, a Aldeia de Agra celebrou os seus 25 anos enquanto Aldeia Turística de Portugal. O momento contou com as presenças do Presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso, do presidente da Junta de Freguesia de Rossas, do  presidente da ATAHCA, Associação de Desenvolvimento Local, José António da Mota Alves e da população local que expressivamente se associou à iniciativa.

DSC_0525.JPG

Tratou-se de um dia especial para aquela localidade, não só por comemorar as bodas da prata enquanto Aldeia Turística, mas também por ver inaugurado um espaço de convívio e lazer, que irá promover o intercâmbio cultural e social entre os habitantes daquela aldeia.

O Centro de convívio e Lazer, vai funcionar na antiga escola primária, local recentemente intervencionado pela câmara Municipal, todas as quartas-feiras de tarde.

Para além das cerimónias  protocolares, as comemorações  foram  animadas pelo Grupo de Cantares da ADIR (Associação Defensora dos Interesses de Rossas) e por uma acérrima chega de bois.

Foi sem dúvida um dia de festa, onde não faltou a animação e a boa disposição entre os presentes

BARCELOS É OFICIALMENTE MEMBRO DA "CREATIVE TOURISM NETWORK"

O Município de Barcelos entra este mês na mais conceituada Rede Mundial de Turismo Criativo, na qualidade de “Creative Friendly Destination”, assumindo-se na linha da frente neste domínio em termos mundiais. Esta integração na rede vem confirmar o trabalho que o Município tem vindo a fazer em prol do desenvolvimento do turismo criativo como fator de diferenciação do nosso território e enquanto importante ativo local para o futuro do setor.

Galo de Barcelosturs.jpg

A aposta do Município na criatividade local manifesta-se, muito particularmente, na riqueza do seu artesanato e arte popular, riqueza e diversidade enogastronómica, abundância e diversidade de património natural, paisagístico e edificado, que constituem os principais instrumentos da estratégia do turismo local.

Com esta adesão, o Município vê assim o seu território adquirir uma nova chancela internacional, que constituirá seguramente uma adição à internacionalização da marca - Barcelos Cidade Criativa. Ao mesmo tempo que o Município irá poder usufruir de um apoio importante no desenvolvimento de ações de turismo criativo ao nível internacional, particularmente junto de agentes do setor do turismo no mundo e usufruir de um conjunto de serviços e benefícios de curadoria, consultoria, implementação e promoção internacional desta rede, em todos os seus futuros projetos de turismo criativo.

A Creative Tourism Network é uma organização internacional, fundada em 2010, com sede em Barcelona, entidade sem fins lucrativos e que tem por missão a promoção e o desenvolvimento do turismo criativo no mundo, na sua qualidade de ativo para o futuro da atividade e para a sustentabilidade do setor ao nível mundial, particularmente importante na medida em que o desenvolvimento do turismo já não significa apenas visitar e conhecer, acarreta também a procura constante por experiências únicas e de contacto com o mais autêntico dos territórios visitados

MELGAÇO É O MUNICÍPIO DO ALTO MINHO COM A MAIOR TAXA DE CRESCIMENTO NAS DORMIDAS

Um aumento de 32% face ao ano de 2017

Dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) referentes às dormidas de 2018, demonstram que Melgaço teve um aumento de 11.317 dormidas face ao ano de 2017, o que equivale a um aumento de 32%. Melgaço é assim o Município do Alto Minho com a maior taxa de crescimento neste indicador.

DESCUBRA-MELGAÇO (1).jpg

Em 2018, de acordo com a informação reportada ao INE*, Melgaço registou 46.846 dormidas nos díspares estabelecimentos hoteleiros e de alojamento local do concelho. 36.798 de visitantes oriundos de Portugal e 10.048 turistas estrangeiros escolheram o Destino de Natureza Mais Radical de Portugal.

«Estes números confirmam que o trabalho que tem sido desenvolvido de forma a fomentar o crescimento do turismo em Melgaço, o Destino de Natureza Mais Radical de Portugal, é uma aposta ganha. De ano para ano, temos mais turistas, e de diferentes origens.», atenta Manoel Batista, Presidente da Câmara Municipal.

Melgaço Tem 41 empreendimentos turísticos e 20 estabelecimentos de Alojamento Local e 616 camas disponíveis (nos parques de campismo são contabilizados os meios de alojamento complementar – ex: bungalows), espalhados por vários pontos do concelho.

