Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FAMALICÃO RECOLHE ALIMENTOS

Loja Social promove recolha de alimentos

A Loja Social do município de Famalicão vai promover uma Recolha de Géneros Alimentares no “Supermercado Intermarché”, da freguesia de Calendário, este fim-de-semana, dias 2 e 3 de março.

Esta ação de solidariedade contribuirá para assegurar os níveis mínimos de sobrevivência de muitas famílias famalicenses com precariedade económica.

De realçar ainda a colaboração do Banco de Voluntariado na seleção dos respetivos voluntários destacados para estas recolhas, cuja preciosa ajuda é absolutamente fulcral para o sucesso deste tipo de iniciativas.

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA CARNAVAL SOLIDÁRIO

Arcos de Valdevez: Maior corso carnavalesco do Norte sai à rua na terça-feira, dia 5 de março

Carnaval arcuense volta a ter cariz solidário

De 1 a 5 de Março, a vila de Arcos de Valdevez convida a viver o Carnaval. O entrudo é já uma tradição enraizada e assume cada vez mais uma posição singular no itinerário dos melhores Carnavais do país.

51279104_2060086410711554_1612837352965668864_n (2).jpg

As festividades são organizadas pela Associação Folia em colaboração com a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez.

Em Arcos de Valdevez Onde Portugal Se Fez desfila o maior corso carnavalesco do Norte, o qual sai à rua na terça-feira, 5 de Março, e conta com inúmeros participantes e milhares de pessoas a assistir.

Este ano o entrudo volta a ter cariz solidário, desta vez revertendo a ajuda para a Delegação de Arcos de Valdevez da Cruz Vermelha Portuguesa. O Município e a Associação de Festas Folia desafiam todos os participantes e público em geral a contribuir para esta causa, através da doação de géneros alimentares, que posteriormente serão entregues a esta instituição.

No Carnaval, o espírito Carnavalesco sai à rua e as artérias da Vila enchem-se de milhares de crianças, jovens, adultos e séniores que ajudam a fazer festa.

A animação é uma constante e voltada, na íntegra, para a brincadeira, as máscaras e a traquinice.

Na sexta-feira, as crianças percorrerão as ruas da vila no Cortejo Carnavalesco dos Agrupamentos Escolares e Jardins de Infância. Este é um dos momentos altos do programa, já que o mesmo, entre crianças e acompanhantes engloba a participação de mais de 1000 pessoas e proporciona a quem assiste e participa momentos de alegria, gargalhadas e grande animação.

No programa não faltam os bailes de fantasiados e de máscaras, decorrendo o grande momento do carnaval arcuense na terça-feira, dia 5, pelas 15h30, quando sai à rua o Grande Corso. O maior Corso de Carnaval do Norte conta com o envolvimento das várias associações concelhias, que se empenham na preparação dos seus carros alegóricos para o grande dia, e milhares de participantes. Este é o momento principal das festividades, já que é aqui que os foliões se encontram no fim destes dias de animação.

Venha divertir-se no Carnaval de Arcos de Valdevez!

Aqui terá a oportunidade de vivenciar um Carnaval único no país e de contribuir para apoiar a Delegação de Arcos de Valdevez da Cruz Vermelha Portuguesa. Divirta-se e aproveite para ficar a conhecer a cultura arcuense, as suas tradições e a sua excelente gastronomia.

Venha a Arcos de Valdevez!

Ajude a Delegação arcuense da Cruz Vermelha Portuguesa

Programa

Sexta-feira – 1 de Março

10h00 Carnaval da Pequenada

Cortejo Carnavalesco do Agrupamento de Escolas de Valdevez e Jardins de infância do Concelho

Domingo 03 de Março

15h00 Baile de Fantasiados

Campo do Trasladário

Banda Ofir Show e Banda Ofir e Roda do Vira dos Arcos

Segunda-feira 04 de Março

22h00 Baile de Máscaras

Campo do Trasladário

Conjunto Microsom

Terça-feira 05 de Março

15h30 O maior Carnaval do Norte do País

Rotunda da Família - Campo do Trasladário - Rotunda da Ponte Nova

18h00 e 22h00 Baile de Carnaval

Conjunto Curtisom

VILA PRAIA DE ÂNCORA: PATRONATO DE NOSSA SENHORA DA BONANÇA APELA À SUA GENEROSIDADE

O seu IRS pode ser solidário: consigne 0, 5% ao Patronato Nossa Senhora da Bonança

"Consigne 0,5% do seu IRS ao Patronato Nossa Senhora da Bonança, apoiando a missão do Patronato na Infância e na Solidariedade!

