Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FAMALICÃO CUMPRE UM JUSTO HÁBITO E HOMENAGEIA PROFESSORES APOSENTADOS

Paulo Cunha entregou medalha de reconhecimento municipal aos docentes aposentados

Se Vila Nova de Famalicão é considerado um dos melhores municípios do país para estudar, verdade seja dita que o deve, em parte, ao esforço e dedicação dos seus professores. É, pois, “para agradecer o trabalho, o percurso, mas também o resultado alcançado” pelos docentes que lecionam nas escolas do concelho, que todos os anos, por esta altura, a Câmara Municipal homenageia os professores recentemente aposentados.

Paulo Cunha com um dos docentes homenageados, António Pinto

António Pinto, de 67 anos, foi um dos dez professores do concelho que se aposentaram no ano letivo 2016/2017 e que ontem receberam das mãos do presidente da Câmara Municipal a medalha de reconhecimento municipal.

Ao recordar as quase quatro décadas que esteve ao serviço do ensino, o ex-diretor do Agrupamento de Escolas D. Sancho I lembrou a enorme alteração que o papel do professor sofreu ao longo dos últimos anos.

“Hoje é muito mais difícil ser professor. As circunstâncias mudaram, tivemos que nos adaptar muito às exigências do novo mundo e às consequentes alterações no processo de ensino e aprendizagem. A sociedade não dá o devido valor e o reconhecimento que os professores merecem e por isso é muito gratificante ver que o município reconhece o nosso trabalho”, disse.

Paulo Cunha reconhece também que a tarefa dos professores é hoje mais difícil, com mais barreiras e mais dificuldades, o que, diz, “só torna o mérito maior”.

O edil mostrou-se ainda preocupado com as recentes notícias que dão conta que os professores portugueses estão cada vez mais envelhecidos. “É preocupante para a escola do ponto de vista geracional, mas é sobretudo preocupante porque denota um desinteresse pela docência por parte dos mais jovens. A docência é uma tarefa basilar e essencial e temos que continuar a fazer de tudo para que seja encarada como uma função nobre e para que continue a ser uma atividade querida e desejada”.  

No final, ficou o habitual desafio lançado por Paulo Cunha aos docentes: “nunca deixem de ser os professores que sempre foram”.

Paulo Cunha entregou medalha de reconhecimento municipal aos docentes ap...

FAMALICÃO REALIZA FEIRA DA FORMAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E EMPREGO

Feira da Formação, Qualificação e Emprego arranca quinta-feira, em Famalicão. Evento começa pelas 15h00, no Lago Discount, em Ribeirão

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, vai abrir na próxima quinta-feira, dia 26 de abril, pelas 15h00, a Feira da Formação, Qualificação e Emprego, que decorre até ao dia seguinte, 27 de abril, no Lago Discount.

A iniciativa vai reunir todos os estabelecimentos de ensino e entidades formadoras da Rede Local de Educação e Formação, que darão a conhecer informação relativa à sua oferta educativa e formativa dirigida aos jovens e adultos.

A abertura do evento ficará marcada pela conferência intitulada “As pessoas e o sucesso no Século XXI - Desafios e Oportunidades”, que se inicia pelas 16h00 e conta com a participação de Paulo Cunha. Entre os convidados destaque ainda para o diretor executivo do Citeve, Bráz Costa, o diretor da ATP, Paulo Vaz, entre outros.

Refira-se que a Feira da Formação, Qualificação e Emprego pretende colocar os principais empregadores do concelho em contacto direto com os  estudantes finalistas, desempregados e pessoas à procura de novo emprego, onde as empresas e instituições terão a oportunidade de encontrar e eventualmente selecionar alguns dos melhores candidatos a emprego. Por outro lado, este evento quer dar a conhecer aos visitantes os perfis profissionais procurados pelas empresas, através da  realização de conferências por oradores experientes e promoção de espaços destinados à demonstração de atividades profissionais, com o objetivo de compreender a atual situação do mercado de trabalho e os seus desafios.

Feira da Formação, Qualificação e Emprego

Horário de Funcionamento

26 de abril:    09H00-13H00

                     14H00 – 18H00

27 de abril:    09H00-13H00

                     14H00 – 20H00

Dia 26-Abr, das 16h às 19h

CONFERÊNCIA: “As pessoas e o sucesso no Século XXI - Desafios e Oportunidades”

16h00m - Abertura:

Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Dr. Paulo Cunha

Delegado Regional do Norte do IEFP, Dr. António Leite (a confirmar)

16h20m - Orador Principal

Eng.º Bráz Costa, Diretor Executivo CITEVE;

16h40m - Painel de Debate:

Dr. Paulo Vaz, Diretor ATP

Dr. João Costa, Vogal do Conselho de Administração do MODATEX

Empresas: RIOPELE, COINDU

Moderação: Ana Ribeiro – Diretora Executiva do Cluster Têxtil

17h40m - Questões do Público

18h00m - Apresentação de Projeto (s) Europeu (s) destinado (s) a PME’s

19h00m - Encerramento

Vereador da Educação, Conhecimento e Cultura, Dr. Leonel Rocha

LOCAL: Lago Discount, Associação para a Inovação Empresarial do Norte, Rua 4

Destinatários: Empresas, Diretores das Escolas, Professores

FAMALICÃO COMEMORA 44º ANIVERSÁRIO DO 25 DE ABRIL

Comemorações decorrem amanhã, quarta-feira, a partir das 10h00, nos Paços do Concelho

