Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ESPOSENDENSES: CAMPEÕES! CAMPEÕES!

FC Marinhas, AD Esposende e CF Fão campeões do Campeonato Concelhio de Futebol Infantil 2018/2019

O Futebol Clube Marinhas, a Associação Desportiva de Esposende e o Clube Futebol Fão foram os vencedores da edição 2018/2019 do Campeonato Concelhio de Futebol Infantil.

ADEsposende.jpg

A competição, promovida pelo Município de Esposende no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo, decorreu ao longo de sete meses, com jornadas concentradas em vários recintos desportivos do concelho, e culminou no passado fim-de-semana, dias 18 e 19 de maio, no Estádio Padre Avelino Peres Filipe, em Marinhas.

Participaram nesta edição 47 equipas dos clubes e associações do concelho, nomeadamente Grupo Desportivo de Apúlia, Clube Futebol de Fão, Forjães Sport Club, Desportivo Recreativo Estrelas Faro, Gandra Futebol Clube, Associação Desportiva de Esposende, Centro Social Juventude de Belinho, Futebol Clube Marinhas e União Desportiva de Vila Chã. No total estiveram envolvidos cerca de 750 atletas, com idades entre os 4 e os 12 anos, nos escalões de Petizes, Traquinas, Benjamins e Infantis, sendo que, à semelhança das edições anteriores, a arbitragem foi assegurada por jovens do concelho com formação para o efeito.

Numa estratégia de descentralização e de aproximação da iniciativa à comunidade, os jogos repartiram-se pelo Estádio Padre Sá Pereira, Estádio Padre Avelino Peres Filipe, Centro Desportivo do CF Fão, Estádio da UD Vila Chã, Estádio Horácio Queirós, Campo da Fonte em Gandra, Campo dos Sargaceiros de Apúlia, Complexo Desportivo de Rio Tinto, Campo de Jogos do CSJ Belinho e Campo de Jogos do Antas Futebol Clube.

Em termos classificativos, no Escalão Traquinas, o primeiro classificado foi o FC Marinhas A, na segunda posição classificou a AD Esposende A e, em terceiro, ficou a EF "O Fintas". No Escalão Benjamins, o vencedor foi a AD Esposende A, o segundo classificado foi o CF Fão e, em terceiro, classificou-se o FC Marinhas B. No que se refere ao Escalão Infantis, as três equipas vencedoras foram o CF Fão A, a AD Esposende A e a EF "O Fintas". No Escalão Petizes a classificação não é tida em conta, pois o objetivo principal é envolver os atletas na festa do Campeonato Concelhio de Futebol Infantil, proporcionando-lhes momentos de lazer e convívio.

Esta competição pretende proporcionar às associações desportivas locais um quadro competitivo apelativo e de fácil acesso, através de uma maior proximidade e participação entre todos os agentes desportivos, nomeadamente uma maior envolvência por parte dos pais dos atletas. Ao longo dos últimos anos, tem contribuído para o aumento significativo do número de praticantes nos escalões mais baixos de formação, o que se reflete no número de atletas e equipas participantes nos campeonatos federados da Associação de Futebol de Braga e nos excelentes resultados alcançados.

CCFI.jpg

CCFI_.jpg

CFFão.jpg

FCMarinhas.jpg

ESPOSENDE DEBATE EDUCAÇÃO

Fórum da Educação debate “Sucesso: conceções, desafios e percursos”

O Município de Esposende promove, de 24 de maio a 4 de junho, a edição de 2019 do Fórum da Educação. Subordinado ao tema “Sucesso: conceções, desafios e percursos”, o Fórum visa promover a reflexão sobre diferentes dimensões transversais, de carácter pessoal, social e conjuntural, que interagem no processo de desenvolvimento educativo. Durante o evento, serão apresentados trabalhos de investigação, projetos e atividades, promovidos por diversos agentes, desde escolas, instituições culturais e sociais, académicos, empresas, criativos, entre outros, contribuindo para a reflexão sobre a temática proposta.

forum 2019.jpg

Tendo por base os princípios da Carta das Cidades Educadoras e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 (ONU), nomeadamente o referente à “Educação de Qualidade”, serão promovidas ações de âmbito diversificado, procurando abranger todos os públicos.

Programa diversificado

Agendada para as 18 horas do dia 24 de maio, a sessão de abertura terá lugar no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio e contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, do Delegado Regional de Educação do Norte, João Miguel Gonçalves, e de Alberto Santos, da Confederação Nacional das Associações de Pais. Seguir-se-á a conferência “Infância e Educação em Tempos de Incerteza”, proferida por Manuel Sarmento, do Instituto de Educação da Universidade do Minho, com moderação de Joaquim Machado, da Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa – Porto.

Serão, ainda, entregues os Prémios “Escola amiga das crianças”, promovidos pela Leya e pela Confederação Nacional das Associações de Pais, em articulação com a Federação das Associações de Pais do Concelho de Esposende. Serão distinguidas as escolas EB Apúlia, EB Criaz, EB Facho e EB Forjães.

No dia 25 de maio, às 15h, a Casa da Juventude acolhe uma Simultânea de Xadrez, com o Mestre FIDE Hugo Lima Santos, aberto à comunidade. A iniciativa surge no âmbito do trabalho desenvolvido no “Clube Mais Capacidade” (Xadrez e Jogos Matemáticos), do Projeto Rumo ao Sucesso - Projeto Municipal de Combate ao Insucesso Escolar.

No dia 27 maio, pelas 17h30, decorre o painel “Para uma escola com todos e para cada um”, com José Carlos Morgado, do Instituto de Educação da Universidade do Minho a abordar o tema “Desafios Curriculares Contemporâneos: que papel para o professor?” e Fernando Elias, Diretor do Agrupamento de Escolas de Colmeias (Leiria), com a comunicação “Escola (mais) Inclusiva e Autonomia e Flexibilidade Curricular: está na hora de (os) incluir”. Será ainda apresentado o projeto “Rumo ao Sucesso”, com a participação de representantes das diversas entidades envolvidas neste plano municipal. A moderação está a cargo de Sandra Macedo.