Consignação do IRS: o que é?

Consiste em doar 0,5% do IRS liquidado (imposto destinado ao estado) a uma instituição. Não implica qualquer encargo para si, é um gesto totalmente gratuito. Não vai pagar mais IRS, nem vai receber menos reembolso (consoante seja o seu caso). É o Estado que prescinde dessa parcela do imposto, entregando-a à instituição indicada por si.

Como efetuar a consignação?

Este ano pode fazê-lo antecipadamente, até ao dia 31 de março:

Para isso, deve aceder ao Portal das Finanças e indicar a instituição à qual pretende consignar o IRS e/ou IVA. Deve fazê-lo antes do inicio da entrega da declaração de rendimentos modelo 3 e do IRS automático. Quando chegar a época do IRS, apenas tem de confirmar a sua opção.

Assim, para fazer antecipadamente a consignação do IRS, deve aceder ao portal das finanças, escolher “comunicação do agregado familiar/entidade a consignar”, clicar em “Entidade a consignar”“Entregar comunicação” e clicar na lupa para inserir o NIF da instituição“501223185”, clicar em “Entidade escolhida” e submeter. Depois poderá “obter o comprovativo”.

Aquando da entrega do IRS (de 1 de abril a 30 de junho, independentemente da categoria de rendimentos):

- Na declaração anual de rendimentos tradicional (modelo 3), a consignação faz-se no quadro 11 do anexo “Rosto”.

- Se estiver abrangido pelo IRS automático, a consignação efetua-se na área “Pré-Liquidação”.

Em qualquer dos casos, para consignar o seu IRS, deve indicar as seguintes informações:

- Tipo de entidade que pretende apoiar: Instituição Particular de Solidariedade Social;

- NIF da Instituição: 501223185;

- O que deseja consignar: IRS (pode também consignar 15% do IVA suportado).

Ao apoiar a Missão do Patronato, está apoiar 85 crianças dos 3 meses aos 6 anos de idade... está  a “Cuidar o futuro…”!

consignação_irs.jpg

Modelo 3 (1).png

MUNICÍPIO ARCUENSE E ACADEMIA DO BACALHAU DE BORDÉUS APOIAM FAMÍLIAS CARENCIADAS

A Academia do Bacalhau de Bordéus colaborou com o Município de Arcos de Valdevez no apoio a quatro famílias arcuenses carenciadas que necessitavam de equipamento básico essencial, conforme identificado pelo serviço de ação social do Município.

academia do bacalhau bordeus.png

No total, a Academia do Bacalhau de Bordéus atribuiu 2500€ que serviram para adquirir mobiliário para que estes 4 agregados pudessem viver em melhores condições, colmatando necessidades que não estavam a conseguir satisfazer.

O Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, manifestou o seu agrado nesta pareceria com a Academia do Bacalhau, na pessoa do seu Presidente, Fernando Silva, referindo que estas manifestações de solidariedade são sempre bem-vindas, e que Município, juntamente com todos os parceiros, procura desenvolver uma política social que responda às necessidades  das famílias em situação de vulnerabilidade económica, procurando criar condições para que estas tenham melhores condições de vida.

Nota

“As Academias do Bacalhau são Tertúlias de amigos, genuinamente portuguesas, os quais independentemente da sua posição social e nível cultural, se congregam sem finalidades políticas, religiosas, comerciais ou lucrativas, para fomentar, encorajar e desenvolver laços de amizade, cooperação, confraternização, entre outros, defendendo o bom nome e prestígio de Portugal e dos portugueses onde quer que estejam, bem como os nossos valores histórico culturais e fundamentalmente, concretizar ações de solidariedade e de assistência moral e material a pessoas e instituições de beneficência mais carenciada.

