Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VIANA DO CASTELO: O SEU SANGUE É DO TIPO SALVA VIDAS, NO ESTAÇÃO VIANA SHOPPING

Dias 19 de julho, 29 de agosto e 6 de setembro das 15h00 às 19h00

É já nos próximos dias 19 de julho, 29 de agosto e 6 de setembro, das 15h00 às 19h00, que vai decorrer uma campanha de recolha de sangue e de registo para medula óssea, em parceria com a Associação de Dadores de Sangue de Meadela e o Instituto Português do Sangue e da Transplantação. Os doadores interessados devem dirigir-se ao Piso 1 do Centro.

image_processing20190717-22725-1ubnlpc.jpg

Estação Viana Shopping, nos últimos anos, tem vindo a promover esta iniciativa e, assim, associa-se a uma causa com o objetivo de sensibilizar os seus visitantes e a comunidade local para a importância de salvar vidas, mostrando que um pequeno gesto pode fazer toda a diferença para aqueles que mais necessitam.

Esta campanha de recolha de sangue e registo de medula óssea irá decorrer nos dias 19 de julho29 de agosto e 6 de setembro das 15h00 às 19h00 no Piso 1 do Centro.

Inaugurado em 2003, o Estação Viana Shopping é a superfície comercial de referência na cidade de Viana do Castelo e na região Minho litoral. Com 92 lojas, distribuídas por três pisos, tem cerca de 19.182 m2 de Área Bruta Locável (ABL). A arquitetura do Centro é única, com a linha do comboio a atravessá-lo. A par com as lojas de roupa, acessórios, sapatarias, decoração, telecomunicações e serviços os visitantes podem usufruir da zona de restauração e dos mais de 600 lugares de estacionamento. O Estação Viana Shopping oferece ainda aos visitantes uma esplanada panorâmica e o vianamini, um espaço infantil gratuito, inspirado na temática dos comboios e destinado a crianças entre os 2 e os 9 anos de idade. A par da experiência única de compras e de lazer que oferece aos seus clientes, o Estação Viana Shopping assume a responsabilidade de dar um contributo positivo para um mundo mais sustentável, trabalhando ativamente para um desempenho excecional nas áreas ambiental e social. Todas as iniciativas e novidades sobre o Centro podem ser consultadas no site www.estacaoviana.pt e na página de Facebook disponível em www.facebook.com/estacao.viana.

BRAMÉDICA APOIA MISSÃO HUMANITÁRIA EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

Luvas esterilizadas e não esterilizadas, batas cirúrgicas, pensos e adesivos foram alguns dos produtos doados pela empresa bracarense

A Bramédica, empresa bracarense de distribuição de equipamentos médicos e hospitalares e material cirúrgico em todo o território nacional, doou hoje um conjunto de material médico e cirúrgico à Associação - Missão Humanitária Médico-Cirúrgica “Be@live”.

Luvas esterilizadas e não esterilizadas, batas cirúrgicas, pensos e adesivos servirão para auxiliar a ação dos vários médicos-cirurgiões, anestesistas, ginecologistas/obstetras, enfermeiros de anestesiologia, circulantes e instrumentistas na próxima missão humanitária em São Tomé e Príncipe, onde as carências de meios humanos e de material hospitalar são muitas.

Esta Missão Humanitária Médico Cirúrgica, que irá decorrer entre os dias 20 de setembro e 4 de outubro de 2019, visa levar uma equipa médico-cirúrgica completa para atuar nas áreas de cirurgia geral e ginecologia/obstetrícia. No Hospital Central de São Tomé, onde vai decorrer a missão, existem duas salas de bloco operatório pelo que se objetiva ajudar um maior número de pessoas. Com duas equipas a realizar cirurgias e consultas em simultâneo, estima-se conseguir operar entre 80 a 100 doentes neste período.

Estas missões médico-cirúrgicas realizam-se nos mais carenciados países da Comunidade de Língua Portuguesa. A Associação já operou cerca de 257 doentes e fez mais de 1000 consultas médicas, números que podem parecer insignificantes, mas que tiveram um impacto significativo naquelas populações. O acesso a cuidados de saúde diferenciados é escasso, pelo que esta intervenção consegue contribuir, também, para a diminuição da mortalidade materno infantil e para que os pais e mães melhorem a sua saúde e continuem a cuidar dos seus filhos.

A Responsabilidade Social é uma das apostas da Bramédica, que comemorou o seu 37º aniversário a 16 de junho. Esta é apenas uma das ações de cariz solidário planeadas pela empresa de Braga. “A Responsabilidade Social foi sempre uma preocupação nossa. Acreditamos que, enquanto empresa, devemos também trabalhar para a construção de uma sociedade mais justa e solidária”, afirma Manuel Martins, CEO da Bramédica.

Nos últimos anos, a Bramédica tem apresentado um crescimento bastante significativo, pelo que o seu sentido de responsabilidade tem crescido gradualmente também. No ano passado, o objetivo passava por consolidar o volume de faturação promovendo a estabilidade empresarial, mas acabou por ser superado e 2018 foi o melhor ano de sempre da empresa.

A Bramédica, certificada pelo INFARMED, I.P., é reconhecida pela qualidade, alta tecnologia e serviço personalizado de distribuição de equipamentos médicos, hospitalares e material cirúrgico, em todo o território nacional, pelo que para 2019 os objetivos são mais arrojados, com uma perspetiva de crescimento maior, de acordo com as estratégias definidas. São vários os projetos em negociação e já em desenvolvimento com o objetivo de criar um dinamismo superior na empresa, ao nível das vendas, da competitividade no mercado e, ao mesmo tempo, do alcance de potenciais clientes.

Sobre a Bramédica

Atuando em áreas como a fisioterapia, o desporto, a cardiologia, a ginecologia/obstetrícia, a ortopedia, o bloco operatório, a medicina no trabalho, a dentária e, mais recentemente, a área farmacêutica, o catálogo da Bramédica tornou-se muito mais vasto e completo. No entanto, a sua capacidade de resposta não diminuiu, estando preparada para responder de forma célere e eficiente ao pedido mais exigente.

