Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MÁRIO PASSOS COM ESCUTEIROS FAMALICENSES NA ABERTURA DO ACANAC

Autarca visitou Acampamento Nacional de Escuteiros que este ano se realiza em Idanha-a-Nova

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão marcou presença no primeiro dia da 24.ª edição do Acampamento Nacional de Escuteiros que decorre até domingo, dia 7 de agosto, no concelho de Idanha-a-Nova, com a participação de quase 20 mil jovens.

ACANAC 2022 (2).jpg

Mário Passos juntou-se, segunda-feira, aos cerca de 1000 escuteiros do concelho que por estes dias marcam presença no ACANAC, promovido pelo Corpo Nacional de Escutas (CNE).

O grupo de Famalicão é, de resto, um dos maiores desta edição do Acampamento. Números que deixam o autarca “muito orgulhoso”.

“O escutismo tem uma força muito grande no nosso concelho. Vila Nova de Famalicão deve muito aos seus escuteiros por tudo aquilo que fazem em prol da nossa comunidade”, referiu.

O edil, que teve também a oportunidade de estar no recinto do ACANAC com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deixou votos de uma boa semana de partilha, aprendizagem e crescimento pessoal e comunitário a todos os escuteiros famalicenses.

O presidente da Câmara de Famalicão esteve ainda com o Chefe Nacional do CNE, o famalicense Ivo Faria, felicitando-o pessoalmente pelo seu percurso no escutismo e pela organização de mais um Acampamento Nacional.

Recorde-se que o ACANAC é uma atividade de referência para o CNE, que está a celebrar o seu primeiro centenário. Nesta edição o evento conta com 18 500 participantes, incluindo 650 escuteiros estrangeiros de 24 nacionalidades.

ACANAC 2022 (3).jpg

ACANAC 2022 (1).jpg

ESCUTEIROS DE VIEIRA DO MINHO NO XXIV ACAMPAMENTO NACIONAL

Dezoito mil e quinhentos escuteiros de todo o país reúnem-se, a partir de segunda-feira, dia 01 de agosto no XXIV Acampamento Nacional de Escuteiros, em Idanha-a-Nova, sob o lema “Construtores do amanhã”.

escuteiros.jpg

O Núcleo de Escuteiros de Vieira do Minho estará representado neste evento com a presença de cerca de meia centena de elementos.

O Município de Vieira do Minho apoia a participação dos Escuteiros de Vieira do Minho neste acampamento, subsidiando o pagamento das deslocações até Idanha-a-Nova.

Para além deste apoio, o Município atribuiu um apoio financeiro no valor de cinco mil e setecentos euros, para que o núcleo de escutas possa realizar, dinamizar e desenvolver atividades com os jovens do concelho. O apoio logístico em diversas atividades, como por exemplo o Acampamento Regional, a Abertura do Ano Escutista, deslocações e outras atividades são outros exemplos.

O ACANAC 2022 inicia-se na próxima segunda-feira, dia 1 de agosto, prolongando-se por sete dias.

O Município de Vieira do Minho deseja uma excelente participação dos Escuteiros de Vieira do Minho neste evento.

FAMALICÃO: MÁRIO PASSOS QUER OUVIR A JUVENTUDE

«Conversas com o Presidente» arrancou neste fim de semana para recolher opiniões e sensibilidade dos jovens para com o seu concelho

«Conversas com o Presidente» é uma nova dinâmica de diálogo e interação do Presidente da  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Mário Passos, com as gerações mais novas do concelho.  A iniciativa arrancou no último sábado com um encontro entre o autarca e cerca de duas centenas de jovens escuteiros líderes das suas equipas – guias e sub-guias -, que decorreu no Centro Escutista de Gondifelos.

Reunião com Escuteiros20220528_0045.jpg

Com esta dinâmica, Mário Passos pretende criar uma linha direta de contacto e diálogo com os jovens,  para conhecer as suas sensibilidades e anseios, bem como promover a participação da juventude na construção do presente e do futuro da comunidade famalicense.

“Queremos as novas gerações comprometidas com o seu território e, para isso, precisamos de jovens motivados, que tenham a garantia de que são ouvidos e que as suas opiniões contam”,  refere Mário Passos, que manteve um intenso diálogo com os jovens, que se prolongou por cerca de duas horas.

