Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FAFE É EDUCAÇÃO!

Ciclo de Encontros FAFéDUCAÇÃO regressa este mês. Educar com Inteligência(s)

O terceiro encontro FAFéDUCAÇÃO está agendado para o próximo fim de semana, 23 de Março, e consiste numa sessão de Coaching e Workshop sobre Inteligências Múltiplas, dinamizado por Vanessa Agra, cocriadora e facilitadora do projeto educativo e de parentalidade "Asas de Arco-Íris", que será também apresentado.

O encontro tem início marcado para as 14h30, na Biblioteca Municipal de Fafe.

Esta sessão permitirá abordar as oito Inteligências Múltiplas de Howard Gardner, identificar, vivenciar e assimilar a forma natural de ser inteligente e aprofundar os impactos do modelo tradicional de ensino na percepção de inteligência.

Durante a tarde, decorrerão, ainda, oficinas de Dança Criativa para crianças dinamizado por Teresa Bacelar e Sandra Flores.

Na habitual oficina para crianças, desafiam os mais pequenos expressar as emoções, o corpo e voz ao som de diferentes ritmos musicais e, através da dança, libertar o corpo em movimento. Haverá tempo ainda para se realizarem jogos teatrais e outras dinâmicas de grupo.

CARTAZ_março.jpg

FAFE CELEBRA FLORESTA

Património a Descobrir”

O Município de Fafe celebra a Floresta, com o mote “Património a Descobrir”, entre os dias 21 e 27 de Março. As atividades, que contam com diversos parceiros, vão decorrer em vários cenários do concelho e procuram, uma vez mais, valorizar, descobrir e preservar a floresta.

SEMANAFLORESTA-POST-02.png

O programa arranca no dia 21, com a plantação de árvores no Parque da Cidade. A iniciativa, destinada à comunidade escolar, contempla ainda um Piquenique no Parque e, à tarde, Oficinas de Educação Ambiental, com a presença de mais de  400 crianças.

No dia 23 e em parceria com a GNR, Restauradores da Granja, Bolota Campestre, ACTEA e Terra Mãe e a Junta de Freguesia Aboim, Felgueiras, Gontim e Pedraído, decorre, em Aboim, uma Caminhada, um Piquenique e, à tarde, Oficinas de Educação Ambiental e visitas ao “Museu do Moinho e do Povo de Aboim”, ao “Moinho da Casca” e ao “Moinho de Vento”.

O programa encerra no dia 27 de Março com uma ‘Mesa Redonda’, no Arquivo Municipal, subordinada a esta temática. Esta inciativa contará com a moderação de Sandra Sarmento, Vogal do Conselho Diretivo do ICNF.

No mesmo dia, é assinado o Protocolo de Colaboração entre o Município de Fafe e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, que visa, entre outros objetivos, sensibilizar a população para a importância da floresta autóctone, a promoção da sensibilização ambiental e o desenvolvimento de um plano de conservação e valorização sustentável do ecossistema florestal do "Carvalhal de Fafe", enquanto ativo único em termos de paisagem, biodiversidade e turismo, no contexto local, regional e nacional.

A entrada em todas as iniciativas é livre.

FAFE PARTICIPA NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA

Concelho representa-se na montra do turismo nacional a partir de amanhã

Arranca, amanhã, a Bolsa de Turismo de Lisboa, na FIL, no Parque das Nações, decorrendo até 17 de Março. O Município de Fafe junta-se a esta que é a maior montra de turismo nacional.

WEB-BTL-FAFE-06 (1).png

Esta é a primeira vez que o Município de Fafe participa de forma individual, já que em outras edições marcou presença através do Turismo Porto e Norte.

Em representação do concelho, vão participar na BTL vários empreendimentos turísticos locais, bem como empresas de animação. Durante estes cinco dias, serão também promovidos no certame diversos eventos e motivos turísticos do concelho, que vão desde a gastronomia fafense, a natureza, a cultura, o desporto.

A representação de Fafe na BTL será concretizada sob os motes: Terrra de Encantos, Terra de Sabores, Terra de Emoções e Terra de Cultura. Para cada um destes temas, estão programados momentos que farão jus a estes conceitos, revelando, assim, uma montra daquilo que o concelho oferece, convidando todos a ‘Descobrir Fafe.’

Promovida pela Fundação AIP, a BTL é reconhecida no sector como o evento mais importante na área do turismo em Portugal e como um ponto de encontro de profissionais.

Pela BTL, passam, em média, cerca de 77 mil visitantes, num espaço que acolhe mais de 1000 expositores de Norte a Sul do país.

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (OIT) HOMENAGEADA EM FAFE NO TERRA JUSTA

Saúde estará em destaque com homenagem a Francisco George e António Arnaut a título póstumo

Auxílio a reclusos será outro grande tema em evidência no Encontro Internacional de Causas e Valores da Humanidade que decorre de 3 a 6 de abril.

DSC_1091.JPG

A edição de 2019 do Terra Justa - Encontro Internacional de Causas e Valores da Humanidade, promovido pelo Município de Fafe, vai decorrer entre 3 e 6 de abril. Trabalho, Liberdade e Saúde são os temas centrais desta edição que decidiu homenagear a Organização Internacional do Trabalho, a Obra Vicentina de Auxílio ao Recluso e ainda o anterior diretor geral de saúde, Francisco George, bem como, a título póstumo António Arnaut.

No ano em que celebra o seu centenário, a OIT é a instituição escolhida para ser homenageada no Terra Justa, pelo papel que esta agência internacional tem tido na promoção do trabalho em condições de liberdade, equidade, segurança e dignidade humanas. A OIT conta com cerca de 2 centenas de países, com dezenas de escritórios espalhados pelo Mundo e tem sede em Genebra na Suíça.