Sempre com o principal objetivo de satisfazer os seus clientes, desenvolve um trabalho de elevado profissionalismo em colaboração com os seus parceiros, garantindo que os produtos e serviços prestados correspondem às mais altas exigências do mercado.

Sobre a Missão Humanitária Médico-cirúrgica “Be@live”

A “Be@live” é constituída por uma equipa de profissionais de saúde: médicos-cirurgiões, médicos anestesistas, médicos ginecologistas/obstetras e enfermeiros de anestesiologia, circulantes e instrumentistas, que levam a cabo missões humanitárias de forma voluntária e missionária em países subdesenvolvidos e com carência elevada na área da saúde.

O material médico necessário para os procedimentos cirúrgico é comprado, recolhido e angariado em Portugal. Posteriormente é transportado e acompanhado pela Equipa para os locais onde decorrem as missões humanitárias.

As missões são de curta duração, cerca de 15 dias, durante os quais a equipa promove procedimentos cirúrgicos, consultas e assistência médica as populações locais. Neste período são efetuados cerca de 50 procedimentos cirúrgicos e várias dezenas de consultas médicas a população local.

VIZELA RETOMA CALENDÁRIO DE SERVIÇO OFICIAL DE VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA E DE IDENTIFICAÇÃO ELETRÓNICA

Câmara aumenta periodicidade da campanha de vacinação antirrábica

Integrado no programa Vizela ProAnimal e no seguimento da reestruturação em curso do setor veterinário municipal, a Câmara Municipal de Vizela informa que será retomado a partir de hoje o “Calendário de Serviço Oficial de Vacinação Antirrábica e de Identificação Eletrónica”, na área do Concelho de Vizela.

A Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica serão agora efetuadas no veículo de socorro móvel animal, hoje apresentado e inserido no programa Vizela ProAnimal, um plano integrado para este setor que a Câmara Municipal se encontra a desenvolver no sentido de estruturar, dinamizar e dignificar as políticas municipais relativas aos animais errantes.

Para enorme benefício dos munícipes, a periodicidade da campanha, anteriormente mensal, será agora semanal no centro urbano (S. Miguel e S. João), e anteriormente anual, será agora mensal nas freguesias de Santa Eulália, Infias, Tagilde, São Paio e Santo Adrião, nos dias e horas indicados no novo calendário.

Assim, o novo veículo irá apoiar na Campanha Municipal de Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica, através da deslocação às freguesias – 1 vez por mês (12 vezes/ano) e ao centro urbano – 1 vez por semana (48 vezes/ano). O atendimento será efetuado individualmente no interior, com condições físicas semelhantes a um consultório, melhorando substancialmente a qualidade no serviço.

Capturarcalrab.PNG

MUNICÍPIO DE BARCELOS APOIA INTERVENÇÕES SOCIAIS NAS ÁREAS DA SAÚDE MENTAL E TOXICODEPENDÊNCIA

Protocolos de colaboração para desenvolvimento de projetos específicos 

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou um acordo de colaboração com o Instituto S. João de Deus no âmbito do Projeto Cuidando – Unidade Móvel de Apoio Domiciliário Integrado em Saúde Mental, de grande valor para os doentes, familiares e comunidade em geral.

Paços do Concelho (3)-002br.jpg

O acordo, aprovado na reunião ordinária do executivo municipal de 27 de junho, tem como objetivos prevenir a ocorrência de reinternamentos nos serviços de saúde mental, apoiar o doente e a família no regresso ao domicílio após alta hospitalar, aumentar as competências do utente para lidar com a sua perturbação mental, aumentar as competências do cuidador para lidar com a pessoa com perturbação mental, identificar precocemente situações de descompensação clínica e orientar para os serviços locais de saúde mental, melhorar a integração social, a participação e o acesso aos recursos da comunidade, proporcionar uma melhoria na qualidade de vida dos utentes e dos seus cuidadores informais.

O programa será desenvolvido pelo Instituto S. João de Deues e a Câmara Municipal apoia financeiramente com 10 mil euros anuais e cedência de gasóleo para utilização na viatura que efetuará o serviço de apoio domiciliário.

Ainda na mesma reunião, o executivo municipal aprovou um acordo de colaboração com a Associação Médicos do Mundo – Projeto SER, que visa desenvolver ações para reduzir os riscos e minimização de danos na área da toxicodependência, designadamente a criação de uma equipa de rua, direcionada para a população consumidora de substâncias psicoativas e trabalhadores sexuais em contexto de rua.

O Serviço de Intervenção em Comportamentos Aditivos e Dependências é a entidade que cofinancia este projeto que, por sua vez, está enquadrado na Estratégia Nacional de Luta Contra a Droga.

O acordo prevê que o Município disponibilize um espaço devidamente equipado para instalação e uso da equipa do projeto SER, uma comparticipação financeira de 500,00 euros para limpeza do espaço, cedência da viatura que atualmente se encontra adaptada pelo projeto para a atuação da equipa de rua em contexto natural da população e suportar os custos do uso e manutenção da referida viatura, cedência de um carro para transporte e acompanhamento de utentes aos serviços de saúde ou de âmbito social.

A equipa promove, entre outros, o serviço de troca de seringas disponibilizado pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, o acesso dos utentes regulares aos cuidados sócio-sanitários, nomeadamente, rastreios, higiene e vacinação, promoção de níveis de participação cívica desta população.

Foi, também, aprovado um acordo de colaboração com a AMAR 21 – Associação de Apoio à Trissomia 21 e Outras Perturbações do Neurodesenvolvimento, tendo em vista a prestação de um serviço de apoio social às famílias das crianças com necessidades educativas especiais para os períodos não escolares, como forma de garantir uma melhor conciliação da vida ativa e profissional familiar com a ocupação das crianças e jovens com estas necessidades, contribuindo para o respetivo processo educativo e formativo.

