Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

RÉVEILLON E ALMOÇO DE ANO NOVO NO RINOTERRA MINHO

Programa completo inclui alojamento

O Rinoterra Minho apresenta um programa alargado de Passagem de Ano, em que o alojamento e o almoço de Ano Novo também são opção, para celebrar a entrada em 2020 num ambiente especial e acolhedor.

Rinoterra Minho (Caminha) (1).jpg

O Réveillon neste boutique hotel, situado no alto de Seixas (Caminha), abre com um cocktail de boas vindas, a que se segue o jantar, privilegiando um ambiente intimista e de qualidade. Canapés, uma entrada quente, prato principal (peixe ou carne), sobremesa e mesa de sobremesas natalícias à disposição fazem parte do evento. Vinhos seleccionados, digestivos (whisky e cognac, entre outros) e café estão também incluídos. À meia noite, como não podia deixar de ser, haverá um brinde com espumante e uvas passas. Momento especial e já emblemático é o fogo de artifício em Caminha, que é visível do hotel, que goza de uma localização privilegiada para isso. O preço do Réveillon é de 115€/ pessoa.

É possível optar, no entanto, por um programa completo, acrescentando ao jantar de Réveillon o alojamento (em quarto duplo) de 31 de Dezembro para 1 de Janeiro, ‘acordando’ com um pequeno-almoço tradicional, seguido de almoço de Ano Novo, acesso livre ao Spa e late check-out, por 425€ (2 pax).

As reservas podem ser feitas pelo email geral@rinoterra.com, tlm. 938 396 416/ 963 373 912 ou no site www.rinoterra.com.

Rinoterra Minho (Caminha) - Deck exterior.jpg

Rinoterra Minho (Caminha) - vista de janela.jpg

PONTE DE LIMA REALIZA FESTA DA GENTE MIÚDA

VIII Festa da Gente Miúda. Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima. 6 a 8 de dezembro

No fim-de-semana de 06 a 08 de Dezembro, o Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima ganha vida e enche-se de imaginação, sonhos e alegria.

Capturarplexp.PNG

Trata-se de mais uma edição da Festa da Gente Miúda. É através de ateliês educativos e da sensibilização para temáticas importantes que, a VIII edição da Festa da Gente Miúda, pretende incentivar a exploração da criatividade e da autoconfiança, através da descoberta de novos interesses, da ciência à arte, e da culinária ao meio ambiente. Como aconteceu nas edições anteriores, esta festa dirige-se ao público infanto-juvenil e conta com a participação da comunidade escolar, seus principais convidados.

Dirigidos para alunos, professores, pais e filhos, os ateliês que vão acontecer ao longo do evento, são dinamizados pelos Serviços Educativos dos equipamentos do Município, nomeadamente a Área de Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro D`Arcos, Arquivo Municipal, Biblioteca Municipal, Centro de Interpretação da História Militar, Museu dos Terceiros e Museus de Ponte de Lima, que através de jogos lúdicos e pedagógicos permitem aos mais pequenos redescobrir brincadeiras verdadeiramente genuínas e divertidas, do seu imaginário infantil e conhecer alguns aspetos da história de Ponte de Lima e do património local.

Durante o fim-de-semana o programa apresenta variadíssimas aventuras. Confira ao pormenor toda a programação da VIII Festa da Gente Miúda:

5 e 6 de Dezembro

9h00 às 16h00 Programação dedicada ao público escolar (ateliês, insufláveis e muita animação!)

6 de Dezembro, sexta-feira

15h00 Visita Oficial à VIII Festa da Gente Miúda

Ateliês, insufláveis e muita animação!

21h00 Teatro: Nós e o Mundo – Eu nasço, tu vives, ele constrói e… nós destruímos, pelos Pequenos Atores do Lima

22h30 Encerramento

7 de Dezembro, sábado

10h30 Abertura (Entrada Livre)

            Ateliês, insufláveis, pinturas faciais e muita animação!

