Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FAMALICÃO HOMENAGEIA O CAMILIANISTA JOÃO BIGOTTE CHORÃO

Tributo decorre amanhã, sábado, a partir das 14h30 e insere-se na quinta edição dos Encontros Camilianos

A Casa de Camilo, em Vila Nova de Famalicão, vai homenagear amanhã, sábado, a partir das 14h30, João Bigotte Chorão, ensaísta e crítico literário, considerado um dos maiores especialistas na obra de Camilo Castelo Branco.

João Bigotte Chorão faleceu no passado mês de fevereiro, deixando vários ensaios sobre a obra de Camilo Castelo Branco. O tributo ao camilianista realiza-se com a inauguração da exposição bibliográfica e documental “Esta nossa debilidade camiliana: Tributo a João Bigotte Chorão”. Seguem-se as intervenções de Abel Barros Batista, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, com “O essencial sobre O Essencial de João Bigotte Chorão” e de Artur Anselmo da Academia das Ciência de Lisboa, com “João Bigotte Chorão camilianista”. O filho Pedro Mexia também vai marcar presença e vai falar sobre “Livros em Casa”.

A homenagem insere-se na quinta edição dos Encontros Camilianos, que arrancaram hoje com uma visita ao cemitério da Lapa, no Porto, onde está sepultado Camilo Castelo Branco.

FAMALICÃO: A INTERNATIONAL WEEK TAMBÉM SE FAZ À MESA

Dias à Mesa convidam a viajar pela cozinha internacional

Vila Nova de Famalicão vai aproveitar a boleia da International Week, que se realiza no concelho de 17 a 24 de outubro, para fazer uma viagem pela comida internacional. Os “Dias à Mesa” regressam aos restaurantes famalicenses entre os dias 17 e 20 de outubro, com uma ementa dedicada aos sabores do mundo.

Sushi.jpg

Numa semana em que Famalicão celebra e explora a sua abertura ao mundo e recebe um número alargado de comitivas internacionais, os Dias à Mesa associam-se à iniciativa e prometem experiências gastronómicas diversas e cosmopolitas, numa interculturalidade que promove a conjugação entre a boa cozinha regional e as melhores propostas e influências que nos chegam do resto do mundo.

Cada um dos restaurantes aderentes vai, de resto, apresentar uma proposta diferenciada de menu, desde o fondue, o sushi, a pasta, a cachapa venezuelana,  numa diversidade estética e de sabores.  

Ao todo são onze os restaurantes aderentes: Alfa, Bisconde, CASO Grill, El Vagabundo, Ferrugem, Fondue, Ganesh Club, Mikado, Moutados de Baixo, Torres e Vinha Nova.

A iniciativa conta também com a adesão do alojamento famalicense, nomeadamente, da Casa Ana Monteiro, Casa das Cortinhas, Casa de São Brás, Casa do Laranjal, Country House, Hotel Moutados, Saladestar, Villa Prime Hotel, Vitória’s House, Vivenda Mendes, Vivenda Mendes 2 e Wake Up Famalicão, com a oferta de 10% de desconto durante a realização da iniciativa.

Recorde-se que os Dias à Mesa arrancaram no Carnaval, com o Cozido à Portuguesa. As Festas de Maio conjugaram-se com os Rojões, a Feira Medieval e Viking fez-se acompanhar do tradicional Bacalhau, a Feira Grande S. Miguel sugeriu o melhor da comida vegetariana e no Dona Maria Famalicão Beer Fest a francesinha foi rainha.

Ao longo do ano, contam-se oito fins-de-semana gastronómicos sempre associados a eventos culturais e desportivos do município.

Cachapa venezuelana.JPG

FAMALICÃO DEDICA SEMANA AO TEATRO PARA A IDADE DOS “PORQUÊS”

Semana de Teatro Dedicado à Infância e Juventude decorre de 21 a 27 de Outubro. Vem aí uma semana inteira dedicada ao teatro para a infância e juventude.

A segunda edição do “Porquê?” realiza-se de 21 a 27 de outubro, em Vila Nova de Famalicão, com espetáculos protagonizados por várias companhias de teatro de referência em Portugal nesta área, como o Teatro de Montemuro, Imaginar do Gigante, Red Cloud - Marionetas e Partículas Elementares.

AVelhaCasaDeMadeira.JPG

A iniciativa, organizada pela Associação Fértil Cultural, volta a concentrar o seu espaço de ação no Vale do Este e Vale do Pelhe do concelho famalicense, levando o teatro, em particular, e a cultura, no geral, para fora do centro urbano e indo ao encontro da política de descentralização cultural pretendida e promovida pela autarquia.

Entre os dias 21 e 25 de outubro a programação é dirigida exclusivamente ao público escolar e conta com o apoio de dois agrupamentos de escolas, juntas de freguesia locais e outras associações.

Para o dia 26 de outubro, às 16h00, na Casa da Pedreira, em Gondifelos, está agendada uma conversa sob o título “Porquê o teatro para infância e juventude?”. O momento, com entrada livre, vai contar com as presenças de Isabel Barros, do Teatro de Marionetas do Porto, José Caldas, da Quinta Parede, e Susana Menezes, diretora artística do LU.CA - Teatro Luís de Camões.

A encerrar o “Porquê?”, no dia 27 de outubro, às 16h30, a Fértil apresenta às famílias o seu mais recente espectáculo para a infância – “Os Grandes Não Têm Grandes Ideias”. A sessão é gratuita e decorrerá no salão da Junta de Freguesia de Cavalões.

Despertar o gosto e a sensibilidade das crianças pelo teatro, ajudar as escolas nos seus esforços educacionais no âmbito da formação estética e cívica e criar um espaço de proximidade entre o teatro e a infância e juventude e também um espaço de reflexão entre criadores e programadores  são os grandes objetivos do “Porquê?”.

Recorde-se ainda que a Fértil é uma estrutura financiada pela DGArtes/ Ministério da Cultura/ Governo de Portugal desde 2018 e conta com o apoio do município famalicense desde a sua fundação, em 2008. A descentralização cultural está no ADN da Fértil que nasceu precisamente para estender aos meios rurais propostas artísticas contemporâneas.

PROGRAMA

21 a 27 de outubro de 2019

Público Escolar:

21 de outubro – Imaginar do Gigante com “Areias” (EB1 de Gondifelos)

22 de outubro – Teatro de Montemuro com “A Velha Casa de Madeira” (EB Vale do Este)

23 de outubro – Red Cloud - Marionetas com “A Menina que Vendia Fósforos” (Centro Escolar Mouquim/Louro)

24 de outubro – Partículas Elementares com “Eu Quero a Lua” (Centro Escolar de Telhado)

25 de outubro - Fértil Cultural com “Os Grandes Não têm Grandes Ideias” (EB1 de Gondifelos)

Programa aberto ao público:

26 de outubro |16h00

Local: Casa da Pedreira (Gondifelos)

Conversa: Porquê o teatro para infância e juventude?

