Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FAMALICÃO REALIZA FEIRA DAS CEBOLAS

Famalicão cumpre tradição secular da Feira das Cebolas

Já é considerada um marco na história da freguesia de Gondifelos, em Vila Nova de Famalicão, e uma das maiores feiras do género em Portugal. Falamos da Feira das Cebolas, uma tradição secular que se repete anualmente, no último fim-de-semana do mês de agosto, nesta localidade do concelho famalicense.

Feira das Cebolas (1)

Pelo parque de campismo de Gondifelos vão passar, nos dias 25 e 26 deste mês, mais de uma dezena de produtores e vendedores, muitos deles oriundos de concelhos vizinhos, como é o caso de Barcelos, Vila do Conde e Póvoa de Varzim.

Refira-se que a Feira das Cebolas em tempos foi o ponto de encontro dos agricultores e produtores de cebolas do concelho para comercializar o produto e estabelecer os preços a praticar nesse ano.

Associada a esta feira está também a organização da 37.ª edição do Festival de Folclore e da mostra associativa de Gondifelos, que promete dar a conhecer o trabalho e atividade do tecido associativo da freguesia.

Do programa de animação do certame, organizado pela Junta de Freguesia em parceria com a Câmara Municipal, destaque para a realização, no domingo, de uma oficina de entrelaçamento de cebolas, de um desfile de “cabos de cebolas” e ranchos folclóricos e do Trail Feira das Cebolas.

Festival Sons da Celtibéria regressa a Antas no próximo fim-de-semana

É já no próximo fim-de-semana que a freguesia de Antas, em Vila Nova de Famalicão, recebe a sexta edição do festival Sons da Celtibéria.

A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal com o apoio da junta de freguesia local, realiza-se na próxima sexta e sábado, dias 24 e 25 de agosto, no Adro da Igreja, tem entrada gratuita e promete voltar a trazer o universo celta para a agenda cultural do concelho famalicense.

Do programa da iniciativa destaque para a atuação do grupo espanhol “Briganthya”, para a exposição “Os Gaiteiros no Entre-Douro-e-Minho”, patente no Salão da Sede da Junta de Freguesia e para a habitual mostra de produtos da terra que se realiza nos dois dias do certame, com o melhor do artesanato e da gastronomia local.

Recorde-se que a iniciativa “Sons da Celtibéria” nasceu em 2013 com o objetivo de promover a fruição e um novo olhar sobre a música tradicional do país e da região então denominada Celtibéria. O ritmo, a linguagem popular, o uso de instrumentos, como o violino, a harpa, a gaita de foles, os tambores em pele e as flautas, são elementos indissociáveis deste conceito musical que a autarquia famalicense pretende preservar e promover através desta atividade.

Feira das Cebolas (2)

FAMALICÃO INVESTE NAS FREGUESIAS

Novo pacote de investimento foi aprovado na última reunião do executivo municipal. Famalicão investe 200 mil euros na melhoria das estradas nas freguesias

O executivo municipal de Vila Nova de Famalicão aprovou na passada quinta-feira, 9 de agosto, um novo pacote de investimento de cerca de 200 mil euros com vista à realização de várias obras, na área das acessibilidades, em seis freguesias do concelho.

AFS_2274

A maior fatia deste bolo financeiro, aprovado na última Reunião de Câmara, vai para Fradelos, com 48 500 euros a serem canalizados para a primeira fase das obras de construção do acesso e do parque de estacionamento à Casa Mortuária da freguesia, cujos trabalhos consistem, entre outros, na limpeza do terreno, escavações, execução de muros, pavimentação do parque e iluminação.

A União de Freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz vai também receber um apoio financeiro no valor de 36 mil euros para a pavimentação da Rua Ponte da Ribeira.

O executivo liderado por Paulo Cunha aprovou ainda a atribuição de mais quatro apoios financeiros: à União de Freguesias de Vale S. Cosme, Telhado e Portela, no valor de 30 mil euros, destinado às obras de alargamento e pavimentação da Travessa dos Outeiros; à Freguesia de Landim, no valor de 29 mil euros, para a pavimentação da Rua de Sande; para Mogege, no valor de 22 500 euros, para as obras de alargamento da Rua das Fontaínhas; e para a freguesia de Requião, no valor de 13 mil euros, para as obras de requalificação da Rua Ribeiro e Forno.

O Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, fala num pacote de investimento que vem ajudar à concretização de algumas intervenções já sinalizadas como prioritárias pelas Juntas de Freguesia. “São obras necessárias porque vêm melhorar a qualidade destes acessos, mas sobretudo porque vêm trazer mais segurança aos peões e automobilistas que todos os dias percorrem estas ruas”, disse o edil. 

Nota ainda para a aprovação de um apoio não financeiro, no valor de cerca de 3 500 euros, para a elaboração de levantamentos topográficos necessários à concretização de diversas obras nas freguesias de Gavião, Oliveira Santa Maria, União de Freguesias de Antas e Abade Vermoim e União de Freguesias de Arnoso e Sezures.

