Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BRAGA E SANTIAGO DE COMPOSTELA UNEM FORÇAS E FORMALIZAM ACORDO DE GEMINAÇÃO

Cerimónia de assinatura do acordo de geminação decorreu hoje no Paço de Raxoi
Decorreu hoje, dia 9 de Maio, a cerimónia de assinatura do acordo de geminação entre as Cidades de Braga e Santiago de Compostela. A iniciativa decorreu no Paço de Raxoi, em Santiago de Compostela, e contou com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, e de Xosé Sánchez Bugallo, alcalde local.

CMB09052022SERGIOFREITAS002151388399.jpg


Como sublinhou Ricardo Rio, estas são duas cidades com ´séculos de uma ligação histórica´ e que têm colaborado activamente, nos últimos anos, para o desenvolvimento da Eurorregião em domínios como o ensino e investigação, a mobilidade ou o desenvolvimento económico, turístico e cultural.
“Somos das Cidades mais jovens e dinâmicas desta euroregião e o objectivo passa por fortalecer estas relações com projectos conjuntos que potenciem o nosso valor. Queremos posicionar este território como destino de investimento internacional e continuar a cooperar nas mais diversas áreas num esforço conjunto que deve envolver os poderes públicos mas também a sociedade civil, passando muito do sucesso deste acordo por esse mesmo envolvimento”, afirmou.
O autarca Bracarense lembrou ainda, nesta data em que se celebra o Dia da Europa, que a ´força do projecto europeu assenta na força das Cidades´ e na capacidade das comunidades em criar uma sociedade mais justa e próspera. “É essencial promover um clima de colaboração entre os agentes como pilar da resiliência das Cidades e de concretização dos objectivos definidos no projecto europeu. Este é um acordo bastante abrangente e que permitirá fortalecer os muitos laços que nos ligam. Seremos certamente mais fortes ao trabalharmos em conjunto”, referiu.
Já Xosé Sánchez Bugallo sublinhou que Braga e Santiago de Compostela devem desenvolver uma ´estreita e frutuosa´ relação de colaboração nos muitos campos que as une, e que tem uma das suas manifestações mais evidentes no Caminho de Santiago.
“Temos também um compromisso com as novas tecnologias - no caso de Braga mais focado nas TIC e no de Santiago na biotecnologia – tendo em vista o desenvolvimento de um pólo de inovação entre as duas Cidades focado nas ciências da saúde, biotecnologia e nanotecnologia”, afirmou, lembrando que, em conjunto, este território tem a massa critica que permite competir internacionalmente em todos os âmbitos e atrair e reter talento.
Foi ainda manifestada a vontade comum de fazer da cooperação turística um dos eixos fundamentais do acordo, sobretudo para trabalhar a promoção e dinamização do Caminho Português de Santiago, o que tem registado o maior crescimento nos últimos tempos. Nesse sentido, no dia anterior à assinatura deste acordo, membros das duas delegações municipais percorreram o último troço do Caminho - desde o Monte do Gozo até à Plaza del Obradoiro.
Presentes nesta cerimónia de assinatura do acordo de geminação estiveram representadas diversas entidades públicas e privadas das duas Cidades, tais como António Cunha, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte, Rui Vieira de Castro, Antonio López e João Duque, reitores da Universidade do Minho e de Santiago de Compostela e pró-Reitor da Universidade Católica de Braga, José Cordeiro e Julián Barrio Barrio, arcebispos de Braga e de Santiago de Compostela, e Domingos Macedo Barbosa, presidente da Associação Empresarial de Braga.
A comitiva incluiu ainda autarcas, empresários e agentes culturais provenientes destas duas regiões, que participaram numa reunião de trabalho que decorreu imediatamente após a assinatura do acordo de geminação.

CMB09052022SERGIOFREITAS002151388446.jpg

CMB09052022SERGIOFREITAS002151388444.jpg

CMB09052022SERGIOFREITAS002151388429.jpg

CMB09052022SERGIOFREITAS002151388430.jpg

CMB09052022SERGIOFREITAS002151388402.jpg

VIANA DO CASTELO PRESENTE EM BILBAU NA EXPOVACACIONES

Viana do Castelo apresenta-se, a partir de amanhã e até domingo, na EXPOVACACIONES – Tendências & Experiências, em Bilbau, onde se prevê a presença de cerca de 85 mil visitantes. Esta feira é uma plataforma promocional privilegiada, sobretudo nas comunidades do País Basco e Cantábria, e uma referência na promoção turística a nível ibérico direcionada para um público-alvo que pretende planear as suas férias de Verão, constituindo um emissor turístico externo de proximidade muito importante, estratégico para o nosso destino turístico.

Capturarexpocidades.JPG

A EXPOVACACIONES é, por isso, uma feira onde se apresentam tendências e experiências associadas ao turismo, gastronomia e lazer, abrangendo ainda outras temáticas como o caravanismo e o golfe. A participação do Município de Viana do Castelo, em stand integrado com a TPNP - Turismo Porto e Norte de Portugal, pretende reforçar a divulgação do município, das suas potencialidades e dos seus agentes do setor turístico.

Recorde-se que, este ano, o Município de Viana do Castelo retomou a presença estratégica em Feiras de Turismo, estando previsto, para o presente ano, ainda a participação na Expocidades – Mostra de Turismo das Cidades do Eixo Atlântico (Ferrol), na FIA – Feira Internacional de Artesanato (Lisboa) e no XANTAR – Salão Internacional de Turismo Gastronómico (Ourense).

