Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE FAMALICÃO VOLTA A SER DISTINGUIDO COM A BANDEIRA VERDE ECOXXI

Galardão ambiental recebido pelo quinto ano consecutivo

O Município de Vila Nova de Famalicão recebeu, pelo quinto ano consecutivo, o galardão Bandeira Verde ECOXXI. A cerimónia de entrega do galardão decorreu no passado dia 22 de setembro, na Fábrica Santo Thyrso, em Santo Tirso, tendo a receção da bandeira ficado a cargo do vereador do ambiente, Pedro Sena.

AFS_0285.jpg

No conjunto dos 21 indicadores de sustentabilidade utilizados na medição do desempenho de cada município candidato, no que respeita à educação ambiental e educação para a sustentabilidade, Famalicão alcançou um índice superior a 70%, o que resultou numa melhoria em relação aos 67% obtidos em 2020.

O município famalicense superou a sua classificação em indicadores como «Cidadania, Governança e Participação», «Água Segura e Qualidade dos Serviços de Águas Prestados aos Utilizadores» e «Mobilidade Sustentável», em relação ao ano transato.

Refira-se que o programa ECOXXI é coordenado pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), e visa reconhecer o trabalho desenvolvido pelos municípios no que respeita à educação ambiental e educação para a sustentabilidade, assente nos princípios da «Agenda 21 Local», criada pela Agência Portuguesa do Ambiente.

FAMALICÃO COMEMORA DIA DO CONCELHO COM ATRIBUIÇÃO DOS SELOS VISÃO'25

Sessão realiza-se amanhã, terça-feira, 28 de setembro, pelas 18h00, no Largo da Igreja de Arnoso Santa Maria

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, realiza a sessão solene comemorativa do 186.º aniversário do Dia do Concelho, em cerimónia que vai ter lugar amanhã, terça-feira, 28 de setembro, pelas 18h00, no Largo da Igreja de Arnoso Santa Maria. A cerimónia será transmitida online, através do Facebook do Município de Famalicão, em  www.facebook.com/municipiodevnfamalicao e do portal em www.famalicao.pt.

DSC_3496.JPG

A sessão ficará marcada pela entrega dos selos “Famalicão Visão’25”, uma espécie de marca que identifica iniciativas, ações e projetos que expressam e estimulam os valores da comunidade e identidade famalicense, em harmonia com o Plano Estratégico.

Ao todo serão distinguidos 16 projetos, distribuídos por quatro categorias: Famalicão Made IN (5 projetos), B-Smart Famalicão (5 projetos), Famalicão Força V (3 projetos) e Famalicão Comunitário (3 projetos).

A categoria Famalicão Made IN abrange os projetos empreendedores que potenciam a incorporação tecnológica e a aplicação de soluções de futuro, desenvolvendo uma economia baseada no conhecimento e na inovação e que aumentam a competitividade e internacionalização. A categoria B -Smart Famalicão irá reconhecer os projetos que promovam uma economia mais eficiente na utilização dos recursos. A categoria Força V – Famalicão Voluntário inclui os projetos que reforçam o capital social presente nas práticas de intervenção e animação comunitária e impulsionam novos ambientes de participação e envolvimento ativo. Por fim, na categoria Famalicão Comunitário serão reconhecidos os projetos que promovam a corresponsabilização dos cidadãos e que se distingam enquanto projetos coletivos, de cooperação e colaboração entre atores públicos e privados e potenciadores dos valores do futuro.

Recorde-se que a atribuição dos Selos Famalicão Visão’25 acontece pelo sexto ano consecutivo, tendo sido já reconhecidos cerca de uma centena de projetos.

PELES - INTERNACIONAL DRUM REGRESSA COM CONCERTO NO CENTRO DE ESTUDOS CAMILIANOS EM FAMALICÃO

Atlantic Percussion Group, constituído por José Afonso Sousa e Tomás Rosa, protagonizam o concerto do próximo dia 1 de outubro, no Centro de Estudos Camilianos, em Seide São Miguel, no âmbito da 6ª edição do PELES – International Drum Fest, um festival organizado pela CAISA - Cooperativa de Artes, Intervenção Social e Animação e pela TOCA - Academia de Artes Performativas, com o apoio do Município de Vila Nova de Famalicão e de Guimarães.

Atlantic Percussion Group.jpeg

O PELES decorre nos dias 1, 3 e 5 de setembro em formato misto – presencial e online -, nas freguesias de Seide S. Miguel, Vila Nova de Famalicão, e Vermil, Guimarães, com concertos e residências artísticas focadas no cruzamento de linguagens musicais percutivas.