Para a execução deste acordo, o Município comparticipa financeiramente com um valor até 25,00€ por utente, durante 35 dias de férias, entre junho e julho de 2019.

Quanto às restantes deliberações na área social, destacam-se: o acordo de colaboração com a Associação Nacional de AVC, que inclui uma comparticipação financeira do Município de Barcelos no valor de 24.000€, tendo em vista a execução do plano de atividades da Associação; o apoio ao arrendamento habitacional a 31 agregados familiares; o apoio às refeições escolares de dois alunos do ensino básico; a atribuição de um subsídio ao Grupo de Ação Social Cristã, no valor de 25.000€, tendo em vista a continuação e reforço das ações desenvolvidas por esta entidade no âmbito social; o fornecimento e aplicação de tout-venant no percurso envolto do edifício do Centro Social de Remelhe.

Educação

Na área da Educação, o executivo tomou conhecimento da minuta do contrato de financiamento estabelecido entre a Câmara Municipal de Barcelos e a Gestão do Programa Erasmus+ Educação e Formação, que visa estabelecer os termos da atribuição de uma subvenção ao Município de Barcelos para a concretização daquele programa. Recorde-se que o Município foi contemplado com cerca de 340 mil euros da União Europeia, no âmbito de uma candidatura ao programa que vai proporcionar a 88 alunos de escolas profissionais do concelho a oportunidade de expandir e melhorar a qualidade das suas práticas de formação nas empresas europeias, entrando, assim, em contacto com a realidade do mercado de trabalho europeu, nas áreas do turismo, restauração (bar), comunicação, tecnologias de informação, gestão, secretariado, design gráfico e para dez professores da componente técnica.

Ainda na área da Educação, foi aprovado um acordo de colaboração com a Universidade do Minho, que visa estabelecer os termos em que se concretizará a parceria em que o Município apoiará o transporte de alunos do concelho para a iniciativa “Verão no Campus”.

Ao nível dos apoios financeiros, foi aprovada a atribuição de um subsídio no valor de 1.800€ ao Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho, como comparticipação nas despesas da edição da revista escolar e de uma viagem cultural.

TERRABOURENSES DÃO O SANGUE PELA VIDA

XI Campanha de recolha de sangue decorreu no Centro Municipal de Valências

A XI Campanha de recolha de sangue organizada pelo Centro Municipal de Valências alcançou mas uma vez excelentes resultados graças à adesão dos terrabourenses a esta causa.

IMG_0964.JPG

Decorreu na Sede do Centro Municipal de Valências, em Moimenta, a XI companha de recolha de sangue organizada pelo Centro Municipal de Valências em parceria com o Instituto Português do Sangue e da Transplantação, a qual alcançou ótimos resultados.

Os valores registados foram alcançados com o contributo de muitos terrabourenses que se mobilizaram em prol de uma nobre causa - contribuir para o aumento das reservas de sangue nos hospitais portugueses.

Graças ao espírito solidário de todos estes terrabourenses conseguiu-se superar os objetivos propostos, criando motivos extra para se continuar a repetir esta iniciativa futuramente.

O Município de Terras de Bouro agradece a todos os que doaram sangue nestes dias pois este seu nobre gesto poderá ajudar salvar vidas.

A todos os que participaram, o nosso muito obrigado!

IMG_0936 (1).JPG

IMG_0938 (1).JPG

IMG_0939 (1).JPG

IMG_0940 (1).JPG

RICARDO RIO AFIRMA QUE "BRAGA NÃO ACEITA NENHUM RETROCESSO NO NÍVEL DE QUALIDADE DO HOSPITAL"

Sessão alusiva aos 10 anos da Parceria Público-Privada no Hospital de Braga

O Hospital de Braga e a José de Mello Saúde promoveram hoje, dia 26 de Junho, uma sessão alusiva aos 10 anos da Parceria Público-Privada (PPP). O evento, que decorreu no auditório da unidade hospitalar, contou com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, assim como de vários colaboradores do Hospital de Braga e várias individualidades que, ao longo de uma década, acompanharam de perto a história do Hospital.

CMB26062019SERGIOFREITAS00000019716.jpg

No dia 31 de Agosto termina esta PPP e a unidade passa a ser gerida pelo Estado, constituindo-se como uma Entidade Pública Empresarial (E.P.E.). Sobre este tema, o Edil afirmou que ´Braga não aceita nenhum retrocesso no nível de qualidade a que o Hospital habitou os Bracarenses´ nos últimos anos.

“Braga está muito satisfeita com o seu hospital, com a acessibilidade aos cuidados de saúde e com o serviço de excelência que é prestado pelos profissionais que dedicam todo o seu esforço em prol da população”, referiu, elogiando a qualidade dos colaboradores, das infra-estruturas e equipamentos disponíveis e a capacidade de gestão que tornaram esta unidade de saúde ´numa das melhores, ou mesmo a melhor, do país´, indo ao encontro das melhores expectativas da comunidade.

CMB26062019SERGIOFREITAS00000019699.jpg

O Autarca adiantou também que a importância do Hospital de Braga se torna ainda maior considerando que se trata de um dos maiores empregadores do Concelho e por ser o ´viveiro ideal´ para a aposta da Universidade do Minho na Escola de Medicina e no Centro Clinico Académico, com quem tem ´ligações fortíssimas´. “A isto juntam-se uma intensa união com a comunidade e os inúmeros projectos na área da saúde e bem-estar desenvolvidos com agentes da Cidade e da região, como é óptimo exemplo o Projecto Pimpolho, desenvolvido em parceria com o Município de Braga”, disse.

Durante a sessão foi ainda apresentado o livro “Hospital de Braga: Uma Década de Parceria no SNS”, que relata, com factos e testemunhos, a história da década de existência deste hospital, que, em 2011, veio substituir o hospital de São Marcos e conquistou um lugar de destaque no Serviço Nacional de Saúde.