De acordo com o estudo, Ponte de Lima posiciona-se em 2º lugar e Arcos de Valdevez em 3º. No total, o Alto Minho registou 725.520 dormidas ao longo do ano de 2018, o que representa um crescimento de 11% face aos dados de 2017 (655.006 dormidas).

MELGAÇO APAIXONA, POR DIFERENTES RAZÕES!

Melgaço tem um potencial enorme e cada vez com mais procura. Situado na Área Protegida mais importante de Portugal, o PNPG – Parque Nacional Peneda Gerês, consagrado pela UNESCO Reserva Mundial da Biosfera, Melgaço é um destino de natureza por excelência, com características geográficas e geológicas que lhe concedem uma posição de destaque de entre todos os subdestinos do Porto e Norte de Portugal. 

A oferta é completa: da natureza ao bem-estar, passando pelo Alvarinho e pelo fumeiro, dando uma volta entre a cultura e o património, sem esquecer o desporto, a sugestão é que se Descubra Melgaço em redor de uma sossegada e deslumbrante natureza.

Localizado a menos de duas horas do Porto e perto da Galiza, Melgaço é um destino a não perder.

* O número real das dormidas poderá ser mais elevado, dado que poderão existir entidades que não reportam as referidas informações ao INE.

VIEIRA DO MINHO: AGRA COMEMORA 25 ANOS DE ALDEIA TURÍSTICA

A Câmara Municipal de Vieira do Minho e a Junta de Freguesia de Rossas assinalam, no próximo sábado, dia 19 de Outubro, os 25 anos da Aldeia Turística de Agra.

agra13.jpg

Para além da cerimónia evocativa dos 25 anos da Aldeia  Turística, o programa comemorativo  integra, ainda a inauguração do Centro de Convívio e Lazer de Agra,uma chega de Bois, e um lanche convívio. Os festejos vão ser animados pelo Grupo de Cantares da ADIR e Daniela Gonçalves.

Com uma paisagem de rara beleza a aldeia de Agra, está localizada na freguesia de Rossas, concelho de Vieira do Minho, no sopé da Serra da Cabreira.

Preservando os mais requintados prazeres tradicionais, desde a gastronomia ao artesanato, esta pequena aldeia quase se consagrou inteiramente ao Turismo Rural, oferecendo um elevado número de alojamentos com manifesta qualidade.

A Aldeia de Agra carateriza-se pelos seus inúmeros encantos naturais, pela robustez granítica das suas construções, pela sólida identidade rural e sobretudo pela hospitalidade das suas gentes.

São ainda baluartes e visitas obrigatórias desta aldeia, os Moinhos do Ave, a Ponte Romana e o Rio Ave. O Município de Vieira do Minho e a Junta de Freguesia convidam todos para a cerimónia que terá início às 15h00.

AECT DA EUROREGIÃO GALICIA – NORTE DE PORTUGAL CONTINUA, EM 2019, A SUA APOSTA NA COOPERAÇÃO E TRABALHO CONJUNTO NO SETOR DA JARDINARIA

A colaboração conjunta para o crescimento sustentável deste setor, iniciou-se em 2017, com a realização do primeiro encontro e com a assinatura do memorando de entendimento entre as partes, no Porto, ficando acordado a realização anual desta iniciativa. Em 2018, a jornada foi realizada em Allariz, na Galiza e, dado ao sucesso das ações desenvolvidas, os parceiros expressaram vontade de mater esta relação fluída, a fim de impulsionar ações concretas e de interesse comuM.

Assim, a III Jornada de Jardinaria Galaico-Portuguesa, subordinada ao tema “Sustentabilidade e Jardins Públicos”, irá realizar-se no dia 17 de outubro, no Auditório Municipal de Ponte de Lima.

Capturarjard.PNG

Este evento é organizado em parceria com a Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente (ANEFA) de Portugal, que representa um universo de micro, pequenas e médias empresas de serviços, com um volume de emprego correspondente a cerca de 9.000 postos de trabalho permanente, representando um volume de negócios anual superior a 500 milhões de euros, a Asociación Galega de Empresas de Xardinería (AGAEXAR) da Galiza que está representada por cerca de 50 empresas e constitui-se como a única Associação empresarial representativa do setor da jardinaria na Galiza e, ainda, com o apoio do Município de Ponte de Lima.

