Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ESPOSENDE PROMOVE CIMEIRA DA VIDA COM "OLHARES SOBRE A LONGEVIDADE"

A empresa municipal Esposende 2000 e a Câmara Municipal de Esposende, em parceria com o Instituto Politécnico de Viana do Castelo, vão realizar, no próximo dia 18 de maio, no Auditório Municipal de Esposende, a Cimeira da Vida, subordinada ao tema “Olhares sobre a longevidade”.

cartaz_p

Este evento insere-se no âmbito da Rede Social de Esposende, que envolve um conjunto alargado de entidades promotoras de iniciativas e projetos, entre as quais a Esposende 2000 e a Câmara Municipal, contando com o apoio das Juntas de Freguesias e outras instituições locais, públicas ou privadas. Integra essas atividades o programa ATIVO+, direcionado para a comunidade idosa do concelho, com vista a promover a sua qualidade de vida, numa perspetiva de inclusão social, valorizando os direitos para a cidadania, e contribuindo, consequentemente, para um envelhecimento ativo bem-sucedido.

A Cimeira da Vida propõe-se refletir sobre as dimensões de intervenção na promoção do envelhecimento bem-sucedido na comunidade, bem como evidenciar a necessidade de reformular valores e representações sociais sobre a longevidade para quebrar preconceitos e categorizações em relação aos papéis sociais dos mais experientes.

Assente na colaboração, na transversalidade e em parcerias que envolvem os diferentes atores da sociedade civil, pretende-se refletir, construir, manter e desenvolver relações interorganizacionais de cooperação, de mútuos contributos e que possam acontecer sustentadamente, quer no tempo, quer nos recursos alocados, aumentado o retorno do impacte social.

A Cimeira da Vida proporcionará, assim, vários olhares sobre o envelhecimento e a partilha de diferentes contextos sociais de envelhecimento e saberes produzidos quanto a esta temática por especialistas provenientes de campos disciplinares de investigação científica e intervenção diferenciados.

Programa

Na abertura da Cimeira da Vida, às 9h30, usará da palavra o Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, o Presidente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Rui Teixeira, e o Presidente do Conselho de Administração da Esposende 2000, António Maranhão Peixoto.

Num primeiro painel, subordinado à temática “Atividade Física e Envelhecimento Saudável”, moderado por José Vilaça, da Esposende 2000, irão intervir Joana Carvalho, da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, que apresentará o tema “Mais Ativos Mais Vividos” e Pedro Bezerra, da Escola Superior de Desporto e Lazer de Melgaço do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, falará sobre “Desporto e Lazer Rumo à Longevidade”. João Paulo Brito e Tadeu Santamarinha, da Escola Superior de Desporto de Rio Maior do Instituto Politécnico de Santarém, abordarão o “Exercício Físico na População Idosa”, e António Carapinheira e André Amorim, Doutorandos em Ciências do Desporto da Universidade da Beira Interior, falarão sobre “Treino Funcional e Desporto Adaptado na População Sénior “

Ainda no período da manhã, decorrerá o painel “Envelhecimento e Dinâmicas Sociais”. Sob a moderação de Carla Faria, da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Rute Lemos, da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, abordará o tema “O Cuidador Informal de Idosos: pistas para reflexão a partir do projeto Módulo 65+”, Mário Rui André, Sociólogo da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e Coordenador do Grupo de Trabalho “Envelhecimento/Políticas Integradas para a Longevidade” dissertará sobre “Boas Práticas no Envelhecimento Ativo na União Europeia”, e Mónica Teixeira, da Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro, abordará a temática “Longevidade e Qualidade de Vida da Família à Comunidade”

Já no período da tarde, pelas 14h30, a Vice-presidente da Câmara Municipal de Esposende, Alexandra Roeger, vai moderar o painel “Oportunidades da Longevidade, no qual serão apresentados o projeto “Atividade Sénior”, do Município de Viseu, e o projeto “Multiplicar a Felicidade Dividindo-a”, da Associação de Solidariedade Social da Gafanha do Carmo (Ílhavo), por Sofia Nunes e Ângelo Valente.

“Desafiar o Tempo de Viva Voz” é o último painel, moderado por António Maranhão Peixoto, Presidente do Conselho de Administração da Esposende 2000, no qual intervirão o médico Juvenal Silva e António Fontes, sacerdote, historiador e antropólogo.

A Cimeira da Vida é de participação gratuita, contudo de inscrição obrigatória, a efetuar até dia 16 de maio para o e-mail cimeiradavida@esposende2000.pt. Mais informação sobre o evento disponível online, em www.municipio.esposende.pt ou em www.esposende2000.pt

ESPOSENDE LIMPA PRAIAS DO LITORAL E ZONAS RIBEIRINHAS

Esposende recolhe 4,5 toneladas de resíduos das praias e zonas ribeirinhas do concelho

Cerca de 4,5 toneladas de resíduos foram recolhidas no litoral e zonas ribeirinhas do concelho de Esposende, na ação de voluntariado ambiental que o Município, através da empresa municipal Esposende Ambiente, levou a efeito nos dias 13 e 14 de abril.

limpeza praias

A ação envolveu a participação de mais de meio milhar de voluntários, tanto do concelho como de outras localidades, que procederam à limpeza de vários pontos do litoral, desde o limite norte do concelho, na Foz do Rio Neiva, até à Praia da Ramalha - Apúlia, já perto do limite com o concelho da Póvoa de Varzim. Foram alvo desta intervenção cerca de 8,8 km de praias, dunas e estuários, abrangendo cerca de 45% do litoral de Esposende.

No dia 13, quase uma centena de alunos da Escola Básica António Rodrigues Sampaio e da Escola Profissional de Esposende recolheram os resíduos do areal e espaço dunar entre a praia de Cepães e a praia da Redonda, bem como da praia junto à Torre Norte de Ofir.

No dia seguinte, as praias, dunas e zonas ribeirinhas de Esposende encheram-se de voluntários que dedicaram algumas horas do seu fim-de-semana ao ambiente, mais concretamente a recolher os resíduos que, ao longo do inverno, foram ficando depositados nas margens dos rios e nas praias do concelho.

Para além da Esposende Ambiente e da Câmara Municipal de Esposende, esta ação de voluntariado ambiental contou também com a colaboração e participação do Parque Natural do Litoral Norte, de várias Juntas de Freguesia, das Associações AssoBio e Rio Neiva, dos Agrupamentos de Escuteiros de Esposende, Marinhas e Mar, das Guias de Apúlia, de várias escolas de surf e kitesurf do concelho (LUHU Surf, Onda Magna, Element Fish, GKS Clube, Kook Proof e Esposende Surf Team), dos Clubes Náuticos de Gemeses e Fão, da Associação Desportiva, Cultural Recreativa e Social do Município de Esposende, da Associação Cívica Mais Esposende, da Associação Desportiva de Esposende, do Gandra Futebol Clube, de elementos do projeto AMAReMAR, e de vários voluntários que, individualmente, quiseram dar o seu contributo para a melhoria da qualidade das praias do concelho.

