Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

APRESENTAÇÃO DO MAIOR BOLO DE MEL DE PORTUGAL JUNTOU CENTENAS DE PESSOAS EM PONTE DA BARCA

Um bolo de mel com 66 metros e 90 centímetros foi hoje apresentado em Ponte da Barca! A iniciativa da Câmara Municipal em parceria com quatro pastelarias locais: Cascata, Caracas, Doce Lima e Liz, vai na sua quarta edição e juntou, em frente aos Paços do Concelho, centenas de pessoas num dia de festa que contou ainda com a animação das rusgas da Associação Magalhães em Movimento e do Rancho Folclórico das Lavadeiras do Paço Lima e do grupo musical Offir Show.

A iniciativa teve ainda uma vertente social, na medida em que toda a receita com a venda do bolo reverteu a favor dos Bombeiros Voluntários de Ponte da Barca.

Capturarbmel.PNG

1bmel.jpg

2bmel.jpg

6bmel.jpg

PONTE DA BARCA APRESENTA MAIOR BOLO DE MEL DE PORTUGAL

É já no próximo domingo (13 de janeiro), a partir das 14h30, em frente aos Paços do Concelho, que Ponte da Barca apresenta o maior Bolo de Mel de Portugal – Bolo à Terras da Nóbrega, numa iniciativa da autarquia barquense que vai já no quarto ano consecutivo e conta com a colaboração de quatro pastelarias locais: Caracas, Cascata, Doce Lima e Liz.

Capturarbolomelpb.PNG

A confeção deverá demorar cerca de seis horas e vai envolver mais de 100 quilos de farinha, 30 litros de mel, 50 quilos de açúcar, mais de 200 ovos e 20 quilos de nozes.

A iniciativa pretende valorizar os ingredientes mais tradicionais do concelho como o mel e as nozes, assim como  dinamizar o comércio tradicional, dando visibilidade às pastelarias do concelho.

CABECEIRAS DE BASTO VAI TER DOCE REGIONAL

Concurso para a criação do Doce Cabeceirense foi apresentado hoje na Casa do Tempo

Foi lançado esta manhã, dia 11 de janeiro, na Casa do Tempo, o Concurso Doce Cabeceirense que tem como objetivo reforçar e valorizar o que se fazia no núcleo familiar, principalmente pelos avós, tendo em vista a criação de um doce de Cabeceiras de Basto.

Concurso para a criação do Doce Cabeceirense foi apresentado hoje na Casa do Tempo.JPG

Estiveram presentes nesta sessão o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, a vereadora do Turismo, Dra. Carla Lousada, bem como a diretora do Centro de Emprego do Médio Ave, Dra. Helena Chaves.

Coube ao presidente da Câmara dar a conhecer aos presentes os objetivos deste concurso, desafiando todos os interessados a apresentar as suas propostas, designadamente às formandas do Curso de Pastelaria Conventual que terminou no passado mês de dezembro de 2018 e que estiveram presentes nesta sessão de apresentação.

O autarca manifestou o seu desejo de ver muitas ideias/propostas inscritas no concurso, salientando, na oportunidade, que os usos, costumes e tradições, os saberes e sabores, bem como as formas de fazer são expressões culturais que devemos preservar em respeito dos nossos ancestrais e em prol das novas gerações.

São objetivos deste concurso “aliar a memória de uma alimentação de afetos ao uso dos produtos da terra e da tecnologia, reforçando e valorizando o que se fazia no núcleo familiar; incentivar a inovação na pastelaria cabeceirense; sensibilizar os agentes económicos e a população em geral para a importância estratégica dos produtos endógenos, em especial o mel de Basto, as ervas aromáticas, o vinho verde da região de Basto (Cabeceiras de Basto), o leite, as frutas da região e seus derivados, no contexto do desenvolvimento do território de Cabeceiras de Basto; e incentivar a inovação e o empreendedorismo individual ou coletivo, visando o aproveitamento desses produtos para a criação original de um doce ou bolo de matriz local”.

Coube à Dra. Raquel Sampaio, da Academia das Emoções, apresentar as normas de participação do Concurso Doce Cabeceirense que está a ser organizado pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto no âmbito do programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’ financiado por fundos comunitários, através do Norte 2020.

As inscrições no concurso são gratuitas, estando abertas entre os dias 12 de janeiro e 28 de fevereiro de 2019. Durante os meses de março e abril será, assim, desenvolvido o produto e no dia 18 de maio o júri fará a avaliação das propostas a concurso.

