Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CELORICO DE BASTO COMBATE INSUCESSO ESCOLAR

Município de Celorico de Basto vê Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar a avançar a “passos largos”

Painel feito em azulejo com a imagem das camélias, para colocar na fachada da loja de turismo, será o 1º trabalho desenvolvido pelo atelier de cerâmica, uma das quatro áreas escolhidas pelo Município para integrar o PIICIE, programa financiado pelo Fundo Social Europeu.

_DSC7096

No dia 05 de novembro, foi assinado pela empresa R2W e a CIM-TS, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, em Celorico de Basto, um contrato de aquisição de bens “Atelier de cerâmica”. Uma formalidade necessária com a empresa que irá fornecer todos os materiais necessários ao correto funcionamento do atelier, desde maquinaria a materiais de consumo. Estes materiais serão cofinanciados pelo FSE no valor de 54.040,54€.

O atelier, localizado em instalações do Município, prevê-se devidamente equipado até ao final de 2018, entretanto as aulas de cerâmica são ministradas pelo professor Vitor Resende, na Escola Básica de Gandarela.

“Foi com sentido de diálogo e de interação com o Ministério da Educação que se desenvolveu este plano inovador, um plano diferente daquilo que, habitualmente se faz nas escolas para combater o insucesso escolar. As artes são e serão sempre um complemento ao ensino e promotoras de sucesso. O objetivo é motivar através dos trabalhos manuais, do saber-fazer que servirá até de incentivo para encontrar uma profissão. Não será apenas mais um projeto mas uma forma de valorização do individuo dotando-o de conhecimentos em áreas novas e que o ajudarão a construir a sua própria identidade”. Este é um projeto abrangente e transversal, e estou certo que, a médio prazo envolverá toda a comunidade” disse Fernando Peixoto, Vereador da Educação da Câmara Municipal de Celorico de Basto, entidade que dirige o projeto.

É de salientar que o projeto da cerâmica irá chegar a todos os alunos do Agrupamento de Escolas e da Escola Profissional de Fermil, cerca de 2000 alunos.

Com a formalização deste contrato está tudo encaminhado para que o trabalho a desenvolver seja profícuo e atinja os objetivos pretendidos, combater o insucesso escolar.

_DSC7110

ENSINO PROFISSIONAL DE FAMALICÃO APRESENTA PROJETOS EMPREENDEDORES

Mostra “O Meu Projeto é Empreendedor” dá a conhecer os melhores projetos desenvolvidos por alunos do ensino profissional

Um sistema automatizado para maximizar a utilização de painéis fotovoltaicos e diminuir os consumos energéticos; um programa para aplicação em lares e casas de saúde que reúne toda a informação de cada um dos utentes; uma mesa que suporta uma rebarbadora e que facilita a realização de trabalhos que envolvam o corte de diversos materiais metálicos; uns cereais de pequeno almoço de bolota e um sistema que permite a invisuais a leitura em braile de documentos ou textos escritos em formato digital.

AFS_0314

Estes são alguns dos 10 projetos finalistas do concurso “O Meu Projeto é Empreendedor”, que todos os anos destaca as Provas de Aptidão Profissional mais inovadoras apresentadas pelos alunos do ensino profissional de Vila Nova de Famalicão.

Os projetos finalistas podem ser apreciados a partir desta terça-feira, 6 de novembro, numa mostra que decorre no Centro Cívico de Famalicão e que será visitada pelo Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, nesta sexta-feira, dia 9, pelas 09h15.

O concurso, promovido pela Rede Famalicão Empreende, pretende fomentar o empreendedorismo nos jovens estudantes e valorizar o ensino profissional no concelho.

No total foram apresentados 21 projetos a concurso relativos ao ano letivo 2017/2018. Os dez finalistas correspondem a ideias desenvolvidas na Didáxis de Vale S. Cosme, Escola Secundária D. Sancho I, INA – Instituto Nun’Alvares, Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado, ALFACOOP, FORAVE e OFICINA – Escola Profissional do INA.

Os projetos vencedores serão conhecidos esta sexta-feira, dia 9, pelas 20h00, e os três primeiros classificados serão premiados com 1000, 500 e 250 euros. O grau de inovação, a exequibilidade e o impacto social e/ou económico da ideia são os critérios tidos em conta pelo júri da iniciativa.

AFS_0334

PCP QUESTIONA PLANO DE INVESTIMENTOS PARA ESCOLAS DO DISTRITO DE BRAGA

Deputada do PCP questiona ministro da educação sobre plano de investimentos para as escolas do distrito de Braga

Há muitos anos que o PCP defende que a manutenção e requalificação do parque escolar é uma tarefa incumbida fundamentalmente ao Estado, por via da ação do Governo, sendo para tal urgente e necessária uma estratégia política, fixada em objetivos claros, que parta das necessidades identificadas no terreno e se harmonize partindo de todos os pontos de vista, garantindo a participação da própria comunidade escolar em sentido amplo.

No documento entregue pelo Ministério da Educação na discussão na especialidade são mencionadas verbas para projetos de investimento em escolas e para modernização das escolas secundárias. Todavia, não são descritos os projetos, nem as escolas abrangidas.

Na passada sexta-feira, no âmbito da discussão na especialidade da proposta de orçamento do estado para 2019, a deputada eleita pelo PCP no círculo eleitoral de Braga, questionou o ministro da educação sobre o plano de investimentos para as escolas do distrito de Braga.

Em concreto, questionou o governante se estão previstas verbas para a requalificação das escolas:

- Básica 2/3 Frei Caetano Brandão, no concelho de Braga;

- Escola Secundária de Barcelinhos;

- Escola Secundária de Amares;

- Escola Secundária Póvoa de Lanhoso e,

- Escola Secundária Benjamim Salgado, Joane, Vila Nova de Famalicão.

E, quando é que as intervenções serão realizadas.

Em resposta, o Governante apenas mencionou que na Escola Secundária Benjamim salgado, concelho de Vila Nova de Famalicão, foram já removidas algumas placas de fibrocimento, tendo omitido informação sobre as restantes escolas.

