Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

O ENSINO PROFISSIONAL DE FAMALICÃO ESTÁ VIVO E RECOMENDA-SE

Coleção de vestuário transformável vence concurso “O Meu Projeto é Empreendedor”

Ter um guarda-roupa variado, mas minimalista, a partir da aquisição de poucas peças. Esta é a proposta da coleção “Mutante”, que valeu à jovem Mariana Garcia o primeiro prémio do concurso “O Meu Projeto é Empreendedor”, que todos os anos destaca as Provas de Aptidão Profissional mais inovadoras apresentadas pelos alunos do ensino profissional de Vila Nova de Famalicão.

Projeto Mutante.jpg

O projeto da aluna do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco foi um dos onze finalistas da iniciativa, cujos vencedores foram conhecidos na passada sexta-feira, dia 15 de novembro.

O primeiro prémio, no valor de 1000 euros, foi então para a coleção de vestuário transformável de Mariana Garcia em que, por exemplo, um simples casaco pode transformar-se numa saia. A marca de roupa “Cultive Company”, inspirada nos mundos culturais urbanos e desenvolvida na Escola Profissional OFICINA, e o dispositivo de alerta e apoio a crianças, desportistas, doentes e idosos, “Vital Code”, dos alunos Inês Maia e Hugo Pinto do INA, arrecadaram o segundo (500 euros) e terceiro (250 euros) lugares do concurso, respetivamente.

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, teve a oportunidade de conhecer ao detalhe cada um dos 11 projetos finalistas.

O edil destacou o “enorme grau de realização e exequibilidade” das ideias apresentadas, o que “significa que as escolas já conseguiram incorporar um conjunto de competências que normalmente só estavam nas empresas”, referiu.

Surpreendido com a maturidade dos projetos, Paulo Cunha aproveitou ainda a oportunidade para elogiar a qualidade do ensino profissional famalicense.

“A ideia clássica de que a formação superior era a que trazia mais retorno do ponto de vista da realização pessoal e profissional é uma ideia ultrapassada. A área profissional é hoje uma escolha com uma elevadíssima probabilidade de sucesso”, acrescentou.  

Recorde-se que o concurso “O Meu Projeto é Empreendedor” é promovido pela Rede Famalicão Empreende com o objetivo de fomentar o empreendedorismo nos jovens estudantes e valorizar o ensino profissional no concelho.

Os onze projetos finalistas foram desenvolvidos no ano letivo 2018/2019 e correspondem a ideias desenvolvidas no Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, na Escola Profissional Forave, no Agrupamento de Escolas D. Sancho I, no Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado, na Escola Profissional OFICINA e no INA.

PONTE DE LIMA DEBATE SUCESSO ESCOLAR

Seminário “School4all + Sucesso Escolar em Ponte de Lima”. 6 de novembro – 14 horas - Auditório Rio Lima

O Município de Ponte de Lima promove amanhã, 6 de novembro, o seminário denominado “School 4All + Sucesso Escolar em Ponte de Lima”.

Cartaz_Seminario.jpg

O encontro que reúne os quatro agrupamentos escolares do concelho, realiza-se no Auditório Rio Lima, a partir das 14 horas e visa mostrar as diversas dinâmicas dos Espaços de Aprendizagem Personalizada Ciência Divertida 3.0 + Educação 4.0.

O projeto pedagógico School4all tem como principal missão promover a melhoria do sucesso educativo e reduzir o abandono escolar precoce seguindo as metas definidas no Plano Nacional de Reformas e do Portugal 2020.

Neste contexto, o Município de Ponte de Lima apostou na implementação do projeto, considerando que a Educação é um eixo fundamental para o desenvolvimento do concelho, traduzindo-se num investindo de cerca de 608 578,15€, cofinanciado em 85% pelo FSE.

O Seminário “School 4All + Sucesso Escolar em Ponte de Lima” integra um conjunto de ações planeadas, sendo que na ação de implementação dos Espaços de Aprendizagem Personalizada são abordados os temas associados às “Alterações Climáticas”, contando com a participação dos diretores dos agrupamentos de escolas do concelho e das respetivas comunidades educativas, cabendo a cada uma a apresentação da temática em várias formas, nomeadamente, “Alterações Climáticas – Impacto na Natureza e Biodiversidade – O impacto das alterações no desenvolvimento das plantas”; Alterações Climáticas: impacto e desafios a nível da saúde”; Alterações Climáticas e a identidade cultural”; “Cenário climático de Portugal em 2100 e seus impactos”.

O programa inclui ainda a apresentação da comunicação “Make It Pedagogical” por José Alberto Lencastre do CIED, UM - Universidade do Minho, seguindo-se o debate moderado por Marco Bento do CIED da UM.

Paralelamente, também será lançada a plataforma ‘Ponte de Lima EduTEc’ que foi planeada, estruturada e implementada para ser uma ferramenta complementar de apoio pedagógico aos Novos Espaços de Aprendizagem Personalizada criados nas EB 2,3 de Ponte de Lima pelo Município.

programa_Seminario.jpg

VIEIRENSES AUMENTAM A ESCOLARIDADE ATRAVÉS DA FORMAÇÃO

Formação - Equivalências do 4º ao 12º ano

Tem mais de 18 anos e precisa de aumentar a sua escolaridade? Procura uma equivalência ao 4º, 6º, 9º ou 12º ano? Temos a resposta para si no Centro Qualifica do Agrupamento de Escolas de Póvoa de Lanhoso.

Encontramo-nos a desenvolver processos para obtenção de uma equivalência escolar no Concelho de Vieira do Minho, em horário pós-laboral.

