Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

APRESENTAÇÃO PÚBLICA DO CD “MEMÓRIAS” DA BANDA MUSICAL DE MONÇÃO

A Banda Musical de Monção apresenta esta sexta-feira, 19 de julho, pelas 21h30, no espaço exterior da Biblioteca Municipal de Monção, o novo CD da bicentenária filarmónica monçanense, denominado "Memórias", em referência à história de Monção e à Banda Musical de Monção.

BMM.jpg

Além da apresentação pública do CD, o evento cultural engloba o lançamento do cartão de sócio,  um mini concerto com diversos elementos da BMM, sessão de autógrafos e dedicatórias, terminando com um pequeno convívio entre todos os participantes nesta noite de enriquecimento musical.

A entrada é livre.

Convidamo-lo(a) a assistir a este momento cultural.

Vídeo de apresentação: https://youtu.be/8teEYfgvJX4

VIZELA RECEBE QUINTA DO BILL

Quinta do Bill com Banda Filarmónica Vizelense marcam edição 2019 do Vizela em Festa

A Câmara Municipal de Vizela promove no próximo domingo, dia 21 de julho, a iniciativa “Vizela em Festa”, no Parque das Termas e Marginal Ribeirinha, entre as 09h e as 19h.

cartaz net_vizela em festa.jpg

A abertura oficial terá lugar às 11.00h, no Parque das Termas.

De realçar que este evento será uma continuidade do realizado nos anos anteriores, mas com mais-valias no que diz respeito ao conteúdo, sendo que nesta edição está prevista a dinamização de zonas temáticas: zona do ambiente, zona de crianças, zona dos jogos tradicionais, zona de desporto, zona de exposições, zona saúde e bem-estar e zona artesanato.

Os Quinta do Bill acompanhados pela Banda Filarmónica Vizelense será o concerto que irá marcar a edição deste ano do Vizela em Festa, num espetáculo que será com certeza memorável e que irá juntar milhares de pessoas na marginal ribeirinha.

O evento irá integrar dois PALCOS: o palco principal – Palco Ribeirinha, onde terá lugar o concerto dos Quinta do Bill, acompanhados pela Banda Filarmónica Vizelense; e o palco secundário – Palco Parque, onde se realizarão atividades desportivas e culturais. No palco secundário irão atuar os grupos da terra, a saber: SEDARF, Grupo Folclórico de Santa Eulália, Rancho Folclórico de Tagilde, Cavaquinhos da Casa do Povo e Grupo de Amigos das Concertinas de Vizela.

O Vizela em Festa conta ainda com muita animação de rua, de onde se destaca o grupo de animação Fita Cola, e duas praças de restauração.

Com a organização do “Vizela em Festa”, a Câmara Municipal aposta na qualidade e na diversidade social e cultural, esperando atrair milhares de visitantes ao nosso Concelho.

Vizela em Festa é um evento de todos e para todos.

Traga a família e venha à festa!

FAMALICÃO RECEBE PLUTÓNIO, MC ZUKA E SUPA SQUAD NO PALCO PRINCIPAL DO CAÇA-FERROS

Festival realiza-se nas margens do rio Ave, em Pedome, nos dias 9, 10 e 11 de agosto

A música está de regresso ao Parque Calça- Ferros, na freguesia de Pedome, em Famalicão, nos dias 9, 10 e 11 de agosto para um festival que promete atrair muitos milhares de visitantes. Os sons do hip-hop, do rap, do reggae, do dancehall e do afro-beat marcam esta ediçaõ do festival Calça-Ferros com um cartaz constituído por grandes nomes do panorama musical nacional como Plutónio, Mc Zuka e Supa Squad que vão animar o palco principal.