Serão admitidos a concurso doces de qualquer tipo, desde que cumpram o estabelecido nas normas de participação, sendo que os critérios de avaliação por parte do júri são a originalidade, a genuinidade, a apresentação, a viabilidade de produção empresarial futura, entre outros que o júri, fundamentadamente, venha a considerar relevante.

As normas de participação e a ficha de inscrição encontram-se já disponíveis no site da Câmara Municipal em https://cabeceirasdebasto.pt/index.php?oid=20065&op=all.

Na oportunidade, a Dra. Helena Chaves, diretora do Centro de Emprego do Médio Ave, parceiro do Município nesta ação de dinamização do Doce Cabeceirense, felicitou as formandas do Curso de Pastelaria Conventual pela sua presença nesta iniciativa, reforçando as oportunidades, designadamente ao nível do empreendedorismo, que a participação neste concurso pode trazer às formandas.

Coube à vereadora do Turismo, Dra. Carla Lousada, encerrar a sessão, desejando “um bom trabalho e boas ideias” a todos os concorrentes.

MARUPIU: A PASTELARIA DE FAMALICÃO QUE É UM SONHO!

Paulo Cunha elogiou projeto inovador e diferenciador, que atrai novos consumidores ao concelho

Diz o poeta que “o sonho comanda vida”. No caso do casal famalicense Ana Correia e Rui Correia foi a conjugação dos sonhos de ambos que lhes mudou a vida. A Marupiu Pâtisserie nasceu há um ano, na Rua Ernesto Carvalho, na cidade de Famalicão, hoje é a confirmação de um projeto inovador e bem-sucedido, que atrai pessoas de todo o país e do norte de Espanha.

DSC_0697

Rui sonhou com o nome Marupiu e Ana foi atrás do sonho de criar uma pastelaria assente num conceito diferenciador de inspiração francesa. Hoje, são os responsáveis por um projeto único, que mais que uma pastelaria já se tornou uma experiência obrigatória para quem visita a região.

DSC_0885

O arrojo, criatividade e inovação da Marupiu justificaram a visita do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, na passada sexta-feira, com a sua inclusão no Roteiro pela Inovação de Famalicão, enquanto projeto comunitário inspirador.

Na montra, os bolos assemelham-se a verdadeiras obras de arte, numa tentação para os sentidos, evocando uma degustação lenta e prazerosa.

E se bem parece, melhor ainda é o sabor. Porque aqui os olhos também comem e ainda antes de provar, já as pessoas estão completamente rendidas à estética das sobremesas apresentadas, depois é saborear tentando prolongar ao máximo a experiência.

Para este Natal, as propostas são sofisticadas e irrepetíveis, com um Tronco de Natal que junta maracujá e amêndoa ao incontornável chocolate, um bolo de framboesas com chocolate rubi – cuja cor vem da própria fava do cacau – um bolo de chocolate e avelã com flocos de ouro comestíveis de três quilates e bolinhas de amêndoa e pinhão, sem glúten.

“Queremos sempre que o cliente viva uma experiência quando come as nossas sobremesas e que a qualidade esteja lá” explica Ana Correia. À arte a à experiência muitas vezes única, os dois empreendedores juntam a qualidade dos produtos. “Não compramos os recheios nem as coberturas, compramos fruta e colocamos pouco açúcar”, acrescenta, adiantando ainda que “tentamos sempre utilizar os produtos locais, porque para além da frescura temos que aproveitar o que temos na nossa região e depois juntamos as vivências que temos, utilizando os sabores da nossa infância, novas experiências, novas conjugações”.

Num conceito totalmente diferenciador, a Marupiu conseguiu fidelizar os clientes e segundo afirma Ana Correia “os que vão, voltam sempre e todas as semanas temos novos clientes”.

Na Marupiu a carta de sobremesas altera várias vezes por ano, para “surpreender os clientes, potenciar os produtos e aproveitar as matérias primas nas melhores condições. É também uma forma de nos motivarmos”, sublinha Rui Correia explicando que “num ano, já é a terceira carta de sobremesas que apresentamos”. “Muitas das sobremesas deixam de estar disponíveis e lançamos novos sabores e novas texturas”.

Paulo Cunha elogiou o arrojo do projeto, assente num conceito inovador que revela que “a qualidade é sempre um caminho seguro”.

