Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VAI HAVER SARRABULHO EM PONTE DA BARCA

Seis restaurantes para se deliciar com o Sarrabulho em Ponte da Barca

Nos dias 7 e 8 de novembro, o Município de Ponte da Barca promove o último Domingo Gastronómico do ano, desta vez dedicado ao Sarrabulho.

Depois do sucesso do Cozido à Portuguesa, da Posta Barrosã ou do Naco à Terras da Nóbrega, o Município de Ponte da Barca termina o ciclo dos fins-de-semana Gastronómicos com o Sarrabulho a reinar.

Há seis restaurantes aderentes em Ponte da Barca onde o Sarrabulho pode ser degustado, a saber: Churrasqueira Barquense, Jaime Gomes, o Emigrante, o Kibom, S. Martinho (Crasto) e Santana.

Boas razões para visitar Ponte da Barca, concelho que como refere o Presidente da Câmara, Augusto Marinho, além do;excelente vinho e gastronomia, é uma terra de gente hospitaleira, com paisagens idílicas, ar puro, tradição e património.

web-Sarrabulho2020_CMPB.jpg

GALO ASSADO À MESA DOS RESTAURANTES DE BARCELOS

Iniciativa decorre de 9 a 11 de outubro

O Município de Barcelos promove de 9 a 11 de outubro mais uma edição do Fim de Semana Gastronómico do Galo Assado, que este ano devido à pandemia COVID-19 não terá a vertente de concurso.

Fim de Semana Gastronómico do Galo Assado.jpg

A atividade faz parte do Programa Anual dos “7 Prazeres da Gastronomia” e tem como objetivo  continuar a apostar na estratégia de promover a tradição e riqueza gastronómicas do concelho, bem como dinamizar o setor da restauração no período de outono, associando e capitalizando a imagem do Galo de Barcelos como ícone de referência em Portugal e no estrangeiro.

A iniciativa decorre entre o almoço do dia 9 de outubro e o jantar do dia 11, contando com a adesão de 16 restaurantes do concelho, que disponibilizarão ao público um dos mais famosos pratos da gastronomia barcelense. Cada restaurante vai confecionar e servir o galo à sua maneira – Galo assado no forno, recheado, com castanhas,à peregrino, entre outros, e mesmo não sendo concurso as composições servidas cumprirão todo o articulado do concurso em sede de qualidade.

Participam nesta edição os restaurantes: Ávila (Vila Seca), Babette (Barcelos), Bagoeira (Barcelos), Casa dos Arcos (Barcelos), Chuva (Barcelinhos), Duque (Barcelos), Galliano (Barcelos), Muralha (Barcelos), Pedra Furada (Pedra Furada), Pérola (Barcelos), Taberna Lopes (Vila Seca), Taberna do Armindo (Remelhe), Taberna “O Manhoso” (Tamel S. Veríssimo), Tasquinha do Careca (Perelhal), Três Maria (Barcelos) e Vera Cruz (Barcelos).

O Fim de Semana Gastronómico do Galo Assado tem como objetivo dinamizar o setor da restauração em época baixa e constitui um argumento estratégico de afirmação de Barcelos no produto “Gastronomia” na região do Porto e Norte. É também uma forma de capitalizar a imagem do galo de Barcelos para o setor da restauração e gastronomia. E é, ainda, um argumento estruturante para rememorar a lenda do galo e fortalecer a forte ligação do território barcelense e do seu contexto histórico à peregrinação a Santiago de Compostela, a que está ligada a Lenda do Galo.

Esta iniciativa insere-se também no programa AMAR O MINHO e Minho Região Europeia da Gastronomia 2016 prémio atribuído no âmbito de uma candidatura dinamizada pelo consórcio Minho In que integra os vinte e quatros Municípios do Minho, representados pelas Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, do Ave e do Cávado e tem por objetivo “contribuir para uma melhor qualidade de vida ao realçar as diferentes culturas e tradições gastronómicas europeias, através da promoção da educação para a a saúde, da sustentabilidade e da inovação gastronómica.

FIM-DE-SEMANA GASTRONÓMICO DO NACO À TERRAS DA NÓBREGA

O Naco à Terras da Nóbrega é o próximo prato a degustar em Ponte da Barca, naquele que é mais um fim-de-semana dedicado às iguarias locais que a autarquia de Ponte da Barca, em parceria com os restaurantes leva a cabo ao longo do ano.

