Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MINHOTOS DE MACAU DANÇAM NA CAPITAL DE CANTÃO

A cidade chinesa de Guangzhou assistiu anteontem à actuação do grupo “Macau no Coração” que se exibiu com os tradicionais trajes de lavradreira da nossa região. Tratou-se do 15º Festival de cultura folclórica de Guangzhou e Huang Po "Polo Natal", Feira do Templo do Milénio

52902896_416423852264529_7348464382306680832_n.jpg

Com mais de doze milhões de habitantes, Guangzhou – historicamente designada por Kwangchow – é a terceira mais populosa cidade da República Popular da China, constituindo a capital da província de Cantão. Situa-se no sul do país, nas margens do rio Zhu Jiang, constitui um importante centro portuário, possuindo o estatuto de sub-província administrativa.

Fotos: Macau no Coração

53886118_416494875590760_6535503240123908096_n.jpg

53916281_415918105648437_1376199399578796032_n.jpg

54236909_416423835597864_8837744343734288384_n.jpg

54255541_415918045648443_2676555930182615040_n (1).jpg

54255541_415918045648443_2676555930182615040_n.jpg

54257237_416494312257483_8302992736101859328_n.jpg

54463043_416494622257452_2068119653166612480_n.jpg

54522008_415918155648432_4268568769141407744_n.jpg

54728225_416494675590780_4260607626351476736_n.jpg

54729896_415918088981772_6879476768449757184_n.jpg

54731063_415918135648434_4247899131655225344_n.jpg

55492834_416494178924163_1828863887148056576_n.jpg

55586282_416493662257548_6938494734402846720_n.jpg

MINHOTOS DE MACAU DANÇAM EM ZHUHAI NAS CELEBRAÇÕES DO ANO NOVO CHINÊS

A Associação “Macau no Coração” participou em Zhuhai nas celebrações do Ano Novo Chinês, actuando nomeadamente em palco para a televisão local.

53664057_410470079526573_3498486991303999488_n.jpg

Trajando há vianesa e representando como podem e sabem as nossas tradições, eles representam um símbolo de continuidade dos laços de amizade que desde há vários séculos unem o povo português ao povo chinês e, em particular, conservando o Minho no coração dos macaenses, muitos dos quais fruto do amor construído entre portugueses e macaenses.

Zhuhai – qual “Mar de Pérola” – constitui uma cidade situada na província de Cantão, limitando a sul com a Região Administrativa Especial de Macau, com a qual se encontra ligada através da Ponte Flor de Lótus, inaugurada um mês antes da transferência do território para a soberania da República Popular da China.

Fotos: Associação Portugal no Coração

53026368_410469159526665_7637249831441793024_n.jpg

53303478_410464286193819_9031459454821859328_n.jpg

50244739_393796001193981_6191789746298028032_n (1).jpg

50715926_393796107860637_809578795307630592_n (1).jpg

50755841_393796164527298_1790422826042261504_n (1).jpg

50849925_393796127860635_3573532332096749568_n (1).jpg

50887901_393795987860649_5638658517612101632_n (1).jpg

50998075_393796087860639_6844512861327196160_n (1).jpg

51068976_393796051193976_7950096709571313664_n (1).jpg

51116968_393796021193979_8845670044454092800_n (1).jpg

51559146_393795947860653_9092365879240294400_n (1).jpg

53040418_410465959526985_7056650113644494848_n.jpg

MACAENSES LEVAM FOLCLORE DO MINHO ATÉ CANTÃO

A Associação “Macau no Coração” acaba de participar em Zhuhai, na província chinesa de Cantão, no espectáculo televisivo que assinala as festividades do Ano Novo chinês.

50755841_393796164527298_1790422826042261504_n.jpg

Este grupo constituído por macaenses – lusodescendentes e, na sua maioria, povos cruzados resultantes dos laços de amor entre portugueses e chineses – exibiu o traje à vianesa e as danças tradicionais da nossa região.

Com mais de milhão e meio de habitantes, Zhuhai situa-se no Sul da República Popular da China, limitando a sul com a Região Administrativa Especial de Macau.

Fotos: Macau no Coração

50244739_393796001193981_6191789746298028032_n.jpg

50715926_393796107860637_809578795307630592_n.jpg

50849925_393796127860635_3573532332096749568_n.jpg

50887901_393795987860649_5638658517612101632_n.jpg

50981263_393795917860656_8888704753471586304_n.jpg

50998075_393796087860639_6844512861327196160_n.jpg

51068976_393796051193976_7950096709571313664_n.jpg

51116968_393796021193979_8845670044454092800_n.jpg

51559146_393795947860653_9092365879240294400_n.jpg

“BELOS TEMPOS” – UMA ENCICLOPÉDIA DA COZINHA MACAENSE

A macaense Ana Manhao Sou é a dirigente do grupo “Macau no Coração” que leva às longínquas paragens do Oriente, particularmente à República Popular da China, a alegria das nossas danças e o colorido dos trajes minhotos, tal como já temos aqui referido no BLOGUE DO MINHO.