CMB26062019SERGIOFREITAS00000019717.jpg

VICTOR DE CASTRO APRESENTOU O LIVRO “CANCRO, O MELHOR DA MINHA VIDA”

Victor de Castro apresentou ontem em Melgaço, na Casa da Cultura, o seu livro “Cancro, o melhor da minha vida”, um relato de memórias do autor e das fases mais negras da sua vida após o diagnóstico da doença oncológica.

cancro.jpg

Foi um momento para “Falar sobre cancro”, uma tertúlia destinada a todos os interessados em saber mais sobre aquela doença, e que reuniu os Enfermeiros Mário Monteiro e Sandra Reis; o Médico Manuel Lima Rodrigues; a Presidente do Centro de Apoio ao Doente Oncológico, Catarina Malheiro; e a professora Rosa Azeres, amiga de longa data do autor. Também o Presidente do Município de Melgaço, Manoel Batista, esteve presente na sessão.

BRAGAMÉDICA PROMOVE INCLUSÃO SOCIAL

Bramédica integra Programa de Inclusão de Responsabilidade Social Empresarial nas PME e assinala o seu 37º aniversário

A Responsabilidade Social é uma das apostas da Bramédica, empresa de distribuição de equipamentos médicos e hospitalares e material cirúrgico em todo o território nacional, que comemora o seu 37º aniversário a 16 de junho. A empresa anunciou ser uma das sete entidades do Concelho de Braga a participar no Programa de Inclusão de Responsabilidade Social Empresarial nas PME, promovido no âmbito do projeto Geração de Emprego de Qualidade Transfronteiriço (GEMCAT) do Programa Cooperação Transfronteiriça Espanha/Portugal (POCTEP). A Bramédica vai beneficiar de mentoria gratuita para apoio à integração e melhoria da Responsabilidade Social Empresarial (SER) na sua estratégia de gestão.

CFO Ines Martins e CEO Manuel Martins.jpeg

Esta é apenas uma das ações planeadas pela empresa nascida em Braga, mas com percurso internacional, no âmbito da comemoração dos seus 37 anos de atividade. “A Responsabilidade Social foi sempre uma preocupação nossa. Acreditamos que, enquanto empresa, devemos também trabalhar para a construção de uma sociedade mais justa e solidária”, afirma Manuel Martins, CEO da Bramédica.

Assim, a Bramédica assumiu internamente que esta comemoração deveria, também, ter um cariz solidário, através da realização de ações pertinentes e de valor acrescentado para a sociedade, como aconteceu com a realização do Rastreio de Hipertensão gratuito em maio e se repetirá com o Workshop para Cuidadores Informais no final do mês.

“A comemoração de 37 anos no mercado é um marco muito importante pois, infelizmente, são poucas as empresas que atingem esta longevidade. Ao longo destes anos, o mercado onde a Bramédica se insere teve grandes mudanças e oscilações em ternos de procura e da própria atividade em si. Mas, a Bramédica sempre teve uma grande capacidade de se adaptar às necessidades dos seus clientes e às vertentes do mercado. É graças a esta grande capacidade que a Bramédica tem sobrevivido e, também, mantido a sua posição no mercado ao longo do tempo. Somos uma empresa com uma estrutura consolidada, uma empresa que consegue adaptar-se às necessidades do mercado e, desta forma, manter a sua estabilidade”, acrescenta Inês Martins, CFO da Bramédica.

Nos últimos anos, a empresa tem apresentado um crescimento bastante significativo. No ano passado, o objetivo passava por consolidar o volume de faturação promovendo a estabilidade empresarial, mas acabou por ser superado e 2018 foi o melhor ano de sempre da empresa.

A Bramédica, certificada pelo INFARMED, I.P., é reconhecida pela qualidade, alta tecnologia e serviço personalizado de distribuição de equipamentos médicos, hospitalares e material cirúrgico, em todo o território nacional, pelo que para 2019 os objetivos são mais arrojados, com uma perspetiva de crescimento maior, de acordo com as estratégias definidas. São vários os projetos em negociação e já em desenvolvimento com o objetivo de criar um dinamismo superior na empresa, ao nível das vendas, da competitividade no mercado e, ao mesmo tempo, do alcance de potenciais clientes.

Entre 14 e 17 de junho, a Bramédica convida colaboradores, clientes e amigos, parceiros e fornecedores, a comemorarem juntos estes 37 anos de forma especial nas suas instalações.

Sobre a Bramédica

Atuando em áreas como a fisioterapia, o desporto, a cardiologia, a ginecologia/obstetrícia, a ortopedia, o bloco operatório, a medicina no trabalho, a dentária e, mais recentemente, a área farmacêutica, o catálogo da Bramédica tornou-se muito mais vasto e completo. No entanto, a sua capacidade de resposta não diminuiu, estando preparada para responder de forma célere e eficiente ao pedido mais exigente.

Sempre com o principal objetivo de satisfazer os seus clientes, desenvolve um trabalho de elevado profissionalismo em colaboração com os seus parceiros, garantindo que os produtos e serviços prestados correspondem às mais altas exigências do mercado

ESPOSENDE APRESENTA UNIDADE DE SAÚDE FAMILIAR FAROL ESPOSENDE

A partir do próximo dia 17 de junho, a atual Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (USP) Esposende/Belinho, instalada no edifício do Centro de Saúde de Esposende, passa a Unidade de Saúde Familiar (USF) Farol Esposende.

exposendess (1).jpg

A nova USF foi hoje apresentada, em sessão pública realizada no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, em Esposende, que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, e do diretor do ACES Cávado – Agrupamento de Centros de Saúde de Barcelos e Esposende, Fernando Ferreira.

A USF Farol Esposende é composta por dois polos, um localizado nas instalações do atual Centro de Saúde de Esposende e o outro em Belinho, no edifício também já existente na Rua Padre Avelino Alves Sampaio.

