Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ESPOSENDE VAI CRIAR REDE DE RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES USADOS

Concelho será dotado de 35 Oleões

O Município de Esposende vai dotar o concelho de Oleões, criando, assim, uma rede de pontos de recolha de Óleos Alimentares Usados (OAU).

Para tal, e de acordo com proposta aprovada em reunião de Câmara, por unanimidade, será estabelecido um protocolo de cooperação entre a Câmara Municipal, a Esposende Ambiente, a Resulima, entidade gestora do Sistema Multimunicipal de Triagem, Recolha Seletiva, Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos do Vale do Lima e Baixo Cávado, e a RECIOL, empresa autorizada para a recolha, transporte e tratamento de óleos usados, pioneira neste setor de mercado.

Esta parceria prevê a instalação de um conjunto de até 35 equipamentos em todo o território concelhio, abrangendo, assim, todas as freguesias, em locais a definir pelo Município. Em conjunto com a Esposende Ambiente e a Resulima, o Município assumirá a promoção de campanhas de sensibilização e comunicação, no sentido de promover a reciclagem de óleos alimentares usados provenientes de produtores domésticos e de outros pequenos produtores de resíduos urbanos, incentivando à participação ativa dos membros da comunidade na proteção do ambiente.

Para o Município e para a Esposende Ambiente, esta medida reveste-se de especial relevância, na medida em que configura a determinação do seu território em dar cumprimento às exigentes metas de Recolha Seletiva de Resíduos, e seu envio para reciclagem, conforme previsto no PERSU - Plano Estratégico de Resíduos Sólidos Urbanos 2030. Uma postura que se enquadra também no cumprimento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, que o Município assumiu e verteu para o seu plano de ação.

As mais recentes alterações no que diz respeito à gestão de resíduos, conferem aos municípios a responsabilidade da recolha dos óleos alimentares usados, impondo a operacionalização de uma rede de recolha seletiva para estes resíduos até ao início de 2025. Perante estes atuais desafios ambientais, os municípios são entidades estratégicas nas questões do desenvolvimento sustentável e da cooperação. Neste contexto, pela sua proximidade com as populações, a Câmara Municipal e a Esposende Ambiente, em articulação com as Juntas de Freguesia, são decisivas na sensibilização de comportamentos mais amigos do ambiente, um desafio que abraçam com sentido de responsabilidade e determinação em prol de um concelho ainda mais ambientalmente sustentável.

oleões (1).jpg

oleões (1).png

oleões (2).jpg

MONÇÃO PROMOVE CONCURSO “ROLHAS QUE DEIXAM MARCA”

02 (15).JPG

Concurso de recolha de rolhas destinou-se aos alunos do Agrupamento de Escolas de Monção, EPRAMI, Colégio do Minho e Santa Casa da Misericórdia de Monção. No total, foram recolhidas 175000 rolhas, resultando na plantação de 3500 árvores (carvalhos-alvarinho)

A Feira do Alvarinho de Monção no caminho da sustentabilidade. Inserido no projeto “Green Cork”, da Quercus, o Município de Monção lançou o concurso “Rolhas que deixam marca”, tendo como destinatários os alunos do Agrupamento de Escolas de Monção, EPRAMI, Colégio do Minho e Santa Casa da Misericórdia de Monção.

No âmbito da campanha, por cada 50 rolhas recolhidas, será plantado um carvalho-alvarinho, espécie autóctone da nossa floresta. Contas feitas, foram rececionadas 175000 rolhas, equivalente à plantação de 3500 carvalhos-alvarinho.

As turmas que recolheram e entregaram o maior número de rolhas serão premiadas no dia 6 de julho, sábado, pelas 16h00, na Feira do Alvarinho de Monção. A iniciativa “Alvarinho Kids” engloba, ainda, a realização de várias atividades, jogos e desafios.

Pela mão de António Barbosa, autarca monçanense, e Pedro Sousa, Coordenador dos Projetos Green Cork, Floresta Comum e Aldeias SuberProtegidas, da Quercus, os vencedores receberão, também, uma placa alusiva à campanha, com inscrição do nome da escola e turma, possibilitando-lhes, desta forma, a identificação da fração de terreno plantado com carvalhos-alvarinho.

No âmbito da campanha “Rolhas que deixam marca”, foram distribuídos pontos de recolha pelos estabelecimentos de ensino envolvidos na iniciativa. Posteriormente, as rolhas foram contabilizadas, turma a turma, e transportadas para depósito pela autarquia monçanense.

04 (12).JPG

05 (8).JPG

06 (5).JPG

11 (6).JPG

25.jpeg

26.jpeg

30.jpeg

32.jpeg

33.JPG

34.JPG

35 (1).JPG

36 (1).JPG

MONÇÃO LANÇA CONCURSO “ROLHAS QUE DEIXAM MARCA”

Município de Monção lança campanha de recolha de rolhas nos estabelecimentos escolares do concelho.

