Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VILA DE PRADO MONTA FEIRA DE ANTIGUIDADES

16 de março. Ao terceiro sábado de cada mês há Feira de Antiguidades, Velharias e Usados na Vila de Prado!

Artigos de decoração, ferramentas, brinquedos, discos, vestuário, colecionismo… Ao terceiro sábado de cada mês, que em março calha no dia 16, a Feira de Antiguidades, Usados e Velharias regressa ao centro urbano da Vila de Prado.

IMG_7677.jpg

As previsões meteorológicas apontam para um sábado quente e soalheiro, já a cheirar a primavera, que convida a um passeio pelo Largo de S. Sebastião (vulgo Campo da Feira), onde pode também encontrar excelentes oportunidades de negócio.

A iniciativa é organizada pela Junta de Freguesia da Vila de Prado com o objetivo de aumentar o leque de atividades ao dispor da população local, atrair visitantes, dinamizar a vila, ajudar a emagrecer ‘sótãos e garagens’ e promover a reutilização de objetos.

PONTE DE LIMA MOSTRA A SUA RIQUEZA AGROALIMENTAR

IV Feira 100% Agrolimiano - 9 e 10 de Fevereiro. Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima

O Município de Ponte de Lima inaugura no dia 9 de fevereiro, às 10h30, a IV Feira 100% Agrolimiano, no Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima.

Capturaragr1 (1).PNG

O objetivo deste evento é mostrar, divulgar e promover o que de melhor se produz no setor agroalimentar em Ponte de Lima, sendo esta uma das áreas que mais se tem desenvolvido nos últimos anos, devido a uma maior valorização por parte dos empresários nos recursos endógenos, criando assim novos postos de trabalho e surgindo novos negócios, com produtos inovadores e de excelente qualidade.

Durante estes dois dias serão apresentados e expostos vários produtos produzidos ou transformados no concelho, como mel, sidra, vinho verde, enchidos e fumados, fruta, hortícolas, cogumelos, carne, leite, entre outros produtos limianos, mas também animais criados no concelho limiano.

Com um programa abrangente, dirigido não só a profissionais, mas também ao público em geral, a III Feira 100% Agrolimiano pretende atrair profissionais, distribuidores, empresários e consumidores para a excelência do mundo rural de Ponte de Lima.

Confira os momentos da Feira 100% Agrolimiano

9 DE FEVEREIRO

10h00 Abertura

Grupo de Bombos e Gaitas de Foles de S. Tiago Maior de Poiares

10h00 Demonstrações Equestres

10h30 Visita Oficial à IV Feira 100% Agrolimiano

            Entrega de Prémios de Empreendedorismo e Desenvolvimento Rural 2018

12h00 Workshop “A Poda e Enxertia nas Macieiras”, Professor Raúl Rodrigues (ESAPL          

14h00 II Agrojogos Limianos

14h30  Doce Inovação de Ponte de Lima (Concurso de doces limianos)

15h00 Associação de Tocadores de Concertina de Ponte de Lima (Animação musical)

17h00 Sensações de Chocolate “Brutus no Lima”, por Sandra e Susana Veiga (Workshop infantil)

18h00 Showcooking “Chanfana de Bovino”, EPAPL

18h00 Grupo de Música Popular da Feitosa Animação musical

19h00 Entrega de Prémios dos II Agrojogos Limianos

19h00 Demonstrações Equestres

21h00 Augusto Canário (Espetáculo musical)

23h00 Encerramento

10 DE FEVEREIRO

10h00 Abertura

10h00 Demonstrações Equestres

10h30 Grupo de Música Sol Dourado (Animação musical)

11h30 Workshop “Licores com Ervas Aromáticas”, EPAPL

12h30 Mandinho e Amigos (Animação musical)

