Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

EQUIPAS DE INTERVENÇÃO PERMANENTE DE ESPOSENDE ESTÃO EM ATIVIDADE HÁ SEIS MESES

Entre 1 de julho, data em que iniciaram funções, até ao final de 2019, as duas Equipas de Intervenção Permanente (EIP) do Município de Esposende registaram um total de 731 ocorrências.

IMG_0005.jpg

Destas situações, 409 correspondem à corporação de bombeiros de Esposende, cuja área de atuação engloba as freguesias de Esposende, Marinhas, Palmeira de Faro, Curvos, Vila Chã, Forjães, Antas, Belinho e Mar. Por sua vez, a EIP dos Bombeiros Voluntários de Fão registou 322 ocorrências nas freguesias sob a sua alçada de intervenção, nomeadamente Apúlia, Fão, Fonte Boa, Rio Tinto, Gandra e Gemeses.

As EIP são equipas profissionalizadas compostas por cinco elementos que asseguram, em permanência e com prontidão, as missões de proteção civil e de socorro às populações, designadamente no combate a incêndios, socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes. Faz parte, ainda, das funções das EIP o socorro a náufragos, socorro complementar, em segunda intervenção, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré-hospitalar, não podendo substituir-se aos acordos com o instituto nacional de emergência médica. As EIP atuam, ainda, na minimização de riscos em situações de previsão da ocorrência de acidente grave e colaboração em demais atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros.

O concelho de Esposende foi dotado de duas Equipas de Intervenção Permanente, por via da celebração de um protocolo entre a Câmara Municipal e a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), representando um investimento de 70 mil euros (35 mil euros a cada corporação), suportados em partes iguais pelas duas entidades. Esta medida enquadra-se na estratégia municipal para a área da proteção civil, tenho em consideração o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, que o Município assumiu no seu plano de ação.

O balanço dos primeiros seis meses de atividade destas Equipas é bastante positivo, garantindo uma melhoria quer da qualidade de serviço, quer do tempo de resposta médio desde o alerta até à saída dos meios. Por outro lado, o trabalho que é garantido pelos elementos destas equipas no quartel, que inclui, por exemplo, a manutenção, higienização, planeamento, otimização e manutenção de material, tem sido fundamental para uma melhoria significativa do serviço.

Refira-se que, para além deste investimento, o Município atribui a cada uma das corporações um subsídio anual de 17 500 euros, apoia a aquisição de viaturas e remodelação de equipamentos, financiando também a recolha e transporte de animais errantes feridos. Assume, ainda, todos os encargos financeiros relativos aos seguros de acidentes de trabalho, frota automóvel, responsabilidade civil de transporte de doentes e de embarcações das duas corporações de bombeiros voluntários do concelho, num investimento global de 18.745 euros.

IMG_0008.jpg

ESPOSENDE FOMENTA PRÁTICA DESPORTIVA DOS VETERANOS

Arranca no próximo dia 25 de janeiro, no Estádio Horácio Queirós, em Forjães, a edição de 2020 do Campeonato Concelhio de Futebol de Veteranos do Município de Esposende.

_DSC8703.jpg

A competição será disputada, ao longo de seis meses, por dez equipas, num total de aproximadamente duas centenas de atletas, em representação do Clube de Futebol de Fão, Centro Social da Juventude de Mar, Desportivo Recreativo Estrelas do Faro, Futebol Clube Marinhas, Gandra Futebol Clube, Grupo Cultural Desportivo Recreativo Gemeses, Grupo Desportivo de Apúlia, União de Freguesias de Rio Tinto e Fonte Boa e Santa Casa da Misericórdia de Esposende.

Os jogos, com entrada livre, decorrerão quinzenalmente, ao sábado, das 16h00 às 20h00, em diversos estádios do concelho.

