Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE CELEBRA PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO COM A FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL

O Município de Esposende estabeleceu hoje um protocolo com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e com a Associação de Futebol de Braga (AFB), cujo propósito visa definir formas de colaboração institucional, nomeadamente a homologação de provas e atividades desportivas organizadas em Esposende.

CME.FPF2.jpg

Decorrente das disposições legais em vigor que implicam a homologação das provas, as três entidades signatárias acordaram, ainda, realizar ações de formação para agentes desportivos.

“O desporto tem forte implantação em Esposende, com diversas modalidades, mas onde o futebol representa a maior oferta, em termos de movimento associativo e de mobilização de atletas. Além do desenvolvimento saudável dos jovens, entendemos que o futebol é, ainda, campo pródigo em comportamentos sociais, confrontando o jovem com a importância de valorizar a cooperação e o respeito”, sustentou o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira.

CME_FPF.jpg

Para o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, o protocolo agora assinado com o Município de Esposende insere-se na estratégia iniciada em 2015 e que permitiu abranger cerca de 300 mil atletas, sob a alçada federativa.

“O desenvolvimento e prática do desporto é obrigação do Estado, mas não fora o trabalho das autarquias e muitas crianças teriam grandes dificuldades em praticar”, alegou Fernando Gomes, lembrando que, mesmo assim, apenas um terço dos jovens portugueses pratica desporto com regularidade.

Manuel Machado, presidente da Associação de Futebol de Braga mostrou-se muito agradado com a subscrição do protocolo, permitindo assim regularizar a situação dos praticantes e dando seguimento à excelente colaboração existente entre o Município de Esposende e a AFB.

Para obtenção da homologação das provas realizadas pelo Município é necessário comprovar que todos os participantes são portadores de seguro desportivo obrigatório por lei e são portadores de exames médicos desportivos.

Anualmente, Esposende promove ou colabora na organização do Campeonato Concelhio de Futebol Infantil, o Campeonato Concelhio de Veteranos, Torneio de Pais, Esposende Cup e o Torneio Internacional Futebol Infantil do FC Marinhas, entre outros.

CME-FPF1.jpg

ESPOSENDE DEBATE PLANO ESTRATÉGICO EDUCATIVO MUNICIPAL

Discussão pública do Plano Estratégico Educativo Municipal até 30 de outubro

Decorre, até 30 de outubro, a discussão pública do Plano Estratégico Educativo Municipal (PEEM). Os interessados podem apresentar os seus contributos para a melhoria do PEEM, através de comunicação escrita dirigida ao Presidente da Câmara Municipal, para o correio eletrónico: ivone.costa@cm-esposende.pt, ou entregues pessoalmente nas instalações da Câmara Municipal, sitas na Praça do Município, 4740-223 Esposende, ou enviados através de fax nº 253 960 176.

transporte escolarespos.jpg

Esta consulta pública decorre da deliberação do Executivo Municipal, por unanimidade, de submeter a discussão pública o Plano Estratégico Educativo Municipal (PEEM). Com este processo, pretende-se reunir os contributos para a melhoria deste documento que define as linhas planificadoras e de gestão, em matéria de educação.

O PEEM é um documento que traça as linhas orientadoras que direcionam, estrategicamente, a intervenção na área da Educação, consubstanciadas em projetos e ações, com intenções concretas, levados a cabo pelos diferentes atores do território municipal.
Este documento resulta das responsabilidades que, nos últimos tempos, têm transitado para os municípios, promovendo parcerias entre a Câmara Municipal de Esposende e os atores educativos, sociais e culturais locais, regionais e nacionais.

É entendimento do Executivo Municipal que o sistema educativo do município deve, cada vez mais, enfatizar e intencionalizar o trabalho em rede, num contexto de crescente autonomia das escolas e do reforço do papel dos municípios ao nível das competências de planeamento, investimento e gestão em matéria de Educação.

Devido à descentralização de competências, revela-se imperiosa a otimização do processo de governança local da Educação, onde as parcerias e a gestão eficiente dos recursos e das oportunidades do território são fundamentais.

O PEEM pretende potenciar as possibilidades de realização educativa das comunidades; clarificar o papel dos diferentes atores na rentabilização das potencialidades educativas e formativas; racionalizar os recursos educativos existentes, superando a fragmentação e duplicação de redes de serviços e promovendo o envolvimento cooperativo entre instituições; qualificar as redes de instituições educativas locais, valorizando-as como motores de desenvolvimento local sustentado; consensualizar o Plano como dinâmica de afirmação da identidade do território educativo; enquadrar nas estruturas de governo local a regulação territorial da educação e a organização do sistema educativo; monitorizar e avaliar as políticas e os projetos educativos e delinear propostas de melhoria; estimular a aprendizagem e a inovação, visando o enriquecimento dos cidadãos e a valorização do seu capital humano; melhorar as qualificações e os resultados educativos e formativos dos munícipes.

