Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PROTEÇÃO CIVIL DE BRAGA ALERTA PARA SITUAÇÕES DE RISCO

INFORMAÇÃO

Protecção Civil Braga.jpg

No seguimento da informação prestada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que prevê para os próximos dias valores de temperatura mínima de 0ºC, com especial incidência nos dias 5 e 6 (Sábado e Domingo), com valores na ordem dos -2 e -1ºC respectivamente, o Município de Braga activou o Plano de Contingência para os “sem-abrigo” até às 09h00 de Segunda-feira, dia 7 de Janeiro, com reavaliação às 18h00 de Domingo, dia 6, onde será feita a actualização da previsão meteorológica e decidido o eventual prolongamento.

Esta é uma situação que se verifica sempre que ocorrem temperaturas iguais ou inferiores a 0ºC durante dois ou mais dias consecutivos. O Centro de Alojamento Temporário (CAE) funciona entre as 21h00 e as 09h00, e no terreno estão, como habitualmente, as Equipas de Rua da Cruz Vermelha Portuguesa. A implementação e manutenção do CAE é assegurada pelo Município de Braga, enquanto a sua execução e gestão é assegurada pela Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa.

Recorde-se que em Braga, existe em permanência um trabalho junto da população “sem-abrigo”, quer por parte da Câmara Municipal de Braga, quer das instituições que com ela se articulam, nomeadamente a Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa, no sentido de promover a motivação destes Cidadãos para a construção de um projecto de vida.

A sinalização e encaminhamento de situações poderá ser feita através de contacto telefónico (253 264 077) ou presencialmente na Divisão de Protecção Civil da Câmara Municipal, na rua do Farto, ou na Cruz Vermelha Portuguesa, através do número 253 687 520 ou 910 304 608.

BRAGA AGUARDA PRECIPITAÇÃO MODERDA A FORTE E VENTO FORTE

AVISO À POPULAÇÃO

logo_Agentes_PC

Precipitação moderada a forte e vento forte

No seguimento das informações prestadas pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e de acordo com a informação meteorológica disponibilizada, salienta-se a ocorrência de Precipitação moderada a forte e vento forte.

De acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, para as próximas 48 horas, salienta-se o seguinte:

Sábado, 15 de Dezembro

  • Precipitação pontualmente intensa em especial nas regiões Norte e Centro, com o período mais crítico entre as 12h e as 24h com acumulados até 50 mm/12h.
  • Vento do quadrante Sul pontualmente forte a acompanhar a passagem da frente, com rajadas que podem atingir 65Km/h nas regiões do litoral e 80 Km/h nas terras altas.

Domingo, 16 de Dezembro

  • Precipitação mais persistente durante a madrugada e manhã generalizada a todo o território, passando a regime de aguaceiros a partir da tarde mais frequentes nas regiões Norte e Centro.
  • Vento do quadrante Oeste moderado a forte, respectivamente no litoral (<40 m/h) e nas terras altas (<50 Km/h), diminuindo de intensidade a partir da tarde.

MUNICÍPIO DE BRAGA ALERTA POPULAÇÃO

AVISO À POPULAÇÃO

Precipitação moderada a forte e vento forte

1

No seguimento das informações prestadas pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e de acordo com a informação meteorológica disponibilizada, salienta-se a ocorrência de Precipitação moderada a forte e vento forte:

De acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, para as próximas 48 horas, salienta-se o seguinte:

Hoje, períodos de chuva moderada, e por vezes forte (entre 10 e 20 mm numa hora) a partir da noite no litoral a norte do cabo Mondego, estendendo-se gradualmente às restantes regiões do norte e do centro.

Vento do quadrante sul forte no litoral oeste e nas terras altas, com rajadas até 75 km/h no litoral a norte do cabo Carvoeiro (e até 70 km/h a sul) e até 100 km/h nas terras altas do norte e centro (até 90 km/h a sul), a partir do final da tarde de hoje até ao início da manhã de amanhã.

Amanhã, aguaceiros, que podem ser localmente fortes (entre 10 e 20 mm numa hora) e ocasionalmente de granizo e acompanhados de trovoada no litoral das regiões norte e centro até ao final da manhã, e que serão pouco frequentes nas regiões do interior. Possibilidade de ocorrência de trovoada até ao final da manhã, em especial no litoral.

