Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FAMALICÃO APOIA DESCARBONIZAÇÃO DA INDÚSTRIA

Candidaturas até 29 de abril

Aviso N.º 02/C11-i01/2022

Inserido no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) estão a decorrer candidaturas de projetos no âmbito do “Apoio à Descarbonização da Indústria”, que se enquadram num conjunto de medidas que visam contribuir para o objetivo da neutralidade carbónica, promovendo a transição energética por via da eficiência energética, do apoio às energias renováveis, com enfoque na  produção de hidrogénio e outros gases de origem renovável com o apoio da digitalização, introdução de novas tecnologias ou processos de produção mais sustentáveis e  energeticamente mais eficientes, incluindo opções de circularidade, a fim de os descarbonizar.

Beneficiários

Empresas, de qualquer dimensão ou forma jurídica, do setor da indústria, categorias B - Indústrias extrativas e C - Indústrias transformadoras, da Classificação portuguesa das atividades económicas, revisão 3, bem como as entidades gestoras de parques industriais (Nos termos do  Decreto-Lei n.º 232/92 que Regula a instalação e gestão de parques industriais) cujos investimentos possam impactar a redução de emissões de gases de efeito de estufa nas  empresas do setor da indústria instaladas nas áreas sob sua gestão. Podem também candidatar-se consórcios, que traduzam simbioses industriais ao nível dos investimentos propostos, devendo cada membro do consórcio cumprir as condições mencionadas acima no que diz respeito às empresas.

Tipologia de Projetos

- Processos e tecnologias de baixo carbono na indústria

- Adoção de medidas de eficiência energética na indústria

- Incorporação de energia de fonte renovável e armazenamento de energia

Limites dos apoios

Os apoios públicos assumem a forma de subsídios não reembolsáveis, de acordo com as regras da UE em matéria de auxílios de Estado, atendendo à natureza das despesas elegíveis, à taxa de cofinanciamento, e aos limites máximos de financiamento por projeto.

As taxas de cofinanciamento são variáveis, em função do perfil do investimento, da natureza das despesas, do local do investimento, e da dimensão da empresa.

Prazo para apresentação de candidaturas

O período para a receção de candidaturas decorrerá até às 19 horas do dia 29 de Abril de 2022.

O presente aviso está disponível em:

Apoio à Descarbonização da Indústria (Aviso N.º 02/C11-i01/2022)

O Famalicão Made IN está disponível para esclarecer todas as dúvidas sobre este programa.

Solicite já a sua reunião online através do nosso site, aqui.

Se preferir, entre em contacto connosco pelo 252 320 930 ou pelo e-mail madein@famalicao.pt

CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE DE PONTE DA BARCA DEBATEU REGULAMENTO DE INCENTIVO À HABITAÇÃO

O Projeto de Regulamento para a Atribuição de Incentivos à Habitação foi o destaque que esteve em cima da mesa do Conselho Municipal da Juventude (CMJ), que reuniu ao inicio da noite da passada quinta-feira, na sede da Associação Magalhães em Movimento. O documento, que teve parecer positivo e aprovação por unanimidade do CMJ, comporta, em linhas gerais, a atribuição de benefício face à habitação, própria e permanente, por parte dos jovens no concelho de Ponte da Barca, pela via da isenção ou redução de impostos e taxas municipais.

270297895_301218705385669_415587776758399996_n.jpg


A proposta surge na sequência das políticas de juventude preconizadas pela Câmara Municipal de Ponte da Barca relativas ao desenvolvimento de uma estratégia integrada para aumentar a coesão e proximidade familiar, fixar a população, criar emprego, dinamizar o território, atrair investimento, reter mais rendimento nas famílias, dinamizar o mercado imobiliário e reabilitar os imóveis já existentes, contribuindo, assim, para a melhoria da qualidade de vida dos jovens. De relembrar que, além deste apoio, a autarquia tem vindo a implementar diversas medidas de intensivo e apoio à juventude, de que são exemplo, o apoio pecuniário aos jovens estudantes do ensino superior, ou a implementação do cartão jovem municipal, documento que concede benefícios na utilização de bens e serviços públicos e privados existentes no concelho.
Augusto Marinho, autarca barquense, considera que esta medida “fará a diferença na vida de muitos dos nossos jovens”, e que foi uma forma que a autarquia encontrou de “incentivar os jovens à compra de habitação e, consequentemente, fixação no nosso concelho”.
A reunião serviu, ainda, para discutir outras temáticas e assuntos de interesse para a juventude, num fórum que Augusto Marinho deseja que se mantenha com o propósito de “auscultar a juventude, as suas propostas, aquilo que esperam de nós enquanto decisores políticos locais, e onde possamos discutir e encontrar, juntos, possíveis soluções”.
A mesma opinião foi partilhada pelo Vereador do Pelouro da Juventude, José Alfredo Oliveira, destacando que o objetivo é “colaborar na construção de políticas robustas que vão de encontro aos interesses da juventude barquense”.
Recorde-se que depois de dez anos sem atividade, o Conselho Municipal da Juventude foi reativado em fevereiro de 2020. Trata-se de um órgão consultivo do município, que tem como principal objetivo a definição e execução das políticas municipais de juventude, assegurando a sua articulação e coordenação com outras políticas setoriais, nomeadamente nas áreas do emprego e formação profissional, habitação, educação e ensino superior, cultura, desporto, saúde e ação social.

271707540_247721774175692_6075566371003030533_n.jp

271956291_394227999127909_4552894644443141404_n.jp

521 ELEITORES INSCRITOS EM VIZELA PARA VOTO ANTECIPADO EM MOBILIDADE

No próximo dia 30 de janeiro terão lugar as eleições legislativas, sendo que no próximo domingo, dia 23 de janeiro, terá lugar a votação antecipada em mobilidade para todos os eleitores recenseados no território nacional que se inscreveram em https://www.votoantecipado.mai.gov.pt, entre os dias 16 e 20 de janeiropara exercer o seu direito de voto.

logo legislativas.png

Em Vizela, estão inscritos 521 eleitores para o voto antecipado, que se distribuirão pelos seguintes locais: 256 no edifício sede do Município de Vizela, 206 na Escola Secundária de Vizela e 59 na Escola Básica Joaquim Pinto.

