Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

O MELHOR DE PORTUGAL PASSA PELA FEIRA DE ARTESANATO E GASTRONOMIA DE FAMALICÃO

Certame decorre de 2 a 11 de setembro com perto de 70 expositores e animação musical diária

Do Norte ao Sul, todo o país vai estar representado na 37.ª Feira de Artesanato e Gastronomia de Vila Nova de Famalicão que decorre de 2 a 11 de setembro, na renovada Praça Mouzinho de Albuquerque.

AFS_6932.jpg

O certame vai contar com perto de 70 expositores que, mais uma vez, trazem até ao concelho famalicense peças e produtos únicos do artesanato nacional e iguarias de fazer crescer água na boca.

Sabores e saberes imperdíveis, em dez dias de encontros e reencontros com as tradições, usos e costumes mais ancestrais de Portugal.

O presidente da autarquia, Mário Passos, fala num reencontro com o que de melhor se faz e produz em Portugal. “A Feira de Artesanato e Gastronomia de Famalicão é um dos maiores certames do género em Portugal, uma verdadeira montra da riqueza do nosso país”, refere.

O trabalho ao vivo dos artesãos volta a ser um dos pontos fortes do evento, mas animação é coisa que também não vai faltar.

Em dez dias contam-se cerca de duas dezenas de momentos musicais. O grande destaque do programa de animação da edição deste ano da feira vai para os concertos da fadista Sara Correia, no dia 8 de setembro, e de Augusto Canário, no dia 6.

Enquanto palco de excelência para os talentos locais e nacionais, a 37.ª Feira de Artesanato e Gastronomia de Vila Nova de Famalicão propõe espetáculos musicais diários para todos os gostos.

Programação disponível para consulta em www.famalicao.pt.

AFS_8102 (1).jpg

AFS_6893.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ: SOAJO REALIZA FEIRA DAS ARTES E OFÍCIOS TRADICIONAIS

Feira das Artes e Ofícios Tradicionais de Soajo regressa nos dias 22,23 e 24 de julho

A Feira de Artes e ofícios Tradicionais Soajo regressa a Soajo a partir da próxima sexta-feira, dia 22 de julho, e até domingo.

FAOT Cartaz - Cópia.png

Este certame conta com a organização da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, da ARDAL – Associação Regional para o Desenvolvimento do Alto Lima e da Junta de Freguesia de Soajo, e o apoio da Assembleia de Compartes dos Baldios de Soajo, do Rancho Folclórico da Associação de Vilarinho das Quartas – Soajo e do Rancho Folclórico Camponesas de Soajo.

Com este evento pretende-se promover os produtos, as artes e ofícios tradicionais, o folclore, os usos e costumes tradicionais e as manifestações espontâneas da cultura popular.

O certame é composto por uma exposição de produtos locais e artesanato, associado a um vasto programa de animação. Na componente exposição, há um espaço ocupado para as tasquinhas e os restaurantes da localidade que terão à disposição dos visitantes um sem número de petiscos e iguarias de sabores excecionais, acompanhados pelo vinho verde da região.

O programa de animação é variado, assente na música tradicional, com destaque para a atuação de Ranchos Folclóricos; a encenação da peça de teatro “O Juiz de Soajo”; o encontro de rusgas populares; a atuação dos Sons do Minho; dos cantares ao desafio, o desfile da Tradição e a malhada do milho tradicional.

É de destacar ainda a realização do Festival de Atividades de Natureza, que disponibiliza gratuitamente aos visitantes a possibilidade de realizarem passeios de charrete, batismo a cavalo, visitas guiadas pelo centro de Soajo, jeep tour pela serra do soajo, caminhadas noturnas para observação de estrelas e trilhos.

A vila de Soajo é um dos destinos concelhios mais divulgados e conhecidos e é famoso pelo vasto conjunto de espigueiros erigidos sobre uma enorme laje granítica. Integrante do Parque Nacional da Peneda Gerês é um dos ex-libris da região, declarado como Reserva Mundial da Biosfera pela Unesco, chamando à atenção pela sua riqueza cultural e natural.

Venha a Soajo e fique a conhecer melhor a nossa cultura, as nossas tradições, a nossa gastronomia e desfrute.

