Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CELORICO DE BASTO RECEBEU A FEIRA DA BAGAGEIRA

Decorreu este domingo, 4 de dezembro, na Praça Albino Alves Pereira e na Casa da Terra, em Celorico de Basto, a I edição da Feira da Bagageira. Uma feira “muito participativa” que promoveu a economia circular e o não desperdício.

Capturarbag1 (11).JPG

A primeira edição deste certame decorreu como era expectável, como salientou a Vereadora da Cultura do Município de Celorico de Basto, Maria José Marinho, “esta foi I edição de uma feira muito participada. As pessoas têm muitos produtos de excelente qualidade armazenados em casa e sem qualquer uso, e viram neste certame a oportunidade de fazer algum dinheiro e ao mesmo tempo, dar uma nova vida aos seus produtos”. A feira irá realizar-se trimestralmente “porque achamos que esse seria o período certo para realizar este mercado de artigos em segunda mão. E não queremos que seja apenas uma feira, queremos que seja um espaço animado, com momentos culturais atrativos e que tornem este espaço ainda mais apelativo. Para primeira edição estamos muito satisfeitos e estou certa de que, o caminho é para crescer e criar hábitos”.

Esta Feira da Bagageira contou com 18 participantes que venderam artigos em segunda mão, velharias, antiguidades, coleções, promovendo a economia circular e o não desperdício.

Ao longo do dia os visitantes puderam deambular pelo espaço, comprar os artigos expostos e desfrutar da animação ao som da Banda de Música de Sta. Tecla e do Grupo Bossa Prima, puderam ainda desfrutar de momentos de teatro de rua pelo Inventos Animação.

A próxima edição será atempadamente divulgada pelos canais de comunicação do Município, a inscrição será limitada ao espaço.

Capturarbag5.JPG

Capturarbag6 (1).JPG

Capturarbag4 (3).JPG

PONTE DE LIMA REALIZA FEIRA DO LIVRO LIMIANO

Feira do Livro Limiano abre ao público em dezembro e promove publicações municipais e de autores locais

O Município de Ponte de Lima volta a apostar na Feira do Livro Limiano, que decorrerá na Biblioteca Municipal, no período de 05 a 30 de dezembro de 2022.

Subordinado ao lema “Este Natal ofereça um livro limiano”, a iniciativa tem como principal objetivo a promoção do rico e diversificado património literário, que aglutina memórias e riquezas das letras limianas.

 Trata-se de um evento propiciador de desenvolvimento cultural e de lazer que contempla publicações de autores limianos que, por nascimento ou afeição, mantêm uma produção literária de proximidade e de pertinência temática e integra, também, as publicações editadas pelo Município de Ponte de Lima.

As edições municipais irão contar com um desconto de 40% sobre o preço de capa, sendo esta uma oportunidade única para adquirir e oferecer um livro nesta época natalícia.

Aproveitem esta oportunidade para renovarem as vossas estantes e lerem ou relerem os livros publicados nesta região historicamente fértil do ponto de vista literário.

Capturarfeilivropl (9).JPG

PONTE DA BARCA VAI CRIAR FEIRA DE ANTIGUIDADES E ARTIGOS DE COLEÇÃO

A Câmara Municipal de Ponte da Barca vai avançar para a criação de uma Feira de Antiguidades e Artigos de Coleção. O Projeto de Regulamento da Feira de Antiguidades e Artigos de Coleção de Ponte da Barca foi aprovado em reunião de câmara e destina-se a nortear as atividades comerciais exercidas na futura Feira de Antiguidades.

3471224.jpg

Esta iniciativa, que se prevê que tenha início em junho de 2023, irá decorrer na Praça Terras da Nóbrega, nos segundos Sábado de cada mês, tendo como objetivo promover a venda, compra e troca de velharias, antiguidades e artigos colecionáveis, promovendo igualmente uma maior dinâmica comercial na vila ao fim-de-semana.

O Regulamento entra em vigor assim que for publicado em Diário da República, estando depois disponível para consulta no site da autarquia. Para a venda de artigos nesta feira será necessário proceder à prévia inscrição para atribuição de autorização e atribuição do espaço de venda.

MERCADO DE FAMALICÃO REALIZA FEIRA DE ARTIGOS EM SEGUNDA MÃO

É já neste sábado, 19 de novembro, que se realiza mais uma edição do “Out of the Closet”, feira de roupa e acessórios em segunda mão, com cerca de 30 vendedores a montarem banca na Praça - Mercado de Famalicão, entre as 15h30 e as 19h00.

