Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CERVEIRA: ALUNOS DO 1º CICLO COM ACESSO GRATUITO À PLATAFORMA ‘ESCOLA VIRTUAL’

Ao disponibilizar o acesso gratuito a esta plataforma educativa a mais de 300 alunos, o Município de Vila Nova de Cerveira pretende contribuir para uma educação cada vez mais inclusiva e ao alcance de todos os cerveirenses.

Escola Virtual - Cerveira3 (4).jpeg

Dando resposta aos desafios de uma sociedade cada vez mais digital, o Município de Vila Nova de Cerveira voltou a disponibilizar, de forma gratuita, aos alunos 1.º Ciclo do Ensino Básico da Rede Pública do concelho, acesso à ‘Escola Virtual’. A entrega do Guia do Aluno foi realizada no passado dia 28 de novembro, pela Vereadora da Educação, Sónia Guerreiro, a mais de 300 alunos.

Ao disponibilizar o acesso gratuito a esta plataforma educativa, o Município pretende contribuir para uma educação cada vez mais inclusiva e ao alcance de todos os cerveirenses. Para o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Rui Teixeira “a inclusão digital, o sucesso escolar e a diminuição do abandono escolar precoce e da exclusão social são pilares na atuação do Município, que tem vindo a adotar medidas que pretendem apoiar as famílias e promover a igualdade, nomeadamente, com a oferta, pela primeira vez este ano letivo, dos cadernos de atividades aos alunos inscritos nos Centros Escolares do concelho e na Escola Básica e Secundária de Cerveira, do 1º ao 9º ano, e a atribuição de um apoio suplementar para a aquisição de material escolar para os alunos do 1.º ciclo, beneficiários dos escalões 1 e 2 (A e B)”. Reforçando que “estamos perante uma ferramenta pedagógica que complementa a aprendizagem tradicional, uma vez que os alunos e encarregados de educação passam a ter acesso a todo o programa curricular com aulas e testes interativos, sugestões de trabalho e avaliação do progresso do aluno. As nossas escolas são um excelente exemplo de entrega e dedicação para a construção de um ensino de excelência, mas não podem trabalhar sozinhas. Por isso, continuaremos a adotar as medidas necessárias para as apoiar nesta missão”.

Recorde-se que a ‘Escola Virtual’ é uma plataforma concebida pela Porto Editora que reúne milhares de exercícios, organizados por tópicos de programa que avaliam o conhecimento do aluno. Em função dos resultados, são sugeridas aulas interativas para a revisão da matéria, proporcionando uma experiência de estudo orientada para a aprendizagem individual e autónoma do aluno.

Escola Virtual - Cerveira2 (1).jpeg

Escola Virtual - Cerveira (1).jpeg

FAMALICÃO PROMOVE “CONFERÊNCIAS DA EDUCAÇÃO” PARA CELEBRAR DIA INTERNACIONAL DA CIDADE EDUCADORA

Esta quarta-feira, 30 de novembro, a partir das 21h00, no auditório da CESPU

Esta quarta-feira, dia 30 de novembro, comemora-se o Dia Internacional da Cidade Educadora e o Município de Vila Nova de Famalicão, em parceria com a Federação Concelhia das Associações de Pais de Famalicão, a CESPU - Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário e o Centro Formação de Associação de Escolas de Vila Nova de Famalicão, vai assinalar a data com a realização de mais uma sessão do 4.º Ciclo de Conferências da Educação.

Conferências da Educação (3).jpg

O debate é, por isso, centrado na discussão sobre ”Cidades plurais: integrar e valorizar a multietnicidade” e tem Lurdes Teixeira, socióloga e mestre em Relações Interculturais, como oradora convidada. José Leite e Ademar Carvalho, técnicos do pelouro da Interculturalidade e Integração do Município de Famalicão, são os outros intervenientes no debate, que decorre a partir das 21h00, no auditório da CESPU em Famalicão.

O Dia Internacional da Cidade Educadora é uma celebração internacional que tem como objetivo criar consciência sobre a importância da educação e dar visibilidade ao compromisso dos governos locais para a destacar como vetor gerador de bem-estar, convivência, prosperidade e coesão social.

Este ano, a celebração é centrada no lema: “Cidade Educadora, cidade de paz e oportunidades”.

As inscrições para a Conferência podem ser formalizadas em http://www.famalicaoeducativo.pt/.

PS-VIEIRA DO MINHO DEFENDE CONSERVATÓRIO DE MÚSICA NA ESCOLA SECUNDÁRIA

O PS de Vieira do Minho vai apresentar à Câmara Municipal uma proposta para que o Pólo de Vieira do Minho do Conservatório de Música de Guimarães passe a funcionar na EBS Vieira de Araújo, no Bloco 1 que no projeto inicial de requalificação da escola ía ser demolido.

escola_conservatório de musica (1).png

Esta proposta surge na sequência da auscultação que o PS tem vindo a fazer junto da comunidade escolar. Depois de conversar com o Diretor do Agrupamento de Escolas, professores, pessoal não docente, encarregados de educação e alunos, o PS não tem dúvidas de que esta opção traria grandes vantagens para os alunos que frequentam o ensino da música.