Apoios também para o tecido associativo

A última reunião do executivo municipal ficou ainda marcada pela aprovação de novos apoios – mais de 15 mil euros - para o tecido associativo de Vila Nova de Famalicão.

Foi o caso da Associação Unidos de Avidos, que vai receber da autarquia famalicense um apoio de 6 mil euros para a reconstrução da sede da associação e do Grupo Recreativo e Cultural de Lemenhe que viu atribuído um apoio, no valor de 4 500 euros, para as obras de restauração das suas instalações na Ex-Escola Prelada I.

Na Reunião de Câmara da passada quinta-feira foram ainda atribuídos apoios financeiros à Associação Recreativa e Cultural de Antas, no valor de 3 mil euros, com vista à ampliação da sede; à Fábrica da Igreja Paroquial de São Cosme do Vale, no valor de 2 mil euros,  para a requalificação do espaço exterior da Capela da Senhora dos Bons Caminhos e, por fim, um último apoio no valor de 250 euros para a constituição de uma nova associação em Famalicão – a Associação – Ribeirão Musical – Sociedade Artística e Musical.

CANÁRIO CANTA EM FAMALICÃO

Piruka e Augusto Canário animam Feira de Artesanato e Gastronomia de Famalicão. Programa de animação para todas as idades com música popular, folclore, fado, rap e muito mais

Uma noite para a juventude desfrutar da Feira de Artesanato e Gastronomia de Vila Nova de Famalicão é a principal novidade da edição deste ano que arranca a 31 de agosto e decorre até 9 de setembro. A animação estará a cargo do rapper Piruka que promete atrair as gerações mais novas até ao recinto da Feira, na noite de 6 de setembro.

Canário

Para o presidente da Câmara Municipal a autarquia “tem tido a preocupação de atrair para ao certame as novas gerações de forma a transmitir-lhes tradições ancestrais do nosso artesanato e da nossa gastronomia. Só através dos mais novos é possível preservar e valorizar este património único e genuíno”

Para além do rapper, o evento garante animação diária e constante através da participação de quase três dezenas de artistas musicais, donde se destaca a presença de Augusto Canário & Amigos no dia 4 de setembro. O espetáculo de música popular juntará a tradição das concertinas, cavaquinhos, violões e bandolins à modernidade da bateria e do baixo, com o calor e sabor dos instrumentos de percussão latinos, criando um ambiente vivo, colorido, cheio de ritmo e alegria.

A abrir o evento estará a Banda de Música de Riba de Ave e a Chulada da Ponte Velha de Santo Tirso. Segue-se um fim-de-semana com folclore, concertinas e cantares ao desafio. As noites serão animadas pelas bandas ÚS Sai de Gatas e Fammashow.

A noite de segunda, dia 3, estará entregue a Helena Fernandes e Banda Jazz e à Banda Medusa. O resto da semana segue ainda com Ronda dos Quatro Caminhos (dia 5) e Charles Band Dickens e Rosamate (dia 7).

No segundo fim-de-semana do evento destaque para as tardes de folclore, para o projeto cultural Vozes do Minho, as danças urbanas e para a atuação de Costinha (no sábado) e de Carina Amarante e Patricia Costa (no domingo), com a noite de fado. Todos os espetáculos são de entrada livre.

Refira-se que a Feira de Artesanato e Gastronomia decorre no recinto do antigo campo da feira semana reunindo ao longo dos dez dias mais de 100 artesãos – muitos deles a trabalhar ao vivo – representantes das várias regiões do país e perto de uma dezena de restaurantes e tasquinhas com as iguarias mais tradicionais. Por aqui, há ainda espaço para os produtores que trazem consigo os vinhos, queijos, presuntos e doces mais puros oriundos de todo o país.

35ª FEIRA DE ARTESANATO E GASTRONOMIA DE VILA NOVA DE FAMALICÃO

LOCAL | Antigo Campo da Feira Semanal

Dia 31 de Agosto - SEXTA

            18H00 – inauguração com arruada pela BANDA DE MÚSICA DE RIBA D’AVE

            21h30 – Concerto pela BANDA DE MÚSICA RIBA D’AVE 

22h30 – CHULADA DA PONTE VELHA (Santo Tirso) 

Dia 01 de Setembro – SÁBADO

16h00 – Tarde de Folclore: RANCHO FOLCLÓRICO DA NOVO RUMO, Associação de

Professores de Vila Nova de Famalicão e GRUPO FOLCLÓRICO DE NINE

21h30 – Grupo FOLC 5 (Joane)

22h30 - ÚS SAI DE GATAS (Miranda do Corvo)

Dia 02 de Setembro - DOMINGO

16h00 – Tarde Popular:

Arruada de Concertinas: ESCOLA DE CONCERTINAS DA ASS. CULT. DESP. S. MARTINHO DE BRUFE e ASSOCIAÇÂO DE CONCERTINAS MONTE SANTO ANDRÉ (Arnoso Santa Eulália) 

Cantares ao Desafio p/ ASSOCIAÇAO DE TOCADORES E CANTADORES AO DESAFIO FAMALICENSE