A problemática das prisões e dos reclusos merece também especial destaque na edição de 2019. No dia 4 de abril, segundo dia do evento, estará em evidência a OVAR - Obra Vicentina de Auxílio aos Reclusos, organização fundada em 1969, prestes a fazer 50 anos e que recebeu, em dezembro último, o Prémio Direitos Humanos 2018, da Assembleia da República. Manuel Almeida Santos, presidente da OVAR desloca-se a Fafe para a cerimónia, prometendo debater e trazer a público realidades “desconhecidas e fraturantes” sobre o sistema.

O pai do SNS, António Arnaut será homenageado, a título póstumo, numa cerimónia que terá lugar a 5 de abril. Nesse mesmo dia, Francisco George será também distinguido, pela entrega de uma vida ao Serviço Nacional de Saúde.

Seja por via das homenagens, dos debates, das conferências, das inúmeras atividades culturais, das exposições, ou simples conversas de café por onde já passaram várias personalidades que dedicaram a sua vida a uma causa ou que defendem valores universais, o objetivo é que "todos paremos para pensar", como sublinhou na primeira edição o Professor Eduardo Lourenço.

O centro da cidade é durante o Encontro Internacional Terra Justa, "decorado" com factos, figuras, textos e histórias reais que se relacionam com os grandes valores e causas da humanidade. Os homenageados são, ainda, convidados a depositar num mural em granito, uma mensagem que só será aberta 25 anos depois. Muitas das iniciativas decorrem em espaços informais como cafés, jardins ou outros espaços públicos e as homenagens institucionais têm lugar no magnífico Teatro Cinema do XIX.

Por Fafe passam, desde 2015, figuras de renome, e têm sido homenageadas grandes instituições de cultura e solidariedade. Refira-se que já foram homenageadas presencialmente no Terra Justa pessoas e instituições que representam o espírito do Terra Justa, nomeadamente: António Guterres, Secretário-geral da ONU; Óscar Rodríguez Maradiaga, arcebispo das Honduras, presidente (à época) da Caritas Internacional e ainda Coordenador do Conselho de Cardeais para a reforma da Igreja, criado pelo Papa Francisco; Maria de Jesus Barroso Soares, Presidente (à época) da Fundação Pro-Dignitate;  Mussie Zerai (conhecido por ser o 112 do Mediterrâneo e que já salvou centenas de refugiados) ;  Tareke Brhane, Presidente do Comitato Tre Ottobre (ativista sobre a questão dos refugiados). ; Amnistia Internacional ; Médicos do Mundo ; UNICEF ; Instituto de Apoio à Criança; Rede Talitha Kum (de apoio a mulheres em risco de vida) ; AGENZIA Habeshia (trabalha com refugiados no Mediterrâneo); Fundação Champalimaud ;  Fundação Calouste Gulbenkian ; Enfermeiras paraquedistas portuguesas (na guerra colonial) ; Capacetes Brancos da Síria;  Human Rights Watch ; Maria de Lourdes Pintasilgo (título póstumo), entre muitos outros convidados de renome nacional e internacional.

POVOS EM MOVIMENTO: MIGRAÇÃO, AUXÍLIO E DIÁSPORA

  • Crónica de Daniel Bastos

No início do presente mês de março, a Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema, um organismo nacional, tutelada pelo Ministério da Cultura, e que tem por missão a salvaguarda e a divulgação do património cinematográfico, principiou um ciclo dedicado ao fenómeno migratório.

30128522348_0068acc1a9_b

Com o título "Povos em Movimento - Migração, Exílio e Diáspora", o ciclo que decorrerá até ao mês de maio, assenta na projeção de filmes que abarcam cem anos de cinema e de História, com ficções, documentários, ensaios e raridades.

Segundo a instituição fundada nos anos 50 por um dos pioneiros das cinematecas europeias, Manuel Félix Ribeiro, e que desde essa década é membro da Federação Internacional dos Arquivos de Filmes (FIAF), o princípio geral da programação “foi o de olhar a forma como o cinema representou os principais movimentos gerados por causas económicas e políticas que marcaram o século XX e que estão a marcar este início de século, com alguns antecedentes no período imediatamente anterior".

Iniciado com a curta-metragem centenária “O emigrante” (1917), de Charles Chaplin, pela Cinemateca irão passar ainda "Emigrantes" (1948), de Aldo Fabrizi, "As Vinhas da Ira" (1940), de John Ford, "Rocco e os Seus Irmãos" (1960), de Luchino Visconti, "A Promessa" (1996), dos irmãos Dardenne, "Reminiscences of a journey to Lithuania" (1972), de Jonas Mekas, recentemente falecido, "A Grande Cidade" (1966), do brasileiro Cacá Diegues, e "América, América " (1963), de Elia Kazan.

O ciclo não esquecerá países como Portugal "que durante séculos foram terras de emigração”, tendo sido incluídos alguns filmes, entre os quais "Lisboetas" (2004), de Sérgio Tréfaut, e "Fantasia Lusitana" (2010), de João Canijo. Sendo que em maio o ciclo centrar-se-á essencialmente na emigração e na diáspora portuguesa em França, com uma programação específica a anunciar e que incluirá um debate.

Enquanto experiência original de visionamento e reflexão, o ciclo agora estreado pela Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema, dedicado à Migração, Exílio e Diáspora, constitui um relevante contributo para o robustecimento da cidadania democrática, particularmente num país fortemente marcado pela emigração, e numa época em que as migrações são um dos principais desafios das sociedades e das relações entre os povos.