Em face da ausência cabal às questões colocadas, a deputada do PCP eleita pelo círculo de Braga endereçou uma pergunta ao Governo, que se anexa.

O PCP reitera o compromisso de defender e valorizar a Escola Pública e exigirá que o Governo proceda à requalificação do parque escolar e, em concreto destas escolas. 

O Gabinete de imprensa da DORB do PCP

Capturar1

Capturar2

 

ESCOLAS DE FAMALICÃO CRIAM PROJETO DE ARTE E DESIGN

Capturar1

Mart.eDESIGN

Mostra das Artes e do Design

Subdepartamento de Artes Visuais do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco

O Mart.eDESIGN, Mostra de Arte e Design, do Subdepartamento de Artes Visuais do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco é um evento que engloba todas as atividades e iniciativas promovidas pelo subdepartamento de artes visuais.

Este evento coincidirá com o ano letivo 2018/2019 e evidencia um programa (a desenvolver) que engloba, conferências, workshops, exposições de arte e de design gráfico e de moda, fotografias e produtos multimédia, mostra de cinema, formações nas artes visuais, comunicações. Esta iniciativa irá colidir com a semana das artes e do design, que se efetua no dia 29 e 30 de abril de 2019, onde serão executadas atividades de comunicação e trabalhos em oficina.

Pretende-se com este evento, que as aptidões artísticas dos alunos envolvidos sejam reveladas, que sejam explorados e expostos os mais diversos aspetos ligados á arte e ao design e que o Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco seja reconhecido por esta ligação a este mundo.

Neste ano letivo, o Mart.eDESIGN, Mostra de Arte e Design, será destinado, em particular ás comemorações do 100º aniversário da Bauhaus, visto que, em abril de 2019 completa-se100 anos da apresentação pública do Manifesto and Programme of the Weimar State Bauhaus de Walter Gropius. Bauhaus, uma escola considerada não só como uma das mais respeitáveis escolas de arquitetura, design e artes plásticas, mas como a autora de uma das mais importantes expressões do modernismo.

Pensamento*Fragmento

Exposição comemorativa dos 100 anos da BAUHAUS

Incluída na Mart.eDESIGN, Mostra de Arte e Design, de forma, a espelhar os projetos concretizados pela Bauhaus, ao nível das mais diversificadas áreas, para aprofundar vários aspetos criativos da Bauhau e para se festejar o aniversário da mesma, será inaugurada a 13 de novembro, a exposição “Pensamento*Fragmento”, constituída pelos trabalhos realizados pelos alunos de 12ªano de Artes Visuais, elaborados na disciplina de Desenho A.

Os trabalhos estarão expostos em espaços informais para que desperte nos espectadores uma maior atenção, não só para as obras em si, mas para a constituição da obra, que por se apresentar fragmentada permite que seja percecionada a sua desconstrução, mas que leva, por sua vez, a uma ponderação sutil acerca do conceito de unicidade. Pelo que cada obra é repleta de cubos que funcionam como uma obra por si mesmos, posicionados para conceber o todo, que é a obra.

ESPOSENDE COMBATE INSUCESSO ESCOLAR

Município de Esposende dá passos firmes no combate ao insucesso escolar

Esposende acolheu o primeiro evento de Ignição Municipal no âmbito dos Projetos Municipais de combate ao insucesso escolar, inseridos no Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar, da CIM Cávado que se prolongará até abril de 2021. Profissionais das equipas multidisciplinares de Amares, Barcelos e Esposende analisaram as boas-práticas de promoção de sucesso escolar e procederam à reflexão sobre as metodologias diferenciadas de intervenção, em função da execução dos projetos de cada Município.

rumo ao sucesso 1

Com este tipo de encontros, pretende-se criar comunidades de aprendizagens, promovendo a transferência de conhecimentos, a partilha de estratégias de superação de obstáculos na intervenção, e a análise conjunta dos processos de implementação, execução e avaliação das intervenções que estão a decorrer, em contextos escolares, nos diversos Municípios.

As equipas multidisciplinares foram constituídas com objetivos de intervir nos alunos em situação de insucesso escolar nos níveis psicossocial e de terapia da fala, com a implementação de medidas de integração promotoras da inclusão do aluno na escola, tendo em conta a sua envolvência familiar e social. Estas equipas têm igualmente atribuições ao nível do acompanhamento dos alunos nos planos de integração na escola e na aquisição e desenvolvimento de métodos de estudo, de trabalho escolar e de medidas de recuperação da aprendizagem, em articulação com os Professores Titulares e Diretores de Turma. Outra área de intervenção complementar passa pelo apoio, acompanhamento e aconselhamento parental às famílias.

Os técnicos que participaram neste encontro partilharam experiências, reportando as intervenções em curso, assim como os principais constrangimentos à aplicação do projeto, sendo apontadas algumas estratégias para superar os obstáculos, com base nas práticas dos projetos que se encontram numa fase mais avançada na intervenção.

Entretanto, no Município de Esposende, as oficinas/clubes previstas no Projeto Rumo ao Sucesso arrancaram no passado dia 15 de outubro. Assim, encontram-se em funcionamento nos Agrupamentos de Escolas e na Escola Secundária com 3º ciclo Henrique Medina as oficinas e clubes nas áreas do Karaté, Xadrez e Jogos Matemáticos, Robótica e Centros de Recursos Digitais, Ciências Experimentais, Oficinas de Música, Dança e Teatro, pretendendo-se com este tipo de intervenção promover uma relação positiva com a escola e o reforço de aprendizagem de conhecimentos, de competências e capacidades estruturantes para o sucesso educativo.