No dia 29 de maio, entre as 9h e as 17h30, o Parque Radical acolhe uma Mostra Educativa dedicada aos ensinos superior e secundário, na qual participam a U. Minho, a U. Porto, o I. Politécnico de Viana do Castelo, o I. Politécnico do Cávado e do Ave, o ISAVE, o I. Universitário da Maia, a U. Católica - Porto, a U. Católica - Braga, a CESPU, o IPAM Porto, o ISAG, o Exército – Centro de Recrutamento de Braga, a Escola Secundária Henrique Medina, a Escola Profissional de Esposende e Centro Qualifica Litoral Cávado.

Nesse mesmo dia, às 14h30, inicia a Jornada “O futuro que procuras”, destinada, sobretudo, a alunos do ensino secundário. Neste âmbito, o Auditório Municipal de Esposende será palco da apresentação do estudo “Ensino Superior: estudar compensa?”, por Hugo Figueiredo, do Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial da Universidade de Aveiro e Miguel Portela, da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho. O programa da Jornada segue com a palestra “O poder de um sonho”, por Adelino Cunha, SOLFUT - I Have the Power. Às 20h30, na Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, realiza-se a tertúlia “Percursos que inspiram”, com a presença de Diana Teixeira Pinto, diretora de Marketing e Visual Marchandising da MO – SONAE, Diogo Costa, maestro, Pedro Ferreira, arquiteto, Rui Couto, fundador da Founders Founders e Tiago Miranda, Diretor Executivo do Instituto de Ciência e Inovação para a Bio-sustentabilidade da Universidade do Minho. A moderação estará a cargo de Hernâni Zão Oliveira.

No dia 31 maio, pelas 21h30, o Auditório Municipal de Esposende acolhe a conferência “Pensar a escola do futuro - em homenagem a António Sérgio”, proferida por António Sampaio da Nóvoa, Reitor honorário da Universidade de Lisboa e Embaixador de Portugal na UNESCO, com moderação de João Miguel Gonçalves, Delegado Regional de Educação do Norte. A sessão será precedida pela performance “Liberdade”, pelo Coro Ars Vocalis.

No dia 1 de junho, às 21h30, o Auditório Municipal acolhe o concerto “Viagem – um sonho por entre os recantos do mundo”, pelo Coro de Pequenos Cantores de Esposende, com direção de Helena Venda Lima.

No dia 3 de junho, às 18 horas, realiza-se o Painel “Educação e formação de adultos: contributos para um desenvolvimento territorial inclusivo”, contando com a participação de João Caramelo, da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, com a comunicação “Educação de Adultos: prioridade de um território inclusivo”, Maria Antónia Gonçalves, Vice-Presidente da Associação Portuguesa de Educação e Formação de Adultos, que se debruçará sobre o tema “Percursos de Cidadania, Alfabetização e Literacias: um projeto inovador em Esposende” e Armando Loureiro, coordenador do Centro Qualifica Litoral Cávado, com a comunicação “Centro Qualifica: um espaço de Liberdade”. A moderação estará a cargo de Armando João Santos, Diretor do Centro de Emprego de Barcelos.

No dia 4 de junho, pelas 14h30, realiza-se no Auditório Municipal de Esposende a final intermunicipal do concurso “Olimpíadas do Património” - Projeto “+Cidadania”.

O Fórum da Educação conta com a colaboração da Zendensino, nomeadamente através do acolhimento aos participantes, em diversas ações, por alunos dos cursos de Técnico de Restauração da Escola Profissional de Esposende, e da performance artística de alunos da Escola de Música de Esposende, em diversos momentos.

Dia Mundial da Criança

O Fórum da Educação integra, uma vez mais, as comemorações do Dia Mundial da Criança. Entre 20 maio a 21 junho sobem ao palco “As Aventuras da Boneca SolFaMi” e “O Universo dos Instrumentos: as aventuras de Zé Manel Pianolas”, projetos artísticos multidisciplinares itinerantes, concebidos pela Escola de Música de Esposende, dirigidos a crianças da E. Pré-Escolar e alunos do 1.º CEB.

Nos dias 1 e 2 de junho há “Festa no Parque”, com insufláveis, atividades radicais, jogos tradicionais, pinturas faciais, oficinas, workshops, atividades desportivas, entre outras. As atividades decorrerão no Parque Radical e na Zona Ribeirinha envolvente, em Esposende, resultando de uma organização conjunta de diversos serviços do município e das empresas municipais Esposende Ambiente e Esposende 2000, com a colaboração da CIM Cávado, ACICE, Esposende Solidário e Noocity.

ESPOSENDENSES CAMINHAM PELAS MARGENS DO CÁVADO PARA ASSINALAR DIA INTERNACIONAL DA FAMÍLIA

Caminhada Margem do Cávado assinala Dia Internacional da Família

O Dia Internacional da Família, que se comemora a 15 de maio, foi assinalado no Município de Esposende, com a 6.ª Caminhada Margem do Cávado. A iniciativa foi organizada pela Santa Casa da Misericórdia de Fão, no âmbito do Ativo +, Programa Colaborativo para a Longevidade, desenvolvido no seio da Rede Social de Esposende, e contou com cerca de 350 participantes, maioritariamente idosos e crianças.

_DSC2662.JPG

Com partida do Largo Avelino Pires Carneiro, em Fão, os participantes desfrutaram de uma paisagem magnífica pela margem do rio Cávado em contato com a natureza, dando cumprimentos aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, concretamente os ODS 3 – Saúde de Qualidade, ODS 16 – Paz, Justiça e Instituições Eficazes e ODS 17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

Marcaram presença na iniciativa o Presidente do Conselho de Administração da Esposende 2000, António Maranhão Peixoto, e a Vice-Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Alexandra Roeger, que saudou os participantes e felicitou o Lar S. João de Deus da Santa Casa da Misericórdia de Fão pela organização da iniciativa, agradecendo também o apoio da Esposende 2000 e dos Bombeiros Voluntários de Fão. Agradeceu também à Associação Social Cultural e Recreativa de Apúlia, ao Centro Social da Juventude Unida de Marinhas, ao Centro Social João Paulo II, à Esposende Solidário – Associação Concelhia para o Desenvolvimento Integrado e à Escola Básica de Fão, que se associaram às comemorações do Dia Internacional da Família, e à demais comunidade participante.