Este é um serviço gratuito ajustado às necessidades de qualquer candidato.

Inscreva-se através da Câmara Municipal de Vieira do Minho.

Conte connosco! Esperamos por si!

Banner VM.png

TERRAS DE BOURO ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO

Bolsas de estudo do Ensino Superior – Candidaturas

O Município de Terras de Bouro informa que se encontram abertas até dia 31 de dezembro as candidaturas às bolsas de estudo para os estudantes do ensino superior.

No seguimento das medidas de apoio ao ensino por parte do Município de Terras de Bouro, os candidatos interessados podem efetuar a sua inscrição até ao próximo dia 31 de dezembro no Balcão Único, no edifício da câmara municipal, mediante o preenchimento de requerimento próprio e entrega dos documentos necessários para efetuar a  instrução do processo ou enviar por e-mail para o geral@cm-terrasdebouro.pt .

foto da Câmara Municipal de Terras de Bouro.2.JPG

EPATV GALARDOADA COM A BANDEIRA VERDE

A EPATV comemorou no dia 18 de outubro, o Dia das Bandeiras Verdes, no multiusos de Guimarães, com a entrega das bandeiras a todas as Escolas do País.

IMG_20191018_115618.jpg

A cerimónia do Galardão, trata-se do maior evento da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE). Neste dia, as escolas recebem o galardão Eco-Escolas como reconhecimento do trabalho desenvolvido no âmbito do programa ao longo do ano letivo, estimando-se a presença de mais de quatro mil crianças de escolas de todo o País.

O programa é coordenado a nível internacional, nacional, regional e de escola. Esta coordenação multinível permite a confluência para objetivos, metodologias e critérios comuns que respeitam a especificidade de cada escola relativamente aos seus alunos e caraterísticas do meio envolvente.

Depois da entrega dos prémios dos desafios 2018/19 e dos espetáculos no palco da Gala da Tarde, o dia terminou com a entrega da Bandeira Verde Eco-Escolas a cada uma das escolas presentes.

A EPATV relativamente às atividades 2018-19 recebeu os prémios referentes ao 3º lugar no Eco-Painel dos alimentos e ao 2º lugar para o Calendário do mar.

A EPATV contribuiu com 22 alunos, voluntários, na organização do evento, que tiveram funções na receção, nos insufláveis, nos jogos das Eco-Escolas e nas pinturas faciais.

A EPATV inscreveu-se pela primeira vez no programa Eco-Escolas no ano letivo 2007/2008 e desde essa data foi sempre galardoada com a Bandeira Verde, reconhecido pelas boas práticas ambientais que tem adotado com toda a comunidade escolar.

IMG_20191018_142325_BURST001_COVER.jpg

IMG_20191018_114707.jpg

AMARES RECEBE ALUNOS ERASMUS DE QUATRO DIFERENTES PAÍSES

Amares acolhe alunos de quatro países diferentes no âmbito do projeto Erasmus+ “The Power of Maths”

Um grupo de 20 alunos e 12 professores encontram-se, até ao final do dia de amanhã, a desenvolver um conjunto de atividades educativas nas escolas Secundária e EB2,3 do Agrupamento de Escolas de Amares. As quatro equipas, vindas de Itália, Polónia, Lituânia e Turquia, foram recebidas, esta manhã, no Salão Nobre da Câmara Municipal, pelo vice-presidente, Isidro Araújo, e pela vereadora da Educação, Cidália Abreu.

IMG_3982.JPG

“Amares é vossa. Sintam-se em casa”, as palavras foram endereçadas aos alunos e professores pelo vice-presidente da Autarquia, como forma de dar as boas vindas aos integrantes do projeto. “O Município de Amares terá sempre as portas abertas para vos acolher e para acolher este género de intercâmbios, que promovem a partilha de saberes, de sabores, de culturas, formas de estar e de viver, e que trazem um pouco da história de outros países e levam também um pouco da nossa”, acrescentou o autarca.

Também a diretora do Agrupamento de Escolas de Amares, Flora Monteiro, reconheceu que esta é uma “excelente” oportunidade para toda a comunidade educativa. “É um enriquecimento enorme para os nossos alunos a possibilidade de contactar com outras culturas. Abre horizontes e outras perspetivas. É mais um dos projetos enriquecedores do nosso agrupamento, que tem também acolhido outros projetos Erasmus”.

Ao longo de uma semana, os alunos e professores têm estado envolvidos em atividades educativas relacionadas com a matemática, robótica e multimédia, bem como em atividades turísticas e culturais na região.

IMG_4022.JPG

NI STUDY: UM PROJETO EMPRESARIAL DE REFERÊNCIA NA ÁREA DA EDUCAÇÃO

A NI STUDY foi uma das iniciativas que integrou o projeto Creative Village, promovido pela Associação Famílias, tendo o apoio versado essencialmente a construção do plano de negócio e o desenho da estratégia de marketing. A promotora, Inês Veloso, integrou também outros eventos promovidos pelo projeto Creative Village.

Capturarnyst (1).PNG

A NI STUDY atua em três áreas distintas: (1) Apoio ao estudo centrado no desenvolvimento de competências transversais; (2) Explicações, mediante o incentivo de uma cultura de autossuperação e (3) Desenvolvimento de áreas temáticas, designadamente através da implementação de atividades extracurriculares.

A empresa possui um espaço central e amplo, com salas confortáveis e indutoras da concentração, no sentido de proporcionar aos alunos as melhores condições para o processo de ensino-aprendizagem.

Ciente das exigências atuais, a NI STUDY apostou na seleção de recursos humanos experientes e altamente qualificados, o que aporta um valor acrescentado ao projeto empresarial.