Out Of The Closet 1 (3).jpg

Dar uma nova vida às roupas de inverno que, por qualquer razão, já não usamos é o principal propósito do “Out of the Closet”, que assenta nesta ideia de comprar roupa, acessórios ou calçado em segunda mão, peças de valor a preços mais baixos, peças vintage que já não existem no mercado ou tão só por uma questão de economia circular e contribuir para a sustentabilidade do planeta, continuando a dar vida e uso às peças.

Refira-se que o “Out of the Closet” tem-se repetido ao longo do último ano na Praça – Mercado de Famalicão, numa organização dos próprios vendedores que se juntam para a venda neste mercado em segunda mão, que nesta edição conta com uma vertente solidária, com uma recolha de bens alimentares, (enlatados, óleo alimentar, azeite, cereais, massas e arroz) para o projeto Refood Famalicão.

CELORICO DE BASTO: FEIRA ANUAL DE SANTA CATARINA INOVA PARA CONFORTO DE RESIDENTES E VISITANTES

Município de Celorico de Basto anuncia que a Feira Anual de Sta. Catarina não será feita pela avenida principal da vila de Celorico de Basto, tal como em anos transatos.

Capturarfeicata (4).JPG

Várias razões estão na decisão do Executivo Municipal, nomeadamente a necessidade de assegurar as condições de segurança a residentes e visitantes. “Quando organizamos as diferentes iniciativas temos, em primeiro lugar, de salvaguardar as condições de segurança de participantes e visitantes. É certo que, felizmente, não tem sido reportada nenhuma ocorrência de maior, mas enquanto responsável pela Proteção Civil, seria de todo imaturo, não pensar no futuro. E por isso mudamos a área da feira, para uma zona mais ampla e com melhores condições de acesso para todos”, assegura o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

É também objetivo criar condições para que os visitantes circulem por toda a vila, e nesse ponto “estamos a reorganizar a feira por vários locais, o Mercado Municipal será o palco da Mostra Gastronómica com a promoção da gastronomia, dos vinhos e dos produtos locais, que se conjugarão com um cartaz cultural apelativo, onde se evidencia o cariz inovador sem fugir à tradição”. A Quinta do Prado será o palco da I Exposição animal, “uma exposição dedicada a animais de grande porte que pretendemos transformar, a curto prazo, num dos pontos de maior atratividade desta Feira Anual da Sta. Catarina, pela dimensão, pela quantidade de animais presentes, pela diversidade. No futuro será um espaço que pretendemos que venha a ocorrer uma grande mostra de animais e plantas e também, um espaço de venda de produtos locais dos nossos agricultores”.

Ao criar estes diferentes locais, o autarca assegura que “estarão criadas as condições para que os visitantes circulem por todas as ruas da vila, possam aceder à restauração, aos serviços e ao comércio sem transtornos, e desfrutar inteiramente desta Feira Anual de Sta. Catarina”. Considera que “muitos serão relutantes a esta mudança mas acredito que, irão entender as nossas razões. A nossa Feira anual de Sta. Catarina é um evento centenário que demarca a nossa identidade como povo, um evento que merece ser cada vez mais atrativo e apelativo para visitantes e feirantes, sempre de mãos dadas entre tradição e inovação” rematou o autarca.

A feira irá decorrer pela rua Baltazar Rebelo de Sousa (desde a rotunda da Câmara até à EB2,3/S), na Rua Capitão Rodrigo Sousa e Castro e no Mercado Municipal.

PONTE DE LIMA APRESENTA NA GOLEGÃ O CARTAZ DA FEIRA DO CAVALO 2023

Cartaz da Feira do Cavalo de Ponte de Lima 2023 apresentado na Feira Nacional do Cavalo na Golegã

O cartaz da Feira do Cavalo de Ponte de Lima de 2023 será apresentado na Feira Nacional do Cavalo da Golegã e Feira Internacional do Cavalo Lusitano, a decorrer na Golegã até 13 de novembro.

O cartaz da XV edição da Feira do Cavalo de Ponte de Lima tem como figura principal o cavalo Requinte, que se sagrou Campeão dos Campeões da XIV feira, do criador Filipe José Fernandes Sousa e que foi apresentado por Carlos Ramalhete, também ele vencedor da categoria de melhor apresentador desta edição.

O Requinte apresenta as fachas de campeão macho, e de Campeão dos Campeões.

Este cartaz foi concebido por Teresa Aroso, com a fotografia do Requinte, da autoria de Carlos Hernâni, e com um fundo que sugere as tradicionais colchas de damasco de seda antigas, que se punham nas janelas e varandas em dias solenes, na zona do Minho.

A Feira do Cavalo de Ponte de Lima é um evento organizado pelo Município de Ponte de Lima e está agendado para os dias 6 a 9 de julho de 2023.