Plutonio.jpg

Plutónio é um artista de Cascais, cuja sonoridade se tem vindo a equilibrar entre o Rap, o RnB e o Afro-Trap. Desde 2016 com a Bridgetown e depois do seu álbum “Preto e Vermelho” tem vindo a lançar hit atrás de hit, tornando-o um dos artistas mais requisitados do momento. Depois do sucesso dos singles “Não Vales Nada”, “3AM” e das participações em “Rain” com Mishlawi e Richie Campbell e “Nunca Pares” com Slow J e Papillon, Plutónio lançou, com DJ Dadda, o gigante “Cafeína”, que ultrapassou os 14 milhões de visualizações e atingiu o galardão de dupla platina. Já em 2019, os sucessos continuaram com “Meu Deus”, já galardão de Ouro, “Dramas e Dilemas” e “1 de Abril”. Plutónio sobe ao palco no dia 9.

Quem está na lida do rap em Portugal com certeza também já ouviu falar de Luíz Vieira, ou do seu nome artístico MC Zuka. O rapper mudou-se para Portugal aos 16 anos vindo de Espírito Santo, Brasil, em 2002, e foi aqui que começou a dar os seus primeiros passos no rap e no Hip-Hop. Em 2018, o rapper participou no festival do Rock In Rio Lisboa, pela terceira vez consecutiva, a convite da dupla Supa Squad. Além de músico, MC Zuka também perpetua o seu nome como “writer” a escrever para outros artistas, como por exemplo o hit single ” Faz Gostoso”, interpretado pela sua conterrânea Blaya.

MC Zuka sobe ao palco principal no dia 10, antecipando a atuação dos Supa Squad, a dupla composta por Mr. Marley e Zacky Man que se juntaram para um projecto diferenciador no panorama nacional. Estando cada vez mais presente na cultura nacional, o kuduro ou o funk brasileiro, os Supa Squad aproveitam as suas raízes africanas para juntar o dancehall, o reagge e o afro-beat, em algo completamente diferente, juntando a si participações com outros artistas nacionais bastante apreciados entre os mais novos. "Tudo Nosso" ou "Avé Maria" são os originais mais conhecidos de Supa Squad atingindo mais de 10 milhões de visualizações no Youtube.

Serão, portanto, três dias de festa e convivio rodeados de um meio ambiente de grande beleza e tranquilidade proporcionado pela excelente localização nas margens do Rio Ave.

Pelo palco “novas oportunidades” irão passar talentos ainda desconhecidos do grande público mas franco crescimento. Os DJ’s terão também o seu espaço, e prometem animação. Não faltarão ainda os já habituais espaços de exposição de artesanato e de associações que irão proporcionar aos visitantes um maior conhecimento da realidade cultural e artística local.

O espaço para a restauração assumirá, nesta edição, uma nova localização, dimensão e programação, permitindo aos espetadores comparecerem mais cedo no evento e aproveitarem todas as valias do mesmo.

Na perspetiva de um festival familiar e amigo do ambiente não faltará animação para os visitantes mais jovens bem como atividades preventivas e educativas sobre a temática do meio ambiente.

Apesar de ser já a 4ª edição, será esta a 1ª vez que a organização será da responsabilidade da GRACAFE – Grupo Recreativo Amigos de Calça Ferros, com produção de “Paulo Ferrão – Produções” e contando com os apoios da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e Junta de Freguesia de Pedome.

O bilhete diário custa 5 euros, enquanto o passe geral para 9 e 10 de agosto tem um custo de 8 euros. No dia da família a 11 de agosto, o festival tem entrada livre.

Para mais informações visite www.festivalcalcaferros.com

CARTAZ_GERAL_PRINCIPAL.jpeg

FAMALICÃO REALIZA ESTÁGIO DE ORQUESTRA SINFÓNICA

I Edição do JOF - Jovem Orquestra de Famalicão realiza-se em setembro. Candidaturas para estágio de instrumentistas jovens decorre até 24 de julho

O município de Vila Nova de Famalicão vai promover entre 2 e 7 de setembro a I Edição do JOF - Jovem Orquestra de Famalicão, um estágio de orquestra sinfónica de curta duração dirigido a jovens instrumentistas oriundos do concelho ou com formação pré-universitária em Vila Nova de Famalicão. Os interessados – que podem receber um prémio de participação até aos 550 euros, dependendo da formação, idade e local de residência – devem efetuar a sua candidatura até 24 de julho, no site oficial do município em www.famalicao.pt.