Para além do concerto dos Atlantic Percussion Group, também está previsto, no território famalicense,  a realização de uma residência artística de criação e uma oficina de percussão, no dia 30 de setembro, no Jardim de Infância de Seide São Miguel, sob a orientação de José Afonso Sousa e Tomás Rosa.

Para mais  informações, consulte a página: www.caisa.pt ou www.facebook.com/Peles-International-Drum-Fest

FAMALICÃO: DESCABONIZAÇÃO EM DESTAQUE NA SEGUNDA AÇÃO DE CAPACITAÇÃO DA INICIATIVA JustGreen

A descarbonização está em destaque em mais uma ação de capacitação no âmbito da iniciativa JustGreen. «Introdução ao Conceito da Descarbonização» é tema da palestra que terá lugar no  próximo dia 28 de setembro, entre as 10h50 às 11h30, via plataforma online ZOOM, e será realizada por Ryszard Marszowski, especialista em descarbonização e membro do Instituto de Investigação de Mineração (Central Mining Institute) de Katowice, Polónia.

prt_primeira_acao_justgreen.jpg

Esta é a segunda ação de capacitação realizada no âmbito do JustGreen, uma iniciativa que promove o intercâmbio de conhecimento entre instituições privadas e públicas, ligadas à economia social, com o foco na transição verde e digital, e a partilha de conhecimento e de boas práticas entre as organizações sociais locais e as das cidades parceiras. A primeira palestra pública decorreu no passado mês de junho, subordinada ao tema «Economia Circular», igualmente, em formato online.

Refira-se que o Município de Famalicão é coordenador do projeto europeu «JustGreen» no âmbito da candidatura ao programa europeu para a Competitividade das Pequenas e Médias Empresas, COSME - Missões de Economia Social 2020, até janeiro de 2022. A autarquia famalicense está a liderar e a coordenar os trabalhos de um consórcio que reúne parceiros de mais quatro países, entre eles, Polónia (Município de Swietochlowice), Itália (Município de Mozzo), Hungria (Município de Terézváros) e Bélgica (ENSIE - Rede Europeia de Empresas Sociais de Inserção).

Para mais informações e acesso ao link da palestra, consulte a página www.famalicao.pt/palestra-introducao-ao-conceito-da-descarbonizacao

FAMALICÃO É UM DOS MUNICÍPIOS DO PAÍS QUE MELHOR CUIDA DOS ANIMAIS ERRANTES

Segundo dados da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV)

Segundo a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) citada, esta quinta-feira, pelo Jornal de Notícias, Vila Nova de Famalicão é um dos municípios portugueses que melhor cuida dos animais errantes, ocupando uma posição cimeira no top 10 dos municípios que mais animais recolhe da rua e também um dos que mais promove a sua adoção.

Croa de Famalicão.jpg

A informação vem confirmar o bom trabalho desenvolvido através do Centro de Recolha Animal (CROA) de Vila Nova de Famalicão, um equipamento municipal focado no acolhimento e tratamento de animais errantes.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “a proteção dos animais tem sido uma aposta estratégica do município que desde o início deste mandato dedica um pelouro à Defesa dos Animais e tem desenvolvido um conjunto de ações no âmbito da sensibilização, acolhimento, responsabilidade e dedicação animal”.

“Mas o trabalho da proteção dos animais em Famalicão não se esgota na Câmara Municipal há voluntariado, há dever cívico e há grupos informais, associações e até cidadãos neste setor com desempenho de exemplaridade nesta matéria”, acrescenta o autarca.

Refira-se que ainda a Câmara Municipal inaugurou no inicio deste mês de setembro o novo Centro de Recolha Oficial Animal de Vila Nova de Famalicão, que está instalado numa área de cerca de 5500 metros quadrados e envolveu um investimento total superior a meio milhão de euros.

Assume-se como um equipamento de qualidade que dota o concelho de um espaço com condições para acolhimento e tratamento de animais errantes, garantindo a segurança e o bem-estar animal. Permite também o desenvolvimento de ações educativas e de defesa animal.

O CROA estará equipado com todas as condições para o cumprimento dos seus objetivos e das exigências e obrigações legais inerentes a um equipamento desta natureza. Entre outras valências, o espaço está dividido em instalações por espécie (canil, gatil e outras espécies), instalações individuais e de grupo, celas de quarentena e de ninhadas, enfermaria, armazéns, gabinete veterinário, zona de desinfeção e zona de recreio e atividade física para cães e gatos.