Em primeiro lugar, todos os alunos do Pólo de Vieira do Minho do Conservatório de Música teriam melhores condições para exercer a atividade, pois o espaço disponível seria maior e dotado de melhores condições.

Em segundo lugar, esta proximidade da escola beneficiaria os alunos do ensino articulado que não teriam de alternar entre ter aulas na antiga Casa do Povo e a Escola EBS Vieira de Araújo, com todos os problemas que daí resultam.

E, por fim, porque a proximidade à escola funcionaria como um estímulo para que outros jovens aderissem à música.

Os vereadores do PS vão enviar esta proposta para que seja incluída na ordem de trabalhos da reunião do executivo municipal.

VALENÇA PROMOVE A LITERACIA FINANCEIRA NAS ESCOLAS

A Câmara Municipal de Valença está a promover um plano de literacia financeira, junto dos alunos do primeiro ciclo do concelho com um conjunto de iniciativas ao longo do ano letivo.

EducaçaoFinanceira1 (1).jpg

A iniciativa é dinamizada pela empresa DSIC (DS Intermediários de Crédito) através do plano “De pequenino com foco no tostão, é que se poupa no cofrinho”. Esta ação conta com o apoio aos professores, disponibilização de conteúdos, workshops de 40 minutos com jogos didáticos ajustado à faixa etária das crianças, monitorização ao longo do ano letivo, dinamização de eventos como Dia da Poupança, concursos, exposição e apresentação pública de trabalhos e concurso, bem como o lançamento do primeiro livro: “A Menina que sonhava comprar a Lua“.

Numa segunda fase prevê-se o alargamento desta iniciativa ao segundo e terceiro ciclo.

Para Arlindo Sousa, Vereador da Câmara Municipal "a educação financeira das crianças é fundamental para a capacitação dos futuros adultos nas escolhas financeiras mais conscientes e responsáveis que farão amanhã".

O plano “De pequenino com foco no tostão, é que se poupa no cofrinho”, da DSIC, desenvolve-se nas escolas através da apresentação “Os mini-heróis da poupança” que tem como objetivo melhorar conhecimentos e atitudes financeiras, apoiar a inclusão financeira, desenvolver hábitos de poupança, promover o recurso responsável ao crédito e criar hábitos de precaução, sensibilizando para situações de risco que podem afetar o rendimento.

Com este projeto pretende-se levar o conhecimento sobre literacia financeira aos mais pequenos capacitando-os para o futuro, bem como às suas famílias de modo contribuir para a sua implementação, no dia a dia, para que cada família possa adquirir conhecimentos sólidos que lhes permita controlar o seu orçamento de forma consciente."

EducaçaoFinanceira2.jpg

MUNICÍPIO DE PÓVOA DE LANHOSO APOIA ENSINO ESPECIALIZADO DE MÚSICA

Câmara Municipal apoia a continuidade do projeto do Ensino Especializado de Música da Escola Professor Gonçalo Sampaio

O Presidente da Câmara Municipal, Frederico Castro e a Vice-Presidente e Vereadora da Educação, Fátima Moreira, deslocaram-se à Escola Gonçalo Sampaio, tendo assistido a um mini concerto apresentado pelos alunos  do coro do ensino especializado da música e visitado os novos espaços onde são ministradas aulas de instrumento.

CapturarMUSICAPLA (1).JPG

O Presidente da Câmara Municipal, em discurso direto para a comunidade escolar presente, referiu que “é um prazer muito grande ter-me deslocado a esta Escola, estando, assim, a cumprir mais um dos objetivos deste mandato: contribuir para a criação e para a melhoria de condições, no sentido de dar passos em frente na área da educação, mais especificamente no ensino da música. Sendo a Póvoa de Lanhoso um concelho com fortes tradições na área musical, com duas Bandas Musicais, que são uma forte marca identitária, quero que estes alunos se afirmem como geração que é defensora desta tradição, assumindo a continuidade desta importante herança cultural que tanto carateriza o nosso concelho. Aquilo que a Câmara Municipal está a fazer não é mais do que aquilo que deve ser feito, que é dar as condições para que este caminho possa ser trilhado, para em conjunto podermos continuar a fazer do nome da Póvoa de Lanhoso um nome sonante, também na área musical, que muito nos honra e orgulha”.

