Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PESCADORES DE ESPOSENDE: NO SÃO JOÃO, A SARDINHA PINGA NO PÃO! – FOTOS LUÍS EIRAS

No S. João, a sardinha pinga no pão” – diz o povo imbuído na sua sabedoria empírica. Com efeito, é por esta altura que a sardinha é mais gorda, devendo-se tal facto a circunstâncias de ordem climática e geofísica únicas na costa portuguesa que fazem desta espécie um exemplar único em toda a Península Ibérica.

Tradição de origens remotas, a sardinha era tradicionalmente pescada por meio da arte xávega, método que consistia numa forma de pesca por cerco. Deixando uma extremidade em terra, as redes são levadas a bordo de uma embarcação que as vai largando e, uma vez terminada esta tarefa, a outra extremidade é trazida para terra. Então, o saco é puxado a partir da praia, outrora recorrendo ao auxílio de juntas de bois, atualmente por meio de tração do guincho ou de tratores. Entretanto, as modernas embarcações de arrasto vieram a ditar a morte da arte xávega e, simultaneamente, a ameaçar a sobrevivência das próprias espécies piscícolas, colocando em causa o rendimento familiar dos próprios pescadores.

A sardinha constitui um das suas principais fontes de rendimento, representando quase metade do peixe, calculado em peso, que passa nas lotas portuguesas. Matosinhos, Sesimbra e Peniche são os principais portos pesqueiros de sardinha em todo o país.

Quando, no início da Primavera, o vento sopra insistentemente de norte durante vários dias, os pescadores adivinham um verão farto na pesca da sardinha, do carapau, da cavala e outras espécies que são pescadas na costa portuguesa. A razão é simples e explica-se de forma científica: esta época do ano é caracterizada por um sistema de altas pressões sobre o oceano Atlântico, vulgo anticiclone dos Açores, o qual se reflete na observância de elevadas temperaturas atmosféricas, humidade reduzida e céu limpo. Verifica-se então uma acentuada descida das massas de ar que resultam no aumento da pressão atmosférica junto à superfície e a origem de ventos anticiclónicos que circulam no sentido dos ponteiros do relógio em torno do centro de alta pressão, afastando os sistemas depressionários. Em virtude da situação geográfica de Portugal continental relativamente ao anticiclone, estes ventos adquirem uma orientação a partir de norte ou noroeste, habitualmente designado por “nortada”.

Sucede que, por ação do vento norte sobre a superfície do mar e ainda do efeito de rotação da Terra, as massas de água superficiais afastam-se para o largo, levando a que simultaneamente se registe um afloramento de águas de camadas mais profundas, mais frias e ricas em nutrientes que, graças à penetração dos raios solares, permite a realização da fotossíntese pelo fito plâncton que constitui a base da cadeia alimentar no meio marinho. Em resultado deste fenómeno, aumentam os cardumes de sardinha e outras espécies levando a um maior número de capturas. E, claro está, o peixe torna-se mais robusto e apetecível.

O mês de Junho, altura em que outrora se celebrava o solstício de Verão e agora se festejam os chamados "Santos Populares" – Santo António, São João e São Pedro – é, por assim dizer, a altura em que a sardinha é mais apreciada e faz as delícias do povo nas animações de rua. Estendida sobre um naco de pão, a sardinha adquire um paladar mais característico, genuinamente à maneira portuguesa.

Por esta altura, muitos são os estrangeiros que nos visitam e, entre eles, os ingleses que possuem a particularidade de a fazerem acompanhar com batata frita, causando frequente estranheza entre nós. Sucede que, o “fish and chips” ou seja, peixe frito com batatas fritas, atualmente bastante popular na Grã-Bretanha, teve a sua origem na culinária portuguesa, tendo sido levado para a Inglaterra e a Holanda pelos judeus portugueses, dando mais tarde origem à tempura que constitui uma das especialidades gastronómicas mais afamadas do Japão.

Fotos: Luís Eiras / http://esposendealtruista.blogspot.pt/

FAMALICÃO: ARROZ DE SARDINHA COZINHADO AO SOM DOS THE CITYZENS

Showcooking com Chef Álvaro Costa na Praça - Mercado Municipal este sábado às 16H00

Em mês de Santos Populares, a sardinha é ingrediente obrigatório no prato que o Chef Álvaro Costa vai preparar este sábado, 18 de junho, a partir das 16h00, em mais uma edição do «Chef na Praça», que todos os meses junta à arte de cozinhar outras artes, desta vez com música dos The CityZens.

Showcooking Chef Residente 2022 - Álvaro Costa_20220312_0022.jpg

As sardinhas, “uma referência nas festas populares de junho, abundantes nas bancas do Mercado e cozinhadas com arroz”, é a proposta do Chef Álvaro Costa para saborear este fim de semana na cozinha experimental da Praça – Mercado de Famalicão, num evento aberto ao público.

Ao longo deste ano a curadoria da cozinha da Praça é da responsabilidade do Chef Álvaro Costa, que em cada showcooking convida gente da Cultura para o acompanhar. Desta vez são The CityZens, banda famalicense de originais de canções rock, com dois álbuns editados, Medicine for Open Minds (2015) e We Are The CityZens (2018), que no sábado se apresentam em versão acústica, partilhando histórias e vivências do seu percurso musical.