AFS_6665 (1).jpg

O número de vagas está limitado aos 65 participantes, sendo distribuídos pelos instrumentos de cordas (22 violinos; 8 violas; 6 violoncelos; 4 contrabaixos e 1 harpa); sopro (3 flautas; 2 oboés; 2 clarinetes; 2 fagotes; 5 trompas; 2 trompetes; 2 trombones tenor; 1 trombone baixo e 1 tuba) e 4 instrumentos de percussão.

Os participantes estarão ainda organizados em categoria por ordem preferencial, sendo que na categoria A estão os instrumentistas profissionais com menos de 30 anos de idade; na categoria B os instrumentistas em formação no ensino superior (bacharelato/licenciatura ou mestrado) e na categoria C os músicos em formação pré-universitária no ensino profissional ou artístico especializado, a residir ou estudar no concelho de Vila Nova de Famalicão.

De acordo com o regulamento, os instrumentistas serão apoiados com um prémio de participação que irá depender da categoria em que se inserem, sendo que os que estão inseridos nas categorias A e B recebem 250 euros aos quais acrescem 200 ou 300 euros, se residirem fora de Portugal ou da Europa. Os que se inserem na categoria C recebem 100 euros. Para além disso, o município irá assegurar refeições previstas no Plano de Estágio e transportes.

O estágio irá integrar ensaios de orquestra e dois concertos, no dia 6 de setembro, na igreja de Delães e no 7 de setembro, no Parque da Devesa. O maestro convidado será o famalicense José Eduardo Gomes, que é atualmente maestro titular da Orquestra Clássica do Centro, Orquestra Clássica da FEUP e do Coro do Círculo Portuense de Ópera. Recentemente foi laureado com o 2º Prémio no Concurso Prémio Jovens Músicos, na categoria de Direção de Orquestra, tendo obtido igualmente o Prémio da Orquestra.

Para além dos participantes selecionados, a organização poderá convidar outros instrumentistas sempre que se revele necessário para a eficácia do estágio ou para o equilíbrio artístico da orquestra.

O estágio terá ainda uma direção artística que será constituída, para além do maestro convidado, por representantes das Escolas com ensino profissional e especializado da música no concelho, nomeadamente o CCM – Centro de Cultura Musical, aArtEduca – Conservatório de Música de Vila Nova de Famalicão e a ARTAVE – Escola Profissional Artística do Vale do Ave.

É da competência da Direção Artística do Estágio selecionar e aprovar as candidaturas, e propor à organização a contratação de outros músicos instrumentistas, quando se justificar.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, esta iniciativa tem como objetivos “responder a características únicas do território de Vila Nova de Famalicão, nomeadamente a existência de um forte e dinâmico ecossistema cultural associado ao ensino artístico especializado e ao ensino profissional de música”. “Sabendo que muitos destes alunos têm prosseguido estudos e carreiras profissionais por outras instituições em Portugal e por toda a Europa, o estágio procura valorizar estes jovens músicos, em formação e em atividade profissional, promovendo o diálogo intercultural entre Famalicão e a sua Diáspora, estabelecendo pontes entre o ensino artístico proporcionado na região e o ensino superior”,acrescenta o autarca.

CELORICO DE BASTO APRESENTA CONCERTO DOS "UXUKALHUS"

Esta banda, uma referência no panorama da música tradicional, regressa a Celorico de Basto para apresentar em primeira mão o novo álbum “Enleio”. O concerto, com entrada livre, está agendado para dia 19 de Julho, sexta-feira, pelas 22h00, na Eira da Quinta do Prado.

imagemuxullus.jpg

Este concerto integra o programa de animação do Município proposto para os meses quentes de Verão.