EMPRESA DE FAMALICÃO PRODUZ COMPONENTES EM PLÁSTICO INJETADO

Injex certificada para a indústria automóvel mundial

A Injex, empresa especializada na produção de componentes técnicos em plástico, obteve uma certificação internacional que lhe permite entrar nas listas de fornecedores regulares dos fabricantes de automóveis.

A equipa Injex .JPG

A equipa Injex

Com sede em Vila Nova de Famalicão, a Injex, que desenvolve e produz peças em plástico injetado, foi certificada de acordo com o referencial IATF 16949, que é obrigatório no mercado exigente e competitivo em que se enquadram os fabricantes da indústria automóvel e os seus fornecedores.

“É um momento de grande alegria, que consolida a Injex como fabricante de peças para a indústria automóvel mundial, de acordo com as exigências mais avançadas do setor”, afirma José Duarte Pinheiro de Lacerda, fundador e CEO da empresa.

“Hoje podemos dizer aos nossos ‘stakeholders’ que o sistema de gestão da qualidade da Injex se encontra num plano altamente especializado, de acordo com os mais elevados padrões da indústria automóvel mundial”, acrescenta Pinheiro de Lacerda, informando que se trata de uma condição que coloca a fábrica de Vila Nova de Famalicão “num grupo muito restrito de empresas no contexto da totalidade dos fabricantes e fornecedores da indústria automóvel em Portugal”.

A IATF (The International Task Force), entidade que auxilia a indústria automóvel a desenvolver produtos de qualidade, lançou a sua primeira edição da IATF 16949 em outubro de 2016. Estabelecendo o padrão para um sistema de gestão da qualidade avançado no setor automóvel, a IATF 16949:2016 substitui a norma ISO/TS 16949.

A certificação IATF 16949:2016 – que está alinhada com a norma ISO 9001, respeitando a sua estrutura e requisitos –, harmoniza a avaliação e a certificação em toda a cadeia de fornecimento automóvel global, garantindo que os detentores da certificação adotam sistemas de gestão da qualidade orientados para a melhoria contínua, para a redução de variações na produção e do desperdício, bem como para o foco na prevenção de defeitos, numa perspetiva global e ao longo de toda a cadeia de valor.

Uma empresa da indústria automóvel que procure a certificação IATF 16949 também deve cumprir com a ISO 9001, que a Injex começou a cumprir em 2008 – cinco anos após a fundação da empresa.

Desde então, desenvolveu-se a relação comercial da Injex com a indústria automóvel, que agora se consolida com a certificação IATF 16949.

Para chegar até aqui, a Injex percorreu um longo caminho, tendo ultrapassado os diferentes níveis de geração de valor, designadamente a produção de componentes, a construção de moldes, o desenvolvimento de processos, o estudo e design de produtos, a impressão 3D, o produto certificado (serviço de certificação finlandês) e o crescimento contínuo das exportações.

A trabalhar há muitos anos para o setor automóvel, a Injex produz anualmente milhões de peças para diversas marcas, nomeadamente a Peugeot, Alfa Romeo, Jaguar, Volkswagen, Audi e Mercedes Benz.

José Duarte PInheiro de Lacerda _ fundador e CEO

José Duarte Pinheiro de Lacerda, fundador e CEO da Injex

MEMÓRIAS DA GUERRA COLONIAL REAVIVADAS EM FAMALICÃO

Colóquio «A Guerra Colonial Portuguesa (1961 - 1974): Entre a História e a Memória» no dia 9 de outubro

«A Guerra Colonial Portuguesa (1961 - 1974): Entre a História e a Memória» é o tema do colóquio que irá acontecer no Museu da Guerra Colonial no próximo dia 9 de outubro, enquadrado no programa educativo e cultural de âmbito municipal «De Famalicão para o Mundo». O evento, organizado pelo referido espaço museológico e pelo Município de Vila Nova de Famalicão, visa assinalar os 60 anos do inicio da Guerra Colonial e dar a conhecer as fontes históricas existentes no museu.

Museu guerra colonial (9).JPG

O colóquio conta com a presença de oradores como Carlos Matos Gomes, Oficial do Exército aposentado e investigador de História Contemporânea de Portugal, José Manuel Lages, diretor científico do Museu da Guerra Colonial, assim como investigadores do Instituto de História Contemporânea da Universidade NOVA de Lisboa, do Centro de Investigação Transdisciplinar «Cultura, Espaço e Memória» (CITCEM)/Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), da Universidade de Coimbra, entre outros.

