Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

COURENSES CAMINHAM PELA ROTA DA ARQUITECTURA TRADICIONAL

Rota da Arquitetura Tradicional em Paredes de Coura

12 jan | sáb | Casa do Conhecimento

Uma viagem pela arquitetura tradicional e, especificamente, no concelho de Paredes de Coura, que se estende do século XVIII até aos nossos dias, é o que nos propõe a iniciativa Rota da Arquitetura Tradicional, que tem lugar este sábado 12 de janeiro, a partir das 10h30, na Casa do Conhecimento em Paredes de Coura.

Promovida pela CIM Alto Minho em parceria com o Município de Paredes de Coura no âmbito do projeto “Alto Minho 4D - Viagem no Tempo”, a conferência “Da arquitetura tradicional” terá como ponto de partida as comunicações dos conferencistas Álvaro Domingues, Fernando Barros, Paulo Guerreiro e António Menéres.

O espaço rural e a chamada ‘arquitetura vernácula’, para além de serem uma fonte inesgotável do saber interpretar e usar a paisagem, usufruir dos recursos naturais, manipular e dominar os materiais disponíveis, são campos de trabalho onde as questões e desafios mais tem apaixonado a academia, desde a arquitetura à geografia, passando pela sociologia e antropologia.
Numa sociedade em profunda transformação, como se relacionam hoje as comunidades com o legado tradicional, a organização do espaço e da casa; como fazem da casa o grande espaço da sua afirmação social.
E, por fim, como é que a herança desta arquitetura influenciou os movimentos modernistas e uma possível ‘arquitetura nacional’, caso ela tenha existido?

No período da tarde, será efetuada uma visita guiada encenada, com partida às 15h00 da Câmara Municipal. A visita performativa é conduzida pela parceria Teatro do Noroeste – CDV e Comédias do Minho, em co-programação com a Talkie-Walkie e a Ondamarela, e conta com a participação da comunidade local.

Ainda durante o dia 12 e integrando também o programa, dezenas de sketchers percorrerão a vila de Paredes de Coura para o registo de pormenores do património deste concelho, no âmbito da ação “Sketching com História”, que conta com o apoio da Associação Urban Sketchers Portugal (UskP).

VISITA-PERFORMATIVA:

É na paisagem que vamos beber memória e grande parte da nossa identidade e dela retiramos também o prático do labor e a nossa força criativa. O estudo do território português ganhou peso a partir das primeiras incursões da Sociedade de Geografia de Lisboa, pelos finais do séc. XIX, tendo-se intensificado nos anos 40 do séc. XX, através de estudos importantes como os de Orlando Ribeiro, ou dos inquéritos à arquitetura popular idealizados por Francisco Keil do Amaral. A memória, no entanto, atraiçoa-nos, e ao alto-minhoto talvez muito mais, pois que o mundo se tornou de súbito muito pequeno, arrancando-o de um longo «tempo suspenso», na expressão de Álvaro Domingues. Sendo este tempo ainda visível, está já afastado da conceção pitoresca (explorada até à exaustão) de um Minho verdejante e lavrador e percebemos outrossim o erro, a adaptação e a vontade de uma ideia permanente (e premente) de progresso. Histórias todas estas que devem ser contadas à lareira por quem as sabe, como soía.

PAREDES DE COURA REALIZA ENCONTRO DE CANTADORES DE JANEIRAS

Encontro de Janeiras de Paredes de Coura

sábado | 21h00 | Centro Cultural

São dezasseis as Associações do concelho de Paredes de Coura que se reúnem em mais um Encontro de Janeiras, que este sábado, 5 de janeiro, pelas 21h00, no Centro Cultural, volta a dar corpo a uma das tradições mais ricas e bonitas do cancioneiro popular courense.

janeiras_836.jpg

A Associação de Lamamã, Associação de Formariz, Associação de Rubiães, Rancho Folclórico Camponês do Bico, Junta de Agualonga, Associação de Cristelo, Associação de Paredes de Coura, turma do 12ºB do Agrupamento de Escolas de Paredes de Coura, Associação de Parada, Associação de Mozelos, Clube de Natação e Cultura, Sporting Clube Courense, Associação de Insalde, Universidade Sénior, Confraria Senhora da Pena e Comissão de Festas de Nossa Senhora das Neves – Cunha, num total de cerca de 350 elementos, entre cantadores e músicos, proporcionam o som e o tom ao XVIII Encontro de Janeiras de Paredes de Coura, depois de terem percorrido as aldeias do concelho a cantar os Reis e as Janeiras.

Como habitualmente, este Encontro de Janeiras tem entrada livre e é precedido por um desfile pelas ruas centrais de Paredes de Coura, com concentração no Largo Visconde de Mozelos, junto aos Paços do Concelho, e percorrendo em animada marcha pela Rua Conselheiro Miguel Dantas até ao Centro Cultural.

Posteriormente a este Encontro de Janeiras, os grupos das associações culturais, recreativas e desportivas, estabelecimentos de ensino locais, grupos de catequese, Lar de Idosos e Centros de Dia, provenientes de todo o município, continuarão durante todo o mês de janeiro a visitar as casas e a Cantar as Janeiras, como é tradição neste concelho no coração do Alto Minho, e que todos os anos rejuvenesce partilhando saberes e experiências de geração em geração.

Senhores que aqui morais,

Vinde ouvir nossos cantares:

Nós somos os três Reis Magos

Boas Festas vimos dar!

Nós somos os três Reis Magos

Boas Festas vimos dar!