Estas «Conversas com o Presidente» vão repetir-se pontualmente com outros grupos de jovens sendo que, em paralelo, decorre o «Se eu fosse Presidente…», um desafio lançado pelo Presidente da Câmara Municipal aos participantes, no qual os jovens assinalam aquelas que, no seu entendimento, deveriam ser as principais prioridades para o concelho. A iniciativa complementa o exercício de elaboração do Plano Estratégico Famalicão 2030 e do Plano Municipal da Juventude.

Refira-se que esta dinâmica de recolha de contributos e de sensibilidades dos jovens de Famalicão estará ativa, em permanência, na Casa da Juventude e nas suas dinâmicas exteriores.

Reunião com Escuteiros20220528_0035.jpg

CÂMARA MUNICIPAL DE PONTE DA BARCA ATRIBUI APOIO FINANCEIRO AOS ESCUTEIROS DE VILA NOVA DE MUÍA

No âmbito das políticas de apoio ao associativismo, a Câmara Municipal de Ponte da Barca assinou um protocolo de colaboração com o Corpo Nacional de Escutas - Agrupamento 396 de Vila Nova de Muía. O protocolo, rubricado pelo Presidente da Câmara, Augusto Marinho, e pelo Presidente do Agrupamento de Escuteiros, Abílio Silva, prevê a atribuição de um apoio financeiro  no valor de 1.700,00€ euros para que estes possam realizar, dinamizar e desenvolver as mais diversas atividades no concelho.

Destacando o nível cultural, recreativo, social e cívico na formação de jovens que tem caracterizado este Agrupamento, Augusto Marinho referiu que a atribuição destes apoios “faz todo o sentido” na medida em que “contribuem, inequivocamente, para o interesse da comunidade”.

272170018_4162706053830346_8513758578174539839_n.j

VIANA DO CASTELO: PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL NA TOMADA DE POSSE DA NOVA JUNTA REGIONAL DO CORPO NACIONAL DE ESCUTAS

O Presidente da Câmara Municipal, Luís Nobre, marcou presença na cerimónia da tomada de posse da nova Junta Regional, para o cumprimento do mandato 2022-2024, liderada por Henrique Amorim. Na cerimónia, que aconteceu no auditório do Centro Pastoral Paulo VI, estiveram também o Vice-presidente da autarquia, o Chefe Nacional do Corpo Nacional de Escutas, o Bispo da Diocese, bem como representantes autárquicos e institucionais da região.

ABELO4750 2.jpg

Na cerimónia, o edil assumiu o compromisso de dar continuidade às parcerias existentes entre o município e os escuteiros, nomeadamente no que toca à vigilância florestal e assistência às praias, no período do Verão. O autarca deixou um pedido aos escuteiros vianenses para que continuem “um percurso discreto, mas muito relevante e sempre presente nos momentos mais importantes”, destacando o papel do escutismo em tempos de pandemia. “Esta pandemia trouxe-nos imensos desafios, mas também nos permitiu dar ainda mais valor à solidariedade que vocês trabalham todos os dias”, realçou.

A Junta Regional de Viana do Castelo conta com 43 anos de existência, abrangendo 1.675 escuteiros de 26 agrupamentos. Henrique Amorim é escuteiro desde 1980, tendo entrado para o escutismo como explorador, no Agrupamento 348 da Meadela. Tornou-se dirigente em 1993 e, entre esse ano e 1999, foi Chefe Adjunto da IV secção do Agrupamento N.º 348 – Meadela. Entre outros cargos, acompanhou Manuel Vitorino, anterior Chefe Regional que agora assume o cargo de Vice-Presidente da autarquia vianense, nos últimos onze anos, tendo sido Chefe Regional Adjunto 2010 a 2012 / 2013 a 2015 / 2016 a 2018 / 2019 a 2021.

Foram também empossados António Gomes Pereira (Chefe Regional Adjunto e do Património), Vítor António Pereira Lopes de Lima (Secretário Regional dos Adultos), Ricardo Jorge Cunha Rego (Secretário Regional Pedagógico), Paulo George Esteves Lima (Secretário Regional de Gestão Administrativa e Ação Local), Adelino Ezequiel da Silva Miranda (Secretário Regional de Gestão Financeira), Daniel Ferreira Gomes (Secretário Regional de Proteção Civil e Ambiente) e ainda João José Lima de Abreu (Secretário Regional para a Comunicação e Planeamento).