FEIRA DO LIVRO DE BRAGA RECEBEU CERCA DE 80 MIL VISITANTES

Evento decorreu entre os dias 1 e 17 de Julho

A 31ª Feira do Livro de Braga recebeu cerca de 80 mil visitantes durante os 17 dias de duração do evento (1 a 17 de Julho). Registaram-se ainda mais de 5 mil participantes nas 130 iniciativas de cariz cultural desenvolvidas - sem contar com programação própria da DST, Biblioteca Pública e gnration.

FLCMB01072022SERGIOFREITAS002151389887.jpg

De acordo com Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, o balanço global do evento é ´muito positivo, quer na afluência como na qualidade da programação, na diversidade de iniciativas para diferentes públicos, no envolvimento de várias entidades e até na dimensão comercial´.

Em termos de perspectivas para o futuro, o autarca salientou que uma das maiores apostas das próximas edições será na ´estética e funcionalidade dos stands utilizados´.

Organizada pelo Município de Braga e pela InvestBraga, a Feira do Livro de Braga contou com conversas com os autores e escritores, com nomes nacionais e estrangeiros da literatura, entre eles João Luís Barreto Guimarães (vencedor do Grande Prémio de Literatura dst 2022), José Eduardo Agualusa, Álvaro Laborinho Lúcio, Mário Cláudio, Margarida Rebelo Pinto e António Mota.

No Largo S. João do Souto e nas ruas Dr. Justino Cruz e Francisco Sanches estiveram instalados 22 livreiros e alfarrabistas que, ao longo dos dias de feira, ofereceram um conjunto de oportunidades de leitura para os visitantes.

FLCMB01072022SERGIOFREITAS002151389889.jpg

SOAJO PROMOVE FEIRA DE ARTES E OFÍCIOS TRADICIONAIS

Soajo promove a Feira de Artes e ofícios Tradicionais de Soajo a partir da sexta-feira, dia  22 de julho, e até domingo, dia 24. A vila de Soajo, característica nas suas formas particulares de vivência e organização social e económica, é provavelmente um dos destinos concelhios mais divulgados e conhecidos e é famoso pelo vasto conjunto de espigueiros erigidos sobre uma enorme laje granítica que este ano irão servir de pano de fundo do certame.

Terra de tradição e integrante do Parque Nacional da Peneda Gerês, um dos ex-libris da região, declarado como Reserva Mundial da Biosfera pela Unesco, chama à atenção pela sua riqueza cultural e natural.

Tal como em anos anteriores, conta com a organização da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, da ARDAL – Associação Regional para o Desenvolvimento do Alto Lima e da Junta de Freguesia de Soajo, e o apoio da  Assembleia de Compartes dos Baldios de Soajo, do Rancho Folclórico da Associação de Vilarinho das Quartas – Soajo e do Rancho Folclórico Camponesas de Soajo.

Com este evento pretende-se promover, os produtos, as artes e ofícios tradicionais, o folclore, os usos e costumes tradicionais, as raças autóctones, a animação turística e as manifestações espontâneas da cultura popular.

Por outro lado, de 5 a 15 de Agosto decorrem Festas Concelhias – as Festas de Nossa Senhora da Lapa, altura em que a vila de Arcos de Valdevez pretende reviver a tradição de meados do século passado, valorizando o património cultural e dar relevo às raízes arcuenses.

O entusiasmo do povo, o folclore, os cantares ao desafio, as rusgas, a banda de música e os bombos espalham-se pelas ruas, tornando as Festas num acontecimento inesquecível, que faz vibrar o concelho e a gente.

PROGRAMA DA FEIRA DO LIVRO DE PONTE DE LIMA

21 a 24 de julho 2022

A 26.ª edição da Feira do Livro de Ponte de Lima vai acontecer entre 21 e 24 de julho, na Expolima, numa comunhão intrínseca entre livros, literacia, lazer, natureza, património e conhecimento, convocando, deste modo, o público para este evento cultural e artístico.

Assim, durante os quatro dias da feira, será possível assistir a um programa que convida à descoberta, à partilha e à reflexão, que se traduzem em conversas com escritores, apresentações de livros, sessões de autógrafos, momentos musicais, sessões de poesia e várias atividades dedicadas aos leitores mais novos com sessões de contos, espetáculos, oficinas e ateliers.