Nos dias 3 e 4 de outubro, os restaurantes Churrasqueira Barquense, Santana, Vai à Fava e Tempus Hotel & Spa vão servir este prato composto por carne de vitela grelhada tenra e suculenta, acompanhado por um delicioso puré de castanhas, guarnecido com grelos salteados com nozes, frutos vermelhos e uma redução de vinhão de Ponte da Barca.

Um verdadeiro manjar que tem na sua composição cores vivas, paladar intenso e aroma denso, e cujos ingredientes podem ser todos encontrados neste paraíso que é o concelho de barquense.

120114683_2800483576719274_5943573381811240952_o.j

MELGAÇO CONVIDA A SABOREAR A SUA GASTRONOMIA

De 2 a 4 de outubro

Um fim de semana gastronómico e preenchido com muitas atividades para descobrir o que Melgaço Tem!

Nos dias 2, 3 e 4 de outubro há mais um motivo para se visitar o Município Mais a Norte de Portugal: bifes de presunto, cabrito do monte assado no forno acompanhado com alvarinho e bucho doce, são as propostas para o Fim de Semana Gastronómico em Melgaço. Uma irresistível sugestão para partir à descoberta da vila melgacense.

Bife_presunto.jpg

O Município associou-se uma vez mais à iniciativa «Fins de Semana Gastronómicos», promovida pela Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, e pretende atrair ao concelho os apreciadores da boa mesa. A ação conta com a adesão de 13 restaurantes: Adega do Sabino, Adega do Sossego, Floral de Melgaço, Mini-Zip, Miradouro do Castelo, O Adérito, O Brandeiro, Paris, Serra, Tasquinha da Portela, Verde Minho, Chafarix e O Vidoeiro. Seja ao almoço ou jantar, nestes dias, os visitantes serão agraciados com um copo de vinho, uma forma de os felicitar pela visita.

NI_FSG20.jpg

Os turistas que nestes dias escolham Melgaço para pernoitar, terão 10% de desconto no alojamento para as noites de sexta e sábado, nos espaços aderentes: Solar do Castelo, Casa da Cevidade, Quinta de Remoães, Melgaço Alvarinho Houses, Hotel Monte Prado & SPA, Hotel Boavista, Quinta do Reguengo, Casa Fonte do Carvalhinho, Casa do Xisto, Casa da Bica, Casa do Castanheiro, Casa do Piorno, Casa do Faval, Casa dos Côtos, Casa da Macheta, Casa de Cabreiros de Cima, Casa de Cabreiros de Baixo, Casa Fonte do Laboreiro, Casa das Pesqueiras, Casa da Costa, Casa de S. Marcos, Camping das Termas do Peso e Parque de Campismo de Lamas de Mouro.

Durante estes dias, o Destino de Natureza Mais Radical de Portugal proporciona também uma panóplia de atividades para quem quiser descobrir o que Melgaço Tem: provas de alvarinho e de queijos, visitas aos espaços museológicos, ao centro de artesanato “Artes”, à Porta de Lamas de Mouro e diversas atividades radicais e de natureza. A beleza natural, o clima, o património histórico e a gastronomia, são motivos que têm atraído cada vez mais turistas ao Município Mais a Norte de Portugal.

Em virtude da situação de contingência, apela-se a que todos sigam, rigorosamente, as normas de segurança emanadas pela Direção-Geral da Saúde: uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social.

Programa e informações relativas aos restaurantes e alojamentos disponíveis aqui.

Bucho doce (3).jpg

cabrito-alvarinho-melgaco.JPG

Post_FSG20.jpg

PONTE DA BARCA DÁ A SABOREAR A POSTA BARROSÃO EM FIM-DE-SEMANA GASTRONÓMICO

Realiza-se de 18 a 20 de Setembro, o fim de semana gastronómico da Posta Barrosã. A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Ponte da Barca, em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, coloca à mesa barquense esta especialidade que é um ex-libris da gastronomia alto-minhota e do concelho de Ponte da Barca .

ALT_Posta2020_mupi_CMPB.jpg

Este evento, que já tinha sido cancelado anteriormente devido à Pandemia Covid-19, irá realizar-se com a participação dos seguintes restaurantes:

  • Churrasqueira Barquense
  • O Moinho
  • Santana
  • Jaime Gomes
  • Emigrante
  • Kibom
  • Vai à Fava

Devido à situação de contingência que o país atravessa, o Município pede a todos que cumpram todas as regras difundidas pela Direção-Geral da Saúde.

