Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CELORICO DE BASTO VESTE-SE DE AZUL CONTRA A DIABETES

Mês de sensibilização para a Diabetes em Celorico de Basto . Unidade Móvel de Saúde de Celorico de Basto sensibiliza para a diabetes com várias ações durante o mês de novembro

Biblioteca Municipal vestiu-se de azul

Como habitualmente, a UMS associou-se à Federação Internacional da Diabetes (IDF) com base no tema “Família e Diabetes” e, ao longo do mês de Novembro prevê organizar uma série de ações que sensibilizem para esta doença crónica.

_DSC7130

 “A nossa UMS tem vindo a fazer um bom trabalho na sensibilização para a prevenção. De facto, prevenir é o melhor remédio por isso, é preciso atuar por antecipação, é preciso manter esta informação massiva junto das populações para levar a comportamentos saudáveis e preventivos” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

Durante o mês, a UMS está a desenvolver rastreios para a diabetes pelas freguesias do concelho, a desenvolver caminhadas, aulas de hidroginástica e de ginástica junto de públicos específicos (crianças e idosos). O objetivo é sensibilizar com ações concretas para a prática de exercício físico e uma alimentação saudável como meio e forma de combate à doença.

“Baseados no tema “Família e diabetes” durante este mês procuramos sensibilizar para a importância da família no controlo da diabetes, isto quando os casos já estão diagnosticados. A família de uma pessoa com doença como a diabetes é muito importante e deve estar incluída nas práticas diárias do doente ajudando-o a tratar e alcançar um bom controlo da glicemia” disse Joana Teixeira, Técnica da UMS. “A retaguarda familiar pode ser vital no controlo da doença”.

A campanha inclui ainda a iluminação de espaços públicos de azul, como a Biblioteca Municipal, e uma palestra de “Educação para a Saúde” ministrada aos alunos do 4º ano do Agrupamento de Escolas.

_DSC7135

BARQUENSES CAMINHAM PELA SUA SAÚDE

Ponte da Barca promove caminhada “Caminhe e Previna as Doenças Cardiovasculares”. Iniciativa integrada no âmbito das atividades do Centro de Marcha e Corrida

No âmbito das atividades promovidas pelo Centro de Marcha e Corrida vai ter lugar no domingo, dia 18 de novembro, a caminhada “Caminhe e Previna as Doenças Cardiovasculares” com saída do edifício dos Paços do concelho, às 10h00.

Recorde-se que o Centro de Marcha e Corrida de Ponte da Barca  visa a prática da marcha e corrida e disponibiliza, desde a sua abertura, sessões semanais com apoio técnico e opções por quatro percursos  todos com partida nas piscinas municipais, onde funciona o gabinete de atendimento.

caminhada CMMC - 18 novembro

ONDA ROSA VARRE TERRAS DE BOURO

Campanha Onda Rosa 2018 da Liga Portuguesa contra o Cancro em Terras de Bouro

O Município de Terras de Bouro associou-se mais uma vez a esta importante iniciativa promovida pela Liga Portuguesa Contra o Cancro. Além de uma dinâmica e pedagógica actividade de rua, incluindo as escolas, com respectivos trabalhos alusivos ao tema, decorreu no Salão Nobre do Município uma sessão que procurou, de uma forma diferente, mas assertiva, alertar para o incentivo e prevenção precoce do cancro da mama.

CAPA

Pelo quinto ano consecutivo o Departamento de Educação para a Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Norte desenvolve a campanha "Onda Rosa" procura incentivar a prevenção e o diagnóstico precoce do cancro da mama. Desde 2014 que, na segunda quinzena do mês de outubro, balizada por duas efemérides -  o Dia Mundial da Saúde da Mama a 15 de outubro e o o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama, a 30 de outubro - a Liga Portuguesa contra o Cancro desafia a comunidade a juntar-se a esta Onda, colorindo o País de cor-de-rosa a contribuindo para uma maior consciencialização relativamente ao cancro da mama.

DSC_0279

DSC_0289

DSC_0290

DSC_0300

DSC_0331

DSC_0333

DSC_0337

DSC_0338

DSC_0340

DSC_0344

DSC_0346

DSC_0349

DSC_0350

DSC_0355

CABECEIRAS DE BASTO APOIA UTENTES DO CENTRO DE SAÚDE

Câmara Municipal apoia utentes do Centro de Saúde

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou, por unanimidade, na sua última reunião, do passado dia 26 de outubro, apoiar 38 utentes da Unidade de Saúde Familiar ‘O Basto’ de Cabeceiras de Basto/ACES AVE I – Terras de Basto na deslocação ao IPO do Porto para rastreio do cancro da mama, assumindo, assim, o Município a responsabilidade de apoiar, no âmbito das suas atribuições e competências, iniciativas de promoção da saúde e prevenção das doenças.

