Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MONÇÃO: BENEFICIAÇÃO DA ESTRADA MUNICIPAL DE TANGIL ENTRE OS LUGARES DE CASTRELO E FORNELOS

Além das habitações, percurso garante acesso ao Centro Escolar, Centro Cultural do Vale do Mouro, Casa do Povo, Sede da Junta de Freguesia, e posto da Guarda Nacional Republicana.

DSC_0056.JPG

Adjudicada pela Câmara Municipal de Monção, a empreitada “Beneficiação da EM Escola – Fornelos (Rua do Centro Escolar)”, na freguesia de Tangil, com uma extensão de 1613 metros e largura média da via de 5,80 metros, já recebeu a pintura, encontrando-se disponível para utilização pela população.

A intervenção, da responsabilidade da empresa “Habimonção Construções, Lda”, decorreu na Estrada Municipal 503-1, tendo-se iniciado no Lugar de Crastelo e terminado no Lugar de Fornelos, junto ao campo de futebol. No seu percurso, dá acesso a várias habitações, ao Centro Escolar, ao Centro Cultural do Vale do Mouro, à Casa do Povo, à Sede da Junta de Freguesia, e ao posto da Guarda Nacional Republicana.

Representando um investimento de 122.022,42 €, os trabalhos incluíram a construção de órgãos de drenagem em toda a extensão do trajeto intervencionado, a reparação da valeta existente em calçada à portuguesa, bem como a execução de valetas e serventias com pavimento em betão.

O acabamento final do pavimento contemplou tapete betuminoso de tecnologia a quente, tendo a sinalização horizontal sido efetuada, através de pintura no eixo da via (tinta termoplástica). Antes da intervenção final, decorreram trabalhos pontuais de regularização e assentamento nos locais mais degradados da estrada.

A presente empreitada, que garante mais segurança e fluidez do trânsito e acessos condignos às habitações e espaços públicos, está prevista no Plano Plurianual de Investimento do Município de Monção, valorizando a rede viária naquela freguesia do Vale do Mouro.

DSC_0058.JPG

DSC_0063.JPG

MONÇÃO APRESENTA A PEÇA “O AMANTE DO MEU MARIDO”

24 de outubro, sábado, 17h00 e 21h30, 10,00 €, Cine Teatro João Verde

No dia 24 de outubro, sábado, pelas 17h00 e 21h30, o palco do Cine Teatro João Verde recebe a peça de teatro “O Amante do Meu Marido”, uma comédia atual e divertida repleta de picardia e boa disposição. A entrada custa 10,00 €, podendo ser adquirida na Loja Interativa do Turismo ou na bilheteira do Cine Teatro João Verde.

teatroamantmonç.jpg

A história passa-se no apartamento de Asdrúbal e Constança. Aposentado, Asdrúbal tem o sonho de ser ator e não poupa esforços para atingir esse objetivo. Entre um telefonema ao agente, onde interpreta o papel de homossexual, e a inesperada chegada da sua esposa, que ouve parte da conversa, surge a grande confusão.

Constança acredita que o seu marido é realmente homossexual e que ele tem um caso com Arnaldo, o seu agente. Para aumentar o burburinho, a empregada da casa, Mariline, vê Asdrúbal em novos e divertidos ensaios de representação no papel de futuro ator, provocando grandes mal-entendidos e muitas risadas do público.

Cumprindo as recomendações da Direção Geral da saúde, foi implementado um plano de contingência e os lugares da sala foram reduzidos a metade, respeitando todas as normas e indicações para a segurança e conforto das pessoas presentes.

MONÇÃO: APROXIMAR CULTURA MINHOTA E GALEGA

Delegação do Município de Monção reuniu com a direção da Faculdade de Belas Artes de Pontevedra e o diretor do Museu de Pontevedra.

pontevedra.jpg

Com a finalidade de aproximar, ainda mais, as culturas minhota e galega, uma delegação do Município de Monção, liderada pelo seu presidente, António Barbosa, reuniu, na passada quinta-feira, com a direção da Faculdade de Belas Artes de Pontevedra.

Neste encontro com o diretor, Xosé Manuel Buxán, e o vice-diretor, Javier Tudela, analisou-se uma proposta de intercâmbio cultural que, em linhas gerais, visa a apresentação de projetos artísticos de alunos e professores daquela instituição de ensino superior, na Galeria de Arte de Cine Teatro João Verde, e em outros espaços municipais de Monção. 