BARCELOS: FINS-DE-SEMANA GASTRONÓMICOS VOLTAM COM O BACALHAU

O Fim de Semana do Bacalhau está de volta para mais uma edição entre os dias 18 e 20 de setembro. A edição de 2020 conta com a participação de 42 unidades de restauração Barcelenses que possuem um posicionamento forte na região e algumas receitas diferenciadoras.

Fim de Semana do Bacalhau.jpg

O Bacalhau é uma das iguarias mais afamadas da Cozinha Tradicional Portuguesa, e serão dezenas as interpretações e receitas que vão preencher as ementas das unidades de restauração local, desde o “bacalhau à lavrador”, passando pelo “bacalhau com broa”, na brasa, assado no forno, gratinado, na caçarola, com natas, até ao bacalhau recheado.

Com o Fim de Semana do Bacalhau, o Município de Barcelos retoma a dinâmica promocional ligada às atividades gastronómicas com o intuito de atrair mais clientes aos nossos estabelecimentos.

Restaurantes Participantes:

Abel Martins (Várzea) ; Ávila (Vila Seca); Babette (Barcelos); Bagoeira (Barcelos); Belchior (Campo); Belo Horizonte (Rio Côvo Santa Eulália); Bom Gosto (Arcozelo); Cantinho d' Armanda (Silva); Casa dos Arcos (Barcelos); Casa do Eduardo (Milhazes); Casa Lourenço (Areias S. Vicente); Casa Sêmea (Arcozelo); Chuva (Barcelinhos); Cozinha Regional de Barcelos (Várzea); Dom Carlos (Silva); Duque (Barcelos); Forninho (Lijó); Furna ()Barcelos); Galliano (Barcelos) ; Fina Mesa (Grimancelos); Manjar das Estrelas (Várzea) ; Maria de Medros (Barcelinhos) ; Mélinha (Viatodos) ; Muralha (Barcelos) ; Oliveira (Barcelos) ; Os Mouros (Arcozelo); Pedra Furada (Pedra Furada); Restaurante Pérola (Barcelos) ; Restaurante 2000 (Tamel S. Pedro Fins); Rústico (Mariz); Sonho do Cávado (Manhente); Solar das Fontes (Várzea); Taberninha O Chico (Perelhal); Taberna do Armindo (Remelhe); Taberna “O Manhoso” (Tamel S. Veríssimo); Taberna Lopes (Gilmonde); Tasquinha do Careca (Perelhal); Terra Negra (Negreiros); Terraço dos Petiscos (Vila Boa); Três Marias (Barcelos); Tropical ( Várzea); Vera Cruz (Barcelos).

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE VINHOS E SABORES

Combinações Improváveis “ÀS SEXTAS NO TRASLADÁRIO”

O Trasladário é um espaço de eleição em Arcos de Valdevez. É um local edílico para os Arcuenses, para os visitantes e para os passantes. Aqui se situa desde Janeiro o “ESPAÇO VINHOS & SABORES”.

Combinações Improváveis  (1).jpg

Este espaço foi construído pelo Município de Arcos de Valdevez, e está a ser explorado pela AVVEZ – Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez. Aqui são promovidos, degustados e comercializados os produtos do artesanato alimentar local e os Vinhos de Arcos de Valdevez. 

Os produtos de Arcos de Valdevez diferenciam-se dos seus similares pela sua origem. As características do território, os seus solos de origem granítica, a sua exposição a sul e nascente, a sua protecção dos ventos marítimos, a sua pluviosidade elevada e as suas elevadas amplitudes térmicas dão aos produtos de origem agrícola características distintivas, inclusive dos seus vizinhos. E isso é bem explicado e percebido neste espaço que também é um Centro de Interpretação e uma espécie de museu de aromas, sabores e tradições disponibilizados de uma forma contemporânea.

Para além disso, desde 26 de Junho, todas as semanas, às sextas-feiras, depois das 18h30, no “ESPAÇO VINHOS & SABORES”, decorrem iniciativas de promoção/degustação dos produtos dos Associados da AVVEZ. Em cada iniciativa, um ou mais Produtores dão a conhecer os seus produtos nas mais variadas harmonizações, por vezes em algumas combinações improváveis!

O conceito proposto é desfrutar de uma “happyhour”, depois de um dia e uma semana de trabalho, descontraidamente e em amena cavaqueira, em partilha com colegas, amigos ou familiares, uma nova experiência, degustando um produto diferente, uma nova combinação de paladares, um novo casamento de vinhos & sabores.

Pode acontecer que as combinações improváveis possam raiar o inusitado, combinando com arte e cultura. Quem sabe? ”ÀS SEXTAS no TRASLADÁRIO”, será sempre agradavelmente surpreendente, sempre com carinho e simpatia.