Os voluntários foram desafiados a separar os resíduos de plástico recolhidos durante a ação, com o objetivo de permitir a sua posterior valorização, seja através da integração dos resíduos na produção de calçado, projeto sob responsabilidade da Zouri Shoes, seja através do desenvolvimento de oficinas de expressão artística, onde serão criadas esculturas a partir do lixo marinho recolhido.

Com estas ações pretende-se alertar a população para a problemática dos resíduos nas praias e oceanos, reduzir o impacto dos plásticos descartáveis no ambiente marinho, contribuir para a preservação dos habitats abrangidos e fomentar o voluntariado ambiental junto dos munícipes.

limpeza praias_

limpeza praias1

ESPOSENDE CELEBRA DIA MUNDIAL DA DANÇA

Com o intuito de assinalar o Dia Internacional da Dança, que se comemora a 29 de abril, o Município de Esposende vai promover a apresentação de espetáculos e proporcionar aulas de dança a crianças.

Sem título-6

Pretende-se, assim, divulgar e promover o gosto por uma das mais importantes manifestações de arte, bem como dar a conhecer o trabalho que é desenvolvido pelas academias e escolas locais, espaço privilegiado de afirmação e lançamento de novos talentos.

Os espetáculos, com entrada gratuita, decorrerão no Auditório Municipal de Esposende. No dia 21 de abril, às 21h30, e, no dia 29 de abril, às 16h00, exibe-se a Academia de Bailado de Esposende; no dia 5 de maio, às 21h30, o espetáculo é com o Centro de Estudos Ás do Saber e, no dia 12 de maio, às 18h00, apresenta-se a PráxiStudio.

As crianças do 1.º Ciclo de escolas do concelho terão, no âmbito destas comemorações, a oportunidade de participar numa aula aberta na Academia de Bailado de Esposende. Assim, nos dias 26 e 27 de abril, participarão, respetivamente, os alunos os alunos das Escolas Básicas de Pinhote-Marinhas e de Antas, e, nos dias 3 e 4 de maio, será a vez dos alunos das Escolas Básicas de Gemeses e de Curvos.

O Município continua, assim, a apoiar e a incentivar o trabalho que é desenvolvido no concelho ao nível da dança, promovendo a sua divulgação e valorização.

ESPOSENDE DEBATE "LITERACIA EM SAÚDE"

No âmbito do Programa Municipal de Promoção da Saúde e ao abrigo do protocolo recentemente celebrado com o ISAVE - Instituto Superior de Saúde, o Município de Esposende realizou, hoje, o Seminário "Literacia em Saúde".

_DSC5723

A iniciativa decorreu no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, em Esposende, reunindo um alargado leque de reputados oradores, que, através de diferentes abordagens, possibilitaram a reflexão acerca desta matéria.

Na sessão de abertura, a Vice-presidente da Câmara Municipal e responsável pelo Pelouro da Saúde Pública, Alexandra Roeger, referiu que este evento se enquadra nas atividades do Mês da Saúde, que o Município está a desenvolver ao longo deste mês, para assinalar o Dia Mundial da Saúde, justamente sob a temática “Literacia em Saúde”. Alexandra Roeger notou que esta é uma matéria ainda em evolução, não obstante o muito trabalho que vem sendo desenvolvido neste plano. Defendeu, por isso, a pertinência e a importância de apostar numa maior informação e formação dos vários públicos, nomeadamente através de ações concertadas e de parcerias entre os vários agentes associados à área da saúde, considerando que “com o contributo de todos chegaremos a bom porto neste domínio da capacitação dos cidadãos que permitam a adequada tomada de decisões em saúde e, assim, a sua qualidade de vida e bem-estar”.

_DSC5749

A Vice-presidente deu nota do vasto e profícuo trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Município no âmbito do Programa Municipal de Promoção da Saúde e que abrange as várias franjas da população, com particular incidência na infância, juventude e terceira idade.

Apontou, a título de exemplo, os projetos na área da qualidade e segurança alimentar, não apenas na preparação de ementas nutricionalmente ajustadas e em observância relativamente às mais modernas orientações, mas também na formação das colaboradoras das cozinhas e cantinas escolares. Referiu também os bons resultados do projeto Hortifuti, que está a ser desenvolvido junto da comunidade escolar e que pretende incentivar o consumo de legumes, bem como o impacto das iniciativas do evento “Março com Sabores do Mar”, evento que contou também com a colaboração do ISAVE, e que envolveram não só a comunidade escolar, bem como a população em geral, numa ótica de promoção de uma alimentação saudável, incentivando ao consumo de peixe.

Ainda no plano da promoção da saúde, Alexandra Roeger revelou que estão em perspetivas novos projetos, nomeadamente direcionados para franjas específicas da sociedade, e adiantou que, brevemente, será apresentado à comunidade o conjunto de eixos estratégicos, medidas e ações que constituem o Programa Municipal de Promoção da Saúde, como forma de potenciar o envolvimento direto e a participação de toda a comunidade.

Referindo-se ao Seminário “Literacia em Saúde”, a Vice-presidente do Município realçou a mais-valia das parcerias e as vantagens do trabalho em rede e manifestou a disponibilidade do Município para abraçar novos projetos.

Na sessão de abertura, interveio a Presidente do ISAVE, Mafalda Duarte, que saudou o Município pela iniciativa e pela pertinência do debate, realçando, ainda, o painel de excelência de oradores. Na mesma linha, o Presidente do Conselho de Direção do ISAVE, João Luís Nogueira, vincou que a literacia em saúde é da maior relevância, na medida em que contribuir para ajudar a população a viver com saúde.

A Diretora Executiva do ACES Cávado III – Barcelos/Esposende, Sofia Leal, afirmou que a literacia em saúde é uma preocupação nacional e um desafio que deverá envolver privilegiar o trabalho em rede, envolvendo diversas entidades e apontou já os exemplos do trabalho que o ACES se encontra a executar nestes domínios.

Este Seminário visou contribuir para que os cidadãos tenham acesso, compreendam e usem a informação de forma a que promovam e mantenham a sua saúde e bem-estar, tendo também a capacidade para tomar decisões em saúde fundamentadas, no decurso da vida do dia a dia – em casa, na comunidade, no local de trabalho, no mercado, na utilização do sistema de saúde.

Assim, no primeiro painel da manhã, dedicado à promoção da literacia em saúde, Ana Rito Pedro, da Escola Nacional de Saúde Pública, da Universidade Nova de Lisboa, abordou o tema “Literacia em saúde, dos dados à ação” e Débora Miranda, da mesma Instituição, falou sobre a “Estratégia de literacia em saúde adotada no âmbito do programa SNS+Proximidade”. Neste painel foi ainda abordado o tema referente à “Biblioteca de Literacia em Saúde”, com a presença de Sofia Leal, Diretora Executiva do ACES Cávado III – Barcelos/Esposende.

Num segundo painel foram apresentadas boas práticas em literacia em saúde, nomeadamente o trabalho realizado pelo “Laboratório de Criação para a Literacia em Saúde” e o “Programa de Literacia: Grau de literacia em Saúde numa amostra de Pessoas Idosas”, por Carla Serrão da Escola Superior de Educação Porto – Instituto Politécnico do Porto.

