Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

AMARES: SOLAR DAS BOUÇAS SERVE DE PALCO A FILMAGENS DA NOVA NOVELA DA TVI

“Para Sempre”, a futura telenovela portuguesa transmitida pela TVI, vai contar com imagens no Solar das Bouças, em Amares. A nova produção, que tem como pano de fundo as cidades de Braga, Lisboa e a vila do Soajo, será pautada pela imensa portugalidade e genuinidade minhota, da qual faz parte o concelho de Amares.

154-030 e 155-002_004.jpg

A história protagonizada por Diogo Morgado, Inês Castel-Branco e Pedro Sousa é produzida pela Plural Entertainment e escrita por André Ramalho.

"Para Sempre" conta a história de Pedro Valente (Diogo Morgado), um homem enigmático com um único objetivo: reconquistar Clara (Inês Castel-Branco), o seu amor de juventude.

As magníficas paisagens envolventes permitirão a Pedro não só descobrir-se e reencontrar o seu grande amor, como também deixarão o espectador maravilhar-se com estes locais em pleno coração do Minho. Ontem foi o último dia de filmagens no Solar das Bouças que despertarão certamente o desejo a uma visita ao concelho de Amares.

02-011_003.jpg

07-031_001.jpg

29-024_008.jpg

PORQUE NÃO SE RESPEITAM AS NORMAS SANITÁRIAS NOS PROGRAMAS CULINÁRIOS DA TELEVISÃO?

Desde há alguns anos que deixou de ser permitida a publicidade directa ou indirecta a produtos tabágicos e álcoolicos na televisão. Constituía isso, no entender do legislador – e muito bem! – um incentivo ao seu consumo, contra todas as recomendações sanitárias.

Não obstante, assistimos diariamente em diversos canais televisivos a programas culinários onde não são respeitadas tais normas impostas aos estabelecimentos de hotelaria e restauração como sendo o uso de toucas por parte dos cozinheiros e até, nos tempos que correm, das tão recomendadas máscaras anti-Covid’19.

Pela mesma ordem de ideias, esta forma de apresentação é tanto ou menos recomendável como a que proíbe o apelo ao consumo de álcool e tabaco na televisão: a defesa da saúde pública!

Não publicamos imagens para que não se julgue uma crítica a algum canal televisivo específico mas deixamos o tema à consideração. Ninguém compreende esta dualidade de critérios!

GERÊS ACOLHE GRAVAÇÕES DA NOVELA “PARA SEMPRE” DA TVI

Decorreram na freguesia de Vilar da Veiga algumas gravações de episódios para a novela “Para sempre “ da TVI, momentos que contaram com a presença da Vereadora da Cultura do Município de Terras de Bouro, Drª Ana Genoveva, que recebeu a equipa e agradeceu o facto de terem escolhido território terrabourense para as gravações.

DSC_6732.JPG

A produtora Plural está encarregue da produção desta ficção televisiva, que engloba conceituados atores como o Diogo Morgado, Inês Castelo Branco, Marina Mota, Luis Esparteiro, Antonio Capelo, Paulo Pires, entre outros e que irá conceder mais uma vez a Terras de Bouro em geral e ao Gerês em particular, importantes momentos de visibilidade e promoção turística do território ao ser exibida em horário nobre.

DSC_6771.JPG

DSC_6784.JPG

DSC_6786.JPG

DSC_6792.JPG

DSC_6808.JPG

DSC_6812.JPG

IMG_3549.JPG

IMG_3555.JPG

IMG_3556.JPG

IMG_3562.JPG

IMG_3564.JPG

DSC_6688.JPG

DSC_6689.JPG

DSC_6713.JPG

CANAL DE TELEVISÃO “AMAZON PRIME VÍDEO” ESTÁ A GRAVAR “OPERAÇÃO MARÉ NEGRA” EM BERTIANDOS, NO CONCELHO DE PONTE DE LIMA

A rodagem vai estender-se a Viana do Castelo e Ponte da Barca
Esta aldeia portuguesa foi usada como Amazónia numa nova série internacional
“Operação Maré Negra” é uma produção luso-espanhola para a Amazon Prime Video, com Nuno Lopes e Lúcia Moniz.