Inserido no projeto “Green Cork”, da Quercus, o Município de Monção lançou o concurso “Rolhas que deixam marca”, destinando-se, até ao final do presente ano letivo, a todos os alunos dos estabelecimentos escolares do concelho.

As turmas que recolherem e entregarem o maior número de rolhas serão premiadas no dia 6 de julho, sábado, na Feira do Alvarinho de Monção, por António Barbosa, presidente da Câmara Municipal de Monção, e Pedro Sousa, Coordenador dos Projetos Green Cork, Floresta Comum e Aldeias SuberProtegidas, da Quercus.

Os vencedores receberão, ainda, uma placa alusiva à campanha, com inscrição do nome da escola e turma, possibilitando-lhes, desta forma, a identificação da fração de terreno plantado com carvalhos-alvarinho. Por cada 50 rolhas recolhidas, será plantado um exemplar daquela espécie autóctone da nossa floresta.

No âmbito da campanha, foram distribuídos pontos de recolha pelas turmas do Agrupamento de Escolas de Monção. Posteriormente, as rolhas serão contabilizadas, turma a turma, e transportadas para depósito pela autarquia monçanense.

Implementado no ano letivo 2008/2009, o programa “Green Cork Escolas”, no âmbito do projeto “Green Cork”, da Quercus, conta com a participação de jardins-de-infância, escolas e agrupamentos escolares de todo o território nacional, visando envolver as comunidades locais neste projeto educativo e sustentável.

Projeto “Green Cork” em https://quercus.pt

campanha.jpg

CÂMARA DE BARCELOS DISTRIBUI ECOBAGS PARA AUMENTAR RECICLAGEM

O Município de Barcelos está a dinamizar uma campanha de sensibilização para aumentar a reciclagem de resíduos urbanos. Nesse sentido, a partir de segunda-feira (13 de maio) vão começar a ser distribuídos, gratuitamente, aos munícipes conjuntos de 3 ecobags do sistema trifluxo – verde, azul e amarelo – para que todos possam melhorar a separação seletiva dos resíduos que produzimos em casa. Esta é uma forma de todos podermos colaborar, de maneira simples e eficaz, na valorização de resíduos, contribuindo para um Ambiente mais limpo, para a sustentabilidade do planeta em que vivemos e para o cumprimento das metas ambientais estabelecidas pela União Europeia.

Para receber o seu conjunto de 3 ecobags, deverá solicitar informação à Junta de Freguesia da sua residência. No caso das pessoas residentes na freguesia de Arcozelo e União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa e Vila Frescainha (S. Martinho e S. Pedro) a entrega funcionará na entrada do Estádio Cidade de Barcelos, de 13 a 25 de maio, das 10h00 às 20h00, de segunda a sexta-feira, e das 10h00 às 14h00, aos sábados.

Os interessados deverão fazer-se acompanhar da fatura de resíduos da sua residência, como forma de que os ecobags cheguem ao maior número de casas possível.

Imagem 1 (43).jpg

DESCUBRA O FUNCIONAMENTO INTERNO DA RESINORTE: VISITA DE PORTAS ABERTAS EM RIBA DE AVE NO PRÓXIMO SÁBADO

A RESINORTE tem o prazer de anunciar que abrirá as portas da sua instalação em Riba de Ave no próximo sábado, dia 23 de março de 2024.

Esta iniciativa tem como objetivo proporcionar aos cidadãos uma oportunidade única para conhecerem de perto o funcionamento interno da empresa e os processos envolvidos na gestão de resíduos.

Durante a manhã do próximo sábado, os interessados terão a oportunidade de participar em visitas guiadas à instalação da RESINORTE de Riba de Ave. As visitas serão divididas em três horários diferentes: 10 horas, 11 horas e 12 horas. Para participar nestas visitas, os cidadãos interessados deverão contactar a Linha da Reciclagem através do número 800 911 400 e realizar a sua inscrição. 

As inscrições estarão abertas até sexta-feira, dia 22 de março de 2024.

Esta é uma oportunidade imperdível para a comunidade se envolver de forma mais próxima com as práticas e processos da RESINORTE, contribuindo assim para uma consciência ambiental mais ampla e para a promoção de comportamentos mais sustentáveis.