Lembre-se que o projeto de combate ao insucesso escolar assenta numa abordagem integrada, num trabalho de convergência entre as diferentes comunidades educativas, em articulação com as escolas ou outras entidades locais que podem contribuir para o desenvolvimento do plano, na promoção de uma estratégia educativa coerente e integrada com linhas e medidas de intervenção voltadas para a melhoria do sucesso educativo, numa lógica preventiva e compensatória.

rumo ao sucesso

ESCOLAS DE CELORICO DE BASTO DISTINGUEM ALUNOS DE EXCELÊNCIA

Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto entregou prémios dos quadros de Valor e Excelência. 125 alunos galardoados nas diferentes cerimónias

O Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto desenvolveu, nos diferentes estabelecimentos de ensino, no dia 26 de outubro, as respetivas cerimónias de entrega de medalhas de valor e excelência, como forma de “incentivo para que todos possam fazer mais e melhor”.

_DSC6903

Foi em contexto escolar, com a participação dos alunos que integram cada escola, que os 125 alunos do agrupamento foram premiados pelos excelentes resultados obtidos no ano letivo de 2017/2018.

“A escola é também agradecimento, é também valorização, é também incentivo para todos os que não conseguiram atingir os valores da excelência. Cada vez mais, existem condições para que o número de galardoados aumente substancialmente. Temos escolas de qualidade, temos professores que, segundo Presidente da República, “são os melhores do mundo”, temos assistentes operacionais cuidadosos com a escola e com os alunos, pais e encarregados de educação atentos e dedicados, por isso, a nossa escola só pode ter resultados positivos” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, aquando da entrega de prémios de valor e excelência aos alunos do Centro Escolar de Celorico de Basto.

_DSC6790

Ao longo do dia foram promovidas várias cerimónias que procuraram, à sua maneira, tornar o momento memorável.

Na Escola Básica e Secundária de Celorico de Basto a cerimónia de entrega de prémios apresentou vários momentos musicais e homenageou os alunos que participaram na ação solidária “Ajudar Vouzela”, incansáveis na ajuda às famílias vitimas dos incêndios. Momentos que coloriram ainda mais a celebração dos prémios de Valor e Excelência.

“Este é um dia muito importante para todos os alunos, que ficará, certamente, guardado na memória dos 125 alunos que integram os quadros de Valor e Excelência. Estes prémios são a distinção pelo esforço, pela dedicação, pelo empenho e servem de incentivo para quem trabalhou e também para os colegas que vêm o esforço recompensado” disse Eduarda Alves, Diretora do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto. A diretora continuou dizendo que é um dia de celebração, “vivido num paradigma de inclusão, onde todos podem aprender, mesmo os que têm menos motivação. De facto, esta cerimónia visa estimular o gosto por aprender, sempre na busca da excelência. Ao mesmo tempo é uma forma de homenagear todos os que contribuíram para o sucesso educativo. Estamos no bom caminho e juntos faremos mais e melhor” concluiu Eduarda Alves.

João Rodrigues, do 7º C recebeu a medalha pela primeira vez e disse que estuda todos os dias, “nem sempre o tempo que os meus pais desejavam, mas estudo sempre. Gostava de ser informático na polícia porque gosto muito de computadores e gostava de ajudar os polícias a apanhar os ladrões”. Também o Cristiano André, que recebe a medalha desde o 1º ano do ensino Básico, o Guilherme e o Nuno, alunos do 7ºB se mostraram felizes por voltar a receber a medalha. O porta-voz do grupo, o Guilherme, disse que os três têm gostos muito parecidos, “vamos assiduamente à biblioteca, adoramos ler e brincar e claro, estudamos todos os dias um bocadinho. Somos meninos iguais a todos os outros”.

As cerimónias terminaram ao fim do dia com a entrega dos diplomas de conclusão do 12º ano, aos alunos do ano letivo 2017/2018.

_DSC6647

_DSC6680

_DSC6759

_DSC6764

MUNICÍPIO DE CERVEIRA ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO A ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR

Candidaturas às Bolsas de Estudo para Alunos do Ensino Superior 2018/2019

Decorre entre 2 de novembro e 3 de dezembro do corrente ano, o período para apresentação de candidaturas às Bolsas de Estudo para Alunos do Ensino Superior 2018/2019, atribuídas pelo Município de Vila Nova de Cerveira. Estudantes interessados devem consultar o regulamento específico e preencher o respetivo formulário.

Bolsas de estudo

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira tem vindo a aprofundar as políticas de juventude, de modo a contribuir para a formação de quadros técnicos superiores no concelho, promovendo um maior e mais equilibrado desenvolvimento social, económico e cultural local.

Com o arranque de mais um ano letivo, e como forma de minimizar o impacto financeiro subjacente à frequência do ensino superior a jovens residentes no concelho, a autarquia cerveirense volta a atribuir 10 bolsas de estudo para agregados familiares com menores possibilidades.

Além do preenchimento da documentação necessária e dos requisitos descritos no Regulamento Municipal de Concessão de Bolsas de Estudo para Alunos do Ensino Superior, os candidatos devem disponibilizar-se para a realização de 70 horas de trabalho comunitário em atividades/serviços da Câmara Municipal na área de formação frequentada ou outras.

Toda a informação e documentação necessária está disponível no Portal do Município, em Viver – Educação – Bolsas de Estudo. O processo de candidatura para o presente ano letivo 2018/2019 é aberto a 2 de novembro, prolongando-se até às 16h30 do dia 3 de dezembro, devendo ser entregue o requerimento previamente preenchido na Secção de Atendimento ao Utente da Câmara Municipal.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE ESTABELECE PARCERIA COM UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

Pós-Graduação em Gestão de Organizações de Economia Social

O Município de Esposende procedeu, hoje, à assinatura de um protocolo de colaboração com a Universidade Católica Portuguesa (UCP) - Centro Regional do Porto com vista à formação e capacitação/qualificação dos profissionais e dirigentes das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho.

.

Em causa está uma Pós-Graduação em Gestão de Organizações de Economia Social, que integra 4 módulos (Sustentabilidade das Organizações; Gestão Estratégica de Pessoas; Contabilidade, Fiscalidade e Enquadramento Jurídico; Auditoria e Trabalho de Projeto) e 19 unidades curriculares, num total de 270 horas de formação.