a3b692bd472f8c1564589297df734493-754x394.jpg

As grandes plataformas de streaming têm estado cada vez mais próximas de Portugal. A última temporada de “La Casa de Papel” teve cenas gravadas na Grande Lisboa, a HBO estará a ponderar filmar a prequela de “A Guerra dos Tronos” em Idanha-a-Nova, e agora a Amazon Prime Video está a gravar “Operação Maré Negra” no norte de Portugal.
Trata-se de uma co-produção luso-espanhola, da Ficción Producciones e Ukbar Filmes, num projeto apoiado pela RTP. A série vai acompanhar a operação policial com o mesmo nome que intercetou o primeiro submarino da Europa dedicado ao tráfico de drogas, com mais de três mil quilos de cocaína a bordo. É uma história real.
As gravações arrancaram em julho e a aldeia de Bertiandos, em Ponte de Lima, está a ser usada como cenário para recriar a floresta da Amazónia, em território brasileiro. Há cenas passadas na selva de Manaus, no noroeste do país sul-americano, que estão a ser gravadas nesta pequena aldeia minhota.
A rodagem vai estender-se a outras zonas do norte de Portugal, de Viana do Castelo a Águeda, passando pelo Porto, Vila Nova de Gaia e Ponte da Barca.
Nuno Lopes, Lúcia Moniz e Luís Esparteiro são os portugueses que marcarão presença na série protagonizada por Álex González. Além disso, vai haver personagens interpretadas por Bruno Galiasso, Nerea Barros, Miquel Insua, Xosé Barato, Carles Francino, Manuel Manquiña, Luis Zahera, David Trejos e Leandro Firmino. A nova série terá quatro episódios, cada um com cerca de 50 minutos. Ainda não há data de estreia prevista.
Fonte: Ricardo Farinha / https://www.nit.pt/

ARCOS DE VALDEVEZ EM DESTAQUE NO PROGRAMA "SOMOS PORTUGAL" DA TVI

Arcos de Valdevez esteve em destaque este fim-de-semana no programa “Somos Portugal” da TVI, que foi transmitido em direto, no domingo, a partir do Largo da Lapa,  para Portugal e para o mundo, através da TVI Internacional.

somos portugal38.jpg

Ao longo de seis horas os apresentadores deram a conhecer à grande audiência da TVI a beleza natural e paisagística, a cultura, a gastronomia e a oferta turística do concelho, sem esquecer as habituais brincadeiras com o público e os interessantes apontamentos de reportagem destinados a desvendar as muitas experiências possíveis de realizar em Arcos de Valdevez.

Esta foi mais uma oportunidade de promover o concelho em direto para milhares de pessoas, de dar a conhecer o que de melhor se faz na nossa terra e o muito de bom que o Concelho tem para oferecer. Nesta emissão foram destacados o Património Natural e Cultural, uma gastronomia rica e diversas opções de turismo de natureza, entre as quais se destacaram a Porta do Mezio, porta de entrada para o PNPG, o Soajo, a Peneda, Sistelo, as ecovias e os trilhos, as florestas da Miranda e Rio Frio, o Paço de Giela, as Oficinas de Criatividade Himalaya e o Centro Interpretativo do Barroco.

Mereceram igualmente destaque as tradições seculares, o folclore, o artesanato, o fumeiro, o vinho verde e os sabores tradicionais.