Os presidentes da Assembleia Municipal e da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Nuno Melo e Paulo Cunha, respetivamente, convidam os órgãos de comunicação social a participar nas comemorações do 44.º aniversário do 25 de abril, que decorrem amanhã, quarta-feira, a partir das 10h00, nos Paços do Concelho, com um conjunto de iniciativas de grande simbologia, que pretendem, acima de tudo, evocar os valores de Abril, tais como a liberdade, a igualdade e a democracia.

AFS_1001

Destaque para a sessão solene da Assembleia Municipal, que vai ter transmissão em direto no site oficial do município em www.vilanovadefamalicao.org. A sessão acontece pelas 10h15, nos Paços do Concelho, com a tradicional intervenção dos vários partidos políticos. Antes disso, assiste-se ao hastear da bandeira ao som do Hino Nacional interpretado pela Banda de Música de Famalicão.

FAMALICÃO APRESENTA FESTIVAL DE CINEMA JOVEM

Apresentação do festival de cinema jovem de Famalicão decorre a 5 de maio, no Museu Bernardino Machado. Elenco de luxo na apresentação do Ymotion 2018

“Linhas de Sangue” estreia a 26 de julho nas salas de cinema nacionais, mas as primeiras imagens do filme mais aguardado do ano vão poder ser vistas a 5 de maio, em Vila Nova de Famalicão. A apresentação do novo filme de Manuel Pureza e Sérgio Graciano será um dos pontos altos do lançamento da quarta edição do Ymotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão, que decorrerá no Museu Bernardino Machado, a partir das 22h00, com a presença de conhecidos nomes da televisão e do cinema portugueses.

Elenco de luxo na apresentação do Ymotion

Paulo Pires, Tiago Teotónio Pereira, José Mata, Joana de Verona, Ana Rita Clara, Miguel Costa, Isabel Figueira, Bruna Quintas e Rui Pedro Tendinha são algumas das presenças já confirmadas para a cerimónia do próximo dia 5, sábado, que contará ainda com uma visita guiada à exposição de fotografia “Retratos Cinematográficos” e que terminará com uma DJ Battle protagonizada por alguns dos convidados.  

Sobre esta nova edição do Ymotion, que volta a distinguir as melhores curtas metragens produzidas por jovens portugueses entre os 12 e os 35 anos, refira-se que há alterações nas categorias a concurso e um reforço no valor dos prémios atribuídos.

Serão então atribuídos os seguintes prémios: “Grande Prémio Joaquim de Almeida”, no valor de 2500 euros (em vez de 1000); “Prémio Escolas Secundárias”, no valor de 850 euros (em vez de 500); “Prémio Público”, no valor de 350 euros (em vez de 150); “Prémio Melhor Animação”, no valor de 600 euros (em vez de 150); e prémios para “Melhor Ator/Atriz” (Novo), “Melhor Direção Fotografia”, “Melhor Banda Sonora Original”, no valor de 250 euros (em vez de 150).

O período de inscrição e submissão dos filmes a concurso decorrerá entre maio e outubro deste ano. A gala de entrega de prémios do Ymotion está agendada para o dia 10 de novembro, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão.

Integram o painel de jurados o argumentista Tiago R. Santos, os jornalistas Maria João Rosa e Tiago Fernando Alves, a atriz Teresa Tavares e o realizador Fernando Vendrell.  

Mais informações em www.ymotion.org.  

FAMALICÃO REABILITA ALAMEDA PADRE MANUEL SIMÕES

Rua de S. Vicente encerrada ao trânsito nos dias 24 e 27 de abril

As obras de reabilitação da Alameda Padre Manuel Simões, localizada junto ao Centro de Emprego e à Casa das Artes, que estão a decorrer vão trazer alguns condicionamentos ao trânsito, nos próximos dias 24 e 27 de abril, com o corte da Rua de S. Vicente, entre as 8h00 e as 18h00, desde o entroncamento com a Estrada Nacional 14 até ao entroncamento com a rua da Gábila.

Refira-se que as obras têm como objetivo facilitar o fluxo de trânsito automóvel e pedonal, melhorar o estacionamento e dar uma nova imagem àquela zona da cidade.

TREZENTAS PESSOAS CAMINHAM EM FAMALICÃO

Nova etapa da Caminhada Concelhia reuniu 300 pessoas

Cerca de três centenas de pessoas participaram este sábado, 21 de abril, na quinta etapa da Caminhada Concelhia, promovida pela autarquia famalicense com o objetivo de dar a conhecer os vários pontos de cada freguesia do concelho.

Desta vez, a iniciativa contou com um itinerário de 13,5 quilómetros, tendo percorrido as freguesias de Bairro, Delães, Novais e Carreira, através de um percurso local circular com baixo grau de dificuldade e fortemente marcado pela influência da industrialização têxtil que a área testemunhou, a partir dos finais do século XIX, e cuja preponderância é, ainda hoje, marca identitária do concelho e da região.