A Diretora do Agrupamento, Luísa Rodrigues, agradeceu ao Presidente da Câmara Municipal e à Vice-Presidente as condições criadas para poderem trabalhar, pois o Ensino Especializado da Música é uma das grandes apostas do Agrupamento e porque considera que os alunos do Concelho da Póvoa de Lanhoso também têm direito a uma oferta de ensino diversificada, sobretudo no campo das artes. A criação de espaços específicos para as aulas de instrumentos resultam de um esforço conjunto para que os resultados se repercutam a longo prazo no sucesso escolar dos alunos que integram este projeto.

No final, após um périplo por essas salas onde são lecionadas aulas de xilofone, guitarra, violino e violoncelo, Fátima Moreira, aproveitou para “agradecer à escola o trabalho fantástico que tem vindo a realizar ao longo dos anos, de cujo resultado tivemos oportunidade aqui, hoje, de saborear um bocadinho. Agradeço aos professores envolvidos, à Direção e aos alunos, pois sei que, para esta pequena apresentação foram necessárias muitas horas de trabalho. Mas é muito bom ouvir os alunos e perceber que o ensino especializado da música lhes proporciona muito mais do que estes momentos. É, para eles, um privilégio estar integrados neste sistema de ensino, que lhes proporciona outras competências que são cada vez mais importantes na aprendizagem, por isso também estamos empenhados em que o ensino especializado da música se solidifique pois ele faz, de facto, a diferença na vida dos alunos e naquilo que eles podem ser no futuro.”

HASTEADAS BANDEIRAS VERDES EM 3 ESCOLAS DA PÓVOA DE LANHOSO PREMIADAS

O dia 11 de novembro não foi apenas de comemoração do S. Martinho em três estabelecimentos de ensino já que escolheram a mesma data para hastear as Bandeiras Verdes do Programa Eco- Escolas. A Vice-Presidente da Câmara Municipal e Vereadora da Educação, Fátima Moreira, o Vereador do Ambiente, Paulo Gago, e o Chefe de Gabinete da Presidência, Fernando Carlos Ribeiro, marcaram presença nas cerimónias.

Hasteadas Bandeiras Verdes do Programa Eco-Escolas (1).jpg

“Reconheço profundamente o fantástico trabalho que a comunidade educativa faz ao nível da sensibilização e da sustentabilidade ambiental e o trabalho muito árduo para que trabalhemos todos para a mudança de práticas que tenham a ver com a preservação da natureza e sustentabilidade do ambiente”, destacou Fátima Moreira, na passagem pela Escola Básica do Ave, Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso e EPAVE.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE ATRIBUI APOIOS – INVETIMENTOS DE CERCA DE 84 MIL EUROS

O Município de Esposende garante a continuidade dos Projetos de Educação Musical e de Expressão Físico-Motora para as crianças do concelho que frequentam a rede pública da Educação Pré-Escolar.

DSC09658.JPG

Neste sentido, na reunião do executivo municipal realizada hoje, a autarquia aprovou o contrato-programa com a Zendensino – Cooperativa de Ensino para o desenvolvimento destas atividades, no presente ano letivo, e que se traduzem num investimento de 36.720 euros. Com o intuito de promover o sucesso educativo, contribuir para uma educação de qualidade para todos e fomentar a igualdade de oportunidades, o Município de Esposende tem vindo a promover, desde o ano letivo 2006/2007, o ensino da música e, desde 2015, o desenvolvimento da modalidade de expressão físico-motora em todos os estabelecimentos de Educação Pré-Escolar, da rede pública.

O contrato-programa com a Zendensino contempla também o apoio aos projetos corais do Município, designadamente Coro de Pequenos Cantores de Esposende e Coro ARS Vocalis, no valor anual de 20.000 euros.

Na mesma reunião de Câmara, foi deliberado atribuir um apoio financeiro de 25.158,24 euros à delegação de Marinhas da Cruz Vermelha Portuguesa, para ajudar a custear a aquisição de uma nova ambulância. Na sequência do trágico incêndio que destruiu por completo umas das suas ambulâncias, a instituição teve necessidade de proceder à aquisição de uma nova, sendo que o apoio da Câmara Municipal corresponde a 50% do valor total da ambulância, no cumprimento das normas de apoio às instituições para compra de viaturas. Este apoio é sustentado pelo relevante papel da Cruz Vermelha Portuguesa no contexto da proteção civil e pela efetiva necessidade de substituição da ambulância destruída, de modo a não colocar em causa operacionalidade da Delegação de Marinhas.

Ainda em matéria de apoios, a Câmara Municipal aprovou a atribuição de uma verba de 2.000 euros ao GATERC (Grupo Amador de Teatro, Esposende – Rio Cávado), para apoio à realização da 12.ª edição do Encontro de Teatros. Este evento desenvolvido no âmbito do projeto municipal CREARTE – Crescimento da Arte Teatral em Esposende, teve início no dia 5 de novembro prolongando-se até 3 de dezembro, tendo como palco o Auditório Municipal de Esposende.