27 de outubro | 16h30

Local: Salão da Junta de Freguesia de Cavalões

“Os Grandes Não Têm Grandes Ideias” pela Fértil Cultural

RedCloud-AMeninaQueVendiaFosforos.jpg

FAMALICÃO RECEBE 26 MORADIAS JUNTO ÀS AUTOESTRADAS A3 E A7

Empreendimento Pereira’s Village começa a ser construído

“Viver bem, com tudo o que importa. Um empreendimento à sua imagem, perto de tudo e com tudo por perto.” É assim que é apresentado o Pereira’s Village, um novo empreendimento habitacional, composto por 26 moradias de tipologia T3 e T4, que está a nascer em Esmeriz, nos arredores da cidade de Vila Nova de Famalicão, junto ao acesso às autoestradas A3 Porto-Braga e A7 Vila do Conde-Guimarães.

Famalicão _ Imagem virtual parcial do empreendimento Pereiras Village.jpg

A localização é, de facto excecional, sobretudo para famílias cujos membros façam a sua vida entre Vila Nova de Famalicão, Porto, Guimarães, Braga e outras cidades vizinhas numa das regiões mais dinâmicas e desenvolvidas do país.

“No Pereira's Village os moradores estarão a cinco minutos do centro de Famalicão, e a 15 ou 20 minutos de cidades como Porto, Braga ou Guimarães, graças aos acessos às principais autoestradas”, explica Pedro Fernandes, diretor comercial da MEDIUM, agência imobiliária que está a comercializar o Pereira’s Village, cuja primeira fase, com 9 moradias, “já está 100 por cento vendida”.

MORADIAS T3 E T4 A PARTIR DE 210 MIL EUROS

Neste momento, já foi iniciada a comercialização das 17 moradias relativas à segunda fase, com preços a partir dos 210 mil euros, cujas obras serão lançadas brevemente. Já as obras da primeira fase estão em fase de arranque, devendo estar concluídas em outubro de 2020.

O empreendimento Pereira’s Village, localizado na Rua do Sr. dos Aparecidos, na freguesia de Esmeriz, está a ser construído pela Adopthouse, em terrenos situados junto à Quinta de Pereira, uma propriedade que está identificada desde os tempos medievais e que chegou a pertencer à nobreza portuguesa.

“Viver bem é estar perto da cidade e ter a possibilidade de chegar a qualquer lado facilmente e o empreendimento Pereira’s Village garente esse privilégio, para além da arquitetura e da qualidade da construção”, acrescenta Pedro Fernandes. Tanto mais que as moradias T3 e T4 terão acabamentos de topo, assim como pormenores de qualidade e espaços pensados para desfrutar com conforto.

Cada moradia T3 do Pereira's Village é composta por dois pisos, destacando-se o escritório e a “master suite”, de generosas dimensões, com “closet” e casa de banho privativa. A luz natural será outro elemento distintivo, chegando através de uma grande claraboia envidraçada.

As moradias T4 têm três frentes e caracterizam-se pela funcionalidade dos espaços. Destacam-se ainda quatro generosos quartos, entre os quais uma “master suite” de características invulgares, com “closet” e casa de banho privativa e o jardim e logradouro com 180 metros quadrados.

O site do empreendimento, em www.pereirasvillage.pt, tem vasta informação sobre cada uma das tipologias, localização e acabamentos.

MEMÓRIAS FAMALICENSES SOBEM AO PALCO

Projeto sobe ao palco dia 19 de outubro, pelas 21h00, na Urbanização do Quinteiro, em Oliveira S. Mateus

Atear histórias dá vida a memórias populares com espetáculo comunitário

A lenda das lavadeiras do Rio Ave, os sons dos teares das fábricas Narciso Ferreira e as lutas dos trabalhadores, são algumas das memórias que marcam a população da zona industrial do concelho de Vila Nova de Famalicão, nomeadamente das freguesias de Castelões, Oliveira Santa Maria, Oliveira S. Mateus, Pedome e Riba de Ave e que inspiraram a criação do novo espetáculo comunitário intitulado “Atear Histórias”.

DSC_6338.jpg

As memórias ganharam vida e sobem ao palco através de um espetáculo único de música, percussão, teatro e dança, tendo como protagonistas os próprios populares, cerca de meia centena no total. A apresentação decorre na Urbanização do Quinteiro, em Oliveira S. Mateus, no próximo dia 19 de outubro, pelas 21h00.

Trata-se de mais uma iniciativa âncora promovida no âmbito do programa municipal de descentralização cultural “Há Cultura”, envolvendo desta vez as Comissões Sociais Interfreguesias (CSIF’s) de Castelões, Oliveira S.ª Maria, Oliveira S. Mateus, Pedome e Riba de Ave.

A ideia de o projeto “Atear Histórias” surgiu pela primeira vez em outubro de 2018, no seguimento do Festival “Famalicão Visão’25” e concretizou-se no início deste ano através da cocriação artística, que tem como objetivo construir com a comunidade um projeto identitário, contando com a orientação do Diretor Artístico Alberto Fernandes, da CAISA (Cooperativa das Artes, Intervenção Social e Animação).

“Atear Histórias” será assim um espetáculo construído a partir das memórias do povo destas freguesias, que pretende espelhar pedaços da história, das gentes, das tradições e do património local, integrando diferentes áreas artísticas. Será um espetáculo inédito, construído com a comunidade, que pretende ser um projeto artístico identitário do território.

DSC_6398.jpg

FAMALICÃO RECONSTRÓI SEPARADOR CENTRAL DA AVENIDA DR. CARLOS BACELAR

Câmara avança com obras de reconstrução do separador central da Avenida Dr. Carlos Bacelar. Intervenção avança na próxima segunda-feira, 14 de outubro e vai provocar condicionamentos ao trânsito

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai avançar com as obras de reconstrução do separador central da avenida Dr. Carlos Bacelar, na cidade famalicense. Os trabalhos arrancam na próxima segunda-feira, dia 14 de outubro, e vão obrigar a alguns condicionamentos ao trânsito, nomeadamente através da supressão da via adjacente ao separador central em cada sentido. Apesar disso, o túnel irá manter-se aberto à circulação.

AFS_4196.jpg

A natureza dos trabalhos passa por renovar os lancis existentes em betão, aumentando e melhorando a segurança rodoviária no local. A obra implica um investimento municipal de cerca de 21.500 euros e está entregue à empresa Construções Camposinhos Ferreira, Lda, tendo um prazo previsto para a execução da obra de um mês.

AFS_4232.jpg

FAMALICÃO E LIVERPOOL: É MUITO MAIS O QUE OS UNE!