A próxima etapa da Caminhada Concelhia já tem data marcada: 20 de outubro de 2018.

BOM TEMPO LEVA FAMALICENSES EM PESO À DEVESA

Com o regresso do sol e das temperaturas amenas, o Parque da Devesa é por estes dias o local de eleição das famílias famalicenses.

Devesa em Família (1)

A afluência registada nos últimos dias é prova disso mesmo, sobretudo neste domingo, dia em que se realizou mais uma sessão do “Devesa em Família”, desta vez com a participação do INAC -  Instituto Nacional de Artes do Circo, que pôs os mais pequenos a experimentarem malabarismo e equilibrismo.

Recorde-se que o “Devesa em Família” é um programa desenvolvido pelos Serviços Educativos do Parque da Devesa que consiste na promoção de atividades educativas de cariz ambiental, científico e cultural para toda a família.

Em 2018, o programa “Devesa em Família” realiza-se, salvo algumas exceções, ao segundo e quarto domingo de cada mês.

Devesa em Família (2)

FAMALICÃO ASSINALA DIA NACIONAL DA PREVENÇÃO E SEGURANÇA NO TRABALHO

Exposição sobre segurança e saúde no trabalho nos Paços do Concelho

De forma a assinalar o Dia Nacional da Prevenção e Segurança no Trabalho, que todos os anos se comemora a 28 de abril, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão inaugura esta segunda-feira a exposição de fotografia “Que imagem tem da segurança e saúde no trabalho?”.

Segurança e Saúde no trabalho

A mostra, que vai estar patente até dia 1 de maio no edifício dos Paços do Concelho e que depois irá percorrer outros espaços da autarquia, resulta do concurso europeu de fotografia lançado pela Agência Europeia para a Segurança e Saúde - EU-OSHA, que desafiou fotógrafos profissionais e amadores a partilharem a sua perspetiva sobre locais de trabalho seguros e saudáveis na Europa.

O concurso pretendeu dar enfoque à prevenção dos riscos profissionais de modo a mostrar como entidades empregadoras e trabalhadores podem, em conjunto, trabalhar no sentido de evitar os acidentes de trabalho e as doenças profissionais. As fotos vencedoras e menções honrosas foram selecionadas por um júri internacional composto por fotógrafos profissionais e por especialistas em segurança e saúde no trabalho, tendo em consideração a sua relevância, criatividade, originalidade e apelo europeu.

FAMALICENSES CAMINHAM PELOS DIREITOS DAS CRIANÇAS

Caminhada pelos direitos das crianças no domingo em Famalicão

O município de Vila Nova de Famalicão encerra no próximo domingo, 29 de abril, as comemorações do mês internacional da prevenção dos maus tratos na infância com uma caminhada pelos direitos das crianças.

Caminhada Concelhia

O início está marcado para as 10h00, nos Paços do concelho, seguindo pela Rua Adriano Pinto Basto, Praça Dona Maria II, Rua Vasconcelos e Castro, Avenida Marechal Humberto Delgado, Alameda Sá Carneiro e terminando no Parque da Devesa. Aqui decorrerá uma caça aos direitos das crianças. Os interessados devem inscrever-se através do mail cpcjvnfamalicao@gmail.com.

Todos os participantes terão direito a um kit de participação e uma t-shirt.

Refira-se que, desde o início do mês, várias centenas de crianças do concelho têm desenvolvido operações STOP em conjunto com as forças policiais da PSP e da GNR. Devidamente fardadas a rigor as crianças abordam os condutores explicando os objetivos da campanha de sensibilização para a prevenção dos maus tratos infantis e relembrando alguns dos direitos que lhes assistem.

Paralelamente têm decorrido também várias ações de sensibilização. As atividades são promovidas pela Comissão de Proteção de Crianças de Jovens em colaboração com a Câmara Municipal e com as forças policiais da PSP e da GNR.

AF_CartazA3_CampMausTratos2018_famalicao_caminhada

CASA DAS ARTES DE FAMALICÃO RECEBE PALESTRA GRATUITA SOBRE EDUCAÇÃO

“Como motivar para o sucesso escolar” é o tema de uma palestra destinada a pais, encarregados de educação e professores que será realizada na próxima sexta-feira, 27 de abril, às 21h00, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão. O orador da palestra será Nelson Ramos, professor, coach e consultor da academia I Have The Power.

Nelson Ramos _ Palestrante

O evento é organizado pelo Centro de Estudo Smart Kids, de Vila Nova de Famalicão, e conta com o apoio do projeto municipal Famalicão Made In.

Ângela Ribeiro, diretora do Centro de Estudo Smart Kids, explica que “nesta altura do ano letivo é importante que os encarregados de educação façam uma análise ao desempenho global dos alunos, para verificar quais são as disciplinas em que o aluno tem mais dificuldade e ajudá-lo a obter melhores resultados”.