 

Aqui vimos, aqui vimos

Meus Senhores,

Aqui vimos, aqui vimos

Bem sabeis,

 

Vimos dar-vos as Boas Festas

E também, e também cantar os Reis

Vimos dar-vos as Boas Festas

E também, e também cantar os Reis

 

Vamos depressa

Corramos a Belém,

Ver o menino

Que Nossa Senhora tem

(Associação de Vascões)

PASSAGEM DE ANO EM PAREDES DE COURA VAI TER MUITA MÚSICA

Passagem de Ano em Paredes de Coura: Simão Praça (Bitch Boys) | DJ’s | grupos musicais | tenda aquecida

Simão Praça (Bitch Boys), mas também os Dj’s Pedro Caldas, Zack e Mosca aka Nuno, bem como os grupos musicais HugoBand e Vivodance respondem pela animação na noite de Passagem de Ano de Paredes de Coura, que decorre a partir das 22h30 de segunda-feira, dia 31 de dezembro, na Tenda Aquecida instalada no Largo Hintze Ribeiro, e prolonga-se noite dentro a partir das 00h00 na Caixa da Música.

A música, dança, performance e vídeo proporcionados pelos irmãos Simão e Paulo Praça, bem como os ‘sets’ executados pelos restantes Dj’s e grupos musicais prometem não faltar animação na entrada no Novo Ano promovida pelo Município de Paredes de Coura, completando um vasto programa de atividades que por estes dias tem trazido maior vivacidade a esta vila no coração do Alto Minho.

Iniciativas tão marcantes como a Escola do Rock e o Arte em Peças, que tantos elogios têm merecido de miúdos e graúdos, trouxeram inegável animação à vila como que projetando a antecâmara para a noite de Passagem de Ano.

Motivos mais que suficientes para um salto até Paredes de Coura, onde a entrada no Novo Ano é-nos guiada pelos grupos musicais HugoBand e Vivodance, prosseguindo com os Dj’s Zack, Simão Praça (Bitch Boys), Pedro Caldas e Mosca aka Nuno para um feliz 2018 e com entrada livre.

PAREDES DE COURA VIVE NATAL ENCANTADO

“Natal Encantado”: ‘Arte em Peças’ e ‘Escola do Rock’ | Paredes de Coura

O ‘Arte em Peças’, com uma ampla exposição composta por milhões de peças LEGO® que dão vida a centenas de construções originais dos mais variados temas, e a ‘Escola do Rock’, com 60 jovens e 5 bandas residentes num programa intensivo de seis dias de formação, experimentação e partilha, merecem particular atenção no ‘Natal Encantado’ em Paredes de Coura, que tem mais uma vez as crianças e os mais jovens no centro das atenções com propostas tão diversas como a projeção dos filmes “Força Ralph: Ralph Versus Internet” ou “O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos”, mas também a Tenda Natal Encantado, entre outras iniciativas, que trazem por estes dias um outro colorido e encanto a esta vila no coração do Alto Minho.

Instalação 2

A rua principal da vila transpira a magia do Natal. Quando se percorre a Rua Conselheiro Miguel Dantas no sentido descendente, a instalação pública concebida por Madalena Martins sugere-nos a ideia que as estrelas caem do céu e se transformam em neve, como que projetando a imagem que em Coura se constroem bonecos na Lua.

Por sua vez, o Largo Hintze Ribeiro acolhe a Tenda Natal Encantado com ‘Circuito Wipeout’, um circuito insuflável para toda a família, dos 6 aos 99 anos, mas também com o ‘Espaço Infantil’ que contempla trampolim, piscina de bolas e mini-circuito para crianças entre os 2 e 5 anos. Por estes dias a vila volta a ser percorrida pelo já tradicional ‘O comboio vai partir’, bem como pela banda de música DixieCoura que dá o tom e o som nos dias que antecedem o Natal. A Igreja Ecce-Homo, em Padornelo, brinda-nos com o Concerto de Natal na noite de 20 de dezembro com as encantadoras vozes do Coura Voce.

Os filmes “Força Ralph: Ralph Versus Internet” -- o vilão dos videojogos deixa Litwak para trás e aventura-se no enorme e excitante mundo da internet -- ou “O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos”, com a jovem Clara que perde a chave mágica e lança-se numa longa e perigosa jornada que a leva através do Reino dos Doces, das Neves, das Flores e do sinistro Quarto Reino, trazem a Paredes de Coura dois dos mais bem conseguidos ‘blockbusters’ da temporada.

Milhões de peças LEGO® encantam miúdos e graúdos

Mas são a ‘Arte em Peças’ e a ‘Escola do Rock’ que trazem uma marca distintiva ao Natal em Coura. Com o ‘Arte em Peças’, visitantes de todas as idades que acorram ao Centro Cultural para mais esta iniciativa promovida pelo Município de Paredes de Coura em parceria com a Comunidade 0937 terão a oportunidade de contactar com milhões de peças LEGO® e de participar em passatempos diversos como a busca de objetos escondidos, na construção de mosaicos, circuitos de comboios, circuito de carros telecomandados, pintar desenhos, experimentar o funcionamento dos mais variados robôs, de criar as suas próprias construções e brincar livremente com as milhares de peças que estarão disponíveis numa área reservada à Playzone, tudo para que possam desfrutar de grandes momentos de diversão.

Já com a ‘Escola do Rock’, e após o sucesso alcançado com as edições anteriores, que levou um grupo de cerca de 50 jovens a pisar palcos como os do Festival Vodafone Paredes de Coura, Serralves em Festa, Casa da Música, Teatro Rivoli ou Hard-Club, mas também a frequentar residências em Silleda [Galicia] e Castelo de Paiva, a “Escola do Rock - Paredes de Coura” continua a acolher jovens músicos com idade superior a 13 anos, que queiram mostrar o que valem num programa intensivo de seis dias de formação, experimentação e partilha. Os jovens músicos provenientes de todo o país desenvolvem competências musicais e criativas, em especial na área da música rock, numa iniciativa complementada este ano com a atuação de 5 bandas residentes e que culmina dia 21 com a Apresentação Final da Escola do Rock 2018, na Caixa da Música.