Capturarfeiracavaloplia.JPG

ARTESÃOS E MERCADORES JÁ SE PODEM INSCREVER NO MERCADO DE NATAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA

Inscrições podem ser efetuadas até 11 de novembro.

De 7 a 11 de dezembro, o Mercado de Natal de Vila Nova de Cerveira está de regresso ao centro histórico. Os artesãos e mercadores interessados em participar podem inscrever-se até ao dia 11 de novembro.

Cerveira_Mercado Natal (3).jpg

A iniciativa enquadra-se na vasta e diferenciadora programação de Natal que o Município está a preparar e que contará com muitas novidades e tem como objetivo dinamizar o comércio, o artesanato e o associativismo local. Inspirado e desenhado a partir do imaginário da época, contará com expositores que abrangem desde as áreas do artesanato, dos brinquedos e da cerâmica, até à gastronomia típica.

Com uma oferta cultural e de lazer diversificada, vai ainda permitir a quem o visitar usufruir de momentos de contemplação, onde o som, as cores, as texturas, os cheiros e os sabores se vão conjugar com a diversão e com o entretenimento. Neste contexto, o Mercado de Natal contará com a parceria de algumas pastelarias e confeitarias que trarão um conceito de food court com demonstrações, workshops e confeção no local. As crianças não serão esquecidas, estando previstas várias atividades direcionadas a este público.

Destinado à comercialização de produtos que se enquadrem na época natalícia de base artesanal, o Mercado de Natal é mais uma oferta cultural do Município de Vila Nova de Cerveira para dinamizar o centro histórico da vila, atraindo visitantes ao concelho nesta época festiva. Ao mesmo tempo, pretende ser um apoio à dinâmica comercial, contribuindo para o desenvolvimento das artes e ofícios e das microempresas artesanais do concelho.

Todos os interessados devem consultar as normas de participação disponíveis no site da autarquia e efetuar a sua inscrição junto dos serviços da cultura da autarquia, presencialmente, via correio postal ou eletrónico (cultura@cm-vncerveira.pt).

ESTÁ A CHEGAR A FEIRA DOS SANTOS DE CERDAL EM VALENÇA

A Feira Romaria dos Santos de Cerdal, em Valença, está de regresso em 1 e 2 de novembro. A “mãe de todas as feiras”, do Norte de Portugal e da Galiza está de volta com mais de 400 tendas prontas para receberem milhares de visitantes esperados.

Feiradossantosdecerdalvalença (1).jpg

A Feira dos Santos é o principal evento de outono da Euro região Galiza-Norte de Portugal, recebendo portugueses e espanhóis em perfeita comunhão, numa tradição secular. Esta é uma feira com personalidade própria, que carrega séculos de história e tradição, congregando saberes, tradições e rituais, organizados ao longo do ano e que teimam em não se perder.

O vestuário, as louças, o calçado, as tasquinhas, o gado bovino, caprino e ovino, os produtos do campo, as maquinarias agrícolas, os parques de diversões e uma infinidade de outros atrativos prometem fazer as delícias dos visitantes.

Feira dos Santos e das Trocas

O dia 1 de novembro (Dia dos Santos) é o dia principal e o 2 de novembro está destinado à “Feira das Trocas”. Assim se mantém a tradição de trocar os produtos adquiridos na véspera que por alguma razão não serviram.

Os Famosos Perícos dos Santos

Uma das marcas da feira são os frutos da época, sobretudo os famosos Perícos dos Santos. Os perícos, uma “pequena pera”, são típicos de Valença e tem no concelho, para além da sua origem, as maiores áreas de produção. A par dos perícos, as castanhas cruas ou cozidas, as nozes, as maçãs tardias e os dióspiros fazem as delícias de quem aprecia estes produtos.

A Tradição dos Petiscos e Desgarradas

Manda a tradição que nas noites de 31 de outubro e 1 de novembro, a Feira dos Santos é o destino para provar os vinhos novos e saborear os petiscos locais como os rojões, as moelas, as bifanas e o bacalhau, entre muitas outras iguarias. Nas tasquinhas animam-se as noites, ao som das concertinas e soltam-se as mais engraçadas cantigas de desgarrada.

Corridas de Garranos em 1 de novembro

Na Pista das Corridas os ginetes mostram a beleza do nosso cavalo, o Garrano. As corridas de cavalos, em passo travado, decorrem no dia 1, a partir das 14h30.

Os emblemáticos cavalos garranos dão um colorido especial à feira do gado que contará, ainda, com animais bovinos, caprinos e ovinos e uma ampla área de maquinaria agrícola.