ABELO3894 2.jpg

ABELO3922 2.jpg

ABELO3994 2.jpg

ABELO3996 2.jpg

ABELO4043 2.jpg

ABELO4113 2.jpg

ABELO3774 2.jpg

ABELO3836 2.jpg

ESCUTEIROS DE MONÇÃO ENTREGAM AO MUNICIPIO 50 ARMADILHAS PARA CAPTURA DE VESPA VELUTINA

António Barbosa agradeceu o gesto dos jovens e acredita que este exemplo vai servir como incentivo à população local.

Com os primeiros registos a datarem de 2014, o território do Alto Minho tem assistido, nos anos mais recentes, à proliferação da vespa velutina, criando determinadas alterações no ecossistema e prejudicando diversas culturas agrícolas e a prática da apicultura.

escutmonçao (1).JPG

Para combater esta espécie exótica invasora, deu-se inicio à eliminação dos ninhos reportados. Por indicação da Direção Geral de Saúde, numa primeira fase, com recurso à inceneração, e numa segunda fase, através da injeção de inseticida. No concelho de Monção, até 30 de novembro de 2021, foram eliminados 751 ninhos.

No sentido de intensificar a sua eliminação, o Município de Monção elaborou o Plano Municipal de Combate à Vespa Velutina 2022, compreendendo, entre outras medidas preventivas e ativas, a disseminação pelo território concelhio de armadilhas artesanais para a captura daquela espécie invasora.

Nesse sentido, foi solicitada a colaboração do Agrupamento de Escuteiros de Monção 791 e do Agrupamento de Escolas de Monção, através do Projeto Eco-Escolas, os quais começaram a “fazer” as referidas armadilhas para posterior distribuição pelas freguesias do concelho.

Simbolicamente, no passado sábado, na sede do Agrupamento de Escuteiros de Monção 791, António Barbosa recebeu das mãos dos escuteiros as primeiras 50 armadilhas artesanais. O autarca agradeceu o gesto dos jovens e acredita que este exemplo vai servir como incentivo à população.

Feitas em garrafas e garrafões de água com dois gargalos nas laterais, onde será depositada uma solução açucarada com vinho branco, groselha e cerveja preta, as armadilhas serão entregues ao responsável local pela eliminação dos ninhos, o qual procederá, com o apoio das juntas de freguesia, à respetiva colocação.

Esta ocorrerá, preferencialmente, junto aos ninhos eliminados, nos meses de fevereiro, março e abril, visando a captura das vespas rainhas que sobreviveram à hibernação, limitando-se, desta forma, a número de ninhos definitivos e a expansão da espécie.

escutmonçao (2).JPG

VIEIRA DO MINHO ACOLHE ABERTURA REGIONAL DO ANO ESCUTISTA

Vieira do Minho acolhe, este fim de semana, a Abertura Regional do Ano Escutista

Vieira do Minho vai acolher, este fim de semana, a cerimónia da  Abertura Regional do Ano Escutista 2021/2022.

vieira do minhovm.JPG

Serão Milhares de escuteiros da Região de Braga que no dia 9 de outubro rumam a Vieira do Minho para, no Parque dos Moinhos, celebrar o arranque do novo ano escutista da região de Braga(ARAE).

Com o lema  “Fazer +”, esta jornada  pretende marcar esta caminhada anual, através de valores como a persistência, a proatividade e a busca incessante de um mundo melhor, seguindo o exemplo de Jacques Sevin.

A Abertura Regional do Ano Escutista é organizada pela Junta Regional de Braga e pretende, mais do que nunca, promover este importante momento coletivo de convívio, celebração e união entre escuteiros dos vários núcleos: Barcelos, Braga, Cego do Maio, Fafe, Famalicão, Guimarães, Póvoa de Lanhoso e Vieira do Minho. A realização desta iniciativa conta com o apoio do Município de Vieira do Minho.