À semelhança de anos anteriores, as ruas centrais desta bonita vila no coração do Alto Minho também apresentam um colorido característico, com destaque para a instalação de Natal na Rua Conselheiro Miguel Dantas. O comércio tradicional também vale uma oferta de mil euros em compras. Numa iniciativa do Município, em pareceria com a AEPCOURA – Associação Empresarial de Paredes de Coura, são desenvolvidas múltiplas iniciativas como forma de atrair cada vez mais visitantes, bem como proporcionar melhores oportunidades de negócio para o comércio de proximidade durante este período festivo.

Instalação 1

PAREDES DE COURA É "ESCOLA DO ROCK"

“Escola do Rock - Paredes de Coura”. 5ª edição | 17 a 22 dez

Já falta pouco para ouvir os primeiros acordes na ‘Escola do Rock - Paredes de Coura’, que nesta 5ª edição se desenrola a partir de domingo, dia 16, e até 21 de dezembro, em plenas férias letivas de Natal, este ano com a particularidade de contar com 5 bandas residentes selecionadas por concurso e que terão a possibilidade produzir e gravar um single, da mesma forma que parte do repertório da ‘Escola’ é sugerido por conhecidos nomes da pop-music.

Escola de Rock Paredes de Coura 2017

Após o sucesso alcançado com as edições anteriores, que levou um grupo de cerca de 50 jovens a pisar palcos como os do Festival Vodafone Paredes de Coura, Serralves em Festa, Casa da Música, Teatro Rivoli ou Hard-Club, mas também a frequentar residências em Silleda [Galicia] e Castelo de Paiva, a “Escola do Rock - Paredes de Coura” vai continuar a acolher jovens músicos com idade superior a 13 anos, que queiram mostrar o que valem num programa intensivo de seis dias de formação, experimentação e partilha.

A “Escola do Rock - Paredes de Coura” é uma iniciativa do Município, que em 2015 foi distinguido com o Prémio UM-Cidades instituído pela Universidade do Minho: "É um projeto que nasce com o objetivo de ocupar as férias dos jovens de forma lúdica, pedagógica e artística. Se queremos uma sociedade com futuro temos que investir nos jovens e nos seus anseios, mas de forma séria", explica Vítor Paulo Pereira, presidente da Câmara de Paredes de Coura, acrescentando que “o currículo disciplinar escolar é essencial e tem muito peso na nossa sociedade. Mas a arte, a música, a dança ou outra qualquer forma cultural são manifestações importantíssimas nas formações dos nossos jovens e ferramentas fundamentais de formação, cidadania, até na preparação para aquilo que chamam de mercado de trabalho”. 

Com a colaboração e direção artística do Space Ensemble para a definição do plano de formação, o objetivo da “Escola do Rock - Paredes de Coura” passa por permitir a um conjunto de músicos provenientes de todo o país, desenvolver competências musicais e criativas, em especial na área da música rock.

60 alunos + 5 bandas residentes

O programa, como vem sendo hábito, vai envolver ensaios, formação, sessões de cinema, jam sessionsshowcases, concertos, demonstrações de instrumentos eworkshops. A equipa de formadores continua a ser dirigida por Nuno Alves (direção artística) e para esta edição foi solicitado a alguns notáveis ligados à música nacional e internacional a sugestão de uma música essencial para uma ‘Escola do Rock’.

Assim, Michael Lowry, baterista dos norte-americanos Future Islands, foi confrontado com a versão de “Seasons” gravada na primeira edição da Escola do Rock. Achou muito “cool”, pelo que a sua sugestão para o repertório da Escola do Rock 2018 foi “Manta Ray”, dos Pixies.

Por sua vez, Jorge Romão, baixista dos GNR, sugeriu “Rebel Rebel”, de David Bowie, por gostar muito do riff de guitarra do Mick Ronson e da progressão da linha de baixo. Já António Antunes, mais conhecido por Tó Trips e guitarrista dos Dead Combo, aposta em “Remar Remar”, dos Xutos & Pontapés, argumentando tratar-se de “uma das melhores músicas rock feitas em Portugal, com uma forte essência portuguesa. É uma música icónica e histórica”.

Também Hélio Morais, baterista e músico co-fundador nas bandas Linda Martini Paus, sugere “New Noise", dos Refused, dada a importância do disco "The Shape Of Punk To Come” para a cena punk/hardcore: “a banda mostra como se pode misturar elementos eletrónicos, e mesmo jazz, com o balanço e agressividade tipicamente associados ao punk/hardcore”, argumentou.

Mais uma vez, a base de trabalho será o espaço Caixa da Música, criado pelo Município de Paredes de Coura para acolher concertos e residências artísticas como esta. Adicionalmente, os concertos e workshops decorrerão em diversos espaços do concelho, como o Quartel das Artes – residência da companhia de teatro Comédias do Minho --, Quartel dos Bombeiros, escola profissional EPRAMI, associações de freguesias e restaurantes, que acolherão os espetáculos das as bandas vencedoras do concurso para bandas residentes: “Os Wicked Youth, Dream People, Areia nos Calções, DOWN 4 U, Cuckoo Let Us.

No final dos 6 dias de formação, há o já muito esperado espetáculo de apresentação final, a decorrer no dia 21 de dezembro, pelas 22h00, na Caixa da Música.

MO_Escola-do-Rock_Cores-164

MO_Escola-do-Rock_Dia2_B-W-54

ARTISTA DALILA GONÇALVES ENSINA A “VER ATRAVÉS DA ÁRVORE” EM PAREDES DE COURA

Paredes de Coura dá as boas-vindas aos peregrinos no ponto em que o Caminho de Santiago atravessa o concelho

“Ver através da árvore”, da artista plástica Dalila Gonçalves, é o novo elemento na paisagem de Paredes de Coura, precisamente no ponto em que o Caminho de Santiago atravessa o concelho.