VIEIRA DO MINHO ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO

Bolsas de Estudo Universitárias, candidaturas até 31 de Dezembro

A Câmara Municipal de Vieira do Minho informa que se encontram abertas as candidaturas para o Programa de atribuição de bolsas de estudo para estudantes do ensino superior.

BOLSASUNIV-8.jpg

Os candidatos interessados podem efetuar a sua inscrição até ao próximo dia 31 de Dezembro junto do Gabinete de Apoio ao Cidadão, da Câmara Municipal mediante o preenchimento de requerimento próprio e entrega dos documentos necessários para instrução de candidatura.

Os documentos necessários para efectuar a candidatura encontram-se disponíveis no Site da Câmara Municipal www.cm-vminho.pt , no link:  Fwd: https://cm-vminho.pt/wp-content/uploads/2019/04/Checklist-bolsas-de-estudo.pdf

UNIVERSIDADE SÉNIOR DE MONÇÃO INICIOU ONTEM O ANO LETIVO

As aulas da Universidade Sénior de Monção, que comemora doze anos de existência, iniciaram-se ontem, 16 de outubro. A receção aos alunos e respetiva sessão de abertura, realizou-se na terça-feira, no auditório da Biblioteca Municipal de Monção.

Presente na sessão, a Vereadora da Educação, Juventude e Recursos Humanos, Natália Rocha, deu as boas vindas aos presentes, agradeceu a disponibilidade dos professores e desejou a todos um bom ano letivo preenchido com conhecimento, partilha e camaradagem.

Tendo como objetivo o intercâmbio de ideias e saberes, a Universidade Sénior de Monção conta, no ano letivo 2019/2020, com meia centena de alunos inscritos, sendo ministradas as disciplinas de corpo, mente e bem-estar; dança; tuna; hidroginástica; diversarte; pilates; ser cidadão ativo; iniciação ao inglês, informática; e fortificações do Alto Minho.

As aulas realizam-se no Complexo de Piscinas Municipal, Arquivo Municipal, Quartel dos Bombeiros Voluntários de Monção e Escola Profissional de Monção. A inscrição custa 12,00 € e a mensalidade é de 20,00 € ou 25,00 €, para quem quiser participar na hidroginástica. Todas as atividades extracurriculares são pagas à parte.

O plano de atividades engloba ainda diversas atividades de enriquecimento pessoal como oficinas de trabalho, palestras, tertúlias, exposições, caminhadas, festas temáticas, viagens de estudo e intercâmbio com outras universidades seniores existentes no país.

FAMALICÃO: UM BOM CHEF NÃO NASCE POR ACASO

Roteiro da Inovação de Famalicão revela projeto da Academia de Sabores AESACADEMY, sexta-feira, 18 de outubro, pelas 10h30, em Ruivães  

Parece um estúdio de televisão, mas é uma academia de gastronomia onde se potenciam talentos e se formam novos chefs através de formação profissional prática e certificada nas áreas de cozinha, pastelaria, padaria, mesa e bar. A atmosfera é a mesma dos grandes concursos televisivos: há chefs para avaliar, fotógrafos para registar, cronómetros para marcar o tempo, ingredientes para explorar. Tudo para garantir certificação de profissionais do canal HORECA (Área de atividade económica relativa aos hotéis, restaurantes e cafés).

IMG_4798.JPG

A Aesacademy é uma academia dos sabores que está instalada num moderno e inovador cluster empresarial instalado na freguesia de Ruivães, em Vila Nova de Famalicão, que reúne um grupo de empresas de diferentes setores da área alimentar que respondem a necessidades reais das empresas.

Num espaço de mais de três hectares, onde também crescem microlegumes, microvegetais, flores comestíveis e ervas aromáticas, do prado ao prato, nasceu uma estrutura fascinante que vai ser alvo do Roteiro da Inovação de Vila Nova de Famalicão, a realizar amanhã, sexta-feira, 18 de outubro, pelas 10h30, no Centro Empresarial Nortada, Travessa Domingos Monteiro, 102, em Ruivães.

Aqui também acontecem concursos para revelar talentos. O Jovem Talento da Gastronomia é um concurso nacional das áreas de cozinha, pastelaria, artes da mesa e bar e que é composto por três etapas regionais e pela final nacional e cuja primeira eliminatória realizou-se precisamente esta semana na Aesacademy.

20190523_161432.jpg

DSCF2132.jpg

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE AVANÇA COM PLANO DE SUSTENTABILIDADE ALIMENTAR NAS ESCOLAS

O Município de Esposende procedeu, hoje, à apresentação do Plano de Sustentabilidade Alimentar – Geração S, que se propõe contribuir para a promoção da saúde e do bem-estar da comunidade escolar. Esta estratégia foi dada a conhecer na Conferência Sustentabilidade Alimentar, que decorreu no Centro de Educação Ambiental de Esposende, na presença dos vários parceiros associados ao projeto e de diversos agentes com responsabilidades nesta matéria.

_DSC6939.JPG

Tendo por base as diretivas da Estratégia Nacional para o Desenvolvimento Sustentável 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, este Plano assenta num conceito de economia circular e é orientado para o consumo de produtos locais, nomeadamente hortícolas e pescado.

O projeto tem quatro linhas orientadoras: Cantinas Escolares Sustentáveis, que fomentem hábitos alimentares saudáveis; ECOalimenta, tendo em vista o combate ao desperdício alimentar, a redução, reutilização, recuperação e reciclagem na área alimentar; AgroKids, que se traduz no desenvolvimento de hortas escolares para cultivo e consumo de produtos locais; e ReEduca, que se traduz em atividades pedagógicas que assegurem a consciencialização para a educação para a sustentabilidade alimentar.