International Week 2019 decorre entre 17 e 24 de outubro

Vila Nova de Famalicão e Liverpool, as cidades com clubes que lideram neste momento os respetivos campeonatos nacionais de futebol, vão reforçar os laços que as unem durante a International Week 2019, um evento que vai decorrer na cidade famalicense entre 17 e 24 de outubro. As duas cidades que mantêm, desde há algum tempo, relações económicas, culturais e de juventude fortes vão estreitar as suas ligações através da celebração de protocolos de cooperação, mas também da promoção de artistas e da abertura de oportunidades de estágio aos jovens.

Paulo Cunha com Gary Millar, Vice Mayor de Liverpool, em Famalicão (1).jpg

O Vice Mayor of Liverpool, Gary Miller, será recebido nos Paços do Concelho de Vila Nova de Famalicão, no dia 17 de outubro, onde serão celebrados protocolos entre o município famalicense e as universidades Liverpool John Moores University e a Hope University.

Destaque também para a presença de um grupo numeroso de estudantes universitários, que procuram Famalicão para a realização de estágios empresariais, respondendo ao desafio da cidade na atração de talentos. No dia 22 de outubro, os cerca de 40 jovens oriundos das Universidades de Liverpool e também Lille, em França, vão conhecer as empresas de Famalicão através de visitas técnicas, tendo em vista a preparação de projetos de estágios.

Antes disso, nos dias 18 e 19, a nova música da cidade dos Beatles irá mostrar-se em Famalicão, através de vários concertos no espaço cultural CRU situado na rua Alves Roçadas. São quatro projetos e propostas culturais protagonizadas por 4 jovens músicos de Liverpool que serão acolhidos na cidade durante 10 dias, em “residência artística”.

As relações com Liverpool sairão também fortalecidas na área do intercambio de jovens na educação através da apresentação de trabalhos dos alunos de Design Têxtil da Universidade Liverpool John Moores aos alunos do curso de Design Têxil do IPCA e a várias empresas famalicenses, nas instalações do Centro de Investigação, Inovação e Ensino Superior de S. Cosme do Vale.

Recorde-se que em meados de 2018, o município de Famalicão apresentou, pela primeira vez, a marca Famalicão Cidade Têxtil internacionalmente, no Festival Internacional de Negócios de Liverpool. Já, no inicio deste ano, as duas cidades celebraram um memorando de entendimento tendo em vista o aprofundamento de um programa de cooperação económica e social que pretende gerar parcerias entre centros tecnológicos, empresas, estudantes e os municípios das duas cidades.

Para além do fortalecimento das relações com Liverpool, a International Week 2019 ficará ainda marcada pelo reforço das relações históricas com Saint-Fargeau-Ponthierry e Givors. A ligação à cidade espanhola de Arteixo também sairá revigorada, nomeadamente no que diz respeito à força da economia e do têxtil.

A cidade francesa de Lille e a cidade de Lima, no Perú, são outras ligações que merecem destaque.

CASA DAS ARTES DE FAMALICÃO REJUVENESCE E TORNA-SE MAIS AMIGA DO AMBIENTE

Intervenções realizadas no interior e exterior do edifício estão praticamente concluídas 

Casa das Artes rejuvenesce e torna-se mais amiga do ambiente

No ano em que soprou as velas do seu 18.º aniversário, a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão ficou ainda mais jovem e amiga do ambiente.

DSC_6157.jpg

O espaço cultural do concelho famalicense está a ser alvo de uma intervenção de manutenção e requalificação que abrange os seus espaços interiores, mas também os exteriores com vista a aumentar a eficiência energética do edifício.

Os trabalhos realizados no interior da Casa das Artes estão praticamente concluídos e implicaram, entre outras intervenções, a colocação de uma nova alcatifa no pavimento do Foyer e do Grande Auditório, a pintura das paredes, tetos e portas e a substituição de azulejos degradados.

Já a intervenção efetuada no exterior insere-se no âmbito do projeto de melhoria da eficiência energética da Casa das Artes. Os trabalhos ainda decorrem e implicam a reabilitação das superfícies exteriores e fachadas existentes em Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior, a colocação de painéis fotovoltaicos e a substituição de diversos equipamentos.

Refira-se ainda que a empreitada implicou um investimento total que ronda os 407 mil euros. Deste valor, cerca de 181 mil foram canalizados para o projeto de melhoria da eficiência energética do edifício, comparticipado em 46% pelo NORTE 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). Com estas alterações estima-se uma redução de cerca de 25 mil euros por ano nos consumos de energia e de 40% nas emissões de CO2 do edifício.

No ano em que atinge a maioridade, “a grande prenda da Casa das Artes vai para todos aqueles que a visitam”, refere a propósito o Presidente da Câmara Municipal. “São obras importantes que vão conferir melhores condições de conforto ao público e que vão permitir uma significativa redução do consumo energético”, acrescenta Paulo Cunha.

Refira-se ainda que o espaço cultural famalicense retomou já a sua habitual programação. A quarta edição do Close-Up: Observatório de Cinema, de 12 a 19 de outubro, e o concerto dos Budda Power Blues, no dia 25, são os principais destaques do cartaz de outubro.

DSC_6162.jpg

GALA DO DESPORTO EM FAMALICÃO ABRE VOTAÇÃO PARA ELEGER O EVENTO DESPORTIVO DO ANO

Votação decorre de 10 de outubro a 10 de novembro, em www.famalicao.pt

Rali de Famalicão, Torneio Internacional Cidade de Famalicão e Duatlo de Famalicão. São estes os três nomeados para a categoria “Evento Desportivo do Ano” da Gala do Desporto de Famalicão, cujo vencedor será escolhido pelos famalicenses através de uma votação online disponível a partir desta quinta-feira, 10 de outubro, no site do município.

Duatlo de Famalicão.jpg

A votação decorrerá até ao dia 10 de novembro, em www.famalicao.pt/_gala_do_desporto.

Com a organização do Rali de Famalicão, a Associação Team Baia tem colocado o concelho famalicense no mapa do desporto motorizado. Considerado uma das suas organizações de maior destaque, o Rali de Famalicão percorre várias freguesias do concelho com uma grande e entusiasta adesão por parte do público.

O Torneio Internacional Cidade de Famalicão, organizado pelo Clube de Xadrez A2D, conta já com sete edições. O evento, que se reveste de particular importância na promoção e desenvolvimento do xadrez concelhio, começa a marcar calendário não só no panorama nacional, uma vez que figura no Circuito Nacional de Clássicas da Federação Portuguesa de Xadrez, como também no panorama internacional já que conta com a participação de jogadores oriundos de vários países.

Por sua vez, o Duatlo de Famalicão conta já com 10 anos de existência. Organizada pela Associação Amigos do Pedal, a prova foi-se afirmando no panorama concelhio e regional como um evento de excelência, marcado pela qualidade dos percursos, pela qualidade da organização e, sobretudo, pela forte adesão de atletas oriundos de todo o país.