Sobre a Resinorte

A RESINORTE é responsável pelo tratamento e valorização de resíduos urbanos de 35 municípios do norte central: Alijó, Amarante, Armamar, Baião, Boticas, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Chaves, Cinfães, Fafe, Guimarães, Lamego, Marco de Canaveses, Mesão Frio, Moimenta da Beira, Mondim de Basto, Montalegre, Murça, Penedono, Peso da Régua, Resende, Ribeira de Pena, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Santo Tirso, São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço, Tarouca, Trofa, Valpaços, Vila Nova de Famalicão, Vila Pouca de Aguiar, Vila Real e Vizela.

A Resinorte serve uma população de aproximadamente 1 milhão de habitantes e recebe para tratamento aproximadamente 350 mil toneladas de resíduos urbanos por ano.

ALUNOS DE BARCELOS MOSTRAM TRABALHOS EM MATERIAL RECICLADO

VOTE NO CONCURSO NATAL ECOLÓGICO 2023

Já estão instalados no Largo da Porta Nova (Jardim dos Assentos), e em votação no site do Município, os trabalhos apresentados ao concurso “Natal Ecológico 2023”, elaborados pelos alunos das escolas de Barcelos.

Ao todo, são trinta as construções elaboradas pelas crianças de jardins de infância, alunos do 1.º, 2.º e 3.º ciclos, IPSS’s, ensino especial e associações de pais, que, desta forma, responderam ao repto do Município de Barcelos para fazerem trabalhos alusivos ao Natal “com material reutilizado/reciclado”.

Paralelamente à mostra destas pequenas, mas simbólicas, obras instaladas no Largo da Porta Nova, as mesmas vão estar em exposição virtual no site do Município no endereço https://www.cm-barcelos.pt/concurso-natal-2023/, entre os dias 22 de dezembro e 7 de janeiro, para que as pessoas possam votar no seu trabalho preferido.

A votação é feita por e-mail e é permitido um voto por dia, por cada endereço de e-mail.

Este projeto visa promover a criatividade dos jovens e a sua consciência ambiental, numa quadra em que, por norma, há maior consumismo e desperdício.

Natal Ecológico.jpg

FAMALICENSES VÃO DAR UMA “NOVA VIDA” ÀS CÁPSULAS DE CAFÉ

Primeiros vinte capsulões vão ser instalados no concelho até ao final do ano

As cápsulas de café usadas vão transformar-se em matéria-prima em Vila Nova de Famalicão. A Câmara Municipal vai instalar, até ao final do ano, os primeiros 20 capsulões para a recolha de cápsulas de café usadas em várias freguesias do concelho, marcando assim o arranque da campanha de recolha e valorização destes resíduos domésticos.

AFS_6287.jpg

A autarquia famalicense formalizou esta quinta-feira, 7 de dezembro, o protocolo de cooperação com várias empresas do setor - Nestlé, Delta Cafés, Massimo Zanetti, Newcoffee, JVM e UCC - para a implementação deste projeto que permitirá dar uma vida nova a este produto.

A cerimónia de assinatura do acordo contou com a presença da secretária-geral da Associação Industrial e Comercial de Café (AICC), Cláudia Pimentel, que acredita que este projeto será bem sucedido em Famalicão. “Os famalicenses vão aderir, com certeza. A ideia é fomentar a economia circular e ter o cuidado de dar aos consumidores a possibilidade de beberem café sem culpa”, referiu.

“Estamos mais uma vez a falar do reaproveitamento dos resíduos que produzimos em casa. Estamos a transformá-los em matéria-prima, tal como já o fazemos com os biorresíduos e os óleos alimentares domésticos, numa perspetiva de sustentabilidade ambiental” destacou o Presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, que reforçou a pretensão de Famalicão de se afirmar como um “eco-território”.

Os munícipes podem depositar as cápsulas individualmente dentro do contentor ou então dentro de um saco de plástico fino, de forma a ser fácil de rebentar nas linhas de tratamento dos resíduos.

A recolha das cápsulas será efetuada pelos serviços municipais que, posteriormente, encaminharão o conteúdo dos capsulões para as empresas de café protocoladas, para que procedam à valorização e aproveitamento dos materiais que compõem as cápsulas de café usadas, que têm um elevado potencial de reciclagem uma vez que os seus componentes alumínio/plástico e a borra de café são materiais recicláveis ou reutilizáveis.

Os pontos onde vão ficar instalados os primeiros 20 capsulões instalados no território podem ser consultados em www.famalicao.pt/recolha-de-capsulas-de-cafe

AFS_6390.jpg

FAMALICÃO AVANÇA COM RECOLHA E RECICLAGEM DE CÁPSULAS DE CAFÉ USADAS

Assinatura de protocolo de cooperação com a AICC e 7 empresas do setor amanhã, 7 de dezembro, pelas 14h30, nos Paços do Concelho

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão celebra amanhã o protocolo de cooperação com a Associação Industrial e Comercial do Café (AICC) e várias empresas comercializadoras de café em cápsula para consumo doméstico - Nestlé, Delta Cafés, Massimo Zanetti, Newcoffee, JVM e UCC - para a implementação no território de um projeto de recolha e reciclagem de cápsulas de café usadas.