ESPOSENDE ADIA COMEMORAÇÕES DO DIA DA GASTRONOMIA SUSTENTÁVEL

Devido à instabilidade meteorológica prevista para o dia 18 de junho, as comemorações do Dia da Gastronomia Sustentável foram adiadas para o dia 25 de junho.

Como forma de comemorar o Dia da Gastronomia Sustentável, que se assinala a 18 de junho, o Município de Esposende vai lançar o segundo volume da publicação “Salvar o Planeta à Mesa”, apresentação que ocorrerá no dia 25, a partir das 11h00, no Largo Rodrigues Sampaio, em Esposende, com acesso livre.

Salvar o Planeta à Mesa (1).jpg

Esta edição, especialmente dirigida ao público infantojuvenil, é resultado da iniciativa com o mesmo nome realizada no evento “Março com Sabores do Mar” 2022. O livro reúne o conhecimento científico do biólogo marinho Vasco Ferreira e seis receitas do chefe de cozinha Emídio Concha de Almeida, tendo por base algumas espécies abundantes e sustentáveis capturadas localmente, optando, assim, pelos produtos de baixo valor económico e de proximidade, e reduzindo, deste modo, a pegada ecológica. Versáteis, deliciosas e muito fáceis de executar, as receitas são Juliana assada no forno, Ceviche de Juliana com codium, Tártaro de Sarda, Línguas com esparguete nero e marisco, Filetes de Bodião com arroz de ameijoa branca e Ceviche de Bodião. Estão disponíveis em https://msm.visitesposende.com/2022/

A apresentação do livro será seguida de um momento gastronómico com degustação, tendo como protagonistas estes dois fiéis guardiões da sustentabilidade à mesa.

Partindo do pressuposto de que só em união e cooperação, será possível proteger e defender o planeta Terra, sustentando novos hábitos alimentares, mais conscientes e responsáveis, o Município de Esposende procura, deste modo, sensibilizar os mais jovens para promover a saúde à mesa, tão necessária para o máximo rendimento do corpo e mente. “Salvar o Planeta à Mesa” procura, por outro lado, impulsionar a economia local e proteger a origem dos produtos locais como o peixe e os hortícolas, honrando a identidade e a autenticidade do território de Esposende.

Esta ação insere-se no Plano de Ação para a Sustentabilidade, Crescimento e Competitividade do Turismo em Esposende – 2018_2022, o qual contempla também as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.

MUNICÍPIO ARCUENSE INCENTIVA DESENVOLVIMENTO RURAL

Aprovados protocolos no valor global de 165 mil euros

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez aprovou protocolos de colaboração com diversas entidades, com o objetivo de valorizar e promover o desenvolvimento rural no concelho de Arcos de Valdevez. Nesse sentido, serão estabelecidas colaborações com a ARDAL – Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima, com a ADERE-PG e com a Associação de Vinhos de Arcos de Valdevez, associações que têm como principal objetivo contribuir para o desenvolvimento rural do território.

aperitivos.jpg

Com a Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima-ARDAL foi aprovado um protocolo no valor de 75 mil euros, para apoiar a execução do plano de atividades para 2022, nomeadamente realizar diversas iniciativas de valorização, promoção e divulgação dos produtos e produtores locais e do território do PNPG. Através deste protocolo a ARDAL compromete-se a dinamizar a Porta do Mezio, o Parque de Campismo da Travanca e o “Parque Biológico do Mezio”, bem como a elaboração de candidaturas aos vários programas comunitários para a dinamização das potencialidades dos produtos locais.

Com a ADERE-PG foi aprovado um apoio de 10 mil euros para a comparticipação de projetos de promoção e valorização do território do PNPG - Parque Nacional da Peneda Gerês, com o intuito de contribuir para a melhoria das condições de vida das populações e para a valorização e conservação do Património Natural e Cultural do PNPG.

A Associação de Vinho de Arcos de Valdevez, desenvolve iniciativas de valorização e promoção dos vinhos, dos produtores/engarrafadores de Arcos de Valdevez. A articulação com a Autarquia tem contribuído para o crescimento do setor, que nos últimos anos duplicou a área de cultivo de vinhas e registou um forte crescimento de produção de vinhos. Fruto desta parceria foi aberta a loja “Vinhos e Sabores”, espaço de divulgação dos vinhos e produtos do concelho. Também são realizados vários eventos, tais como o Festivinhão para o qual foi aprovado um apoio no valor de cerca de 80 mil euros, para apoiar a realização da edição do Festivinhão 2022, um evento direcionado para os vinhos produzidos na região e no qual se pretende celebrar a casta vinhão, bem como o loureiro.

