Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

SUBIDA DA VEZEIRA ATRAI CENTENAS DE PESSOAS À VILA DO GERÊS

A XV Subida da Vezeira, costume secular em que o gado das vezeiras de Rio Caldo e Vilar da Veiga se dirige para a serra, levou centenas de pessoas à Vila do Gerês nos dias 11 e 12 de maio.

20190512_111730-01.jpeg

O evento, com organização a cargo da Associação Lírio do Gerês decorreu no sábado com uma visita aos currais da vezeira e a atuação do grupo musical “Pé de Dança”, sendo que, no domingo ocorreu a passagem das Vezeiras de Vilar da Veiga e de Rio Caldo pelo centro da vila termal e uma prova gastronómica no Parque das Termas com animação de concertinas e a Charanga de Vilar da Veiga. Na parte da tarde, além dos cantares tradicionais, concertinas e cantares ao desafio teve lugar uma “chega de bois”.

A iniciativa contou com o apoio do Município de Terras de Bouro, da Junta de Freguesia de Rio Caldo e da Junta de Freguesia de Vilar da Veiga,  Hoteleiros do Gerês, ADERE-PENEDA Gerês e Turismo Criativo de Portugal – creatour.pt

20190512_111930.jpg

20190512_112322.jpg

20190512_114650.jpg

20190512_121143.jpg

20190512_121156.jpg

20190512_121215.jpg

20190512_121235.jpg

VEZEIRA SOBE AO GERÊS

A Associação Lírio do Gerês organiza já no próximo fim de semana, a 11 e 12 de maio, a XV Subida da Vezeira, costume secular em que o gado das vezeiras de Rio Caldo e Vilar da Veiga se dirige para a serra.

Cartaz_-_XV_Subida_da_Vezeira-2019-v2_-_Cópia.jpg

O evento inicia-se, oficialmente, no sábado pelas 14h30horas com uma visita aos currais da vezeira e a atuação do grupo musical “Pé de Dança”, pelas 21h30. Já no domingo e logo pelas 10h, ocorrerá a passagem das Vezeiras de Vilar da Veiga e de Rio Caldo pelo centro da Vila do Gerês, seguindo-se, pelas 11h30 a abertura da prova gastronómica no Parque das Termas com animação de concertinas e a Charanga de Vilar da Veiga. Na parte da tarde, continuará a programação com cantares tradicionais, concertinas e cantares ao desafio e às 16h acontecerá uma “chega de bois”.

A iniciativa conta com o apoio do Município de Terras de Bouro, da Junta de Freguesia de Rio Caldo e da Junta de Freguesia de Vilar da Veiga, Hoteleiros do Gerês, ADERE-PENEDA Gerês e Turismo Criativo de Portugal – creatour.pt

CABRITO BIOLÓGICO DO GERÊS É UMA DELÍCIA!

Fim de Semana Gastronómico do Cabrito Biológico da Serra do Gerês – 11 e 12 de maio

No fim de semana de 11 e 12 de maio, nove restaurantes de Terras de Bouro vão dar a conhecer todo o potencial desta iguaria durante a 6ªedição deste evento que promove e divulga a gastronomia do concelho, convidando, igualmente, a mais uma bela jornada de turismo de natureza pelo território.

Fim de Semana Gastronómico do Cabrito Biológico da Serra do Gerês – 11 e 12 de maio -restaurantes_page-0001.jpg

Restaurantes aderentes ao Fim de Semana Gastronómico - Cabrito Biológico da Serra do Gerês:

Restaurante Abocanhado

Lugar de Brufe

4840-020 Terras de Bouro

Telefone: 253 352 944

41º41’51.10”N

8º14’22.20”W

Restaurante Baltazar Hotel

Rua Eng. José Lagrifa Mendes, n.º 6

Vila do Gerês

4845-067 Gerês

Telefone: 253 391 131

41°43’49.77”N

8°94’42.79”W

Restaurante Bem Cozinhado & Quinta

Lugar do Outeiro, 257 - Souto

4840-130 Terras de Bouro

Telefone 253 351 392 - 967 073 818

GPS 41°41'45.78"N

8°20'54.94"W

Restaurante Cerdeira

Rua de Cerdeira, n.º 400 - Campo do Gerês

4840-030 Terras de Bouro

Telefone 253 191 441 / 913 878 286

GPS 41°45'46.86"N

8°11'27.33"W

Restaurante Hotel São Bento

Rua 1, n.º 99 - Rio Caldo

4845-026 Terras de Bouro

Telefone 253 141 580 / 965 525 386

GPS 41°41'23.2"N

8°12'14.2"W

Restaurante Lua de Mel

Av. D. Manuel I, n.º 75 - Moimenta

4840-100 Terras de Bouro

Telefone 253 351 322

GPS 41°42'56.79"N

8°18'50.81"W

Restaurante Rio Homem

Avenida Dr. Paulo Marcelino, 62

Moimenta

4840-100 Terras de Bouro

Telefone: 253 351 136

41º43’6.51”N

8º18’26.28”W

Restaurante Albergaria STOP Hotel

Rua S. João, n.º 915

Campo do Gerês - 4840-030 Terras de Bouro

Telefone 253 350 040

GPS 41°45'27.34"N

8°11'37.75"W

Restaurante Toca do Caçador

Avenida D. Manuel I, 598 - Moimenta

4840-100 Terras de Bouro

Telefone 253 351 137

GPS 41°42'57.57"N

8°18'30.99”W.99

TERRABOURENSES CAMINHAM PELA PENEDA-GERÊS

Peneda-Gerês Trail Adventure começou a 13 de abril e decorrerá até dia 20

A prova Peneda-Gerês Trail Adventure®, que decorre de 13 a 20 de abril, conta com a participação de 900 atletas de 30 nacionalidades diferentes, das quais se destaca a Holanda com maior número de participações. Os participantes poderão desafiar-se em várias provas: PGTA 8 dias /7 etapas, PGTA 4 dias/4 etapas ou nas várias distâncias da prova aberta TransPeneda-Gerês.