O momento está marcado para amanhã, quinta-feira, 7 de dezembro, às 14h30, e terá lugar nos Paços do Concelho.  

Desta parceria resultará a recolha e valorização das cápsulas de café no Município de Famalicão, através de equipamentos instalados no concelho.

Refira-se que as cápsulas de café usadas têm um elevado potencial de reciclagem uma vez que os seus componentes alumínio/plástico e borra de café são materiais recicláveis ou reutilizáveis.

PONTE DA BARCA PROMOVE RECICLAGEM

Campanha “Vamos Todos Reciclar” distribui “ecobags” pelas freguesias do concelho

Vão ser distribuídos, a partir de sábado, dia 21 de outubro, “ecobags” com o objetivo de sensibilizar a população para a importância da reciclagem e da separação de embalagens. São ao todo mil “ecobags” a distribuir pelas freguesias do concelho, numa parceria entre o município de Ponte da Barca e a Resulima.

Pequenas ações individuais para a manutenção de um planeta mais verde e mais sustentável que é de todos nós!

Capturarpbarc (4).JPG

MUNICÍPIO DE BARCELOS INICIA RECOLHA SELETIVA DE BIORRESÍDUOS

1ª fase destina-se aos maiores operadores da zona urbana

O Município de Barcelos apresentou hoje publicamente o novo projeto de recolha seletiva de biorresíduos alimentares que, na sua primeira fase, vai incidir nos grandes produtores - restaurantes, cafés, cantinas, floristas e outros da mesma natureza da zona mais urbana, mas que, futuramente, e de forma gradual, será alargada a outras áreas do território barcelense.

Capturarcomi2 (1).JPG

Na apresentação desta operação, que decorreu nos Paços do Concelho e contou com a presença de inúmeros comerciantes produtores daquele tipo de biorresíduos, o presidente da Câmara sublinhou que, com este projeto, o Município de Barcelos se está a antecipar a uma obrigação legal que entrará em vigor no início do próximo ano. “Com este projeto, estamos a dar um passo muito importante na estratégia de tornar o planeta em que vivemos ambientalmente mais sustentável”, vincou Mário Constantino, alertando que “além dos custos e dos impactos ambientais que a deposição em aterro coloca, sabemos que, com os atuais padrões de consumo, e a mantermos este ritmo de produção de lixo, a situação tornar-se-á insustentável”.

No fecho da sua intervenção, o presidente agradeceu a presença e a colaboração de todos, manifestando a convicção de que “os munícipes estão devidamente informados e sensibilizados para as questões ambientais e darão o seu contributo para que Barcelos cumpra as metas definidas para a recolha de biorresíduos e a redução de deposição em aterro.

Recolha Seletiva de Biorresíduos

Como já foi referido, a implementação do novo Sistema de Recolha Seletiva de Biorresíduos de Barcelos será feita por etapas. Assim, nesta primeira fase, os Serviços do Município farão a recolha seletiva, porta a porta, junto dos produtores com maior potencial de produção de biorresíduos alimentares, esperando-se servir cerca de 200 utilizadores do sistema, nas 5 freguesias mais urbanas.

Nas explicações técnicas que apresentaram, o diretor do Departamento, Agostinho Pizarro, e a Chefe de Divisão dos Serviços Urbanos, Isabel Machado, explicaram como toda a operação será agilizada e colocada no terreno e informaram que tipo de biorresíduos serão recolhidos no “âmbito deste projeto”: “resíduos alimentares e de cozinha dos grossistas, das cantinas, das unidades de catering e os resíduos similares de transformação de alimentos”.

Esta primeira fase da operação implicou a aquisição de 291 contentores de 140 litros, 100 contentores de 50 litros e 35 contentores para recolha de resíduos nos cemitérios, feira e mercado.

Entretanto, sob o lema “Comida não é lixo! – Valorize os resíduos orgânicos” está a ser implementada uma campanha de comunicação e sensibilização que inclui vídeo, outdoors e mupis, brochuras entre outros materiais.  Para efetuar a recolha e transporte destes resíduos, foram adquiridas duas viaturas apropriadas e apetrechadas para o efeito.

Todos os biorresíduos recolhidos serão tratados e transformados em fertilizante sem aditivos químicos, para posterior utilização na agricultura e jardinagem.