É de destacar a tertúlia denominada «O Quotidiano, as Memórias e os Traumas da Guerra Colonial» que irá contar com a participação de uma enfermeira paraquedista e de ex-combatentes, que partilharão os acontecimentos que presenciaram durante o período da guerra.

Refira-se que a sessão irá decorrer em formato presencial, limitado à lotação do espaço, e online, e está acreditada pelo CFAEVNF, como ação de curta duração para professores e aberto ao público em geral, mediante inscrição obrigatória, até ao próximo dia 30 de setembro, através do link: https://forms.gle/QQoMvEN8MV93zSCJ7 .

Recorde-se que «De Famalicão para o Mundo» é um programa educativo municipal direcionado para as questões educativas e culturais do concelho de Vila Nova de Famalicão, a partir do património e história local, enquadrado no conceito de Cidade Educadora e da legislação vigente. Apresenta um conjunto de propostas e sugestões pedagógicas, dirigido a professores, tratando-se de um facilitador do desenvolvimento de ações destinadas aos alunos do 1º ciclo do ensino básico ao ensino secundário, que poderão ser aplicadas de forma autónoma ou enquadradas em equipas multidisciplinares.

Para mais informações sobre o programa e os oradores, consulte a página: www.famalicao.pt/coloquio-a-guerra-colonial-portuguesa-1961---1974-entre-a-historia-e-a-memoria

SELOS FAMALICÃO VISÃO'25 DISTINGUEM 16 PROJETOS INSPIRADORES

Entrega dos Selos acontece na próxima terça-feira, 28 de setembro, na cerimónia comemorativa do Dia do Concelho

A pandemia provocada pela Covid 19 trouxe novos desafios às comunidades, obrigando as pessoas a mudarem as suas rotinas e adaptarem-se às novas realidades. Procurando dar resposta às necessidades mais urgentes, a comunidade, empresas e associações colocaram a criatividade ao serviço da inovação, concebendo projetos verdadeiramente inspiradores.

DSC_3496.JPG

Alguns desses projetos vão distinguidos pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão com o selo “Famalicão Visão’25”, uma espécie de marca que identifica iniciativas, ações e projetos que expressam e estimulam os valores da comunidade e identidade famalicense, em harmonia com o Plano Estratégico.

A atribuição dos  Selos Famalicão Visão’25 acontece na próxima terça-feira, dia 28 de setembro, no âmbito da sessão solene comemorativa do 186.º aniversário do Dia do Concelho. A cerimónia decorre, este ano, no Largo da Igreja de Arnoso Santa Maria, pelas 18h00. A cerimónia será transmitida online, através do Facebook do Município de Famalicão, em  www.facebook.com/municipiodevnfamalicao e do portal em www.famalicao.pt.

Ao todo serão distinguidos 16 projetos, distribuídos por quatro categorias: Famalicão Made IN (5 projetos), B-Smart Famalicão (5 projetos), Famalicão Força V (3 projetos) e Famalicão Comunitário (3 projetos).

A categoria Famalicão Made IN abrange os projetos empreendedores que potenciam a incorporação tecnológica e a aplicação de soluções de futuro, desenvolvendo uma economia baseada no conhecimento e na inovação e que aumentam a competitividade e internacionalização. A categoria B -Smart Famalicão irá reconhecer os projetos que promovam uma economia mais eficiente na utilização dos recursos. A categoria Força V – Famalicão Voluntário inclui os projetos que reforçam o capital social presente nas práticas de intervenção e animação comunitária e impulsionam novos ambientes de participação e envolvimento ativo. Por fim, na categoria Famalicão Comunitário serão reconhecidos os projetos que promovam a corresponsabilização dos cidadãos e que se distingam enquanto projetos coletivos, de cooperação e colaboração entre atores públicos e privados e potenciadores dos valores do futuro.

Recorde-se que a atribuição dos Selos Famalicão Visão’25 acontece pelo sexto ano consecutivo, tendo sido já reconhecidos cerca de uma centena de projetos.

CÂMARA DE FAMALICÃO COMPENSA COMERCIANTES DO CENTRO URBANO PELOS CONSTRANGIMENTOS CAUSADOS PELAS OBRAS

Paulo Cunha explicou que para já irão ser compensados cinco entidades comerciais com 45 mil euros

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai atribuir um conjunto de apoios financeiros aos comerciantes de estabelecimentos com esplanadas no centro urbano da cidade, devido aos constrangimentos causados aos negócios pela realização das obras de requalificação urbana.