Já no período da tarde foi abordado o tema “Desafios e Constrangimentos em Literacia em Saúde”, com a presença de Rita Espanha, do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, que apresentou o “Inquérito à literacia em Saúde em Portugal: o papel das fontes de informação”, de Luís Saboga Nunes, da Escola Nacional de Saúde Pública, da Universidade Nova de Lisboa, que abordou a temática “Promoção da literacia em contextos de saúde” e de Luisa Lima, do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, que se debruçou sobre “Caminhos a definir no âmbito da literacia em saúde”.

_DSC5760

BARCELOS RECEBE CONCURSO NACIONAL DE LEITURA

Concurso Nacional de Leitura com alunos de agrupamentos escolares de Barcelos

O Teatro Gil Vicente recebe no próximo dia 20 de abril, sexta-feira, a Prova Regional - Municípios da 12.ª edição do Concurso Nacional de Leitura.

As provas municipais organizadas pela Biblioteca Municipal contam com 32 alunos vencedores dos agrupamentos de escolas do concelho, nas várias categorias, do 1º Ciclo ao Ensino Secundário.

Os alunos vencedores desta final irão representar o Município de Barcelos nas provas da Comunidade Intermunicipal do Cávado, que se realizam em maio. A final é transmitida pela RTP, no dia 10 de Junho, data de celebração da língua portuguesa.

O concurso consta de uma prova escrita e de uma prova oral, subdividindo-se esta em prova de argumentação e prova de leitura, sendo o júri constituído por Pedro Chagas Freitas (escritor), José Campinho (professor) e Victor Pinho (Bibliotecário Municipal).

Aos alunos selecionados para a prova oral será atribuída uma menção honrosa e ao primeiro classificado será atribuído um prémio.
O Concurso Nacional de Leitura tem como cujo objetivo central estimular o exercício da leitura e desenvolver competências de expressão escrita e oral e é promovido pelo Plano Nacional de Leitura, em articulação com a DGLAB- Direcção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, com a Rede das Bibliotecas Escolares  e com o Camões- Instituto da Cooperação e da Língua.

AQUA CÁVADO MOBILIZA COMUNIDADE EM TORNO DO RIO

Os alunos do 4.º ano da Escola Básica de Pinhote - Marinhas e do 3.º ano da Escola Básica de Apúlia, do concelho de Esposende, vão participar amanhã, dia 18 de abril, na iniciativa “Dias Viver a Água”, uma das muitas ações que fazem parte do projeto o “AQUA Cávado: o rio que nos une”.

cim cávado_apresentação

Esta atividade tem como objetivo proporcionar experiências e transmitir conhecimento sobre diversas temáticas relacionadas com o recurso água. Durante a manhã, as crianças irão realizar uma visita ao Mosteiro de Tibães e desenvolvimento de experiências relacionadas com a temática água, depois farão um piquenique à beira rio, em Barcelos, e, já no período da tarde, consoante as condições meteorológicas, farão um percurso temático na margem esquerda do rio Cávado, com a colaboração do Parque Natural do Litoral Norte, ou uma visita ao Centro de Educação Ambiental de Esposende.

DSCF7968

A atividade “Dias Viver a Água” dirigida à comunidade escolar do concelho repete-se no dia 17 de maio para os alunos do 3.º e 4.º anos das Escolas Básicas de Fonte Boa e de Gemeses, e, no dia 11 de junho, para os alunos do 4.º ano das Escolas Básicas de Curvos e de Apúlia.

Outra das iniciativas a desenvolver é um Ciclo de Ações de Sensibilização direcionadas para o público em geral, agricultores e escolas, sobre várias temáticas relacionadas com as problemáticas e oportunidades associadas aos rios Cávado e Homem e seu território.

O “AQUA Cávado: o rio que nos une” integra também a realização de eventos desportivos e de lazer ao longo das margens dos rios Cávado e Homem, com o objetivo de proporcionar a sua exploração e proximidade a estes recursos e a todas as suas potencialidades. É o caso da terceira edição do TRANSCÁVADO BTT-GPS 2018, que desafia à participação no Transcávado Slow Race, a versão tranquila, a decorrer nos dias 5 e 6 de outubro, no percurso Esposende -Terras de Bouro- Montalegre. Para os mais resistentes propõe-se a versão competitiva, o Trancávado Race, no dia 6 de outubro, ligando Esposende a Montalegre. Também faz parte do programa a caminhada “Cávado: o rio que nos une” que irá realizar-se a 24 de junho na margem esquerda do rio, entre Fão e Barcelinhos.

Para assinalar o Ano Internacional do Património Cultural, o programa do projeto AQUA Cávado integra, também, uma exposição itinerante denominada “Segredos do Cávado”, que percorrerá os seis municípios e que tem como objetivo dar a conhecer o vasto património construído de natureza cultural e infraestrutural, de natureza hidráulica e de obras de arte sobre os Rios Cávado e Homem.

À semelhança de 2017, o encerramento desta edição do AQUA Cávado terá lugar no Centro de Educação Ambiental de Esposende, no dia 1 de outubro, Dia Nacional da Água, onde será feita uma breve reflexão sobre as atividades desenvolvidas e perspetivas para a quinta edição do projeto.

O AQUA Cávado surgiu em 2014, sob tutela da Comunidade Intermunicipal Cávado e da Agência de Energia do Cávado, e é um projeto de caráter supramunicipal orientado para a sensibilização, conservação e valorização do património natural contido nas faixas ribeirinhas dos Rios Cávado e Homem. Os parceiros fixos são os representantes dos Municípios que integram a CIM Cávado, bem como com a Esposende Ambiente EM, o Mosteiro de Tibães, a AGERE, a Katavus e o Diário do Minho.

A sessão de apresentação do AQUA Cávado 2018 decorreu no passado dia 10 de abril, na CIM do Cávado, na qual o Município de Esposende se fez representar pela Vice-Presidente, Alexandra Roeger, tendo estado também presente o Presidente do Conselho de Administração da Esposende Ambiente, Paulo Marques, e da Esposende 2000, António Maranhão Peixoto.

Rio Cávado

REDE NACIONAL LIDERADA PELO MUNICÍPIO DE ESPOSENDE DISTINGUIDA COM O PRÉMIO IDENTITAS MARE

O presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, na qualidade de presidente da Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios recebeu o prémio Identitas Mare, atribuído pela Price Waterhouse Coopers, durante a edição de 2018 dos Prémios Excellens Mare, pelo “papel fundamental na promoção das culturas marítimas e de Portugal”.

excellens mare

A Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios, que teve a sua origem em maio de 2002 através de um manifesto de um grupo de cidadãos portugueses preocupado com a prioridade de salvaguarda e valorização do património marítimo (Declaração da Nazaré), vem assumindo um papel fundamental na promoção das culturas marítimas em Portugal.

Na cerimónia, Benjamim Pereira destacou o papel do almirante José Bastos Saldanha, da Sociedade de Geografia de Lisboa (SGL), entidade que esteve na génese da Rede da Cultura dos Mares e dos Rios e “partilhou” o prémio com os municípios que integram esta estrutura: Nazaré, Olhão, Aveiro, Ericeira, Ílhavo, Lisboa, Peniche, Porto e Póvoa de Varzim.