FAFE CELEBRA DIA MUNDIAL DA PROTEÇÃO CIVIL

Aldeia de Mós é a primeira “Aldeia Segura, Pessoas Seguras” de Fafe

Fafe comemora, hoje, o Dia Mundial da Proteção Civil com a apresentação da primeira “Aldeia SeguraPessoas Seguras”, na Aldeia de Mós, na União de Freguesias de Aboim, Felgueiras, Gontim e Pedraído.

810_9681A.jpg

Este programa surgiu após os grandes incêndios de 2017 e destina-se a estabelecer medidas estruturais para a proteção de pessoas e bens. Com esse intuito, foram definidos um conjunto de medidas de autoproteção tendentes a limitar as suas consequências, promovendo a segurança e a salvaguarda de pessoas e bens materiais da Aldeia de Mós e dos seus habitantes quando afetado por um incêndio rural.

O programa tem como principais objetivos: criar nas freguesias a função de Oficial de Segurança, que tem como missão transmitir avisos à população, organizar a evacuação do aglomerado em caso de necessidade e fazer ações de sensibilização junto da população. O programa “Aldeia Segura, Pessoas Seguras”pretende ainda sinalizar caminhos de evacuação nos aglomerados populacionais, definir locais de refúgio nas aldeias, sensibilizar populações para o que fazer em caso de incêndio e como evitar comportamentos de risco.

O Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, revelou na ocasião “hoje celebramos o Dia Mundial da Proteção Civil e pretendemos marcar este dia com a implementação deste programa“Aldeia SeguraPessoas Seguras”. Esta é uma iniciativa que se integra na preocupação que todos temos de evitar que a tragédia dos incêndios florestais a que assistimos em 2017 se volte a repetir.

Temos continuado a alertar a população para a limpeza das matas e dos terrenos e mantemos um dispositivo de combate aos incêndios que responda eficaz e rapidamente se esta calamidade surgir.

O que procuramos com este programa é que as pessoas tenham as condições a formação necessária, em tempos de serenidade, e percebam como devem proceder se a tragédia dos incêndios florestais rondar esta área. É importante prevenir estes casos e, por isso, a preparação e formação que aqui vamos promover é essencial.

A Aldeia de Mós é uma aldeia que, em Fafe, muito nos envaidece, pela beleza que a caracteriza, e é também uma aldeia que vai servir como exemplo para todas as outras do concelho para que sigam o modelo que aqui se está a implementar.”

Durante o período da tarde, decorreu, uma Exposição de Meios e Equipamentos, Mass Training de Suporte Básico de Vida e Ações de Sensibilização, com a intervenção dos vários Agentes de Proteção Civil, na Escola EB2/3 de Stª. Cristina.

As comemorações do Dia Mundial da Proteção Civil encerram no dia 12 de Março com a realização de um Exercício de Decisão para teste do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil.

Recorde-se que esta é uma iniciativa do Município de Fafe através do Serviço Municipal de Proteção Civil e conta com a colaboração e participação da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Bombeiros Voluntários de Fafe, GNR, GIPS, Instituto Nacional de Emergência Médica, Delegação de Fafe da Cruz Vermelha Portuguesa, Cofafe, Unidade Local de Proteção Civil de Agrela e Serafão, União de Freguesias de Aboim, Felgueiras, Gontim e Pedraído e da Escola EB 2/3 de Arões Stª Cristina.

810_9601A.jpg

810_9612A.jpg

810_9650A.jpg

810_9669A.jpg

FAFE ATRIBUI PRÉMIO DE HISTÓRIA LOCAL

Prémio de História Local “Câmara Municipal de Fafe” com prazo até 15 de Março

O Município de Fafe relembra que está em vigor, pela décima sétima vez, o Prémio de História Local “Câmara Municipal de Fafe“, cujo prazo de candidatura decorre até ao dia 15 de março próximo, nos termos do regulamento.

O prémio visa estimular a pesquisa e investigação em torno da identidade deste Município, no passado e nas suas diferentes perspetivas.

Podem concorrer ao Prémio de História Local todos os que o pretendam, residam ou não no concelho, com trabalhos originais e inéditos sobre um ou vários aspetos da história de Fafe, a nível administrativo, político, económico, social, cultural, artístico, religioso ou outro(s).

Na avaliação dos trabalhos serão ponderados aspetos como a utilização privilegiada das fontes primárias, a valorização da originalidade e atualidade dos temas, a clareza e correção da linguagem, a coerência global e a apresentação formal.

Os trabalhos concorrentes terão de ser escritos em português, com o mínimo de 30 páginas.

O Prémio tem o valor pecuniário de 1 000 € e galardoará apenas o melhor trabalho concorrente. A Câmara garantirá, além disso, a publicação da obra vencedora na revista Dom Fafes.

Os interessados em concorrer devem remeter quatro exemplares do seu trabalho original, apresentado em folhas de formato A4, a 2 espaços, para Casa Municipal de Cultura de Fafe (Prémio de História Local) – Rua Major Miguel Ferreira – 4820-276 Fafe.

Cada concorrente apenas pode remeter um trabalho.

De recordar que a última edição do prémio teve como vencedor o trabalho “O Bijou de Fafe”, da autoria de Lídia Fernandes.

QUEIMA DO PAI DAS ORELHEIRAS MARCA CARNAVAL EM FAFE

Tradição celebrada no Centro da Cidade. Reino na Folia anima miúdos e graúdos

A Queima do “Pai das Orelheiras” volta a estar na agenda do Carnaval fafense e está marcada para dia 5 de Março. Depois de recuperada, em 2015, pelo Município de Fafe, esta tradição regressa à cidade, para agrado de miúdos e graúdos.