O autarca destacou ainda que a Marupiu é “um projeto que reforça a atratividade do concelho. É um projeto ancora importante para o turismo do concelho porque ajuda a trazer para o nosso território novos consumidores”. Neste sentido, Paulo Cunha não escondeu o desejo de “ver este exemplo replicado para que através da excelência e da qualidade se criem condições para a visita ao território”.

Por outro lado, o autarca lembrou que “a marupiu revela que vale sempre a pena ir atras do sonho e das vocações. Nunca devemos desistir dos nossos sonhos, independentemente da nossa formação académica ou curricular”.

Refira-se que a Marupiu é um projeto que foi impulsionado, desde o início, pela Câmara Municipal através Famalicão Made IN, no âmbito do apoio ao surgimento de novos projetos no concelho.

DSC_0897

CERVEIRA É UM DOCE!

Doçaria típica e música natalícia animam este fim-de-semana

O Na’tal Cerveira 2018 prossegue com mais um fim-de-semana atrativo, privilegiando o ambiente familiar. ‘Cerveira Mais Doce’ e ‘Concerto de Natal’ são as duas atividades propostas para comemorar a quadra festiva que se aproxima. Para os mais pequenos, o divertido parque de diversões continua de portas abertas até 6 de janeiro.

CARTAZ CERVEIRA MAIS DOCE

Quem quiser ser envolvido pelo verdadeiro espírito natalício tem de visitar Vila Nova de Cerveira e desfrutar das várias sugestões sui generis da época para todos os gostos e todas as idades.

Os próximos dois fins-de-semana (15 a 16 e 22 a 23) vão fazer crescer ‘água na boca’ com o ‘Cerveira Mais Doce’. Cerca de 10 pastelarias, produtores e instituições do concelho vão tornar este Natal ainda mais saboroso, através da venda direta ao público de doçaria tradicional natalícia, em pleno centro histórico.

Do bolo-rei às rabanadas, dos sonhos aos filhoses. Seja pela apresentação ou pelo aroma adocicado no ar, vai ser difícil resistir a degustar algumas destas iguarias e até aproveitar a oportunidade para fazer algumas encomendas para rechear ainda mais a mesa da Noite da Consoada.

Ainda para este domingo, mantém-se o tradicional Concerto de Natal, na Igreja Matriz, onde as mais belas canções de Natal são interpretadas por três grupos corais. Este ano, a proposta é revisitar alguns dos clássicos natalício pelas vozes do Coro do Centro de Estudos Regionais (CEER) de Viana do Castelo, do Coral Polifónica da Agrupacion Musical do Rosal e do Coral Polifónico de Vila Nova de Cerveira vão revisitar alguns dos clássicos desta época festiva.

Sem esquecer aqueles que mais cibram com o Natal - as crianças e os jovens - uma das novidades desta edição Na’tal Cerveira 2018 é o Na’tal Cerveira Kids. Até 6 de janeiro, o Parque do Centro Coordenador de Transportes está transformado num mágico parque de diversões exclusivamente pensado para fazer sorrir os mais pequenos. São cerca de 10 atrações entre pista de carrinhos de choque, trampolim – “fun jump”, carrossel, pista infantil de barcos, simulador de realidade virtual, jogos tradicionais, jogo de patelas, pista “Dragão” e insufláveis, momentos eletrizantes que serão reconfortados com a presença de roulottes de pão com chouriço, farturas, de pipocas e de algodão doce.

O espaço de diversão infantil funciona de segunda a quinta-feira das 12h30 às 22h00; às sextas, sábados e domingos das 10h00 às 24h00, com exceção do dia 24 de dezembro que estará encerrado, nos dias 25 de dezembro e 1 de janeiro funcionará entre as 14h00 às 24h00, e no dia 31 encontra-se aberto das 12h30 às 24h00.

DOÇARIA EM FAMALICÃO É OBRA DE ARTE

Há bolos que são obras de arte e uma tentação para os sentidos numa pastelaria de Famalicão

Roteiro pela Inovação de Famalicão celebra 1.º aniversário da Marupiu, sexta-feira, 14 de dezembro, pelas 11h00, na Rua Ernesto Carvalho, N.º 139

Os bolos da Marupiu dispensam palavras

Numa lista atualizada das coisas que não pode deixar de fazer em Vila Nova de Famalicão, a visita à pastelaria Marupiu entraria muito provavelmente para o top 10 das sugestões imperdíveis. Cada bolo é uma verdadeira obra de arte e uma tentação para os sentidos, pedindo uma degustação lenta e prazerosa.

