Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PORTAL DO FOLCLORE PORTUGUÊS INOVA AO SERVIÇO DO FOLCLORE

Na “versão anterior” do Portal do Folclore Português, havia uma página de divulgação e promoção dos programas de rádio (FM/AM ou online) que se dedicassem ao folclore e à música tradicional portuguesa e do folclore, de modo a facilitar o contacto entre os diretores dos Grupos de Folclore e os responsáveis pelos programas.

Nesta nova versão, o Portal do Folclore Português pretende continuar a fazer o mesmo, pelo que solicita e, desde já, se agradece a colaboração de todos no sentido de recolher os dados necessários para a respetiva divulgação que, para o efeito, devem ser enviados (pelos responsáveis pelo programa) para: folclore@folclore.pt:

Nome do programa (eventual link) - Logotipo (se tiver) / página no FB

Breve descrição do programa

Horário de emissão

Nome de apresentador e foto (se possível)

Nome da Rádio (eventual link) - Logotipo (se tiver) / página no FB

Frequência em que emite / Online

A Equipa

portal-logo_divulgação_de_programas_de_radio.jpg

“BELOS TEMPOS” – UMA ENCICLOPÉDIA DA COZINHA MACAENSE

A macaense Ana Manhao Sou é a dirigente do grupo “Macau no Coração” que leva às longínquas paragens do Oriente, particularmente à República Popular da China, a alegria das nossas danças e o colorido dos trajes minhotos, tal como já temos aqui referido no BLOGUE DO MINHO.

20160329-0502-1.jpg

É comummente aceite pela generalidade da comunidade macaense que, desde a transferência de soberania em Dezembro de 1999, Macau está a passar por uma metamorfose relativamente à questão da sua identidade. Neste contexto, é interessante constatar que de entre as componentes principais que definem a cultura de Macau (religião, linguagem, cozinha, etc) a gastronomia é a componente que está mais intrinsecamente ligada à cultura macaense, segundo uma sondagem realizada recentemente na internet abrangendo macaenses residentes um pouco por todo o mundo.

Para Ana Manhão Sou, natural de Macau e apaixonada pela sua terra, a cultura macaense está umbilicalmente ligada à sua vida. Ana é descendente de várias gerações de “genti di Macau” e por isso, a gastronomia local é algo que conhece muito bem desde os tempos de criança.

Esta forte relação com o passado e com a gastronomia fez com que Ana inaugurasse na Rua da Felicidade, em Setembro de 2012, um espaço que nos faz viajar no tempo e recuar até aos anos 60 ou 70. Um espaço que, com nostalgia e saudade desse Macau antigo, Ana deu o nome de “Belos Tempos”: as paredes pintadas com pássaros e com gaiolas procuram trazer a paisagem e tranquilidade daquela época, os pratos floreados fazem lembrar aqueles que eram utilizados na casa da avó quando era criança, as mesas e cadeiras chinesas escuras que só existem no 1º andar parecem ter sido emprestadas dum museu, tudo parece ter parado no tempo em pleno séc. XXI.

Mais do que ter o prazer de servir o minchi, o tacho, o camarão com “fu kuà”, o pãozinho recheado, entre outros pratos dum longo cardápio de pratos cujas receitas foram ensinadas pelos seus avós, a missão da Ana é perpetuar a história da gastronomia macaense para as gerações vindouras. O “Belos Tempos” é também um local de aprendizagem da cozinha macaense. Presentemente, estudantes universitários (sobretudo chineses), são os que mais curiosidade têm manifestado em aprender a cozinhar um estilo de comida que poucos tinham ouvido falar fora de Macau mas que na verdade encarna o culminar harmonioso do cruzamento cultural entre portugueses e chineses por mais de 500 anos.

A convite de fregueses do “Belos Tempos”, Ana tem divulgado a gastronomia macaense além fronteiras. Esteve recentemente em Harbin e em Taipei. O Japão é o próximo destino onde Ana irá promover Macau e a sua gastronomia.

“Belos Tempos”

Rua da Felicidade, nº 10, Macau

Telefone: 2893 8670

Horário: De Segunda-feira a Domingo (das 12:00 às 22:00)

Fonte: Gilberto Camacho / Jornal Tribuna de Macau

ARCOS DE VALDEVEZ APRESENTA BOLETIM CULTURAL

Apresentado novo Boletim Cultural Terra de Val de Vez

O Grupo de Estudos do Património Arcuense editou recentemente, com o apoio do Município, mais um volume do Boletim Cultural Terra de Val de Vez.

boletim_cultural_terras de Valdevez 2018

Esta nova edição debruça-se sobre “Alguns dos caminhos velhos do Concelho de Arcos de Valdevez”; os “Primórdios do Jornalismo arcuense – Imprensa Regional e Local”; Um olhar sobre a Peneda à luz do mito de Adão e Eva” e os “Rituais Constitutivos da Romaria da Senhora da Peneda – contributos para o seu estudo”.