Integrado no Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo de Esposende, o Campeonato Concelhio de Futebol de Veteranos é direcionado para maiores de 35 anos, visando o incremento da prática desportiva regular, tendo vindo a afirmar-se como uma oferta complementar ao desporto federado no concelho.

A promoção desta competição cruza com os eixos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, que o Município verteu para o seu plano de ação.

08062019-IMG_4768.jpg

08062019-IMG_5137.jpg

ATLETA RICARDO DIAS VENCE IV CORRIDA DE ANO NOVO DO MUNICÍPIO DE ESPOSENDE

O atleta forjanense Ricardo Dias foi o grande vencedor da Corrida de Ano Novo 2020 do Município de Esposende, que decorreu no passado dia 11 de janeiro, na zona urbana da cidade de Esposende.

_DSC5606.JPG

O evento contou com a participação de 1400 atletas, repartidos entre a corrida de 10 quilómetros, a caminhada de 8 quilómetros e a Kids Run, prova direcionada para os mais novos que se realizou pela primeira vez, com a distância de uma Milha.

A IV Corrida de Ano Novo marcou o arranque dos eventos desportivos do Município em 2020, envolvendo elevado número de atletas de todas as idades na prática de atividade física, assumido como o principal objetivo desta prova, a que se associa a dinamização do comércio local e o cumprimento dos ODS da Agenda 2030 da ONU.

Em termos de Classificação Geral, em masculinos, a prova foi ganha por Ricardo Dias, do Grupo Desportivo Castelense, com o tempo de 0:30:18.140, em segundo lugar ficou Nuno Fernandes, da Escola de Atletismo Rosa Oliveira, com o tempo de 0:31:57.990, e, em terceiro, ficou Joao Figueiredo, da equipa Figueiredos Runners & Friends com o tempo de 0:32:05.120.

Já em femininos, em primeiro lugar ficou Cecília Mouta, da equipa Dumiense Xallenge Runners, com o tempo de 0:38:02.610, em segundo lugar ficou Ariana Verde, de Espanha, com o tempo de 0:38:06.940 e, na terceira posição classificou-se Paula Rios, da equipa Viana Running Team, com o tempo de 0:39:23.390.

Ao nível de Equipas, em primeiro lugar ficou a Equipa Oralklass - Amigos do Trail, o segundo lugar do pódio foi conquistado pelo Grupo Desportivo Castelense e o terceiro lugar coube ao GD AIRAO.

_DSC5610.JPG

_DSC5886.JPG

_DSC6159.JPG

_DSC6566.JPG

ESPOSENDE REFLORESTA O CONCELHO COM PINHEIROS MANSOS

Município de Esposende oferece pinheiros mansos para reflorestar o concelho

O Município de Esposende vai disponibilizar gratuitamente pinheiros mansos para a reflorestação ambiental do concelho.

pinheiros mansos (3).jpg

Esta ação enquadra-se no âmbito do projeto Pronatura, criado em 2002 pela ANEFA - Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente com o intuito de ajudar a dar resposta às empresas com empenho nas áreas de responsabilidade ambiental e social que acreditam que é possível voltar a ter florestas, matas e espaços verdes no futuro.

Através do grupo Santander, o Município Esposende recebeu mais de 300 árvores desta espécie designada Pinus pinea, que serão oferecidas às associações de defesa ambiental concelhias, nomeadamente à Associação Rio Neiva e à Associação Assobio, para serem utilizadas em ações de reflorestação e sensibilização ambiental, especialmente direcionadas para a faixa mais litoral do concelho.

Em breve, o Município terá novamente árvores para oferecer gratuitamente, desta vez, para as áreas afetadas pelos incêndios de 2019. A escolha de espécies autóctones, dotadas de maior rusticidade contribui para inúmeros serviços ambientais, para o aumento da biodiversidade e para uma maior preparação dos territórios relativamente a alguns efeitos das alterações climáticas. O pinheiro manso é uma espécie adaptada a climas mediterrânicos, com seca estival, podendo tolerar até seis meses de secura, suportando ainda os ventos marítimos costeiros, estando adaptada ao território concelhio.