A chef pasteleira Ana Correia abriu a Marupiu com o marido Rui Correia há um ano e hoje são presença assídua na comunicação social e um destino obrigatório para quem quer mimar-se a si próprio ou surpreender alguém.

O arrojo, criatividade e inovação da Marupiu são ingredientes que justificam a inclusão do projeto no Roteiro pela Inovação de Famalicão elevando-o à categoria de projeto comunitário inspirador.

VIANENSES COMEM MEIA TONELADA DE BOLO REI

500 quilos de bolo rei à borla engolidos por multidão em Viana

Um bolo rei com cerca de 500 quilos foi este sábado montado ao redor do chafariz da Praça da República, em Viana do Castelo, e depois distribuído por milhares de pessoas que ali se apinharam à espera de receber uma (ou mais) fatias à borla.

image (5)

O doce natalício confecionado por 16 pastelarias locais desapareceu num ápice. Depois de fatiado e oferecido à multidão por uma equipa de 25 pessoas. O evento foi organizado pela Associação Empresarial e Câmara Municipal de Viana do Castelo. E deliciou quem conseguiu provar o bolo típico.

"Vim com o meu filho de propósito ver o bolo rei. Foi a primeira vez. Comi e está muito bom", disse Torcato Cruz, residente em Barroselas, Viana do Castelo.

Já Rosa Caetano Freitas, da Meadela, preferiu apreciar o ambiente festivo que se gerou à volta do bolo. "Costumo vir sempre ao bolo rei. Isto é lindo. É maneira de trazer gente à cidade que precisa de festa", afirmou.

"É o melhor bolo rei de Portugal. Já viram a paixão dos pasteleiros que se ocuparam disto? Além disso é o único bolo rei do país feito com esta dimensão. Há muito bolo rei feito ao comprido, mas este é no formato original e gigante", declarou orgulhoso Sérgio Rodrigues, coordenador da equipa responsável pela confeção, montagem e distribuição. A iniciativa estava marcada para as 16 horas, mas antes disso já o doce estava a postos na praça principal da cidade para ser engolido pela multidão.

Fonte: Ana Peixoto Fernandes / https://www.jn.pt/

image (1)

image (2)

image (3)

image (4)

image (6)

image (7)

image (8)

image

EPRALIMA LEVA O NATAL AO MERCADO DE ARCOS DE VALDEVEZ

Enquadrado na programação de Natal que a Câmara Municipal e a ACIAB se encontram a realizar até ao próximo dia 7 de Janeiro, a Epralima, com o apoio da Câmara Municipal, realizou no Mercado Municipal uma ação de degustação de Bolo-rei.

IMG_3862

A turma O de Técnico de Cozinha/Pastelaria realizou demonstrações de receitas de Bolo-rei, nomeadamente de chocolate, maçã e chila que fizeram as delícias de quem teve a oportunidade de provar.  

Esta iniciativa contou com bastante adesão por parte das pessoas, que se deliciaram com os bolos apresentados, tendo também tido a oportunidade de ficarem a conhecer novas formas, igualmente deliciosas, de fazer este bolo, que não falta à mesa dos portugueses em época natalícia.

Esta foi também uma forma de criar mais dinâmica neste espaço, atraindo assim mais pessoas ao local e, ao mesmo tempo, aumentando as vendas dos comerciantes aqui sedeados.

IMG_3863

IMG_3875

IMG_3880

ARCOS DE VALDEVEZ É TERRA DOS DOCES E DO CHOCOLATE

Feira dos Doces e do Chocolate. 7 a 9 de Dezembro, no Campo do Trasladário

De 7 a 9 de Dezembro decorrerá em Arcos de Valdevez a Feira dos Doces e do Chocolate, uma iniciativa integrada na Campanha Magia de Natal, onde mais uma vez se poderá provar a excelente doçaria arcuense como o bolo de discos, os charutos de ovos ou os rebuçados dos Arcos e aproveitar para assistir aos showcookings “A Escola do Chocolate”, pela Epralima e o “Bolo de Mel em Calda”, por Rosa Maria; participar no Workshop “Natal+Artesanal” – Oficina de Construção de um Cavalo de Pau, da Escola das Artes e Ofícios de Arcos de Valdevez, na qual se irá desenvolver a curiosidade, despertar a capacidade criadora e promover a reutilização de produtos. Em família, será construído um cavalo, que permitirá dar asas à imaginação e cavalgar até onde a imaginação levar os participantes.

chocolate_2018_wip

Da programação também fazem parte Seminários, que debaterão Novas formas de comercialização e valorização dos produtos da Agricultura Social e Sustentável e a Feira “Mercado da Terra - Agricultura Social e Sustentável”, promovidos pela Incubo, bem como animação diversa proporcionada por grupos de baile, provas de vinhos comentadas pela AVVEZ - Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez, atuação de grupos corais do concelho, pinturas Faciais e Esculturas de Balões, palhaços, teatro, apresentação de livros e muito mais.