Bandeira do Município de Cabeceiras de Basto

Durante esta reunião foi aprovada, por maioria, com quatro votos a favor (PS) e três abstenções (IPC), a fixação das taxas de IRS, IMI - Imposto Municipal sobre Imóveis, Derrama e Taxa Municipal de Direitos de Passagem. A Câmara Municipal deliberou assim fixar as seguintes taxas:

  • Taxa de IRS variável – 4%
  • Derrama – para empresas com volume de negócios anual até 150.000€ - 0,0% | para empresas com volume de negócios anual superior a 150.000€ - 1%
  • Taxa Municipal de Direitos de Passagem – 0,25%
  • Taxa de IMI para os prédios rústicos – 0,8%
  • Taxa de IMI para os prédios urbanos – 0,3% (com redução para habitação própria para as famílias em função do número de dependentes: famílias com 1 dependente a cargo têm redução de 20 euros | 2 dependentes – 40 euros de redução | 3 ou mais dependentes – 70 euros redução).

A proposta será, agora, remetida à próxima reunião da Assembleia Municipal para deliberação.

O executivo Cabeceirense deliberou, com 7 votos a favor, condecorar com a Medalha de Mérito Público de Cabeceiras de Basto – Grau Prata a Campeã Olímpica Marta Prata Teixeira, descendente de Cabeceirense e residente há 14 anos em Cabeceiras de Basto. Recorde-se que a jovem atleta conquistou, em 17 de outubro passado, a Medalha de Ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude 2018 ao serviço da Seleção Nacional Feminina de Futsal na competição disputada na Argentina.

No decurso desta reunião foram, ainda, atribuídos por unanimidade mais cinco apoios de incentivo à natalidade no montante de 2.500 euros. Com este incentivo, a Câmara Municipal pretende promover estímulos específicos que conduzam, por um lado, ao aumento da natalidade e, por outro, à melhoria das condições de vida das famílias residentes no Município. Foi igualmente aprovado mais um apoio à iniciativa empresarial e económica nas áreas agrícolas, pecuária ou florestal no montante de 1.000 euros.

Por unanimidade, o executivo municipal deliberou submeter a discussão pública, por um período de trinta dias úteis, o Relatório sobre o Estado do Ordenamento do Território (REOT).

De entre outros assuntos, foram aprovados três pedidos de cedência de transporte, dois do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto e um da Associação Antigos Atletas Cabeceirenses; foi aprovado ainda um pedido de redução de taxas a um munícipe para frequência da Piscina Municipal de Refojos, um pedido de alteração de alvará de loteamento e um pedido de isenção de taxas relativas a um processo de construção de armazém agrícola.

FAFE ASSINALA DIA NACIONAL DE PREVENÇÃO DO CANCRO DA MAMA

O Município de Fafe assinalou, hoje, o Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama, através da distribuição de folhetos informativos e de um conjunto de fotografias aos munícipes que se deslocaram aos equipamentos municipais, numa moldura alusiva à data.

810_2083A

Muitos funcionários associaram-se à efeméride e vestiram-se de cor de rosa para assinalar este dia que procura, essencialmente, incentivar a prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama e promover a consciencialização sobre a doença.

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, explica que “através do movimento “Onda Rosa”, durante o mês de Outubro, é colocada especial atenção na Prevenção do Cancro da Mama e, nós, em Fafe, não quisemos também deixar passar a data em branco e, através da distribuição de flyers informativos e fotografias, procuramos alertar a população para este flagelo.

Aproveitamos para fazer um apelo à mudança de comportamentos perante a doença e divulgar informação sobre o tratamento, o rastreio, o diagnóstico e a prevenção do cancro da mama.

É fundamental que as pessoas, mulheres e também os homens, estejam atentos e façam exames preventivos e tenham um acompanhamento frequente.”

Recorde-se que, também neste âmbito, o Município de Fafe, em parceria com a Liga Portuguesa Contra o Cancro, assegura o transporte para exames de diagnóstico complementar.