GASTRONOMIA E FOLCLORE PORTUGUÊS NA MAIOR MOSTRA COMERCIAL DE ANDORRA

Encerrou ontem, domingo, a Feira de Andorra la Vella, certame comercial e social do Principado de Andorra organizado pelo Comú (Câmara Municipal) de Andorra la Vella, capital do país. Durante os 3 dias de abertura recebeu mais de 70.000 visitantes para desfrutarem das últimas novidades em veículos automóveis, adquirir o forfait da temporada de esqui ou descobrir as últimas novidades em matéria de realidade virtual. Paralelamente decorreu a 11ª Feira de Associações, evento que reuniu 36 associações de caráter social, desportivo, cultural e solidário.

GFCP Fira2023 (2) (6).jpg

Desde a sua criação, o Grupo de Folclore Casa de Portugal tem participado em todas edições apresentando a cultura popular portuguesa e promovendo a cultura gastronômica portuguesa. Nesta edição, os elementos do Grupo decoraram o stand com motivos de ouro regional que as lavradeiras ostentam ao peito quando envergam os trajes regionais e a mesa apresentou as melhores iguarias portuguesas que o público não perdeu oportunidade de degustar e adquirir. Assim, os pastéis de Belém e os bolos caseiros rivalizaram com os rissois, as pataniscas e os bolinhos de bacalhau, além dos diferentes enchidos e a broa de milho e de centeio. Para matar a sede, os visitantes puderam degustar o vinho verde branco e outros refrescos lusitanos.

O ponto alto do certame foi no sábado à tarde onde a Feira registou a maior enchente e no palco de espetáculos situado no jardim do Parc Central, o Grupo de Folclore Casa de Portugal fez a sua atuação apresentando danças e cantigas do seu reportório enquadrado na região do Alto Minho. No final da atuação os assistentes foram convidados a dançar o Vira Geral abarrotando o palco de portugalidade.

No domingo à tarde, embora a chuva tivesse marcado ato de presença, não impediu que o grupo de bombos da Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro e o Rancho Folclorico dos Residentes do Alto Minho apresentassem também o seu reportório cultural.

GFCP Fira2023 (5) (1).jpg

GFCP Fira2023 (4).jpg

GFCP Fira2023 (3) (8).jpg

GFCP Fira2023 (1) (5).jpg

GFCP Fira2023 (6) (4).jpg

FAMALICÃO MARCA PRESENÇA NA MAIOR FEIRA MUNDIAL DO SETOR AGROALIMENTAR

SIAL, Salon International de l'Alimentation, está a decorrer em Paris, França

São nove, as empresas e marcas famalicenses representadas na SIAL, Salon International de l'Alimentation, uma feira internacional dedicada ao setor agroalimentar que está a decorrer em Paris, França, com a presença dos maiores players do setor. De Vila Nova de Famalicão, estão presentes marcas e projetos inovadores de pequena dimensão, como a Sim Chocolate, a Senrasdairy, a Frutivinhos e a Yogan, bem como referências incontornáveis do setor agroalimentar nacional como é o caso da Vieira, Lourofood, ICM, Primor e Salsicharia Limiana.

IMG-20221018-WA0029 (3).jpg

A SIAL Paris, promovida pela Atlantic Food Export, é um dos principais palcos para o encontro entre a indústria agroalimentar e uma referência para o desenvolvimento de novas parcerias, para a concretização de novos negócios e para conhecer as tendências globais do setor.

Na edição deste ano participam mais de 7 mil expositores provenientes de 120 países, numa área expositiva com mais de 250 mil m2, e com a expectativa de mais de 300 mil visitantes durante o certame que arrancou no passado dia 15 de outubro e que termina hoje, dia 19.

“É muito interessante ver marcas mais recentes, que nasceram e cresceram no seio do Famalicão MadeIN, a apresentarem o seu produto ao lado de empresas mais experientes e consolidadas no mercado mundial do agroalimentar, e que conquistam mercados e novos consumidores” refere o vereador da Economia e Empreendedorismo da Câmara Municipal, Augusto Lima, que também aponta a mais valia desta variedade, que “demonstra a capacidade e diversidade do setor no nosso concelho”.

De referir que as empresas do agroalimentar representam uma fatia importante das exportações do concelho de Vila Nova de Famalicão, com os dados no último ano, 2021, a apontarem para um volume de negócios muito próximo dos 64 milhões de euros, num crescimento que ronda os 20% ao longo dos últimos 8 anos, segundo os dados registados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

“Queremos alargar a base de exportação e o número de pequenas e médias empresas pela aposta na inovação e em produtos diferenciadores (…) queremos exportar mais produtos e colocar mais empresas famalicenses a exportar” acrescenta Augusto Lima.

IMG-20221018-WA0030_2 (1).jpg