Nestes certames, o Município de Viana do Castelo integra representações com a Entidade Regional de Turismo Porto e Norte, o Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular e o Consórcio Minho IN, mas também estará presente em alguns certames com stand próprio.

A pandemia fez aumentar a procura dos turistas pelo contacto com a natureza, a realização de atividades ao ar livre, destinos menos massificados e com cultura tradicional, dando preferência a locais de proximidade e em ambiente controlado, estando a segurança e a higiene no centro das decisões de escolha de destino de férias. Como Viana do Castelo reúne condições para dar resposta a este novo perfil de turista, estas participações revestem-se de enorme importância para a promoção e divulgação deste destino.

XV ENCONTRO COTEC EUROPA REALIZA-SE HOJE EM BRAGA

220503-prmrs-ro-0314-0410.jpg

XV Encontro COTEC Europa “A Cultura ao Encontro da Inovação”

Theatro Circo, Braga

10:45 Chegada dos Chefes de Estado ao Theatro Circo:

  • Presidente da República
  • Presidente da República Italiana, Sergio Mattarella
  • Rei de Espanha, Felipe VI

11:00 Painel III - “Os Ativos Culturais como Vantagem Competitiva”

11:30 Momento Musical

11:45 Sessão de encerramento:

  • Intervenção do Presidente da República Italiana, Sergio Mattarella
  • Intervenção do Rei de Espanha, Felipe VI
  • Intervenção do Presidente da República

Fonte: Presidência da República Portuguesa

XV ENCONTRO COTEC EUROPA TRAZ AO MINHO TRÊS CHEFES DE ESTADO – PRESIDENTE DA REPÚBLICA PORTUGUESA, REI DE ESPANHA E PRESIDENTE DE ITÁLIA

O Presidente da República, Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, oferece hoje no Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães um jantar em honra do Rei Felipe VI de Espanha e do Presidente da República Italiana, Sergio Mattarella. Amanhã deslocam-se a Braga a fim de estarem presentes no XV Encontro COTEC Europa onde presidirão à sua sessão de encerramento que terá lugar no Theatro Circo em Braga com o tema “A Cultura ao Encontro da Inovação”.

Capturarminhoreipresi.JPG

Os encontros COTEC Europa são organizados desde 2005 e realizam-se anualmente em Espanha, Itália e Portugal, de forma rotativa, e contam com a participação de “líderes empresariais, decisores políticos e académicos de todos os setores de atividade económica, bem como com a presença dos chefes de Estado dos três países da Europa do Sul”.

O XV Encontro da COTEC Europa que agora se realiza “vai refletir sobre o aprofundamento das relações entre as Indústrias Criativas e Culturais (ICC) e a restante economia, os seus efeitos sinérgicos e potenciais vantagens competitivas”, abordanto temáticas relacionadas com o património cultural  como um “fator de diferenciação que potencia a competitividade das empresas”, o impacto positivo do investimento na cultura ou o “papel da Cultura enquanto elemento de aproximação dos povos”.

Serão oradores do encontro Ana Pinho, presidente do Conselho Administrativo da Fundação de Serralves, Clemens Pflanz, membro da Aliança Europeia das Indústrias Criativas (ECCIA, na sigla em inglês), Concha Andreu, presidente da Região de La Rioja, Costanza Miliani, diretora do Instituto das Ciências do Património Cultural italiano, Guta Moura Guedes, presidente da Experimentadesign, os diretores gerais das associações COTEC Portugal, Jorge Portugal, de Espanha, Jorge Barrero, e de Itália, Luigi Nicolais e o Presidente da Câmara Municipal de Braga, Dr. Rui Rio.

Foto: Jorge Zapata / EPA

CÂMARA DE VIZELA RENOVA PROTOCOLO COM EXPOURENSE

A Câmara Municipal e a Expourense vão assinar a renovação do protocolo de colaboração, no próximo dia 4 de maio, pelas 11.30h, no edifício-sede o Município.

Xantarourens.JPG

De relembrar que este protocolo, assinado em 2018, estabelece a parceria entre o Município de Vizela e a Expourense, no sentido de intensificar o potencial turístico de Vizela, através da presença em diversas feiras relacionadas com o turismo.

Assim, a Câmara Municipal considera de enorme importância continuar a promoção das atividades e eventos do Concelho na Galiza, nomeadamente nas feiras XANTAR e TERMATALIA, num casamento perfeito entre gastronomia e Termas, atendendo à história termal e à riqueza gastronómica de Vizela, que merecem ser devidamente valorizadas.

Com a renovação deste protocolo, a Câmara Municipal pretende potenciar dinâmicas de reforço que permitam a consolidação da nova imagem e identidade do Concelho de Vizela, como destino turístico privilegiado, experienciando os segredos de um vale recheado de saberes, sabores, prazeres e tradições caraterísticas.

De destacar que a renovação deste protocolo enquadra-se numa das medidas do Plano Municipal de Turismo que visa desenvolver esforços no sentido de criar parcerias com novas entidades, públicas ou privadas, que permitam exponenciar o potencial turístico de Vizela, através da divulgação eficaz, em todo o território nacional e, sempre que possível, internacionalmente, da agenda turística de Vizela.

