Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CERVEIRA: ESCUTEIROS DE CAMPOS ASSINALAM DIA DO APÓSTOLO S. TIAGO MAYOR

Um conjunto de 20 mini-vitrais com a imagem de S. Tiago Mayor pintada à mão encontra-se exposto, durante este mês de agosto, na Loja Interativa de Turismo de Vila Nova de Cerveira. Iniciativa protagonizada pelos Exploradores do Agrupamento de Escuteiros de Campos 981 destaca o dia deste reconhecido apóstolo que se comemora a 25 de julho. Entrada livre.

IMG_4349.jpg

Santiago, conhecido em espanhol como Santiago Apóstol, é o santo padroeiro de Espanha e é especialmente amado na Galiza e na cidade de Santiago de Compostela, no norte do país. Pela proximidade e pela ligação religiosa através do Caminho Português da Costa, são cada vez mais os municípios portugueses de fronteira, como o caso de Vila Nova de Cerveira, que também se associam de forma simbólica a estas comemorações.

Sob esta premissa, os Exploradores dos Escuteiros de Campos partiram à descoberta, desenharam a imagem de S. Tiago Mayor, replicaram-na em mini-vitrais e coloriram-na minuciosamente à mão, resultando num trabalho que pode ser agora admirado através desta exposição na Loja Interativa de Turismo da ‘Vila das Artes’.

Segundo a lenda, foi a aparição dos restos do Apóstolo Santiago que originou a criação da capital galega. Santiago de Compostela converteu-se rapidamente em cidade santa, juntamente com Jerusalém e Roma, e em centro de peregrinações, dando lugar ao Caminho de Santiago (Património da Humanidade).

FAMALICÃO: ESCUTEIROS DE CALENDÁRIO TÊM NOVA SEDE

Paulo Cunha inaugurou instalações

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, inaugurou esta quarta-feira, a nova sede dos Escuteiros de Calendário.

AFS_8668.jpg

O espaço que está localizado no edifício do Centro Social de Calendário, dispões de várias salas, tendo beneficiado de obras de adaptação e remodelação. A intervenção contou com um apoio municipal de oito mil euros.

Para Paulo Cunha, “esta é uma obra importante para a comunidade e por isso foi sempre vista como uma prioridade”. “A Câmara Municipal está atenta às necessidades das instituições, porque anda no terreno, visita as associações e ouve as pessoas. Conhecemos o pulsar da comunidade e temos uma perceção do que é preciso fazer e de qual será o retorno em termos de qualidade de vida para as populações”,explicou o autarca.

Paulo Cunha referiu ainda “a utilidade e importância do movimento escutista no concelho, principalmente para as gerações mais novas”, salientando “a ótima relação do Corpo Nacional de Escutas com o município”.

AFS_8639 (1).jpg

ESCUTEIROS DE VIZELA VISITAM CELORICO DE BASTO

Celorico de Basto recebeu Agrupamento de Escuteiros 279 - S. Miguel de Vizela

O concelho de Celorico de Basto mostra-se cada vez mais atrativo sobretudo no que respeita ao turismo de natureza. Este fim-de-semana, o Parque de Campismo e Caravanismo de Celorico de Basto recebeu o Agrupamento de Escuteiros 279 S. Miguel de Vizela, num passeio organizado pelos chefes.

_DSC1441.jpg

Durante todo o fim-de-semana, os escuteiros usufruíram das instalações do parque de Campismo e da praia fluvial e participaram numa missa organizada no parque, cantada pelos escuteiros e celebrada pelo padre do Arciprestado de Celorico de Basto, Carlos Macedo.

Segundo a chefe Fernanda Polery, “foi um fim-de-semana espetacular, adoramos o parque de campismo, e como dizem os nossos meninos, foi top”.

A iniciativa contou com a presença dos escuteiros, a comissão de Pais e os FNA, antigos escuteiros que regressaram ao ativo com outras funções.

Celorico de Basto é, por este dias, o refúgio de milhares de emigrantes e turistas que olham para este concelho como um espaço de eleição para passar as suas férias. Um concelho com uma vasta oferta de alojamento, com restauração de qualidade, enoturismo e turismo de natureza, alguns dos principais ingredientes que distinguem este concelho como um dos destinos de eleição durante o período de férias de Verão. 

