Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MORREU ROMEU GOMES VIEIRA – O ASSOCIATIVISMO COURENSE ESTÁ DE LUTO!

Faleceu hoje Romeu Gomes Vieira, fundador da Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Paredes de Coura.

Ao longo da sua vida foi um dedicado colaborador do Orfeão, Teatro, Grupo Etnográfico e dos cortejos etnográficos de Paredes de Coura. Um cidadão que sempre prestigiou a terra que o viu nascer – Paredes de Coura!

139640148_2752700754990844_6287632461473526853_o.j

PANDEMIA FAZ ESTRAGOS – ALGUNS GRUPOS FOLCLÓRICOS PONDERAM EXTINÇÃO!

Chega ao nosso conhecimento que diversos grupos folcóricos estão a considerar a sua dissolução em virtude do prolongamento das medidas sanitárias face ao Covid-19 que impossibilitam a sua actividade. Entre eles encontram-se lamentavelmente alguns que se encontram sediados na região de Lisboa e têm o Minho como ponto de referência.

Na expectativa de que os mesmos consigam ultrapassar as presentes dificuldades, abstemo-nos por enquanto de revelar a sua identidade, garantindo aos mesmos o apoio que estiver ao nosso alcance.

Depois da tempestade regressará a bonança!

FALECEU ABÍLIO COSTA - CIDADÃO DE MÉRITO DE VIANA DO CASTELO E DIRIGENTE DO GRUPO FOLCLÓRICO DE SANTA MARTA DE PORTUZELO

Voto de Pesar a Abílio Costa

Foi aprovado por unanimidade, no passado dia 29 de dezembro, na Assembleia de Freguesia, por proposta da bancada do PSD, um voto de pesar a Abílio Costa. Da mesma forma o Executivo, em reunião realizada a 5 de janeiro de 2021, aprovou, também, um voto de pesar. Os mesmos foram enviados à família e ao Grupo Folclórico de Santa Marta de Portuzelo.

Voto de Pesar a Abílio Costa.jpg

Abílio da Assunção de Oliveira e Costa, faleceu com 91 anos no passado dia 6 de dezembro de 2020, natural de Santa Marta de Portuzelo. Apesar de morar em Afife, foi na sua terra natal que desenvolveu grande parte da sua atividade profissional e social. Figura incontornável do panorama folclórico Vianense e Nacional, torna-se diretor do Grupo Folclórico de Santa Marta de Portuzelo em 1972.

Foi membro da direção da Federação do Folclore Português desde a sua fundação, de 1977 até 1996 e exerceu as funções de Secretário da Junta de Freguesia em 1965 e de 1968 a 1971, tendo sido Presidente da Junta de 1971 a 1974. Em 1997 foi considerado pela Câmara Municipal de Viana do Castelo Cidadão de Mérito e em 2012 o Executivo da Junta de Freguesia atribui-lhe o Prémio Vida.

Deixa, assim, um legado de participação pública pelo seu percurso político, associativo, cultural e social e uma marca nos projetos e obras que deixa e que ajudou a construir.

COVID-19: O FOLCLORE PODE ESPERAR!

Tal como previmos, em 2021 prosseguirão as medidas de confinamento, os decretos de estados de excepção e as medidas sanitárias.

senhoraminho.jpg

Festividades como o Carnaval já estão a ser canceladas e é muito pouco provável que as tradicionais festas e romarias e os festivais de folclore venham a ter lugar neste ano. Na melhor das hipóteses, as colectividades – casas regionais e grupos folclóricos – regressarão à actividade (quase) normal durante o próximo ano.

Entretanto, a pandemia vai fazendo os seus estragos, deixando para trás muitas associações culturais e desmobilizando muitas pessoas que têm vindo a engrossar as suas fileiras em prol das nossas tradições.

Mas, a vida é o valor mais supremo! Cabe-nos rogar a Nossa Senhora do Minho: Livrai-nos da pandemia!

RANCHO FOLCLÓRICO DA CASA DO MINHO VAI À RTP1

O Rancho Folclórico da Casa do Minho em Lisboa vai fazer-se representar com quatro dos seus componentes na próxima edição do programa da RTP1, “Hoje é Domingo”, apresentado por Vera Fernandes e João Paulo Rodrigues.

O programa é transmitido em directo, a partir do Cinemate, em Loures, situado na rua Carlos Ayres dos Santos.

Os minhotos vão falar acerca da nossa região e do “vira”.

135783932_3862269997143014_4443914474095298488_o.j

GRUPO DE FOLCLORE "CASA DE PORTUGAL" CELEBRA 25 ANOS DE ATIVIDADE NO PRINCIPADO DE ANDORRA

O Grupo de Folclore ‘Casa de Portugal’ comemora em 2021 as Bodas de Prata da instituição. Fundada a 1 de Maio de 1996, a coletividade portuguesa no Principado de Andorra irá celebrar um conjunto de iniciativas culturais combinando a forma telemática, aproveitando as redes sociais, e eventos presenciais a realizar em espaços exteriores, conforme as exigências sanitárias devido à pandemia provocada pelo Covid19.

