Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO RECEBE BASTONÁRIO DA ORDEM DOS ADVOGADOS EM FAFE

Guilherme Figueiredo, Bastonário da Ordem dos Advogados, foi recebido, esta tarde, pelo Presidente da Câmara Municipal, nos Paços do Concelho, durante a sua visita a Fafe.

500_0458A

Inserida na iniciativa “Bastonato de Proximidade”, Guilherme Figueiredo pretende conhecer a realidade da advocacia local e partilhar actividade que está a ser desenvolvida pelo Conselho Geral.

Na ocasião, Raul Cunha revelou “a sua satisfação por receber o Bastonário da Ordem dos Advogados na casa dos fafenses nesta que é uma iniciativa de proximidade com os profissionais da área e que devemos louvar. Os advogados são, acima de tudo, não só defensores da justiça, mas também dos direitos, das liberdades e garantias dos cidadãos. Em Fafe, são um grupo profissional grande, existem cerca de 100 advogados, e com o qual temos um relação de respeito, confiança e cooperação.”

O Presidente da Câmara Municipal aproveitou o momento para lançar o desafio a Guilherme Figueiredo para participar no Encontro Internacional de Causas e Valores da Humanidade - Terra Justa, um evento que reflecte sobre as grandes causas da Humanidade.

“Numa terra que se preza ser uma terra justa, temos preservado os valores da justiça e igualdade, promovendo, inclusive, um evento – o Encontro Terra Justa - onde procuramos, durante vários dias, reflectir sobre os valores, os princípios e causas da sociedade actual.

Nós temos procurado que este não seja um Congresso da Justiça, mas, neste quadro de reflexão sobre a justiça, ter um momento onde possamos reflectir sobre os problemas da Justiça enquanto órgão de soberania e, nesse sentido, gostaríamos de poder contar consigo.”

Na altura, foram ainda abordados alguns dos problemas verificados com o Tribunal de Fafe, nomeadamente com a edificação e o espaço físico.

Guilherme Figueiredo revelou, na ocasião, “o ‘Bastonato de Proximidade’ iniciou-se de uma forma mais estreita apenas de diálogo com os colegas e, agora, estendeu-se aos Tribunais, ao edificado e à reunião e contacto com as Autarquias.

Esta deslocação às localidades pretende ter um conhecimento mais profundo e directo daquilo que são os problemas e naquilo em que é preciso trabalhar.”

“Os advogados são, como já foi dito, uma peça fundamental na Justiça, mas também daquilo que é o Estado de Direito Democrático.”

“Uma das nossas preocupações relaciona-se também com o edificado e acreditamos que quantos mais Tribunais existirem no país, estamos mais aptos a resolver as questões que nos são colocadas.” concluiu.

810_6867A

810_6869A

FAFE ASSINALA DIA EUROPEU SEM CARROS

O Município de Fafe vai assinalar o Dia Europeu Sem Carros, no próximo sábado, 22 de setembro, com um conjunto de iniciativas no centro da cidade.

convite-digital-22set-06-06

Com a parceria de várias associações locais, o programa, integrado na Semana Europeia da Mobilidade, contempla sessões de dança, karaté, kickboxing, patinagem, música, mass-training, atletismo, ciclismo, Workshops de segurança e proteção ambiental, entre muitas outras iniciativas de entrada livre e abertas a toda a população.

Durante a manhã, a partir das 10h00, decorrerá ainda o Peddy Paper subordinado ao tema 'O Património Local', com prémios para os três primeiros grupos vencedores. A participação nesta atividade implica a inscrição através do email geral@cm-fafe.pt ou na Loja Interactiva de Turismo.

O Museu das Migrações e das comunidades e o Museu Regional da Imprensa estarão abertos ao público, com entrada livre.

A Semana Europeia da Mobilidade pretende encorajar as autoridades locais e os cidadãos a olhar para a mobilidade sustentável e inteligente como um investimento para a Europa. A investigação mostra que, através de escolhas de mobilidade mais inteligentes, podemos contribuir de forma determinante para a economia coletiva.