As três instituições envolvidas nesta ação, assinaram um protocolo de cooperação conjunta e a realização destas jornadas e são tidas já como um exemplo de boas práticas daquilo que o setor pretende realizar para o futuro.

Nesta jornada, os oradores convidados e o público presente irão debater temas de importante relevo para este setor, tais como: Critérios para a seleção de arvoredo em meio urbano, tema a ser desenvolvido pelo Diretor do Departamento de Ciências Florestais e Arquitetura Paisagista da UTAD, Domingos Manuel Mendes Lopes; o Gerente de Artec, Técnica Arbórea Gallega e também Biólogo, Francisco Rodríguez Trinidad irá abordar os Riscos associados às más práticas de poda; O papel das pequenas e médias empresas nos jardins municípais serão debatidas por Jaume Alagarda Nacher, Presidente de la Federación Española de Empresas de Jardinería y Gerente de Sol I Vent Paisajes e as Saídas profissionais neste setor ficaram a cargo de Pedro Serra Ramos, Presidente da ANEFA, Diretor de Projetos da Forestfin, Florestas e Afins. O evento irá terminar com a visita ao Festival Internacional de Ponte de Lima.

O ato de inauguração irá contar com a presença da Vice-presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), Ester Silva, o Presidente do Município de Ponte de Lima, Victor Mendes, a Subdiretora da AECT da Eurorregião Galicia – Norte de Portugal, Graça Fonseca e a Delegada da Xunta de Galicia em Vigo, Corina Porro.

Esta iniciativa é cofinanciada pelo POCTEP através do projeto 0101_GNP_AECT_1_E INTERREG V-A e, dado o sucesso alcançados nas duas edições anteriores, são esperados cerca de 120 participantes, que analisarão os temas em debate, mas também as possibilidades de negócio que possam favorecer alianças luso-galaicas e estratégias de promoção e divulgação para o futuro deste setor na Eurorregião.

Este trabalho conjunto iniciou-se em 2017, com várias reuniões de trabalho e a realização de uma Jornada Técnica, sobre “Jardinaria Sustentável”, que se realizou em novembro de 2017, no Porto, e onde os presentes neste evento, poderam fazer uma visita aos Jardins do Palácio de Cristal e que ficou pautada pelo grande exito e adesão de público, cerca de 200 pessoas. Este encontro  debateu os temas de importante relevo para este setor, tais como: Alterações Climatéricas em Espaços Verdes, Critérios ecológicos na manutenção em espaços públicos; As Podas rurais em espaços públicos. Avaliação de riscos e os Os Herbicidas e as soluções alternativas.  O II Encontro realizou-se em outubro de 2018, em Allariz, subordinada ao tema “Paredes Verticais e Coberturas Ajardinadas”, os oradores foram desafiados a debater os temas: Os benefícios dos jardins verticais e das cobertas ajardinadas no âmbito urbano; Sistemas ecológicos em sistemas de cobertas e planos verticas – tendência ou necessidade?; Cobertas e Paredes vivas e Cobertas verdes e os seus benefícios. No final do evento foi realizada uma visita ao Festival Internacional de Xardíns de Allariz com os cerca de 160 participantes.

O AECT da Eurorregião Galicia – Norte de Portugal, desde o início da sua atividade em 2010, promove e reforça a competitividade do tecido empresarial através do conhecimento e da inovação e dos interesses e objetivos comuns que criem maior valor ao setor.  Assim, o AECT da Eurorregião Galicia – Norte de Portugal perfila-se como um agente encarregado do estabelecimento de pontes de comunicação, de diálogo, de investimento e de convergência entre ambas as fronteiras, aproveitando a possibilidade de empregar novos e mais eficientes instrumentos na programação, gestão, seguimento e avaliação conjunta das políticas de desenvolvimento eurorregional, adotadas pela Comunidade de Trabalho Galiza-Norte de Portugal, que funciona desde 1991.

Para mais informações: gnpaect@gnpaect.eu

MUNICÍPIO VIZELENSE REÚNE COM RESTAURANTES DO CONCELHO

No seguimento da estratégia de dinamização do Concelho, essencialmente para criar Vizela como destino turístico, o Presidente da Câmara Municipal reuniu ontem com os restaurantes do Concelho para a discussão de algumas matérias no que toca ao prato típico de Vizela Bacalhau à Zé do Pipo, um prato com história em Vizela e hoje um elemento de elevada relevância na promoção da gastronomia vizelense.