A organizadora do evento salienta que “muitos alunos precisam de aprender a estudar” e que a realização da palestra com Nelson Ramos, um especialista em educação e alto desempenho, “faz parte do compromisso transversal que o Centro de Estudo Smart Kids tem com a comunidade escolar, ou seja, com alunos e encarregados de educação”.

A palestra destina-se a pais, encarregados de educação, professores e toda a comunidade educativa. O evento é gratuito e para participar é necessário fazer inscrição prévia junto ao Centro de Estudo Smart Kids, através do telefone 252 321 454, do email geral@smartkids.com.pt ou da página do centro de estudo no Facebook www.facebook.com/smartkidsfamalicao.

Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão _ Fotografia Smart Kids

GRUPO ACO SHOES CRESCE EM CABO VERDE

Empresa de Armindo Costa, ex-autarca de Famalicão, está no país africano há 25 anos

A ICCO – Indústria de Componentes e Calçado Ortopédico, Limitada, empresa de Cabo Verde fundada em 1993 pelo empresário português e ex-presidente do Município de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, na ilha de São Vicente, passou a integrar a lista restrita de 139 grandes contribuintes do país, segundo revela um despacho assinado pelo ministro das Finanças, Olavo Correia, publicado recentemente no Boletim Oficial da República de Cabo Verde.

Armindo Costa fundou a ICCO em Cabo Verde em 1993

Em Cabo Verde, são considerados grandes contribuintes as entidades com um volume de negócios anual superior a 200 milhões de escudos cabo-verdianos (o equivalente a 1,8 milhões de euros) e entidades com um valor global de impostos pagos superior a 15 milhões de escudos cabo-verdianos (136 mil euros). A informação pública sobre os 139 grandes contribuintes é apresentada por ordem alfabética, não sendo revelados os valores do volume de negócios ou dos impostos pagos.

Estes critérios de seleção estão definidos na Portaria nº 55/2013, de 5 de novembro, do Ministério das Finanças e do Planeamento de Cabo Verde, documento que regula a criação da Repartição Especial dos Grandes Contribuintes.

NOVOS INVESTIMENTOS

“Em 1993, fomos ajudados pelo Governo de Cabo Verde, com estímulos ao investimento, decorrentes do facto de termos sido uma das primeiras empresas francas de capital estrangeiro a instalar-se no país. Passados 25 anos, estamos a retribuir, gerando riqueza para a sociedade cabo-verdiana”, afirma Armindo Costa, fundador e administrador da ICCO.

Em sua opinião, integrar o grupo dos grandes contribuintes de Cabo Verde é motivo “de orgulho, como investidor e empresário, pela boa gestão dos recursos, mas também motivo de responsabilidade perante a comunidade de S. Vicente e de Cabo Verde”.

“Estamos felizes em Cabo Verde e vamos continuar por muitos e bons anos. Cabo Verde é o país mais europeu de África, tem uma moeda estável, sendo talvez o país africano que mais se identifica com Portugal”, adiantou o presidente do grupo ACO Shoes, revelando que tem na forja o desenvolvimento de um projeto de crescimento industrial em Cabo Verde, onde atualmente laboram 250 funcionários.

“O nosso projeto de crescimento em Cabo Verde, que a seu tempo revelaremos, é o nosso compromisso com o país. Cabo Verde é bom para investir, dispondo de uma localização estratégica que foi importante no passado e continuará a ser importante no futuro”, considera Armindo Costa.

CABO VERDE PRODUZ COMPONENTES

A empresa que Armindo Costa fundou em Cabo Verde há 25 anos é participada em 98% pela portuguesa ACO – Fábrica de Calçado SA, com sede em Vila Nova de Famalicão, no Norte do país, da qual o empresário é fundador e presidente.

A fábrica cabo-verdiana começou a laborar em 1993, depois de os seus trabalhadores recrutados em Cabo Verde, a maioria do sexo feminino, terem recebido formação profissional na fábrica-mãe, em Portugal.

Na ICCO, são produzidos componentes para calçado de conforto, que correspondem a 55 por cento do processo produtivo. O transporte para Portugal – onde a produção é finalizada –, é feito por via aérea, o que garante o cumprimento dos prazos de entrega nos mercados internacionais.

Fundado em 1975, o grupo ACO Shoes emprega um total de 810 pessoas em três fábricas: 400 na empresa-mãe, em Vila Nova de Famalicão; 160 na ECCO Conforto, em Ponte de Lima; e 250 na ICCO, em Cabo Verde.

Anualmente, o grupo ACO, que é líder nas exportações portuguesas de calçado de conforto, produz 1,5 milhões de pares de sapatos, gerando um volume de negócios na ordem dos 35 milhões de euros.

Com marcas próprias e também em regime de “private label”, o calçado da ACO é vendido em 37 países de cinco continentes (Europa, Ásia, África, Oceania e América). Assim, os sapatos produzidos em Vila Nova de Famalicão podem ser encontrados na África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Áustria, Austrália, Bélgica, Bielorrússia, Canadá, Dinamarca, Emiratos Árabes Unidos, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da América, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Inglaterra, Irlanda, Israel, Japão, Letónia, Lituânia, Noruega, Polónia, Portugal, Quirguistão, República Checa, Roménia, Rússia, Suécia, Suíça, Turquia e Ucrânia.