2018 é o “ano da multimodalidade”. Sob o mote “Combina e Move-te”, a Comissão pretende fomentar a importância da multimodalidade no sistema de transporte da União Europeia.

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, explica que “estas iniciativas procuram alertar para a necessidade de uma mobilidade sustentável e vão trazer um ritmo diferente ao tecido urbano. Este ano, em parceria com várias associações locais, vamos proporcionar um dia repleto de atividades em que todos podem participar.

Com isto, queremos promover formas de deslocação mais saudáveis e amigas do ambiente.

São iniciativas que o Município procura que ganhem visibilidade e que despertem consciências para as questões da mobilidade e da qualidade de vida urbana.”

Recorde-se que, no dia 22 de Setembro, o trânsito estará interdito no centro da cidade. 

Planta ZSTA - Dia Europeu Sem Carros

MUNICÍPIO DE FAFE APOIA DESPORTO LOCAL

Câmara de Fafe mantém apoio no desporto local. Freguesia de Regadas já tem relvado sintético

O Grupo Cultural e Desportivo de Regadas inaugurou, no Sábado, o relvado sintético no Campo de Futebol das Cerdeirinhas.

500_0126A

Um investimento de 250 mil euros, que contou com o apoio da Câmara Municipal, e que todos consideram uma grande conquista para o Clube e para a freguesia.

Domingos Lobo, Presidente do Grupo Cultural e Desportivo de Regadas, revelou que “este dia será um ponto de partida para uma nova era. Este é um campo de todos e para todos, sempre ao serviço da freguesia.”

Laura Alves, Presidente de Junta de Regadas, recorda que “esta era uma aspiração de há muitos anos. A partir de agora, o Grupo Desportivo passa a ter melhores condições para a prática de futebol. Para nós, regadenses, é também um motivo de orgulho e alegria. Um agradecimento especial a todos os que contribuíram para que este relvado fosse possível.”

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, reconheceu que este “é um momento grande para Regadas e para Fafe. Hoje, mais uma vez, conseguimos concretizar uma ambição antiga do povo de Regadas. Este Relvado Sintético faz justiça, porque o Grupo Desportivo que aqui praticava futebol não tinhas as mesmas condições que os seus adversários. Era provavelmente o único Clube que não tinha um relvado com esta qualidade.”

“Este campo de futebol foi possível juntando a boa vontade de todas as forças políticas que compõem o Executivo Camarário que votaram, por unanimidade, a atribuição deste apoio. Isto é um exemplo de que, quando damos as mãos, é possível concretizar os objectivos e aspirações dos fafenses e contribuírmos para um concelho mais desenvolvido.”

810_6641A

810_6654A

810_6671A

810_6682A

810_6690A

810_6695A

810_6714A

OS EMPRESÁRIOS DA DIÁSPORA E A VALORIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO NACIONAL

Daniel Bastos

  • Crónica de Daniel Bastos

No início do mês de setembro, foi conhecido que um grupo de emigrantes madeirenses, que até à data não pretendem ser identificados, adquiriu o Forte de São José, também conhecido como Forte do Ilhéu, Forte da Pontinha ou Bateria da Pontinha, uma histórica fortificação madeirense localizada na freguesia da Sé, na cidade e concelho do Funchal.

Construído em meados do século XVIII, o Forte de São José é o local da primeira fortificação madeirense, na época do seu descobrimento. Espaço primevo de abrigo aos descobridores da ilha, o antigo baluarte foi com o decurso do tempo pouco valorizado enquanto património histórico, arquitetónico e cultural regional e nacional, tendo no final do séc. XX o mesma sido adquirido por um particular, e recentemente por um grupo empresarial de emigrantes que tem em vista a recuperação e valorização desta original estrutura patrimonial, cultural e histórica.