Em termos globais, as deliberações do Município correspondem a um investimento de 83.878,24 euros, numa estratégia que assenta em diferentes linhas de ação e que está associada ao cumprimento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030.

DIA ECO-ESCOLA: VILA VERDE ELOGIA AÇÃO EXTRAORDINÁRIA DA EPATV

A Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde agradeceu, hoje, dia 4 de novembro,  a “conquista de mais uma Bandeira Eco-escolas — a décima quinta consecutiva — que traduz um trabalho extraordinário da Escola Profissional Amar Terra Verde” (EPATV).

CapturarECO4 (4).JPG

Júlia Fernandes falava após a cerimónia de içar da Bandeira Verde à entrada da EPATV que integrou a celebração do Dia da Eco-escola que incluiu uma caminhada até à Ponte Nova, na Loureira, no espaço de lazer daquela praia fluvial.

A sessão contou com a presença do Diretor da Escola, João Luís Nogueira, e da Diretora Pedagógica, Sandra Monteiro, o presidente da Junta de Loureira, Fernando Ferreira, professores e centenas de alunos que deram vida a estas celebrações.

“O dia é vosso” — começou por dizer o Diretor Geral da EPATV, destacando a presença da edil vilaverdense pela sua total disponibilidade para participar nas nossas atividades.

Lembrando a 15.ª Bandeira Verde atribuída à EPATV, nos últimos anos, João Luís Nogueira sublinhou que a “preservação da natureza nos nossos tempos é um ato heróico, aqui praticado todos os dias, porque é do Planeta que resulta uma grande parte da nossa felicidade”.

A caminhada iniciou-se manhã cedo, passando pelas principais ruas de Vila Verde, liderada por Sandra Monteiro e pelos professores Paula Costa, José Dantas, Sara Leite, Pedro Arantes, entre outros.

Chegados à Ponte Nova, os caminhantes viveram uma Mega-aula de Educação Física - dinamizada pelos professores Gaspar Silva, Cristiana Oliveira, Luís Silva -, seguindo-se uma palestra sobre a limpeza dos rios, por Adelino Silva, da Direção do Ambiente da Câmara Municipal de Vila Verde.

Sandra Monteiro agradeceu a disponibilidade da Junta de Freguesia que tornou possível “realizar estas atividades e mostrar como se preserva um belo lugar de lazer", onde se inaugurou um marco - placa de sensibilização dos 7R - deixado pela EPATV no local, criada pela professora Fátima Pimenta e os alunos do Curso de Design de Comunicação Gráfica.

O engenheiro Adelino Silva, numa palestra sobre limpeza de rios e identificação de plantas invasoras, lembrou a necessidade reduzir, reciclar e reutilizar o lixo porque ainda é “enorme a quantidade de resíduos sólidos que vem parar aos cursos de água” e depois desagua no mar.

Depois do almoço, numa sessão online, a comunidade escolar assistiu às palestras sobre o livro “Os Bichos de Braga”, pelo fotógrafo João Ferreira; a apresentação de projetos da Associação Palombar, pelo biólogo Pedro Alves; e o Parque Nacional Peneda Gerês, pela representante Cristina Machado.

CapturarECO2.JPG

CapturarECO3 (6).JPG

Capturargeralecoescolas (10).JPG

PLATAFORMA MONÇÃO EDUCA +

Ferramenta digital, acessível através do site https://moncaoeducamais.cm-moncao.pt, pode ser utilizada na escola e em casa, facilitando o processo de aprendizagem, através da implementação de práticas educativas inovadoras.

Comprometido com o sucesso educativo dos alunos, o Município de Monção, à semelhança dos anos letivos anteriores, volta a disponibilizar à comunidade educativa do 1º Ciclo do Ensino Básico, a Plataforma Monção Educa+, a qual integra a ferramenta “Ensinar e Aprender Português”, esta disponível para o 1º, 2º e 3º ano de escolaridade.

Plataforma Monção Educa + é uma ferramenta educativa digital, acessível através do site https://moncaoeducamais.cm-moncao.ptque favorece a realização de atividades multimédias, interativas, dinâmicas e lúdicas. O recurso “Ensinar e Aprender Português”, da autoria das professoras Iolanda Ribeiro e Fernanda Leopoldina Viana, da Universidade do Minho, permite o ensino e o reforço das aprendizagens do Português, de forma lúdica e inovadora.

Estas ferramentas podem ser utilizadas na escola e em casa, sendo o acesso efetuado, através das credenciais facultadas pelo Município de Monção. Em conjunto, constituem uma aposta na implementação de metodologias e práticas inovadoras, proporcionando aos alunos um ambiente educativo fértil em tecnologia e facilitador da aprendizagem.