20160329-0502-1.jpg

É comummente aceite pela generalidade da comunidade macaense que, desde a transferência de soberania em Dezembro de 1999, Macau está a passar por uma metamorfose relativamente à questão da sua identidade. Neste contexto, é interessante constatar que de entre as componentes principais que definem a cultura de Macau (religião, linguagem, cozinha, etc) a gastronomia é a componente que está mais intrinsecamente ligada à cultura macaense, segundo uma sondagem realizada recentemente na internet abrangendo macaenses residentes um pouco por todo o mundo.

Para Ana Manhão Sou, natural de Macau e apaixonada pela sua terra, a cultura macaense está umbilicalmente ligada à sua vida. Ana é descendente de várias gerações de “genti di Macau” e por isso, a gastronomia local é algo que conhece muito bem desde os tempos de criança.

Esta forte relação com o passado e com a gastronomia fez com que Ana inaugurasse na Rua da Felicidade, em Setembro de 2012, um espaço que nos faz viajar no tempo e recuar até aos anos 60 ou 70. Um espaço que, com nostalgia e saudade desse Macau antigo, Ana deu o nome de “Belos Tempos”: as paredes pintadas com pássaros e com gaiolas procuram trazer a paisagem e tranquilidade daquela época, os pratos floreados fazem lembrar aqueles que eram utilizados na casa da avó quando era criança, as mesas e cadeiras chinesas escuras que só existem no 1º andar parecem ter sido emprestadas dum museu, tudo parece ter parado no tempo em pleno séc. XXI.

Mais do que ter o prazer de servir o minchi, o tacho, o camarão com “fu kuà”, o pãozinho recheado, entre outros pratos dum longo cardápio de pratos cujas receitas foram ensinadas pelos seus avós, a missão da Ana é perpetuar a história da gastronomia macaense para as gerações vindouras. O “Belos Tempos” é também um local de aprendizagem da cozinha macaense. Presentemente, estudantes universitários (sobretudo chineses), são os que mais curiosidade têm manifestado em aprender a cozinhar um estilo de comida que poucos tinham ouvido falar fora de Macau mas que na verdade encarna o culminar harmonioso do cruzamento cultural entre portugueses e chineses por mais de 500 anos.

A convite de fregueses do “Belos Tempos”, Ana tem divulgado a gastronomia macaense além fronteiras. Esteve recentemente em Harbin e em Taipei. O Japão é o próximo destino onde Ana irá promover Macau e a sua gastronomia.

“Belos Tempos”

Rua da Felicidade, nº 10, Macau

Telefone: 2893 8670

Horário: De Segunda-feira a Domingo (das 12:00 às 22:00)

Fonte: Gilberto Camacho / Jornal Tribuna de Macau

MACAENSES DANÇAM NA CHINA… À MODA DO MINHO!

“A Associação de Danças e Cantares Portugueses – conhecida por Macau no Coração foi registada em 2006 como uma associação não lucrativa e para efeitos de caridade.

48422172_379791852594396_1600605466495287296_n

Esta Associação foi fundada em 1999 com o apoio do Governo Português de Macau e pelo Governo da RAEM e sob a administração da Associação dos Funcionários Públicos de Macau tendo como compromisso dar conhecer aos outros que Macau como zona especial caracterizada pela cultura sino-portuguesa e também de dar continuidade e diversificação da cultura portuguesa em Macau.

Com o correr dos anos a nossa Associação já se tornou numa organização bastante reconhecida localmente e pelos países vizinhos, pela sua especial característica e nas suas apresentações que mostram um alto nível de representação. A experiência que nossa associaçao tem com o público e o nosso crescimento durante estes anos cada vez temos mais membros/participantes. Todos os membros bem como a própria associação temos o mesmo objectivo de como fazer o melhor para diversificar a nossa especial característica da cultura sino-portuguesa por meio desta associação.”