810_2088A

810_2090A

810_2132A

810_2168A

MELGAÇO CONVIDA PARA LARGADA DE BALÕES

Amanhã: Ação pretende sensibilizar população para a temática da prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama

Amanhã, o Município de Melgaço convida todos para uma largada de balões rosa, no Largo Hermenegildo Solheiro, pelas 11h00. A iniciativa acontece no âmbito do ‘Outubro Rosa’, ação promovida pela Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) com o propósito de sensibilizar a população e a comunidade escolar para a temática da prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama.

NI

A iniciativa acontece no dia em que se assinala o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama (dia 30 de outubro), data também de encerramento da campanha da LPCC. O Município apela a que a população se concentre no Largo (em frente à Câmara Municipal) associando-se à causa, e que se vista de Rosa ou Branco para que se registe o momento em fotografia.

ONDA ROSA ASSINALADA POR TODO O MUNDO

O movimento conhecido como ‘Outubro Rosa’ nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controlo do cancro da mama. Um pouco por todo o mundo, durante este mês, a cor rosa alastra-se com o objetivo de permitir sensibilizar a população para a temática da prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama.

Neste mês, são assinaladas duas efemérides: a 15 de outubro assinala-se o Dia Mundial da Saúde da Mama e a 30 de outubro o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama. É no período compreendido entre estas datas que a Liga Portuguesa Contra o Cancro desenvolve o movimento ‘Onda Rosa’, procurando incentivar à prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama.

LB_Post

PONTE DA BARCA CAMINHOU PELA LUTA CONTRA O CANCRO

Iniciativa 'Onda Rosa' mobilizou centenas de pessoas em torno da consciencialização e prevenção do cancro da mama

Capturar1

Foram centenas as pessoas que se juntaram ontem, na Praça do Município de Ponte da Barca, para participar numa caminhada que a autarquia promoveu para assinalar o Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama.

Por paisagens idílicas como a zona ribeirinha e a ecovia, foram 5 quilómetros que os participantes percorreram unidos em torno desta problemática.

No final, procedeu-se à formação de um laço rosa humano, símbolo usado como forma de apoio a quem luta contra o cancro da mama e a uma largada de balões.

A Câmara Municipal agradece a todos os participantes e a todos quanto colaboraram na realização desta iniciativa, nomeadamente aos alunos da Escola Básica e Secundária, à professora Susana leal e à Ecobarcaventura.

IMG_6201

IMG_6224

IMG_6235

1º CONGRESSO INTERNACIONAL DE SAÚDE DE ENFERMAGEM DE SAÚDE FAMILIAR REALIZA-SE EM ARCOS DE VALDEVEZ

Realizou-se nos dias 12 e 13 de outubro, na Casa das Artes concelhia, o I Congresso Internacional de Enfermagem de Saúde Familiar, promovido pela Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Familiar (Spesf), com o apoio do Município de Arcos de Valdevez.

2

Neste encontro, onde foram debatidas perspetivas sobre o Desenvolvimento Global da Enfermagem de Saúde Familiar, estiveram presentes a International Familly Nursing Association (IFNA); Associacion de Enfermeria Comunitaria e da Associacion Galega de Enfermeria Familiar e Comunitaria e Alto Comissariado para as Migrações.

Estiveram presentes 200 participantes; foram realizados 5 workshops de sucesso; realizadas 60 comunicações livres e apresentados pósteres de excelência.
A Sociedade Portuguesa de Enfermagem de Saúde Familiar (Spesf) pretende contribuir para que a história da Enfermagem da Saúde Familiar seja cada vez mais coletiva, integrativa, mais vasta e mais participativa.
O I Congresso Internacional de Enfermagem de Saúde Familiar contou com o patrocínio científico das Escolas de Enfermagem de todo o país e do Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (CINTESIS).

Sem Título

TERRAS DE BOURO: PROJETO PIMPOLHO PROPORCIONOU ASTREIO DE AMBLIOPIA

No âmbito do Projeto Pimpolho e pelo terceiro ano consecutivo, a Câmara Municipal de Terras de Bouro proporciona às crianças dos jardins de infância do concelho um rastreio de ambliopia, promovido pelo Hospital de Braga.

capa

 Tal é possível depois de ter sido celebrado um acordo em que o Município assumiu liderar o processo em articulação com as escolas e proporcionar o transporte.

O rastreio de ambliopia (também conhecido por olho vago ou preguiçoso e que diminui a acuidade visual) é fundamental, pois, diagnosticado nesta idade, tem tratamento.