Trata-se da primeira formação “fora de portas” da Universidade Católica, uma Pós-Graduação que já vai na sétima edição e que tem sido bem-sucedida, na medida em que corresponde às necessidades das organizações, como referiu Américo Mendes, Diretor da Pós-Graduação e Coordenador da ATES - Área Transversal de Economia Social da UCP Porto. Este responsável realçou a dinâmica do trabalho em rede em Esposende e frisou que o objetivo é “ir para além das aulas”, tirando partido do trabalho existente e do conhecimento mútuo.

.

Salientando que o Município é pioneiro no estabelecimento deste tipo de parceria possibilitando o acesso gratuito à formação de dirigentes de IPSS’s, a Presidente do Centro Regional do Porto da UCP, Isabel Braga da Cruz, enquadrou este protocolo na estratégia de consolidação da Universidade Católica com o exterior, manifestando a expetativa de que esta colaboração possa ter continuidade. Isabel Braga da Cruz realçou a mais-valia desta Pós-Graduação para as organizações e deixou um agradecimento público a todos quantos se envolveram na concretização desta formação no concelho de Esposende, nomeadamente à Câmara Municipal. Concluiu com votos de que a iniciativa seja um sucesso.

O Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, referiu que este protocolo decorre da estratégia de desenvolvimento do concelho delineada pelo Município, que engloba o estabelecimento de parcerias com unidades de ensino superior, como sucedeu já com a Universidade do Minho, IPCA e ISAVE.

Relativamente a esta Pós-Graduação, Benjamim Pereira refere que vem ao encontro de uma “necessidade premente da rede social do concelho”, traduzindo-se numa mais-valia para as instituições, na medida em que contribui para a valorização dos seus dirigentes e técnicos.

Aludindo ao caminho percorrido ao longo dos anos no plano social, o Presidente Benjamim Pereira salientou a evolução registada, nomeadamente no que se refere a respostas sociais. Em jeito de reflexão, considerou que, no que se refere às IPSS’s, hoje as exigências são diferentes, nomeadamente no que se refere à gestão, pelo que há uma tendência para a “profissionalização dos dirigentes”, até pela dificuldade em encontrar voluntários para ocupar tais cargos.

Benjamim Pereira referiu que o Município suportará os encargos com esta Pós-Graduação, num montante que rondará os 35 mil euros, clarificando, contudo, que estes custos poderão ser minimizados através da captação de financiamento ou de mecenato. “Temos recursos limitados, mas muita ambição” concluiu.

.

MUNICÍPIO DE MONÇÃO APOIA ALUNOS NO ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO

Candidaturas decorrem durante o mês de novembro, sendo atribuídas 15 bolsas de estudo.

As candidaturas aos Incentivos à Formação de Quadros Médios e Superiores “João Verde” abrem no dia 1 de novembro, prolongando-se até 30 de novembro. Para o levantamento de impressos e entrega de candidaturas, os interessados devem dirigir-se ao Balcão Único de Atendimento, edifício do Loreto.

incentivos

Neste apoio, destinado a comparticipar a formação superior de jovens monçanenses oriundos de famílias com dificuldades económicas, são atribuídas 15 bolsas de estudo, cujo valor está diretamente relacionado com os rendimentos familiares e a bolsa institucional de cada aluno. O regulamento pode ser consultado em:http://goo.gl/g28i6t 

Os Incentivos à Formação de Quadros Médios e Superiores “João Verde” assumem-se como um importante instrumento de apoio para os agregados familiares com maiores dificuldades económicas, representando uma verdadeira igualdade de oportunidades para todos os jovens monçanenses.

Este apoio aos jovens monçanenses que ingressam no ensino superior público complementa os apoios disponibilizados pelo município à entrada do ano escolar, destacando-se, entre estes, a gratuitidade do transporte escolar para todos e as fichas de atividades para o 1º e 2º ciclo.

Refira-se que os Incentivos à Formação de Quadros Médios e Superiores “João Verde”, apenas são atribuídos aos alunos que conseguem os seus cursos no tempo mínimo estipulado. Verificando-se retenção de ano, os incentivos são anulados.

FAMALICÃO OFERECE “COACHING NA EDUCAÇÃO”

Iniciativa Conferência decorre a 19 de outubro, no auditório da Escola Secundária Camilo Castelo Branco

“Coaching na Educação” é o tema da próxima conferência promovida pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, em colaboração com a Associação Famalicão em Transição, com a Federação Concelhia das Associações de Pais e com o Centro de Formação da Associação de Escolas de Vila Nova de Famalicão. A iniciativa vai ter lugar no dia 19 de outubro, pelas 21h00, no Auditório da Escola Secundária Camilo Castelo Branco.

Cartaz_Coaching-na-Educação

A conferência conta com Sandra Belo e Fátima Coelho, responsáveis pela “Family Coaching”, a primeira empresa de coaching parental portuguesa.

Desta feita, a abordagem ao tema tem uma vertente prática com a realização de duas oficinas temáticas no dia seguinte, dia 20 de outubro, das 10h00 às 13h00, na Escola Secundária Camilo Castelo Branco, dirigidas a pais e a profissionais.

O workshop para pais tem por temática: Disciplina e limites: alternativas aos gritos e às birras dos pais ou Pais confiantes, filhos felizes.

O workshop para profissionais tem por temática: O coaching parental e os valores das famílias com quem trabalhamos.

A participação é gratuita mas sujeita a inscrição obrigatória através do preenchimento deste formulário: https://goo.gl/forms/mg4Fxn2c813OTCNH3

CENTRO "QUALIFICA" ALUNOS DE CELORICO DE BASTO

Centro “Qualifica” entrega diplomas do curso “Noções Básicas de Aprendizagem”. 9 alunos concluíram o 4º ano e 1 o 6º ano de escolaridade

Durante o último ano letivo, 10 adultos, com escassas noções de aprendizagem, concluíram o curso “Noções Básicas de Aprendizagem”. No dia 4 de outubro, nove desses alunos receberam o diploma do 4º ano de escolaridade e um aluno o diploma do 6º ano.