Com esta iniciativa, o Município pretendeu promover os recursos endógenos do território que, cada vez mais, se assumem como um importante fator de desenvolvimento de Arcos de Valdevez.

somos portugal.jpg

somos portugal2.jpg

somos portugal3.jpg

somos portugal18.jpg

somos portugal19.jpg

somos portugal20.jpg

somos portugal21.jpg

somos portugal33.jpg

somos portugal35.jpg

"SOMOS PORTUGAL" DA TVI EM ARCOS DE VALDEVEZ

Este domingo, 25 de julho no Largo da Lapa

No próximo dia 25 de julho, entre as 14h00 e as 20h00, o programa "Somos Portugal" da TVI estará em Arcos de Valdevez, mais precisamente no Largo da Lapa, numa emissão onde se destacarão as potencialidades culturais, turísticas e gastronómicas do concelho.

somos portugal2.jpg

Este programa é já uma referência dos programas de entretenimento nas tardes de domingo, da TVI.

O Somos Portugal, programa líder das tardes de domingo, percorre as mais variadas localidades de norte a sul do país, levando até à  casa de todos os  portugueses espalhados pelo mundo, o melhor que existe e se faz  no nosso país.

Uma das marcas mais fortes do entretenimento televisivo em Portugal e um exemplo de identificação com o público, junta música popular, recebendo artistas consagrados e dando oportunidade a novos lançamentos, tradições e festas regionais e grande animação proporcionada por uma equipa versátil de apresentadores, acarinhados pelos espectadores.

No próximo domingo, 25 de julho não perca a emissão em direto em Arcos de Valdevez!

VIZELA ENCERRA TRÂNSITO NA PRAÇA DA REPÚBLICA E JARDIM MANUEL FARIA NO PRÓXIMO SÁBADO

Vizela recebe no próximo sábado, dia 15 de maio, o programa da RTP, Aqui Portugal, em direto a partir da renovada Praça da República, das 11h00 às 13.00h e das 15.00h às 17.00h.

Praça da Rep.JPG

Nesse seguimento, a Câmara Municipal de Vizela informa as seguintes alterações de trânsito:

  • das 00H00 às 18H00 - 15 de maio, sábado - encerramento ao trânsito da Praça da República, Rua Manuel Faria e Rua Dr. Alfredo Pinto e respetivos acessos;
  • das 00H00 de 14 de maio, sexta-feira, até às 18H00 do dia 15 de maio - encerramento ao trânsito e proibição de estacionamento na Rua Dr. Alfredo Pinto.

Assim, a Câmara Municipal informa que o programa decorrerá sob fortes restrições e enormes medidas de segurança, sendo que o local de realização do programa estará vedado ao público, para evitar aglomerados de pessoas, pelo que a Câmara Municipal apela à compreensão da população e apela ao cumprimento das normas emitidas pela DGS, evitando ajuntamentos e que acompanhe o programa em casa pela televisão.

O objetivo da realização deste programa é aproveitar este importante veículo de promoção e divulgação do Concelho de Vizela, pois, em direto de Vizela, para todo o mundo português, o programa irá fazer uma viagem pela história, cultura, turismo, património, artesanato, gastronomia, entre outros, sempre numa perspetiva de divulgação do melhor que temos para oferecer.

O programa contará com a participação de vários artistas nacionais, mas também com a atuação de alguns grupos locais e, ao longo do programa, serão também divulgadas reportagens sobre Vizela e realizados diretos de exterior, onde serão divulgadas as várias vertentes do nosso Concelho e entrevistados vários convidados.

A Câmara Municipal acredita que os vizelenses estarão à altura do desafio de receber este programa, por sempre terem demonstrado bom desempenho e terem colaborado no cumprimento das medidas decretadas nas fases mais críticas da pandemia.

VIZELA RECEBE PROGRAMA “AQUI PORTUGAL” DA RTP DIA 15 DE MAIO

Vizela recebe no próximo sábado, dia 15 de maio, o programa da RTP, Aqui Portugalque todas as semanas parte à descoberta de uma localidade diferente, mas também dos vários usos, costumes e tradições de Portugal, e vai estar em direto a partir da renovada Praça da República, das 11h00 às 13.00h e das 15.00h às 17.00h.

aqui portugal ..jpg

De destacar que Vizela já recebeu nos últimos três anos várias visitas do Aqui Portugal, sendo que este programa será realizado num formato diferente do habitual e semelhante ao que teve lugar em julho do ano transato, face à pandemia de covid-19.