O primeiro grupo de dezanove crianças, do jardim de infância do Centro de Solidariedade Social de Valdosende, foi rastreado no dia 24 e já dia 31 de outubro outro grupo de crianças seguirá o mesmo destino.

BRACARENSES CAMINHAM CONTRA O CANCRO

Esta já tradicional caminhada solidária encontra-se inserida na Programação do Outubro Rosa e também nos eventos da Cidade Europeia do Desporto, e tem por objectivo angariar fundos para a Associação Rosa Vida que presta apoio a doentes oncológicos em situação de grave carência económica.

Esta caminhada tem colorido de rosa o centro histórico de Braga dada a forte adesão da população.

Este ano contamos repetir o sucesso com mais de 3000 pessoas na rua. Para isso é muito importante o vosso apoio, nomeadamente na cobertura do evento.

POSTER 2018

BARCELOS JUNTA-SE À CAMPANHA NACIONAL "ONDA ROSA"

O Município de Barcelos e a Rede de Bibliotecas Escolares associam-se à “Onda Rosa”, uma iniciativa inserida na Campanha de Luta Contra o Cancro da Mama, da Liga Portuguesa contra o Cancro.

Onda Rosa 2018

Outubro é o mês dedicado à prevenção do Cancro da Mama, assinalando-se no dia 15 de outubro o Dia Mundial da Saúde da Mama e, a 30 de outubro, o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama.

Durante o mês de outubro a cidade ficará mais colorida: as montras das lojas comerciais, as ruas e os principais edifícios públicos vão entrar nesta “Onda Rosa” e serão enfeitados com grandes laços cor de rosa para que este dia não passe despercebido.

Em Barcelos, esta iniciativa conta com a parceria de várias instituições e pretende “colorir” ruas, objetos, pessoas e redes sociais da cor que, tradicionalmente, simboliza a mulher.

O objetivo primordial é informar a comunidade para a importância da prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama. Pretende, ainda, alertar a comunidade para a necessidade de aderir ao rastreio, sendo este o meio mais eficaz de prevenção e controlo da doença.

PONTE DA BARCA CAMINHA PELA LUTA CONTRA O CANCRO DA MAMA

28 de outubro | 10h | Praça do município

Para assinalar o Dia Nacional da Luta Contra Cancro da Mama que se comemora, anualmente, no dia 30 de outubro, a Câmara Municipal de Ponte da Barca promove uma caminhada de 5km, no dia 28 de outubro, às 10h00, com partida da Praça do Município, e no final a formação de um laço rosa humano, símbolo usado como forma de apoio a quem luta contra o cancro da mama.

A iniciativa que decorre há alguns anos e sempre com a participação de centenas de pessoas pretende, além da sensibilização para a prevenção precoce da doença, promover a angariação de fundos destinados ao apoio social à mulher com cancro da mama e à divulgação de projetos da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

43122716_1492210867546558_4147594602863394816_n

ESPOSENDE SENSIBILIZA PARA O CANCRO NA MAMA

Campanha Outubro Rosa. Município de Esposende sensibiliza para a prevenção do cancro de mama

O Município de Esposende, em colaboração com a ACICE, associa-se, mais uma vez, à Liga Portuguesa contra o Cancro e, durante este mês, leva a efeito a campanha de consciencialização “Outubro Rosa”.

cartaz a2

O mês de outubro é marcado por duas efemérides: no dia 15 assinala-se o Dia Mundial da Saúde da Mama e, no dia 30, o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama. Esta campanha pretende, assim, despertar a comunidade, particularmente as mulheres, para a necessidade do diagnóstico precoce, bem como para a promoção de estilos de vida saudáveis que previnam esta doença.

Esta campanha de sensibilização traduz-se na decoração com a cor rosa de ruas e das montras da cidade, bem como dos edifícios municipais, sendo que a comunidade é convidada a juntar-se à onda “Outubro Rosa”, de forma individual ou em grupo, promovendo uma atividade para grupos organizados ou simplesmente passando a palavra.

Segundo dados da Liga Portuguesa Contra o Cancro estima-se que na Europa surjam todos os anos 430 mil novos casos de cancro de mama, e que uma em cada dez mulheres venha a desenvolver a doença antes dos 80 anos. Em Portugal são detetados, anualmente, cerca de 4500 novos casos, sendo que, se tratados logo de início apresentam uma taxa de cura que pode chegar aos 95%.