O evento inicia pelas 9h30 com o acolhimento aos escuteiros. Pelas 10h30 realiza-se a Eucaristia celebrada pelo Senhor Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga . Às 12h00 tem lugar o almoço convívio e pelas 13h00 inicia a  dinâmica “FAZER + “. Pelas 16h00 tem lugar o encerramento da jornada.

Dada a grande relevância do evento, este será, também, transmitido online, através das redes sociais e dos meios de comunicação sociais locais, durante todo o dia.

VIEIRA DO MINHO: AGRUPAMENTO 1110 DOS ESCUTEIROS DE ROSSAS TEM NOVA SEDE

O presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso esteve, este fim-de-semana, presente na cerimónia de inauguração da requalificação da antiga Escola Primária de Lamedo, agora Abrigo da Candosa - sede do Agrupamento 1110 de Rossas.

Escuteiros Rossas.jpg

Para além do edil vieirense, a cerimónia contou, também com as presenças do presidente da Junta de Freguesia de Rossas, Armando Alves, do Pároco da Freguesia e Arcipreste de Vieira do Minho, Albano Costa e ainda, dos elementos do Agrupamento de Escutas 110 e população local.

O espaço inaugurado foi recentemente intervencionado pela Câmara Municipal, tendo sido alvo de obras de requalificação e melhoramento.

O espaço possui, agora, instalações mais condignas para acolher o agrupamento 1110 de Rossas e as iniciativas realizadas no âmbito da sua atividade escutista.

De salientar que o momento foi de festa, uma vez que, para além de, assinalar a inauguração do seu novo Abrigo, o Agrupamento 1110 de Rossas celebrou também o 25º aniversário da sua fundação.

UMA CENTENA DE ESCUTEIROS ESTÁ A PERCORRER O CAMINHO DE BRAGA A SANTIAGO DE COMPOSTELA

O Caminho da Geira e dos Arrieiros, que liga Braga a Santiago de Compostela, está esta semana a ser percorrido a pé por dois grupos de escuteiros, um português e outro espanhol, que totalizam uma centena de pessoas.

grupo de escuteiros da freguesia de Lago - Amares

O grupo português é originário da freguesia de Lago, no concelho de Amares. Trata-se da Secção dos Pioneiros do Agrupamento 560, constituído por 14 jovens e três dirigentes, com idades dos 14 aos 55 anos. 

“Por causa da disponibilidade dos elementos, e porque o caminho é longo, fizemos três etapas em dias separados. Esta divisão permitiu-nos também fazer preparação física, para sentirmos as dificuldades do caminho”, explica Paulo Gonçalves, responsável pelo grupo de escuteiros.

Assim, em junho, o grupo percorreu a distância entre Braga e Castro Laboreiro. Agora, esta semana, está a fazer o traçado entre Castro Laboreiro e Santiago de Compostela, prevendo chegar no sábado, dia 7 de agosto.

“Fomos fazendo atividades de angariação de fundos ao longo do ano, para suportar as despesas da atividade, mas também contamos com o apoio da Freguesia de Lago e da Câmara de Amares”, adianta Paulo Gonçalves.

“A ideia de fazermos o Caminho da Geira e dos Arrieiros surgiu porque atravessa a nossa freguesia e parte do nosso concelho. À parte disso, fazemos o Caminho como escuteiros e, como tal, temos bastantes objetivos escutistas a cumprir”, refere o responsável pelo grupo.

Entre os objetivos contam-se “ultrapassar os limites, procurar novos desafios, deixar a zona conforto, conhecer as capacidades de cada elemento, explorar novos horizontes, criar união de grupo, evoluir como equipa, avaliar o tamanho da fé de cada um e ser Pioneiros no Caminho”.

O outro grupo, composto por 81 pessoas, incluindo escuteiros, três sacerdotes, três seminaristas e duas religiosas, é organizado pela representação espanhola da Associação de Guias e Escuteiros da Europa.

Os participantes caminham divididos em grupos de seis a oito elementos, têm entre 15 e 50 anos, e contam chegar a Santiago de Compostela na sexta-feira, dia 6 de agosto.

A Associação de Guias e Escuteiros da Europa possui grupos em diferentes comunidades autónomas espanholas, daí que estejam a participar jovens de cidades como Barcelona, Valência, Madrid, Toledo ou Ronda.