As atividades desenvolvidas pelo Município de Esposende contribuem para a concretização de vários Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, em particular para os ODS’s referentes a Educação de Qualidade, Igualdade de Género, Reduzir as desigualdades, Cidades e Comunidades Sustentáveis e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE PARTICIPOU NA 18ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

O Município de Esposende participou na 18.ª Conferência Internacional de Responsabilidade Social Corporativa, com a apresentação do tema Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – Ações Locais visando Objetivos Globais.

IPCS a.jpg

Promovida pelo Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade (CICF) da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico do Cavado e do Ave (IPCA), em parceria com a Social Responsibility Research Network (SRRNet), esta conferência contou com a presença de mais de cem participantes de todo o mundo, com oradores nacionais e internacionais provenientes da Austrália, India, África do Sul, Brasil, Malásia, Arábia Saudita Lituânia, Reino Unido, Espanha, Bielorrússia, Dinamarca, Bangladesh, Roménia, Itália, Alemanha, Tunísia, Bélgica, República Checa, Venezuela, entre outros.

Sob o tema “Responsabilidade Social Corporativa (RSC): perspetivas dos setores público e privado”, a SRRNet procurou ampliar o debate sobre o papel do governo em questões de responsabilidade social. Inicialmente definido como conceito ao qual aderiram as empresas, na busca de um ambiente mais sustentável, a RSC é, agora, uma prioridade dos governos. As tendências globais forçaram os atores públicos e privados a reformular as suas estruturas, regras e modelos de negócio.

A vice-presidente da Câmara Municipal de Esposende, Alexandra Roeger participou nesta conferência, como oradora, tendo apresentado, no domínio da sustentabilidade, os vários projetos que o município tem em curso e que visam dar cumprimento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, envolvendo boas práticas nas áreas da coesão social, educação, igualdade, ambiente, segurança e saúde no trabalho, responsabilidade social, gestão do conhecimento, entre outras áreas temáticas. Como estratégia transversal, expôs também o projeto Esposende Smart City, o qual foi já recentemente apresentado publicamente em sessão que contou com a presença do Presidente da Câmara, Benjamim Pereira.

A SRRNet International Conference é uma das conferências de maior relevo a nível internacional, nas áreas da Responsabilidade Social Corporativa, interligando-a com outras áreas como a gestão, a contabilidade, o direito, entre outras. 

A SRRNet foi fundada e é presidida pelo prestigiado Professor David Crowther, da Universidade de Montfort, no Reino Unido. É um dos professores pioneiro na promoção das temáticas da responsabilidade social e da sustentabilidade. É editor do Social Responsibility Journal, publicou mais de 50 livros e 400 artigos.

ESPOSENDE AMBIENTE É PME SUSTENTÁVEL

A Esposende Ambiente é uma PME Sustentável. Atestando o cumprimento de boas práticas de sustentabilidade, a empresa municipal foi distinguida pela APEE – Associação Portuguesa de Ética Empresarial com o certificado PME Sustentável.

apresentacao_Esposende_Ambiente.jpg

O projeto PME Sustentável visa capacitar as empresas sediadas especialmente no Norte e Centro do país para dar resposta aos desafios decorrentes da diretiva europeia que alude à divulgação de informações não financeiras, potenciando o seu desempenho na economia verde e no fortalecimento de relações com a sua cadeia de valor.

Neste contexto, no seminário de encerramento de um ciclo de encontros promovidos pela APEE, a empresa municipal Esposende Ambiente viu reconhecidas as suas boas práticas ao nível da sustentabilidade, fruto da aposta na adoção de referenciais normativos de gestão, internacionalmente reconhecidos, nomeadamente na área da qualidade, ambiente, segurança e saúde no trabalho, e responsabilidade social.

Mediante a comunicação da sua política e relatórios de sustentabilidade, a Esposende Ambiente tem partilhado o compromisso de fazer chegar a cada utilizador água de excelente qualidade, em recolher e garantir o adequado tratamento das águas residuais, em promover uma boa gestão das águas pluviais, em garantir as melhores condições de higiene e salubridade no território concelhio, em acompanhar os seus espaços verdes, e em fomentar a sensibilização da comunidade para a sustentabilidade. Para tal, no reporte da sua informação não financeira, tem conseguido evidenciar o seu empenho na prevenção de qualquer forma de poluição que possa resultar das suas atividades, na promoção de uma economia circular, e no desenvolvimento profissional e humano dos seus colaboradores, assegurando-lhes um ambiente de trabalho saudável e seguro, e uma mais fácil conciliação da vida pessoal com a profissional. Além disso, a empresa aposta fortemente na sensibilização da população para uma sociedade mais sustentável e para o necessário empenho de todos na implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pelas Nações Unidas.