No passado dia 27 de outubro, decorreu uma Sessão de Apresentação da “Plataforma Monção Educa+” e do recurso “Ensinar e Aprender Português”, destinando-se a todos os professores do Agrupamento de Escolas de Monção e do Colégio do Minho – Pólo de Monção.

Esta ação online, dinamizada pela Editora Lusoinfo Multimédia, permitiu a capacitação e divulgação da plataforma, bem como uma breve contextualização da mesma relativa à acessibilidade, apoio à sua utilização e apresentação de novos conteúdos.

“A Plataforma Monção Educa + é uma ferramenta diferenciada e capaz de mitigar desigualdades, chegando a todos os agentes da comunidade escolar com o objetivo maior de contribuir para o desenvolvimento harmonioso das crianças e do seu sucesso escolar”.

Vereadora da Educação, Daniela Fernandes

Capturarplatamonç (6).JPG

CÂMARA DE BARCELOS DELEGA COMPETÊNCIAS NOS AGRUPAMENTOS ESCOLARES

A Vereadora do Pelouro da Educação, Mariana Carvalho, e os diretores dos Agrupamentos Escolares do concelho assinaram, esta tarde, os Contratos Interadministrativos que vão regular a delegação de competências e respetivas contrapartidas financeiras entre o Município barcelense e as direções das escolas. Ao todo, essas verbas podem ascender aos 180 mil euros.

Capturarbarcelosdelegcompet (1).JPG

Segundo o documento subscrito pelas partes, o Município delega competências nos Agrupamentos nas áreas da gestão da ação social escolar, designadamente, refeições escolares, transporte escolar de alunos com necessidades especiais e o cartão escolar do aluno; gestão de pessoal não docente, e pequenas obras de conservação e manutenção dos edifícios escolares.

Nestes Contratos Interadministrativos, fica estabelecida a verba a atribuir a cada Agrupamento escolar, que pode ascender até aos 20 mil euros, bem como a periodicidade de pagamento das contrapartidas financeiras. Concretamente, cada Agrupamento recebe sempre 25% desses 20 mil euros, sendo que o valor restante só será atribuído caso seja demonstrada essa necessidade.

No âmbito da ação social escolar, a Câmara Municipal delega nos agrupamentos as competências relativas à organização e gestão de procedimentos de atribuição de apoios de aplicação universal e de aplicação diferenciada ou restrita, diretos ou indiretos, integrais ou parciais, gratuitos ou comparticipados, cabendo aos Agrupamentos providenciar pela identificação de situações que careçam de acompanhamento e apoio social.

Já no que respeita às refeições escolares, a Câmara Municipal faz a contratação pública do serviço, mas os Agrupamentos ficam com a competência de acompanhar a gestão desse serviço, bem como a gestão do espaço de refeitório, supervisionando a higiene, conservação e garantia das boas condições quanto à distribuição de refeições escolares.

Em matéria de transporte de alunos com necessidades especiais, também compete às direções dos Agrupamentos providenciar pelo acompanhamento da prestação do serviço de acordo com os critérios estabelecidos para o efeito.

Finalmente, no âmbito da conservação, manutenção e gestão de infraestruturas escolares, o Município delega competências para promover todas as ações necessárias que mantenham o bom e eficaz funcionamento das instalações escolares, pavilhões desportivos e espaços exteriores, compreendendo as ações na respetiva matriz de responsabilidades, com recursos às respetivas comparticipações financeiras.

Também a gestão das infraestruturas escolares (instalações escolares, pavilhões desportivos e espaços exteriores) fica à responsabilidade dos Agrupamentos, ficando a receita da cobrança dos preços provenientes da cedência das infraestruturas escolares nos períodos pós-letivos/não letivos, exclusivamente afeta à conservação e manutenção das infraestruturas escolares (instalações, pavilhões desportivos e espaços exteriores).

FAMALICÃO: ALUNAS DO INA VENCEM “O MEU PROJETO É EMPREENDEDOR”

Iniciativa contou com 21 Provas de Aptidão Profissional a concurso

“Clean Bed”, o projeto final da Prova de Aptidão Profissional (PAP) das alunas Sónia e Cátia Vaz, que frequentaram o curso técnico auxiliar de saúde do INA, foi o vencedor do concurso “O Meu Projeto é Empreendedor”, promovido pela Rede Local de Educação e Formação de Vila Nova de Famalicão.