No dia 23 de janeiro de 2022, data da realização da votação antecipada em mobilidade, as assembleias de voto / secções de voto funcionarão nos locais acima mencionados, entre as 08:00 horas e as 19:00 horas ou até votar o último eleitor inscrito em cada uma das mesas, se tal se verificar antes da hora de encerramento (19:00 horas).

Relembramos que estão asseguradas toadas as condições que garantam o segredo de voto:

  1. Depois de se identificar perante o presidente da mesa de voto, o eleitor recebe:
  2. Um boletim de voto;
  3. Dois envelopes: (um azul e um branco).
  4. O eleitor preenche o boletim de voto e dobra-o em quatro;
  5. Introduz o boletim no envelope branco, que fecha
  6. Introduz o envelope branco no envelope azul, que fecha.
  7. O envelope azul é preenchido de forma legível e depois é selado com uma vinheta de segurança.
  8. O Presidente da mesa entrega ao eleitor o duplicado da vinheta aposta no envelope azul, que serve de comprovativo do exercício do direito de voto.

Votar é um direito e um dever cívico, pelo que a Câmara Municipal de Vizela está a adotar todas as medidas para que, mesmo em tempos de pandemia, todos os vizelenses possam votar em segurança.

BRAGA: 35 MESAS PREPARADAS PARA VOTAÇÃO ANTECIPADA NO ALTICE FORUM BRAGA

7242 inscritos para exercer domingo o seu direito de voto entre as 8h e as 19h 

O Altice Forum Braga volta a ser o local escolhido para acolher a votação antecipada para as eleições legislativas de 2022. O espaço terá 35 mesas de voto preparadas para que os 7242 inscritos possam exercer o seu direito de voto, entre as 8h00 e as 19h00, deste domingo.

LV1_1780.jpg

O ato eleitoral oferecerá total segurança aos eleitores, uma vez que contará com medidas apertadas de segurança, com desinfeção de mãos em todos os locais, filas com distanciamento adequado e ainda a desinfeção permanente dos espaços de voto, entre muitas outras medidas.

De notar que, para este ato eleitoral antecipado, é necessário que todas as pessoas tenham realizado a respetiva inscrição com comprovativo recebido no telemóvel ou no correio eletrónico.

Com o intuito de evitar aglomerações nas secções de voto, as filas de espera estarão, mais uma vez, equipadas com um software de gestão de filas de espera, desenvolvido pela MobiQueue, startup da comunidade da Startup Braga, o que permitirá gerir os acessos, de modo a minimizar os tempos de espera e o número de pessoas nos espaços do Altice Forum Braga.

Além do recurso ao software de gestão de filas, o Altice Forum Braga tem preparadas 18 filas de espera, tendo criado um fluxo que irá permitir que os eleitores possam cumprir a distância de 1,5 metros, tal como o determinado pelas autoridades de saúde. Estará ainda à disposição dos eleitores um balcão de apoio ao ato eleitoral antecipada, assim como será possível recorrer ao staff que acompanhará o ato eleitoral.

Estas medidas, assim como a disponibilização de 100 litros de desinfetante para os eleitores, elementos das mesas de voto e para a desinfeção das superfícies, o recurso a mais de 30 dispositivos eletrónicos para apoio e informação e o acesso a mais de 2 mil máscaras cirúrgicas visam reduzir o risco para os eleitores, oferecendo condições de higiene de excelência.

De sublinhar ainda que as equipas envolvidas no ato eleitoral, que são compostas por cerca de 300 elementos, têm já a vacina de reforço, certificado de recuperação COVID-19 ou certificado de testagem.

No que respeita aos acessos, os mesmos poderão ser feitos, de forma pedonal, através da entrada pela Rua Monsenhor Airosa e pela Avenida Dr. Francisco Pires Gonçalves – contornando o edifício pela lateral direita, sendo que o acesso para a votação, este ano, é realizado pela entrada principal do Altice Forum Braga, onde se encontram as 18 filas, e a saída para os parques de estacionamento principal e lateral.

O parque de estacionamento do Altice Forum Braga estará também disponível para que os eleitores possam deslocar-se com comodidade até às mesas de voto. Será ainda possível estacionar gratuitamente no Parque da Ponte, Parque Sopé do Picoto, Parque Picoto (Rua João Evangelista Vieira), no Estádio 1º de Maio e no Terreno Clube dos Caçadores.

Também os Transportes Urbanos de Braga (TUB) irão providenciar linhas especiais para que os eleitores possam chegar facilmente ao Altice Forum Braga. Entre as 8h00 e as 19h00, será possível viajar até ao espaço de votação por apenas 1 euro (ida e volta). Os interfaces serão feitos a partir do E’Leclerc e Makro/Minho Center.

Note-se que o trânsito na Avenida Dr. Francisco Pires Gonçalves, a partir da saída do Parque da Ponte, estará cortado, de forma a evitar congestionamentos no acesso ao local da votação antecipada.

LV1_1786.jpg

 

Planta_Foyer_Piso_1_Ecran_Voto_Antecipado_Altice_F

Planta_Foyer_Piso_-1_Ecran_Voto_Antecipado_Altice_

Planta_Foyer_Piso_0_Ecran_Voto_Antecipado_Altice_F

MUNICÍPIO CERVEIRENSE DISPONIBILIZA ACESSO GRATUITO À "ESCOLA VIRTUAL" A CERCA DE 300 ALUNOS DO 1º CICLO

ENTREGUES MANUAIS DE UTILZADOR PARA PLATAFORMA EDUCATIVA ONLINE

Autarca Rui Teixeira sublinha o papel fundamental da Câmara Municipal na criação das melhores condições para “as crianças, que são o futuro do nosso concelho, crescerem com conhecimento”.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Rui Teixeira, e a Vereadora com o pelouro da Educação, Sónia Guerreiro,  entregaram, esta sexta-feira, o Manual de Utilizador de acesso gratuito à plataforma online ‘Escola Virtual’ às cerca de 300 crianças do 1.º Ciclo do Ensino Básico da Rede Pública do concelho. Rui Teixeira e Sónia Guerreiro aproveitaram, ainda, a visita aos três centros escolares para contactar com algumas necessidades identificadas pelos docentes ao nível da melhoria dos espaços.