O Coordenador da USF Farol Esposende, Francisco Xavier, explicou que a equipa multiprofissional foi reformulada passando a integrar três Médicos de Família, três Enfermeiros e três Secretários Clínicos. “Com este modelo de trabalho em equipa pretende-se incrementar a qualidade dos serviços prestados e proporcionar uma maior estabilidade no atendimento, essencial à continuidade de cuidados”, referiu o clínico, clarificando que “esta reestruturação funcional melhorará a acessibilidade dos utentes aos Cuidados de Saúde Primários permitindo a atribuição de Médico de Família aos cidadãos residentes no concelho que ainda não o tenham”, sendo que já estão em curso as inscrições de novos utentes.

O Presidente da Câmara Municipal assinalou que a criação desta Unidade de Saúde Familiar “vem assegurar a manutenção do posto de atendimento de Belinho que esteve em risco de encerramento, com consequências extremamente penalizadoras para a freguesia”. Expressou, por isso, satisfação pela criação da nova estrutura, na medida em que contribuirá para a melhoria de vida das populações, “objetivo que todos perseguimos, enquanto intervenientes diretos na causa pública” e enquanto entidades que perseguem o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, nomeadamente Saúde de Qualidade (ODS 3) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS 17).

A propósito da intenção do Governo de transferir competências para as autarquias no domínio da saúde, o autarca afirmou que “o Município de Esposende estará sempre recetivo a colaborar e a assumir responsabilidades”, sublinhando, contudo, que “a transferência de competências tem de ser devidamente acompanhada das necessárias condições”.

Aproveitando a presença de muitos técnicos da área da saúde, o Presidente da Câmara Municipal lançou o desafio para que assumam uma intervenção cívica ativa no concelho, “ajudando a construir um futuro melhor para todos”.

Para o diretor do ACES Cávado, Fernando Ferreira, a criação da USF Farol Esposende representa um passo qualitativo na prestação de cuidados de saúde às populações locais, constituindo o ponto de partida de uma caminhada que se traduzirá num trabalho contínuo. Realçou, de resto, que a proximidade entre a autarquia e as estruturas de saúde se insere num contexto de perspetivas e objetivos comuns, no caso, a melhoria da qualidade de vida da população.

A sessão foi abrilhantada com momentos musicais, protagonizados pelo grupo AD HOC e pela ISATUNA, do ISAVE – Instituto Superior de Saúde.

exposendess (2).jpg

exposendess (3).jpg

exposendess (4).jpg

FAFE FOI PALCO DE APRESENTAÇÃO DE OBRA COLETIVA SOBRE HOSPITAIS E SAÚDE ENTRE BRASIL E PORTUGAL

No passado dia 4 de junho (terça-feira), foi apresentada na cidade de Fafe, o livro “Hospitais e Saúde no Oitocentos: diálogos entre Brasil e Portugal”.

A sessão de apresentação da obra coletiva de referência na área da História e Saúde, resultado de um conjunto de trabalhos elaborados por investigadores luso-brasileiros sobre arquitetura, urbanismo, património cultural e saúde no séc. XIX, decorreu no salão nobre da Santa Casa da Misericórdia de Fafe, uma das maiores instituições sociais do Norte de Portugal.

dbdbdbdb (1) (1).JPG

O historiador fafense Daniel Bastos (dir.), na sessão de apresentação do livro “Hospitais e Saúde no Oitocentos: diálogos entre Brasil e Portugal”, na Santa Casa da Misericórdia de Fafe, acompanhado da vice-provedora da instituição, Maria da Conceição Castro, e do arquiteto e urbanista brasileiro Renato Gama-Rosa

 

A apresentação da obra, uma publicação da editora Fiocruz, que concentra a maior parte dos lançamentos da Fundação Oswaldo Cruz, a mais importante instituição de ciência e tecnologia em saúde da América Latina, e uma das principais instituições mundiais de pesquisa em saúde pública, localizada no Rio de Janeiro, esteve a cargo do historiador fafense Daniel Bastos. E do arquiteto e urbanista brasileiro Renato Gama-Rosa, do Departamento de Património Histórico da Casa de Oswaldo Cruz, um dos organizadores do livro, em conjunto com a docente brasileira Cybelle Salvador Miranda, da Universidade Federal do Pará.

Refira-se, que um dos sete capítulos do livro, onde os cientistas sociais luso-brasileiros revisitam a benemérita rede de dezenas de associações de beneficência fundadas por emigrantes portugueses na transição do séc. XIX para o séc. XX, e que ainda hoje são instituições de referência no Brasil, principal destino da emigração lusa na época, é assinado pelo historiador Daniel Bastos com o título “O Hospital da Misericórdia de Fafe e a Contribuição da Benemerência Brasileira em Portugal no Século XIX”.

No decurso da sessão, que contou com a presença de vários membros da instituição social e da sociedade local, entre eles, da vice-provedora da instituição, Maria da Conceição Castro, em representação do provedor Vítor Ferreira Leite, dada a sua presença numa reunião da trabalho na capital portuguesa, e do vereador da Cultura do Município de Fafe, Pompeu Martins, todos foram unânimes em considerar que este novo livro é mais um contributo para o estreitar dos laços históricos e culturais luso-brasileiros. E em particular, no caso da Misericórdia de Fafe, sublinha a herança dos “brasileiros de torna-viagem” na instituição, assim como no concelho onde ainda hoje se encontram as suas marcas na cidade.

Refira-se que esta foi a primeira apresentação do livro em Portugal, após o seu lançamento no Brasil no início do ano no Rio de Janeiro, na Fundação Oswaldo Cruz, e posteriormente em Belém, na Universidade Federal do Pará.

dbdbdbdb (2).JPG

dbdbdbdb (3).JPG

dbdbdbdb (4).JPG

dbdbdbdb (5).JPG

dbdbdbdb (6).JPG

dbdbdbdb (7).JPG

dbdbdbdb (8).JPG

dbdbdbdb (9).JPG

dbdbdbdb (10).JPG

dbdbdbdb (11).JPG

dbdbdbdb (12).JPG

dbdbdbdb (13).JPG

dbdbdbdb (14).JPG

dbdbdbdb (15).JPG

dbdbdbdb (16).JPG

ESPOSENDE RECEBE SECRETÁRIA DE ESTADO DA SAÚDE

Secretária de Estado da Saúde responde a perguntas de jovens em Esposende

Raquel Duarte esteve presente na sessão, que teve um formato pouco habitual, a convite da Associação Cidadãos de Esposende.

nota imprensa mesa presidencia (1).jpg

"Tenho uma pergunta para si!". Foi este o tema da sessão organizada pela Associação de Cidadãos de Esposende,que contou com a presença da secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte.