AFS_1564 (2).jpg

Este projeto visa reconhecer e valorizar o trabalho desenvolvido pelos alunos no âmbito do seu percurso escolar. O desafio é que desenvolvam projetos capazes de ser propostas de valor para o mercado e foi precisamente essa a ideia das alunas que, no âmbito da sua experiência de estágio, desenvolveram a “Clean Bed”, que é a designação de um sistema integrado num resguardo reutilizável para camas, com a integração de sensores que monitorizam dados do utilizador como a temperatura corporal, se está sujo emitindo sinais de alerta para que seja  mudado, garantindo assim os níveis de qualidade e bem estar dos utilizadores. Este sistema permite ainda identificar a presença ou não do utilizador na cama, constituindo-se uma mais valia para todos os que a utilizam.

“Na experiência de estágio notamos que esta monotorização poderia ajudar os técnicos a uma maior eficácia na deteção destes parâmetros, avançamos com o desenvolvimento da ideia e estamos entusiasmadas com a possibilidade de a patentear e encontrar parceiros para a sua implementação” disseram no final.

O segundo prémio do concurso foi para um sistema de medição de diâmetros de bobines de fio têxtil, do curso técnico de eletrónica e automação da Escola profissional Forave e dos alunos Francisco Costa, Rafael Machado e Carlos Mesquita. O terceiro prémio foi atribuído ao “DES -Dynamic Evacuation System”, dos alunos Tomás Filipe e Cristóvão Silva, do curso técnico de eletrónica da Escola Secundária D. Sancho I.

Este ano os projetos foram avaliados por um júri representativo das parcerias estratégicas do município de Vila Nova de Famalicão, em critérios como a inovação, a exequibilidade e o impacto social e económico das ideias empreendedoras.

O presidente da Câmara Municipal elogiou “a inovação, o arrojo e a mais-valia das muitas ideias apresentadas” salientando que “este concurso desafia os alunos a demonstrar conhecimento, capacidade criativa, a saber-criar, mais ainda nesta fase em que estão, na transição entre o final do ciclo de estudo e a entrada no mercado de trabalho. Ideias que vão ao encontro do Made INovar que queremos fazer crescer no nosso território”, disse Mário Passos.

A cerimónia de entrega de prémios - com valor de mil euros para as vencedoras e de quinhentos euros para os segundos e terceiros classificados - decorreu esta quarta-feira na Praça - Mercado de Famalicão, onde os alunos tiveram os trabalhos em exposição para apreciação do júri.

“O Meu Projeto é Empreendedor” foi apadrinhado e patrocinado pela Louropel, CEVE - Cooperativa Elétrica do Vale do Este e pela Continental e é desenvolvido pelos pelouros da Educação e Economia do Município de Famalicão, com  o objetivo de fomentar o empreendedorismo junto dos alunos dos cursos profissionais da Rede Local de Educação e Formação.

AFS_1508 (5).jpg

BRAGA: WORKSHOPS SOBRE ESTÉTICA NO ÂMBITO DAS COMEMORAÇÕES DO OUTUBRO ROSA

Participação da Die Apfel, Perfumes & Companhia e da Estilista Ana Sousa

No âmbito das celebrações do “Outubro Rosa”, o Hospital de Braga promoveu no dia 26 de outubro uma iniciativa dedicada à consciencialização sobre o cancro da mama.  Dirigida a utentes, familiares e profissionais de saúde, a tarde contemplou dois workshops desenvolvidos em parceria com a Die Apfel, com o propósito de sensibilizar para a prevenção e de integrar todos aqueles que lutam contra o cancro da mama.

OESTETICA (2).jpg

O primeiro teve início às 14:30 e teve como tema a “Automaquilhagem na doente oncológica”. Promovido com o apoio da Perfumes & Companhia, este workshop pretendeu ensinar às mulheres, técnicas de maquilhagem que lhes permitirão camuflar possíveis efeitos da doença, melhorar a sua imagem e contribuir para o seu processo de recuperação.

Com o mesmo intuito, de seguida, a estilista portuguesa Ana Sousa ministrou um workshop de turbantes que, mais do que um mero acessório, funciona como forma de embelezar as mulheres, disfarçando a falta de cabelo. Ana Sousa deixou uma mensagem de esperança às presentes, bem como múltiplas estratégias interessantes de melhoria dos looks.

O objetivo central de ambos os workshops foi “promover a autoestima das mulheres com doença oncológica, abordando estratégias pertinentes, ao nível da maquilhagem e estilismo. Para tal contamos com o apoio da Perfumes & Companhia que, para além do workshop, ofereceu uma lembrança a cada participante. Esteve presente também a Estilista Ana Sousa que, para além de oradora no segundo workshop, também ofereceu uma lembrança, em concreto um saco de pano personalizado, com uma mensagem de esperança: CONFIA! Todos estes gestos, por parte de ambas as marcas, ilustram uma extraordinária responsabilidade social, bem como um enorme sentido cívico, que as posiciona no mercado de uma forma diferenciada”, referiu Benedita Aguiar, da Die Apfel, mentora deste Projeto.