Instalação 2

A instalação passou a residir no Caminho das Piçarras, junto à Casa Florestal, em Romarigães, e de acordo com o vereador Vitor Silva “não é apenas uma referência ao Caminho, mas também à paisagem que encontramos no local”. Ainda de acordo com este elemento do executivo responsável pelas Obras Públicas, Conservação dos Edifícios Municipais e Espaços Verdes, aquela instalação “serve também como cartão de boas-vindas aos peregrinos” que atravessam o concelho de Paredes de Coura, num dos trajetos mais concorridos em direção a Santiago de Compostela.

“Ver através da árvore”, de Dalila Gonçalves, faz parte de um conjunto de projetos propostos pelo Desencaminharte à CIM-Alto Minho (Comunidade Intermunicipal do Alto Minho), que tem como missão criar sinergias entre território, arte, cultura e população, numa dinâmica de envolvimento intermunicipal.

Na perspetiva da artista, com esta obra poder-se-á imaginar um “fole a correr e a desenhar a paisagem como um portão sobre a calha da sua base. Vemos através dele como se espreitássemos com um olho cerrado por detrás de uma árvore”, acrescentando que se trata de “um jogo de contato com a natureza, de refúgio, de aparição e esconderijo como um qualquer jogo de crianças quando ao mesmo tempo que se escondem e avançam, procuram, através de um olhar curioso, descobrir o que está para lá da montanha.”

Instalação 1

PAREDES DE COURA É CAPITAL PORTUGUESA DO LEGO

‘Arte em Peças’: A espetacularidade das coloridas peças LEGO® encantam o Natal. De 15 a 31 dez | Paredes de Coura

Uma ampla exposição composta por milhões de peças LEGO® que dão vida a centenas de construções originais dos mais variados temas desde cidade, castelo, piratas, faroeste, espaço, steampunk, assim como outras construções gigantes completam mais um “Arte em Peças® 2018 - LEGO® Fan Event”, que a partir deste sábado, 15 dezembro, e até final do ano, dão outra cor e brilho a Paredes de Coura.

Arte em Peças 2016

Os visitantes de todas as idades que acorram ao Centro Cultural para mais esta iniciativa promovida pelo Município de Paredes de Coura em parceria com a Comunidade 0937 terão a oportunidade de participar em passatempos diversos como a busca de objetos escondidos, de participar na construção de mosaicos, circuitos de comboios, circuito de carros telecomandados, pintar desenhos, experimentar o funcionamento dos mais variados robôs, de criar as suas próprias construções e brincar livremente com as milhares de peças que estarão disponíveis numa área reservada à Playzone, tudo para que possam desfrutar de grandes momentos de diversão.

Arte em Peças 2016

A espetacularidade das coloridas peças de plástico e a magia associada ao ato de criar construções que só dependem da imaginação, atrairão, certamente, públicos de diferentes gerações e de proveniência nacional e estrangeira, com destaque para os vizinhos espanhóis da região da Galiza, em mais uma edição, a nona do ‘Arte em Peças’, e cuja entrada é gratuita.

Recorde-se que o “Arte em Peças® 2018 - LEGO® Fan Event” é já uma referência no mapa mundial dos LEGO® Fan Events, organizado ininterruptamente desde 2010 pela Comunidade 0937 em conjunto com o Município de Paredes de Coura. Esta parceria não se limita ao ‘Arte em Peças’, já que ambas as entidades também organizam o ‘Paredes de Coura LEGO® FAN WEEKEND’, evento LEGO® de cariz internacional e que apenas também se realiza em Skærbæk (Dinamarca) e Köbe (Japão) e que no passado mês de junho recebeu mais de 250 participantes de 20 países diferentes e de lugares tão díspares como EUA, Austrália, Brasil, Noruega, Sérvia ou Eslovénia e que foi aclamado como “o paraíso na terra” por uma revista da especialidade.

Arte em Peças 2016

Com caráter permanente o Município de Paredes de Coura possui a ‘Caixa de Brinquedos’, espaço de excelência onde as crianças podem brincar com peças LEGO® e onde a Comunidade 0937 também organiza regularmente workshops, de inscrição gratuita, sobre o tema. Ainda recentemente, o projeto ‘Caixa de Brinquedos’ viajou até ao Festival "Toutes Latitudes", que decorreu no maior espaço de espetáculos da região de Bordéus, o multiusos “Rocher de Palmer”, e no qual também participaram representações de Espanha, Marrocos, Turquia, Estados Unidos da América e Senegal, numa manifestação de trocas e reencontros culturais.

Sobre a Comunidade 0937

Já apelidado como “viveiro de talentos”, este grupo português de fãs de LEGO® foi fundado em 2006 e dinamiza atividades tanto online (fórum de discussão, concursos, revista digital, etc.) como offline (eventos, exposições, encontros, workshops). É conhecido internacionalmente pela qualidade das construções dos seus membros, tendo cinco deles sido contratados pela própria LEGO®, na Dinamarca, para serem designers de conjuntos.

poster

MANADA DE ELEFANTES INVADE EMPRESAS DE PAREDES DE COURA

‘Semana da Diferença’ envolve toda a comunidade

Valorizar e respeitar as diferenças tem estado subjacente às múltiplas iniciativas que têm percorrido a ‘Semana da Diferença’ em Paredes de Coura, como a ação de sensibilização sobre igualdade e inclusão junto das industriais locais ou a história do ‘Elefante Elmer’.

Semana da Diferença a

Promovida pelo Município de Paredes de Coura, em parceria com o projeto Couracção (CLDS), o Centro de Atividades Ocupacionais da Santa Casa da Misericórdia, o Agrupamento de Escolas, o OUSAM - Organismo Utilitário Social de Apoio Mútuo e a EPRAMI - Escola Profissional do Alto Minho Interior, o objetivo da ‘Semana da Diferença’ é, como explica a vereadora da Educação e Ação Social, Maria José Moreira, “promover a cidadania e o respeito pelo outro. Queremos envolver toda a comunidade e alertar para a importância de valorizar e respeitar as diferenças”.