O local escolhido para a sessão foi a Escola Profissional de Esposende, um ambiente descontraído e de proximidade onde os jovens de Esposende puseram as suas questões a um membro do governo.

nota imprensa 2 (1).jpg

Uma sessão multifacetada

A sessão iniciou com um momento musical dos alunos da escola, seguido de uma intervenção de Ana Soeiro, psicóloga na APF - Associação para o Planeamento da Família, que abordou a sexualidade nos jovens e formas de prevenção.

Durante a sua intervenção, Ana Soeiro abordou as diferentes doenças sexualmente transmissíveis e a forma como se manifestam, chamando a atenção dos jovens que a prevenção é o primeiro passo na sexualidade.

Seguiu-se a parte destinada a perguntas, onde os jovens tiveram a oportunidade de questionar a secretária de Estado da Saúde sobre temas que os preocupam. Foram várias as questões e todas elas atendidas de forma carinhosa por Raquel Duarte, que foi dando resposta a cada uma delas numa proximidade que cativou todos os presentes.

Foram momentos de grande cumplicidade entre os jovens e a secretária de Estado, sendo visível a boa disposição na sala que num ambiente de total entrega assistiu às diferentes intervenções de Raquel Duarte.

Mensagem à juventude

A sessão “Tenho uma pergunta para si” logrou retirar aos jovens algumas das suas duvidas e transmitir que o governo de Portugal está próximo deles, sendo esta uma das mensagens que a secretária de Estado da Saúde passou aos jovens.

“Só há uma forma de sabermos como está a nossa comunidade, é estar com ela”, disse, considerando que o governo existe para estar presente e que ações como esta são um exemplo de comunicação.

A visita da secretária de Estado foi apoiada pelos responsáveis máximos de várias entidades; hospitais, Santas Casas de Misericórdia, Cruz Vermelha ou Bombeiros foram algumas das que marcaram presença numa sessão pouco habitual no distrito de Braga.

O convite para a presença nesta sessão foi realizado pela Associação de Cidadãos de Esposende.

No seu discurso, a secretária de Estado da Saúde referiu que demorou apenas uns segundos a decidir que aceitava, dada a novidade e desafio de uma sessão com estas características.

No final a mensagem passou, os jovens saíram mais informados, mais conscientes e sobretudo saíram com uma ideia que existe um governo que pretende estar próximo da juventude e que quando se lhe lançam desafios interessantes está presente e próximo dos cidadãos.

nota imprensa.jpg

SECRETÁRIA DE ESTADO DA SAÚDE VISITA ESPOSENDE

Secretária de Estado da Saúde, Dr.ª Raquel Duarte estará em Esposende no próximo dia 3 de Junho para uma sessão com jovens.

Sobre o tema “Tenho uma pergunta para si” serão colocadas questões a um membro do governo num formato de proximidade impar no distrito.

Esta sessão é organizada pela Associação Cidadãos de Esposende

A Sessão inicia às 9h30 na Escola Profissional de Esposende, Pólo do Ramalhão em Fão e conta com o apoio da Administração Regional de Saúde do Norte I.P., e do Instituto Português do Desporto e da Juventude,I.P.

Esposende recebe novamente um membro do governo depois de no passado mês de Fevereiro o Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Dr. João Paulo Rebelo ter lançado a campanha 70JÁ em mais uma iniciativa da Associação Cidadãos de Esposende.

VIZELA CELEBRA PROTOCOLO COM ORDEM DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS

Presidente da Câmara assinou protocolo com a Ordem dos Médicos Veterinários

O Presidente da Câmara assinou esta manhã um protocolo com a Ordem dos Médicos Veterinários, para a implementação do Programa Nacional de Apoio à Saúde Veterinária para Animais de Companhia em Risco – Cheque Veterinário.

ass. prot. OMV.jpg

Este programa consiste na articulação entre os membros da Ordem dos Médicos Veterinários e os Municípios aderentes, sob a coordenação da Ordem, de forma a criar uma rede de apoio de cuidados primários médico veterinários para animais em risco.

Este programa destina-se à coordenação da atribuição de cheques veterinários emitidos pelos Municípios que irão atribuir aos responsáveis pelos animais em risco, por eles identificados, para utilização nos CAMV (Centros de Atendimentos Médico-Veterinários) participantes na rede Cheque Veterinário.

O Cheque Veterinário visa a prestação de cuidados de saúde aos animais em risco (animais errantes, animais de famílias carenciadas e colonias de gatos), nomeadamente no que se refere a esterilizações e tratamento de urgência de animais de rua acidentados.

A assinatura do Protocolo em apreço com a Ordem dos Médicos Veterinários implica um custo estimado para o ano de 2019 de € 5.900,00.

De realçar que esta medida surge no seguimento da reestruturação em curso do setor veterinário municipal, tendo em vista a construção de um plano integrado para este setor, o programa Vizela ProAnimal, recentemente apresentado pela Câmara Municipal e que este Executivo pretende desenvolver a curto e médio prazo, para estruturar, dinamizar e dignificar as políticas municipais relativas aos animais errantes.

TERRAS DE BOURO TEM HOSPITAL DO SORRISO

Apresentação do Hospital do Sorriso em Terras de Bouro  a 2 de Junho

O Projeto de voluntariado social "Hospital do Sorriso" foi criado pela APA (Associação Portuguesa de Aromaterapia), com o propósito de levar às populações mais carenciadas, ou de áreas mais interiores a oportunidade de contactar com terapias complementares e naturais, tendo como base a aromaterapia mas, com recurso a outras terapias entre as quais salientamos a acupunctura, a ventosaterapia e massagem.