Associam-se a um desenho de programação eclética diversos escritores de renome nacional e de notabilidade local, destacando-se apresentação de publicações literárias recentes de Maria de Jesus Bezerra, Elisabete Pereira, M. G. Ferry, Nuno Camarneiro, Tânia Ganho, Ana Rita Dias, Joana Guimarães, José Milhazes, João Reis, Pedro Pereira, José Carlos Loureiro, Vanda Pinto e José Rodrigues.

A programação dirigida ao público infantojuvenil tem regularidade diária, permitindo a adesão não apenas de crianças e jovens a título individual como de grupos formados a partir de centros de ocupação de tempos livres, de instituições escolares e famílias.

O evento decorrerá de quinta-feira a sábado, das 10h00 às 0h00 horas, e domingo das 10h00 às 20h00.

FLivro22_Programa_web_01.png

FLivro22_Programa_web_02.png

FLivro22_Programa_web_03.png

FLivro22_Programa_web_04.png

FLivro22_Programa_web_05.png

FLivro22_Programa_web_06.png

O FEIRÃO MOSTRA A PORTUGALIDADE EM ANDORRA

A Praça Guillemó de Andorra la Vella recebeu este domingo mais uma edição do mercado tradicional organizado pelo Grupo de Folclore Casa de Portugal sediado no Principado de Andorra.

GFCP Feirao2022 (1).jpg

Às 10 horas foi inaugurada a sétima edição da mostra cultural e gastronômica na presença de Miquel Canturri, vereador de cultura e promoção turística do Comú da capital andorrana. Seguiu-se uma visita às zonas temáticas dedicadas à gastronomia, artesanato e produtos do campo e do galinheiro.

Precisamente, a zona onde se encontravam os animais vivos, foi a que despertou maior curiosidade entre os miúdos e graúdos que puderam interatuar com os animais. Ao lado situava-se o stand repleto de couves, alfaces, feijão, ovos batatas. Os enchidos e o azeite partilharam protagonismo com a broa que em poucas horas foram adquiridos pelo enumero público que visitou a feira.

O artesanato também teve o seu espaço na mostra e os bolos, feitos pelos elementos do Grupo, rivalizaram com os doces típicos portugueses como as natas e as bolas de Berlim.

O espaço de convívio por excelência foi a tasca que os elementos recrearam e na qual foram degustados os bolinhos e pataniscas de bacalhau, rissóis, bifanas e moelinhas, assim como um bom vinho verde.

Durante as três horas que decorreu o certâmen, os elementos do Grupo tocaram, cantaram e dançaram modinhas do reportório folclórico do Alto Minho.

O mercado tradicional O Feirão é a derradeira iniciativa cultural que o Grupo de Folclore Casa de Portugal realiza antes do habitual período de férias. Este ano, coincidindo com as féria de agosto, uma comitiva do Grupo irá participar no desfile da Mordomia da Romaria d’Agonia em Viana do Castelo.

GFCP Feirao2022 (6).jpg

GFCP Feirao2022 (7).jpg

GFCP Feirao2022 (2).jpg

GFCP Feirao2022 (3).jpg

GFCP Feirao2022 (4).jpg

GFCP Feirao2022 (5).jpg

BRAGA INAUGURA 31ª EDIÇÃO DA FEIRA DO LIVRO

Amanhã, Sexta-feira, 1 de julho, às 18h00, junto ao Jardim de Santa Bárbara

O Município de Braga promove a abertura da 31.ª edição da Feira do Livro de Braga, em cerimónia que terá lugar amanhã, Sexta-feira, 1 de julho, pelas 18h00.

A iniciativa vai contar com a presença do presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio.

A Feira do Livro de Braga decorre de 1 a 17 de julho no centro histórico da Cidade, nomeadamente Rua Dr. Justino Cruz, Rua Francisco Sanches e Largo S. João do Souto. Para além de uma intensa programação cultural, o certame conta com 22 livreiros e alfarrabistas. Sob o lema “Braga, um livro aberto”, a Feira do Livro de Braga evocará a escritora Bracarense Maria Ondina Braga e o nobel da Literatura José Saramago.