Com total abertura e disponibilidade de ambas as partes, ficou, desde já, estabelecido que, no decorrer do próximo ano, Monção receberá dois projetos expositivos da Faculdade de Belas Artes de Pontevedra. Ponto de partida de um relacionamento que será reforçado nos anos seguintes.

Aproveitando a deslocação àquela cidade galega, a delegação monçanense visitou o Museu de Pontevedra, tendo reunido com o seu diretor, José Manuel Rey, ficando em aberto a possibilidade de cooperação futura com esta relevante instituição cultural.

MONÇÃO ASSINALA DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO

Data assinala-se no dia 16 de outubro. Durante a próxima semana apresentaremos cinco vídeos, um por dia, relacionados com a importância de uma alimentação saudável.

alimentaçãomonçaodia.png

A celebração do Dia Mundial da Alimentação, no dia 16 de outubro, foi estabelecida, em novembro de 1979, pelos países membros da Organização das Nações Unidas, por ocasião da celebração da 20ª Conferência da Alimentação e Agricultura.

Neste dia, várias vilas e cidades portuguesas assinalam a data, através da realização de diversas atividades relacionadas com a nutrição e a alimentação, dando-se particular destaque à promoção da alimentação saudável junto da população e comunidade escolar.

Contando com a colaboração de Liliana Fernandes, nutricionista na ULSAM, o Município de Monção sinaliza a passagem desta data com a exibição de um vídeo pedagógico sobre a Roda de Alimentos nos jardins de infância e escolas do 1º CEB do concelho.

Ao longo da semana, será feita uma divulgação diária, na página oficial do Facebook do Município, através da apresentação de vídeos do Programa PASSE – Programa de Alimentação Saudável em Saúde Escolar.  O objetivo é chegar à comunidade, alertando-a para a importância de uma alimentação equilibrada e sadia.

MONÇÃO: RUA 25 DE ABRIL MAIS ATRAENTE E PRÓXIMA DAS PESSOAS

A presente intervenção privilegia a mobilidade pedonal, bem como a reorganização do trânsito e estacionamento, mantendo-se a circulação automóvel nos dois sentidos.

monçrua25do4 (1).jpg

Os trabalhos de requalificação urbanística da Rua 25 de Abril estão concluídos, tendo transformado aquela entrada no centro histórico da vila numa área vistosa, atraente e funcional, transmitindo uma imagem moderna, contemporânea e próxima das pessoas.

Adjudicada à empresa “Armindo Afonso, Lda”, pelo valor de 749.083,52 €, a empreitada contemplou a substituição do inestético muro de suporte de terra por um espaço comercial, servido por cinco lojas, com acesso pedonal à zona da antiga estação da CP.

Nesta área, foi criada uma zona de descanso, com pérgula e bancos, funcionando como uma “varanda” com uma panorâmica interessante e agradável sobre a rua. Sem dúvida, um local privilegiado para apreciar a passagem do Cortejo Etnográfico das Freguesias e as procissões solenes do Corpo de Deus e Senhora das Dores.

No decorrer da obra, foi descoberto um túnel de acesso à fortaleza de Monção, concretamente à falsa braga do Baluarte da Cova do Cão, o qual se encontrava soterrado pelo muro de suporte de terras. Com adaptação do projeto inicial, procedeu-se à sua recuperação. 

A intervenção compreendeu ainda a criação de passeios mais largos e a plantação de novas árvores, privilegiando-se a circulação pedonal, bem como a reorganização do trânsito e estacionamento. A circulação automóvel mantém-se nos dois sentidos.

A beneficiação da Rua 25 de Abril enquadrou-se num projeto global de requalificação urbanística do centro histórico da vila, o qual configura uma verdadeira “revolução” na imagem dos espaços públicos, fomentando o aumento turístico, cultural e comercial.