Alexandra Roeger destacou a intergeracionalidade da iniciativa, notando que proporciona momentos de um saudável convívio entre várias gerações e contribui para reforçar a importância dos laços familiares e para a promoção do bem-estar e saúde física.

No âmbito do programa Ativo +, este mês, realizam-se mais duas atividades. Assim, no dia 20, decorrerão os Jogos Tradicionais sob o tema “Recordar é Viver”, numa organização do Centro Social da Juventude Unida de Marinhas e, no dia 29, no Castro de São Lourenço, em Vila Chã, terá lugar a atividade Canta comigo!, promovida pela Esposende Solidário.

O Ativo+ é um programa colaborativo, direcionado para a comunidade sénior e que visa a promoção da longevidade. Através da oferta de atividades desportivas, culturais, sociais, artísticas e recreativas, possibilita a continuidade da sua participação na vida social, cultural e cívica. Este ano, o Ativo + integra o Ano Nacional da Colaboração, uma iniciativa de âmbito nacional que visa mobilizar e inspirar a sociedade portuguesa, através dos cidadãos e das instituições, para a relevância estratégica da colaboração, quer como forma de resolução de problemas, quer de otimização dos recursos disponíveis.

_DSC2708.JPG

_DSC2754.JPG

ESPOSENDE PROMOVE BIODIVERSIDADE

Esposende promove Semana da Biodiversidade de 18 a 22 de maio

O Município de Esposende, através da empresa municipal Esposende Ambiente, vai promover de 18 a 22 de maio, a Semana da Biodiversidade.

DSCF6060.JPG

Além de assinalar o Dia Mundial da Biodiversidade, que se comemora a 22 de maio, este evento visa sensibilizar a população para a necessidade da conservação da diversidade biológica, destacando a importância do equilíbrio dos diversos ecossistemas existentes no território concelhio e os seus principais usos.

Assim, o programa integra um conjunto diversificado de atividades para diferentes públicos, iniciando-se no dia 18, no Centro de Educação Ambiental, com o workshop “Hoje é dia de: Kokedama”. Orientada pelas criativas do projeto "Miss Papoila", esta ação de formação, com início às 14h30, abordará uma técnica ancestral de jardinagem tida como o "bonsai dos pobres". A participação tem um custo de 12 euros e carece de inscrição prévia, a efetuar através do telefone 253 967 147 ou do e-mail cea@esposendeambiente.pt

DSCF7875.JPG

O programa prossegue, nos dias 20 e 21, com o “Jogo da Biodiversidade”, iniciativa que será desenvolvida nos espaços exteriores do Centro de Educação Ambiental. Dirigida a alunos do 1.º ciclo, esta iniciativa contempla a participação dos alunos em diversas provas que envolvem cultura geral, sentido de orientação e destreza, e que darão a conhecer aos mais jovens algumas curiosidades sobre a biodiversidade existente na região. Já para os alunos do pré-escolar, decorrerá, na tarde do dia 21 de maio, a iniciativa “Vamos conhecer outros animais”, onde os participantes irão assistir a uma história que nos fala da importância das espécies autóctones e dos perigos associados à introdução de espécies exóticas.

Também no dia 21 de maio, e no âmbito do projeto “E-Ribeiras”, terá lugar, nos estabelecimentos de educação e ensino do 3.º ciclo e secundário, a palestra “Linhas de Água e Alterações Climáticas”, que abordará a importância da manutenção das linhas de água num contexto de adaptação às alterações climáticas.

No dia em que se assinala o Dia da Biodiversidade, 22 de maio, será realizada mais uma edição da iniciativa “Esposende diz SIM à biodiversidade”, que contará novamente com a participação dos alunos das ECO-escolas concelhias. Este ano, os alunos são desafiados a participar numa caminhada simbólica, a decorrer num dos troços da Ecovia do Litoral, e que será complementada com uma ação de recolha de resíduos na zona dunar e pinhal, para além de uma ação de controle de espécies invasoras.

Ainda no dia 22 de maio, e já ao final da tarde, terá lugar, no Centro de Educação Ambiental, uma Ação de Sensibilização para a Compostagem Doméstica, dirigida aos munícipes que pretendam realizar compostagem em sua casa e que ainda não tenham recebido um compostor doméstico. O objetivo passa pelo incentivo à reciclagem dos resíduos verdes produzidos em casa e pela redução da quantidade de matéria orgânica encaminhada para aterro sanitário. O número máximo de participantes é limitado ao número de compostores disponíveis, sendo obrigatória a inscrição prévia.

A Semana da Biodiversidade contribui para a concretização dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, nomeadamente para o ODS 6 - Água potável e saneamento, ODS 12 - Produção e consumo sustentáveis, ODS 14 - Proteger a vida marinha e ODS 15 - Proteger a vida terrestre.

Todas as informações sobre o evento encontram-se disponíveis no portal www.esposendeambiente.pt e no Blogue do CEA, em http://www.esposendeambiente.pt/cea/.

IMG_20180627_192254.jpg

ALUNOS DE ESPOSENDE GERAM IDEIAS EMPREENDEDORAS

Os projetos vencedores foram “Auto Light” e “Easy Meal”, apresentados por alunos da Escola Profissional de Esposende que, assim, vão representar o concelho de Esposende no Concurso de Ideias Intermunicipal, na segunda edição do Projeto “UP Cávado: Empreendedorismo nas Escolas”, enquadrado no Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Cávado.

Up Cávado 1.JPG

A Final do Concurso Municipal reuniu 12 equipas, envolvendo 44 alunos e quatro professores, da Escola Profissional de Esposende e da Escola Secundária com 3º ciclo Henrique Medina que tiveram também oportunidade de assistir, no período da manhã, à Palestra UP Cávado Talks, com o empreendedor e viajante Rafael Polónia.

A cerimónia de encerramento contou com a presença da Vereadora da Educação do Município de Esposende, Angélica Cruz que destacou “o espírito empreendedor dos alunos de Esposende, ao aderirem a esta desafio à criatividade, colocam o seu talento ao serviço de ideias inovadoras”.

Os projetos apresentados pelos alunos foram avaliados por um júri composto por Carlos Ribeiro, representante da Associação Comercial e Industrial de Esposende, Luís Caixinha, representante da Gesentrepreneur e Daniela Gomes, representante da CIM Cávado.

