Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PLANO-PILOTO DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS FOI APRESENTADO EM PONTE DA BARCA

Apresentado Plano-Piloto do PNPG

Decorreu hoje, no auditório da Casa da Cultura de Ponte da Barca, a apresentação do Plano-Piloto do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG). Na continuação de um processo iniciado em 2016, estão descritas 11 ações que incluem o ordenamento, restauro e conservação de matas, reforço das redes móveis, a revitalização dos setores produtivos tradicionais e a criação de equipas de apoio aos agentes florestais.

IMG_5846

O Presidente da Câmara Municipal de Ponte da Barca, Augusto Marinho, que presidiu à sessão de abertura, deu as boas-vindas a todos os participantes e agradeceu à Adere- Peneda Gerês e ao ICNF a realização desta reunião que não só destaca a importância da matéria em questão como também aumenta a colaboração e as parecerias entre as entidades envolvidas.

Sobre o plano que surgiu na sequência dos incêndios florestais que assolaram o PNPG nos últimos anos e da necessidade de se prevenirem ocorrências futuras com melhoramentos estruturantes, referiu que vai de encontro à superação dos constrangimentos mais graves que se detetam no parque que “queremos seja um polo dinamizador e impulsionador do desenvolvimento do concelho.” Augusto Marinho salientou, ainda, que a elaboração deste plano e destes projetos tem contado com o envolvimento imprescindível “das populações, dos conselhos diretivos de baldios, das juntas de freguesia, das autarquias e da ADERE Peneda-Gerês.”

Numa fase posterior, a informação será transmitida às populações envolvidas através de sessões de informação locais.

IMG_5851

IMG_5862

IMG_5863

PARTIDO "OS VERDES" DENUNCIA NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA DESCARGAS POLUENTES NO RIO LIMA

Verdes Denunciam Descargas Poluentes no Rio Lima

800

O Deputado José Luís Ferreira, do Grupo Parlamentar Os Verdes, entregou na Assembleia da República uma perguntaem que questiona o Governo, através do Ministério do Ambiente, sobre descargas ilegais feitas para o rio Lima e seus afluentes, onde, ao longo do seu leito e margens, crianças e adultos praticam canoagem e usufruem de praias fluviais onde não existem quaisquer avisos da qualidade de água.

Pergunta:

Portugal. Entra no nosso país, próximo do Lindoso e de Soajo e passa por Ponte da Barca e Ponte de Lima, até desaguar no oceano Atlântico junto a Viana do Castelo, após percorrer um total de 135 quilómetros. Pertence à bacia hidrográfica do rio Lima e à região hidrográfica do Minho e Lima. Este rio foi indicado como sendo o mitológico Lete por Estrabão, e fabulado profusamente na mitologia greco-romana como o rio do esquecimento, da dissimulação. Em Portugal, tem um comprimento aproximado 66,9 km e Ponte de Lima, uma das vilas mais antigas de Portugal, é banhada por este rio.

O rio que dá o nome à vila é também o responsável pelo desenvolvimento de Ponte de Lima sobretudo no que diz respeito ao turismo. As praias fluviais ao longo do rio são muito procuradas por locais e visitantes para os seus momentos de lazer.

Infelizmente, os Verdes receberam uma denúncia de descargas poluentes nas margens do rio Lima no centro da vila. E numa visita efetuada, a 31 de julho de 2018, por uma delegação do PEV, foi possível identificar o local de onde são feitas algumas descargas diretas para o rio Lima. Foi possível visualizar um tubo, que parece ser de esgoto, a libertar resíduos diretamente para o rio. Este encontra-se a meio da Avenida dos Plátanos, ao descer umas escadas em direção ao rio é, aliás, possível verificar que aquele local tem sido alvo de várias descargas. Verifica-se pela cor das pedras que formam um pequeno muro e pelo lixo e lamas acumulados nas árvores envolventes e no leito.

Na Ponte do Arquinho, em Arcozelo, muito próximo da foz, também se verifica a existência de 3 tubos, de diâmetro assinalável, a descarregar no Rio Labruja, um afluente do rio Lima. De um desses tubos, escondido pelas silvas, saem resíduos provenientes do que parece ser saneamento, já que a água sai absolutamente conspurcada e, na ramagem que se encontra depositada no leito do rio, junto a estas saídas, estão a ficar depositados sedimentos.