A ação benemérita e empreendedora deste grupo de emigrantes, cuja intenção visa a breve trecho abrir o Forte de São José ao público, com um núcleo museológico e com um bar de apoio, é reveladora das potencialidades da diáspora portuguesa, e em particular dos emigrantes-empresários na recuperação e valorização de património imobiliário público nacional.

Conquanto o conhecimento, estudo, proteção, valorização e divulgação do património cultural, constituam um dever do Estado, que assim assegura a transmissão de uma herança nacional, cuja continuidade e enriquecimento visa unir as gerações num percurso civilizacional singular, a escassez de recursos aliada à inadiável necessidade de salvaguardar património público que se encontra devoluto, impeliu o Governo a criar nesta área de atuação o programa Revive.

Lançado em 2016 pelos ministérios das Finanças, Cultura e Economia, o programa Revive permite concessionar a investidores privados património público que se encontra devoluto tornando-o apto para afetação a uma atividade económica com finalidade turística, e assim gerar riqueza e postos de trabalho. Trata-se de um projeto importante para a salvaguarda da identidade histórica, cultural e social do país, e um elemento potenciador do turismo e riqueza das regiões, que pode seguramente alcançar uma maior atratividade e dinâmica se for bem divulgado junto dos empresários portugueses espalhados pelo mundo.

FAFE CELEBRA SEMANA SÉNIOR

Programa com diversas actividades que culmina com o Dia Internacional Sénior na Quinta da Malafaia

É já no final deste mês que o Município de Fafe promove a habitual Semana Sénior. De 24 de Setembro a 1 de Outubro, estão previstas diversas actividades que prometem muita animação para os idosos do nosso concelho.

DSA_2932

As comemorações arrancam logo no dia 24, com o Concurso de Jogos de Mesa, na Sede da ARPIFAFE. Na terça-feira, 25, o dia é dedicado ao cinema, com a exibição do filme “Soldado Milhões” na Sala Manoel Oliveira.

A tarde de quarta-feira, 26 de Setembro, é reservada para a música com um espetáculo de Fado, no Teatro Cinema.

Os bilhetes para ambas as sessões estão disponíveis na Loja Interactiva de Turismo, a partir de dia 17.

O dia 27 é dedicado à dança, numa tarde repleta de animação e música no Praça da Música. A partir das 14h00, o Município disponibiliza transporte no Pavilhão Multiusos.

Na sexta-feira, contaremos com um concerto da Orquestra de Fafe, no Jardim do Calvário, a partir das 21h00.

O Dia Internacional Sénior, celebrado a 1 de Outubro, encerra esta Semana Sénior com a ida à Quinta da Malafaia, um dia já habitual e bem animado.

As inscrições devem ser feitas na Junta de Freguesia da Residência, a partir de dia 19.

Recorde-se que em todas as actividades, os idosos devem fazer-se acompanhar do cartão municipal sénior. Os bilhetes são entregues ao próprio ou ao cônjuge.

DSA_2164A

DSA_2255A

DSA_2334A

DSA_2832

GRAFFITI DÁ MAIS COR A FAFE

Café Cultural destaca arte urbana e teatro. Projecto já coloriu vários espaços da cidade com graffiti

O Projecto Café Cultural Residências Artísticas está de regresso este mês. Com o Graffiti e o Teatro em destaque, o Café Cultural tem conquistado o agrado do público.

cafecultural-marco-cartaz

Em Setembro, Fafe acolhe o graffiter mexicano Spaike Spike e Camilo Sapiens, artista também ligado a esta arte. Giuliana Maria, atriz brasileira, também marca presença nestas Residências Artísticas.

A 19 de Setembro, na Cercifaf, decorrerá um Workshop de Teatro com Giuliana Maria; No dia 25, Camilo Sapiens dará um workshop de graffiti em Arões Santa Cristina, contando aqui com a presença de vários idosos da freguesia. 

Os Graffitis são apresentados, a 28 de Setembro, no Parque da Cidade. No mesmo dia, à noite, terminam as Residências Artísticas com o monólogo “Batatas fritas em óleo quente”, da autoria de Vicente Coda, na Sala Manoel Oliveira.