A atribuição deste certificado pela Associação Portuguesa de Ética Empresarial vem, assim, consolidar a estratégia que a empresa tem vindo a desenvolver, ao acautelar as diversas vertentes da sustentabilidade no desempenho das suas competências e atribuições - económica, social e ambiental.

Certificado PME Sustent.jpg

ESPOSENDE VAI REQUALIFICAR MERCADO MUNICIPAL

Aprovado projeto do Mercado Municipal de Esposende

A Câmara Municipal de Esposende aprovou, em reunião do executivo e por unanimidade, o projeto de requalificação do Mercado Municipal de Esposende. A obra representa um investimento de 1,5 milhões de euros e será lançada a concurso em breve, juntamente com as empreitadas de requalificação do Largo Rodrigues Sampaio - Esposende e da zona envolvente ao Campo de S. Miguel – Marinhas.

mercado municipales.jpg

A intervenção do Mercado Municipal prevê a reabilitação total do edifício, de modo a poder acolher a realização pontual de eventos de outra índole, nomeadamente de natureza gastronómica. Na fachada principal do Mercado, voltada a sul, será criada uma área coberta, possibilitando melhores condições aos comerciantes que operam no exterior do edifício, espaço esse que poderá vir a ter outro tipo de utilização.

No âmbito do PARU (Plano de Ação de Regeneração Urbana), o Município de Esposende concretizará um conjunto de intervenções, que ultrapassam os 5 milhões de euros.

Deste conjunto de obras, já foram executadas a beneficiação e infraestruturação da Rua da Igreja - troço entre a Avenida da Praia e a Avenida de Mar, em Apúlia, a beneficiação da Rua e da Travessa Eng.º Alexandre Losa Faria, em Fão, e a requalificação da Zona Central das Marinhas, no montante global de 650 euros.

Ainda no decurso de 2019, deverão iniciar-se as obras de requalificação do Mercado Municipal, do Largo Rodrigues Sampaio e da zona envolvente ao Campo de S. Miguel, cujo investimento total ronda os 3 milhões de euros. Ainda no âmbito do PARU, será concretizada a reestruturação e requalificação da Alameda do Bom Jesus, em Fão, e a reabilitação do Antigo Edifício da GNR para Arquivo Municipal.

O Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, sublinha o “forte investimento do PARU, que possibilitará renovar os núcleos urbanos de Apúlia, Fão, Esposende e Marinhas, criando as condições condizentes com as necessidades atuais de cada uma das localidades”. Benjamim Pereira realça que, além destas intervenções, Esposende tem em curso um volume grande de investimento, nomeadamente na construção do Canal Intercetor de prevenção de cheias, na requalificação da Escola Secundária Henrique Medina, na segunda fase da reabilitação do molhe norte da embocadura do Cávado, assim como na reabilitação da Doca de Pesca. Em causa está um montante global de 10 milhões de euros, a que se somam os projetos previstos para o Forte de S. João Baptista e Estação Radionaval de Apúlia, a desenvolver no âmbito da parceria com a Universidade do Minho.

Benjamim Pereira afirma que “Esposende está a viver uma nova fase de investimento, através da concretização de um conjunto de intervenções estruturantes para o futuro”, sublinhando que estas integram a estratégia de desenvolvimento definida para o Município e que passa, em grande medida, pela implementação do projeto Esposende Smart City, recentemente apresentado.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE ACOLHE INICIATIVA "VAMOS LIMPAR PORTUGAL - MÃOS À OBRA!"

O Município de Esposende e a empresa municipal Esposende Ambiente vão colaborar com a iniciativa “Vamos Limpar Portugal – Mãos à Obra”, que se realiza no dia 22 de setembro e cujo objetivo é diminuir os efeitos que a poluição tem para o nosso ambiente, limpando o meio onde vivemos.

Ação de Limpeza na Praia.jpg

Integrada no "Mãos à Obra", projeto solidário fundado por Inês Durão que consiste na limpeza geral do país, a iniciativa “Vamos Limpar Portugal” tem como locais de incidência as zonas do rio, praia, monte e até a zona urbana, sendo coordenado, a nível concelhio, por Joana Torre e Sara Hipólito.

Estão identificados vários pontos de encontro para todos os participantes, pelas 10h00, como o edifício dos Socorros a Náufragos, na cidade de Esposende, no centro interpretativo de Vila Chã, no miradouro de Belinho, no acesso à discoteca Pacha, em Ofir e no Barzin, em Cepães.

De resto, já é usual Esposende promover, anualmente, em março, uma grande ação de voluntariado ambiental, através de ações de limpeza do litoral e zonas ribeirinhas do concelho, razão pela qual as entidades municipais prontamente se associaram à iniciativa “Vamos Limpar Portugal – Mãos à Obra!”.

O Município de Esposende e a Esposende Ambiente colaboram na logística da organização, nomeadamente com a entrega de sacos e luvas para a recolha dos resíduos, assim como a recolha e encaminhamento dos mesmos.

