Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BARCELOS SUSPENDE FEIRA DAS VELHARIAS E COLECCIONISMO

A Direção da ACOBAR, após reunião e conscientes com momento atual, num ato de responsabilidade informa que a Feira de Velharias e Coleccionismo, fica suspensa até que o momento que estamos a passar permita de novo a sua realização.

DSC06327.JPG

Queiram por favor passarem a palavra, há alguns contatos de participantes que não dispomos e desta feita não os podemos informar de qualquer maneira.

Da mesma forma apelamos que de uma forma responsável e cívica cada um siga as recomendações proferidas pelos responsáveis de saúde pública.

CABECEIRAS DE BASTO ENCERRA FEIRA SEMANAL

Feira Semanal encerrada até final do mês. Equipamentos culturais, desportivos e de lazer encerrados ao público

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, no âmbito das ‘Medidas de Prevenção, Contenção e Resposta em Casos de Infeção por Covid-19’ e depois de ouvido o Grupo Coordenador do Plano de Contingência do Município, decidiu encerrar a Feira Semanal até ao final do mês, altura em que será reavaliado o ponto de situação. Deste modo, nos próximos dias 16, 23 e 30 de março a Feira Semanal não se realizará.

Feira Semanal - Cabeceiras de Basto.JPG

Encerrados foram também os Pavilhões Gimnodesportivos, estando apenas autorizado, por agora, no sábado, dia 21 de março, um jogo oficial no Pavilhão Gimnodesportivo de Refojos entre as 14h00 e as 18h00, à porta fechada.

A Câmara Municipal decidiu, também, encerrar a partir de hoje as Piscinas Municipais, os Espaços Internet localizados nas Centrais de Camionagem de Refojos e do Arco de Baúlhe e a Casa da Juventude. Paralelamente foram suspensos os alugueres das Casas Florestais e canceladas as atividades formativas, desportivas e de lazer no Centro Hípico, bem como as visitas guiadas ao Centro de Educação Ambiental.

De referir, ainda, que na passada terça-feira, dia 10 de março, a Câmara tinha já encerrado a Casa do Tempo e o Museu das Terras de Basto, designadamente o Núcleo Ferroviário do Arco de Baúlhe, o Núcleo de Arte Sacra, a Casa da Lã e a Casa do Pão, estando igualmente suspensas as visitas guiadas ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

O presidente da Câmara Municipal, coordenador do Plano de Contingência, volta a apelar à população para evitar a deslocação aos serviços do Município, especialmente ao Serviço de Atendimento Único – SAU, reservando as deslocações a estes serviços só em casos de extrema necessidade ou urgência.

De salientar que estas medidas preventivas vigoram até 31 de março, altura em que será definida a prorrogação ou desativação destas medidas preventivas.

A Câmara Municipal informa que, a todo o tempo, o Grupo Coordenador do Plano de Contingência do Município poderá sugerir outros procedimentos em função da evolução epidemiológica e das orientações da DGS – Direção Geral da Saúde.

FEIRA ANUAL DE TROCA DE SEMENTES REALIZA-SE AMANHÃ EM PAREDES DE COURA

Feira Anual de Troca de Sementes. sábado, 22 fev | Museu Regional

É já este sábado, 22 de fevereiro, que se realiza a Feira Anual de Troca de Sementes, a partir das 14h00, no Museu Regional de Paredes de Coura. Organizada pelo Município e a Associação Quinta das Águias, em colaboração com o Agrupamento de Escolas de Paredes de Coura, esta 6ª edição tem como objetivo proporcionar o encontro e convívio entre pessoas que valorizam as sementes e plantas locais e que ativamente contribuem para a sua preservação, face ao perigo de extinção provocado pela concorrência de variedades híbridas e transgénicas, que prejudicam o equilíbrio dos nossos ecossistemas.

Capturarsementescourcartaz.PNG

“A progressiva perda de variedades genéticas de muitas sementes constitui um perigo para a humanidade, porque muitas dessas variedades eram mais resistentes a pragas e doenças. Além do mais, estas representam um património que importa não perder. A educação, a informação e a partilha são das armas mais importantes para contrariar a crescente perda de muitas sementes, quer por desleixo quer pela influência e pressão dos grandes grupos agroalimentares”, defende Vitor Paulo Pereira, presidente da Câmara de Paredes de Coura, reforçando a importância “de preservar a biodiversidade biológica e incrementar as formas sustentáveis de produção de alimentos. Simultaneamente contribuímos para uma alimentação mais saudável e um modo de produção mais justo”.