Para o Presidente da Autarquia “Devemos apostar no nosso território, pois ele tem grandes potencialidades em termos económicos. É importante promover produtos, atividades e serviços ligados ao concelho, nomeadamente os do mundo rural, pois contribuem para o desenvolvimento socioeconómico de Arcos de Valdevez. “

A dinamização do mundo rural é um dos pilares de desenvolvimento do território e do concelho, dos produtos locais, da agricultura biológica, da criação de raças autóctones, do turismo de natureza e cultural, do artesanato e da gastronomia, o que contribuirá para o reforço da criação de emprego e rendimento, a fixação e atração de pessoas e investimentos para Arcos de Valdevez.

bolodiscos_001_low - Cópia.jpg

carne cachena - Cópia.jpg

Charutos_001_low - Cópia.jpg

Aguiã (9).jpg

DSC_0028.JPG

DSC04340.JPG

DSC06748.JPG

Malhada.jpg

mel.JPG

vinho c broa.jpg

SABORES ITALIANOS INVADEM VILA NOVA DE CERVEIRA NO PRÓXIMO FIM DE SEMANA

Festival da Pizza decorre de 17 a 19 de junho

Um dos grandes destaques do certame vai para o “Trofeo del Pizzaiolo” do Alto Minho, que permitirá ao vencedor juntar-se à Seleção Portuguesa de Pizzaiolos e competir em Itália.

É já no próximo fim de semana, de 17 a 19 de junho, que Vila Nova de Cerveira vai receber, pela primeira vez, um festival gastronómico dedicado ao maior ícone italiano: a pizza. O Festival da Pizza, organizado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, acontece no centro histórico e conta com a coorganização da Associazione Sapori Italiani, a associação portuguesa que representa os Pizzaiolos.

Festival Pizza VNC (1).png

A iniciativa arranca, oficialmente, às 18h30, de sexta-feira, 17 de junho, com a cerimónia de abertura – Aperitivo Italiano. Dos três dias de programa constam espetáculos de Pizza Acrobática pelo Duo Meraviglia Show, concertos de Andrea Musio, Stefano Saturnini e Anonima Nuvolari e workshops de pizza para adultos e crianças. O certame irá, ainda, dinamizar dois troféus: o Troféu Júnior, de participação espontânea dedicado aos mais pequeninos, e o “Trofeo del Pizzaiolo” do Alto Minho. 

E, sendo este um evento gastronómico, o serviço de Pizzaria e Bar vai funcionar das 12h00 às 23h00 e vai contar, no primeiro dia do Festival, com a participação das pizzarias cerveirenses: Piazza, Flor das Cerejas, Toni Restaurante, La Scarpetta e Variante. Em permanência, vão estar, ainda, duas exposições: uma de fotografia que versará sobre “o encanto de Itália” e outra que fará as maravilhas dos amantes das tradicionais Vespas.

“TROFEO DEL PIZZAIOLO” – ALTO MINHO: INSCRIÇÕES A DECORRER

Um dos grandes destaques do certame vai para o “Trofeo del Pizzaiolo” do Alto Minho. O troféu tem como objetivo valorizar estes profissionais, o seu trabalho e métodos de produção. Podem concorrer todos os cidadãos, com ou sem experiência, seja em nome individual ou em representação de unidades de hotelaria, restauração e similares.

O vencedor vai juntar-se à Seleção Portuguesa de Pizzaiolos, tendo a possibilidade de competir no “Campionato Mondiale del Pizzaiuolo”, em Nápoles, Itália.

A inscrição é gratuita, mas limitada a 25 participantes, e pode ser efetuada no site da Associazione Sapori Italiani (www.saporiitalianiassociazione.com) ou diretamente nos serviços da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, até às 12h00, do dia 16 de junho. O regulamento está disponível nos respetivos sites.

PROGRAMA

17 junho

18h30 | Cerimónia de abertura – Aperitivo Italiano

19h00 | Pizza Acrobática – Duo Meraviglia Show

20h00 | Concerto Andrea Musio

21h30 | Concerto Stefano Saturnini

23h00 | Encerramento

18 junho

12h00 | Abertura

14h00 | Workshop “Pizza per bambini”

15h30 | Pizza Acrobática – Duo Meraviglia Show

16h00 | Troféu Júnior

17h30 | Workshop “Mamma che pizza”

18h00 | Concerto Andrea Musio

21h00 | Concerto Anonima Nuvolari

23h00 | Encerramento

19 junho

12h00 | Abertura

14h30 | Pizza Acrobática – Duo Meraviglia Show

15h30 | “Trofeo del Pizzaiolo” - Alto Minho

17h30 | Concerto Stefano Saturnini

18h00 | Workshop “Pizza per bambini”

20h00 | Concerto Andrea Musio

23h00 |Encerramento

Em permanência

Exposição fotográfica “O Encanto de Itália”

Exposição de Vespas

Pizzaria/Bar

12h00 às 23h00

CORTE DE TRÂNSITO: 15 A 20 JUNHO

Devido à realização do Festival , entre os dias 15 e 20 de junho, será cortado e interditado o acesso à Rua José Duro, Terreiro, Rua Queirós Ribeiro e Praça Alto Minho.

As viaturas de cargas e descargas têm acesso permitido, entre as 07h00 e as 09h30. Encontra-se, também, salvaguardada a movimentação de viaturas de emergência e entidades policiais.

Durante esse período, a praça de táxis será deslocada para a Rua 25 de abril, junto ao Cineteatro de Cerveira.

Pedindo desculpa pelos incómodos causados, o Município de Vila Nova de Cerveira agradece a compreensão e colaboração de todos em prol do sucesso do evento e da segurança de todos os intervenientes.