DSA_7163A.jpg

As festividades têm início marcado para as 11h00, com a abertura do Reino da Folia, espaço no Parque da Cidade que concentra diversos divertimentos e muita animação. Já no centro da cidade, ao meio dia, a Taberna de Petiscos de Porco inaugura para proporcionar a todos momentos de convívio e ‘boa mesa’, estendendo-se pelo resto do dia. A partir das 20h00, o Grupo de Bombos Só Dava Assim percorre as ruas da cidade, prometendo muita alegria e folia. A Academia da Dança do Grupo Nun’Álvares garante também a animação, com muita música e dança .

DSA_7249A.jpg

O evento, que vai contar com a presença e colaboração de várias associações recreativas e culturais do concelho, conhecerá o seu ponto mais alto aquando da queima do boneco, de grandes dimensões, pelas 21h30, na Praça 25 de Abril, com o ator Rui Rodrigues, do Teatro Vitrine, a dinamizar o momento.

Dança, música e muita animação não faltarão durante a festa no centro da cidade.

Mas, os festejos do Carnaval no concelho começam já amanhã, dia 1, com o Desfile das Escolas que contará com a participação de mais de 2500 de crianças das escolas e jardins de infância do concelho que, vestidas a rigor, desfilarão pelas principais ruas da cidade, a partir das 9h30. Um momento que leva inúmeras pessoas à rua e que alegra o centro da cidade, com muita música, cor, folia e fantasia.

À tarde, é a vez do Baile de Carnaval Sénior. Mais de 400 idosos já confirmaram a sua presença nesta que é uma festa já tradicional e que leva alegria e animação aos nossos seniores. O encontro está marcado para a Casa do Gandião, a partir das 14h30.

A juntar a estas iniciativas, Fafe terá, novamente, muita animação pelas freguesias do concelho – vários desfiles, concursos de máscaras e animação tradicional.

O Presidente da Câmara Municipal, Raul Cunha, destaca a importância de manter vivas as tradições da cidade.

O Carnaval em Fafe abrange, como é habitual, um conjunto de dias, onde a animação e a folia são as palavras de ordem. As hostes começam com mais de 2500 crianças a desfilar pelas ruas da cidade, animando e dando o novo colorido ao centro da cidade. Na parte da tarde alargamos a festa aos nossos seniores, com o já tradicional Baile que acolhe a simpatia de centenas de idosos que se mostram sempre prontos para uma grande tarde de animação.

Durante o fim de semana, vão ser várias as iniciativas nas freguesias do concelho, com desfiles, concursos e bailes.

O momento grande do Carnaval, em Fafe, é a Queima do Pai das Orelheiras, que acontece na noite de terça-feira. Quando em 2015 recuperámos esta tradição, percebemos que foi muito bem recebida pelos fafenses e, por isso, faz todo o sentido que continuemos esta marca. É importante preservarmos este tipo de tradições, que são uma marca da nossa identidade. Esperamos que este ano o bom tempo permita que tudo corra pelo melhor. Será uma grande festa e todos estão convidados assistir!”

DSA_8614.JPG

DSA_8626.JPG

DSA_8648.JPG

DSA_8792A.jpg

DSA_8796A.jpg

DSA_8854A.jpg

FAFE DINAMIZA CAÇA E PESCA

Município de Fafe celebra protocolo para dinamização de atividades de caça e pesca no concelho

A Câmara Municipal de Fafe assinou protocolos de colaboração com a Associação de Caça e Pesca Montes de Fafe e o Clube de Amadores de Caça e Pesca de Fafe, para a dinamização de atividades no concelho, ao longo do ano.

810_9581A.jpg

As duas entidades comprometem-se, através dos protocolos estabelecidos, a colaborar nos eventos que o Município de Fafe promova, relacionados com a caça e a pesca desportiva, promover a largada de perdizes para aumento do seu efetivo, promover uma atividade de largada de trutas, efetuar o repovoamento de trutas nos cursos de água do concelho de Fafe e ainda a dinamizar ações de sensibilização sobre boas praticas ambientais, junto dos caçadores em geral e associados em particular.

O Presidente da Câmara, Raul Cunha, revelou na ocasião que “a assinatura destes dois protocolos reflete o bom relacionamento e a parceria que mantemos com estas associações e que tem gerado bons resultados, como comprovamos, por exemplo, na organização exemplar da Montaria ao Javali.

Aproveito a ocasião para agradecer o empenho e o apoio que nos dão na caça e na pesca, áreas importantes para o Município e para a a comunidade fafense que se revê e gosta deste tipo de atividades.

A caça e pesca são atividades que nos enriquecem e que permitem atrair muitos visitantes e, uma vez que a estrutura autárquica não tem técnicos especialistas nesta área, é fundamental esta parceria estreita com estas duas associações que representam os fafenses praticantes destas modalidades.

Faço votos que este bom entendimento se estenda por muitos e bons anos, consolidando esta relação próxima. Estamos abertos a sugestões que nos queira transmitir, como sempre.”

810_9563A.jpg

810_9567A.jpg

810_9571A.jpg

810_9577A.jpg

FAFE MOSTRA-SE NA BOLSA DE TURISMO DE LISBOA

Fafe na montra do turismo nacional. Fafe com espaço próprio na Bolsa de Turismo de Lisboa

O Município de Fafe vai participar na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa –, que decorre de 13 a 17 de Março na FIL, Parque das Nações.

WEB-BTL-FAFE-06.png

Esta é a primeira vez que o Município de Fafe participa de forma individual, já que em outras edições marcou presença através do Turismo Porto e Norte.