11h30 Autopropelia, pelo Teatro Quadrilha

12h30 Encerramento intermédio

14h00 Reabertura

15h30 Antlia – o Astronauta Português, Teatro de Objetos por Filipe Moreira

17h00 Autopropelia, pelo Teatro Quadrilha

21h00 O Espantalho Triste, Musical Infantil pela Rituais dell Arte

22h30 Encerramento

8 de Dezembro, domingo

10h30 Abertura (Entrada Livre)

            Ateliês, insufláveis, pinturas faciais e muita animação!

13h30 O ET – Oficina de Expressão Teatral, orientada por Filipe Moreira

(Oficina limitada a 20 inscrições, maiores de 6 anos e com a duração de cerca de duas horas)

11h00 Desfile: A Jaula dos Malfeitores (Personagens Disney), pela Rituais dell Arte

12h30 Encerramento intermédio

14h00 Reabertura

15h30 Musical: A Bela e o Monstro no Reina de Panwa, pela Rituais dell Arte

            1ª Sessão*

17h30 Musical: A Bela e o Monstro no Reina de Panwa, pela Rituais dell Arte

            2ª Sessão*

19h00 Encerramento

Para o musical A Bela e o Monstro no Reino de Panwa, com duas sessões, no domingo, às 15h30 e 17h30 é necessário bilhete de entrada, a 2€. Os bilhetes estão disponíveis no Teatro Diogo Bernardes, Tabacaria Melo, Papelima, Papelaria A4 e no domingo, no Pavilhão de Feiras e Exposições.

A Visita Oficial do Executivo Municipal à “VIII Festa da Gente Miúda”, realiza-se no dia 6 de dezembro, às 15h00, no Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima (Expolima).

VILA VERDE: PICO DE REGALADOS REALIZA FEIRAS NOVAS

Atividades equestres, música, tradição e desporto nas Feiras Novas do Pico de Regalados

Está aí à porta a edição deste ano das centenárias Feiras Novas da Vila do Pico de Regalados. De 25 a 27 de outubro, o Largo da Feira recebe um certame com mais de 500 anos de história que tinha na sua génese a feira franca e as trocas de gado. Chega aos dias de hoje sem perder a essência, a feira mantém-se e as atividades equestres predominam, mas com um cartaz amplo e diversificado que atrai anualmente milhares de pessoas à freguesia. Com muita tradição, animação musical, gastronomia e iniciativas desportivas à mistura, há opções para todos os gostos. O evento é organizado pela União de Freguesias de Pico de Regalados, Gondiães e Mós e pela ACDRSS de Pico de Regalados. Integra a programação Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde.

1picoiregafeirnov (4).jpg

O certame 'abre portas' pelas 21h de sexta-feira, 25 de outubro, com a recriação de práticas tradicionais: desfolhada e malhada do milho, construção da meda e magusto. A Feira Franca arranca às 8h do dia seguinte e prolonga-se até ao final do evento. À mesma hora, começa a exposição de gado bovino e cavalar.

O programa realça a história e tradição da freguesia com diversas atividades dedicadas aos equídeos, como a Exposição de Cavalos Lusitanos, a Corrida de Cavalos a Passo Travado e o IV Passeio a Cavalo Rota das Quintas. No entanto, este ano, o maior destaque vai para o Espetáculo Equestre Noturno, no sábado (26 de outubro), a partir das 21h. A mudança de horário “traz um conjunto de condimentos, como luz, som e fogo, que ajudam a aumentar a espetacularidade”, afirmou o presidente da União de Freguesias, César Cerqueira.

 O autarca salientou também a manhã de domingo, recheada de atividades “dedicadas à prática desportiva e à divulgação do património da freguesia”. BTT, trail, caminhada, passeio de motos e passeio a cavalo são as opções ao dispor de picoenses e visitantes.

Durante os três dias, o Largo da Feira vai ser palco de vários espetáculos musicais. Nota de particular destaque para a noite de sábado com as desgarradas de Augusto Canário e Naty, “referências da música tradicional minhota”.  À música popular alia-se a “boa gastronomia regional e um espaço aprazível” que, segundo César Cerqueira, ajudam a reforçar os motivos de interesse de um evento que atrai à freguesia pessoas de toda a Zona Norte do país. 

