Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

EPATV VIAJA ATÉ À SUÉCIA

EPATV em reunião Erasmus+ na Suécia

Os parceiros do projeto de Parcerias Estratégicas ERASMUS+ em Educação de Adultos coordenado pela Escola Profissional Amar Terra Verde – Percursos de Melhoria de Competências nos profissionais de Educação e Formação de Adultos juntaram-se recentemente em Malmo, na Suécia, para refletir sobre o decorrer do curso em regime de elearning, cujos dois primeiros módulos já estão concluídos, assim como para preparar os restantes módulos e a próxima formação presencial.

ae_pro1.jpg

Durante a reunião foi ainda possível visitar uma escola de educação popular sueca e um centro de educação comunitária. Relembre-se que, para além da EPATV, participam neste projeto a EAEA – European Association for the Education of Adults, da Bélgica; o Learning and Work Institute, do Reino Unido, a KVS – Finnish Lifelong Learning Foundation, da Finlândia, a Nordic Network for Adult Learning da Dinamarca e a Glokala, da Suécia, que acolheu a reunião deste projeto. Juntos, estes parceiros estão a desenvolver o curso online para educadores de adultos em toda a Europa e vão ainda desenvolver um conjunto de materiais que, compilados, serão depois disponibilizados nas diferentes línguas para a capacitação de profissionais deste setor.

aepro2.jpg

aepro3.jpg

aepro4.jpg

FAMALICÃO APOSTA NA FORMAÇÃO SUPERIOR E ESPECIALIZAÇÃO PROFISSIONAIS

Famalicão tem 425 vagas em formação superior e de especialização profissionais. Candidaturas abertas para cursos CTESP e CET

Estão abertas as candidaturas para os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) e Cursos de Especialização Tecnológica (CET) para o ano letivo 2019/2020. Na área das entidades formadoras de Vila Nova de Famalicão são disponibilizadas 425 vagas distribuídas por 11 cursos CTeSP e seis cursos CET, com início da formação no mês de setembro. As inscrições devem ser efetuadas junto de cada uma das entidades formadoras.

Cespu.JPG

São entidades formadoras o Citeve – Centro Tecnológico Das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal (www.citeve.pt); o Cenfim – Centro De Formação Profissional De Industria Metalúrgica E Metalomecânica (www.cenfim.pt); a Cespu (www.cespu.pt); o Instituto Politécnico do Cávado e Ave – Polo de Vila Nova de Famalicão (www.ipca.pt); e o Instituto Politécnico de Bragança – Polo de Vila Nova de Famalicão (www.ipb.pt). 

Gestão da Produção para a Indústria metalúrgica e metalomecânica, Tecnologia Mecânica, Tecnologia Mecatrónica, Tecnologia Mecatrónica, Industrialização de produto moda são os Cursos de Especialização Tecnológica disponíveis no Cenfim e no Citeve.

Os Cursos de Especialização Tecnológica (CET) são formações pós-secundárias não superiores que visam conferir uma qualificação profissional de nível 5 do Quadro Nacional de Qualificações (QNQ).

Para terem acesso aos CET, os candidatos têm de cumprir com as seguintes condições: serem titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente; serem estudantes que tenham obtido aprovação em todas as disciplinas dos 10º e 11.º e tendo estado inscritos no 12º ano, de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente, não o tenham concluído; serem titulares de uma qualificação profissional de nível 4; serem titulares de um diploma de especialização tecnológica ou de um grau ou diploma de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional.

Os estudantes que não sejam titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente têm de realizar, caso sejam selecionados, um plano de formação adicional.

Os CET têm a duração aproximada de um ano e meio (18 meses) a que corresponde entre 60 e 90 unidades de crédito. A frequência destes cursos é gratuita.

Gerontologia, Bem-Estar e Termalismo, Manutenção e Controlo de Equipamentos Biomédicos, Qualidade e Segurança Alimentar, Tecnologia Alimentar, Design de Moda, Eletrónica, Automação e Comando, Energia, Telecomunicações e Domótica, Sistemas Eletrónicos e Computadores, Apoio à Gestão, Exportação e Logística, Comércio Eletrónico, são os Cursos Técnicos Superiores Profissionais disponíveis na Cespu, IPB e IPCA.

Os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) são formações de ensino superior.

As condições de ingresso obrigam os candidatos a serem titulares de um curso secundário ou de habilitação legalmente equivalente; que tenha sido aprovado nas provas especialmente adequadas para maiores de 23 anos; titulares de um diploma de especialização tecnológica ou de técnico superior profissional; titulares de um grau de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional.

A duração do CTeSP tem 120 créditos e a duração de quatro semestres (2 anos), sendo o último em contexto de trabalho. A frequência destes cursos tem associado o pagamento de uma propina, ainda que os formandos se possam candidatar a uma bolsa de ação social.

Citeve é uma das instituições formadoras do concelho.jpg

EPATV NA LIDERANÇA DA EDUCAÇÃO DE ADULTOS NA EUROPA

O dia 21 de junho é uma data histórica para a Educação e Formação de Adultos em Portugal, com a eleição de Susana Oliveira, da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), para a vice-presidência da LLL (LifeLong Learning) Platform – Plataforma Europeia para a Aprendizagem ao Longo da Vida, em Bruxelas.

susana oliveira.JPG

Na Assembleia Geral houve eleições e, pela primeira vez, Portugal assume a Presidência, através de Luís Costa, da ANESPO (Associação Nacional das Escolas Profissionais) e uma Vice-presidência, através de Susana Oliveira (representante da EPATV na European Association for the Education of Adults — EAEA). 

Esta Plataforma Europeia reúne as diversas instituições europeias sectoriais numa função de lobby e de promoção de políticas europeias numa base integrada.

Por sua vez, Susana Oliveira, que representa a EPATV na EAEA desempenhando neste momento a função de Vice-Presidente daquela associação europeia, foi agora eleita para Vice-Presidente da Plataforma Europeia para a Aprendizagem ao Longo da Vida.

A Plataforma de Aprendizagem ao Longo da Vida reúne 42 organizações europeias ativas no campo da educação, formação e juventude. Atualmente, estas redes representam mais de 50 000 instituições e associações de ensino, abrangendo todos os sectores da aprendizagem formal, não formal e informal, beneficiando vários milhões de cidadãos europeus.

epatv 2019r.jpg

UNIVERSIDADE DE AVEIRO ASSINALA 20 ANOS DA DECLARAÇÃO DE BOLONHA

Universidade de Aveiro recebe conferência nacional sobre os 20 anos do Processo de Bolonha no dia 19 de junho, entre as 10h00 e as 18h00, na Reitoria

Duas décadas depois da assinatura da Declaração de Bolonha, a Universidade de Aveiro (UA) recebe uma conferência nacional de reflexão e debate sobre a implementação e o futuro do processo que transformou o ensino superior europeu. Com a presença de Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o encontro “Bolonha – 20 anos depois” decorre a 19 de junho, entre as 10h00 e as 18h00, no Auditório da Reitoria da UA.