A preocupação dos crimes ambientais que podem estar a ser cometidos no rio Lima, à semelhança de outros rios ao longo de todo o país, é denunciada pela população que está cada vez mais sensível à preservação dos seus rios e da natureza.

Assim, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, solicito a S. Exª O Presidente da Assembleia da República que remeta ao Governo a seguinte Pergunta, para que o Ministério do Ambiente, possa prestar os seguintes esclarecimentos:

1 – O Ministério do Ambiente tem conhecimento da existência de denúncias na SEPNA de Arcos de Valdevez sobre descargas ilegais feitas para o rio Lima e seus afluentes no presente ano?

2 – O Governo tem ou teve conhecimento de denúncias de crimes ambientais que ocorreram nas margens do rio Lima onde crianças e adultos praticam canoagem e ao longo do qual é possível usufruir de praias fluviais onde não existem quaisquer avisos da qualidade de água?

3 – A Agência Portuguesa do Ambiente acompanha a situação da qualidade da água do rio Lima? Existe algum plano com o município de Ponte de Lima para que seja revisto o saneamento da vila?

4 – Que medidas vai tomar o Governo para defender o rio Lima?

O Grupo Parlamentar Os Verdes

PONTE DA BARCA CAMINHA PELA LUTA CONTRA O CANCRO DA MAMA

28 de outubro | 10h | Praça do município

Para assinalar o Dia Nacional da Luta Contra Cancro da Mama que se comemora, anualmente, no dia 30 de outubro, a Câmara Municipal de Ponte da Barca promove uma caminhada de 5km, no dia 28 de outubro, às 10h00, com partida da Praça do Município, e no final a formação de um laço rosa humano, símbolo usado como forma de apoio a quem luta contra o cancro da mama.

A iniciativa que decorre há alguns anos e sempre com a participação de centenas de pessoas pretende, além da sensibilização para a prevenção precoce da doença, promover a angariação de fundos destinados ao apoio social à mulher com cancro da mama e à divulgação de projetos da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

43122716_1492210867546558_4147594602863394816_n

FESTA DAS VINDIMAS RECRIA TRADIÇÕES EM PONTE DA BARCA

DE 5 A 7 DE Outubro | Centro de Exposição e Venda de Produtos Regionais

A Câmara Municipal de Ponte da Barca promove, no fim-de-semana de 5 a 7 de outubro, mais uma edição da Festa das Vindimas. A iniciativa pretende, fundamentalmente, retratar a azáfama que caracteriza as vindimas, numa região fortemente ligada aos costumes vinícolas.

A decorrer no Centro de Exposição e Venda de Produtos Regionais, a edição 2018 deste evento volta a contar com a participação de várias associações concelhias, que armarão as “tasquinhas” com os pratos típicos da gastronomia desta região e a excelência dos vinhos de Ponte da Barca.

A par das artes e sabores a iniciativa, que tem inauguração marcada para as 18h00, oferece um vasto programa de animação e actividades ligadas à vinicultura, através do desfile 'A vinda do campo' (dia 5, às 21h), e a recriação da Pisada das uvas (dia 6, às 21h), e a Tirada do Vinho (dia 7, às 15h30). Momentos musicais também não vão faltar contando, para isso, com a atuação do grupo de música tradicional portuguesa Verde Canto (dia 5, às 22h), a atuação do grupo musical Cláudia Martins – Minhotos Marotos (dia 6, às 22h00), e a atuação dos Ranchos Folclóricos de Ponte da Barca, Bravães, Lindoso e Azias, ao longo da tarde do dia 7.

ANDREIA PESSOA EXPÕE EM PONTE DA BARCA

Andreia Pessoa expõe na Loja Interativa de Turismo de Ponte da Barca

Andreia Pessoa inaugurou o projeto “A Arte de Começar”, lançado pela autarquia de Ponte da Barca como forma de apoiar os artistas locais, e desde então tem-se dedicado intensivamente à pintura, criando novos quadros.

Capturar1

Face a isso, trouxe a público as suas novas obras, mostrando assim que a “Arte de Começar” também motiva a continuidade da Arte.

A mostra pode ser visitada de terça a sábado, das das 10h às 13h e das 14h às 18h.