Esta postura enquadra-se, de resto, nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas, nomeadamente Água Potável e Saneamento, Cidades e Comunidades Sustentáveis, Ação Climática, Proteger a Vida Marinha, Proteger a Vida Terrestre e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE INFORMA E SENSIBILIZA COMUNIDADE SOBRE A DOENÇA DE ALZHEIMER

“Doença de Alzheimer e Outras Demências” é como se intitula a ação de informação que irá decorrer na Casa da Juventude de Esposende, no próximo dia 17 de setembro, às 17h00, numa organização da Delegação Norte da Associação Alzheimer Portugal, em parceira com o Município de Esposende.

alzheimercartazz.jpg

Esta iniciativa é aberta à comunidade em geral e pretende constituir-se como um momento de partilha de conhecimentos e experiências sobre esta temática, proporcionando a abordagem de um conjunto de questões relacionadas com a doença.

A participação nesta ação é gratuita, contudo carece de inscrição prévia através do email accaosocial@cm-esposende.pt ou do telemóvel 962 020 398.

Recorde-se que, com o objetivo de sensibilizar a comunidade para a problemática das demências, a Associação Alzheimer Portugal, em parceria com o Município de Esposende, vai promover o Passeio da Memória, no dia 21 de setembro, Dia Mundial da Doença de Alzheimer. Trata-se de uma caminhada solidária a favor da Alzheimer Portugal, com partida às 9h00, da Casa da Juventude de Esposende, desenvolvendo-se ao longo do Caminho dos Mareantes, um percurso na cidade de Esposende, com uma extensão de 6 quilómetros. O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, IP decidiu-se associar ao Passeio da Memória, no âmbito do Dia Aberto do Parque Natural do Litoral Norte, proporcionando, também, o conhecimento do património natural de Esposende. Os interessados em participar deverão inscrever-se através do e-mail passeiodamemoria@alzheimerportugal.org, do telefone 213 610 460 ou do telemóvel 967 220 658.

Estas ações inserem-se no âmbito do protocolo estabelecido entre o Município de Esposende, Associação Alzheimer Portugal, Sierra Portugal, S.A e o Centro Social da Juventude Unida de Marinhas, e que englobou, também, a criação no concelho do “Café Memória”, um espaço destinado aos familiares, cuidadores e amigos de pessoas com Alzheimer ou com outro tipo de demência, para partilha de experiências, informação e suporte mútuo, num contexto informal.

O Município concretiza, por esta via, o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, nomeadamente no que se refere a Saúde de Qualidade (ODS 3) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade (ODS 17).

AMAReMAR APRESENTA ESPETÁCULO NO PORTO

O projeto social e comunitário AMAReMAR, desenvolvido pelo Município de Esposende, vai integrar a programação que antecede o MEXE - Encontro Internacional de Arte e Comunidade, evento que o PELE - Espaço de Contacto Social e Cultural realiza entre os dias 16 e 20 de setembro, na cidade do Porto.

AMAReMAR.jpg

O Triumph’arte – Grupo de Teatro Comunitário de Esposende sobe ao palco no próximo domingo, dia 15 de setembro, pelas 16h00, na Casa d’Artes do Bonfim, no Porto, com o espetáculo de Teatro-fórum “Tu e eu, e agora?”, que convida à discussão e reflexão sobre o tema da discriminação face à orientação sexual de cada indivíduo.

Em atividade desde 2016, o projeto AMAReMAR tem vindo a promover a coesão social, valorizando a educação pela arte, através das diversas atividades que desenvolve, no enriquecimento da formação integral do indivíduo e do seu coletivo, e no desenvolvimento de uma sociedade mais solidária e participativa. Este projeto enquadra-se no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da agenda 2030 da ONU, designadamente ODS 1 - Erradicar a Pobreza, ODS 4 - Educação de Qualidade, ODS 10 – Reduzir as desigualdades, ODS 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis, ODS 16 – Paz, Justiça e Instituições Eficazes e ODS 17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

Atendendo à sua dimensão e importância, a participação neste evento é da maior relevância, constituindo uma oportunidade para dar a conhecer o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Município de Esposende junto da comunidade esposendense.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE PROMOVE DESFOLHADA MALHADA EM APÚLIA

Domingo – 15 de setembro

O Município de Esposende, em parceria com os grupos folclóricos do concelho, vai realizar uma Desfolhada Malhada, no próximo domingo, dia 15 de setembro, a partir das 15h00, na Praça dos Sargaceiros, em Apúlia. A atividade é aberta à comunidade em geral e tem entrada livre.