Nesta 31ª edição, participam vários empreendimentos turísticos locais, bem como empresas de animação de Fafe. A par disto, serão também promovidos no certame diversos eventos e motivos turísticos no concelho, que vão desde a gastronomia fafense, a natureza, a cultura, o desporto. A representação de Fafe na BTL será concretizada sob os motes: Terrra de Encantos, Terra de Sabores, Terra de Emoções e Terra de Cultura. Para cada um destes temas, estão programados momentos que farão jus a estes conceitos, revelando, assim, uma montra daquilo que o concelho oferece, convidando todos a ‘Descobrir Fafe.’

O Presidente da Câmara Municipal, Raul Cunha destaca que “a participação de Fafe na Bolsa de Turismo de Lisboa reveste-se de grande importância, pela dimensão que este certame representa a nível nacional e internacional.

O Turismo é um sector estratégico ao qual não nos podemos alhear, tendo em conta as potencialidades do concelho nesta área. Estamos conscientes que o Turismo é um dos caminhos de futuro de qualquer concelho que se queira afirmar.

A nossa participação surge no seguimento da política de promoção turística que temos defendido, pois acreditamos quedevemos continuar a mobilizar-nos e perceber que não podemos deixar de aproveitar o que de melhor temos e investir num sector que está a viver um bom momento.

Queremos que as pessoas descubram Fafe, se surpreendam com as nossas maravilhosas paisagens, a nossa saborosa gastronomia, o nosso património cultural e histórico e se juntem a nós nos eventos imperdíveis que promovemos ao longo do ano. ”

Promovida pela Fundação AIP, a BTL é reconhecida no sector como o evento mais importante na área do turismo em Portugal e como um ponto de encontro de profissionais. O certame tem também vindo a reforçar a sua presença no calendário de feiras internacionais de turismo.

Pela BTL, passam, em média, cerca de 77 mil visitantes, num espaço que acolhe mais de 1000 expositores de Norte a Sul do país.

FAFE RECEBE CICLO DE CANTAUTORES

Ciclo de Cantautores 48/20 regressa em Março

A 5ª edição do Ciclo de Cantautores regressa, este fim de semana, com o  Desafio Singer-Songwriter a “Ezequiel”, cumprindo a sua acção sobre o território de potenciar o surgimento e lançamento de artistas da cidade.

A 23 de Março, contará com a presença de Rubel, artista sensação brasileiro muitíssimo acarinhado pelo público e diversos músicos conceituados.

Em Abril, no dia 26, concerto duplo com Davey Ray Moor, músico e escritor de canções da banda de culto britânica Cousteau que dividirá a noite com Dan Riverman, português que o grande público vai ter oportunidade de conhecer melhor na edição 2019 do Festival da Canção RTP interpretando o tema de Miguel Guedes.

A 10 de Maio, o regresso do franco-canadiano The Wooden Wolf para uma noite intensa e as já afirmadas Joana Espadinha e Lince fecharão em beleza a primeira parte do ciclo a 14 de Junho.

Uma das novidades será a preparação de um primeiro Meeting de Singer-songwriters a decorrrer em Novembro.

Pretende-se que seja um evento cultural diferenciador na cidade e na região, debruçado sobre os cantautores e a procurar estreitar relações com e entre eles. 

A proximidade com os artistas e a oportunidade de quase dialogarmos nestes concertos e após os mesmos (Tea & Talk que convidará todos os artistas a beberem um Chá e provarem iguarias enquanto conversam com o público) marca toda uma diferença que justifica completamente vir assistir a concertos neste 48/20."

Recorde-se que O 48/20 Cantautores é um ciclo de concertos e atividades que convida exclusivamente singer songwriters e se realiza desde 2015 no magnífico edifício do Teatro-Cinema de Fafe, no âmbito da programação cultural do município.

O ano de 2015 abriu portas a um novo momento na programação cultural do Município, adaptado à dimensão e dinâmica da cidade, qual recanto escondido e protegido pelas montanhas que apela ao refúgio do turbilhão de poluentes humanos e não humanos e ao encontro de nós mesmos junto dos nossos, aqui tão perto.

O foco recai nos singer-songwriters, aqueles que cantam e tocam as canções que escrevem. Associados à ideia de uma entrega total do sujeito tanto na parte musical como lírica, os cantautores exteriorizam o que lhes vai na alma, o que lhes corre nas veias, o que lhes corrói os ossos. Do mais metafísico ao mais terreno, do amargurado ao desprendido de tudo, do que se perde em sonhos ao que tem os pés bem assentes no chão, todos têm lugar.

cartaz-01bbbcvvcd.jpg

MUNICÍPIO DE FAFE COMEMORA DIA MUNDIAL DA PROTEÇÃO CIVIL

Apresentada primeira ‘Aldeia Segura, Pessoas Seguras’ em Aboim

O Município de Fafe celebra, a 1 de março, o Dia Mundial da Proteção Civil com um conjunto de atividades que envolve várias entidades do concelho e se debruçam sobre a prevenção e a coordenação de esforços em caso de emergência ou calamidade e a educação para o risco.

PROTEÇAOCIVIL-CARTAZ-01.jpg

As comemorações começam logo pelas 10h00, com a apresentação pública da primeira “Aldeia Segura, Pessoas Seguras”, na Aldeia de Mós, na União de Freguesias de Aboim, Felgueiras, Gontim e Pedraído.

Recorde-se que o programa “Aldeia Segura, Pessoas Seguras”, foi apresentado após os grandes incêndios de 2017, e destina-se a estabelecer medidas estruturais para a proteção de pessoas e bens. Com esse intuito, foram definidos um conjunto de medidas de autoproteção (organização e procedimentos) tendentes a limitar as suas consequências, promovendo a segurança e a salvaguarda de pessoas e bens materiais da Aldeia de Mós e dos seus habitantes quando afetado por um incêndio rural.