TERRAS DE BOURO REÚNE CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

No dia 19 de outubro teve lugar a reunião do Conselho Municipal de Educação (CME), sessão que foi presidida pela Vereadora da Educação, Dr.ª Ana Genoveva Araújo.

20221019_144813 (3).jpg

Na ordem de trabalhos constou, para além da aprovação da ata da reunião anterior, a apresentação do plano de transportes, a transferência de competências, o início do novo ano letivo, o agendamento da próxima reunião do Conselho Municipal de Educação de Terras de Bouro, entre outros assuntos.

O Conselho Municipal de Educação é uma instância de consulta, que tem por objetivo a nível municipal, analisar e acompanhar o funcionamento do sistema educativo propondo as ações consideradas adequadas à promoção de maiores padrões de eficiência e eficácia do mesmo.

20221019_144923.jpg

VIANA DO CASTELO: PRAZO DE CANDIDATURAS A BOLSAS DE ESTUDO 1º CICLO DO ENSINO SUPERIOR PROLONGADO ATÉ 15 DE NOVEMBRO

A Câmara Municipal de Viana do Castelo prolongou, até dia 15 de novembro, o período de candidaturas às Bolsas de Estudo do 1º Ciclo do Ensino Superior. A atribuição de bolsas de estudo tem por finalidade apoiar o prosseguimento de estudos a estudantes com aproveitamento escolar que, por falta de condições económicas, se veem impossibilitados de o fazer.

O objetivo desta bolsa de estudo municipal é, assim, contribuir ativamente para o desenvolvimento educacional do concelho de Viana do Castelo. As verbas para bolsas de estudo encontram-se inscritas no Orçamento e Plano de Atividades do Município e o valor será decidido anualmente.

A atribuição de bolsas de estudo aos alunos matriculados ou inscritos no 1º ciclo do ensino superior, residentes no concelho vianense, é uma forma de estimular a continuação dos estudos pelos alunos com menos possibilidades económicas.

O boletim de candidatura e todos os documentos solicitados devem ser enviados para o endereço de e-mail juventude@cm-viana-castelo.pt após consulta do regulamento disponível no site da autarquia (http://www.cm-viana-castelo.pt/pt/bolsas-de-estudo-1-ciclo-do-ensino-superior ).

As bolsas de estudo são de apoio social direto nas propinas. O número de bolsas a atribuir poderá ascender até 25, até a um máximo de 20 vagas para alunos para alunos que frequentem instituições de ensino superior e 5 vagas para alunos que frequentem o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC).

juventude_redes_bolsas_ate15NOV_post (4).jpg

655 ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR EM VALENÇA

A E.S.C.E. - Escola Superior de Ciências Empresariais de Valença arrancou, o novo ano letivo 2022 / 2023, com o número recorde de 655 alunos.

ValençaESCE1 (1) (5).jpg

Este número deverá crescer, ainda, nos próximos dias com as colocações dos alunos da 3ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior e de várias matrículas ainda em curso.

Este é o maior número de alunos, de sempre, que a ESCE consegue, no arranque de mais um ano letivo.

O Presidente da Câmara, José Manuel Vaz Carpinteira, e o vereador da educação, Arlindo Sousa, receberam um grupo de novos novos alunos nos Paços do Concelho.

José Manuel Carpinteira. aproveitou a ocasião e deixou uma mensagem de “muitos sucessos a toda a comunidade ESCE, com uma palavra especial de 'bem-vindos' a quem chega, este ano, pela primeira vez a Valença. Sintam-se em casa, Valença recebe, de braços abertos e com a esperança na vossa determinação em conquistar o futuro“.

A ESCE é uma unidade orgânica do IPVC- Instituto Politécnico de Viana do Castelo, sediada no campus do Centro de Inovação e Logística de Valença que este ano completa 21 anos de existência.

A oferta formativa proporcionada pela ESCE é variada aos níveis de graduação e pós-graduação e, também, de especialização tecnológica.

Oferta Formativa da ESCE Valença – Ano Letivo 2022/ 2023

Licenciaturas:

  • Contabilidade e Fiscalidade
  • Gestão da Distribuição e Logística
  • Marketing e Comunicação Empresarial
  • Organização e Gestão Empresariais

Pós-Graduações:

  • Gestão da Qualidade
  • Marketing Digital e E-Business

Mestrados:

  • Logística (APNOR)
  • Marketing

C.T.E.S.P. - Cursos Técnicos Superiores Profissionais:

  • Transportes e Logística;
  • Marketing Digital e E-Commerce
  • Contabilidade e Gestão para PME.
  • Melhoria Contínua nas Empresas (2º ano)

ValençaESCE2 (10).jpg

VALENÇA: JÁ ABRIRAM AS CANDIDATURAS PARA AS BOLSAS DE ESTUDO

As candidaturas às bolsas de estudo em Valença, abriram, hoje segunda-feira, 24 de outubro e prolongam-se até 2 de dezembro, para os jovens do concelho a frequentar o ensino superior.