Tem como objetivos fomentar, encorajar e desenvolver relações de amizade, cooperação e confraternização entre portugueses, independentemente da posição social e do grau de cultura de cada um; Fomentar, encorajar e desenvolver relações de convívio e amizade entre as diferentes Comunidades portuguesas e outras estrangeiras, nomeadamente com vista à defesa do prestígio e bom nome de Portugal e dos Portugueses; Fomentar, encorajar e desenvolver iniciativas que contribuam para a difusão da cultura e valores tradicionais portugueses; Fomentar, encorajar e desenvolver a assistência moral e material a pessoas e instituições de beneficência mais carenciadas.”

(Informação retirada do site: www.academiabacalhauporto.pt

MUNICÍPIO DE VIZELA COMPARTICIPA REFEIÇÕES NAS FÉRIAS ESCOLARES

A Câmara Municipal aprovou a atribuição de uma verba às associações de pais para apoiar os alunos do 1º ciclo e ensino pré-escolar  integrados nos escalões A, B e C do concelho de Vizela, que usufruem de refeições escolares nas interrupções de Natal e da Páscoa.

refeições.jpg

Esta iniciativa é promovida com o objetivo de garantir que todos os alunos que frequentam o 1.º ciclo e ensino pré-escolar do Concelho tenham acesso a uma refeição de almoço nutricionalmente equilibrada durante a pausa letiva do Natal e Páscoa.

De destacar que, com a aprovação da Lei do orçamento do estado para 2018, veio a obrigatoriedade de comparticipar as refeições também durante as pausas letivas. Trata-se do reforço da Ação Social Escolar, instrumento essencial na redução do impacto das desigualdades entre os alunos, nomeadamente no que se refere a distribuição de fruta e disponibilização nas pausas escolares de refeições escolares.

De realçar ainda que esta medida vem no seguimento das estratégias de estímulo à natalidade e de apoio à família implementadas pelo Executivo Municipal, de modo a criar condições que favoreçam o bem-estar e a qualidade de vida dos munícipes.

CELORICO DE BASTO RECOLHE SOLIDARIEDADE

Banco Local de Voluntariado de Celorico de Basto volta a promover recolha de bens alimentares

“É uma pequena ajuda que ainda faz a diferença em muitas famílias”

No fim-de-semana que antecedeu o Natal, o Banco Local de Voluntariado desenvolveu uma campanha de recolha de bens alimentares no comércio local. Uma ação que procurou repor o stock de produtos alimentares do BLV por forma a chegar às famílias mais carenciadas do concelho.

_DSC0797.jpg

Uma iniciativa que contou com a solidariedade das pessoas que passaram pelos diferentes espaços comerciais e que contribuíram para, com uma pequena ajuda, “proporcionar um Natal mais rico, a várias famílias”.

“Por vezes, com um simples gesto, fazemos a diferença quando está em causa ajudar quem mais precisa. O BLV tem vindo a articular todos os esforços para levar um pouco mais a quem pouco tem” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. O autarca referiu ainda que infelizmente e apesar de todos os esforços, “ainda há pessoas a precisar desta ajuda complementar tendo em conta os escassos recursos económicos do agregado familiar”.

Como habitualmente, a campanha contou com a participação ativa de voluntários do Agrupamento de Escolas e outros inscritos na bolsa de voluntários do BLV que, durante 2 dias estiveram presentes nos diferentes espaços comerciais permitindo a angariação dos produtos alimentares.

“Estes jovens voluntários são o rosto de uma campanha que não seria possível sem a sua entrega, disponibilidade e altruísmo. De facto, temos vindo a angariar cada vez mais voluntários para as nossas causas, permitindo-nos ajudar um maior número de pessoas” disse Pedro Moura, Técnico do BLV.

“É a primeira vez que faço voluntariado no BLV e estou a gostar muito. É uma forma diferente de passar o sábado, a ajudar quem mais precisa” disse Helena Ferreira, voluntária.

É sempre importante realçar que a distribuição dos bens pelos mais necessitados é realizada de forma criteriosa e comprovada.