O ambiente é harmonioso, resultado de um cuidado trabalho da Arquitecta Filipa Gomes, e a música ambiente, cuidada. O espaço começa a ser pequeno, mas as horas são longas até ao fecho.

Ah… e muito importante nos tempos que correm: com toda a garantia das medidas de higiene e segurança do espaço.

Visite, no Campo do Trasladário!

Combinações Improváveis  (2).jpg

Combinações Improváveis  (3).jpg

Combinações Improváveis  (4).jpg

Combinações Improváveis  (5).jpg

Combinações Improváveis  (6).jpg

Combinações Improváveis  (7).jpg

Espaço Vinhos e Sabores (4).jpg

Espaço Vinhos e Sabores (8).JPG

MINHOTOS LEVARAM O SARAPATEL DA SERRA D’ARGA ATÉ À ÍNDIA E AO BRASIL

O sarapatel é uma especialidade da gastronomia minhota que a epopeia dos Descobrimentos levou até à Índia e ao Brasil

O sarapatel é uma das especialidades da gastronomia tradicional das aldeias da serra d’Arga. Constituindo uma espécie de cabidela feita com as miudezas de cabrito, este prato é especialmente apreciado por ocasião da Romaria ao São João d’Arga que todos os anos se realiza nos dias 28 e 29 de agosto, considerada uma das mais genuínas festas minhotas.

DSC08376

Existe também no Alto Alentejo uma variante do sarapatel, confecionado com carne de borrego e cabrito, incluindo miudezas e vísceras, servido quente sobre finas fatias de pão alentejano.

À semelhança de muitos dos costumes portugueses, também o sarapatel foi levado pelos navegadores da era dos Descobrimentos até terras distantes do Brasil e da Índia Portuguesa, dando aí origem a novas versões e paladares com a introdução de especiarias e outras iguarias.

É atualmente afamado o sarapatel goês, temperado com açafrão, malaguetas, canela, gengibre, cravinho, tamarindo e outras especiarias, tornando-se um verdadeiro símbolo da cultura indo-portuguesa. Mas também no Brasil, em particular na Baía, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Piauí, o sarapatel é uma das especialidades da sua cozinha tradicional.

O sarapatel é, pois, uma dos pratos típicos da nossa culinária que bem poderia servir de mote para a realização de um grandioso evento gastronómico, servindo à mesma mesa uma especialidade gastronómica que passou a ligar os povos que em três continentes partilham um idioma comum – a Língua portuguesa!

Fonte: https://bloguedominho.blogs.sapo.pt/1906276.html

27857864_913318912168735_7935023057982541755_n.jpg

Sarapatel goês (Índia Portuguesa)

Talvez é o prato culinário mais emblemático de Goa. O Sarapatel goês tem a sua origem remota em Portugal, mas aqui ganhou, diríamos, uma nova vida, ou utilizando uma gíria atual, um "upgrade", conferido pela sábia utilização de especiarias.

Este é um prato que marca profundamente a identidade goesa, e que está intimamente ligado às memórias e afetos familiares. Não há goês que não o conheça, e que não o aprecie.

Contudo, este prato confeccionado a partir dos miúdos de porco, borrego ou cabrito, e que terá surgido nas comunidades de cristãos-novos de Portugal, não é exclusivo da cultura goesa.

Ele subsiste em Portugal, na Serra de Arga (Minho), no Alto Alentejo (consumido sob a forma de sopa onde é imersa uma fatia de pão e uma rodela de laranja), na Ilha da Madeira (onde incorpora a banana), no Nordeste Brasileiro, em Goa (e onde quer que existam comunidades ou famílias goesas) e, finalmente, em Malaca.

A base é toda a mesma, mas os pormenores fazem as diferenças regionais, existindo também sub-variantes locais.

Em Goa é consumido com arroz branco, ou com sannas (pão de côco).

Cremos também que o Sarapatel é apreciado em Macau, vindo de Goa.

Por fim, diríamos que este é um prato merecedor de uma outra atenção por parte de toda a cultura portuguesa, nomeadamente através de confrarias que promovam o conhecimento, o intercâmbio, a preservação e a divulgação do Sarapatel nas suas variantes europeia, americana e asiática. Como nota de rodapé, notamos por exemplo, que a Sopa de Sarapatel do Alto Alentejo (região de Portalegre) é quase desconhecida...no Alentejo.

E nada casa melhor com o Sarapatel de Goa, do que um bom vinho tinto!