_DSC6131

Numa parceria ativa entre o CLDS 3G, promovido pelo Município de Celorico de Basto, e o Centro Qualifica, do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto, 10 adultos, alguns dos quais analfabetos viram agora, o sonho realizado e concluíram satisfatoriamente o 4º ano de escolaridade.

“O nosso trabalho de campo tem-nos permitido realizar alguns sonhos como o de saber ler e escrever. A nossa parceria ativa com o Centro Qualifica permitiu a estes alunos a aquisição de novas competências que serão muito importantes para o mercado de trabalho, cada vez mais competitivo” disse Elisabete Coelho, Técnica do CLDS 3G.

Uma formação que foi concluída com a entrega dos diplomas mas que é para continuar para outros níveis como é vontade do Centro Qualifica e dos formandos.

“Esta formação “Noções Básicas de Aprendizagem” tem sido muito gratificante para o Centro Qualifica que vê agora os primeiros 10 adultos, sem competências de escrita e de leitura, a completar o 4º ano de escolaridade” disse Luís Lemos, representante do Centro Qualifica.

Os diplomas foram entregues na Associação de Solidariedade Social de Basto, local onde o curso foi lecionado, e entidade parceira em toda a formação.

VALENÇA QUER MAIS SUCESSO ESCOLAR

Valença quer que os alunos do concelho tenham mais sucesso escolar no seu percurso académico. School 4All é o novo programa de combate ao insucesso escolar.

unnamed

Valença arranca este ano letivo com o School 4All, um programa inovador de combate ao insucesso escolar, com dois técnicos já a fazer acompanhamento, aos alunos com mais dificuldades, nas escolas do concelho.

De entre as medidas a aplicar destacam-se:

Sala do Futuro

Mais novas tecnologias, mais partilhe de conhecimentos, promoção do ensino para a investigação e desenvolvimento de boas práticas é o objetivo da criação da Sala do Futuro.

Equipas multidisciplinares

Profissionais especializados, nas várias áreas de intervenção pedagógica, em equipas multidisciplinares destinadas a acompanhar, em permanência, os alunos que revelem maiores dificuldades de aprendizagem, risco de abandono escolar, comportamentos de risco ou se encontrem na iminência de ultrapassar o limite de faltas.

Mais Ciências, Experiências e Inovação

Mais sensibilização dos alunos para a importância das ciências experimentais, utilizando novos meios multimédia para organizar, investigar e desenvolver as experiências realizadas e incentivar a utilização de práticas educativas inovadoras.

Mais Criatividade e Imaginação

Desenvolver as capacidades de imaginação, criatividade, trabalho em grupo e inovação são outros dos objetivos.

Laboratório de Aprendizagem Criativa – LAC

Pretende-se desenvolver ações de partilha de boas práticas visando a promoção do sucesso escolar.

School 4All Valença enquadra-se no projeto municipal de proporcionar condições de excelência/qualidade no ensino básico e secundário do concelho.

A implementação do School 4All Valença implica um investimento de 238 763,00 €, financiados pelo Norte 2020 e pelo Fundo Social Europeu em 85%, e está integrado no Plano de Desenvolvimento Territorial do Alto Minho 2020. O projeto é desenvolvido pelo Município de Valença, Agrupamento de Escolas Muralhas do Minho e CIM Alto Minho.

PAN QUESTIONA APOIO DO ISCTE-IUL À TAUROMAQUIA

PAN quer saber porque que é que uma instituição pública de ensino superior está a pagar para promover a tauromaquia

  • ISCTE-IUL adjudicou a realização de documentário que elogia a tauromaquia
  • Conhecer os motivos que levaram a instituição universitária a encomendar um documentário de propaganda tauromáquica
  • Iniciativa contraria o sentido humanista e a evolução mental e civilizacional das sociedades

Após ter tido conhecimento de que o ISCTE-IUL, uma instituição pública de ensino superior, financiada pelo Estado, adjudicou, por ajuste direto, a realização de um documentário sobre tauromaquia a uma produtora, o PAN acaba de questionar o Ministério da Educação sobre os motivos que levaram esta instituição a celebrar este contrato sobre um documentário que é um elogio à tauromaquia.

A cláusula primeira do contrato, a que o PAN teve acesso, deixa claro que o documentário não visa uma perspetiva isenta sobre o tema, onde se colocam duas visões distintas de uma mesma realidade, mas da encomenda de um trabalho que serve, com dinheiros públicos, para promover a tauromaquia.

Uma vez que não constam do contrato, nem são públicos, o PAN gostaria de conhecer os motivos que levam uma prestigiada instituição de ensino superior a pagar para promover o setor tauromáquico.

“No respeito pela autonomia das instituições entendemos, no entanto, que esta iniciativa contraria aquilo que a academia devia estimular, o abandono progressivo das tradições anacrónicas e contrárias àquele sentido humanista que vê a cultura como um contributo para nos tornar melhores seres humanos, que caracteriza a evolução mental e civilizacional das sociedades – e que melhor corresponde à sensibilidade contemporânea”, reforça André Silva, Deputado do PAN.

MUNICÍPIO DE FAMALICÃO PROMOVE MAIS DE DUAS DEZENAS DE PROGRAMAS EDUCATIVOS NAS ESCOLAS

Atividades abrangem todos os ciclos de ensino do pré-escolar ao secundário

O programa educativo municipal “Viagens pelo Património Cultural de Vila Nova de Famalicão” levou no ano letivo 2017/2018, perto de três mil crianças do pré-escolar e do 1.º ciclo a visitar os museus do concelho. O projeto que tem como principal objetivo fomentar a descoberta e o interesse dos mais novos pelos diversos espaços museológicos concelhios é um dos programas promovidos pela Câmara municipal junto das escolas que mais sucesso alcança, cativando as escolas, os alunos e as suas famílias.