FB_IMG_1555246974564.jpg

A prova aberta TransPeneda-Gerês, que se realizou no 1º dia do evento, dia 13 de Abril, destinou-se a participantes que apenas fazem um dia de prova. Esta prova aberta contou com as distâncias de 80km, 45km, 25km e 11km e recuperou percursos usados no Campeonato do Mundo de Trail de 2016, que se realizou no Parque Nacional Peneda-Gerês. Já o PGTA 8 dias/7 etapas terá lugar de 13 a 20 de Abril. Será possível correr 212 Km ou, em alternativa, apenas 134 Km na versão Starter. O PGTA 4 dias/4 etapas terá lugar de 13 a 16 de Abril e será possível correr 135 Km ou, em alternativa, apenas 80 Km na versão Starter. Os participantes poderão apreciar as incomparáveis belezas do único Parque Nacional de Portugal, declarado pela UNESCO, em 2009, Reserva Mundial da Biosfera – o Parque Nacional Peneda-Gerês!

Este importante evento desportivo, que conta com o apoio do Município de Terras de Bouro, da ADERE Peneda-Gerês e das Câmaras Municipais de Arcos de Valdevez, Melgaço, Ponte da Barca, Montalegre e com a autorização do Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG), é uma organização do Carlos Sá Nature Events e desenrola-se ao longo de 7 dias, sendo que, os percursos passarão por alguns dos mais emblemáticos locais do Parque Nacional Peneda Gerês, com uma riqueza e um património natural e cultural únicos em Portugal.

Mais informações em: https://www.carlossanatureevents.com/

20190413_153936.jpg

20190413_154456.jpg

20190413_154632.jpg

20190413_160650.jpg

20190413_160852.jpg

20190413_160933.jpg

20190413_161035(0).jpg

20190413_161206.jpg

20190413_161346.jpg

20190413_161407.jpg

FB_IMG_1555247010227.jpg

FB_IMG_1555247035926.jpg

FB_IMG_1555247621582.jpg

FB_IMG_1555247628833.jpg

FB_IMG_1555247650210.jpg

FB_IMG_1555247681239.jpg

AÇORIANOS PERCORREM CAMINHOS DE SANTIAGO

Caminho Braga-Santiago percorrido pela primeira vez por grupo dos Açores

O grupo é constituído por oito elementos, três homens e cinco mulheres, com idades entre os 13 e 64 anos – embora a maioria esteja nas casa dos 40 anos – e profissões como professor, agente de execução ou coordenador de transportes públicos. Um deles reside em Ribeira Grande e os restantes em Ponta Delgada (ilha de São Miguel).

Caminho da Geira e dos Arrieiros 00 (Foto Henrique Malheiro).jpg

Uma das peregrinas é Rute Nunes e esta é a sua quinta peregrinação nos caminhos de Santiago. Escolheu o Caminho da Geira e dos Arrieiros pelo “facto de ser menos turístico e explorado que os anteriores, pela beleza natural e o cariz histórico”, conforme explicou este domingo, 14, à chegada a Lobios (Espanha).

“Está a corresponder inteiramente às minhas expectativas”, adiantou a açoriana, que foi “infetada pelo vírus peregrino desde a primeira peregrinação”.

Já Rui Machado explica que “as motivações de cada um são diferentes”. Uns são peregrinos, outros, como é seu próprio caso, estão a fazer o caminho “um pouco por turismo”.

Quem aconselhou o percurso foi Luís Guimarães, presidente do CALAG e natural de Vieira do Minho – cinco membros do grupo são naturais dos Açores e três migrantes do continente português. A jornada começou no dia 12 de abril – data em que o grupo foi recebido na União de Freguesias de Real, Dume e Semelhe - e o objetivo é chegarem a Santiago de Compostela no domingo de Páscoa (21 de abril).

Para Luís Guimarães, esta peregrinação, em que participam ainda Gracinda Martins, Maria Guedes, Andrea Soares, Jorge Lopes e Matilde Guimarães, “é um desafio, na medida em que se trata de um caminho duro, passando por zonas pouco habitadas, em que utilizamos o GPS e o Guia do Peregrino”, escrito por Carlos de Barreira e Henrique Malheiro.

“A amplitude da riqueza natural e patrimonial do Caminho da Geira e dos Arrieiros transporta-nos aos tempos ancestrais dos romanos e da construção da Catedral de Santiago de Compostela, percorrendo florestas, bosques e vinhedos, atravessados por rios largos e pequenos ribeiros, onde a nossa presença ainda surpreende os animais no seu ambiente natural. É um itinerário de espiritualidade, descoberta e aventura, que convida os peregrinos a regressarem ao verdadeiro Caminho”, escreve o jornalista Carlos Ferreira, no prefácio do guia.