O Café Cultural é um projecto, criado numa parceria entre o Município de Fafe e a organização Café Cultural do artista plástico e produtor brasileiro, Vicente Coda, que estimula as mais variadas linguagens artísticas através do acolhimento e de interacção. Atá ao momento, foram vários os artistas, de diferentes áreas, desde música, teatro e graffiti, que passaram por Fafe, proporcionado momentos de partilha, inspiração e arte.

Recorde-se que todas estas iniciativas são de entrada livre.

Capturar1

Capturar2

Capturar3

Capturar4

Capturar5

Capturar6

FAFE PROMOVE ACÇÕES DE PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS

“Educar (com) o Coração” : projecto de desenvolvimento de competências socioemocionais e prevenção do bullying

À semelhança do ano lectivo passado, também este ano, o Município de Fafe e o Centro de Saúde são parceiros no projecto ‘Educar (com) o coração’, uma iniciativa que nasceu da preocupação crescente das escolas e da saúde com a problemática da violência, nomeadamente o bullying.

No ano lectivo 2017/2018, este projecto, que tem como base a capacitação das crianças, pais, encarregados de educação e docentes ao nível da regulação emocional, foi desenvolvido no Agrupamento de Escolas Carlos Teixeira, com o envolvimento de 346 crianças do 1º ciclo.

Nas Jornadas de Saúde em Contexto Educativo, que decorreram no ano passado, em Lousada, o Município de Fafe alcançou o primeiro lugar com a apresentação de uma imagem representativa do projecto.

Este ano, pretende-se dar continuidade ao mesmo integrando também os agrupamentos que ainda não foram alvo.

O Presidente do Município de Fafe, Raul Cunha, reconhece que “o projecto ‘Educar (com) o coração’ é uma iniciativa muito bem sucedida. Pretende-se ajudar as crianças a reconhecer e gerir emoções e incentivar a generosidade, a solidariedade e outros valores que contribuam para criar uma cultura de respeito por si e pelo outro na escola e na comunidade.”

Print

SALVADOR MARTINHA VAI FAZER HUMOR EM FAFE

O humorista Salvador Martinha apresenta no dia 9 de Novembro, no Teatro Cinema de Fafe, o espetáculo “Cabeça Ausente”.

13087408_1006956686065766_4005320552394549169_n

Um dos maiores humoristas portugueses de sempre, Salvador Martinha, prepara uma nova digressão pelo país e o seu novo espectáculo vai passar por Fafe.

Este espectáculo é, de certo modo, o aquecimento para o festival ‘Rock With Benefits’ que trará Miguel Araújo, a Fafe, já no final do mês de Novembro.

A 8ª edição do Rock with Benefits tem data marcada para os dias 30 de Novembro e 1 de Dezembro, no Teatro Cinema de Fafe.

Os bilhetes já se encontram à venda online através da Last2Ticket e na Loja Interactiva de Turismo (Praça 25 de Abril).

41524011_1832147320166055_7709806371830497280_n

AGOSTO, EMIGRANTES E ECONOMIA

  • Crónica de Daniel Bastos

Os dados mais recentes do desempenho da economia portuguesa, que tem mantido nos últimos anos uma trajetória de incremento, sustentam que no passado mês de agosto assistiu-se a uma forte dinâmica de crescimento alavancada no costumado regresso dos emigrantes à terra natal durante o período estival.

Daniel Bastos

A dinâmica económica resultante do regresso a casa nas férias de Verão de milhares de compatriotas que vivem e trabalham no estrangeiro, teve um impacto considerável ao nível da restauração e hotelaria, assim como ao nível do comércio. Segundo a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), a maior confederação empresarial do país, no segmento alimentar há inclusivamente lojas que registaram vendas em agosto superiores às habitualmente obtidas na quadra natalícia, época em que os estabelecimentos anseiam pelo potencial aumento de consumo.