Reunião restaurantes.JPG

Assim, na reunião foi discutida a uniformização de um recipiente próprio para ser servido o Bacalhau à Zé do Pipo, no sentido de padronizar a apresentação do prato, assim como foi também analisada dor todos os presentes a ficha técnica do prato.

Na reunião foi também discutida e apresentada uma placa alusiva ao prato típico Bacalhau à Zé do Pipo para ser colocada na fachada exterior de cada um dos restaurantes do Concelho.

Por fim, na reunião foi discutida a próxima edição dos fins de semana gastronómicos, uma iniciativa levada a cabo pela Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal e onde este ano a Câmara Municipal de Vizela contará com a participação de mais de vinte restaurante aderentes.

De destacar eu o Bacalhau à Zé do Pipo é um prato com história em Vizela e hoje um elemento de elevada relevância na promoção da gastronomia vizelense.

De realçar que a gastronomia vizelense traduz-se num dos pontos fundamentais do Plano Municipal de Turismo, numa aposta num triângulo dourado de sabores, sempre tendo por base aquilo que faz parte da identidade do nosso Concelho: o bolinhol, o vinho verde e o bacalhau.

Assim, com a dinamização do prato típico Bacalhau à Zé do Pipo, a Câmara Municipal de Vizela pretende que, nos muitos restaurantes do Concelho, os visitantes possam desfrutar, para além de refeições que são autênticas experiências da gastronomia regional, também do Bacalhau à Zé do Pipo, que é agora o prato identificativo da gastronomia vizelense.

ATURMINHO PARTICIPOU NAS JORNADAS DE TURISMO QUE OCORRERAM NA GALIZA

Aturminho nas “Jornadas sobre Turismo, emprego e empreendedorismo” em Tui.

No âmbito do Dia Mundial do Turismo (27 de setembro) o Concelho de Tui organizou as jornadas sobre “Turismo, emprego e empreendedorismo”, tendo o Coordenador Geral da ATURMINHO, Antero Filgueiras, sido convidado para refletir sobre a necessidade de pensar num turismo sustentável no seguimento das linhas orientadoras da Agenda Do Desenvolvimento Sustentável 2030, a par de outras individualidades galegas.

Laureano Alonso (Conselheiro de Turismo de Tui), Ana Núñez (Concelheira de Emprego de Tui), Jose Temporão do Monte (Vereador do pelouro do turismo da Câmara Municipal de Valença), María José Echevarria (Chefe Territorial da Casa da Cultura e Turismo de Pontevedra), Enrique Cabaleiro (Alcalde de Tui), Tamara Tilve (Valora Consultores - Plano Estratégico de Turismo de Tui), Anabel Díaz (Idea Consultores - linhas de apoio e financiamento), Eva Gil (Geodestino Ría de Vigo – Baixo Minho), Martín Outomuro (Representante do Clúster de Turismo de Galicia), Javier Pérez Alves (Secretário Geral da Câmara de Comercio de Tui - Plano de Competitividade Turística como linha de financiamento), e Sandra Touza que apresentou um estudo sobre as Novas oportunidades turísticas para o emprego, foram os demais intervenientes desta jornada de reflexão, partilha de ideias e apresentação de propostas para o futuro.

O Coordenador Geral da ATURMINHO apresentou o projecto “Descobrir o Minho – o Sagrado e o Profano” como um caso de sucesso, tendo ainda apresentado a proposta da criação de um Conselho de Turismo Intermunicipal – Eurocidade Tui-Valença – tendo em vista trabalhar uma vasta estratégia comum: uma Eurocidade – um destino turístico. Esta proposta foi muito bem recebida por parte de todos os intervenientes, dada a sua visão integradora da Eurocidade em termos turísticos.