Recorde-se que, no total, são 24 os nomeados para a edição deste ano da Gala do Desporto, que terá lugar a 11 de novembro, no Pavilhão Municipal, numa noite em que o concelho se veste de gala para homenagear as estrelas do desporto famalicense.

Os nomes dos 24 nomeados que estão na corrida pelos troféus “Famalicense D’Ouro” dividem-se pelas seguintes oito categorias: “Associação/Clube Desportivo do Ano”, “Dirigente do Ano”, “Treinador do Ano”, “Atleta Revelação do Ano” (Masculino e Feminino), “Árbitro do Ano”, “Evento Desportivo do Ano” (votação online) e “Prémio Excelência”.

Com exceção para a categoria “Evento Desportivo do Ano”, a escolha dos restantes vencedores caberá ao júri da iniciativa, composto por várias individualidades ligadas ao mundo do jornalismo.

Recorde-se que, para além dos “Galardões do Júri”, serão ainda entregues os “Galardões dos Campeões”, atribuídos a todos os atletas e equipas que na época desportiva de 2018 e 2018/2019 tenham vencido competições de nível internacional e/ou nacional e tenham submetido candidatura.

Rali de Famalicão.jpg

GALA DO DESPORTO DE FAMALICÃO 2019

NOMEADOS

ASSOCIAÇÃO/CLUBE DESPORTIVO DO ANO

Associação Team Baia

AFSA – Associação Futebol Salão Amador de V. N. de Famalicão

Futebol Clube Famalicão

DIRIGENTE DO ANO

Gilberto Enes – Associação Papa Léguas de Famalicão

Márcio Sousa – Associação Futebol Salão Amador de V. N. de Famalicão

Miguel Ribeiro – Futebol Clube Famalicão

TREINADOR DO ANO

João Marques – Sport Lisboa Benfica

Ricardo Costa – Seleção Nacional do Clero

Rui Baptista – Futebol Clube Famalicão

ATLETA REVELAÇÃO FEMININO

Catarina Martins – Famalicense Atlético Clube

Mafalda Guedes – Escola de Ténis da Maia

Inês Silva – Clube de xadrez A2D

ATLETA REVELAÇÃO MASCULINO

Francisco Silva – Escola Atletismo Rosa Oliveira

Gonçalo Machado – Associação Desportiva de Valongo

Tomás Araújo – Sport Lisboa Benfica

ÁRBITRO DO ANO

João Pinheiro – Núcleo Árbitros Futebol Vila Nova de Famalicão

Teresa Oliveira – Núcleo Árbitros Futebol Vila Nova de Famalicão

Alcides Ribeiro – Federação Portuguesa Alex Ryu Jitsu

EVENTO DESPORTIVO DO ANO (VOTAÇÃO ONLINE)

Rali de Famalicão – Associação Team Baia

Torneio Internacional Cidade de Famalicão – Clube de Xadrez A2D

Duatlo de Famalicão – Associação Amigos do Pedal - Famalicão

PRÉMIO EXCELÊNCIA

Sérgio Costa e Rita Almeida – Academia Gindança

Ana Azevedo – Futebol Clube de Vermoim

Jorge Silva – Futebol Clube Famalicão

Torneio Internacional Cidade de Famalicão.jpg

ESCOLA DE INSTRUMENTOS MUSICAIS PORTUGUESES ENTRA NUM NOVO ANO LETIVO

Projeto da Casa da Juventude de Famalicão destina-se aos jovens entre os 12 e os 35 anos

A Escola de Instrumentos Musicais Portugueses da Casa da Juventude de Vila Nova de Famalicão dá este sábado, dia 12 de outubro, o pontapé de arranque para o novo letivo. 

AFS_7536.jpg

Guitarra portuguesa, guitarra clássica, viola braguesa, cavaquinho, bateria, concertina e acordeão, são alguns dos instrumentos que os jovens famalicenses poderão aprender através deste projeto que contempla ainda aulas de voz e canto.

A Escola de Instrumentos Musicais Portugueses entra agora para o seu quinto ano de atividade na Casa da Juventude. O primeiro trimestre decorre até 14 de dezembro, o segundo, de 4 de janeiro a 27 de março, e o terceiro, de 18 de abril a 12 de junho.

Dar a conhecer aos jovens alguns dos instrumentos musicais portugueses, preservando assim o legado cultural do país e levando a sonoridade e a tradição a outros estilos e ritmos contemporâneos são os objetivos do projeto.

Com exceção para as aulas de guitarra portuguesa, que decorrem à sexta, das 16h00 às 18h00, todas as outras aulas serão lecionadas aos sábados, entre as 10h00 e as 12h00.

Refira-se ainda que é possível efetuar inscrição na Escola de Instrumentos Musicais Portugueses ao longo do ano letivo.

Mais informações sobre o projeto em www.juventudefamalicao.org

AFS_7568.jpg

FAMALICÃO VAI SER PALCO DE "TEATRO N'ALDEIA"

Há muito “Teatro n’Aldeia”. Edição deste ano da iniciativa apresenta 6 peças, divididas por quase 30 sessões

A edição deste ano da iniciativa “Teatro n’Aldeia” arrancou no passado sábado, na Casa da Juventude de Delães, e para os meses de outubro, novembro e dezembro tem agendadas quase três dezenas de sessões e três workshops de teatro nas várias freguesias do concelho famalicense.

Eu,Tu,Ele,Nós,Vós,Eles.JPG

Até ao final do ano serão apresentadas seis peças, divididas em várias sessões e todas elas com entrada livre.

O Grutaca - Grupo de Teatro Amador Camiliano participa na iniciativa com a apresentação da peça “Eu, Tu, Ele, Nós, Vós, Eles”, no dia 19 de outubro, na Junta de Freguesia de Nine; no dia 25, no Salão Paroquial de Oliveira São Mateus; no dia 9 de novembro, na ADC Santa Eulália; a 16 de novembro, na Casa do Povo de Fradelos; no dia 30 de novembro, no Salão do Grupo Recreativo de Vale São Martinho; no dia 6 de dezembro, no Salão Paroquial de Pousada de Saramagos, a 14 de dezembro, na Casa do Povo de Ruivães, no dia 27 de dezembro, no Salão Paroquial de Gavião e no dia 28, no Salão Paroquial de Brufe.

O Núcleo de Teatro da ACV- Associação Cultural de Vermoim vai levar a representação da obra “Sexta-Feira 13” ao Salão Paroquial de Mogege, no dia 11 de outubro; ao Salão Paroquial de Telhado, no dia 3 de novembro; à Junta de Freguesia de Sezures, no dia 15 de novembro; ao Salão Paroquial de Pedome, no dia 23 de novembro e ao Auditório da Banda Marcial de Arnoso, de Arnoso Santa Maria, no dia 20 de dezembro.