Texto e fotos: http://www.macaunocoracao.com/

48944722_379791922594389_8264441796847730688_n

48953319_379792152594366_5645102527629230080_n

48987909_379791602594421_8412480824095539200_n

48991480_379791842594397_7490398847982632960_n

48991521_379792095927705_1719742997383348224_n

48995963_379791575927757_8837235987110166528_n

49007480_379791662594415_4868188689479499776_n

49017761_379792159261032_212144257408958464_n

49024033_379791945927720_8818270502452723712_n

49054405_379792012594380_7442151809604386816_n

49158923_379792019261046_785063216471343104_n

49175731_379791745927740_3126410285074612224_n

49195128_379791695927745_6144591233990787072_n

49203465_379792102594371_3121493105866440704_n

MACAENSES DESFILAM NO “2018 INTERNATIONAL PARADE” TRAJADOS À MODA DO MINHO

Macau tem o Minho no coração!

O Grupo da Associação de Danças e Cantares Portugueses “Macau no Coração” levou uma vez mais o traje à vianesa ao “2018 International Parade” que hoje se realizou em Macau. E não faltou sequer o galo de Barcelos com um novo figurado e colorido e jeito de insuflável.

48356369_10212818715759706_3403073279211077632_n

Trata-se de um importante evento que reúne representações de inúmeros países, para além da República Popular da China, e ocorre junto das ruínas da Igreja de São Paulo que constituem o ex-líbris daquele território que esteve durante muitos séculos sob soberania portuguesa.

Fotos: Michael Fung

48281673_10212818717519750_7939967789412909056_n

48357444_10212818712879634_1677988892994699264_n

48361455_10212818713599652_5448293296331816960_n

48364147_10212818714839683_6779722893119979520_n

48366122_373227826584132_8090617765934661632_n

48366476_10212818718959786_1415410088759263232_n

48370540_10212818715199692_4429482888571912192_n

48373126_10212818716239718_2684902507632656384_n

48375112_10212818716839733_1666071707368030208_n

48390955_10212818713279644_5662627798083174400_n

48395015_10212818717239743_1171891464620212224_n

MINHO DESFILA EM MACAU

Macau tem o Minho no coração!

Realiza-se no próximo domingo em Macau o “2018 International Parade” que reúne centenas de representações da China e de todo o mundo”

48357688_372173910022857_415872062544936960_n

O Grupo de danças “Macau no Coração” vai uma vez mais exibir os seus trajes à vianesa, levando consigo o Minho no coração. E, as ruínas da Igreja de São Paulo que constituem o ex-líbris daquele território que esteve durante muitos séculos sob soberania portuguesa são o cenário escolhido para a realização daquele importante evento.

48370767_372173926689522_575686373994921984_n

47038501_366326487274266_468723151245672448_n

47394682_366326630607585_2691276586992271360_n

48045736_372173966689518_5269933487896395776_n

ALVARINHO DE MONÇÃO E MELGAÇO AFIRMA-SE NA GASTRONOMIA ASIÁTICA

Sommeliers de topo distinguem Soalheiro Clássico 2017 com medalha de ouro

Fazendo jus, à longa história de contacto do povo português com o Oriente, o Soalheiro pretende continuar a contribuir para um acentuado e sólido conhecimento do Alvarinho de Monção e Melgaço nos mercados asiáticos. Com presença no Japão, Macau, Hong Kong e Singapura, a 1ª Marca de Alvarinho de Melgaço demonstra que os Alvarinhos da região têm perfis que harmonizam na perfeição com diferentes estilos de gastronomia seja ela nipónica, chinesa ou até mesmo cantonesa.

ASIA WINE & SPIRITS AWARDS 2018

Mais uma vez, os mercados asiáticos ficaram rendidos aos aromas e sabores da 1ª Marca de Alvarinho de Melgaço. O Soalheiro Clássico 2017 conquista a medalha de ouro no ASIA WINE & SPIRITS AWARDS 2018 (AWSA). A avaliação é feita, em prova cega, por Sommeliers de topo de toda a Ásia, juntamente com um painel de Master Sommeliers liderados por Brian Julyan MS, CEO do The Court of Master Sommeliers. AWSA pretende abrir portas para os produtores de vinho e destilados e seus distribuidores que já estão nos mercados asiáticos ou planeiam entrar nesses mercados.

Orgulhosamente da região mais a norte de Portugal, os produtores do Soalheiro pretendem deixar uma marca da cultura portuguesa pelo mundo. Tal como "tempura", um prato tradicional nos restaurantes japoneses foi introduzido pelos jesuítas portugueses e a palavra kappu deriva de copo em português, o Alvarinho será certamente um desafio de harmonização na gastronomia internacional.

soalheiro classico 2018

MACAENSES LEVAM FOLCLORE DO MINHO A FUCHEAU (CHINA)

O Grupo “Macau no Coração” participou ontem no grandioso certame “Dinamic Macao Business and Trade Fair – Fujian Fuzhou” que decorre  de 18 a 22 de Maio em Fucheau, capital da província chinesa de Fujian, levando como é habitual o folclore português e os trajes do Minho da forma como melhor sabem representar.

