Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VIANA DO CASTELO: MILITARES VIGIAM SERRA DE SANTA LUZIA DURANTE PERÍDO CRÍTICO DE INCÊNDIOS FLORESTAIS

GCI_4795.jpg

À semelhança do que tem acontecido nos últimos anos, os Militares do Exército da Escola dos Serviços da Póvoa do Varzim estão a vigiar a Serra de Santa Luzia até dia 30 de setembro. O protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Escola dos Serviços, hoje assinado, inclui ações de vigilância e patrulhamento em Santa Luzia, numa ação preventiva que teve início em 2011.

Após a assinatura do protocolo, o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, referiu que esta é uma colaboração “regular, relevante e profícua”, tendo em conta que a segurança “é um bem maior da sociedade”.

“Levamos muito a sério a Proteção Civil, especialmente em períodos de maior promoção de eventos e de aumento do número de visitantes”, indicou o autarca, referindo que a parceria entre o Município e o Exército tem por objetivo “uma missão significativa que tem produzido resultados depois de momentos dramáticos vividos no passado”.

Já o Comandante da Escola dos Serviços, Coronel Carlos Guedes, recordou que esta colaboração entre as duas entidades iniciou há 13 anos, numa “necessidade” que foi identificada após incêndios no Verão de 2005 e 2010 que, entre outros locais, atingiram a Serra de Santa Luzia.

O protocolo, em vigor durante o período crítico de incêndios florestais, serve, assim, para “salvaguardar este importante património natural”, impondo patrulhamento diário, operações de vigilância e defesa da floresta, contando com a colaboração de 7 militares afetos à vigilância.

À semelhança dos anos transatos, e considerando que os incêndios rurais são uma preocupação constante, em especial na Serra de Santa Luzia que, pelo crescimento da vegetação aliado ao grande período sem ocorrências de incêndios, é considerado um dos locais mais críticos do concelho, é dada continuidade à colaboração com os militares.

O protocolo tem como objetivo assegurar o patrulhamento florestal na serra de Santa Luzia numa perspetiva dissuasora e de vigilância, contribuindo para a redução do número de comportamentos de risco nesta área, assim como para reduzir o tempo de deteção e resposta a incêndios rurais.

A Escola de Serviços compromete-se, assim, a disponibilizar viatura e militares para operações de vigilância, mantendo permanentemente informadas as entidades responsáveis (Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil do Alto Minho e/ou Companhia de Bombeiros Sapadores de Viana do Castelo), comunicando-lhes, de imediato, qualquer ocorrência digna de registo.

Já a Câmara Municipal de Viana do Castelo compromete-se a fornecer os meios materiais necessários ao cumprimento da missão, comparticipando encargos decorrentes das atividades de vigilância, entre outras obrigações.

A Câmara Municipal apela ainda para que, em caso de incêndio, ligue de imediato 112, ou em alternativa, para a Central da Companhia de Bombeiros Sapadores de Viana do Castelo, através do seguinte contacto: 258 840 400.

GCI_4708.jpg

GCI_4720.jpg

GCI_4731.jpg

GCI_4740.jpg

GCI_4743.jpg

GCI_4749.jpg

GCI_4786.jpg

BANDA DA ARMADA E ETNOGRÁFICO DE VILA PRAIA DE ÂNCORA ABRILHANTARAM ONTEM AS COMEMORAÇÕES DA ELEVAÇÃO DE GONTINHÃES A VILA PRAIA DE ÂNCORA

450548547_943193517851762_5977773293776891088_n.jpg

Ontem à noite teve lugar a cerimónia protocolar do Centenário da elevação de Gontinhães a Vila Praia de Âncora, com a participação de associações e entidades da Vila, terminando o programa do dia de aniversário com um grande concerto da Banda da Armada.

Organização: Comissão Organizadora das Comemorações do Centenário da Elevação de Gontinhães a Vila Praia de Âncora.