20220121_101949.jpg

Foi num ambiente de entusiamo e curiosidade que as crianças do 1º ciclo de Vila Nova de Cerveira receberam dois dos membros do executivo municipal, agradecendo a entrega de mais uma ferramenta digital que vai ajudar a aprofundar as competências educativas adquiridas em contexto escolar, mas também aproveitando o momento de grande interação para falar do futuro ou até colocar alguma questão ao Presidente da Câmara Municipal.

Entre aspirantes a polícias, médicos e bombeiros, algumas crianças quiseram saber qual a dificuldade de ser Presidente de Câmara. Rui Teixeira explicou ser uma tarefa de muito trabalho, “pois é como gerir um governo pequeno com muitas áreas para dar resposta, sendo necessário dedicar muito tempo ao Município”. Mas também reforçou o lado “gratificante do cargo, sobretudo no caso da educação, ao proporcionar as melhores condições para ajudar, cada um dos alunos, a crescer com conhecimento para puderem seguir a profissão que desejarem quando forem grandes”.

A ‘Escola Virtual’ é uma plataforma concebida pela Porto Editora que reúne milhares de exercícios, organizados por tópicos de programa que avaliam o conhecimento do aluno. Em função dos resultados, são sugeridas aulas interativas para a revisão da matéria, proporcionando uma experiência de estudo orientada para a aprendizagem individual e autónoma do aluno.

Ao proporcionar o acesso gratuito à ‘Escola Virtual’, o Presidente Rui Teixeira assegura que “a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira está a contribuir para que as crianças cerveirenses “tirem verdadeiro partido” da transição digital que vivemos de uma forma cada vez mais acelerada, “considerando prioritário garantir a inclusão digital, o sucesso escolar e a diminuição do abandono escolar precoce e da exclusão social”.  Reforçando, “só garantindo o acesso de todos à educação, conseguiremos garantir, no futuro, um tecido social e empresarial empreendedor, competitivo e sustentável e, acima de tudo, capaz de gerar valor. Mas para isso, temos de gerar valor já. E uma das formas de respondermos a esse desafio é apostando na educação dos mais jovens, capacitando-os para o futuro. Futuro esse que é, também, cada vez mais tecnológico”.

Além do 1º ciclo, o autarca cerveirense e a Vereadora da Educação também visitaram as crianças a frequentar o pré-escolar dos centros escolares de Cerveira, Norte e de Covas, e conversaram com cada um dos docentes e educadoras, auscultando as sugestões e alguns pedidos de melhoria de alguns espaços exteriores.

20220121_095919.jpg

20220121_100745.jpg

20220121_101241.jpg

MUNICÍPIO DE BRAGA PROMOVE CAMPANHA DIGITAL DE APELO AO VOTO JOVEM #SIMEUVOTO

No âmbito das Eleições Legislativas 2022, o Município de Braga está a promover uma campanha digital de apelo ao voto jovem e de sensibilização contra a abstenção, sob o lema e a hashtag #SIMEUVOTO. As eleições terão lugar no próximo dia 30 de Janeiro, sendo que o voto antecipado em mobilidade decorrerá no já próximo domingo, dia 23.

#SIMEUVOTO.jpg

As próximas Eleições Legislativas serão, certamente, o momento em que muitos jovens, pela primeira vez, poderão exercer o seu direito de voto, um direito fundamental consagrado na Constituição da República Portuguesa. São desígnios da Câmara Municipal impulsionar a participação cívica, designadamente a participação eleitoral dos mais jovens, combater o fenómeno da abstenção e contribuir activamente para uma melhor Democracia.

De acordo com Sameiro Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, responsável pelas áreas da Juventude, Cidadania e Participação, “votar é um direito fundamental e é absolutamente essencial que todos – neste caso em particular, os mais jovens – exerçam esse direito. O voto é o melhor e o mais forte instrumento de que os jovens dispõem para dizerem o que pretendem para o seu futuro, para intervirem nos assuntos que, directa e indirectamente, lhes dizem respeito e que têm impacto na sua vida”.

Nesse sentido, a vice-presidente explica que o Pelouro da Juventude “colocou em marcha, nas redes sociais, a campanha #SIMEUVOTO, com o propósito de estimular o voto dos mais jovens, divulgando toda uma série de informações úteis e importantes sobre esse acto tão decisivo e poderoso: Votar. Efectivamente, o combate à abstenção tem de ser, necessariamente, um combate de todos nós. Que não reste nenhuma dúvida: Abdicar de votar significa deixar que decisões fundamentais sejam tomadas por outros no nosso lugar”.

A terminar, Sameiro Araújo lança o apelo: “Que, nos próximos dias 23 (voto antecipado em mobilidade) e 30 de Janeiro, todos votem nas Eleições Legislativas. E que os jovens sejam o motor de uma ampla participação eleitoral”.

MELGAÇO: O TRAIL MAIS A NORTE DE PORTUGAL REGRESSA A 15 DE MAIO

Melgaço Alvarinho Trail - Quintas de Melgaço tem inscrições abertas para a 7ª edição

O Melgaço Alvarinho Trail (MAT) regressa no dia 15 de maio (domingo), voltando a integrar os circuitos nacionais de trail da ATRP – Associação de Trailrunning de Portugal, pontuável nas distâncias trail curto (sprint), trail longo e trail ultra. As inscrições para percorrer os trilhos do destino de natureza mais radical de Portugal poderão ser efetuadas até ao dia 8 de maio de 2022, aqui (stopandgo.net).