A Campanha – Magia de Natal 2018 é organizada pela Câmara Municipal e a ACIAB – Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e de Ponte da Barca, com o objetivo de promover o que se faz em Arcos de Valdevez, pensar na dinamização do comércio local e turismo, bem como na população, nomeadamente as crianças e os jovens.

FEIRA DOS DOCES E DO CHOCOLATE 

07 de Dezembro | Sexta

15h00 - Inauguração de Exposição de Árvores

               Praça Municipal

18h00 - Abertura da “Feira dos Doces e do Chocolate”

               Campo do Trasladário

21h00 - Prova de Vinho Quente (Stand AVVEZ)

AVVEZ - Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez

21h30 - Grupo Musical “Coral Padre Himalaya”

22h15 - Grupo Infantil “Vozes Meninos do Vez”

               Campo do Trasladário

22h00 – Música/Audição - Espetáculo da Escola de Música “Music Square”

               Auditório da Casa das Artes

23h00 - Fecho da “Feira dos Doces e do Chocolate”

08 de Dezembro | Sábado

10h00 - Abertura da “Feira dos Doces e do Chocolate”

              Campo do Trasladário

10h00 - Abertura da Feira “Mercado da Terra - Agricultura Social e Sustentável”

              Campo do Trasladário

    10h30 - Workshop “Natal+Artesanal” – Oficina de Construção de um Cavalo de Pau

                    Escola de Artes e Ofícios de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca     

                     Campo do Trasladário

11h00 - Apresentação de Casos de Sucesso da Euro Região Galiza - Norte de Portugal -   

               Agricultura Social e Sustentável

            Auditório do CMIT

14h30 – Seminário - Novas formas de comercialização e valorização dos produtos da  

Agricultura Social e Sustentável

1º Painel: Cadeias Curtas de Comercialização / Mercados Tradicionais

2º Painel: Movimento Slow Food / Agricultura Social e Sustentável

            Auditório do CMIT

14h30 - Animação Infantil: “Pinturas Faciais e Esculturas de Balões

15h00 - Show Cooking -“A Escola do Chocolate”

               EPRALIMA | Escola Profissional do Alto Lima

 15h30 - Parelha de Palhaços: O “Afonsito”, “Tremidinho” e “Catatau”

16h00 - Prova Comentada de Vinhos de Arcos de Valdevez (Espaço 'Show Cooking')

AVVEZ - Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez

16h30 - Animação de Natal “As Natalícias” - “Grupo de Teatro do Vez” – GTV

17h30 - Apresentação Boletim Cultural do GEPA

               Sala da Varanda da Casa das Artes

19h00 - Encerramento da Feira “Mercado da Terra - Agricultura Social e Sustentável”

              Campo do Trasladário

21h00 - Prova de Vinho Quente (Stand AVVEZ)

AVVEZ - Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez

21h30 - Grupo de Baile: Carlos Rodrigues

23h00 - Fecho da “Feira dos Doces e do Chocolate”

09 de Dezembro | Domingo

10h00 - Abertura da “Feira dos Doces e do Chocolate”

               Campo do Trasladário

10h00 - Abertura da Feira “Mercado da Terra - Agricultura Social e Sustentável”

              Campo do Trasladário

11h00 - Apresentação de Casos de Sucesso da Euro Região Galiza – Agricultura Social e Sustentável

                Feira “Mercado da Terra - Agricultura Social e Sustentável”

14h30 - Animação Infantil: “Pinturas Faciais e Esculturas de Balões”

15h00 - Show Cooking - “Bolo de Mel em Calda” - RM Rosa Maria

15h30 - BALLET - Escola de Ballet de Ponte da Barca

               Auditório da Casa das Artes

 15h30 - Grupo de Baile: “Ofir Show & Nino Fernandes”

18h00 - Encerramento da Feira “Mercado da Terra - Agricultura Social e Sustentável”

18h00- Encerramento da “Feira dos Doces e do Chocolate”

VILAVERDENSES FAZEM DOCES COM AMOR E CARINHO

Bolachas made in EPATV: dos Alunos de Padaria/Pastelaria e Idosos de Atiães com carinho

O 3ºano do Curso Técnico de Padaria / Pastelaria acolheu, ontem dia 4 de dezembro, um grupo de idosos do Centro de Solidariedade da Sagrada Família de Atiães, na cozinha da Quinta do Pico (Pico de Regalados, Vila Verde).