A Câmara de Lagoa ofereceu aos peregrinos impermeáveis, t-shirts e cantis, apoio simbólico que, no entender de Nelson Santos, vereador com o pelouro do desporto e turismo, “é um reconhecimento por tudo o que o CALAG tem feito pelo concelho e pelo forte contributo que tem dado no desenvolvimento turístico com a divulgação e promoção dos trilhos lagoenses”.

A Associação do Caminho Jacobeu da Geira Minhoto Ribeiro e a Associação Codeseda Viva coordenam a investigação histórica, patrimonial, do traçado e sobre outros recursos necessários à validação do caminho [ainda não possui albergues, nem está marcado, pelo que deve usar-se GPS], um trabalho iniciado em 2009 que pretendem ver reconhecido com a oficialização do traçado até ao Ano Santo Jacobeu de 2021.

Este itinerário, também conhecido por Caminho da Geira Minhoto Ribeiro, foi percorrido por pelo menos 300 pessoas desde maio de 2017, estimando-se que o número cresça até 500 no corrente ano.

Caminho da Geira e dos Arrieiros 01 (Foto Rute Nunes).jpg

Caminho da Geira e dos Arrieiros 02 (Foto Rute Nunes).jpg

Caminho da Geira e dos Arrieiros 03 (Foto Rute Nunes).jpg

Caminho da Geira e dos Arrieiros 04 (Foto Rute Nunes).jpg

Caminho da Geira e dos Arrieiros 05 (Foto Rute Nunes).jpg

Caminho da Geira e dos Arrieiros 06 (Foto Rute Nunes).jpg

PENEDA-GERÊS TRAIL ADVENTURE 2019

900 Atletas de 30 países: Uma semana intensa de trail, aventura, desafios e muita emoção!

O Peneda-Gerês Trail Adventure® é uma prova de trail running por etapas que se realizará de 13 a 20 de Abril de 2019. O evento será organizado pela Carlos Sá Nature Events, com o apoio dos Municípios de Arcos de Valdevez, Melgaço, Ponte da Barca, Montalegre e Terras de Bouro e com a autorização do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG).

32684914_2102329803381144_8267413519079571456_o (1).jpg

A edição deste ano conta com a participação de 900 atletas de 30 nacionalidades diferentes, das quais se destaca a Holanda com maior número de participações. Os participantes poderão desafiar-se em várias provas: PGTA 8 dias /7 etapas, PGTA 4 dias/4 etapas ou nas várias distâncias da prova aberta TransPeneda-Gerês.

O PGTA 8 dias/7 etapas terá lugar de 13 a 20 de Abril 2019. Será possível correr 212 Km ou, em alternativa, apenas 134 Km na versão Starter. O PGTA 4 dias/4 etapas terá lugar de 13 a 16 de Abril 2019. Será possível correr 135 Km ou, em alternativa, apenas 80 Km na versão Starter.

A prova aberta TransPeneda-Gerês, que se realizará no 1º dia do evento, dia 13 de Abril, destina-se a participantes que queiram apenas fazer um dia de prova. Esta prova aberta contará com as distâncias de 80km, 45km, 25km e 11km e recupera percursos usados no Campeonato do Mundo de Trail de 2016, que se realizou no Parque Nacional Peneda-Gerês.

Durante o evento os participantes poderão apreciar as incomparáveis belezas do único Parque Nacional de Portugal, declarado pela UNESCO, em 2009, Reserva Mundial da Biosfera – o Parque Nacional Peneda-Gerês! Os percursos passarão por alguns dos mais emblemáticos locais do Parque Nacional Peneda-Gerês, com uma riqueza e um património natural e cultural únicos em Portugal.

A organização disponibiliza também um roteiro turístico, por variados pontos de interesse do Parque Nacional, para os familiares dos atletas que os estejam a acompanhar.

Para mais informações sobre este evento consulte http://www.carlossanatureevents.com/

32873682_2103056456641812_3722595936677920768_o (1).jpg

32932033_2103055729975218_4143530064857792512_o (1).jpg

32955269_2103055426641915_3410306983390085120_o (1).jpg

TERRAS DE BOURO RECEBE “PENEDA-GERÊS TRAIL ADVENTURE 2019”

O Peneda-Gerês Trail Adventure® (PGTA) está de volta em 2019 para mais uma semana intensa de trail, aventura, desafios e muita emoção!

O Peneda-Gerês Trail Adventure® é uma prova de trail running por etapas que se realizará de 13 a 20 de Abril de 2019. O evento será organizado pela Carlos Sá Nature Events, com o apoio dos Municípios de Arcos de Valdevez, Melgaço, Ponte da Barca, Montalegre e Terras de Bouro e com a autorização do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG).

32684914_2102329803381144_8267413519079571456_o.jpg

A edição deste ano conta com a participação de 900 atletas de 30 nacionalidades diferentes, das quais se destaca a Holanda com maior número de participações. Os participantes poderão desafiar-se em várias provas: PGTA 8 dias /7 etapas, PGTA 4 dias/4 etapas ou nas várias distâncias da prova aberta TransPeneda-Gerês.