Envento_Face_MAT22.jpg

O evento, que vai já na sétima edição, continua a afirmar-se como uma referência no panorama regional e nacional. Os percursos ainda estão a ser revistos, pelo que as distâncias definitivas ainda não estão fechadas, no entanto, as propostas são:

  • Ultra Trailde cerca de 48Km (inserido no Circuito Nacional de Ultra Trail Séries 100, da ATRP)
  • Trail Longode cerca de 36Km (inserido no Circuito Nacional de Trail Longo Séries 150, da ATRP)
  • Trail Curto (sprint)de cerca de 19Km (inserido no Circuito Nacional de Trail Longo Séries 100, da ATRP)
  • Caminhadade cerca de 13Km, para percorrer Melgaço de uma forma mais descontraída e desfrutar das paisagens.

As provas arrancam no Largo Hermenegildo Solheiro: a primeira terá início pelas 8h e o evento termina por volta das 17h, com as cerimónias de entrega de prémios a iniciar às 14h30.

A idade mínima para participar nos trail´s Curto, Longo e no Ultra Trail é de 18 anos, sendo que a categoria Juvenil (16 a 17 anos) e restantes remetem para o regulamento geral de competições (2021/2022). A idade mínima para a Caminhada será a partir dos 14 anos, desde que acompanhados por um adulto (seio familiar diário) e após preenchimento do respetivo termo de responsabilidade.

O evento, que contou com cerca de 1300 entusiastas na edição passada (2021), decorrerá de acordo com as medidas emanadas pela Direção Geral da Saúde, de forma a garantir todas as condições de segurança.

A iniciativa é organizada pela Melsport – Melgaço, Desporto e Lazer, EM e conta com o apoio do Município de Melgaço e de diversas entidades. Pelo quarto ano consecutivo, as Quintas de Melgaço voltam a ser o patrocinador oficial do evento, associando-se ao nome do mesmo.

melgaco-alvarinho-trail-municipio (19).jpg

MELGAÇO TEM CONDIÇÕES DE EXCELÊNCIA

Entre montanhas e planícies, subidas e descidas, os atletas terão condições de excelência durante a prova. Ao longo dos vários percursos, os atletas poderão contemplar as maravilhas que Melgaço ostenta: os caminhos e pontes romanas, as aldeias típicas (Brandas), os trilhos, as paisagens sobre os vales dos rios Minho e Mouro e vários monumentos como o Castelo de Melgaço, conventos e igrejas centenárias, museus, entre outros. Este ano, o evento passará pelas freguesias da Vila, Prado, Paderne, Gave, Parada do Monte, S. Paio, Cousso e Roussas.

Manoel Batista, Presidente da Câmara Municipal de Melgaço e também presidente do Conselho de Administração da MELSPORT, considera que Melgaço, apesar do contexto pandémico, «continuou a trilhar um caminho de forma ajustada, promovendo a prática desportiva e mobilizando os vários agentes desportivos, contribuindo para o desenvolvimento económico e social do concelho. O MAT é, sem dúvida, um importante impulsionador de novas transações comerciais.», atenta, considerando que «Melgaço é também um destino de eleição em termos do produto turismo desportivo. O nosso concelho dispõe, por um lado, de equipamentos desportivos homologados com elevado nível de qualidade e, por outro lado, de um conjunto de instituições que, aliadas às nossas condições naturais de excelência, nos colocam numa posição ímpar para a realização de atividades desportivas. Não tenho dúvidas de que Melgaço tem condições para receber eventos desportivos das mais variadas modalidades.»

Post_MAT_22.jpg

O MAT ESTÁ NOS ROTEIROS DOS TRAILS DE PORTUGAL

Começou com cerca de 250 atletas, em 2015, e, desde então, tem atraído atletas e entusiastas de vários pontos. Os participantes deslocam-se ao município mais a norte de Portugal não só para um trail com percursos exigentes, mas também para desfrutar das paisagens soberbas, da tranquilidade da natureza, assim como da deliciosa gastronomia, acompanhada pelo ex-libris da região, o vinho alvarinho.

Em 2019 foi considerado o evento desportivo do ano pelo “O Minhoto” Troféus Desportivos, uma ação destinada ao reconhecimento público do mérito de todos os envolvidos no fenómeno desportivo da região Minho, através da atribuição de Troféus.

Storie_Facebook_MAT22.jpg

melgaco-alvarinho-trail.jpg

mat-melgaco-trail-creditosfotos-Matias-Novo (451).

mat-melgaco-trail-creditosfotos-Matias-Novo (441).

mat-melgaco-trail-creditosfotos-Matias-Novo (439).

MAT- MARCO BARBOSA.jpg

MAT22_cartaz.jpg

mat-melgaco-trail-creditosfotos-Matias-Novo (216).

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE GARANTE DESCONTOS DE 40% NOS PASSES DE TRANSPORTE PÚBLICO

O Município de Esposende vai continuar a garantir, em 2022, a redução do valor dos passes de transporte público a todos os residentes e com morada fiscal em Esposende, que trabalhem no concelho ou fora dele, estudem no ensino superior, ou estejam na condição de aposentados/reformados.

DSC02918.JPG

Assim, e de acordo com proposta aprovada em reunião de Câmara, por unanimidade, está assegurada uma redução de 40% do valor dos passes, ao abrigo do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART). Trata-se, recorde-se, de um programa de financiamento das autoridades de transporte para o desenvolvimento de ações que promovam a redução tarifária nos sistemas de transporte público coletivo, bem como o aumento da oferta de serviço e a expansão da rede. Este programa está em vigor desde 2019, com as correspondentes dotações financeiras enquadradas pelas respetivas Leis do Orçamento do Estado, prevendo-se para 2022 financiamento semelhante ao de 2021.

O Município tem vindo a afetar parte substancial do valor sustentado pelo PART ao apoio do transporte escolar, contudo, entende estarem reunidas as condições para estender o apoio no âmbito deste programa, que totaliza um investimento global próximo dos 140 mil euros.

