Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PONTE DE LIMA INAUGURA CAMPO DESPORTIVO EM S. MARTINHO DA GÂNDRA

Ponte de Lima - Inauguração do Campo Municipal de S. Martinho da Gandra. 20 de agosto – 11h30

No âmbito da estratégia de coesão social e territorial definida pelo Executivo Municipal de Ponte de Lima, no sentido de promover o associativismo desportivo permitindo o acesso à prática desportiva regular dos jovens e munícipes do concelho, o Município de Ponte de Lima aprovou a edificação do Campo Municipal de S. Martinho da Gandra, junto a uma zona de equipamentos municipais, nomeadamente o Centro Educativo de Gandra e o Pavilhão Gimnodesportivo.

A inauguração oficial da obra, cujo valor ascendeu aos 626.968,59€+Iva, está marcada para o próximo dia 20 de agosto, às 11h30.

Convite_campo_gandra-01.jpg

PONTE DE LIMA REQUALIFICA LARGO DO TERREIRO EM SÃO MARTINHO DA GÂNDRA

Câmara Municipal de Ponte de Lima aprova a “Construção e Conservação de passeios e outros espaços públicos _ Requalificação do Largo do Terreiro – Gandra

O Município de Ponte de Lima continua a promover a política de Requalificação Urbana às zonas centrais das freguesias com espaços de cariz coletivo e social, tendo aprovado a requalificação do Largo do Terreiro, na freguesia de S. Martinho da Gandra.

Gandra_ Largo Terreiro (Small).JPG

Trata-se de uma empreitada que visa requalificar o emblemático Largo do Terreiro, zona central da freguesia, espaço no qual estão concentrados os comércios locais e os prestadores de serviços, onde se reúne a população e o palco de grande parte dos eventos, quer religiosos, quer culturais da freguesia.

A obra com um prazo de execução de 210 dias, vai ser comparticipada a 100% pela Câmara Municipal de Ponte de Lima. Considera o Presidente do Município de Ponte de Lima, Eng. Victor Mendes, que se “pretende requalificar um espaço nobre da freguesia de Gandra, uma obra importante a favor da população, não comprometendo outros investimentos”.

A intervenção a efetuar consiste na repavimentação e ordenamento viário, no sentido de ordenar a circulação e estacionamento automóvel, criando melhores condições de vivência e usufruto pela população e visitantes.

O executivo de S. Martinho da Gandra demonstrou a sua satisfação, pela “grande obra que se vai realizar aqui no Largo do Terreiro, um espaço central para que todos os Gandarenses possam desfrutar” sustentou o Presidente da Junta de S. Martinho da Gandra, Ernesto Pereira.

A proposta de intervenção inclui ainda a execução de passeios na EN206 uma via de circulação automóvel que representa um acesso importante para o centro da freguesia de Gandra e o centro da vila de Ponte de Lima, pelo que, suporta diariamente uma carga de tráfego muito intensa. Pretende-se assim corrigir essas irregularidades e diminuir os riscos diários, propondo a definição de uma faixa de circulação automóvel.

No geral, a presente proposta respeita as condições específicas estabelecidas pela Delegação Regional de Viana do Castelo da Infraestruturas de Portugal, S.A.

Gandra_ Largo_Remodelação (Small).JPG

MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA REQUALIFICA LARGO DO TERREIRO EM SÃO MARTINHO DA GÂNDRA

Construção e Conservação de passeios e outros espaços públicos _ Requalificação do Largo do Terreiro – Gandra. Assinatura do Auto de Consignação, 6 de outubro – 11h30

O Município de Ponte de Lima pretende continuar a estender a política de Requalificação Urbana às zonas centrais das freguesias com espaços de cariz coletivo e social que se encontrem desarticuladas com as necessidades atuais da população devido ao seu mau estado de conservação ou à falta de funcionalidade.

Municipio_SM01plima.jpg

 Neste contexto, a autarquia aprovou a requalificação do Largo do Terreiro, em S. Martinho da Gandra.

O Largo do Terreiro, zona central da freguesia, é um espaço, no qual estão concentrados os comércios locais e os prestadores de serviços, onde se reúne a população e é ainda o palco de grande parte dos eventos, quer religiosos, quer culturais da freguesia.

Assim, a intervenção a efetuar consiste na repavimentação e ordenamento viário, no sentido de ordenar a circulação e estacionamento automóvel, criando melhores condições de vivência e usufruto pela população e visitantes.

A proposta de intervenção inclui ainda a execução de passeios na EN206 uma via de circulação automóvel que representa um acesso importante para o centro da freguesia de Gandra e o centro da vila de Ponte de Lima, pelo que, suporta diariamente uma carga de tráfego muito intensa. Pretende-se assim corrigir essas irregularidades e diminuir os riscos diários, propondo a definição de uma faixa de circulação automóvel.

No geral, a presente proposta respeita as condições específicas estabelecidas pela Delegação Regional de Viana do Castelo da Infraestruturas de Portugal, S.A.

A assinatura do Auto de Consignação desta empreitada está agendado para o dia 6 de outubro, às 11h30 horas, no Largo do Terreiro, em S. Martinho da Gandra.