Aumento do desconforto térmico na noite de hoje para amanhã tendo em conta o aumento da intensidade do vento e a temperatura com valores entre 0 e 3 º C nas regiões do interior norte e centro.

O MINHO É VERDE… MAS TAMBÉM É BRANCO!

Disse um dia o escritor transmontano Miguel Torga, “…no Minho tudo é verde, o caldo é verde, o vinho é verde…” – não teve ele, porém, a oportunidade de ir até Melgaço e subir às agrestes serranias do Castro Laboreiro, sobretudo quando as massas de ar gélidas vindas da Islândia penetram nos contrafortes mais a norte da nossa região para nos virem enregelar os ossos, ao mesmo tempo que cobrem com um manto branco a paisagem até então verdevante como o escritor a conheceu.

43750733_2282762765127633_6284026827564384256_n

É, pois, esse manto imaculado de noiva que agora veste o Castro Laboreiro, conferindo-lhe um encanto muito peculiar para quem, como Miguel Torga, apenas estava habituado a contemplar as tonalidades verdes que fazem do Minho um paraíso terreal… as fotos pertencem à Rádio Vale do Minho a quem desde já agradecemos!

Fotos: https://www.radiovaledominho.com/

44873784_2282762945127615_914464185893519360_n

44878516_2282761705127739_15397951677399040_n

44882018_2282762195127690_558910098592759808_n

44884008_2282762851794291_1441808379394654208_n

44890922_2282763101794266_270834513062395904_n

44891742_2282761585127751_8854662597870354432_n

44897499_2282761231794453_5572502234408681472_n

44918339_2282762491794327_381470843382792192_n

44920418_2282761305127779_1333818461893165056_n

44927053_2282761411794435_4974092738933817344_n

44930160_2282761798461063_2238950985227567104_n

44932758_2282762288461014_8982081762007973888_n

44938644_2282762111794365_5682170973021798400_n

44939843_2282761141794462_8335659248037920768_n

44941819_2282762421794334_2572836790721314816_n

44943317_2282761035127806_2070421824356745216_n

44946634_2282762581794318_7767344472442011648_n

44982867_2282762675127642_8872970046293409792_n

44993873_2282761481794428_7310956926831951872_n

45006860_2282761891794387_9111034908075098112_n

45007907_2282763008460942_5081816097880014848_n

45066175_2282762011794375_6491305312228737024_n

MELGAÇO: NEVE CAI DE FORMA INTENSA EM CASTRO LABOREIRO

Já neva nos pontos mais altos de Melgaço. Em Castro Laboreiro, o manto branco começou a cobrir a freguesia com intensidade ao cair da noite deste sábado, altura em que a descida das temperaturas se fez sentir de forma mais intensa em todo o Alto Minho.

44872034_1980955275285544_6475075240702509056_n

Às 20h00 deste sábado já era possível escrever na neve [fotografia: Adílio Pereira]

 

Para este domingo, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para este concelho mínimas de 2ºC. No entanto, nestas zonas montanhosas, os termómetros deverão descer abaixo desse valor o que estará a possibilitar a queda de neve.

Recorde-se que o frio que se faz sentir em todo o país deve-se à passagem de uma massa de ar polar vinda da Islândia. As mínimas deverão sofrer um ligeiro aumento na próxima segunda-feira mas não deverão ultrapassar os 6ºC durante toda a próxima semana. As máximas vão rondar os 16ºC.

Fonte: https://www.radiovaledominho.com/

 

BRAGA: CONDIÇÕES METEOROLÓGICAS ADVERSAS - PERIGO DE INCÊNDIO RURAL

Considerando o despacho do MAI que Declara a Situação de Alerta, e de acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, nos próximos dias, salienta-se o agravamento da situação meteorológica a partir de dia 18 de agosto, persistindo previsivelmente até dia 22 de agosto, com temperaturas elevadas e teores de humidade baixos, destacando-se para Braga os seguintes aspetos:

  • Temperaturas máximas com valores entre os 31-36ºC e temperaturas mínimas com valores de cerca de 19ºC;
  • Vento predominante do quadrante Leste com intensidade moderada (até 30 km/h), soprando de noroeste no litoral oeste durante a tarde, sendo forte (até 50 km/h) de Leste/Nordeste nas terras altas;
  • Diminuição da Humidade Relativa do Ar a partir de sábado, com valores entre 20 e 30%.

