Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ARCOS DE VALDEVEZ INAUGURA CENTRO INTERPRETATIVO E ETNOGRÁFICO DE SOAJO

Este Centro Interpretativo e Etnográfico tem como principal objetivo promover o legado histórico e etnográfico de Soajo, através da promoção e valorização do património cultural e natural. Este museu tem um discurso interpretativo acessível a escolas, turistas e à própria comunidade local.

centro interpretativo e Etnográfico de Soajo (7).JPG

Foi inaugurado o Centro Interpretativo do Soajo, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, do Presidente da Junta de Freguesia de Soajo, Alexandre Gomes, e de vários populares e pessoas envolvidas na conceção deste projeto.

Através deste investimento, na ordem dos 160 mil euros, pretende-se valorizar e promover o vasto e rico património cultural e natural de Soajo, bem como reforçar a identidade local e atrair visitantes, dinamizando dessa forma sectores económicos como o comércio, a restauração e o turismo.

O projeto incidiu sobre o antigo edifício da Câmara de Soajo localizado no Largo do Eiró.

A criação deste Centro Interpretativo compreendeu duas fases distintas, uma primeira de obras de adaptação do edifício e uma outra de montagem do espaço/exposições temáticas que consistem em meios multimédia, vídeos, painéis interpretativos e diverso mobiliário,

O centro contou com o apoio de muitas pessoas de Soajo que contribuíram com trajes e objetos da lavoura, assim como com um conjunto de testemunhos pessoais sobre o passado, registados em vídeo, texto e áudio.

Para João Manuel Esteves este é um projeto em que se pretende valorizar e promover o património cultural e natural do território. O autarca enaltece ainda a importância deste equipamento como espaço da memória coletiva do povo, uma vez que “confere coesão, sentimento de pertença e espírito de comunidade. (…) Pretende-se que seja um projeto colaborativo e mobilizador para o desenvolvimento de Soajo e de Arcos de Valdevez”.

centro interpretativo e Etnográfico de Soajo (1).JPG

centro interpretativo e Etnográfico de Soajo (2).jpg

centro interpretativo e Etnográfico de Soajo (3).jpg

centro interpretativo e Etnográfico de Soajo (6).jpg

ARCOS DE VALDEVEZ: SOAJO REALIZA FEIRA DAS ARTES E OFÍCIOS TRADICIONAIS

Feira das Artes e Ofícios Tradicionais de Soajo regressa nos dias 22,23 e 24 de julho

A Feira de Artes e ofícios Tradicionais Soajo regressa a Soajo a partir da próxima sexta-feira, dia 22 de julho, e até domingo.

FAOT Cartaz - Cópia.png

Este certame conta com a organização da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, da ARDAL – Associação Regional para o Desenvolvimento do Alto Lima e da Junta de Freguesia de Soajo, e o apoio da Assembleia de Compartes dos Baldios de Soajo, do Rancho Folclórico da Associação de Vilarinho das Quartas – Soajo e do Rancho Folclórico Camponesas de Soajo.

Com este evento pretende-se promover os produtos, as artes e ofícios tradicionais, o folclore, os usos e costumes tradicionais e as manifestações espontâneas da cultura popular.

O certame é composto por uma exposição de produtos locais e artesanato, associado a um vasto programa de animação. Na componente exposição, há um espaço ocupado para as tasquinhas e os restaurantes da localidade que terão à disposição dos visitantes um sem número de petiscos e iguarias de sabores excecionais, acompanhados pelo vinho verde da região.

O programa de animação é variado, assente na música tradicional, com destaque para a atuação de Ranchos Folclóricos; a encenação da peça de teatro “O Juiz de Soajo”; o encontro de rusgas populares; a atuação dos Sons do Minho; dos cantares ao desafio, o desfile da Tradição e a malhada do milho tradicional.

É de destacar ainda a realização do Festival de Atividades de Natureza, que disponibiliza gratuitamente aos visitantes a possibilidade de realizarem passeios de charrete, batismo a cavalo, visitas guiadas pelo centro de Soajo, jeep tour pela serra do soajo, caminhadas noturnas para observação de estrelas e trilhos.