Esta postura enquadra-se no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, que o Município verteu para o seu plano de ação.

BRAGA REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

Segunda-feira, dia 24 de Janeiro, pelas 09h30, na Junta de Freguesia de S. Vicente, Braga

O Executivo Municipal DE Braga reúne na próxima Segunda-feira, dia 24 de Janeiro, pelas 09h30, na Junta de Freguesia de S. Vicente, localizada na Rua do Fecisco, nº 26, 4700-106, em Braga.

Em análise estarão, entre outros assuntos, o protocolo de colaboração entre o Município e o Centro de Medicina P5 da Escola de Medicina da Universidade do Minho; o regulamento de apoio à habitação do Município de Braga; contratos-programa de Desenvolvimento Desportivo e apoios financeiros.

A ordem de trabalhos desta Reunião está disponível para download em: http://goo.gl/7ETwJX

DKC DE VIANA PARTICIPA NA ORGANIZAÇÃO DA TAÇA IBÉRICA DE SLALOOM

DKC de Viana na organização da Taça Ibérica de slalom com Desportivo Minho Teixugos (da Galiza), Federação Galega de Piraguismo e Federação Portuguesa de Canoagem.

Capturartaçaiberica.JPG

Com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, a Taça Ibérica de Slalom vai retomar a sua edição anual após dois anos de interrupção devido à pandemia.

A competição vai decorrer entre os dias 22 e 23 de janeiro, na pista internacional de slalom partilhada entre a DKC de Viana e o Clube Galego “Desportivo Minho Teixugos”, nas Azenhas do Pagade, freguesia de Covas, Vila Nova de Cerveira, em pleno Rio Coura e constitui o arranque da época competitiva das provas do calendário da Federação Portuguesa de Canoagem.

A DKC de Viana regressa assim à organização de grandes eventos internacionais, dando o seu apoio organizativo à competição.

A prova vai contar com 12 clubes e 134 atletas, sendo seis clubes portugueses e seis clubes espanhóis disputando cerca de 170 largadas

A DKC de Viana leva 11 atletas disputando 12 largadas, sendo também o arranque da sua época competitiva.

Programa da prova

Dia 22

– 10h início da competição – eliminatórias

- 14h – meias finais

Dia 23

- 10h – finais.

O Presidente da DKC de Viana,

Dr. Américo Castro

CDU VISITOU EM BRAGA OS COMANDOS DA GNR E DA PSP

A CDU visitou o Comando Territorial de Braga da GNR e o Comando Distrital de Braga da PSP. Nas visitas participaram os candidatos Torcato Ribeiro e Carmo Cunha, e o Mandatário Regional Agostinho Lopes.

pspcdu.jpeg

Nas reuniões, a delegação da CDU teve oportunidade de conhecer melhor a realidade das forças de segurança que servem a região de Braga. Quer no caso da GNR, quer da PSP, foram partilhadas as situações dos edifícios dos respectivos Comandos, cujas instalações se verifica não corresponderem às necessidades. faltando espaço e condições, quer para os próprios militares e agentes, quer para o atendimento aos cidadãos. Pese embora, esta seja uma questão há muito suscitada, continuar a tardar a sua resolução.

No final das reuniões, em declarações prestadas, Torcato Ribeiro expressou que "A segurança e tranquilidade dos cidadãos são valores inseparáveis do exercício das suas liberdades e exigem uma forte aposta na prevenção e no policiamento de proximidade, com a adopção de programas específicos eficazes, em que a videovigilância não substitui a presença física, capazes de promover o envolvimento das populações e o seu relacionamento próximo com as forças de segurança."

Carmo Cunha enfatizou o trabalho notável das forças de segurança, que, e apesar da falta de meios humanos, dão uma resposta muito importante no serviço às populações.

SECRETÁRIA DE ESTADO DA IGUALDADE ESTEVE EM VIANA DO CASTELO PARA CONHECER PROJETO DO IPVC

A Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, esteve na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESTG-IPVC) para participar na cerimónia de apresentação do BAITS – Business, Art, Innovation, Technology, Sustainability. Na sessão marcou também presença o autarca de Viana do Castelo, Luís Nobre, que sublinhou o forte relacionamento entre as duas entidades, elencando diversos projetos conjuntos feitos ao longo do tempo.

ABELO8319 2.jpg

Na sessão, Luís Nobre,deu os parabéns ao IPVC porque “tem cumprido a missão com distinção”, assumindo que “é bom sentir que as coisas acontecem naturalmente e de forma consistente”. O Município, garantiu o autarca, está disponível para continuar a colaborar. “Estamos sempre atentos e temos aqui parcerias efetivas no âmbito da tecnologia, da ciência e da operacionalização. Temos atores ativos no terreno para encontrar soluções. O objetivo passa por termos não só coesão territorial, mas também social”, evidenciou.

Já para a governante, o IPVC tem sido “um parceiro absolutamente estratégico” e, por isso, acredita que o BAITS será “mais um bom exemplo” para a região. O projeto de cerca de quatro milhões de euros vai disponibilizar, entre outros, formação pós-graduada em regime presencial, à distância ou num regime misto, permitindo a qualificação do tecido empresarial de forma a tornar a região mais competitiva no mercado global.

Na cerimónia de apresentação do projeto, que surge no alinhamento com o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), as prioridades Norte 2030 e a Estratégia Alto Minho 2030, a Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade começou por agradecer ao IPVC por estar de forma “tão empenhada” a trabalhar nestas áreas de intervenção, envolvendo todos os parceiros.

“A igualdade não existe se só falarmos dela nos grandes centros, a aposta na territorialização destas políticas e o trabalho em rede, envolvendo as competências tecnológicas e científicas da região, são absolutamente fundamentais”, defendeu a Secretária de Estado. Para Rosa Monteiro, este novo projeto do IPVC contribuirá “para a importante e fascinante experiência do ensino da Cidadania nas escolas”.