Este projeto que pretende evidenciar ideias de negócio inovadoras terminará numa sessão em que participam representantes da CIM Cávado, do Alto Minho e da Galiza.

Up Cávado.JPG

ESPOSENDE COMEMORA 8 ANOS DO ALBERGUE DAS MARINHAS

Aniversário do albergue das Marinhas assinalado com caminhada

As comemorações do 8.º aniversário do Albergue de S. Miguel de Marinhas organizadas em parceria pelo Município de Esposende, Associação Via Veteris, União das Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra e Delegação de Marinhas da Cruz Vermelha Portuguesa será assinalado, no dia 18 de maio, com uma caminhada. Desde maio de 2011, quando abriu, o albergue de S. Miguel já acolheu 19520 peregrinos, das mais diversas nacionalidades.

Albergue S. Miguel de Marinhas.jpg

A atividade que assinala o 7.º aniversário terá início no Albergue de São Miguel de Marinhas, às 14h30, e percorrerá o Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela, entre Marinhas e Antas. O regresso ao ponto de partida, será efetuado através de troços da Ecovia do Litoral Norte que percorre o território mais costeiro, estando a chegada prevista às 18h30, ao que se segue um lanche convívio.

A iniciativa é gratuita e está aberta à participação de todos os interessados, mediante inscrição prévia na página web da Associação Via Veteris, em www.viaveteris.pt.

O Albergue de S. Miguel tem registado uma procura crescente, ao longo dos anos. Em atividade desde maio de 2011, o equipamento acolheu, nesse primeiro ano, 151 peregrinos, em 2012 foram 336 os que pernoitaram naquelas instalações, em 2013 foram 655, em 2014 registaram-se 1 103, em 2015 foram 1 951, em 2016 contabilizaram-se 3 474 peregrinos, em 2017 registou-se igualmente um aumento com 5 642 peregrinos, e no ano transato novo crescimento significativo nas dormidas com um total de 6 544.

Este aumento significativo resulta, em grande parte, do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no âmbito do acordo de cooperação institucional, assinado em julho de 2011, entre os municípios do Esposende, Porto, Maia, Matosinhos, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença, para a investigação, promoção e dinamização do Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela.

Estes dez municípios têm vindo a unir esforços com vista à valorização e posterior reconhecimento oficial do Caminho Português da Costa como itinerário de peregrinação, assim como a dinamizar o potencial cultural e turístico das peregrinações a Santiago de Compostela fomentando o desenvolvimento económico, social e ambiental nos territórios atravessados por este traçado.

As muitas ações de valorização e promoção do Caminho levadas a efeito pelo Município, em articulação associação esposendense Via Veteris e com outros parceiros locais, têm constituído também um motor de crescimento e desenvolvimento da procura por este itinerário rumo a Santiago de Compostela.

Recorde-se que o Albergue de S. Miguel resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Esposende, Junta de Freguesia da União das Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra, Delegação da Cruz Vermelha de Marinhas e Associação Via Veteris. O espaço dispõe de dormitório, cozinha equipada, sala de refeições/convívio com espaço de lazer, balneários, sanitários, lavandaria e Internet.

MUNICÍPIO PROMOVE FESTA DOS VIZINHOS NO BAIRRO CENTRAL EM ESPOSENDE

Com o intuito de assinalar o Dia Europeu do Vizinho, que se comemora a 27 de maio, o Município de Esposende, através do Serviço de Habitação e no âmbito da intervenção realizada com a comunidade, vai promover, no próximo domingo, dia 19 de maio, a Festa dos Vizinhos, no Bairro da Central, em Esposende.

FESTA_VIZINHOS.jpg

Esta iniciativa visa proporcionar momentos de convívio e socialização entre a comunidade e moradores, fomentando a coesão social e a criação de novos laços de solidariedade entre as pessoas.
Música, dança e muita animação são os ingredientes desta festa, que decorrerá a partir das 15h00, com apresentação a cargo de Margarida Marques e Xana Trindade. O programa integra as atuações musicais da Oficina de Música do projeto AMAReMAR, de Elisabete Ferreira, da Oitava Melodia e de Fábio Vilas Boas e atuação de dança pelo Ás do Saber. A exibição da Bike Atitude a cargo daTrial Portugal e o Color Party “AMAR com cor”, com animação dos DJ’s Johnny C e De Pina, completam o programa da festa, onde haverá lanche partilhado entre os participantes.
A Festa dos Vizinhos enquadra-se no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, no que concerne ao ODS 1 - Erradicar a Pobreza, ODS 5 – Igualdade de Género, ODS 10 – Reduzir as desigualdades e ODS 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE APOIA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO

Em reunião do executivo, a Câmara Municipal aprovou, por unanimidade, a atribuição de 21 420 euros aos Agrupamentos de Escolas do concelho, para a comparticipação de despesas decorrentes das atividades desenvolvidas na Educação Pré-Escolar e no 1.º Ciclo do Ensino Básico.

DSC00907.JPG

Tendo por base o valor de 12 euros por criança, sendo que 492 frequentam a Educação Pré-Escolar e 1 293 o 1.º Ciclo, perfazendo um total 1 785 crianças, o Agrupamento de Escolas António Correia de Oliveira receberá o montante de 12 360 euros e o Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio a verba de 9 060 euros.

O Município de Esposende tem tido a preocupação de apoiar a comunidade escolar, tentando promover a igualdade de acesso a todos os alunos a uma educação de qualidade, “bem” individual e coletivo ao serviço de cada um, de todos e da sociedade, dando, assim, cumprimento ao ODS 4 – Educação de Qualidade, uma das 17 metas (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da Agenda 2030 da ONU, que traduziu para o seu plano de gestão autárquica.

Considerando que a Educação Pré-Escolar e o 1º Ciclo do Ensino Básico se constituem como o início de um processo basilar de educação e formação ao longo da vida, imprescindível para responder aos desafios pessoais e sociais, a Câmara Municipal, tendo em conta as inúmeras atividades desenvolvidas pelas escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico e Jardins de Infância da rede pública, entende que se justifica o apoio da autarquia na comparticipação de despesas diversas, nomeadamente nas que se reportem a atividades educativas (materiais didático-pedagógicos, entre outros).

