Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MOÇAS DO “CANCIONEIRO DO ALTO MINHO” SERVIRAM DE MODELO AO PINTOR LIMIANO RICARDO FERREIRA

O artista limiano Ricardo Ferreira que recentemente expôs algumas das suas obras em Ponte de Lima, inspirou-se nas lindas jovens que fazem parte do grupo “O Cancioneiro do Alto Minho” nalguns dos seus trabalhos.

122131198_2426341421003207_6077036189509603292_o.j

Reconhecido como um dos mais lídimos representantes do folclore da nossa região, o grupo “O Cancioneiro do Alto Minho” encontra-se sediado no Luxemburgo, tal como o artista Ricardo Ferreira radicado na Suíça. Longe da Pátria o coração bate mais forte pelas nossas origens!

122123032_2426341427669873_7271264805841319065_o.j

122193148_2426341437669872_1349690735063194477_o.j

CANCIONEIRO DO ALTO MINHO NO LUXEMBURGO: LINDAS MOÇAS TEM O MINHO!

Em plena Europa central, situado entre a França, a Bélgica e a Alemanha, o Grão-Ducado do Luxemburgo é um pequeno país com pouco mais de meio milhão de pessoas, de entre os quais conta com 17% de emigrantes portugueses e seus descendentes.

88434835_3059721640719355_234221725045227520_o.jpg

Fundado em 14 de janeiro de 2014 por Berto Silva, Steven Gaspar e Cindy Rocha, “O Cancioneiro do Alto Minho” tem-se destacado na defesa e divulgação das nossas raízes minhotas, contribuindo de forma notável também para a preservação da identidade das nossas gentes ali radicadas e assumindo-se como elo de união da comunidade portuguesa.

Com mais de 6 anos de existência, obteve por parte da Federação do Folclore Português o reconhecimento que lhe permitiu ser aceite como membro aderente, esperando que o caminho traçado o conduza a seu tempo a ser admitido como sócio efectivo.

Os trajes são do espólio do grupo e os lenços são todos antigos, portanto originais e não reproduções.

Fotos: Sérgio Moreira & Sílvia Moreira

88173958_3059763707381815_273399111049281536_o.jpg

88346992_10159448472843242_5715650565216665600_o.jpg

88307202_3059734557384730_8469321752730664960_o.jpg

89076191_3059885507369635_6180939602346377216_o.jp

88958651_3062438347114351_8295569525080850432_o.jp

88194289_3062438757114310_2987267402112172032_o.jp

88237144_3064475713577281_1793944243958448128_o.jp

88241800_3064480700243449_1660673444578066432_o.jp

88331245_3066311390060380_8791101986742206464_o.jp

88331255_3066335836724602_1065490650658504704_o.jp

89318141_3066507546707431_6618312352779468800_o.jp

ALTO MINHO TEM CANCIONEIRO NO LUXEMBURGO

O grupo “O Cancioneiro do Alto Minho” levou a efeito no passado dia 1 de Março uma “Tarde de Folclore” que juntou no Centre Culturel de Cessange a comunidade minhota e os portugueses em geral radicados naquele país onde a sua presença é absolutamente assinalável. Trata-se de um dos mais representativos grupos folclóricos da nossa região, afirmando-se pela forma digna como se apresenta.

88173958_3059763707381815_273399111049281536_o.jpg

Como era de esperar – e reconhecendo a elevada qualidade e rigor da representação feita pelo grupo “O Cancioneiro do Alto Minho” – aliás um exemplo a ser seguido pelos demais grupos folclóricos nas nossas comunidades no estrangeiro, a “Tarde de Folclore” foi um espectáculo digno de se ver sobre todos os pontos de vista ou seja, pela autênticidade e pela forma atraente e agradável como cativou o numeroso público. E, como não podia deixar de acontecer, contou com a colaboração dos mais conceituados fotógrafos vianenses, o santamartense Sérgio Moreira, que no brinda com as mais espectaculares fotografias cuja autorização nos permite enriquecer estas singelas palavras.

Em plena Europa central, situado entre a França, a Bélgica e a Alemanha, o Grão-Ducado do Luxemburgo é um pequeno país com pouco mais de meio milhão de pessoas, de entre os quais conta com 17% de emigrantes portugueses e seus descendentes.

Fundado em 14 de janeiro de 2014 por Berto Silva, Steven Gaspar e Cindy Rocha, “O Cancioneiro do Alto Minho” tem-se destacado na defesa e divulgação das nossas raízes minhotas, contribuindo de forma notável também para a preservação da identidade das nossas gentes ali radicadas e assumindo-se como elo de união da comunidade portuguesa.

Com apenas 6 anos de existência, obteve por parte da Federação do Folclore Português o reconhecimento que lhe permitiu ser aceite como membro aderente, esperando que o caminho traçado o conduza a seu tempo a ser admitido como sócio efectivo.

Os trajes são do espólio do grupo e os lenços são todos antigos, portanto originais e não reproduções.

88346992_10159448472843242_5715650565216665600_o.jpg

88347011_3057810667577119_158249581849608192_o.jpg

87957531_3053208811370638_8319141409407893504_o.jpg

84545898_3059713434053509_8081020335094235136_o.jpg

88434835_3059721640719355_234221725045227520_o.jpg

88307202_3059734557384730_8469321752730664960_o.jpg

88105376_3059741797384006_174847637583822848_o.jpg

89035959_3059874007370785_1213163690858119168_o.jpg