Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CABECEIRAS DE BASTO CONSAGRADO NA TOPONÍMIA DE MUNICÍPIO FRANCÊS

Presidente da Câmara de Cabeceiras de Basto participou na inauguração da ‘Rotunda de Cabeceiras de Basto’ em Sury-le-Comtal

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, visitou entre os dias 8 e 10 de novembro a vila de Sury-le-Comtal, em França, no âmbito da celebração do quinto aniversário da geminação com aquela localidade francesa situada no departamento do Loire.

Presidente da Câmara participou na inauguração da ‘Rotunda de Cabeceiras de Basto’ em Sury-le-Comtal (1).jpg

Acompanharam o presidente da Câmara nesta viagem, a vereadora das Geminações, Dra. Carla Lousada, o presidente da Junta de Freguesia de Bucos, Adriano Pereira, bem como a técnica superior de Turismo da Câmara Municipal, Dra. Manuela Martins.

A visita, realizada a convite do presidente de Sury-le-Comtal, teve como principal objetivo a participação na cerimónia de inauguração da ‘Rotunda de Cabeceiras de Basto’, momento que juntou muitos Cabeceirenses emigrados naquela região, autarcas locais e regionais, entre outros convidados. O ato inaugural teve lugar na tarde do passado sábado, 9 de novembro.

Na ‘Rotunda de Cabeceiras de Basto’ foi plantada uma oliveira, árvore antiga que representa “a força, a vitória, a fidelidade, a imortalidade, a esperança e a abundância”, valores considerados como símbolos desta geminação. Paralelamente, na rotunda foi colocada uma placa em ferro com o nome das duas vilas geminadas. O momento foi de grande emoção quer para os autarcas quer para os emigrantes Cabeceirenses que sentem, agora, a sua terra Natal “mais perto”.

No domingo de manhã, 10 de novembro, o presidente da Câmara e a comitiva Cabeceirense foram recebidos na Câmara de Sury-le-Comtal pelo presidente Yves Martin, pelos Conselheiros Municipais, bem como pelo ex-presidente de Sury-le-Comtal, Roger Damas, ele que esteve na origem do processo de geminação com Cabeceiras de Basto. Na oportunidade, os autarcas fizeram um balanço “muito positivo” da visita que possibilitou a aproximação, o aprofundamento e o fortalecimento dos laços de amizade, tendo sido, igualmente, traçados os objetivos futuros desta geminação que passarão, entre outros, pelo intercâmbio entre os jovens de Cabeceiras de Basto e de Sury-le-Comtal.

Durante a estadia em França, os autarcas tiveram a possibilidade de visitar o Castelo de Sury, participar na inauguração da Feira do Livro de Sury e visitar “o mais bonito mercado da França” na vila de Montbrison, também na região do Loire. O presidente da Câmara de Cabeceiras de Basto, acompanhado do ex-presidente de Sury-le-Comtal, Roger Damas, foi recebido também na Câmara de Montbrison pelo presidente Christophe Bazile.

Foi um fim de semana de trabalho profícuo que possibilitou a troca de experiências e partilha de valores, bem como o contacto com a comunidade Cabeceirense aí radicada, gentes com origem especialmente na freguesia de Bucos.

Presidente da Câmara participou na inauguração da ‘Rotunda de Cabeceiras de Basto’ em Sury-le-Comtal (2).jpg

JOVENS FRANCESES VISITAM ARCOS DE VALDEVEZ

Município arcuense recebeu jovens de Décines-Charpieu

Entre os dias 27 de outubro e 1 de novembro o Município de Arcos de Valdevez recebeu um grupo de jovens de Décines-Charpieu, da zona de Lyon, no âmbito de um intercâmbio organizado entre os dois municípios, cujo objetivo foi o de promover o espírito de solidariedade entre os jovens, sensibilizando-os para o trabalho voluntário e para uma cidadania ativa.