14h30 Demonstrações Equestres

16h00 Apresentação Final do Curso de Manejadores Preparadores

17h00 Prova de Vinhos de Ponte de Lima

17h30 Entrega de Prémios do Curso de Manejadores Preparadores

18h00 Showcooking “Doces com Texturas Limianas”, EPAPL

20h00 Encerramento

OUTRAS ATIVIDADES:

Exposição de Animais

Curso de Manejador Preparador

Capturaragr2.PNG

Capturaragr3.PNG

Capturaragr4.PNG

PONTE DE LIMA REALIZA FEIRA DE CAÇA E PESCA

XI Feira da Caça, Pesca e Lazer, 24 a 26 de maio, em Ponte de Lima

O Município de Ponte de Lima e a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima organizam a X Feira de Caça, Pesca e Lazer de 24 a 26 de maio de 2019, visando a promoção dos recursos cinegéticos do concelho, assim como as suas potencialidades transversais aos campos da pesca desportiva de água doce, da caça, e do turismo, numa estreita ligação com o património natural e cultural, alicerçada numa forte aposta turística do concelho de Ponte de Lima.

Capturarplexposoo.PNG

Há semelhança das edições anteriores, este evento conta com a colaboração das Federações de âmbito nacional e Associações do concelho, de vários setores que vão além da Caça e da Pesca, à Apicultura, Desporto, Floresta, Recreação, e Lazer e que acrescentam novas dinâmicas ao certame.

Esta feira, com mais de uma década de existência, vai contar com várias áreas de exposição de artigos da especialidade, demonstrações de aves de cetraria, mostras de espécies cinegéticas, tasquinhas com pratos e petiscos, e como não poderia deixar de ser, provas de caça, pesca, e um leque diverso de outras atividades de desporto, lazer e muita animação musical.

 O concelho limiano dispõe de um numeroso conjunto de recursos de caça e pesca, que juntamente com o lazer formam um forte alvo de investimento e de procura. Assim, diversas empresas e associações dedicam-se a estas atividades e temáticas, permitindo satisfazer as exigências dos que procuram o lazer e uma maneira distinta de passar as suas férias ou um fim-de-semana prolongado, possibilitando a fruição de dias diferentes, longe do bulício das grandes cidades. Em simultâneo esta dinâmica acrescenta valor e sustentabilidade ao desenvolvimento do concelho através da promoção do turismo ativo e de natureza.

Para mais informação, consultar: www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/xi-feira-de-caca-pesca-e-lazer-2-2/

A XI Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima realiza-se de 24 a 26 de maio, na Expolima.

feira-cpl-A3-RGB.jpg

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE PARTICIPA NA ALEMANHA EM FEIRA NÁUTICA

Município de Esposende presente em feira de atividade náutica da Alemanha

O Município de Esposende está presente na Boot, feira internacional de náutica, que decorre até 27 de janeiro, em Dusseldorf, Alemanha. Integrando o projeto Sea of Portugal, que visa a promoção e internacionalização da náutica portuguesa, a representação esposendense integra empresas locais, divulgando as potencialidades naturais do território e a aptidão para a prática de desportos de mar.

boot 1.jpg

Boot, Düsseldorf International Boat Show é um dos melhores certames de náutica do mundo. Este ano estão presentes 1.800 expositores, oriundos de 65 países, aproveitando para apresentar os desenvolvimentos de última geração, nas seções de pesca, jet ski, canoagem, kitesurf, remo, vela, surf, mergulho recreativo, turismo, esqui aquático, windsurf  e yachting.

Esta feira é uma excelente oportunidade para contactar com operadores europeus ligados à náutica, dando a conhecer a oferta que Esposende reserva para a prática de desportos aquáticos. Ao longo dos nove dias que dura o certame alemão, são aguardados mais de 250 mil visitantes.

O Município de Esposende tem apostado na difusão do gosto pela prática de desportos náuticos, estabelecendo parcerias com entidades e empresas locais, vocacionadas para esta área específica.