VILA VERDE ASSINALOU DIA MUNDIAL DO TURISMO

Município de Vila Verde assinalou o Dia Mundial do Turismo com apresentação de projeto acessível e inclusivo

O Município de Vila Verde comemorou o Dia Mundial do Turismo, 27 de setembro, com a apresentação de um projeto que pretende promover a igualdade no acesso ao turismo, tornando este setor mais acessível e inclusivo. Os novos modelos de eTuk (Tuk Tuks elétricos) da ETUKMINHO estão preparados para receber pessoas com necessidades especiais, tanto ao nível da empregabilidade como do lazer, para que todos possam usufruir dos circuitos turísticos.

vvturism (4).jpg

Como são veículos ecológicos e silenciosos, podem transportar os turistas a “locais onde os outros não chegam” e até “entrar em edifícios”, avançou a representante da ETUKMINHO, Fátima Meira, durante a sessão pública de apresentação do projeto, que decorreu na manhã de hoje (27 de setembro), na Loja Interativa de Turismo de Vila Verde. Da parte da tarde, o público pôde experimentar os veículos turísticos nos circuitos locais.

Por outro lado, os eTuks também estão preparados para serem conduzidos por pessoas com mobilidade reduzida, facilitando-lhes o acesso ao emprego e até a possibilidade de criarem o próprio negócio. Os veículos serão preparados de acordo com as necessidades específicas de cada cliente, adaptados consoante o grau e tipo de limitação. Mas o cariz inclusivo do projeto não fica por aqui, a ETUKMINHO contrata produtos e serviços a pessoas com necessidades especiais, tal como aconteceu durante a fase de construção deste protótipo.

As reações não se fizeram esperar e são bastante positivas. Sofia Pereira desloca-se em cadeira de rodas e, no local, mostrou-se entusiasmada com o projeto. “É uma mais-valia, proporcionando diversas ofertas de trabalho. No meu caso, enquanto turista, gosto muito de passear e é fantástico poder utilizar um Tuk Tuk de forma normal. Parabéns!”, exclamou.

vvturism (3).jpg

Vila Verde, um concelho atrativo e inclusivo

A iniciativa foi aplaudida também pela vereadora da Cultura do Município de Vila Verde. Júlia Fernandes deixou fortes elogios ao projeto e lembrou que esta é uma preocupação da autarquia, que tem já em curso uma candidatura de ‘cultura para todos’. Inclusão e acessibilidade são palavras-chave para que ninguém tenha que ninguém fique de fora dos circuitos turístico-culturais e todos possam “visitar este belíssimo território e se sintam muito bem acolhidos num concelho que recebe sempre de braços abertos, com a alegria e boa-disposição das gentes do Minho”.

O turismo nacional continua em crescimento e Vila Verde não é exceção. Fruto também da estratégia municipal de proporcionar aos visitantes experiências autênticas e genuínas. Um bom exemplo disso mesmo é a programação Na Rota das Colheitas, que integra as comemorações do Dia Mundial do Turismo. De agosto a novembro, sucedem-se iniciativas (um pouco por todo o concelho) em que os visitantes podem sentir a força da tradição e da cultura popular. “Faz-nos recuar ao tempo dos nossos avós, para os mais velhos recordarem e os mais novos aprenderem de forma lúdica estes ofícios. Revivemos as práticas ancestrais em contexto real, no campo, nas eiras… os turistas podem desfolhar o milho, malhar o centeio, vivenciar a cultura local. No fim, há uma merenda coletiva partilhada com todos os presentes. Tudo isto é o nosso povo e a nossa essência”, afirmou Júlia Fernandes.

A vereadora concluiu enfatizando a importância da população em todo este processo. “Temos um património notável para visitar, muito folclore e etnografia, boa gastronomia e vinhos premiados, turismo de natureza, cultura… Mas se não fossem as pessoas, não era a mesma coisa. Somos exímios na hospitalidade, recebemos toda a gente de braços abertos”, afirmou.

vvturism (1).JPG

vvturism (2).jpg

TURISMO DO VINHO ELEVA POTENCIALIDADES DAS VÁRIAS REGIÕES DO VINHO VERDE

CLUBE DE PRODUTORES DE MONOVARIETAIS DE VINHO VERDE QUER ALAVANCAR O TERRITÓRIO

Com o objetivo de fomentar o enoturismo, a produção de uvas e de vinho de qualidade e a inovação e o desenvolvimento, nasce o Clube de Produtores de Monovarietais de Vinho Verde (VVCPM). Uma associação que pretende divulgar as potencialidades das diferentes sub-regiões do Vinho Verde, criando parcerias que permitam aumentar as visitas ao território e a melhoria do turismo das vinhas, incentivando o desenvolvimento económico mediante uma oferta turística integrada, fundada na qualidade do território, dos produtos e dos serviços.

image001alvaviner.png

Uma das apostas passará pela comunicação regular das suas atividades relacionadas com o Turismo do Vinho e da Vinha. Por consequente, no mês de setembro, destacam-se as vindimas e as visitas ao processo produtivo nas adegas, o ponto alto do ciclo produtivo e uma excelente oportunidade para conhecer as caraterísticas únicas de cada casta, de cada território e de cada região.