Apoiado pelo Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) e pelo Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), na conferência estão igualmente confirmadas as presenças de Eduardo Marçal Grilo, signatário da Declaração de Bolonha enquanto Ministro da Educação, Pedro Lourtie, o diretor-geral do Ensino Superior que acompanhou as negociações da declaração, Stephane Lauwick, presidente da European Association of Institutions in Higher Education (EURASHE), João Picoito, antigo vice-Presidente da Nokia, Robert Napier, presidente da European Students Union (ESU) e João Pinto, presidente do International Board da Erasmus Student Network (ESN).

Na perspetiva de Jorge Adelino Costa, Vice-reitor da UA para o Ensino e Formação, “estas datas simbólicas são sempre excelentes pretextos para promovermos a reflexão sobre o passado e a discussão sobre os desafios que o futuro nos impõe”.

Tendo em conta a importância do Processo de Bolonha na transformação do ensino superior europeu, explica Jorge Adelino da Costa, “tomámos a iniciativa de promover este evento e de criar mais uma oportunidade para que o tema seja debatido”.

O responsável recorda que “o facto do professor Eduardo Marçal Grilo, enquanto Ministro da Educação, ter sido o signatário da Declaração por Portugal, foi um argumento adicional para realizarmos este evento, tendo em conta o cargo de Presidente do Conselho Geral que hoje exerce na UA”.

Todas as informações sobre a Conferência em http://www.ua.pt/bolonha20anos

ENTREGA DE COMPUTADORES PORTÁTEIS AOS ALUNOS DA ESCOLA PROFISSIONAL

A EPRAMI é uma escola aberta à igualdade e diversidade. Certificada pela Microsoft, é também uma escola orientada para as novas tecnologias. Na passada sexta-feira, na cerimónia de entrega de computadores portáteis aos alunos, essa missão ficou claramente exposta e reforçada.

DSC_0391b.JPG

Ao todo, foram distribuídos 90 computadores pelos alunos do primeiro ano das escolas de Monção, Melgaço e Paredes de Coura. Uma parceria entre a ADEMINHO, a Caixa de Crédito Agrícola do Noroeste e os próprios alunos, os quais comparticiparam o investimento em 51% do seu valor.

Nas palavras do diretor da EPRAMI, Manuel Miranda, este apoio responde aos anseios da comunidade educativa e projeta uma imagem de modernidade da escola e de valorização pessoal dos alunos.

Por sua vez, Correia da Silva, presidente do Conselho de Administração da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Noroeste (CCAMN), abordou os benefícios do acesso universal às novas tecnologias e lembrou a função social daquela entidade bancária, próxima das pessoas e das empresas.

Em representação da Câmara Municipal de Monção, a chefe do Gabinete de Apoio à Presidência, Célia Rodrigues, felicitou a APRAMI e a CCAMN pela iniciativa, destacou o papel da escola na formação de jovens e aconselhou os alunos a estudarem para terem um futuro melhor.

Dos 90 computadores entregues às três escolas, 55 foram disponibilizados aos alunos de Monção. Este apoio acontece pelo terceiro ano consecutivo. Até ao momento, já foram entregues 250 computadores portáteis. Um número que será alargado nos próximos anos, uma vez que é intenção das entidades promotoras manter este apoio aos alunos.

ESPOSENDE INCENTIVA ALUNOS AO CONHECIMENTO CIENTÍFICO

Projeto Rumo ao Sucesso estimula alunos para conhecimento científico e tecnológico

O Projeto Rumo ao Sucesso, incluído no Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Cávado, está a completar o seu primeiro ano de vigência. Na área dos Clubes de Motivação e Ativação de Competências foi promovido um conjunto diversificado de atividades, nomeadamente através da realização de visitas de estudo, que pretenderam acima de tudo desenvolver nos alunos literacias múltiplas, essenciais para a aquisição das competências previstas no Perfil dos Alunos ao longo da escolaridade obrigatória.

DSC_0125.jpg

Dos itinerários das visitas fizeram parte Museus/Instituições de renome que constituem verdadeiros símbolos da cultura e do conhecimento científico/tecnológico como a Galeria da Biodiversidade, o Museu dos Descobrimentos, o Jardim Botânico, o Museu dos Transportes e Comunicações, o Pavilhão da Água e o Planetário.

Participaram nas atividades os alunos das diversas Unidades Orgânicas, que integram as diferentes valências do Projeto, num total de 265 alunos.

Pretendeu-se, através destas experiências, motivá-los para as aprendizagens curriculares, promover a inter-relação entre os alunos que frequentam os diferentes clubes/oficinas e os técnicos, e proporcionar-lhes momentos de aprendizagem não formal e de enriquecimento pessoal, tendo constituído mais um momento importante de valorização e formação dos alunos.

Da auscultação aos alunos sobre esta experiência resulta uma avaliação muito satisfatória e enriquecedora, pela articulação com os conteúdos e aprendizagens curriculares, sobretudo ao nível da literacia científica, permitindo relacionar conhecimentos técnicos, científicos e socioculturais.

Esta postura enquadra-se nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas, nomeadamente o referente a Erradicar a Pobreza, Educação de Qualidade, Trabalho digno e crescimento económico, Reduzir as desigualdades, Cidades e Comunidades Sustentáveis, Produção e Consumo Sustentáveis e Parcerias para a Implementação dos Objetivos.

DSC_0004.JPG

DSC_0035.JPG

FORMANDOS DA DIE APFEL DESENVOLVEM APP

A Die Apfel está a desenvolver um Curso de Aprendizagem de Técnico de Informática: Instalação e Gestão de Redes, financiado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional, POCH, Portugal 2020 e União Europeia/FSE.

DSC_3675.JPG

Dois formandos daquele Curso aceitaram o desafio da formadora Cíntia Gonçalves e desenvolveram uma APP, “com um elevado grau de elaboração e inúmeras potencialidades, designadamente ao nível administrativo e logístico”, referiu Benedita Aguiar, coordenadora pedagógica da Die Apfel.

O objetivo da aplicação é facilitar o acesso aos materiais de formação, por parte de cada formando. Por outro lado, esta APP permite distribuir e recolher trabalhos realizados pelos formandos, simplificando os trabalhos diários inerentes à formação.

A APP pode igualmente ser usada para divulgar avisos, lembretes ou aspetos relevantes para a dinâmica da formação. É possível, através daquela aplicação, cada formador gerir os conteúdos dos módulos que ministra, bem como outras especificidades relevantes.

Em graus de acesso diferenciados, todos os elementos da comunidade educativa da Die Apfel podem aceder a diferentes conteúdos, o que facilita o trabalho a elaborar por cada uma das partes.

De acordo com Benedita Aguiar “o desenvolvimento deste trabalho é motivo de grande orgulho para a Die Apfel e demonstra a aplicação prática e atualidade dos conteúdos ministrados no âmbito do Curso de Aprendizagem de Técnico de Informática (Instalação e Gestão de Redes). De facto, na perspetiva da Die Apfel é essencial a aproximação entre a teoria e a prática, pois aquela facilita substancialmente a inserção profissional dos formandos: um dos principais desideratos desta formação”.