ESPOSENDE PROMOVE GASTRONOMIA SUSTENTÁVEL

Município de Esposende estimula mais novos a “Salvar o Planeta à Mesa”. Dia da Gastronomia Sustentável com lançamento de publicação

Como forma de comemorar o Dia da Gastronomia Sustentável, que se assinala a 18 de junho, o Município de Esposende vai lançar o segundo volume da publicação “Salvar o Planeta à Mesa”. A apresentação vai decorrer no próximo domingo, dia 18, a partir das 11h00, no Largo Rodrigues Sampaio, em Esposende, com acesso livre.

Salvar o Planeta à Mesa.jpg

Esta edição, especialmente dirigida ao público infantojuvenil, é resultado da iniciativa com o mesmo nome realizada no evento “Março com Sabores do Mar” 2022. O livro reúne o conhecimento científico do biólogo marinho Vasco Ferreira e seis receitas do chefe de cozinha Emídio Concha de Almeida, tendo por base algumas espécies abundantes e sustentáveis capturadas localmente, optando, assim, pelos produtos de baixo valor económico e de proximidade, e reduzindo, deste modo, a pegada ecológica. Versáteis, deliciosas e muito fáceis de executar, as receitas são Juliana assada no forno, Ceviche de Juliana com codium, Tártaro de Sarda, Línguas com esparguete nero e marisco, Filetes de Bodião com arroz de ameijoa branca e Ceviche de Bodião. Estão disponíveis em https://msm.visitesposende.com/2022/

A apresentação do livro será seguida de um momento gastronómico com degustação, tendo como protagonistas estes dois fiéis guardiões da sustentabilidade à mesa.

Partindo do pressuposto de que só em união e cooperação, será possível proteger e defender o planeta Terra, sustentando novos hábitos alimentares, mais conscientes e responsáveis, o Município de Esposende procura, deste modo, sensibilizar os mais jovens para promover a saúde à mesa, tão necessária para o máximo rendimento do corpo e mente. “Salvar o Planeta à Mesa” procura, por outro lado, impulsionar a economia local e proteger a origem dos produtos locais como o peixe e os hortícolas, honrando a identidade e a autenticidade do território de Esposende.

Esta ação insere-se no Plano de Ação para a Sustentabilidade, Crescimento e Competitividade do Turismo em Esposende – 2018_2022, o qual contempla também as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.

FINS-DE-SEMANA GASTRONÓMICOS REGRESSAM À MESA DOS RESTAURANTES VIZELENSES

No seguimento da estratégia de dinamização do Concelho, essencialmente para criar Vizela como destino turístico, a Câmara Municipal de Vizela e a Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal promovem a iniciativa Fins de Semana Gastronómicos de Vizela, nos próximos dias 10, 11 e 12 de junho, estando em destaque o Bacalhau à Zé do Pipo, prato representativo da história e da qualidade gastronómica de Vizela, e o Bolinhol, doce criado em território vizelense, único em Portugal e vencedor do concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal.

Fim de semana gastronómicos flyer_Page_1.jpg

De destacar que este ano são 22 os restaurantes aderentes a esta iniciativa, um número que tem vindo a aumentar, resultante da estratégia adotada pela Câmara Municipal de Vizela, envolvendo o setor privado, em prol do desenvolvimento da gastronomia local e por inerência o desenvolvimento do turismo em Vizela.

De destacar que, no seguimento da nova estratégia de consolidação da imagem e identidade do Concelho de Vizela como destino turístico privilegiado, a Câmara Municipal implementou o prato típico, o Bacalhau à Zé do Pipo, um prato com história em Vizela e hoje um elemento de elevada relevância na promoção da gastronomia vizelense e que fará parte da ementa deste fim de semana.

Como sobremesa, não poderia faltar o Bolinhol de Vizela, recentemente eleito uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, um doce único em Portugal e um ícone da gastronomia e da cultura vizelense, legado de várias gerações.

Integrada no programa dos “Fim de Semana Gastronómico”, na sexta-feira, dia 10 de junho, das 17:00 às 19:00, terá lugar a conferência “Vizela à Mesa”, sobre o tema ‘A gastronomia vizelense e a importância da mesma na dinâmica turística local e regional’ na Loja Interativa de Turismo.

A primeira parte da conferência será moderada por Liliana Faria (Rádio Vizela) e conta com a presença de Victor Hugo Salgado, Presidente da Câmara Municipal de Vizela, Marco Sousa, Director do Departamento Operacional da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal e Marta Coutada, Secretária Executiva da Comunidade Intermunicipal do Ave

A primeira parte da conferência será moderada por Rafael Oliveira e conta com a presença de Francisco Gil Fernández – Jornalista, Gastrónomo e Enófilo (Galiza, Espanha), Anabela Ramos – Historiadora de Gastronomia e Álvaro Dinis Mendes – Chef de Cozinha.

No seguimento do Plano Municipal de Turismo e das medidas estratégicas para a promoção e valorização turística do Concelho de Vizela, a Câmara Municipal promove ainda uma press-trip no Concelho nos dias 10 e 11 de junho, com a presença de vários jornalistas portugueses e espanhóis, que, durante dois dias, estes profissionais de comunicação, especializados em viagens e turismo, terão a oportunidade de descobrir o nosso Concelho, através da visita aos locais de interesse turístico.