Com atividades ao longo de toda a semana, numa parceria entre instituições locais, as questões da equidade e da inclusão foram trabalhadas por toda a comunidade escolar, tendo por princípio a história do ‘Elefante Elmer’: um elefante diferente e colorido que queria ser igual a todos os outros até perceber que era a sua diferença que trazia alegria à vida de todos que o rodeavam. Este foi o ponto de partida para a construção de vários elefantes nas escolas que ocupam espaços públicos do concelho durante esta semana.

O mesmo desafio chegou também a todas as unidades fabris do concelho. De repente um elefante habita os espaços comuns destas empresas e ao longo da semana os colaboradores são convidados a colorirem e a deixarem uma mensagem. Uma ação que, desta forma, chega a toda a comunidade sensibilizando para os direitos da pessoa portadora de deficiência e para inclusão, com iniciativas junto das unidades industriais sediadas nos parques de Formariz e Castanheira, nomeadamente a Kyaia, Doureca, ValverIbérica, ValverPortugal e Akwel.

Semana da Diferença b

‘Caixa dos Sonhos’ e a ‘Árvore dos Valores’

Já o espetáculo ‘Caixa dos Sonhos’ e as Danças Inclusivas, pelos utentes e profissionais do CAO de Paredes de Coura, foram complementados com a palestra ‘A diferença na família’, conduzidas por Miguel Palha, Maria João Palha e Francisca Palha, do Diferenças, Centro de Desenvolvimento Infantil.

A música também integra esta ‘Semana da Diferença’, com a apresentação alusiva à diferença, pelos alunos do Ensino Articulado (Academia de Música de Viana do Castelo), enquanto os alunos e professores da EPRAMI promovem o jogo interativo sobre Direitos Humanos. Também  a comunidade local é sensibilizada para a promoção da cidadania através do projeto ‘Árvore dos Valores’, com os alunos da Escola Básica e Secundária a propor aos comerciantes e restante população uma pequena participação num jogo simbólico, onde são abordados os valores de cidadania, com vista à construção de uma árvore natalícia pelos alunos da escola. 

Semana da Diferença c

PAREDES DE COURA ASSINAA "SEMANA DA DIFERENÇA"

‘Semana da Diferença’ envolve toda a comunidade

Valorizar e respeitar as diferenças tem estado subjacente às múltiplas iniciativas que têm percorrido a ‘Semana da Diferença’ em Paredes de Coura, como a ação de sensibilização sobre igualdade e inclusão junto das industriais locais, mas também a ‘Caixa de Sonhos’ com a palestra ‘A Diferença na Família’ ou até a história do ‘Elefante Elmer’.

Semana da Diferença a

Promovida pelo Município de Paredes de Coura, em parceria com o projeto Couracção (CLDS), o Centro de Atividades Ocupacionais da Santa Casa da Misericórdia, o Agrupamento de Escolas, o OUSAM - Organismo Utilitário Social de Apoio Mútuo e a EPRAMI - Escola Profissional do Alto Minho Interior, o objetivo da ‘Semana da Diferença’ é, como explica a vereadora da Educação e Ação Social, Maria José Moreira, “promover a cidadania e o respeito pelo outro. Queremos envolver toda a comunidade e alertar para a importância de valorizar e respeitar as diferenças”.

Com atividades ao longo de toda a semana, numa parceria entre instituições locais, a ‘Semana da Diferença’ é dedicada às pessoas com deficiência e a comunidade educativa é um dos públicos privilegiados. A história do ‘Elefante Elmer’, um elefante diferente, foi o tema para a apresentação e exploração da história junto da comunidade socioeducativa, mas também a construção dos elefantes Elmer pelos grupos dos Jardins de Infância do OUSAM, Jardins de Infância e CAO da Santa Casa da Misericórdia, Jardins de Infância do Agrupamento de Escolas, Escola Básica do 1º Ciclo, Escola Básica e Secundária e Escola Profissional EPRAMI.

‘Elefante Elmer’ e a ‘Árvore dos Valores’

Já o espetáculo ‘Caixa dos Sonhos’ e as Danças Inclusivas, pelos utentes e profissionais do CAO de Paredes de Coura, foram complementados com a palestra ‘A diferença na família’, conduzidas por Miguel Palha, Maria João Palha e Francisca Palha, do Diferenças, Centro de Desenvolvimento Infantil.

A música também integra esta ‘Semana da Diferença’, com a apresentação alusiva à diferença, pelos alunos do Ensino Articulado (Academia de Música de Viana do Castelo), enquanto os alunos e professores da EPRAMI promovem o jogo interativo sobre Direitos Humanos.

Por sua vez, a comunidade local também é sensibilizada para a promoção da cidadania através do projeto ‘Árvore dos Valores’, com os alunos da Escola Básica e Secundária a propor aos comerciantes e restante população uma pequena participação num jogo simbólico, onde são abordados os valores de cidadania, com vista à construção de uma árvore natalícia pelos alunos da escola. Estas ações de sensibilização também se estendem à restante comunidade junto das unidades industriais locais sediadas nos parques de Formariz e Castanheira, com ações de sensibilização sobre a igualdade e inclusão nas empresas Kyaia, Doureca, ValverIbérica, ValverPortugal e Akwel. 

Semana da Diferença b

PAREDES DE COURA PREVINE INCÊNDIOS FLORESTAIS

Alto Minho TrEx em Paredes de Coura envolveu as comunidades locais

Paredes de Coura recebeu a ação Alto Minho TrEx, que recorre ao uso do fogo como forma de gestão e prevenção de grandes incêndios florestais.