OPERADORES TURÍSTICOS DE PORTUGAL E ESPANHA VISITAM VIANA DO CASTELO DURANTE 3 DIAS

Nos dias 28, 29 e 30 de abril, Viana do Castelo recebe a visita de uma comitiva de operadores turísticos de Portugal e Espanha. Os visitantes vão, assim, ter oportunidade de conhecer o centro histórico da cidade, de visitar os museus municipais, conhecer a hotelaria e a restauração local, usufruindo ainda de experiências diferenciadoras, da gastronomia e vinhos da região.

vcoperatur.jpg

A rota inicia na quinta-feira, com uma visita guiada ao centro histórico vianense, incluindo o Museu do Traje e o Centro Interpretativo do Caminho Português da Costa. Os operadores terão também oportunidade de conhecer diversas unidades hoteleiras da cidade.

Na sexta-feira, o dia inicia com uma experiência náutica ou passeio em bicicleta pela ecovia, com a manhã a incluir ainda uma degustação de produtos locais e subida ao Funicular de Santa Luzia e visita ao Santuário Diocesano do Sagrado Coração de Jesus. De tarde, será promovida uma bolsa de contratação com empresas de animação turística e operadores marítimo-turísticos.

No sábado, os operadores terão ainda visitas guiadas ao Navio Gil Eannes e ao Museu do Chocolate, com demonstração de chocolate e experiências comentadas.

Recorde-se que, ao longo deste ano, de modo a dar continuidade ao trabalho desenvolvido, Viana do Castelo retomou a presença estratégica em diversas feiras nacionais e internacionais.

Estas participações surgem no âmbito da Rede Municipal de Turismo, criada com o intuito de dinamizar o setor do Turismo em Viana do Castelo e que tem como principais objetivos a promoção turística do concelho e a dinamização de ações e medidas destinadas aos profissionais do setor.

A pandemia fez aumentar a procura dos turistas pelo contacto com a natureza, a realização de atividades ao ar livre, destinos menos massificados e com cultura tradicional, dando preferência a locais de proximidade e em ambiente controlado, estando a segurança e a higiene no centro das decisões de escolha de destino de férias. Como Viana do Castelo reúne condições para dar resposta a este novo perfil de turista, estas participações revestem-se de enorme importância para a promoção e divulgação deste destino.

BARCELOS PARTICIPOU NA REUNIÃO DO PROJETO DE VALORIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL (PCI) EM BURGOS

Representantes dos parceiros da iniciativa europeia reuniram-se para avaliar o estado de desenvolvimento do projeto.

Os representantes técnicos do Município de Barcelos participaram na reunião do Comité do Projeto LIVHES, em Burgos, de 29 a 31 de março, para avaliar o estado de execução da iniciativa de identificar e implementar métodos inovadores de valorização do Património Cultural Imaterial nos seus territórios.

Projeto LIVHES.jpg

No encontro, os parceiros do projeto apresentaram, discutiram e validaram as experiências-piloto e os respetivos planos de ação para o próximo semestre; o Município de Barcelos apresentou um projeto-piloto de criação de uma plataforma digital de acesso público para registo de manifestações de património cultural imaterial no seu território, com especial incidência no Vale do Neiva.

O Município de Barcelos é parceiro do projeto, juntamente com Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial do Rio Minho, Pays de Béarn, Diputación de Teruel, Diputación de Burgos, Institut Català de Recerca em Patrimoni Cultural, Universidade Pública de Navarra, Institut Occitan de Cultura (CIRDOC) e a Communauté de Communes Pyrénées Haut Garonnaises.

A iniciativa LIVHES é cofinanciada pelo Programa Interreg Sudoe, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), dá resposta a uma necessidade e desafio territorial compartilhado pelas áreas em perigo de despovoamento do sul da Europa, e pretende identificar e implementar novas formas de valorização do PCI, promovido e reconhecido pela UNESCO, como ferramenta de desenvolvimento económico sustentável e de coesão territorial.

VIANA DO CASTELO PARTICIPA NA FEIRA DE TURISMO B-TRAVEL EM BARCELONA

Entre os dias 1 e 3 de abril, a Câmara Municipal de Viana do Castelo volta a marcar presença numa das mais prestigiadas feiras de turismo internacionais, a B-Travel - El Saló de Turisme, que decorre na Fira de Barcelona.

fotos27_praca_republica.jpg

No salão especializado em turismo de experiências irão participar entidades regionais de turismo, agências de viagens, operadores turísticos, hotelaria, operadores de cruzeiros, companhias de transportes e empresas de serviços turísticos, entre outros.

Após alguns anos de interregno, a autarquia vianense volta, assim, a apostar na promoção turística em Barcelona e regressa ao certame catalão integrando o espaço da Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal, no Pavilhão 1 - Calle G, com o stand nº 736.

Com o objetivo de apresentar as potencialidades turísticas de Viana do Castelo, o Município irá promover reuniões com profissionais e terá em destaque a informação sobre a oferta turística de Viana do Castelo, nomeadamente turismo de natureza, turismo ativo e desportivo, turismo cultural e turismo monumental e religioso, especialmente com a promoção do Caminho Português da Costa recentemente certificado.