Programas destinam-se aos vários ciclos

Os números foram apresentados na passada quinta-feira, durante o Conselho Municipal de Educação público extraordinário, que reuniu os vários parceiros e comunidade educativa do município. O encontro ficou marcado pelo lançamento dos programas educativos municipais para o presente ano letivo, um conjunto de propostas que vão de encontro aos objetivos da Cidade Educadora.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “o desfaio da educação é cada vez mais amplo e multidisciplinar. Enquanto município educador, Vila Nova de Famalicão assume os princípios da educação como estratégia de desenvolvimento do território”.

Neste âmbito, “a presença da autarquia na escola procura ser o mais abrangente possível e vai muito além do edifício físico”. Através dos múltiplos projetos educativos promovidos pelo município pretende-se “valorizar e diferenciar a escola”. “Não devemos padronizar os alunos, pelo contrário devemos potenciá-los nas suas diferenças”, acrescentou o autarca.

Paulo Cunha sublinhou ainda que “as escolas devem ter as condições necessárias para introduzir novos projetos, para inovar e fazer coisas novas e mais cativantes”.

Atualmente, a autarquia promove mais de duas dezenas de programas educativos destinados aos vários ciclos escolares e que se dividem em várias temáticas.

No que diz respeito à promoção do património cultural, local e da cidadania, a autarquia disponibiliza para além do programa “Viagens pelo Património Cultural”, o “Mais Cidadania” que pretende promover o conhecimento do meio social, cultural e local para os alunos do 1.º ciclo e o “Mais Cidadania Jovem” para alunos do 2.º, 3.º e secundário com o objetivo de promover o conhecimento dos órgãos do poder local contribuindo para uma maior aproximação da Administração Pública aos jovens. Destaque ainda para a “Escola de Educação Rodoviária” destinada ao 1.º ciclo que pretende despertar nas crianças atitudes corretas de circulação na via pública e para o programa “Ser Europa” para alunos e professores do 3.º ciclo e secundário que tem como objetivo capacitar os participantes e alavancar projetos que permitam o acesso a oportunidades de intercambio internacional e diálogo intercultural.

No âmbito da promoção das competências sociais e emocionais, a autarquia apresenta três programas direcionados para às várias idades e encarregados de educação. O “crescer a Brincar” destina-se ao pré-escolar e 1.º ciclo e pretende promover a disciplina, o autocontrolo e a autoestima. Para os alunos do 2.º ciclo e 3.º ciclo existe o programa “Acompanhar” com o objetivo de criar processos potenciadores da melhoria do rendimento escolar, inclusão e envolvimento social. Referência ainda para o programa “Educação Parental” destinado aos encarregados de educação.

No que diz respeito à promoção dos conteúdos curriculares realce para os programas “Falar, Ler e Escrever”, “Plataforma Ainda Estou a Aprender” e “Litteratus” para as crianças do pré-escolar e 1.º ciclo e com o objetivo de aumentar os níveis de literacia e despertar nos alunos o prazer pela leitura. Destaque ainda para o “Hypatiamat” para os alunos do 2.º ano do 1.º ciclo e que pretende melhorar os resultados da matemática. “Bué de Ciência” e “Made 4 Schools” destina-se ao 1.º ciclo e 3.º e 4.º anos e quer despertar o interesse pelas ciências experimentais. No pré-escolar destaca-se ainda a “Psicomotrocidade” para o desenvolvimento das capacidades físicas.

Na promoção de competências empreendedoras, inovação e criatividades estão englobados os programas “Ter Ideias para Mudar o Mundo”; “My Machine” e “Escolas Empreendedoras”. Os projetos destinam-se a todos os ciclos desde o pré-escolar ao secundário e pretendem promover junto das crianças e jovens competências empreendedoras e o espirito de iniciativa. Para o 3.º ciclo e secundário existe o “Projeto Concelhio de Intervenção Vocacional” que se desenvolve em conjunto com a rede de psicólogos dos estabelecimentos de ensino e pretende dinamizar um grupo de trabalho com vista à realização de ações concertadas no território.

Por fim, destaque para a promoção da inclusão e da equidade que se concretiza através do Centro de Recursos Educativos com inúmeras atividades.

Para Paulo Cunha, este conjunto de programas educativos colocam “Famalicão num patamar de excelência no que diz respeito à educação”.

Escola de Educação Rodoviária.docx

MUNICÍPIO DE PONTE DA BARCA ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO A ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR

Reunião de Câmara de 24 de setembro. Autarquia vai atribuir Bolsas de Estudo a estudantes do Ensino Superior

O executivo da Câmara de Ponte da Barca aprovou, em reunião de câmara, a versão final do Projeto de Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo para estudantes do Ensino Superior do município de Ponte da Barca.

Capturar1

Trata-se de uma medida há muito defendida pelo presidente da Câmara, Augusto Marinho, por considerar que é um importante incentivo aos jovens barquenses que, querendo legitimamente continuar os seus estudos, por razão de limitações económicas familiares não o conseguem. É, para o autarca barquense, uma medida justa que visa a igualdade de oportunidades e que abre novos horizontes aos jovens de Ponte da Barca.

Entretanto, no período antes da ordem do dia, o presidente da Câmara deu nota de que o arranque do ano letivo decorreu dentro da normalidade, dando ainda conta da presença no jantar que a autarquia e o agrupamento de escolas promoveram a todos os alunos que concluíram a escolaridade obrigatória e a todos os 53 estudantes que ingressaram no Ensino Superior, deixando um voto de felicitações e sucesso a todos, quer ao nível de realizações pessoais quer profissionais.

Ainda no âmbito da educação, deu conta da assinatura dos contratos para os transportes escolares, destacando que destes concursos resultou, este ano letivo, uma grande poupança.

Congratulou, ainda, a Associação de Estudantes do Agrupamento de Escolas pelo gesto solidário que tiveram com a atribuição de donativos a três Instituições concelhias, donativos que resultaram da decisão de partilhar o saldo das suas contas no término do ano letivo transato.