Através do BAITS, o IPVC vai disponibilizar programas de formação, integração, apoio, aconselhamento e orientação para jovens e adultos ativos. Para o público mais jovem serão criadas escolas de verão, semanas Steam e o ano zero para além de novos cursos técnicos superiores profissionais. Já para o público adulto serão disponibilizados cursos de pós-graduação, mestrados e formações de curta duração.

De destacar que o BAITS-IPVC terá formação nas áreas STEAM e Programas de Mentoria para jovens do ensino secundário e profissional e formações especializadas dirigidas a adultos e organizações da região que pretendam apostar na formação dos seus quadros.

Ainda no âmbito do projeto BAITS, o Politécnico de Viana do Castelo vai ministrar novas formações de curta duração e pós-graduação na Alto-Minho Business School -Escola de Pós-graduação do Alto-Minho, a nova escola virtual do IPVC.

ABELO8379 2.jpg

ABELO8394 2.jpg

ABELO8185 2.jpg

TRILHOS DO VISO POR ENTRE MONTANHAS E PAISAGENS SUBLIMES EM CELORICO DE BASTO

Está agendado para 13 de março um trail longo, um trail curto e uma caminhada a decorrer nos trilhos do Viso, pequenas rotas desenvolvidas pelo Município de Celorico de Basto que proporcionarão aos participantes destas provas, experiências únicas por entre paisagens sublimes.

ester2.jpg

Os trilhos do Viso são uma organização conjunta entre o Município de Celorico de Basto e o Boavista Futebol Clube e serão apadrinhados pela atleta de Trail Portuguesa, Ester Alves, uma das melhores atletas de sempre a nível nacional e internacional.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, José Peixoto Lima, “esta prova desportiva irá marcar a inauguração oficial do PR2, que contempla 3 pequenas rotas desde Borba de Montanha até ao Viso, passando por entre castros e mamoas, vestígios arqueológicos que remontam à antiguidade da nossa história e memória e que pretendemos preservar e dar a conhecer. Estas pequenas rotas são o início de um circuito de rotas que irão circundar o Viso e tornar-se, por certo, dos locais de eleição para quem gosta de provas como trail’s ou caminhadas por entre a natureza”.

O Boavista Futebol Clube contempla o trail como modalidade amadora, Boavista Trail, tendo o seu diretor, Rodolfo Silva, verificado a pertinência de integrar a organização dos trilhos do Viso, pela qualidade e dificuldade do percurso. “Os trilhos do Viso apresentam-se com as características ideais para quem pratica trail, as dificuldades dos percursos, a beleza, a natureza, a história, tudo junto aumenta a adrenalina daqueles que dão o máximo para concluir as provas com sucesso. O Boavista Trail conta com uma equipa altamente motivada quer para organizar estes eventos quer para participar nos mesmos. Temos atletas de referência que se destacam a nível nacional e internacional que não querem perder a oportunidade de percorrer os Trilhos do Viso”.

Os trilhos do Viso constam de 3 provas o trail longo com 23 km (1000M D+), o trail curto com 13,5 km (500mD+) e a caminhada com 8,4 km (300m D+).

As inscrições já se encontram disponível através do link https://lap2go.com/pt/event/trilhos-do-viso-2022