21h30 – BANDA FAMMASHOW

Dia 03 de Setembro - SEGUNDA

21h30 – HELENA FERNANDES com Banda Jazz 

22h30 – BANDA MEDUSA (Fradelos)

Dia 04 de Setembro – TERÇA

22h30 – AUGUSTO CANÁRIO & AMIGOS

Dia 05 de Setembro – QUARTA

            22h30 – RONDA DOS QUATRO CAMINHOS

Dia 06 de Setembro – QUINTA

        22h00 – PIRUKA  

Dia 07 de Setembro – SEXTA

            21h30 – CHARLES BAND DICKENS (VNF)

            22h30 – ROSAMATE (Pedome)

Dia 08 de Setembro – SABADO

16h00 – Tarde de Folclore:

GRUPO FOLCLÓRICO SANTA LEOCÁDIA DE FRADELOS  

RANCHO FOLCLÓRICO DA CASA DO POVO DE RUIVÃES        

21H30 – Projeto Cultural VOZES DO MINHO

            Projeto Polifónico de Temas Etnográficos e Populares Portugueses

Com a participação de vozes de grupos de 5 concelhos (Viana, Braga, Famalicão, Vila Verde e Ponte de Lima

22h30 – COSTINHA 

Dia 09 de Setembro – DOMINGO

16h00 – Tarde de Folclore:

GRUPO INFANTIL E JUVENIL DANÇAS E CANTARES DE JOANE

GRUPO FOLCLÓRICO DANÇAS E CANTARES JOANE

            18h00 – Danças Urbanas:

CASA DO POVO DE RIBEIRÃO

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DAS LAMEIRAS

            20h30 – Noite de Fado

Participação: CARINA Amarante e PATRÍCIA COSTA

Piruka (4)

FAMALICÃO: PARQUE DE CAMPISMO E LAZER DE GONDIFELOS SERÁ EQUIPAMENTO ÂNCORA À NOVA ECOVIA ATÉ À PÓVOA

Paulo Cunha inaugurou um conjunto de intervenções nas freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz. Parque de campismo e lazer de Gondifelos será equipamento âncora à nova ecovia até à Póvoa

O parque de campismo e lazer de Gondifelos será no futuro um equipamento âncora para a nova ecovia que vai ligar Vila Nova de Famalicão à Póvoa de Varzim. “O futuro augura algo de muito bom para este parque, que tem um enorme potencial, e que será um equipamento âncora para que a ecovia de ligação à Póvoa de Varzim tenha a dimensão que desejamos.” A ideia foi deixada esta terça-feira, pelo presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, durante a inauguração de um novo palco abrigado no Parque de Campismo e Lazer de Gondifelos.

DSC_3385

A obra que se distingue pelas excelentes condições para a realização de espetáculos foi uma das diversas intervenções visitadas por Paulo Cunha nas freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz.

Acompanhado pelo presidente da União das Freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz, Manuel Novais, o presidente da Câmara Municipal inaugurou um conjunto de pequenas obras e equipamentos importantes para o desenvolvimento das comunidades e com impactos diretos na melhoria da qualidade de vida das pessoas.

A jornada iniciou na sede da Junta de Outiz, onde foi assinalada a reabilitação do edifício.“Para além da pintura, foram realizadas outras beneficiações, que melhoram as condições de conforto e de aparência do edifício”, como adiantou o presidente da União das Freguesias, Manuel Novais. Seguiu-se a apresentação da nova zona de lazer na envolvente à Ponte de S. Veríssimo, em Cavalões, onde foi criado “um espaço para piqueniques com mesas e com a limpeza e nivelamento do terreno”. Foi ainda inaugurado o palco coberto no parque de Campismo e Lazer de Gondifelos que, para além “acolher espetáculos permitirá ainda servir de abrigo aos campistas em caso de necessidade” e um armazém/oficina multiusos, que servirá para a promoção de diversas atividades e iniciativas.

Paulo Cunha demonstrou “muito agrado” pela forma como todas as intervenções decorreram e elogiou a dinâmica e o espirito de iniciativa da equipa da junta de freguesia que soube “dar prioridade ao que já existe. Aconteceu na junta de freguesia de Outiz, aconteceu na zona de lazer junto à Ponte de S. Veríssimo. Foi um impulso enorme, saber valorizar e aproveitar o que já existe preservando e valorizando”.

Também Manuel Novais explicou que o objetivo destas obras foi “aproveitar as estruturas existentes dando-lhe uma nova cara e uma nova vida”.

Para o futuro o autarca pretende prosseguir com a “reabilitação do parque de campismo, dando-lhe uma nova dinâmica e tornando o parque auto-sutentável que poderá passar pela criação de um bar”. Paulo Cunha gostou a ideia e afirmou que “o parque de lazer tem um enorme potencial pois servirá de ligação e apoio à nova ecovia”.