A Feira do Livro é organizada pelo Município de Braga e pela InvestBraga, com o apoio da dstgroup – building culture, mecenas do certame.

A programação poderá ser consultada em https://feiradolivro.cm-braga.pt

FEIRA DO LIVRO DE BARCELOS COM 70 EDITORES

Domingo à noite concerto de Salvador Sobral

Livros, mais livros e sempre livros. São palavras vincadas pintadas em páginas que expressam emoções e sentimentos, sonhos e fantasias, versejam o amor, vestem personagens, romanceiam a vida, falam de viagens e transportam-nos a lugares daqui ou doutros mundos.

Salvador Sobral.png

Tudo isto e muito mais o que a imaginação de um poeta, escritor, dramaturgo possam lavrar em uma, duas, e tantas mais página em branco; tudo isso pode encontrar na Feira do Livro de Barcelos, edição 2022, que este ano conta com 21 stands representando 70 editoras.

O certame decorre de 1 a 10 de julho na Avenida da Liberdade, mas as atividades estendem-se ao Largo da Porta Nova e ao Largo Dr. José Novais.

Atores vão reviver, Gil Vicente, Agustina Bessa-Luís, Sofia de Mello Breyner Andressen e José Saramago

Paralelamente à venda de livros há todo um programa cultural que passa pelo lançamento e apresentação de livros, conversas com escritores, duas exposições, e ainda dois concertos musicais.

Ao longo de todos os dez dias da Feira, há animação de rua com personagens alusivas a escritores pela VIA3 – Companhia de Teatro. Os atores vão personificar e homenagear vultos da literatura portuguesa, tais como Gil Vicente; Agustina Bessa- Luís, Sofia de Mello Breyner Andressen e José Saramago

O certame tem também uma programação específica dedicada às crianças, que engloba diversas atividades diárias, tais como: caixa das ideias Faz tu mesmo, cantinho da leitura, desenhos para colorir, ludoteca e mural de pintura.

Música em comunhão com literatura: concerto de Salvador Sobral

A Feira do Livro deste ano traz a Barcelos animação musical. Para juntar à literatura o Município preparou dois concertos: no domingo, 3 de julho, pelas 21h30, Salvador Sobral, em quarteto, sob ao palco do Largo da Porta Nova, para apresentar grande parte da sua obra musical; e já quase no fecho do certame, sábado, 9 de julho, pelas 22h00, sob a palco o espetáculo “Da Raiz ao Fado”, de Daniel Pereira Cristo com Carla Pires.

Lançamento de livros e conversas com escritores

Da vasta programação cultural preparada para este evento, destaca-se a apresentação de novas obras literárias. É o caso do livro “D. António Barroso: Memória e Pensamento”, de Amadeu Gomes de Araújo, a acontecer logo no 1º dia do certame, pelas 18h30, numa conversa que vai ser moderada pelo P.e Manuel Vilas Boas. Mais tarde, pelas 21h30, acontece o lançamento do livro “A preto e brando” de José Ilídio Torres e Diogo Figueiredo, que conta com a apresentação de Pedro Silva Torres e Nuno Mendanha.

No dia 2, sábado, à tarde (18h30), haverá o lançamento do livro “Por detrás do espelho”, de Susana Pinto, com moderação de Vânia Gonçalves; enquanto à noite (21h00)  será a vez da apresentação das obras “A eterna qualquercoisa”, de Matín López-Vega e “Longos dias breve o medo”, de Luís Soares Barbosa, com moderação de José Rui Teixeira.

Entretanto, dia 3, domingo, pelas 17h00, é a vez de Miguel Borges moderar a apresentação do livro “(Às) Contas com Almas Penadas e Diabos, Bruxas e Maus-Olhados”, da autoria de Roberto Afonso; e no dia 4 de julho, segunda-feira, há mais livros em destaque: apresentação da obra “Coração, solitário labirinto”, de Henrique Dória, numa sessão, às 18h30, que terá como moderador Mário Vale Lima.

Já na terça-feira (18h30), acontecerá o lançamento o livro “Caminhos de Santiago na obra de Luís Ferreira”, terminando o dia com a apresentação, pelas 21h30, do livro “Do Rock a Compostela”, de Maria Alice Medina. Ambas as sessões moderadas por Lúcio Lourenço.

