Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BAIXO MINHO JÁ DANÇA NO LUXEMBURGO!

Acaba de ser criado no Luxemburgo o Grupo de Tradições do Baixo Minho – “D’Onde vens Maria”. Fundado no passado dia 6 de Abril.

Conforme afirma Umberto da Silva, um dos seus fundadores, “Não somos só um grupo de folclore mas sim um grupo que divulga as tradições, usos e costumes do Baixo Minho através de fotos e retratos, de filmagens, de recriações diversas, de vendas de produtos caseiros e manuais nos mercados e feiras, de cânticos a capella e janeiras, de apresentação de trajes e também de danças de todo o Baixo Minho!” E acrescenta: “Prometemos levar este novo projeto pelo caminho certo e o faremos com muito amor e paixão.”

Como única condição para quem queira participar neste projeto estabelecem: “Ter uma grande paixão pelo folclore e aceitar as regras do bom trajar.”

438737638_10163544398553242_5723923066569078794_n.jpg

Foto: Umberto Da Silva

VIANA DO CASTELO: ROMARIA DA SENHORA D’AGONIA RECEBEU MORDOMAS QUE VIERAM DAS COMUNIDADES PORTUGUESAS NO ESTRANGEIRO – FOTOS DE CARLOS VIEIRA

Capturarlu2.JPG

Existem minhotos espalhados pelos quatro cantos do mundo. Em todos os países onde se fixaram criaram asssociações – grupos folclóricos e casas regionais – para confraternizarem e manterem vivas as suas tradições. Muitos dos seus descendentes já nasceram nesses países. Porém, não esquecem as suas raízes e na maioria dos casos integram as associações portuguesas. Confunde-se a pronúncia do Minho com as dos países de acolhimento. Mas, o coração continua preso às suas origens minhotas.

Nas fotos, jovens mordomas provenientes do Luxemburgo.

Provenientes nomeadamente de França, Andorra, Luxemburgo e Brasil vieram muitas mordomas que desfilaram no cortejo da Mordomia da Romaria da Senhora d’Agonia. São pedaços do Minho que Viana do Castelo mantém unidos.

Capturarlu1.JPG

HISTORIADOR FAFENSE DANIEL BASTOS APRESENTOU LIVRO SOBRE AS COMUNIDADES PORTUGUESAS NO FESTIVAL DAS MIGRAÇÕES NO LUXEMBURGO

O escritor e historiador Daniel Bastos, apresentou no passado Sábado, no Festival das Migrações no Luxemburgo, a segunda edição do seu último livro “Crónicas - Comunidades, Emigração e Lusofonia”.

Daniel Bastos.jpg

A segunda edição da obra, agora revista e aumentada, que reúne as crónicas que o historiador tem escrito nos últimos anos na imprensa de língua portuguesa no mundo, foi apresentada no âmbito do Festival das Migrações, um certame que reúne milhares de visitantes e se assume como o encontro de todas as culturas no Luxemburgo.

A apresentação do livro, que é prefaciado pelo advogado e comentador Luís Marques Mendes, integrou o programa da conferência-debate sobre a emigração lusófona promovida pelo Centro de Documentação sobre Migrações Humanas (CDMH). Uma iniciativa que além da presença de emigrantes, lusodescendentes, dirigentes associativos, órgãos de informação da diáspora, e dos deputados eleitos pelo círculo europeu da emigração, Paulo Pisco e Nathalie de Oliveira, contou com a intervenção de Maria Beatriz Rocha-Trindade, uma das maiores especialistas nacionais do fenómeno das migrações, e que foi moderada pela socióloga Heidi Martins, investigadora do CDMH.

Mesa da sessão de apresentação.jpg

O historiador Daniel Bastos, acompanhado da socióloga Maria Beatriz Rocha-Trindade (ao centro), e da investigadora Heidi Martins, no decurso da sessão de apresentação no Luxemburgo

Ao longo da sua apresentação, o escritor através da sua última obra revelou “o empreendedorismo, as contrariedades, a resiliência e a solidariedade das comunidades portuguesas, a riqueza do seu movimento associativo, e as enormes potencialidades culturais, económicas e políticas que as mesmas representam nas pátrias de acolhimento e de origem. Como é o caso da comunidade lusa no Luxemburgo, a maior comunidade no Grão-Ducado, representando cerca de 20% da população total do país”.

Professor e autor de vários livros que retratam a história da emigração portuguesa, Daniel Bastos é atualmente consultor do Museu das Migrações e das Comunidades, e da rede museológica virtual das comunidades portuguesas, instituída pela Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

GRUPO DE FOLCLORE “CASA DE PORTUGAL”: DE ANDORRA A PORTUGAL PARA PARTICIPAR NO 25º DESFILE DO TRAJE POPULAR

No próximo sábado, 24 de setembro, a partir das 21h30, o Largo do Loreto em frente à Câmara Municipal de Monção, será o cenário do desfile nacional do traje popular que contará com a participação de sete membros do Grupo de Folclore Casa de Portugal sediado no Principado de Andorra.

DesfileTraje2019 (2) (2).jpg

A delegação do Grupo de Folclore Casa de Portugal irá participar com o traje de trabalho, dentro das diferentes temáticas do traje popular que inclui entre outros, a infância, o trabalho, o rio, o mar, a morte, a feira o casamento e a festa.

Mais de 40 metros de bancadas e uma passarela, segundo a organização, será o ponto de encontro onde irão desfilar os mais de 1.200 folcloristas em representação de todas as zonas etnográficas do país, exceto as ilhas. Além do grupo sediado no Principado de Andorra, também irá participar o Grupo Folclórico Alma Lusa sediado no Brasil.

Numa organização da Federação do Folclore Portugues, com o apoio da Camara de Monção e da Fundação Inatel, o desfile nacional promove a diversidade do traje popular, a sua riqueza e a valorização da forma de vestir a finais do século XIX e na primeira metade do século XX.

Com esta participação, o Grupo de Folclore Casa de Portugal inicia uma nova temporada de promoção da cultura tradicional e da portugalidade no Principado de Andorra com encontro agendado para a próxima edição da Fira d’Andorra la Vella, feira multi-sectorial na capital do Principado a decorrer nos dias 21, 22 e 23 de outubro e que conta habitualmente com mais de 80.000 visitantes.

299967005_5500586200000650_7263275880690989197_n.jpg