Lembrando que o Município de Esposende assumiu, em 16 de novembro de 2014, a presidência Rede da Cultura dos Mares e dos Rios e foi reconduzido, em 2017, para novo mandato, o presidente da Câmara Municipal de Esposende elencou, ainda, o programa de investigação desenvolvido, dedicado às tecnologias tradicionais e aos patrimónios (material e imaterial), associados à cultura atlântica, materializados no projeto “Tradição Viva, A comunidade piscatória de Esposende”.

Benjamim Pereira vincou, ainda, que, em 2016, foi submetida a candidatura da romaria e Banho Santo de S. Bartolomeu do Mar a Património Cultural e Material e, em 2017, foi desenvolvido o projeto musical Mare Nostrum. Está, também, em curso o projeto para a criação de dois museus, para a valorização do artesanato do junco e das paisagens do Sargaço.

Mas o presidente da Câmara Municipal de Esposende quer “alargar o âmbito de intervenção desta Rede da Cultura dos Mares e dos Rios”. Por isso, desafiou outros municípios do litoral a aderirem a esta Rede, “alargando o alcance das ações e conferindo escala aos nossos projetos”.

Anunciou, ainda, o lançamento uma plataforma que pretende ser o repositorium de todas as publicações que ocorram nos municípios que integram esta Rede e que estejam direta ou indiretamente associadas ao mar.

QUER TER A SUA EMPRESA NA INTERNET? CHEGOU O ESPOSENDE 100% ONLINE

Projeto leva as empresas e seus negócios para a internet, garantindo um website e endereços de e-mail associados.

A Associação de Cidadãos de Esposende lança o “Esposende 100% Online”, que arranca durante o mês de Abril. Este novo projeto tem como objetivo colocar todas as #empresas do concelho de Esposende, seja indústria, comércio ou serviços, com um registo online: página web e três contas de correio eletrónico associadas ao endereço web.

Qual será o impacto na economia local se existir um número elevado de empresas online? Vários estudos de mercado realizados por empresas de renome internacional afirmam que existe um aumento importante do número de clientes e de vendas que as empresas perdem por não estarem online. Num mundo cada vez mais global, com milhões de utilizadores na internet, é importante dar a conhecer os serviços e comunicar diretamente com o cliente.

São milhares as pesquisas realizadas sobre Esposende, sendo importante que quem procura encontre a informação, evitando desta forma a deslocação aos concelhos vizinhos para usufruir de um serviço que Esposende tem para oferecer.

Sendo um projeto de interesse para o concelho de Esposende, a Associação de Cidadãos de Esposende enviou para a Câmara Municipal de Esposende e para a ACICE (Associação Comercial Industrial Concelho de Esposende) toda a informação necessária na expectativa de criar uma sinergia entre as entidades.

Facilitar a presença na internet

Para a presidente da Associação, Maria Araújo, o projeto pretende melhorar o concelho criando uma maior visibilidade e possibilitando a todos o acesso a uma página web. “São muitos os pequenos negócios que não criam a sua página pelos elevados custos associados.

Com este novo projeto todos terão oportunidade de ver o seu negócio online. O contacto com as duas entidades representativas do concelho era necessário, estando a aguardar se arrancamos o projeto de forma individual ou se vamos todos unir esforços na melhoria do concelho de Esposende.”

Como aderir

A adesão ao projeto “Esposende 100% Online” está disponível de Abril até final de Setembro. Depois de rececionado e validado o pedido, prevê-se que num prazo de 7 dias a empresa já tenha a sua página disponível na internet e as suas contas de correio eletrónico personalizadas. Os pedidos de informação podem ser realizados através do e-mail geral@cidadaosdeesposende.com.

De referir que este é mais um grande desafio desta Associação que conta com vários projetos de sucesso, como o lançamento da Universidade Sénior de Esposende em janeiro deste ano e que em apenas uns meses já é uma referência no distrito

MUNICÍPIO ESPOSENDENSE APOIA BOMBEIROS

Município apoia com 35.000 euros Bombeiros de Esposende e de Fão

O Município de Esposende aprovou, em reunião de Câmara e por unanimidade, a atribuição de 35 mil euros às duas corporações de Bombeiros Voluntários do concelho, ou seja, 17 500 euros a cada corporação, designadamente Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Esposende e Benemérita Associação dos Bombeiros Voluntários de Fão.

DSC01842

Este apoio financeiro constitui uma importante ajuda para que os soldados da paz possam continuar a cumprir a sua missão no plano da Proteção Civil, assegurando o serviço que prestam ao nível da prevenção, proteção e socorro e reposição da normalidade da vida das pessoas em áreas afetadas por acidentes e catástrofes.

O Município reconhece que a conjuntura económico-financeira do país, aliada a um conjunto de alterações na legislação que enquadram esta atividade, tem afetado de forma muito significativa a estabilidade destas associações, nomeadamente no que concerne às suas fontes de financiamento. Para a Câmara Municipal é imperioso que essas alterações não sejam de alguma forma limitativas do excelente desempenho que os Bombeiros de Esposende e de Fão têm tido ao longo dos anos, no serviço que prestam às populações do concelho.

Assim, e considerando que os bombeiros voluntários desenvolvem, com grande eficácia e competência, um papel preponderante no âmbito do Serviço Municipal de Proteção Civil e Segurança, o Município tem mantido a atribuição deste subsídio anual, para além de continuar a atender às mais variadas solicitações de apoio.

Recorde-se, nesse contexto, que se encontra em implementação um conjunto de incentivos ao voluntariado e que se encontra em curso a integração de todas as viaturas de socorro no cômputo da frota automóvel da autarquia em matéria de contratação do Seguro automóvel, o que, por si, é muito representativo dado o custo anual que esta componente representa para ambas as corporações.

Tem também sido recorrente o apoio à aquisição de viaturas e de equipamentos, e, ainda, foram recentemente celebrados protocolos de cooperação com as duas corporações, Esposende e Fão, respetivamente para as áreas da formação e para a recolha e transporte de animais errantes feridos. Estes últimos são projetos inovadores, que bem demonstram a capacidade das nossas instituições e a mais-valia que representam no contexto local.

DSC03223

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE FORMA ATORES PARA A GALAICOFOLIA

No âmbito do programa CREARTE – Crescimento da Arte Teatral em Esposende, o Município de Esposende vai promover mais um Workshop de Iniciação ao Teatro. Os participantes terão oportunidade de atuar no evento “Galaicofolia - 2000 anos de festa”, que decorrerá de 20 a 22 de julho, no Castro de S. Lourenço, em Vila Chã.

_DSC9705

Este workshop é dirigido a maiores de 16 anos e limitado a 20 participantes, com ou sem experiência teatral, que nutram gosto pelo teatro em geral, e pelo teatro de rua em particular, e que estejam dispostos a vivenciar experiências diferentes.

O curso será ministrado por Jorge Alonso, Ator, Formador, Contador de Histórias e Clown e decorrerá entre 16 de maio e 2 de junho, na Casa da Juventude de Esposende, às quartas-feiras, das 18h00 às 20h00, e, aos sábados, entre as 15h00 e as 18h00.