43030123_1490778594356452_9172835669238611968_o

43033971_1490778781023100_2938699740130312192_o

43066060_1490778477689797_1744702757442420736_o

PONTE DA BARCA COMEMORA DIA INTERNACIONAL DO IDOSO

Município de Ponte da Barca saúda todos aqueles que vivem a "idade do ouro"

Assinalando-se hoje, 1 de outubro, o Dia Internacional do Idoso, a Vereadora da Ação Social do Município de Ponte da Barca, Maria José Gonçalves esteve de visita ao Centro de Dia de Britelo (Associação Social e Cultural de Britelo) durante a qual teve oportunidade de conversar com a equipa técnica, dirigente e com alguns dos utentes.

Capturarv

“Levei a todos um abraço de amizade e vim carregada de generosidade e de saber feito”, disse a Vereadora reconhecendo ainda o valioso trabalho desenvolvidos pelas diferentes instituições concelhias na promoção da qualidade de vida dos idosos, enaltecendo o trabalho empenhado e dedicado dos dirigentes e dos colaboradores, incentivando-os a continuar a trabalhar na promoção de um envelhecimento saudável e a valorização da autonomia e bem estar na terceira idade.

Maria José Gonçalves recordou ainda a importância de sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e a necessidade de proteger e cuidar da população mais idosa já que “todos vamos lá chegar, pelo que, aprender a envelhecer deve fazer parte da educação de todas as pessoas.”

O Município saúda, assim, todos aqueles que vivem a "idade de ouro".

MUNICÍPIO DE PONTE DA BARCA ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO A ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR

Reunião de Câmara de 24 de setembro. Autarquia vai atribuir Bolsas de Estudo a estudantes do Ensino Superior

O executivo da Câmara de Ponte da Barca aprovou, em reunião de câmara, a versão final do Projeto de Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo para estudantes do Ensino Superior do município de Ponte da Barca.

Capturar1

Trata-se de uma medida há muito defendida pelo presidente da Câmara, Augusto Marinho, por considerar que é um importante incentivo aos jovens barquenses que, querendo legitimamente continuar os seus estudos, por razão de limitações económicas familiares não o conseguem. É, para o autarca barquense, uma medida justa que visa a igualdade de oportunidades e que abre novos horizontes aos jovens de Ponte da Barca.

Entretanto, no período antes da ordem do dia, o presidente da Câmara deu nota de que o arranque do ano letivo decorreu dentro da normalidade, dando ainda conta da presença no jantar que a autarquia e o agrupamento de escolas promoveram a todos os alunos que concluíram a escolaridade obrigatória e a todos os 53 estudantes que ingressaram no Ensino Superior, deixando um voto de felicitações e sucesso a todos, quer ao nível de realizações pessoais quer profissionais.

Ainda no âmbito da educação, deu conta da assinatura dos contratos para os transportes escolares, destacando que destes concursos resultou, este ano letivo, uma grande poupança.

Congratulou, ainda, a Associação de Estudantes do Agrupamento de Escolas pelo gesto solidário que tiveram com a atribuição de donativos a três Instituições concelhias, donativos que resultaram da decisão de partilhar o saldo das suas contas no término do ano letivo transato.

A escolha das instituições, designadamente, Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Ponte da Barca, à Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental e o Projeto de Reconstrução da Igreja de Lavradas resultou deuma votação online. O gesto altruísta destes jovens barquenses mereceu da parte de todo o executivo merecidos elogios.

Informou que esteve presente na comemoração dos 270 anos da Santa Casa da Misericórdia e da realização no passado dia 16 do Grande Prémio de Portugal no Hipódromo de Ponte da Barca, registando com muito agrado o sucesso e afluência de público na iniciativa.

Augusto Marinho deu conta, ainda, que marcou presença numa iniciativa levada a cabo pela empresa de animação turística TOBOGA, na União de Freguesias de Entre Ambos-os-Rios, Ermida e Germil, com os utentes da APPACDM. A iniciativa permitiu que estes utentes com necessidades especiais pudessem usufruir de atividades radicais através da prática de canyoning, num dia emotivo e divertido. O presidente deixou, ainda, uma palavra GNR que também participou e apoiou esta iniciativa.