“Este investimento, complementado com as restantes intervenções no centro histórico, altera a imagem do centro histórico, para melhor, prometendo aumentar o fluxo turístico e incrementar a rentabilização económica, liderada por um setor empresarial local ativo e dinâmico. Sempre acreditamos nas virtualidades deste projeto, contudo, agora que está concluído, posso dizer que superou as nossas expetativas”.

monçrua25do4 (2).jpg

monçrua25do4 (3).jpg

monçrua25do4 (4).jpg

monçrua25do4 (5).jpg

monçrua25do4 (6).jpg

MONÇÃO REALIZA OFICINAS DE PINTURA

Destinando-se a crianças e adultos, decorrem na Plataforma de Arte e Cultura (PAC), no Cine Teatro João Verde, a partir da próxima terça-feira, 6 de outubro.

capa_oficinas.jpg

As oficinas de pintura, promovidas pela Câmara Municipal de Monção, através da Plataforma de Arte e Cultura (PAC), com coordenação de Ricardo Campos, iniciam-se na próxima terça-feira, 6 de outubro. Os interessados em participar podem inscrever-se, presencialmente, na receção do Cine Teatro João Verde (T. 251 649 011).

As oficinas destinam-se a crianças e adultos. Às segundas e quartas feiras, para crianças dos 6 aos 12 anos, entre as 18h00 e as 19h30, com valor de 5,00 € mensais. Às terças feiras, a partir de 12 anos, entre as 18h00 e as 20h00 e as 20h30 e 22h30, com valor de 10,00 € mensais.

Direcionadas a iniciados e a pessoas que pretendam aprofundar conhecimentos, as oficinas de pintura desenvolvem-se sobre a ideia de que qualquer pessoa consegue pintar, apresentando como principal objetivo despertar o interesse da pintura junto da população.

Os participantes devem fazer-se acompanhar de suporte de pintura (tela), conjunto de tintas e pinceis de diferentes tamanhos e vestuário adequado à atividade. Devem também cumprir todas as medidas e recomendações constantes no Plano de Contingência daquele equipamento cultural.

MUNICIPIO DE MONÇÃO DISTINGUIDO COM O SELO “COMUNIDADES PRÓ-ENVELHECIMENTO 2020/2021”

Promovida pela Ordem dos Psicólogos Portugueses, iniciativa releva as boas práticas do Município de Monção no desenvolvimento de um envelhecimento saudável e ativo.

diplomamonç.jpg

No Dia Internacional do Idoso, celebrado hoje, 1 de outubro, o Município de Monção foi distinguido com o selo “Comunidades Pró-Envelhecimento 2020/2021”, iniciativa promovida pela Ordem dos Psicólogos Portugueses. No total, foram reconhecidas 94 comunidades do pais e ilhas. No Alto Minho, a distinção foi atribuída a dois municípios, entre os quais, Monção.

A atribuição deste selo distintivo é o reconhecimento do trabalho do Município de Monção, cuja agenda politica, planos estratégicos e práticas do quotidiano, demonstram um compromisso forte e efetivo com o desenvolvimento de um envelhecimento saudável e ativo.

De acordo com a entidade organizadora, a distinção enaltece o envolvimento municipal que, apesar das dificuldades e adversidades atuais, desenvolve um trabalho sustentado e participado, visando que o envelhecimento dos seus munícipes seja efetuado com conforto, bem-estar e saúde.

“Um momento feliz para o Município de Monção, para as instituições sociais e para todos os monçanenses”

O Presidente da Câmara Municipal de Monção, António Barbosa, congratula-se com a atribuição do selo “Comunidades Pró-Envelhecimento 2020/2021” ao Município de Monção, parabeniza a Ordem dos Psicólogos Portugueses pela iniciativa e felicita as demais comunidades portuguesas galardoadas.

O autarca monçanense lembra que “o envelhecimento saudável e ativo da população mais idosa do nosso concelho” reflete “uma aposta muito forte na efetivação de medidas concretas destinadas a assegurar-lhes as melhores condições nesta fase adiantada da vida”.

“Esta distinção é o reconhecimento do trabalho do Município que, orgulhosamente, partilhamos com as instituições sociais do concelho. Estamos juntos na defesa e valorização da terceira idade, nos desafios que temos de ultrapassar, e nas dificuldades que vão aparecendo. Este é um momento feliz para o Município de Monção, para as instituições sociais e para todos os monçanenses” acrescenta António Barbosa.

Medidas municipais para um envelhecimento saudável

Em Monção, a mensagem da Organização Mundial da Saúde, baseada na estratégia global “envelhecer saudável” constitui uma das prioridades do Executivo Municipal liderado por António Barbosa. Nesse sentido, foram implementadas várias medidas focadas no bem-estar do idoso. Devido ao surto epidemiológico, encontram-se suspensas.