Segundo a direção do grupo, a edição deste ano, “inscreve valores patrimoniais geradores de fatores identitários das populações arcuenses”, levando os trabalhos científicos as memórias do passado ao leitor, projetadas nas vivências, mentalidades e conhecimentos do presente-futuro.

Esta edição “cumpre, uma vez mais, o propósito do Gepa – Grupo de Estudos do Património Arcuense – ao registar e divulgar o património material e imaterial arcuense tão significativo na compreensão de um passado, que ajuda a construir a sociedade do futuro”, pode ler-se na nota introdutória.

A apresentação deste volume ficou a cargo do Dr. Silva Ferreira, que fez uma breve resenha do trabalho publicado pelo GEPA nestes 38 anos de existência, nomeadamente 19 volumes constituídos por 170 artigos, credíveis e que servem para memória futura, podendo os mesmos usufruir de “cariz científico”, e explicou brevemente cada capítulo do livro.

O presidente da Câmara Municipal, João Esteves, louvou o trabalho produzido pelo GEPA desde os inícios dos anos 80 e que o mesmo “promove o conhecimento da História, do Património e das gentes de Arcos de Valdevez, o que contribui para fomentar o orgulho na nossa terra”.

boletim_cultural_terras de Valdevez 2018_2

boletim_cultural_terras de Valdevez 2018_3

boletim_cultural_terras de Valdevez 2018_5

TRAJE À VIANESA: QUEM VESTIU ESTAS MENINAS?

Muscat is ‘World’s Leading New Airport’

 02/12/2018 Oman Observer

Muscat: At the World Travel Awards (WTA) grand final held in Lisbon, Muscat International Airport was voted the ‘World’s Leading New Airport.’

The airport was also named the Middle East’s leading new tourism development project in 2018.

fotonoticia_20181202121941_640

The national airline, Oman Air, was named the Middle East’s leading airline both in Economy Class and Business Class.

Oman Air was also nominated for the Middle East’s leading airline along with Eithad Airways, Gulf Air and Qatar Airways, while Emirates was the winner.

Sheikh Aimen bin Ahmed al Hosni, CEO, of Oman Airports, said, “This award recognizes our efforts in writing a new chapter in our journey of excellence.   Muscat International Airport aims to not only raise the bar on customer experience but operational efficiency as well. This new passenger terminal is the first encounter visitors have with Oman and we have worked to ensure that it is a true representation of our genuine hospitality and beautiful country.”

Commercially opened in March of this year with a gross floor area of approximately 580,000 sqm, the new airport has the capacity to serve 20 million passengers per year.

Hosni added, “We are committed to playing a pivotal role in realizing the government’s ambitious national logistics strategy and becoming one of the top 20 airports in the world by 2020. The new infrastructure is vital to deliver the level of service that our customers expect and to expertly manage and develop the gateways of Oman.”

Since opening its doors, the airport has received worldwide acclaim for its Omani-themed architecture, advanced technology, and exceptional passenger experience. With an expansion potential of up to 80 million passengers per annum, it was designed and constructed to the highest standards of quality and service, meeting the International Air Transport Association’s classification for top airports. As a result, it was voted Best New Middle East Tourism Development Project at the World Travel Awards just four weeks after starting its operations.

On the heels of this global recognition, the Sultanate, represented by Oman Airports will play host to the 2019 World Travel Awards.

“We are both honored and excited. This event will position Oman as a contender to hold such high-profile international aviation events which will ultimately contribute to the country’s economic diversification strategy.”

Oman has seen tremendous growth as a result of the opening of the new Muscat International airport. Between January and October 2018, the total number of flights arriving at Muscat International Airport was 89,368, a 5.2 per cent increase from last year while the number of passengers increased by 10.5 per cent from 2017, reaching 11,705,440. By end of 2018, the total number of passengers flying into the airport is expected to have reached a record 16,000,000.

Established in 1993, World Travel Awards has served to acknowledge, reward and celebrate excellence across all sectors of the global travel and tourism industry. Voted by industry professionals and travelers from around the world, its winners have been setting the benchmark to which others aspire for over two decades.

In: http://www.omanobserver.om/

47489928_2370865412942913_8691448132610818048_n

airport2

airport3