Recorde-se que, este ano, o Município de Viana do Castelo retomou a presença estratégica em Feiras de Turismo, estando previsto, para o presente ano, ainda a participação na Expovacaciones (Bilbao), na Expocidades – Mostra de Turismo das Cidades do Eixo Atlântico (Ferrol), na FIA – Feira Internacional de Artesanato (Lisboa) e no XANTAR – Salão Internacional de Turismo Gastronómico (Ourense).

Nestes certames, o Município de Viana do Castelo integra representações com a Entidade Regional de Turismo Porto e Norte, o Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular e o Consórcio Minho IN, mas também estará presente em alguns certames com stand próprio.

A pandemia fez aumentar a procura dos turistas pelo contacto com a natureza, a realização de atividades ao ar livre, destinos menos massificados e com cultura tradicional, dando preferência a locais de proximidade e em ambiente controlado, estando a segurança e a higiene no centro das decisões de escolha de destino de férias. Como Viana do Castelo reúne condições para dar resposta a este novo perfil de turista, estas participações revestem-se de enorme importância para a promoção e divulgação deste destino.

MUNICÍPIO DE BARCELOS PARTICIPA EM BURGOS NUM ENCONTRO DO PROJETO LIVHES PARA VALORIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL

O Projeto LIVHES ruma a Burgos para avançar na valorização do Património Cultural Imaterial (PCI)

Os representantes técnicos dos 9 parceiros do Projeto LIVHES vão reunir-se em Burgos, no Mosteiro de San Agustín, de 29 a 31 de março, para avaliar o estado de execução da iniciativa, na tentativa de encontrar e implementar novas fórmulas de valorização do Património Cultural Imaterial nos seus territórios.

ponte medieval+rojbar.jpg

No encontro, os parceiros do projeto vão apresentar, discutir e validar as experiências-piloto e os respetivos planos de ação, bem como o plano de trabalho para o próximo semestre.

O Município de Barcelos, juntamente com Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial do Rio Minho, Pays de Béarn, Deputação de Teruel, Deputação de Burgos, Institut Català de Recerca en el Patrimoni Cultural (ICRPC), Universidade Pública de Navarra, Instituto Occitan de Cultura (CIRDOC) e a Communauté de Communes Pyrénées Haut Garonnaises, far-se-á representar pelos técnicos afetos ao projeto da área da Gestão de Candidaturas e do Património Histórico e Cultural.

A iniciativa LIVHES é cofinanciada pelo Programa Interreg Sudoe, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), e dá resposta a uma necessidade e desafio territorial compartilhado pelas áreas em perigo de despovoamento do sul da Europa, e pretende identificar e implementar novas formas de valorização do PCI, promovido e reconhecido pela UNESCO, como ferramenta de desenvolvimento económico sustentável e de coesão territorial.

VIANA DO CASTELO PRESENTE NA 16ª FEIRA INTERNACIONAL DE TURISMO DE NAVARRA

Entre os dias 25 e 27 de fevereiro, Viana do Castelo estará presente na NAVARTUR – 16º Feira Internacional de Turismo de Navarra, no Palacio de Ferias y Congresos Baluarte, em Pamplona. A NAVARTUR é a principal feira de turismo do norte de Espanha, caraterizada por um mercado potencial com elevado poder de compra, como Navarra e País Basco. As edições anteriores contaram com mais de 150 expositores e conquistaram 44 mil visitantes.

fotos69_vista_santa_luzia2.jpg

Viana do Castelo marca presença no stand da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal e pretende apresentar-se aos visitantes e contactar com agentes e operadores turísticos com o objetivo de potenciar e promover os seus principais eventos e atrativos turísticos.

Assim, o município vianense vai destacar, ao longo dos três dias, o património natural e paisagístico, a riqueza monumental e cultural, gastronomia, vinhos, artesanato, desportos náuticos e de natureza, bem como o Caminho Português da Costa – Caminhos de Santiago, aproveitando ainda para divulgar os agentes turísticos locais que operam no território.

Esta participação surge no âmbito da Rede Municipal de Turismo, criada com o intuito de dinamizar o setor do Turismo em Viana do Castelo e que tem como principais objetivos a promoção turística do concelho e a dinamização de ações e medidas destinadas aos profissionais do setor.

De modo a dar continuidade ao trabalho desenvolvido, pretende-se retomar a presença estratégica do Município de Viana do Castelo em Feiras de Turismo, estando previsto, para o presente ano, também a presença na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa (Lisboa), na B-TRAVEL  - Salão Internacional de Turismo da Catalunha (Barcelona), na Expovacaciones (Bilbao), na Expocidades – Mostra de Turismo das Cidades do Eixo Atlântico (Ferrol), na FIA – Feira Internacional de Artesanato (Lisboa) e no XANTAR – Salão Internacional de Turismo Gastronómico (Ourense).

Nestes certames, o Município de Viana do Castelo integra representações com a Entidade Regional de Turismo Porto e Norte, o Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular e o Consórcio Minho IN, mas também estará presente em alguns certames com stand próprio.

A pandemia fez aumentar a procura dos turistas pelo contacto com a natureza, a realização de atividades ao ar livre, destinos menos massificados e com cultura tradicional, dando preferência a locais de proximidade e em ambiente controlado, estando a segurança e a higiene no centro das decisões de escolha de destino de férias. Como Viana do Castelo reúne condições para dar resposta a este novo perfil de turista, estas participações revestem-se de enorme importância para a promoção e divulgação deste destino.