5c1329472f4611a77f54fcb5a134b2b2.jpg

Neste âmbito, vai decorrer uma  acção do Hospital do Sorriso em Terras de Bouro durante o dia 2 de Junho a partir das 10h, no edifício dos Bombeiros Voluntários, entrada de frente para o Lar de Terras de Bouro. Para participar basta aparecer, fazer a inscrição e esperar pela sua vez para usufruir, de forma inteiramente GRATUITA de uma, ou mais destas terapias.

Esta atividade tem o apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro e a cedência de instalações pela parte dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro.

HISTORIADOR DANIEL BASTOS APRESENTA EM FAFE OBRA SOBRE HOSPITAIS E SAÚDE NO BRASIL E PORTUGAL

Obra coletiva sobre Hospitais e Saúde entre Brasil e Portugal apresentada em Fafe

No dia 4 de junho (terça-feira), vai ser apresentado em Fafe o livro “Hospitais e Saúde no Oitocentos: diálogos entre Brasil e Portugal”. 

A obra coletiva de referência na área da História e Saúde, resultado de um conjunto de trabalhos elaborados por investigadores luso-brasileiros sobre arquitetura, urbanismo, património cultural e saúde no séc. XIX, é apresentada às 17h30 no salão nobre da Santa Casa da Misericórdia de Fafe, uma das maiores instituições sociais do Norte de Portugal.

Autores.jpg

O historiador Daniel Bastos (esq), que em conjunto com a docente Cybelle Salvador Miranda (centro) e o arquiteto Renato Gama-Rosa (dir.) integra uma rede luso-brasileira de estudo dos Hospitais de Beneficência Portuguesa, é o autor do livro “Santa Casa da Misericórdia de Fafe – 150 Anos ao Serviço da Comunidade, obra que foi apresentada em 2012 no evento comemorativo do Ano de Portugal no Brasil da Fundação Casa de Rui Barbosa no Rio de Janeiro

A apresentação da obra, uma publicação da editora Fiocruz, que concentra a maior parte dos lançamentos da Fundação Oswaldo Cruz, a mais importante instituição de ciência e tecnologia em saúde da América Latina, e uma das principais instituições mundiais de pesquisa em saúde pública, localizada no Rio de Janeiro, estará a cargo do historiador fafense Daniel Bastos. E do arquiteto e urbanista brasileiro Renato Gama-Rosa, do Departamento de Património Histórico da Casa de Oswaldo Cruz, um dos organizadores do livro, em conjunto com a docente brasileira Cybelle Salvador Miranda, da Universidade Federal do Pará.

Refira-se, que um dos sete capítulos do livro, onde os cientistas sociais luso-brasileiros revisitam a benemérita rede de dezenas de associações de beneficência fundadas por emigrantes portugueses na transição do séc. XIX para o séc. XX, e que ainda hoje são instituições de referência no Brasil, principal destino da emigração lusa na época, é assinado pelo historiador Daniel Bastos com o título “O Hospital da Misericórdia de Fafe e a Contribuição da Benemerência Brasileira em Portugal no Século XIX”.

No decurso do seu contributo historiográfico, o investigador cujo percurso tem sido alicerçado no seio da Lusofonia destaca o concelho de Fafe como uma construção contemporânea dos “brasileiros de torna-viagem”, enquadrando o Hospital da Misericórdia de Fafe, que desempenha um papel estruturante no campo social local, como uma obra paradigmática da benemerência brasileira oitocentista, gizada a partir do modelo arquitetónico da “Beneficência Portuguesa do Rio de Janeiro”. 

Esta é a primeira apresentação do livro em Portugal, após o seu lançamento no Brasil no início do ano no Rio de Janeiro, na Fundação Oswaldo Cruz, e posteriormente em Belém, na Universidade Federal do Pará.

Capa do livrosaudehosp.jpg

CAMINHADA EM MONÇÃO “PASSO A PASSO PELA VIDA”

Com organização da Unidade de Cuidados Continuados Deu-la-Deu e Centro de Saúde de Monção com apoio da Rede Social de Monção, realiza-se no próximo domingo, 26 de Maio, pelas 17h30, a 11ª Caminhada na Luta Contra o Cancro e Doenças Cardiovasculares.

Monção- Centro de Saude Monção.png

Com a denominação “Caminhar Passo a Passo pela Vida”, a iniciativa consta de um passeio pela Ecopista do Rio Minho desde o Parque da Lodeira, junto à Ponte Internacional entre Monção e Salvaterra, até ao parque de lazer da Senhora da Cabeça, em Cortes.

Aberta a quem pretender participar, a 11ª Caminhada na Luta Contra o Cancro e Doenças Cardiovasculares, não implica pagamento obrigatório, contudo, quem pretender uma t-shirt alusiva à iniciativa e garrafa de água terá de fazer um donativo de 3,00 €.

O valor angariado reverte a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro (Núcleo Regional do Norte). As inscrições podem ser efetuadas no Centro de Saúde Monção e Unidade de Cuidados Continuados Deu-la-Deu (T. 251 653 923).

De acordo com a organização, a caminhada deverá contar com cerca de meio milhar de pessoas de todas as idades. O objetivo geral passa por estimular a atividade física e sensibilizar a comunidade local para estas problemáticas, alertando-a para a importância da componente preventiva.

AMARES: INSTITUTO SUPERIOR DE SAÚDE COMEMORA O SEU DIA

O Instituto Superior de Saúde (ISAVE), com sede em Amares, celebra o seu aniversário na próxima segunda-feira, dia 20 de Maio, com um programa diversificado que envolve as escolas do concelho e uma palestra sobre “Ética e humanização na saúde”.

O programa desenrola-se a partir das 9 horas, com as boas vindas a alunos, familiares e convidados, prosseguindo- com atividades de promoção de saúde junto do Agrupamento de escolas Gualdim pais (“Move-te com ISAVE” e “+Saúde Oral”).