Inovador, pioneiro, audaz, ambicioso, foram alguns dos adjetivos usados pelos diversos intervenientes para classificar este Plano que o Município vai implementar, já no presente ano letivo, nas escolas do concelho, e que se insere numa estratégia de promoção da saúde, visando a melhoria da qualidade de vida da população. Sublinhando que, tal como em várias outras áreas, Esposende tem liderado projetos inovadores, e lembrando o muito trabalho já desenvolvido pelo Município ao nível da promoção da alimentação saudável e do ambiente, a Vice-presidente da Câmara Municipal, Alexandra Roeger, referiu que, neste domínio, é possível ir mais além, fazer ainda mais e melhor e fazer diferente. Afirmou, assim, o empenho do Município nesta área, numa ótica de desenvolvimento do território e da melhoria das condições de vida dos munícipes.

A sessão iniciou-se com a assinatura de um protocolo entre o Município e a SONAE MC, com vista à implementação de hortas escolares. Seguiu-se a apresentação de um filme explicativo do Plano de Sustentabilidade Alimentar – Geração S, onde são realçados os benefícios e mais-valias deste projeto. Rui Lima, Nutricionista da Direção Geral de Educação, considerou que este Plano é uma micro experiência do que o Ministério da Educação defende no que respeita a relacionar as diferentes áreas da educação para a cidadania e considerou mesmo que “devia ser aplicado a nível nacional”.

Seguiu-se a apresentação dos resultados da avaliação da quantidade de sal nas sopas das cantinas escolares, por João Silva do ISAVE – Instituto Superior de Saúde. Foram objeto deste estudo as 25 cantinas escolares concelhias, com análise de sopas em três dias diferentes, durante o mês de janeiro de 2019. Embora variem de cantina para cantina, os resultados apontam para valores dentro do limite máximo aceitável, o que significa que cumprem as normas de quantidade de sal recomendada. Rita Pinheiro, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), sublinhou que o Município de Esposende tem apostado na questão da alimentação saudável nas escolas e defendeu que, para resultados mais eficazes ao nível da mudança de hábitos, nomeadamente na redução do sal, é importante ReEducar, tanto dentro como fora da escola, ao nível das famílias.

Com a presença dos vários parceiros afetos ao Plano de Sustentabilidade Alimentar – Geração S, proporcionou-se um momento de partilha, no Laboratório de Ideias, onde foram abordadas as vertentes do projeto e a sua aplicabilidade. Sob a moderação da Vice-presidente da Câmara Municipal, Alexandra Roeger, participaram neste debate Fernando Ferreira, Diretor ACES Cávado III – Barcelos/Esposende, Rita Pinheiro, do Instituto Politécnico de Viana de Castelo, Mafalda Duarte, do ISAVE – Instituto Superior de Saúde, Chefe Mário Rodrigues, Hugo Silva, da Movelife, José Ruivo, da Noocity, Hernani Zão, que produziu o filme de apresentação do Plano, Andreia Domingues, da SONAE MC, e Helena Cardoso, da DOCAPESCA. Todos enalteceram a mais-valia do projeto e felicitaram o Município pela “ousadia” e pela aposta na sustentabilidade alimentar das escolas, considerando que os ganhos são abrangentes e transversais à sociedade. Considerando as respetivas áreas de atuação, todos os oradores foram convidados a pronunciar-se sobre o projeto e todos se manifestaram expetantes e otimistas quanto aos resultados, tendo, de entre as conclusões mais relevantes, sido também apontada a pertinência de se fomentar a participação de toda a comunidade, aumentando o seu nível de informação e formação. A comunicação, nesse contexto, será, pois, uma das apostas, assim como a necessidade de se promover um debate mais alargado no que diz respeito às atuais diretivas e legislação em vigor em matéria de reaproveitamento alimentar.

O encerramento dos trabalhos esteve a cargo do Secretário Executivo da Comunidade Intermunicipal do Cávado, Luís Macedo, que saudou o Município de Esposende por esta aposta “É um projeto denso, consistente e vai ter consequências muito sérias não só ao nível concelhio, mas do território”, afirmou, realçando que, para além da questão da sustentabilidade alimentar, a Câmara Municipal está também a dar o exemplo ao nível da promoção da economia, ao envolver os produtores locais neste projeto, dinamizando a agricultura e a pesca. “É um projeto ambicioso com objetivos muito nobres”, rematou.

_DSC6961.JPG

_DSC7088.JPG

_DSC7109.JPG

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA ESTÁGIOS PROFISSIONAIS

Município arcuense abre Candidaturas para 11 Estágios PEPAL

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez tem em aberto, pelo período de 10 dias úteis, o procedimento de recrutamento e seleção de 11 estagiário(s), no âmbito da 6ª edição – 2ª fase do programa de Estágios Profissionais na Administração Local (PEPAL).

estagios-pepal-bg.png

Os 11 estágios distribuem-se por diversas áreas de formação superior, nomeadamente Planeamento e Sistemas de Informação Geográfica, Proteção Civil e Gestão Florestal, Ambiente e Segurança, Informática, Gestão de Espaços Culturais, Turismo, Animação Sociocultural e Comunicação.

Estes estágios com duração de 12 meses destinam-se a Jovens que estejam inscritos nos serviços de emprego do Instituto do Emprego e da Formação Profissional, I.P (IEFP, I.P.), na qualidade de desempregados; tenham até 30 anos de idade, inclusive, aferidos à data de início do estágio (no caso de pessoas com deficiência e ou incapacidade o limite de idade é de 35 anos) e possuam uma qualificação correspondente, pelo menos, ao nível 6 (licenciatura) da estrutura do Quadro Nacional de Qualificações.