Carlos Sá Nature Events.jpg

O PGTA 8 dias/7 etapas terá lugar de 13 a 20 de Abril 2019. Será possível correr 212 Km ou, em alternativa, apenas 134 Km na versão Starter. O PGTA 4 dias/4 etapas terá lugar de 13 a 16 de Abril 2019. Será possível correr 135 Km ou, em alternativa, apenas 80 Km na versão Starter.

A prova aberta TransPeneda-Gerês, que se realizará no 1º dia do evento, dia 13 de Abril, destina-se a participantes que queiram apenas fazer um dia de prova. Esta prova aberta contará com as distâncias de 80km, 45km, 25km e 11km e recupera percursos usados no Campeonato do Mundo de Trail de 2016, que se realizou no Parque Nacional Peneda-Gerês.

Durante o evento os participantes poderão apreciar as incomparáveis belezas do único Parque Nacional de Portugal, declarado pela UNESCO, em 2009, Reserva Mundial da Biosfera – o Parque Nacional Peneda-Gerês! Os percursos passarão por alguns dos mais emblemáticos locais do Parque Nacional Peneda-Gerês, com uma riqueza e um património natural e cultural únicos em Portugal.

A organização disponibiliza também um roteiro turístico (mediante inscrição), por variados pontos de interesse do Parque Nacional, para os familiares dos atletas que os estejam a acompanhar.

Para mais informações sobre este evento consulte http://www.carlossanatureevents.com/

32873682_2103056456641812_3722595936677920768_o.jpg

32921370_2103056419975149_9203177074859180032_o.jpg

32932033_2103055729975218_4143530064857792512_o.jpg

32955269_2103055426641915_3410306983390085120_o.jpg

TERRABOURENSES CAMINHAM PELA GEIRA ROMANA

XII Ultra Geira / Via Romana 2019 atraiu centenas a Terras de Bouro

O Município de Terras de Bouro apoiou, mais uma vez, a realização da prova Ultra Geira /Via Nova Romana.

20190407_093924.jpg

O evento, que decorreu a 7 de Abril, contou com a presença da Vereadora do Município, Dr.ª Ana Genoveva Araújo e já vai na sua décima segunda edição, sendo organizado pela Confraria Trotamontes e pelo Clube Orientação do Minho, integrando também o Circuito ATRP.

A Ultra Geira Via Nova Romana foi constituída por 2 provas: a Ultra Geira Romana, na distância de 50 km, que integra o Campeonato Nacional de Ultra Trail, Serie 100 e o Trail Geira Romana, com a distância de 18 km, este a integrar o Campeonato Nacional de Trail, serie 100.

Teve ainda lugar uma Caminhada, com a distância de 12 km, em que parte da inscrição reverteu a favor da Cruz Vermelha de Amares e dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro.

20190407_095335.jpg

20190407_095551.jpg

20190407_103151.jpg

20190407_110028(0).jpg

20190407_114356.jpg

20190407_151608.jpg

20190407_151640.jpg

20190407_152330.jpg

20190407_152752.jpg

20190407_152811(0).jpg

TERRABOURENSES LIMPAM TRILHOS DO GERÊS

Limpeza e Requalificação da Rede de Trilhos na Senda de Miguel Torga

A Câmara Municipal de Terras de Bouro tem em curso várias intervenções no sentido de renovar a Rede de Trilhos “na Senda de Miguel Torga”. Os 11 trilhos promovidos pelo Município vão receber em breve novos painéis informativos e placas direcionais para fornecerem melhor compreensão e visibilidade desta oferta turística que é um dos produtos mais procurados por quem  visita o concelho.

20190325_115933.jpg

O processo de remarcação dos trilhos encontra-se praticamente finalizado e inclui mudanças no PR2 Castelo (Covide – Monte) e PR12 Moinhos de Stª Isabel do Monte que pretenderam simplificar os respetivos traçados. No PR5 Águia do Sarilhão (Campo do Gerês) e para garantir mais segurança aos pedestrianistas foi aberta uma nova descida junto à albufeira de Vilarinho da Furna, bem como, corrigidas inconsistências de marcações no terreno. De igual modo, o PR7 (São Bento), o PR8 (Couto do Souto), o PR9 (Geira) e o PR13 (Caniçada) estão neste momento a sofrer alterações no sentido de melhorar e atualizar os traçados, conferindo-lhes um uso mais seguro e mais apelativo ao nível da envolvente natural e dos pontos de interesse turístico-culturais que cada um oferece.

Apesar do tempo seco com os alertas de risco de incêndio a contribuírem para atrasos na limpeza da vegetação, os trabalhos dos Sapadores Florestais têm prosseguido, faltando apenas pequenas intervenções pontuais em alguns trilhos. Em alguns trabalhos também foi feita a recolha de lixo deixada por pedestrianistas/peregrinos.

De igual modo e em simultâneo com os trabalhos estruturais na recuperação da Rede de Trilhos, os técnicos dos postos de turismo e do núcleo museológico de Campo do Gerês, que prestam informações aos turistas/pedestrianistas, estão também a fazer o reconhecimento dos traçados. Assim, pretende-se que os técnicos que prestam as informações turísticas tenham um conhecimento profundo do território e estejam preparados para dar resposta às inúmeras solicitações na altura da época de verão.