A vila de Soajo é um dos destinos concelhios mais divulgados e conhecidos e é famoso pelo vasto conjunto de espigueiros erigidos sobre uma enorme laje granítica. Integrante do Parque Nacional da Peneda Gerês é um dos ex-libris da região, declarado como Reserva Mundial da Biosfera pela Unesco, chamando à atenção pela sua riqueza cultural e natural.

Venha a Soajo e fique a conhecer melhor a nossa cultura, as nossas tradições, a nossa gastronomia e desfrute.

SOAJO PROMOVE FEIRA DE ARTES E OFÍCIOS TRADICIONAIS

Soajo promove a Feira de Artes e ofícios Tradicionais de Soajo a partir da sexta-feira, dia  22 de julho, e até domingo, dia 24. A vila de Soajo, característica nas suas formas particulares de vivência e organização social e económica, é provavelmente um dos destinos concelhios mais divulgados e conhecidos e é famoso pelo vasto conjunto de espigueiros erigidos sobre uma enorme laje granítica que este ano irão servir de pano de fundo do certame.

Terra de tradição e integrante do Parque Nacional da Peneda Gerês, um dos ex-libris da região, declarado como Reserva Mundial da Biosfera pela Unesco, chama à atenção pela sua riqueza cultural e natural.

Tal como em anos anteriores, conta com a organização da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, da ARDAL – Associação Regional para o Desenvolvimento do Alto Lima e da Junta de Freguesia de Soajo, e o apoio da  Assembleia de Compartes dos Baldios de Soajo, do Rancho Folclórico da Associação de Vilarinho das Quartas – Soajo e do Rancho Folclórico Camponesas de Soajo.

Com este evento pretende-se promover, os produtos, as artes e ofícios tradicionais, o folclore, os usos e costumes tradicionais, as raças autóctones, a animação turística e as manifestações espontâneas da cultura popular.

Por outro lado, de 5 a 15 de Agosto decorrem Festas Concelhias – as Festas de Nossa Senhora da Lapa, altura em que a vila de Arcos de Valdevez pretende reviver a tradição de meados do século passado, valorizando o património cultural e dar relevo às raízes arcuenses.

O entusiasmo do povo, o folclore, os cantares ao desafio, as rusgas, a banda de música e os bombos espalham-se pelas ruas, tornando as Festas num acontecimento inesquecível, que faz vibrar o concelho e a gente.

ARCUENSES CAMINHAM PELA VILA DE SOAJO

Porta do Mezio: “12 Meses 12 Caminhadas” - Trilho dos Espigueiros do Soajo

Para o mês de Julho, a ARDAL/Porta do Mezio irá realizar uma caminhada na Vila de Soajo, terra de espigueiros e um dos locais mais fascinantes da região.

Este trilho realiza-se por calçadas por onde passaram, ao longo dos séculos, vários ritmos de vida e de festividades religiosas, nomeadamente romeiros, namorados, pastores, agricultores e milhares de carros de tojo, de estrume e de espigas de milho.

Um local magnífico para visitar e sentir de perto as histórias e lendas assim como para contemplar a sua beleza natural e incomparável.

Descrição do trilho:

Data: 3 de Julho de 2022

8h30 – Receção dos participantes na Porta do Mezio, Arcos de Valdevez

9h00 – Partida para Soajo

9h15 – Início da Caminhada

12h30 – Fim da Caminhada*

Duração: 6,8 km

Dificuldade: Fácil

Inscrições: limitadas e obrigatórias - 258 510 100 / portadomezio@ardal.pt

Preço: 10€/pessoa

[* A hora de fim da atividade pode alterar-se conforme as condições e os participantes.]

Nota: Os participantes devem trazer roupa e calçado apropriado, água e reforço alimentar.