AFS_4725.jpg

A proposta para atribuição dos apoios foi aprovada na última reunião do executivo municipal, tendo sido apresentada pelo pelouro da economia, empreendedorismo e inovação. Para já, a Câmara Municipal identificou cinco entidades ligadas à restauração que viram a sua atividade afetada pelo desenvolvimento das obras. Os estabelecimentos irão receber no total 45 mil euros.

No final da reunião do executivo, Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal explicou aos jornalistas que “a autarquia está a acompanhar todos os impactos que esta grande intervenção que está a ser feita no centro urbano tem tido particularmente no comércio de proximidade.”

“Existem vários graus de afetação, isto é, existem vários apoios em vista, a proposta que trouxemos hoje a reunião de câmara refere-se às consequências que estas as obras no centro da cidade trouxeram para um determinado setor, os espaços comerciais com esplanadas. Como as intervenções nestes espaços já terminaram, neste momento já é possível compensar este setor”, explicou.

Entretanto, existem “outros sectores que ainda estão a ser afetados e logo que as obras fiquem concluídas existirão outras compensações para esses”, acrescentou.

De acordo com a proposta a intervenção no centro da cidade “tem causado transtornos no dia-a-dia dos famalicenses e constrangimentos aos negócios, sobretudo dos comerciantes com esplanadas situados no centro urbano, as quais foram encerradas por causa das obras”. Mesmo depois do levantamento das restrições devido à Covid 19 para serviço em esplanadas abertas, estes estabelecimentos viram-se impedidos de as abrir devido às obras em curso.

Assim, decidiu-se atribuir um apoio financeiro não reembolsável, na mesma ordem de grandeza do atribuído no Programa Retomar Famalicão, ou seja, 50 por cento dos montantes dos desvios registados face ao período homólogo de 2019.

AFS_4167.jpg

FAMALICÃO: SERVIÇOS DA BIBLIOTECA MUNICIPAL ESTÃO A FUNCIONAR PROVISORIAMENTE NA CASA PAROQUIAL

Para além do espaço provisório, a Biblioteca Municipal tem em funcionamento cinco polos nas freguesias

Com as obras de remodelação e ampliação da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco a decorrer, os serviços de empréstimo domiciliário, de consulta e leitura de jornais e de postos públicos da internet foram provisoriamente instalados na Casa Paroquial de Vila Nova de Famalicão, situada junto à Matriz Nova.  Estes serviços funcionam de segunda a sexta-feira das 10h00 às 19h30.

DSC_7145.JPG

Entretanto, estão em funcionamento os cinco polos da Biblioteca Municipal, localizados nas vilas de Ribeirão, Riba de Ave e Joane. E nas freguesias de Lousado e Pousada de Saramagos.

Refira-se que as obras de remodelação e ampliação da Biblioteca Municipal arrancaram no início de setembro. A intervenção consiste na atualização e recuperação dos espaços operacionais – nomeadamente, receção, fundo local, salas de leitura, entre outros -, assim como a remodelação do espaço exterior. A obra, adjudicada à empresa Costeira – Engenharia e Construção, S.A., reflete um investimento de cerca de 2 milhões de euros e tem um prazo de execução de um ano.

“Vamos criar condições para que esta obra seja, não só o que sempre foi, um espaço de leitura e de consulta, de estudo, mas também vocacionado para o futuro. É inegável que em quatro ou cinco anos muitas coisas mudam e temos que preparar os espaços para o futuro, através da polivalência e da flexibilidade”, explicou o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, no momento de assinatura do contrato da obra.

Por sua vez, a  diretora da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, Carla Araújo, frisou que a remodelação do edifício é “um sonho sonhado há muitos anos. A coleção cresce todos os dias e a população também cresceu e a biblioteca precisava de se adaptar ao perfil do leitor atual”.

A nível das funcionalidades, e tendo em conta que a biblioteca é muito utilizada para efeitos de estudo, estão previstos mais lugares sentados e a adaptação à era digital. “Precisamos de adaptar toda a rede de infraestruturas e alguns equipamentos para a componente digital”, referiu Carla Araújo.

Recorde-se que a remodelação e ampliação foi projetada por Eduardo Marta, o autor do projeto da Biblioteca, há quase 30 anos.

DSC_7151.JPG

CASA DAS ARTES DE FAMALICÃO APRESENTA "AGUÁRIO"

Este fim de semana apresentamos em estreia AGUÁRIO, um espetáculo para toda a família.

Uma Coprodução da Companhia de Música Teatral e da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão.