De realçar que a gastronomia vizelense se traduz num dos pontos fundamentais do Plano Municipal de Turismo, numa aposta num triângulo dourado de sabores, sempre tendo por base aquilo que faz parte da identidade do nosso Concelho: o bolinhol, o vinho verde e o bacalhau.

Assim, com a dinamização desta iniciativa dos fins de semana gastronómicos em Vizela, a Câmara Municipal de Vizela pretende que, nos muitos restaurantes do Concelho, os visitantes possam desfrutar de refeições que são autênticas experiências da gastronomia local, potenciando ao mesmo tempo, dinâmicas que permitam a consolidação da imagem e identidade do Concelho de Vizela enquanto destino turístico, divulgando os segredos de um vale recheado de saberes, sabores e tradições.

FAMALICÃO ABRE O APETITE PARA A GALINHA MOURISCA

Prato da ementa camiliana é servido em mais uma edição dos Dias à Mesa, de 10 a 13 de junho, em quatro restaurantes do concelho

A receita descrita por Camilo Castelo Branco no livro “O Santo da Montanha”, de 1866, é a estrela de mais um fim-de-semana gastronómico em Vila Nova de Famalicão. A Galinha Mourisca, prato da ementa camiliana, dá o mote para uma nova edição da iniciativa “Dias à Mesa” que arranca já nesta sexta-feira, 10 de junho, em quatro restaurantes do concelho.

Galinha Mourisca.jpg

Até dia 13, os famalicenses vão poder saborear esta suculenta receita que foi recuperada da literatura de Camilo e reinventada por dois conhecidos chefs da terra – Renato Cunha (Ferrugem) e Lígia Santos (Club MasterCOOK e Casas da Li).

“As Festas Antoninas são também uma boa oportunidade para promover, junto daqueles que nos visitam, aquilo que Famalicão tem de melhor. Ao apresentarmos este prato nesta edição dos Dias à Mesa estamos precisamente a puxar pela nossa identidade, aliando a gastronomia a outro produto estratégico do município, a obra de Camilo e a Rota Camiliana”, refere o presidente da autarquia, Mário Passos.

Refira-se que a Galinha Mourisca será servida de 10 a 13 de junho em quatro restaurantes do concelho: Ferrugem; ME.AT; Moutados e Oprato.

Este é o quarto momento de um longo menu de degustação servido ao longo do ano por 24 restaurantes do concelho que se associam à iniciativa promovida pela autarquia.

O Dias à Mesa realizam-se ao longo de todo o ano, numa conjugação perfeita com os produtos locais e da época, que enaltece os saberes e sabores de Vila Nova de Famalicão, numa parceria com os restaurantes e indústria locais, que atrai os apreciadores da boa cozinha regional, nos seus múltiplos formatos. O convite à degustação surge em dias específicos, e em harmonização com os melhores vinhos, conjugando a gastronomia com uma agenda de atividades muito atrativa e mobilizadora.

Refira-se que a iniciativa prevê um desconto de 10% direto nos restaurantes, mas também nos alojamentos aderentes para os visitantes que se desloquem a Vila Nova de Famalicão durante os dias em que decorre cada momento anunciado. A promoção não é acumulável com outros descontos e é válida mediante reserva direta nos estabelecimentos.

Enaltecer a boa cozinha regional e proporcionar aos apreciadores da boa cozinha experiências gastronómicas únicas são os principais objetivos dos Dias à Mesa, que se realiza ao longo de todo o ano aliado à agenda municipal de atividades.

CERVEIRA PROMOVE FESTIVAL DA PIZZA

De 17 a 19 de junho

Um dos grandes destaques do certame vai para o “Trofeo del Pizzaiolo” do Alto Minho, que permitirá ao vencedor juntar-se à Seleção Portuguesa de Pizzaiolos e competir em Itália.

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai promover, pela primeira vez no município, um festival gastronómico dedicado ao maior ícone italiano: a pizza. O Festival da Pizza acontece de 17 a 19 de junho, no centro histórico, e conta com a coorganização da Associazione Sapori Italiani, a associação portuguesa que representa os Pizzaiolos.

Festival Pizza VNC.png

A iniciativa arranca, oficialmente, às 18h30, de sexta-feira, 17 de junho, com a cerimónia de abertura – Aperitivo Italiano. Dos três dias de programa constam espetáculos de Pizza Acrobática pelo Duo Meraviglia Show, concertos de Andrea Musio, Stefano Saturnini e Anonima Nuvolari e workshops de pizza para adultos e crianças. O certame irá, ainda, dinamizar dois troféus: o Troféu Júnior, de participação espontânea dedicado aos mais pequeninos, e o “Trofeo del Pizzaiolo” do Alto Minho. 

E, sendo este um evento gastronómico, o serviço de Pizzaria e Bar vai funcionar das 12h00 às 23h00 e vai contar, no primeiro dia do Festival, com a participação das pizzarias cerveirenses: Piazza, Flor das Cerejas, Toni Restaurante, La Scarpetta e Variante. Em permanência, vão estar, ainda, duas exposições: uma de fotografia que versará sobre “o encanto de Itália” e outra que fará as maravilhas dos amantes das tradicionais Vespas.