Esta medida enquadra-se nos eixos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, nomeadamente no que concerne à Ação Climática (ODS 13), Proteger a Vida Terrestre (ODS 15) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade (ODS 17).

pinheiros mansos (1).jpg

pinheiros mansos (2).jpg

D. JORGE ORTIGA RECEBE MEDALHA DE HONRA DO MUNICÍPIO DE ESPOSENDE

O Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, foi, hoje, agraciado com a mais alta distinção do Município de Esposende – a Medalha de Honra. A entrega da distinção, aprovada, por unanimidade, pela Câmara Municipal, na reunião de 14 de agosto de 2019, deveria ter ocorrido no Dia do Município, a 19 de agosto, mas a impossibilidade da presença do Arcebispo levou a que fosse adiada, tendo ocorrido em cerimónia realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, na presença do clero do Arciprestado de Esposende e de diversas individualidades do concelho e da região.

_DSC5465.JPG

“Enaltecemos o desempenho exemplar, nos diversos cargos em que foi investido ao longo da sua vida, modelo que serve para disseminar as boas práticas cristãs pela comunidade católica minhota e estimado entre os esposendenses”, refere a proposta, sustentando a distinção “pelo relevante contributo para o engrandecimento espiritual e evangelização da diocese de Braga e o que essa ação representa para o concelho de Esposende, mercê do acompanhamento permanente, cooperante e próximo das ações do arciprestado de Esposende, do Município e da sua população, contribuindo para o engrandecimento e prestígio do concelho”.

“D. Jorge é um homem marcante, que perdurará na memória do povo e na história deste país, desta região e, em particular, desde Município” afirmou o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira. Lembrando o “papel fundamental” da Igreja em diversas dimensões, ao longo dos tempos, enalteceu as qualidades pessoais e humanas de D. Jorge Ortiga, bem como o seu carisma de pastor. Benjamim Pereira fez até uma analogia entre as funções da Igreja e da política, assinalando que ambos trabalham para “um fim comum, o bem-estar das pessoas, mesmo que em diferentes dimensões, conseguindo manter a isenção que se impõe”.

Defendeu que é de todo o mérito a atribuição deste galardão, afirmando que “deixa mais honrado o próprio Município do que o homenageado”. Concluiu, expressando votos de felicidades no desempenho das suas funções e a nível pessoal, pedindo ao Arcebispo que continue a considerar Esposende e as suas gentes.

  1. Jorge Ortiga agradeceu o reconhecimento do Município e assumiu “um certo desconforto” pela atribuição desta distinção por considerar que o seu serviço “não merece qualquer tipo de gratificação”, notando que “poderá, porventura, merecer a responsabilidade de um novo compromisso para continuar efetivamente a servir mais e melhor”. Manifestou, assim, disponibilidade para “continuar a trabalhar pela causa do bem comum”. Em jeito de homenagem, dedicou a Medalha de Honra do Município a todos quantos trabalham nas paróquias do arciprestado de Esposende, com um “obrigado muito grande”.

Aproveitou a oportunidade para, a propósito as visitas pastorais ao Arciprestado de Esposende que irão iniciar-se em breve, exortar toda a comunidade a adotar uma “atitude de saída”, ou seja, “de saída da Igreja para estar presente nos diversos contextos da sociedade, levando a mensagem de Cristo”.

_DSC5510.JPG

_DSC5513.JPG

_DSC5527.JPG

ESPOSENDE APOIA ASSOCIATIVISMO E AUTARQUIAS LOCAIS

Município de Esposende transfere mais de 40 000 euros para Juntas de Freguesia e Associações

A Câmara Municipal de Esposende aprovou hoje, em reunião de Câmara e por unanimidade, a atribuição de apoios financeiros a Juntas de Freguesia e associações concelhias, no montante global de 40.193,91 euros. Em causa está o financiamento de um conjunto de intervenções e de necessidades destas entidades, traduzindo-se no cumprimento de anseios das freguesias e respetivas populações.