ESPOSENDE APOIA ESTUDANTES

Município de Esposende mantém oferta de fichas de atividades aos alunos do 1.º ciclo

No ano letivo 2019/2020, e à semelhança do que sucedeu no presente ano escolar, o Município de Esposende vai oferecer os manuais de fichas de atividades a todos os alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico do concelho, num investimento global de aproximadamente 39 500 euros.

DSC06978.JPG

A medida, aprovada por unanimidade, em reunião do executivo municipal, abrange todos os alunos deste grau de ensino matriculados em estabelecimentos de ensino do concelho e contempla os manuais de atividades de Língua Portuguesa, Matemática e Estudo do Meio.

Após a decisão governamental de oferta de manuais escolares até ao Ensino Secundário, o Município substituiu, no ano letivo 2018/2019, a oferta dos manuais escolares ao 1.º ciclo - apoio que mantinha desde o ano letivo 2014/2015 - pela oferta das fichas de atividades, garantindo este apoio às famílias.

A materialização desta medida concretiza-se através da entrega de um cheque-livro às famílias, com o qual poderão levantar, exclusivamente em papelarias do concelho de Esposende, os referidos manuais de fichas de atividades. Esta medida assume, deste modo, um alcance que ultrapassa o âmbito social porque promove também o desenvolvimento económico do concelho, uma vez que a aquisição dos livros terá que ser feita, obrigatoriamente, nas empresas locais que se disponibilizaram para proceder à venda de manuais.

No âmbito da Ação Social Escolar, a Câmara Municipal tem assegurado, para além do cumprimento das atribuições legais, alguns apoios suplementares, no sentido de garantir equidade social e igualdade de oportunidades de acesso e sucesso escolar a todos os alunos. O Município de Esposende tem assumido, assim, um inequívoco apoio à Educação, nomeadamente às escolas, aos alunos e respetivas famílias, dando cumprimento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, da ONU, designadamente no que concerne aos ODS 4 - Educação de Qualidade, ODS 5 – Igualdade de Género, ODS 10 – Reduzir as desigualdades e ODS 17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

VIEIRA DO MINHO TEM SALA DE AULA DE FUTURO

António Cardoso Inaugurou Sala de Aula do Futuro, em Guilhofrei

No âmbito do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar, que está a ser desenvolvido pelo Município de Vieira do Minho, António Cardoso, presidente da Câmara Municipal inaugurou, recentemente,mais uma sala de Aula do Futuro.

61904345_531372450730364_851932382641520640_n.jpg

Desta feita tratou-se da Sala de Aula do Futuro da Escola Básica de Guilhofrei, um espaço equipado  com novas tecnologias ( painéis interativos, tablets, computadores portáteis e impressora 3D) que permitem aos alunos novas aprendizagens.

Refira-se que este projeto está a ser desenvolvido pelo Município de Vieira do Minho, em articulação com o Agrupamento de Escolas Vieira de Araújo e com a Comunidade Intermunicipal do Ave.

FÓRUM DA EDUCAÇÃO EM ESPOSENDE É SÓLIDO CONTRIBUTO PARA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

Terminou na passada terça-feira, dia 4 de junho, mais uma edição do Fórum da Educação, promovido pelo Município de Esposende, que envolveu cerca de 7.750 participantes em torno do tema “Sucesso: conceções, desafios e percursos”. Desde o seu início, a 24 de maio, foram promovidas conferências, painéis, palestras e tertúlias, que permitiram aos professores, aos alunos, aos pais e a toda a comunidade em geral, aprofundar a reflexão sobre a educação no contexto atual, bem como sobre os vários desafios com que os diversos agentes se confrontam na contemporaneidade.  A programação contemplou ainda concertos e atividades lúdico-pedagógicas.

fórum antónio nóvoa.jpg

Como tem sido habitual, esteve patente, na zona ribeirinha de Esposende, uma Mostra Educativa que contou com a participação de 15 instituições de ensino superior, secundário e educação e formação de adultos que fizeram a apresentação da sua oferta educativa.

Complementando, a jornada “O futuro que procuras”, com co-organização da Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Secundária Henrique Medina apresentou diferentes perspetivas de carreira no ensino superior.

fórum benjamim pereira.jpg

Ponto alto do Fórum foi a conferência “Pensar a escola do futuro – em homenagem a António Sérgio”, onde António Sampaio da Nóvoa, Reitor honorário da Universidade de Lisboa e Embaixador de Portugal na UNESCO, proferiu uma reflexão sobre as mudanças que a escola deve operar para corresponder aos desafios da sociedade atual e do futuro. A conferência foi precedida pela performance “Liberdade”, pelo Coro Ars Vocalis.

O Fórum da Educação assinalou o Dia Mundial da Criança, promovendo a “Festa no Parque”, com uma série de atividades lúdicas e pedagógicas (insufláveis, jogos, oficinas, workshops e outras atividades), que atraíram cerca de três mil pessoas, entre crianças e familiares. O concerto “Viagem – um sonho por entre os recantos do mundo”, pelo Coro de Pequenos Cantores de Esposende percorreu sonoramente diferentes partes do mundo, partindo de Portugal.

Igualmente como forma de assinalar a efeméride, até ao dia 21 de junho, serão promovidos os projetos artísticos itinerantes “As aventuras da boneca SolFaMi” e o “Universo dos instrumentos: as aventuras do Zé Manel Pianolas”, concebidos e produzidos pela Escola de Música de Esposende, que percorrerão todos os Jardins de Infância e escolas do 1.º CEB do concelho.

O Fórum não esqueceu a “Educação e formação de adultos”, enquanto fator de “desenvolvimento territorial inclusivo”.

A encerrar o Fórum da Educação, foi promovida a Final Intermunicipal do concurso “Olimpíadas do Património”, do Projeto “+ Cidadania”, que contou com a participação de alunos de todos os municípios da CIM Cávado, com vitória de uma turma do Município de Amares, tendo a turma de Esposende finalista arrecadado o 2.º lugar.

Esta postura enquadra-se nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas, nomeadamente Educação de Qualidade e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

fórum mostra educativa.jpg

ENSINO SUPERIOR PROMOVE IGUALDADE DO GÉNERO

"Reforço de carreiras até 2022 é oportunidade para implementar as medidas para a Igualdade de Género no Ensino Superior em Portugal”.

Plano para a Igualdade do ISCTE-IUL e Carta de Princípios para a Igualdade no Ensino Superior, elaborados no âmbito do projeto SAGE, foram apresentados esta segunda-feira na presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade.

primage_37918.png

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior afirmou, esta segunda-feira, que os próximos anos nas universidades e nos politécnicos vão ser de “reforço de carreiras”“As instituições de Ensino Superior têm até 2022 para garantir 50% do corpo docente de carreira, nomeadamente professores catedráticos e associados, nas universidades, e professores coordenadores, nos politécnicos”,confirmou Manuel Heitor perante um auditório maioritariamente feminino, sublinhando tratar-se do momentoideal para implementar as medidas de igualdade de género no recrutamento das instituições.