Fonte: https://www.facebook.com/290551081112191/photos/a.290551847778781/1189131084587515/?type=1&theater

FAMALICÃO: DIAS À MESA ESPECIAL VERÃO SÃO "UM BOM ARGUMENTO PARA ATRAIR TURISTAS A FAMALICÃO"

Presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, experimentou iniciativa gastronómica

Os Dias à Mesa, Especial Verão são “um excelente conteúdo e bom argumento para atrair turistas para o território de Vila Nova de Famalicão”. Quem o afirma é o Presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, que na passada sexta-feira, experimentou a iniciativa, saboreando uma das ementas disponíveis, num dos 15 restaurantes do concelho, acompanhado pelos vereadores do município famalicense Augusto Lima e Leonel Rocha, responsáveis pelos pelouro do Turismo e Cultura respetivamente.

Dias à Mesa (1).jpg

A iniciativa promovida pelo município, arrancou a 24 de julho para valorizar e promover a gastronomia do concelho como um produto turístico transversal, oferecendo descontos nas refeições que poderão chegar aos 40 por cento. A edição Dias à Mesa – Especial Verão decorre até 6 de setembro.

“Cumprindo todas recomendações da Direção Geral da Saúde, reunimos as melhores propostas para não defraudar quem escolhe Famalicão como o lugar das suas férias”, adiantou Augusto Lima.

Depois de experimentar os Dias à Mesa, Luís Pedro Martins visitou ainda o recinto do Anima-te, o Street Food e a Feira de Artesanato.

Refira-se que os Dias à Mesa, Especial Verão assenta numa forte campanha de descontos e ofertas, associada a uma prática de incentivo à partilha de experiências gastronómicas nas redes sociais.

Durante todo o mês de agosto, está a vigorar a campanha de partilhas nas redes sociais.  Cada cliente partilha uma foto no restaurante, incluindo obrigatoriamente o hastag #Diasamesaverão e a identificação do restaurante. Cada Partilha nas redes sociais facebook e instagram vale 1 sobremesa oferta (conforme seleção do restaurante).  À décima partilha, o cliente é premiado com um desconto de 50% na refeição que estiver a realizar. Para usufruir desta oferta, o cliente deverá ter partilhado 10 fotos de, pelo menos, 5 restaurantes diferentes, assegurando-se, desta forma, uma abrangência alargada dos restaurantes beneficiários.

Entretanto, na semana de encerramento do evento (de 28 de agosto a 6 de setembro), os menus apresentados pelos restaurantes aderentes são comercializados com um desconto de 40 por cento durante os dias da semana e de 20 por cento ao fim de semana (sexta-feira à noite, sábado e domingo).

Os restaurantes aderentes são o Alfa; Attrevidu; BIS – Pasta&Risotto; Bubbles; Caso; Cubata; Petiscaria da Vila; Dona Maria Pregaria; Forever; Garfo Dourado; Lós Pepes Mexicano; Me.At; Mikado; Porky’s e Sabores do Algarve.

Recorde-se que Dias à Mesa são uma iniciativa de promoção da boa cozinha regional, promovida pelo Município de Vila Nova de Famalicão, em estreita colaboração com os restaurantes locais. Realiza-se ao longo do ano, com um programa atrativo e diversificado, que faz jus à fama que Famalicão granjeia enquanto lugar de boa comida.

Dias à Mesa (2).jpg

ESPOSENDE AMBICIONA SER REFERÊNCIA GASTRONÓMICA DE PEIXE E MARISCO

Afirmar Esposende como um destino gastronómico de peixe e marisco é o objetivo do Município, numa estratégia que passa pela promoção da gastronomia local, com particular enfoque, numa primeira fase, no robalo.

dsc_0090_1_1024_2500.jpg

Ao abrigo da candidatura desenvolvida no seio das Comunidades Intermunicipais do Cávado, Ave e Alto Minho “Minho Região Europeia da Gastronomia”, Esposende abraça este desígnio com uma forte aposta na gastronomia como forma de captar ainda mais turistas e visitantes ao território.

Na apresentação da campanha “Onde está o Robalo?”, que hoje teve lugar, o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira explicou que a estratégia do Município assenta no desenvolvimento económico e na promoção do bem-estar da população, derivando para várias linhas de ação, onde se integra a promoção do território e dos seus produtos endógenos

Numa altura em que o setor da restauração se debate com dificuldades decorrentes da pandemia de Covid-19, esta campanha afigura-se como mais um incentivo para reforçar o desenvolvimento económico do concelho, afirmou Benjamim Pereira lembrando que são vários e diversos os mecanismos de apoio ao tecido económico local, a que se junta a recém criada Start Esposende, um espaço de estímulo à iniciativa empreendedora, captação de investimento e apoio ao desenvolvimento das atividades empresariais.