25 de Setembro, sábado, às 18h00

26 de Setembro, domingo, às 10h30

Aguário é um conjunto de “poemas performativos” onde as múltiplas vozes da água se misturam com a voz humana, o corpo e o movimento, a imagem e os objectos cénicos.

Diz-se que há uma linguagem falada pelos pingos da chuva, ondas do mar, fontes e rios. Que até nas nuvens se ouvem conversas, bem como nas gotas do orvalho, onde ela adquire formas delicadas que só se ouvem de manhã bem cedo.

No oceano profundo, pelo contrário, soa grave e majestosa. Como acontece com outras linguagens cujos dicionários ainda estão por fazer, requer uma escuta atenta e a capacidade de imaginar. Quando assim é, soa a música.

Em Aguário faz-se um primeiro esboço em abordar a água como matéria artística que se pode moldar como traço, gesto, som, fluindo no tempo e no espaço. Ligando tudo e todos, é essa a natureza da água. Aguário é uma co-produção da CMT e da Casa das Artes de V. N. Famalicão, com quem a Cidade Orizuro assim se vai construindo.

242680050_6026873177385189_773719661858467050_n.jp

FAMALICÃO: DIAS À MESA PROMOVEM SABORES DA TERRA COM COZINHA VEGETARIANA

Iniciativa decorre de 23 a 26 de setembro em doze restaurantes do concelho

O tempo já arrefeceu. As folhas no chão, as brisas frescas e as tardes que pedem aconchego não enganam, o outono está aí. Da natureza despertam uma grande variedade de frutas, legumes e de produtos da terra que nos dão conforto e fazem feliz o nosso palato.

mesafamal (2).jpg

Por tudo isto, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão escolheu esta época do ano para lançar mais uma edição da iniciativa “Dias à Mesa”, desta vez dedicada aos pratos vegetarianos. Evento decorre de 23 a 26 de setembro.

As uvas, a abobora, as castanhas, os marmelos, entre muitos outros alimentos da época servem de inspiração aos 12 restaurantes aderentes à iniciativa. Os Dias à Mesa podem ser desfrutados nos seguintes restaurantes: Alfa; Attrevidu; BIS – Pasta & Risotto; Bubbles; Bisconde; Combinação de Sabores; Fondue; Fusilli, Massa & Café; Moutados; Na Boca; Neto e Sabores do Algarve.

Refira-se que a iniciativa Dias à Mesa arrancou em 2019 com um conjunto de propostas dos melhores sabores regionais combinadas com as inesquecíveis vivências culturais do município. A pandemia provocada pela Covid 19 veio alterar o conceito da iniciativa, privando as pessoas dos eventos, mas mantendo as experiências gastronómicas de excelência.

Destaque para o “Passaporte Gastronómico”, que oferece um desconto de 10% nos restaurantes aderentes. Para além disso, o passaporte dá a oportunidade de jantar ou almoçar gratuitamente num restaurante à escolha. Os restaurantes aderentes vão distribuir os passaportes já carimbados aos clientes, com cada uma das refeições.

mesafamal (1).jpg

MUNICÍPIO DE FAMALICÃO NA REDE DE AUTARQUIAS QUE CUIDAM DOS CUIDADORES INFORMAIS

Projeto “Cuidar Maior” reconhecido entre 24 iniciativas nacionais

Foi com o projeto «Cuidar Maior» que o Município de Vila Nova de Famalicão foi reconhecido na 1ª edição da Rede de Autarquias que Cuidam dos Cuidadores Informais (RACCI), lançada pelo «Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais». Com esta distinção, o Município famalicense passa a fazer parte da rede de autarquias que adotam as melhores práticas e medidas de apoio em benefício dos cuidadores informais.

AFS_8272.jpg

RACCI é um projeto que visa reconhecer as melhores práticas e medidas de apoio aos cuidadores informais desenvolvidas pelos municípios e pelas freguesias do território nacional. O projeto «Cuidar Maior» está entre as cerca de 24 iniciativas nacionais reconhecidas no âmbito desta rede, tendo recebido um selo de mérito.

Recorde-se que o projeto «Cuidar Maior», existente desde 2020, foi desenvolvido pelo Centro Social e Paroquial de Requião, pela Cooperativa de Ensino Didáxis, Junta de Freguesia e Conferencia Vicentina de Requião, com o objetivo de ser o apoio de todos os cuidadores informais do concelho de Vila Nova de Famalicão ao nível da saúde, passando pela formação até à resolução de aspetos administrativos.