A preservação das sementes autóctones assume assim uma importância vital, uma vez que são cada vez mais raras, sendo progressivamente substituídas por sementes comerciais, que são as mesmas em todo o mundo, enquanto as sementes locais se foram adaptando durante muitas gerações às condições de solo e clima específicas da sua região de origem. Uma vez que as sementes contêm o futuro da vida, é importante mantê-las vivas.

A Troca de Sementes vai proporcionar às pessoas o acesso às sementes originais que as poderão cultivar para sua própria utilização e para as manter vivas. Todos os que quiserem participar poderão trazer as suas sementes ou plantas para partilhar e trocar. 

Feira Anual de Troca de Sementes | Programa:

10h00 Plantas silvestres na culinária com Rita Roquette

14h30 Feira de troca de sementes

Animação e lanche com a colaboração da Associação Cultural de Vascões

 

VIEIRA DO MINHO REALIZA FEIRA DE VELHARIAS EM VÉSPERA DE CARNAVAL

A Praça Guilherme de Abreu vai acolher, neste domingo gordo, dia 23 de Fevereiro, mais uma edição da Feira de Antiguidades e Velharias.

20200126_124700 (1).jpg

Refira-se que o evento promovido pela Câmara Municipal em estreita colaboração com a Junta de Freguesia de Vieira do Minho, repete-se a cada quarto domingo de cada mês.

Neste certame, o visitante poderá adquirir e apreciar objectos antigos de grande valor. Nao perca esta oportunidade, venha até Vieira do Minho visitar a Feira de Velharias!

PAREDES DE COURA REALIZA FEIRA DE TROCA DE SEMENTES

sáb, 22 fev | Museu Regional

A Feira Anual de Troca de Sementes regressa sábado, 22 de fevereiro, a partir das 14h00, ao Museu Regional de Paredes de Coura. Organizada pelo Município e a Associação Quinta das Águias, em colaboração com o Agrupamento de Escolas de Paredes de Coura, entretanto esta 6ª edição da Feira Anual de Troca de Sementes já arrancou com uma ação de sensibilização junto das crianças, procurando motivá-las para a importância das sementes e envolvê-las e às suas famílias na Troca de Sementes.

courasementesfeita.jpg

As ações de sensibilização deste ano decorreram na Quinta das Águias, onde os alunos tiveram contacto com uma grande diversidade de sementes e ervas aromáticas,  aprendendo o papel das sementes na biodiversidade e na nossa alimentação, com a aspiração de que alguns deles venham a ser futuros ‘Guardiões de Sementes’.

A Feira Anual de Troca de Sementes tem como objetivo proporcionar o encontro e convívio entre pessoas que valorizam as sementes e plantas locais e que ativamente contribuem para a sua preservação, face ao perigo de extinção provocado pela concorrência de variedades híbridas e transgénicas, que prejudicam o equilíbrio dos nossos ecossistemas.

“A progressiva perda de variedades genéticas de muitas sementes constitui um perigo para a humanidade, porque muitas dessas variedades eram mais resistentes a pragas e doenças. Além do mais, estas representam um património que importa não perder. A educação, a informação e a partilha são das armas mais importantes para contrariar a crescente perda de muitas sementes, quer por desleixo quer pela influência e pressão dos grandes grupos agroalimentares”, defende Vitor Paulo Pereira, presidente da Câmara de Paredes de Coura, reforçando a importância “de preservar a biodiversidade biológica e incrementar as formas sustentáveis de produção de alimentos, porque simultaneamente contribuímos para uma alimentação mais saudável e um modo de produção mais justo”.