Alto Minho TrEx

Promovida pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho com o apoio do Município de Paredes de Coura, esta ação aproveitou uma janela meteorológica e ecológica para a execução do uso do fogo, com queimas realizadas com os objetivos de renovação de pastagens, benefícios para a cinegética e gestão de combustível num ponto estratégico de gestão para redução de potencial de grandes incêndios florestais.

As principais funções operacionais para esta ação Alto Minho TrEx que decorreu nas freguesias de Porreiras-Insalde e de Parada foram a aplicação de técnicas tradicionais de queima pastoris com vista à criação de mosaicos para renovação de pastagens e abrigos para a caça, bem como a execução de faixas negras preparatórias com recurso a fogo para incremento da segurança em queimas posteriores.

No conjunto foram executados cerca de 4 hectares de gestão de combustível, numa iniciativa que também contou com o apoio das juntas de freguesia e baldios das freguesias Porreiras-Insalde e de Parada, bem como com o trabalho preparatório das equipas de Sapadores Florestais 07-111 e 23-111.

Recorde-se que já no ano passado Paredes de Coura acolheu uma iniciativa frequentemente realizada nos Estados Unidos da América e que contou com cerca de 100 especialistas oriundos dos EUA, Canadá, Brasil, Chile, Espanha e Portugal, naquela que foi a primeira ação na Europa e que contou com a colaboração da conceituada organização “The Nature Conservancy” para debater o tema do uso do fogo como forma de gestão e prevenção de grandes incêndios florestais.

PAREDES DE COURA REALIZA JORNADAS MICOLÓGICAS

Jornadas Micológicas do Corno de Bico

sábado | 1 dez | 8h30 | CEIA

Paredes de Coura volta a acolher este sábado, 1 de dezembro, a partir das 8h30, mais uma edição das Jornadas Micológicas do Corno de Bico. Organizadas pelo Município de Paredes de Coura em parceria com a Associação Micológica ‘A Pantorra’, esta XIª edição das Jornadas Micológicas do Corno do Bico decorrerá no CEIA (Centro de Educação e Interpretação Ambiental), contemplando, entre outras atividades, um passeio micológico orientado por especialistas, com o já o tradicional piquenique onde será possível degustar as diversas propostas gastronómicas apresentadas pelos participantes, baseadas em cogumelos silvestres e de produção.

Jornadas Micológicas 1

A edição deste ano das Jornadas Micológicas do Corno de Bico contará igualmente com uma oficina de identificação, catalogação e exposição das espécies recolhidas durante o percurso micológico.

As jornadas culminam com a tradicional Ceia Micológica, aberta ao público, em que os cogumelos silvestres são príncipes à mesa e prometem fazer as delícias da mico gastronomia.

No concelho de Paredes de Coura, associada à variedade de habitats, existe uma grande diversidade de espécies de cogumelos, tendo-se já catalogado cerca de 200 espécies ao longo da última década.

A diversidade de espécies incentivou o surgimento das Jornadas Micológicas do Corno de Bico desde 2009 com o objetivo de sensibilizar para a valorização dos recursos micológicos da Paisagem Protegida de Corno de Bico e, genericamente, promover os recursos turísticos, as paisagens e o património natural e cultural do concelho de Paredes de Coura. As jornadas assentam na micologia, ciência que estuda os fungos, como vetor de desenvolvimento turístico do território. Estes encontros integram diversas atividades tais como palestras, workshops, mostras, passeios e a gastronomia.

Jornadas Micológicas 2

PONTO DE ENCONTRO

CEIA: Chã de Lamas, 4940-710 Vascões (Coordenadas: 41°54'48"N / 08°29'33"W)

Telefone: +351 251 780 126 / Telemóvel: +351 92 740 15 00

Programa:

08:30 h – Receção aos Participantes (CEIA)

09:15 h – Briefing da Atividade

09:30 h – Saída para o Passeio Micológico na PPCB

12:30 h – Piquenique partilhado (cada participante apresenta um petisco da sua autoria)

14:00 h – Passeio Micológico (continuação)

16:30 h – Regresso ao Ceia (merenda)

17:00 h – Oficina de Identificação e Catalogação de espécies recolhidas no passeio micológico

19:00 h – Abertura da exposição temporária dos cogumelos recolhidos

20:00 h – Deslocação para o restaurante “Abrigo do Taboão”

20:30 h - Ceia Micológica – Sabores Micológicos de Outono

(Diversas propostas gastronómicas à base de cogumelos silvestres, propostas pelo chef Mário Ribeiro)

23.00 h – Encerramento das XI Jornadas Micológicas do Corno de Bico

(Dr. Tiago Cunha – Presidente da Comissão Diretiva da Paisagem Protegida do Corno de Bico) 

Jornadas Micológicas 3

COURENSES DEBATEM PAISAGEM E ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO

Depois do Conselho da Europa agora no seminário “Paisagem e Ordenamento do Território: Estratégias e Instrumentos de Gestão”. Plano de Paisagem das Terras de Coura no centro das atenções

O Plano de Paisagem das Terras de Coura é o elemento dominante do seminário “Paisagem e Ordenamento do Território: Estratégias e Instrumentos de Gestão” que decorre esta segunda-feira, 26 de novembro, em Viana do Castelo.

paisagem

Depois de apresentado no “European Landscape Forum 2018 – Civilscape”, na cidade alemã de Aschaffenburg, o primeiro e único Plano de Paisagem do país vai agora merecer a atenção desta iniciativa promovida pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, em parceria com a Direção-Geral do Território.

Ao longo dos trabalhos, o Plano de Paisagem das Terras de Coura vai cruzar todos os painéis com intervenções de Vitor Paulo Pereira, presidente da Câmara de Paredes de Coura, e Isabel Matias, do Observatório da Paisagem Paredes de Coura, que debruçar-se-á sobre a ‘Participação Pública e Resultados’.