SANTA MARTA DE PORTUZELO REALIZA CONCERTO DE NATAL SOLIDÁRIO

Concerto de Natal Solidário 2018

No dia 22 de dezembro, juntaram-se na Igreja de Santa Marta de Portuzelo cerca de 150 vozes, oriundas de oito coros das paróquias de Santa Marta de Portuzelo, Serreleis, Cardielos, Fragoso e Viana do Castelo.

image5

O Concerto tinha um caráter solidário, pois o bilhete de entrada era um género alimentar que revertia para os movimentos de caridade da CSIF de Santa Marta de Portuzelo e da União das Freguesias de Cardielos e Serreleis.

O concerto encerrou, como já é habitual, com a entoação da canção Noite Feliz, cantada por toda a plateia. Mas a noite só se tornou perfeita com uma surpresa musical.

Com um poema de Ary dos Santos, Paulo Maciel e Ricardo Afonso escreveram a música que seria interpretada pelos mesmos bem como pelo Padre Christopher Sousa e o Padre Tiago Rodrigues.

Este quarteto masculino mostrou como neste tempo de natal a Música pode aproximar as pessoas e juntá-las numa única canção. E assim ficou a mensagem do poema de Ary dos Santos: Natal é sempre quando um Homem quiser.

image1

image2

image3

image4

PROVA SOLIDÁRIA S. SILVESTRE UNE MONÇÃO E SALVATERRA DO MIÑO

A Eurocidade Monção – Salvaterra do Miño promove no próximo dia 29 de dezembro, sábado, mais uma edição da Prova Solidária S. Silvestre com um percurso de cinco quilómetros pelas ruas e praças das duas localidades fronteiriças ligadas por uma ponte internacional sobre o rio Minho há mais de duas décadas.

S. Silvestre

A partida tem lugar na Praça Deu-la-Deu, em Monção, e a chegada na Praza do Concello, em Salvaterra do Miño. Quem quiser participar nesta prova solidária apenas terá de entregar um alimento não perecível que, numa fase posterior, será distribuído pelas famílias com dificuldades económicas de ambos os municípios.

Com início às 19h00 (hora portuguesa), esta iniciativa transfronteiriça pretende sinalizar um momento de carinho e solidariedade para quem mais necessita, assumindo-se, em paralelo, como mais um reforço no bom relacionamento existente entre as duas localidades.

Pelas 18h30, realiza-se uma Mini S. Silvestre para crianças até aos 12 anos que consiste em duas voltas à Praça Deu-la-Deu. A prova tem como objetivo incutir nos mais jovens o gosto por esta iniciativa desportiva e solidária. O lema é fazer exercício físico, ajudando o próximo.

A organização “convoca” a população das duas margens a participarem nesta prova solidária, convidando as pessoas de todas as idades a praticarem desporto enquanto fazem o bem em benefício das famílias mais desfavorecidas de ambos os lados da fronteira.

Inscrições online https://goo.gl/fuyHYb ou, no secretariado, 30 minutos antes do início da prova.. Durante o percurso, os participantes terão apoio dos bombeiros locais, encontrando-se o trânsito condicionado à ação de segurança da Guarda Nacional Republicana e Guarda Civil.

GNR DO GERÊS ENTREGA VESTUÁRIO E BRINQUEDOS EM AÇÃO DE SOLIDARIEDADE

A GNR do Gerês, numa iniciativa de solidariedade social,  doou à CPCJ de Terras de Bouro roupas novas e brinquedos para as crianças que esta entidade acompanha.

IMG_3429

No momento da entrega, que decorreu nas instalações da CPCJ, estiveram presentes os agentes promotores da iniciativa, o Cabo Hélder Figueiredo e o Comandante do Posto da GNR do Gerês, Joel Soares, que foram recebidos pelo Sr. Presidente do Município, Manuel Tibo, a Chefe de Gabinete de Apoio à Presidência, Liliana Machado e as técnicas da CPCJ, Filipa Moreira e Isabel Braga.

A GNR mostra-se uma entidade atenta às carências das famílias do concelho e, com esta ação, demonstra estar próxima da comunidade.

A autarquia agradece e louva a iniciativa da GNR do Gerês que vai tornar o Natal das nossas crianças muito mais feliz.

MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE "NATAL RUN SOLIDÁRIO"

Participe! Ao participar está a ajudar quem mais precisa!

No próximo dia 23 de Dezembro, pelas 10h00, o Município de Arcos de Valdevez, em colaboração com o Centro de Atletismo de Arcos de Valdevez, volta a realizar o evento “Natal Run Solidário”, sendo a partida e achegada no Campo do Trasladário.

natalrun2017

Esta iniciativa engloba a realização de uma prova de Corrida num percurso total de 8000m ou uma Caminhada de 4000m.

As inscrições são gratuitas e deverão ser realizadas, preferencialmente, até às 13H00 de 22 de dezembro de 2017, através do link: https://goo.gl/forms/fn8OqCMarToeInzo1, ou no local da Prova, até 30 minutos antes do início da mesma;

Como contrapartida solicita-se apenas uma contribuição em alimentos, para distribuir através da Cáritas – delegação de Arcos de Valdevez a famílias carenciadas. Esse donativo deve ser entregue aquando do levantamento do kit de participação.

Os bens aceites são atum, salsichas, arroz, massa, leite, azeite e óleo. (sugere-se contribuir com um conjunto de produtos no valor aproximado de 2€).

O Kit de Participação é composto por um saco personalizado, uma t’shirt e um gorro do Pai Natal (obrigatório usar durante a prova).

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA MERCADO DE NATAL SOLIDÁRIO

Mercado de Natal Solidário. 18 a 23 de Dezembro, no Mercado Municipal

Teve início esta terça-feira, dia 18 de Dezembro, no Mercado Municipal de Arcos de Valdevez a iniciativa “Mercado de Natal Solidário”, a qual garante animação e muito calor até dia 23 de Dezembro.

48371690_2178535799130138_5413887017698197504_o

Esta iniciativa, promovida pela Delegação de Arcos de Valdevez da Cruz Vermelha Portuguesa, em parceria com o Municipio de Arcos de Valdevez, celebra a quadra natalícia com um programa de animação para toda a família.

No dia de abertura, a programação arrancou com um conjunto de atividades, a inauguração da Árvore de Natal Gigante, iluminações alusivas à época, música e com a chegada do Pai Natal.

Este ano, o Mercado de Natal Solidário promove atividades tradicionais, pretendendo-se com esta atividade dinamizar o Mercado Municipal de Arcos de Valdevez com a recriação de diferentes habilidades, para demonstração ao público que nos visita de produtos e serviços alusivos a esta época festiva. Para tal participam os comerciantes residentes do Mercado e 30 novos expositores. 

Vá ao Mercado Municipal e compre no Comércio tradicional!

48406355_2178535779130140_5149352388435378176_o

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

Terça-Feira - 18 de Dezembro

17H30 - Inauguração

Inauguração da àrvore de Natal localizada no átrio exterior da entrada do mercado e Inauguração dos Expositores.

Quarta-Feira - 19 de Dezembro

15H00 - Hora do conto - “Conta a Canção, especial Natal”

- Mimar - Miguel Fernandes e Margarida Dias

Quinta-Feira - 20 de Dezembro

15H00-  Pinturas faciais e modelagem de balões

- Célia Branco e Céu Branco

Sexta-Feira - 21 de Dezembro

 15H00 - Workshop Cake Design

 Orientado pela “Epralima”

21H30 – Duo Musical Gomes e Jorge

22H30 – Conservatório de Musica e Dança de Arcos de Valdevez

Sabado - 22 de Dezembro

10H30 – “Os Bombasticos da Betânia do Vez de Jolda Madalena”

15H00 –  ”Pai Natal a Galope”

- Nature Horse – Turismo Equestre (distribuição de brindes de natal)

21H30 – Animação Musical

-Rusga de Aguiã

- Concerto com HR - Hugo Costa & Ricardo Rocha

- Showcase Perfume com Tó Zé Santos (Vocalista dos Per7ume)

Domingo - 23 de Dezembro

10H00 – Programa “Olá Bom Dia” especial Radio Valdevez ao vivo desde o Mercado de Natal

15H30 - “O Melhor Doce de Natal”

Concurso aberto a toda a População que quiser participar com a sua melhor receita de Natal.