Fez referência à desfolhada de Bravães que decorreu no último fim de semana e que continua a ser uma referência na nossa cultura e tradição, dando conta que a desfolhada de Lavradas acontece já no dia 29 de setembro. Por último, fez referência a algumas reuniões decorridas com a CIM Alto Minho, Epralima e outras entidades.

Nesta reunião foi ainda aprovada a proposta de Alteração ao Mapa de Pessoal; a abertura de procedimento concursal para o recrutamento de um trabalhador para a carreira e categoria de assistente técnico, para celebração de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado para ocupação de lugar na área de biblioteca e documentação; a abertura de procedimento concursal para a empreitada

“Dotação de condições de circulação pedonal e clicável na Avenida Fernão de Magalães”, e a proposta de projeto de Regulamento Municipal do Comércio a Retalho não sedentário exercido pelos Feirantes e Vendedores ambulantes.

FESTA DAS VINDIMAS RECRIA TRADIÇÕES EM PONTE DA BARCA

DE 5 A 7 DE Outubro | Centro de Exposição e Venda de Produtos Regionais

A Câmara Municipal de Ponte da Barca promove, no fim-de-semana de 5 a 7 de outubro, mais uma edição da Festa das Vindimas. A iniciativa pretende, fundamentalmente, retratar a azáfama que caracteriza as vindimas, numa região fortemente ligada aos costumes vinícolas.

A decorrer no Centro de Exposição e Venda de Produtos Regionais, a edição 2018 deste evento volta a contar com a participação de várias associações concelhias, que armarão as “tasquinhas” com os pratos típicos da gastronomia desta região e a excelência dos vinhos de Ponte da Barca.

A par das artes e sabores a iniciativa, que tem inauguração marcada para as 18h00, oferece um vasto programa de animação e actividades ligadas à vinicultura, através do desfile 'A vinda do campo' (dia 5, às 21h), e a recriação da Pisada das uvas (dia 6, às 21h), e a Tirada do Vinho (dia 7, às 15h30). Momentos musicais também não vão faltar contando, para isso, com a atuação do grupo de música tradicional portuguesa Verde Canto (dia 5, às 22h), a atuação do grupo musical Cláudia Martins – Minhotos Marotos (dia 6, às 22h00), e a atuação dos Ranchos Folclóricos de Ponte da Barca, Bravães, Lindoso e Azias, ao longo da tarde do dia 7.

TALENTOS INTERNACIONAIS DO ALTO MINHO DÃO CONCERTO ÚNICO EM CERVEIRA

Iniciativa inclui a visita guiada ao castelo medieval

Evento: “Sente a História: Ação Promocional de Música e Património – Novas Abordagens, Novos Talentos”

Tipologia: Alto Minho Ensemble

Data: 29 de setembro

Hora: 22h

Local: Igreja da Misericórdia – Vila Nova de Cerveira

Preço: Entrada gratuita e não sujeita a inscrição

Site: https://senteahistoria.com/2018/09/29/alto-minho-ensemble/

Evento: “Sente a História: Ação Promocional de Música e Património – Novas Abordagens, Novos Talentos”

Tipologia: Visita Guiada ao Castelo de Vila Nova de Cerveira

Data: 29 de setembro

Hora: 21h30

Local: Castelo de Vila Nova de Cerveira

Preço: Entrada gratuita e não sujeita a inscrição

Site: https://senteahistoria.com/dias-de-patrimonio-aberto/

É um grupo que junta diferentes gerações de artistas, desde intérpretes, solistas e mesmo diretores musicais cujo talento é reconhecido a nível mundial e nacional e que têm em comum o facto de serem oriundos ou de exercerem funções no Norte país. Chama-se Alto Minho Ensemble e os seus protagonistas preparam-se para transformar a Igreja da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira, já este sábado, dia 29 de setembro, às 22h, num palco cujo reportório promete uma viagem de sons até ao período barroco.

Cartaz Sente a Historia

A iniciativa decorre no âmbito do projeto “Sente a História – Ação Promocional de Música & Património – Novas Abordagens, Novos Talentos” que, até julho de 2019, está a realizar 30 concertos em 30 locais históricos do Alto Minho, envolvendo mais de 1500 músicos e 10 municípios. Este é o oitavo concerto da iniciativa, sendo que os espectáculos realizados até ao momento contaram com a presença de cerca de 3300 pessoas.