Paços do Concelhoespos.jpg

Assim, para a Junta de Freguesia de Antas será transferido o montante de 17 952 euros, sendo que 15 000 euros se destinam a ajudar a financiar as despesas inerentes à requalificação do Complexo Desportivo do Campo António Correia de Oliveira, intervenção que contempla a substituição total das lâmpadas do edifício e das torres de iluminação, com vista a uma maior eficiência energética, bem como a substituição do piso do ginásio, por forma a evitar acidentes e a garantir a melhoria das condições para a prática desportiva. O restante montante, 2 952 euros, será para custear a requalificação da envolvente do loteamento Cruz Azevedo, na Rua do Monte, que inclui a requalificação do passeio e das caldeiras das árvores, incluindo a aquisição de novas espécies.

O Grupo Cultural Desportivo e Recreativo de Gemeses viu aprovada a atribuição de um apoio financeiro, no valor de 5 000 euros, para ajudar a custear a aquisição de uma nova embarcação e motor fora de borda, para apoio aos treinadores do clube, dado que a existente apresenta elevado grau de desgaste e não pode mais ser utilizada por motivos de ordem legal. Este apoio justifica-se pela necessidade de criar condições essenciais e em segurança para o treino dos atletas, de forma a manter o nível qualitativo e quantitativo de resultados do clube na modalidade de canoagem, tanto a nível nacional como internacional, bem como a presença constante dos atletas nas seleções nacionais.

O Município deliberou, também, atribuir um apoio financeiro no valor de 4.741,91 euros ao Clube Náutico de Fão, para fazer face aos custos associados à substituição de sistema de A.Q.S (Águas Quentes Sanitárias), substituição da chaminé de exaustão e manípulos temporizados na zona dos chuveiros no edifício do clube.

Na área cultural, a autarquia deliberou manter o apoio anual de 12 500 euros à Orquestra da Costa Atlântica – associação de música e cultura, sustentado pelo inegável interesse público das atividades que desenvolve e pela relevância que assumem no desenvolvimento cultural do concelho, na promoção da música erudita, na formação de públicos, músicos e maestros e na projeção de Esposende. Esta associação cultural pretende levar a efeito, durante o ano em curso, um plano de atividades, onde se inserem seis concertos anuais com orquestra sinfónica e/ou ensemble de música de câmara (Concerto Festivo “De Viena a Nápoles”, Concerto de Páscoa, Concerto final de masterclass, Concerto pedagógico “O Capuchinho Vermelho”, Concerto dos alunos da Academia Internacional de Direção de Orquestra da Costa Atlântica e Concerto de Verão), bem como uma masterclass internacional de Direção de Orquestra.

ASSOCIAÇÃO CIDADÃOS DE ESPOSENDE PEDE VIDEOVIGILÂNCIA PARA A CIDADE

Pedido realizado a Benjamim Pereira, autarca de Esposende, tem como propósito o aumento da segurança.

A Associação Cidadãos de Esposende solicitou ao presidente da câmara municipal de Esposende, Benjamim Pereira, um sistema de videovigilância para a cidade com o intuito de garantir maior segurança à população e aos comerciantes. Segundo os responsáveis da associação, a implementação de videovigilância em Esposende é necessária tendo em conta os recentes assaltos, em novembro de 2019. A cidade esteve cinco dias com assaltos consecutivos: 10 carros, duas escolas e quatro estabelecimentos foram assaltados.

Cartaz Nota de Imprensa.png

Uma vaga de assaltos que certamente poderia ser evitada com um sistema dissuasor que permitiria, por outro lado, apoiar as forças de segurança em posteriores investigações. A GNR realiza um trabalho notável na defesa e prevenção, mas é impossível aos homens e mulheres estarem em todos os locais.

