Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

GUIMARÃES EXPÕE CAMÉLIAS

XI Exposição de Camélias de Guimarães

O Município de Guimarães, em parceria com o Laboratório da Paisagem, a Associação Portuguesa das Camélias /ICS – Portugal e o Paço dos Duques - Museus e Monumentos de Portugal, promove a XI Exposição de Camélias de Guimarães, a realizar nos próximos dias 24 e 25 de fevereiro.

Esta exposição pretende divulgar e valorizar o património natural constituído pelas camélias, pelo que é uma oportunidade para descobrir um pouco mais sobre esta espécie, também conhecida por “rosa japónica” ou “japoneira”, e que é considerada por muitos como a flor mais admirável dos nossos jardins.

425340221_719611293695082_9136643632982794552_n.jpg

QUARESMA: PARÓQUIA DE GUIMARÃES REALIZA “VIA CRUCIS – ITER HUMANITATIS”

cartaz-via-crucis-01.jpg

A Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Guimarães (Arquidiocese de Braga) vai realizar, dia 23 de março, uma «Via Crucis – Iter Humanitatis».

Um espetáculo envolvente que reescreve a “eterna Via Sacra numa perspetiva contemporânea, refletindo não apenas sobre a caminhada de Jesus até ao Calvário, mas também sobre o percurso individual de cada ser humano”, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

Com música ao vivo, que abrange desde os clássicos da música sacra até canções atuais, interpretados pelos TetrAcord’Ensemble, um coro participativo que reúne elementos dos diversos coros da cidade de Guimarães e a participação especial da vimaranense Maria João Soares (participante do The Voice portugal que conquistou o 2º lugar), cria-se uma “atmosfera emotiva que guiará o público numa jornada espiritual”.

A narrativa desenrola-se em diferentes estações, entrelaçando passagens bíblicas com a realidade moderna e cada estação representa um desafio, uma reflexão sobre os dilemas contemporâneos, desde questões sociais até as batalhas internas que cada indivíduo enfrenta.

«Via Crucis – Iter Humanitatis» convida o público “a mergulhar profundamente na reflexão pessoal e coletiva”, oferecendo uma experiência artística “que transcende o convencional, guiando todos numa jornada de autodescoberta e conexão com o contemporâneo significado espiritual da Via Sacra”.

Este projeto tem na sua direção artística, Sandra Azevedo e Joel Azevedo e na produção, padre Leonel Cunha (Paróquia de Nossa Senhora da Conceição).

A entrada terá um custo de 7,50€, que reverte para as obras de restauro da Capela de Nossa Senhora da Conceição.

Aquela paróquia tem empreendido diversas iniciativas de evangelização a partir da cultura, para viabilizar o projeto de conservação e restauro da Capela de Nossa Senhora da Conceição,

LFS / Agência Ecclesia

CDU EM CAMPANHA EM BRAGA E GUIMARÃES

Paulo Raimundo participa em desfile da CDU nas ruas de Guimarães e Comício em Famalicão neste sábado

Amanhã, 2ªf, dia 19 de Fevereiro, o Secretário-Geral do PCP, Paulo Raimundo, participa em iniciativas nos concelhos de Braga e de Guimarães.

Durante a tarde, Paulo Raimundo participará num Desfile CDU pelas ruas da cidade de Braga com início às 17h30h, no Largo S. Francisco, em frente ao Banco de Portugal. Esta iniciativa privilegiará o contacto com a população e com os comerciantes.

Às 21h15m, está previsto o inicio do momento político num Jantar com membros de Organizações Representativas dos Trabalhadores, em Guimarães, na Associação Tovadores do Cano, na Rua Dr. João Xavier de Carvalho Guimarães, junto à Cadeia da cidade.

Marcarão também presença nestas iniciativas a 1ª candidata pelo Círculo de Braga, Sandra Cardoso, e Mariana Silva, da Comissão Executiva do Partido Ecologista Os Verdes.

CDU QUESTIONA GOVERNO SOBRE LAY-OFF NA COINDU EM FAMALICÃO

coiundu_4.jpg

CDU marca presença solidária em greve na Amtrol, em Guimarães

A CDU marcou presença no contacto com os trabalhadores da Coindu, em Vila Nova de Famalicão, e na acção de luta dos trabalhadores na Amtrol, em Guimarães. A delegação da CDU contou com a presença de Sandra Cardoso, 1ª candidata pelo círculo de Braga, e João Pimenta Lopes, deputado ao Parlamento Europeu, e de vários candidatos e activistas.