Assim, a Câmara Municipal informa que o programa decorrerá sob fortes restrições e enormes medidas de segurança, sendo que o local de realização do programa estará vedado ao público, para evitar aglomerados de pessoas, pelo que a Câmara Municipal apela à compreensão da população e apela ao cumprimento das normas emitidas pela DGS, evitando ajuntamentos e que acompanhe o programa em casa pela televisão.

O objetivo da realização deste programa é aproveitar este importante veículo de promoção e divulgação do Concelho de Vizela, pois, em direto de Vizela, para todo o mundo português, o programa irá fazer uma viagem pela história, cultura, turismo, património, artesanato, gastronomia, entre outros, sempre numa perspetiva de divulgação do melhor que temos para oferecer.

O programa contará com a participação de vários artistas nacionais, mas também com a atuação de alguns grupos locais e, ao longo do programa, serão também divulgadas reportagens sobre Vizela e realizados diretos de exterior, onde serão divulgadas as várias vertentes do nosso Concelho e entrevistados vários convidados.

A Câmara Municipal acredita que os vizelenses estarão à altura do desafio de receber este programa, por sempre terem demonstrado bom desempenho e terem colaborado no cumprimento das medidas decretadas nas fases mais críticas da pandemia.

VIANA DO CASTELO: VILA NOVA DE ANHA LEVOU À “PRAÇA DA ALEGRIA” DA RTP1 A TRADIÇÃO DAS MAIAS

Estivemos hoje na Praça da Alegria, RTP 1, onde falamos sobre a tradição do Maio (ou das Maias) na nossa região, mais concretamente em Vila Nova de Anha.

178217788_1763174510560515_818939851188453339_n.jp

Além da Junta de Freguesia, prestamos também homenagem às tradições vivas dos idosos e equipa técnica do Lar e Centro de Dia do Centro Social Paroquial e das crianças e corpo docente do Jardim de Infância e Escola Básica de Vila Nova de Anha, através da exposição das Coroas de Maio por si elaboradas.

Coube à D. Maria Rego a confecção de um ramo de Maio tradicional, que foi oferecido aos apresentadores Sónia Araújo e Jorge Gabriel. Já a Coroa confeccionada pelo Centro Social Paroquial de Vila Nova de Anha foi oferecida à produção deste programa matinal.

178817482_1763174523893847_7167052102197590160_n.j

180488507_1763174497227183_7607874201209578470_n.j

180791937_1763174500560516_2856190991714398082_n.j

180460229_1763174513893848_1796429806146511954_n.j

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO ARCUENSE ESTEVE PRESENTE NA APRESENTAÇÃO DA NOVA SÉRIE DA RTP "VENTO NORTE"

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, marcou presença na cerimónia de antestreia do episódio da série histórica “Vento Norte”, da RTP1, filmada em Arcos de valdevez e Braga.