DSC_3241

DSC_3294

DSC_3333

FAMALICÃO MINISTRA CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

Cursos de Especialização Tecnológica no CITEVE, CENFIM, CESPU, e nos polos de Famalicão do IPCA e do IPB. Candidaturas abertas para CETs em Famalicão

Estão abertas as inscrições para a frequência nos Cursos de Especialização Tecnológica (CET) e nos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTESP) lecionados no âmbito do Centro Qualifica de Vila Nova de Famalicão no CITEVE – Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal, na CESPU – Instituto Politécnico de Saúde do Norte, no CENFIM – Centro de Formação Profissional de Indústria Metalúrgica e Metalomecânica, e nos polos de Famalicão do IPCA – Instituto Politécnico do Cávado e Ave e do IPB – Instituto Politécnico de Bragança.

Candidaturas abertas para CETs em Famalicão

A primeira fase de candidaturas decorre até 31 de agosto, a segunda fase até 30 de setembro e a terceira, até 14 de dezembro.

Ambos os cursos são de Nível 5, ou seja, são formações pós-secundárias não superiores que visam conferir uma qualificação profissional do Quadro Nacional de Qualificações (QNQ).

Assim, para os CET, podem candidatar-se os titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente; os estudantes que tenham obtido aprovação em todas as disciplinas dos 10º e 11.º e tendo estado inscritos no 12º ano, de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente, não o tenham concluído. Igualmente, podem candidatar-se titulares de uma qualificação profissional de nível 4, e quem já possua um diploma de especialização tecnológica ou de um grau ou diploma de ensino superior que procure requalificação profissional.

Os estudantes que não sejam titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente têm de realizar, caso sejam selecionados, um plano de formação adicional.

Os CET têm a duração aproximada de um ano e meio (18 meses) a que corresponde entre 60 e 90 unidades de crédito.

Estes são cursos totalmente financiados.

Abertas estão também as candidaturas aos CTESP, formações de nível superior que visam conferir uma qualificação profissional de Nível 5 do QNQ e permitem concorrer à matrícula e inscrição no ensino superior através de concurso especial.

Para acederem a estas formações os candidatos têm de possuir o curso secundário ou habilitação legalmente equivalente; tenha sido aprovado nas provas especialmente adequadas para maiores de 23 anos; sejam titulares de um diploma de especialização tecnológica ou de técnico superior profissional; ou sejam titulares de um grau de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional.

Um CTESP tem 120 créditos e a duração de quatro semestres (2 anos), sendo o último em contexto de trabalho. A nível de financiamento, os candidatos podem aceder a bolsas de estudo da Direção Geral de Ensino Superior (DGES).

Estão disponíveis os cursos de: Técnico Especialista em Gestão da Produção (Supervisor de Produção) – Indústria Metalúrgica e Metalomecânica; Técnico/a Especialista em Tecnologia Mecânica; Técnico/a Especialista em Tecnologia Mecatrónica; Técnico/a Especialista em Processos de coloração e acabamentos têxteis; Técnico/a Especialista em Industrialização de produto moda; Bioanálises e Controlo; Gerontologia; Bem Estar e Termalismo; Manutenção e Controlo de Equipamentos Biomédicos; Comunicação Digital; Administração e Negócios; Tecnologia Alimentar; Análise químicas e biológicas; Automação, Robótica e Eletrónica Industrial; Design de Moda; Exportação e Logística.

Inscrições e mais informações junto das entidades acima referidas, através dos seguintes endereços: www.academia.citeve.pt (CITEVE); www.cenfim.pt (CENFIM); www.cespu.pt(CESPU); www.ipb.pt/portaldocandidato (IPB) e www.ipca.pt (IPCA).

PONTE DA LAGONCINHA EM FAMALICÃO PASSA A SER APENAS PEDONAL

Paulo Cunha visitou obras de conservação e valorização. Câmara de Famalicão quer tornar Ponte da Lagoncinha pedonal e valorizar zona envolvente

“A nossa vontade é tornar a Ponte da Lagoncinha pedonal e valorizar toda esta zona envolvente, criando um espaço agradável de lazer e convívio para a população, mas para isso é preciso que o governo de Portugal nos ajude a criar uma solução alternativa para que a Ponte da Lagoncinha seja libertada da sua função da mobilidade e esteja comprometida com a função cultural, ambiental e patrimonial”.O desejo do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, foi manifestado na passada sexta-feira, durante uma visita de trabalho à Ponte da Lagoncinha, em Lousado, que beneficiou recentemente de obras de conservação e valorização.

image58595

Segundo o autarca, “não se pode fechar uma ponte que é tão utilizada e necessária às populações, sem existir  uma alternativa”, por isso “desejamos que tão rapidamente quanto possível o governo crie uma solução”.

De resto, a necessidade da ponte foi sublinhada pelo presidente da Junta de Freguesia de Lousado, Jorge Ferreira que explicou que “se esta travessia, os automobilistas teriam de recorrer à EN14 que representa um verdadeiro caos ou calcorrear área do concelho de Santo Tirso e Trofa, num total de cerca de 20 quilómetros”.

A travessia sobre o rio Ave é, de facto, um dos acessos mais utilizados por quem tem de circular entre Santo Tirso e Vila Nova de Famalicão, e por isso beneficiou recentemente de um conjunto de obras de conservação e valorização, no âmbito da Rota do Românico.