O GRECULEME – Grupo Recreativo e Cultural de Lemenhe vai apresentar três peças: “Maldição de Mãe”, no dia 16 de novembro, no Salão Paroquial de Castelões; “Zé Pacóvio”, no dia 13 de dezembro, no Salão Paroquial de Vale S. Cosme, e ainda “Um Médico à Rasca”, a apresentar no dia 18 de outubro, no Salão Paroquial da Portela; a 8 de novembro, no Salão Paroquial de Riba de Ave; no dia 29 de novembro, no Salão Paroquial do Louro; a 1 de dezembro, no Pavilhão de Cavalões; a 7 de dezembro, no Salão Paroquial de Cabeçudos e no dia 14 de dezembro, no Salão Paroquial de Oliveira Santa Maria.

A PASEC – Plataforma de Ação Socioeducativa e Cultural junta-se também ao leque de associações do concelho que participam na iniciativa, com a apresentação da peça “A Viagem que falta fazer”, no dia 24 de novembro, na Casa de Esmeriz, no dia 8 de dezembro, na Junta de Freguesia de Bente, e no dia 15 de dezembro, no auditório António Gomes, em Avidos.

Destaque ainda para três workshops de teatro inseridos na programação do “Teatro n’Aldeia”: no dia 10 de novembro, na Junta de Freguesia da Carreira, no dia 17 de novembro, na Junta de Freguesia de Landim, e no dia 14 de dezembro, na Junta de Freguesia de Vilarinho das Cambas.

Recorde-se que o “Teatro n’Aldeia” é promovido desde 2015 pela autarquia famalicense, através do pelouro da Cultura e Turismo, com o objetivo de descentralizar a atividade cultural no concelho e de promover o teatro amador. 

Horários e mais informações em www.famalicao.pt.

FAMALICÃO RECEBE MÚSICOS DE LIVERPOOL, A CIDADE BERÇO DOS BEATLES

Quatro jovens músicos de Liverpool atuam em Famalicão na “International Week”. A nova música da cidade dos Beatles mostra-se em Famalicão

Na década de 60, a cidade de Liverpool viu nascer uma das bandas mais famosas da história – os Beatles - e ainda hoje é terreno fértil para o surgimento de novos e promissores projetos musicais. Quatro deles – Michael Aldag, Remée, Tee e New Junior - viajam na próxima semana até Portugal, mais propriamente até Vila Nova de Famalicão, para dar música à “International Week” que decorre no concelho famalicense de 17 a 24 de outubro.

Reme´e.jpg

Os quatro jovens músicos de Liverpool serão acolhidos na cidade famalicense durante dez dias em residência artística e vão mostrar-se ao público português com concertos de entrada livre nos dias 18 e 19 de outubro, sexta

e sábado, no espaço cultural CRU situado na rua Alves Roçadas.

A produção eletrónica de Michael Aldag é a primeira a subir ao palco, no dia 18. Considerado “uma estrela em ascensão”, o músico britânico ingressou, em 2018, no Levi's Music Project, em Liverpool, tocando no palco principal do festival de música da cidade, o Sound City. Bastille, Beatles, The Smiths e The Killers são alguns dos nomes que inspiram o seu trabalho.

O R&B de Tee encerra o primeiro dia de concertos da International Week.

Nascido em Leicester, Tee é poeta e multi-instrumentista com uma capacidade impressionante de combinar música com verso, caminhando na corda bamba entre a poesia e o rap.

Tee.jpg

Para o dia 19 de outubro, sábado, estão reservados os concertos de Remée e New Junior.

Remée é uma das mais empolgantes artistas da eletrónica e do R&B de Liverpool. Já subiu ao palco principal do Liverpool International Music Festival e do festival Africa Oyé. Em 2019 ingressou no Levi's Music Project, orientado pelo músico inglês Loyle Carner, que a levou a apresentar-se no palco principal do festival Sound City.

New Junior encerra esta onda de concertos. Trata-se do mais recente projeto do músico/compositor Joseph Mott, radicado em Liverpool. O seu estilo é inspirado em Chance the Rapper e De La Soul e é marcado pela fusão de vários géneros, como a Soul, R&B e a eletrónica. O seu mais recente single – Flaws - está já disponível em várias plataformas digitais.

Na sexta-feira, dia 18, os concertos começam às 22h00, sendo que no sábado iniciam às 23h00.

Recorde-se que a International Week decorre de 17 a 24 de outubro e vai trazer à cidade famalicense comitivas internacionais de origens diversas, nomeadamente de Liverpool, Lille, Saint-Fargeau-Ponthierry, Givors, Arteixo, entre outras cidades com as quais a cooperação é mais intensa. O evento envolve um conjunto alargado e diversificado de iniciativas, que abrangem não só a área económica, mas também cultural, desportiva e da juventude, com o objetivo de promover internacionalmente as marcas identitárias, empresariais e culturais do território.

Michael Aldag.jpg

New Junior.jpg

O MUNDO VEM ATÉ FAMALICÃO COM A SEMANA INTERNACIONAL

International Week 2019 realiza-se de 17 a 24 de outubro com inúmeras atividades

Altos representantes de 15 países dos quatro continentes vão ser recebidos nos Paços do Concelho de Vila Nova de Famalicão para a celebração de protocolos de colaboração com o município, no próximo dia 17 de outubro, no arranque da International Week 2019.

DSC_9217.jpg

O evento que decorre até dia 24, vai trazer à cidade comitivas internacionais de origens diversas, nomeadamente de Liverpool, Lille, Saint-Fargeau-Ponthierry, Givors, Arteixo entre outras cidades com as quais a cooperação é mais intensa. Estarão ainda presentes representantes do Perú, República Checa, Alemanha, Marrocos, China, Brasil, EUA, entre muitos outros. As comitivas serão compostas por eleitos locais, representantes institucionais, académicos, empresários, câmaras de comércio e indústria, bem como diplomatas com vista ao aprofundamento da cooperação institucional, cultural e económica.

Destaque ainda para a presença de um grupo numeroso de estudantes universitários, que procuram Famalicão para a realização de estágios empresariais, respondendo ao desafio da cidade na atração de talentos.

Isso mesmo explicou o vereador do pelouro da Internacionalização do município, Augusto Lima. Para o responsável municipal, o objetivo da International Week 2019 é “colocar Vila Nova de Famalicão no mundo, quer por via das relações económicas e culturais com vários países estrangeiros, quer por via dos imigrantes que estão a viver no concelho”.

Por isso, o evento envolve um conjunto alargado e diversificado de iniciativas, que abrangem não só a área económica, mas também cultural, desportiva e da juventude.