A EURORREXIÓN GALÍCIA – NORTE DE PORTUGAL E A CONFEDERACIÓN DE EMPRESARIOS DE GALICIA ALÍANSE PARA REFORZAR O DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÓMICO NA EURORREXIÓN

A Eurorrexión Galicia-Norte de Portugal e a Confederación de Empresarios de Galicia (CEG) aliáronse hoxe para fortalecer o desenvolvemento socioeconómico da Eurorrexión, a través de iniciativas e accións conxuntas, trala firma dun protocolo de colaboración, esta mañá, entre Nuno Almeida, director da Agrupación Europea de Cooperación Territorial da Eurorrexión Galicia-Norte de Portugal (GNP-AECT) e Juan Manuel Vieites, presidente da organización empresarial galega.

IMG_0186.JPG

Nuno Almeida lembrou que a AECT da Eurorrexión “ten entre os seus obxectivos colaborar coas empresas de ambos lados da fronteira para fomentar o tecido empresarial na Eurorrexión GNP, a través do coñecemento e a innovación”. Insistindo no “compromiso para colaborar reciprocamente na organización de misións empresariais, seminarios, visitas e mesmo na presentación de candidaturas conxuntas no ámbito do próximo POCTEP 21-27 e doutros programas con financiamento rexional, nacional ou europeo”. Almeida instou os gobernos de España e Portugal “na urxencia de aprobar o Estatuto que regule aos 14.000 traballadores transfronteirizos da Eurorrexión”.

Juan Manuel Vieites considera que, “aínda que Galicia e o Norte de Portugal formen parte de países diferentes, as sinerxías compartidas e a identidade común en termos xeográficos e culturais deben derivar na procura de alianzas en clave eurorrexional que nos posicionen sectorial e estratexicamente a nivel europeo”. Para o presidente da patronal galega, a actuación persegue o claro obxectivo de “promover que a Eurorrexión sexa unha área de atracción de actividade económica e de asentamento da industria” e para conseguilo “debemos aproveitar indubidablemente os fondos chegados de Europa tanto os Next Generation como o marco financeiro plurianual 2021-2027”. Ámbalas organizacións comprométense igualmente a traballar para levar a cabo accións que poñan remedio á eliminación de obstáculos á mobilidade transfronteiriza.

Alfonso Rueda, vicepresidente primeiro e conselleiro de Presidencia, Xustiza e Turismo da Xunta de Galicia, destacou “a experiencia de cooperación da AECT da Eurorrexión Galicia – Norte de Portugal, na xestión e dinamización de proxectos europeos conxuntos na Eurorrexión, e os exitosos exemplos de colaboración empresarial dá CEG coas mais importantes organización empresariais do norte luso”. Tamén interveu António Cunha, o presidente da Comunidade de Traballo Galicia – Norte de Portugal, e da CCDR-Norte para quen “Este acordo de cooperación ven dar máis folgos, profundidade e ambición ao diálogo e relación entre os poderes públicos, rexionais e o tecido empresarial, nun momento moi desafiante para a Eurorrexión”.

DKC DE VIANA PARTICIPA NA ORGANIZAÇÃO DA TAÇA IBÉRICA DE SLALOOM

DKC de Viana na organização da Taça Ibérica de slalom com Desportivo Minho Teixugos (da Galiza), Federação Galega de Piraguismo e Federação Portuguesa de Canoagem.

Capturartaçaiberica.JPG

Com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, a Taça Ibérica de Slalom vai retomar a sua edição anual após dois anos de interrupção devido à pandemia.

A competição vai decorrer entre os dias 22 e 23 de janeiro, na pista internacional de slalom partilhada entre a DKC de Viana e o Clube Galego “Desportivo Minho Teixugos”, nas Azenhas do Pagade, freguesia de Covas, Vila Nova de Cerveira, em pleno Rio Coura e constitui o arranque da época competitiva das provas do calendário da Federação Portuguesa de Canoagem.

A DKC de Viana regressa assim à organização de grandes eventos internacionais, dando o seu apoio organizativo à competição.

A prova vai contar com 12 clubes e 134 atletas, sendo seis clubes portugueses e seis clubes espanhóis disputando cerca de 170 largadas

A DKC de Viana leva 11 atletas disputando 12 largadas, sendo também o arranque da sua época competitiva.

Programa da prova

Dia 22

– 10h início da competição – eliminatórias

- 14h – meias finais

Dia 23

- 10h – finais.

O Presidente da DKC de Viana,

Dr. Américo Castro

BRAGA VOLTA A PARTICIPAR NA MAIOR FEIRA DE TURISMO DO MUNDO

Feira Internacional de Turismo de Madrid decorre até Domingo

O Município de Braga volta a marcar presença na FITUR - Feira Internacional de Turismo, uma das mais importantes feiras de turismo do mundo que decorre até ao próximo Domingo, 23 de Janeiro, em Madrid.

Reunião com Operadores Turisticos.jpg

A FITUR é o evento que inaugura o circuito internacional de feiras de promoção turística ligada ao mundo das viagens, que permite contactos comerciais e onde se pode tomar contacto com as novas tendências do mercado turístico internacional.

O Município de Braga está presente com stand próprio na 42.ª edição, com o objectivo de reactivar os contactos turísticos do mercado espanhol e reforçando a distinção “Melhor Destino Europeu 2021”. Com esta presença, Braga pretende reconquistar este mercado, já que é um dos mais relevantes para a Cidade e para a região.