Sabiam que perdemos 94% de sementes de vegetais no século XX

Das 544 variedades de couve, restam 28

Das 158 variedades de couve-flor, restam nove

Das 55 variedades de couve-rábano, restam três

Das 34 variedades de alcachofra, restam duas

Das 288 variedades de beterraba, restam 17

90 por centro das espécies de pepino estão perdidas

A diversidade dos stocks de sementes está tão ameaçada como o panda, a águia-real ou o urso polar

A preservação das sementes autóctones assume assim uma importância vital, uma vez que são cada vez mais raras, sendo progressivamente substituídas por sementes comerciais, que são as mesmas em todo o mundo, enquanto as sementes locais se foram adaptando durante muitas gerações às condições de solo e clima específicas da sua região de origem. Uma vez que as sementes contêm o futuro da vida, é importante mantê-las vivas.

A Troca de Sementes vai proporcionar às pessoas o acesso às sementes originais que as poderão cultivar para sua própria utilização e para as manter vivas.

Todos os que quiserem participar poderão trazer as suas sementes ou plantas para partilhar e trocar. 

A Feira Anual de Troca de Sementes está inserida no Projeto Educar para o Futuro – Terra orientado pelo Serviço Educativo do Município, em parceria com o Agrupamento de Escolas e com a Associação Quinta das Águias.

No âmbito do Projeto Terra os alunos do 5º e 6º anos fazem a recolha de todas as sementes do concelho, colocando-as no Banco de Sementes Regionais que iniciaram, e tornando-se por isso “Guardiões de Sementes”.

Feira Anual de Troca de Sementes | Programa:

10h00 Plantas silvestres na culinária com Rita Roquette

14h30 Feira de troca de sementes

Animação e lanche com a colaboração da Associação Cultural de Vascões

Capturarsementescourcartaz.PNG

“A FEIRA DE PONTE” – UMA OBRA NOTÁVEL DO CONDE D’AURORA

“A Feira de Ponte” é um magnífico álbum fotográfico que constitui um importante registo histórico e etnográfico da feira quinzenal de Ponte de Lima. Trata-se de um “Conjunto histórico de fotografias da feira de Ponte de Lima, tiradas pelo autor ao longo dos anos, reunidas em livro editado pelo Município de Ponte de Lima em 2005 e reeditado em 2012, com o título A Feira de Ponte. Ao conjunto de fotografias foi adicionado o belíssimo texto do Conde d’Aurora com o mesmo título, que havia sido publicado em 1959 em apêndice à terceira edição do Roteiro da Ribeira Lima.”

img118LIVROSOFERTAPLSARALOURES (2).jpg

Falar da Feira medieval de Ponte de Lima equivale a referir as origens históricas de umas das mais antigas vilas de Portugal, nascida no cruzamento de duas importantes vias de comunicação à época: o rio Lima e a ponte que os romanos edificaram no sítio onde ousaram atravessar o mítico Lethes. E, a marca deixada pela ancestral feira de Ponte de Lima que já vem referenciada na carta de foral que a Condessa D. Teresa – mãe do rei D. Afonso Henriques – vai a tal ponto que ainda na actualidade se confunde de forma equívoca a elevação a vila com a sua própria ancestralidade ou seja, denominando-a erradamente como “a mais antiga vila de Portugal”.

A mais antiga não é certamente mas, ninguém duvida que seguramente seja a mais bela de Portugal! E a feira quinzenal… escutai o que disse o insígne poeta limiano Teófilo Carneiro:

Pintores de Portugal, ajoelhai!

Isto é um milagre, não é cor nem tinta!...

Mas não pinteis, pintores! Orai, rezai!

Uma beleza destas não se pinta!...

                                                  Teófilo Carneiro

BARCELOS MARCA PRESENÇA EM MADRID NA FITUR

Turismo Criativo em destaque na FITUR

O Município de Barcelos marca presença na edição da FITUR 2020, a maior feira de turismo da Península Ibérica e uma das maiores do setor no mundo, estando esta a decorrer, em Madrid, de 22 a 26 de janeiro.

Imagem 1fiturbarcmadrid (1).jpeg

Com esta participação, a aposta do Município incide sobre sua recente adesão à Creative Tourism Network, rede mundial que se dedica à promoção do turismo criativo e da qual Barcelos é membro desde outubro 2019, na qualidade de Creative Friendly Destination.