ESPOSENDE ATRIBUI PRÉMIOS VIANA DE LIMA

V Edição Prémios Viana de Lima: Melhores alunos de Arquitetura e Belas Artes da Universidade do Porto distinguidos em Esposende

Daniela Pinheiro e Sérgio Amaral Costa foram os vencedores da quinta edição dos Prémio Viana de Lima, nas categorias de Belas Artes e de Arquitetura, respetivamente. Este galardão, instituído ao abrigo de um protocolo firmado pela Câmara Municipal de Esposende e a Universidade do Porto, cumpre a vontade do arquiteto Viana de Lima.

prémio viana de lima.jpg

“O Município de Esposende quer ser exemplar e, para tal, empenhar-se-á na defesa do património, não apenas edificado, como ambiental, tal como fez Viana de Lima, proporcionando condições de usufruto pelos cidadãos. Só assim faz sentido”, assumiu o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, durante a cerimónia que reuniu o reitor da Universidade do Porto, os diretores das faculdades de Belas Artes e de Arquitetura e o presidente da Ordem dos Arquitetos.

prémio viana de lima 2.jpg

O autarca recordou o processo de alienação da Estação Radionaval de Apúlia e do Forte S. João Batista, que demorou mais de vinte anos, “atrasando os projetos que o Município tem para os locais e que pretendem ser equipamentos de utilização pública”.

António Sousa Pereira, reitor da Universidade do Porto, vincou a importância da iniciativa do Município, na “preservação da memória coletiva, honrando o passado. As instituições têm obrigação de valorizar os seus melhores”, concluiu.

Também o presidente da Ordem dos Arquitetos, José Manuel Pedreirinho valorizou o papel desenvolvido pela autarquia, na “preservação do património, realçando os melhores alunos e dando novas potencialidades ao património futuro”.

João Pedro Xavier, diretor da Faculdade de Arquitetura, entende que “a melhor lição de Arquitetura consiste em levar os alunos à Casa das Marinhas” e Francisco Laranjo, da Faculdade de Belas Artes, vincou o “importante papel da Câmara de Esposende, na preservação e promoção da Casa de Viana de Lima, obra na qual todos nos revemos”.

Daniela Pinheiro, vencedora do “Prémio de Pintura Alexandra Viana de Lima” destacou o “forte impacto emocional que o prémio produziu”, ao qual associou a vertente profissional, na medida em que o valor pecuniário do prémio permitirá “patrocinar os primeiros passos profissionais”. Já Sérgio Amaral Costa que venceu o “Prémio de Arquitetura Sílvia Viana de Lima”, destacou a “forte influência, após uma visita à Casa das Marinhas, pela perceção da relação do espaço com os objetos e com a luz”.

A atribuição dos Prémios Viana de Lima decorre de um protocolo estabelecido, em 2010, entre a Câmara Municipal de Esposende e a Universidade do Porto, mediante o qual o Município assumiu a gestão da Casa das Marinhas, da autoria do Arquiteto Esposendense Viana de Lima e propriedade da Universidade do Porto. O Município de Esposende compromete-se a distinguir, anualmente e durante 30 anos, com um prémio pecuniário individual de 2000 euros, os melhores alunos do curso de Arquitetura e de Belas Artes, sendo que, findo esse prazo, o imóvel passa a ser propriedade municipal.

A sessão incluiu a apresentação de um documentário sobre Viana de Lima e foi abrilhantada por um momento musical, protagonizado por Ernesto Clemente, barítono, e Ana Sousa, piano, ao qual se seguiu a declamação de um poema de Ruy Belo, por Ana Coutinho e Castro. Ana Gunther, amiga e aluna do arquiteto Viana de Lima, recordou que, para o autor da Casa das Marinhas, “materiais, equipamentos e as questões de estética eram muito importantes”.

premios viana de lima 3.jpg

ESPOSENDE DESTACA-SE NO FÓRUM IMPACTO SOCIAL

Município de Esposende em destaque no Fórum Impacto Social

A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Alexandra Roeger, apresentou os projetos colaborativos em que o Município está envolvido durante o Fórum Impacto Social que decorreu na passada terça-feira, no Porto. Esta foi a primeira vez que a Comunidade Impacto Social reuniu os protagonistas das atividades de capacitação e de trabalho colaborativo, tendo Esposende e Torres Vedras como municípios selecionados para apresentar os programas que têm implementados.

CM Esposende 2.JPG

A Comunidade Impacto Social convidou as autarquias pioneiras na dinamização de territórios de impacto a apresentar as suas expectativas quanto à aplicação prática das medidas de intervenção social. Por isso, a Vice-Presidente da Câmara Municipal de Esposende elencou os vários projetos colaborativos, desenvolvidos no âmbito da Coesão Social e que apresentam um impacto positivo no seio da comunidade e na sustentabilidade do território.

“Toda a intervenção do Município de Esposende tem tido a preocupação em reforçar a abordagem junto dos parceiros locais, envolvendo todas as vertentes do desenvolvimento sustentável – ambiente, economia, coesão social – nomeadamente no sentido de se promover a integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, estabelecendo referências para o alinhamento da Agenda 2030 às necessidades dos territórios, reforçando as capacidades locais, fundamentais para que o desenvolvimento seja participativo e inclusivo”, sustentou Alexandra Roeger.

Face ao impacto social dos projetos colaborativos nas práticas de políticas públicas, o Município de Esposende associou-se à Comunidade Impacto Social (CIS), tendo sido apresentando o projeto a implementar no território, em sede de Conselho Local de Ação Social, do passado dia 24 de abril.

Em Esposende, o projeto proposto visa a capacitação das organizações para a sua melhoria, apontando fatores como a inovação social, o desenvolvimento organizacional e a capacidade de comunicar e interagir com todas as partes interessadas, na medida em que tal é cada vez mais determinante na sustentabilidade e crescimento das organizações. Só mediante um processo de avaliação do impacto social se poderá aferir se os objetivos a que os projetos procuraram dar resposta estão a ser alcançados ou não. Este apuramento de resultados ainda está distante da cultura das organizações sociais, mas é importante a adoção de metodologias para aferir o impacto social das intervenções, na procura da melhoria contínua e numa lógica de melhor servir os seus cidadãos.