VORTICE DANCE COMPANY ATUA EM FAMALICÃO

Vortice Dance Company estreia “Home 2.0” na Casa das Artes, no próximo dia 28 de abril, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Dança

A Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão vai assinalar o Dia Mundial da Dança com a estreia nacional do novo espetáculo da Vortice Dance Company – “Home 2.0”. A companhia portuguesa, considerada uma das mais internacionais da atualidade, sobe ao palco do grande auditório do espaço cultural famalicense no próximo dia 28 de abril, sábado, às 21h30.  

1- _HOME 2.0_

Inspirada na obra "At Home in Space" de Phyllis J. Johnson, “Home 2.0” é a nova criação da dupla de coreógrafos Cláudia Martins e Rafael Carriço.

Em declarações à Agência Lusa, Rafael Carriço fala numa “obra futurista”, concebida para ser levada a todo o mundo. “É um espetáculo de dança contemporânea” que “fala do futuro, do universo, dos planetas e da nossa vida depois da terra”, disse.

Trata-se de uma peça que se impõem por uma linguagem corporal e uma plasticidade cénica contemporâneas, que aliadas a uma forte componente multimédia mergulham no futuro, na habitabilidade de novos planetas.

Depois de Vila Nova de Famalicão, o projeto será apresentado ainda no Teatro Avenida, em Castelo Branco, no Festival Cistermusica, em Alcobaça, no Teatro Municipal de Vila Real e no Teatro Municipal de Bragança, no contexto do Festival Algures a Noroeste, no Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, e no Teatro Pax Júlia, em Beja. A apresentação em Lisboa está agendada com três sessões para o Teatro da Trindade, em julho de 2019. Nota ainda para a digressão internacional que levará “Home 2.0” a Israel, Suécia, Polónia, França, Estados Unidos, México e Espanha.

Os bilhetes para a estreia em Famalicão já se encontram à venda. Têm o custo de 8 euros, reduzindo para metade para estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural.

Mais informações em www.casadasartes.org.

FICHA TÉCNICA

Direção: Cláudia Martins e Rafael Carriço

Coreografia: Cláudia Martins e Rafael Carriço

Cenografia / Videografia / Sonoplastia: Rafael Carriço

Figurinos: Cláudia Martins

Intérpretes: Cláudia Martins, Rafael Carriço

Direcção Técnica: Nuno Martins

Desenho de Luz/Audiovisuais: Paulo Formiga

Fotógrafo: Nuno Abreu

FAMALICÃO ENSINA ARTES DO CIRCO

Curso Profissional de Interpretação e Animação Circenses arranca em setembro em Famalicão. Paulo Cunha visitou ACE no Âmbito do Roteiro pela Inovação

Os jovens que querem frequentar um curso profissional de artes circenses já não têm de se deslocar a Lisboa para se inscreverem no Chapitô, a única escola de circo existente em Portugal até agora. A partir de setembro, a Academia Contemporânea do Espetáculo – ACE de Vila Nova de Famalicão vai disponibilizar um novo curso de interpretação e animação circense, uma oferta verdadeiramente inovadora e única na região Norte e Centro, que vai permitir aos alunos uma equivalência ao 12.º ano, possibilitando o prosseguimento de estudos no Ensino Superior ou a inserção imediata no mercado de trabalho.

image56789

Orientado para o Novo Circo, este curso nasce de uma parceria entre a ACE e o Instituto Nacional das Artes Circenses – INAC, que se instalou recentemente em Vila Nova de Famalicão. A notícia surgiu há cerca de duas semanas, com a homologação do Ministério da Educação e levou o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, a visitar, esta quinta-feira, as instalações da ACE incluindo esta iniciativa no Roteiro pela Inovação de Vila Nova de Famalicão.

Entrar na ACE é como entrar na série televisiva dos anos 80 “Fame”. O talento, a energia, o entusiasmo e a criatividade dos jovens alunos desarmam qualquer visitante e rapidamente a sala de aula se transforma num palco de estrelas, onde se canta, se dança, se teatraliza um poema e se conquista o público.

Completamente rendido ao projeto educativo da ACE, Paulo Cunha falou da “grande notícia para o concelho” que é o nascimento do curso de circo. O autarca elogiou a parceria entre a ACE e o INAC salientando que se trata de “um sinal de convergência e de inteligência. Estas instituições perceberam que todos ficamos a ganhar com a criação de sinergias e com a colaboração de todos”.

Para Paulo Cunha, com este novo projeto “estamos a criar em Vila Nova de Famalicão condições para o surgimento de novos projetos culturais”. E salientou: “Famalicão que é conhecido como um concelho ligado à indústria, que produz no têxtil, no setor automóvel, que produz tecnologia, metalomecânica e na área agroalimentar é, também hoje, conhecido como um concelho que produz cultura.”

O edil mostrou-se ainda muito satisfeito ao saber que cerca de 50 por cento dos alunos da ACE chega à universidade e enalteceu “a vocação destes alunos para os cursos artísticos”.