70335149_2607193705969327_7631512197515968512_n.jpg

Além do anfitrião Grupo dos Sargaceiros da Casa do Povo de Apúlia, a atividade vai contar com a participação do Grupo Associativo de Divulgação Tradicional de Forjães, Grupo de Cantares e Dançares de S. Paio de Antas, Rancho Folclórico As Moleirinhas de Marinhas, Rancho Folclórico Danças e Cantares de Marinhas, Rancho Folclórico de Fonte Boa, Rancho Folclórico de Palmeira de Faro, Rancho Folclórico Sargaceiro da Vila de Apúlia e Ronda de Vila Chã.

Para além da desfolhada e malhada do milho ao vivo, haverá animação com danças e cantares pelos grupos participantes. Para além da preservação dos usos e costumes e da cultura popular associada à vida do campo, pretende-se promover o convívio entre os elementos dos grupos folclóricos concelhios, envolvendo a comunidade.

Esta atividade insere-se o âmbito da política de descentralização cultural municipal, refletindo o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, designadamente ODS 4 - Educação de Qualidade e ODS 17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

TRANSCÁVADO ESTÁ DE VOLTA DESDE MONTALEGRE A ESPOSENDE

TransCávado 2019 é apresentado amanhã em Montalegre

Amanhã, dia 13 de setembro, a empresa municipal Esposende 2000 vai fazer a antevisão do TransCávado BTT-GPS 2019, em sessão a decorrer em Montalegre, no Ecomuseu de Barroso – Espaço Padre Fontes, às 10h30, integrada no Fórum Desporto, Turismo e Território.

transcavado.jpg

A quarta edição deste evento desportivo decorrerá nos dias 21 e 22 de setembro e ligará a nascente do rio Cávado à foz, partindo do sopé da terceira elevação de Portugal, a serra do Larouco, em Montalegre, com os seus imponentes 1.525 metros de altitude, em direção a Esposende.

Mais de 400 participantes abraçaram o desafio e vão pedalar por trilhos, carreiros, caminhos e estradas, uns na versão slow race, em apenas um dia, outros na vertente race, ao longo dos dois dias. São 150 quilómetros de pura adrenalina e vibrante desafio.

Reafirmando a importância da bacia hidrográfica do Cávado, esta prova de ousadia, desafio e superação tem marcada passagem por nove municípios (Montalegre, Terras de Bouro, Vieira do Minho, Póvoa de Lanhoso, Amares, Vila Verde, Braga, Barcelos e Esposende), envolvendo territórios de dois distritos (Vila Real e Braga), unindo Trás-Os-Montes e o Minho e assumindo-se como um canal privilegiado de divulgação cultural da região, através do ciclismo de aventura, natureza, lazer e liberdade.

Na consolidação do sucesso das edições anteriores, está lançado o desafio de ligar o majestoso Parque Nacional da Peneda-Gerês ao imponente Parque Natural do Litoral Norte, unindo a nascente à foz, testemunhando o fraterno abraço do Cávado ao oceano Atlântico e usufruindo de um genuíno sentimento de pura liberdade em vertiginosa pedalada velocipédica.

Na organização desta prova, a Esposende 2000 conta com a parceria dos municípios de Esposende, Barcelos, Vila Verde, Braga, Amares, Terras de Bouro, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho e Montalegre, assegurando toda a logística necessária, nomeadamente, transporte de pessoas, bicicletas, mochilas, alimentação e dormidas, com pontos de recolha em Montalegre e em Esposende, apoio médico e mobilidade supervisionada e protegida.

ESPOSENDE POSICIONA-SE NO PANORAMA EQUESTRE INTERNACIONAL

Esposende evidenciou-se no panorama equestre internacional com a realização da primeira edição do Concurso de Saltos Internacional, que decorreu entre os dias 6 a 8 de setembro, no Clube Hípico do Norte, em Gandra.

IMG_0029 (1).JPG

O evento, organizado pelo Clube Hípico do Norte, em parceria com a Federação Equestre Portuguesa e a Câmara Municipal de Esposende, envolveu 150 cavaleiros e cerca de 600 profissionais de equitação, sendo que o vencedor da prova principal foi o português Hugo Carvalho.

A organização pretendeu proporcionar ao público um espetáculo único em família, com entrada gratuita, com momentos lúdicos, batismos a cavalo, insufláveis, concertos ao vivo, passeios de barco no rio Cávado, provas equestres noturnas e festas temáticas.

Já os cavaleiros profissionais tiveram uma experiência competitiva de excelência, tanto no aspeto da participação e performance desportivas, como na hospitalidade com que Esposende acarinhou o evento, os participantes e seus familiares.

O CSI Esposende foi selecionado pela Federação Equestre Portuguesa como etapa de qualificação para o Campeonato da Europa da Juventude de 2020 e teve transmissão em direto na SPORT-TV e em diferido na RTP.

A Federação Equestre Portuguesa considerou este evento como um dos melhores concursos dos últimos anos realizados em Portugal. O Hipismo tornou-se, definitivamente, um produto turístico, posicionando o concelho como um território de eleição para o turismo equestre. A organização estima que o impacto económico do evento em Esposende foi superior a 680 000 euros.