17H00 – Animação Musical

- Rusga do Couto

48407377_2178535502463501_8352752741134630912_o

CABECEIRAS DE BASTO DISTRIBUI CABAZES DE NATAL

Cabazes de Natal chegam a centenas de famílias. Distribuição de 530 cabazes representa um investimento nas famílias cabeceirenses

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto deu início na semana passada à distribuição de 530 cabazes de natal. Os cabazes contêm, entre outros, bacalhau, aletria, açúcar, azeite, sortido e bolo-rei e são entregues a famílias sinalizadas pelos serviços de ação social.

Cabaz de Natal

A iniciativa tem como objetivo ajudar as famílias economicamente mais débeis do concelho, proporcionando-lhes um Natal mais caloroso aos Cabeceirenses.

Nesta quadra natalícia a Câmara Municipal conta com o apoio e colaboração de diversas entidades, parceiras na organização de eventos culturais e solidários que marcam todo mês de dezembro, como a Basto Vida, a Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, a Basto Empreende, a Banda Cabeceirense, o Agrupamento de Escolas, o Lions Clube de Cabeceiras de Basto, Academia de Música, a Escola de Patinagem Artística de Basto, o CTCMCB, o Projeto Raízes, as Paróquias, o ICNF, o comércio local, o movimento associativo e outras instituições de solidariedade social.

De salientar que a Câmara Municipal, que muito se empenhou nesta ação específica enquadrada no programa de Natal ‘Cabeceiras de Basto - Um Lugar Mágico’, não limita as suas ajudas às famílias economicamente vulneráveis a esta época.

Também ao longo do ano, através do Banco Local de Voluntariado e da sua Loja Social, e em colaboração com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e com a Comissão Municipal de Proteção de Pessoas Idosas de Cabeceiras de Basto (CMPICB), a Câmara Municipal tem vindo a apoiar essas famílias, dentro daquilo que são as suas responsabilidades e possibilidades.

RESTAURANTE "GRELHADOR" DE VIZELA PROMOVE JANTAR SOLIDÁRIO AOS MAIS DESFAVORECIDOS

Jantar solidário dia 19 de dezembro

O Executivo Municipal de Vizela estará presente no próximo dia 19 de dezembro, no jantar solidário promovido pelo restaurante Grelhador.

De realçar que este jantar se destina aos mais desfavorecidos do Concelho, proporcionando um jantar de Natal e alguns momentos de convívio e alegria àqueles que passam por mais dificuldades, que não têm família ou que vivem sozinhos.

BRAGA É TERRA SOLIDÁRIA

Município promove venda de Boxes com produtos solidários de organizações sociais de Braga. Valor angariado reverte directamente para as organizações sociais

Idealizado pelo Município de Braga no âmbito da I ExpoSocial da Cdade, realizada no passado dia 1 de Dezembro, o projecto B.good reúne em duas boxes produtos solidários de seis instituições sociais Bracarenses com o intuito de fortalecer ligações e reforçar a sua sustentabilidade.

Box-Bgood-1

As boxes estão à venda na plataforma online eSolidar (http://www.esolidar.com/b/bgood) e o valor angariado reverte directamente para as organizações sociais que fazem parte da iniciativa, nomeadamente Bogalha, Instituto Monsenhor Airosa, Colorir Coop, SOMOS + (Cruz Vermelha Portuguesa), Centro Novais e Sousa e Cerci Braga.

As boxes podem ser levantadas pessoalmente na Câmara Municipal de Braga ou enviadas pelo correio para qualquer ponto do país e estrangeiro.

O B.good combina, de forma inédita e criativa, produtos como compotas, chocolates, biscoitos, cacos de hóstias, licor, caneca, livro de receitas, avental e imagem da Senhora do Leite.

Este projecto conta, também, com a parceria do CLDS Make Braga, promovido pela Cáritas Arquidiocesana de Braga, Santa Casa da Misericórdia de Braga e Centro Cultural e Social de Santo Adrião.

FAFE APOIA FAMÍLIAS CARENCIADAS

Município de Fafe apoiou mais de 350 famílias através do Programa de Emergência Social

Ao longo deste ano, o Município de Fafe, através do Programa de Emergência Social, apoiou 367 famílias carenciadas do concelho.