“Esta banda esteve em Celorico em 2018 e foi nesse período que compôs o álbum que irá agora, apresentar. Um concerto agendado para a Eira do Prado, um espaço muito acolhedor. Ao longo destes dois meses as Festas do Concelho e a Feira de Artesanato e Gastronomia serão as principais iniciativas culturais promovidas mas contamos sempre com outras ações pontuais a animar o concelho numa altura em que milhares de emigrantes regressam à terra Natal” disse o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto.

Esta banda, autora do êxito “A saia da Carolina”, já realizou várias passagens por Celorico de Basto e foi em 2018, como referiu o autarca, que compôs, nesta terra, o seu mais recente álbum “Enleio”.

O público terá agora a oportunidade de assistir, em primeira mão à apresentação deste álbum num espetáculo que conta ainda com a participação do trio de Dj´s locais “A Seita do Largo dos Cães” que assegura a animação após concerto. O espaço estará apetrechado com serviço de bar para receber da melhor forma o público previsto para assistir a este concerto.

1º ENCONTRO DE TOCADORES DA ESCOLA DE CONCERTINAS FILIPE OLIVEIRA EM SINTRA FOI UM ESTRONDOSO SUCESSO A REPETIR NO PRÓXIMO ANO

A festa ainda não acabou e os acordes das concertinas continuam a ouvir-se lá para os lados da Terrugem, no concelho de Sintra. São mais de duas centenas de tocadores que ao longo da tarde deste domingo animam o Largo da Feira naquela localidade, perante uma larga assistência. E o local escolhido não podia ser melhor, com estacionamento adequado, asseio público e instalações sanitárias condignas, excelente disposição da plateia, das tendas e das tasquinhas.

DSCF5348.JPG

Foram cerca de duas dezenas os grupos de tocadores que se inscreveram para participar neste encontro e não faltou sequer um grupo oriundo da Galiza, mais concretamente da Comarca de Pontevedra – Lumes na Leira.

Ao longo de vários anos, Filipe Oliveira tem sabido semear amizades um pouco por toda a parte e este encontro constituiu a colheita bem merecida daquilo que semeou! As opiniões e os gestos de apreço são unânimes e todos reconhecem ainda o enorme talento do nosso conterrâneo. Fazemos votos para que siga em frente e o BLOGUE DO MINHO cá estará!

DSCF5349 (2).JPG

DSCF5350.JPG

DSCF5354.JPG

DSCF5359.JPG

DSCF5360.JPG

DSCF5361.JPG

DSCF5362.JPG

DSCF5363.JPG

DSCF5369.JPG

DSCF5375 (2).JPG

DSCF5378.JPG

DSCF5379.JPG

DSCF5380.JPG

DSCF5381.JPG

DSCF5382.JPG

DSCF5391.JPG

DSCF5392.JPG

DSCF5394.JPG

DSCF5404.JPG

DSCF5406.JPG

DSCF5413.JPG

DSCF5415 (2).JPG

DSCF5424.JPG

DSCF5426.JPG

DSCF5428.JPG

FAMALICÃO DÁ BOA MÚSICA EM AGOSTO

Boa música e bom ambiente animam fins de tarde de agosto em Famalicão. A nova voz da música portuguesa Maro abre Devesa Sunset a 2 de agosto

Depois de ganhar a atenção de artistas como Quincy Jones, Justin Timberlake, Jessie J. e Tracy Chapman, entre muitos outros nomes notáveis em todo o mundo, a portuguesa multi-instrumentista, vocalista, produtora e compositora Maro viu os holofotes virarem-se para si. A sua inimitável voz e a sua capacidade de composição também já arrancaram elogios entre os artistas nacionais nomeadamente de Rui Veloso e António Zambujo.Com mais de três milhões de transmissões no Spotify, a Maro vai abrir a edição deste ano do Devesa Sunset, a 2 de agosto, em Vila Nova de Famalicão, com um concerto imperdível junto ao lago do Parque.