Recorde-se que já aquando da apresentação do Plano de Paisagem das Terras de Coura perante o auditório internacional no Conselho da Europa -- do qual faziam parte Michel Prieur, da Universidade de Limoges e renomado especialista em Direito do Ambiente, e Michael Dower, responsável pela redação de importantes documentos para a Comissão Europeia para as políticas de Desenvolvimento Rural, e ambos redatores da atual Convenção Europeia da Paisagem --, o destaque não foi só a singularidade por se tratar do primeiro plano em Portugal, uma vez que essa prática já existe um pouco por toda a Europa, mas sim pela participação pública privilegiada por Paredes de Coura e o grande envolvimento da população, nomeadamente da comunidade escolar. Ao identificarem problemas e perspetivando soluções, esta prática foi evidenciada como um exemplo de democracia e participação cívica para os restantes países europeus.

.

PAREDES DE COURA COMEMORA DIA DA FLORESTA AUTÓCTONE

Paredes de Coura distribuiu mil árvores no Dia da Floresta Autóctone

Cada um dos mil alunos que fazem parte da comunidade educativa de Paredes de Coura recebeu exemplares de carvalhos, nogueiras e pinheiros mansos criados nos últimos meses em viveiro pelo Município e em colaboração com o Baldio de Linhares, como forma de assinalar o Dia da Floresta Autóctone.

Dia da Floresta Autóctone 1

Sob o lema de “não se esqueça de plantar uma arvore. Todos juntos plantamos uma floresta”, os jovens courenses foram sensibilizados para a necessidade de promover e proteger a floresta autóctone, evidenciando o que ela nos dá e o quão importante é para a vida no planeta: “a ação parte da aposta clara que temos feito na valorização da paisagem em que a nossa floresta tem um papel fundamental”, explicou o presidente da Câmara, que juntamente com outros membros do executivo e duas equipas de sapadores florestais do concelho procederam ao ato simbólico de ofertar uma árvore.

“A proteção da floresta não é uma questão de vaidade, é uma questão de sobrevivência: as árvores retêm dióxido de carbono e produzem o oxigénio que precisamos para viver. A floresta garante-nos água e regula a temperatura do planeta. Acham que teremos futuro sem árvores e florestas?”, contrapôs Vitor Paulo Pereira no final da ação que teve como base a comunidade escolar, uma vez que a alteração de comportamentos futuros só se consegue com a educação das novas gerações.

As árvores foram distribuídas durante todo o dia pelas duas equipas de sapadores florestais do concelho que colaboraram ativamente em todo o processo e, além do ato simbólico de ofertar uma árvore, tinha em vista o reforço da sensibilização para comportamentos responsáveis na floresta.

O dia arrancou cedo com a distribuição gratuita de mais de mil árvores nas creches e jardins de infância, bem como nos serviços públicos. Ao final da tarde os esforços concentraram-se nas Escolas Profissional, Básica e Secundária de Paredes de Coura.

O Município tem programadas para o futuro outras ações, já não de caráter simbólico, em que pretende disponibilizar gratuitamente, em condições regulamentarmente definidas aos baldios e freguesias, árvores autóctones para repovoamento de áreas ardidas e povoamento de zonas com aptidão.

Dia da Floresta Autóctone 2

© Pedro Sousa  

PAREDES DE COURA: “O OUTONO ESTÁ SERVIDO”

sex e sáb |24 e 25 nov

As cores e os sabores do outono são convidativos. E Paredes de Coura tem muito para oferecer nesta matéria. Da paisagem deslumbrante aos pratos confecionados por mãos sábias, são motivos mais do que suficientes para um fim de semana reconfortante neste sábado e domingo, 24 e 25 de novembro. À mesa, entre os múltiplos pratos que nos oferece a rica gastronomia courense, uma dezena de restaurantes convidam-nos a saborear os irresistíveis pratos onde os cogumelos, as castanhas, a maçã e a abóbora vão misturar-se e deleitar o nosso palato em sensações únicas que nos vão fazer viver intensamente esta terra no coração do Alto Minho.

“Aos poetas a Primavera, aos gourmets o Outono”, citou o barão Brisse, gastrónomo e jornalista francês, em 1875.

Outono foto

‘Javali servido com batatinhas e pera ‘, ‘Presas de porco preto com migas de cogumelos e castanha’, ‘Lombinhos com castanha e cogumelos’, ‘Lombelos de porco com batata a murro e castanha’, ‘Bochechas de porco preto com castanha’, ‘Lombo de porco com castanhas’, ‘Frango da avó jardineira’, ‘Pernil de porco assado no forno com castanhas’ e ‘Cuscus com carnes e legumes’ são algumas das sugestões para este fim de semana de ‘O Outono está servido’, complementadas por entradas e sobremesas deliciosas tão características da rica e conceituada gastronomia courense. ‘O Outono está servido’ propõe-nos confortar o estômago com o melhor desta estação.

Abrigo do Taboão, A Bouça, Albergaria, Barbaças, Casa do Frei, Forno do Minho, Furão, Miquelina e Xisto são os nove restaurantes que acolhem e dão as boas vindas ao Outono, com ementas características da estação, ao almoço e jantar de sábado, bem como no almoço de domingo.

Difícil é mesmo escolher entre propostas tão deliciosas, que podem ser complementadas com outras iniciativas que por estes dias também preenchem os dias em Paredes de Coura. Como o ‘Percurso Pedestre’ na manhã de domingo com partida junto à Loja Rural, a peça de teatro ‘Mesa’, no Centro Cultural, ou até, também no domingo, a conferência de apresentação do livro de Eduardo Pires de Oliveira, ‘A Capela do Senhor Ecce Homo – Padornelo, Paredes de Coura’.