“Estamos a peregrinar até Santiago, neste ano jubilar, fazendo o Caminho da Geira e dos Arrieiros a partir de Ribadavia (Km 111). Para poder caminhar mantendo o nosso estilo escutista, optámos por um caminho com muita natureza e muito pouco frequentado”, explica Alberto Arjomil, coordenador da logística.

Os escuteiros caminham pela manhã e durante a tarde há diversas atividades, como missa e palestras formativas e espirituais; aproveitando o percurso para desfrutar da natureza.

A organização “conheceu o caminho através da Associação Codeseda Viva, contando com o seu apoio, bem como dos municípios e das paróquias, que facilitam os meios e as instalações para os escuteiros acamparem e passarem as noites”, salienta Alberto Arjomil.

O Caminho da Geira e dos Arrieiros foi apresentado em 2017 em Ribadavia (Galiza) e Braga, reconhecido pela Igreja em 2019, reconhecido pela associação de municípios transfronteiriços Eixo Atlântico em 2020 e é um itinerário oficial da Peregrinação Europeia de Jovens do Ano Santo Jacobeu 2021/22.

Este percurso de 240 quilómetros destaca-se por incluir patrimónios únicos no mundo: a Geira Romana e a Reserva da Biosfera do Gerês/Xurés. Além disso, o seu traçado é um dos escassos cinco que ligam diretamente à Catedral de Santiago de Compostela.

grupo de escuteiros da freguesia de Lago - Amares

grupo de escuteiros da freguesia de Lago - Amares.

Peregrinación de grupo Scouts de Europa 01.jpeg

Peregrinación de grupo Scouts de Europa 02.jpeg

Peregrinación de grupo Scouts de Europa 03.jpg

Peregrinación de grupo Scouts de Europa.jpeg

PRESIDENTE DA CÂMARA DE VIZELA VISITOU OBRA DA NOVA SEDE DO AGRUPAMENTO DE ESCUTEIROS DE S. PAIO

O Presidente da Câmara Municipal, Victor Hugo Salgado, acompanhado pelo Vereador das Obras Municipais, Joaquim Meireles, pelo Presidente da União de Freguesias de Tagilde e Vizela S. Paio, e pelo Chefe dos Escuteiros, Fernando Salgado, visitou a obra de construção da nova sede do Agrupamento de Escuteiros de S. Paio.

De destacar que o Município de Vizela tem implementado um conjunto de medidas necessárias à execução de políticas que visem o desenvolvimento social, cultural e de juventude nas diversas freguesias do Concelho de Vizela, nomeadamente através do apoio à construção e/ou requalificação para a melhorias de instalações das associações vizelenses.

De realçar que o Agrupamento de Escuteiros de S. Paio, com o número 567, iniciou a sua atividade em 1923, tendo vindo a desenvolver ao longo dos anos diversas iniciativas locais. Este Agrupamento, pertencente ao Corpo Nacional de Escutas, sempre demonstrou um grande dinamismo, mostrando-se capaz de desenvolver atividades de índole social, cultural, muitas vezes em parceria com a Câmara Municipal, mobilizando a população jovem vizelense. O trabalho desenvolvido pelo Agrupamento de Escuteiros de S. Paio contribui para a educação dos jovens assim como para o seu desenvolvimento social, intelectual e humano, despertando nos jovens o respeito pela interculturalidade, tornando-os verdadeiros cidadãos do mundo.

Nesse seguimento, o Executivo Municipal atribuiu um subsidio de 60.000,00€ ao Agrupamento de Escuteiros de S. Paio para a edificação da sua nova sede própria, criando, assim, condições que permitam desenvolver, nas melhores condições, as atividades escutistas, educativas, culturais e recreativas, propulsionando aos jovens melhores valências.

VIANA DO CASTELO: ESCUTEIROS INICIARAM VIGILÂNCIA FLORESTAL EM SANTA LUZIA, SENHORA DO CASTRO E SÃO SILVESTRE

Os escuteiros iniciaram ontem a vigilância florestal em três locais do concelho vianense, para prevenir incêndios florestais e garantir a segurança. A vigilância decorre até 15 de setembro.

DSCF7302_escuteiros_baixa.jpg

O contacto destas equipas é realizado diretamente para as Equipas de Manutenção e Exploração de Informação Florestal (EMEIF) da GNR, através de rádios SIRESP fornecidos pela Guarda Nacional Republicana.