Capturarcomi1 (3).JPG

CELORICO DE BASTO APRESENTA MODA, RECICLAGEM E SUSTENTABILIDADE NO MESMO EVENTO

Mota Fashion Night evidenciou preocupação ambiental

A Escola Básica da Mota do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto promoveu esta quarta feira uma evento designado Mota Fashion Night. Uma ação aberta à comunidade que procurou trabalhar a temática da sustentabilidade com a utilização de materiais reciclados.

CapturarCE3.JPG

Para Isabel Gonçalves, Coordenadora da Escola Básica da Mota, a ação visa “sensibilizar a comunidade escolar para a importância da sustentabilidade, uma vez que a Escola Básica da Mota é uma Eco-Escola. Por outro lado, trazer a comunidade à escola é mostrar que a escola é educação em ação. Somos todos intervenientes na educação dos nossos alunos”. Uma ação que contou com o envolvimento de pais e encarregados de educação e da comunidade a quem a coordenadora agradece por “permitirem realizar um espetáculo memorável”.

A ideia de realizar este evento foi da Equipa pedagógica e incluído no projeto Eco-Escolas, com o tema Reciclagem/Reutilização.

Um “espetáculo memorável” que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, José Peixoto Lima, enquanto autarca e enquanto presidente do júri do Moda Fashion Night. O autarca mostrou-se agradado com a realização do evento e disse que “só se consegue um concelho sustentável quando todos remamos para o mesmo lado. E, efetivamente temos verificado que as escolas estão, casa vez mais, versadas na promoção de comportamentos sustentáveis com a realização de eventos marcantes, que envolvem a comunidade e que passam a mensagem de que temos que estar todos imbuídos do mesmo espirito”. José Peixoto Lima disse ainda que “foi com muito gosto que participei ativamente neste evento, foi uma noite muito agradável, com verdadeiras obras de arte a desfilar pela passerelle, parabéns a todos os intervenientes”.

CapturarCE1.JPG

CapturarCE2.JPG

VIANA DO CASTELO PROMOVE CAMPANHA DE RECICLAGEM DE PAPEL DE EMBRULHO

Os Serviços Municipalizados de Viana do Castelo (SMVC) vão promover, pelo quarto ano, uma campanha de Natal para a reciclagem do papel de embrulho, em parceria com a Câmara Municipal de Viana do Castelo, o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) e a Resulima, S.A.

CapturarVCEMBRU (1).JPG

A iniciativa, que tem como mote “Neste Natal os teus embrulhos são o meu maior presente”, vai decorrer de 24 de dezembro de 2022 até 6 de janeiro de 2023 e irá disponibilizar aos vianenses trinta contentores de 800 litros de capacidade, devidamente identificados, instalados nas zonas residenciais com mais população do concelho, para a colocação do papel/cartão.

O objetivo é fomentar a correta separação dos resíduos, designadamente do papel de embrulho, que todos os anos, após a noite de Natal, é depositado nos equipamentos destinados aos resíduos indiferenciados (lixo doméstico), desperdiçando-se, assim, um recurso vital para uma economia circular e a preservação do meio ambiente.

Desde o início da campanha, em 2018, que a adesão dos cidadãos tem sido muito positiva, resultando numa retoma de mais de cinco toneladas de papel/cartão, que teve como destino final a central de triagem da Resulima para posterior reciclagem.

Neste contexto, os SMVC apelam à responsabilidade ambiental e ao contributo de todos os munícipes nesta iniciativa.

VIANA DO CASTELO: RECICLAGEM INSPIRA EXPOSIÇÃO DE PINHEIRINHOS DE NATAL NO MUSEU DE ARTES DECORATIVAS

Até dia 8 de janeiro, o Museu de Artes Decorativas tem exposta uma exposição de “Pinheirinhos de Natal” feitos com material reciclado. Pela primeira vez, o pátio interior do museu municipal acolhe uma exposição de árvores decoradas a rigor para a época festiva.

Z62_7046 (3).jpg

A mostra, que conta com a participação de artesãos e artistas plásticos de Viana do Castelo, recebeu também trabalhos de alunos do 5º e 6º ano da Escola E.B. 2,3 Dr. Pedro Barbosa, reunindo cerca de uma dezena de pinheirinhos.

Os pinheirinhos foram elaborados em diversos materiais, tais como argila cozida, cerâmica vidrada, azulejos policromados, madeira, gesso, cobre, ferro e materiais reciclados.

A exposição pode, assim, ser visitada de terça a sexta-feira, das 10h00 às 18h00, e ao sábado de domingo, das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00.

O Museu de Artes Decorativas está instalado num solar urbano situado no largo de São Domingos, onde também fica a Igreja do convento da mesma evocação. O edifício foi mandado construir em 1724 pelo cónego António Felgueiras Lima e nele ficava hospedado o arcebispo de Braga D. Rodrigo de Moura Teles, quando se deslocava a Viana, a banhos.