A meio da semana, quarta-feira, dia 6, são apresentadas mais duas obras: “Instituições Geresianas”, de António Afonso, com apresentação de António Cunha e Fernando Miranda (18h30), e mais tarde, pelas 21h30, é feito o lançamento do livro “Raimundo Canta Barcelos”, Vol. IV, de Joana Luísa Matos, com a presença de Joel Cleto.

Na quinta-feira (18h30), é a vez do lançamento do livro “Caderno de Representações da Memória”, de Frederico Dinis, sessão moderada por Cândido Sobreiro, e no dia seguinte à mesma hora, é apresentada a obra “Eu, Fernão, em Viagem”, de Carlos Moreira, em sessão moderada por Manuella Bezerra de Melo.

Chegados ao fim de semana, no sábado há dose dupla para apresentação de livros: “O Bastardo”, de Rebelo Marinho, com moderação de Alexandre Azevedo Pinto; e “Se me Amas Não te Demores”, de Raul Minh'alma, sessão moderada por Sónia Sousa.

Eduardo Agualusa abre “Conversas com” escritores

À semelhança do que acontece com a apresentação de livros, a Feira do Livro de Barcelos, nesta edição de 2022, tem um recheado programa de “Conversas com…”.

A ideia é aproximar autores do público e assim tentar captar novos públicos e novos leitores. No certame livreiro deste ano vão estar em Barcelos: José Eduardo Agualusa, em tertúlia moderada por Tito Couto; Ana Margarida Carvalho e Cristina Carvalho à conversa com José Fanha, António Bagão Félix; João Pinto Coelho e José Carlos Barros (Prémios LeYa 2017 e 2021), e Ondjaki. Todas estas sessões são moderadas por Manuella Bezerra de Melo. Ainda no âmbito das “Conversas com” Barcelos recebe Luísa Castel-Branco, sessão moderada por Tito Couto.

Programa Infantil

Já é um hábito mas desta vez sai reforçada a componente de animação infantil da feira do livro. Além das atividades permanentes diárias como Ludoteca, Caixa das ideias “Faz tu mesmo!” Cantinho da leitura, Desenhos para colorir e Mural de pintura.

Todavia, além daquelas ações, destacam-se, ainda, encenações, conversas com escritores, pinturas faciais, oficinas de música, jogos de tabuleiro, e ateliê de barro.

FEIRA DO LIVRO DE BARCELOS COM CONCERTO DE SALVADOR SOBRAL

Certame conta com 70 editoras

Livros, mais livros e sempre livros. São palavras vincadas pintadas em páginas que expressam emoções e sentimentos, sonhos e fantasias, versejam o amor, vestem personagens, romanceiam a vida, falam de viagens e transportam-nos a lugares daqui ou doutros mundos.

Tudo isto e muito mais o que a imaginação de um poeta, escritor, dramaturgo possam lavrar em uma, duas, e tantas mais página em branco; tudo isso pode encontrar na Feira do Livro de Barcelos, edição 2022, que este ano conta com 21 stands representando 70 editoras.

O certame decorre de 1 a 10 de julho na Avenida da Liberdade, mas as atividades estendem-se ao Largo da Porta Nova e ao Largo Dr. José Novais.

Paralelamente à venda de livros há todo um programa cultural que passa pelo lançamento e apresentação de livros, conversas com escritores, duas exposições, e ainda um concerto musical de Salvador Sobral, em quarteto.

Ao longo de todos os dez dias da Feira, há animação de rua com personagens alusivas a escritores pela VIA3 – Companhia de Teatro.

O certame tem também uma programação específica dedicada às crianças, que engloba diversas atividades diárias, tais como: caixa das ideias Faz tu mesmo, cantinho da leitura, desenhos para colorir, ludoteca e mural de pintura.

Música em comunhão com literatura

A Feira do Livro deste ano trás a Barcelos animação musical. Para juntar à literatura o Município preparou dois concertos: no domingo, 3 de julho, pelas 21h30, Salvador Sobral, em quarteto, sob ao palco do Largo da Porta Nova, para apresentar grande parte da sua obra musical; e já quase no fecho do certame, sábado, 9 de julho, pelas 22h00, sob a palco o espetáculo “Da Raiz ao Fado”, de Daniel Pereira Cristo com Carla Pires.