450395060_943191861185261_3054004315235676297_n.jpg

450397151_943193491185098_2288311954195033934_n.jpg

450398850_943193597851754_878435550489849953_n.jpg

450398973_943193421185105_9053705699437433349_n.jpg

450400363_943192444518536_1323405766761908168_n.jpg

450400500_943192704518510_6954498692690912545_n.jpg

450405208_943192134518567_8979865384210060304_n.jpg

450405556_943193044518476_7944002203983891134_n.jpg

450410946_943191691185278_4855622043834852091_n.jpg

450479970_943192897851824_2255275279191930139_n.jpg

450488100_943191814518599_6347970232279275953_n.jpg

450539840_943191627851951_1501514451348757194_n.jpg

450539878_943192151185232_629742293640653788_n.jpg

450540805_943192824518498_7512534359925243987_n.jpg

450540826_943192264518554_8976386632627759733_n.jpg

450542045_943192227851891_7711266857578134251_n.jpg

450543575_943192497851864_1293166705809453541_n.jpg

450645341_943192364518544_8838115655469600129_n.jpg

COMEMORAÇÕES DO 315º ANIVERSÁRIO DO REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6 PASSARAM POR MONÇÃO

449073748_862908292529409_3317744765078463261_n.jpg

Militares daquele regimento e duas viaturas Pandur estiveram, esta manhã, em Monção

No âmbito das Comemorações do 315º Aniversário de Regimento de Cavalaria Nº6, vários militares daquela unidade, transportados em duas viaturas Pandur, estiveram, esta manhã, durante uma hora, na Praça Deu-la-Deu Martins.

Além de assinalar a data, a passagem por Monção, que acontece nos demais concelhos da região, teve como finalidade sensibilizar a população local para a vida militar, através de um maior contacto com os militares, viaturas e equipamentos.

Recorde-se que o RC6 foi criado em Chaves, em 1709, com o nome de Regimento de ‘Dragões de Trás-os-Montes’, tendo sido transferido para Braga, em 1808, com a reorganização do Exército Portguês para fazer face às Invasões Francesas.

Mais de século e meio depois, em 1979, o Regimento de Cavalaria N.º 6 passa a utilizar as instalações do então extinto Regimento de Infantaria n.º 8, fixando-se, a partir dessa data, nas atuais instalações do Quartel do Areal, na freguesia de S. Vicente.

449074316_862908282529410_1692093157899233702_n.jpg

449139337_862908235862748_2030539262816444936_n.jpg

EXÉRCITO PORTUGUÊS PARTICIPOU EM GUIMARÃES NAS COMEMORAÇÕES DA BATALHA DE S. MAMEDE

448887645_922755989895552_7961309412413350615_n.jpg

896 anos do “Dia Um de Portugal”

A Cidade de Guimarães assinalou, ao final do dia de ontem, os 896 anos da Batalha de S. Mamede, o dia que marcou o nascimento da Nação Portuguesa

Das festividades, destacam-se a participação do Exército na Cerimónia de Homenagem aos Mortos, junto à Estátua de D. Afonso Henriques, onde foram impostas condecorações a antigos combatentes, e na Sessão Solene evocativa, realizada no Campo de S. Mamede.

A Batalha de São Mamede, ocorrida em 24 de junho de 1128, marcou o inicio da demarcação nacional e territorial, representando um momento singular da História de Portugal, reconhecido como "a primeira tarde portuguesa".

Desde sempre a honrar Portugal!

Fotos e fonte: Exército Português

448913589_922756016562216_5751977310125040772_n.jpg

448925123_922756249895526_4672583824415226044_n.jpg

448944032_922756043228880_3532824684069183323_n.jpg

449027496_922756089895542_4705647087397561445_n.jpg

449129816_922756213228863_4681483332385891452_n.jpg

MUNICÍPIO DE GUIMARÃES DISTINGUE EXÉRCITO PORTUGUÊS COM A MEDALHA DE HONRA

449050093_922728863231598_9022233699080395206_n.jpg

Numa sessão solene presidida pelo Ministro da Educação, Ciência e Inovação, Professor Doutor Fernando Alexandre, realizada ontem à noite, no âmbito das comemorações do 896.º aniversário da Batalha de São Mamede, o Município de Guimarães distinguiu o Exército com a mais alta condecoração municipal, a Medalha de Honra do Município, conferindo-lhe o estatuto de Entidade Benemérita de Guimarães

O Presidente da Câmara de Guimarães, Dr. Domingos Bragança, valorizou o impacto positivo do Exército na cidade de Guimarães, extensível ao resto do país, reconhecendo o trabalho desenvolvido a favor de um bem coletivo.