Foto MARO_0.jpg

A jovem música, que estudou na Berklee College of Music e hoje vive em Los Angeles, vem a Famalicão mostrar a sua singularidade. Este é o primeiro de quatro concertos que prometem, durante o mês de agosto, animar os fins de tarde de sexta-feira, no Parque da Devesa.

Todos os concertos são de entrada livre e iniciam pelas 19h00.

Antes de entrar de fim-de-semana, mas já em modo de descontração, num ambiente informal e na companhia de família e amigos, com um pôr-do-sol e o verde do parque como cenário, ao som da boa música. Serão assim as tardes do Devesa Sunset.

Depois de Maro é a vez de Phill Veras se apresentar em Famalicão, a 9 de agosto. O cantor e músico brasileiro, uma das revelações recentes da música brasileira e que conta com milhões de ouvintes e seguidores nas plataformas digitais, fará a sua primeira passagem em Portugal. Destaque da nova MPB / Indie-Folk brasileira, com três álbuns lançados, Phill Veras, tem-se apresentado nos quatro cantos do Brasil, inclusive no Rock in Rio.

A 16 de agosto surge um nome mais conhecido do público de Famalicão. Apesar disso, Manel Cruz, ex-vocalista dos Ornatos Violeta, Pluto, Foge Foge Bandido e Supernada” vem apresentar “Vida Nova” um álbum que marca uma nova fase na vida do músico e compositor.

Homem em Catarse é o nome escolhido para a última sessão, agendada para 23 de agosto. “Viagem Interior” é o primeiro álbum do Homem em Catarse. Nele, ouve-se o reflexo da beleza da natureza, dos locais e das gentes do interior de Portugal. Mas, a aventura de Afonso Dorido também conhecido como Homem em Catarse, começou há uns anos atrás quando decidiu enfrentar as estradas e caminhos de Portugal munido da sua guitarra elétrica e dos seus inúmeros pedais de efeitos com um único sentido: colocar em música toda a beleza do nosso país dando a conhecer ao seu público pedaços de estórias e lugares que passam mais despercebidos.

Devesa Sunset _ Programa

Parque da Devesa _ 19h00

Entrada Livre

2 de agosto: Maro

9 de Agosto: Phill Veras

16 de Agosto: Manel Cruz. Voz

23 de agosto: Homem em Catarse

Homem em Catarse.JPG

Manel Cruz 2017 I ® SFPNMC (sem musicos).jpg

Phill Veras_0.jpg

MÚSICA BARROCA INVADE CABECEIRAS DE BASTO

Salão Nobre palco de concerto de flautas antigas

O Salão Nobre dos Paços do Concelho acolheu ontem, dia 7 de julho, o segundo concerto ‘Sons do Silêncio - A Música e o Barroco’, inserido no âmbito do programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’.

Salão Nobre palco de concerto de flautas antigas.JPG

Intitulado ‘Sete obras, sete flautas, um flautista’, o concerto foi protagonizado por Pedro Sousa Silva e comentado por Dimitris Andrikopoulos, compositor e professor da ESMAE, ele que é também o comissário do evento ‘Sons do Silêncio - A Música e o Barroco’.

No Salão Nobre dos Paços do Concelho, Pedro Sousa Silva tocou sete obras utilizando sete flautas antigas, réplicas dos séculos XIV, XV, XVI e XVII. Flauta Basset Claude Rafi, Flauta Tenor Claude Rafi, Flauta Baixo Hiers, Flauta Alto ‘Dolcimelo’, Handfluyt, Flauta de Voz Pierre Bressan e Flauta Alto Jacob Denner foram as escolhas de Pedro Sousa Silva para este concerto intimista.