FEIRA DOS VINTE LEVA A VILA DE PRADO UMA AUTÊNTICA MULTIDÃO DE FORASTEIROS

Mar de gente na Vila de Prado para a secular Feira dos Vinte!

Na Vila de Prado, a tradição está de boa saúde e recomenda-se. Se dúvidas houvesse, foram todas levadas pela enxurrada. Por um mar de gente que inundou o centro urbano da vila para cumprir uma tradição com séculos de história.

1 (1)feiradosvintevv.jpg

A Feira dos Vinte é um certame que remonta ao século XIV, tempo do rei D. Dinis, e desde então realiza-se sempre no dia 20 de janeiro. Este ano, à semelhança do que acontecera em 2018, chegou acompanhada por um programa alargado de três dias que incluiu também um espetáculo equestre, concurso pecuário, encontro de reis, cantares ao desafio e o festival de folclore. Na sexta-feira e no sábado, a animação continuou noite dentro com as atuações do Dj Tosttas e do Dj Serafim.

Além de aumentar os motivos de interesse do evento, a programação pretende também reforçar o setor da pecuária, de enorme importância histórica, já que a Feira tem na compra e troca de gado (principalmente bovino e cavalar) o seu ex-líbris, apesar de manter o comércio dos mais diversificados tipos de produtos. Aliás, em tempos idos, era na Vila de Prado que se fixava o preço do gado para todo o ano no resto do país. Em pleno Dia de S. Sebastião, foram também em grande número os fiéis que passaram pela Capela de Nossa Senhora do Bom Sucesso, localizada nas imediações do recinto, para prestar a sua devoção.

1 (2)feiradosvintevv.jpg

Um programa rico e diversificado

Durante o fim de semana, a tenda gigante colocada no Largo de S. Sebastião recebeu os espetáculos musicais e serviu vários petiscos regionais, foi palco de encontro de velhos amigos e momentos de muita diversão. Um pouco por toda a vila, multiplicavam-se pontos de venda itinerantes que, somados ao comércio local, criaram uma oferta alargada ao dispor de pradenses e visitantes. O público não se fez rogado e aderiu em massa, contribuindo de forma significativa para a dinamização a economia local e a promoção do território. O pontapé de saída foi dado na noite da passada sexta-feira, 18 de janeiro, com a excelência da gastronomia minhota e a atuação animada do DJ Tostas como maiores atrativos.

No dia seguinte, tempo para cumprir mais uma tradição local, a 'Noite das Provas'. Todos os anos, o serão do dia 19 de janeiro é reservado para degustar as deliciosas papas de sarrabulho com rojões acompanhadas pelo bom vinho regional. Este ano, trajados a rigor, os elementos da recém-criada 'Confraria Gastronómica das Provas da Feira dos Vinte' percorreram as tasquinhas e restaurantes da vila para fazer as provas. Depois de aconchegar o estômago, tempo para desfrutar dos espetáculos musicais. O encontro de reis juntou vários grupos pradenses munidos com instrumentos tradicionais (guitarra, cavaquinho, concertina...) e gargantas bem afinadas para cantar a Boa Nova. A animação continuou de seguida com a alegria e diversão dos cantares ao desafio, protagonizados por Loureiro de Barcelos e Liliana, e prolongou-se pela noite dentro com o After-Party do DJ Serafim.

1 (3)feiradosvintevv.jpg

Milhares de pessoas na Feira dos Vinte 2019

A manhã de domingo trouxe o momento mais aguardado do programa, a Feira dos Vinte. Ao início da manhã, as mais de oitenta cabeças de gado presentes no certame já enchiam de vida o Largo de S. Sebastião. Em volta, milhares de curiosos iam passando e interagindo amigavelmente com os animais. Alguns demoravam-se, interessados em fazer negócio. Outros, só de passagem, ficavam por uma carícia e seguiam no turbilhão de pessoas que abalou o coração da vila. E não faltava por onde escolher. Das bancas de fruta ao vestuário, passando pelas máquinas agrícolas, vegetais, roupa, calçado, doçaria e diversões, entre muitas outras, não faltaram opções para um domingo bem passado.