O Festival de Folclore, o Desfile Etnográfico, a Demonstração do Jogo do Pau e a Eucaristia das Feiras Novas completam o programa.

Programa Completo

Sexta-feira, 25 de outubro

          21h – Inauguração – ‘Feiras Novas 2019’ com Desfolhada, Malhada, Construção da Meda e Magusto

Sábado, 26 de outubro

8h – Feira Franca, Exposição de Cavalos e Exposição de Bovinos

15h30 – Corrida de Cavalos a Passo Travado

21h – Espetáculo Equestre Noturno

21h30 – Desgarradas com Augusto Canário e Naty

Domingo, 27 de outubro

Feira Franca

9h – V BTT Feiras Novas

9h15 – III Free Trail Feiras Novas

9h30 – I Caminhada Feiras Novas

9h45 – Passeio de Moto Feiras Novas

10h – IV Passeio a Cavalo Rota das Quintas

11h – Eucaristia das Feiras Novas

15h – Desfile Etnográfico

16h – Demonstração do Jogo do Pau

16h30 – Festival de Folclore

1picoiregafeirnov (1).jpg

1picoiregafeirnov (2).jpg

1picoiregafeirnov (3).jpg

CABECEIRAS DE BASTO HOMENAGEIA CIDADÃOS E INSTITUIÇÕES NO DIA DO MUNICÍPIO

Concelho orgulha-se de feitos extraordinários que elevam o nome de Cabeceiras de Basto

Realizou-se esta manhã, dia 29 de setembro, a cerimónia evocativa do Dia do Município, durante a qual foram homenageados cinco cidadãos e quatro instituições, numa cerimónia pública de grande simbolismo que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Cabeceiras de Basto homenageou cidadãos e instituições no Dia do Município (1).JPG

A anteceder à Sessão Solene, procedeu-se à cerimónia do Hastear da Bandeira que contou com a guarda de honra dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses.

Com a distinção honorífica Grau Ouro foram galardoados, durante esta cerimónia evocativa do Dia do Município, o atleta veterano Cabeceirense Bernardino Pereira, o Major-General Ferreira de Sousa e o Externato de S. Miguel de Refojos. Com a Medalha de Mérito Público Grau Prata foi distinguida a atleta Marta Prata Teixeira e a Cercifaf. Por seu turno, os desportistas Diogo Graça e José Pacheco, bem como a Contacto Futsal Clube e a Associação Cultural e Desportiva Águias de Alvite foram agraciados com um Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo.

A cerimónia evocativa da efeméride, presidida pelo presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, contou com a presença do presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, do presidente do Município Francês de Rives, Alain Dezempte, dos vereadores, de presidentes das Juntas de Freguesia, entre outros autarcas do Município e das Freguesias, familiares e amigos dos homenageados e, ainda, o Bispo Auxiliar de Braga, D. Nuno Almeida, em representação do Arcebispo Primaz, que recebeu a medalha atribuída ao Externato de S. Miguel de Refojos.

Cabeceiras de Basto homenageou cidadãos e instituições no Dia do Município (2).JPG

O presidente da Câmara Municipal começou por lembrar a “longa história” de Cabeceiras de Basto, explicando que no próximo dia 5 de outubro “completamos 505 anos de história enquanto Município, com foral atribuído por D. Manuel I”, 500 anos de história de “um povo honrado e corajoso que o Basto tão bem personifica”, disse, referindo-se ao Município que, nas últimas décadas, “ganhou uma dimensão que nunca teve antes”, no que se refere, sobretudo, ao aumento da qualidade de vida da população.

Saudando os homenageados e evidenciando os seus feitos notáveis neste Dia do Município, o presidente da Câmara disse: “temos pessoas e organizações de excelência que nos enchem de orgulho. Somos gente de valor e grande capacidade. Somos um povo extraordinário”.

Louvando “os que entre nós mais se salientaram”, o presidente da Câmara desafiou os presentes: “saibamos seguir os seus exemplos, ousemos chegar mais alto e mais além, corramos pelos sonhos, trabalhemos com dedicação pela nossa terra e trabalhemos pelas nossas gentes”.