FAMALICÃO PROMOVE DESPORTO, CONVÍVIO E SAÚDE PARA A POPULAÇÃO SÉNIOR

Programa municipal “Mais e Melhores anos” já arrancou com muito desporto, convívio e saúde. Programa é de frequência gratuita e envolve mais de 3500 famalicenses na prática desportiva

Em Vila Nova de Famalicão, o arranque do ano letivo não convoca apenas as crianças e os jovens para a escola, aqui o mês de setembro significa também o recomeço do programa “Mais e Melhores Anos” destinado aos seniores do concelho. E, por esta altura, já os cerca de 3.500 famalicenses inscritos no programa estão de regresso às atividades desportivas.

AFS_1528

Depois da pausa de verão, o programa municipal “Mais e Melhores Anos” regressou em força aos vários complexos desportivos do concelho (Famalicão, Ribeirão, Joane e Oliveira São Mateus) e as inscrições decorrem a bom ritmo, podendo ser realizadas em qualquer altura do ano.

O programa divide-se em três vertentes, proporcionando atividade física, lazer e convívio aos seniores famalicenses, reabilitação física e também desporto adaptado a pessoas portadores de deficiência. A frequência é gratuita, sendo que cada inscrito paga apenas o seguro de acidentes pessoais no valor de 2,5 euros por ano.

Mais de duas dezenas de técnicos municipais habilitados estão envolvidos no projeto, entre professores de educação física e fisioterapeutas, promovendo quase 20 modalidades desde a hidroginástica, hidroterapia, boccia, ginástica funcional, pilates e yoga, entre muitas outras.

O programa proporciona ainda o convívio, o bem-estar e o divertimento através da realização de iniciativas como o Cantar dos Reis, o Carnaval Sénior, o Sarau e Piquenique Sénior, a Tarde Sénior, na Feira de Artesanato e Gastronomia, entre outras.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “o programa Mais e melhores Anos cumpre uma função muito importante que é a de promover o desporto, a saúde, o bem-estar e hábitos de vida ativa entre a população idosa”. Além disso, “tira os idosos de casa e envolve-os em iniciativas de convívio e divertimento, o que é fundamental para a sua qualidade de vida”.

As atividades decorrem nos complexos de piscinas do concelho (em Famalicão, Ribeirão, Joane e Oliveira São Mateus) durante todos os dias da semana. Os interessados podem inscrever-se em qualquer altura nas secretarias de qualquer complexo de piscinas, mas preferencialmente, na periferia da sua zona habitacional.

AFS_4647

FAMALICENSES DEBATEM ALZHEIMER

Passeio e Café Memória, da Associação Alzheimer Portugal, chegam a Famalicão pela primeira vez. Um passeio e um café para se falar sobre Alzheimer

Informar e consciencializar sobre a doença de Alzheimer, para os sinais de alerta e, sobretudo, para a necessidade de um diagnóstico precoce é o principal objetivo da caminhada e do encontro informal que a Associação Alzheimer Portugal vai promover nos próximos dias em Vila Nova de Famalicão, com o apoio da Casa da Memória Viva de Famalicão e da autarquia famalicense.

image58835

O primeiro momento decorre já neste sábado, dia 29, com a chegada do grande evento anual da Alzheimer Portugal a Famalicão - o Passeio da Memória. A atividade, que se realiza desde 2011 e que este ano vai passar por 67 municípios portugueses, consiste numa caminhada solidária de cerca de 4,5 quilómetros, com partida e chegada no Parque da Devesa (junto ao estacionamento do CITEVE) e cuja participação está sujeita a uma doação mínima de 5 euros.

Já no dia 10 outubro, às 16h00, o café-concerto da Casa das Artes recebe a primeira sessão no concelho famalicense da iniciativa “Café Memória”. Trata-se de um espaço de partilha de experiências e de diálogo à volta do problema das demências, procurando-se soluções para as doenças a partir do conhecimento concreto das implicações das mesmas para o doente, família, cuidadores e comunidade envolvente.

A representante da delegação Norte da Associação Alzheimer Portugal, Ana Taborda, fala em “dois momentos de convívio e de partilha de experiências para que as pessoas se sintam à vontade para falar sobre a doença”.

A dirigente falava esta segunda-feira, 24 de setembro, na conferência de imprensa de apresentação dos dois eventos em Famalicão, que contou ainda com a presença da vereadora da Saúde Pública da autarquia, Sofia Fernandes, do representante da Casa da Memória Viva de Famalicão, Carlos de Sousa, e de Pedro Silva Moreira, dirigente da Calcantes, associação responsável pelo desenho do trajeto da caminhada.