Com o Castelo de Guimarães em pano de fundo, o Vice-Chefe do Estado-Maior do Exército, Tenente-General Maia Pereira, transmitiu o "sentido de honra" com esta distinção, destacando a relação de cooperação e de amizade entre o Município Vimaranense e o Exército

O dia 24 de junho de 1128 ficou conhecido como o "Dia Um" da fundação de Portugal e a primeira "tarde portuguesa", abrindo caminho para o país com as fronteiras mais antigas da Europa e do Mundo

Fonte: Exército Português

449133345_922728926564925_5404449821480891472_n.jpg

449258660_922738536563964_771019056845583654_n.jpg

REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6 FAZ DEMONSTRAÇÃO DE MEIOS EM ARCOS DE VALDEVEZ

No âmbito das Comemorações do 315º Aniversário de Regimento de Cavalaria Nº6, e de forma a estreitar os laços entre esta Instituição e a população do Município de Arcos de Valdevez, o Regimento de Cavalaria Nº6 realizou uma demonstração dos meios que o Exército tem à sua disposição.

Esta atividade, que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, consistiu na passagem de uma coluna militar de 4 viaturas pelo Município, com paragem, de forma a permitir à população interagir com os militares, viaturas e equipamentos.

Esta ação foi alvo de grande interesse, tendo contado com bastante participação da população que durante a demonstração interagiu com os militares, entrou nas viaturas e observou os equipamentos.

Esta interação permitiu à população local conhecer de perto o trabalho e os equipamentos utilizados pelo regimento de Cavalaria n.º6 sediado em Braga.

COLUNA MILITAR DO REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6 DE BRAGA PASSOU POR TERRAS DE BOURO

20240618_150419 (002).jpg

A tarde do dia 18 de junho foi de “honras militares” na sede do concelho. Os militares do Regimento de Cavalaria nº6 de Braga foram recebidos pela Sra. Vereadora Ana Genoveva na Praça do Município. No âmbito das Comemorações do 315ºAniversário do Regimento de Cavalaria Nº6, sediado em Braga, uma coluna militar constituída por vários veículos de combate e transporte deslocou-se à Vila de Terras de Bouro onde, para gáudio da população, nomeadamente, das crianças, realizou uma breve exposição em frente à câmara municipal do material militar que compunha a guarnição que se tem deslocado pelo território minhoto numa interação de aproximação com a instituição do Exército Português. Esta jornada, que se saúda, tem um especial significado principalmente neste ano em que se assinalam os 50 anos do “25 de abril”.

O Regimento de Cavalaria N.º 6 (RC6) apronta o Grupo de Reconhecimento do Comando da Brigada de Intervenção e tem, resumidamente, entre outras competências: Garantir a segurança da unidade;  Incorporar os militares destinados aos regimes de voluntariado e de contrato; Efetuar ações no âmbito da divulgação do serviço militar e do recrutamento; Participar na defesa terrestre do território nacional, de acordo com as missões que lhe sejam cometidas em planos operacionais; Colaborar em ações de apoio ao desenvolvimento e bem-estar da população, conforme lhes for determinado e cumprir outras missões ou realizar outras tarefas que lhes sejam cometidas superiormente.