As candidaturas são formalizadas obrigatoriamente, em suporte papel, utilizando o formulário do nível de qualificação de que o candidato é detentor, disponível no Portal Autárquico (www.portalautarquico.dgal.gov.pt) ou (www.cmav.pt), acompanhado obrigatoriamente de cópia dos documentos indicados no respetivo anexo, a entregar no Município de Arcos de Valdevez, Praça Municipal, 4974-003 Arcos de Valdevez.

Para a Autarquia a abertura destas vagas são um meio de dar mais bagagem profissional aos jovens e ajudar a criar-lhes condições para uma maior abertura no mundo do trabalho.

Candida-te!

MUNICÍPIO DE FAMALICÃO ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO

Candidaturas às bolsas de estudo ao ensino superior decorrem entre 15 de outubro e 15 de novembro. Os interessados devem formalizar a sua candidatura no site da Juventude de Famalicão em www.juventudefamalicao.org

Decorre entre 15 de outubro e 15 de novembro o período de candidaturas para a concessão de bolsas de estudo do munícipio de Vila Nova de Famalicão aos alunos famalicenses que frequentam o ensino superior (licenciatura e mestrado), público ou privado.

AFS_5518.jpg

Há mais de dez anos que a autarquia famalicense, através do Pelouro da Juventude, atribui anualmente bolsas de estudo aos alunos do concelho que frequentam o ensino superior. No ano letivo 2018/2019 foram entregues 283 bolsas – com apoios que oscilam entre os 1100 euros e os 500 euros – num investimento na ordem dos 183 mil euros, o que atesta bem a aposta do executivo municipal na promoção da formação superior dos jovens famalicenses.

As candidaturas podem ser formalizadas através de uma nova plataforma que estará disponivel entre 15 de outubro e 15 de novembro, no site da Juventude de Famalicão, em www.juventudefamalicao.org, onde está também disponível o regulamento para a atribuição das bolsas de estudo. Para mais informações os jovens famalicenses devem contactar a Casa da Juventude através do e-mail casadajuventude@vilanovadefamalicao.org ou do telefone 252 314 582/3.

Esta medida do município é encarada como mais uma aposta estratégica fundamental nos jovens famalicenses através da criação de condições de igualdade no acesso ao ensino e da criação de motivos para o fortalecimento do sentimento de pertença ao concelho.

“Os melhores e mais eficazes investimentos são aqueles que se fazem nas pessoas, na sua qualificação e formação. O sucesso destes jovens será também um dia o sucesso de Vila Nova de Famalicão”, diz a propósito o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

AMARES CELEBROU EXCELÊNCIA DOS ALUNOS DO CONCELHO

O Agrupamento de Escolas de Amares voltou a distinguir a excelência do ensino no concelho, na cerimónia de entrega de diplomas e certificados aos alunos que concluíram o Ensino Secundário, no ano letivo 2018-2019, na Escola Secundária de Amares. Mais um importante dia para a comunidade educativa, que distinguiu também os alunos que pertencem aos quadros de mérito e excelência, mérito desportivo e mérito humano (Ensino Secundário e Profissional) e ao qual o Município de Amares se associou uma vez mais.

IMG_3539.jpg

Na abertura da sessão, a vereadora da Educação Cidália Abreu, congratulou-se com a qualidade do ensino no concelho. “Estamos convictos de que ao reconhecermos a excelência, o mérito humano e desportivo, todo o empenho, dedicação e esforço que estes alunos fazem para serem aqui distinguidos estamos também a incentivar outros para que seja cada vez maior o número de alunos distinguidos”, começou por referir Cidália Abreu. “Uma palavra de carinho e estímulo a todos os alunos do Agrupamento de Escolas de Amares, sem exceção, porque todos, de certeza, que de uma forma ou de outra esforçam-se e são brilhantes. Aos pais, encarregados de educação, a toda a comunidade educativa, associação de pais e auxiliares de ação educativa que fazem um trabalho “extraordinário”, todos merecem o nosso apreço, concluiu a vereadora.

Reconhecendo que é este é anualmente um dia “muito especial”, a diretora do Agrupamento de Escolas de Amares, Flora Monteiro, lembrou que esta cerimónia se divide em vários momentos “porque se faz muito nestas escolas.” Aos alunos pertencentes aos quadros de mérito e excelência, mérito desportivo e mérito humano, e restantes alunos do agrupamento, Flora Monteiro felicitou por todas as conquistas alcançadas e aos alunos que concluíram o Ensino Secundário, a diretora do AEAmares desejou “muito sucesso” e encorajou para que “não tenham medo de sonhar, não tenham medo de voar e mostrem como se formam os jovens em Amares”.

O presidente da Associação de Pais, Cristóvão Gomes, endereçou também uma palavra de reconhecimento aos alunos, professores e vários agentes educativos por “dignificarem o agrupamento e aos pais pelo trabalho de retaguarda familiar que fazem e vão continuar a fazer”. “Só assim se podem atingir bons resultados”, salientou.

A entrega de diplomas e certificados de conclusão de ano letivo, bem como a distinção dos alunos que pertencem aos quadros de mérito e excelência, mérito desportivo e mérito humano é feita, anualmente, pelo Agrupamento de Escolas de Amares, como forma de reconhecer o desempenho dos alunos ao longo do seu percurso académico no ensino secundário e homenagear aqueles que se destacaram em diversos domínios. O Município de Amares assumiu os prémios de excelência, entregues a 20 alunos. Os prémios de mérito (cerca de 50) foram da responsabilidade do Agrupamento de Escolas de Amares e da Farmácia do Mercado.