O exercício físico é parte integrante do processo de envelhecimento ativo. Desta forma, o Município promove várias atividades como sessões especificas nos centros de dia, participação no projeto “Olimpíadas Seniores” e na iniciativa “Diabetes em Movimento”.

O projeto “Baús Volantes” leva livros, filmes e recordações aos centros de dia e o Cine Teatro João Verde é palco da iniciativa “Idade Maior”, onde os idosos podem ver, gratuitamente, peliculas de qualidade, grande parte, faladas em português.

Programa “Monção Social”

Um dos aspetos mais relevantes desta politica de proximidade à população mais envelhecida do concelho, que não sofreu condicionamento no atual contexto de pandemia, evidencia-se no “Monção Social”, programa cujo objetivo consiste em responder e adaptar-se às necessidades sociais e de saúde da população.

A funcionalidade do programa sente-se em várias vertentes, nomeadamente, atribuição de bens de apoio, apoio à vacinação infantil, comparticipação em medicamentos, apoio à integração em creche, apoio ao transporte de doentes não urgentes, e apoio à recuperação de habitações degradadas.

MONÇÃO: “MULHERES DO MINHO” NO CINE TEATRO JOÃO VERDE

Conferência realiza-se domingo, 4 de outubro, pelas 16h00, no Cine Teatro João Verde. Entrada gratuita.

Enquadrada no ciclo de conferências “Histórias do Minho”, decorre no próximo domingo, 4 de outubro, pelas 16h00, o colóquio “Mulheres do Minho”. Com entrada gratuita, será abordada uma perspetiva histórica, sociológica e artística, partindo do exemplo de Deu-la-Deu Martins, a nossa heroína.

O programa inicia-se com uma ação performativa do coletivo DEMO (Dispositivo Experimental Multidisciplinar e Orgânico), continuando com intervenções das conferencistas Helena Mendes Pereira, Arcelina Santiago, Helena Pires, Judite de Freitas e Patrícia Oliveira.

E como a poesia é algo que toca a sensibilidade das mulheres do Minho, as quais inspiram todos os homens e mulheres de letras, que transferem para o papel cintilantes, jubilosos e arrebatados versos, a conferência não poderia fazer-se sem uma declamação poética, da autoria de Isabel Marcolino.

2020 mulheres_09E4-01.jpg

MONÇÃO PROMOVE PROGRAMA “MAIS FAMILIA - MAIS JOVEM”

Destinado a pais/mães com filhos entre 12 e 17 anos, as inscrições encontram-se abertas em www.gaf.pt/inscricoes.

Numa parceria com o Gabinete de Atendimento à Família (GAF), o Projeto School4All - Monção, vai dinamizar o Programa “Mais Família – Mais Jovem”. As inscrições estão abertas online, podendo os interessados fazê-lo, acedendo a  www.gaf.pt/inscricoes.

Ser pai/mãe é uma tarefa gratificante, mas também exigente e desafiadora. Se tem filhos adolescentes, com idades entre 12 a 17 anos, e sente que gostaria de partilhar as suas experiências e conversar sobre os desafios da parentalidade, este programa é ideal para si.

O Programa “Mais Família – Mais Jovem”, da autoria de Don Gordon, baseado no Programa “Parenting Wisely – Teen Edition”, consiste numa intervenção fundamentada e capacitada para ajudar os pais a lidar com os desafios específicos da parentalidade, nestas faixas etárias.  

𝗢 𝗣𝗿𝗼𝗷𝗲𝘁𝗼 𝗦𝗰𝗵𝗼𝗼𝗹𝟰𝗔𝗹𝗹 – 𝗠𝗼𝗻𝗰̧𝗮̃𝗼 𝗲́ 𝗽𝗿𝗼𝗺𝗼𝘃𝗶𝗱𝗼 𝗽𝗲𝗹𝗼 𝗠𝘂𝗻𝗶𝗰𝗶́𝗽𝗶𝗼 𝗱𝗲 𝗠𝗼𝗻𝗰̧𝗮̃𝗼, 𝗻𝗼 𝗮̂𝗺𝗯𝗶𝘁𝗼 𝗱𝗼 𝗣𝗜𝗜𝗖𝗜𝗘, 𝗰𝗼𝗳𝗶𝗻𝗮𝗻𝗰𝗶𝗮𝗱𝗼 𝗽𝗲𝗹𝗼 𝗡𝗼𝗿𝘁𝗲 𝟮𝟬𝟮𝟬/𝗙𝗦𝗘

cartaz_capacitacao_mais_familia-2020.jpg

CAMPANHA PROMOCIONAL DA FEIRA DO ALVARINHO 2019 EM EXPOSIÇÃO NO MUSEUM OF DESIGN

De 15 de Outubro a 15 de Novembro, na cidade de Como, em Itália. Desenvolvida pela Marka Branka, conquistou, em Abril passado, a medalha de prata no “A Design Award & Competition”, na categoria “Publicidade, Marketing e Comunicação”.