Mais tarde, foi comprado pela família Barbosa Teixeira Maciel, ficando conhecida pela Casa dos Barbosa Maciel. Trata-se de um belo edifício de linhas barrocas, embora com elementos clássicos, como são os frontões triangulares que encimam as janelas.

O museu tem um dos mais importantes acervos de artes decorativas, através das coleções de mobiliário (peças dos estilos D. João V, D. José e D. Maria ou de verdadeiros tesouros que são os contadores e outras peças indo-portugueses) e louça (com uma coleção de peças das melhores fábricas históricas de todo o país, com uma especial incidência na fábrica de Viana, de que detém uma das mais importantes coleções nacionais).

Z62_7040.jpg

 

VALENÇA PROMOVE INICIATIVA “DÁ NOVA VIDA À TUA ROUPA”

O Município de Valença associando-se à Semana Europeia da Prevenção de Resíduos e está a promover a iniciativa  “Dá Nova Vida à Tua Roupa”, nos estabelecimentos de ensino do concelho, até ao dia 25 de novembro.

Valença  Roupa (5).jpg

Assim, todos os alunos do concelho de Valença foram convidados a trazer uma peça de roupa, que não usem, para a escola. Essa peça será reutilizada na Loja Social de Valença por quem mais necessita.

Espera-se que com esta iniciativa se possa angariar uma importante quantidade de peças de roupa que possam ajudar os mais carenciados.

A Semana Europeia da Prevenção de Resíduos tem por tema, este ano  "Têxteis circulares e sustentáveis”

A moda é uma das formas que o ser humano utiliza para se expressar. Por trás dos tapetes vermelhos, desfiles de moda e vendas, existe uma enorme indústria que emprega mais de 1,5 milhão de pessoas apenas na Europa. Mas o outro lado da moeda conta uma história diferente, menos brilhante e muito mais alarmante.

A indústria têxtil e de vestuário é um dos setores mais poluentes, juntamente com a habitação, transporte e alimentação. Isso é causado pelo forte impacto que tem no uso da terra, na poluição da água e até nas emissões de gases do efeito estufa. Este setor tem um alto impacto ambiental e social em todas as fases: desde a produção, distribuição, uso e pós-uso (coleta, triagem, reciclagem e gerenciamento final de resíduos, que na maioria das vezes está relacionado à incineração e aterros).

O Desperdício está fora de moda. A edição de 2022 da Semana Europeia da Redução de Resíduos vai centrar-se no têxtil para evidenciar o forte impacto que tem no nosso planeta mas, principalmente, para inspirar ações que tragam mais circularidade ao setor têxtil.

VIANA DO CASTELO PROMOVE CAMPANHA DE RECOLHA DE ROUPA E CALÇADO EM BOM ESTADO ATÉ 27 DE NOVEMBRO

No âmbito da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos 2022, até 27 de novembro decorre em Viana do Castelo uma campanha de recolha de roupa e calçado em bom estado para reutilização. Os Serviços Municipalizados de Viana do Castelo (SMVC), a Câmara Municipal de Viana do Castelo, o Estação Viana Shopping, o Núcleo de Design do Instituto Politécnico de Viana do Castelo e três empresas gestoras de têxteis (Ultriplo, Wippytex e Sarah Trading) uniram-se para promover esta iniciativa solidária.

campanha texteis (6) (3).jpeg

Assim, estão disponíveis no centro comercial, no piso 2, dois contentores produzidos em madeira, com a colaboração do núcleo de design e dos funcionários dos armazéns da Câmara Municipal de Viana do Castelo, devidamente identificados, para colocação de roupas e calçado em bom estado de conservação para reutilização.

Esta iniciativa representa o início de um grande projeto a ser implementado nas escolas e Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), com o principal objetivo de consciencializar a camada mais jovem sobre a existência de locais adequados em todo o concelho para colocação de material têxtil.

Os responsáveis alertam que separar papel/cartão, plástico e vidro é fundamental, mas separar resíduos têxteis, biorresíduos e outros é também crucial. Neste âmbito, as empresas gestoras de têxteis irão recolher os bens depositados pelos munícipes nos contentores e farão a devida triagem, para que as roupas e calçados sejam posteriormente doados a instituições locais.

A Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (EWWR) encoraja todos os Europeus e não só a desenvolverem ações de sensibilização sobre recursos sustentáveis e gestão de resíduos, durante uma mesma semana em novembro.