A escolha das instituições, designadamente, Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Ponte da Barca, à Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental e o Projeto de Reconstrução da Igreja de Lavradas resultou deuma votação online. O gesto altruísta destes jovens barquenses mereceu da parte de todo o executivo merecidos elogios.

Informou que esteve presente na comemoração dos 270 anos da Santa Casa da Misericórdia e da realização no passado dia 16 do Grande Prémio de Portugal no Hipódromo de Ponte da Barca, registando com muito agrado o sucesso e afluência de público na iniciativa.

Augusto Marinho deu conta, ainda, que marcou presença numa iniciativa levada a cabo pela empresa de animação turística TOBOGA, na União de Freguesias de Entre Ambos-os-Rios, Ermida e Germil, com os utentes da APPACDM. A iniciativa permitiu que estes utentes com necessidades especiais pudessem usufruir de atividades radicais através da prática de canyoning, num dia emotivo e divertido. O presidente deixou, ainda, uma palavra GNR que também participou e apoiou esta iniciativa.

Fez referência à desfolhada de Bravães que decorreu no último fim de semana e que continua a ser uma referência na nossa cultura e tradição, dando conta que a desfolhada de Lavradas acontece já no dia 29 de setembro. Por último, fez referência a algumas reuniões decorridas com a CIM Alto Minho, Epralima e outras entidades.

Nesta reunião foi ainda aprovada a proposta de Alteração ao Mapa de Pessoal; a abertura de procedimento concursal para o recrutamento de um trabalhador para a carreira e categoria de assistente técnico, para celebração de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado para ocupação de lugar na área de biblioteca e documentação; a abertura de procedimento concursal para a empreitada

“Dotação de condições de circulação pedonal e clicável na Avenida Fernão de Magalães”, e a proposta de projeto de Regulamento Municipal do Comércio a Retalho não sedentário exercido pelos Feirantes e Vendedores ambulantes.

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE APOIA ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS

Integrada na política educativa do Município e numa ótica de promoção da igualdade de oportunidades ao nível do acesso de todos os alunos a uma educação inclusiva de qualidade, a Câmara Municipal de Esposende continuará a comparticipar, no presente ano letivo, a aquisição de materiais didático-pedagógicos aos alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE) que, devido às especificidades das suas problemáticas, não utilizam os manuais escolares adotados.

DSC06977

A Autarquia irá transferir, de acordo com deliberação aprovada, por unanimidade, em reunião do executivo, o montante correspondente a 50 euros por aluno, abrangendo um total de 20 crianças dos Agrupamentos de Escolas António Correia de Oliveira e António Rodrigues Sampaio. Este apoio destina-se a aquisição de materiais didático-pedagógicos específicos, podendo ser alargado a outros alunos nas mesmas circunstâncias que, eventualmente, venham a ser referenciados pelos Agrupamentos de Escolas no decurso do ano letivo.

Este apoio enquadra-se na política do Município para a Educação, integrando o vasto leque de apoios à comunidade educativa, desde a oferta de fichas de atividades aos alunos dos diversos anos de escolaridade do 1.º Ciclo do Ensino Básico do concelho, ao apoio às refeições e aos transportes escolares, entre outros.

FAMALICÃO APOSTA FORTE NO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO

IPB, IPCA e CESPU garantem oferta de 20 Cursos Técnicos  Superiores Profissionais (TESP)

O ensino superior público chegou em força a Vila Nova de Famalicão com a oferta dos novos cursos Técnicos  Superiores Profissionais (TESP) lecionados pelo Instituto Politécnico de Bragança (IPB) e pelo Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA). Acompanhando a tendência atual que se verifica no país, com o número de alunos inscritos nestes cursos a aumentar 40 por cento em dois anos, Vila Nova de Famalicão disponibiliza, neste ano letivo, dez cursos ampliando consideravelmente a oferta em relação ao ano passado em que eram lecionados apenas três cursos.

IPCA funciona nas instalações do Citeve

Ao IPB e ao IPCA junta-se ainda a Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU) que lança, este ano, dois novos TESP’s, Bioanalises e Controlo; e Manutenção e Controlo de Equipamentos Biomédicos, mantendo a oferta de Gerontologia; e Bem Estar e Termalismo.

Depois de ter iniciado com Comunicação Digital no início de 2018, o IPB lança agora os cursos de Administração e Negócios; Tecnologia Alimentar; e Análises Químicas e Biológicas. Por sua vez, o IPCA disponibiliza formação nas áreas de Design de Moda; e Exportação e Logística.

Refira-se que o IPB está a funcionar nas instalações da Didáxis de Vale S. Cosme e o IPCA nas instalações do Citeve.

Ao todo, estes dez TESP’s têm capacidade para oferecer formação a cerca de 200 estudantes, sendo que neste momento, estão já inscritos mais de 100 alunos.

Os TESP’s são cursos de  Formação superior, com a duração de 4 semestres letivos, correspondente a dois anos, que vieram substituir os Cursos de Especialização Tecnológica. Este ciclo de estudos superiores confere Diploma de “Técnico Superior Profissional”, de Nível 5, e dão acesso a uma Licenciatura no ensino superior politécnico sem a realização das provas de ingresso (exames nacionais) permitindo ainda a obtenção de competências técnicas e profissionais fundamentais para uma rápida entrada no mercado de trabalho. Os alunos podem beneficiar das bolsas de estudo, à semelhança do que acontece nas licenciaturas.

Para acederem a estas formações os candidatos têm de possuir o curso secundário ou habilitação legalmente equivalente; tenha sido aprovado nas provas especialmente adequadas para maiores de 23 anos; sejam titulares de um diploma de especialização tecnológica ou de técnico superior profissional; ou sejam titulares de um grau de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional.

Até 30 de setembro está a decorrer a segunda fase de candidaturas e até 14 de dezembro decorre a terceira fase.

