Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

JARDIM PÚBLICO DE VIANA DO CASTELO ACOLHE 41ª FEIRA DO LIVRO ATÉ 1 DE AGOSTO

Arrancou este fim-de-semana, com iniciativas muito participadas, a 41ª Feira do Livro de Viana do Castelo, que regressou ao formato presencial e se divide entre o Jardim Público e a Biblioteca Municipal até 1 de agosto.

ABELO6812 2.jpg

A Feira do Livro no Jardim Público funciona diariamente das 18h00 às 23h30, exceto à sexta-feira e ao sábado, cujo horário de encerramento é às 24h. Já as apresentações de livros acontecem sempre na Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal.

O programa iniciou com a inauguração da exposição da obra gráfica de José Manuel Saraiva, “Uma margem distante”, na Ala Jorge Amado da Biblioteca Municipal. Na primeira noite, aconteceu o espetáculo musical PHOLE, de João Gigante, na varanda da Biblioteca.

Esta segunda-feira, 19 de julho, às 18h00, acontece a apresentação do livro “Robim de Campanhã – um patife sedutor”, de Mário Silva Carvalho, vencedor da 1.ª edição do Prémio Literário Luís Miguel Rocha.

Para 20 de julho, terça-feira, às 18h00, está marcada a apresentação do livro “Espelhos Vadios – Novos Contos”, de Américo Carneiro, na Sala Couto Viana. À noite, às 21h30, animação infantil com dramatização da obra “Ferozes Animais Selvagens”, de Chris Wormell, pelos Serviços Educativos da Biblioteca Municipal, na Secção infantil da Biblioteca Municipal.

Dia 21 de julho, às 18h00, apresentação do livro “Je suis là où tu ne m’attends pas”, de Deolinda da Silva e, para 22 de julho, também às 18h00, apresentação do livro “Amar um País é cuidar e retribuir”, de Defensor Moura.

A 23 de julho, 18h00, apresentação do livro “Filhos da Cidade Morta”, de Francisco Ceia, e, às 21h30, animação infantil com dramatização da obra “A tartaruga que decidiu ser e fazer diferente”, de Sofia Coelho Branco, na Secção infantil da Biblioteca Municipal.

A 24 de julho, apresentação, às 11h00, por Jorge Silva, do livro “Ilustradores portugueses na Biblioteca Municipal de Viana do Castelo: 2014 – 2021” e, às 17h00, apresentação da obra “Os Últimos Anos do Homem-Celha””, de Miguel Falcão, vencedor Prémio Lucilo Valdez. A noite encerra com o espetáculo musical de Rui David, “NU, EM CONTRALUZ”, na Varanda da Biblioteca.

Para segunda-feira, 26 de julho, às 18h00, está agendado o lançamento da revista “A Falar de Viana” (Vol. X da 2.ª série, 2021) e a 27 de julho, à mesma hora, apresentação do livro “Álbum de plantas de tudo o que contém a Misericórdia”. Nessa noite, pelas 21h30, animação infantil com dramatização da obra “O Gato Gui e os monstros””, de Rocío Martínez, na Secção infantil da Biblioteca.

A 28 de julho, às 18h00, é apresentado o livro “Telhado Aberto”, de Deolinda da Silva e a 29, à mesma hora, a obra “Reflexões”, de Filomena Freitas. Para 30 de julho, sexta-feira, às 18h00 está marcada a apresentação de “Cancro, Covid e Vida”, de Céu Matos e, à noite, às 21h30, a Secção Infantil da biblioteca vianense acolhe a animação infantil “Tenho mesmo, mesmo de fazer chichi!”, de Karl Newson, pelos Serviços Educativos.

A 31 de julho, às 11h00, apresentação do livro “Heráldica: roteiro no concelho de Viana do Castelo” de Francisco Carneiro Fernandes. A iniciativa encerra nessa noite, às 21h30, com Recital de Poesia e Música, Vítor de Sousa (declamação) e Yan Mikirtumov (piano), na Sala Couto Viana.