_DSC1450.jpg

_DSC1460.jpg

_DSC1480esc.jpg

CENTRO INTERPRETATIVO AMBIENTAL DE AVELEDA É ESPAÇO DE CIDADANIA

Projecto do OP permite dar “nova vida” à antiga Escola Primária do Monte

A União de Freguesias de Celeirós, Aveleda e Vimieiro, em Braga, conta agora com um Centro Interpretativo Ambiental que se define como um espaço de cidadania e um ponto de encontro para um conjunto de experiências e actividades de interacção com o meio ambiente, traduzindo-se, também, no novo Centro Escutista ‘O Apeadeiro’. Localizado na antiga Escola Primária do Monte, em Aveleda, este foi um dos projectos vencedores do Orçamento Participativo de 2017 que contou com um financiamento municipal de 85 mil euros e com o empenho dos escuteiros do núcleo de Braga que desenvolveram esforços para garantir o restante valor para a finalização do projecto.

CMB08072019SERGIOFREITAS00000019859.jpg

“É com enorme satisfação que vemos uma iniciativa que lançamos há seis anos trazer melhorias em todo o Concelho. O Orçamento Participativo (OP) é um instrumento que dá a oportunidade aos cidadãos de ajudarem a Autarquia a escolher e financiar as iniciativas ou projectos a desenvolver no território e que se tem revelado extremamente importante na gestão municipal”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a inauguração do espaço, que decorreu este Domingo, 7 de Julho.

CMB08072019SERGIOFREITAS00000019862.jpg

O projecto idealizado por Luís Gonçalves, dirigente do Corpo Nacional de Escutas (CNE), mobilizou a comunidade e que mereceu a escolha de 1030 votantes. A junta do Núcleo de Braga do CNE vai dinamizar o espaço para toda a comunidade escutista e comunidade local, com diversas iniciativas de carácter social e cívica sempre ligadas à componente ambiental.

“O Centro Interpretativo vem dar um contributo fundamental para o desenvolvimento da freguesia e do Concelho de Braga. Este será um espaço de aprendizagem onde se poderá adquirir conhecimentos sobre a importância da valorização do território e dos ecossistemas naturais”, salientou Ricardo Rio, elogiando o contributo da junta do Núcleo do CNE de Braga na concretização deste projecto que irá beneficiar muitos jovens.

O empenho dos escuteiros do núcleo de Braga e de toda a comunidade escutista, permitiu dar “nova vida” à antiga Escola Primária do Monte. Além da requalificação do edifício da antiga escola, o projecto permitiu adaptar o espaço e introduzir novas valências como um auditório, camaratas, salas de formação, entre outras áreas que também estarão à disposição de toda a comunidade. Trata-se de uma mais-valia para a freguesia, para o Concelho e para a comunidade escutista do núcleo de Braga que cria, assim, mais condições para trabalhar os objectivos educativos do escutismo.

O novo Centro Escutista ‘O Apeadeiro’ passa a ser um ponto de encontro, onde se pode conhecer e interpretar o património natural e pretende fomentar uma cidadania activa, atenda e conhecedora do mundo que nos rodeia. O projecto vem, assim, dar um contributo para a educação cívica, onde serão desenvolvidas diversas actividades abordando os diferentes aspectos relativos ao património natural, social e cultural da região.

CMB08072019SERGIOFREITAS00000019849.jpg

CMB08072019SERGIOFREITAS00000019850.jpg

CMB08072019SERGIOFREITAS00000019853.jpg

ESCUTISMO EM FAMALICÃO JÁ CONTA MEIO SÉCULO DE EXISTÊNCIA!

CNE de Lemenhe assinalou meio século de existência

Em Lemenhe existe agora um marco para lembrar a toda a comunidade que o escutismo faz parte da história e do presente desta freguesia do concelho famalicense.

DSC_6541.jpg

A rotunda existente na Rua Padre Domingos Alves Pereira passou a designar-se “Rotunda do Escuteiro”, numa homenagem promovida pelo Corpo Nacional de Escutas de Lemenhe a todos aqueles que fizeram parte deste agrupamento, fundado em maio de 1969.

O momento foi um dos pontos altos das comemorações do 50.º aniversário do CNE de Lemenhe, que decorreram este sábado, dia 25 de maio, com a presença do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

Para o edil famalicense esta foi uma “excelente forma de dizer obrigado” e um sinal para que Lemenhe “sinta a presença do escutismo na comunidade como uma escola de valores, de boas práticas e como um percurso acertado para que muitos jovens alicercem o seu projeto de vida”.