O Alto Minho Ensemble é uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho, que visa a promoção do talento e valores artísticos da região. Acresce que o grupo é, precisamente, a entidade capacitadora para a área da música de câmara do “Sente a História”, estando a sua produção e coordenação a cargo de David Martins e a direção artística é liderada por Sergey Arutyunyan*.

Meia hora antes do concerto, pelas 21h30, vai realizar-se uma visita guiada ao Castelo de Vila Nova de Cerveira, uma estrutura medieval cujo interior contempla a antiga Igreja da Misericórdia, a antiga Casa dos Governadores, a cadeia e outros anexos, com especial destaque para o Pelourinho, a elegante porta da barbacã em arco ogival, a porta da traição e a Capela de Nossa Senhora da Ajuda.

Tanto o concerto como a visita guiada têm entrada gratuita.

Sobre o Alto Minho Ensemble

O Alto Minho Ensemble é uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), que visa a promoção do talento e valores artísticos da região. Este projeto, iniciou-se no ano de 2015 reunindo, a par de convidados de prestígio, diferentes gerações de artistas (intérpretes, solistas e diretores musicais), oriundos do Alto Minho ou que aqui exercem a sua atividade profissional, com reconhecido valor ou com créditos confirmados ao nível nacional ou internacional.

O repertório do Alto Minho Ensemble centra-se no período barroco, época da qual datam uma grande parte dos espaços monumentais desta região. A produção e coordenação artística está a cargo de David Martins e a direção artística é de Sergey Arutyunyam*. 

Para além dos concertos realizados desde 2015 nos 10 municípios do Alto Minho (Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira), foi ainda convidado a atuar no festival Sons do Centenário, na cidade de Barcelos.

Gravou em 2015 um CD interpretando a obra “As quatro estações” do compositor barroco italiano Antonio Vivaldi.

 O Alto Minho Ensemble é a entidade capacitadora para a área da música de câmara do Projeto Sente a História.

*Sobre Sergey Arutyunyan

Sergey Arutyunyan é descendente da escola violinística de São Petersburgo, cidade de profundas tradições que remontam aos tempos do lendário violinista e profesor Leopold Auer. Nasceu no seio de uma família de músicos e começou muito cedo os seus estudos musicais com o seu pai, Anatoli Schwarzburg. Mais tarde prosseguiu os estudos com Aaron Knaifel e diplomou-se em 1990 no Conservatório Superior Estatal Rimsky-Korsakov em São Petersburgo, onde foi aluno dos brilhantes  Boris Gutnikov e Marc Komissarov. Em 1989 foi laureado no concurso Estatal de violino da Rússia. A partir de 1987 foi membro do conceituado ensemble 'Solistas de São Petersburgo' sob direcção de Mikhail Gantvarg, com o qual realizou inúmeras tounées em mais de 20 países da América e da Europa com gravações em CD para várias editoras de renome. Desde o ano 1995 reside em Portugal, onde tem vindo a desenvolver uma atividade concertista, sendo diretor artístico do Alto Minho Ensemble e também professor na Escola Profissional de Música de Viana do Castelo (EPMVC) e no Instituto Piaget em Viseu.

Sobre o “Sente a História”

O programa cultural “Sente a História – Ação Promocional de Música e Património – Novas Abordagens, Novos Talentos” apresenta características inéditas no país. Centrado na capacitação, valorização e no desenvolvimento de competências de diferentes gerações de músicos locais, bem como na criação de novos talentos, o programa decorre de 13 maio de 2018 a 20 de julho de 2019 e envolve os municípios de Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira.

Além de permitir uma experiência de história ao vivo, onde a música vai ao encontro da arquitetura dos monumentos, contempla três linhas de programação (bandas filarmónicas, coros e jovens solistas do Alto Minho em contexto de música de câmara), tendo como objetivo surpreender o público com novas abordagens e novos talentos.

As bandas filarmónicas, com os novos maestros a garantirem o rejuvenescimento desta arte na sequência das ações de capacitação deste programa, vão atuar em contexto de concerto com interpretações surpreendentes com jazz, rock, fado, música barroca, popular ou erudita, em formato acústico ou com o som amplificado.