Neste final de setembro, o Clube de Produtores apresenta algumas sugestões de visita: à Quinta de Amaresum dos maiores produtores de Loureiro da região, localizada no concelho com o mesmo nome; à Quinta de Santa Cristina, uma referência na região de Basto onde o Enoturismo é já uma realidade com profissionalismo e diversas possibilidades de visitas; à Quinta Edmundo Val, em Valença, que surpreende com uma vistosa panorâmica de vinhas e provas comentadas. Em Monção e Melgaço as propostas recaem no Solar de Serradeonde, para além de visita às vinhas, os visitantes têm a possibilidade de ficarem alojados - um Hotel recuperado de uma antiga casa apalaçada que permite um contacto muito próximo com a natureza e os prazeres do Alvarinho; na Quinta de Alderizum projeto de família dos irmãos Pinheiro que possui uma vasta área de Alvarinho e produção própria; no produtor Dom Poncianoque possibilita visitas às vinhas e provas na adega; e ainda na Quinta de Soalheiroimpulsionadora deste projeto que concretiza a possibilidade de dar resposta ao objetivo comum, dos produtores, de comunicar um complemento do turismo do vinho e da vinha, já existente em Portugal, nomeadamente o mais próximo desenvolvido da margem do rio Douro.

PROMOÇÃO DOS TERRITÓRIOS ATRAVÉS

DO DESENVOLVIMENTO DE UMA CULTURA EMPRESARIAL MODERNA

A associação prestará ainda apoio técnico especializado aos viticultores do clube com o objetivo de contribuir para a produção de uvas e de vinho de qualidade, contribuindo para a afirmação da identidade histórico-cultural, patrimonial, económica e social dos territórios ligados a uma produção de excelência.

Fomentar a mecanização e a partilha de conhecimento entre produtores é também um dos pilares base da VVCPM, pois consideram fundamental para o futuro da produção agrícola da região a promoção do desenvolvimento de uma cultura empresarial moderna que vise a proteção, a valorização e a promoção dos territórios de vocação vitivinícola e agrícola, das atividades agroalimentares, da produção de especialidades enogastronómicas e das reduções da economia eco compatível para assegurar a permanência dos agricultores no território.

VALORIZAÇÃO, INVESTIGAÇÃO E PROTEÇÃO

Fundado em 2018, por iniciativa dos sócios gerentes da Quinta de Soalheiro, o Clube de Produtores de Monovarietais de Vinho Verde (VVCPM) tem na sua constituição uma grande maioria de viticultores de Monção e Melgaço dedicados à produção de Alvarinho e produtores da região dos Vinhos Verdes cujo foco na qualidade, no enoturismo e na inovação são prioridades. Trata-se de produtores de uva da casta Alvarinho (DOC ou IG), incluindo os da sub-região de Monção e Melgaço, produtores de uva da casta Loureiro (DOC Vinho Verde ou IG Minho), produtores de outras castas Brancas e Tintas como Avesso, Azal, Arinto, Trajadura, Vinhão, Espadeiro, Alvarelhão, entre outras implantadas na região dos Vinhos Verdes. Representa ainda produtores que produzam parte ou a totalidade da sua produção como uvas, mosto ou vinho aptos a D0/IG da Região dos Vinhos Verdes e que tenham atividade de Enoturismo.

Sendo uma associação cujos principais objetivos são o Enoturismo, a Produção de Uvas e Vinho de Qualidade, bem como a Inovação e Desenvolvimento, iniciou, apesar da sua curta duração, o contacto com os parceiros do setor para a prossecução desses objetivos, nomeadamente através do envolvimento no conselho geral da Região dos Vinhos Verdes e na relação com outras Associações e Instituições do setor do Vinho e da Vinha.

vindimas-vinho-verde-alvarinho.jpg

MELGAÇO OFERECE PROVAS DE ALVARINHO E AS ENTRADAS NOS ESPAÇOS MUSEOLÓGICOS

Amanhã, Dia Mundial do Turismo

Melgaço assinala amanhã (dia 27 de setembro) o Dia Mundial do Turismo com provas de alvarinho e entradas gratuitas nos espaços museológicos. A ação celebra o Dia Mundial do Turismo e pretende cativar os turistas a descobrirem o Destino de Natureza Mais Radical de Portugal.

