Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VIANA DO CASTELO: CARMELITAS ASSINALAM 400 ANOS DA FUNDAÇÃO DO CONVENTO

A comunidade dos Carmelitas de Viana do Castelo assinala os 400 anos da fundação do Convento de Nossa Senhora do Carmo, este sábado, 03 de julho, com a “Jornada de História” online.

Cartaz_Carmo-I_Jornada_Historia-3-1536x1086-Custom

A I Jornada de História do Carmo acontece este sábado, dia 03 de julho, em formato online, das 110h, às 15h30, com conferências sobre “O Convento do Carmo de Viana do Castelo”, sua “Leitura Arquitetónica” e “Fundo Antigo da Biblioteca Conventual do Carmo de Viana”, como pode ler-se no sítio online.

Para participar da sessão online é necessária inscrição, gratuita, através do email viana@carmelitas.pt.

Inserido no mesmo programa da festa acontece no domingo, pelas 16h00, um “Concerto Gratidão”, nos 70 anos do Seminário Missionário Carmelitano, na Igreja do Carmo, com entrada gratuita.

Ainda no dia 08 de julho, pelas 19h00, terá lugar, no Claustro do Convento do Carmo, o “Teatro: A Cidade de Viana e o Convento do Carmo”, pelos Alunos da Escola do Carmo.

No dia 15 de julho há uma vigília de oração a Nossa Senhora do Carmo, pelas 21h00, na Igreja do Carmo. No dia seguinte acontece um concerto de agradecimento da cidade com a Orquestra Con Spirito, na Igreja do Carmo, que antecede a eucaristia das 21h00.

SN / https://agencia.ecclesia.pt/

ESPOSENDE: GOVERNO DEVOLVEU EM 1929 OS BENS ECLESIÁSTICOS À IGREJA QUE HAVIAM SIDO CONFISCADOS PELA PRIMEIRA REPÚBLICA

O Ministério da Justiça e dos Cultos - Direcção Geral da Justiça e dos Cultos - 2.ª Repartição (Cultos), através da Portaria nº. 6154, publicada em Diário do Govêrno n.º 114/1929, Série I de 22 de Maio de 1929, determinou a entrega de vários bens à corporação encarregada do culto católico na freguesia de Esposende, concelho do mesmo nome.

Capturarcultapul1.JPG

Capturarcultapul2.JPG

CONFRARIAS RELIGIOSAS DE PAREDES COURA ALTERARAM OS ESTATUTOS EM 1912 PARA CUMPRIREM A LEI DA SEPARAÇÃO

O Ministério do Interior - Direcção Geral de Assistência - 1.ª Repartição, através de Portaria que publicou em Diário do Govêrno n.º 150/1912, Série I de 28 de Junho de 1912, autorizou a Confraria das Almas de Paredes, a Confraria do Senhor do Ecce-Homo, de Padornelo, e a Confraria do Santíssimo Sacramento de Vascões, todas respeitantes ao concelho de Paredes de Coura, a desviarem dos seus respectivos fundos várias quantias a fim de fazer face à revisão dos respectivos estatutos exigida pela Lei da Separação da Igreja do Estado.

Capturarconfrapc1.JPG

Capturarconfrapc2.JPG

CAMINHO DE BRAGA A SANTIAGO INAUGURA MARCO KM 100 EM BÉRAN

A vila histórica de Berán, na província de Ourense, promove uma iniciativa sócio-cultural no domingo, dia 16, com o objetivo de assinalar o Km100 do Caminho da Geira e dos Arrieiros e a homologação pela Igreja deste itinerário jacobeu que liga Braga a Santiago de Compostela.

F75DA722-ADB9-416A-8BEB-4AA70F3E0EBE.jpeg

O evento decorre na área recreativa do Campo da Capela São Roque (coordenadas - 42.35053, -8.14243) e consiste na inauguração de uma escultura que alude à peregrinação e à comarca de O Ribeiro, da autoria e oferecida por Abdón Fernández, porta-voz da Plataforma Berán no Caminho.

Em simultâneo será presentado o livro intitulado “Berán Histórico – Berán Vila Termal no Caminho de Santiago”,  da autoria de Adolfo Luís Soto, residente na localidade.