Conduzida por autoridades publicas locais e regionais, reunimos todos os tipos de públicos – cidadãos, escolas, empresas, ONG’s, associações – que organizam atividades de sensibilização sobre prevenção de resíduos.

campanha texteis (1) (3).jpeg

campanha texteis (3) (3).jpeg

campanha texteis (4) (2).jpeg

campanha texteis (5) (2).jpeg

CAMINHA: PROJETO “RECICLAR A COMPOSTAR” ESTÁ A VISITAR AS ESCOLAS

Câmara está a entregar 400 compostores domésticos a munícipes e estabelecimentos de ensino

A Câmara Municipal começou em setembro a implementar o projeto “Reciclar a Compostar”, que envolve a entrega gratuita de 400 equipamentos de compostagem, tendo realizado já várias ações de sensibilização e formação na União de Freguesias de Caminha e Vilarelho e em Vila Praia de Âncora, as freguesias identificadas para esta fase, que também envolve os estabelecimentos de ensino. Várias escolas receberam, entretanto, a visita dos formadores, numa “aula” diferente, com curiosidade e entusiasmo.

3M1A9438 (7).jpg

Para as ações normais nas freguesias, a calendarização faz-se de acordo com a receção das inscrições. As próximas sessões já estão marcadas: 20 de outubro – no Museu do Município de Caminha (19h00); 27 de outubro – Ludoteca de Vila Praia de Âncora (19h00) e 28 de outubro – no Museu do Município de Caminha (19h00).

Já no caso das escolas, o agendamento é coordenado com o Agrupamento de Escolas de Caminha, e decorreram já várias iniciativas em escolas básicas e jardins de infância, em vários pontos do concelho, designadamente Lanhelas, Seixas, Caminha, Moledo e Vila Praia de Âncora, estando outras agendadas.

Este é um projeto amigo do ambiente, que incentiva a seleção dos resíduos sólidos urbanos para lá do que já era tradicional, ou seja, separando resíduos suscetíveis de valorização, nomeadamente o papel, as embalagens de cartão, o plástico, o metal e o vidro.

Agora, a aposta é para ir mais longe e separar também componentes orgânicos, normalmente misturados com o lixo doméstico, considerado resíduo indiferenciado. Podem ser participantes do projeto cidadãos com idade igual ou superior a 18 anos, residentes nas freguesias de Vila Praia de Âncora ou na União das Freguesias de Caminha e Vilarelho, cuja residência possua um espaço verde exterior para colocar um compostor doméstico (quintal, horta, jardim ou terreno). O projeto está desde já aberto também aos titulares de direito de utilização de parcela nas Hortas Urbanas – Quinta da Barrosa, que têm participado nas ações, e aos estabelecimentos de ensino do Agrupamento de Escolas do Concelho de Caminha. O objetivo será alargar a todas as freguesias até final de 2023.

O projeto “Reciclar a Compostar” foi candidatado pelo Município de Caminha ao programa "Bio Bairros - Da terra à terra", financiado pelo Fundo Ambiental, e inclui-se no âmbito das estratégias delineadas pelo Município de Caminha, nomeadamente no que se refere ao desenvolvimento de um sistema de recolha de bio resíduos, promovendo a redução da deposição em aterro, através da implementação de medidas de incentivo e promoção da compostagem doméstica junto da população local e das entidades parceiras. O investimento previsto é de 36.480.00 euros (IVA incluído), e inclui aquisição de compostores, formação e materiais de divulgação.

Os munícipes interessados em participar devem preencher o formulário de inscrição disponibilizado na página eletrónica do Município, em www.cm-caminha.pt, através de Ficha de Inscrição Ficha de Inscrição (google.com), enviar por correio para a Câmara Municipal de Caminha – Largo Calouste Gulbenkian – 4910-113 Caminha ou entregar nos serviços de atendimento do Município de Caminha.

3M1A9303 (2).jpg

3M1A9551 (3).jpg

3M1A9403 (5).jpg

3M1A9518 (5).jpg

3M1A9398 (7).jpg

3M1A9419 (6).jpg

FAMALICÃO: “NÃO HÁ CÁ MISTURAS” – O ÓLEO ALIMENTAR USADO É NO OLEÃO!

Autarquia iniciou processo de recolha seletiva de óleos alimentares usados e lança campanha de sensibilização

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão quer promover a separação e deposição de óleos alimentares usados nos oleões e para isso lançou para o terreno uma campanha de sensibilização sob o mote “não há cá misturas”.

Capturaroleofama (10).JPG

A campanha vai desenvolver-se nas várias plataformas do município, na comunicação social local e regional e em espaços outdoors de Famalicão.

Recorde-se que a autarquia famalicense está neste momento a concluir o processo de colocação de 60 oleões em todo o concelho, depois de ter implementado um sistema de recolha seletiva de óleos domésticos em parceria com a EGI – Gestão de Resíduos.

A implementação deste sistema vem permitir que todos os óleos alimentares recolhidos sejam reciclados respeitando a legislação ambiental aplicável e transformados em novos produtos.