Por sua vez, o diretor da ACE, António Capelo falou do “momento auspicioso” que vive a instituição atualmente. Com este novo curso de artes circenses “estamos a abrir aqui, em Vila Nova de Famalicão, uma nova porta no país para que no futuro os formandos possam enriquecer o mercado de trabalho”, salientou. O responsável salientou que o objetivo deste novo projeto desenvolvido em conjunto com o INAC e o Teatro da Didascália é, acima de tudo, “dignificar a profissão”.

“Quando a ACE nasceu, há 30 anos, no Porto, foi com o objetivo de criar formação numa área onde não existia, na área do teatro, o objetivo deste novo curso tem a mesma intenção, queremos ampliar a oferta de produção nas áreas do circo”, salientou António Capelo.

O também ator acrescentou ainda que “Famalicão é um espaço ideal para o surgimento deste projeto, pois conseguimos reunir aqui um conjunto de parcerias, nomeadamente com INAC e o Teatro Didascália, que organiza o festival de novo circo Vaudeville Rendez-Vous”.

Projeto-Piloto para pequenos atores

Entretanto, a ACE vai continuar no próximo ano letivo com o projeto piloto de teatro para o enriquecimento curricular do ensino básico. Segundo o responsável, durante este ano letivo, o curso foi desenvolvido com três turmas do 1.º ciclo do concelho, mas o objetivo para o próximo ano é que chegue a mais escolas do concelho e de fora.

“Queremos criar no sistema educativo português uma vertente do ensino articulado virado para as artes performativas e vamos tentar sensibilizar o ministério da educação para essa alternativa”, sublinhou o responsável.

Refira-se que a ACE de Vila Nova de Famalicão tem 3 anos de existência, lecionando neste momento o curso profissional de artes do espetáculo – interpretação, contando com cerca de 80 alunos nos três anos (10.º, 11.º e 12.º). o corpo docente é constituído por cerca de 40 profissionais, entre atores, produtores e realizadores, todos profissionais conceituados no ativo.

image56798

FAMALICÃO DÁ A CONHECER OS INCENTIVOS À REABILITAÇÃO URBANA EM SESSÃO INFORMATIVA

Iniciativa realiza-se no próximo dia 3 de maio, pelas 16h00, na Casa das Artes

O município de Vila Nova de Famalicão vai promover no próximo dia 3 de maio, pelas 16h00, no pequeno auditório da Casa das Artes, um sessão de informação e esclarecimento dedicada aos “Incentivos à Reabilitação Urbana”. Especialmente destinada aos proprietários de edifícios a reabilitar, a promotores, investidores, imobiliárias e técnicos de construção civil, a sessão reunirá um conjunto de entidades com responsabilidades em várias áreas, de forma a proporcionar a apresentação dos incentivos à reabilitação urbana, tanto a nível nacionais e comunitário com diversos instrumentos municipais de politica de ordenamento do território e desenvolvimento urbano.

DSC_3739

Os interessados devem inscrever-se através do e-mail reabilitacaourbana@vilanovadefamalicao.org até à lotação da sala. A entrada é gratuita.

Entre os convidados, estarão representantes da autarquia, da Autoridade Tributária e Aduaneira, da Agência para a Energia e de várias entidades bancárias que prestarão esclarecimentos sobre o acesso aos vários benefícios.

Refira-se que em Áreas de Reabilitação Urbana há um conjunto de incentivos de apoio a quem reabilitar os edifícios, nomeadamente de natureza fiscal (ex.: isenção de IMI e IMT, redução de IVA, etc.), de natureza administrativa (ex.: isenção de taxa de apreciação e de emissão de título, redução de taxa de vistoria, etc.) e de natureza financeira (ex.. IFRRU 2020, Reabilitar para Arrendar).

Destes conjunto de iniciativas destaca-se ainda a apresentação do IFRRU, por se tratar de um importante instrumento financeiro para a reabilitação e revitalização urbanas, que implica a apresentação de uma respetiva candidatura para obter financiamento.

Entretanto, a autarquia dispõe de toda a informação relativa aos benefícios disponíveis no portal oficial do município em www.vilanovadefamalicao.org.

TERRAS DE BOURO DEBATE OS PERIGOS NA INTERNET

Auditório da Escola Básica e Secundária de Terras de Bouro acolheu sessão sobre “Os perigos da Internet”

A Câmara Municipal de Terras de Bouro e o CIAB Tribunal Arbitral de Consumo realizaram no dia 19 de abril na Escola Básica e Secundária de Terras de Bouro, uma sessão subordinada ao tema “Os perigos da Internet” destinada à comunidade escolar, nomeadamente, aos alunos do ensino secundário daquele estabelecimento de ensino.

CAPA

O Município de Terras de Bouro esteve representado pela Vereadora, Dr.ª Ana Genoveva Araújo e o Agrupamento de Escolas pelo Diretor, Dr. Óscar Rodrigues, sendo que, a temática foi desenvolvida pelo diretor-executivo do CIAB-Tribunal Arbitral de Consumo, Dr. Fernando Viana que aproveitou ainda o momento para fazer a divulgação da instituição.

O CIAB-Tribunal Arbitral de Consumo é o Centro de Arbitragem que na região está incumbido de resolver os conflitos de consumo que surgem entre os consumidores e as empresas.