O Arcebispado de Santiago de Compostela reconheceu o Caminho da Geira e dos Arrieiros em 28 de março 2019, mas a passagem do segundo aniversário da efeméride não pôde ser assinalada na data certa, porque a organização “pretendia a participação das associações portuguesas e galegas, o que não era possível devido à pandemia e ao encerramento das fronteiras”, explica Abdón Fernández, presidente da associação fundadora do projeto (AJCMR) e porta-voz da Plataforma Berán no Caminho, com sede no município de Leiró.

“O objetivo do encontro é reafirmar a presença de Berán no caminho, como um lugar de referência já que está a 100 km de Santiago, a distância mínima a percorrer a pé para obter a Compostela”, explica o porta-voz, considerando que “estar no mapa do Caminho é mais um impulso sócio económico para as populações da região”.

“Convidamos a estar presentes todos aqueles que queiram passar o dia na terra onde nasceu este projeto aproveitando para conhecer o património, cultura, história e provar a gastronomia da região”, adianta.

A Plataforma Berán no Caminho está, entretanto, a planear um encontro de peregrinos para julho, mês do Apostolo Santiago, que incluirá diversas atividades a anunciar oportunamente.

O Caminho da Geira e dos Arrieiros foi apresentado em 2017 em Ribadavia (Galiza) e Braga, reconhecido pela Igreja em 2019, reconhecido pela associação de municípios transfronteiriços Eixo Atlântico em 2020 e é um itinerário oficial da Peregrinação Europeia de Jovens do Ano Santo Jacobeu 2021/22.

Este percurso destaca-se por incluir patrimónios únicos no mundo: a Geira Romana e a Reserva da Biosfera do Gerês/Xurés. Além disso, o seu traçado é um dos escassos cinco que ligam diretamente à Catedral de Santiago de Compostela.

7A214FC6-7F76-44CA-9A59-3288B9A130E5.jpeg

EEBDA405-83B2-46A5-910A-D116FD91FE49.jpeg

C00CC49B-3E9B-4BD8-8659-E1F65E26BDD9.jpeg

PÓVOA DE LANHOSO: LEI DA SEPARAÇÃO IMPÔS REFORMA DOS ESTATUTOS DA IRMANDADE DA ORDEM TERCEIRA DE SÃO FRANCISCO, DA FREGUESIA DE ÁGUAS SANTAS

Através de Portaria publicada em Diário do Governo n.º 150/1912, Série I de 28 de Junho de 1912, o Ministério do Interior - Direcção Geral de Assistência - 1.ª Repartição autorizou a Irmandade da Ordem Terceira de São Francisco, da Freguesia de Águas Santas, do concelho de Póvoa de Lanhoso, a desviar dos seus respectivos fundos uma quantia destinada a fazer face às despesas com a reforma dos seus estatutos, exigida pela Lei da Separação.

Capturarplanh1.JPG

BRAGA: LEI DA SEPARAÇÃO IMPÔS REFORMA DOS ESTATUTOS DA CONFRARIA DE SANTO AMARO DE VIMIEIRO

Através de Portaria publicada em Diário do Governo n.º 150/1912, Série I de 28 de Junho de 1912, o Ministério do Interior - Direcção Geral de Assistência - 1.ª Repartição, autorizou a Confraria De Santo Amaro, de Vimieiro, do concelho de Braga, a desviar dos seus respectivos fundos várias quantias, destinadas a fazer face às despesas com a reforma dos seus estatutos, exigida pela Lei da Separação.

Capturarbrag1.JPG

PAREDES DE COURA: LEI DA SEPARAÇÃO IMPÔS REFORMA DOS ESTATUTOS DAS CONFRARIAS DE PAREDES, PADORNELO E VASCÕES

Através de Portaria publicada em Diário do Governo n.º 150/1912, Série I de 28 de Junho de 1912, o Ministério do Interior - Direcção Geral de Assistência - 1.ª Repartição, autorizou a Confraria do Santíssimo de Vascões, a desviar dos seus respectivos fundos várias quantias, destinadas a fazer face às despesas com a reforma dos seus estatutos, exigida pela Lei da Separação. O mesmo princípio foi aplicado às confrarias de Paredes e de Padornelo.

Capturarcour1.JPG

Capturarcour2.JPG

BRAGA: MUSEU PIO XII CONTA A HISTÓRIA DA HUMANIDADE

UMA LUZ BRILHOU NAS TREVAS!

A viagem começa no Paleolítico, prosseguindo, devidamente ilustrada, até ao tempo dos romanos.