As palavras de João Vieira Lopes, presidente da CCP, são inequívocas sobre o impacto económico do regresso dos emigrantes no Verão ao território nacional, com particular incidência no Centro e Norte, e sobretudo nas áreas do segmento alimentar:” Há lojas que conseguem faturar mais em agosto, com a vinda dos emigrantes, do que em dezembro, com o Natal”.

O dirigente da CCP salienta em especial, as vendas de vinho do Porto que os emigrantes “compram muito para levar e oferecer aos patrões e amigos”, assim como vestuário e calçado, “com preços mais atrativos em Portugal”, e eletrodomésticos e mobiliário.

A dinâmica que se verificou em agosto foi transversal a outras áreas da economia nacional, como por exemplo, no imobiliário, setor onde muitos emigrantes próximos da reforma e do regresso definitivo a Portugal continuam a aplicar as suas remessas, que continuam a aumentar não obstante o número de portugueses a saírem para o estrageiro estarem a recuar. Neste último campo, os dados continuam a indicar a França como a principal fonte das remessas dos emigrantes portugueses, embora o Reino Unido seja agora o principal destino dos novos emigrantes.

Pelos contributos atuais e vindouros, mas também pelas dinâmicas do passado, malgrado as causas e consequências negativas da emigração, o país contínua a ter nos emigrantes importantes catalisadores do seu desenvolvimento, e justos merecedores da nossa profunda admiração e respeito pelas suas trajetórias de vida.

FAFE PROMOVE EMPREENDEDORISMO SOCIAL

Bootcamp ASA realiza-se em Fafe. Iniciativa promove inovação e empreendedorismo social

Fafe recebe, na próxima semana, de 12 a 14 de Setembro, o Bootcamp ASA (Ave Social Angels), uma iniciativa de promoção da inovação e empreendedorismo social.

O objectivo é desafiar jovens da região a apresentar e desenvolver ideias inovadoras com impacto social em quatro áreas problemáticas: Desemprego e Qualificação Profissional, Mobilidade, Integração Social de Pessoas com Deficiência e Envelhecimento da População.

Estes jovens foram seleccionados na Social Innovathon, que se realizou na Póvoa de Lanhoso, em Julho, tendo sido convidados para o Bootcamp ASA Fafe 40 jovens provenientes de vários concelhos do Ave.

No Arquivo Municipal de Fafe, ao longo dos três dias, haverá momentos de capacitação, diversão, lazer e de partilha. No final do terceiro dia, numPitch de 3 minutos, cada empreendedor fará uma apresentação da ideia que desenvolveu ao longo do Social Innovathon e que aprimorou no Bootcamp ASA. O júri será constituído por representantes das comunidades empreendedoras do ASA.

Relembre-se que o ASA - Ave Social Angels é uma Iniciativa de Inovação e Empreendedorismo Social que visa o combate ao desemprego jovem, através da promoção da empregabilidade, do fomento de competências empreendedoras, do apoio à criação de micronegócios e de iniciativas de empreendedorismo social, com base num modelo ativo e inovador de comunidades empreendedoras locais.

A abertura do Boot Camp ASA acontece na próxima quarta-feira, 12 de Setembro, no Arquivo Municipal, a partir das 17h00.

A PEREGRINAÇÃO DO MIGRANTE E DO REFUGIADO EM FÁTIMA

Daniel Bastos

  • Crónica de Daniel Bastos

Nos passados dias 12 e 13 de agosto realizou-se, mais uma vez, a tradicional Peregrinação do Migrante e do Refugiado em Fátima, um dos mais importantes santuários marianos do mundo, e um dos mais emblemáticos locais de peregrinação cristã e devoção católica em todo o mundo.

A jornada de fé e devoção, que assinala a quarta Aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos, marcou o arranque da Semana Nacional das Migrações, congregando na Cova da Iria, migrantes de várias partes do mundo.