“Vamos ter de cumprir esta meta nos próximos quatro anos. É particularmente oportuno que a questão da igualdade de género seja reforçada numa altura em que, para além da questão financeira, é mesmo uma questão de estrutura das instituições e dos processos de recrutamento e progressão”, destacou o ministro.

Manuel Heitor, que esteve no ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa no âmbito da apresentação do Plano para a Igualdade do ISCTE-IUL e da Carta de Princípios para a Igualdade no Ensino Superior, sublinhou que apartir de 2021 o processo de avaliação e acreditação começa a ter em conta a estrutura do corpo docente, resultado da recente alteração do regime jurídico de graus e diplomas.

Também a secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade acredita estarmos num momento diferente, tendo em conta um Horizonte 2020 com objectivos como a igualdade de género nas carreiras científicas, o equilíbrio de género na tomada de decisão, na investigação e na inovação.

“Quisemos trazer para a própria estratégia nacional um eixo estratégico específico dedicado à promoção da igualdade entre mulheres e homens nas instituições de ensino Superior e na produção de ciência” partilhou Rosa Monteiro destacando o impacto da lei da representação equilibrada de mulheres e homens nos cargos de decisão, que abrange empresas do sector local e do Estado, função pública e também as instituições de ensino superior.

“Nas empresas do sector local, aumentámos já a presença e participação de mulheres em cargos de decisãoem 15%, desde janeiro de 2018. E, portanto, espero que nas universidades isto também aconteça”

Rosa Monteiro não esquece a importância de critérios de avaliação na matéria de Igualdade de Género. “Não interessa apenas a representação descritiva de mais mulheres em lugares de decisão nas universidades, mas também uma representação substantiva. Que as organizações mudem e se transformem, que promovem mais a conciliação, reconhecendo aquilo que são as especificidades e as dificuldades de vida resultantes das sobrecargas que persistem nas vidas das mulheres e dos homens”, rematou Rosa Monteiro.

Presente também neste “Dia do SAGE”, evento dedicado à igualdade de género, organizado pelas sete universidades que integram este projeto internacional financiado pela Comissão Europeia e que tem como objetivo implementar Planos para a Igualdade de Género nas instituições de ensino superior, esteve a presidente do Concelho Diretivo da Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Helena Pereira acredita que a representação de mulheres na investigação, nos doutoramentos e até em áreas como a engenharia é “relativamente boa”. “Na investigação até é dominante.

O problema é a progressão nas carreiras. Está a mudar? Sim, mas demasiado lento. Penso que são precisas ações orientadas e concretas pois este desequilíbrio de género não é bom”, destacou a dirigente aplaudindo a “Carta de Princípios” como uma chamada de atenção para questões de base que devem ser atendidas. “Mas não chega. É preciso que depois se efectivem medidas concretas para a implementar no terreno.”

Medidas estas que, na ótica do coordenador dos Politécnicos e presidente do Politécnico de Setúbal, passam por um regime de quotas. “Entre os politécnicos, apenas um tem um corpo diretivo exclusivamente masculino, mas defendo que é preciso promover a igualdade e considerar para discussão medidas como quotas, até porque a desigualdade tem reflexos nas carreiras e nos salários”, afiançou Pedro Dominguinhos.

Para a responsável da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, o Ensino Superior é terreno fértil para a execução das políticas nesta área. “É onde o conhecimento se produz e simultaneamente é no Ensino Superior que temos um conhecimento do modo como funcionam determinados sistemas. Se eu quero intervir num sistema, seja ele da saúde, economia ou outro, tenho que trabalhar com quem o estuda, o conhece, além de ser especialista na área dos estudos sobre as mulheres e de género”, concluiu Teresa Alvarez.

No final dos trabalhos, a coordenadora do projeto SAGE pelo ISCTE-IUL, Lígia Amâncio, sublinhou o momento como fundamental para divulgação dos vários projetos europeus que, em diversas universidades portuguesas, trabalham com semelhante interesse e empenho para tomar medidas que combatam os desequilíbrios de género e promovam o conhecimento sobre género no ensino superior.

Recorde-se que a Carta de Princípios elaborada e adotada pelo SAGE foi publicamente apresentada no X Congresso Europeu para a Igualdade de Género no Ensino Superior, realizado em Dublin, República da Irlanda, em agosto de 2018.

O consórcio do projeto SAGE, composto por sete universidades europeias é coordenado pelo Trinity College Dublin - Trinity Center for Gender Equality and Leadership,

sendo ainda integrado, além do ISCTE-IUL, pela Queen´s University Belfast, International University of Sarajevo, Kadir Has University (Istambul), Science Po Bordeaux e University of Brescia.

ISAVE VAI ABRIR CURSO DE LICENCIATURA EM DIETÉTICA E NUTRIÇÃO

O ISAVE, Instituto Superior de Saúde, sediado em Amares, continua a expandir a sua oferta formativa. Para além do novo Curso Técnico e Superior Profissional de Proteção Civil e Socorro, um novo Curso de Licenciatura em Dietética e Nutrição começará, também, a ser lecionado já no próximo ano letivo.

DJI_0002.jpg

Com a duração de oito semestres e a atribuição de 240 créditos, esta licenciatura tem por objetivo formar técnicos capacitados para exercer a sua prática profissional na área clínica (na planificação, elaboração e avaliação de planos nutricionais), na área comunitária (na saúde e educação em geral, bem como em diferentes contextos associados à promoção da saúde e prevenção da doença) e na área da gestão (restauração pública e coletiva).

Clínicas, hospitais, cuidados de saúde primários, empresas alimentares, equipamentos para pessoas idosas, centros de ensino, empresas de restauração, municípios, centros desportivos, indústria alimentar e farmacêutica constituem o amplo leque de saídas profissionais da licenciatura.

Vindo de comemorar, recentemente, mais um aniversário, o ISAVE sedimenta de forma cada vez mais evidente o seu crescimento e o seu lugar de instituição do ensino superior fulcral no contexto do território em que está inserido.

ESPOSENDE DEBATE EDUCAÇÃO

Esposende promove Fórum para debater a Educação do presente e do futuro

A edição de 2019 do Fórum da Educação de Esposende inicia-se na próxima sexta-feira, dia 24 de maio, pelas 18h00, no Fórum Rodrigues Sampaio, tendo como tema central de debate e reflexão o “Sucesso: conceções, desafios e percursos”.

forum 2019 (1).jpg

Recorde-se que, no quadro das orientações de política educativa definidas no Programa do Governo, foram criados o Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar, bem como o Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar (PIICIE) que visam conceber, respetivamente, planos de ação estratégica, atendendo às especificidades de cada escola, tendo como alcance último a melhoria da aprendizagem dos alunos, bem como reduzir e prevenir o insucesso e o abandono precoce. Neste sentido, as diversas unidades orgânicas educativas foram desenvolvendo os seus Planos de Ação e o município conjuntamente com as mesmas implementou, desde o início do presente ano letivo, o Programa Rumo ao Sucesso Escolar que, numa primeira fase, acompanhou 783 alunos.