Convite -Museu.jpg

Segue-se uma nova aventura: João Batista anuncia; a Mãe traz ao mundo o Salvador; os Apóstolos seguem-nO; o Messias passa pela paixão e morte; ressuscita!

O cristianismo vai-se difundindo. Os cristãos celebram a sua fé. O centro da vida cristã é a Eucaristia. A cruz é o símbolo eloquente do amor infinito de Deus pela humanidade. E tudo isso se narra na Sala da Liturgia.

A sala Hamilton Gonçalves convida a parar. Convida a meditar. Convida a um mergulho no amor apaixonado de Deus, escrito a letras de ouro. Quanta beleza! Que delícia!

O espaço sucessivo plasma ao visitante a paixão de Jesus por meio de cruzes e calvários, concebidos, à imitação do estilo indo-europeu, pela enorme maestria de José Maurício Teixeira Pereira.

No último salão está espelhada, em estratégicos apontamentos, a história da Igreja: os evangelistas e os mártires; as devoções, as grandes construções e os grandes santos medievais; a Companhia de Jesus, o Concílio de Trento, S. Frei Bartolomeu dos Mártires,

as Missões e os estilos da arte moderna; nos tempos mais recentes, a presença da Igreja no campo social, na relação com os poderes civis e na relação com o mundo. E ainda o incremento de três devoções: ao Sagrado Coração de Jesus, à Eucaristia e a Nossa Senhora.

Por fim, no primeiro piso, à espera de todos, estará o maior retratista português do século XX: Henrique Medina. Uma arte imensa espraiada em mais de oitenta belezas.

Paulo Abreu

SÃO JOÃO D’ARGA: EUCARISTIA EM HONRA DA VIRGEM SANTA MARIA

Quinta-feira, 13 de maio de 2021, 14:30

No dia da Senhora da Hora, festejamos a visita que a Virgem Maria fez à Lusitana Gente, em Fátima, mas também recordamos a “visitação” de Nossa Senhora à casa de Sto. Zacarias e Sta. Isabel, que estava grávida de S. João.

Rezaremos por todos os casais que estão de esperanças ou têm esperança de alcançar engravidar.

Agradecemos o dom da vocação materna e da vocação paterna, homenageando os pais e mães.

185337065_1782328091937198_5164081243469992758_n.j

D. ANTÓNIO RIBEIRO – NATURAL DE CABECEIRAS DE BASTO – FOI NOMEADO CARDEAL PATRIARCA DE LISBOA HÁ 50 ANOS!

Passam hoje 50 anos sobre a nomeação de D. António Ribeiro como Cardeal Patriarca de Lisboa.

Nasceu a 21 de maio de 1928, no lugar de Pereira, freguesia de S. Clemente de Basto, concelho de Cabeceiras de Basto, filho de José Ribeiro e de sua mulher Ana Gonçalves, ambos naturais da mesma freguesia do nosso concelho.

Antonio_Ribeiro.jpg

Estudou no Seminário de Braga, na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, na Faculdade Teológica em Innsbruck e na Faculdade Teológica de Munique. Foi nomeado Cardeal Patriarca de Lisboa a 5 de maio de 1971, exercendo essa função até 1998.

Faleceu a 24 de março de 1998, estando sepultado no Panteão dos Patriarcas em Lisboa.

VILA PRAIA DE ÂNCORA: EM 1928, GOVERNO DEVOLVEU PATRIMÓNIO À IGREJA DE GONTINHÃES

Em 1928, o Ministério da Justiça e dos Cultos - Direcção Geral da Justiça e dos Cultos - 2.ª Repartição (Cultos) fez a cedência de vários bens à corporação encarregada do culto católico na freguesia de Gontinhães (Vila da Praia de Ancora), no concelho de Caminha. A portaria foi publicada em Diário do Governo n.º 294/1928, Série I de 21 de Dezembro de 1928.

Capturarvpacultos.JPG

BARCELOS: GOVERNO DEVOLVE PATRIMÓNIO À IGREJA EM COSSOURADO

Em 1929, o Ministério da Justiça e dos Cultos - Direcção Geral da Justiça e dos Cultos - 2.ª Repartição (Cultos), determinou a entrega de vários bens à corporação encarregada do culto católico na freguesia de Cossourado, concelho de Barcelos. A portaria foi publicada no Diário do Govêrno n.º 143/1929, Série I de 26 de Junho de 1929.

Capturarcossouradobarcelos.JPG