Enquanto fator de atratividade e de promoção do território, a gastronomia tem merecido uma atenção especial do Município, referiu Benjamim Pereira, apontando o evento “Março com Sabores do Mar” como exemplo e uma aposta ganha. “A gastronomia de Esposende vale como um todo” afirmou o autarca, recusando a ideia de um prato identitário, o que, no seu entender, limita a oferta diferenciadora dos produtos do mar disponíveis. Benjamim Pereira não tem dúvidas de que Esposende há muito é reconhecido como um destino de peixe e marisco, pelo que importa reforçar e afirmar essa caraterística. Assinalou ainda que esta ação se insere na estratégia de valorização e promoção dos produtos endógenos de Esposende, contribuindo também para fomentar as relações comerciais entre os setores da pesca e da restauração.

O Vereador com as áreas funcionais do Turismo e Desenvolvimento Económico, Sérgio Mano, reiterou que o objetivo do Município passa por construir toda uma identidade gastronómica associada aos peixes e mariscos, criando, desta forma, novas ferramentas para que os empresários locais possam catapultar os seus restaurantes, promovendo este território e toda a sua oferta turística. Clarificou que anualmente será promovido um peixe ou marisco diferentes, assegurando constante dinamização e envolvimento de todos no projeto, sendo que o ponto de partida é o robalo.

Sérgio Mano deu ainda nota de, no âmbito desta estratégia global, estão na forja mais dois projetos; o Km 0, que visa o escoamento dos produtos locais, entre os quais o peixe e os hortícolas, diretamente para os restaurantes, criando uma rede entre produtores e estabelecimentos; e o Certificado de Origem, que conferirá a certificação dos produtos endógenos de Esposende, como a doçaria ou os hortícolas.

Em representação da CIM Cávado, o primeiro secretário executivo da CIM Cávado, Luís Macedo, saudou o Município pela adesão a esta iniciativa de valorização da gastronomia do Minho e assinalou a capacidade empreendedora do Município. Considerou feliz a escolha do robalo para arranque desta campanha de afirmação da gastronomia local, considerando-o um “programa sedutor que vai identificar Esposende como uma região de excelência”.

A campanha hoje apresentada aos jornalistas vai decorrer até ao final do mês de setembro, com um conjunto de ações e de suportes de promoção, englobando também a realização de workshops, com o chefe Marco Gomes e com a nutricionista Elsa Madureira, bem como um evento para influenciadores digitais para apresentação das especialidades da região.

À questão “Onde está o Robalo?”, que suscitou a curiosidade nos últimos dias, Esposende responde agora que “O Robalo está aqui”, contando com a adesão de 31 restaurantes do concelho, que apresentam diferentes sugestões de confeção do prato.

dsc_0064_1_1024_2500.jpg

MUNICÍPIO BRACARENSE PROMOVE "BACALHAU À BRAGA"

Apresentação do projecto de qualificação do Bacalhau à Braga

Segunda-feira, dia 20 de Julho, pelas 17h00, no Museu D. Diogo de Sousa

O Município de Braga apresenta o projecto de qualificação do Bacalhau à Braga, em cerimónia que terá lugar na Segunda-feira, dia 20 de Julho, pelas 17h00, no Museu D. Diogo de Sousa.

A Câmara Municipal de Braga vai iniciar a qualificação do “Bacalhau à Braga”, um dos ícones gastronómicos da cidade. O objectivo é ligar a origem da famosa receita de bacalhau à capital minhota.

Actualmente confeccionado em todo o país, o Município pretende assim preservar a tradição e sabor da receita original. O projecto irá realizar uma recolha documental da receita, com todo o seu histórico geográfico assim como o levantamento das receitas em locais de produção nos restaurantes no distrito de Braga. No final, serão entregues recomendações de melhoramento e manutenção da qualificação do receituário do “Bacalhau à Braga”.

Como resultado, este projecto pretende contribuir para valorizar o património gastronómico de Braga e trazer os paladares mais apetitosos para as mesas portuguesas.