“TROFEO DEL PIZZAIOLO” – ALTO MINHO: INSCRIÇÕES A DECORRER

Um dos grandes destaques do certame vai para o “Trofeo del Pizzaiolo” do Alto Minho. O troféu tem como objetivo valorizar estes profissionais, o seu trabalho e métodos de produção. Podem concorrer todos os cidadãos, com ou sem experiência, seja em nome individual ou em representação de unidades de hotelaria, restauração e similares.

O vencedor vai juntar-se à Seleção Portuguesa de Pizzaiolos, tendo a possibilidade de competir no “Campionato Mondiale del Pizzaiuolo”, em Nápoles, Itália.

A inscrição é gratuita, mas limitada a 25 participantes, e pode ser efetuada no site da Associazione Sapori Italiani (www.saporiitalianiassociazione.com) ou diretamente nos serviços da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, até às 12h00, do dia 16 de junho. O regulamento está disponível nos respetivos sites.

PROGRAMA

17 junho

18h30 | Cerimónia de abertura – Aperitivo Italiano

19h00 | Pizza Acrobática – Duo Meraviglia Show

20h00 | Concerto Andrea Musio

21h30 | Concerto Stefano Saturnini

23h00 | Encerramento

18 junho

12h00 | Abertura

14h00 | Workshop “Pizza per bambini”

15h30 | Pizza Acrobática – Duo Meraviglia Show

16h00 | Troféu Júnior

17h30 | Workshop “Mamma che pizza”

18h00 | Concerto Andrea Musio

21h00 | Concerto Anonima Nuvolari

23h00 | Encerramento

19 junho

12h00 | Abertura

14h30 | Pizza Acrobática – Duo Meraviglia Show

15h30 | “Trofeo del Pizzaiolo” - Alto Minho

17h30 | Concerto Stefano Saturnini

18h00 | Workshop “Pizza per bambini”

20h00 | Concerto Andrea Musio

23h00 |Encerramento

Em permanência

Exposição fotográfica “O Encanto de Itália”

Exposição de Vespas

Pizzaria/Bar

12h00 às 23h00

FESTA DA TRUTA EM PAREDES DE COURA

Canário e Amigos - André Sardet

truta chef Ilídio Barbosa (1).jpg

showcooking com o chef Ilídio Barbosa

3, 4 e 5 junho | Paredes de Coura

Os espetáculos de Canário e Amigos, bem como de André Sardet dão o tom à edição deste ano da Festa da Truta, que está de regresso este fim de semana a Paredes de Coura, já a partir de sexta-feira e prolongando-se até domingo, depois da ausência de dois anos ditada pela pandemia.

À semelhança das edições anteriores, a confraternização e o convívio estão garantidos, pelo que à mesa as deliciosas trutas são servidas pelos três restaurantes que aderiram à Festa da Truta e estão no espaço da festa: Mouras, Miquelina e Casa do Xisto.

Ingredientes mais que apelativos para um fim de semana em Paredes de Coura, que promete receber principescamente e de forma calorosa quem a visita.

E este ano, que marca a reedição de A Casa Grande de Romarigães, de Aquilino Ribeiro, unanimemente reconhecido como um dos livros mais marcantes da literatura portuguesa do século XX e um dos romances históricos mais notáveis da literatura europeia, nunca é de mais recordar que Aquilino registou de forma inigualável os seus dias pelo Alto Minho: “(…) em Paredes de Coura, e à hora do almoço vêm para a mesa as trutas do rio Coura, o rio mais truteiro do universo, azeitonas e bogas de escabeche, pão de milho e as demoradas conversas dos amigos que se encontram outra vez”.

É a partir desta incontornável referência gastronómica que o Município de Paredes de Coura dedica este fim de semana de 3, 4 e 5 de junho à Festa da Truta, com sessões de showcooking com o chef courense Ilídio Barbosa e novas abordagens à confeção de singulares pratos com recurso a este peixe de rio, mas também os já habituais convívios de pesca, animação infantil, animação com concertinas e concertos para um fim de semana que se quer preenchido.

No que toca a concertos, na edição deste ano da Festa da Truta vamos ter o arraial com Canário e Amigos, na noite de sexta-feira, estando reservado para a noite de sábado o concerto com André Sardet, ambas as iniciativas a partir das 22h30.

PAREDES DE COURA REALIZA FESTA DA TRUTA

Canário e Amigos :: arraial | André Sardet :: concerto | chef Ilídio Barbosa :: showcooking

3, 4 e 5 junho | Paredes de Coura

A Festa da Truta está de regresso a Paredes de Coura, depois da ausência de dois anos ditados pela pandemia e em que, à semelhança de muitas outras iniciativas, impediu que confraternizássemos e desfrutássemos das nossas festas e tradições.

truta chef Ilídio Barbosa.jpg

Truta Chef Ilídio Barbosa

E este ano, que marca a reedição de A Casa Grande de Romarigães, de Aquilino Ribeiro, unanimemente reconhecido como um dos livros mais marcantes da literatura portuguesa do século XX e um dos romances históricos mais notáveis da literatura europeia, nunca é de mais recordar que Aquilino registou de forma inigualável os seus dias pelo Alto Minho: “(…) em Paredes de Coura, e à hora do almoço vêm para a mesa as trutas do rio Coura, o rio mais truteiro do universo, azeitonas e bogas de escabeche, pão de milho e as demoradas conversas dos amigos que se encontram outra vez”.