RTP1-estreia-a-serie-nacional-Vento-Norte.jpg

Nesta apresentação da produção marcaram presença os autores da série, parte do elenco de atores, e alguns convidados, entre eles os autarcas anfitriões das localidades que serviram de cenário para as filmagens.
Transmitida à quarta-feira à noite, às 21 horas, esta série de época, que tem como ponto de partida a preparação da revolução de 28 de Maio de 1926,conta a história dos Mello, uma família aristocrata do Minho, num Portugal à beira da Ditadura. Um romance histórico, que remonta aos anos 20 em Portugal, onde os segredos e as tramas políticas se misturam com amores impossíveis à beira da Ditadura.
Neste momento, o presidente João Manuel Esteves agradeceu a escolha do concelho pelos responsáveis pela produção, mostrando-se convicto do êxito da série televisiva, e elogiou a RTP por este serviço público que também ajuda a dar notoriedade ao concelho como Arcos de Valdevez .
A série televisiva ‘Vento Norte’ promete seduzir e prender a atenção dos portugueses ao longo dos 10 episódios que constituem a obra.
Trata-se de uma ideia original de João Lacerda Matos, Almeno Gonçalves e João Cayatte e conta com a participação de 66 atores, entre os quais Almeno Gonçalves, Natália Luiza, Joana de Verona, Sisley Dias, Iris Cayatte, António Melo, Ana Zanatti, Rodrigo Tomás e Margarida Carpinteiro.
“Vento Norte” conta com acordos de transmissão internacionais. A série, que está a ser transmitida pela RTP1, será também exibida na RTP Internacional e existem acordos de exibição no Canadá e nos Estados Unidos da América, que permitirão que Arcos de Valdevez chegue a várias partes do mundo.
A zona do Centro Histórico da Vila de Arcos de Valdevez foi ponto de registo principal, enquadrando com os objetivos de época pretendidos pela produção, assegurando por tal a necessária viagem no tempo. As filmagens contaram com o apoio financeiro e logístico do Município de Arcos de Valdevez, em mais um momento de promoção do território arcuense, cada vez mais procurado como destino de rodagem de diversas produções nacionais de grande impacto mediático.

MINHO: A REVOLUÇÃO DA MARIA DA FONTE ATRAVÉS DA RTP – CLIQUE NA IMAGEM

Quando passam 175 anos sobre a revolta da Maria da Fonte ouça no site Ensina RTP o historiador José Hermano Saraiva resumir a situação política do país até àquela revolta.

Maria da Fonte: a revolta das mulheres do norte

Nada fazia prever que o protesto de um grupo de mulheres fosse o primeiro ato do fim do cabralismo em Portugal. Na primavera de 1846, as foices e as gadanhas minhotas estenderam o rastilho do ódio ao reino. Tudo acabou na guerra civil da Patuleia.

Capturarrtpensinamfonte.JPG

A contestação à “Lei da Saúde”, criada em nome da higiene pública para evitar epidemias, começou na aldeia minhota de Santo André dos Frades. Estávamos em Março de 1846 quando um grupo de mulheres armadas de foices e gadanhas decidiu protestar contra a nova lei que as proibia de enterrar os seus mortos no interior das igrejas.

Rapidamente, a revolta da Maria da Fonte, como ficou conhecida, passou a rebelião contra a ditadura política e a exploração económica de Costa Cabral, um dos chefes do movimento constitucionalista que, desde 1842, liderava o país. Os camponeses não queriam pagar os novos impostos decretados pelo governante, que iria ser demitido pela rainha D. Maria II. Queimavam cartórios para fazer desaparecer os registos das tributações, “as papeletas da ladroeira”. Durante o mês de Abril, nos recontros com as tropas, morreram populares e soldados. Quando tudo parecia ficar controlado, as colunas lideradas por José da Silva Cabral, irmão do ministro, recusam-se a combater contra o povo.

O regime era odiado. O estado vivia dos impostos cobrados ao povo, ao mesmo tempo concedia monopólios ou fazia contratos com os grandes capitalistas em troca de empréstimos. Surgiram grandes Companhias, como a dos Tabacos e do Sabão, muitas vezes fachadas de negócios especulativos. Em Abril de 1845, o “imposto de repartições” veio agravar o descontentamento dos trabalhadores. No ano a seguir dá-se a revolta popular. Costa Cabral tinha os dias contados. Mais tarde, depois da guerra civil da Patuleia, que só terminou com a intervenção de ingleses e franceses, António Bernardo da Costa Cabral seria reconduzido.

Neste vídeo que apresentamos, o historiador José Hermano Saraiva resume a situação política do país até à revolta da Maria da Fonte.