O CIAB exerce atualmente as seguintes atribuições:

- Informar os consumidores e as empresas sobre os seus direitos e deveres na área do consumo;

- Resolver conflitos de consumo através da mediação, conciliação e arbitragem;

 - Projeto Casa Pronta;

- Informar os consumidores sobre os seus direitos e deveres em matéria de endividamento e  sobre-endividamento;

- Apoiar e acompanhar os consumidores no processo de negociação entre estes e os Bancos, tendo em vista prevenir o incumprimento ou resolver as situações de incumprimento, (através do protocolo estabelecido com o GOEC – Gabinete para a Orientação e Endividamento dos Consumidores).

Qualquer pessoa interessada pode recorrer aos serviços do CIAB por telefone, pela internet, por carta ou pessoalmente, no âmbito da sua intervenção.

Os pedidos de informação e as reclamações são encaminhadas para um jurista que, além de responder aos pedidos de informação, procura resolver o processo de reclamação através de mediação.

Caso a mediação não resulte, ou seja, caso não haja acordo entre as partes, o processo poderá seguir para a fase de conciliação/arbitragem, desde que reunidos os respetivos pressupostos em termos de arbitragem voluntária ou necessária.

 No caso da população de Terras de Bouro, os consumidores podem contactar o Serviço Municipal de Informação ao Consumidor (SMIC) da Câmara Municipal de Terras de Bouro, que é coordenado pela Dr.ª Rute Martins e aí colocar as suas questões que serão encaminhadas para o CIAB-Tribunal Arbitral de Consumo.

CIAB-Tribunal Arbitral de Consumo.

Braga

Rua D. Afonso Henriques, 1

4700-030 Braga

Coordenadas gps

N 41º 32' 55.685''

W 8º 25' 41.802''

Telefone + 351 253 617 604

Fax + 351 253 617 605

E-mail geral@ciab.pt

Horário de Atendimento Pessoal

Segunda a Sexta-feira

 Das 9H00 às 16H00

Horário de Atendimento Telefónico

 Segunda a Quinta-feira

 Das 9H00 às 18H00

 Sexta-feira

Das 9H00 às 16H00

DSC07010

DSC07013

FAMALICÃO DEBATE “PARENTALIDADE CONSCIENTE” COM MIKAELA ÖVEN

Jornadas Municipais da Educação realizam-se no próximo dia 26 de abril, pelas 21h00, na CESPU

Ninguém dá a fórmula mágica quando alguém se torna pai ou mãe. Nem existe um manual que ensine os pais a lidar com os desafios diários como as birras, o sono e as refeições.

Mikaela Övén

Por isso, é frequente que os educadores se interroguem se estarão a agir bem e o que é normal em cada idade. Devemos elogiar ou castigar? Quando dizer não? E como compensar o pouco tempo que partilhamos com os nossos filhos?

A pensar nestas e em outras questões, o município de Vila Nova de Famalicão vai promover o debate da “Parentalidade Consciente” e chama para o efeito Mikaela Övén, uma especialista sobre a matéria e que, há vários anos, inspira indivíduos e famílias na busca de harmonia e equilíbrio, através dos seus livros, textos, rubricas na rádio e televisão, cursos e palestras.

Assim, “Parentalidade Consciente” é o tema eleito para as Jornadas Municipais de Educação, que vão decorrer no próximo dia 26 de abril, a partir das 21h00, no auditório da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave, da CESPU.

A participação é livre e gratuita, mas sujeita à lotação do auditório. Recomenda-se a inscrição através do link: https://goo.gl/forms/U5z7ETodnDZezvyq2

Estas jornadas integram a programação da Quinzena da Educação que decorre entre os dias 16 de abril e 8 de maio, altura em que a comunidade escolar de Vila Nova de Famalicão “salta” os muros das escolas e vem mostrar à comunidade os seus projetos educativos e dinâmicas escolares.

A iniciativa promovida pelo município em parceria com os vários agentes educativos tem como objetivo reunir a comunidade educativa, cruzar vivências e mostrar à sociedade a dinâmica escolar, em ações que vão desde o teatro, à oferta de saídas profissionais, formação e qualificação, debate de ideias e convívio.

FAMALICÃO: FUNDAÇÃO CASTRO ALVES PROMOVE CONCERTO DA PRIMAVERA

A Fundação Castro Alves, em Bairro, Vila Nova de Famalicão, promove no próximo dia 25 de abril, a primeira edição do Concerto da Primavera, com a participação da Banda de Música de Riba de Ave.

Banda de Música de Riba de Ave

O evento, com entrada livre, está marcado para as 16h00 e vai ao encontro da política que a Fundação Castro Alves tem vindo a promover para a promoção da educação, arte e cultura no concelho e na região.

Recorde-se que a Fundação Castro Alves é uma entidade privada que tem fins educativos, artísticos, ocupação de tempos livres e apoio social. Tem atualmente como valências âncora o Museu de Cerâmica Artística, a Escola Oficina de Cerâmica Artística e a Escola de Música (sob Direção Pedagógica Centro Cultura Musical - CCM).