A sessão solene, no auditório do ISAVE, começa às 11 horas, com intervenções de Mafalda Duarte (presidente do ISAVE), Manuel Moreira (presidente da Câmara de Amares), Gonçalo Fernandes (presidente da Associação de Estudantes) e João Luís Nogueira (presidente do Conselho de Direção).

Antes da entrega de bolsas de mérito (apoiados pela Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Alto Cávado e Basto), o prof. Rui Nunes, presidente da Associação Portuguesa de Bioética e coordenador do Departamento de Investigação da Cátedra de Bioética da UNESCO, profere uma lição sobre “Ética e Humanização na Saúde”.

Após a atuação da YSATUNA, a jornada encerra com um almoço de confraternização.

A celebração ocorre após a aprovação de um novo Curso Técnico Superior de Proteção Civil e Socorro,  para formar pessoas capazes de Gerir, supervisionar e implementar atividades de proteção civil e sistemas operacionais de prevenção de risco e elaborar e coordenar campanhas de formação e ou sensibilização e atividades de planeamento, combate ou logística de operações de socorro em contexto florestar, ambiental e urbano de forma a promover a segurança ao nível comunitário.

programaISAVE (1).JPG

ESPOSENDE... É SÓ SAÚDE!

Feira da Saúde na Zona de Ribeirinha de Esposende nos dias 18 e 19 de maio

No fim-de-semana de 18 e 19 de maio, a Zona Ribeirinha de Esposende vai acolher mais uma edição da Feira da Saúde, evento organizado pela Câmara Municipal de Esposende no âmbito do Plano Municipal de Promoção da Saúde, em colaboração com a empresa municipal Esposende 2000.

_DSC9034.JPG

A iniciativa pretende constituir-se como um incentivo à prática regular de atividade física e à manutenção de estilos de vida saudável, enquanto fatores que contribuem para a qualidade de vida da população e que ajudam a prevenir o aparecimento de certas doenças. Neste intuito, serão dinamizadas diversas atividades e workshops.

Este evento pretende também contribuir para a literacia em saúde da população, estando previstos rastreios e sessões de esclarecimento, e constitui também uma mostra dos serviços ligados à área da saúde existentes no concelho.

_DSC9064.JPG

Assim, estarão presentes a Farmácia Gomes, a Santa Casa da Misericórdia de Fão, a Santa Casa da Misericórdia de Esposende, o Laboratório Análises Clínicas Joaquim J. Nunes Oliveira, a Associação Humanitária dos Dadores de Sangue, Associação Portuguesa de Paramiloidose, Terra Pura - Fisioterapia Integral, Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Esposende, Naturhouse Esposende, CIPES-Centro de Intervenção Psicológica e Terapêutica de Esposende, a Unidade de Saúde Familiar Farol de Esposende, a Fisioterapia Avançada Costinha, a Delegação de Marinhas da Cruz Vermelha Portuguesa, a IRISMED - Clínica de Medicina Integrativa e a Audição Ativa.

A Feira da Saúde funcionará, no dia 18, entre as 14h00 e as 18h00, e no dia 19, das 10h00 às 18h00. No primeiro dia, às 15h00, a Farmácia Gomes vai esclarecer sobre “Afeções Bocais”, seguindo-se, às 15h30, uma Demonstração de uma chamada de emergência e suporte básico de vida pela Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Esposende. A partir das 16h00, a Esposende 2000 realiza Aulas de Pilates e Yoga e, pelas 17h00, decorrerá uma sessão de esclarecimentos “Rastreios e exames de rotinas” pela Unidade de Saúde Familiar (USF) Farol de Esposende.

No dia 19, a Esposende 2000 promove, a partir das 10h00, Aulas de Fun Spin, decorrendo, às 11h00, a apresentação, pela Associação Pata de Açúcar, do projeto Pata de Açúcar - auxílio ao diabético no que concerne ao seu autocontrolo, com recurso aos animais. Meia hora mais tarde, a Esposende 2000 realiza uma Aula de Pump. Já no período da tarde, às 15h00, a IRISMED - Clínica de Medicina Integrativa realiza uma sessão de esclarecimento sobre Homeopatia Pediátrica e, pelas15h30, a Farmácia Gomes, esclarecerá sobre “Amamentação e Criopreservação das Células Estaminais”. A empresa Terra Pura - Fisioterapia Integral realiza, pelas 16h30, um Workshop de Ginástica abdominal Hipopressiva e Pilates Clínico.

A realização deste evento tem subjacentes os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável “Saúde de Qualidade” (ODS 3) e “Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade” (ODS17), metas que integram a Agenda 2030 da ONU, que o Município de Esposende verteu para o seu plano de ação.

_DSC9093 (1).JPG

ALTO MINHO COMEMORA DIA MUNDIAL DO MÉDICO DE FAMÍLIA

“No dia 19 de Maio comemora-se, mundialmente, o Dia do Médico de Família.

Este ano, um grupo de Médicos que se encontram a formar como Especialistas em  Medicina Geral e Familiar (MGF) da Direcção de Internato Ricardo Jorge (para a Unidade Local de Saúde do Alto Minho - ULSAM) e o seu Director de Internato, reuniram-se em volta da comemoração deste dia, explicando quem somos, o que fazemos e a quem servimos. 

a1.JPG

A Medicina Geral e Familiar é uma especialidade médica responsável pela prestação de cuidados abrangentes e continuados a todos os indivíduos. Abarca diversos papéis como a promoção da saúde e a prevenção da doença, prestando também cuidados curativos e paliativos, de acordo com as necessidades de saúde e recursos disponíveis na comunidade. Os Médicos de Família cuidam dos indivíduos no contexto das suas famílias, comunidades e culturas. O Médico de Família é o especialista da pessoa.

Com vista a dignificar o trabalho diário e a especialidade, «tantas vezes desvalorizados por quem não conhece nem reconhece este trabalho», considerámos fundamental divulgar o dia do Médico de Família, procurando desmistificar ideias sobre esta especialidade.”

a2.JPG