O Programa de Emergência Social do Município de Fafe existe há 3 anos anos e identifica as situações de resposta social mais urgentes, focando-se em medidas e soluções.

Num investimento total que ronda os 80 mil euros, este apoio destina-se a agregados familiares que vivem com muitas dificuldades, sendo-lhes atribuído um apoio para a comparticipação no pagamento de medicamentos e tratamentos clínicos, despesas correntes com luz, água e gás, mensalidades de equipamentos de apoio à infância, idosos e deficiência, e pagamento de livros e material escolar. Este programa prevê ainda o apoio em situações de calamidade.

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, explica que “este é um programa assente na promoção e proteção de direitos de muitos que são os mais excluídos e de muitos que estão numa situação de tal desigualdade, que necessitam de medidas que possam minorar o impacto social da crise constituindo uma "almofada social" que amorteça as dificuldades que agora atravessam.

É importante que as pessoas percebam que isto não é caridade. É, sim, um direito que lhes assiste e devem, sempre que necessitarem, recorrer ao Município.

Acreditamos que é nosso dever fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para proporcionar a estas famílias um dia a dia com dignidade e conforto.”

Recorde-se que, desde 2015, a Câmara Municipal de Fafe auxiliou mais de 700 famílias em emergência social, num valor total de apoios que rondou os 223 mil euros.

ESPOSENDE MANTÉM SOLIDARIEDADE ATRAVÉS DA LOJA SOCIAL

Loja Social de Esposende celebrou sete anos de intervenção a favor da comunidade

Sob o mote “Olhares Solidários”, a Loja Social de Esposende assinalou ontem, dia 11 de dezembro, o 7.º aniversário, através da realização de um conjunto de atividades envolvendo a comunidade em torno deste projeto desenvolvido no âmbito da Rede Social concelhia.

.

O momento alto aconteceu ao final da tarde, com uma singela festa de aniversário, com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, e da Vereadora da Coesão Social, Alexandra Roeger, e na qual participaram também muitos parceiros e voluntários da Loja e vários amigos que se quiseram associar à iniciativa.

Aludindo às várias distinções que a Loja Social tem arrecadado, o Presidente Benjamim Pereira salientou o sucesso deste projeto que nasceu em 2011, com o intuito de ajudar os mais vulneráveis e que tem vindo a ganhar dimensão e a assumir novas competências, sempre num contexto de inovação. Perspetiva-se, assim, para breve a mudança de instalações, por forma a criar outro tipo de respostas, nomeadamente no plano da formação.

.

Benjamim Pereira destacou também o envolvimento dos empresários em torno deste projeto. Concluiu, agradecendo a solidariedade de todos e o trabalho desinteressado dos voluntários. Expressou, ainda, uma palavra de apreço pelo momento cultural proporcionado pelo duo de guitarras com o Professor Daniel Alves e o aluno João Rey. A Escola Profissional de Esposende associou-se, também, à festa assegurando o serviço de restauração.

O momento festivo integrou também o lançamento da Campanha Solidária do BNI Zende, um evento de cariz solidário que tem como objetivo a angariação de bens alimentares a favor da Loja Social de Esposende junto dos comerciantes do concelho de Esposende. A Presidente do BNI Zende, Carminda Catarino explicou que em cada estabelecimento está disponível um mealheiro com a referência da Loja Social, onde os clientes poderão adquirir uma senha alusiva ao bem que pretendem doar, sendo que a campanha decorre até ao dia 20 de dezembro.

O dia de aniversário ficou também marcado pela entrega pela Escola Básica de Esposende de 182 Kg de bens alimentares, da Campanha Solidária “Quanto pesa a tua Solidariedade?", operacionalizada através do Saco Solidário. Realizou-se, ainda, um workshop orientado por “Vintage for a Cause”, um clube de costura, onde mulheres sem ocupação profissional, transformam roupa usada em roupa com inspiração “vintage”, de design exclusivo, com apoio de estilistas de renome como Katty Xiomara, revertendo as receitas da sua venda na íntegra para sustentabilidade do projeto.