Durante o período da tarde, as atividades serão voltadas para a comunidade escolar, e realizar-se-ão na escola EB2/3 de Stª. Cristina, com uma Exposição de Meios e Equipamentos, Mass Training de Suporte Básico de Vida e Ações de Sensibilização, com a intervenção dos vários Agentes de Proteção Civil.

As comemorações do Dia Mundial da Proteção Civil encerram no dia 12 de Março com a realização de um Exercício de Decisão para teste do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil.

Esta é uma iniciativa do Município de Fafe através do Serviço Municipal de Proteção Civil e conta com a colaboração e participação da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Bombeiros Voluntários de Fafe, GNR, GIPS, Instituto Nacional de Emergência Médica, Delegação de Fafe da Cruz Vermelha Portuguesa, Cofafe, Unidade Local de Proteção Civil de Agrela e Serafão,  União de Freguesias de Aboim, Felgueiras, Gontim e Pedraído e da Escola EB 2/3 de Arões Stª Cristina.

FAFE ESTIMULA PRÁTICA DA LEITURA

Fafe cumpriu fase municipal do Concurso Nacional de Leitura

Realizou-se esta segunda-feira, nas instalações da Biblioteca Municipal de Fafe, a fase municipal do Concurso Nacional de Leitura (13ª edição), na qual participaram 22 candidatos dos vários estabelecimentos de ensino, distribuídos pelos vários níveis de ensino.

810_9332A.jpg

O objectivo central do CNL é estimular hábitos de leitura e pôr à prova competências de Expressão escrita e oral nas crianças e jovens, neste caso do Concelho de Fafe. 

O júri foi contituido pelo Coordenador Interconcelhio das Bibliotecas Escolares, Rui Festa, Coordenadora da Biblioteca Municipal, Natércia Baptista, e pelo Chefe de Divisão da Educação, Cultura e Desporto, Artur Coimbra.

Para o apuramento dos finalistas, procedeu-se a dois tipos de provas: escrita e oral. Os procedimentos da prova escrita foram os mesmos para os vários níveis de ensino e a prova oral teve dois momentos: leitura expressiva e prova do improviso.

810_9337A.jpg

Foram aprovados quatro alunos por cada nível de ensino que  irão representar o Concelho de Fafe na próxima fase do Concurso Nacional de Leitura, a fase Intermunicipal, a realizar em data e local ainda a determinar e que foram os seguintes:

1º ciclo:

. Ana Teresa Lopes Soares

. Lara Sampaio Marques

. Mara Cristiana Fraga Leite

. Miguel Castro Varela

2º ciclo:

. Andreia Ying

. João Freitas Sousa

. Margarida Clara Lemos

. Maria Inês Mendes

3º ciclo:

. Ana Filipa Costa Silva

. Inês Guise Silva

. Joana Catarina Ramalho

. Maria Ana Freitas

Secundário (apenas dois alunos inscritos):

. Petra Fonseca Costa

. Tomás Barros

O Município agradece aos alunos que participaram nesta fase, com as suas competentes leituras e as suas graciosas improvisações, bem como aos professores e encarregados de educação que tornaram aquela presença possível.

810_9339A.jpg

810_9341A.jpg

810_9345A.jpg

810_9351A.jpg

810_9354A.jpg

810_9355A (1).jpg

EMOÇÃO REGRESSOU AO RALLY SERRAS DE FAFE

Rally Serras de Fafe com marca de sucesso: Dani Sordo sagra-se vencedor desta 32ª edição

A emoção e o espetáculo do automobilismo regressaram este fim de semana, com o 32º Rally Serras de Fafe. Dani Sordo foi o grande vencedor desta edição. Ricardo Teodósio ocupou o segundo lugar do pódio e Miguel Barbosa arrecadou a terceira posição.

500_3393A.jpg

A super-especial “Fafe Street Stage”, atestou, novamente, a satisfação do público, com milhares de pessoas a encher as ruas da cidade e a vibrar a cada passagem. Também as Serras de Fafe tiveram um outro encanto ao tornarem-se palco de provas fantásticas, num ambiente memorável.

O Rali Serras de Fafe 2019 voltou abrir o Campeonato de Portugal de Ralis (CPR), e pontuou para o European Rally Trophy (ERT), Iberian Rally Trophy (IRT) e ainda para a Taça FPAK de Ralis de Terra.

500_3422A.jpg

A prova de abertura contou 77 pilotos inscritos, 59 equipas do CPR e 26 carros R5, e ainda a presença de cinco antigos campeões nacionais. Armindo Araújo e Bruno Magalhães, em Hyundai, José Pedro Fontes, em Citroën, Pedro Meireles, com um Volkswagen, e Ricardo Moura, em Skoda, foram alguns dos principais animadores do campeonato, aos quais se juntaram Miguel Barbosa (Skoda) e Ricardo Teodósio (Skoda).

500_3468A.jpg

Dani Sordo, vencedor desta 32ª edição do Rally Serras de Fafe, revelou “estar satisfeito com esta vitória e com o ritmo que ganhou aqui em Fafe para as provas no México. Esta foi uma prova interessante, muito bonita, com muitas pessoas a assistir e muitos pilotos. Desfrutámos imenso e estamos satisfeitos.”

500_3627A.jpg

Parcídio Summavielle, Vice Presidente do Município de Fafe e Vereador responsável pelos Rallis e, reconheceu que “o Rally correu muito bem. Estamos muito felizes e aliviados por tudo ter corrido tão bem, sobretudo na Super Especial que é um risco, mas que correu bem.

Um agradecimento especial ao público que teve um comportamento exemplar. O público tem estado connosco. Um agradecimento também a todos que estiveram envolvidos nesta edição do Serras de Fafe e que tudo fizeram para que esta edição corresse tão bem.”