Tecnologia no apoio à segurança

São cada vez mais as cidades portuguesas que optam por colocar um sistema de videovigilância. Leiria, com 19 câmaras, é um exemplo de como o sistema permitiu reduzir o número de assaltos.

Esposende quer afirmar-se como destino turístico e para isso deve inovar, mostrar que realmente se quer afiançar como uma SmartCity, com ações reais e implementação de novos projetos. A Associação Cidadãos de Esposende vem solicitando a Benjamim Pereira maior inovação: um Summit que permita as empresas mostrar o seu potencial ou apoio para os jovens do concelho de forma a estes lograrem desenvolver as suas ideias são alguns dos projetos apresentados que aguardam resposta do presidente da câmara municipal.

A videovigilância vai certamente trazer maior segurança, não apenas para os residentes mas para todos aqueles que procuram Esposende como destino turístico; se a segurança aumenta, certamente aumenta o número de visitantes no concelho tendo um impacto direto na economia local.

Objetivos em 2020

A Associação já definiu as suas metas para 2020 e uma das “bandeiras” deste novo ano será defender Esposende e os interesses dos Esposendenses através de uma maior intervenção junto da comunidade. Para os responsáveis desta Associação, o concelho precisa de uma voz interventiva e na conjuntura atual não vemos quem apresente ideias ou projetos que permitam a Esposende crescer e desenvolver o seu potencial. Não queremos apenas corridas, passeios, concertos ou obras de arte, queremos muito mais porque podemos e devemos fazer muito mais pelo concelho e pelos que aqui residem – é desta forma contundente que a associação prepara o novo ano.

Fotografia Nota Imprensa.jpg

ESPOSENDENSES MERGULHARAM NO ANO NOVO

1ª Corrida e Mergulho do Ano - 3ª Edição
Neste primeiro dia de 2020, o grupo de corrida "Apúlia a Correr" juntou cerca de cento e cinquenta amigos para a 1ª Corrida e Mergulho do Ano, em Apúlia.

A actividade iniciou as 10h15 junto ao castelinho, com uma corrida de 5km pela frente marítima de Apúlia e culminou com o primeiro mergulho do ano na Praia de Apúlia.
Esta é uma iniciativa livre e espontânea em que se pretende promover o convívio entre entusiastas da corrida, familiares, amigos e conhecidos, dando início a um novo ano de corridas.
Apúlia a Correr

received_1915238648621688 (1).jpeg

PSX_20200101_215053 (1).jpg

received_2442818165958404 (1).jpeg

ESPOSENDENSES CANTAM AO MENINO JESUS

Cantares ao Menino no Auditório Municipal de Esposende

A Câmara Municipal de Esposende, em parceria com o Grupo de Divulgação Tradicional de Forjães, vai levar a efeito, no próximo dia 5 de janeiro, às 15h00, no Auditório Muicipal de Esposende, mais uma edição da iniciativa Cantares ao Menino.

CANTARES AO MENINO2020.jpg

Integrado nas comemorações do 25.º aniversário do Grupo de Divulgação Tradicional de Forjães e do centenário da imagem de Santa Maria dos Anjos, de Esposende, o evento contará, para além do grupo anfitrião, com a participação do Rancho Folclórico e Etnográfico de Eira Pedrinha – Condeixa, do Rancho Regional de Fânzeres – Gondomar e do Rancho Folclórico de Bravães – Ponte da Barca, que entoarão cantares tradicionais de ciclo natalício, desde o advento ao cantar dos Reis, convidando a plateia a deixar-se envolver pelo espírito festivo. A entrada é livre.

Esta iniciativa, que já vai na sétima edição, tem como objetivo preservar e promover a tradição dos Cantares de Reis e Cantares ao Menino, enquadrando-se nos eixos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.

QUAL É O PRATO IDENTITÁRIO DE ESPOSENDE?