Um dos pontos altos será a sessão VNF Alliance, que está marcada para as 18h30, do dia 17, no Centro de Estudos Camilianos. A sessão marcará o reforço e a renovação do Manifesto VNF Alliance celebrado em 2018, com a adesão de mais 26 subscritores, que representam outros tantos embaixadores de Famalicão no mundo. Estes juntam-se às quase quatro dezenas de instituições, pessoas e empresas famalicenses que aderiram em 2018.

O objetivo do manifesto é promover internacionalmente as marcas identitárias, empresariais e culturais do território, bem como as oportunidades e o valor intrínseco dos seus recursos, entre outros.

Outro dos momentos altos do evento irá acontecer no dia 22 de outubro, com a receção no município “a cerca de 40 jovens oriundos das Universidades de Liverpool e Lille que vão conhecer as empresas de Famalicão através de visitas técnicas, tendo em vista a preparação de projetos de estágios”, como salientou Augusto Lima.

No dia 20, Famalicão integra o Congresso Mundial do Têxtil com uma iniciativa que vai decorrer no Palácio da Igreja Velha, em Vermoim. O evento que se realiza de 4 em 4 anos, decorre desta vez em Portugal e o município de Vila Nova de Famalicão é uma das entidades parceiras acolhendo a ação networking/ jantar, “uma oportunidade para projetar e dar visibilidade à marca Famalicão Cidade Têxtil e às empresas famalicenses da indústria Têxtil e do vestuário”, como referiu o vereador.

FESTA INTERCULTURAL DAS COMUNIDADES IMIGRANTES

Nem só de economia vive a International Week 2019 de Famalicão, a cultura e interculturalidade, a gastronomia, o lazer e o convívio também vão marcar presença.

Na Praça D. Maria II, bem no centro da cidade, vai decorrer nos dias 19 e 20 a Festa Intercultural com as comunidades imigrantes em Famalicão. São dois dias de festa com as tradições e cultura internacionais caraterísticas dos imigrantes que habitam no concelho. Entre as propostas há música da Ucrânia, poesia de Angola, dança de Cuba e do Brasil, entre muita mais animação.

Antes disso, nos dias 18 e 19, referência para o concerto musical com jovens artistas de Liverpool, no espaço cultural CRU situado na rua Alves Roçadas. São quatro projetos e propostas culturais protagonizadas por 4 jovens músicos de Liverpool que serão acolhidos na cidade durante 10 dias, em “residência artística”, sendo que nos dias 18 (22h00) e 19 (23h00) estes músicos vão realizar concertos abertos ao público no CRU.

Ao longo do dia 19, vai decorrer o Welcome Day Jovens Internacionais, onde através de um conjunto de visitas ao território e aos equipamentos culturais, desportivos e de lazer, bem como através de atividades de animação, pretende-se fazer o acolhimento aos Estudantes Estrangeiros que se encontram a realizar o seu percurso académico nas Universidades e Escolas Profissionais no concelho.

Destaque ainda para a iniciativa “Dias à Mesa”, que vai realizar-se em vários restaurantes do concelho entre 17 e 20 de outubro, com uma ementa dedicada à cozinha internacional.

Um jogo de futebol entre a Academia do Famalicão FC e cidadãos famalicenses e imigrantes será mais um momento de convívio a animar o evento. A exposição de design têxtil e moda com a apresentação de projetos às empresas e o workshop “Riba de Ave Challenge” completam a programação.

Refira-se que Vila Nova de Famalicão mantém atualmente relações económicas, culturais, ambientais e sociais com mais de 80 cidades de 30 países dos quatro continentes, seja através de parcerias, geminações, projetos internacionais, etc.

Em Vila Nova de Famalicão, a imigração faz-se representar essencialmente através de cidadãos do Brasil (38 %), Ucrânia (20,1%) e China (7,8 %).

MÁQUINAS VERSUS RECURSOS HUMANOS: É ESTE O COMBATE LABORAL MAIS FORTE DO SÉCULO EM QUE VIVEMOS?

Conferência do Jornal de Notícias com o apoio do Município de Famalicão realiza-se na Casa das Artes, a 29 de outubro, com inscrições gratuitas em www.jn.pt/conferencias

Estamos a chegar, rapidamente, ao ponto que as palavras RH deixaram de significar Recursos Humanos para passarem a designar Robôs e Humanos? A questão foi colocada pela famosa Sophia, ela própria um robô, numa das últimas Web Summit assustou meio mundo e deixou outro meio em estado de alerta: "Vamos roubar os vossos empregos!", atirou Sophia. Venha, ou não, a cumprir-se a profecia de Sophia, uma coisa é certa: o ritmo acelerado em que viaja a Inteligência Artificial está - e continuará - a provocar sérias alterações no mundo e nas relações de trabalho, tal qual as conhecíamos até há bem pouco tempo.

AFS_7225.jpg

É para debater justamente as questões que se encontram a montante e a jusante deste aparente "admirável mundo novo" que o Jornal de Notícias, numa parceria com o Município de Vila Nova de Famalicão, organiza no próximo dia 29 de outubro o Fórum Económico Famalicão Made IN sobre o tema “As Pessoas como Valor Acrescentado”.

O Presidente do Conselho Económico e Social, António Correia de Campos, o Presidente da CIP- Confederação Empresarial de Portugal, António Saraiva, o Sociólogo Moisés Martins, e o Secretário Geral da UGT, Carlos Silva, são algumas das personalidades que vão procurar responder à pergunta sobre se é este o combate laboral mais forte do século em que vivemos e se sim, como podemos garantir, nesta nova conjuntura, emprego de qualidade. A este painel de especialistas juntam-se os empresários famalicenses Carlos Vieira de Castro e Tiago Freitas, administradores da Vieira de Castro e Porminho, respetivamente.  

O Fórum Económico acontece no terceiro município mais exportador do país e um dos que tem revelado uma malha industrial em constante crescimento, nomeadamente ao nível da indústria 4.0. “É num contexto onde a qualidade dos recursos humanos sempre foram a grande mais valia do território e a razão primeira para a atração de empresas que os desafios da automação ganham uma dimensão de desafio acrescido para os empresários e para o concelho”, refere o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, a propósito da pertinência da realização do evento em Vila Nova de Famalicão.

A Conferência realiza-se durante a tarde do dia 29 de outubro, com inscrições gratuitas e obrigatórias em WWW.JN.PT/CONFERENCIAS

AFS_7228.jpg

ENSINO SUPERIOR EM FAMALICÃO ATRAI E FIXARÁ MAIS POPULAÇÃO

IPCA recebe alunos nas suas instalações no CIIES e promete duplicar vagas no próximo ano

O presidente da Câmara de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, considera que o concelho vive uma conjuntura positiva com o aumento da oferta de ensino superior da qual resultará a fixação de mais população. “Este é um momento particularmente relevante para o concelho”, afirmou o autarca na sessão solene de receção aos mais de 200 alunos do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA), em Famalicão, na passada quinta-feira.