Criada em 2013, enquanto programa de capacitação, a Comunidade Impacto Social representa o ecossistema de referência para a gestão de impacto social em Portugal, proporcionando uma plataforma de debate, partilha e capacitação, desenvolvendo uma comunidade cada vez mais diversificada de organizações e de profissionais que atuam na economia social.

A Comunidade lançou, no início do ano, o programa “Territórios de Impacto”, destinado a dinamizar iniciativas, em parceria com comunidades intermunicipais e autarquias, onde, a nível local e regional, as entidades públicas, a sociedade civil e o tecido económico se encontram para gerar impacto social.

Esta postura enquadra-se nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas, nomeadamente os referentes a Erradicar a Pobreza, Erradicar a Fome, Saúde de Qualidade, Educação de Qualidade, Igualdade de Género, Trabalho digno e crescimento económico, Reduzir as desigualdades, Paz, Justiça e Instituições Eficazes e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

fórum.jpg

ESPOSENDE PROMOVE ENSINO PROFISSIONAL

Município de Esposende promoveu sessão formativa sobre o Ensino Profissional

O Município de Esposende, em colaboração com o Centro de Formação da Associação de Escolas de Barcelos e Esposende, promoveu, no passado dia 3 de maio, uma sessão formativa sobre a temática “Formação Profissional: Opções, percursos e reflexões”.

_DSC0978.JPG

Este evento teve como público-alvo alunos do 9.º ano, pais/encarregados de educação, técnicos dos Serviços de Psicologia e Orientação, coordenadores e professores dos cursos profissionais e restante comunidade educativa.

A iniciativa contou com a presença de Luísa Orvalho, da Universidade Católica Portuguesa – Centro Regional do Porto, e com um painel de entidades que colaboram com as escolas de Esposende, no âmbito da Formação em Contexto de Trabalho.

Feita uma breve resenha histórica dos cursos profissionais, Luísa Orvalho deu particular ênfase à necessidade de todos estarem atentos aos desafios da sociedade do século XXI e à importância de as escolas, em parceria com as famílias, dotarem os jovens das competências 2020, alinhadas com o Perfil dos Alunos à Escolaridade Obrigatória, imprescindíveis para estarem preparados para as profissões do futuro neste contexto de globalização e desenvolvimento tecnológico em aceleração – a “4.ª Revolução Industrial”. Enfatizou, nomeadamente, a resolução de problemas, o pensamento crítico, a flexibilidade cognitiva, a inteligência emocional, o trabalho de equipa e o aprender a aprender.

Os convidados que integraram o painel que se seguiu, nomeadamente José Pimentel, Responsável de Manutenção da Wieland – Thermal Soluctions Lda., Paulo Rodrigo Silva, Diretor do Hotel Axis Ofir Beach Resort, e Manuela Sá, Enfermeira Chefe do Centro de Saúde de Esposende – ACES Cávado III Barcelos/Esposende, fizeram uma contextualização a cada área profissional e às exigências das mesmas na contemporaneidade. Elencaram áreas de formação-chave para a formação dos jovens, tendo por base as necessidades do mercado de trabalho e as respetivas competências exigidas, apresentando os desafios e oportunidades do nosso território.

_DSC1071.JPG

ESPOSENDE... É SÓ SAÚDE!

Feira da Saúde na Zona de Ribeirinha de Esposende nos dias 18 e 19 de maio

No fim-de-semana de 18 e 19 de maio, a Zona Ribeirinha de Esposende vai acolher mais uma edição da Feira da Saúde, evento organizado pela Câmara Municipal de Esposende no âmbito do Plano Municipal de Promoção da Saúde, em colaboração com a empresa municipal Esposende 2000.

_DSC9034.JPG

A iniciativa pretende constituir-se como um incentivo à prática regular de atividade física e à manutenção de estilos de vida saudável, enquanto fatores que contribuem para a qualidade de vida da população e que ajudam a prevenir o aparecimento de certas doenças. Neste intuito, serão dinamizadas diversas atividades e workshops.

Este evento pretende também contribuir para a literacia em saúde da população, estando previstos rastreios e sessões de esclarecimento, e constitui também uma mostra dos serviços ligados à área da saúde existentes no concelho.

_DSC9064.JPG

Assim, estarão presentes a Farmácia Gomes, a Santa Casa da Misericórdia de Fão, a Santa Casa da Misericórdia de Esposende, o Laboratório Análises Clínicas Joaquim J. Nunes Oliveira, a Associação Humanitária dos Dadores de Sangue, Associação Portuguesa de Paramiloidose, Terra Pura - Fisioterapia Integral, Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Esposende, Naturhouse Esposende, CIPES-Centro de Intervenção Psicológica e Terapêutica de Esposende, a Unidade de Saúde Familiar Farol de Esposende, a Fisioterapia Avançada Costinha, a Delegação de Marinhas da Cruz Vermelha Portuguesa, a IRISMED - Clínica de Medicina Integrativa e a Audição Ativa.

A Feira da Saúde funcionará, no dia 18, entre as 14h00 e as 18h00, e no dia 19, das 10h00 às 18h00. No primeiro dia, às 15h00, a Farmácia Gomes vai esclarecer sobre “Afeções Bocais”, seguindo-se, às 15h30, uma Demonstração de uma chamada de emergência e suporte básico de vida pela Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Esposende. A partir das 16h00, a Esposende 2000 realiza Aulas de Pilates e Yoga e, pelas 17h00, decorrerá uma sessão de esclarecimentos “Rastreios e exames de rotinas” pela Unidade de Saúde Familiar (USF) Farol de Esposende.

No dia 19, a Esposende 2000 promove, a partir das 10h00, Aulas de Fun Spin, decorrendo, às 11h00, a apresentação, pela Associação Pata de Açúcar, do projeto Pata de Açúcar - auxílio ao diabético no que concerne ao seu autocontrolo, com recurso aos animais. Meia hora mais tarde, a Esposende 2000 realiza uma Aula de Pump. Já no período da tarde, às 15h00, a IRISMED - Clínica de Medicina Integrativa realiza uma sessão de esclarecimento sobre Homeopatia Pediátrica e, pelas15h30, a Farmácia Gomes, esclarecerá sobre “Amamentação e Criopreservação das Células Estaminais”. A empresa Terra Pura - Fisioterapia Integral realiza, pelas 16h30, um Workshop de Ginástica abdominal Hipopressiva e Pilates Clínico.