20240618_141408 (002).jpg

20240618_141443 (002).jpg

20240618_141539 (002).jpg

20240618_141616(0) (002).jpg

20240618_142303 (002).jpg

20240618_142600 (002).jpg

20240618_143518 (003).jpg

20240618_144122 (002).jpg

20240618_144744 (002).jpg

20240618_145050 (002).jpg

20240618_150406 (004).jpg

GUIMARÃES HOMENAGEOU EX-COMBATENTES DO ULTRAMAR

448813353_792862256369985_8205151905564876462_n.jpg

Foi ontem inaugurado o monumento que assinala a homenagem da vila de S. Torcato aos Ex-Combatentes do Ultramar, uma cerimónia que contou com a presença de Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal, José João Torrinha, presidente da Assembleia Municipal, e vereadores do Executivo Municipal.

Alberto Martins, presidente da Junta de Freguesia de S. Torcato, destacou o sacrifício devotado à Pátria por todos quantos combateram no Ultramar, não esquecendo os Torcatenses, e referiu que a História de Portugal deve ser lembrada com orgulho.

Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal, lembrou o quão importante é trazer o passado ao presente, sobretudo numa altura em que Guimarães celebra o Dia Um de Portugal, a Batalha de São Mamede que teve lugar em 24 de Junho de 1128. “Estamos a celebrar Portugal a partir de Guimarães“, disse.

O monumento, esculpido por José Silva, foi realizado com Pedra Fina, um granito local que, segundo o artista, traz à memória a dureza e brutalidade da guerra.

448815038_792862399703304_7360282344095126234_n.jpg

448853453_792862879703256_4532994153057145721_n.jpg

448864423_792862596369951_7298027916014840908_n.jpg

448884507_792862476369963_7049574539201488087_n.jpg

448914715_792862789703265_5228300601877086633_n.jpg

448932656_792862983036579_6858135528850019475_n.jpg

CAMINHA RECEBEU O REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6

448698210_923788279792286_5811333919644932351_n.jpg

No âmbito das comemorações do 315º aniversário de Regimento de Cavalaria Nº 6 e de forma a estreitar os laços com a população do Município de Caminha, aquela unidade militar realizou ontem uma demonstração dos meios que o Exército tem à sua disposição.

Esta atividade consistiu na passagem de uma coluna militar de quatro viaturas pelo Município, com paragem de 30 minutos no Largo Pontault Combault (junto à GNR de Caminha), permitindo à população interagir com os militares, viaturas e equipamentos.

As viaturas, armas e equipamentos despertaram a curiosidade dos mais jovens, num contato próximo com as Forças Armadas Portuguesas que certamente vão recordar para a vida.

O regimento de Cavalaria de Bragança foi criado pelo decreto de 20 de Agosto de 1715.

Passou a designar-se regimento de Cavalaria n.º 6 pelo decreto de 19 de Maio de 1806.

Em 22 de Dezembro de 1807 foi licenciado por ordem de Junot, integrando o 2.º Regimento de Cavalaria da futura Legião Portuguesa, comandado pelo coronel Alberto Xavier da Fonseca Coutinho e Póvoas.

Em 20 de Junho de 1808 foi mandado reunir no Porto, por ordem da Junta Provisional do Supremo Governo do Reino, do Porto, e em 14 de Outubro foi formalmente restabelecido.

O Regimento recrutava na vila de Montalegre, da Comarca de Bragança, e nas vilas de Lordelo, Ervedo, São-Mamede de Riba-Tua, Alijó, Favaios e Honra dos Galegos, da Comarca de Vila Real.

448661553_923788336458947_5104729378356541217_n.jpg

448696244_923788763125571_7697087065383610152_n.jpg

448697846_923788593125588_7728607296497709341_n.jpg

448701537_923788559792258_9143341946286301773_n.jpg

448721837_923788326458948_2130728401697358947_n.jpg

448735712_923788489792265_6425598351748594050_n.jpg

448810102_923788329792281_6007968509548191824_n.jpg

448822990_923788606458920_4224338785795370895_n.jpg

PONTE DE LIMA VÊ PASSAR NO CENTRO HISTÓRICO AS VIATURAS DE COMBATE DO REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6

448406339_459913846788002_6873775620148939048_n.jpg

No âmbito das comemorações do 315º aniversário do Regimento de Cavalaria Nº 6 e de forma a estreitar os laços com a população do Município de Ponte de Lima, circularam esta amanhã, no centro histórico da vila limiana uma demonstração dos meios que o Exército tem à sua disposição.