O fundador do agrupamento não faltou às celebrações. Cinquenta anos passados desde a criação do CNE de Lemenhe, Agostinho Azevedo diz que tudo valeu a pena. “Na altura o entusiasmo já era enorme e passados cinquenta anos muitos ainda cá estão”, disse.

ASSOCIATIVISMO ARCUENSE ESTÁ EM ALTA

  • Arcos de Valdevez tem Centro Escutista de excelência
  • Revolution Cup trouxe até Arcos de Valdevez cerca de 600 atletas infantis
  • Rancho de Vilarinho das Quartas festejou o seu oitavo aniversário com Festival anual

O passado fim de semana foi de grande agitação associativa em Arcos de Valdevez.

O CEAV – Centro Escutista de Arcos de Valdevez, da responsabilidade direta do Agrupamento 214 de Arcos de Valdevez, viu a distinção como centro de excelência concretizar-se com a cerimónia de descerramento da placa identificativa para o triénio de 2018 a 2020, por parte de elementos do Departamento Nacional de Centros e Parques Escutistas.

IMG_9701

Este Centro é um dos 12 a nível nacional com a classificação de excelência, 3, destacando-se agora oficialmente no conjunto dos cerca de 50 Centros e Parques Escutistas, existentes em Portugal.

O CEAV – Centro Escutista de Arcos de Valdevez tem ultrapassado positivamente todas as expectativas, sendo presentemente uma referência de qualidade no quadro dos Parques e Centros Escutistas de Portugal, pela qualidade dos equipamentos e instalações, e, pelas excelentes propostas que o concelho de Arcos de Valdevez oferece aos grupos nas atividades de ar livre, realizadas em pleno contacto com a natureza.

Por outro lado, na área do desporto, realizou-se durante o fim de semana de 9 e 10 de junho, o “ II Torneio de Futebol Infantil – Revolution Cup Arcos de Valdevez”. Um torneio organizado através de uma parceria entre o Atlético dos Arcos A.D. e o ARC Guilhadeses, direcionado para os escalões de Sub13, Sub11, Sub9 e Sub7 e que trouxe até ao Estádio Municipal e ao Estádio da Coutada, cerca de 600 atletas, de 23 clubes e 44 equipas.

Através deste torneio a organização pretendeu proporcionar aos participantes momentos de lazer e entretenimento através do desporto, acesso à prática de atividade física organizada, promover a modalidade e promover uma convivência sã entre todos os participantes.

Por fim, o Rancho Folclórico da Associação dos Amigos de Vilarinho das Quartas festejou mais um aniversário, levando a cabo, no dia 10 de junho, o seu festival anual com a participação dos grupos Folclóricos ‘A Rusga de Arcozelo’ (Vila Nova de Gaia), o Grupo Folclórico Casa do Povo de Creixomil (Guimarães), o Rancho Etnográfico de Touguinha (Vila do Conde) e o Grupo Folclórico das Lavradeiras de S. Pedro de Merufe (Monção).

Os vereadores da Autarquia, Emília Cerdeira e Olegário Gonçalves, marcaram presença em todos os eventos, destacando a dinâmica do movimento associativo arcuense e relevando o seu trabalho em prol dos jovens e da comunidade.

*Fotos gentilmente cedidas pelo Agrupamento de Escutas 214 de Arcos de Valdevez, organização Revolution Cup e Blog Soajo em Notícia

DSC07425

IMG_1150-1

IMG_9999

Vereadora

xx

FAMALICÃO HOMENAGEIA CASAIS JOVENS COM MAIS FILHOS NO CONCELHO

Município assinala Mês da Família com programa diversificado

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai homenagear os casais jovens com mais filhos do concelho, no âmbito do programa comemorativo do Mês da Família que se assinala em maio, com um conjunto diversificado de atividades destinadas a toda a população.

Projecto Dia internacional da Família - Familia Escuteiros - Pedro Santos - Vila Nova de Famalicao - Portugal - 04/03/2017 |  Photo by Luis Efigenio  - www.luisefigenio.com

Depois de em 2014, a autarquia ter distinguido as famílias mais numerosas do concelho, é agora a vez de premiar os casais jovens que decidiram fugir às estatísticas, contrariando a atual tendência da baixa natalidade e optaram por construir uma família grande.

Porque a família é “a maior riqueza que podemos ter e é a base de tudo, queremos através desta iniciativa salientar o papel e a importância da família nos dias de hoje”, refere a propósito o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha.