imagem da prova.jpg

ester.jpg

REDE EUROPEIA DE CELEBRAÇÕES DA SEMANA SANTA E PÁSCOA APRESENTA CANDIDATURA A ITINERÁRIO CULTURAL EUROPEU

A Rede Europeia de Celebrações da Semana Santa e da Páscoa apresentou, na passada quarta-feira, dia 19, na Feira Internacional de Turismo FITUR, em Madrid, Espanha, a sua candidatura como Itinerário Cultural Europeu, que lhe permitirá posicionar-se como uma atração cultural de valor reconhecido em toda a Europa.
A apresentação teve lugar no stand da Andaluzia e nele participaram a presidente da "Rede Europeia de Celebrações da Semana Santa e Páscoa", María Luisa Ceballos; Júlio Grande Ibarra, coordenador do Comité Científico da Rede; María Agúndez, Subdiretor Adjunta da Secretaria-Geral para a Gestão e Coordenação dos Bens Culturais do Ministério da Cultura e do Desporto do Governo de Espanha; Sérgio Ortega, chefe do serviço de Proteção do Património e Programas Europeus da Subdireção Geral de Gestão e Coordenação de Bens Culturais do Ministério da Cultura do Governo de Espanha; Stefano Dominioni, Secretário Executivo do Acordo Parcial Alargado sobre Rotas Culturais do Conselho da Europa e Diretor do Instituto Europeu de Rotas Culturais; e Eladio Fernández-Galiano, assessor especial do Programa de Itinerários Culturais, do Conselho da Europa.
Estiveram também presentes Encarnación Giráldez, gestora da Rede Europeia de Celebrações da Semana Santa e Páscoa; Juan Pérez Guerrero, presidente do munícípio de Lucena, Espanha; Rosaroi Andújar, presidente do munícípio de Osuna, Espanha; David Javier García Ostos, presidente da Câmara de Écija (Sevilha, Espanha); Juan Manuel Ávila, presidente do munícípio de Carmona (Espanha); Mª Teresa Alonso Montejo, Vereadora do Turismo de Lucena (Espanha); Mariola Orellana, vereadora de Orihuela (Espanha); Fernando Priego, presidente presidente do munícípio de Cabra (Espanha); Ana Carrillo, vereadora do Puente Genil (Espanha); Francisco Casas, vereador da Cabra (Espanha); Jezabel Ramírez Soriano, vereador do Turismo Priego de Córdoba (Espanha); Francisco Morales González, Vice-Presidente da Câmara e Vereador do Turismo de Lorca (Espanha); Jesús Heredia, Vereador do Turismo de Osuna; Sérgio Gómez, vereador de Écija (Espanha); e, por Portugal, representando a Comissão da Semana Santa de Braga, o Dr. Marco Sousa.
A candidatura como Itinerário Cultural Europeu da Rede Europeia de Celebrações da Semana Santa e Páscoa pretende ser representativa de todas as celebrações da Semana Santa e Páscoa de diferentes confissões religiosas que são celebradas na Europa, católica e também ortodoxa. Neste sentido, a Rede quer ascender como modelo de conservação e estudo para o património social, cultural e religioso que compõem estas tradições.
Lançadas pelo Conselho da Europa em 1987, as Rotas Culturais Europeias são um convite para viajar e descobrir o património rico e diversificado da Europa, unindo pessoas e lugares em redes partilhadas de história e património. Põem em prática os valores do Conselho da Europa: direitos humanos, diversidade cultural, diálogo intercultural e intercâmbios mútuos além-fronteiras.
Mais de 30 Itinerários Culturais do Conselho da Europa oferecem uma riqueza de lazer e atividades educativas para todos os cidadãos, sendo recursos fundamentais para um turismo responsável e desenvolvimento sustentável. Abrangem um vasto leque de temas, desde arquitetura, paisagem, influências religiosas, gastronomia, património imaterial, principais figuras da arte europeia, música e literatura.
A certificação como Itinerário Cultural do Conselho da Europa é uma garantia de excelência. As redes implementam atividades e projetos inovadores que pertencem a cinco domínios de ação prioritários: cooperação em investigação e desenvolvimento; melhorar a memória, a história e o património europeus; intercâmbios culturais e educativos para jovens europeus; prática cultural e artística contemporânea; turismo cultural e desenvolvimento cultural sustentável. Através do seu programa, o Conselho da Europa oferece um modelo de gestão cultural e turística transnacional e permite sinergias entre as autoridades nacionais, regionais e locais e um vasto leque de associações e intervenientes socioeconómicos.
Mais sobre a Rede Europeia
A Rede Europeia de Celebrações da Semana Santa e Páscoa foi criada em 2019 e faz parte da Fundação Italiana Federico II, representando os municípios de Palermo e Caltanissetta, da Sicília, Itália; o município de Birgu, em Malta; a Comissão de Quaresma e Celebrações da Semana Santa, em Braga, Portugal; as Representações da Paixão de Cristo em Skofja Loka, Eslovénia; os municípios que fazem parte da rota Caminos de Pasión: Alcalá la Real em Jaén, Baena, Cabra, Lucena, Priego de Córdoba e Puente Genil em Córdoba e Carmona, Écija Osuna e Utrera em Sevilha. Também dentro da geografia espanhola encontramos Orihuela em Alicante; Lorca em Múrcia e Viveiro em Lugo.
Esta Rede tem como objetivo promover e divulgar o património cultural, tanto material como imaterial, relacionado com as comemorações da Semana Santa e da Páscoa, através de ações que valorizem este património, promovam o desenvolvimento turístico sustentável e contribuam para a salvaguarda do património imaterial através de trabalhos científicos e de investigação. Da mesma forma, o seu principal objetivo é unir forças e sinergias para consolidar um modelo de estudo, salvaguarda e divulgação do património das tradições da Semana Santa e da Páscoa na Europa.

BRAGA: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DÁ DE MIRANDA PROMOVE TESTAGEM À COVID-19

No próximo dia 24 de janeiro, o Agrupamento de Escolas Sá de Miranda irá promover uma testagem à covid-19 em meio escolar, envolvendo cerca de 700 alunos da Escola Sá de Miranda e 370 da Escola Básica de Palmeira.
Esta testagem, que decorrerá nas duas escolas, para alunos do 5.º ao 12.º ano, em protocolos estabelecidos com a Farmácia Beatriz (Braga) e a Farmácia Loureiro Basto (Palmeira), é uma forma de legitimar o rastreio de diagnóstico de casos à covid-19, promovendo uma maior segurança na comunidade escolar, uma vez que o país atravessa uma fase aguda de casos confirmados.

AREIA DE CARVALHO: GOVERNO TEM DE FINANCIAR VARIANTE DO CÁVADO

Mobilidade na agenda do candidato do CDS-PP pelo distrito de Braga

Vídeo sobre o assunto disponível no link: https://bit.ly/3IopqRt

“A variante do Cávado é uma via essencial para a mobilidade de pessoas e mercadorias dos concelhos de Braga, Vila Verde e Amares pelo que a obra deve ser assumida pelo Governo”, preconiza o candidato do CDS-PP à Assembleia da República, Areia de Carvalho, que visitou um troço de centenas de metros já construído, a poente do complexo comercial Nova Arcada.

Areia de Carvalho _ CDS-PP 01.jpg

Areia do Carvalho considera que a Câmara Municipal de Braga tem de ser ajudada na concretização de uma obra que tem “um grande impacto na mobilidade e na economia da zona norte do distrito de Braga”.

“O Governo tem de financiar a variante do Cávado. Trata-se de uma via intermunicipal, sendo um caso típico em que se impõe a intervenção do Estado”, explica o candidato do CDS-PP.

“A variante do Cávado é muito importante para a economia do distrito porque terá como principais beneficiários os empresários e as indústrias dos vários parques industriais existentes na zona, nomeadamente em Navarra, Pitancinhos e Adaúfe”, frisa Areia de Carvalho.

Quando estiver construída, a variante do Cávado será fundamental para desviar do centro de Braga o tráfego que vem do Norte nomeadamente de Ponte de Lima, Vila Verde e Amares, com destino à rede de autoestradas.

“Todos reconhecem a necessidade de desanuviar o trânsito no nó de Infias, que continua a ser um dos principais problemas da rede viária da cidade de Braga. Temos de desatar esse enorme nó que há em Infias”, insiste o candidato do CDS-PP, que garante levar o caso à Assembleia da República logo que seja eleito, dado o “impacto intermunicipal da variante do Cávado”.

“Por muito boa vontade que tenham, as autarquias de Braga ou Amares não podem investir numa via estruturante para a região como é o caso da variante do Cávado”, considera Areia de Carvalho, elogiando a autarquia bracarense por ter já tomado a iniciativa de lançar mãos à obra.