Neste contexto, o Fórum da Educação visa refletir e aprofundar a temática “Sucesso: conceções, desafios e percursos” que nos ajudará a encontrar estratégias de melhoria  do acesso às aprendizagens e ao desenvolvimento de competências que permitam concluir a escolaridade obrigatória, de forma a permitir a cada cidadão encontrar percursos de vida bem sucedidos.

A sessão de abertura ocorre na próxima sexta-feira, dia 24 maio, pelas 18h00, o Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, presidida por Benjamim Pereira, Presidente da Câmara Municipal de Esposende, João Miguel Gonçalves, Delegado Regional de Educação do Norte e Alberto Santos, da Confederação Nacional das Associações de Pais.

Ato contínuo, realiza-se a conferência “Infância e Educação em Tempos de Incerteza”, proferida por Manuel Sarmento, do Instituto de Educação da Universidade do Minho, com moderação de Joaquim Machado, da Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa – Porto.

Serão, ainda, entregues os Prémios “Escola amiga das crianças”, promovidos pela Leya e pela Confederação Nacional das Associações de Pais, em articulação com a Federação das Associações de Pais do Concelho de Esposende. Serão distinguidas as escolas EB Apúlia, EB Criaz, EB Facho e EB Forjães.

Já no sábado, dia 25 de maio, às 15h, a Casa da Juventude acolhe uma Simultânea de Xadrez, com o Mestre FIDE Hugo Lima Santos, aberto à comunidade. A iniciativa surge no âmbito do trabalho desenvolvido no “Clube Mais Capacidade” (Xadrez e Jogos Matemáticos), do Projeto Rumo ao Sucesso - Projeto Municipal de Combate ao Insucesso Escolar.

Para segunda-feira, dia 27 maio, pelas 17h30, realiza-se o debate “Para uma escola com todos e para cada um”, com José Carlos Morgado, do Instituto de Educação da Universidade do Minho a abordar o tema “Desafios Curriculares Contemporâneos: que papel para o professor?” e Fernando Elias, Diretor do Agrupamento de Escolas de Colmeias (Leiria), com a comunicação “Escola (mais) Inclusiva e Autonomia e Flexibilidade Curricular: está na hora de (os) incluir”. Será ainda apresentado o projeto “Rumo ao Sucesso”, com a participação de representantes das diversas entidades envolvidas neste plano municipal. A moderação está a cargo de Sandra Macedo.

O programa completo do Fórum da Educação 2019 pode ser consultado em www.municipio.esposende.pt

ISAVE ESTÁ EM FESTA

Realização, satisfação e alegria assinalaram o dia do ISAVE

O Dia do ISAVE abriu, hoje dia 20 de maio, com atividades de promoção de saúde “Move-te com o ISAVE” e “+Saúde Oral”, destinadas a uma centena de crianças do Agrupamento de Escolas D. Gualdim Pais.

isavvve (3).JPG

Depois destas atividades orientadas pelos alunos e docentes de Fisioterapia e Enfermagem, a sessão comemorativa juntou a comunidade e convidados no Auditório do ISAVE.

“Estamos eufóricos, satisfeitos e felizes” — assegurou João Luís Nogueira, na sessão solene do Dia do ISAVE — Instituto Superior de Saúde, com sede em Amares, no dia 20 de maio.

O presidente do Conselho de Direção encerrava a sessão solene do dia do ISAVE, durante a qual o presidente da Câmara Municipal de Amares se comprometeu a estar ao lado da instituição para construir um futuro melhor.

“Quantos anos se passaram depressa, por causa da pressa que tínhamos em fugir do passado” — lembrou João Luís Nogueira, pedindo o apoio municipal porque “juntos somamos, mas unidos multiplicamos” na construção de uma Escola que “não deixa ninguém para trás”.

isavvve (1).JPG

O Presidente do Conselho de Direção agradeceu a todos os parceiros e aos alunos que são os melhores embaixadores do ISAVE, tendo saudado os professores que “fazem a diferença” numa escola que está a dar passos decisivos na internacionalização.

Manuel Moreira destacou a importância que o ISAVE representa na dinamização social, cultural e económica de Amares e, dirigindo-se a João Luís Nogueira disse: “Estou contigo, porque és um homem empenhado, inovador e a tua obra tem um impacto muito importante para a nossa terra”.

Esta foi a resposta ao desafio que o ISAVE tem pela frente: obras de ampliação no edifício para poder aumentar os cursos disponíveis e receber, já no próximo ano letivo, cerca de centena e meia de novos estudantes.

isavvve (2).JPG

«É um investimento importante para o concelho» e Manuel Moreira garantiu que «a Câmara fará esse esforço financeiro», em diálogo com o Grupo Amar Terra Verde sobre o financiamento das obras.

Manuel Moreira agradeceu o trabalho do ISAVE com as escolas de Amares e a prestação dos Estudantes e da sua Tuna na animação de eventos em Amares de forma “alegre e empenhada”.

O ensino superior tem um “papel económico importante, no arrendamento de casas, na economia, na força da juventude” e por isso “contem connosco” — concluiu Manuel Moreira.

isavvve (4).JPG

A Associação de Estudantes mostrou-se satisfeita com as atividades desenvolvidas, tendo destacado a participação do ISAVE no Cortejo do Enterro da Gata, na serenata da próxima sexta-feira e na missa dos finalistas no próximo domingo, dia 26.

A aposta na internacionalização foi um dos desafios destacados pela presidente do ISAVE, Mafalda Duarte, para o futuro próximo da instituição. «A questão da internacionalização é o foco da nossa intervenção a curto prazo», destacou.

Depois de um percurso no sentido de «solidificar» o instituto, Mafalda Duarte pretende «abrir o ISAVE a outros contextos», fazendo um «reforço claro» dos programas Erasmus, tendo também destacado a vontade de avançar para a criação de novos mestrados.

«Estamos a criar massa crítica e sustentabilidade, nomeadamente na área da investigação, para que possamos avançar para o segundo ciclo de estudos», explicou.

Mafalda Duarte não esqueceu os parceiros do ISAVE, entre eles, as Câmaras Municipais de Amares e de Esposende, o ACES Cabreira, Caixa Agrícola, Cruz Vermelha de Amares, CESPU, Santa Casa de Misericórdia de Amares e Barcelos e projetos sociais como Valoriza, Centro Social do Vale do Homem e APPC de Braga.

A presidente anunciou a abertura de um novo CTeSP na área da Proteção Civil e Socorro e novas ofertas educativas pós-graduadas, na área dos Cuidados Continuados e Paliativos e na Organização e Gestão de Equipamentos Sociais e de Saúde. Nunca descorando o investimento para futuro na criação de segundo ciclo de Mestrados na área do envelhecimento e aposta na Investigação científica através da continuo investimento no CICS – Centro Interdisciplinar em Ciências da Saúde.