Também os militares do Exército estão, desde 1 de julho, a vigiar a Serra de Santa Luzia. Conforme protocolo com a Câmara Municipal para a vigilância florestal, a Escola de Serviços do Exército garante a vigilância da serra, para prevenção dos incêndios florestais e dissuasão de comportamentos de risco.

O protocolo com o Exército já se realiza desde 2011 e tem sido uma ação fundamental para a prevenção dos incêndios florestais ao longo destes últimos dez anos.

Os militares estão, assim, a promover operações de vigilância, mantendo permanentemente informadas as entidades responsáveis (CODIS - Comandante Distrital de Operações de Socorro, Bombeiros Municipais de Viana do Castelo) e comunicando, de imediato, qualquer ocorrência digna de registo.

A vigilância das áreas florestais é fundamental para a prevenção de incêndios, permitindo dissuadir eventuais atos de negligência ou mesmo criminosos e detetar eventuais ocorrências. Para além dos patrulhamentos das entidades competentes, como Guarda Nacional Republicana e Polícia de Segurança Pública, a Câmara Municipal tem, assim, promovido ações complementares de vigilância florestal, quer com Militares quer com Escuteiros.

A Câmara Municipal de Viana do Castelo apela a todos os devidos cuidados como as limpezas e, em especial, o alerta dos incêndios florestais diretamente para o 117.

EXECUTIVO VIANENSE PRESENTE NA INAUGURAÇÃO DO CENTRO DE FORMAÇÃO REGIONAL DE VIANA DO CASTELO

O executivo municipal marcou ontem presença na inauguração do Centro de Formação do Corpo Nacional de Escutas da Região (distrito) de Viana do Castelo, situado junto à Senhora das Areias, na freguesia de Darque. Este edifício integra também a sede da Junta Regional do Corpo Nacional de Escutas (CNE) de Viana do Castelo, órgão coordenador da ação pedagógica e formativa do efetivo de 1.712 escuteiros e 26 agrupamentos existentes no distrito.

ABELO9554 2.jpg

Esta infraestrutura, cuja construção foi apoiada pelo Município de Viana do Castelo, resulta da remodelação e ampliação de um edifício existente cedido pela Diocese de Viana do Castelo, que passa a dispor de 742 metros quadrados de área coberta, repartida por rés do chão e primeiro andar, com salas de formação e reunião, cozinha, refeitório, dormitório em camaratas, armazém e instalações sanitárias.

O Centro de Formação é uma infraestrutura essencial para o desenvolvimento do trabalho associativo do CNE ao nível regional. Vem dar resposta às necessidades de espaço e à criação de condições logísticas para a exigente formação de dirigentes e qualificação dos Agrupamentos do CNE.

Ao nível regional, anualmente são realizadas 10 ações de fim-de-semana alargado, movimentando 16 formadores e mais de 150 formandos. São ainda realizadas dezenas de reuniões setoriais lideradas por mais de 60 dirigentes das equipas pedagógicas, que organizam e desenvolvem várias ações formativas e pedagógicas na região, representando milhares de horas de trabalho destes adultos voluntários do movimento escutista.

Este espaço funcionará também como uma estrutura polivalente, ao serviço da comunidade, preparada para acolher escuteiros de outras regiões do país e do estrangeiro, que regista um incremento significativo de solicitações; bem como para apoiar outras instituições da Região, por exemplo, no âmbito da Proteção Civil, em caso de evacuação de populações, em situação de crise ou emergência sanitária, apoio a eventos desportivos, entre outros.

ABELO9588 2.jpg

ABELO9615 2.jpg

ABELO9236 2.jpg

ABELO9247 2.jpg

ABELO9266 2.jpg

ABELO9354 2.jpg

ABELO9099 2.jpg

ABELO9115 2.jpg

ABELO9148 2.jpg

ABELO9164 2.jpg

ABELO9209 2.jpg

CORPO NACIONAL DE ESCUTAS NASCEU EM BRAGA HÁ 98 ANOS

O Corpo Nacional de Escutas – Escutismo Católico Português (CNE) é a maior organização de juventude de Portugal. É uma associação sem fins lucrativos, destinada à formação integral de jovens, com base no método criado por Robert Baden-Powell e no voluntariado dos seus membros, que se afirma como um movimento da Igreja Católica.