O Presidente da Câmara Municipal de Esposende sublinha o impacto deste evento na projeção da imagem de Esposende, como um destino equestre turístico e desportivo. Benjamim Pereira refere que “o balanço é francamente positivo, sendo que a organização do Clube Hípico do Norte esteve ao melhor nível”.

“Pela visibilidade, notoriedade e valor turístico que o CSI Esposende representa está garantida a sua continuidade, em 2020”, afiançou.

IMG_1969.JPG

IMG_1989.JPG

ASSOCIAÇÃO CIDADÃOS DE ESPOSENDE TEM NOVO ESPAÇO ONLINE PARA OS RESIDENTES

Emprego, Ambiente, Empresas Smart City eCidadania são os cinco pontos da nova plataforma.

Depois de vários meses de construção, a nova plataforma viu a luz no passado dia 7 de setembro e pretende ser uma referência no concelho, contribuindo para uma melhoria nas condições de vida dos Esposendenses. Ambiente, Emprego, Cidadania, Smart City e Empresas: são estes os cinco pontos principais em que a nova plataforma pretende intervir.

Esposende Online.png

Hoje, vemos que surgem iniciativas desde o ambiente à tecnologia e onde a participação e as reflexões coletivas permitem aos cidadãos colaborar na construção da sua cidade.

Só assim, sentindo-se parte da mesma e comprometendo-se mais, se consegue uma melhoria efetiva.

Há um grande número de ações que, por vezes, parecem não ter relação umas com as outras, mas que dão o seu contributo para uma cidade melhor, uma coletividade mais próxima que se está a reorganizar como comunidade, criando soluções para aumentar a qualidade de vida em meio urbano.

A Associação acredita que são estas pequenas mudanças as que fazem mudar a cidade.

As novidades do espaço online

São várias as opções disponíveis na nova plataforma, como ofertas de emprego, apoio às empresas com a elaboração de páginas web a custo reduzido ou ações ambientais, tudo relacionado com o conceito Smart City.

No ambiente, serão realizadas diferentes ações de sensibilização envolvendo a comunidade e consciencializando para os problemas locais. Para os jovens, a Associação pretende aumentar a oferta existente na formação em novas tecnologias, cujo sucesso chegou em 2019 na participação internacional onde representaram Portugal por duas vezes em eventos de programação.

Para as empresas, a Associação aposta na internacionalização, deixando também espaço para o comércio local onde as páginas web são a prioridade.

Uma cidade realmente inteligente

Para Smart City, a Associação aposta na melhoria efetiva e com repercussão real na vida dos cidadãos, não se revendo na forma como outras cidades dinamizam o conceito Smart City colocando obras de arte nas ruas que poucos entendem.

Paula Gomes, responsável pela plataforma, afirma que uma Smart City só faz sentido se existir comunicação com os cidadãos. “Acreditamos que se deve conhecer os problemas para os poder corrigir, que se deve investir na tecnologia, sim, mas direcionada aos mais jovens, que se deve controlar o ruído mas é fundamental que seja no verão.

Com esta nova plataforma pretendemos não apenas alertar como realizar ações que envolvam a comunidade”.

De referir que esta Associação já oferece aos Esposendenses vários serviços de apoio – o “Alerta Cidadão” é hoje uma referência local na resolução de problemas e o CoderDojo, que permite aos jovens aprender programação, são exemplos de sucesso.

ESPOSENDE FESTEJA “NOITE VERMELHA”

Os esposendenses não esquecem os seus bombeiros nem regateiam a sua solidariedade.

A “Noite Vermelha” juntou centenas de pessoas no quartel dos Bombeiros Voluntários de Esposende.

70310209_2622776544452065_8871667709130047488_n.jpg

A “Noite Vermelha” é uma iniciativa da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Esposende que visa angariar fundos para melhorar as condições de operacionalidade da corporação.

E, ao toque da sirene dos bombeiros, os esposendenses não faltam à chamada e são os primeiros a comparecer na primeira linha da solidariedade: eles sabem qual o seu real valor e mérito!