Esta atividade consiste na passagem de uma coluna militar de quatro viaturas pelo Município, com paragem de 30 minutos, permitindo à população interagir com os militares, viaturas e equipamentos.

O regimento de Cavalaria de Bragança foi criado pelo decreto de 20 de Agosto de 1715. Passou a designar-se regimento de Cavalaria n.º 6 pelo decreto de 19 de Maio de 1806.

Em 22 de Dezembro de 1807 foi licenciado por ordem de Junot, integrando o 2.º Regimento de Cavalaria da futura Legião Portuguesa, comandado pelo coronel Alberto Xavier da Fonseca Coutinho e Póvoas.

Em 20 de Junho de 1808 foi mandado reunir no Porto, por ordem da Junta Provisional do Supremo Governo do Reino, do Porto, e em 14 de Outubro foi formalmente restabelecido.

O Regimento recrutava na vila de Montalegre, da Comarca de Bragança, e nas vilas de Lordelo, Ervedo, São-Mamede de Riba-Tua, Alijó, Favaios e Honra dos Galegos, da Comarca de Vila Real.

CAMINHA RECEBE AMANHÃ O REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6

regimento de cavalaria.jpg

No âmbito das comemorações do 315º aniversário de Regimento de Cavalaria Nº 6 e de forma a estreitar os laços com a população do Município de Caminha, será realizada amanhã, pelas 13h00, no Largo Pontault Combault (junto à GNR de Caminha) uma demonstração dos meios que o Exército tem à sua disposição.

Esta atividade consiste na passagem de uma coluna militar de quatro viaturas pelo Município, com paragem de 30 minutos, permitindo à população interagir com os militares, viaturas e equipamentos.

O regimento de Cavalaria de Bragança foi criado pelo decreto de 20 de Agosto de 1715.

Passou a designar-se regimento de Cavalaria n.º 6 pelo decreto de 19 de Maio de 1806.

Em 22 de Dezembro de 1807 foi licenciado por ordem de Junot, integrando o 2.º Regimento de Cavalaria da futura Legião Portuguesa, comandado pelo coronel Alberto Xavier da Fonseca Coutinho e Póvoas.

Em 20 de Junho de 1808 foi mandado reunir no Porto, por ordem da Junta Provisional do Supremo Governo do Reino, do Porto, e em 14 de Outubro foi formalmente restabelecido.

O Regimento recrutava na vila de Montalegre, da Comarca de Bragança, e nas vilas de Lordelo, Ervedo, São-Mamede de Riba-Tua, Alijó, Favaios e Honra dos Galegos, da Comarca de Vila Real.

CELORICO DE BASTO RECEBEU REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6

regimento de cavalaria.jpg

Demonstração de meios do Regimento de Cavalaria nº6 atraiu a população a Gandarela de Basto e proporcionou momentos de alegria aos alunos do Centro Escolar de Gandarela e aos alunos do 1º ciclo do Centro Escolar da Mota.

No âmbito das comemorações do 315º aniversário do Regimento de Cavalaria nº6, uma coluna militar de quatro viaturas esteve ontem, 18 de junho, mais de uma hora em frente ao centro escolar da Gandarela, na praça D. António Ribeiro. Um momento que atraiu a comunidade, curiosa para ver as viaturas e os equipamentos e divertiu os alunos que puderam ver de perto alguns dos meios de uma das unidades mais antigas e prestigiadas do Exército Português.

A iniciativa decorreu na Gandarela, local escolhido pelo Executivo Municipal, na ótica de “descentralizar as atividades desenvolvidas neste concelho. “Queríamos que a comunidade e as nossas crianças usufruíssem o máximo de tempo desta iniciativa, uma ação inovadora e que passa pela primeira vez por este concelho, pelo roteiro que nos apresentaram o local ideal para os acolher seria aqui na Gandarela. Para nós, é importante descentralizar as iniciativas e permitir que as populações mais distantes da sede do concelho possam usufruir, também de ações como esta” assegura Maria José Marinho, Vereadora da Câmara Municipal de Celorico de Basto. “É uma forma diferente de comemorar 315 anos do regimento proporcionando às populações o contacto direto com o regimento de cavalaria nº6”.