PAREDES DE COURA ACOLHE SEMINÁRIO SOBRE EDUCAÇÃO

Curso de Outono: Paredes de Coura acolhe seminário sobre Educação da Universidade do Minho

Paredes de Coura e a Casa do Conhecimento voltam a acolher esta sexta-feira e sábado, 23 e 24 de novembro, mais uma edição do ‘Curso de Outono’, promovido pelo Município e a Universidade de Minho, e que este ano tem a particularidade de contar com a presença, entre outros, do secretário de Estado da Educação.

Capturarmm

‘Políticas educativas e curriculares’ é o tema da comunicação de João Costa, num Curso de Outono dirigido a educadores, professores, técnicos de educação, pais e outros elementos da comunidade, numa iniciativa promovida em parceria com o Centro de Formação e Inovação dos Profissionais de Educação / Escolas do Alto Lima e Paredes de Coura.

‘Tecnologias e Inteligência Artificial: Perspetivas para a Educação’, ‘As dores de crescimento da transformação digital’ e ‘Políticas de descentralização’ são os temas que serão abordados por especialistas academicamente reconhecidos, como Manuel Rocha Armada, Luís Amaral e José Augusto Pacheco, mas também pelo presidente da Câmara, Vitor Paulo Pereira, debruçando-se sobre os vários contextos com que hoje a Educação se debate e os desafios que se apresentam no futuro, numa iniciativa em cujo encerramento participa o reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro.

O Centro de Formação e Inovação dos Profissionais de Educação / Escolas do Alto Lima e Paredes de Coura tem por missão proporcionar formação ao pessoal docente e não docente, em funções nas escolas associadas, para o exercício da função educativa, para o exercício do apoio à ação educativa e, ainda, para exercício de funções de gestão e administração, tendo em vista assegurar a atualização, a reconversão e o aperfeiçoamento profissional. 

PAREDES DE COURA APOSTA NO DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO

Orçamento 2019 com um valor global de 13,4 milhões de euros

São 13,4 milhões de euros que permitirá a Paredes de Coura entrar no ciclo de desenvolvimento estratégico, depois de quatro Planos de Atividades e Orçamento que apostaram no crescimento industrial e económico.

vitor_paulo_pereira_pr_cm_coura

O Plano de Atividades e Orçamento para 2019 aprovado em Assembleia Municipal tem como eixo a nova ligação de Paredes de Coura à A3: “com a nova ligação os novos projetos turísticos ganharão uma nova racionalidade e será mais fácil a sua concretização. As zonas industriais obterão uma maior competitividade e será possível uma maior diversidade de investimentos”, garantiu Vitor Paulo Pereira, recordando que os últimos orçamentos trouxeram “um período extraordinário de crescimento industrial que criou emprego, que gerou riqueza e que permitiu criar estabilidade financeira para as famílias. Simultaneamente recuperámos infraestruturas educativas, culturais e desportivas que tiveram uma grande influência na melhoria das condições de vida dos courenses. Apostámos em projetos estratégicos para o concelho ao mesmo tempo que requalificámos grande parte da rede viária municipal.    Investimos progressivamente na cultura, na educação, na floresta e na preservação da paisagem. Apoiamos empresários, pequenos produtores e os seus negócios. Ninguém ficou para trás”.

Com o mesmo rigor orçamental que caracterizaram estes últimos cinco anos, o presidente da Câmara de Paredes de Coura promete um novo ciclo: “o desenvolvimento é muito mais do que crescimento. Desenvolvimento consiste num processo multidisciplinar de mudança e de melhoria das condições de vida das pessoas. Estamos perante um orçamento que criará um melhor futuro. Um futuro de prosperidade com oportunidades para todos os courenses”.

Educação e cultura com 2 milhões de euros

A nova ligação a Paredes de Coura terá uma grande presença neste orçamento bem como dos anos seguintes. A ligação à A3 criará novas oportunidades para instalação de empresas diferentes e com outras tecnologias. Nesta estratégia insere-se também a nova obra do Mercado Municipal que arrancará brevemente e potenciará a criação de novos negócios e empresas associadas à tecnologia e ao empreendedorismo. “Nesta área associada à criação de novos empregos e à implantação novas indústrias vamos investir cerca de 1 M€”, explicou Vitor Paulo Pereira, para quem “apesar do desemprego em Coura estar muito abaixo da média nacional, estaremos sempre preocupados enquanto existir um desempregado em Paredes de Coura”.

A obra do centro Coordenador de Transportes está a finalizar, mas também obras associadas ao turismo como o Centro de Micologia da Paisagem Protegida de Corno do Bico terão inicio para breve, da mesma forma que já estão em execução o Centro de BTT, o Centro de Investigação de Castanheira e o percurso pedonal – Meandros do Coura. Um orçamento que também consolida o esforço de investimento nas freguesias, onde estão previstos investimentos de 650 mil euros repartidos pela rede viária e acordos de execução.

“Por convicção e amor, investimos muito na educação e na cultura. Nestas áreas o investimento será próximo dos 2 M€”, concretizou Vitor Paulo Pereira, sublinhando que continuará o apoio “a todas as instituições do concelho para que, unidos, possamos todos ajudar a construir um futuro bom para as nossas crianças, jovens e idosos. Penso que não seria ousado ou pretensioso dizer que em Paredes de Coura a criatividade e o empreendedorismo sopram por meio das casas, das árvores e das pessoas. É a revolução silenciosa, a revolução dos simples, que esperamos que traga muita felicidade para os nossos filhos”, concluiu

Esta mensagem e todos os ficheiros anexos são confidenciais. Se recebeu esta mensagem por engano, agradecemos que avisem o seu destinatário e a apague. O Município de Paredes de Coura declina toda a responsabilidade pelas alterações, difusão ou edição sem autorização. This message and any attachments are confidential. If you have received this message by mistake, please notify the sender and destroy it. Município de Paredes de Coura declines all responsibility for this message if it has been altered, deformed, falsified or even edited or disseminated without authorization.

camara_municipal_coura001