GFCP Fotografia1.jpg

Assim, no próximo dia 23 de Janeiro será apresentada a 15ª edição das Janeiras, tradição portuguesa que nos últimos anos é habitual junto da sociedade andorrana. No mês de Março, o contato com a natureza será protagonista coincidindo com o início da primavera e no mês de Abril será lançado o livro comemorativo dos 25 anos de atividade do Grupo.

A início de Maio está previsto o Festival Internacional de Folclore e um concerto musical que, se as condições sanitárias não forem favoráveis, serão realizados em 2022.

Ainda em Maio, coincidindo com o dia mundial da Diversidade Cultural, será apresentada a primeira das duas exposições fotográficas previstas pelo Grupo.

A inícios de Julho volta mais uma edição do mercado tradicional “O Feirão” e em Outubro a participação na Fira d’Andorra que na passada edição não se realizou devido à pandemia.

Em Novembro será apresentada a segunda exposição fotográfica combinando o traje tradicional minhoto com a arquitetura histórica do Principado. Se as condições sanitárias permitirem estão previstas também as participações no Desfile Nacional do Traje Popular Português na Covilhã e a Peregrinação anual ao Santuário de Fátima, organizações a cargo da Federação do Folclore Português.

GFCP Fotografia2.jpg

GFCP Fotografia3.jpg

JORNAL “FOLCLORE” CESSOU A SUA PUBLICAÇÃO – O FOLCLORE FICA MAIS POBRE!

Acaba de chegar ao nosso conhecimento que o jornal “Folclore” cessou a sua publicação com a edição do passado mês de Dezembro.

22539957_1589082811135382_7378975878210874112_n

A notícia apanhou-nos de surpresa e, é justo dizê-lo, o folclore português perde uma tribuna e um elo de ligação entre todo o movimento folclórico.

Já na década de 70 do século passado, o seu obreiro – Manuel João Barbosa – havia criado a revista “Folclore”.

Resta-nos reconhecer humildemente o serviço prestado ao folclore e à cultura tradicional por este órgão de imprensa e pelo seu director.

94118014_3326355480725971_1390306769418321920_o.jp

CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO CASTELO EDITA “AGENDA 2021”… COM MUITO FOLCLORE!

Com excelente design gráfico a que já nos habituou a empresa Rui Carvalho Design, a Câmara Municipal de Viana do Castelo acaba de editar a “Agenda 2021” onde, como não podia deixar de acontecer, confere um especial destaque ao folclore e tradições das gentes vianenses.

135385917_4239920792690240_1070347014273530623_o.j

De acordo com a apresentação oficial da empresa, os seus serviços são “Imagem corporativa, Design Editorial, Digital publishing , Embalagens, Exposições, Fotografia e Ilustração.

Responsável pela identidade corporativa de diversas instituições e empresas como os Smsbvc, o Arquivo Municipal de Viana do Castelo, a Viana festas, a imagem da certificação dos Bordados de Viana do Castelo, do Teatro do Noroeste-CDV e do Centro de Estudos Regionais. Conta também com marcas de empresas ligadas à área alimentar no Brasil.

Convidados para a imagem gráfica de Exposições como “Ouro tradicional de Viana do Castelo” presente no Museu do Traje em viana do Castelo, no Museu Nacional de arqueologia em Lisboa e na Fundacion Caixa Galicia na Corunha, Exposição Resende e Manuel Cargaleiro no Museu Muncipal de Viana do Castelo, “Arqueologia” na Casa dos Nichos, exposição e catálogo do Museu do Traje de Viana do Castelo.

No Design Editorial foram responsáveis pela linha dos 750 anos de do Foral de Viana do Castelo, Areosa e o seu Grupo Etnográfico, Numária Portuguesa, Traje à vianesa entre muito outros livros.

Tem como clientes, a sonae sierra, Câmara Municipal de Viana do Castelo, SMSBVC, Universidade do Minho, Polis Litoral Norte, Centro de Estudos Regionais, Volvo, Soguima e muitas outras empresas locais.

Desde 2003 que são responsáveis pela comunicação da companhia de teatro local.”

135894077_4239920779356908_790230638004644398_o.jp

135493524_4239920796023573_342700239398114791_o.jp

135754667_4239920946023558_1180425974344568150_o.j

135581768_4239920956023557_921022228905190438_o.jp

2021: ANO NOVO – VIDA VELHA!

Como costuma dizer-se, vira o disco e toca o mesmo! Apesar da vacinação contra o Covid-19, o próximo ano pouco vai diferir do ano que agora termina. Prosseguirão as medidas de confinamento, os decretos de estados de emergência e as medidas sanitárias.

Foto: José Carlos Vieira

Festividades como o Carnaval e a Páscoa continuarão limitadas à semelhança da actual passagem de ano. E, será pouco provável que venham a realizar-se as tradicionais romarias e festivais de folclore ao longo do próximo ano. Na melhor das hipóteses, as colectividades – casas regionais e grupos folclóricos – regressarão à actividade normal em 2022.