Durante a demonstração, população e alunos puderam interagir com os militares, entrar nas viaturas, observar os equipamentos. Disse-nos o 1º Sargento, Luís Meneses que “é importante esta interação com a população civil. Este roteiro pelos concelhos está integrado nas comemorações dos 315 anos deste regimento, passamos por locais onde temos maior influência e para onde somos mobilizados para a prevenção e vigilância contra incêndios florestais”. Ao mesmo tempo, são ações distintas da capacitação e treino dos militares, mas que “fomentam o gosto nos jovens para que, quem sabe, sigam a carreira militar”.

Esta foi uma oportunidade única para as crianças que viveram o momento com curiosidade. Fábio Borges, do 2º ano, aluno presente nesta demonstração, disse-nos que já tinha visto estes veículos em outra circunstância mas “nunca tinha entrado dentro dos carros, e as armas, e os capacetes, são incríveis, mas eu gostava de ser piloto da força aérea”. Um momento de interação proporcionado pelos militares que perimiram que as crianças desfrutassem de cada instante.

Esta interação permitiu à população local conhecer de perto o trabalho e os equipamentos utilizados pelo regimento de Cavalaria nº6 sediado em Braga.

image4.jpg

imagem2 (2).jpg

imagem2 (3).jpg

imagem3 (2).jpg

CÂMARA MUNICIPAL DE VIEIRA DO MINHO RECEBE EXPOSIÇÃO DO REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6

1 (12).JPG

Ontem, dia 18 de junho, no âmbito das comemorações do 315º aniversário do Regimento de Cavalaria Nº6, a Câmara Municipal de Vieira do Minho foi palco de uma exposição dos meios e capacidades do Exército Português. Este evento único permitiu à população local conhecer de perto o trabalho e os equipamentos utilizados pelas forças militares do país.

A exposição, que teve lugar às 11h00 na praça em frente aos Paços do Concelho, proporcionou durante 30 minutos a oportunidade para os habitantes e visitantes observarem de perto os veículos militares e interagirem com os militares presentes. Os participantes puderam conhecer melhor o Regimento de Cavalaria Nº6, uma das unidades mais antigas e prestigiadas do Exército Português.

O presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso, esteve presente para cumprimentar os elementos do exército e felicitá-los pelos 315 anos de dedicação ao serviço. António Cardoso destacou a importância desta iniciativa: "É uma honra para o nosso município receber esta exposição. É uma oportunidade ímpar para os nossos cidadãos, especialmente os mais jovens, verem de perto o trabalho das nossas forças armadas e aprenderem mais sobre a sua importância na defesa e segurança do nosso país."

Os visitantes tiveram a oportunidade de dialogar com os soldados, que estavam disponíveis para responder a perguntas e compartilhar suas experiências no serviço militar. Além disso, houve explicações sobre os diversos equipamentos em exposição, proporcionando uma visão abrangente das capacidades do Exército Português.

A exposição também contou com a visita de alunos do concelho, que puderam aprender mais sobre o trabalho e a história do regimento.

MUNICÍPIO DE BRAGA E REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6 CELEBRAM PROTOCOLO NO ÂMBITO DA PREVENÇÃO E VIGILÂNCIA DE INCÊNDIOS

448750292_918428010325475_4868353226130929305_n.jpg

O Município de Braga e o Regimento de Cavalaria n.º 6 assinaram esta Terça-feira, 18 de Junho, um protocolo de colaboração no âmbito da prevenção e vigilância contra os incêndios florais. A cerimónia, realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, contou com a presença do vereador da Protecção Civil, Altino Bessa, e do comandante do RC6, coronel de cavalaria José Pedro Mataloto.