Este ano, o tema da 46.ª Semana Nacional das Migrações promovida pela Obra Católica Portuguesa das Migrações, da Conferência Episcopal Portuguesa, centrou-se na frase basilar “Cada forasteiro é ocasião de encontro – Migrantes e refugiados no caminho para Cristo”. Na esteira da mensagem e da ação que o Papa Francisco tem dedicado aos migrantes e refugiados, e no reiterado pedido do chefe da Igreja Católica à comunidade internacional e aos fiéis para não abandonarem os migrantes e refugiados.

A opção por esta temática atual e premente, que a comunidade internacional parece incapaz de resolver, foi modelarmente elucidada por D. António Vitalino, vogal da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana: “Perante o drama dos refugiados, que fogem à guerra, à fome, à seca e à pobreza, muitos morrendo pelos caminhos perigosos, vítimas de máfias sem escrúpulos, como cristãos e seres humanos não podemos ficar insensíveis a tudo isto”.

Ainda na conferência de imprensa que antecedeu as cerimónias, o Cardeal D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, vincou o “drama humanitário da transmigração epocal de povos que se dirigem à Europa, vindos do Médio-Oriente e de África”. Caraterizando as vagas crescentes destes refugiados e migrantes que todos os dias tentam entrar no Velho Continente, como “um exército de pobres que aqui chega, após dois anos de viagem pelo norte de África. Não estão em causa os números, mas pessoas concretas, com uma história, uma cultura, uma família, sentimentos, dramas e aspirações”.

Neste sentido, é de enaltecer a defesa reiterada do respeito e dignidade dos migrantes e refugiados que a Igreja Católica tem sustentado no mundo atual, assim como o seu papel de coesão e identidade que ao longo dos anos tem desempenhado no seio das comunidades portuguesas.

MUNICÍPIO DE FAFE APOIA JOVENS UNIVERSITÁRIOS

Mais de 1200 Bolsas de Estudo atribuídas. 800 mil euros de investimento

Desde que foi criado o Programa de Atribuição de Bolsas de Estudos aos Alunos do Ensino Superior, no ano de 2014, já foram atribuídas um total de 1237 bolsas em Fafe.

Num apoio total que ronda os 800 mil euros, o Programa de Apoio aos Alunos do Ensino Superior é um dos programas de apoio com maior procura no concelho, tendo-se registado, desde 2014 até à actualidade, um aumento de cerca de 300 alunos abrangidos por este programa (em 2014, 131 jovens receberam bolsa de estudo e este ano, foram atribuídas 431 bolsas).

Raul Cunha explica que “esta bolsa de estudo é uma prestação pecuniária complementar, aos apoios económicos dos estabelecimentos de ensino, destinada à comparticipação nos encargos inerentes à frequência do Ensino Superior, pelos estudantes economicamente mais

carenciados.

Este é o programa mais requisitado nos serviços e que, só este ano lectivo, já apoiou mais de 430 alunos, sendo que os pedidos estão sempre a surgir.”

Quando em 2014 criámos este Programa de apoio aos alunos do Ensino Superior consideramos ser algo fundamental, porque, na verdade, estamos a apoiar jovens que querem formar-se, trabalhar num futuro de sucesso e, que, muitas vezes, não têm possibilidade. Sabemos que os custos inerentes à ingressão no Ensino Superior são cada vez maiores e, por isso, este é um dos programas que justifica a sua manutenção e no qual continuaremos a investir”, rematou.

Recorde-se que o valor da bolsa de estudo a atribuir corresponde a 40% do valor da bolsa de estudo, atribuída pela DGES, no estabelecimento de ensino superior que o aluno frequenta.

OS DENTISTAS PORTUGUESES E A VIA DA EMIGRAÇÃO

Daniel Bastos

  • Crónica de Daniel Bastos

O fenómeno da emigração de profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, dentistas, fisioterapeutas e farmacêuticos), alvo de aceso debate na sociedade portuguesa ao longo da última década, é revelador de um país que continua enleado nas suas próprias contradições.