Ali ao lado, decorria o concurso pecuário, que premiou vários criadores. Um dos participantes que saiu vitorioso foi o pequeno Diego Lopes. Uma criança que se destacava entre os adultos. "Eu já venho à Feira dos Vinte desde os sete anos de idade. Gosto muito de vir com o meu avô...", contou Diego com um sorriso no rosto, reforçando a sua paixão pelo mundo rural: "Gosto muito disto e também gosto bastante de tocar concertina!". Por volta das 11h00, o público abriu alas (e bem largas...) para assistir ao desfile dos animais, que imponentemente percorreram o Largo de S. Sebastião. A atividade foi encabeçada por um grupo de tocadores de concertina, por elementos da Junta de Freguesia de Vila de Prado e do Município de Vila Verde. Os animais vinham atrás de forma ordenada com os respetivos chamadores.

1 (4)feiradosvintevv.jpg

Filipe Pinto: "Vem gente de todo o país!"

A parte da tarde ficou reservada para o espetáculo equestre e o festival de folclore, que contou com a atuação dos dois ranchos da terra. Com música de fundo bastante animada, a entrada dos cavalos foi recebida calorosamente pela bela moldura humana que compunha o recinto. Durante largos minutos, a plateia foi surpreendida pelas habilidades dos cavalos e mestria dos cavaleiros. Às manobras dos animais, juntaram-se também duas bailarinas que abrilhantaram ainda mais a encenação. Natural da Vila de Prado, Filipe Pinto assistiu ao espetáculo e deixou fortes elogios. "O espetáculo equestre que acabámos de ver foi muito bonito. Não há palavras...", referiu o pradense, que já acompanha a Feira desde a infância e lhe reconhece imenso valor. "É uma festa diferente, especial. Temos que privilegiar a nossa terra, estar presentes e dar as boas-vindas a quem nos visita. Vem gente de todo o país...acho que a freguesia tem muito a ganhar", afirmou Filipe Pinto.

1 (5)feiradosvintevv.jpg

Albano Bastos: "Foi tudo excelente"

O presidente da Junta de Freguesia de Vila de Prado não escondeu a satisfação e fez um balanço extremamente positivo de mais uma edição da Feira dos Vinte. "Correu tudo muito bem, a feira excedeu as nossas expetativas. Igual ao ano passado, quando introduzimos estas atividades complementares, já seria muito bom. Mas com esse relançamento e a divulgação nos media regionais, o público dirigiu-se em massa à Vila de Prado, apesar de outras festividades em freguesias das redondezas. Falámos com o S. Pedro sobre o tempo e ele correspondeu. (risos) Tivemos um domingo espetacular tanto por causa do sol como da afluência de concorrentes ao concurso de pecuária...tivemos mais animais que no ano passado. O desfile também correu muito bem, várias pessoas iam logo pela manhã perguntando a que horas iria acontecer. A Capela do Bom Sucesso, onde se venera o S. Sebastião, foi pequena para as pessoas que quiseram participar na Eucaristia, transmitida pela Rádio Renascença. Todo o trabalho e canseira de várias semanas resultou em pleno", frisou Albano Bastos, acrescentando que a Feira foi tão bem-sucedida que até provocou enormes constrangimentos no trânsito. "Há instantes, fui informado pelas autoridades policiais de que havia uma fila compacta de carros até Braga. Do lado da Lage e de Barcelos, o panorama era o mesmo. É mau para quem está na fila, mas é um bom indicador para nós", gracejou. A secular Feira dos Vinte voltou a atrair milhares de pessoas à Vila de Prado, afirmando-se como uma âncora de desenvolvimento cultural, divulgação do território e dinamização da economia.

1 (6)feiradosvintevv.jpg