Esta medida social, promovida pela Câmara Municipal de Valença, pretende apoiar os alunos economicamente mais carenciados que, tendo adequado aproveitamento escolar, se vêem impossibilitados de prosseguir os estudos de nível superior por falta dos necessários meios económicos.

A Câmara Municipal pretende investir 50 mil euros neste programa social.

A autarquia ajustou recentemente o Regulamento das Bolsas de Estudo de modo a aperfeiçoar as regras de atribuição e a beneficiar quem verdadeiramente precisa. A atribuição da bolsa tem por base a média de cada ano, o rendimento do agregado e o respetivo património bem como a distância entre a residência e o local de estudo.

O valor máximo de cada bolsa será de 150 euros e pode ser acumulada com as bolsas atribuídas pelas respectivas universidades desde que as duas juntas não superem o valor do ordenado mínimo nacional

Como se candidatar às Bolsas de Estudo?

As candidaturas deverão ser formuladas diretamente nos Serviços de Ação Social do Município de Valença, na rua Dr. Ilídio do Vale, na Fortaleza. Poderá obter mais informações no site: www.cm-valenca.pt/bolsas-estudo , ou através do tlf. 251 249 487 ou do e-mail: asocial@cm-valenca.pt

ValençaBolsas de estudo (5).jpg

MUNICÍPIO DE TERRAS DE BOURO ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO

Candidaturas ao apoio da frequência do ensino superior decorrem até dia 31 de dezembro

O Município de Terras de Bouro informa que se encontram abertas até dia 31 de dezembro as candidaturas às bolsas de estudo para os estudantes do ensino superior.

Os candidatos interessados podem efetuar a sua inscrição até ao próximo dia 31 de dezembro no Balcão Único, no edifício da câmara municipal, mediante o preenchimento de requerimento próprio e entrega dos documentos necessários para efetuar a instrução do processo ou enviar por e-mail para o geral@cm-terrasdebouro.pt .

Requerimento da candidatura também disponível na página electrónica do município em: https://www.cm-terrasdebouro.pt/index.php/2015-02-03-11-25-55/documentos/category/127-requerimentos-diversos#

ensino superior banner-01 (6).jpg

VIEIRA DO MINHO ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO

Município de Vieira do Minho abre candidaturas para as Bolsas de Estudo Universitárias

Está aberto o período de candidaturas para a concessão de bolsas de estudo do Município aos alunos Vieirenses que frequentam o ensino superior (licenciatura, mestrado e doutoramento).

As candidaturas devem ser formalizadas até 31 de dezembro de 2022, mediante o preenchimento de boletim próprio, que será fornecido aos interessados pelo Serviço de Atendimento da Câmara Municipal de Vieira do Minho.

Para mais informações, os jovens devem contactar os Serviços Municipais ou consultar o regulamento disponível em https://cm-vminho.pt/balcao-virtual/regulamentos-municipais/apoio-social-educacao-e-lazer/

No ano letivo 2021/2022, a Autarquia atribuiu 110 bolsas de estudo, num investimento superior a 70 mil euros.

CELORICO DE BASTO: BIBLIOTECA MARCELO REBELO DE SOUSA FOI INAUGURADA HÁ 21 ANOS

Celorico de Basto celebra “21 anos depois” da inauguração da Biblioteca Municipal Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa

Este sábado, 15 de outubro, pelas 21h00, o Município de Celorico de Basto celebra, no Centro Cultural Marcelo Rebelo de Sousa, “21 anos depois” da Inauguração da Biblioteca Municipal.

A data visa enaltecer este património edificado com um concerto de piano no auditório do Centro Cultural, pelo pianista Filipe Andrade Cerqueira, com a participação especial do Ensemble Vocal Portuense, e com duas exposições que ficarão patentes ao público até ao dia 30 de novembro.

A exposição Liquido/Forma Art Now “21 anos depois” conta com a participação de artistas plásticos de renome nomeadamente Manuel Orga, Carminda Andrade, Ricardo Cunha, Miguel Vasconcelos, Délia de Carvalho, Nuno Antunes e estará patente no Centro cultural. A exposição das Torres das 23 igrejas do concelho de Celorico de Basto pela artista plástica Carminda Andrade poderá ser vista na capela da Biblioteca Municipal.

Importa referir que passados 21 anos a Biblioteca Municipal conta agora com 3 edifícios, além do edifício central com milhares de livros e outro acervo bibliográfico, dispõe de um Centro documental com obras legadas por Marcelo Rebelo de Sousa e um Centro Cultural, um espaço de cultural, por entre a literatura.

cartazmarc (10).jpeg