A Feira do Livro retoma, assim, o formato habitual, mas cumprindo todas as normas emanadas pela Direção Geral de Saúde para garantir a segurança de vianenses e visitantes.

ABELO7973 2.jpg

ABELO8011 2.jpg

ABELO6842 2.jpg

ABELO7648 2.jpg

ABELO7714 2.jpg

ABELO7783 2.jpg

ABELO7799 2.jpg

ABELO7836 2.jpg

VIANA DO CASTELO: FEIRA DO LIVRO REGRESSA AO JARDIM PÚBLICO

41ª Feira do Livro de Viana do Castelo regressa ao Jardim Público de 17 de julho a 1 de agosto

A 41ª Feira do Livro de Viana do Castelo regressa ao formato presencial, dividindo-se entre o Jardim Público e a Biblioteca Municipal entre os dias 17 de julho e 1 de agosto. A Feira do Livro retoma, assim, o formato habitual, mas cumprindo todas as normas emanadas pela Direção Geral de Saúde para garantir a segurança de vianenses e visitantes.

A Feira do Livro no Jardim Público funciona diariamente das 18h00 às 23h30, exceto à sexta-feira e ao sábado, cujo horário de encerramento é às 24h. Já as apresentações de livros acontecem sempre na Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal.

O programa inicia este sábado, 17 de julho, às 10h30, com a inauguração da exposição da obra gráfica de José Manuel Saraiva, “Uma margem distante”, na Ala Jorge Amado da Biblioteca Municipal. A abertura oficial acontece às 18h00 e, às 21h30, acontece o espetáculo musical PHOLE na varanda da Biblioteca.

Na segunda-feira, 19 de julho, às 18h00, apresentação do livro “Robim de Campanhã – um patife sedutor”, de Mário Silva Carvalho, vencedor da 1.ª edição do Prémio Literário Luís Miguel Rocha.

Para 20 de julho, terça-feira, às 18h00, está marcada a apresentação do livro “Espelhos Vadios – Novos Contos”, de Américo Carneiro, na Sala Couto Viana. À noite, às 21h30, animação infantil com dramatização da obra “Ferozes Animais Selvagens”, de Chris Wormell, pelos Serviços Educativos da Biblioteca Municipal, na Secção infantil da Biblioteca Municipal.

Dia 21 de julho, às 18h00, apresentação do livro “Je suis là où tu ne m’attends pas”, de Deolinda da Silva e, para 22 de julho, também às 18h00, apresentação do livro “Amar um País é cuidar e retribuir”, de Defensor Moura.

A 23 de julho, 18h00, apresentação do livro “Filhos da Cidade Morta”, de Francisco Ceia, e, às 21h30, animação infantil com dramatização da obra “A tartaruga que decidiu ser e fazer diferente”, de Sofia Coelho Branco, na Secção infantil da Biblioteca Municipal.

A 24 de julho, apresentação, às 11h00, por Jorge Silva, do livro “Ilustradores portugueses na Biblioteca Municipal de Viana do Castelo: 2014 – 2021” e, às 17h00, apresentação da obra “Os Últimos Anos do Homem-Celha””, de Miguel Falcão, vencedor Prémio Lucilo Valdez. A noite encerra com o espetáculo musical de Rui David, “NU, EM CONTRALUZ”, na Varanda da Biblioteca.

Para segunda-feira, 26 de julho, às 18h00, está agendado o lançamento da revista “A Falar de Viana” (Vol. X da 2.ª série, 2021) e a 27 de julho, à mesma hora, apresentação do livro “Álbum de plantas de tudo o que contém a Misericórdia”. Nessa noite, pelas 21h30, animação infantil com dramatização da obra “O Gato Gui e os monstros””, de Rocío Martínez, na Secção infantil da Biblioteca.