Lançamento de livros e conversas com escritores

Da vasta programação cultural preparada para este evento, destaca-se a apresentação de novas obras literárias. É o caso do livro “D. António Barroso, um Bispo Providencial”, de Amadeu Gomes de Araújo, a acontecer logo no 1º dia do certame, pelas 18h30, numa conversa que vai ser moderada pelo P.e Manuel Vilas Boas. Mais tarde, pelas 21h30, acontece o lançamento do livro “A preto e brando” de José Ilídio Torres e Diogo Figueiredo, que conta com a apresentação de Pedro Silva Torres e Nuno Mendanha.

No dia 2, sábado, à tarde (18h30), haverá o lançamento do livro “Por detrás do espelho”, de Susana Pinto, com moderação de Vânia Gonçalves; enquanto à noite (21h00)  será a vez da apresentação das obras “A eterna qualquercoisa”, de Matín López-Vega e “Longos dias breve o medo”, de Luís Soares Barbosa, com moderação de José Rui Teixeira.

Entretanto, dia 3, domingo, pelas 17h00, é a vez de Miguel Borges moderar a apresentação do livro “(Às) Contas com Almas Penadas e Diabos, Bruxas e Maus-Olhados”, da autoria de Roberto Afonso; e no dia 4 de julho, segunda-feira, há mais livros em destaque: apresentação da obra “Coração, solitário labirinto”, de Henrique Dória, numa sessão, às 18h30, que terá como moderador Mário Vale Lima.

Já na terça-feira (18h30), acontecerá o lançamento o livro “Caminhos de Santiago na obra de Luís Ferreira”, terminando o dia com a apresentação, pelas 21h30, do livro “Do Rock a Compostela”, de Maria Alice Medina. Ambas as sessões moderadas por Lúcio Lourenço.

A meio da semana, quarta-feira, dia 6, são apresentadas mais duas obras: “Instituições Geresianas”, de António Afonso, com apresentação de António Cunha e Fernando Miranda (18h30), e mais tarde, pelas 21h30, é feito o lançamento do livro “Raimundo Canta Barcelos”, Vol. IV, de Joana Luísa Matos, com a presença de Joel Cleto.

Na quinta-feira (18h30), é a vez do lançamento do livro “Caderno de Representações da Memória”, de Frederico Dinis, sessão moderada por Cândido Sobreiro, e no dia seguinte à mesma hora, é apresentada a obra “Eu, Fernão, em Viagem”, de Carlos Moreira, em sessão moderada por Manuella Bezerra de Melo.

Chegados ao fim de semana, no sábado há dose dupla para apresentação de livros: “O Bastardo”, de Rebelo Marinho, com moderação de Alexandre Azevedo Pinto; e “Se me Amas Não te Demores”, de Raul Minh'alma, sessão moderada por Sónia Sousa.

Eduardo Agualusa abre “Conversas com” escritores

À semelhança do que acontece com a apresentação de livros, a Feira do Livro de Barcelos, nesta edição de 2022, tem um recheado programa de “Conversas com…”.

A ideia é aproximar autores do público e assim tentar captar novos públicos e novos leitores. No certame livreiro deste ano vão estar em Barcelos: José Eduardo Agualusa, em tertúlia moderada por Tito Couto; Ana Margarida Carvalho e Cristina Carvalho à conversa com José Fanha, António Bagão Felix; João Pinto Coelho e José Carlos Barros (Prémios LeYa 2017 e 2021), e Ondjaki. Todas estas sessões são moderadas por Manuella Bezerra de Melo. Ainda no âmbito das “Conversas com” Barcelos recebe Luísa Castel-Branco, sessão moderada por Tito Couto.

Programa Infantil

Já é um hábito mas desta vez sai reforçada a componente de animação infantil da feira do livro. Além das atividades permanentes diárias como Ludoteca, Caixa das ideias “Faz tu mesmo!” Cantinho da leitura, Desenhos para colorir e Mural de pintura.

Todavia, além daquelas ações, destacam-se, ainda, encenações, conversas com escritores, pinturas faciais, oficinas de música, jogos de tabuleiro, e ateliê de barro.