DSC_6033.jpg

O IPCA ocupa, agora, parte das instalações do Centro de Centro de Investigação, Inovação e Ensino Superior (CIIES), criado pelo município na estrutura da Didáxis S. Cosme.

Paulo Cunha salientou os projetos que ali vão ser alavancados no futuro, na mesma cerimónia que contou com a presidente do IPCA, Maria José Fernandes, e com o responsável local do instituto, Filipe Chaves.

O presidente da Câmara Municipal atestou que a presidente do IPCA está “a cumprir um dos principais desígnios que assumiu no início do seu mandato” e que havia no concelho “uma clara lacuna no ensino superior” que com a presença do IPCA está em vias de ser superada.

Paulo Cunha não esqueceu que Vila Nova de Famalicão “tem vários projetos de formação” ao nível superior e como são estratégicos para o concelho “atrair e reter alunos”.

“Somos um concelho ambicioso”, declarou o presidente da autarquia apontando a “marca industrial forte” de Vila Nova de Famalicão. Contudo, alerta que isso “obriga” a que o território tenha “de dar resposta” à necessidade de mão-de-obra qualificada. Aliás, há investimentos e projetos que as empresas estão preparadas para realizar e que só não o fazem, “não porque não têm recursos financeiros para tal, mas pela escassez de mão-de-obra adequada”.

Para os cerca de 200 novos alunos, Paulo Cunha deu as boas-vindas apontando-lhes que estão agora “num concelho que tem um dos melhores índices de empregabilidade” e que, terminada a sua formação, “a expetativa de empregabilidade é alta”.

Paulo Cunha disse que “muito mais do que trazer alunos”, o concelho tem a “ambição de criar recursos humanos para as empresas e fixar população”.  A par desta realidade, o edil afirmou que Vila Nova de Famalicão tem uma oferta cultural, social e desportiva capaz de atrair as pessoas. “Já somos um dos maiores concelhos em Portugal mas queremos crescer mais”, declarou, desejando que os alunos de fora vejam Famalicão como o seu “território de eleição”.

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, frisou que se orgulha de ver a sua instituição “em pleno” num concelho como Vila Nova de Famalicão, com as suas “características”, cumprindo “a missão que lhe cabe”.

Agradecendo o apoio da autarquia – nomeadamente na preparação do campus Didáxis de S. Cosme – na instalação do polo do IPCA, Maria José Fernandes compromete-se em que o instituto contribua “não só para permitir que mais estudantes possam aceder ao ensino superior, mas também para permitir às empresas terem pessoas mais qualificadas e, dessa forma, estarem melhor preparadas para aumentar o desenvolvimento regional e nacional”.

A pensar neste desígnio e porque 100 por cento das vagas disponibilizadas para este ano letivo foram preenchidas, a presidente do instituto avançou que, já no próximo ano, a oferta “vai duplicar” e que “num horizonte de cinco ano” as vagas poderão crescer até às “600 ou 700”.

DSC_6055.jpg

INSTITUIÇÕES CULTURAIS E ARTÍSTICAS DE FAMALICÃO REÚNEM-SE "SOBRE O PALCO"

Primeiro encontro de nova plataforma colaborativa decorreu na Casa das Artes

Está dado o pontapé de saída para aquilo que pode vir a ser um novo cluster cultural em Vila Nova de Famalicão, com a concentração de um conjunto de instituições de referência do concelho numa plataforma colaborativa tendente à cocriação artística e à educação pela arte.

DSC_5883.jpg

Cerca de dezena e meia de instituições culturais e artísticas de Vila Nova de Famalicão reuniram-se, esta terça-feira, “Sobre o Palco” da Casa das Artes, dando início a um projeto cultural diferenciador, que pretende promover a interdisciplinaridade entre agentes e expressões artísticas como o circo contemporâneo e as artes de rua, a dança, os vários estilos de música, o teatro e as artes plásticas.

“Sobre o Palco” é precisamente o nome do projeto que reúne entidades como Caisa, Didascália, Instituto Nacional das Artes Circenses, Fértil, Cão Danado, ACE Teatro, Artave,  ArtEduca, Binnar, Eixo do Jazz, Momento – artistas independentes, Fundação Cupertino de Miranda, Casa ao Lado e município de Vila Nova de Famalicão.

O objetivo é que o projeto contribua para a diversidade e qualidade da oferta artística no território, que promova a participação e qualificação das comunidades e dos públicos na cultura em diversos domínios da atividade artística, que dinamize a internacionalização das artes e da cultura portuguesa, através da cooperação com outros países e do fomento da presença de projetos internacionais no território nacional; que valorize a dimensão educativa e de sensibilização para a cultura; que incentive projetos emergentes e dinamizadores do setor e fomente a coesão territorial diminuindo as assimetrias de acesso à criação e fruição cultural.

Este primeiro encontro contou com a presença do vereador da Cultura e Educação, Leonel Rocha que se mostrou orgulhoso do grupo de instituições culturais existente no concelho e da dinâmica que incute na agenda cultural do município.

Para já, o projeto irá promover o encontro regular das instituições de forma a que a partilha de experiências e o diálogo proporcione a cooperação entre as companhias e os serviços educativos do município, facilite a participação na estratégia de internacionalização de Famalicão e a criação de atividades conjuntas que possam vir a fazer parte da agenda municipal de cultura.

DSC_5897.jpg

FAMALICÃO APRESENTA 4ª EDIÇÃO DO CLOSE-UP: OBSERVATÓRIO DE CINEMA

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão apresenta amanhã à comunicação social a quarta edição do Close-Up: Observatório de Cinema de Famalicão, que decorre amanhã, sexta-feira, dia 4 de outubro, pelas 11h30, na Casa das Artes de Famalicão.

O momento contará com as presenças do vereador da Cultura do Município, Leonel Rocha, do programador do Observatório, Vitor Ribeiro, e do diretor da Casa das Artes, Álvaro Santos.

Recorde-se que esta quarta edição do Close-Up vai decorrer entre os dias 12 e 19 de outubro. Ao longo dos oito dias do Observatório serão apresentadas cerca de 40 sessões de cinema contemporâneo cruzadas com a história do cinema.

A estreia dos filmes-concerto dos Mão Morta, no dia 19, e da Orquestra de Jazz de Matosinhos, no dia 12, é o grande destaque da programação.  

Mais informações e programa completo em www.closeup.pt e em www.casadasartes.org.

ANDRÉ BARROS ATRIBUI "IMPROBABILIDADES CRIATIVAS"

“Improbabilidades Criativas” recebem o premiado compositor André Barros

O compositor português André Barros, distinguido na edição deste ano dos prémios internacionais Independent Music Awards como autor da melhor canção usada em filme, televisão ou jogo, pela composição “Leda”, é o convidado da próxima sessão das “Improbabilidades Criativas” cujo tema será “Música para Audiovisual”.