É a partir desta incontornável referência gastronómica que o Município de Paredes de Coura dedica o fim de semana de 3, 4 e 5 de junho à Festa da Truta, com sessões de showcooking com o chef courense Ilídio Barbosa e novas abordagens à confeção de singulares pratos com recurso a este peixe de rio, mas também os já habituais convívios de pesca, animação infantil, animação com concertinas e concertos para um fim de semana que se quer preenchido.

No que toca a concertos, na edição deste ano da Festa da Truta vamos ter o arraial com Canário e Amigos, na noite de sexta-feira, estando reservado para a noite de sábado o concerto com André Sardet, ambas as iniciativas a partir das 22h30.

Já à mesa as deliciosas trutas são servidas pelos três restaurantes que aderiram à Festa da Truta: Mouras, Miquelina e Casa do Xisto. Ingredientes mais que apelativos para um fim de semana em Paredes de Coura, que promete receber principescamente e de forma calorosa quem a visita.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE LANÇA RECEITUÁRIO DE ROBALO NO DIA NACIONAL DA GASTRONOMIA

O Município de Esposende vai editar um livro de receitas de robalo, no Dia Nacional da Gastronomia, que se assinala a 29 de maio, numa ação que decorrerá pelas 11h00, no Largo Rodrigues Sampaio, em Esposende.

Dia Nacional Gastronomia.jpg

Trata-se da edição “O Receituário do Robalo Está Aqui”, que espelha a diversidade de formas de confeção desta espécie piscícola. O livro apresenta 40 receitas, com o contributo de algumas unidades de restauração locais, do Chefe Emídio Concha de Almeida, da Escola Profissional de Esposende e do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA). Filete de Robalo com Ouriços do Mar, Robalo Escalfado com Batata Gratinada, Cataplana de Robalo com Ameijoa Macha, Filete de Robalo em Amêndoa com Puré de Couve-flor e Arroz de Camarão, Filete de Robalo Aromatizado com Citronel, são algumas das receitas que constam da publicação.

Da programação do Dia Nacional da Gastronomia, consta também um momento gastronómico com confeção de prato de robalo da responsabilidade do IPCA, harmonizando com os vinhos da Quinta de Góios, seguido de degustação. A iniciativa integra também a inauguração, no Centro de Informação Turística de Esposende, da exposição “Francisco Sampaio - Bibliografia e Iconografia”. A mostra alusiva ao antigo Presidente da Região de Turismo do Alto Minho (RTAM), falecido em dezembro de 2021, tem curadoria de Paulo Sá Machado e estará patente até ao próximo dia 20 de junho. Francisco Sampaio foi uma figura incontornável do turismo nacional, daí ter sido apelidado de Senhor Turismo, sendo que o Município de Esposende lhe fez uma justa homenagem em 2014.

Esta ação enquadra-se num amplo conjunto de ações de promoção do Município, com vista ao reforço da sua atratividade, dando continuidade à campanha de divulgação de Esposende como território de excelente gastronomia de mar. Pretende-se, igualmente, impulsionar localmente a retoma económica do turismo, consolidando a sua posição no mapa dos roteiros gastronómicos do país.

Neste contexto, decorre, ao longo deste mês, a terceira edição da iniciativa “Esposende, o Robalo Está Aqui”, com 35 restaurantes do concelho a servir à mesa variadas sugestões gastronómicas confecionadas com este apetecível peixe. Os restaurantes aderentes e as propostas gastronómicas podem ser consultados em: orobalo.visitesposende.com. Segue-se, em junho, as “Festas Juninas”.

Estas ações inserem-se no Plano de Ação para a Sustentabilidade, Crescimento e Competitividade do Turismo em Esposende – 2018_2022, o qual contempla também as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.

CULTURAS TRADICIONAL E GASTRONÓMICA PORTUGUESA BRILHAM NA SEMANA DA DIVERSIDADE CULTURAL DE ANDORRA

A semana da diversidade cultural organizada pelo Comú d’Andorra la Vella encerrou ontem a 12ª edição com um conjunto de eventos na Plaça Guillemó da capital do Principado de Andorra.

GFCP Diversidade2022 (7).jpg

Às 11h30 iniciou o desfile das entidades e países participantes pelas principais artérias de Andorra la Vella, encabeçado pelo grupo de bombos da Associação de Trás-os-Montes e Alto Douro, que concluiu na Praça Guillemó, espaço central da festa multicultural. Entre bandeiras de países como Peru, Ucrânia, Venezuela, Filipinas, Equador, Portugal e Principado de Andorra os membros do Grupo de Folclore Casa de Portugal recrearam momentos da ida ao rio para lavar a roupa, cantando à capela durante o trajeto.

Na praça aguardavam os 8 stands com gastronomia tradicional dos países representados e o inúmero público pode degustar arepas, ceviche, kulish, chicharron, siopao, gulab, pataniscas e bolinhos de bacalhau, entre outros. Em frente ao palco os “castellers” de Andorra levantaram um castelo humano e durante a tarde os países participantes apresentaram o folclore e canções típicas.