As obras implicaram um investimento de cerca de 154 mil euros contando com o cofinanciamento de cerca de 128 mil euros, pelo Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Para além da limpeza e tratamento das cantarias em granito, do restauro e nivelamento do tabuleiro da ponte, a intervenção implicou também a consolidação estrutural de fissuras existentes nos paramentos e intradorso do tabuleiro da ponte.

“A ponte ficou cinco estrelas e estamos muito contentes com o resultado da obra”, afirmou satisfeito Jorge Ferreira, que admitiu que gostaria de ver “o espaço envolvente melhor aproveitado”.

Também Paulo Cunha assumiu estar empenhado em melhorar as condições de fruição da zona envolvente à ponte. “Esta intervenção está condicionada pelo património e pelo rio, obrigando a obter autorizações junto das entidades que tutelam estes domínios. Temos um processo em curso, estando a ser elaborado um caderno de encargos e um projeto”,adiantou o autarca.

Sobre a despoluição do rio Ave, Paulo Cunha voltou a apontar o dedo à falta de fiscalização e a reclamar mais competências para o municípios nesta matéria. “Há décadas que se fala na despoluição do rio Ave e no investimento de milhões aqui realizado, porém é preciso prestar contas e perceber qual foi o efeito útil desse enorme investimento nacional e comunitário, porque não vale de nada investir-se na despoluição do rio e não se criarem condições para que ele continue a ser poluído”.

image58598

FAMALICÃO REALIZOU COM SUCESSO FESTIVAL DO MEL

Segunda edição do festival Mel “ultrapassou todas as expectativas”

Mais de duas mil pessoas estiveram este fim-de-semana no Mel : Piquenique das Artes.

Mel (1)

De acordo com a organização, a segunda edição do festival, promovido pelas Associações Elogio Vadio e Fértil Cultural com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão,“ultrapassou todas as expectativas”.

“Este ano introduzimos algumas mudanças no festival, houve um redimensionamento do próprio espaço e isso traduziu-se numa melhoria significativa. O feedback tem sido muito bom e já prevemos uma nova edição em 2019 com muitas novidades”, disse Rui Alves Leitão.

Satisfeito com a dinâmica do Mel estava também o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que no passado domingo esteve no recinto. “Apesar de muito recente, este é um projeto ganho, que começa já a conquistar o seu público e que encaixa na perfeição com o espírito e os valores do Parque da Devesa”.

Recorde-se que a iniciativa decorreu de sexta a domingo com perto de uma dezena de concertos, espetáculos de teatro, conferências, entre outras propostas gratuitas. Utilizar a expressão artística como forma facilitadora da interação cultural e da consciência social, ambiental e ecológica é um dos seus principais objetivos.  

“Famalicão em Forma” regressa em setembro

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão informa que o programa municipal desportivo “Famalicão em Forma” vai estar parado durante este mês de agosto.

Tal medida implica a interrupção dos treinos afetos ao programa e o encerramento do gabinete de apoio e dos balneários do Parque da Devesa, que voltarão a estar em pleno funcionamento no dia 3 de setembro.

Recorde-se que o “Famalicão em Forma”, que presta já um acompanhamento personalizado a meio milhar de pessoas, foi lançado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão em maio de 2017, em parceria com a CESPU e a Federação Portuguesa de Atletismo, com o apadrinhamento do Instituto Português do Desporto e da Juventude. O programa que visa a promoção da prática da marcha e da corrida tem como objetivo promover o desporto para todos.

Mel (2)

FAMALICÃO: CEMITÉRIO DE RUIVÃES TEM NOVA ALA CONCLUÍDA

Nova ala do cemitério de Ruivães está pronta. Paulo Cunha e Duarte Veiga visitaram espaço

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, visitou na semana passada as obras de ampliação da nova ala do cemitério de Ruivães. O autarca mostrou-se muito satisfeito com a obra que, apesar de concluída há já algum tempo, carecia da legalização própria, agora alcançada.

“A Junta de Freguesia de Ruivães, através do seu presidente Duarte Veiga, conseguiu ultrapassar este importante obstáculo, cumprindo uma ambição da comunidade”, salientou Paulo Cunha, adiantando que “para além de concluir este processo, a junta de Freguesia acautelou também o futuro do espaço, conseguindo o licenciamento do terreno na íntegra”.

Visita ao cemitério de Ruivães

O projeto de ampliação e modernização do cemitério de Ruivães engloba três fases de ampliação, sendo que a nova ala agora concluída diz respeito à 1.ª fase. A intervenção contou com um apoio municipal de cerca de 50 mil euros.

Duarte Veiga mostrou-se feliz com a conclusão desta primeira fase. Para o responsável,“esta é uma obra que deve ser aumentada, é a primeira etapa de um grande projeto”, disse, sublinhando que com esta intervenção “estão criadas as respostas para as próximas gerações”.

Refira-se que as obras do cemitério de Ruivães inserem-se no âmbito do Plano Municipal de Alargamento e Modernização dos Cemitérios, que nos últimos cinco anos implicou um investimento municipal de 151 mil euros, envolvendo o melhoramento de perto de uma dezena de cemitérios do concelho.