Na sua intervenção, o presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, manifestou o seu orgulho em estar aqui hoje, dia 29 de setembro, Dia do Município de Cabeceiras de Basto. Um dia que é nosso, da nossa terra e da nossa gente. Um dia que exalta o povo que somos, a nossa matriz, a nossa identidade”.

Exaltando os feitos dos cinco cidadãos e das quatro coletividades merecedores de reconhecimento, Joaquim Barreto salientou: “é um orgulho e um privilégio tê-los entre nós”. Os homenageados destacam-se em diferentes áreas e com feitos distintos, “mas têm em comum um singular e coletivo desempenho que muito nos envaidece”, sublinhou Joaquim Barreto.

No uso da palavra, os homenageados foram unânimes em agradecer o reconhecimento público do Município, distinções que servem de estímulo para continuarem a trabalhar e a lutar pelos seus “sonhos”. São galardões que irão ficar “guardados num lugar muito especial”, garantiram, ao mesmo tempo que afirmaram querer “continuar a elevar o nome de Cabeceiras de Basto”.

Homenageados:

BERNARDINO PACHECO PEREIRA – Medalha de Ouro de Cabeceiras de Basto - Mérito Público ao atleta veterano Cabeceirense, em reconhecimento pelo seu contributo para o aumento da imagem e prestígio de Cabeceiras de Basto, através de feitos extraordinários no campo desportivo, de que são exemplo a conquista, nos últimos anos, de inúmeras medalhas de ouro e prata em provas nacionais e internacionais e, em concreto neste ano de 2019, a conquista de três Medalhas de Ouro e uma Medalha de Prata, nos Europeus de Atletismo para Veteranos realizados, entre 5 e 15 de setembro, em Veneza, Itália;

Major-General FRANCISCO XAVIER FERREIRA DE SOUSA – Medalha de Ouro de Cabeceiras de Basto - Mérito Público, em reconhecimento pelo seu relevante e extraordinário contributo para a promoção e aumento do prestígio de Cabeceiras de Basto, especialmente quando desempenhou as funções de Comandante do Regimento de Cavalaria n.º 6 e de Comandante da Brigada de Intervenção.

EXTERNATO DE S. MIGUEL DE REFOJOS – Medalha de Ouro de Cabeceiras de Basto - Mérito Público, em reconhecimento pelo seu importante contributo para a melhoria da qualidade de vida da população do concelho, através de relevantes serviços no campo do ensino e da educação.

MARTA PRATA TEIXEIRA – Medalha de Prata de Cabeceiras de Basto - Mérito Público, em reconhecimento pela sua participação vitoriosa na Seleção Nacional Feminina de Futsal que obteve a Medalha de Ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude 2018, disputados na Argentina, participação que a elevou ao mais alto patamar do desporto mundial, feito que contribuiu para a promoção e valorização do desporto em geral mas, também, para a promoção do nosso país e do nosso concelho, reforçando o prestígio e a imagem de Cabeceiras de Basto em Portugal e no mundo.

CERCIFAF – Medalha de Prata de Cabeceiras de Basto - Mérito Público em reconhecimento pelo seu contributo para a melhoria da qualidade de vida de muitos Cabeceirenses, através da prestação de relevantes serviços no campo do ensino, da formação e da assistência social.

DIOGO EMANUEL TEIXEIRA DA GRAÇA – Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo em reconhecimento pela sua participação vitoriosa em diversas provas de motocross e supercross, com destaque para o título de Campeão Nacional de Motocross MX2 alcançado em 2019, feito extraordinário que contribuiu para a promoção do desporto em geral, mas também para a promoção do nosso concelho e reforço da imagem e prestígio de Cabeceiras de Basto.

JOSÉ ANTÓNIO MARQUES PACHECO – Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo em reconhecimento pela sua participação vitoriosa em diversas provas de ciclismo na modalidade BTT, com destaque para a vitória da Taça de Portugal, em 2018, feito que contribuiu para a promoção do desporto, mas também para a promoção do nosso concelho e reforço da imagem e prestígio de Cabeceiras de Basto.

