Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE TERRAS DE BOURO HOMENAGEIA JORNAL "GERESÃO" E O SEU FUNDADOR DR. AGOSTINHO MOURA

O Município de Terras de Bouro disponibiliza a edição n.º 326 do jornal Geresão como forma de homenagem a este meio de comunicação social que apareceu nas bancas, pela primeira vez, em dezembro de 1990. Com este gesto, a autarquia e a Dr.ª Cláudia de Moura pretendem enaltecer o trabalho empenhado do Dr. Agostinho Moura na causa pública e o seu indiscutível contributo na valorização e promoção da vila do Gerês.

CA 9874 Jornal Geresao 326_page-0001.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ ACOLHEU ENCERRAMENTO DO PROJETO GERÊS XURÉS DINÁMICO

Melhorar a qualidade de vida da população local, aumentar a atratividade turística, económica e demográfica do território, foram os objetivos desta candidatura.

Geres_Xures_dinamico.JPG

Teve lugar em Arcos de valdevez a sessão de encerramento do projeto GERÊS XURÉS DINÁMICO, que contou com a colaboração dos municípios portugueses e espanhóis que compõem a Reserva da Biosfera Transfronteriza Gerês-Xurés e vários parceiros.

Com data de conclusão agendada para o próximo mês de dezembro, este projeto foi implementado no único espaço natural protegido de carácter transnacional na eurorregião Galiza – Norte de Portugal, a qual conta com 100.000 ha de património cultural e natural e 7000 de Anos de História.

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves explicou que o principal objetivo deste projeto foi o Reforço da entidade e identidade da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés através do seu desenvolvimento económico e turístico sustentável e da proteção e conservação do seu património natural e cultural.

Com o objetivo de envolver os agentes do território na valorização da RBTGX e melhorar as suas capacidades para o desenvolvimento sustentável deste território, tanto económica como socialmente, foram realizadas ações formativas e workshops, bem como atividades conjuntas e um estudo etnográfico apresentado pela ADERE.

Ao longo do período de duração do projeto foram estudados os fluxos turísticos (antes da pandemia), criados produtos turísticos e uma rota circular transfronteiriça que atravessa toda a RBTGX numa distância de cerca de 300 kms.

Foram também desenvolvidos materiais didáticos (em particular os distribuídos em escolas galegas), sendo disso exemplo uma exposição itinerante (ARDAL) que tem permitido atuar na preservação da fauna ameaçada, bem como na valorização dos locais de interesse geológico e geomorfológico desta área protegida.

O autarca reforçou que os Municípios que compõem esta área protegida transfronteiriça, pretendem continuar a “Respeitar, Preservar e Valorizar os 50 anos de vida de uma área protegida que tem as suas raízes em milhares de anos de história e séculos de tradição; trabalhar no presente para garantir o seu futuro e criar as condições necessárias para que o Parque se adapte sempre à mudança, à modernidade e à inovação”.

Financiado em 75% pelo Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal (POCTEP) e com um orçamento de cerca de 2 milhões de euros, o projeto contou com a participação, na qualidade de beneficiários, da Direção Geral de Património Natural (Conselheria de Ambiente da Xunta da Galiza), Agência de Turismo da Galiza, Deputación de Ourense, Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional - Norte, Turismo do Porto e Norte de Portugal, ADERE – Peneda Gerês e ARDAL bem como dos municípios de Arcos de Valdevez, Melgaço, Ponte da Barca, Terras de Bouro e Montalegre.

TERRABOURENSES FAZEM DOAÇÃO BENÉVOLA DE SANGUE

Vila do Gerês acolheu campanha de doação de sangue da iniciativa "Vamos ajudar o António"!

No dia 13 de novembro decorreu na vila do Gerês a primeira sessão de recolha de sangue inserida na ação “Vamos ajudar o António”! A iniciativa registou uma notável adesão com 95 pessoas a marcar presença, sendo que, 77 das mesmas se inscreveram no Banco Internacional de Dadores de Medula Óssea.

No próximo dia 24 de novembro a recolha de sangue acontecerá na sede do concelho, na sede do Centro Municipal de Valências e contamos com todos, por isso “Vamos ajudar o António”!

125391987_2449503645358281_797707050652394047_n.jp

125396507_868039393966554_4028645952182197544_n.jp

125402943_372240790763010_2760419981305205647_n.jp

125416000_1316920271989566_4069787085170612473_n (

125417704_404613840896445_8046815472732555418_n.jp

125388011_880350416038042_3283618552998263762_n.jp

POSTO DE TURISMO DE MOIMENTA E NÚCLEO MUSEOLÓGICO DE CAMPO DO GERÊS CERTIFICAM PEREGRINOS DE SANTIAGO DE COMPOSTELA

Os peregrinos que efectuem o Caminho Jacobeu da Geira e dos Arrieiros, entre Braga e Santiago de Compostela, têm a partir de agora a possibilidade de carimbar o seus passaportes com as respetivas credenciais. Este percurso, que  percorre uma distância total de 240kms,  é constituído por quatro áreas diferentes. O trajeto entre Braga e Lóbios, cerca de 68 kms, permite percorrer a Geira que atravessa o concelho de Terras de Bouro.

20201105_103851.jpg

Significando uma importante atracção turística, já que percorre o Parque Nacional da Peneda-Gerês, entrando em Espanha pela fronteira da Portela do Homem,  a viagem proporciona um natural relacionamento entre os residentes e os viajantes, originado um  aconchego físico e espiritual essencial para quem passa, isto para além da comunhão perfeita com a Natureza, criando assim um cenário idílico.

O Caminho da Geira e dos Arrieiros foi reconhecido pela Igreja a 28 de março de 2019, data em que o delegado de peregrinações do cabido da Catedral de Santiago, o deão Segundo L. Pérez López, assinou um certificado onde refere que o traçado cumpre “as condições de outros caminhos de peregrinação” e por isso “concede a Compostela” a quem o percorrer. Está em curso o processo de homologação pelas entidades civis.

No ano passado foi percorrido por 367 peregrinos em 10 meses. A maioria partiu de Braga (227), seguindo-se Castro Laboreiro (104), Entrimo e Ribadavia (com oito cada). Os portugueses constituem o maior grupo (80%), havendo ainda registo da passagem de italianos, suíços, franceses, brasileiros, polacos e holandeses, apontando uma estimativa global de 850 pessoas.

Untitled-2-01.jpg

TERRAS DE BOURO CANCELA FEIRA DE SÃO MARTINHO NAS TERRAS DO GERÊS

O Município de Terras de Bouro informa que em função da pandemia provocada pelo vírus da COVID-19, este ano, não será possível a realização do evento “Feira de São Martinho nas Terras do Gerês”. Na esperança de que a situação retome a normalidade possível no próximo ano, a câmara municipal tudo fará para que este importante acontecimento volte a realizar-se em 2021 como forma fundamental de promover e divulgar a  cultura e  gastronomia de Terras de Bouro.