Altino Bessa destaca a importância da colaboração do Exército que vão ajudar a realizar acções de vigilância no território concelhio. “A presença dos militares no terreno é uma mais-valia na preservação da riqueza florestal do Concelho”, referiu o vereador.

A par do RC6, o Dispositivo Municipal de Vigilância e 1.ª Intervenção integra meios da Divisão Protecção Civil, Direcção Municipal de Obras e Serviços Municipais, Sapadores Bombeiros, Bombeiros Voluntários, Sapadores Florestais, Polícia Municipal, Unidades Locais de Protecção Civil de Pedralva, Sobreposta, Este (S. Mamede e S. Pedro) e Lomar e Arcos, PSP e GNR.

448406868_918428020325474_4962154036913528550_n.jpg

448523002_918428060325470_4001757442621586212_n.jpg

VILA VERDE RECEBE DEMONSTRAÇÃO PÚBLICA DE MEIOS DE COMBATE DO REGIMENTO DE CAVALARIA Nº6

448585919_504152458630963_2543572670957417597_n.jpg

𝐂𝐨𝐥𝐮𝐧𝐚 𝐦𝐢𝐥𝐢𝐭𝐚𝐫 𝐝𝐨 𝐑𝐂𝟔 𝐚𝐩𝐫𝐞𝐬𝐞𝐧𝐭𝐚-𝐬𝐞 𝐚𝐦𝐚𝐧𝐡𝐚̃ 𝐞𝐦 𝐕𝐢𝐥𝐚 𝐕𝐞𝐫𝐝𝐞

No âmbito das comemorações do 315ª aniversário, o Regimento de Cavalaria Nº6 organiza esta quarta-feira, no centro de Vila Verde, uma demonstração pública de meios de combate do Exército.

Uma coluna militar, integrando quatro viaturas de combate, atravessar a sede do concelho, concentrando-se às 12h30 na Praça de Santo António, para uma ação aberta ao contacto com o público.

O objetivo é permitir à população – de diferentes gerações – interagir com os militares, viaturas e equipamentos, de forma a estreitar os laços entre a instituição militar sediada em Braga e os cidadãos.

CÂMARA MUNICIPAL DE VIEIRA DO MINHO RECEBE EXPOSIÇÃO DE MEIOS DO REGIMENTO DE CAVALARIA Nº 6

No âmbito das Comemorações do 315º Aniversário do Regimento de Cavalaria Nº6, a Câmara Municipal de Vieira do Minho vai receber uma exposição dos meios e capacidades do Exército Português. Este evento proporcionará uma oportunidade única para a população local conhecer de perto o trabalho e os equipamentos utilizados pelas forças militares do país.

A exposição ocorrerá no dia 18 de junho, pelas 11H00, na praça em frente aos Paços do Concelho. Durante 30 minutos, os habitantes e visitantes poderão observar de perto os veículos militares e interagir com os militares presentes, conhecendo melhor o Regimento de Cavalaria Nº6, uma das unidades mais antigas e prestigiadas do Exército Português.

O presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso, destacou a importância desta iniciativa: "É uma honra para o nosso município receber esta exposição. É uma oportunidade ímpar para os nossos cidadãos, especialmente os mais jovens, verem de perto o trabalho das nossas forças armadas e aprenderem mais sobre a sua importância na defesa e segurança do nosso país."

Os visitantes terão a chance de dialogar com os soldados, que estarão disponíveis para responder a perguntas e compartilhar suas experiências no serviço militar. Além disso, haverá explicações sobre os diversos equipamentos em exposição, proporcionando uma visão abrangente das capacidades do Exército Português.

Este evento promete ser um marco nas celebrações do aniversário do regimento, proporcionando um momento de interação entre a comunidade local e o Exército Português, reforçando os laços de respeito e admiração pelas forças militares.

A Câmara Municipal convida todos os munícipes e visitantes a comparecerem e participarem deste evento histórico, celebrando assim os 315 anos de dedicação e serviço do Regimento de Cavalaria Nº6.

-_POST_cavalaria.jpg