Os índices de risco de incêndio irão manter-se nas classes de “elevado”

EFEITOS EXPECTÁVEIS

Tempo quente e vento moderado permitindo condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais.

MEDIDAS PREVENTIVAS

A Divisão Municipal de Proteção Civil recorda que, de acordo com despacho do MAI que Declara a Situação de Alerta e restantes disposições legais em vigor, não é permitido (a):

  • Proibição total da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que possam ter sido emitidas, enquanto vigorar a Situação de Alerta;
  • Proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI), bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem;
  • Proibição de realização de trabalhos nos espaços florestais, com exceção dos associados a situações de combate a incêndios rurais, com recurso a motorroçadoras de lâminas ou discos metálicos, corta-matos, destroça dores e máquinas com lâmina ou pá frontal;
  • Realização de queimadas, de fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos;
  • Utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;
  • Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;
  • O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
  • Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem;
  • A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

A Divisão Municipal de Proteção Civil recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio florestal, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando as proibições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da ANPC, do IPMA e da Câmara Municipal.

MANTENHA-SE SEMPRE INFORMADO. RESPEITE OS CONSELHOS E RECOMENDAÇÕES DAS AUTORIDADES

Alerta à População

INSTITUTO DO MAR E DA ATMOSFERA PREVÊ CHUVA A CÂNTAROS PARA O MINHO

Alerta de chuva forte e persistente

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para os próximos dias o agravamento das condições meteorológicas, salientando-se:

- Chuva forte e persistente nas regiões do Norte e do Centro no Domingo, 10 de Dezembro, e Segunda-feira, 11 de Dezembro;

- Chuva forte alargada todo o território do Continente a partir madrugada de Segunda-feira,11 de Dezembro, até ao final da manhã desse dia;

- Vento forte de sudoeste, a partir da tarde de domingo e durante segunda-feira, com rajadas até 90 km/h, na generalidade do Norte e Centro, e muito forte, com rajadas até 110 km/h, nas terras altas do Norte e do Centro, rodando gradualmente de quadrante para noroeste e diminuindo de intensidade;

Tendo em conta este cenário, a Protecção Civil Municipal recomenda à população que tome as necessárias medidas de prevenção e adeque os seus comportamentos, nomeadamente:

- Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e remoção de inertes e outros objetos suscetíveis de serem arrastados ou que possam criar obstáculos ao livre escoamento das águas;

- Adoptar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a acumulação de neve e a formação de lençóis de água nas vias;

- Evitar atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos escondidos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;

- Garantir a adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente andaimes, placards e outras estruturas suspensas;

- Ter especial cuidado na circulação e permanência junto a áreas arborizadas, mantendo-se atentos à possibilidade de queda de ramos e árvores em virtude de vento forte;

- Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

CONTINUA A NEVAR EM MELGAÇO

Os alunos foram transportados para as suas habitações ao início da tarde

A neve continua a cair em Castro Laboreiro e Lamas de Mouro, mas a situação está controlada: os alunos regressaram para casa ao início da tarde em transportes escolares, devido à previsão de agravamento das condições meteorológicas. ‘Confirmaram-se as previsões de descida da quota de queda de neve abaixo dos 600 metros. A rede viária de momento está desobstruída, resta agora aguardar e acompanhar a evolução da situação durante a próxima noite e madrugada.’, informou o responsável pela proteção civil municipal de Melgaço, Luís Matos.

image007nevmelga (1).jpg

O nevão desta madrugada apanhou todos de surpresa, impedindo a Proteção Civil de garantir a circulação do transporte escolar para o centro escolar da vila, e as crianças do primeiro ciclo de ensino básico não puderam ir à escola.

image007nevmelga (2).jpg

‘Para o fim de semana os meios vão manter-se em prevenção, sendo espectável que a situação desagrave a partir de domingo. Ainda de acordo com as previsões, para o dia de amanhã, sábado, não está prevista precipitação (na forma de neve nos pontos mais elevados).’, explicou Luís Matos.