De salientar que o flautista integra o centro de investigação CESEM da Universidade Nova de Lisboa e tem dedicado grande atenção ao imenso reportório inédito contido nas fontes portuguesas dos séculos XVI e XVII.

O concerto contou com a presença dos vereadores Dr. Mário Machado, Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, presidentes de Juntas de Freguesia, entre outros autarcas e público em geral. A renomada flautista Cabeceirense, Adriana Ferreira, que integra a Orquestra da Academia Nacional de Santa Cecília de Roma e que se encontrava de visita a Cabeceiras de Basto este fim de semana, honrou a organização do evento com a sua presença neste concerto.

A Torre dos Clérigos, no Porto, foi o palco do primeiro concerto em junho. Ontem foi a vez do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, mais concretamente o Salão Nobre, receber o espetáculo. No próximo dia 21 de julho, domingo, realiza-se o terceiro e último concerto inserido no ciclo ‘Sons do Silêncio - A Música e o Barroco’. O concerto pedagógico e comentado por Pedro Sousa Silva e Ricardo Leitão Pedro terá novamente como palco o Mosteiro de S. Miguel de Refojos, a partir das 18h30.

Esta é mais uma iniciativa integrada no programa cultural Mosteiro de Emoções que é financiado por fundos comunitários, através do Norte 2020.

JORGE PALMA EM CONCERTO EM PONTE DA BARCA

Jorge Palma vai estar em Ponte da Barca, no dia  19 de julho, às 22h, para um concerto no Largo da Misericórdia. Compositor, poeta, intérprete e exímio pianista, Jorge Palma dispensa apresentações. Com mais de 40 anos de carreira é um nome incontornável do panorama musical português. A sua obra contém canções amplamente transversais com temas como “Frágil”, “Deixa-me Rir”, “Dá-me Lume” ou “Encosta-te a mim”, que se tornaram hinos intemporais.

Capturarjpalmpbarc.PNG

Desde os anos 70 que esgota salas um pouco por todo o país, desde as mais emblemáticas, até aos palcos mais intimistas, tendo também passado por festivais como o Meo Sudoeste, Super Bock Super Rock, Rock in Rio, Bons Sons, EDP Cool Jazz, entre outros.

O período mais recente da vida de Jorge Palma é marcado por um momento de grande actividade no qual se destacam projectos como “Juntos” em que partilha o palco com Sérgio Godinho e ainda a celebração de discos históricos como “Bairro do Amor” e “Só”, tendo este último resultado na edição de “SÓ ao vivo” em 2017.

ENTRADA GRATUITA .

FAMALICÃO RECEBE O LAURUS NOBILIS MUSIC

Rock On: vem aí o Laurus Nobilis Music. Quarta edição do festival de Metal e Rock decorre de 25 a 28 de julho em Famalicão

Quatro dias, três palcos (dois deles gratuitos) e mais de três dezenas de bandas. São estes os números da quarta edição do Festival Laurus Nobilis Music, que regressa a Vila Nova de Famalicão de 25 a 28 de julho com um cartaz “da pesada” recheado de muito e bom Heavy Metal e Rock Alternativo.

DSC_2093.jpg

Os alemães Contradiction e Crematory, os italianos Fleshgod Apocalipse, os suíços Samael, os portugueses Peste e Sida e os suecos Hypocrisy, Soilwork e Entombed A.D. são alguns dos nomes que vão passar pelo palco do Laurus Nobilis, cujo recinto começa já a desenhar-se com todas as comodidades garantidas para os festivaleiros: praça de restauração, espaço de merchandising, campismo/caravanismo e um espaço para atividades lúdicas com vários artistas e associações locais.

Sobre a edição deste ano do festival, a organização garante que o Laurus Nobilis continuará a ser“uma grande festa e uma digna homenagem à Música, quer na sua vertente profissional, quer como montra para projetos artísticos emergentes, sobretudo de teor amador.