A 28 de julho, às 18h00, é apresentado o livro “Telhado Aberto”, de Deolinda da Silva e a 29, à mesma hora, a obra “Reflexões”, de Filomena Freitas. Para 30 de julho, sexta-feira, às 18h00 está marcada a apresentação de “Cancro, Covid e Vida”, de Céu Matos e, à noite, às 21h30, a Secção Infantil da biblioteca vianense acolhe a animação infantil “Tenho mesmo, mesmo de fazer chichi!”, de Karl Newson, pelos Serviços Educativos.

A 31 de julho, às 11h00, apresentação do livro “Heráldica: roteiro no concelho de Viana do Castelo” de Francisco Carneiro Fernandes. A iniciativa encerra nessa noite, às 21h30, com Recital de Poesia e Música, Vítor de Sousa (declamação) e Yan Mikirtumov (piano), na Sala Couto Viana.

Os espetáculos nas noites de 17, 24 e 31 obrigam ao levantamento antecipado da reserva que deverá ser feita previamente. Todas as outras atividades estão sujeitas a limitações no número de presenças.

WEB_DESD_FL_21.jpg

38ª FEIRA DO LIVRO DE BARCELOS COM JOSÉ LUÍS PEIXOTO E LUÍS OSÓRIO

José Fanha homenageia António Torrado

A 38ª edição da Feira do Livro de Barcelos realiza-se entre os dias 2 e 11 de julho, na Avenida da Liberdade e no Largo da Porta Nova, e conta com a presença de autores como José Luís Peixoto, Luís Osório, entre outros.

CMB_FL2021.jpg

Ao longo de dez dias, haverá lugar para apresentações e lançamentos de livros, bem como para momentos musicais, exposições e homenagens.

A Feira do Livro abre no dia 2 de julho com a intervenção do escritor António Mota, um dos maiores escritores portugueses para crianças e jovens, com o tema “A atualidade da leitura: experiências e desafios”. No mesmo dia, às 21h00, é lançado o  livro “A Quimera dos Ausentes”, de Luís Carvalhido, fotógrafo vianense residente em Barcelos, sobre uma cidade confinada.

Os destaques desta edição são José Luís Peixoto, um dos autores de maior destaque da literatura portuguesa contemporânea, que vem lançar o seu último romance “Almoço de Domingo”, uma espécie de biografia, uma leitura de Portugal e das várias gerações portuguesas entre 1931 e 2021. E também Luís Osório que vem apresentar ‘Ficheiros Secretos – Histórias nunca contadas da política e da sociedade portuguesas’, onde o escritor e antigo jornalista procura traçar um retrato intemporal do país e dos seus protagonistas.

Outros destaques são as homenagens a António Torrado, recentemente falecido, patrono da Biblioteca do Centro Escolar de Arcozelo, com uma sessão intitulada “Memórias do Antoninho”, a cargo do escritor e ator José Fanha, e à poetisa barcelense, Bernardete Costa, falecida em 2019, pelo Clube de Leitura da Universidade Sénior de Barcelos.

No decorrer da Feira, serão apresentados e lançados livros como “100 anos de Solidão”, de Pedro Faria e “Lembrar Tilleul”, de Catarina Miranda; “Raimundo Canta Barcelos” - Vol.III, de Joana Luísa Matos; “Leituras e Aventuras na Filosofia para Crianças”, projeto Barcelos a Ler; “Flor”, da AMAR 21; “Veronese”, de António Ramalho de Almeida; “A Poesia de Sebastião Alba”, de António Carvalho; “Uma Mão Cheia”, de Pedro Seromenho; e “Mãe, deixa-te de dramas!, de Susana Pinto.

No final das apresentações, os momentos musicais serão protagonizados pelo Grupo Raízes, por Paulo Teixeira, pela Associação Talentitanto, Bárbara Carvalho e João Dias Trio (João Dias, Tiago Pinho e Hugo Carvalho).