Sofia Fernandes salientou a importância deste tipo de atividades para que as famílias saibam que têm sempre a quem recorrer, caso se encontrem nesta situação. A vereadora da autarquia famalicense adiantou ainda que a problemática das demências vai continuar a ser uma preocupação do executivo municipal e que está já a ser preparado um projeto concelhio para 2019 dedicado às doenças mentais e demências.

Carlos de Sousa, da Casa da Memória Viva de Famalicão, agradeceu a sensibilidade e o acolhimento do município para colocar no terreno estas duas iniciativas. “Nem nos livros aprendemos tudo e estas iniciativas são espaços de entreajuda que fazem todo o sentido em Famalicão”, disse.

Mais informações em www.cafememoria.pt e www.passeiodamemoria.org

GOVERNO QUER TRATAR-NOS DA SAÚDE ORAL

Os governos anteriores encerraram centros de saúde e encaminharam as mulheres grávidas para as maternidades de Espanha, contribuindo para o despovoamento do interior.

O governo acaba de celebrar protocolos com 65 autarquias com vista ao estabelecimento de consultórios com dentista e planeia vir a alargar uma rede a todo o país de forma a que a população portuguesa passe a ter acesso à medicina dentária através do Serviço Nacional de Saúde, em todos os concelhos do país, até 2020.

salhist

Quem atualmente recorre ao médico dentista para proceder à prevenção ou tratamento de patologias orais e maxilares com vista à manutenção da saúde, higiene bocal e integridade dos seus dentes, está longe de imaginar os sacrifícios a que o paciente era outrora forçado a submeter-se, devendo-se o facto à extraordinária evolução da medicina dentária, sobretudo a partir do século passado.

Até ao século XIX, a atividade de dentista era exercida pelo barbeiro-sangrador que, munido de bisturi, cortava a veia e fazia a sangria, sarjava, lancetava, aplicava bichas e ventosas e arrancava dentes, para além de fazer a barba e cortar o cabelo aos seus clientes. Como ferramentas do ofício utilizavam navalha, pente, tesoura, lanceta, ventosa, sabão, pedra de amolar, bacia de cobre, escalpelo, boticão, escarificador, turquês e… a sanguessuga!

A extração dos dentes era feita sem anestesia em virtude desta ainda não ter sido inventada. Faziam curativo de fístulas dentárias, tratamento das cáries com aplicação de remédios tópicos.

Até ao século XVII, os dentes postiços com que se procedia à substituição dos naturais eram humanos ou produzidos em osso, marfim ou massa endurecida e presos àqueles com grampos de metal. Apenas dois séculos mais tarde, passaram a ser produzidos os dentes de porcelana e passou a aplicar-se pivôs e dentaduras e a fazer-se o preenchimento das cáries com chumbo. Até bem recentemente, os mais abastados preferiam exibir dentes de ouro.

Apesar da aparente rudeza com que a profissão era exercida, o ofício de barbeiro-sangrador estava regulamentado e aqueles que o exerciam eram, pelo menos até ao século XVI, obrigados a exercer a profissão durante dois anos no Hospital Real de Todos-os-Santos a fim de conseguirem a carteira profissional que lhes era passada pelo cirurgião-mor.

Um autêntico pavor invadia qualquer pessoa perante a simples ida ao dentista, tal era a forma brutal com que o paciente era antes tratado. Porém, o desenvolvimento dos conhecimentos técnicos e a forma de atendimento e tratamento alteraram profundamente esta atividade, vencendo aos poucos a barreira do medo que antes lhe estava associada.

A profissão deixou de ser exercida pelo barbeiro-sangrador e passou para a área da medicina. Não obstante, ela continuou a exercer pavor entre aqueles que com mais urgência necessitam de recorrer ao dentista… e, não nos admiraria se neste preciso momento, ao ler este artigo, algum leitor não esteja já a sentir dor de dentes!

FAMALICENSES VÃO BENEFICIAR DE “SAÚDE ORAL PARA TODOS”

Acordo entre o município e o Governo foi hoje assinado. Gabinete médico dentário deverá ficar disponível num Centro de Saúde do ACES, em meados de 2019

O município de Vila Nova de Famalicão integra a linha da frente de municípios que vão receber o programa “Saúde Oral para Todos” que vai permitir a disponibilização de consultas de medicina dentária através do Serviço Nacional de Saúde.