_DSC9777

Com uma componente essencialmente prática, o curso divide-se em quatro vertentes: Grupo, Movimento, Voz e Trabalho sobre o Ator, proporcionando a realização de dinâmicas que ajudam a escutar, a abrir a sensibilidade ao encontro do ator que existe em cada participante, bem como a viver as dificuldades como plataforma da ação com espírito lúdico e positivo, promovendo o bem-estar e participação e fomentando as relações interpessoais e intergeracionais.

Pretende-se potenciar o desenvolvimento e crescimento pessoal, visando um maior auto conhecimento, proporcionar processos de descoberta das técnicas e práticas de representação teatral em palco e na rua, a personagem de teatro, e fornecer um leque de jogos/exercícios para os participantes melhorarem a sua expressão/comunicação individual. Esta ação visa, também, o reconhecimento de valores individuais e de cidadania, o desenvolvimento das relações interpessoais e intergeracionais e possibilitar a vivência em palco e Teatro de Rua.

Para mais informações ou para efetuar a inscrição, os interessados deverão contactar a Divisão de Ação Cultural da Câmara Municipal, através do telefone 253 960 100, telemóvel 968 690 784, ou do e-mail rui.cavalheiro@cm-esposende.pt

cartaz_teatro

ESPOSENDE ALARGA REDE DE SANEAMENTO BÁSICO EM MARINHAS

Município de Esposende investe 1,8 milhões de euros para alargar rede de saneamento em Marinhas

Dando cumprimento a um anseio antigo da população de Marinhas, particularmente do lugar do Monte, o Presidente da Câmara Municipal de Esposende presidiu, esta manhã, à colocação da primeira pedra da empreitada de saneamento no lugar do Monte. Esta obra, adjudicada por perto de 1,5 milhões de euros, é financiada em cerca de 400 mil euros por fundos comunitários, e tem um prazo de execução de 486 dias. Já no lugar do Outeiro, o investimento na instalação de rede de drenagem de águas residuais ultrapassa os 300 mil euros, perfazendo o investimento global atualmente em execução em Marinhas, em matéria de saneamento básico, em cerca de 1,8 milhões de euros.

 

.

Benjamim Pereira regozijou-se com o arranque de mais este investimento, assumindo especial satisfação pela concretização desta obra há muito reclamada pela população e pela Junta da União das Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra. O autarca aludiu às vicissitudes do processo para explicar o atraso no arranque da intervenção e vincou o elevado investimento da Câmara Municipal e da Esposende Ambiente, através do modelo de agrupamento de entidades adjudicantes, sublinhando que o financiamento corresponde apenas a uma pequena parte do valor total da empreitada.

.

Notou que este investimento só é possível devido à boa situação financeira da Câmara Municipal, aspeto que fez questão de realçar, lembrando que estão em curso intervenções em todo o concelho. Referiu que, em Marinhas, estão a ser executados diversos investimentos, como é o caso da instalação da rede de saneamento no lugar de Outeiro, que inclui também a requalificação da envolvente à Capela da Senhora da Saúde, da requalificação da zona central e da execução da Ecovia do Litoral Norte.

Acrescentou que, em Marinhas, também foi concretizada a demolição da Casa das Morgadas, há muito reclamada e que possibilitará facilitar o acesso às instalações do Centro Social da JUM, e que está a ser executado o projeto para a criação de uma zona de estacionamento naquelas imediações, para além de estar também a ser equacionada a criação de um acesso pela rua João Paulo II. A execução de rotundas na rua de S. Miguel, de passeios junto ao Campo de S. Miguel e a criação de um parque de estacionamento para a Paróquia são outros dos investimentos municipais concretizados em Marinhas.

.

Lamentando as vozes críticas à ação do executivo, o Presidente Benjamim Pereira socorreu-se dos dados do relatório de gestão do Município de 2017 para atestar o excelente trabalho e desempenho da autarquia, que dão conta de um superavit de 3,5 milhões de euros e de um resultado líquido de 1 milhão de euros. A estes resultados soma-se a redução de 50% da dívida existente em 2013 e o maior investimento de sempre executado durante o ano de 2017, aspetos que ganham ainda maior relevância se se considerar que a taxa de IMI cobrada rendeu menos 500 mil euros por ano ao Município, em resultado da decisão de redução deste imposto, numa lógica de apoio às famílias.

Não obstante o forte investimento executado e em curso, Benjamim Pereira assegurou que o desenvolvimento de projetos e de intervenções é para continuar, onde se inclui também a requalificação do Campo de S. Miguel, em Marinhas, no âmbito do PARU – Plano de Ação de Regeneração Urbana. Anunciou que, de acordo com indicação da Infraestruturas de Portugal, a empreitada de construção da rotunda junto ao mini preço, na Estrada Nacional 13, será consignada no próximo mês de junho, uma intervenção que há muito é pedida no plano da segurança rodoviária.

O Presidente da Junta da União das Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra, Aurélio Neiva, expressou a sua satisfação pelo arranque da empreitada de saneamento no lugar do Monte, uma obra que há muito vinha sendo reivindicada e que é, afirmou, da maior relevância no que diz respeito à qualidade de vida e à saúde pública. Agradeceu, por isso, à Câmara Municipal, na pessoa do Presidente Benjamim Pereira, pela coragem e por ter sido sensível ao apelo da população, reconhecimento extensível à Vice-Presidente Alexandra Roeger, pelo contributo prestado no período em que foi administradora da empresa municipal Esposende Ambiente.

Aurélio Neiva notou que, com a execução desta empreitada, Marinhas fica com cobertura de 95% a nível de saneamento e aproveitou a oportunidade para sensibilizar e apelar à ligação à rede, lembrando que a Esposende Ambiente mantém a isenção de taxas neste domínio.

Elencando as várias obras em curso em Marinhas, o autarca disse que estes investimentos correspondem aos compromissos assumidos com a população, onde se incluem vários outros projetos que serão também realidade.

A terminar a sua intervenção, o Presidente da Junta da União das Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra apelou à compreensão da população pelos transtornos decorrentes da empreitada de saneamento no lugar do Monte.

A bênção do ato de colocação da primeira pedra esteve a cargo do Pároco de Marinhas, Padre Avelino Peres Filipe.

.

.

.

.

JONINHAS VILAR SAGRA-SE CAMPEÃO NA TAÇA NACIONAL DA IOGKF-PORTUGAL!

Decorreu ontem, no Pavilhão Municipal de Ardegães-Maia, a TAÇA NACIONAL DA IOGKF-PORTUGAL.

O atleta da BAKE, Joninhas Vilar, júnior – 55kg a competir no escalão – 70kg, sagrou-se campeão. Os atletas da BAKE KIDS, Olívia Campos, Lucas Penteado e Dinis Ribeiro também estiveram presentes na prova, e tiveram um bom desempenho.

De sublinhar a excelente classificação da atleta Olívia Campos, que se sagrou vice-campeã no escalão juvenil – 50kg.