A noite foi abrilhantada pela professora Filomena Araújo e os "Ukulele".

IMG_3543 (1).jpg

IMG_3563.jpg

ESCOLA DE INSTRUMENTOS MUSICAIS PORTUGUESES ENTRA NUM NOVO ANO LETIVO

Projeto da Casa da Juventude de Famalicão destina-se aos jovens entre os 12 e os 35 anos

A Escola de Instrumentos Musicais Portugueses da Casa da Juventude de Vila Nova de Famalicão dá este sábado, dia 12 de outubro, o pontapé de arranque para o novo letivo. 

AFS_7536.jpg

Guitarra portuguesa, guitarra clássica, viola braguesa, cavaquinho, bateria, concertina e acordeão, são alguns dos instrumentos que os jovens famalicenses poderão aprender através deste projeto que contempla ainda aulas de voz e canto.

A Escola de Instrumentos Musicais Portugueses entra agora para o seu quinto ano de atividade na Casa da Juventude. O primeiro trimestre decorre até 14 de dezembro, o segundo, de 4 de janeiro a 27 de março, e o terceiro, de 18 de abril a 12 de junho.

Dar a conhecer aos jovens alguns dos instrumentos musicais portugueses, preservando assim o legado cultural do país e levando a sonoridade e a tradição a outros estilos e ritmos contemporâneos são os objetivos do projeto.

Com exceção para as aulas de guitarra portuguesa, que decorrem à sexta, das 16h00 às 18h00, todas as outras aulas serão lecionadas aos sábados, entre as 10h00 e as 12h00.

Refira-se ainda que é possível efetuar inscrição na Escola de Instrumentos Musicais Portugueses ao longo do ano letivo.

Mais informações sobre o projeto em www.juventudefamalicao.org

AFS_7568.jpg

EPATV MOSTRA SABERES NA FESTA DAS COLHEITAS

Com atividades diversas, a Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV) anima a Festa das Colheitas que decorre em Vila Verde entre os dias 9 e 13 deste mês.​

epatv 2019 (2).jpg

EPATV mostra saberes na Festa das Colheitas​

Com atividades diversas, a Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV) anima a Festa das Colheitas que decorre em Vila Verde entre os dias 9 e 13 deste mês.​

O certame, que pretende mostrar o melhor do mundo rural dos Vales do Homem e Cávado, abre no dia 9 e no dia seguinte, a EPATV dinamiza ateliers diversos.​

No dia 11, pelas 13 horas, a EPATV realiza um Showcooking temático na Tenda de Conferências da Festa das Colheitas, repetindo às 15 horas as atividades do dia anterior.​

A EPATV cede ainda as instalações para a realização do 1.º Concurso de Vinho Verde, da Sub-Região do Cávado, a partir das 10 horas.​

A Festa das Colheitas abre ao público entre as 10 e as 23 horas, exceto no primeiro dia (abertura às 17 horas) e dia de encerramento (20 horas). Vila Verde “pinta-se com as cores da tradição para mais uma odisseia pelas maravilhas do mundo rural na Festa das Colheitas – XXVIII Feira Mostra de Produtos Regionais” – destaca o presidente do Município, António Vilela. ​

Ao longo de cinco dias, a festa traz à sede de concelho os produtos frescos do campo colhidos pelas mãos dos agricultores, recriações de práticas ancestrais, gastronomia, artesanato, música ao vivo e workshops, com ‘epicentro’ na Praça das Comunidades Geminadas (Campo da Feira), em Vila Verde.

O certame, que pretende mostrar o melhor do mundo rural dos Vales do Homem e Cávado, abre no dia 9 e no dia seguinte, a EPATV dinamiza ateliers diversos.​

No dia 11, pelas 13 horas, a EPATV realiza um Showcooking temático na Tenda de Conferências da Festa das Colheitas, repetindo às 15 horas as atividades do dia anterior.​

A EPATV cede ainda as instalações para a realização do 1.º Concurso de Vinho Verde, da Sub-Região do Cávado, a partir das 10 horas.​

A Festa das Colheitas abre ao público entre as 10 e as 23 horas, exceto no primeiro dia (abertura às 17 horas) e dia de encerramento (20 horas). Vila Verde “pinta-se com as cores da tradição para mais uma odisseia pelas maravilhas do mundo rural na Festa das Colheitas – XXVIII Feira Mostra de Produtos Regionais” – destaca o presidente do Município, António Vilela. ​

Ao longo de cinco dias, a festa traz à sede de concelho os produtos frescos do campo colhidos pelas mãos dos agricultores, recriações de práticas ancestrais, gastronomia, artesanato, música ao vivo e workshops, com ‘epicentro’ na Praça das Comunidades Geminadas (Campo da Feira), em Vila Verde.

ENSINO SUPERIOR EM FAMALICÃO ATRAI E FIXARÁ MAIS POPULAÇÃO

IPCA recebe alunos nas suas instalações no CIIES e promete duplicar vagas no próximo ano

O presidente da Câmara de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, considera que o concelho vive uma conjuntura positiva com o aumento da oferta de ensino superior da qual resultará a fixação de mais população. “Este é um momento particularmente relevante para o concelho”, afirmou o autarca na sessão solene de receção aos mais de 200 alunos do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA), em Famalicão, na passada quinta-feira.

DSC_6033.jpg

O IPCA ocupa, agora, parte das instalações do Centro de Centro de Investigação, Inovação e Ensino Superior (CIIES), criado pelo município na estrutura da Didáxis S. Cosme.