A Feira do Livro contempla ainda um vasto programa para o público infantil e juvenil com diversas atividades diárias: jogos didáticos, desenhos para colorir e cantinho da leitura.

A exposição “Uníssono”, de Paulo Gonçalves, patente ao público na Biblioteca Municipal, completa a variedade de propostas da 38ª Feira do Livro de Barcelos, que conta com a participação no total de 80 stands entre editoras, livreiros, distribuidores e alfarrabistas, ocupando a Avenida da Liberdade e o Largo da Porta Nova, com entrada livre, e aberta ao público entre as 17h e as 23h.

PONTE DE LIMA INAUGURA FEIRA DO LIVRO

Feira do Livro de Ponte de Lima com um programa diversificado e com edição adaptada à pandemia

Espaço ao ar livre, lotação reduzida e limitada, programa para crianças e famílias, lançamentos de livros e outras novidades marcam a edição deste ano da Feira do Livro, entre 8 e 11 de julho, na Expolima.

FeiradoLivroOutdoor_8x3_Prancheta 1 (Large).jpg

A Feira do Livro de Ponte de Lima, que decorrerá na Expolima, entre 8 e 11 de julho, com atividades diversificadas para crianças e famílias, lotação reduzida e limitada, como momentos musicais e presença de diversos autores locais e nacionais marcará e assinalará a 25.ª edição deste evento.

A sessão inaugural, no dia 8 de julho, será dedicada a Ponte de Lima com a apresentação do livro “À Descoberta de Ponte de Lima”, uma edição municipal, da autoria de Maria João Figueiroa.

Além da escolha de escritores com obras conhecidas e reconhecidas como João Tordo, Pedro Chagas Freitas, Pedro Seromenho e Manuel Clemente, são privilegiados os autores locais que nos darão a conhecer as suas obras, tais como Augusta Dantas, Céu Matos, André Amorim, Pedro Gomes e a Associação de Escritores, Jornalistas e Produtores Culturais de Ponte de Lima.

O evento conta ainda com a apresentação do livro de Rui Guedes e da influenciadora digital e criadora de conteúdo sobre literatura, Cátia Vieira, autora da conta de Instagram “Books Turn You On”.

Jovens e crianças continuam a ser o público ao qual a organização dedica também uma atenção especial, contemplando no programa uma palestra orientada pela limiana Leonor Martins e muitos momentos direcionados para este tipo de público-alvo com contadores de Histórias, entre os quais se destaca Mariana Machado, Rui Ramos, Inácia Cruz, Carlos Marques e a limiana Susana Corvas. São também incluídos ateliers com a participação e coordenação de jovens limianos - Catarina Vale, do Atelier Entrópico, e Daniel Lopes e Orlando Alves -, que se dedicam a instruir com arte.

O evento compreende também momentos musicais conduzidos pela Academia Fernandes Fão – Pólo de Ponte de Lima, pelos grupos Duo Lethes e Conectsom e uma noite de fado com a limiana Cláudia Pimenta que atuará com uma convidada especial.

VIZELA: FEIRA SEMANAL E MERCADO MUNICIPAL ABERTOS NOS FERIADOS DE 3 E 10 DE JUNHO

A Câmara Municipal de Vizela informa todos os munícipes que, nas próximas quintas-feiras, feriados nacionais, irão realizar-se as feiras semanais e o mercado municipal estará aberto.

Apesar da coincidência dos feriados nacional com o tradicional dia da feira semanal em Vizela, a venda de artigos e produtos retalhistas e de produtos frescos decorrerá, nos próximos dias 3 e 10 de junho, mas num horário reduzido.

Assim, o Mercado Municipal estará aberto das 06.30h às 13.00h e a feira semanal realizar-se-á até às 14.00h.

feira Vizelajunho2021.JPG

BRAGA PARTICIPA NA MAIOR FEIRA DE TURISMO DO MUNDO

O Município de Braga participa na FITUR, uma das mais importantes feiras de turismo do mundo, que se realiza entre esta Quarta-feira, 19 de Maio, e Domingo, em Madrid.