Refira-se que os oleões servem, exclusivamente, para depositar óleos alimentares usados, estando proibida o depósito de óleos de motores, por vazamento direto ou óleo alimentar usado em embalagens de vidro. Os utilizadores domésticos deverão depositar os óleos alimentares usados (depois de arrefecidos) numa garrafa ou garrafão de plástico. Quando a embalagem estiver cheia e bem fechada, deverão depositá-la num oleão mais próximo.

Ao garantir o destino adequado para os óleos alimentares usados, os famalicenses estarão a contribuir para a redução da carga poluente nas ETAR’s e da emissão de gases com efeito de estufa para a atmosfera e a permitir a valorização deste recurso, nomeadamente, para produção de novos produtos como biodiesel, sabão, velas, entre outras aplicações.

Capturarolfam.JPG

ESPOSENDE COM ACESSO A LINHA DE RECICLAGEM

A Resulima, empresa responsável pela valorização e tratamento de resíduos sólidos do Vale do Lima e do Baixo Cávado, criou um novo serviço que pretende ser único e diferenciador no esclarecimento do cidadão, sobre os mais variados temas da Reciclagem.

Linha da Reciclagem.png

Trata-se da Linha da Reciclagem - 800 911 400 - um serviço de atendimento público, gratuito e nacional, que foi criado para dar respostas eficazes ao cidadão, nomeadamente para responder a dúvidas, pedidos de informação, sugestões, reclamações, elogios e pedidos de serviço relacionados com a recolha e tratamento de resíduos urbanos.

Com este novo serviço, o Município de Esposende e a Esposende Ambiente, a par de todos os municípios que fazem parte da área de abrangência da Resulima, têm agora a possibilidade de dar resposta a pedidos de esclarecimento dos seus munícipes relativos à gestão dos resíduos urbanos de uma forma mais próxima.

Além da linha gratuita, os munícipes podem obter resposta às suas questões sobre a reciclagem, através do site www.linhadareciclagem.pt ou do email atendimento@linhadareciclagem.pt. A Resulima presta atendimento de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 20h00.

A área de abrangência da Resulima inclui os municípios de Arcos de Valdevez, Barcelos, Esposende, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo, abrangendo uma população de cerca de 309 mil habitantes.

VIANA DO CASTELO: CAMPANHA VOLTA A APELAR À RECICLAGEM DO PAPEL DE EMBRULHO DOS PRESENTES DE NATAL

Pelo terceiro ano consecutivo, a Câmara Municipal, através dos Serviços Municipalizados de Viana do Castelo (SMVC), em parceria com o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) e a Resulima, S.A., vai promover a campanha de Natal que apela à reciclagem.

post-campanha-natal-SMVC.jpg

A iniciativa “Neste Natal os teus embrulhos são o meu maior presente” vai decorrer de 24 de dezembro de 2021 até 6 de janeiro de 2022 e irá disponibilizar aos vianenses mais de 60 contentores devidamente identificados, instalados nas zonas residenciais com mais população do nosso concelho, para a colocação do papel/cartão.

A campanha pretende incentivar a correta separação dos resíduos, designadamente do papel que é utilizado para embrulho de presentes. Todos os anos, após a noite de Natal, verificava-se que o papel de embrulho era depositado nos equipamentos destinados ao lixo doméstico (resíduos indiferenciados), desaproveitando-se, assim, um recurso vital para a economia circular.

Recorde-se que a iniciativa, lançada em 2018, teve como resultado a retoma de mais de quatro toneladas de papel/cartão (2018-2019), que teve como destino final a central de triagem da Resulima para posterior reciclagem.

BARCELOS REALIZA CONCURSO NATAL ECOLÓGICO 2021

Alunos de Barcelos mostram trabalhos em material reciclado

Já estão instalados no Campo 5 de Outubro – Jardim Velho - os trabalhos a concurso do “Natal Ecológico 2021”, elaborados pelos alunos das escolas de Barcelos.

barcecol (1).JPG

Ao todo, são catorze trabalhos de crianças de jardins de infância, alunos do 1º,2º e 3º ciclos, Ipss`s, ensino especial e associações de pais, que desta forma responderam ao repto do Município de Barcelos para fazerem trabalhos alusivos ao Natal “com material reutilizado/reciclado”.

Paralelamente à mostra destes trabalhos no Jardim Velho, os mesmos vão estar em exposição virtual no site do Município, entre os dias 22 de dezembro e 9 de janeiro, de modo a que as pessoas possam votar no seu trabalho preferido.

Este projeto visa aguçar e promover a criatividade dos jovens e aguçar a sua consciência ambiental, numa quadra em que, por norma, há maior consumismo e desperdício.

barcecol (2).JPG