FV6-OCIX0AAetXe.jpg

CÃO DE RAÇA CASTRO LABOREIRO NA FILATELIA PORTUGUESA

O Ministério dos Transportes e Comunicações - Correios e Telecomunicações de Portugal, através da Portaria n.º 329/81 de 4 de Abril, publicada em Diário da República n.º 79/1981, Série I de 1981-04-04, lançou em circulação, cumulativamente com as que estão em vigor, uma emissão de selos com tarja fosforescente alusiva aos «Cães de Raça Portuguesa»

Capturarfilacastrolabor.JPG

Capturarfilateliacao.JPG

XPQ73E45752345955B7D35FEZKU.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ: SOAJO TRAIL REALIZA-SE A 20 DE MARÇO

A Academia Desportiva de Arcos de Valdevez organiza, com o apoio Município de Arcos de Valdevez, a 20 de Março de 2022, pela segunda vez, o Soajo Trail. Um evento que pretende consolidar-se no universo da modalidade como diferenciador, tanto a nível de organização como de riqueza natural.

IMG-20220120-WA0007.jpg

O Soajo Trail é um evento que existe desde 2019 mas, devido à situação pandémica, não se realizou em 2020 e 2021 Este ano promete novidades, pois tem como prova rainha um ultra trail.

Soajo é pura magia, tem como cenário natural único e deslumbrante o Parque Nacional da Peneda-Gerês, com uma beleza paisagística inconfundível que vai querer descobrir e conhecer.

Este encanto da cadeia montanhosa do Parque Nacional Peneda-Gerês, tem vestígios de culturas milenares que se fundem com a paisagem natural da serra. Entre os cumes das montanhas e os vales, imperam os rios e riachos, as lagoas, a fauna autóctone e as raízes das tradições rurais.

Este evento terá como epicentro, e como o próprio nome indica, a pitoresca Vila do Soajo, mais precisamente o campo da feira junto à Eira do Penedo – Espigueiros de Soajo.

Os atletas vão passar pelo carismático Santuário da Sra. da Peneda, pelos lugares da freguesia da Gavieira.

Atravessando o coração da Vila do Soajo com os seus monumentais Espigueiros, por entre trilhos, estradas ladeadas por montanhas e rios. Passando por Brandas e casarios, onde ao longo dos anos os habitantes desenvolveram as suas artes de pastoreio e cultivo.

Além da vertente competitiva, o Soajo Trail tem também uma forte componente lúdico desportiva, cultural e de turismo de natureza.

  • O Soajo Trail este ano tem uma novidade. Para além da Caminhada com 8km de dificuldade moderada, do Trail Longo com 35km e 1500 de desnível e do Trail Curto com 20km e 1000 de desnível, terá um Ultra Trail que será a prova rainha, com 50km e +/-2300 desnível.

Convidámo-lo a participar no Soajo Trail e contemplar uma beleza única integrada no sistema montanhoso – o Parque Natural Peneda/Gerês.

Inscrições através do link: https://stopandgo.net/event/?id=696

ARCOS DE VALDEVEZ CONCLUIU A OBRA DO CENTRO ETNOGRÁFICO DO SOAJO

Centro Etnográfico de Soajo. Obras em curso

A criação do Centro Interpretativo do Soajo compreende duas fases, uma de obras de adaptação do edifício e outra de montagem do espaço/exposição, num investimento global de cerca de 160 mil euros.

centro etnografico de soajo5 (1).jpg

A primeira fase, relativa à empreitada Centro Interpretativo do Soajo - Alteração e adaptação funcional de edifício está terminada. A mesma teve por objetivo a alteração e adaptação funcional de edifício, para vir a albergar o Centro Etnográfico do Soajo.

Localizada no Largo do Eiró, no edifício que albergou a Casa da Câmara, esta primeira intervenção do Centro Interpretativo e Etnográfico de Soajo foi consignada por 73.197,61 € (com IVA) e possibilitou a recuperação da estrutura do edifício. O piso inferior manteve-se de apoio, com instalação sanitária de acesso público, e zona de arrumos e armazenagem. O piso superior foi reorganizado e adaptado ao centro etnográfico, compartimentado com pequeno backoffice e espaços de exposição infraestruturados para receber os conteúdos temáticos do projeto.

Segue-se a fase da montagem das exposições temáticas que irão promover o legado histórico e etnográfico de Soajo, através de um discurso interpretativo que seja acessível a escolas, turistas e à própria comunidade local.