A neve em Castro Laboreiro e Lamas de Mouro é um belo postal de visita ao Município Mais a Norte de Portugal! Em caso de algum incidente as pessoas poderão contactar a Proteção Civil através do 961 726 836 (Luís Matos) ou através da linha telefónica 117.

image007nevmelga (3).jpg

NEVE VOLTOU A MELGAÇO ESTA MADRUGADA

O nevão apanhou a proteção civil de surpresa e apenas foram à escola os alunos transportados por viaturas particulares. Os meios estão no terreno.

image002nevemelg (1).jpg

A neve voltou esta madrugada a Melgaço: Castro Laboreiro e Lamas de Mouro estão cobertos por um manto branco, sendo esta última freguesia, a mais alta do município de Viana do Castelo, situada a mais mil metros de altitude, a mais afetada pela neve. As condições meteorológicas impediram a circulação dos veículos de transporte coletivo: ‘A neve apanhou-nos de surpresa. Os meios estão no terreno mas não foram a tempo de garantir a circulação do transporte escolar para o centro escolar da vila, e as crianças do primeiro ciclo de ensino básico não puderam ir à escola. Apenas foram à escola os alunos transportados por viaturas particulares’, disse o responsável pela proteção civil municipal de Melgaço, Luís Matos. Em Lamas de Mouro a situação não é tão grave mas a proteção civil alerta para o máximo cuidado.

image002nevemelg (2).jpg

A previsão indica que para as próximas horas e fim de semana se prevê um agravamento da situação, com descida da quota de queda de neve. ‘Estamos a avaliar a situação para garantir o regresso dos alunos a casa’, disse Luís Matos, garantindo que as estradas estão circuláveis exceto para os veículos pesados.

A neve em Castro Laboreiro e Lamas de Mouro é um belo postal de visita ao Município Mais a Norte de Portugal! Em caso de algum incidente as pessoas poderão contactar a Proteção Civil através do 961 726 836 (Luís Matos) ou através da linha telefónica 117.

image002nevemelg (3).jpg

TEMPORAL FUSTIGA CELORICO DE BASTO

A chuva intensa que se fez sentir durante o fim-de-semana provocou uma serie de ocorrências resolvidas com a máxima celeridade pela proteção civil. Quedas de árvores, muros e deslizamento de taludes causaram alguns transtornos à comunidade local.

_DSC5686

“As condições meteorológicas previam mau tempo para o fim-de-semana, cientes desse facto, articulamos todos os esforços para agir com celeridade nas diferentes situações que foram acontecendo. A grande preocupação foram as pessoas por isso atuamos no sentido de minimizar os estragos agindo com a máxima prontidão em articulação com todos os meios da proteção civil” disse o presidente da Proteção Civil, Joaquim Mota e Silva.

Pelo concelho foram acontecendo algumas ocorrências como quedas de árvores na via pública, estradas nacionais e sobre viaturas tendo ocorrido um ferido ligeiro, situações retratadas pelo comandante dos Bombeiros Voluntários Celoricenses, António Marinho Gomes. “O mau tempo que se fez sentir no fim-de-semana não deu descanso à nossa corporação que teve dezenas de ocorrências agindo com a máxima celeridade por forma a salvaguardar pessoas e bens. Por sorte e tendo em conta as condições meteorológicas só tivemos um ferido numa situação de queda de árvore sobre uma viatura, situação que resolvemos prontamente”, disse.

Distribuídas pelo concelho estiveram três equipas da proteção civil que disponham de máquinas retroescavadoras para remoção de materiais que impossibilitavam a circulação na via pública. As quedas de muros e o deslizamento de taludes foram as situações que aconteceram mais assiduamente. Estas equipas fizeram ainda limpeza de valetas e aquedutos.

Importa ainda salientar que o rio Freixieiro, afluente do Tâmega, galgou as margens em alguns locais deste concelho.

_DSC5655

BARRAS DE CAMINHA E VILA PRAIA DE ÂNCORA FECHADAS À NAVEGAÇÃO

De acordo com informação da Marinha portuguesa, as barras marítimas de Caminha e Vila Praia de Âncora encontram-se hoje fechadas à navegação devido à forte agitação marítima.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje nas regiões do Norte e Centro períodos de céu muito nublado, aguaceiros em geral fracos e pouco frequentes, tornando-se moderados nas regiões do Interior Centro a partir do meio da tarde, que serão de neve acima dos 1200/1400 metros e condições favoráveis à ocorrência de trovoada nas regiões do Interior a partir do meio da tarde.

O vento vai soprar em geral fraco do quadrante sul, estando ainda previstas neblina ou nevoeiro matinal e pequena subida da temperatura máxima.