A partir de 16 de Fevereiro, a Coindu, em Vila Nova de Famalicão, vai entrar em lay-off. Ao longo dos anos a empresa tem vindo a concretizar diversos processos de despedimento colectivo, atropelando os direitos dos trabalhadores e tratando estes homens e mulheres de forma descartável. Agora, a empresa anunciou que cerca de 400 trabalhadores da sua unidade de Famalicão e cerca de 100 trabalhadores da sua unidade nos Arcos entrarão em lay-off por 6 meses. A situação de trabalhadores prestadoras de serviços está também posta em causa. Há rumores que podem ainda avançar com dezenas de despedimentos

A concretização deste lay-off implicará uma perda significativa de rendimentos para os trabalhadores afectados, não apenas no que diz respeito ao salário, mas também a subsídios devidos. As consequências são ainda mais graves para casais em que ambos trabalham na Coindu.

O Grupo Parlamentar do PCP entregou uma pergunta escrita na Assembleia da República, que foi entregue em mão aos trabalhadores (em anexo).

A CDU esteve também na acção de luta dos trabalhadores da Amtrol, em Guimarães, que reivindicam o aumento dos salários. A marcação de greve e concentração foi a resposta dos trabalhadores aos aumentos insultuosos, em alguns casos de 5 euros, adiantos pela empresa.

A adesão à greve foi quase total e na concentração, a que se seguiu um desfile, estiveram centenas de trabalhadores.

Nos contactos com os trabalhadores, a CDU procurou expressar a sua solidariedade e reafirmar o seu compromisso com a defesa dos seus direitos.

amtrol_1.jpg

amtrol_2.jpg

coiundu_1.jpg

coiundu_2.jpg

coiundu_3.jpg

coiundu_5.jpg

CDU FAZ CAMPANHA NO DISTRITO DE BRAGA

Sandra Cardoso e João Pimenta Lopes cumprem programa em Braga, Guimarães, Famalicão e Barcelos

Sandra Cardoso, 1ª candidata pelo Círculo de Braga, e João Pimenta Lopes, deputado ao Parlamento Europeu, nos dias de amanhã, 15 Fev, e 6ªf, 16 Fevereiro, cumprirão o seguinte programa em passado por diversos concelhos da região:

5ªf, 15 Fevereiro

9h30 - Reunião com Hospital de Barcelos
10h30 - Tribuna Pública Em defesa novo hospital em Barcelos, no Largo da Porta Nova
13h15 -  contacto com trabalhadores da empresa Coiundu, em Famalicão
15h - Visita Associação de Reformados de Guimarães
16h50 - contacto com trabalhadores da empresa Leonis Fermentões, em Guimarães
21h15 - Encontro com colectivo Pais em Luta, na JF S. Vicente, em Braga

6ªf, 16 Fevereiro

8h - Acção Pública em defesa do SNS e pelo investimento no Hospital de Braga, na entrada do hospital

10h - Feira e mercado de Guimarães
15h -  contacto com trabalhadores da empresa Leica, em Famalicão
17h -  contacto com população e comerciantes no Centro de Famalicão

GUIMARÃES: CDU DEFENDE QUE PORTUGAL PRECISA QUE FUNCIONÁRIOS JUDICIAIS E OUTROS PROFISSIONAIS DA JUSTIÇA VEJAM A SUA SITUAÇÃO MELHORADA

func_juf_1.jpg

João Oliveira e Sandra Cardoso participaram em encontro com funcionários judiciais em Guimarães

“Os trabalhadores, que garantem o funcionamento diário dos tribunais, estão cansados de ver a sua situação profissional deteriorar-se” e “os trabalhadores não levam para casa dinheiro suficiente para viver com dignidade” foram frases ditas por funcionários judiciais num encontro que a CDU realizou com estes profissionais.

Na mesa do encontro estiveram João Oliveira, 1º candidato da CDU ao Parlamento Europeu, Sandra Cardoso, 1ª candidata à Assembleia da República pelo Círculo de Braga, e Carmo Cunha e Manuel Joaquim, candidatos à AR.