O evento tem a duração de cinco dias e, segundo a organização, o certame recebe na sua área expositiva 7.000 empresas de 107 países e 600 expositores.

Trata-se de um ponto de encontro global para os profissionais do sector, que permite o contacto com vários operadores e empresas internacionais de turismo que previamente agendaram reuniões no stand do Município de Braga.

O stand Municipal para além de promover a divulgação turística de eventos como a Semana Santa, a gastronomia, a cultura, ou as instituições académicas e de investigação da Cidade, serve também como espaço de apoio aos empresários bracarenses do sector, que aceitaram o convite para estar presentes, tendo em vista potenciar as suas empresas através de reuniões ou contactos junto dos grandes operadores presentes neste certame.

Your Tours na FITUR 2022.jpg

Fitur Informação 2022.jpg

"MIÑO DESTINO NAVEGABLE" REFUERZA SU MARCA Y SE PRESENTA EN FITUR COMO EL PRIMER PROYECTO CONJUNTO ENTRE DOS EUROCIUDADES

A iniciativa permite reforçar a cooperação transfronteiriça com a criação desta rota fluvial, a melhoria da navegabilidade do rio e a disponibilização de meios de transporte fluvial e terrestre.

Fitur 1.jpg

Salvaterra de Minho, 19 de Janeiro de 2022.- A FITUR apresentou hoje aquele que é o primeiro destino turístico conjunto entre duas Eurocidades, "Miño Destino Navegable", um projecto europeu financiado com fundos POCTEP que nasceu para divulgar o rico património natural, cultural e etnográfico dos quatro municípios que a compõem: Salvaterra de Minho, Tui, Valença e Monção.

A apresentação, que decorreu no stand da Xunta de Galicia, contou com a presença do vice-presidente do governo galego e responsável pelo Turismo, Alfonso Rueda, do prefeito de Salvaterra, Marta Valcárcel, do prefeito de Tui, Enrique Cabaleiro, do prefeitos de Valença e Monção.

Entre as iniciativas que vão ser lançadas destacam-se as acções de melhoria da navegabilidade do rio Minho ao longo de 16 quilómetros entre a ponte internacional Valença-Tui e a ponte internacional Monçao-Salvaterra, bem como a modernização dos cais, a a sinalização do rio no canal navegável, a disponibilização de um barco turístico e de educação ambiental ou as atividades de promoção e consolidação da marca Visit Río Miño.

A cerimónia de apresentação, conduzida pela apresentadora Cristina Maró, incluiu a projeção do vídeo promocional do projeto em que participaram vários influenciadores galegos e contou com a presença de caras conhecidas como Sergio Pazos, Sonia Castelo, Rosalía Castro, Fernando ROmán ou Josemi Rodríguez-Sieiro. A apresentação contou ainda com a presença da Diretora de Turismo, Nava Castro, do presidente do Tuirsmo Porto y Norte, Luis Pedro Martíns e dos delegados territoriais da Xunta em Pontevedra e Vigo, Luis López e Marta Fernández Tapias.

Os barcos dobram o Minho

Com o "Miño Destino Navegável" os municípios de A Raia reativam a sua oferta turística através de percursos fluviais gratuitos que lhe permitirão desfrutar e descobrir o território transfronteiriço entre a Galiza e o norte de Portugal. São excursões turísticas de um dia inteiro na zona transfronteiriça composta por Salvaterra, Minho, Monção, Tui e Valença nas quais os participantes conhecerão a zona pela mão de um guia turístico.

Os três primeiros percursos centram-se na visita aos bairros históricos e fortalezas das duas Eurocidades: um percurso longo que liga os dois percursos e dois percursos curtos (um em cada um deles).

Essas rotas, de cerca de 15 km, estarão sujeitas à profundidade do rio no momento da viagem -que pode ser encontrada através do APP `Calados Río Miño´- e em caso de não poder navegar, será oferecido serviço por terra em ônibus.

Os interessados podem se inscrever gratuitamente na Central de Reservas da operadora de turismo Hemisferios e são limitadas a 15 pessoas por grupo.

Note-se que, além das visitas guiadas de dia inteiro, as saídas estão previstas para as 16h00 (hora espanhola) todos os fins-de-semana, feriados, períodos de férias e época alta regularmente. Nesses passeios, com duração aproximada de uma hora, os interessados podem se inscrever diretamente no quiosque instalado no píer.

Fitur 2.jpg

Fitur 3.jpg

UM RIO, DOIS PAISES, QUATRO MUNICIPIOS

Projeto “Rio Minho: Um Destino Navegável”, apresentado ontem na Feira Internacional de Turismo de Madrid (FITUR), tem como objetivo posicionar o rio Minho como um destino turístico único e diferenciador.

umriodoispises (1).JPG

O projeto “Rio Minho: Um Destino Navegável” tem como finalidade a concretização de um conjunto de medidas, iniciativas e atividades, focadas na atratividade e sustentabilidade do rio Minho, como um destino turístico transfronteiriço de excelência.

O objetivo é preservar a envolvente ambiental e fortalecer a componente turística neste território único e diferenciador. Mas não só. Pretende, igualmente, assumir-se como um reforço do relacionamento económico, cultural e social dos povos de ambas as margens que, com vontade e determinação, levaram à constituição das Eurocidades Monção-Salvaterra e Valença-Tui

Ontem, o projeto “Rio Minho: Um Destino Navegável” foi apresentado na Feira Internacional de Turismo de Madrid (FITUR), no stand da Galiza. Além dos quatro autarcas envolvidos no projeto, marcaram presença o Vice-Presidente da Junta da Galiza, Alfonso Rueda, e o Presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luis Pedro Martins.