A homenagem simbólica vai acontecer a 20 de maio, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Família, que vão decorrer no Parque da Devesa. Numa tarde que promete ser de festa, o programa inicia pelas 15h00, com o espetáculo circense “O Pé descalço”, a cargo do Instituto Nacional das Artes do Circo e encerra com a entoação do Hino da Família pelos alunos do Conservatório de Música de Famalicão da ArtEduca.

Mas em Vila Nova de Famalicão, as comemorações da Família duram todo o mês de maio, com momentos de animação, artísticos e de debate.

Neste âmbito, destaque para a iniciativa “Converseta em Família”, com o tema “A primeira cumplicidade”, na Fundação Castro Alves, no dia 30 de maio, pelas 21h00.

Entretanto, no dia 15, o palco do Centro de Estudos Camilianos, em S. Miguel de Seide irá acolher a peça de teatro dirigida aos jovens intitulada “ID, a Tua Marca na Net”.

Para o presidente da Câmara Municipal, o objetivo deste programa “é envolver o maior número possível de famalicenses de várias faixas etárias nas iniciativas por forma a promover a intergeracionalidade e estimular os afetos e a partilha. Nos dias de hoje é importante refletir sobre o conceito de família e esta é uma excelente oportunidade para isso”, acrescenta.

CERVEIRA REÚNES COROS DOS ESCUTEIROS DO DISTRITO DE VIANA DO CASTELO

Encontro Regional de Coros Escutistas no Pavilhão Multiusos

Oito Agrupamentos de Escuteiros do distrito de Viana do Castelo vão reunir-se, a 3 de março, no Pavilhão Multiusos de Vila Nova de Cerveira, para um Encontro Regional de Coros Escutistas. Bilhetes já à venda no Posto de Turismo de Cerveira por 2,50 euros.

Encontro_Regional_Coros_2018_Cartaz

Promovida pela Junta Regional do Corpo Nacional de Escutas de Viana do Castelo e pelo Agrupamento 981 de Campos, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, esta iniciativa visa divulgar parte dos repertórios musicais que os grupos corais dos Agrupamentos da Região entoam nas suas atuações e no acompanhamento das diversas cerimónias que integram.

O Encontro Regional de Coros Escutistas conta com a presença de oito coros, a saber: Agrupamento de escuteiros 423 S. Romão do Neiva; Agrupamento de escuteiros 85 Barroselas; Agrupamento de escuteiros 348 Meadela; Agrupamento de escuteiros 452 Vila Nova de Anha; Agrupamento de escuteiros 787 Vitorino de Piães; Agrupamento de escuteiros 1379 Correlhã; Agrupamento de escuteiros 1028 Reboreda; e Agrupamento de escuteiros 981 Campos.

Os bilhetes estão à venda no Posto de Turismo de Cerveira pelo valor de 2.50€, cuja receita reverte a favor da construção do Centro de Formação Escutista do Distrito de Viana do Castelo.

O evento decorre a 3 de março, a partir das 21h30, no Pavilhão Multiusos de Vila Nova de Cerveira. Todas as informações podem ser consultadas na página da Junta Regional em www.vianadocastelo.cne-escutismo.pt

TEMPO DE REERGUER EM MONÇÃO

Quis o destino que as chamas se cruzassem com a “Casa das Bonecas”, em Longos Vales, no fatídico dia 15 de outubro de 2017, deixando um rasto de destruição material e uma desesperança alicerçada nas memórias construídas ao longo de muitos anos.

voluntariado 01

No passado sábado, 6 de janeiro, foi tempo de reerguer a esperança, tempo de pensar no futuro e tempo de avançar mais uma etapa num luto doloroso e desgastante que cobriu muitas famílias do concelho de Monção com um manto nebuloso de grande tristeza.

Nesse dia, o Agrupamento de Escuteiros 1028 de Reboreda, III secção (Pioneiros) e IV secção (Caminheiros), com cerca de 20 jovens e adultos, colocaram mãos à obra e ajudaram a Dona Helena a vislumbrar o que outrora foi o seu recanto de vivências e emoções.