Fotos: Luís Eiras / http://esposendealtruista.blogspot.com/

69795325_2622785504451169_7980604626778980352_n.jpg

69501587_2622777997785253_8285705874987548672_n.jpg

69610459_2622778184451901_8989842273990606848_n.jpg

69649549_2622776657785387_1894953508164075520_n.jpg

69688020_2622776837785369_7095759295567888384_n.jpg

69717251_2622783447784708_7853161466659078144_n.jpg

69770440_2622785111117875_1493603378586976256_n.jpg

69830635_2622779177785135_5491104018509856768_n.jpg

69849515_2622776924452027_5902847328993148928_n.jpg

69877510_2622775537785499_7088216435347947520_n.jpg

69933709_2622779961118390_1198174027361812480_n.jpg

69960505_2622779281118458_6054187249061330944_n.jpg

69992790_2622777921118594_2203777337672073216_n.jpg

70002505_2622775991118787_8146018626395176960_n.jpg

70032735_2622778067785246_2838458995897794560_n.jpg

70158772_2622778781118508_6060441026386984960_n.jpg

70164717_2622779434451776_1295308999138213888_n.jpg

70354905_2622785234451196_8059376294082641920_n.jpg

70369570_2622778891118497_84267004944449536_n.jpg

70395909_2622779004451819_2200835856304963584_n.jpg

70411261_2622775554452164_6800426181674926080_n.jpg

70526773_2622776681118718_4781607453076750336_n.jpg

70536280_2622776397785413_5992766399229984768_n.jpg

70576892_2622781034451616_1561878923208294400_n.jpg

70638234_2622785594451160_3751535576642224128_n.jpg

70821000_2622785297784523_9214606730158145536_n.jpg

ESPOSENDE DÁ FORMAÇÃO DE SUPORTE BÁSICO DE VIDA

Município promove ações de formação de Suporte Básico de Vida para agentes desportivos

O Município de Esposende e a Associação de Futebol de Braga, com o apoio dos Bombeiros Voluntários de Esposende, vão promover ações de formação para agentes desportivos sobre Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa.

formação agentes desportivos.jpg

As ações decorrerão nos dias 28 de setembro, 2 e 23 de novembro e 21 de dezembro, nas instalações dos Bombeiros Voluntários de Esposende. Cada ação é limitada a 12 formandos, a inscrição é gratuita e deverá ser realizada através do e-mail: desporto@cm-esposende.pt

Estas ações de formação são certificadas pelo INEM e são também acreditadas, sendo que os créditos dão acesso à revalidação do Título Profissional de Treinador de Desporto 1,6 UC.

Com o início de mais uma época desportiva, o Município de Esposende, no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo, pretende dotar os diversos agentes desportivos de conhecimentos que lhes permitam executar corretamente manobras de Suporte Básico de Vida.

Através da promoção destas ações de formação, o Município está a contribuir para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, concretamente do ODS 3 - Saúde de Qualidade e do ODS 17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

ESPOSENDE É CIDADE INTELIGENTE

Tendo como palco o Forte de S. João Baptista, “uma edificação do passado a servir de berço à preparação do futuro”, nas palavras do Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, o Município de Esposende realizou ontem, dia 5 de setembro, a apresentação do projeto “Esposende SmartCity”.

_DSC2837.JPG

Assente nos pilares Sustentabilidade, Pessoas, Território e Arte, e tendo como grande propósito a qualidade de vida das populações, o projeto desenvolve-se em cinco eixos: Cidade Analítica, Cidade Resiliente, Cidade Preditiva, Cidade de Conhecimento e Educação e, ainda, Território Criativo, vetores que se relacionam intrinsecamente com o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas.

O Presidente da Câmara Municipal assinalou a relevância e o alcance da “cidade inteligente”, materializada na aplicação da tecnologia em projetos estruturantes em áreas decisivas como ambiente, mobilidade, energia, cultura e património e reabilitação urbana.

“Se queremos ser uma cidade atrativa, um território inclusivo, temos que criar as condições para satisfazer as necessidades dos nossos cidadãos, de forma rápida, fiável e expedita, dentro das potencialidades deste mundo novo em que vivemos”, afirmou, notando que Esposende possui já um conjunto de informação muito relevante para o desenvolvimento do trabalho que se perspetiva. A título exemplificativo, explicou que a gestão inteligente permitirá melhorar um conjunto de áreas de intervenção, como a rede de iluminação pública, os consumos/fugas de água, a recolha de resíduos ou a gestão das redes de rega. O sistema de informação possibilitará também conhecer as dinâmicas dos turistas e visitantes e avaliar a qualidade do Ar, Ruído e Índice Ultravioleta e contempla a potenciação do sistema de informação geográfica (SIG) que possibilitará uma melhor gestão das operações no terreno. “Esposende cidade inteligente” perspetiva também uma rede wi-fi abrangente ao território e uma rede alargada de carregamento elétrico de viaturas. Contudo, o seu âmbito é muito mais vasto e abrangente, incidindo sobre todas as áreas de intervenção do município.

Benjamim Pereira reconhece que ao posicionar-se como SmartCity, Esposende inicia “uma caminhada interminável, na medida em que o desenvolvimento tecnológico acompanhará sempre o desenvolvimento da humanidade”. Em todo o processo é, contudo, fundamental, segundo o autarca, “a afirmação deste território de forma diferenciada, através da experienciação e contacto com a arte como prioridade para Esposende”. A terminar, expressou agradecimentos a todos os que estiverem envolvidos na concretização do projeto.