Para Paulo Cunha o objetivo deste Plano é dar resposta a uma das necessidades mais prementes das populações destas freguesias. "É fundamental dar essa dignidade aos cidadãos e honrar a memória dos que partiram”, referiu.

Visita ao cemitério de Ruivães1

FAMALICÃO INAUGURA OBRAS EM GONDIFELOS, CAVALÕES E OUTIZ

Amanhã, terça-feira, dia 7 de agosto, a partir das 19h00

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, convida os órgãos de comunicação social para uma visita de trabalho a realizar amanhã, terça-feira, dia 7 de agosto, a partir das 19h00, à União das Freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz. O ponto de encontro com os jornalistas está marcado para as 19h00, na sede da junta de Outiz, onde serão visitadas as obras de melhoramento do edifício.

Segue-se a visita à zona reabilitada de lazer, junto à Ponte de S. Veríssimo, em Cavalões e a inauguração do pavilhão “Oficina da União das Freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz”.

A jornada de trabalho termina com a inauguração do palco do Parque de Campismo e Lazer de Gondifelos.

FAMALICÃO PROMOVE VALE DE SÃO MARTINHO

Mais qualidade de vida para Vale São Martinho. Sessão solene do Dia da Freguesia decorreu este domingo, com a presença de Paulo Cunha

Setembro será “um mês rico” para a freguesia de Vale São Martinho, em Vila Nova de Famalicão. Quem o diz é o Presidente da Junta de Freguesia, Manuel Oliveira, que este domingo aproveitou as comemorações do Dia da Freguesia para anunciar o arranque de novos trabalhos ao nível da água e saneamento, na Rua do Ancede; da rede viária, com a pavimentação da Rua da Barroca e da Rua do Convento; e da mobilidade e segurança, com a colocação de novos abrigos nas paragens de autocarros da freguesia.

Mais qualidade de vida para Vale São Martinho (2)

Trabalhos que vêm “proporcionar melhores condições de vida” aos habitantes de Vale S. Martinho, e que, diz Manuel Oliveira, “só são possíveis com a ajuda da Câmara Municipal”.

O presidente da autarquia, Paulo Cunha, era aliás um dos muitos presentes na sessão solene de ontem. O autarca vê com bons olhos a realização destas obras importantes para a qualidade de vida da comunidade de Vale São Martinho, mas lembrou que “tudo é importante e faz falta”.

“Mais do que ajudarmos a reunir estas condições básicas e infraestruturais, é também importante estarmos empenhados em fazer comunidade, em ajudar a criar condições para que as pessoas se relacionem umas com as outras e para que percebam que todos temos um papel a desempenhar”, disse.

Paulo Cunha renovou, por isso, o compromisso de estar ao lado da comunidade para ajudá-la a capacitar-se, mas deixou também o desafio e o apelo a todos os famalicenses para que tenham um papel cada vez mais ativo na sociedade.

Refira-se que a cerimónia ficou ainda marcada pela homenagem da Junta de Freguesia aos cidadãos de Vale São Martinho que todos os dias se esforçam para levar mais longe o nome da freguesia.

Mais qualidade de vida para Vale São Martinho (3)

MUNICÍPIO FAMALICENSE QUER VER LIMPAS AS BERMAS DAS ESTRADAS NACIONAIS

Paulo Cunha alerta as entidades nacionais competentes e sensibiliza a população
A falta de limpeza nas bermas e valetas das estradas nacionais que atravessam o concelho de Vila Nova de Famalicão, nomeadamente na EN14, EN204 e EN206, tem sido um problema que a Câmara Municipal tem acompanhado de perto e que tem deixado os responsáveis municipais preocupados. Para além da forte vegetação que, em muitos casos impede a passagem dos peões nos passeios, o lixo acumulado junto às vias, resulta numa ameaça à segurança das pessoas e num aumento do risco de incêndios florestais.

Rotunda Lago Disc (1)

De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “a autarquia tem alertado insistentemente as entidades nacionais competentes para este problema, fazendo-lhes chegar a informação sobre a falta de limpeza, conservação e manutenção das infraestruturas rodoviárias no concelho”.

Sem competência para intervir, “a autarquia tem feito aquilo que lhe incube que é reclamar e alertar, ficando a aguardar uma resposta das referidas instituições que têm a cargo a manutenção das estradas nacionais”, acrescenta Paulo Cunha.
Por outro lado, a Câmara Municipal pretende sensibilizar a população para a necessidade de adotar hábitos ambientais mais saudáveis. “Queremos envolver toda a comunidade na promoção de um território mais limpo e livre de lixo”, adianta Paulo Cunha. “O lixo lançado ao chão concentra-se em sítios de difícil acesso, como as bermas das estradas, junto às rotundas ou no meio das matas, tornando-se um perigo para a segurança rodoviária e até para a saúde pública”, acrescenta.
Com a chegada do verão e do tempo quente, as caminhadas ao ar livre aumentam significativamente “e este cenário torna-se uma séria ameaça à segurança dos peões, mas também dos automobilistas”, explica ainda o autarca.
Refira-se que a limpeza das faixas de gestão de combustível nas redes rodoviária e ferroviária é da responsabilidade das Infraestruturas de Portugal (IP). Por outro lado, a limpeza das estradas municipais é da responsabilidade das autarquias. Neste âmbito, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão investe anualmente perto de 200 mil euros em todo o concelho.