Um dos aspetos mais relevantes do projeto é a criação da Rota Fluvial do Rio Minho. Apresentada em meados de dezembro, no cais de embarque de Salvaterra de Miño, a embarcação entrará em funcionamento a breve prazo, proporcionando passeios fluviais relaxantes e inspiradores a residentes e visitantes.

O percurso pelo troço internacional do rio Minho compreende passeios de barco gratuitos, bem como a realização de rotas curtas e largas, que incluem visitas aos municípios de Monção, Salvaterra, Valença e Tui, dando-se a conhecer o diversificado património natural, cultural e etnográfico das localidades raianas.

Para as rotas, é necessário fazer reserva com o operador turístico, através do website www.hemisferios.org. Para os passeios de barco gratuitos, com duração aproximada de uma hora e meia, não é necessário fazer reserva, sendo o embarque feito por ordem de chegada.

umriodoispises (2).JPG

umriodoispises (3).jpg

umriodoispises (4).JPG

umriodoispises (5).JPG

umriodoispises (6).JPG

FAMALICÃO: TERMINAL FERROVIÁRIO DE MERCADORIAS DA PENÍNSULA IBÉRICA MAIS PRÓXIMO DA REALIDADE

Promotores de investimento infraestruturante assinaram contrato de urbanização para a Unidade de Execução

Está dado mais um determinante passo para a construção do maior terminal ferroviário de mercadorias da Península Ibérica em Vila Nova de Famalicão pela Medway, empresa líder no transporte ferroviário de mercadorias em Portugal, num investimento estimado em 63 milhões de euros.

Assinatura do contrato para a urbanização do Ter

Na semana passada foram celebradas as assinaturas do contrato de urbanização, com as entidades promotoras, para a Unidade de Execução da Área de Acolhimento Empresarial  de Lousado, Esmeriz e Cabeçudos, onde vai ficar implantado o empreendimento.

O presidente da Medway, Carlos Vasconcelos, referiu que, apesar dos atrasos, “o processo vai mesmo para a frente”. “Estamos entusiasmados”, disse o responsável, adiantando que a construção do terminal deve arrancar no início do segundo semestre deste ano.

A nova infraestrutura poderá começar a operar no início de 2023. Com quatro linhas férreas de 750 metros, o terminal terá uma área de 220 mil metros quadrados e capacidade para 11 mil TEU (cada TEU equivale a cerca de 6,1 metros, o comprimento de um contentor-padrão de mercadorias).

“Todos percebemos a importância deste projeto para Portugal. É um investimento fundamental para o desenvolvimento económico do país e a sua implementação em Vila Nova de Famalicão, no centro de uma região que é uma verdadeira locomotiva económica nacional, é a garantia para a sua rentabilização”, disse Mário Passos, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

Com a ligação ferroviária direta, através da Linha do Minho, bem como com as acessibilidades rodoviárias, através de diversas vias principais, este terminal irá potenciar a indústria exportadora local, facilitando a logística das suas mercadorias, contribuindo, desse modo, para a economia e o emprego da região.

“Ao aproximarmo-nos do local de receção das mercadorias estamos a encurtar as distâncias. Com esta obra traremos o Porto Marítimo para Famalicão”, referiu Carlos Vasconcelos, na apresentação da Unidade de Execução, explicando que “este terminal irá permitir uma maior proximidade, reduzir distâncias e, claro, baixar custos”.

AECT RIO MINHO REPRESENTOU PORTUGAL NO ‘FORO AVE MADRID - OURENSE: UN CAMINHO A GALICIA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES' RUI TEIXEIRA ASSEGURA QUE “O ATRASO NA LIGAÇÃO DA FERROVIA PORTUGUESA EM ALTA VELOCIDADE À REDE ESPANHOLA É UM TEMPO SEM RETORNO”

Para o autarca, “Porto-Vigo é a ligação internacional mais importante entre Portugal e Espanha, em termos de volume de tráfego, superando a ligação Lisboa-Madrid”.

O Diretor do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Rio Minho e Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Rui Teixeira, foi o único orador português convidado a abordar a “incontestável” importância da ligação ferroviária entre Portugal e Espanha, partilhando a experiência do território transfronteiriço Norte de Portugal-Galiza, no 'Foro Ave Madrid - Ourense: Un caminho a Galicia: desafios e oportunidades', realizado, esta sexta feira, na Expourense. Este primeiro encontro, que contou com a presença de várias entidades governamentais espanholas, assinalou os primeiros dias da alta velocidade entre Madrid e Ourense.

Com o Presidente da Xunta de Galicia, Alberto Núnez Feijóo, o ex Ministro do Fomento, José Blanco López, e a Vice-presidente do Congresso dos Deputados e ex Ministra do Fomento, Ana Pastor Julián, na plateia, Rui Teixeira, na qualidade de Diretor do AECT Rio Minho, começou por elogiar o trabalho de “grande desenvolvimento” e “virado para o futuro” da Galiza, com uma forte aposta nas grandes vias de comunicação. Salientando, “é por isso que estradas, portos e ferrovias foram prioridades desta grande região. Estar a celebrar a viagem entre Ourense e Madrid, com conforto e segurança, em pouco mais de 2h é celebrar o presente e garantir o futuro comum”.