20191030_103334.jpg

Em Arcos de Valdevez estiveram 7 jovens franceses e 3 acompanhantes, nomeadamente uma vereadora e dois técnicos das áreas de Ação Social e Desporto, que desenvolveram diversas atividades, em articulação com a Associação Social Recreativa Juventude de Vila Fonche, Agrupamento de Escolas de Valdevez e Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez;

Este grupo teve a oportunidade de realizar passeios pelo concelho, para conhecimento dos principais pontos turísticos (Sistelo, Mezio, Paço de Giela, etc) e desenvolveram diversas atividades Comunitárias junto do público escolar e da população mais idosa.

Este intercâmbio surgiu na sequência da celebração do protocolo de cooperação entre as duas Câmaras Municipais, em 2018, em prol do desenvolvimento dos cidadãos e das regiões, acreditando-se que esta cooperação se irá traduzir em benefícios para os cidadãos e para os respetivos territórios.

20191030_154629.jpg

20191030_163934.jpg

20191031_102852.jpg

20191031_102926.jpg

A HOMENAGEM DA COMUNIDADE PORTUGUESA EM FRANÇA A GÉRALD BLONCOURT

blo.jpg

A homenagem contou com o enquadramento histórico do investigador Daniel Bastos (dir.), que organizou dois livros com as fotografias de Bloncourt, assim como dos testemunhos da socióloga das migrações Maria-Beatriz Rocha Trindade (centro), e do dirigente associativo Parcídio Peixoto (esq.)

 

No passado dia 26 de outubro, a Comunidade Portuguesa em França, no âmbito do primeiro aniversário do falecimento de Gérald Bloncourt, promoveu uma cerimónia pública de homenagem ao consagrado fotógrafo que imortalizou a história da emigração portuguesa para terras gaulesas nos anos 60.

A sessão, que decorreu no Museu Nacional da História da Imigração em Paris, um espaço carregado de enorme simbolismo onde é evidenciado o papel estruturante dos imigrantes no desenvolvimento económico, social e cultural da França, como é o caso dos portugueses, uma das principais comunidades estrangeiras estabelecidas no território gaulês, teve como principais mentores os dirigentes associativos Manuel Vaz, do Comité Aristides de Sousa Mendes, e Parcídio Peixoto, Presidente da Associação Memória das Migrações.

Pautada pela emoção e saudade, a homenagem a título póstumo congregou a presença de vários amigos e familiares de Gérald Bloncourt, em particular da sua esposa, Isabelle Repiton, companheira de vida e responsável do acervo que assegura a preservação da memória do fotojornalista, pintor e poeta. Assim como, de autoridades diplomáticas, representantes de associações, artistas e órgãos de comunicação social da comunidade lusa em França, e muitos admiradores do fotógrafo franco-haitiano que teve o condão de retratar as duras condições de vida dos descendentes dos grandes navegadores nos bidonvilles e o nascimento da democracia em Portugal.

No decurso da homenagem pública, abrilhantada pelo som da guitarra portuguesa interpretada por membros da Associação Gaivota, dedicada à disseminação e preservação do fado em França, e enriquecida pela projeção de fotografias e de um documentário alusivo à vida e obra de Gérald Bloncourt, foram vários os testemunhos emotivos de pessoas que conviveram com o antigo fotojornalista e colaborador de jornais de referência no campo social e sindical.

Uma vida e obra marcada pela defesa universal da solidariedade entre os povos, paradigmaticamente singularizada no olhar humanista e de compromisso que assumiu com os emigrantes lusos nos bairros de lata em Paris, e que se revelou fundamental na perpetuação da memória dos protagonistas anónimos da história portuguesa que lutaram aquém e além-fronteiras pelo direito a uma vida melhor e à liberdade.

TERRAS DE BOURO ACOLHEU COMITIVA DE SAINT ARNOULT-EN-YVELINES (FRANÇA)

No fim de semana de 12 e 13 de outubro e no âmbito do processo de geminação que existe entre as duas localidades desde 2004, uma comitiva de autarcas franceses de Saint Arnoult-en-Yvelines, efetuou uma visita de cortesia e cooperação a Terras de Bouro.

20191012_123958-01.jpeg

A localidade francesa regista uma forte implantação de emigrantes portugueses, nomeadamente, terrabourenses, sendo que, a  delegação que esteve no nosso concelho realizou, em conjunto com as respetivas famílias  de acolhimento, uma série de atividades de caráter turístico e cultural. Mais uma vez, a iniciativa teve por objetivo a aproximação social e cultural das duas comunidades, apostando no aprofundamento e desenvolvimento de um espírito europeu que se quer marcante e multifacetado.