Por fazerem acreditar, o Banco Local de Voluntariado de Monção agradece a disponibilidade de todos os chefes/dirigentes: Carlos Gomes, Carla Rodrigues, Martinho Rodrigues, Fátima Gonçalves, José Pereira, Fernando Rodrigues, Camilo Pontes e Liliana Coelho.

voluntariado 02

voluntariado 03

voluntariado 04

voluntariado 05

FAMALICÃO: ESCUTEIROS DE OLIVEIRA SANTA MARIA TÊM NOVA SEDE

Escuteiros de Oliveira Santa Maria felizes com nova sede. Paulo Cunha visitou espaço e mostrou-se muito satisfeito

Os escuteiros de Oliveira Santa Maria ganharam uma nova sede, com condições adequadas e dignas para a execução das suas atividades. O novo espaço localizado na antiga Escola Primária do Mosteiro foi cedido pela autarquia recebeu um conjunto de obras de beneficiação.

DSC_0076.jpg

Para o chefe do agrupamento 442, Jorge Moreira, com esta intervenção “a falta de espaço deixou de ser um problema”. E acrescentou: “Já há vários anos que tínhamos a ambição deste espaço. Estávamos numas instalações sem condições para trabalhar com jovens. Aqui temos mais espaço para educar os jovens, para eles se divertirem, porque é importante crescer em número mas também em qualidade”.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, enalteceu o papel dos escuteiros como “uma escola que desempenha um papel importante na formação de milhares de crianças e jovens para benefício de toda a comunidade”.

O autarca mostrou-se muito satisfeito com o espaço cedido, salientando que é os escuteiros “conseguiram fazer um excelente aproveitamento do espaço, resultado de muita imaginação”.

Com este investimento “a autarquia deu uma resposta ao agrupamento de escuteiros e ao mesmo tempo deu um bom destino à escola. É um bom investimento porque somou-se esforços da Câmara Municipal, da Junta de Freguesia, do agrupamento de escuteiros e da comunidade”, explicou.

Refira-se que o agrupamento de escuteiros de Oliveira Santa Maria constituído por mais de 60 jovens está a comemorar 45 anos de existência.

ESCUTEIROS ACANTONAM EM PAREDES DE COURA

Setecentos elementos do Corpo Nacional de Escutas reuniram-se em Paredes de Coura

Mais de 700 lobitos e exploradores da Junta Regional de Viana do Castelo do Corpo Nacional de Escutas reuniram-se este fim de semana, 29 e 30 de abril, em Padornelo, Paredes de Coura, num acantonamento no âmbito das Comemorações do Centenário das Aparições de Fátima.

18193844_1514274811957424_7088281279470842866_n.jpg

Ao longo de dois dias a vila teve um outro colorido e irreverência, com os lobitos a terem oportunidade de participar numa caçada onde puderam descobrir as maravilhas da natureza que lhes permitem viver alegres, verdadeiros, atentos, asseados, obedientes, amigos de todos e dispostos a imitar o Menino Jesus, enquanto que os exploradores procuraram vivenciar o seu espírito jovem, intrépido e irreverente, mas também aventureiro, que parte à descoberta da sua cultura, da natureza e de si próprio.

A natureza em estado puro proporcionada pela paisagem courense foi o habitat natural para os lobitos do distrito de Viana do Castelo do CNE, que nestes dois dias envolveram-se em atividades educativas no progresso de cada participante, no contacto com a natureza, procurando também desenvolver a habilidade corporal e manual, através da realização de jogos e atividades manuais.

Já o convívio dos exploradores procurou proporcionar um momento divertido, cheio de novas experiências e aventuras, usufruindo da vida no campo, como forma de crescimento e aprendizagem, mas também dar a conhecer os costumes e a própria vila de Paredes de Coura, desenvolvendo entre os jovens um espírito de patrulha através do método do jogo, assente em atividades como a orientação, pioneirismo, socorrismo, comunicação, mística e simbologia, atividades às quais a população courense também emprestou o melhor acolhimento e entreajuda.

18222593_1514274825290756_3223859168740763406_n.jpg

FAMALICÃO DEDICA MÊS DE MAIO ÀS FAMÍLIAS

Iniciativa decorre de 3 a 31 de maio com várias iniciativas para as famílias do concelho

O que têm em comum a família Martins, a família Ribeiro, os Navarro, os Santos e a família Silva Martins? Para além de serem todos famalicenses, juntos são também os protagonistas da exposição de fotografia “O que une a tua família?”, que vai estar patente de 15 a 21 de maio, na Praça D. Maria II, no âmbito do Mês da Família.