A realização deste evento tem subjacentes os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável “Saúde de Qualidade” (ODS 3) e “Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade” (ODS17), metas que integram a Agenda 2030 da ONU, que o Município de Esposende verteu para o seu plano de ação.

_DSC9093 (1).JPG

JOVENS DE ESPOSENDE REPRESENTAM PORTUGAL NO COOLEST PROJECTS QUE SE REALIZA NA IRLANDA

Cinco jovens de Esposende estiveram em Dublin para apresentar os seus trabalhos num dos maiores eventos do mundo

Realizou-se no passado dia cinco de Maio na RDS - Royal Dublin Society, em Dublin, um dos maiores eventos do mundo para programadores, o Coolest Projects.

Ministério Negócios Estrangeiros  REPRESENTANTE.jpg

Organizado pela Fundação CoderDojo, o Coolest Projects é um dos maiores palcos para os jovens programadores apresentarem os seus projetos para avaliação. Na edição deste ano, foram milhares os que encheram a RDS; países como Coreia, Japão, Argentina, Croácia ou Quénia estiveram presentes.

Portugal fez-se representar com cinco jovens, Ana, Isabel, Fernando, José e Rodrigo.

Estes jovens frequentam o CoderDojo de Esposende  e levaram consigo dois projetos inovadores que mereceram vários elogios por parte do júri.

Dublin 2019 Evento.jpg

“My Pet”, um projeto que permite a alimentação dos animais à distância, e “Santiago Way”, onde é possível registar e partilhar mensagens entre os peregrinos do caminho de Santiago, foram apresentados no palco destinado a projetos inovadores.

Foram vários meses de trabalho e dedicação para poder concretizar os projetos.

No seu percurso contaram com o apoio do IPVC –  Instituto Politécnico de Viana do Castelo, que disponibilizou dois professores, Sara Paiva e Sérgio Lopes, encarregados de orientar os jovens na parte da montagem dos componentes e programação da aplicação.

No dia do evento, o Ministério dos Negócios Estrangeiros, através da sua embaixada em Dublin, esteve ao lado dos representantes portugueses; o Dr. Rogério Lopes foi o encarregado de lhes transmitir o apoio e reconhecimento, destacando a importância de Portugal estar presente neste género de eventos internacionais.

Durante todo o dia, foram várias as pessoas que passaram pelo espaço de Portugal para entender os projetos e recolher informações. Este género de eventos acaba por ser também uma ótima forma de promover o turismo e dar a conhecer Portugal.

Programa CoderDojo em Esposende

O centro de programação CoderDojo iniciou-se em Esposende em Julho de 2017 através da Associação de Cidadãos de Esposende. Hoje, este centro de programação conta com várias dezenas de alunos que usufruem de forma totalmente gratuita das aulas de programação, sendo uma referência regional em trabalho de programação.

Em Outubro de 2018, este centro de programação esteve em Bruxelas inserido na Code Week, onde o trabalho apresentado foi reconhecido por vários eurodeputados. Fruto desse sucesso, veio o convite a participar no evento deste ano em Dublin.

Dublin 2019 Evento 2.jpg

"O TEATRO VAI A... APÚLIA" NO DIA 18 DE MAIO

“O Teatro vai a… Apúlia”, no próximo dia 18 de maio. Integrado na política de descentralização cultural e no programa CREARTE (Crescimento da Arte Teatral em Esposende), a Câmara Municipal de Esposende vai promover a apresentação da peça de teatro “Aqui há Gato” pelo Grupo de Artes Recreativas de Fonte Boa (GARFO). O espetáculo está agendado para as 21h30, na Casa do Povo de Apúlia, e terá entrada livre.

18MAIO_TEATRO_vai.jpg

“Aqui há Gato” é uma peça cómica da autoria de Joaquim Graça do Vale, que abre uma janela sobre a complexidade das relações amorosas e suas aventuras, abordando-as sob perspetivas etária, estrato social ou simplesmente de ordem cronológica. As personagens encontram-se em constante aprendizagem daquilo que é ser-se feliz. As loucuras e peripécias ao longo de dois atos conduzem os espetadores numa viagem de dois sentidos entre a perfeição e a imperfeição enquanto humanos, quanto ao amar e ser amado. Uma comédia divertida onde o amor impera, diverte e surpreende.

Recorde-se que, em parceria com os grupos folclóricos do concelho, o Município vai levar a efeito a iniciativa “O Folclore vai a… Rio Tinto”, no dia 19 de maio, a partir das 15h00, no Largo da Igreja.

A política cultural do município proporciona o cumprimento Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, que o Município de Esposende assumiu no seu plano de gestão, no que se refere às metas Educação de Qualidade (ODS 4), Reduzir as desigualdades (ODS 10) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade (ODS 17).

PRAIAS DE ESPOSENDE MANTÊM GALARDÃO BANDEIRA AZUL

As praias de Apúlia, Ofir, Suave Mar e Cepães, voltaram a merecer a distinção da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) para a época balnear 2019, continuando a ostentar o galardão também obtido nos anos anteriores. Este ano, o Centro de Educação Ambiental (CEA) foi também reconhecido como Centro Azul, desenvolvendo o apoio a atividades de educação ambiental no âmbito das atividades da Bandeira Azul.

bandeira azul 1.jpg

A atribuição do galardão Bandeira Azul às quatro praias de Esposende representa a confirmação do cumprimento de um vasto conjunto de critérios, nomeadamente de qualidade da água, de segurança e serviços, de gestão ambiental e equipamentos e de informação e educação ambiental. Neste último ponto, o município, com a colaboração a empresa municipal Esposende Ambiente, promoverá a realização de atividades de educação ambiental, reforçando a sensibilização para a defesa destes locais e dos seus ecossistemas.

Em 2019, além dos critérios utilizados nos anos anteriores, nomeadamente a qualidade da água balnear, os acessos e apoios de praia e a existência de nadadores-salvadores, a ABAE levou em conta aspetos relacionados com projetos de eficiência energética e de responsabilidade social.