CONTACTO FUTSAL CLUBE – Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo em reconhecimento pelo notável trabalho desenvolvido pela direção, treinadores, jogadores e outros colaboradores que resultou, na época 2018/2019, na consagração de Campeão Distrital de Futsal da AF de Braga, no escalão Seniores, e consequente subida à 2.ª Divisão Nacional de Futsal.

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E DESPORTIVA ÁGUIAS DE ALVITE – Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo em reconhecimento pela dedicação, empenho e abnegado trabalho dos diretores, técnicos, atletas e restantes colaboradores que resultou, na época 2018/2019, na consagração de Campeão Distrital de Infantis de Futebol de Sete (série J) da AF de Braga, feito que contribuiu para a afirmação do concelho e das suas gentes e para o aumento do prestígio e da imagem do concelho de Cabeceiras de Basto.

Cabeceiras de Basto homenageou cidadãos e instituições no Dia do Município (3).JPG

VILAVERDENSES FESTEJAM A SANTO ISIDRO

Carvalhosa honra o Padroeiro dos Agricultores na Festa de Santo Isidro

Religião e cultura andam de mãos dadas no Lugar da Carvalhosa, de 27 a 29 de setembro. A Festa de Santo Isidro – Padroeiro dos Agricultores traz a Vila Verde atuações de grupos musicais, folclore, espetáculos de fogo de artifício e celebrações religiosas. Um dos grandes destaques da iniciativa vai para a procissão (29 de setembro, 16h), em que os andores floridos enchem de cor e brilho as imediações da capela de Santo Isidro, perante uma bela moldura humana.

S (1).jpg

Num concelho que se orgulha da sua ruralidade, torna-se “vital manter viva a tradição de agradecermos a Santo Isidro pelo sustento que retiramos da terra”. As palavras são de Isabel Fernandes, da Comissão de Festas responsável pela organização das celebrações em honra do Padroeiro dos Agricultores, que se inserem na programação Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde.

Para Isabel Fernandes, trata-se de uma iniciativa de cariz religioso que oferece ao concelho três dias de convívio e demonstração de fé. A representante da Comissão de Festas vai mais longe e defende que “entre petiscos, tradição, hospitalidade, convívio e animação” estão reunidos os ingredientes para criar excelentes momentos no Lugar da Carvalhosa. Isabel Fernandes concluiu destacando a “bela procissão que inclui sempre andores bem decorados e que move muita gente”.

S (2).jpg

Música, fé e convívio

A animação começa na manhã de sexta-feira, 27 de setembro, com música gravada. A festa prossegue a partir das 22h com o grupo musical Cantares D’Aldeia a subir ao palco para alegrar o público e ‘aquecer’ os ânimos para a sessão de fogo de artifício com início marcado para a meia-noite. No dia seguinte, as luzes da ribalta recaem sobre o grupo musical Império D’Ouro que, com danças, cantorias e instrumentos, promete animar o Lugar da Carvalhosa. Ao fim da noite terá lugar o segundo espetáculo de pirotecnia do programa.

O último dia das celebrações é o mais preenchido. Por volta das 11h, vai decorrer a missa cantada pelo Grupo Coral de Vila Verde. À tarde, o destaque também vai para as celebrações religiosas. A partir das 16h, começa a oração e sermão em honra de Santo Isidro. Segue-se um dos momentos mais aguardados do programa, a procissão com vários andores floridos, acompanhada pela Fanfarra de Barbudo e por uma multidão de devotos.

A festa não tira o pé do acelerador e, às 18h, haverá uma atuação das Concertinas da Paródia da Escolinha da Carvalhosa. A animação noturna fica entregue aos sons tradicionais do folclore com as atuações do Grupo Folclórico de Vila Verde e do Rancho Folclórico S. Martinho de Moure. As celebrações em honra do Padroeiro dos Agricultores encerram por volta das 24h com a terceira grandiosa sessão de fogo de artifício.

S (3).jpg