Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PAREDES DE COURA DEBATE O IMPACTO DAS ESPÉCIES INVASORAS

O Rural Camp está de volta a Paredes de Coura, entre os dias 15 e 17 de fevereiro!

Esta é uma atividade técnico-científica que reune os vários parceiros do Laboratório Rural, que durante 3 dias se debruçarão sobre temas que afetam diretamente o mundo rural, procurando em conjunto obter soluções que ajudem a melhorar a vida de quem lá vive!

Este ano o Rural Camp é dedicado ao impacto das espécies exóticas invasoras!

426299432_719161373655796_202943094236926707_n.jpg

VIANA DO CASTELO: APP BioRegisto JÁ REGISTOU 2.058 OBSERVAÇÕES CORRESPONDENTES A 560 ESPÉCIES

No Dia Internacional da Vida Selvagem, a APP BioRegisto já registou cerca de 2.058 observações correspondentes a 560 espécies registadas e validadas. Com um fim científico, mas destinado a todos os públicos, esta é uma plataforma de ciência cidadã lançada pela Câmara Municipal de Viana do Castelo para registo de observações da biodiversidade.

app bioregisto (1).jpg

A APP BioRegisto constitui a primeira plataforma de Ciência Cidadã que o município coloca à disposição de todos os públicos, permitindo a identificação de espécies de todo o território nacional. Permite, assim, a qualquer cidadão, inserir registos fotográficos de espécies animais, vegetais, rastos e vestígios de qualquer localização.

A Câmara Municipal pretende reforçar a participação do público naquilo que são atividades integradas em projetos de ciência cidadã e diretamente ligadas à fotografia no meio natural, que fomentem observações da natureza, o menos intrusivo possível, e que respeitem não só a integridade física das espécies, mas também a sua forma de viver.

Este processo visa contribuir para a divulgação do património biológico da região, mas também zelar pela sua conservação, através do conhecimento. Neste sentido, lançou-se em 2021 três desafios de ciência-cidadã: “Desafio BioRegisto - FLORESTA”, “Desafio BioRegisto - MAR” e “Desafio BioRegisto - RIO”. Os Desafios contaram com um total de 66 participantes e 466 observações submetidas. Ao vencedor de cada Desafio foram oferecidos um conjunto de guias de identificação e livros de natureza.

O “Desafio BioRegisto-FLORESTA” incidiu em zonas florestais e montanhosas e decorreu entre os meses de março e maio de 2021 e contou com um total de 20 observações submetidas.

O “Desafio BioRegisto-MAR” incidiu em zonas marinhas costeiras e não costeiras e decorreu entre os meses de junho e agosto de 2021 e contou com um total de 133 observações submetidas.

Já o “Desafio BioRegisto-RIO” incidiu em zonas ribeirinhas e estuarinas e decorreu entre os meses de setembro e novembro de 2021 e contou com um total de 313 observações submetidas.

app bioregisto (2).jpg

PONTOS DE OBSERVAÇÃO DA FAUNA E FLORA VALORIZAM PERCURSO DA ECOVIA DO RIO LIMA

Na sequência da candidatura “Viver a Natureza em Ponte da Barca” (NORTE-04-2114-FEDER-000230), foram colocados dois observatórios de avifauna no Troço dos Açudes da Ecovia do Rio Lima. Trata-se de um investimento da Câmara Municipal de Ponte da Barca de cerca de cinco mil euros, que permite aos utilizadores da zona ribeirinha a observação de espécies de avifauna, mas também da flora envolvente aos observatórios.

261193664_3977063985727888_957155147540452577_n.jp

No âmbito desta candidatura foi feito um estudo pormenorizado da fauna, flora e Geologia da Ecovia do Rio Lima em Ponte da Barca, atestando a excelente qualidade da zona ribeirinha e das galerias ripícolas nele presentes.

De entre as espécies de fauna é possível observar guarda-rios, corvo-marinho, garça-real, lontra, enguia, entre outras…  Quanto à flora, amial, freixial, borrazeiral-branco são apenas algumas das muitas espécies que podemos encontrar.

Para além destes pontos de observação, está previsto a colocação de painéis informativos junto aos mesmos, com informação das inúmeras espécies que ali podem ser observadas  bem como as suas características.

261316167_3977073942393559_8346517416569220219_n.j

261531580_3977074389060181_8448269267855293558_n.j

MUNICÍPIO DE BRAGA INAUGURA EXPOSIÇÃO "FILATELIA DO MUNDO. ENTRE A FAUNA E A FLORA"

Colecção estará patente de 5 a 20 de Novembro no Palácio do Raio

O Município de Braga, em parceria com o Centro Interpretativo das Memórias da Misericórdia, inaugura na próxima Sexta-feira, dia 5 de Novembro, exposição de Filatelia com mostra de selos de todo o mundo.

Cartaz Filatelia.jpg

“Filatelia do Mundo. Entre a Fauna e Flora”, resulta da genialidade de um bracarense que nasce uma das mais belas colecções de Filatelia na esfera da fauna e flora. João Rogério Gaspar Lemos de Medeiros fez uma “viagem” pelo mundo sem sair de Braga e conseguiu reunir alguns dos mais belos selos postais sobre a vida natural. Apaixonado por filatelia, a partir da correspondência por carta, comunicou com conhecidos e amigos em todos os cantos do mundo conseguindo reunir uma imensa colecção de selos que são hoje uma verdadeira relíquia para todos quantos apreciam a filatelia. Assinalam-se cem anos do nascimento do coleccionador que, de forma tão minuciosa, compilou um pouco da esfera natural em pequenos álbuns, deixando um espólio magnífico e único.

Altino Bessa, vereador da Câmara Municipal de Braga refere que “é impossível ficar indiferente a uma colecção desta qualidade, principalmente quando remete para uma temática tão particular. Impressiona a destreza e capacidade organizacional de compilar todos estes selos, mas também a selecção rigorosa e as temáticas escolhidas pelo coleccionador”.

O vereador explica que estamos perante um manancial raro de selos e revelador das relações interculturais já existentes à época. “Chegaram por correspondência, estiveram anos guardados e agora é tempo de os mostrar à cidade. De Macau à Suíça, somos convidados a conhecer a fauna e flora do mundo através da Filatelia. Do mundo para Braga e agora de Braga para o mundo, esta colecção pode ser apreciada por todos e, com esta colecção, pretendemos mostrar a beleza e a magnitude da biodiversidade a partir dos selos postais”.

Braga é “Melhor Destino Europeu”, mas é também melhor destino natural com uma opulenta fauna e flora que convivem entre os meios urbano e rural. Cidade de simbioses e contrastes, foi também morada para a partilha de conhecimento através da troca de saberes entre filatelistas que nutriam especial afecto pelo património natural. Esta colecção mostra a diversidade da fauna e flora. Analisando as várias séries de selos é perceptível a sensibilidade e dedicação à prática da Filatelia. Um processo de recolha e partilha que se pode chamar de interculturalidade ambiental, pela multiplicidade de espécies e correspondência entre diferentes nacionalidades.

Um espólio que muito honra e orgulha a sociedade bracarense e, particularmente, todos os que se dedicam à Filatelia. A partir desta exposição pretende-se também sensibilizar para a preservação da biodiversidade e valorização dos ecossistemas naturais que nunca, como hoje, foi tão premente.

A exposição será inaugurada na próxima Sexta-feira, pelas 17h00, no Palácio do Raio e estará patente até dia 20 de Novembro.