Esposende reúne, assim, e novamente, os requisitos que permitem uma oferta turística e ambiental de qualidade, reforçando a condição de destino balnear de excelência. Refira-se que as praias de Apúlia e Cepães figuram entre as praias que, em Portugal, estão preparadas para receber pessoas com mobilidade condicionada, sendo, por isso, Praias Acessíveis.

Associando-se ao investimento na qualidade das praias, o Município de Esposende tem também promovido o reforço da vigilância e salvamento marítimo através de meios humanos e técnicos, quer através da colocação de boias de salvamento que permitem, em casos de pré-afogamento, que qualquer pessoa possa socorrer a vítima, quer pela contratação de Nadadores-Salvadores para várias zonas não concessionadas que apresentam uma forte utilização.

O programa Bandeira Azul para 2019 incide no tema “do rio ao mar sem lixo”, pretendendo sensibilizar para o facto de o lixo marinho ter origem em atividades terrestres, bem como para as consequências dos comportamentos humanos e para o papel dos rios enquanto ponte de ligação entre a terra e o mar.

Esta postura enquadra-se nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas, nomeadamente os referentes a Educação de Qualidade (ODS 4), Água Potável e Saneamento (ODS 6), Ação Climática (ODS 13), Proteger a Vida Marinha (ODS 14), Proteger a Vida Terrestre (ODS 15) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade (ODS 17).

MUNICÍPIOS DO VALE DO CÁVADO APROVAM VOTO DE LOUVOR À ESCOLA PROFISSIONAL AMAR TERRA VERDE (EPATV)

CIM Cávado aprova louvor unânime à EPATV

A Assembleia Intermunicipal da CIM Cávado aprovou-terça-feira, dia 23 de abril, por unanimidade, um voto de louvor à Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), proposto pelos eleitos do Partido Socialista, por se classificar em 9.º lugar entre as 568 escolas de ensino profissional, público e privado, no Ranking de 2018 do Ministério da Educação.

epatv 2019.jpg

Trata-se de uma escola profissional da Comunidade Intermunicipal do Cávado e a sua classificação, juntamente com o Pólo de Barcelos da Profitecla, constituem um bom cartão de visita do ensino profissional nesta comunidade – referia a moção que recebeu o apoio dos eleitos do PSD/CDS, da CDU e do Movimento Barcelos Terra de Futuro.

A Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), ao ocupar o 9.º lugar entre as 568 escolas de ensino profissional, público e privado, no Ranking dos Exames Nacionais de 2018 do Ministério da Educação,  “realça o que se faz de bom na CIM Cávado” - refere o texto que alude à reportagem, no dia 8 de Abril, no Jornal de maior audiência da TVI que apresentou  EPATV como modelo inspirador de uma escola inclusiva e promotora da igualdade de oportunidades dos nosso jovens” (cf. https://www.youtube.com/watch?v=0GCzWc-19bE).

A moção recorda que foi a “primeira vez que o Ranking das Escolas integrou o ensino profissional e sabe bem ouvir que a EPATV regista um baixo índice de abandono (6%) e insucesso escolar (5%), ou porque mudaram de curso, ou porque mudaram de escola ou simplesmente porque não terminaram os módulos ou apenas porque emigraram”. 

Na EPATV, “o abandono e insucesso escolar registados ficam bem abaixo da média nacional —  que se situa nos 33% — e estes resultados são sinal de que a EPATV tem “uma direção dinâmica e inovadora, uma boa equipa de professores, de colaboradores e alunos empenhados e motivados e este é o grande sucesso que a CIM Cávado deve louvar publicamente”. 

Acresce que é uma Escola que mobiliza para o voluntariado sendo Escola Solidária e que há 12 anos sustenta a ‘bandeira verde’ como eco-escola, além de ser Escola Embaixadora do Parlamento Europeu e Escola Protetora dos Direitos das Crianças e Jovens.

Os socialistas, no debate da Moção, denunciaram que a Câmara Municipal de Vila Verde utilizou estas verbas para outros fins, nomeadamente o equipamento de alguns Jardins de Infância.

Além deste louvor, por sugestão de João Granja, eleito do PSD, a Assembleia  Intermunicipal do Cávado recomendou que a  EPATV “seja integrada no Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar promovido pela CIM Cávado”, da qual foi excluída este ano, apesar do regulamento afirmar “claramente que os alunos do ensino profissional podem participar nas actividades do plano”.

Os eleitos socialistas aguardam agora que a Câmara Municipal de Vila Verde cumpre esta recomendação em próxima edição deste programa de combate ao Insucesso escolar.

O PS aceitou a sugestão do PSD e a moção obteve a unanimidade dos eleitos presentes, numa sessão dirigida por Joaquim Araújo Barbosa, na qual Luís Macedo, Secretário-executivo da CIM Cávado, apresentou o relatório de Gestão e contas de 2018.

O PS absteve-se na votação deste documento por não “explicitar o grau de execução do que foi planeado” e ficar-se com a “sensação de que algus projetos “se arrastam de ano para ano”. Luís Macedo admitiu que os documentos não sejam esclarecedores mas sublinhou que tudo o que foi escrito foi concretizado. 

João Granja, em nome do PSD, congratulou-se com o trabalho desenvolvido e citou dados insuspeitos que colocam a CIM Cávado “no segundo lugar, entre 21 Comunidades Intermunicipais, no volume de execução dos fundos comunitários”.

A CIM Cávado beneficiou de um reforço de dez por cento em receitas para este ano — concluiu Luís Macedo que não deixou de falar na desigualdade do PART – Programa de Apoio à Redução das Tarifas de transportes — que entrega 74,5 milhões de euros à AM de Lisboa, contra 15,5 milhões de euros para a AM do Porto e 16,5 milhões de euros para as restantes CIM. Traduzido em miúdos, cada utente de Lisboa recebe 26,41 euros ao passo que cada utente da Cim Cávado tem direito apenas a 2,89 euros, contra os 8,80 euros para cada habitante da Área Metropolitana do Porto. As verbas foram distribuídas conforme a vontade de cada município num total de 1,6 milhões de euros.