Ao todo são mais 30 bandas distribuídas por 3 palcos – o palco principal de entrada com bilheteira (Palco Porminho) e dois de entrada gratuita (Palco Estrella Galicia e o Palco CEVE “Faz a Tua Cena”).

A 200 metros do palco principal os festivaleiros vão encontrar a zona de campismo/caravanismo. Este espaço, que abre portas logo no dia 22 de julho, é gratuito, tem capacidade para 1000 tendas e está equipado com os indispensáveis WC, chuveiros, um pequeno mercado e uma tenda de apoio com pequenos-almoços e lanches.

Os bilhetes diários - com exceção para dia 25 (gratuito) - têm o custo de 30 euros, sendo que o passe geral para os quatro dias custa 60 euros.  A organização colocou ainda à venda um Bilhete VIP, com venda exclusiva em www.laurusnobilis.pt, com acesso a estacionamento em parque privado e à zona de autógrafos e backstage, entre outras condições.

Os bilhetes estão à venda nos locais habituais, entre eles a Bilheteira Online, emwww.bol.pt/musica_festivais, e a loja online do Laurus, em www.laurusnobilis.pt

Recorde-se que o Laurus Nobilis Music é promovido desde 2016 pela Associação Ecos Culturais do Louro, com o apoio da Câmara Municipal de Famalicão.

Toda a informação no site oficial do festival em www.laurusnobilis.pt.

Cartaz LNMF 2019

Quinta-Feira dia 25

Palco Estrella Galicia (Entrada Gratuita)

- 20h00 - Lyfordeath

- 21h00 - Humanart

- 22h00 - Soldier

- 23h00 - WAKO

- 24h00 - Contradiction

Palco CEVE (Faz a tua cena) (Entrada Gratuita)

- 01h00 - DJs CHAOTIC TH3RAPY

Sexta-Feira dia 26

Palco Estrella Galicia (Entrada Gratuita)

- 16h30 - Second Lash

- 17h30 - Wrath Sins

- 18h30 - Hochiminh

Palco Porminho (Entrada com bilhete)

- 21h00 -Miss Lava

- 22h05 - Peste & Sida

- 23h15 - Entombed A.D

- 00h40 - Fleshgod Apocalipse

Palco CEVE (Faz a Tua Cena) (Entrada Gratuita)

- 15h30 – Bandas emergentes

- 19h30 – Concurso de bandas Rock na Devesa

- 02h00 - DJs Distortion Crew (Miguel Inglês, Orca, Val)

Sábado dia 27

Palco Estrella Galicia (Entrada Gratuita)

- 16h30 - Primal Attack

- 17h30 - Tales for the unspoken

- 18h30 - Gwydion

Palco Porminho (Entrada com bilhete)

- 21h00 - Sollar

- 22h05 - Sinistro

- 23h15 - Crematory

- 00h40 - Samael

Palco CEVE (Faz a Tua Cena) (Entrada Gratuita)

- 15h30 – Bandas emergentes

- 19h30 - Concurso de bandas Rock na Devesa

- 02h00 - DJ António Freitas Antena 3

Domingo dia 28

Palco Estrella Galicia (Entrada Gratuita)

- 16h30 - Toxikull |

- 17h30 - Grimlet

- 18h30 - Simbiose

Palco Porminho (Entrada com bilhete)

- 20h30 - Analepsy

- 21h35 - Soliwork

- 23h00 - Hypocrisy

Palco CEVE (Faz a Tua Cena) (Entrada Gratuita)

- 15h30 – Bandas emergentes

- 19h30 - Concurso de bandas Rock na Devesa

- 00h30 - DJs Sonoplastic Troublemaking Duo (MifareS & Mantis)

ESPOSENDE: FORJÃES ACOLHE 3º FESTIVAL DE COROS SENIORES

O Município de Esposende vai promover, na próxima sexta-feira, dia 5 de julho, a terceira edição do Festival de Coros Seniores.