“O Reino do Alvarinho”, trabalho desenvolvido pela agência criativa Marka Branka para a edição de 2019 da Feira do Alvarinho de Monção, estará em exposição no Museum of Design, na cidade de Como, em Itália, entre 15 de outubro e 15 de novembro.

O trabalho criativo e, consequente, campanha promocional da Feira do Alvarinho de Monção, edição 2019, conquistou a medalha de prata no “A`Design Award & Competition”, o mais relevante e prestigiado concurso de design do mundo, na categoria “Publicidade, Marketing e Comunicação”.

Organizado em Itália, com apresentação de trabalhos de todo o mundo, o primeiro lugar deste concurso foi atribuído à MG Motors Austrália e o terceiro à Nissan South Africa, tendo a Feira do Alvarinho de Monção, repartido o segundo lugar com a Unilever Food Solutions.

Além de obter o logotipo do "A`Design Award Winner", o qual é atribuído aos projetos vencedores e atesta a originalidade e excelência do design dos produtos/projetos, o Município de Monção e a MarkaBranka vêm reconhecido, mundialmente, o projeto que inspirou a Feira do Alvarinho de Monção, edição 2019.

Denominado “O Reino do Alvarinho”, baseou-se na criação de um reino antigo e fictício, não mencionado nos livros de história. Com nome e civilização próprios, este reino foi inspirado na história real, nos lugares, nas pessoas icónicas e nas lendas de Monção.

O concurso Internacional “A`Design Award & Competition”, onde já venceram marcas como a Nike, a Disney, a Coca-Cola, a Samsung, a Vodafone e a Nestlé, premeia, anualmente, os melhores designers, arquitetos, engenheiros e estúdios/empresas do mundo inteiro, em diferentes categorias, bem como os projetos que privilegiam a inovação, tecnologia, design e criatividade.

feiraalvar.jpg

MUNICÍPIO DE MONÇÃO REQUALIFICA LIGAÇÃO RODOVIÁRIA ENTRE PORTELA E TRUTE

Além de maior segurança para quem circula naquela zona, a empreitada valoriza a ligação rodoviária entre as duas freguesias vizinhas, constando do Plano de Investimentos da Câmara Municipal de Monção para o presente ano.

monçaorodoviarequa (1).JPG

A requalificação da Estrada Municipal 1107, entre o cruzamento para o Luzio (Portela) e o fontanário (Trute), com uma extensão de 1.030 metros, chegou ao fim com a pintura do pavimento no eixo central e nas laterais. A empreitada, adjudicada por 73.124,10 €, foi efetuada pela empresa “Machado e Cunha, Lda”.

Trata-se de um trajeto rodoviário que liga as freguesias de Portela e Trute, o qual apresentava, antes da intervenção, um pavimento bastante deteriorado e sem órgãos de drenagem. A empreitada consta do plano de investimentos da Câmara Municipal de Monção para o presente ano.

Com uma largura média da via de 5 metros, os trabalhos de beneficiação englobaram, além da limpeza geral da área a intervencionar, a execução de órgãos de drenagem e valetas, reparação de valeta existente em calçada a portuguesa e construção de serventias com pavimento em betão.

A empreitada contemplou ainda a construção de dois muros de suporte de terras com altura máxima de 2.20 metros e espessura média de meio metro. No âmbito da intervenção, foram ainda pavimentadas áreas correspondentes a entroncamentos com vias secundárias existentes.

No acabamento final do pavimento, foi aplicada camada de desgaste em tapete betuminoso de tecnologia a quente na espessura média de 5 centímetros, após compactação com a respetiva rega de colagem. Além de maior segurança para quem circula naquela zona, a empreitada valoriza a ligação entre as duas freguesias.

monçaorodoviarequa (2).JPG

monçaorodoviarequa (3).JPG