Esta segunda fase foi adjudicada por cerca de 80 mil euros e compreende a criação de conteúdos sobra a História, o Território e a Etnografia, que serão comunicados através de uma multiplicidade de meios, assentes no multimédia, vídeos, objetos e painéis interpretativos.

A Operação “NORTE-06-3928-FEDER-000184- Qualificação das Experiências de Touring Cultural do Minho - Centro Etnográfico de Soajo / Arcos de Valdevez”, é cofinanciada pelo FEDER, Programa Operacional Norte2020, Portugal2020, Eixo Prioritário 6 – Emprego e Mobilidade dos Trabalhadores, e conta com um Investimento Elegível de 151.275,55€ e Comparticipação Comunitária de 128.584,22€.

Através deste investimento pretende-se valorizar e promover o vasto e rico património cultural de Soajo, bem como reforçar a sua identidade local e atrair visitantes, dinamizar o comércio, a restauração e o turismo.

centro etnografico de soajo5 (3).jpg

centro etnografico de soajo5 (5).jpg

centro etnografico de soajo5 (6).jpg

centro etnografico de soajo7.JPG

centro etnografico de soajo8.jpg

CERTIFICAÇÃO EUROPEIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL RENOVADA PARA ARCOS DE VALDEVEZ E O ALTO MINHO

A Federação Europeia de Parques Nacionais e Naturais renovou certificação da Carta Europeia de Turismo Sustentável (CETS) do Alto Minho, promovida pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), ao abrigo do projeto “Aldeias do Alto Minho – Walking & Cycling”, apoiado pelo Turismo de Portugal, no âmbito da Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior.

Sistelo2017_0245.JPG

Este reconhecimento resultou de um trabalho de parceria com vários atores locais, quer públicos, quer privados, que culminou com a apresentação pública do dossier de reavaliação da Carta Europeia de Turismo Sustentável do Alto Minho (CETS AM), com especial enfoque para a Estratégia de Desenvolvimento Turístico Sustentável e para o Plano de Ação para o período 2021-2024.

O Município de Arcos de Valdevez, numa estreita parceria com a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), tem investido no reforço do posicionamento de Arcos de Valdevez como destino turístico sustentável, com mais valias para a economia, a sociedade, a cultura e o ambiente.

O Turismo Sustentável sempre foi uma prioridade da Estratégia Municipal de Desenvolvimento Sustentável para Arcos de Valdevez, sendo de realçar o crescente envolvimento e investimento do Município e dos vários parceiros públicos e privados no setor do turismo, indispensáveis à afirmação de Arcos de Valdevez.

Sistelo2017_0563.JPG

Soajos.JPG

vale da gavieira.JPG

MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ LEVA INTERNET SEM FIOS GRATUITA (Wi-fi) A SOAJO E SISTELO

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez está a apostar na expansão da rede de Internet sem fios Wi-Fi “Município de Arcos de Valdevez” no concelho.

wi-fi soajo e sistelo.png

Esta rede Wi-Fi é gratuita e está instalada em diversos locais da Sede de Concelho, e, desde esta semana, na vila de Soajo e no lugar da Igreja em Sistelo. Na vila de Soajo foram instaladas antenas no Largo do Eiró, no Largo da Feira e junto à Casa do Povo. Já em Sistelo foram colocadas antenas no Lugar da Igreja e no miradouro da Estrica.

A instalação dos pontos wi-fi está a utilizar a expansão da fibra ótica pelo concelho, o que irá permitir levar a rede wifi a outros locais.

Com estes pontos wi-fi a autarquia pretende proporcionar o acesso gratuito à internet de qualidade a residentes e visitantes, aumentar o acesso a serviços públicos online e contribuir para a promoção e divulgação do concelho e das suas potencialidades.

ARCOS DE VALDEVEZ: 90% DAS FAMÍLIAS COM COBERTURA DE FIBRA ÓTICA

Até outubro deste ano, um total de cerca de 16 mil famílias em Arcos de Valdevez terão oportunidade de usufruir da rede de fibra ótica, aderindo, junto do seu operador, ao serviço de telecomunicações que mais lhe convier.