LVI_4554.jpg

Neste certame, em que são esperados cerca de 100 mil visitantes, o Município divulga o património, a gastronomia e os eventos da região, consolidando desta forma o tão honorífico reconhecimento como Melhor Destino Europeu em 2021.

Para o vereador do Turismo, Altino Bessa, “o aumento de agendamento de reuniões de operadores turísticos no stand de Braga, é um sinal da dinâmica e interesse que Braga vem conquistando, devido ao facto de ter conquistado o Melhor Destino Europeu 2021”.

Com a participação na FITUR, o Município cumpre mais uma etapa na estratégia de internacionalização da marca Braga junto de mercados com elevado potencial, promovendo assim os seus activos turísticos.

Ao longo da feira, os visitantes podem obter informações sobre Braga nas suas mais diversas vertentes: património, gastronomia, comércio, história, cultura, alojamento, eventos, desporto, natureza e turismo religioso e de negócios.

PONTE DE LIMA CANCELA EDIÇÃO DE 2021 DA FEIRA DO CAVALO

Feira do Cavalo de Ponte de Lima - evento âncora, na promoção do turismo. Edição 2021 Cancelada

Devido à pandemia de Covid-19, que a todos tem afetado, a edição 2021 da Feira do Cavalo de Ponte de Lima está cancelada.

IMG_1045.JPG

Tal como em 2020, o evento não se realizará, na sequência da ativação do Plano de Contingência da Câmara Municipal de Ponte de Lima, face aos riscos de Covid-19, considerando as indicações da Organização Mundial de Saúde e as recomendações das autoridades de saúde nacionais.

A marca “Ponte de Lima Destino Equestre Internacional” que tem como base a Feira do Cavalo, evento premiado pelo Turismo de Portugal, continua a afirmar-se como uma das capitais portuguesas da cultura equestre, evidenciando-se como destino equestre internacional.

Em 2022 a Feira do Cavalo de Ponte de Lima regressará com todo o seu esplendor, primando pela qualidade da organização; pela qualidade dos eventos que são realizados ao nível do desporto equestre; pela qualidade dos expositores e obviamente pela qualidade das infraestruturas construídas ao longo dos anos, e que tem contribuído de forma significativa na dinamização da Vila e da região do Alto Minho.

IMG_3494.JPG

FEIRAS E MERCADOS REGRESSAM A AMARES

Mercado de Produtos Locais “Sabores da Nossa Terra” e Feira de Velharias estão de regresso

Depois de terem sido suspensos como medida de prevenção e combate à pandemia provocada pelo Coronavírus, COVID-19, o Mercado de Produtos Locais "Sabores da Nossa Terra" e a Feira de Velharias estão de regresso, no próximo sábado, dia 1 de maio, ao Largo Dom Gualdim Pais.

A reabertura acontece de acordo com todas as recomendações de higiene e segurança emanadas pelas autoridades de saúde no combate à COVID-19.

“Sabores da Nossa Terra”

Frutas, hortaliças, mel, compotas, azeite e broa são apenas alguns dos produtos que o consumidor vai poder adquirir diretamente aos produtores locais e a preços convidativos. Sob o mote “Sabores da nossa terra", esta iniciativa é organizada pela Câmara Municipal de Amares em articulação com a Amar Citrus e Junta de Freguesia de Amares e Figueiredo.

Feira de Velharias

A iniciativa pretende promover a economia, bem como valorizar as tradições e objetos antigos, dinamizando o centro da vila.

Refira-se que o evento decorre em simultâneo com o Mercado de Produtos Locais, "Sabores da Nossa Terra" e tal como este repete-se no primeiro sábado de cada mês.

Não perca esta oportunidade, venha até Amares!