20190326_112008.jpg

IMG_20190218_134845.jpg

IMG_20190219_135734.jpg

IMG_20190221_134813.jpg

IMG_20190301_161200.jpg

IMG_20190402_094819.jpg

received_393181707907565.jpeg

received_584753515371270.jpeg

VILA DO GERÊS TRANSFERE FEIRA SEMANAL

Feira Semanal da Vila do Gerês ganha nova localização

A já tradicional feira semanal da Vila do Gerês transferiu-se sexta-feira, dia 5 de abril, para o troço inicial da avenida principal.

IMG_9814.JPG

Com esta nova localização, o Município de Terras de Bouro pretende reajustar este mercado ambulante centralizando o mesmo para uma zona de maior afluência e facilitar, assim, o acesso aos moradores e visitantes da vila.

O arranque desta nova etapa contou com a presença do Executivo do Município de Terras de Bouro e do Executivo da Junta de Freguesia de Vilar da Veiga.

A Feira Semanal da Vila do Gerês decorrerá, como é hábito, todas as Sextas-Feiras.

IMG_9817.JPG

IMG_9820.JPG

IMG_9823.JPG

IMG_9828.JPG

IMG_9835.JPG

PROFESSOR DR. MANUEL ANTUNES APRESENTA EM LISBOA O LIVRO “MEMÓRIAS DE VILARINHO DA FURNA – UMA ALDEIA AFUNDADA”

Teve hoje lugar no célebre Clube Estefânia, em Lisboa, a apresentação do livro “Memórias de Vilarinho da Furna – Uma Aldeia Afundada”, da autoria do Professor Dr. Manuel Antunes. A iniciativa foi da UNIESTE, Universidade Intergeracional da Estefânia, sediada no Clube da Estefânia, e contou com o apoio de diversas entidades como o Centro de Pesquisa e Estudos Sociais (CPES), a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), a Associação dos Antigos Habitantes de Vilarinho da Furna (AFURNA) e o Centro de Investigação em Política, Economia e Sociedade, (CIPES) da ULHT, de que o autor é investigador e Secretário da Mesa da Assembleia Geral. Estiveram presentes os alunos habituais da UNIESTE, com o respetivo Reitor, Prof. Arq.º Carlos Roxo.

12801499_10206655359286783_8144836663810073778_n (1).jpg

Procurando não retirar o interesse ao um tema tão fascinante que, não tivésse sido um facto histórico, seria já algo lendário, limitamo-nos a transcrever o seu prefácio, procurando simplesmente aguçar o interesse pela sua leitura:

“Vilarinho da Furna, uma povoação rural que conservava costumes comunitários, tornou-se devido à construção da barragem quase uma aldeia quase mítica aonde, ano após ano, quando desce o nível das águas na albufeira, acorrem em peregrinação milhares de visitantes para contemplar o que ainda resta da localidade: as pedras das humildes casas rurais, o forno, os muros dos quinteiros e inúmeras recordações que os seus antigos habitantes guardam na sua alma.

O segredo de tal afecto que aquela humilde aldeia desperta em quem a visita, mesmo quem vai de paragens longínquas que pouca ou nenhuma ligação tiveram outrora com as gentes que ali habitavam, reside na crença profunda e na esperança de que a Humanidade possa um dia viver numa grande aldeia onde, à semelhança daquela, reine a justiça e a paz.

Dispersas pelo mundo, esquecidas e abandonadas para sempre são muitas as cidades que um dia surgiram devido à avidez da procura das riquezas materiais como sucedeu com a exploração do ouro. Ao contrário, Vilarinho da Furna conserva uma riqueza bem maior que, apesar de desabitada e sepultada nas águas da barragem, seja cada vez mais lembrada. É precisamente aquilo que representa em termos de valores espirituais e humanos que fazem de Vilarinho da Furna um bem de valor inestimável.

Vilarinho da Furna era em 1970 habitada por cerca de 250 pessoas, que tiveram de abandonar a povoação devido à construção de uma barragem. A barragem foi inaugurada a 21 de Maio de 1972 e encontra-se localizada no concelho de Terras de Bouro, sendo alimentada pelo Rio Homem. Submersa pelas águas, as ruínas da aldeia são visíveis sempre que a barragem esvazia um pouco.

Autor de vasta bibliografia e outros empreendimentos de vulto destinados à preservação da memória das gentes de Vilarinho da Furna, o Prof. Doutor Manuel de Azevedo Antunes é inquestionavelmente a pessoa mais indicada para nos descrever o que foi e representa a “aldeia afundada”, os usos e costumes das suas gentes e as perspectivas de futuro do local – porque, apesar de submersa, a aldeia que parece lendária permanece viva para sempre!”