UNIVERSIDADE SÉNIOR DE FAMALICÃO INICIA ANO LETIVO COM MAIS DE 80 ALUNOS

Visita ao Museu de Serralves abre atividades no dia 9 de outubro

A Universidade Sénior de Vila Nova de Famalicão inicia as atividades do ano letivo 2018-2019 no dia 9 de outubro, com uma visita ao Museu de Serralves, que é considerado o mais importante museu de arte contemporânea em Portugal. Na ocasião será realizado também um almoço-convívio com os mais de 80 alunos que frequentam a instituição.

Fernando Costa _ Presidente da Universidade Sénior de Famalicão _01

As aulas na Universidade Sénior começam no dia 10 de outubro. No total, são disponibilizadas 16 opções diferentes de aulas, em áreas de conhecimento como Literatura, Psicologia, Economia, Filosofia, História, Direito, Desenho/Pintura, Informática, Fotografia Digital, Grupo de Cantares, Técnicas de Meditação e Yoga.

O novo ano letivo traz algumas novidades. Além das aulas de Inglês e Francês, os alunos poderão aprender dois novos idiomas. Serão disponibilizados aos alunos aulas de Italiano e Espanhol.

“Temos aulas todos os dias e uma oferta bastante diversificada”, explica Fernanda Costa, presidente da Universidade Sénior de Vila Nova de Famalicão, acrescentando que “todas as disciplinas são adaptadas à realidade dos seniores”.

A responsável salienta que a missão da Universidade Sénior de Vila Nova de Famalicão vai além de ministrar conteúdos, é proporcionar “momentos felizes através da interação, participação em atividades recreativas e vivências socioculturais”.

Fundada em 2005, a Universidade Sénior de Vila Nova de Famalicão visa incentivar a participação e organização dos seniores em atividades culturais e de lazer, divulgar a história, as línguas, a arte, a informática, as tradições, os locais e demais fenómenos culturais entre os idosos, ser um polo de informação e divulgação de serviços e direitos dos seniores, desenvolver as relações interpessoais e sociais entre as diversas gerações famalicenses e fomentar o voluntariado na comunidade famalicense.

Podem inscrever-se na Universidade Sénior de Vila Nova de Famalicão cidadãos famalicenses com mais de 50 anos. A Universidade Sénior está instalada na Rua Narciso Ferreira, Nº 57, 1º andar (junto à Tabacaria Sampaio).

Fernanda Costa _ Presidente da Universidade Sénior de Famalicão 02

CÂMARA DE CAMINHA ABRE CANDIDATURAS PARA ATRIBUIÇÃO DE INCENTIVOS A ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR

Prazo termina a 19 de outubro

A Câmara Municipal de Caminha acaba de abrir as candidaturas para atribuição de incentivos a estudantes do ensino superior para o ano letivo 2018/2019. Para além dos beneficiários de anos anteriores, o Município vai apoiar mais cinco estudantes do concelho. O prazo termina a 19 de outubro.

A educação e o apoio financeiro às famílias caminhenses continuam a estar no rol de prioridades do executivo camarário. Recorda-se que, no ano letivo 2017/2018, a Câmara beneficiou 9 estudantes, num investimento superior a 15 mil euros.

É de sublinhar que os incentivos se dirigem a estudantes que reúnam os requisitos seguintes: residam no concelho de Caminha, há pelo menos 2 anos; ingressem ou frequentem um curso superior; façam prova do pedido de bolsa de estudo aos serviços sociais da respetiva universidade/ instituto ou comprovativo do benefício da mesma; não sejam titulares de curso superior; e que o agregado familiar não ultrapasse um rendimento "per capita" superior a 40 % do Salário Mínimo Nacional. Estes requisitos também se aplicam aos beneficiários de anos anteriores.

O valor a atribuir a cada estudante será igual a três vezes o salário mínimo nacional fixado para o primeiro dos anos civis que constituem o ano letivo respetivo e a sua duração será igual à do tempo mínimo estabelecido para a obtenção do grau de licenciatura com aproveitamento escolar.

As candidaturas terminam a 19 de outubro. Os candidatos deverão efetuar a inscrição na Câmara Municipal de Caminha, no Gabinete de Ação Social ou no Gabinete de Apoio no Munícipe, em Vila Praia de Âncora.

BRAGA: CENTRO ESCOLAR DE GUALTER AO SERVIÇO DA COMUNIDADE EDUCATIVA

Requalificação representa investimento superior a 1 milhão de euros

A Freguesia de Gualtar conta agora com um Centro Escolar moderno e funcional em perfeita harmonia com os novos desafios da Educação. As obras de requalificação e ampliação da Escola EB1 de Gualtar foram inauguradas esta Sexta-feira, 21 de Setembro, num projecto que se integra na estratégia definida na ‘Carta Educativa’ do Município de Braga, e que representa um investimento superior a um milhão de euros, financiado pelo Programa Operacional Regional do Norte - NORTE2020.

CMB21092018SERGIOFREITAS00000014503

A segurança e conforto dos alunos, professores e funcionários, foi uma das grandes prioridades na elaboração deste projecto, que foi ao encontro de uma aspiração antiga da população desta área do Concelho.

“Esta é uma história com final feliz e resulta do esforço e do sonho de muitas pessoas e instituições que, ao longo de muitos anos, sempre se debateram para que Gualtar fosse dotado de uma escola de excelência como esta”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, numa cerimónia que contou com a presença de vereadora da Educação, Lídia Dias, do presidente da Junta de Freguesia de Gualtar, João Vieira, e dos representantes da comunidade educativa.

Segundo o Autarca, o Município de Braga tem vindo a investir na melhoria dos equipamentos escolares de Concelho, seja com pequenas intervenções ou com obras de maior envergadura. “Já na próxima Segunda-feira, iremos inaugurar a requalificação da Escola EB 1 de S. Lázaro, um equipamento que carecia de uma intervenção profunda e que agora oferece todas as condições para acolher toda a comunidade educativa”, concluiu Ricardo Rio.

CMB21092018SERGIOFREITAS00000014506

CMB21092018SERGIOFREITAS00000014511

CMB21092018SERGIOFREITAS00000014512

CMB21092018SERGIOFREITAS00000014513