DSC_9558

FAMALICÃO RECEBE CAMPEÃ NACIONAL DE TÉNIS

Paulo Cunha recebeu a campeã nacional de Ténis Mafalda Guedes

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, felicitou ontem a atleta famalicense Mafalda Guedes, pelos títulos de Campeã Nacional de Ténis em pares femininos e mistos e de Vice-Campeã em singulares femininos, no escalão de sub-14.

DSC_2559

A atleta de 13 anos, que esta quinta-feira foi recebida pelo autarca nos Paços do Concelho, esteve em destaque no Campeonato Nacional de Ténis, que decorreu no final do passado mês de julho.

Paulo Cunha enalteceu o exemplo de dedicação e esforço da jovem famalicense, que o edil considera ser já uma “referência” do desporto concelhio.

Orgulhosa pelo título conquistado, Mafalda Guedes deixou uma palavra de agradecimento pelos votos de Louvor e Congratulação que recebeu do executivo municipal.

A atleta fez-se acompanhar dos pais, que reconheceram a importância do apoio da Câmara Municipal no sucesso desportivo da filha. “A exigência é muita alta e, por vezes, perdem-se muitos campeões por falta de apoio. Neste aspecto, para onde quer que vamos, podemos dizer que a Câmara de Famalicão é muito elogiada e vista como um exemplo”.

DSC_2561

DEVESA SUNSET COMEÇA AMANHÃ EM FAMALICÃO

Devesa Sunset arranca esta sexta-feira, 3 de agosto, com concerto de Beatriz Pessoa. Em Famalicão as sextas de agosto são sinónimo de boa música ao pôr do sol

Os sunsets estão de regresso ao Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão. O “Devesa Sunset” arranca amanhã para mais uma nova temporada e promete voltar a proporcionar fins de tarde descontraídos ao som de boa música.

Devesa Sunset (2)

Esta sexta-feira, 3 de agosto, a partir das 19h00, caberá a Beatriz Pessoa a abertura do evento.

Depois de um 2017 repleto de apresentações especiais – EDP Cool Jazz - primeira parte de Jamie Cullum; Festival MED; Festival F; Culturgest; Casa da Música - é no presente ano de 2018 que as canções de toada jazz e estrutura pop da autoria de Beatriz Pessoa se prestam a um novo passo na carreira da compositora lisboeta, com o seu recente EP "II". O jornal Público incluiu a artista na lista dos nomes que vamos encontrar nos próximos anos.

A segunda sessão vai decorrer no dia 10, com um nome promissor da nova música portuguesa. Falamos de Mathilda, alter ego musical de Mafalda Costa, compositora, cantora e instrumentista portuguesa. Ao vivo faz-se acompanhar por Diogo Alves Pinto, mais conhecido pela sua one-man band Gobi Bear. Em novembro de 2017, o seu primeiro lançamento "Lost Between Self Expression and Self Destruction" foi editado com o selo Planalto Records. O single valeu-lhe o lugar de finalista no reputado Festival Termómetro.

Segue-se uma das mais recentes revelações da música popular brasileira. O cantor e compositor Rubel está de mala aviadas para Portugal e tem paragem marcada em Vila Nova de Famalicão, no dia 17 de agosto, para o terceiro concerto do Devesa Sunset. Lançou este ano o seu segundo álbum – “Casas” – sucessor do elogiado disco "Pearl", um álbum despretensioso, que foi ganhando força graças ao “boca a boca” na internet e a um videoclipe assistido mais de 21 milhões de vezes. Neste seu novo trabalho, o compositor mistura influências do rap, da música eletrónica e do samba.

Luís Severo foi o nome escolhido para encerrar, a 24 de agosto, o Devesa Sunset. Iniciou a sua ligação à música na adolescência quando começou a partilhar canções que inicialmente assinava como “Cão da Morte”. Em 2015 editou o seu primeiro disco ‘Cara D’Anjo’ e gravou um segundo álbum, em 2017, intitulado ‘Luís Severo’. Graças a este disco, foi considerado autor do melhor disco português em 2017 para os leitores da Blitz.

Os concertos são de entrada gratuita e decorrem a partir das 19h00, junto ao lago do parque.

Devesa Sunset (1)

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO FAMALICENSE VISITA PONTE ROMÂNICA DA LAGONCINHA

Paulo Cunha em visita de trabalho à Ponte românica da Lagoncinha. Travessia sobre o rio Ave beneficiou de obras de conservação e valorização

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, vai efetuar amanhã, sexta-feira, 3 de agosto, pelas 10h00, uma visita de trabalho à Ponte da Lagoncinha, na freguesia de Lousado.