A família Santos é uma das protagonistas da exposição que vai estar pate....jpg

A mostra, da autoria do fotógrafo famalicense Luís Efigénio, é uma das várias iniciativas inseridas num vasto e diversificado programa que a Câmara Municipal de Famalicão e a ArtEduca – Conservatório de Música de Famalicão prepararam para o próximo mês de maio, que no concelho famalicense é inteiramente dedicado às famílias. Para além da exposição, a iniciativa prevê ainda o regresso, nos dias 3 e 31 de maio, das “Conversetas em Família” e a realização de oficinas e workshops. Um dos pontos altos do Mês da Família é o grande concerto que a ArtEduca está a preparar para o dia 21 de maio, domingo, na Praça D. Maria II. Um espetáculo comemorativo do Dia Internacional da Família, onde não irá faltar o Hino da Família.

Conforme explica o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, com esta iniciativa pretende-se“promover e sensibilizar a população para as questões da família e para a proteção dos seus valores de união, amor, respeito, solidariedade e diversidade”. O autarca espera ainda que toda a comunidade se envolva nas várias atividades inseridas no evento.   

Recorde-se que em 1993 a ONU proclamou o dia 15 de maio Dia Internacional da Família, refletindo a sua importância na comunidade internacional. Desde 1994 que pelo mundo fora se celebra a data com diversos eventos, focando temas centrais para a vida das famílias.

Programa completo do Mês da Família disponível para consulta no site oficial do evento, emwww.familiafamalicao.com.  

FAMALICÃO: ESCUTEIROS DE LEMENHE INAUGURAM NOVA SEDE

"Se tiveres o hábito de fazer as coisas com alegria raramente encontrarás situações difíceis". Foi sob o lema de Baden Powell que o agrupamento de escuteiros de Lemenhe inaugurou, sábado, a sua nova sede na Casa Paroquial da freguesia.

Escuteiros de Lemenhe inauguraram nova sede (1).jpg

O momento de grande significado para a freguesia contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha que elogiou a força de vontade e o empenho de toda a comunidade na união de esforços que levou à concretização da nova sede dos escuteiros.

“A comunidade percebeu que havia uma necessidade e que havia uma disponibilidade e, com o apoio de todos e o envolvimento da Junta de Freguesia, constatou-se que a disponibilidade tinha as condições ótimas para satisfazer essa necessidade” afirmou Paulo Cunha.

De acordo com o autarca, “quem ganhou foi toda a comunidade de Lemenhe”. Pois “ao dar boas condições ao escutismo, está-se a dar condições para a formação da comunidade, através dos jovens” reforçou Paulo Cunha.

Para além do presidente da Câmara Municipal, a sessão contou ainda com as presenças do presidente da Junta da União das freguesias de Lemenhe, Mouquim e Jesufrei, Carlos Alberto Fernandes, do pároco e de vários representantes do escutismo.

Dinis Faria, chefe do agrupamento, mostrou-se muito orgulhoso com a obra criada e falou mesmo no culminar de um sonho do agrupamento 311.

Por sua vez, Carlos Alberto Fernandes elogiou a sede magnífica em que os escuteiros transformaram a antiga casa paroquial e elogiou o trabalho que o Agrupamento tem desenvolvido.

Escuteiros de Lemenhe inauguraram nova sede (2).jpg

FAMALICÃO: ESCUTEIROS DE BAIRRO CELEBRAM 75 ANOS SEMPRE ALERTAS PARA SERVIR

Comemorações contaram com as presenças dos Chefes nacionais e regionais do CNE

A nata do escutismo em Portugal reuniu-se sábado, na freguesia de Bairro, para celebrar os 75 anos da fundação do Corpo Nacional de Escutas de S. Pedro de Bairro. Entre os presentes destaque para o Chefe Nacional, Ivo Faria, e para o Chefe Regional, Hugo Cunha, ambos famalicenses entre outros responsáveis pelo escutismo. A sessão contou ainda com a participação do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha.

AFS_5648.jpg

O autarca não escondeu o orgulho por ver dois famalicenses no topo do escutismo nacional. “O que está a acontecer no escutismo e em outras áreas é a confirmação do valor e da força dos famalicenses. Somos um território forte e dinâmico com provas dadas a nível regional e nacional pela capacidade e ambição dos nossos cidadãos”.

Paulo Cunha aproveitou a oportunidade para deixar “uma palavra de gratidão ao Ivo Faria por aceitar este desafio a nível nacional”.