F1

F2

F3

SARGACEIROS DA APÚLIA DANÇAM NO FOLKLOURES’18

Iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho com o apoio da Câmara Municipal de Loures, no âmbito do FolkLoures’18

O Grupo de Sargaceiros da Casa do Povo da Apúlia, concelho de Esposende, vai participar no Festival intercultural que terá lugar no dia 7 de Julho de 2018. A próxima edição do FolkLoures decorre de 30 de Junho a 7 de Julho de 2018, e incluirá conferências, exposições, feira de produtos tradicionais e um festival de folclore a ter lugar no Parque da Cidade, em Loures.

Capturarsargaceirosapulia

Sargaço! Sargaço! – grita o sargaceiro ao avistar as algas que a mareada arroja, exortando os companheiros a entrarem mar dentro e enfrentarem com arrojo a rebentação das ondas. Após a maresia, a mareada é invariavelmente mais abundante, arrojando o mar as algas que se desprendem dos rochedos quase submersos. O grito do sargaceiro ecoa longínquo na praia. Os homens, vestidos de branqueta e a cabeça e pescoço protegido com o sueste, levam consigo o galhapão ou a gaiteira se o sargaço estiver próximo da praia. No areal, as mulheres transportam o sargaço nas carrelas para mais longe do alcance do mar, fazendo as camas onde fica a secar. Apó a secagem, as algas serão empregues como fertilizantes das terras, em produtos fito-sanitários e cosméticos, sendo cada vez mais conhecidas também as suas virtudes alimentares.

Fundado em 1934, o Grupo dos Sargaceiros da Casa do Povo de Apúlia é um representante ímpar do folclore da Região do Baixo-Minho e vai seguramente constituir a grande atracão deste Festival de Folclore.

Capturarfolk

ESPOSENDE ADIA FEIRA DA SAÚDE

Feira da Saúde adiada para 28 e 29 de abril

Devido à previsão de chuva, será adiada para os dias 28 e 29 de abril a Feira da Saúde, que estava previsto realizar-se este fim-de-semana em Esposende, no parque em frente às Piscinas Foz do Cávado.

O evento é organizado pelo Município de Esposende no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Saúde e enquadra-se no Plano Municipal de Saúde Pública, constituindo uma oportunidade para as empresas e demais instituições do concelho ligadas à área da saúde e bem-estar darem a conhecer os seus serviços e promoverem algumas atividades, como rastreios ou outras, que incentivem a população a cuidar da sua saúde e a adotar hábitos de vida saudáveis.

A realização deste tipo de atividades surge com o intuito de fomentar hábitos de vida saudáveis, assumindo-se também como um mecanismo de informação, na medida em que os visitantes podem obter informações sobre assuntos relacionados com a saúde e, sobretudo, da melhor forma de a garantir, tendo, na oportunidade, a possibilidade de desfrutar de diversos rastreios a vários tipos de doenças, para além de terem, ainda, acesso à informação e conhecimento dos serviços prestados no concelho.

UNIVERSIDADE SÉNIOR DE ESPOSENDE LANÇA RÁDIO

As gravações terão início durante o mês de maio com programas desde a culinária à cidadania.
A Universidade Sénior de Esposende avança com mais uma iniciativa e lança uma rádio. As gravações terão início durante o mês de maio e serão transmitidos programas muito diversificados, desde a culinária à cidadania. O novo projeto tem como objetivo principal contribuir para o desenvolvimento do meio onde se insere, visando um maior sentimento de pertença e de valorização pessoal dos munícipes, particularmente dos séniores e respetivas famílias do concelho de Esposende.

radio US ESposende

A ideia surge depois de vários alunos terem demonstrado interesse em partilhar as suas vivências, experiências e lograr que estas fiquem disponíveis para as gerações vindouras.

Com isto, foi plantada a semente para o novo desafio da Universidade Sénior de Esposende que com o lançamento da web rádio pretende envolver alunos e comunidade.
Este novo espaço será de partilha com quem está perto ou longe, bastando apenas um computador ou um smartphone para poder aceder a um vasto leque de informação.
O que se passa no concelho, quais as novidades do mês, uma receita, um aniversário, uma opinião, uma preocupação ou uma atividade a realizar; são vários os temas que esta nova rádio pretende criar e que certamente vão despertar o interesse dos esposendenses, dando voz às suas opiniões, preocupações e partilhas.
O facto de os séniores serem da Geração Rádio (pré TV, Internet e Telemóveis) faz com que este seja um canal de maior proximidade, apelando a um saudosismo e nostalgia “daquela altura”.
O lançamento da rádio Universidade Sénior de Esposende é tanto mais importante já que o concelho não dispõe de qualquer meio áudio para partilha de informações.
A solidão e a exclusão social podem assim ser combatidas num formato que é querido, familiar e atual para uma larga faixa da população. Ao mesmo tempo servirá para unir gerações, já que a rádio Universidade Sénior de Esposende vai juntar jovens nas suas gravações que podem através deste meio fazer ouvir as suas preocupações e em larga escala.
A gestão da nova rádio funciona em formato streaming no endereço https://www.spreaker.com/user/universidadesenioresposende, sendo gerida por profissionais do ramo da comunicação que pretendem dar a possibilidade a todos os envolvidos de uma experiência única.
De referir que a rádio está aberta à participação de qualquer cidadão ou empresa bastando para isso reservar a gravação através do email Universidade@#CidadaosdeEsposende.com. Simultaneamente será criado um canal para a colocação de alguns vídeos das gravações para que se possa acompanhar a forma como estas decorrem.
A Universidade Sénior de Esposende abriu em janeiro de 2018 e, após apenas 3 meses, já é considerada como uma referência no distrito. Atualmente conta com o apoio de várias empresas locais e regionais que acreditam neste projeto.

ESPOSENDE REGISTOU EM 2017 O MAIOR INVESTIMENTO DA ÚLTIMA DÉCADA

O Município de Esposende concretizou, em 2017, o maior investimento da última década, afirmou, hoje, o Presidente da Câmara Municipal. Benjamim Pereira falava na reunião do executivo, na apresentação do Relatório de Gestão do Município e da proposta de Revisão Orçamental dos Documentos Previsionais para o ano em curso, designadamente o Orçamento, Grandes Opções do Plano e Mapa de Pessoal, que foram aprovados por unanimidade.

cme

Ano após ano, o Município tem vindo a apresentar cada vez melhores resultados, o que, no atual contexto, é assinalável, referiu Benjamim Pereira, considerando que tal é reflexo do rigor subjacente à elaboração dos documentos previsionais.

Esposende continua, assim, no topo da tabela dos Municípios com melhores resultados financeiros, como o comprova a taxa de 100% da execução da receita e de 85% da execução da despesa. O autarca assinalou, a propósito, que a receita do IMI – Imposto Municipal sobre Imóveis diminuiu aproximadamente 500 mil euros face a 2015, traduzindo uma redução de 3,4%, o que quer dizer que apesar dos excelentes resultados financeiros há uma evidente política de desagravamento fiscal.

A comprovar o nível de investimento do último ano está a taxa de execução de 90% do Plano Plurianual de Investimentos, correspondente a um volume de investimento de 4 426 584,39 euros, sendo que, deste montante, somente cerca de 161 000 euros correspondem a fundos comunitários. Benjamim Pereira nota que, em 2017, o Município duplicou o apoio financeiro às Juntas de Freguesia e instituições sem fins lucrativos do concelho, passando de 633 000 euros para 1 144 290 euros, o que só foi possível graças à saúde financeira da autarquia.