FAMALICÃO: DIAS À MESA ESPECIAL VERÃO PROMOVE GASTRONOMIA COM DESCONTOS E SEGURANÇA

Iniciativa decorre entre 24 de julho e 6 de setembro em 14 restaurantes aderentes

O Verão chegou em força e em Vila Nova de Famalicão, a Câmara Municipal decidiu lançar uma edição especial da iniciativa “Dias à Mesa”, para valorizar e promover a gastronomia do concelho como um produto turístico transversal neste período, oferecendo descontos nas refeições que poderão chegar aos 40 por cento. A edição Dias à Mesa – Especial Verão arranca já no próximo dia 24 de julho e decorre até 6 de setembro, em 14 restaurantes aderentes.

famagastron (2) (1).jpg

De acordo com o vereador do Turismo, Augusto Lima, “esta iniciativa tem como grande objetivo atrair mais pessoas para a nossa restauração, dinamizando o sector, e ajudando a reconquistar a confiança das pessoas depois das consequências que a pandemia trouxe para o sector”, indicou o responsável. “Cada restaurante servirá o seu menu mediante uma política de descontos que consideramos muito atrativa para que as pessoas possam deslocar-se aos restaurantes durante o Verão”, acrescentou.

O também vereador da economia e empreendedorismo destacou ainda que os restaurantes de Famalicão estão preparados para receber os clientes durante a pandemia. “A nossa restauração tem as devidas condições sanitárias para receber os clientes de forma segura e, por isso, apelamos para que as pessoas venham aos restaurantes sem qualquer tipo de receio de forma a apoiar também os restaurantes e ajudar o sector a recuperar”.

Conforme explicou Augusto Lima, a iniciativa assenta numa forte campanha de descontos e ofertas, associada a uma prática de incentivo à partilha de experiências gastronómicas nas redes sociais.

Na semana de abertura (de 24 de julho a 2 de agosto) e na semana de encerramento (de 28 de agosto a 6 de setembro), os menus apresentados pelos restaurantes aderentes serão comercializados com um desconto de 40 por cento durante os dias da semana e de 20 por cento ao fim de semana (sexta-feira à noite, sábado e domingo).

Durante todo o mês de agosto, irá vigorar a campanha de partilhas nas redes sociais.  Cada cliente partilha uma foto no restaurante, incluindo obrigatoriamente o hastag #Diasamesaverão e a identificação do restaurante. Cada Partilha nas redes sociais facebook e instagram vale 1 sobremesa oferta (conforme seleção do restaurante).

À décima partilha, o cliente é premiado com um desconto de 50% na refeição que estiver a realizar. Para usufruir desta oferta, o cliente deverá ter partilhado 10 fotos de, pelo menos, 5 restaurantes diferentes, assegurando-se, desta forma, uma abrangência alargada dos restaurantes beneficiários.

Os restaurantes aderentes são o Alfa; Attrevidu; BIS – Pasta&Risotto; Bubbles; Caso; Cubata; Petiscaria da Vila; Dona Maria Pregaria; Forever; Garfo Dourado; Lós Pepes Mexicano; Me.At; Mikado; Porky’s e Sabores do Algarve.

Recorde-se que Dias à Mesa são uma iniciativa de promoção da boa cozinha regional, promovida pelo Município de Vila Nova de Famalicão, em estreita colaboração com os restaurantes locais. Realiza-se ao longo do ano, com um programa atrativo e diversificado, que faz jus à fama que Famalicão granjeia enquanto lugar de boa comida.

Depois do sucesso alcançado em 2019, os Dias à Mesa regressaram em 2020 com mais iniciativas, mais restaurantes aderentes e ainda mais motivos de atração. Sendo, inicialmente, dez os eventos calendarizados, quatro deles foram cancelados devido à pandemia provocada pelo COVID-19, entre os meses de abril e junho. Com a reabertura dos restaurantes e do período de confinamento, os Dias à Mesa regressaram em julho, reforçando a nova estratégia municipal para o turismo, que alia a gastronomia à animação cultural.

Depois do Bacalhau, os Dias à Mesa voltam em setembro, com a cozinha Vegetariana. Em novembro há espaço para a castanha e para as massas.

famagastron (1) (1).jpg

FUMEIRO, ALVARINHO E INFUSÕES: SABORES E SABERES DE UM TERRITÓRIO

Uma redescoberta do terroir da origem do Alvarinho com tradição e irreverência numa experiência de enoturismo digital Gostaria de experienciar o território de Monção e Melgaço: A origem do Alvarinho, através dos sabores do fumeiro, das infusões e de várias dimensões de alvarinho, sem sair de casa? O Soalheiro tem uma proposta única, a “Pur Terroir Soalheiro Digital Tasting”.