Associação Cidadãos de Esposende quer mudar prato identitário do concelho

É pedida a participação dos cidadãos para substituir o 'Polvo na Pedra à Esposende', que foi lançado em 2015 e é hoje um prato esquecido.

A Associação Cidadãos de Esposende pretende estimular o município a mudar o prato identificativo da gastronomia do concelho, o “Polvo na Pedra à Esposende”, que foi lançado em 2015 pela câmara municipal com um resultado aquém do esperado passado cinco anos. Poucos são os restaurantes que confecionam o polvo da forma como foi apresentado, numa caldeirada, em que entram produtos hortícolas locais como batata, pimento, tomate e grelos.

prato esposende.png

Na sua apresentação, em junho de 2015, o presidente da câmara municipal de Esposende, arquiteto Benjamim Pereira, referia que o prato seria diferenciador, idealizado e concretizado para ser um sucesso tanto pela endogeneidade dos produtos utilizados na sua confeção, quer pelo contributo de toda a equipa que esteve na base do projeto.

Foi uma apresentação que teve o seu ponto alto na degustação numa unidade hoteleira do concelho.

Resultados não foram os esperados

No entanto, o prato que previa ser um promotor da gastronomia, do turismo e consequentemente da economia local não logrou consolidar essa posição. Hoje, vemos um prato em que poucos sabem da sua existência, que mesmo sendo transportado para feiras internacionais de turismo não apresenta resultados práticos na restauração local. Basta ver quantos restaurantes de Esposende o colocam na sua ementa ou quantas agências de viagem o colocam como prato atrativo de gastronomia.

Algo deve ser feito, considera a Associação de Cidadãos, visto que não adianta insistir num prato que não apresenta resultados significativos.

A Associação pretende que sejam os Esposendenses a escolher o prato identificativo da gastronomia local. Para os responsáveis desta Associação, a escolha deve ser de quem vive no concelho, de quem diariamente visita a restauração e não de um “chef” de cozinha que visita Esposende algumas vezes por ano. O “Polvo na Pedra à Esposende” deveria ser alterado por um prato que realmente represente Esposende e que permite a todos os restaurantes a sua confeção.

Consulta aos cidadãos

De forma a possibilitar aos Esposendenses a participação na escolha do prato identificativo, a Associação lança nos próximos dias na página Esposende.org e nas redes sociais uma campanha de incentivo à participação.

Os resultados serão posteriormente remetidos para o presidente da câmara municipal de Esposende na expectativa de que o prato referência do concelho seja alterado

A escolha de um prato não deve ser opção de uma pessoa ou de quatro, deve ser dos cidadãos do concelho, de quem vive e respira Esposende diariamente. É desta forma que a Associação entende que devem ser feitas as opções no concelho “ouvindo” os Esposendenses e não impondo aos Esposendenses.

ESPOSENDENSES MERGULHAM NA PRAIA DA APÚLIA PARA DAR AS BOAS VINDAS AO ANO NOVO

1ª Corrida e Mergulho do Ano 2020 – 3ª Edição

No próximo dia 1 de Janeiro de 2020 irá cumprir-se a tradição em Apúlia

FB_IMG_1576427847071.jpg

Apúlia a Correr vai juntar os seus amigos, familiares e conhecidos para a 1ª Corrida e Mergulho do Ano 2020.

A actividade terá início às 10h00, junto ao Castelinho de Apúlia, com uma corrida de cerca de 5km pela frente marítima de Apúlia (Ecovia), culminando com um mergulho na Praia de Apúlia.

Programa:

10h15: Corrida – 5km – Ponto de Encontro: Castelinho de Apúlia

11h00: 1.º Mergulho do Ano – Praia de Couve, Apúlia

11h15: Lanche Convívio

Esta é uma iniciativa livre e espontânea em que se pretende promover o convívio entre entusiastas da corrida, familiares, amigos e conhecidos, dando início a um novo ano de corridas.

PSX_20191218_211034.jpg