O Relatório de Gestão mostra que em termos de capacidade de endividamento, o Município terminou o ano com uma margem positiva de 19 596 202 euros da dívida total, e, mais uma vez, transitou de ano sem dívidas de curto prazo, com um rácio de liquidez extremamente positivo.

Já no que respeita aos empréstimos contratados, registou-se uma redução de 16% face a 2016, e de 50% comparativamente com 2013, cifrando-se agora o montante global em 4 215 497,22 euros. Benjamim Pereira salientou que o valor da dívida é o mais baixo desde o ano 2000.

Dos documentos hoje aprovados, o Presidente da Câmara destaca ainda a disponibilidade financeira do Município (superavit) que, no final do ano, ascendia a 3 528 337,69 euros, com um resultado líquido de 972 181, 88 euros. Estes resultados conferem ao Município uma situação privilegiada, uma vez que dispunha de meios financeiros para fazer face a todos os encargos assumidos até 31 de dezembro de 2017, bem como de condições para responder aos compromissos assumidos com a população.

Em jeito de balanço, Benjamim Pereira referiu o forte investimento concretizado em todas as freguesias do concelho e a dinâmica municipal nas mais diversas áreas, notando que, ainda assim, o Município consegue manter boa saúde financeira, fruto de uma gestão rigorosa. Na oportunidade, o autarca aproveitou para deixar uma palavra de apreço a todos quantos contribuíram para estes resultados, nomeadamente aos membros do anterior executivo.

“Estamos posicionados num patamar que nos permite avançar para um novo ciclo de investimentos”, referiu, lembrando que estão na forja projetos estruturantes e geradores de dinâmicas económicas, como por exemplo os que contam do acordo com a Universidade do Minho no Forte de S. João Baptista e na Estação Radionaval de Apúlia, para além de outros. Salientando que a estabilidade financeira da Câmara Municipal foi sempre ponto de honra, Benjamim Pereira assegurou que o Município continua empenhado na execução do projeto de desenvolvimento do concelho e que procurará aproveitar as oportunidades de financiamento que possam surgir.

ESPOSENDE ORGANIZA AÇÃO DE VOLUNTARIADO AMBIENTAL

13 e 14 de abril

Esposende vai mobilizar-se, nos próximos dias 13 e 14 de abril, numa grande ação de voluntariado ambiental, com ações de limpeza do litoral e zonas ribeirinhas do concelho.

IMG_3800

O Município, através da empresa municipal Esposende Ambiente, associa-se a este projeto de voluntariado ambiental, apoiando as várias ações e convidando os estabelecimentos de educação e ensino, Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), associações e comunidade em geral a participarem nesta ação de limpeza de praias e estuários.

Entre outros objetivos, pretende-se alertar a população para a problemática dos resíduos nas praias e oceanos, procurando reduzir o impacto de plásticos descartáveis no ambiente marinho. Os voluntários serão desafiados a separar os resíduos de plástico recolhidos durante a ação, com o objetivo de permitir a sua posterior valorização, seja através da integração dos resíduos na produção de calçado, seja através do desenvolvimento de oficinas de expressão artística, onde serão criadas esculturas a partir do lixo marinho recolhido.

Para além da Câmara Municipal e da Esposende Ambiente, estarão envolvidas nesta ação as Juntas de Freguesias, o Parque Natural do Litoral Norte, as associações de ambiente Rio Neiva e AssoBio, a Associação Desportiva, Cultural, Recreativa e Social do Município de Esposende, a Associação Cívica Mais Esposende, a Associação Desportiva de Esposende, o projeto AMAReMAR, os agrupamentos de Escuteiros de Esposende, Marinhas e Mar, as Guias de Apúlia, as ECO Escolas concelhias, a Zouri Shoes, as várias escolas de surf e kitesurf concelhias, o Clube Náutico de Fão, o Clube Náutico de Gemeses e a Surfrider Foundation Porto, para além de inúmeros particulares que já manifestaram a intenção de participar nesta campanha.

Está garantida uma forte mobilização da comunidade nesta campanha, com o envolvimento de várias centenas de participantes. O dia 13 é mais dirigido à participação das escolas, sendo que, no dia 14, os interessados deverão comparecer, em qualquer um dos pontos de encontro, nomeadamente nos locais designados por cada uma das freguesias, na Foz do Neiva, em Antas, na Praia de Rio de Moinhos, em Marinhas, no Centro de Atividades Náuticas, em Esposende, no Clube Náutico de Gemeses, na Praia de Ofir, em Fão, ou junto ao Parque de Estacionamento da Praia da Couve, de Apúlia.

Mais informações estão disponíveis nas páginas eletrónicas e redes sociais dos parceiros envolvidos.

limpeza

ESPOSENDE SABE A MAR

“Março com Sabores do Mar” foi um sucesso: Presidente da Câmara Municipal de Esposende antevê Verão em grande

Esposende é, cada vez mais, um destino de eleição, afirmou o Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, na sessão de entrega de prémios diplomas e lembranças aos participantes na 19.ª edição da iniciativa “Março com Sabores do Mar”, que decorreu, esta tarde, no Auditório Municipal.

_DSC5208

Em jeito de balanço, Benjamim Pereira referiu que o evento registou forte adesão e alcançou grande visibilidade por via da cobertura dos órgãos de comunicação nacional, catapultando a iniciativa e o concelho em termos nacionais. “Preparem-se para um Verão em grande”, disse o autarca aos empresários da restauração e hotelaria presentes, anunciando que o Município apostará na programação para esse período, quer em termos da organização de eventos, quer ao nível da promoção, de modo a captar ainda mais turistas e visitantes.

_DSC5228

Assinalando que Esposende é um território que é um privilégio da Natureza, com a vantagem de ser servido por boas acessibilidades, Benjamim Pereira afirmou que a Câmara Municipal está empenhada no desenvolvimento do concelho e na melhoria da qualidade de vida das populações, notando, a propósito, que o “Março com Sabores do Mar” é um evento orientado para o desenvolvimento económico do Município, na medida em que contribui para a dinamização da economia local. Relembrou que, no domínio dos incentivos ao comércio e indústria, o Município não cobra taxas de esplanada e de publicidade, mantendo a isenção de Derrama.

Sobre o “Março com Sabores do Mar”, o Presidente da Câmara Municipal realçou o impacto das novidades introduzidas nesta edição, nomeadamente o concurso gastronómico “Peixe com Todos”, que promoveu a confeção de pratos de pratos de peixe em família, e o Espaço Sabores do Mar, que esteve instalado no Largo Rodrigues Sampaio, durante todo o mês de março, onde se realizou um conjunto diversificado de iniciativas, materializando, assim, este evento vocacionado para a valorização do território concelhio e de afirmação da gastronomia e vinhos como produto estratégico. O autarca destacou, ainda, o impacto deste evento no plano da educação alimentar, traduzido no envolvimento dos alunos das escolas do concelho e das próprias cantinas escolares.