Após a sessão comemorativa, decorreu uma sessão sobre Ética e Humanização na Saúde, a cargo de Professor Doutor Rui Nunes, professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

No final foram entregues as bolsas de mérito patrocinadas pela Caixa Agrícola de Amares a Sara Oliveira, Patrícia Silva e Stepanhie Pereira.

O programa fechou com a atuação da Ysatuna, a tuna do ISAVE, e um almoço de convívio para docentes, não docentes, alunos e convidados, servido e confecionado pelos alunos e professores dos Cursos Técnicos de Restaurante/Bar e Cozinha/Pastelaria da EPATV.

Foi num ambiente de festa, confraternização e investimento para futuro que o ISAVE comemorou mais um aniversário.

isavvve (5).JPG

ESPOSENDE DEBATE EDUCAÇÃO

Fórum da Educação debate “Sucesso: conceções, desafios e percursos”

O Município de Esposende promove, de 24 de maio a 4 de junho, a edição de 2019 do Fórum da Educação. Subordinado ao tema “Sucesso: conceções, desafios e percursos”, o Fórum visa promover a reflexão sobre diferentes dimensões transversais, de carácter pessoal, social e conjuntural, que interagem no processo de desenvolvimento educativo. Durante o evento, serão apresentados trabalhos de investigação, projetos e atividades, promovidos por diversos agentes, desde escolas, instituições culturais e sociais, académicos, empresas, criativos, entre outros, contribuindo para a reflexão sobre a temática proposta.

forum 2019.jpg

Tendo por base os princípios da Carta das Cidades Educadoras e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 (ONU), nomeadamente o referente à “Educação de Qualidade”, serão promovidas ações de âmbito diversificado, procurando abranger todos os públicos.

Programa diversificado

Agendada para as 18 horas do dia 24 de maio, a sessão de abertura terá lugar no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio e contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, do Delegado Regional de Educação do Norte, João Miguel Gonçalves, e de Alberto Santos, da Confederação Nacional das Associações de Pais. Seguir-se-á a conferência “Infância e Educação em Tempos de Incerteza”, proferida por Manuel Sarmento, do Instituto de Educação da Universidade do Minho, com moderação de Joaquim Machado, da Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa – Porto.

Serão, ainda, entregues os Prémios “Escola amiga das crianças”, promovidos pela Leya e pela Confederação Nacional das Associações de Pais, em articulação com a Federação das Associações de Pais do Concelho de Esposende. Serão distinguidas as escolas EB Apúlia, EB Criaz, EB Facho e EB Forjães.

No dia 25 de maio, às 15h, a Casa da Juventude acolhe uma Simultânea de Xadrez, com o Mestre FIDE Hugo Lima Santos, aberto à comunidade. A iniciativa surge no âmbito do trabalho desenvolvido no “Clube Mais Capacidade” (Xadrez e Jogos Matemáticos), do Projeto Rumo ao Sucesso - Projeto Municipal de Combate ao Insucesso Escolar.

No dia 27 maio, pelas 17h30, decorre o painel “Para uma escola com todos e para cada um”, com José Carlos Morgado, do Instituto de Educação da Universidade do Minho a abordar o tema “Desafios Curriculares Contemporâneos: que papel para o professor?” e Fernando Elias, Diretor do Agrupamento de Escolas de Colmeias (Leiria), com a comunicação “Escola (mais) Inclusiva e Autonomia e Flexibilidade Curricular: está na hora de (os) incluir”. Será ainda apresentado o projeto “Rumo ao Sucesso”, com a participação de representantes das diversas entidades envolvidas neste plano municipal. A moderação está a cargo de Sandra Macedo.

No dia 29 de maio, entre as 9h e as 17h30, o Parque Radical acolhe uma Mostra Educativa dedicada aos ensinos superior e secundário, na qual participam a U. Minho, a U. Porto, o I. Politécnico de Viana do Castelo, o I. Politécnico do Cávado e do Ave, o ISAVE, o I. Universitário da Maia, a U. Católica - Porto, a U. Católica - Braga, a CESPU, o IPAM Porto, o ISAG, o Exército – Centro de Recrutamento de Braga, a Escola Secundária Henrique Medina, a Escola Profissional de Esposende e Centro Qualifica Litoral Cávado.

Nesse mesmo dia, às 14h30, inicia a Jornada “O futuro que procuras”, destinada, sobretudo, a alunos do ensino secundário. Neste âmbito, o Auditório Municipal de Esposende será palco da apresentação do estudo “Ensino Superior: estudar compensa?”, por Hugo Figueiredo, do Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial da Universidade de Aveiro e Miguel Portela, da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho. O programa da Jornada segue com a palestra “O poder de um sonho”, por Adelino Cunha, SOLFUT - I Have the Power. Às 20h30, na Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, realiza-se a tertúlia “Percursos que inspiram”, com a presença de Diana Teixeira Pinto, diretora de Marketing e Visual Marchandising da MO – SONAE, Diogo Costa, maestro, Pedro Ferreira, arquiteto, Rui Couto, fundador da Founders Founders e Tiago Miranda, Diretor Executivo do Instituto de Ciência e Inovação para a Bio-sustentabilidade da Universidade do Minho. A moderação estará a cargo de Hernâni Zão Oliveira.

No dia 31 maio, pelas 21h30, o Auditório Municipal de Esposende acolhe a conferência “Pensar a escola do futuro - em homenagem a António Sérgio”, proferida por António Sampaio da Nóvoa, Reitor honorário da Universidade de Lisboa e Embaixador de Portugal na UNESCO, com moderação de João Miguel Gonçalves, Delegado Regional de Educação do Norte. A sessão será precedida pela performance “Liberdade”, pelo Coro Ars Vocalis.

No dia 1 de junho, às 21h30, o Auditório Municipal acolhe o concerto “Viagem – um sonho por entre os recantos do mundo”, pelo Coro de Pequenos Cantores de Esposende, com direção de Helena Venda Lima.

No dia 3 de junho, às 18 horas, realiza-se o Painel “Educação e formação de adultos: contributos para um desenvolvimento territorial inclusivo”, contando com a participação de João Caramelo, da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, com a comunicação “Educação de Adultos: prioridade de um território inclusivo”, Maria Antónia Gonçalves, Vice-Presidente da Associação Portuguesa de Educação e Formação de Adultos, que se debruçará sobre o tema “Percursos de Cidadania, Alfabetização e Literacias: um projeto inovador em Esposende” e Armando Loureiro, coordenador do Centro Qualifica Litoral Cávado, com a comunicação “Centro Qualifica: um espaço de Liberdade”. A moderação estará a cargo de Armando João Santos, Diretor do Centro de Emprego de Barcelos.

No dia 4 de junho, pelas 14h30, realiza-se no Auditório Municipal de Esposende a final intermunicipal do concurso “Olimpíadas do Património” - Projeto “+Cidadania”.