AFS_2845

A travessia sobre o rio Ave, que é um dos acessos mais utilizados por quem tem de circular entre Santo Tirso e Vila Nova de Famalicão, beneficiou recentemente de um conjunto de obras de conservação e valorização, no âmbito da Rota do Românico.

As obras implicaram um investimento de cerca de 154 mil euros contando com o cofinanciamento de cerca de 128 mil euros, pelo Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Para além da limpeza e tratamento das cantarias em granito, do restauro e nivelamento do tabuleiro da ponte, a intervenção implicou também a consolidação estrutural de fissuras existentes nos paramentos e intradorso do tabuleiro da ponte.

No fundo, o objetivo consistiu em eliminar os fatores de risco e de degradação infraestrutural e melhorar as condições de segurança, protegendo e salvaguardando, ao mesmo tempo, os elementos patrimoniais e melhorando as condições de fruição.

FAMALICENSES PRATICAM EXERCÍCIO FÍSICO

“Move-te” pôs mais de quatro mil pessoas a mexer

Mais de 4 mil pessoas aceitaram o desafio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e começaram o verão da melhor forma, praticando exercício físico e participando nas aulas do projeto Move-te.

DSC_9373

O programa desportivo, promovido pela autarquia famalicense em parceria com cerca de 30 instituições desportivas e ginásios do concelho, terminou esta terça-feira, 31 de julho, depois de um mês inteiro de muita atividade física, com 60 horas de exercício físico ao ar livre com acompanhamento de professores habilitados, entrada livre e para todas as idades.

O Move-te cresce de ano para ano e isso é algo que deixa o presidente da autarquia muito satisfeito. “Fico muito agradado por ver que os famalicenses voltaram a responder positivamente ao desafio que lhes lançamos, sobretudo por se tratar de um projeto que tem como fim maior o bem estar físico e mental da nossa comunidade”, disse Paulo Cunha.  

Recorde-se que o Move-te decorreu em oito espaços do concelho, no Parque Devesa e nas Piscinas Municipais, em Famalicão, no Parque do Quinteiro, em Oliveira S. Mateus, na Sede da União das Freguesias de Seide, na Avenida do Rio Veirão, em Ribeirão, no parque da Ribeira, em Joane, na Praça de Santa Marinha, em Mogege, no Parque da Corredoura, na União das Freguesias de Ruivães e Novais.

Pilates, Zumba, Hip Hop, Crossfit, Yoga e Hidroginástica foram apenas alguns exemplos das cerca de 25 modalidades que preencheram o calendário deste ano do projeto.

DSC_9359

ARTES TÊM PIQUENIQUE EM FAMALICÃO

Fim-de-semana com Piquenique das Artes em Famalicão. Festival Mel decorre de sexta a domingo, no Parque da Devesa

Estender a manta no Parque da Devesa e fazer um piquenique em família enquanto assiste a um concerto ou a um espetáculo de teatro. A proposta é do Mel :: Piquenique das Artes, o festival multicultural e amigo do ambiente que as Associações Elogio Vadio e Fértil Cultural trazem este fim-de-semana até Vila Nova de Famalicão.

Mel (1)

A iniciativa, que conta com o apoio da Câmara Municipal, decorre entre os dias 3 e 5 de agosto com perto de uma dezena de concertos, espetáculos de teatro, conferências, entre outras propostas gratuitas. Utilizar a expressão artística como forma facilitadora da interação cultural e da consciência social, ambiental e ecológica é um dos seus principais objetivos.  

Do programa destacam-se os concertos, no dia 4, da mais antiga banda portuguesa de Jazz Tradicional – os Dixie Gang, dos Krash Volts, da banda “O bom, o mau e o Azevedo” e dos The Twist Connection, cujo álbum “Stranded Downtown” foi considerado pela rádio Antena 3 como um dos melhores discos portugueses de 2016.

No último dia sobem novamente ao palco do Mel os Dixie Gang, o projeto de improviso Alchera e, diretamente do Nordeste brasileiro, o forró pé-de-serra dos Forró Miór, considerada pelo Le Monde como “uma das mais inspiradas e renomeadas bandas deste género tradicional brasileiro”.

Nota também para a conferência “O tempo que temos”, no dia 3, na Casa do Território, para a performance artística do coletivo The Fictionary Players e para os espetáculos “Mariela” e “Red Cloud Marionetas”, este último do Teatro Dom Roberto.

Mais informações em http://melpiquenique.com/

PROGRAMA

3 de agosto

9:30 - 16:00 - Conferência "O tempo que temos" (Casa do Território)

21:00 Abertura Oficial do Festival

22:00 The Fictionary Players

23:00 Festa de Abertura

4 de agosto

16:00 - Teatro Dom Roberto - Red Cloud Marionetas

17:00 - Serviço Educativo - Jogo "Mercado Sustentável"

18:00 - Dixie Gang Sobre Rodas

20:00 - Jam Session

21:00 - Krash Volts

22:00 - O Bom, o Mau e o Azevedo

23:00 - The Twist Connection

5 de agosto

16:00 - Mariela (Tuba & Clown) - Nuvem Voadora

17:00 - Dixie Gang

18:00 - Alchera

19:00 - Forró Miór