Um país que investe parte significativa dos seus recursos na formação das gerações “mais bem preparadas de sempre”, que por falta de emprego, ou atraídas por melhores condições financeiras e a garantia de progressão na carreira, têm na emigração uma via para a construção dos seus projetos de vida. Um país, dos mais envelhecidos da União Europeia, que precisa de contratar profissionais de saúde, como médicos e enfermeiros, mas cuja escassez de recursos financeiros entrava a abertura de vagas, a fixação de população jovem e o incremento da natalidade.

Os dados recentemente divulgados pelo estudo “Números da Ordem”, promovido pela Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), são um espelho destas contradições. Segundo o mesmo, Portugal atingiu no ano passado um rácio de um médico dentista por 1.033 habitantes, praticamente o dobro do que é recomendado a nível internacional.

A desadequação do curso de medicina dentária ao mercado de trabalho, porquanto em Portugal existem sete faculdades de Medicina Dentária que todos os anos colocam no mercado de trabalho entre 500 a 600 profissionais, concorre amplamente para que estes profissionais de saúde não encontrem colocação no território nacional e tenham na emigração um caminho de realização socioprofissional.

Como acentua o bastonário dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, ao longo dos últimos anos tem-se assistido a um contínuo aumento da emigração no seio desta classe profissional. Neste momento, existem cerca de dois milhares de médicos dentistas portugueses a exercerem no estrageiro, sobretudo no Reino Unido, França, Suíça e vários países da Escandinávia, países europeus cujas condições salariais e valorização da carreira, estão a atrair estes profissionais de saúde.

No entanto, como alerta a OMD, os Médicos dentistas chegam apenas a metade dos agrupamentos de centros de saúde em Portugal, sendo ainda necessário um esforço para alargar os cuidados de saúde oral à população, particularmente a que não possui recursos financeiros para contratar um seguro de saúde ou ir a uma clínica privada.

FAFE DÁ AS BOAS-VINDAS AO EMIGRANTES

Esta quinta-feira, o Parque da Cidade foi palco da já tradicional Festa do Emigrante.

Muitos emigrantes participaram no jantar de boas vindas, que decorreu ao ar livre, e que teve como prato principal a vitela assada à moda de Fafe, ex-líbris da gastronomia fafense, acompanhada do típico vinho verde e, por fim, dos doces regionais.

810_5291A

O Presidente da Câmara Municipal, Raul Cunha, deixou uma palavra de gratidão a todos os emigrante e enalteceu "o esforço e coragem daqueles que arriscam um futuro lá fora para proporcionar melhor qualidade de vida às suas famílias”.

É um privilégio dar as boas vindas aos nossos emigrantes e nada melhor que uma festa, como esta, para os receber. Obrigada por estarem aqui hoje. Serão sempre bem vindos!”, rematou o autarca.

A animar a festa, contamos com a presença dos Aronis Show que proporcionaram um espectáculo alegre e animado às centenas de pessoas que por lá passaram.

810_5293A

810_5297A

810_5310A

810_5349A

810_5376A

FAFE COMEMORA DIA INTERNACIONAL DA JUVENTUDE

O Município de Fafe associa-se, no dia 12 de agosto, à Organização das Nações Unidas e ao Instituto Português do Desporto e da Juventude na comemoração do Dia Internacional da Juventude. Durante a semana de 13 a 18 de Agosto, os jovens (entre os 12 e os 30 anos) têm acesso livre às Piscinas Municipais.

O Vereador da Juventude, Pompeu Martins, lança o convite a todos os jovens "para que usufram das piscinas municipais, durante a semana, e possam, assim, fomentar a prática desportiva e viver momentos de lazer e convívio."

juventude

MUNICÍPIO DE FAFE EQUIPA EDIFÍCIOS COM DESFIBRILHADORES

30 profissionais formados pelo Programa Nacional de Desfibrilhação Automática

O Município de Fafe aderiu ao Programa Nacional de Desfibrilhação Automática, equipando cinco edifícios municipais - Paços do Concelho, Teatro Cinema, Pavilhão Municipal, Piscina Municipal e Pavilhão Multiusos - com equipamentos de Desfibrilhação Automática Externa.