No que diz respeito aos coros, vai estar também patente o cruzamento da tradição com a inovação. Exemplo disso é o facto de o cantor popular repentista Augusto “Canário” ter escrito as letras das canções que vão invocar as lendas da região. Em paralelo, seis compositores de referência do jazz à música erudita (Afonso Alves, Eurico Carrapatoso, Carlos Azevedo, Fernando Lapa, Mário Laginha e Telmo Marques) compuseram sobre as palavras do sentir tradicional, 10 peças corais polifónicas dedicadas a uma lenda de cada município e, ainda, um Hino do Alto Minho. Vozes de todos os coros da região vão fundir-se no Coro Intermunicipal do Alto Minho, num gran finale a encerrar o projeto em julho de 2019, onde interpretarão todas as canções das lendas e o Hino do Alto Minho.

De modo a fomentar os tesouros patrimoniais do Alto Minho, os dias em que ocorrerem os concertos serão também de património aberto, ocorrendo ainda visitas e tours guiados.   Os horários das aberturas e os locais de interesse a visitar serão divulgados em www.senteahistoria.com, app e nas redes sociais da iniciativa. Em simultâneo irá decorrer um passatempo onde os visitantes poderão registar fotografias suas, tiradas nessas visitas e concertos, habilitando-se a ganhar vouchers para desfrutar em restaurantes da região.

A iniciativa é organizada pela CIM Alto Minho, produzida pela Eventos David Martins e cofinanciada pelo Norte2020 – Programa Operacional Regional do Norte e encontra-se integrada no Ano Europeu do Património Cultural em Portugal.

PONTE DA BARCA COMEMORA DIA MUNDIAL DO TURISMO

Este ano sob o tema "O Turismo e a Transformação Digital", a Câmara Municipal convida todos a uma visita à Loja Interativa de Turismo e a "navegarem" pelo Centro Interpretativo do Património “Fernão de Magalhães”

42628546_1484569601644018_7816568143433695232_o

27 de setembro é o dia que mundialmente celebra o Turismo. É uma oportunidade para homenagearmos quem nos visita e desafiarmos todos aqueles que ainda não o fizeram a visitar-nos.

Este ano sob o tema "O Turismo e a Transformação Digital", a Câmara Municipal de Ponte da Barca convida todos a uma visita à Loja Interativa de Turismo e a "navegarem" pelo Centro Interpretativo do Património “Fernão de Magalhães”.

Quem visitar a Loja Interativa de Turismo de Ponte da Barca poderá, então, aceder a vídeos sobre o Concelho e sobre o Norte de Portugal, animações apelativas, mapas, textos e descrições, visitas virtuais, animação 3D, entre outros, participando ativamente na valorização turística da região.

No Centro Interpretativo do Património “Fernão de Magalhães”, encontrarão um espaço de divulgação do património arqueológico e arquitetónico, que convida o visitante a percorrer o concelho e a conhecer, no lugar, os pontos de interesse dignos de registo, recorrendo a painéis explicativos, projetor de imagens interativas, entre outros, de consulta simples, rápida e gratuita.

Resumindo, Ponte da Barca é paisagem, património, natureza e gastronomia. Ponte da Barca é um “saber receber” ímpar, muito característico desta região do Alto Minho. É um concelho que merece um olhar atento para que se consiga absorver toda a sua história, cultura e encantos naturais.

Visite Ponte da Barca, Capital do Turismo de Natureza e Aventura.

42629542_1484569111644067_5180067177037824000_o

SENIORES BARQUENSES PARTICIPAM NAS OLIMPÍADAS DISTRITAIS “OLYMPICS 4 ALL”

São cerca de quinze os séniores barquenses que se encontram a participar na IV edição do Olympics 4 All, Olimpíadas Séniores distritais que arrancaram esta quarta-feira e vão prolongar-se até sexta-feira. A iniciativa realiza-se este ano em Arcos de Valdevez e, no total, o encontro conta com a participação de cerca de 200 séniores em representação de todos os concelhos do distrito.

Capturar

Integradas no projeto Olympics 4 All, estas Olimpíadas englobam modalidades tão variados como basquetebol, voleibol, natação e atletismo que vão estimular os participantes ao nível da mobilidade, do exercício físico e das capacidades cognitivas, para além do salutar convívio entre todos.

42595375_286663195273597_8560882681590579200_n

42614792_2038371232888831_5313081798798868480_o