Este ‘casamento’ com a DEMOPORTO já dura há 32 anos e espero que chegue às bodas de ouro. Este casamento está para durar e queremos muito mais. A Câmara irá fazer para ter, em Fafe, muito mais no que ao Rally diz respeito.

Um bem haja aos concorrentes e às equipas pelo profissionalismo e entrega em claro, à Federação por acarinhar a aposta do Município de Fafe nos Rallis.”

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, aproveitou a ocasião para “felicitar todos os participantes da prova e agradecer a colaboração dos milhares de espectadores que assistiram às várias classificativas e permitiram que este Rally Serras de Fafe fosse um verdadeiro sucesso. Fafe mostrou, uma vez mais, ser a verdadeira Catedral dos Rallys. Estamos muito satisfeitos e orgulhosos pela forma como decorreu esta 32ª edição do Rally Serras de Fafe.”

500_3923A.jpg

500_3996A.jpg

500_4077A.jpg

810_8940A.jpg

810_8948A.jpg

810_8953A.jpg

810_8967A.jpg

810_8979A.jpg

810_9180A.jpg

IMG_2730.JPG

IMG_2775.JPG

PódioRali.jpg

FAFENSES FESTEJAM O CARNAVAL

Crianças e Idosos celebram o Carnaval em Fafe

Os festejos do Carnaval em Fafe começam esta sexta-feira, dia 1, com o Desfile das Escolas que contará com a participação de mais de 2500 de crianças das escolas e jardins de infância do concelho que, vestidas a rigor, desfilarão pelas principais ruas da cidade. Um momento que leva inúmeras pessoas à rua e que alegra o centro da cidade, com muita música, cor, folia e fantasia.

À tarde, é a vez do Baile de Carnaval Sénior. Mais de 400 idosos já confirmaram a sua presença nesta que é uma festa já tradicional e que leva alegria e animação aos nossos seniores. O encontro está marcado para a Casa do Gandião, a partir das 14h30.

PROFESSOR ANTÓNIO PEDRO MARTINS LEVA A FAFE OFICINA DE FORMAÇÃO INTENSIVA EM COMUNICAÇÃO NÃO VIOLENTA

Ciclo de Encontros FAFéDUCAÇÃO debate ‘Educar com Sentido’. António Pedro Martins em Fafe

Este mês, o Ciclo de Encontros FAFéDUCAÇÃO continua com nova temática e novos convidados. Subordinado ao tema “Educar Com Sentido”, este encontro será dinamizado pelo professor António Pedro Martins, que traz até Fafe uma Oficina de Formação Intensiva em Comunicação Não Violenta: "Educar para uma vida cheia de sentido."

A sessão, que decorre no próximo Sábado, na Biblioteca Municipal, tem inicio marcado para as 9h30. Destina-se a pais, educadores e pessoas de todas as áreas que trabalham com crianças e jovens. Esta oficina assenta num novo modelo de educação e de sociedade alicerçado no "poder com o outro" em vez do "poder sobre o outro", tão tradicional nas famílias e nas escolas. Cabe às famílias e às escolas proporcionarem às crianças e aos jovens todas as condições para que possam desenvolver os seus dons e capacidades e, assim, poderem ter uma vida cheia de significado, prosperidade e abundância.

Haverá também oportunidade para trabalhar situações de conflito, dificuldades de comunicação (de escutar e/ou ser escutado).

As crianças são bem-vindas dado que terão lugar sessões paralelas destinadas ao público mais jovem. Neste sábado de manhã teremos eco-oficinas para dar asa à imaginação e de tarde Jorge De Carvalho dinamizará a oficina de música: "O ritmo da percussão".

Recorde-se que o Ciclo de Encontros FAFéDUCAÇÃO é uma iniciativa que pretende ser um espaço de discussão e partilha sobre os desafios e as possibilidades em torno do tema da Educação. Os Encontros FAFéDUCAÇÃO resultam de uma parceria entre a Câmara Municipal de Fafe e a Comunidade de Aprendizagem 7 Pétalas e têm como objetivo sensibilizar a comunidade para outras formas de educar. .

Os encontros têm periodicidade mensal e a participação nos mesmos é gratuita. 

CONCELHIA DE FAFE DO PARTIDO SOCIALISTA REÚNE EM FORNELOS

O Secretariado do Partido Socialista em Fafe no âmbito do plano de ação político estratégico delineado para o mandato de 2018/2020, iniciou na passada sexta-feira (15 de fevereiro) em Fornelos, a primeira de várias outras reuniões do órgão executivo da Secção pelas freguesias do concelho.

Apsforn (1).jpg

Este ciclo de visitas pelas freguesias do concelho de Fafe tem com principais objetivos envolver e dialogar com os militantes e simpatizantes do PS e da JS; avaliar e conhecer a realidade de cada freguesia, em particular as suas atividades, anseios e projetos; aproximar os cidadãos da política e sobretudo das propostas socialistas, de modo a sensibilizar os eleitores a votar nas próximas Eleições Europeias e Legislativas; e divulgar boas práticas autárquicas que possam ser replicadas no concelho.

No decurso da iniciativa que reuniu militantes e simpatizantes do PS e da JS, assim como membros do Secretariado e do Executivo da Junta de Freguesia de Fornelos, o Presidente da Concelhia do PS-Fafe, Daniel Bastos, o Presidente da Junta de Freguesia de Fornelos, David Fernandes, e a líder da JS-Fafe, Marisa Brochado, confluíram na importância destas iniciativas políticas de proximidade para a promoção de um conhecimento sustentado sobre a realidade territorial fafense, assim como para a coesão, fortalecimento e militância socialista local.