  • Temas: História
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: "A Alma e a Gente"
  • Tipo: Extrato de Documentário
  • Autoria: José Hermano Saraiva
  • Produção: RTP
  • Ano: 2003

Fonte: RTP

QUEM É O ACTOR BRACARENSE ALMENO GONÇALVES?

O actor encontra-se neste momento em filmagens na nossa região para a série da RTP “Vento Norte”

Almeno Gonçalves (Braga, 17 de Outubro de 1959) é um ator e encenador português.

Natural de Braga, estudou no Liceu Sá de Miranda, foi fundador de três grupos de teatro em Braga, entre eles o grupo de Teatro Universitário do Minho.

116432790_10214885556366090_7754196209389731819_n.

Estreou-se como actor no Teatro da Comuna, onde foi dirigido por João Mota em espectáculos como Má Sorte Ter Sido Puta, de John Ford, ou Um Eléctrico Chamado Desejo, de Tennessee Williams. Passou pelo Teatro Experimental de Cascais, Teatro Nacional D. Maria II e pelo Teatro Aberto. Trabalhou com Luís Miguel Cintra, Christine Laurent e Luís Assis, no Teatro da Cornucópia, onde interpretou peças de Beaumarchais, Francisco de Holanda e William Shakespeare. Como encenador dirigiu espectáculos de Frank Wedekind e Camilo Castelo Branco.

Actor regular na televisão, tem participado em séries e novelas vistas do grande público, como Os Malucos do Riso. No cinema participou nos filmes Zona J e Um Tiro No Escuro, de Leonel Vieira, Debaixo da Cama, de Bruno Niel, e Uroboro, de Luís Gomes.

Fonte: Wikipédia

SÉRIE DA RTP "VENTO NORTE" FILMADA EM ARCOS DE VALDEVEZ ESTREIA DIA 14 DE ABRIL

A série da RTP “Vento Norte”, filmada em Arcos de Valdevez, uma das três localidades do Norte de Portugal envolvidas neste projeto televisivo, tem estreia marcada para dia 14 de abril, pelas 21h00 na RTP1.

Vento Norte RTP.png

A zona do Centro Histórico da Vila foi ponto de registo principal, enquadrando com os objetivos de época pretendidos pela produção, assegurando por tal a necessária viagem no tempo. As filmagens contaram com o apoio financeiro e logístico do Município de Arcos de Valdevez, em mais um momento de promoção do território arcuense, cada vez mais procurado como destino de rodagem de diversas produções nacionais de grande impacto mediático.

“Vento Norte” é uma série histórica balizada entre o final da Primeira Guerra Mundial (1918) e o Golpe Militar de 28 de Maio de 1926, assumindo uma vertente de “romance histórico”, numa “visão de um Portugal à beira da Ditadura, em plenos anos loucos” e onde não faltam igualmente as “personagens que ajudaram a moldar a cultura portuguesa do século XX”.

Composta na primeira temporada por 10 episódios, para além de ser exibida pela RTP, conta com acordos de transmissão para Angola, Moçambique, Estados Unidos, Canadá, França e Luxemburgo.

AMARENSE ANTÓNIO VARIAÇÕES HOJE NA RTP1

António Variações foi um homem único. Nasceu numa pequena aldeia em Amares, no Minho.

Em tenra idade, infeliz com sua vida de trabalho numa fábrica local, decide ir para Lisboa para ficar em casa de familiares. Mas ele era diferente e queria mais.

Queria viajar e ver o mundo e emigrou, começando a trabalhar como barbeiro. Mas o seu amor pela música e pela performance era tão forte que decidiu voltar a Portugal para cantar na sua própria língua, mesmo sendo vítima do preconceito devido à sua aparência e excentricidade.

E mesmo sem saber nada sobre música, António lutou pelo seu direito de fazê-lo da maneira que ele acreditava ser a melhor.

Variações é uma história sobre música e sobre lutar pelo que acreditamos.

Este sábado às 23h na RTP1.

170795408_4077591372261822_7913735844501118520_n.j