André Barros.jpg

A iniciativa está marcada para o dia 25 de outubro, entre as 10h00 e as 13h00, na Casa do Território, no Parque da Devesa.

As inscrições são gratuitas, mas limitadas à lotação do espaço e podem ser efetuadas através do email industriascriativas@famalicao.pt.  

Vencedor do prémio para melhor banda sonora no Los Angeles Independent Film Festival Awards, atribuído no início de 2015, pelo seu trabalho na curta-metragem "Our Father", de Linda Palmer, o trabalho do compositor André Barros esteve também nomeado para o festival Hollywood Music in Media Awards, em Los Angeles, na categoria de melhor tema instrumental/clássico-contemporâneo com "Brisas de Outono", na edição de 2017.

Já em 2019, durante uma cerimónia que teve lugar no Symphony Space em Nova Iorque, vence o prémio de "Best Song Used in Film / TV / Game" nos Independent Music Awards, com o tema "Leda" que compôs para a banda sonora do filme com o mesmo nome do norte-americano Samuel Grover, produzida na Islândia. Para além destes prémios, viu ainda o seu trabalho em bandas-sonoras ser premiado no Oregon Documentary Film Festival (2017), Independent Shorts Awards (2019), Top Shorts Film Festival (2019) e no Queen Palm International Film Festival (2018 e 2019).

O seu trabalho não se resume à composição de bandas sonoras originais para filmes documentais e de ficção, explorando também o universo da publicidade e dos filmes corporativos, tendo colaborado ativamente e desde 2017 com marcas globais como a LG, Stihl, Volvo, Volvo Trucks, Prestige, Craft, DHL ou Dometic.

MÁRIO LAGINHA EM RESIDÊNCIA ARTÍSTICA EM FAMALICÃO

O músico Mário Laginha está de regresso a Vila Nova de Famalicão para dirigir a segunda edição do Jazz na Aldeia.

Mário Laginha_Foto_O Eixo do Jazz.jpg

O evento, promovido pela Associação Luso-Galaica para a Promoção do Jazz - O Eixo do Jazz, arrancou esta terça-feira, dia 1, com uma residência artística coordenada pelo músico português, considerado um dos maiores nomes do jazz em Portugal.

Para além das masterclasses com Mário Laginha que se prolongam até esta sexta-feira, a iniciativa vai ainda contar com três momentos musicais: uma Jam Session, na sexta-feira, a partir das 22h00; um concerto de jazz para crianças, no sábado, dia 5, às 16h00 e o concerto final – Concerto Jazz na Aldeia - no sábado, às 22h00, com Mário Laginha e os músicos residentes a mostrarem o resultado de uma semana de trabalho.  

Todos os concertos decorrerão na Quinta da Costa, em Mouquim.

FAMALICÃO REALIZA GALA DO DESPORTO

IV Gala do Desporto de Famalicão já conhece nomeados. Vencedores serão conhecidos no dia 11 de novembro

A jogadora do F.C. Vermoim e capitã da seleção nacional feminina de Futsal, Ana Azevedo, os Campeões Nacionais de Dança em Profissionais Standard, Sérgio Costa e Rita Almeida, e o presidente do Futebol Clube de Famalicão, Jorge Silva, são os três nomeados para o Prémio Excelência da Gala do Desporto de Famalicão, cujos vencedores serão conhecidos a 11 de novembro, numa noite em que o concelho se veste de gala para homenagear as estrelas do desporto famalicense.

image59105 (1).jpeg

Os nomes dos 24 nomeados que estão na corrida pelos troféus “Famalicense D’Ouro” já são conhecidos e dividem-se pelas seguintes oito categorias: “Associação/Clube Desportivo do Ano”, “Dirigente do Ano”, “Treinador do Ano”, “Atleta Revelação do Ano” (Masculino e Feminino), “Árbitro do Ano”, “Evento Desportivo do Ano” (votação online) e “Prémio Excelência”.

A escolha dos vencedores cabe agora ao júri da iniciativa, composto por várias individualidades ligadas ao mundo do jornalismo. Exceção para a categoria “Evento Desportivo do Ano” para a qual estão nomeados o Rali de Famalicão, promovido pela Associação Team Baia, o Torneio Internacional Cidade de Famalicão, organizado pelo Clube de Xadrez A2D, e o Duatlo de Famalicão, promovido pela Associação Amigos do Pedal, e cujo vencedor será escolhido através de uma votação online que decorrerá entre os dias 10 de outubro e 10 de novembro, em www.famalicao.pt.

Recorde-se que, para além dos “Galardões do Júri”, serão ainda entregues os “Galardões dos Campeões”, atribuídos a todos os atletas e equipas que na época desportiva de 2018 e 2018/2019 tenham vencido competições de nível internacional e/ou nacional e tenham submetido candidatura.

A IV Gala do Desporto de Vila Nova de Famalicão volta a ter lugar no Pavilhão Municipal.

GALA DO DESPORTO DE FAMALICÃO 2019

NOMEADOS

ASSOCIAÇÃO/CLUBE DESPORTIVO DO ANO

Associação Team Baia

AFSA – Associação Futebol Salão Amador de V. N. de Famalicão

Futebol Clube Famalicão

DIRIGENTE DO ANO

Gilberto Enes – Associação Papa Léguas de Famalicão

Márcio Sousa – Associação Futebol Salão Amador de V. N. de Famalicão

Miguel Ribeiro – Futebol Clube Famalicão

TREINADOR DO ANO

João Marques – Sport Lisboa Benfica

Ricardo Costa – Seleção Nacional do Clero

Rui Baptista – Futebol Clube Famalicão

ATLETA REVELAÇÃO FEMININO

Catarina Martins – Famalicense Atlético Clube

Mafalda Guedes – Escola de Ténis da Maia

Inês Silva – Clube de xadrez A2D

ATLETA REVELAÇÃO MASCULINO

Francisco Silva – Escola Atletismo Rosa Oliveira

Gonçalo Machado – Associação Desportiva de Valongo

Tomás Araújo – Sport Lisboa Benfica

ÁRBITRO DO ANO

João Pinheiro – Núcleo Árbitros Futebol Vila Nova de Famalicão

Teresa Oliveira – Núcleo Árbitros Futebol Vila Nova de Famalicão

Alcides Ribeiro – Federação Portuguesa Alex Ryu Jitsu

EVENTO DESPORTIVO DO ANO (VOTAÇÃO ONLINE)

Rali de Famalicão – Associação Team Baia

Torneio Internacional Cidade de Famalicão – Clube de Xadrez A2D

Duatlo de Famalicão – Associação Amigos do Pedal - Famalicão

PRÉMIO EXCELÊNCIA

Sérgio Costa e Rita Almeida – Academia Gindança

Ana Azevedo – Futebol Clube de Vermoim

Jorge Silva – Futebol Clube Famalicão