148461801_3148012481968323_3633315211172076907_n.j

O Corpo Nacional de Escutas – Escutismo Católico Português - nasceu em Braga a 27 de Maio de 1923.

Os seus fundadores foram o Arcebispo D. Manuel Vieira de Matos e Dr. Avelino Gonçalves, que em Roma tiveram os primeiros contactos com o Movimento, quando ali assistiram, em 1922, a um desfile de 20000 escutas, por ocasião do Congresso Eucarístico Internacional que esse ano se realizou na Cidade Eterna. No mesmo ano convidaram Franklim António de Oliveira para Comissário Nacional.

A 17 de Julho de 1992 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Mérito e a 29 de Maio de 1998 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Infante D. Henrique.

Fonte: Wikipédia

AUTARQUIA VIEIRENSE ASSINOU PROTOLO COM O NÚCLEO DE ESCUTEIROS DE VIEIRA DO MINHO

No âmbito das políticas de apoio ao associativismo, a Câmara Municipal de Vieira do Minho assinou, ontem, dia 8 de Março, um protocolo de apoio financeiro com o Núcleo de Escuteiros de Vieira do Minho.

DSC_7043.JPG

O presente protocolo prevê a atribuição de um apoio financeiro no valor de 5 720 euros, para que o núcleo de escutas possa realizar, dinamizar e desenvolver atividades com os jovens do concelho.

Sensível às várias dificuldades causadas pela pandemia provocada pela Covid-19, o Município de Vieira do Minho decidiu aumentar o apoio ao Núcleo de Escutas concelhio, permitindo, assim que as iniciativas e a atividade deste grupo possa manter-se.

De salientar, ainda que o Município já apoiava o Agrupamento mediante a atribuição de uma verba para o desenvolvimento do seu plano de atividades, bem como com a cedência de instalações. Neste momento, dada a pandemia, os agrupamentos estão sem atividade e logo sem fonte de receitas, o que inviabiliza a prossecução dos seus objetivos, daí o município ter decidido reforçar o apoio.

O Município demonstrou, assim, o seu empenho na defesa, salvaguarda e promoção de um dos ativos mais preciosos do concelho, a juventude.

MUNICÍPIO DE VIZELA APOIA ESCUTEIROS

Câmara assinou protocolos de atribuição de apoio financeiro com associações juvenis e agrupamentos de escuteiros

No seguimento dos objetivos definidos no Plano Estratégico para a Juventude - Juventude em Ação, nomeadamente na política de apoio ao associativismo juvenil, e da deliberação da reunião do Executivo Municipal de Vizela de 14 de abril transato, o Presidente da Câmara Municipal assinou os protocolos de atribuição de apoio financeiro com as associações juvenis e Agrupamentos de Escuteiros do Concelho.

Ass. GJIescuteirosviz.JPG

Estes protocolos preveem a atribuição de apoio financeiro para o desenvolvimento e realização das suas atividades regulares, no valor total de cerca de 5.000,00€, de forma a proporcionar-lhes meios adicionais para suportar os encargos decorrentes do desenvolvimento das suas atividades.

De realçar que, através deste Plano Estratégico para a Juventude, a Câmara Municipal de Vizela revela o seu empenho em fazer efetivar os direitos da juventude consagrados na Constituição da República Portuguesa, mas sobretudo revela o seu empenho na defesa, salvaguarda e promoção de um dos seus ativos mais preciosos, a Juventude.

 

ESCUTEIROS DE FAMALICÃO VÃO LIMPAR ESTÁTUAS

Cerca de 200 escuteiros de Famalicão vão limpar estátuas da cidade

No próximo dia 8 de fevereiro, sábado, cerca de 200 escuteiros do Núcleo de Vila Nova de Famalicão do Corpo Nacional de Escutas vão percorrer a cidade entre as 9h00 e as 18h00, promovendo a manutenção e limpeza de pequenos monumentos (estátuas e espaços circundantes).

Escuteiros de celebram 60.º aniversário.jpg

Os escuteiros com idades entre os 18 e os 22 anos, estarão divididos em várias equipas e a limpeza irá decorrer em simultâneo.