DESCUBRA-MELGAÇO.jpg

A rota cultural vai permitir a visita a vários pontos do concelho, já que os espaços estão dispersos pelo concelho: Torre de Menagem, o Espaço Memória e Fronteira, o Museu de Cinema Jean Loup Passek e o Núcleo Museológico de Castro Laboreiro. Os turistas poderão ainda visitar a Porta de Lamas de Mouro, umas das Portas do Parque Nacional da Peneda Gerês – PNPG, um espaço com exposição permanente sobre o contexto histórico-geográfico desta área protegida e ter uma experiência 360º através de uns óculos 3D: poderão visualizar um vídeo sobre a ocupação do território e da transumância (Brandas e Inverneiras). Encontrarão também o equipamento na Loja Interativa de Turismo e no Núcleo Museológico de Castro Laboreiro.

No Solar do Alvarinho haverá a possibilidade para um brinde a Melgaço: o espaço promove provas gratuitas, proporcionando ao visitante a oportunidade de provar os magníficos vinhos da região, num ambiente acolhedor.

SOLAR DO ALVARINHO É O ESPAÇO MAIS VISITADO

Dados da Loja Interativa de Turismo de Melgaço (relativos de janeiro de 2019 até agosto último, inclusive) demonstram que o Solar do Alvarinho continua a ser o espaço preferencial: 10.172 visitas. Segue-se a Porta de Lamas de Mouro – 5.120; a Torre de Menagem – 5.088; o Museu de Cinema Jean Loup Passek – 2.397; o Posto de Castro Laboreiro – 1.404; o Espaço Memória e Fronteira – 1.960; e o Museu de Castro Laboreiro – 1.511. Pela Loja Interativa de Turismo, passaram alguns destes turistas, igualmente oriundos de Portugal e de todo o Mundo: 1.705 turistas nacionais e 1.503 turistas internacionais.

Estes números são o resultado de uma aposta clara da autarquia na qualidade dos espaços e do seu acervo. A oferta em Melgaço é completa: da natureza ao bem-estar, passando pelo Alvarinho e pelo fumeiro, dando uma volta entre a cultura e o património, sem esquecer o desporto, a sugestão é que se Descubra Melgaço em redor de uma sossegada e deslumbrante natureza. Localizado a menos de duas horas do Porto e perto da Galiza, Melgaço é um destino a não perder. Aqui, é possível descobrir histórias únicas, contadas com o rigor histórico, mas com as novas tecnologias apelativas e sem dúvida cativantes para o visitante. As caraterísticas geográficas e geológicas concedem a Melgaço uma posição de destaque de entre todos os subdestinos do Porto e Norte de Portugal, onde é possível praticar os desportos de rio e montanha mais exigentes, durante todo o ano.

«Melgaço apaixona, por diferentes razões! Pela sua história, pela rica e saborosa gastronomia. Pela muito apreciada e conhecida casta de vinho verde, Alvarinho.»

Manoel Batista, Presidente da Câmara Municipal

Horário dos Museus e da Porta de Lamas de Mouro

Abril – setembro: das 9h30 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

Outubro – março: das 9h30 às 13h00 e das 14h00 às 17h00

Encerrados nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro, e todas as segundas-feiras e domingo de Páscoa.

A Oficina Temática da Porta de Lamas de Mouro encerra à segunda-feira, mas a receção está aberta ao público.