A Loja Social tem vindo a registar uma forte dinâmica, assumindo especial relevância para a comunidade, na medida em que se traduz numa mais eficaz, eficiente e ética rentabilização dos recursos locais, dando resposta às necessidades mais prementes da comunidade, especialmente da mais vulnerável. Desde a sua abertura e até ao terceiro trimestre deste ano, registou 1 268 383 bens doados, 10 132 doações, 1 176 253 bens atribuídos, 10 558 trocas, 20 770 horas de voluntariado e 515 872 quilos de reciclagem, 34 094 entradas registadas. Neste período contabiliza já o apoio a 646 famílias (das quais estão ativas 421) e a 54 entidades.

As parcerias com outros atores têm assumido cada vez mais abrangência, quer como forma de potenciar o impacto do projeto, quer como meio de obter fontes adicionais de apoio com vista a sua sustentabilidade. A Loja Social tem um protocolo de cooperação com a Ultriplo, celebrado em 2013, para o encaminhamento dos bens não conformes para reciclagem, bem como de todos os contentores autorizados pelo Município e que se encontram distribuídos por todo o concelho, reconvertidos em alimentos. Mantém, desde 2014, a parceria com o Lions Clube de Esposende para atribuição de comparticipações financeiras, destinadas à aquisição de medicamentos e ajudas técnicas, e desde 2016 com a Clínica Sr.ª da Saúde para operacionalizar o projecto + saúde oral, que visa facilitar o acesso a consultas de saúde oral a agregados familiares residentes no concelho de Esposende. Já com a Delegação de Esposende da Cruz Vermelha Portuguesa tem estabelecida a colaboração para a disponibilização de um banco de leite e um banco de ajudas técnicas (aprovado em CLAS em 2016). A estas parcerias junta-se o protocolo estabelecido entre a Câmara Municipal de Esposende e a Direcção-Geral de Reinserção Social do Ministério da Justiça, para o acolhimento por parte da Loja Social de cidadãos para a prestação de trabalho não renumerado a favor da comunidade.

Assumindo-se como Plataforma Colaborativa da Esposende, a Loja Social tem visto reconhecida a sua intervenção, destacando-se, em 2014, o reconhecimento como Iniciativa de Alto Potencial em Inovação e Empreendedorismo Social pelo MIES – Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social, passando a dispor de um reconhecimento nacional e internacional. Este projeto esteve também nomeado para os Prémios Município do Ano Portugal 2015, que reconhecem e premeiam as boas práticas de projetos implementados pelos municípios com impactos importantes no território, na economia e na sociedade, em que promovam o crescimento, a inclusão e/ou a sustentabilidade. Foi ainda distinguido na categoria de Inovação e Sustentabilidade, na 4.ª edição do Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio, em reconhecimento do esforço e do trabalho desenvolvido como uma boa prática e com impacto significativo no território, na economia e na sociedade.

Recentemente, a 25 de novembro, a Loja Social - Plataforma Colaborativa de Esposende foi distinguida com uma menção honrosa na 9.ª edição do Prémio Manuel António da Mota, que este ano teve o lema "Portugal sustentável", de entre 10 finalistas a nível nacional, num universo de 160 candidatos.

A sua intervenção tem subjacente a Economia Circular, modelo que envolve a partilha, a reutilização e a reciclagem dos bens, alargando o ciclo de vida dos mesmos, e, consequentemente, a redução do desperdício ao mínimo, revelando, desta forma o impacto ambiental, através da diminuição do recurso às matérias-primas, o impacto social, pela possibilidade de melhorar e prolongar as relações com os diferentes parceiros e o impacto económico, na medida em que representa um estímulo à criatividade na redução de custos as famílias.

Porque se impõe uma sociedade mais resiliente, preparada para o futuro, é imprescindível a mudança de atitudes e valores para iniciativas economicamente sustentáveis, com equilíbrio ambiental e progresso social. Neste sentido, está prevista a realização de um Fórum de Práticas Colaborativas, em outubro do próximo ano, iniciativa enquadrada no âmbito do Ano Nacional da Colaboração (2019), que visa reforçar o potencial da colaboração, partilha, inovação, criatividade e envolvimento cívico.

.