Pur Terroir Soalheiro Digital Tasting.jpg

Da prova fazem parte seis dimensões de Alvarinho: Soalheiro Clássico – o vinho mais emblemático da marca, o Soalheiro Granit – a mineralidade da casta Alvarinho, um vinho produzido de uma seleção específica de vinhas de altitude implantadas em solos graníticos, o Soalheiro Primeiras Vinhas - a alma do Soalheiro, o Soalheiro Reserva – Alvarinho fermentado em casco de carvalho, o Soalheiro Terramatter e o Soalheiro Nature – dois vinhos que fazem parte da família dos Soalheiros Naturais. O primeiro sem filtração e o segundo sem adição de sulfitos, conduzem à redescoberta do terroir com tradição e irreverência. 

Mas a experiência não fica por aqui. A elasticidade do território pode ainda ser provada através da destilação dos melhores bagaços da casta Alvarinho que dão origem a uma aguardente única: Alvarinho Soalheiro Aguardente Bagaceira, com mais de 20 anos, e das Infusões Soalheiro, uma excelente convergência entre o terroir dos vinhos e das ervas aromáticas. Tudo isto harmonizado com o Fumeiro Tradicional da Quinta de Folga.

Para além dos vinhos, do fumeiro e das infusões, será enviado o acesso exclusivo ao vídeo da prova comentada, guia com informação do Soalheiro, fichas técnicas dos vinhos e notas de prova, doseadores e saca rolhas profissional. O kit possibilita ainda acesso ao livro de receitas "Soalheiro na Cozinha". Um livro, exclusivo, elaborado pela equipa Soalheiro que decidiu partilhar a paixão pela gastronomia e pelos vinhos e transmitir pequenos grandes momentos gastronómicos harmonizados com Alvarinho.

Encarando o Enoturismo Digital como complemento às visitas presenciais, será oferecido, em cada kit, um voucher de uma visita à adega para duas pessoas, com validade de um ano.

Depois do sucesso das primeiras edições da Soalheiro Digital Tasting, a primeira marca de Alvarinho de Melgaço vai continuar a levar até casa das pessoas a paixão e os segredos da casta Alvarinho. A Pur Terroir Soalheiro Digital Tasting pode ser adquirida, sem sair de casa, através da página www.soalheiro.com/loja e será entregue na morada indicada.

Pur Terroir Soalheiro Digital Tasting - Vídeo de apresentação AQUI!

EPATV PARTICIPA NAS ECO-EMENTAS

O projeto Alimentação Saudável e Sustentável, lançado pelo Programa Eco-Escolas | ABAE em parceria com a Agrobio concretiza-se através de um conjunto de desafios, que pretende motivar as crianças, jovens, professores e família para um maior conhecimento acerca das questões que se relacionam com a alimentação saudável e sustentável por forma a que estes se tornem recetivos à introdução de mudanças de hábitos no dia-a-dia.

7-Intervenientes.jpg

A Escola Profissional Amar Terra Verde participou mais uma vez nesta iniciativa com muito empenho e dedicação de todos os alunos. Infelizmente, devido ao Covid 19, o projeto foi suspenso.

A nossa proposta de ementa sugere uma distribuição equilibrada dos diferentes tipos de ingredientes que devem compor uma refeição saudável (proteínas, hidratos de carbono, gorduras saudáveis, vitaminas, minerais).

A turma do 2ºano do curso de cozinha iniciou este projeto pesquisando os produtos mais adequados à população juvenil, quer a nível calórico quer a nível nutricional. Após a elaboração das ementas, por grupos, cada um defendeu a sua escolha com os argumentos da sazonalidade, da regionalidade dos produtos, das opções de saúde (celíacas, por exemplo), do preço dos produtos e da exequibilidade numa cantina escolar.

Após o debate, a turma decidiu escolher a ementa apresentada, como sendo o melhor de todos os grupos.

Proposta da Ementa Primavera/Verão:

Entrada: Duo de cremes de legumes;

Prato Principal: Quinoa, ratatouille e espetada de frango;

Sobremesa: Delícia de morango;

Bebida: Limonada de frutos vermelhos.

Consulta do projeto no link:

https://alimentacaosaudavelesustentavel.abae.pt/trabalhos-2019-20/eco-ementas/trabalho/?school=1533&activity=5&work=1

IMG_9698.jpg

IMG_0573.jpg

IMG_0594.jpg

6-Empretar sopa.jpg

5-Execução ementa.jpg

3-Sobremesa.jpg

4-Bebida.jpg

2-Prato Principal.jpg

1-Entrada.jpg