Apsforn (2).jpg

MUNICÍPIO DE FAFE PROMOVE MONTARIA AO JAVALI

Inscrições de 21 a 24 de Fevereiro

No próximo dia 24 de Fevereiro, o Município de Fafe promove a habitual Montaria ao javali.

MONTARIA-JAVALI-POST-01.png

A iniciativa tem início marcado para as 08h00, altura da concentração na Câmara Municipal e sorteio das 100 portas.

Por volta das 9h00, será servido o pequeno-almoço, na cantina da Câmara Municipal de Fafe, seguindo-se a deslocação para a mancha da montaria, a partir das 10h00.

Às 11h00 inicia-se, finalmente, a montaria ao javali, que só terminará por volta das 15h00.

O almoço com todos os caçadores está marcado para as 16h00, leiloando-se, depois, os exemplares abatidos.

As inscrições para a participação na Montaria terão lugar nos dias 21, 22 e 24 de Fevereiro, nos serviços de atendimento da Câmara Municipal de Fafe.

As taxas a pagar pelos participantes vão desde os 12,50€ (caçadores de tipo A - desconto de 50% conforme Plano de Exploração Anual) aos50€ (caçadores de tipo D).

Relembre-se que o almoço terá também o custo de 15€ por pessoa, bem como por acompanhante.

Os caçadores participantes poderão estacionar na Praça Mártires do Fascismo, de forma gratuita.

Esta iniciativa tem o apoio da Associação de Caça e Pesca Montes de Fafe, do Clube de Caça e Pesca de Fafe e do Clube Lazer, Entretenimento S. Lourenço S. Gens.

SECRETÁRIO DE ESTADO DA ECONOMIA VISITA FAFE

Governante ouve as preocupações das empresas têxteis da região do Vale do Ave

O Secretário de Estado da Economia, João Neves, esteve, esta manhã, em Fafe para visitar a empresa Gravotêxtil, no âmbito de uma ação de contacto com o setor têxtil e vestuário da região do Vale do Ave.

500_2320A.jpg

O Governante explicou no momento que “Estas visitas servem para ver os aspetos positivos das empresas, bem como conhecer as dificuldades. Na nossa história da indústria têxtil já muitos vaticinaram que ela iria desaparecer e, hoje, percebemos que as empresas conseguiram encontrar soluções, mudar o que era preciso mudar, ser competitivos. E aquilo que desejamos é também isso: encontrar novas soluções agora que os mercados estão a mudar. Conversar sobre os problemas é também conversar sobre as soluções que podemos ter, o que é fundamental.”

Sobre o que viu em Fafe, João Neves, revelou que a Gravotêxtil “é uma empresa bem organizada, com capacidade de construir as soluções que o mercado exige. Presta um bom serviço, de qualidade, faz bons investimentos e acompanha aquilo que são as tendências da evolução industrial tornando-se, por isso, competitiva.

Num mundo globalizado como o que vivemos, não é simples manter a qualidade de serviço e responder às necessidades do mercado, valorizando aquilo que é feito. Esta empresa é um bom exemplo do que é necessário fazer. As empresas que têm mais dificuldades devem fazer um percurso assim, que as permita ser mais sólidas, ter capitais próprios mais fortes, encontrar os clientes mais ajustados e encontra soluções.”

500_2344A.jpg

O Governante falou ainda a propósito do decréscimo com o Grupo Inditex.

A Inditex tem feito um percurso da diminuição das compras em Portugal que já não é de agora. Desde 2016, que vimos sentindo esse decréscimo.

Apesar destas diminuições, as empresas têm conseguido encontrar soluções, o que é muito importante. Temos que ter consciência que sempre que estamos dependentes de apenas um cliente, os problemas aparecerão algum dia. É fundamental que as empresas encontrarem soluções noutros clientes de dimensão e que isso se faça com alguma tranquilidade.”

Ramiro Ferreira, representante do Grupo Gravotêxtil, empresa sediada no concelho há 30 anos e com cerca de 180 colaboradores, revelou que “Estas visitas são muito boas, porque, apesar de os municípios terem departamentos que estão em contacto com as empresas do concelho, é importante que a tutela venha ao terreno perceber o que se passa.

E esta visita foi interessante porque tentamos fazer ver ao Secretário de Estado a preocupação que sentimos relativamente à produção para o Grupo Inditex. Estamos a ficar pouco competitivos e, por isso, apelamos ao Governo que nos ajude neste sentido, tentando diminuir alguns custos de produção, como a energia ou a água.”

Esta zona vive essencialmente do têxtil e é importante rever esta situação. A maior parte dos nossos funcionários são de Fafe e, por isso, é outra preocupação e questão que temos que assegurar.”, alertou.

Parcidio Summavielle, Vice Presidente da Câmara Municipal de Fafe, começou por “agradecer ao Secretário de Estado esta visita e à Gravotêxtil por tão amavelmente nos ter recebido. Tudo o que podemos fazer para ajudar os nossos empresários é pouco. Nós precisamos que o tecido  produtivo seja forte. Como sabem, estamos a fazer grandes investimentos nesta área, com o Nó de Arões e Zona Industrial de Regadas.

Claro que há alguns constrangimentos que não podemos ser nós a resolver, mas há coisas que podemos ajudar. Foi bom termos ouvido algumas destas questões para perceber o que também a Câmara pode fazer para ajudar estes empresários, pois sabemos que apoiando as empresas, estamos também a ajudar Fafe e a população de Fafe.

É fundamental que o Governo faça este caminho que hoje se fez aqui, de contacto com as empresas, no terreno.”

810_8027A.jpg

810_8038A.jpg

810_8054A.jpg

810_8076A.jpg

810_8103A.jpg

810_8116A.jpg

810_8118A.jpg

810_8153A.jpg