A participar como orador do painel 'Un camiño por completar: as etapas pendentes', Rui Teixeira considera ser “incompreensível que algumas etapas de ferrovia ainda estejam pendentes em 2022. As ligações entre Portugal e Espanha, mais concretamente entre Portugal e a Galiza, são vitais e nunca suficientes. A alta velocidade é importantíssima para atrair turismo, garantir competitividade da economia e melhorar decisivamente a qualidade de vida e a mobilidade dos cidadãos”.

O também autarca de Vila Nova de Cerveira fez um enquadramento da posição do Governo de Portugal nesta matéria, lembrando que tem sido “adiada sucessivamente a necessidade de regionalizar o país, o que desembocou numa macrocefalia asfixiante. E estas macrocefalia culmina na ausência de investimentos fora da capital, por exemplo no quase eterno adiamento das linhas de alta velocidade”.

No entanto, e referindo-se aos dois últimos anos, Rui Teixeira explicou que, devido à liderança e trabalho "persistente e entusiasta" do Ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, a modernização da ferrovia e a necessidade de investir em linhas de alta velocidade foi recolocada nas prioridades do discurso político. “Há um plano concreto de investimento, que está aprovado e que consiste na ligação ferroviária de alta velocidade entre o Norte de Portugal e a Galiza, planeada no Programa Nacional de Investimento 2030, com a construção da 1ª fase da linha de alta velocidade entre o Porto e Vigo (…) passando-se de uma viagem de 2h20 atuais para cerca de 1h”.

Considerando a ligação Porto-Vigo como “a ligação internacional mais importante entre Portugal e Espanha, em termos de volume de tráfego, superando mesmo a ligação Lisboa-Madrid”, Rui Teixeira acredita que Portugal “tem de entender o vosso trabalho aqui na ferrovia e na alta velocidade como uma última oportunidade. Não se pode ser uma espécie de jangada de pedra”. E rematou: “Todo o tempo que se venha a perder no sentido de não ligar a ferrovia portuguesa em alta velocidade à rede espanhola é um tempo sem retorno. Este é um tempo decisivo”.

De recordar que, no passado dia 21 de dezembro de 2021, o primeiro comboio de alta velocidade (AVE) entre Madrid e a comunidade autónoma da Galiza, Espanha, deu entrada na estação de A Gudiña, em Ourense. Uma viagem inaugural que contou com a presença do rei de Espanha, Filipe VI, e do Presidente do Governo espanhol, Pedro Sanchéz, e realizada em apenas 2h15.

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO LEVOU AS CAMÉLIAS À XVII EXPOSIÇÃO DA CAMÉLIA SASANQUA EM BOIRO (ESPANHA)

O Município de Celorico de Basto, Capital das Camélias, procura marcar presença em todas as atividades em que seja possível promover este património natural identificativo deste território, as camélias. Nesse sentido, a Vereadora do Turismo e Cultura do Município de Celorico de Basto, Maria José Marinho, esteve em Boiro, na cerimónia de abertura da XVII Exposição da Camélia Sasanqua e outras, e reforçou a importância de “estar presente nestas exposições que mostram o gosto por este património natural e ajudam a promover a nossa Festa internacional, que decorre no terceiro fim-de-semana de março de 2022”. Para a vereadora, “na Galiza encontramos produtores e colecionadores de camélias verdadeiramente apaixonados por este património natural, que conhecem todas as suas especificidades e formas de as cuidar, e cuidar bem. Com eles vamos trocando experiencias e conhecimento para que a nossa Festa Internacional das Camélias, os nosso jardins e o espólio físico que vamos criando seja cada vez mais rico, atrativo e diferenciador, priorizando sempre a preservação desta património natural”. 

_DSC4039.JPG

A receção da comitiva de Celorico de Basto foi efetivada pelo Conselheiro do Turismo de Boiro, Carlos Muniz, que salientou a importância da “presença da comitiva Celoricense para enriquecer o certame, sendo um dos concelhos portugueses que mais destaque dá às camélias” e por Ana Calo, uma das maiores produtores de camélias da Galiza e proprietária da quinta “A Casa das Camélias”. Antes da inauguração oficial do certame, todos os participantes foram convidados a visitar o Paço de Goians, construído no século XVI e em fase de reabilitação. Neste local foi plantada uma camélia, a Camélia Sasanqua Boiro, uma variedade galega registada em 2014.

O Município de Celorico de Basto compôs uma mesa de camélias que ficou na exposição nos dias do certame e conjuntamente deixou informação promocional relativa à Festa Internacional das Camélias que decorre em Celorico de Basto em março do próximo ano.

Aproveitou ainda a oportunidade para convidar todos os presentes a estar em Portugal para participar ativamente na Festa Internacional com destaque para o convite à comitiva da vila de Luarca, concelho de Valdés, nas Astúrias, que participou pela primeira vez neste certame e que manifestou interesse em vir a Portugal.

_DSC4055.JPG

_DSC4093.JPG

_DSC4100.JPG

_DSC4105.JPG

_DSC3999.jpeg

_DSC4016.JPG

_DSC4018.JPG

_DSC4021.JPG

_DSC4030.JPG