Paulo Cunha salientou os projetos que ali vão ser alavancados no futuro, na mesma cerimónia que contou com a presidente do IPCA, Maria José Fernandes, e com o responsável local do instituto, Filipe Chaves.

O presidente da Câmara Municipal atestou que a presidente do IPCA está “a cumprir um dos principais desígnios que assumiu no início do seu mandato” e que havia no concelho “uma clara lacuna no ensino superior” que com a presença do IPCA está em vias de ser superada.

Paulo Cunha não esqueceu que Vila Nova de Famalicão “tem vários projetos de formação” ao nível superior e como são estratégicos para o concelho “atrair e reter alunos”.

“Somos um concelho ambicioso”, declarou o presidente da autarquia apontando a “marca industrial forte” de Vila Nova de Famalicão. Contudo, alerta que isso “obriga” a que o território tenha “de dar resposta” à necessidade de mão-de-obra qualificada. Aliás, há investimentos e projetos que as empresas estão preparadas para realizar e que só não o fazem, “não porque não têm recursos financeiros para tal, mas pela escassez de mão-de-obra adequada”.

Para os cerca de 200 novos alunos, Paulo Cunha deu as boas-vindas apontando-lhes que estão agora “num concelho que tem um dos melhores índices de empregabilidade” e que, terminada a sua formação, “a expetativa de empregabilidade é alta”.

Paulo Cunha disse que “muito mais do que trazer alunos”, o concelho tem a “ambição de criar recursos humanos para as empresas e fixar população”.  A par desta realidade, o edil afirmou que Vila Nova de Famalicão tem uma oferta cultural, social e desportiva capaz de atrair as pessoas. “Já somos um dos maiores concelhos em Portugal mas queremos crescer mais”, declarou, desejando que os alunos de fora vejam Famalicão como o seu “território de eleição”.

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, frisou que se orgulha de ver a sua instituição “em pleno” num concelho como Vila Nova de Famalicão, com as suas “características”, cumprindo “a missão que lhe cabe”.

Agradecendo o apoio da autarquia – nomeadamente na preparação do campus Didáxis de S. Cosme – na instalação do polo do IPCA, Maria José Fernandes compromete-se em que o instituto contribua “não só para permitir que mais estudantes possam aceder ao ensino superior, mas também para permitir às empresas terem pessoas mais qualificadas e, dessa forma, estarem melhor preparadas para aumentar o desenvolvimento regional e nacional”.

A pensar neste desígnio e porque 100 por cento das vagas disponibilizadas para este ano letivo foram preenchidas, a presidente do instituto avançou que, já no próximo ano, a oferta “vai duplicar” e que “num horizonte de cinco ano” as vagas poderão crescer até às “600 ou 700”.

DSC_6055.jpg

VIZELA CELEBRA PROTOCOLOS DE COLABORAÇÃO COM ASSOCIAÇÕES DE PAIS

Câmara Municipal e associações de pais do Concelho assinaram protocolos

A Câmara Municipal e as associações de pais do Concelho assinaram ontem os protocolos de colaboração aprovados em reunião de Câmara.

Reunião AP.JPG

Foram assim assinados os protocolos de colaboração para partilha da gestão dos refeitórios escolares e para o fornecimento de lanches escolares dos estabelecimentos de ensino do 1º ciclo do ensino básico e para a partilha da gestão da componente de animação e apoio à família nos jardins-de-infância.

De realçar que a Câmara Municipal tem revelado uma preocupação com as associações de pais do Concelho, estando atenta às suas necessidades, sendo que estas associações, após auscultação, manifestaram a vontade de manter a parceria para o ano letivo de 2018/2019.

Na reunião, o Presidente da Câmara destacou o papel das associações de pais na promoção e desenvolvimento da Educação, sendo que a Autarquia vê estas associações como parceiras nas iniciativas que promovem a melhoria da qualidade e da humanização dos espaços escolares, ações motivadoras de aprendizagens dos alunos.

Assim, e cumprindo a premissa deste Executivo de que a Educação é o Futuro, a Câmara Municipal irá privilegiar esta vertente, promovendo e operacionalizando medidas de desenvolvimento da educação, tomando este aspeto como determinante na qualificação e competitividade futura das gerações vindouras no Concelho.

EPATV COMEMORA 26º ANIVERSÁRIO

A Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), em Vila Verde, celebrou hoje, dia 27 de setembro, 26 anos ao serviço da juventude do interior minhoto. O dia abriu com uma sessão solene no auditório da escola, repleto de alunos que terminaram os seus cursos de Formação Profissional e Educação e Formação (CEF) no ano letivo transato, que foram saudados pela Diretora Pedagógica, Sandra Monteiro, na presença de Júlia Fernandes, vereadora da Educação da Câmara Municipal de Vila Verde, e de João Luís Nogueira, Diretor Geral da EPATV.

71246782_10157508266163116_8965368631214997504_n.jpg

O momento alto foi a entrega de diplomas, a começar pelos de mérito que foram entregues a Teresa Caridade, com a melhor nota dos cursos técnicos profissionais e Inês Machado dos CEF's. Em seguida, os diretores dos cursos distribuíram os diplomas aos finalistas de Restaurante/Bar, Cozinha/Pastelaria, Pastelaria/Padaria, Eletrotecnia, Mecatrónica Automóvel, Mecatrónica, Manutenção Industrial, Produção Metalomecânica, Audiovisuais, Design Gráfico, Assistente Administrativo e Empregado Bar.