Sede do ACES Ave, em Delães

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, esteve esta terça-feira, em Lisboa, para formalizar a adesão do município ao protocolo promovido pelo Governo, assumindo assim, todos os encargos financeiros com os equipamentos necessários para a criação de um consultório dentário num Centro de Saúde do concelho, através de um investimento municipal que deverá rondar os 50 mil euros. Por sua vez, o Governo compromete-se a realizar as obras necessárias no espaço dedicado às consultas de medicina dentária, assim como assegurar os recursos humanos habilitados (médico dentista e auxiliar técnico), os consumíveis necessários e as adequadas condições de funcionamento do espaço. O gabinete deverá ficar disponível em meados do próximo ano.

“É uma excelente oportunidade para conseguirmos garantir a toda a população o acesso à prestação de cuidados de saúde essenciais e de proximidade” afirma a propósito Paulo Cunha, acrescentando que o investimento do município surge no âmbito das “políticas de apoio social desenvolvidas pela Câmara Municipal, através de uma parceria com a Administração Regional de Saúde do Norte, e irá contribuir para a promoção de uma política efetiva de combate às assimetrias territoriais e sociais”.

O autarca aproveitou a oportunidade para reafirmar a disponibilidade do município para continuar a cooperar com o Governo no que diz respeito aos cuidados de saúde, adiantando que “as autarquias desempenham, ao nível local, um papel preponderante, no âmbito do bem-estar das populações, constituindo-se como uma plataforma naturalmente capaz de congregar os vários domínios de atuação das políticas públicas”.

O protocolo será ratificado numa das próximas reuniões do executivo municipal.

CAFÉ MEMÓRIA SENSIBILIZA COMUNIDADE DE ESPOSENDE PARA DEMÊNCIAS

22 de setembro – Casa da Juventude

A Casa da Juventude de Esposende vai acolher, no próximo dia 22 de setembro, às 15h00, uma sessão itinerante do Café Memória, uma iniciativa da Sonae Sierra e da Associação Alzheimer Portugal, em parceria com a Fundação Montepio, a Fundação Calouste Gulbenkian e o Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa.

AF ESPOSENDE A3

Esta ação será o ponto de partida para a criação do “Café Memória” no concelho de Esposende, na sequência do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Município de Esposende em parceria com Associação Alzheimer Portugal, Centro Social da Juventude Unida de Marinhas e Unidade ConVidaSaúde do Agrupamento de Centros de Saúde Cávado Ill–Barcelos/Esposende.

Neste contexto, o Município aprovou, recentemente, o protocolo a celebrar com a Associação Alzheimer Portugal, Sierra Portugal, S.A e o Centro Social da Juventude Unida de Marinhas com vista a criar no concelho um espaço destinado aos familiares, cuidadores e amigos de pessoas com Alzheimer ou com outro tipo de demência, em que possam partilhar experiências, informação e servir de suporte mútuo, num contexto informal.

Esta sessão pretende, assim, informar e sensibilizar a comunidade sobre as demências, de forma descontraída e informal. Inicia com o acolhimento individual de cada um dos participantes, uma dinâmica de apresentação seguida de uma pausa para café para promover o convívio entre todos. Termina com a apresentação do tema “Vamos falar sobre Doença de Alzheimer e outras demências” por dois técnicos que conduzem a sessão. A participação nesta sessão é gratuita e não necessita de inscrição prévia.

O Café Memória foi lançado em 2013 e consiste numa intervenção comunitária na área das demências complementar à resposta técnica. Conta atualmente com 18 locais de encontro em todo o país e com o contributo de mais de 60 entidades parceiras, a nível nacional e local. Destina-se a pessoas com problemas de memória ou demência, bem como aos seus familiares e cuidadores e concretiza-se com a criação de locais de encontro para partilha de informação, experiências e suporte mútuo, com o acompanhamento de profissionais de saúde ou ação social e voluntários.

Pretende, assim, contribuir para a melhoria da qualidade de vida e redução do isolamento social em que muitas destas pessoas e famílias se encontram e sensibilizar as comunidades locais para a relevância crescente do tema das demências, desconstruindo o estigma que lhe está associado.

Igualmente com o objetivo de sensibilizar a comunidade para a problemática das demências, no dia 21 de setembro, Dia Mundial da Doença de Alzheimer, terá lugar em Esposende o Passeio da Memória, uma caminhada solidária a favor da Associação Alzheimer Portugal.