PONTE DE LIMA: CAMPO MUNICIPAL DA GANDRA VAI TER RELVADO SINTÉTICO

Construção do Relvado Sintético – Campo Municipal de Gandra – Assinatura do Auto de Consignação

Realizou-se ontem, 20 de julho, na sede da junta de freguesia de Gandra, a assinatura do Auto de Consignação da “Construção de Relvado Sintético – Campo Municipal de Gandra”, cujo valor de empreitada é de 626.968,59€+Iva.

IMG_0708[1].jpg

A edificação deste equipamento desportivo enquadra-se na estratégia de coesão social e territorial definida pelo Executivo Municipal no sentido de promover o associativismo desportivo que tem um papel relevante no fomento e na generalização do acesso à prática desportiva regular dos jovens e munícipes do concelho. Por outro lado, pretende-se que o desporto surja como uma atividade social de valor inegável e que o desenvolvimento da prática desportiva não deverá ser só sinónimo do aumento de praticantes, mas também, da qualidade que se pretende desses mesmos praticantes, daí a necessidade de criar uma nova infraestrutura localizada a norte da margem esquerda do concelho.

A infraestrutura enquadra-se numa zona de equipamentos municipais e proporcionará o usufruto de uma instalação desportiva para a prática profissional e de formação do futebol de 11.

Ernesto Pereira, Presidente da Junta de Gandra, não escondeu a satisfação, revelando que “este é um sonho de muitas décadas. Gandra é uma terra com história no futebol, para além da cultura musical também o futebol faz parte da tradição desta terra”. “Que este dia fique gravado na nossa memória como o dia em que cumprimentos aquilo a que nos propusemos” rematou o autarca de S. Martinho da Gandra.

Por sua vez, o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Engº Victor Mendes realçou a importância do equipamento que se vai construir junto a uma área de equipamentos municipais, cujo objetivo é o de “proporcionar a melhoria da qualidade de vida de toda a comunidade.” O Autarca relembrou que Ponte de Lima é uma “referência a nível nacional, no sentido de equipar os 12 centros educativos com equipamentos desportivos, como forma de rentabilizar cada espaço, estimulando a prática desportiva.”

A construção deste novo campo implica igualmente a edificação de um edifício de apoio destinado a vestiário/balneário, instalações sanitárias, posto médico/sala de massagem, balneários para técnicos/árbitros, a sala da direção e dois balneários de apoio a duas equipas de futebol de 11, preparados para pessoas com mobilidade condicionada. A sala da direção está projetada para funcionar como secretaria, sala de reuniões e bilheteira, e terá visualização sobre o recinto de jogo e espaços exteriores. No topo nascente temos uma arrecadação e uma pequena central térmica destinada à instalação do sistema de produção de água quente sanitária.

A área destinada a espectadores confina-se à bancada e espaços de movimentação e de permanência em dois lados do campo, nomeadamente a sul e poente, tendo início num acesso coberto, onde se localiza a bilheteira e os sanitários públicos.

IMG_0711[2].jpg

IMG_0721[1].jpg

CAMPO DA GÂNDRA VAI TER RELVADO SINTÉTICO

Câmara Municipal de Ponte de Lima aprova a “Construção de Relvado Sintético – Campo Municipal da Gandra”

Estimular a prática desportiva, como atividade social de valor inegável e considerando o papel relevante do associativismo desportivo no fomento e na generalização do acesso à ação desportiva regular dos jovens e munícipes do concelho, é um dos propósitos do Município de Ponte de Lima, ao investir em equipamentos e infraestruturas próprias para o efeito.

vila 2003 ctr 2

Neste contexto, a Câmara Municipal de Ponte de Lima aprovou a “Construção de Relvado Sintético – Campo Municipal da Gandra”, um projeto de arquitetura que inclui um campo de futebol de 11, em relva sintética, balneários e bancada a ele associado. A infraestrutura enquadra-se numa zona de equipamentos escolares e proporcionará o usufruto de uma instalação desportiva para a prática e formação de futebol.

Em termos de localização, a presente intervenção fica implantada a nascente do “complexo” que atualmente alberga o Pavilhão Gimnodesportivo e Centro Educativo da Gandra, numa parcela confinante com a rua da Corujeira com a área de 12.000,00 m2.

Assim, pretende-se construir um campo de futebol cujo terreno de jogo terá as dimensões de 100,00m x 60,00m (6.000,00m2), inserida numa área de relvado sintético de 6.890,00 m2, que inclui a área de reserva periférica regulamentar de segurança, sendo esta de 2.50m na lateral e de 3.0m nos topos das balizas. Neste limite será colocada a vedação que separa os espectadores e a área jogo. O revestimento do campo será constituído por Relva Sintética com carga mista de areia de sílica e carga orgânica de granulado de borracha, incluindo remates e cortes.

A construção do novo campo implica igualmente a edificação de um edifício de apoio destinado a vestiário/balneário e instalações sanitárias.

A área destinada a espectadores confina-se à bancada e espaços de movimentação e de permanência em dois lados do campo, nomeadamente a sul e poente, tendo início num acesso coberto, onde se localiza a bilheteira e os sanitários públicos, integrado no referido volume retangular.

O acesso ao recinto desportivo será feito pela parte norte, com entradas separadas para desportistas/veículos de emergência e espectadores.