20191012_151031(0)-01.jpeg

20191012_154828.jpg

20191012_164725.jpg

IMG-20191014-WA0000 (1).jpg

20191011_150439.jpg

20191012_121827.jpg

20191012_121948.jpg

20191012_123938-01.jpeg

ARCOS DE VALDEVEZ E MUNICÍPIO FRANCÊS DE DÉCINES-CHARPIEU PROMOVEM INTERCÂMBIO

Município arcuense e Município de Décines-Charpieu promovem intercâmbio de jovens

Foi em 2018 que o Município arcuense e o de Décines-Charpieu, da zona de Lyon, viram as suas relações de aproximação formalizadas, através da celebração de um protocolo de cooperação entre as duas Câmaras Municipais em prol do desenvolvimento dos cidadãos e das regiões.

Este protocolo que veio fortalecer a proximidade e a união entre a comunidade francesa e a comunidade portuguesa, acreditando-se que esta cooperação se irá traduzir em benefícios para os cidadãos e para os respetivos territórios.

É neste seguimento que ambos os municípios estão a organizar um intercâmbio de jovens, que decorrerá entre os dias 27 de outubro a 1 de novembro, cujo objetivo é promover o espírito de solidariedade entre os jovens, sensibilizando-os para o trabalho voluntário e para uma cidadania ativa.

A Arcos de Valdevez virão 7 jovens franceses e 3 acompanhantes que irão desenvolver diversas atividades, em articulação com a Associação Social Recreativa Juventude de Vila Fonche, Agrupamento de Escolas de Valdevez e Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez;

Espera-se que esta cooperação seja um forte meio de valorização do saber fazer, saber estar e saber ser, das duas culturas, e, ao mesmo tempo que sirva para a promoção das potencialidades dos dois concelhos.

FOLAR LIMIANO COM REPRESENTANTE EM PARIS (DRANCY)

O Folar Limiano, especialidade gastronómica de Ponte de Lima fruto de pesquisas e sabores selecionados pelo Chef Vítor Lima, com estabelecimento na Rua Salvato Feijó (urbanização da Baldrufa), acaba de nomear um seu representante na região de Paris.

14102019.jpg

A escolha recaiu na Churrasqueira de Drancy, cidade dos subúrbios da capital francesa e próxima do aeroporto Charles de Gaulle, propriedade de D. Glória da Silva, conselheira municipal da localidade e emérita Presidente da Direcção da ADAP (Associação dos Amigos de Portugal em Drancy), uma activa quão respeitada colectividade representativa da cultura popular portuguesa naquela cidade. Trata-se de um espaço comercial de referência, pelos pratos diários de culinária portuguesa, assim como alguns doces fabricados por pasteleiro português nas redondezas, como pastéis de nata e bolas de Berlim.

Como sucesso na primeira entrega de Folar Limiano que decorreu no passado Sábado, 12 do corrente, com novas encomendas já recebidas, está previsto um novo envio do produto para o próximo fim de semana, com chegada provável pelas 13,00 h locais de Sábado, 19 de Outubro.

Concebido como uma Bola de carnes, cuja massa é molhada em vinho branco Loureiro de Ponte de Lima e recheio de vários enchidos, o Folar Limiano é cada vez mais um “embaixador” da região dentro e fóra do país. A sua distribuição regular centra-se a norte do Porto, Lisboa e por vezes Espanha e Luxemburgo.

Agora, está agendada a entrega com mais regularidade em França, onde já existem apreciadores para dezenas de pedidos semanais, registe-se.

Depois das desaparecidas LIMIANAS da Pastelaria de S. João, das Castanholas e Bolinhos de Trás da Matriz, da Vilar, e os Manjericos da Bijou, o Folar Limiano apresenta-se como  a primeira especialidade de salgado/doce a conquistar a Europa; depois de Paris, o Chef Vítor Lima, pretende expandir o produto á capital europeia, com agendamento de uma degustação em Bruxelas em data oportuna!

Fonte: Tito Morais / https://www.luso.eu/