A iniciativa marca o arranque das comemorações dos 60 anos do Corpo Nacional de Escutas de Famalicão e conta com o apoio da Câmara Municipal.

FAMALICÃO: ESCUTEIROS DE PEDOME INAUGURAM SEDE

O Agrupamento de Escuteiros de Pedome inaugurou, este domingo, a sua nova sede, que nasceu da recuperação e reabilitação de parte do edifício da antiga Escola Básica Integrada.

image62018.jpeg

Constituído por oito salas, das quais um auditório, áreas de apoio e espaços exteriores, o espaço foi totalmente remodelado, tendo as obras contado com um apoio municipal de 4 mil euros.

A cerimónia de inauguração do espaço foi de festa reunindo vários responsáveis nacionais do escutismo e contou ainda com a presença do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha. O autarca mostrou-se muito satisfeito com o trabalho desenvolvido salientado que “esta casa é fruto do vosso trabalho e do vosso empenho. Nós ficamos muito felizes ao ver este resultado.”

Paulo Cunha destacou ainda o papel do movimento escutista no concelho, referindo que os agrupamentos desenvolvem “um trabalho de grande mérito principalmente junto das gerações mais novas, sendo um exemplo de força e vitalidade no concelho”.

Assim, “o apoio da autarquia na criação e reabilitação de espaços próprio é só um contributo para a criação de valor do trabalho dos escuteiros”.

image62027.jpeg

CERVEIRA: ESCUTEIROS DE CAMPOS ASSINALAM DIA DO APÓSTOLO S. TIAGO MAYOR

Um conjunto de 20 mini-vitrais com a imagem de S. Tiago Mayor pintada à mão encontra-se exposto, durante este mês de agosto, na Loja Interativa de Turismo de Vila Nova de Cerveira. Iniciativa protagonizada pelos Exploradores do Agrupamento de Escuteiros de Campos 981 destaca o dia deste reconhecido apóstolo que se comemora a 25 de julho. Entrada livre.

IMG_4349.jpg

Santiago, conhecido em espanhol como Santiago Apóstol, é o santo padroeiro de Espanha e é especialmente amado na Galiza e na cidade de Santiago de Compostela, no norte do país. Pela proximidade e pela ligação religiosa através do Caminho Português da Costa, são cada vez mais os municípios portugueses de fronteira, como o caso de Vila Nova de Cerveira, que também se associam de forma simbólica a estas comemorações.

Sob esta premissa, os Exploradores dos Escuteiros de Campos partiram à descoberta, desenharam a imagem de S. Tiago Mayor, replicaram-na em mini-vitrais e coloriram-na minuciosamente à mão, resultando num trabalho que pode ser agora admirado através desta exposição na Loja Interativa de Turismo da ‘Vila das Artes’.

Segundo a lenda, foi a aparição dos restos do Apóstolo Santiago que originou a criação da capital galega. Santiago de Compostela converteu-se rapidamente em cidade santa, juntamente com Jerusalém e Roma, e em centro de peregrinações, dando lugar ao Caminho de Santiago (Património da Humanidade).

FAMALICÃO: ESCUTEIROS DE CALENDÁRIO TÊM NOVA SEDE

Paulo Cunha inaugurou instalações

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, inaugurou esta quarta-feira, a nova sede dos Escuteiros de Calendário.

AFS_8668.jpg

O espaço que está localizado no edifício do Centro Social de Calendário, dispões de várias salas, tendo beneficiado de obras de adaptação e remodelação. A intervenção contou com um apoio municipal de oito mil euros.

Para Paulo Cunha, “esta é uma obra importante para a comunidade e por isso foi sempre vista como uma prioridade”. “A Câmara Municipal está atenta às necessidades das instituições, porque anda no terreno, visita as associações e ouve as pessoas. Conhecemos o pulsar da comunidade e temos uma perceção do que é preciso fazer e de qual será o retorno em termos de qualidade de vida para as populações”,explicou o autarca.

Paulo Cunha referiu ainda “a utilidade e importância do movimento escutista no concelho, principalmente para as gerações mais novas”, salientando “a ótima relação do Corpo Nacional de Escutas com o município”.

AFS_8639 (1).jpg