810_4914A

Ainda neste âmbito, a Cruz Vermelha Portuguesa formou 30 operacionais do Município de Fafe com capacidade para actuarem nos diferentes cenários de emergência, dotando-os de equipamentos e meios, por forma a diminuir o tempo de resposta com a utilização do DAE na cadeia de sobrevivência, ao proceder à reanimação e/ou estabilização, aumentando assim a probabilidade de sobrevivência das vítimas ou sinistrados. Pretende-se, desta forma, facultar o acesso generalizado a meios de socorro adequados às necessidades de um significativo número de vítimas, visando assim uma diminuição das mortes evitáveis por eventos cardiovasculares.

O Programa Nacional de Desfibrilhação Automática atribuiu também mais 5 delegações de competências aos nadadores salvadores da Piscina Municipal que já tinham a formação SBV/DAE, mas não tinham a delegação de competências.

A Cruz Vermelha Portuguesa acompanhará, assim, o Município de Fafe no processo de implementação, licenciamento, a gestão, auditoria e controlo de qualidade do Programa DAE.

Na ocasião da entrega dos desfibrilhadores, que decorreu ontem nos Paços do Concelho, o Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, salientou a importância deste tipo de equipamentos no pronto socorro.

É prioridade do Município valorizar as pessoas e, nesse sentido, aderimos a este Programa. Em Portugal, a mortalidade por doenças cardiovasculares tem vindo a descer, porque existe este tipo de equipamento, esta sensibilidade, este alerta, e depois capacidade de intervenção nos hospitais. Os primeiros momentos do socorro são essenciais”.

Raul Cunha agradeceu ainda aos formandos e à Delegação de Fafe da Cruz Vermelha, de quem partiu o desafio de dotar os edifícios municipais com este equipamento e foi responsável pela formação.

O Presidente da Delegação, Capitão António Fernandes, afirmou “Cada protocolo que a Cruz Vermelha faz com a Câmara está a dar um passo em frente no sentido de valorização das acções de segurança e protecção das pessoas. Estes equipamentos vêm seguramente dar confiança e mais segurança.”

810_4946A

810_4951A

810_4971A

FAFENSES SÃO SOLIDÁRIOS

Inscrições para o Ser Solidário abrem a 27 de Agosto

As inscrições para o programa Ser Solidário abrem, este ano, a 27 de Agosto, prolongando-se até 7 de Setembro.

WEB-solidario-2018-01

O ‘Ser Solidário’ é um programa específico para jovens que não concluíram o 12.º ano, deixando no máximo três disciplinas em atraso, ou para jovens que não tenham conseguido ingressar no ensino superior, dando especial ênfase aos agregados carenciados.

O programa visa ocupar os jovens com actividades de carácter ocupacional e didáctico, possibilitando ainda um primeiro contacto com a realidade profissional, uma valorização da responsabilização e compromisso com a sociedade e o fomento do espírito de equipa e organização. Assim, todos os anos, de Outubro a Maio, os jovens do concelho de Fafe, exercem em Associações, IPSS’s, Escolas, Centro de Saúde, Juntas de Freguesia e Câmara Municipal, durante 20 horas semanais, diversas tarefas e actividades de apoio social.

Os jovens podem consultar os documentos necessários no site do Município e fazer a inscrição no Serviço Social do Município de Fafe no período indicado.

Recorde-se que, desde 2001, o Ser Solidário já contou com a participação de cerca de 800 jovens.

FAFE PROVIDENCIA DESFIBRILHADORES

Município de Fafe equipa edifícios com desfibrilhadores

O Município de Fafe aderiu ao Programa Nacional de Desfibrilhação Automática, equipando cinco edifícios municipais com equipamentos de Desfibrilhação Automática Externa.

A sessão de entrega dos equipamentos decorre amanhã, 7 de Agosto, a partir das 17h00, nos Paços do Concelho.