O Fórum da Educação conta com a colaboração da Zendensino, nomeadamente através do acolhimento aos participantes, em diversas ações, por alunos dos cursos de Técnico de Restauração da Escola Profissional de Esposende, e da performance artística de alunos da Escola de Música de Esposende, em diversos momentos.

Dia Mundial da Criança

O Fórum da Educação integra, uma vez mais, as comemorações do Dia Mundial da Criança. Entre 20 maio a 21 junho sobem ao palco “As Aventuras da Boneca SolFaMi” e “O Universo dos Instrumentos: as aventuras de Zé Manel Pianolas”, projetos artísticos multidisciplinares itinerantes, concebidos pela Escola de Música de Esposende, dirigidos a crianças da E. Pré-Escolar e alunos do 1.º CEB.

Nos dias 1 e 2 de junho há “Festa no Parque”, com insufláveis, atividades radicais, jogos tradicionais, pinturas faciais, oficinas, workshops, atividades desportivas, entre outras. As atividades decorrerão no Parque Radical e na Zona Ribeirinha envolvente, em Esposende, resultando de uma organização conjunta de diversos serviços do município e das empresas municipais Esposende Ambiente e Esposende 2000, com a colaboração da CIM Cávado, ACICE, Esposende Solidário e Noocity.

ARCOS DE VALDEVEZ PROMOVE FEIRA DAS PROFISSÕES

“Feira Mostra – Ofertas Educativas - Feira das Profissões” realizada pelo segundo ano consecutivo. Alunos tiveram contacto com várias profissões de forma a escolherem o melhor caminho profissional a seguir

60318684_368176717130187_8613611002946125824_n.jpg

O Serviço de Psicologia e Orientação (SPO) do Agrupamento de Escolas de Valdevez organizou, pelo segundo ano consecutivo, a “Feira Mostra – Ofertas Educativas - Feira das Profissões” no âmbito da Orientação para a Carreira, realizada para os alunos do Agrupamento de Escolas de Valdevez (AEV). Esta atividade decorreu em dois momentos e foi direcionada para os alunos finalistas de 9º e de 12º ano de escolaridade.

60127229_437858086782341_540268699282571264_n.jpg

No dia 2 de maio estiveram presentes diversas entidades de ensino superior (um total de 13 entidades presentes (Universidades/Politécnicos: 5 públicas, 2 privadas e Outras Entidades: 4 - Exército, PSP, CENFIM, IEFP) para a atividade “Feira Mostra – Ofertas Educativas”, cujo objetivo foi dar a conhecer a todos os alunos finalistas de 12º ano do Agrupamento as ofertas educativas e formativas, após conclusão do ensino secundário.

No dia 3 de maio organizou-se no novo Auditório a atividade intitulada de “Feira das Profissões”, onde estiveram presentes diversos profissionais convidados de diferentes áreas laborais (saúde, ensino, desporto, engenharia, artes, economia/administração, humanidades, forças militares/policiais e serviços – perfazendo um total de 42 convidados). Esta atividade é desenvolvida anualmente, com todas as turmas do 9º ano do AEV, tendo este ano letivo envolvido cerca de 220 alunos. O principal objetivo consiste em possibilitar e apoiar os alunos numa exploração e tomada de decisão mais consciente e fundamentada sobre questões de carreira.

60146009_327016591311087_8092386184359051264_n.jpg

Esta atividade proporcionou a oportunidade de trazer e recriar no contexto educativo, um espaço próximo à realidade profissional dos presentes permitindo, assim, que os alunos pudessem realizar uma exploração mais ativa e aprofundada de áreas de interesse, bem como, de outras que desconhecessem.

Segundo o feedback recebido pela comunidade educativa e pelos próprios convidados presentes neste evento, este foi um momento de grande significado e importância na vida destes jovens alunos.

O Agrupamento agradece a colaboração de todos os envolvidos e parceiros, pois sem eles não seria possível concretizar esta atividade.

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, esteve presente nesta iniciativa, que contou com o apoio financeiro e logístico da Autarquia, manifestando o seu apoio e interesse numa atividade que abre horizontes aos alunos do concelho e os ajuda a fazer escolhas em relação ao seu futuro profissional.

60179239_294065298200700_8116819514571620352_n.jpg

60323074_2691273574277744_5507222150303449088_n.jpg

60627144_304101020526110_4646986376108048384_n.jpg

PAN APRESENTA DECLARAÇÃO DE VOTO RELATIVA AO DESCONGELAMENTO DA CARREIRA DOCENTE

DECLARAÇÃO DE VOTO

Relativa ao Texto Final apresentado pela Comissão de Educação e Ciência relativo às Apreciações Parlamentares n.ºs 126/XIII/4.ª (BE) – Decreto-Lei nº 36/2019, de 15 de março, que mitiga os efeitos do congelamento ocorrido entre 2011 e 2017 na carreira docente; 127/XIII/4.ª (PCP) - Decreto-Lei n.º 36/2019 de 15 de março, que "mitiga os efeitos do congelamento ocorrido entre 2011 e 2017 na carreira docente"; e 129/XIII/4.ª (PSD) - Decreto-Lei n.º 36/2019 de 15 de março, que mitiga os efeitos do congelamento ocorrido entre 2011 e 2017 na carreira docente

Considerando:

1) O princípio do descongelamento de salários e de carreiras dos docentes, que o PAN sempre defendeu;

2) O princípio da igualdade para as carreiras de todos os trabalhadores e servidores do Estado;

3) O princípio do rigor orçamental e da sustentabilidade financeira;

4) Que a proposta em apreço não garante a aplicação dos princípios enunciados;

5) Que o PAN aprovou a Lei do Orçamento do Estado para 2018 que contém uma norma de imposição ao Governo do dever de negociar com os sindicatos a expressão remuneratória do tempo de serviço em corpos especiais, tendo em conta a sustentabilidade e compatibilização com os recursos disponíveis;

6) Que a solução proposta pelo governo, para todos os corpos especiais, que assegura a recuperação parcial do tempo de serviço congelado, se apresenta como uma solução que é, no presente e no futuro, financeiramente sustentável e que assegura igualdade de tratamento dos docentes relativamente aos restantes corpos especiais;

7) Que a aprovação deste texto final teria implicações financeiras e seria socialmente injusta na medida em que colocaria em situação de desigualdade os demais funcionários públicos e todos os que sofreram os efeitos da crise nos seus salários e pensões;

e

8) Que as normas avocadas pelo PSD e CDS significariam fixar prazos porventura inatingíveis para a concretização da contagem integral do tempo de serviço e abririam a porta ao enfraquecimento do Estatuto da Carreira Docente.

O PAN, entendendo a justa e legítima reivindicação dos docentes, não pode, em consciência, acompanhar a proposta, pelo que se abstém.