Integrado no programa Ativo Mais, da Rede Social de Esposende, o evento vai decorrer a partir das 21h30, no escadório Pe. Joaquim Lima, em Forjães, com a participação do Coro Sénior de Esposende, acompanhado do grupo de música tradicional "Terra Alegre", do Coro da Universidade Autodidata de Esposende e do Grupo Coral da Universidade Sénior de Oliveira de Azeméis.

festival 2019 (002).jpg

O Festival de Coros Seniores tem como objetivo promover e valorizar o trabalho que é desenvolvido num ambiente não formal, orientado para o desenvolvimento emocional e social, nomeadamente o fortalecimento das relações interpessoais, a integração e a inclusão social.

Depois de ter participado recentemente num concerto fora de portas, concretamente em Paranhos – Porto, o Coro Sénior de Esposende volta, assim, a apresentar-se no concelho, sob a direção da maestrina Ana Carolina Capitão. Em atividade desde 2016, conta atualmente com cerca de 120 coralistas, que têm possibilitado o enriquecimento deste projeto com os seus contributos, saberes e vivências, contribuindo para uma longevidade bem-sucedida e saudável.

O Coro da Universidade Autodidata de Esposende é composto por 24 elementos, conta com direção musical de Cristina Reis e o seu espólio abarca temas da música tradicional e contemporânea.

O Grupo Coral da Universidade Sénior de Oliveira de Azeméis é um coral misto, presentemente constituído por 42 elementos. Encontra-se em atividade desde 2004 e é dirigido pelo Maestro Serafim Cabral. Do seu currículo constam a participação em vários eventos, entre os quais “As Janeiras”, na Assembleia da República, em janeiro de 2013. Colaborou na organização de cinco Encontros de Grupos Corais promovidos pela Universidade Sénior de Oliveira de Azeméis e participou em inúmeros encontros promovidos por outras universidades

O Festival de Coros Seniores repercute-se no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da Agenda 2030 da ONU, Paz, Justiça e Instituições Eficazes ODS 16) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade (ODS 17).

BARCELOS APOIA BANDA MUSICAL DE OLIVEIRA

Presidente da Câmara de Barcelos em exercício assina protocolo com Banda Musical de Oliveira

A Presidente da Câmara em exercício de funções, Armandina Saleiro, assinou ontem um protocolo com a Banda Musical de Oliveira, na sede da Banda, em Oliveira, com vista ao desenvolvimento de atividades musicais no concelho de Barcelos.

Assinatura Protocolo_Banda Musical de Oliveira.JPG

Este protocolo segue a linha dos acordos anuais estabelecidos entre o Município de Barcelos e a Banda Musical de Oliveira e inclui uma comparticipação financeira municipal no valor global de 47.000€. Como contrapartida, a Banda deve promover a realização de estágios de verão, durante uma semana, com professores convidados de várias formações musicais, encerrando a iniciativa com a realização de um concerto em Barcelos e um concerto na freguesia de Oliveira; desenvolver um projeto de formação contínua para jovens e adultos, no âmbito da Escola de Música;  realizar cinco concertos com a sua Escola de Música, quatro concertos com o  Grupo de Câmara da Banda Musical de Oliveira, três concertos com a Banda Musical, e um espetáculo no âmbito da programação da Festa das Cruzes.

No final da assinatura do protocolo, Armandina Saleiro elogiou o trabalho desenvolvido pela Banda de Oliveira, sublinhando a aposta na formação musical e cultural dos jovens.

A Banda Musical de Oliveira  foi criada em 1782, pela família de António Gomes Ferraz,  é uma associação sem fins lucrativos que tem como objetivo principal promover e desenvolver atividades ligadas ao ensino, divulgação e prática da música