Manuel de Azevedo Antunes é doutorado em Ciência Política (2009). Estudante nas Universidades de Lisboa (1966-1976) e Paris – Sorbonne (1976-1977), desenvolveu atividade docente nas Universidades de Lisboa (1975-1992) e Maputo (1979-1987). Foi Consultor das Nações Unidas (1989), em Moçambique. Na Guiné- Bissau (1988-1992), participou, como coordenador, metodólogo e estatístico, no Inquérito Demográfico e Sanitário, para o Ministério da Saúde, com apoio do Banco Mundial. É, atualmente, Professor Associado e Investigador na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Preside a AFURNA – Associação dos Antigos Habitantes de Vilarinho da Furna, tendo publicado “Vilarinho da Furna, Uma Aldeia Afundada” (Lisboa: Regra do Jogo, 1985), “Requiem por Vilarinho da Furna, Uma Aldeia Afundada” (Lisboa: Biblioteca da Universidade Lusófona, 1994) e “Vilarinho da Furna, Memórias do Passado e do Futuro” (Lisboa: Centro de Estudos da População, Ambiente e Desenvolvimento, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, 2005).

56237594_10215395334380698_4506011917227130880_n.jpg

CAMINHADAS NO GERÊS SÃO UM FESTIVAL

Festival de Caminhadas atraiu centenas a Santa Isabel do Monte

Nos dias 23 e 24 de Março decorreu na zona envolvente à aldeia de Santa Isabel do Monte, local de enorme riqueza do património natural do concelho e assinalável beleza paisagística, a 7ª edição do Festival de Caminhadas no Gerês.

20190323_112054.jpg

Durante os dois dias, realizaram-se 3 caminhadas, diferentes em cada um dos dias, com extensões e graus de dificuldade diferentes, guiadas por profissionais experientes das cinco empresas de animação turística que participam neste acontecimento e que operam essencialmente no destino turístico Gerês.

A organização do evento, que contou com mais de duas centenas de participantes, foi da responsabilidade da Associação Gerês Viver Turismo e teve, como é hábito, o apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro.

20190323_112257.jpg

20190323_112257 (1).jpg

20190323_113033.jpg

20190323_124445.jpg

20190323_130613.jpg

20190323_131138.jpg

20190323_132053.jpg

20190323_132459.jpg

20190323_135821.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA JORNADAS INTERNACIONAIS SOBRE SUSTENTABILIDADE ECONÓMICA DOS ESPAÇOS ORDENADOS E PROTEGIDOS

I Jornadas Internacionais: Sustentabilidade Económica dos Espaços Ordenados e Protegidos. A vocação cinegética do Parque Nacional da Peneda-Gerês. 13-14 de Abril de 2019

Terão lugar em Arcos de Valdevez nos próximos dias 13 e 14 de Abril as I Jornadas Internacionais sobre Sustentabilidade Económica dos Espaços Ordenados e Protegidos, tendo em consideração, em paralelo, a vocação cinegética do Parque Nacional Peneda-Gerês.

JornadasPNPGerês.jpg

Dignam-se presidir às Sessões de Abertura e Encerramento, respetivamente, o Exmo. Ministro do Ambiente e Transição Energética e o Exmo. Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, bem como o Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez.

As Jornadas têm por objetivo analisar as alternativas à disposição dos responsáveis autárquicos para o reforço das bases económicas locais e regionais, particularmente as que estão associadas à gestão cientificamente sustentada da Paisagem e dos Ecossistemas, e também confirmar que os objetivos estratégicos da Conservação da Natureza e dos Habitats (em espaços naturais e protegidos ou fora deles) têm instrumentalmente a Caça como uma ferramenta de gestão essencial.

Por um lado, as exigências crescentes das populações quanto aos seus níveis de bem-estar obrigam os responsáveis políticos a uma permanente atenção a todos os fatores e recursos endógenos dos territórios - sobretudo os de baixa densidade, em particular os respetivos espaços ordenados e protegidos - suscetíveis de serem potenciados para acrescentarem valor às respetivas bases económicas.

Por outro lado, a atual presença de um importante efetivo (em crescimento constante) de Cabras monteses, provenientes de Espanha, no território de diversos Municípios que integram o Parque Nacional da Peneda Gerês, é um facto novo muito significativo para as populações envolvidas a ter em conta na gestão integrada do Parque e no robustecimento do Turismo ligado à Natureza, mas também no impacto na gestão futura dos grandes ungulados nos ecossistemas nacionais.

Participarão diversos intervenientes de Espanha e Portugal no âmbito da Conservação da Natureza, em particular os responsáveis pelo Parque Natural de Baixa Límia-Serra de Xurés, pelas Reservas Regionais de Caça de Las Batuecas (Salamanca) e Sierra Nevada (Granada) – referências da Conservação em Espanha, que narrarão a experiência consolidada de um modelo exemplar de gestão, de conservação e aproveitamento dos seus recursos, particularmente os cinegéticos -, pelo Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG) e do ICNF, assim como as importantes organizações internacionais Conselho Internacional da Caça e da Conservação da Fauna (CIC) e Safari Clube Internacional (SCI).

Também o Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP, ER) – catalisador da transformação de recursos turísticos em produtos turísticos, por sua vez suscetíveis de integrarem as Marcas turísticas nacionais de excelência a promover internacionalmente – e diversos protagonistas locais e regionais, portugueses e espanhóis – universitários, deputados, Presidentes de Câmara e de Juntas de Freguesia, responsáveis por Baldios, ambientalistas, caçadores e suas associações, etc. – enriquecerão os debates pela sua profunda ligação aos territórios e às realidades locais e regionais.

Convidamo-los a participar. Aguardamos a vossa presença!

Inscrevam-se até ao dia 10 de Abril, o mais rapidamente possível! As inscrições são gratuitas mas obrigatórias.