CICLO PORTA-JAZZ EM FAMALICÃO ARRANCA ESTE SÁBADO

A associação portuense Porta-Jazz, a Associação Luso-Galaica para a Promoção do Jazz – O Eixo do Jazz e o Espaço Cultural CRU promovem este fim-de-semana o primeiro concerto do Ciclo Porta-Jazz em Famalicão.

Ciclo Porta Jazz

A iniciativa, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, arranca este sábado, dia 21, com a atuação de Demian Cabaud, às 22h00, no Espaço Cultural CRU, situado na Rua Alves Roçadas. O músico argentino apresenta-se em Famalicão com o seu sexto e último álbum – “Astah” – cuja essência está enraizada no jazz tradicional, com muitos momentos livres e improvisados, e na música tradicional da Argentina.

Demian Cabaud é argentino residente em Portugal há vários anos. Estudou no Instituto Tecnológico de Música Contemporânea em Buenos Aires e no Berklee College of Music. Tocou com alguns dos melhores músicos nacionais e estrangeiros como Lee Konitz, Chris Cheek, Mark Turner, Rich Perry, Rick Margitza, Alexandre Frazão, Bruno Pedroso, André Sousa Machado, João Lencastre, Nuno Ferreira, Afonso Pais, entre outros.

Vai subir ao palco do CRU no contrabaixo e acompanhado por Gonçalo Marques, no trompete, João Pedro Brandão, no saxofone e flauta, Xan Campos Rial, no piano, Jeff Williams, na bateria, e Iago Fernández, na bateria.

FAMALICÃO REPRESENTADO NA FASE REGIONAL DO CONCURSO NACIONAL DE LEITURA

Mais de duas dezenas de alunos do município de Vila Nova de Famalicão participaram na passada segunda-feira, dia 16 de abril, na etapa concelhia da 12.ª edição do Concurso Nacional de Leitura.

Concurso Nacional de Leitura

A iniciativa decorreu na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco e os alunos apurados vão agora representar o concelho famalicense na fase regional do concurso, promovido no âmbito do Plano Nacional de Leitura e à qual se associam a Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), a Rede das Bibliotecas Escolares (RBE), o Camões IP, a Direção de Serviços de Ensino e Escolas Portuguesas no Estrangeiro.

O aluno vencedor do 1º CEB foi Pedro Afonso Martins Vale, da EB de Joane; do 2º CEB foi Cláudia Isabel Rocha e Silva, da EB D. Maria II; do 3º CEB foi Maria Alves Gonçalves, da Didáxis, Cooperativa de Ensino de Riba de Ave, e do Ensino Secundário foi Laura Viviana Silva Figueiredo, da Escola Secundária Camilo Castelo Branco.

Estimular a prática da leitura, como forma de conhecimento e lazer; aprofundar hábitos de leitura e aferir as competências leitoras das crianças e jovens do concelho são os principais objetivos da iniciativa.

FAMALICÃO CEDE À ORDEM DOS ADVOGADOS A ANTIGA CASA DOS MAGISTRADOS

Antiga Casa dos Magistrados cedida à Delegação da Ordem dos Advogados de Famalicão. Escritura da constituição do direito de superfície foi celebrada segunda-feira

Uma das antigas Casas dos Magistrados de Vila Nova de Famalicão situada junto à Escola Básica Conde S. Cosme, na cidade famalicense, vai passar a servir a Delegação da Ordem dos Advogados do concelho. O edifício que pertencia ao município foi cedido à Ordem dos Advogados Portugueses, por um período de dez anos, renovado automaticamente, com a obrigação do edifício se destinar exclusivamente à instalação da Delegação de Famalicão da Ordem dos Advogados.

AFS_2445

A escritura foi celebrada esta segunda-feira, 16 de abril, com as presenças do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, do Vice-Presidente do Conselho Geral da Ordem dos Advogados, Rui Assis, e do Presidente da Delegação de Famalicão, João Castro Faria, entre vários responsáveis nacionais.

Para Paulo Cunha, “é importante para Famalicão que este edifício histórico que durante tantos anos esteve ao serviço da justiça, continue a desempenhar esse papel, engradecendo a instituição dos advogados e o próprio concelho”. Por outro lado, “é muito importante para a autarquia poder oferecer condições de excelência aos atores da justiça para que façam o seu trabalho”, salientou, acrescentando que “todos ficam a ganhar com este acordo”.

Por sua vez, João Castro Faria, da Delegação de Famalicão, mostrou-se muito satisfeito com o novo edifício, referindo que logo que possível, a instituição avançará com “obras de reabilitação do espaço, criando as condições necessárias para a instalação dos serviços da ordem”. Exprimindo o agradecimento à Câmara Municipal, o responsável afirmou que“esta ação da autarquia resultará num claro beneficio para toda a comunidade”. Também o Vice-Presidente Rui Assis enalteceu “a melhoria das condições de trabalho” como essencial para a qualidade do trabalho prestado.

Refira-se que a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão adquiriu os terrenos e construiu duas casas em 1955, por imposição legal que determinava que todos os municípios deviam fornecer habitações, já mobiladas, aos juízes de Direito e delegados do Procurador da República.

AFS_2451