Sob um sol abrasador, o Rancho Folclorico dos Residentes do Alto Minho apresentou as suas danças e a cor garridas dos seus trajes vermelhos e mais para o fim da tarde o Grupo de Folclore Casa de Portugal subiu ao palco para apresentar o seu reportório de cânticos e danças da ribeira Lima incluindo, como novidade, a recreação da lavagem da roupa e os cânticos à capela das lavradeiras do Grupo. Enquanto isso a azafama nos stands era constante para degustar os produtos gastronômicos que os países participantes premiaram aos visitantes.

Um total de 25 entidades fizeram parte deste encontro multicultural que contou com conferencias, exposições, dança, folclore e gastronomia ao longo de toda a semana destacando a exposição de palavras “únicas” dos países participantes tendo o Grupo de Folclore Casa de Portugal escolhido a palavra “Chieira” e a Associação dos Residentes do Alto Minho, a palavra “Saudade”.

O Vereador de Cultura e Promoção Turística do Comú de Andorra la Vella, Miquel Canturri, avaliou positivamente este evento, não só para Andorra la Vella mas também para todo o país, já que “na diversidade, permite que todos possamos ser mais ricos culturalmente” e manifestou o compromisso de para o próximo ano haver uma implicação da capital para que a festa seja ainda maior e com mais protagonismo.

TonyLara Diversidade2022 (1).jpg

GFCP Diversidade2022 (8).jpg

GFCP Diversidade2022 (9).jpg

GFCP Diversidade2022 (2).jpg

GFCP Diversidade2022 (3).jpg

GFCP Diversidade2022 (4).jpg

GFCP Diversidade2022 (5).jpg

GFCP Diversidade2022 (6) (1).jpg

CHEF FAMALICENSE ÁLVARO COSTA PROPÕE ATUM COM CEREJA

Atum com cereja: a combinação improvável, mas deliciosa proposta por Álvaro Costa

Cor e aromas, numa receita de atum com cerejas e salada fresca é a proposta do Chef Álvaro Costa para apresentar este sábado, 14 de maio, pelas 16h00, no showcooking a realizar na Praça -Mercado Municipal de Famalicão.

Showcooking Chef Residente 2022 - Álvaro Costa _2

No mês da flor, em que se celebram as cores e os aromas da Primavera, Álvaro Costa brinda os visitantes da Praça com uma receita “colorida, fresca e com aromas distintos”.

A acompanhar o Chef famalicense vai estar a cantora Cristina Casto, vocalista dos Rosamate, “também ela famalicense e que à guitarra nos vai fazer companhia, cantando e acompanhando a confeção do nosso prato”.

Recorde-se que o programa “Chef Residente” tem ao longo deste ano a curadoria de Álvaro Costa, que todos os meses junta à arte de cozinhar outras artes, trazendo à Praça – Mercado Municipal um conjunto de convidados que habitualmente o acompanham, em amena cavaqueira, enquanto está na cozinha.

“Queremos que as pessoas venham, nos acompanhem a cozinhar, nos coloquem questões e, acima de tudo, desfrutem do que estamos a fazer” acrescenta Álvaro Costa.

FAMALICÃO: DIAS À MESA EM TORNO DOS ROJÕES

Rojões à minhota é o prato que vai estar em destaque durante a Festa de Maio – Flores & Trocas

Cultura e gastronomia, estão em permanente sintonia nos Dias à Mesa, e este mês de maio não é exceção. Aliada à Festa de Maio – Flores e Trocas, que decorre de 6 a 8 de maio no centro urbano de Famalicão, a partir de amanhã, e até dia 8 de maio, o destaque dos Dias à Mesa vai para os rojões, um prato da nossa região com longa tradição gastronómica e tipicamente minhoto, confecionado com ingredientes que o tornam um prato saboroso e com temperos característicos.

Rojõesfamal.jpg

Poderá saborear esta iguaria nos restaurantes aderentes - Alfa, Amaury, Casa Pêga, Churrascão do Sousa, Moutados, O Caçarola, O Prato, Páteo das Figueiras e Pensão Santo António -, e usufruir de um desconto de 10% nestes espaços de restauração, assim como em alojamentos aderentes - Casa Ana Monteiro, Casa das Cortinhas, Casa do Ribeirinho, Fascinante Orbita, Host in Olivença, Hotel Moutados, Quinta de Pindela, Quinta de S. Vicente, Saladestar, Villa Prime, Villam Natura & Spa, Vivenda Mendes, Vivenda Mendes 2, Wake Up Famalicão. A promoção não é acumulável com outros descontos e é válida mediante reserva direta nos estabelecimentos.

Recorde-se que o Dias à Mesa realiza-se ao longo de todo o ano, numa conjugação perfeita com os produtos locais e da época que enaltece os saberes e sabores de Vila Nova de Famalicão, numa parceria com restaurantes e indústria locais, atraindo apreciadores da boa cozinha regional, nos seus múltiplos formatos. O convite à degustação surge em dias específicos, e em harmonização com os melhores vinhos, conjugando a gastronomia com uma agenda de atividades muito atrativa e mobilizadora.