O «Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais» foi criado em 2020, pela Merck Portugal, no seguimento de um projeto corporativo global: o «Embracing Carers». Composto por uma parceria entre várias associações de doentes, o movimento tem como objetivo perceber o que ainda falta fazer por estes cuidadores em Portugal, melhorando a sua qualidade de vida e, por conseguinte, a de todos os doentes sob a sua alçada.

ACIF REGRESSA AO CENTRO URBANO DE FAMALICÃO COM SEDE RENOVADA

Paulo Cunha visitou as instalações

A Associação Comercial e Industrial de Vila Nova de Famalicão (ACIF) está de regresso ao centro urbano da cidade, depois de ter estado muitos anos instalada na Rua Conselheiro Santos Viegas, na zona norte de Famalicão.

DSC_0964.jpg

O presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha visitou na quinta-feira as instalações na Rua Adriano Pinto Basto, bem no coração da cidade, um espaço que foi totalmente renovado. Pertencente ao município, o edifício beneficiou de um conjunto de obras que implicaram um investimento superior a 200 mil euros.

“São instalações que dignificam a ACIF e todos os empresários do concelho”, afirmou o presidente da Associação Fernando Xavier Ferreira. O responsável explicou que “o edifício estava muito degradado, a necessitar de obras e que a Câmara acabou por corresponder a essa expetativa da ACIF”.

“É muito importante que a ACIF se mantenha no centro da cidade, é um sonho que se concretiza. Estas instalações de proximidade têm um significado enorme para todos”, salientou.

Por sua vez o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, falou sobre o papel da ACIF no território lembrando que “é uma instituição muito antiga que tem uma relação muito bem enraizada no território”.

Ao longo dos anos, “a ACIF tem vindo a apostar muito na estabilidade, na continuidade dos seus serviços e dos seus projetos”, destacou o autarca, salientando “a relação de consensualização” que existe entre as duas entidades e que tem permitido a implementação de medidas e ações.

“A ACIF é uma parceira importante do município, dinâmica, ativa e muito focada no território e no apoio aos agentes económicos”.

Localizado na rua Adriano Pinto Basto, a nova sede da ACIF é composta por uma sala de sessões/reuniões, um gabinete de apoio jurídico e depois um open space onde estão os técnicos da ACIF que fazem o atendimento aos associados, nas diferentes áreas. Jurídico, financeiro, contabilidade, comunicação e apoio nas necessidades que possam surgir por parte dos associados.

Depois da visita à sede, a comitiva visitou a Casa do Empresário e Formação da ACIF na Avenida 25 de Abril. O espaço é destinado a eventos e todo o tipo de sessões a atividades que a ACIF possa realizar, estando disponível também para os associados e atividades que se possam integrar. Também funciona tudo o que é formação da Associação.

A ACIF tem já agendado um conjunto de atividades programadas, como o Dia do Empresário e Tertúlias.

A Associação Comercial e Industrial de Vila Nova Famalicão (ACIF) nasce a 2 de Outubro de 1941, com a designação de “Grémio do Comércio do Concelho de Vila Nova de Famalicão” e a sua sede localizava-se no Campo Mouzinho de Albuquerque.

DSC_0924.jpg

DSC_0894.jpg

FAMALICÃO: OBRAS DE REMODELAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA UNIDADE DE SAÚDE DE REQUIÃO PREVISTAS PARA 2022

Intervenção surge de um acordo celebrado entre a ARS Norte e o Município de Vila Nova de Famalicão

A Unidade de Saúde Familiar (USF) Antonina, na freguesia de Requião, será remodelada e ampliada, conforme proposta de abertura de concurso público aprovada no passado dia 16 de setembro, em Reunião de Câmara. A intervenção do equipamento gerido pela Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) ficará a cargo da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, tratando-se de um investimento na ordem dos 500 mil euros, que resulta de uma candidatura a fundos comunitários realizada pela entidade municipal para o específico efeito. A obra irá decorrer durante o ano 2022.

USF Requião (1).jpg

Refira-se que a USF Antonina de Requião ocupa, atualmente, um edifício localizado na Alameda do Mosteiro em condições deficitárias, que impossibilitam dar resposta às necessidades atuais. Na proposta de abertura de concurso público, aprovada pelo executivo municipal na referida reunião de câmara, está prevista a melhoria das condições infraestruturais, a aquisição de novos equipamentos, assim como, a expansão da unidade de cuidados de saúde primários, que passará a ocupar os dois pisos do edifício atual.