São vários os aspetos relativos à situação profissional dos funcionários de justiça que não têm tido evolução: seja a Revisão do Estatuto dos Funcionários de Justiça, ou o cumprimento de normas que, inclusive, constaram das Leis do Orçamento do Estado para 2020 e para 2021 no que toca ao suplemento de recuperação processual.

Por outro lado, o número de oficiais de justiça tem vindo a ser drasticamente reduzido nos últimos anos, sendo que os tribunais perderam cerca de 2500 funcionários.

Está criada uma situação de défice de recursos humanos que sobrecarrega os trabalhadores que restam e que atrasa a justiça.

Esta situação nega a justiça a quem nela trabalha e a quem dela recorre.

Isto não é uma situação a inovação tecnológica que irá ultrapassar. A situação é grave: mais de 75% dos oficiais de justiça têm mais de 50 anos de idade e portanto é indispensável a contratação de funcionários para os tribunais nos próximos anos.

E para isso, a profissão tem de ser valorizada. Dignificada. Por isso é hora de começar a resolver problemas. Tomar medidas efectivas.

É hora de concretizar um conjunto de iniciativas que visam integrar no vencimento o suplemento de recuperação processual, concluir rapidamente a Revisão do Estatuto dos funcionários de Justiça e assumir um plano de recrutamento que supere as carências graves existentes.

A Revisão do Estatuto dos Funcionários Judiciais aprovada em 1999, aguarda há vários anos por uma revisão, num processo de negociação já excessivamente demorado e sem qualquer justificação que não seja a falta de vontade política dos sucessivos governos PS e PSD/CDS para negociarem com os representantes destes trabalhadores.

Passaram 24 anos e diversos governos, desde que foi criado o suplemento de recuperação processual dos oficiais de justiça. 24 anos desde que o Governo de então assumiu o compromisso de o integrar no vencimento no prazo de um ano.

Foi inclusivamente aprovada uma Resolução da Assembleia da República em 2019 em que era assumido o compromisso da integração deste suplemento no vencimento dos trabalhadores. Depois disto já esteve em duas leis do Orçamento de Estado.

É inaceitável o incumprimento do que foi democraticamente decidido e é inaceitável o constante empurrar com a barriga de problemas gravíssimos e que afetam os profissionais e o próprio funcionamento da justiça.

A falta de condições em muitos tribunais foi também uma das matérias abordadas.

Os candidatos da CDU referiram o acervo de propostas que o PCP apresentou na Assembleia da República sobre este conjunto de matérias, insistindo no investimento público e na valorização dos profissionais de Justiça, mas que foi encontrando oposição por parte de PS, PSD, CDS, CH e IL.

func_juf_2.jpg

func_juf_3.jpg

func_juf_4.jpg

func_juf_5.jpg

func_juf_6.jpg

func_juf_7.jpg

BRAGA: JOÃO OLIVEIRA PARTICIPA EM AÇÃO DA CDU NO DISTRITO DE BRAGA

A Coligação Democrática Unitária tornou público recentemente que João Oliveira será o seu primeiro candidato às Eleições para o Parlamento Europeu a realizar em 9 de Junho. Amanhã, terça-feira, João Oliveira estará na nossa região, tendo prevista a participação numa ação sobre o alojamento estudantil que decorrerá no polo de Gualtar da Universidade do Minho, pelas 13 horas. Às 17:30 participará num encontro com funcionários judiciais em Guimarães.

O dia termina com a presença num jantar em Fafe, pelas 20 horas, no restaurante Brasão, num momento de convívio com apoiantes da CDU.

As iniciativas contarão também com a presença de Sandra Cardoso, 1ª candidata da CDU pelo círculo eleitoral de Braga às eleições para a Assembleia da República.