De referir que, hoje,  a Presidente da Creative Tourism Network, Caroline Couret, esteve presente no stand de Barcelos, tendo procedido a entrega simbólica do certificado de adesão do Município na qualidade de Creative Friendly Destination e aproveitou ainda para  realizar uma experiência criativa de pintura do tradicional Galo de Barcelos.

Esta participação é, assim, mais uma ação da estratégia municipal para a promoção do turismo de Barcelos, numa vertente muito focada na criatividade, em diversos domínios, como são exemplo as artes e ofícios tradicionais, a gastronomia e vinhos, os eventos, o desporto, a natureza ou mesmo o turismo religioso.

Durante esta feira, no stand de Barcelos, irão decorrer diversas ações promocionais dirigidas a profissionais do setor, com vista a promover a oferta turística criativa que o Município tem vindo a desenvolver e para o público em geral, haverá lugar à prestação de informação turística à medida e diversos momentos de degustação de produtos típicos locais como vinhos e doces e ainda decorrerão diversos workshops de pintura do galo de Barcelos.

A participação de Barcelos na FITUR constitui, assim, mais um momento relevante na internacionalização do turismo de Barcelos e da aposta na criatividade como elemento diferenciador do turismo local.

Imagem 1fiturbarcmadrid (2).jpeg

Imagem 1fiturbarcmadrid (1).jpg

VILA VERDE: VILA DE PRADO REALIZA FEIRA DOS VINTE

Feira dos Vinte: três dias de tradição e festa na Vila de Prado

A Vila de Prado prepara-se para trazer à rua uma tradição com séculos de história, que anualmente atrai um mar de gente ao centro da freguesia para a Feira dos Vinte. O programa de três dias começa no sábado 18 de janeiro e termina a 20, o ponto alto, que é também o Dia de S. Sebastião.

vpradofeiradosvinte (1).JPG

O destaque desta feira, cujas raízes remontam ao reinado de D. Dinis, no século XIV, assenta na troca e venda de gado cavalar e bovino. No entanto, o certame adaptou-se à evolução dos tempos e apresenta-se nos dias de hoje com um programa diversificado que inclui música, gastronomia, espetáculo equestre, concurso pecuário...  Uma diversidade que se estende também ao comércio, com máquinas agrícolas, artigos para o lar, vestuário, calçado, coudelaria, hortícolas, doçaria e diversões para todos os gostos, entre muitos outros.

Este ano, para dar início às festividades, a 18 de janeiro é assinalado o dia das Associações da Freguesia, com animação musical, ‘comes e bebes’ e muito convívio, na tenda gigante colocada no Largo de S. Sebastião. Paralelamente, a Confraria Gastronómica das Provas da Feira dos Vinte promove o seu ‘II Capítulo Solene e de Entronização’ de novos confrades.

No domingo, 19 de janeiro, a animação começa pelas 15 horas com o sempre alegre Festival de Folclore, seguido do espetáculo equestre às 17 horas. Às 20h30, tem lugar o Encontro de Reis e a festa continua pela noite dentro com after party a cargo do animador Tosttas. Nesta noite, decorrem ainda as habituais provas nas tasquinhas e restaurantes locais. O vinho novo e as papas de sarrabulho servem de pretexto para juntar à mesa pradenses e não só, que desfrutam de momentos de convívio aliados aos sabores mais típicos da nossa gastronomia. As Papas à Moda dos Vinte estarão disponíveis durante todo o mês de janeiro na Vila de Prado, nos restaurantes aderentes.

O programa para o dia principal, 20 de janeiro, é a feira de gado e o concurso pecuário, com o largo da vila cheio de animais e produtores que fazem trocas ou vendas de gado. Durante a manhã, terá ainda lugar a missa e bênção do gado.  Da parte da tarde, para finalizar, há batismo de cavalo e passeios em charrete. Em Dia de S. Sebastião, várias pessoas aproveitam também para rumar à capela localizada nas imediações do recinto para prestarem devoção ao santo padroeiro contra a peste, fome e guerra.

Não faltam atrações nem motivos para participar nestes três dias de festa, de uma tradição secular que a Vila de Prado quer continuar a manter bem viva.

vpradofeiradosvinte (1).png

vpradofeiradosvinte (2).JPG