Soajo 3lindo.jpg

Depois da cobertura para Soajo e Sistelo, durante o mês de agosto seguir-se-ão as zonas do Extremo e Padroso.

As famílias poderão contratar serviços de telecomunicações com mais velocidade, maior largura de banda, melhor cobertura e maior qualidade.

As pessoas poderão verificar a disponibilidade de cobertura de rede fibra na sua zona em dstelecom.pt/rede-e-cobertura ou enviando um e-mail para euquerofibra@dstelecom.pt.

Esta expansão atingirá cerca de 90% do concelho.

Para o Presidente da Câmara Municipal, João Esteves com a “promoção destes investimentos a Câmara Municipal continua a trabalhar para criar condições para que as pessoas possam ter comunicações digitais avançadas e rápidas, bem como proporcionar melhores condições para o trabalho e teletrabalho, a criação de novas oportunidades de investimento, a fixação e atração de pessoas.”

A acessibilidade digital hoje em dia é essencial para qualquer tipo de atividade, seja laboral, seja lúdica, assim, estes são investimentos realizados a pensar no futuro e na melhoria das condições de vida das populações. João Manuel Esteves, presidente da Câmara Municipal refere que “o município está empenhado em alargar a rede de fibra ótica e de telecomunicações para que seja possível levar as novas tecnologias a mais pessoas, e, consequentemente conseguir mais desenvolvimento no concelho, bem como criar mais oportunidades para quem cá vive, trabalha e investe. As tecnologias de informação aproximam-nos e ajudam-nos a fixar e a atrair pessoas, e a criar e atrair investimento para Arcos de Valdevez”.

Sistelo4lindo.JPG

fibra ótica da dstelecom (1) - Cópia.jpeg

ARCOS DE VALDEVEZ: ESTÁ EM CURSO A OBRA DO CENTRO ETNOGRÁFICO DE SOAJO

Está em curso a empreitada do Centro Interpretativo do Soajo - Alteração e adaptação funcional de edifício, a qual tem por objetivo a Alteração e Adaptação Funcional de Edifício a Centro Etnográfico do Soajo.

IMG_3271 - Cópia.JPG

A localizar no Largo do Eiró, no edifício da primitiva Casa da Câmara, esta primeira intervenção do Centro Interpretativo e Etnográfico de Soajo foi consignada por 73.197,61 € (com IVA).

Esta primeira fase da empreitada prende-se com a recuperação da estrutura do edifício.

O piso inferior manter-se-á de apoio, com instalação sanitária de acesso público, e zona de arrumos e armazenagem. O piso superior será reorganizado e adaptado ao centro etnográfico, compartimentado com pequeno backoffice e sala de exposição, ampla e adequadamente infraestruturada para receber os conteúdos temáticos do projeto.

Após a realização das obras de construção, seguir-se-á a fase da montagem das exposições temáticas que irão promover o legado histórico e etnográfico deste antigo concelho, através de um discurso interpretativo que seja acessível a escolas, turistas e à própria comunidade local.

Esta segunda fase foi adjudicada por cerca de 80 mil euros e compreende a História, o Território e a Etnografia, que serão comunicadas através de uma multiplicidade de meios, assentes no multimédia, vídeos, objetos e painéis interpretativos. Conteúdos que já se encontram a ser produzidos para uso futuro.

A Operação “NORTE-06-3928-FEDER-000184- Qualificação das Experiências de Touring Cultural do Minho - Centro Etnográfico de Soajo / Arcos de Valdevez”, é cofinanciada pelo FEDER, Programa Operacional Norte2020, Portugal2020, Eixo Prioritário 6 – Emprego e Mobilidade dos Trabalhadores, e conta com um Investimento Elegível de 151.275,55€ e Comparticipação Comunitária de 128.584,22€.

Com este investimento alarga-se a rede de equipamentos culturais do concelho. Através do mesmo pretende-se valorizar e promover o vasto e rico património cultural de Soajo, bem como reforçar a sua identidade local e atrair visitantes, dinamizar o comércio, a restauração e o turismo.

centro etnografico de soajo.jpg