32842142_250459612194288_7400715970882306048_n

Com cerca de milhão e meio de habitantes, Fucheau – designação em português da cidade Fuzhou – situa-se a cerca de quarenta quilómetros da costa, no delta do rio Min. A cidade foi fundada no século II Antes da Era Cristã e faz parte integrante da China desde o século VI da Era Cristã.

32933197_250459618860954_7924582404809818112_n

De acordo com a apresentação feita no seu site oficial, “A Associação de Danças e Cantares Portugueses – conhecida por Macau no Coração foi registada em 2006 como uma associação não lucrativa e para efeitos de caridade.

Esta Associação foi fundada em 1999 com o apoio do Governo Português de Macau e pelo Governo da RAEM e sob a administração da Associação dos Funcionários Públicos de Macau tendo como compromisso dar conhecer aos outros que Macau como zona especial caracterizada pela cultura sino-portuguesa e também de dar continuidade e diversificação da cultura portuguesa emMacau.

Com o correr dos anos a nossa Associação já se tornou numa organização bastante reconhecida localmente e pelos países vizinhos, pela sua especial característica e nas suas apresentações que mostram um alto nível de representação. A experiência que nossa associaçao tem com o público e o nosso crescimento durante estes anos cada vez temos mais membros/participantes. Todos os membros bem como a própria associação temos o mesmo objectivo de como fazer o melhor para diversificar a nossa especial característica da cultura sino-portuguesa por meio desta associação.”

32935288_250459598860956_1796996831834537984_n

MINHOTOS EM LISBOA FAZEM ROMARIA A S. TIAGO E A NOSSA SENHORA DO MINHO

Macaenses participam na festa

A festa começou com a Missa campal celebrada pelo padre Alexandre em Honra de Nossa Senhora do Minho e S. Tiago, seguida de procissão solene que percorreu as ruas daquela localidade.

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 019.JPG

A tarde folclórica foi iniciada com a participação especial do grupo “Macau no Coração” cuja atuação sensibilizou o público presente, lembrando os laços fraternos que os portugueses criaram comos povos mais longínquos e que perduram nos seus corações.

Seguiu-se a atuação do Rancho Folclórico da Casa do Minho que, como é seu apanágio, representou um pouco do folclore de toda a região.

Por seu turno, o Rancho Etnográfico de Danças e Cantares da Barra Cheia – Moita exibiu as danças e cantares, usos e costumes de outrora das gentes da região caramela. Trata-se de uma zona a sul da Estremadura que, nos começos do século XIX, recebeu numerosas gentes da Beira Litoral, sobretudo dos concelhos de Mira e Cantanhede que ali acabaram por si fixar.

E, a encerrar a festa, o Rancho Folclórico da Casa do Concelho de Arcos de Valdevez, convidando o numeroso público para o habitual “vira geral”.

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 029.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 030.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 031.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 033.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 034.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 044.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 045.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 070.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 121.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 124.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 133.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 135.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 144.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 147.JPG

 

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 007.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 009.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 011.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 013.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 212.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 073.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 023.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 025.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 060.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 079.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 318.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 332.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 172.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 173.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 320.JPG

MINHO TEM MACAU NO CORAÇÃO

Os macaenses vieram a Portugal e em Lisboa cantaram e dançaram à moda do Minho. Exibindo trajes à vianesa, a Associação de Danças e Cantares Portugueses “Macau no Coração” participou hoje na Romaria Minhota organizada pela Casa do Minho, em Lisboa, iniciativa que teve lugar na zona histórica e turística de Belém.

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 073.JPG

A festa começou com a Missa campal celebrada pelo padre Alexandre em Honra de Nossa Senhora do Minho e S. Tiago, seguida de procissão solene que percorreu as ruas daquela localidade.

A tarde folclórica foi iniciada com a participação especial do grupo “Macau no Coração” cuja atuação sensibilizou o público presente, lembrando os laços fraternos que os portugueses criaram comos povos mais longínquos e que perduram nos seus corações.

Seguiu-se a atuação do Rancho Folclórico da Casa do Minho, o Rancho Etnográfico de Danças e Cantares da Barra Cheia – Moita e a encerrar o Rancho Folclórico da Casa do Concelho de Arcos de Valdevez.

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 023.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 024.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 025.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 026.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 028.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 035.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 057.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 060.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 061.JPG

 

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 079.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 081.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 092.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 095.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 110.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 313.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 315.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 317.JPG

ROMARIA MINHOTA CASA DO MINHO 318.JPG