Refira-se que em meados do ano passado, a Câmara Municipal de Braga lançou uma empreitada para um segundo troço da variante do Cávado, numa extensão de apenas 1134 metros, investindo 1,6 milhões de euros.

A Variante do Cávado terá uma extensão total de cerca de cinco quilómetros, tendo um impacto supramunicipal com melhoria da mobilidade na cidade de Braga, libertando muito tráfego que agora precisa de atravessar o centro urbano bracarense.

Ao mesmo tempo, a variante do Cávado terá grande impacto na economia regional pois também permitirá às empresas situadas a norte da cidade de Braga e nos concelhos de Vila Verde e Amares uma ligação mais rápida à rede de autoestradas.

Areia de Carvalho CDS-PP 02.jpg

CONGRESSO NA UNIVERSIDADE DO MINHO ASSINALA OS 650 ANOS DA ALIANÇA LUSO-BRITÂNICA

CONGRESSO INTERDISCIPLINAR 650 aniversário da Aliança Luso-Britânica, 6-9 Julho 2022

IMG_8977-724x1024.jpg

“Balanço do Passado e perspectivas de futuro” 

Por ocasião dos 650 anos do Tratado de Tagilde, 6-9 de  Julho de 2022, Universidade do MInho, Braga.

Os fundamentos jurídicos da aliança Luso-Britânica encontram-se no Tratado de Tagilde (10 de julho de 1372), e no Tratado de Londres (16 de junho de 1373).

O Tratado de Tagilde, firmado na Igreja de S. Salvador de Tagilde (município de Vizela, distrito de Braga), entre o rei D. Fernando I de Portugal e os representantes de João de Gante, Duque de Lencastre e quarto filho do rei Eduardo III de Inglaterra, é considerado o preâmbulo da aliança que ainda hoje vigora. Durante mais de seis séculos de existência, a aliança Luso-Britânica superou as mais desafiantes contingências históricas, incluindo duas Guerras Mundiais, a ascensão e queda de impérios, revoluções e descolonização, multilateralização das relações internacionais, integração europeia e o fim da Guerra Fria.

A Conferência Interdisciplinar “A Aliança Luso-Britânica: Balanço do passado e perspetivas de futuro”, que terá lugar na Universidade do Minho (Braga, Portugal) de 6 a 9 de julho de 2022, assinala o 650º aniversário do Tratado de Tagilde com um espaço criativo de diálogo e de intercâmbio de conhecimentos entre investigadores de diversas áreas do saber. O encontro deverá permitir uma compreensão mais profunda do passado e do presente da aliança, assim como perspetivar possíveis reverberações futuras.

Este Congresso é organizado pela Universidade do Minho  – Centro de Investigação em Justiça e Governação e pela Escola de Direito, em parceria com Portugal-UK 650.

Instituiçoes Parceiras

Universidade de Oxford, Universidade de Coimbra, Centro de  História da Sociedade e da Cultura; Universidade de Évora/Universidade do Minho, Centro de Investigação em Ciência Política; Universidade Católica – Lisboa, Instituto de Estudos Políticos.

Veja detalhes da chamada para comunicações e painéis aqui (até 30 de Janeiro de 2022):

Portugues

Inglês

Coordenação Científica

Alexandra M. Rodrigues Araújo (JusGov/Universidade do Minho), João Sérgio Ribeiro (JusGov/Universidade do Minho), Mário Ferreira Monte (JusGov/Universidade do Minho)

Comité Organizador

Alexandra M. Rodrigues Araújo (JusGov/Universidade do Minho), Allan Tatham (JusGov)

Comissåo Científica

Anabela Gonçalves (JusGov/ Universidade do Minho), Carlos Abreu Amorim (JusGov/ Universidade do Minho), Cristina Dias (JusGov/Universidade do Minho), Joana Aguiar e Silva (JusGov/ Universidade do Minho), João Carlos Espada (IEP, Universidade Católica – Lisboa), Joaquim Freitas da Rocha (JusGov/ Universidade do Minho), José Pedro Paiva (CHSC, Universidade de Coimbra), Liam Gearon (Universidade de Oxford), Marco Gonçalves (JusGov/ Universidade do Minho), Maria de Assunção Vale Pereira (JusGov/ Universidade do Minho), Maria João Rodrigues de Araújo (Universidade de Oxford), Maria José Azevedo Santos (CHSC, Universidade de Coimbra), Maria Miguel Carvalho (JusGov/ Universidade do Minho), Owen Rees (Universidade de Oxford), Pedro Madeira Froufe (JusGov/ Universidade do Minho), Silvério Rocha e Cunha (CICP/Universidade de Évora), Teresa Pinto Coelho (Universidade Nova), Thomas F. Earle (Universidade de Oxford).

Fonte: https://portugal-uk650.com/

ALIANÇA LUSO BRITÂNICA: “PACTO DE TAGILDE” FOI CELEBRADO HÁ 650 ANOS EM VIZELA

O Tratado de Tagilde foi um tratado firmado em 10 de Julho de 1372 em Tagilde, freguesia do concelho de Vizela. Foi um dos mais importantes acordos políticos de Portugal. O rei D.Fernando I de Portugal assinou com os delegados de João de Gante, duque de Lencastre, o chamado “pacto de Tagilde”. Esse acordo constituiu o primeiro fundamento jurídico do futuro tratado de aliança Luso-Britânica, que ainda hoje perdura.

DL34-1-30-1-768x814.jpg

Naquele pacto, Portugal comprometia-se a ajudar João de Gante, Duque de Lencastre, por mar e por terra, contra Henrique II de Castela e/ou o Rei de Aragão. O rei português não poderia adquirir quaisquer terras nos senhorios de Castela. Já no reino de Aragão as terras seriam daquele, D. Fernando ou João de Gante, que primeiro as conquistasse.

Junto à igreja matriz de Tagilde, encontra-se desde 1953 um elegante padrão em pedra que memoriza o acto entre os dois países.

Fonte: Wikipédia

800px-Monumento_Evocativo_da_Aliança_Portugal_Ing