O Governo Regional da Madeira acaba de anunciar o cancelamento das festividades do Carnaval de 2021, devido às medidas de contenção da pandemia de covid-19 em vigor, nomeadamente o distanciamento físico e a proibição de aglomerações. Outras entidades seguirão este procedimento pois não deverão arriscar encargos perante um tão elevado grau de incerteza.

A realidade é aquela com que nos deparamos e jamais aquilo que desejaríamos que fosse!

Foto: Carlos Gomes

GRUPO DE FOLCLORE CASA DE PORTUGAL EM ANDORRA COMEMORA EM 2021 AS SUAS BODAS DE PRATA

O Grupo de Folclore ‘’Casa de Portugal’’ no Principado de Andorra foi fundado a 1 de Maio de 1996 tendo aprovado os seus Estatutos a 5 de Outubro de 2013.

118184022_2695552673993173_5424267748127697118_o.j

Apresenta, em terras andorranas, danças e cantares das regiões da Ribeira Lima e da Serra d’Arga, no Distrito de Viana do Castelo, norte de Portugal’ .

Os cerca de 60 elementos que compõe o Grupo, têm participado nos mais diversos festivais em Andorra sendo um referente da cultura popular portuguesa e têm levado em diversas ocasiões o seu trabalho de representação a países como: Espanha, França, Portugal, Luxemburgo, Suiça e Monaco.

Desde 2006, são os promotores das Janeiras, com especial visita à Catedral de Sta. Maria d’Urgell (Espanha) na presença do Arcebispo Joan Enric Vives, Copríncipe de Andorra, assim como a instituições de solidariedade, Igrejas do Principado e estabelecimentos comerciais portugueses e andorranos. Nesse mesmo ano inaugurou, em colaboração com a Embaixada de Portugal’, uma exposição retrospetiva do grupo titulada “Uma década de cultura e amizade”.

Anualmente, no mês de Maio, por motivo da celebração do aniversário, realizam o seu festival de folclore e desde 2007 organizam o “Festival de Folclore Ibérico — Principado de Andorra”, um evento consolidado que conta com a participação de grupos de Espanha, de Portugal de Andorra.

Em 2011, por motivo do seu XV aniversario, realizou um importante trabalho fotográfico sobre as tradições minhotas de inícios de séc. XX, sob o título de “Mosaicos de uma cultura”, sendo motivo de exposições em Andorra la Vella e Pas de la Casa no Principado de Andorra e em Vila Praia de Âncora (Portugal’). Repetiu em 2016 em Andorra la Vella.

Com 3 trabalhos discográficos editados, em 2001, 2006 e 2014, o Grupo tem participado em vários programas de televisão em Andorra, Catalunha, França e Portugal e em diferentes meios de comunicação radiofónicos e na imprensa escrita.

O seu trabalho de pesquisa e representatividade foi reconhecido no dia 20 de Janeiro de 2013 com o galardão de “instituição de mérito” outorgado pelo Município de Viana do Castelo, em Sessão Solene aquando das celebrações do 165º aniversário da elevação de Viana do Castelo a Cidade. Desde 2014 é membro da entidade andorrana “Àgora Cultural”.

A 6 de Maio de 2013, o trajo regional envergado pelas moças do Grupo serviram de base para o Pintor Angel Calvente recrear no entorno de uma Igreja andorrana, a pintura que serviria de base da emissão filatélica “Diversidade andorrana - População Portuguesa”, da responsabilidade do Ministério da Cultura e do Museu Postal do Principado de Andorra.

Desde 2014, recriam no mês de Julho na Plaça Guillemó da capital andorrana, um mercado tradicional ‘O Feirão’, espaço de convívio, dança, gastronomia e artesanato português.

No dia 5 de Outubro de 2014, um ano após a aprovação dos Estatutos da coletividade, é inaugurada a Sede Social, um espaço remodelado e acondicionado para a pratica dos ensaios, exposição do espólio angariado nas suas atividades culturais e ponto de encontro dos seus elementos e família. No dia 28 de Abril de 2018, a Federação do Folclore Português visitava o Principado e o seu Presidente, Dr. Daniel Café, entregava ao Grupo, aquando da Mostra Internacional de Folclore, o Certificado de “Membro aderente” por deliberação de 24 de Janeiro de 2018. No dia seguinte a FFP fazia uma formação sobre o trajar popular.

Texto e fotos: Grupo de Folclore Casa de Portugal em Andorra

57963997_2300757033472741_885969654864936960_n.jpg

51053048_2254787158069729_3584527306640588800_o.jp

43339428_2189593457922433_1366958914880405504_o.jp

43415101_2189593461255766_2091743575317413888_o.jp

43318095_2189593471255765_8309125356695060480_o.jp

32862207_2081652078716572_1542293288222982144_o.jp

30822321_2073148432900270_410900054721163723_o.jpg

28336416_2040164766198637_8742183708244853815_o.jp

27369053_2030284183853362_7852238436926318923_o.jp

20247913_1951602621721519_5290596615756053549_o.jp

18556655_1913546055527176_7600955730818540043_o.jp

13305067_1759138777634572_6881630420283881278_o.jp