A requalificação da USF de Requião vem no seguimento de um acordo de colaboração realizado entre a ARS Norte e a Câmara Municipal, onde está prevista “a cooperação técnica”, entre as referidas entidades, para a concretização de “obras de requalificação e aquisição de equipamentos para a Unidade de Saúde Antonina (em Requião)”, poderá ler-se no protocolo assinado em março deste ano.

A seleção da USF Antonina para a intervenção em causa, resultou de um mapeamento das unidades de saúde, realizado pela ARS Norte, que permitiu deliberar que se trata de uma USF com necessidades prioritárias e elegível para aplicação de fundos comunitários. Já no que refere ao apetrechamento precisado, este teve como base os pareceres da Assessoria para os Cuidados de Saúde Primários (ASCP), da Equipa Regional de Acompanhamento (ERA) e da Área Funcional para os Cuidados Continuados e Integrados (AFCCI) em função dos programas de saúde implementados no local.

Paulo Cunha, Presidente da Câmara Municipal, destacou o carácter de complementaridade das entidades envolvidas. “A ARS Norte não se pode candidatar ao financiamento, quem pode candidatar-se é a Câmara Municipal” explica o autarca, “juntando as duas entidades, temos a definição da prioridade, feita pela ARS Norte, e temos o financiamento que é elegível, feito pelo Município”. O edil salientou, de igual modo, que “há outras intervenções em Unidades de Saúde que precisamos fazer”, nomeadamente, em Joane e no centro da cidade.

FAMALICÃO: PAULO CUNHA RECEBEU E DISTINGUIU CAMPEÃS NACIONAIS NA ESCOLA DE ATLETISMO ROSA OLIVEIRA

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, recebeu esta manhã a Equipa Feminina da Escola de Atletismo Rosa Oliveira (EARO) a atleta Ana Marinho, que conquistaram o título de Campeãs Nacionais, no escalão de juniores femininos, na modalidade de Atletismo de Estrada, no Campeonato Nacional de Estrada, que se realizou em Felgueiras, no passado dia 4 de setembro.

DSC_1023.jpg

O sucesso desportivo foi distinguido pelo executivo municipal com um voto de louvor.

Na receção que decorreu nos Paços do Concelho, Paulo Cunha salientou o “esforço desportivo dos atletas” e a importância do seu “reconhecimento público”. “Os desportistas têm um importante papel na valorização da imagem do concelho”.

São mais dois títulos Nacionais para esta coletividade desportiva famalicense que tem prestado um contributo relevante para a projeção do nosso concelho no domínio do desporto, nomeadamente na modalidade de Atletismo, o qual constitui uma via privilegiada para a promoção de estilos de vida saudáveis e a formação integral das novas gerações.

DSC_1017.jpg

JOVENS DE FAMALICÃO SÃO REPÓRTERES PARA O AMBIENTE

Alunos da Secundária D. Sancho I vencem prémio na competição internacional Jovens Repórteres para o Ambiente

Alunos da Escola Secundaria D. Sancho I, em parceria com a Secondary Vocational School Spasoje Raspopovic (Montenegro), venceram o 2.º prémio na competição internacional do programa Jovens Repórteres para o Ambiente (JRA) - Young Reporters for the Environment International Competition -, na categoria dos «Artigos 15-18 anos», variante «Colaboração Internacional».

«How Can Traditional Watering Systems Help The Environment?» é o nome da reportagem com a qual venceram o prémio. O artigo debruça-se sobre os esforços locais para a mitigação dos efeitos das alterações climáticas, com foco nos sistemas de rega tradicionais.

Refira-se que Jovens Repórteres para o Ambiente (JRA) é um programa internacional da Foundation for Environmental Education (FEE), promovido pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), secção portuguesa da Foundation for Environmental Education (FEE), que pretende contribuir para o treino do exercício de uma cidadania ativa e participativa, enfatizando a vertente do jornalismo ambiental.

FAMALICÃO: CASTELÕES RECEBE FESTIVAL INTERNACIONAL DE ÓRGÃO

A Igreja Paroquial de Castelões irá acolher o concerto de apresentação da VII edição do Festival Internacional de Órgão que irá acontecer no próximo domingo, dia 19, pelas 16 horas. Este concerto será um recital de cravo protagonizado por Marco Brescia, prestigiado pianista e organista italiano, de origem brasileira.

marco_brescia.png

O Festival Internacional de Órgão é uma iniciativa da Tagus – Atlanticus Associação Cultural e pela empresa JMS Organaria, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e da Câmara Municipal de Santo Tirso.