Não podemos deixar de lamentar que:

- A negociação sindical com o governo tenha perdido a sua centralidade para o parlamento;

- Que o governo não tenha conseguido encontrar uma solução negocial que garanta a estabilidade social e laboral e cumpra os compromissos assumidos com os docentes;

- A carreira dos docentes tenha sido utilizada como arma de combate político e eleitoral entre os partidos que suportam o governo e entre o PS e os partidos da direita;

- A obsoleta guerra ideológica esquerda/direita e as opções eleitoralistas dos partidos se sobreponham aos interesses dos docentes e dos contribuintes;

- O primeiro ministro, conforme se comprometeu com os portugueses, não tenha conseguido garantir uma solução governativa estável no seio dos partidos que sustentam o governo;

O PAN defende a valorização e o reconhecimento do trabalho dos docentes e a dignificação das suas carreiras e enaltece a importância do seu papel na sociedade. O PAN agradece a todos os docentes que diariamente exercem a sua profissão com dedicação e afinco, que sentem na pele os excessos da burocracia e os problemas de um modelo educativo que necessita de ser amplamente repensado e discutido, com vista a uma Educação Viva.

Palácio de São Bento, 10 de Maio de 2019

O Deputado,

André Silva

PAP: A MAESTRIA DA RESTAURAÇÃO NA EPATV

Os alunos finalistas dos Cursos Técnicos de Restaurante/Bar e Cozinha/Pastelaria, apresentaram entre os dias 8 e 10 de maio, as Provas de Aptidão Profissional (PAP).

IMG_4315.JPG

Esta é uma prova importante para os alunos de restauração, onde se mostra a excelência da cozinha lecionada na EPATV.

O jurí era composto por: Chef Emídio Concha de Almeida; Pinto Leite (Escola de Hotelaria e Turismo do Porto); Carlos Pires (Escola de Hotelaria e Turismo de Viana); Camilo Sousa (APHORT); Agostinho Peixoto (Turismo Porto e norte de Portugal); Manuel Brito (Câmara Municipal Vila Verde); Manuela Cruz (Restaurante Astoria); Delfim Filho (Hotel Meliã); Chef Marco Varela (Restaurante Sábrego); Sandra Monteiro (Diretora Pedagógica da EPATV) e vários docentes.

Estes alunos partem em breve para estágio final - muitos deles em contexto internacional - e onde a empregabilidade tem elevada percentagem.

O chef Emídio Concha referiu, por último, que estes jovens elevam o nível da aprendizagem gastronómica do país - «já assisti a muitas provas noutras escolas, mas esta está de facto a um nível muito superior. Parabéns, sejam felizes.»

IMG_3652.JPG

IMG_3655.JPG

IMG_3809.JPG

IMG_3825.JPG

IMG_3993.JPG

IMG_4069.JPG

IMG_4076.JPG

IMG_4122.JPG

ESPOSENDE PROMOVE ENSINO PROFISSIONAL

Município de Esposende promoveu sessão formativa sobre o Ensino Profissional

O Município de Esposende, em colaboração com o Centro de Formação da Associação de Escolas de Barcelos e Esposende, promoveu, no passado dia 3 de maio, uma sessão formativa sobre a temática “Formação Profissional: Opções, percursos e reflexões”.

_DSC0978.JPG

Este evento teve como público-alvo alunos do 9.º ano, pais/encarregados de educação, técnicos dos Serviços de Psicologia e Orientação, coordenadores e professores dos cursos profissionais e restante comunidade educativa.

A iniciativa contou com a presença de Luísa Orvalho, da Universidade Católica Portuguesa – Centro Regional do Porto, e com um painel de entidades que colaboram com as escolas de Esposende, no âmbito da Formação em Contexto de Trabalho.

Feita uma breve resenha histórica dos cursos profissionais, Luísa Orvalho deu particular ênfase à necessidade de todos estarem atentos aos desafios da sociedade do século XXI e à importância de as escolas, em parceria com as famílias, dotarem os jovens das competências 2020, alinhadas com o Perfil dos Alunos à Escolaridade Obrigatória, imprescindíveis para estarem preparados para as profissões do futuro neste contexto de globalização e desenvolvimento tecnológico em aceleração – a “4.ª Revolução Industrial”. Enfatizou, nomeadamente, a resolução de problemas, o pensamento crítico, a flexibilidade cognitiva, a inteligência emocional, o trabalho de equipa e o aprender a aprender.

Os convidados que integraram o painel que se seguiu, nomeadamente José Pimentel, Responsável de Manutenção da Wieland – Thermal Soluctions Lda., Paulo Rodrigo Silva, Diretor do Hotel Axis Ofir Beach Resort, e Manuela Sá, Enfermeira Chefe do Centro de Saúde de Esposende – ACES Cávado III Barcelos/Esposende, fizeram uma contextualização a cada área profissional e às exigências das mesmas na contemporaneidade. Elencaram áreas de formação-chave para a formação dos jovens, tendo por base as necessidades do mercado de trabalho e as respetivas competências exigidas, apresentando os desafios e oportunidades do nosso território.

_DSC1071.JPG

PONTE DE LIMA IMPLEMENTA PROJETO SCHOOL 4AII

Municipio de Ponte de Lima Apresenta projeto School 4All - 8 de maio – 11 horas – Escola António Feijó

Considerando a aposta na Educação como um eixo fundamental para o desenvolvimento do concelho de Ponte de Lima, o Município encontra-se a implementar o projeto School 4All – Ponte de Lima, cujo objetivo assenta na melhoria do sucesso educativo no concelho e reduzir o abandono escolar precoce para as metas definidas no Plano Nacional de Reformas e do Portugal 2020.

Convite_School4All-01.jpg

Trata-se de uma forte aposta na educação e formação dos alunos do concelho de Ponte de Lima através de estratégias pré definidas e sinalização de situações previamente identificadas que visam a melhoria dos resultados das taxas de sucesso escolares, promovam a igualdade de acesso a um ensino de qualidade, a assiduidade e o comportamento dos alunos envolvidos, motivando-os para a aquisição de novas aprendizagens e dos seus interesses com base numa ação arquitetada entre os distintos stakeholders locais.

O projeto School 4All – Ponte de Lima representa um investimento de 608 578,15€ cofinanciado em 85% pelo FSE, e será apresentado publicamente a toda a comunidade escolar, pelo Municipio de Ponte de Lima, quarta-feira, 8 de maio, às 11 horas, na Escola Básica EB 2,3 António Feijó.

De referir que o School 4All – Ponte de Lima referencia três ações chave consideradas na lógica do território que vão desde a ação de uma Equipa Multidisciplinar junto das escolas, para auxiliar famílias e alunos referenciados que evidenciam maiores dificuldades de aprendizagem ou risco de abandono, através de medidas de inclusão e um plano de intervenção individual; os Espaços de Aprendizagem Personalizada Ciência Divertida 3.0 + Educação 4.0 distribuídos um por cada Agrupamento a funcionar como áreas inovadoras de aprendizagem onde se pode aliar as ciências às tecnologias e ainda um Laboratório de Línguas, como espaço complementar de aprendizagem, fisicamente concebido na Escola Secundária de Ponte de Lima e que se destina ao desenvolvimento de melhores aptidões de expressão oral, comunicação e oratória, que previna o insucesso nas línguas estrangeiras.

Convite_School4All-02.jpg