O dstgroup suporta a implementação do projeto na sua componente tecnológica, de sensorização e arte através da solução Mosaic e da zet_gallery. Na sua intervenção, o Presidente do Conselho de Administração da dstgroup, José Teixeira, destacou a integração das artes no projeto Esposende SmartCity e enalteceu as virtualidades da componente cultural no processo de desenvolvimento dos territórios.

A instalação artística ambiental, da autoria de Pedro Tudela e Miguel Carvalhais, ontem inaugurada na zona ribeirinha, junto ao Forte de S. João Baptista, foi apontada por José Teixeira como “uma obra que liga as artes e a música e que gera uma sensação de bem-estar”. Defendendo que a arte é serviço público, o presidente do dstgroup saudou o Município de Esposende por esta aposta.

O Diretor do Instituto de Bio Sustentabilidade da Universidade do Minho, Tiago Miranda, afirmou que Esposende se diferencia de outros projetos de cidades inteligentes, na medida em que se apoia nos pilares da Sustentabilidade, das Pessoas, do Território e da Arte, notando que é também inovador porque envolve equipas multidisciplinares tanto do Município como da iniciativa privada e da Academia. Clarificou, a propósito que o Instituto de Bio Sustentabilidade da Universidade do Minho contribuirá no âmbito do eixo Cidade Resiliente, no que concerne aos desafios relacionados com a nova economia do mar, a proteção ambiental, a preservação da biodiversidade, a resiliência das infraestruturas costeiras e a adaptação às alterações climáticas. Adiantou, ainda, que atuará também no eixo Território Criativo, através de iniciativas artísticas promotoras de princípios de sustentabilidade ambiental.

A sessão de apresentação do Esposende SmartCity concluiu com a inauguração da instalação artística ambiental “octo _ _ _ _” , da autoria de Pedro Tudela e Miguel Carvalhais. Coube a Pedro Tudela fazer a apresentação da obra, composta por oito módulos de ferro pintados a negro (zona exterior) e vermelho (no interior), e que incorpora as componentes sonora e visual. O artista explicou que “cada módulo tem uma presença física - matéria, volume, cor, densidade, luz, temperatura - mas também uma presença sonora - emanando som, destacando-se a relação da instalação com o meio natural em que se insere.

Para mais informações sobre o projeto, poderá ser consultado o site www.municipio.esposende.pt

_DSC2933.JPG

_DSC2941 (1).JPG

_DSC2996.JPG

_DSC3008.JPG

_DSC3054.JPG

CONCURSO DE SALTOS INTERNACIONAL REALIZA-SE EM ESPOSENDE

Esposende acolhe Concurso de Saltos Internacional de 6 a 8 de setembro

Esposende vai acolher, no próximo fim-de-semana, um mega evento de equitação: a primeira edição do Concurso de Saltos Internacional (CSI). O evento é organizado pelo Clube Hípico do Norte, em parceria com a Federação Equestre Portuguesa e a Câmara Municipal de Esposende, e decorrerá de 6 a 8 de setembro, nas instalações do Clube Hípico do Norte, com entrada livre.

Poster Horizontal.jpg

A competição conta com a presença dos melhores conjuntos nacionais, entre eles os cavaleiros olímpicos António Vozone e Miguel Faria Leal e também o cavaleiro António Matos Almeida, que terminou o Campeonato da Europa em 11.º lugar, a melhor classificação de sempre de um português. O evento conta, ainda, com a presença de prestigiados cavaleiros internacionais, provenientes de 13 países. Em termos globais, o CSI de Esposende envolve 150 cavaleiros e cerca de 600 profissionais de equitação, de 11 nacionalidades (Portugal, Espanha, Suécia, Suíça, Noruega, Malásia, Brasil, Angola, África do Sul, França, Inglaterra).

As provas decorrerão em contínuo ao longo dos três dias, entre as 10h30 e as 17h00. O Grande Prémio realiza-se no domingo, dia 8 de setembro, às 16h00, e terá transmissão em direto na SPORT-TV e em diferido na RTP. A par da competição, estará disponível uma funzone, proporcionando a todas as crianças uma experiência a cavalo gratuita e uma zona de lazer com insufláveis e outras diversões. No sábado à noite, dia 7 de setembro, o programa noturno inclui um jantar, uma prova espetáculo e um concerto ao vivo.

O Concurso de Saltos internacional de Esposende constituirá uma etapa de qualificação da equipa nacional de saltos de obstáculos para o Campeonato da Europa da Juventude 2020. Na semana que antecedeu o evento, a Federação Equestre Portuguesa organizou o estágio da seleção nacional no Clube Hípico do Norte, para o selecionador Jean Marc Nicolas realizar a preparação dos jovens cavaleiros.

O Município de Esposende associa-se ao evento, com o intuito de posicionar o concelho como um território de eleição para o turismo equestre nas vertentes desportiva e lúdica, consolidando o significativo impacto económico que este produto tem na economia local.