Na hora dos agradecimentos, Benjamim Pereira elencou todos quantos estiveram envolvidos na organização e realização do “Março com Sabores do Mar” e concluiu com a promessa de que a vigésima edição “será ainda mais especial e mais rica”.

_DSC5336

Restaurante “Tio Pepe” vence concurso gastronómico

O restaurante Tio Pepe, de Fão, que concorreu com “Robalo escalado na brasa”, foi o vencedor do concurso gastronómico “Março com Sabores do Mar”, tendo conquistado também uma menção honrosa pela Qualidade do serviço. Em segundo lugar ficou o restaurante “Moinho de Sal”, de Apúlia, que apresentou a concurso “Caldeirada de robalo com frutos do mar e algas marítimas”, que lhe valeu também uma menção honrosa pela Inovação. O restaurante “Camelo”, também de Apúlia, classificou-se em terceiro lugar, com o prato “Lampreia assada com batata nova e cebola” e conquistou a menção honrosa Acompanhamento Vinho e Higiene.

Neste concurso, ao qual concorreram 14 dos 30 restaurantes aderentes ao evento, o restaurante Siamo In Due conquistou a menção honrosa Promoção própria, o Varandas do Cávado - Hotel Suave Mar distinguiu-se pelo Ambiente e o restaurante Rita Fangueira pelo Preço/Qualidade. José Carvalho, do Restaurante "Moinho de Sal" foi distinguido com o Prémio Revelação “Cozinheiro Profissional dos Sabores do Mar” e Carla Regina, do Restaurante "Dona Quina" recebeu o Diploma de Mérito Carreira. O Diploma Mérito e Qualidade foi atribuído aos restaurantes "Água Pé" e Siamo In Due.

No que se refere ao concurso “Jovem Cozinheiro dos Sabores do Mar”, promovido em parceria com a Escola Profissional de Esposende e direcionado para os alunos da área de restauração e cozinha, o primeiro lugar foi conquistado por Adriana Filipa Torres, em segundo lugar ficou Rodrigo Alexandre Abrantes e, em terceiro, Susana Dias.

A Escola Básica de Forjães venceu o concurso “Cantinas Escolares com Sabores do Mar”, com o prato “Robalo grelhado com arroz e legumes com molho de manteiga e alho”. A Associação de Pais da Escola Básica do Facho, Apúlia, recebeu uma menção honrosa pela Qualidade da matéria-prima do prato “Arroz de salmão com legumes salteados”. O Centro Social Juventude de Belinho, que concorreu com “Empadão de atum”, recebeu a menção honrosa Dedicação e empenho, o Centro Social da Paróquia de Curvos, pelo prato “Almondegas de peixe com massa”, e o Grupo Ação de Solidariedade Social de Antas (GRASSA), pelo “Crepe com salmão e ananás acompanhado com puré de brócolos e cenoura”, receberam a menção honrosa Criatividade e Inovação, e a Esposende Solidário - Centro Comunitário de Vila Chã conquistou a menção honrosa Educação alimentar e Higiene e Segurança Alimentar com a sugestão “Peixe vermelho assado no forno”.

O concurso “Fish Chefe”, que, este ano, além dos alunos do 3.º Ciclo do Ensino Básico, envolveu também os do Ensino Secundário, contou com cerca de 200 participantes. Relativamente aos vencedores das eliminatórias realizadas em cada escola, no escalão referente ao 3.º ciclo, na EB António Correia de Oliveira venceu a equipa do Diogo Eusébio, Alexandre Oliveira e Joana Sottomayor com “Salmão com Broa”, na EB de Forjães foi a equipa da Antónia Brito, Beatriz Quesado e Maria Inês Sá com “Robalo à Mediterrânia”, na EB de Apúlia foi a equipa composta por Leonor Rodrigues, Mafalda Paço e a Helena Dias com “Folhadinhos de Bacalhau”, na EB António Rodrigues Sampaio foi a equipa de Tiago Fino e Miguel Peixoto com o prato “Francesinha de salmão, delicias e camarão” e, por fim, na Escola Secundária Henrique Medina a equipa vencedora foi a da Paula Góis, Raquel Lopes e Beatriz Capitão com o prato “Arroz de Robalo”.

O vencedor no escalão referente ao 3.º Ciclo foi a Escola Básica de Forjães, cuja equipa constituída por Antónia Brito, Beatriz Quesado e Maria Inês Sá, confecionou “Robalo à Mediterrânia”. No que respeita ao Ensino Secundário venceu a Escola Secundária Henrique Medina, concretamente a equipa composta por Luzia Almeida, Catarina Viana e Vera Espada, que concorreram com “Ensopado de raia com batata a murro e beringela recheada”.

Ainda no que diz respeito ao concurso “Fish Chefe”, foi atribuída a menção honrosa Criatividade e Inovação à Escola Básica de Apúlia, à equipa de Ana Chen Ruan e Xu Ying Yinej, pelo prato “Linguado com molho de soja”, e à equipa da Bruna Rodrigues, Patrícia Sá e Ricardo Torres pelo “Hambúrguer de Peixe”, bem como à EB António Correia de Oliveira, à equipa de Carina Lima, Carla Ribeiro e Vitória Ferreira, pelo prato “Família de Bacalhau” e à Escola Secundária Henrique Medina, ao Lucas Laranjeira, António Carvalho e Ivo Sapateiro pela “Piza do Mar”. Foi, ainda, atribuída uma menção honrosa Método de confeção saudável à Escola Secundária Henrique Medina, ao Hugo Ribeiro, Fábio Braga e José Ferreira pelo prato “Pescada gratinada com alho francês”.

Novidade na edição deste ano foi o concurso “Peixe Com Todos”, dirigido a pessoas particulares, residentes no concelho de Esposende, que não fossem profissionais ligados à área de restauração e similares, procurando, assim, envolver também a comunidade em torno deste evento. --Elisabete Costa e Inês Cruz conquistaram o primeiro lugar com o prato “Filetes de robalo com crosta de broa e esmagada de batata”. O segundo lugar, em ex aequo foi para Nazaré Mendanha, que confecionou “Arroz de polvo com espigos”, e para Sandra Hipólito e Débora Hipólito Gonçalves, com concorreram com o prato “Farinha de pau com peixe rosa. Carla Silva e Ana Silva conquistaram o terceiro lugar, com “Sopa cremosa de peixe”.

Nesta sessão foi também distinguido o grupo de hip hop "S’90", criado no âmbito da oficina de música do projeto AMAReMAR, pelo tema "Março com Sabores do Mar", com vozes de Ricardo Cruz e Bruno Laranjeira, com edição de vídeo de Alexandra Trindade.

Foram igualmente agraciados os membros do Júri dos concursos "Cantinas Escolares com Sabores do Mar", “Peixe Com Todos”, "Março Sabores do Mar", “Fish Chefe” e “Jovem Cozinheiro dos Sabores do Mar”, nomeadamente Rita Pinheiro, Luís Matos, Mário Rodrigues, Lígia Santos, Sandra Amorim, Joaquim Lapeiro, Camilo Sousa, Carlos Bastos, José Silva, Francisco Gil, Marco Gomes, António Alexandre, Vítor Peixoto e José Solha.

Restaurante  Pepe