O Diretor Geral assegurou aos diplomados que a “escola, os vossos professores e as vossas famílias estão orgulhosos de vós”, mas lembrou que o “diploma não fecha a carreira académica. Apenas permite começar um novo ciclo, como aconteceu após a escola primária, o segundo e terceiro ciclos, porque hoje somos desafiados a estudar toda a vida, a aprender todos os dias”.

“Não deixem de ser exigentes onde quer que seja, pedindo respeito e transparência, fundamentais para vencer muitos desafios que ides ter pela frente” — desafiou João Luís Nogueira, pedindo aos finalistas que “não desliguem da escola. Têm via verde para vir aqui, sempre que precisarem”.

A concluir, o Diretor Geral desejou que “a vida vos sorria para que tenha valido a pena a vossa passagem por cá. Sejam felizes”.

A Vereadora da Educação do Município de Vila Verde começou por dizer que “é um gosto vir a esta escola” onde deu aulas há 26 anos, quando havia dois cursos. “Hoje — reconheceu — a EPATV tem 32 turmas. É um percurso notável com milhares de alunos a dar cartas no mercado de trabalho. Parabéns a todos os que contribuem para que esta escola esteja no pelotão da frente em Portugal e construa uma história de sucesso. Guardem este diploma com carinho!”

Ao ritmo da ISATUNA — Tuna Académica do ISAVE — foram cantados os parabéns à Escola, o Diretor repartiu o bolo de aniversário, regado com champanhe, numa cerimónia com o apoio dos alunos dos cursos de restauração.

Depois foi inaugurada a Expotécnica, na Casa do Conhecimento de Vila Verde, que exibe alguns trabalhos desenvolvidos pelos alunos da EPATV, nas suas Provas de Aptidão Profissional, alguns deles premiados pela CIM Cávado e além-fronteiras.

Para finalizar o dia, o Solar das Bouças, em Amares, acolheu o jantar de beneficência —realizado pela décima primeira vez — que reverteu a favor da Associação YAY - Educação em Inclusão. Mantém-se assim a tradição de uma iniciativa solidária em prol de uma Instituição Particular de Solidariedade Social da região.

A YAY — Educação em Inclusão resulta de uma parceria entre o Colégio Luso-Internacional de Braga (CLIB) e o Núcleo da Associação Pais-Em-Rede de Braga, estabelecida em janeiro deste ano, para criar melhores condições para o dia a dia das crianças, jovens, adultos e famílias com filhos com deficiência/incapacidade, na cidade de Braga.

No mesmo jantar, estreitaram-se protocolos de cooperação entre os Bombeiros Voluntários de Vila Verde e os de Amares e o Grupo Amar Terra Verde. O desenvolvimento de “cooperação e atividades conjuntas com o objetivo de potenciar uma ação integrada e coordenada com vista à implementação de dinâmicas no âmbito da educação, da proteção civil e socorro e da solidariedade” constitui o alvo de um acordo de cooperação entre as duas Associações Humanitárias e o grupo detentor da EPATV e ISAVE.

O acordo possibilita o encaminhamento alunos e colaboradores dos Bombeiros para ofertas formativas do ISAVE e da EPATV, bem como a colaboração noutras atividades formativas, nomeadamente formação em contexto de trabalho e ações de formação na área da proteção civil, higiene e segurança no trabalho.

70777620_10157508268188116_2435073923700752384_n.jpg

70963345_10157508268033116_2090232859225751552_n.jpg

71169880_10157508267968116_5820329857501888512_n.jpg

70940600_10157508267328116_1678388848939237376_n.jpg

71153479_10157508267313116_6760505590235004928_n.jpg

71101997_10157508266873116_7292013028680138752_n.jpg

71219338_10157508265493116_692983335302987776_n.jpg

69277869_10157508266698116_1826637281612529664_n.jpg

70837763_10157508266423116_4809185008587636736_n.jpg

71170227_10157508265868116_7001089690853965824_n.jpg

71183969_10157508266238116_374234192856219648_n.jpg

71184755_10157508264888116_996781224145977344_n.jpg

71924257_10157508264978116_2511239868705669120_n.jpg

71882611_10157508264818116_8297536143361048576_n.jpg

71304754_10157508264418116_4564996700262891520_n.jpg

70931451_10157508265133116_8869587553389379584_n.jpg

70199723_10157508269548116_1788826425353043968_n.jpg

71526403_10157508264543116_3738084980316700672_n.jpg

71819992_10157508264338116_6660802004677296128_n.jpg

TERRAS DE BOURO ENTREGA FICHAS ESCOLARES

Executivo Municipal entregou simbolicamente Fichas Escolares na abertura do ano letivo

A Câmara Municipal de Terras de Bouro comparticipou as fichas de trabalho complementares aos manuais escolares, material pedagógico que foi, simbolicamente, distribuído pelo Executivo Municipal e por membros da Direção do Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro.

IMG_1484 (Large).JPG

Neste âmbito e numa tentativa de redução dos elevados custos de educação para as famílias, a Câmara Municipal de Terras de Bouro irá assim, para o ano letivo de 2019/2020, comparticipar na íntegra as Fichas de Trabalho complementares aos manuais escolares, adotados pelo Agrupamento de Escolas, a todos os alunos que se encontrem a frequentar o 1º ciclo do ensino básico no concelho de Terras de Bouro, independentemente do seu escalonamento em termos de Ação Social Escolar.

IMG_1486 (Large).JPG

IMG_1491 (Large).JPG

IMG_1493 (Large).JPG

IMG_1494 (Large).JPG

IMG_1512 (Large).JPG

IMG_1517 (Large).JPG

IMG_1523 (Large).JPG