Horário do Solar do Alvarinho

Sala de Prova, Loja e Bar

Abril – setembro: das 10h00 às 13h00 e das 14h30 às 19h00

Outubro – março: das 10h00 às 13h00 e das 14h30 às 18h00

Encerra no domingo e segunda-feira de Páscoa, nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro

Horário da Casa da Cultura

Segunda a sexta-feira: das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

Sábado: das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00

A saber…o Dia Mundial do Turismo tem o objetivo de promover a consciencialização sobre a importância do turismo e do seu impacto social, cultural, político e económico. A data começou a ser celebrada no ano de 1980, após decisão da Organização Mundial de Turismo. Este ano celebra-se sob a temática Turismo e emprego: um futuro melhor para todos, em Nova Deli, na Índia.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE ASSINALA JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO E DO TURISMO

Assinalando as Jornadas Europeias do Património e do Turismo, o Município de Esposende promove um vasto programa que se inicia no dia 27 de setembro, Dia Mundial do Turismo, e se prolonga até 4 de outubro. Conferências, música e visita orientada à Casa das Marinhas preenchem um programa aberto a todo o público.

estaleiro.jpg

Valorizar e promover o património local como elementos marcantes da cultura e da história concelhia são dois dos objetivos que as Jornadas Europeias do Património preconizam para 2019. Assim, o Município de Esposende convida a uma viagem sensorial, abordando as tradições gastronómicas do noroeste peninsular, a conhecer o projeto “ESTALEIRO_Esposende (Des)Construção”, experiência musical gerada no cruzamento de várias práticas artísticas contemporâneas e a perceber o valor histórico e patrimonial único das Escolas Rodrigues de Faria.

Na próxima sexta-feira, dia 27, o Fórum Municipal Rodrigues Sampaio acolhe, pelas 10 horas, a conferência “Arqueogastronomia”, durante a qual Carlos Alberto Brochado de Almeida abordará “A alimentação no Noroeste Português entre a Pré História e a Idade Média” e Manuel Rial Santos apresentará o projeto “Vimianzo, do mar à terra”.

JORNADAS 2019 (1).jpg

A valorização e promoção dos produtos tradicionais contribuem para o desenvolvimento sustentável do território e para a preservação e manutenção deste património nacional. O projeto ESGASTRONOMIA, em desenvolvimento, visa o levantamento documentado do receituário tradicional de Esposende e dos produtos agrícolas e piscícolas, nomeadamente através da inventariação de referências escritas, da obtenção de elementos relativos à história, particularidades, usos e saber-fazer associados.

No sábado, entre as 18h30 de sábado e as 4 horas de domingo, o Estaleiro Naval de Esposende acolhe o projeto “ESTALEIRO”, cujo código genético radica na construção e na desconstrução híbrida e mutável de um evento que reúne a expressão artística e musical. Esta primeira edição integra a experiência Eric Copeland, Allen Halloween, Conjunto Corona, Sereias, Iguanas e Ohxalá.

ESTALEIRO é uma co-produção do Núcleo de Intervenção Cultural de Esposende (NICE) e d’A Macho Alfa, Associação Cultural, com o apoio da Câmara Municipal de Esposende e da Associação Fórum Esposendense.

Domingo, 29 de setembro, a programação das Jornadas Europeias do Património e do Turismo contemplam uma visita orientada à Casa das Marinhas, pelas 10 horas. Denominada “Cas’Aberta”, esta é uma excelente oportunidade para conhecer a vida e obra do arquiteto esposendense Viana de Lima. Trata-se de uma atividade gratuita, mas com inscrições obrigatórias até dia 26 de setembro, através do e-mail casa.marinhas@cm-esposende.pt ou do telefone 253 960 179.

Complementarmente à visita orientada, sugere-se uma visita livre à exposição alusiva à obra do arquiteto, designada “Memento, Momento”, patente no Museu Municipal de Esposende, dedicada à arquitetura de Viana de Lima.

A concluir a programação dedicada ao Património e ao Turismo, realiza-se, no dia 4 de outubro, pelas 21h30, a Conferência “As Escolas Rodrigues de Faria: esboço de uma sociedade”, a realizar no Auditório das Escolas Rodrigues de Faria, em Forjães. Do programa constam intervenções de Rui A. Faria Viana, abordando “O Patrono António Rodrigues de Faria”, Eduardo Gonçalves que analisará “A Educação no Estado Novo” e Carlos A. Brochado Almeida centrará a sua intervenção na “Escola Primária de Forjães e os azulejos de Jorge Colaço”.

O valor histórico e patrimonial único deste edifício, que acolhe a sede da Junta de Freguesia da vila de Forjães, permitirá um olhar mais pormenorizado e especializado sobre o património que estas Jornadas Europeias destacam em Esposende.

13 - Casa das Marinhas, do Arq. Viana de Lima - MARINHAS (7) (1).jpg