Contactem-nos através do e-mail jornadasarcos@gmail.com ou do nº 258 510 100.

JornadasPNPGerêsPrograma13Abril.jpg

"OS PIRATAS" VÃO AO GERÊS

Teatro “OS PIRATAS” na vila do Gerês

No dia 20 de março, no âmbito do projeto Ter + Sucesso, os alunos do 6º ano do agrupamento de escolas de Terras de Bouro, foram ao teatro… ou melhor, a companhia de teatro Educa veio ao encontro dos alunos.

CAPApiirat.JPG

Contando com a presença da Vereadora do Município de Terras de Bouro, Dr.ª Ana Genoveva Araújo, a peça exibida no Auditório Prof. Emídio Ribeiro, na vila do Gerês, foi uma adaptação da obra da Educação Literária “Os Piratas” de Manuel António Pina e proporcionou aos alunos uma visão geral da obra e uma melhor compreensão da mesma.

peça os piratas 003.JPG

peça os piratas 027.JPG

peça os piratas 029.JPG

peça os piratas 039.JPG

TERRABOURENSES CAMINHAM NO GERÊS

7a Edição do Festival de Caminhadas no Gerês

A Associação Gerês Viver Turismo e contando novamente com o apoio da Câmara de Terras de Bouro

CAPA_Festival-01.jpg

Municipal de Terras de Bouro, irá organizar nos dias 23 e 24 de Março, a 7a edição do Festival de

Caminhadas no Gerês.

Este evento, que se realiza pelo sétimo ano consecutivo, em parceria com cinco empresas de

animação turística que operam essencialmente no destino turístico Gerês, caracteriza-se pela

realização, em cada um dos dias, de3 caminhadas guiadas por profissionais experientes.

Os trilhos a percorrer serão diferentes em cada um dos dias, cada um deles com características

diferentes na zona envolvente à aldeia de Santa Isabel do Monte, onde a riqueza do património natural

e a beleza paisagística são de inegável valor.

Todos os trilhos são circulares e apresentam extensões e graus de dificuldade diferentes, do fácil

ao difícil, possibilitando a participação de todos, tanto dos mais experientes como dos que menos

experiência possam ter neste tipo de actividades.

Mais informações e inscrições em:

https://geres.pt/festivaldecaminhadas2019/

PCP RECOMENDA CONTROLO DAS ESPÉCIES INVASORAS NO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS

Apresentação pública do Projecto de Resolução do PCP que recomenda ao Governo que intensifique o controlo das espécies invasoras no Parque Nacional da Peneda-Gerês

Amanhã, sexta-feira, 1 de Março, 11h. Largo da Fonte do Eiras, Vilar da Veiga, Gerês (junto ao Centro de Animação Termal)

Honrando o compromisso assumido pelos deputados do PCP aquando das Jornadas Parlamentares realizadas no distrito de Braga, o PCP entregou esta semana na Assembleia da República um Projecto de Resolução que visa reforçar os meios humanos, técnicos e materiais no PNPG para combate às espécies invasoras, com base num programa que envolva os técnicos do PNPG, especialistas nesta matéria, as populações, autarquias locais, os conselhos directivos dos baldios e assembleias de compartes dos baldios.

MINHOTOS CAMINHAM NO GERÊS

7º Festival de Caminhadas no Gerês

Nos dias 23 e 24 de Março vai realizar-se a 7ª edição do Festival de Caminhadas no Gerês.

GERÊS_jpg.jpg

A associação Gerês Viver Turismo organiza este evento pelo sétimo ano consecutivo, em parceria com cinco empresas de animação turística que operam essencialmente no destino turístico Gerês, contando novamente com o apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro.

Em cada um dos dias vão realizar-se 3 caminhadas guiadas por profissionais experientes.

Os trilhos a percorrer serão diferentes em cada um dos dias, cada um deles com características diferentes na zona envolvente à aldeia de Santa Isabel do Monte, onde a riqueza do património natural e a beleza paisagística são de inegável valor.

Todos os trilhos são circulares e apresentam extensões e graus de dificuldade diferentes, do fácil ao difícil, possibilitando a participação de todos, tanto dos mais experientes como dos que menos experiência possam ter neste tipo de atividades.

No final das caminhadas, em ambos os dias, será promovido o convívio entre todos os participantes com a oferta do típico Caldo no Pote.

O evento, consecutivamente considerado o mais interessante e significativo do género em Portugal, tem como objetivo principal a promoção do Gerês enquanto destino turístico com condições ímpares para a prática de atividades de lazer na Natureza.

Este festival proporciona um contacto direto com o património natural e cultural a todos os participantes, sendo que são também objetivos da organização a sensibilização para a preservação da Natureza e a prática de atividades em montanha de forma segura e responsável.

ALMOÇO DO ARROZ DE SARRABULHO COM ROJÕES À MODA DE PONTE DE LIMA VAI SER UMA GRANDE FESTA MINHOTA EM LOURES A TER LUGAR NO PRÓXIMO DOMINGO!

Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Engº Víctor Mendes, Presidente da Câmara Municipal de Loures, Dr. Bernardino Soares, e Presidente da Federação do Folclore Português, Dr. Daniel Café também vão estar presentes no Almoço do Arroz de Sarrabulho com Rojões à Moda de Ponte de Lima, apadrinhando o evento como autarca do município anfitrião. Também o Professor Dr. Manuel Antunes - uma das personalidades de referência do Minho desde sempre ligado à defesa dos valores culturais das gentes de Vilarinho da Furna - é uma das personalidades que vai estar presente no Almoço de Sarrabulho com Rojões à Moda de Ponte de Lima que se realiza em Loures, no próximo dia 3 de Fevereiro.

IMG_6274

O arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima e a alheira de galo vão fazer as delícias dos melhores apreciadores da cozinha tradicional minhota. Trata-se de uma jornada gastronómica levada a cabo pelo Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os Restaurantes de Sarrabulho em Ponte de Lima e vai ter lugar no próximo dia 3 de Fevereiro, no refeitório da Câmara Municipal de Loures.

IMG_6307

O arroz de sarrabulho é uma das mais ricas especialidades da cozinha portuguesa em geral e minhota em particular. Um autêntico manjar próprio dos deuses!

Ao invés das papas de sarrabulho que são feitas à base de farinha de milho, aqui impera o arroz como a própria designação indica.

CapturarAlmoçoSarrabulho2019

PROF. DOUTOR MANUEL ANTUNES VAI A LOURES PARTICIPAR NO ALMOÇO DE ARROZ DE SARRABULHO COM ROJÕES À MODA DE PONTE DE LIMA

Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Engº Víctor Mendes, Presidente da Câmara Municipal de Loures, Dr. Bernardino Soares, e Presidente da Federação do Folclore Português, Dr. Daniel Café também vão estar presentes no Almoço do Arroz de Sarrabulho com Rojões à Moda de Ponte de Lima, apadrinhando o evento como autarca do município anfitrião. Iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os Restaurantes do Sarrabulho em Ponte de Lima

O Professor Dr. Manuel Antunes é uma das personalidades que vai estar presente no Almoço de Sarrabulho com Rojões à Moda de Ponte de Lima que se realiza em Loures, no próximo dia 3 de Fevereiro.

12801499_10206655359286783_8144836663810073778_n (1).jpg

Manuel de Azevedo Antunes é doutorado em Ciência Política (2009). Estudante nas Universidades de Lisboa (1966-1976) e Paris – Sorbonne (1976-1977), desenvolveu atividade docente nas Universidades de Lisboa (1975-1992) e Maputo (1979-1987). Foi Consultor das Nações Unidas (1989), em Moçambique. Na Guiné- Bissau (1988-1992), participou, como coordenador, metodólogo e estatístico, no Inquérito Demográfico e Sanitário, para o Ministério da Saúde, com apoio do Banco Mundial. É, atualmente, Professor Associado e Investigador na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Preside a AFURNA – Associação dos Antigos Habitantes de Vilarinho da Furna, tendo publicado “Vilarinho da Furna, Uma Aldeia Afundada” (Lisboa: Regra do Jogo, 1985), “Requiem por Vilarinho da Furna, Uma Aldeia Afundada” (Lisboa: Biblioteca da Universidade Lusófona, 1994) e “Vilarinho da Furna, Memórias do Passado e do Futuro” (Lisboa: Centro de Estudos da População, Ambiente e Desenvolvimento, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, 2005).

IMG_6307

O arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima e a alheira de galo vão fazer as delícias dos melhores apreciadores da cozinha tradicional minhota. Trata-se de uma jornada gastronómica levada a cabo pelo Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os Restaurantes de Sarrabulho em Ponte de Lima e vai ter lugar no próximo dia 3 de Fevereiro, no refeitório da Câmara Municipal de Loures.

IMG_6274

O arroz de sarrabulho é uma das mais ricas especialidades da cozinha portuguesa em geral e minhota em particular. Um autêntico manjar próprio dos deuses!

Ao invés das papas de sarrabulho que são feitas à base de farinha de milho, aqui impera o arroz como a própria designação indica.

CapturarAlmoçoSarrabulho2019

 

TERRAS DE BOURO PROMOVE AÇÃO DE FORMAÇÃO SOBRE ÁREAS PROTEGIDAS DO PARQUE DA PENEDA-GERÊS

Ação de formação sobre o tema: Informação Turística do Parque Nacional da Peneda-Gerês – Áreas Protegidas

O Município de Terras de Bouro informa que, no âmbito do seu programa de Formação Modular financiada, a ADERE Peneda Gerês vai realizar uma ação de formação sobre o tema: Informação Turística do Parque Nacional da Peneda-Gerês – Áreas Protegidas.

CAPAgerress.PNG

A formação tem a duração de 25 Horas, e poderá ser em horário laboral ou pós-laboral, podendo iniciar já no mês de Fevereiro.

Destinatários: 

. Empregados (com 9º ano de escolaridade ou mais)

. Desempregados (até ao limite de 15% do efetivo do curso), com 12º ano ou mais.

. Reformados (só se tiverem inscritos na Seg. social ou aberta atividade e passarem recibo)

Local:

. Concelho de Terras de Bouro (local a definir)

Regalias:

. Subsídio de alimentação

. Certificado de Formação

Na página electrónica do município disponibiliza-se a respetiva ficha de inscrição que poderá ser preenchida e devolvida à ADERE-Peneda Gerês pelos interessados para geral@adere-pg.pt .