Em relação ao agrupamento de Bairro, Paulo Cunha, elogiou “esta verdadeira escola de valores e a forma exemplar como está organizada”. “A Câmara Municipal vai continuar a apoiar inequivocamente o movimento escutista no concelho”, porque “é um parceiro importante na formação dos nossos jovens”.

Neste âmbito deixou um desafio às famílias para que “continuem a acarinhar este agrupamento”.

Joaquim Agostinho Fernandes, Chefe do agrupamento de Bairro, recordou os obreiros do grupo, salientando que “estes 75 anos foram alimentados e percorridos com grande bravura e astucia nunca descurando o compromisso na educação e valorização dos nossos escuteiros”.

Para 2017, o agrupamento escolheu o tema “75 anos de preciosos valores”, sempre guiados pelo lema escutista “Sempre presente. Alerta para servir”.

Por sua vez, o presidente da Junta de Freguesia de Bairro, Rui Alves, que também já foi escuteiro mostrou-se “muito satisfeito com os 75 anos do agrupamento”, dizendo que se trata de “uma referência na sociedade que a freguesia agradece”.

AFS_5706.jpg

QUATRO MIL ESCUTEIROS ASSINAM “COMPROMISSO GUIMARÃES MAIS VERDE”

SESSÃO NO LABORATÓRIO DA PAISAGEM

Junta de Núcleo de Guimarães é a maior do país. Cerimónia protocolar decorreu este sábado à tarde no Laboratório da Paisagem.

A Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia 2020 (CVE) e a Junta de Núcleo de Guimarães do Corpo Nacional de Escutas (CNE), com cerca de 4 mi escuteiros, assinaram este sábado, 03 dezembro, declarações de “Compromisso Guimarães Mais Verde”, documento que propõe a adoção de comportamentos simples, como o respeito pelas normas do ruído, um esforço de poupança de água, utilização de transportes alternativos, separação do lixo, redução de fatura energética, respeito pelos rios e linhas de água, proteção da floresta, entre outros. 

Guimaraes_Compromisso_Ambiental_Escuteiros.JPG

A cerimónia protocolar, que decorreu no Laboratório da Paisagem, contou com a presença do Presidente do Município, Domingos Bragança, e do Chefe de Núcleo de Guimarães do CNE, Ernesto Machado, que preside à maior estrutura do país, reunindo 56 agrupamentos do concelho. A sessão teve ainda a presença do Vice-Presidente, Amadeu Portilha, da Coordenadora Executiva da CVE, Isabel Loureiro.

«A soma de todos é que opera a mudança, partindo do local para o geral! O sonho comanda a vida e só quem começa a caminhada é que consegue chegar ao fim, até porque o caminho a percorrer permite-nos aumentar patamares de qualidade! Queremos um compromisso com entusiasmo, com paixão, porque nós acreditamos! Cada um de vós tem de envolver mais três amigos», propôs Domingos Bragança, mencionando o fundador do movimento escutista como uma das referências na proteção do ambiente e da promoção da ecologia.

O Artigo 6º da Lei do Escuta serviu de base à intervenção de Ernesto Machado. «O escuta protege as plantas e os animais!», disse, garantindo que o Núcleo de Guimarães irá «assumir o compromisso com honra e confiança». «O melhor galardão é deixar o mundo melhor do que aquele que encontramos. Temos de criar uma grande envolvência e cada um de nós terá de convidar mais três amigos a assinar este Compromisso», acrescentou.

Fidelizar o Compromisso

Amadeu Portilha, por sua vez, referiu que Guimarães «vai fazer a diferença, construindo um paradigma de desenvolvimento diferente, com pequenos gestos, ajudando a construir um território agradável para viver, através de um compromisso de fidelização de um tempo novo! Precisamos do vosso exemplo, do vosso cuidado e da transmissão desta mensagem», opinião igualmente partilhada por Isabel Loureiro, que reafirmou a necessidade de uma «mudança de comportamentos, rotinas e de hábitos».

A Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia desafiou os vimaranenses a comprometer-se com o projeto de construir um Município mais sustentável, protegendo a natureza e respeitando o ambiente. Esta declaração de compromisso é dirigida a todos, mas aos vimaranenses em particular. Para além de muitos anónimos e outras figuras públicas de destaque, o Ministro do Ambiente, José Matos Fernandes, bem como o Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, também já assinaram o Compromisso Guimarães Mais Verde.