FAMALICENSES DÃO "UM DIA PELA VIDA"

“Um dia pela Vida” encerra passagem por Famalicão com dia em cheio na Devesa. Projeto solidário da Liga Portuguesa Contra o Cancro chegou em abril ao concelho famalicense

Depois de quase cinco meses com perto de meia centena de atividades de angariação de fundos e de educação para a saúde em todo o concelho, o projeto “Um dia Pela Vida”, promovido pela Liga Portuguesa Contra o Cancro, termina este sábado, 15 de setembro, a sua passagem por Vila Nova de Famalicão com uma grande festa de encerramento que decorrerá ao longo de todo o dia, no Parque da Devesa.

Parque da Devesa

O grande destaque da iniciativa, de cariz solidária, vai para a realização de uma caminhada noturna, a partir das 00h00, na Devesa.

O desporto vai, de resto, dominar o programa do evento, que da parte da tarde, a partir das 14h30, contará ainda com demonstrações de Alex Ryu Jitsu, aulas de Pilates, Yoga, Aerobox e uma atividade de estafeta.

Pelo meio há ainda vários workshops - de artes plásticas, pinturas faciais, defesa pessoal, entre outros temas – e muita música, com as atuações do Rancho Folclórico de S. Miguel-o-Anjo, Vitor Faria, Literatuna, TUSEFA, Grupo de Cavaquinhos do Liberdade Futebol Clube e muito mais.

Recorde-se que “Um Dia Pela Vida” é uma iniciativa promovida pela Liga Portuguesa Contra o Cancro no âmbito de um programa internacional da American Cancer Society. No mundo, 23 países já fazem parte deste projeto que a nível internacional é designado por Relay For Life. Em Portugal teve início em 2005 e decorreu já em 50 localidades. Nestes 11 anos, mais de 250 mil pessoas contactaram de alguma forma com este projeto e, aproximadamente, 60 mil participaram ativamente.

Em Vila Nova de Famalicão, o “Um Dia Pela Vida” decorre desde o dia 28 de abril, tendo contado com várias iniciativas espalhadas pelas freguesias do concelho, organizadas por 16 equipas formadas por membros da comunidade.

Informar e educar a comunidade sobre a prevenção do cancro, angariar fundos para os serviços de apoio ao doente oncológico, investigação oncológica, programas de prevenção e rastreios da Liga Portuguesa Contra o Cancro, bem como divulgar as atividades da instituição são os principais objetivos da iniciativa

ESPOSENDE ASSINALA DIA MUNDIAL DA DOENÇA DE ALZHEIMER

Esposende alerta para as demências com Passeio da Memória. 21 de setembro

O Dia Mundial da Doença de Alzheimer, que se comemora a 21 de setembro, vai ficar marcado em Esposende pela realização do Passeio da Memória. Trata-se do grande evento anual da Associação Alzheimer Portugal, que assinala o Dia Mundial desta doença e ao qual o Município de Esposende se associa, com a colaboração da empresa municipal Esposende 2000.

O Passeio da Memória consiste numa caminhada solidária a favor da Alzheimer Portugal. A participação pressupõe um donativo de 5 euros por pessoa, sendo que a receita reverte integralmente para a Associação Alzheimer. As inscrições são efetuadas diretamente no site institucional do evento em: http://passeiodamemoria.org/pt/esposende, ou presencialmente nas Juntas de Freguesia ou no Centro de Informação Turística.

A caminhada terá início pelas 21h30, no parque em frente às Piscinas Foz do Cávado e percorrerá a avenida marginal até à Praça das Lampreias, na foz do rio Cávado.

Para além de assinalar o Dia Mundial da Doença de Alzheimer, o Passeio da Memória pretende informar e consciencializar a comunidade para a importância de reduzir o risco de desenvolver demência e para os sinais de alerta da Doença de Alzheimer e, sobretudo, para a importância do diagnóstico atempado.

A doença de Alzheimer é a forma mais prevalente das várias demências existentes e provoca uma deterioração global, progressiva e irreversível de diversas funções cognitivas (memória, atenção, concentração, linguagem, pensamento, entre outras). Esta deterioração tem como consequências alterações no comportamento, na personalidade e na capacidade funcional da pessoa, dificultando a realização das suas atividades de vida.

Também com o intuito de informar e sensibilizar a população para a problemática das demências, realiza-se, no dia 22 de setembro, na Casa da Juventude de Esposende, uma sessão itinerante do Café Memória, a partir das 15h00, com entrada livre.

passeio memória