JO.jpg

CDU DESFILOU EM GUIMARÃES E ENCERROU JORNADA COM COMÍCIO EM FAMALICÃO

gmr_1 (1).jpeg

“É hora de devolver a voz à região na Assembleia da República com a eleição de deputados da CDU pelo círculo de Braga” – destaca Paulo Raimundo

Desfile com centenas de pessoas em Guimarães e comício vibrante em Famalicão mobilizam por soluções para os problemas do acesso à habitação, melhores serviços públicos e mais salários e reformas

Este sábado, Paulo Raimundo, Secretário-Geral do PCP, Mariana Silva, da Comissão Executiva do PEV, Sandra Cardoso, 1ª candidata pelo Círculo de Braga, Torcato Ribeiro, mandatário regional da CDU, e outros candidatos da CDU, participaram em grandes iniciativas nos concelhos de Guimarães e Vila Nova de Famalicão.

Em Guimarães, centenas de pessoas participaram num desfile nas ruas do centro da cidade, e em Vila Nova de Famalicão, o auditório da Fundação Cupertino de Miranda foi pequeno para acolher todos os que quiserem participar no comício.

Nas intervenções realizadas, a 1ª candidata pelo círculo de Braga, Sandra Cardoso, referiu que "O distrito de Braga tem sentido bem as políticas de empobrecimento do governo do PS, demasiadas vezes acompanhado pelo PSD, IL e CH”. 

Destacou que “Dia 10 de março, está nas nossas mãos mudar de política! Vamos eleger 230 deputados. 19 pelo Círculo eleitoral de Braga. Fazem falta na AR deputados com propostas concretas para a nossa região, que lutem por melhores condições de vida para todos! Que façam em Lisboa o que prometem por cá”.

A candidata abordou ainda a necessidade de investimento no passe social intermodal em ligação com as CIM do Cávado e Ave e AM Porto, na construção de habitação pública, na construção de uma rede pública de creches, a construção de novo hospital em Barcelos, a construção de nova ala de cirurgia no hospital de Braga e melhoria do Hospital de Famalicão.

Por seu lado, Mariana Silva, do PEV, referiu que as eleições são “a oportunidade de, com o regresso do grupo parlamentar do Partido Ecologista Os Verdes e o reforço do grupo parlamentar do PCP será possível retomar um caminho de conquista de direitos e de melhores condições de vida para todos. Para isso é necessário que os eleitores não se demitam do seu dever de participar, nem prescindam do seu direito de participação, porque cada voto conta para decidir do futuro”.

Paulo Raimundo, Secretário-Geral do PCP, dirigiu-se àqueles justamente desiludidos com o estado a que chegámos, aos revoltados e aos que desejam mudanças, afirmando que "é na CDU e só na CDU que podem confiar".

O Secretário-Geral do PCP sublinhou “Os principais grupos económicos têm 25 milhões de euros de lucros por dia. Está tudo dito. A banca tem mais de 12 milhões de euros por dia. Quer dizer, não é falta de dinheiro, o problema é como ele se distribui.  O país tem meios, tem recursos, tem capacidades e tem gente séria e honesta capaz de pôr isto a andar para a frente”.

Destacou o trabalho distintivo feito em legislaturas anteriores pelos deputados da CDU eleitos pela região e a importância de voltar a eleger em Março próximo.

gmr_2 (1).jpeg

gmr_3 (1).jpeg

gmr_4 (1).jpeg

vnf_1 (1).jpeg

vnf_2 (1).jpeg

vnf_3 (1).jpeg

vnf_4 (1).jpeg

vnf_5 (1).jpeg

VIMARANENSES RECLAMARAM REDE ELÉTRICA E MELHORES ESTRADAS EM 1975

PT-AMAP-EMP-FS-10-24-20-1-811_m0001_dissemination.jpg

PT-AMAP-EMP-FS-10-24-20-1-818_m0001_dissemination.jpg

PT-AMAP-EMP-FS-10-24-20-1-819_m0001_dissemination.jpg

PT-AMAP-EMP-FS-10-24-20-1-821_m0001_dissemination.jpg

PT-AMAP-EMP-FS-10-24-20-1-825_m0001_dissemination.jpg

Manifestação noturna das freguesias de São Martinho de Leitões e São Paio de Figueiredo, acompanhada de bombos e tambores, contou com a presença de centenas de pessoas, muitos deles empunhando candeias a gás, candeeiros de petróleo, velas acesas e cartazes a reclamarem pela falta de electricidade e estradas transitáveis. Esta manifestação atravessou o Toural e dirigiu-se à Câmara Municipal onde foram recebidos pela Comissão Administrativa.

Fonte: Arquivo Municipal de Guimarães