47389833_10156792257533116_637400479898271744_n

A iniciativa, inserida na Semana do Voluntariado da EPATV, consistiu na confeção de bolachas, cujas vendas revertem para a Missão da Comarca do Caxito - Bairro do Mulondu, em Angola - uma ação humanitária da Congregação Divina Providência e Sagrada Família.

Curiosamente, esta atividade aconteceu no Dia Mundial da Bolacha e foi brilhante o espírito de equipa entre os alunos, cheios brilho para ensinar, e os idosos, com vontade para aprender e força para executar.

47395173_10156792256363116_2848991535607840768_n

47580556_10156792257893116_669897216072089600_n

IMG_5404

IMG_5464 (Large)

VALENÇA É UMA FORTALEZA DE CHOCOLATE

De 6 a 9 Festa do Chocolate em Valença: Cascatas, Bombons, Licores... uma Doce Tentação

Gosta de Chocolate? A Fortaleza de Chocolate é o destino, para saborear e sentir o chocolate, de tantas formas, entre 6 e 9 de dezembro, em Valença.

unnamed

Feira/mostra dedicada, em exclusivo, à degustação e compra de produtos à base de chocolate. Bombons, cupcakes, cakepops, waffles, crepes, torrões, brigadeiros, trufas, bombocas, chupas de chocolate, um sem fim de produtos onde o chocolate é rei.

As Sensações do Chocolate em Valença

Cascatas, bombons e bombocas, trufas, torrões, espetadas de fruta, ginjas e licores e tantos outros produtos em que o chocolate é rei, são o convite que Valença apresenta para os próximos dias. A feira contará, ainda, com produtos à base de chocolate, sem gluten.

Durante quatro dias Valença apresenta um mundo de tentações que vai deliciar os milhares de visitantes esperados nesta iniciativa integrada na Valença Natal.

A feira contará com a presença de doceiros, pasteleiros, produtores de chocolate e chocolatiers portugueses e espanhóis.

6 a 9 de dezembro

Entre 6 e 9 de dezembro, entre as 10h e as 20h, a feira estará aberta ao público e com acesso gratuito.

A Fortaleza de Chocolate vai-se desenvolver na Fortaleza de Valença, em especial na Praça da República, no Largo do Governo Militar e numa carpa na Rua da Oliveira.

O evento será enriquecido com um conjunto de painéis artísticos, da artista Rita Nicolau, numa viagem entre o seu livro “Uma Espécie de Coisas Soltas” e a Fortaleza de Chocolate.

Valença tem tradição na confeção do chocolate, apresentando a mais antiga festa do chocolate da região.

Meter as Mãos no Chocolate

Para os curiosos pela arte de transformar chocolate, os showcooking's, vão proporcionar experiências únicas de fazer bombons, esculturas e tantas delicias mais a partir de chocolate. Nos dias do certame, entre as 11h e as 12h30.

Um Natal Mágico em Valença

Duendelândia, Pista de Gelo, Cidade Presépio, Comboio de Natal, Concertos de Natal, iluminação artística, Passagem de Ano e Cavalgata Internacional de Reis completam a programação da Valença Natal 2018.

“ROTA DA RABANADA” APRESENTA MAIS DE 50 ESPECIALIDADES

Para degustar cerca de meia centena de cafés, pastelarias, mercearias, hotéis e restaurantes aderentes do concelho

A ‘Rota da Rabanada’ volta a fazer parte da Agenda Natal 2018do Município de Caminha. Este ano, comnovos aderentes e mais especialidades, com destaque para a rabanada infantil. De 1 a 31 de dezembro, no concelho há mais de 50 especialidades de rabanada para degustar em cerca de meia centena de cafés, pastelarias, mercearias, hotéis e restaurantes aderentes do concelho.

46847343_1948330998554753_5524889274937245696_n

Em Portugal, e o concelho de Caminha não é exceção, a rabanada é um doce com tradiçãoe está presente à mesa na consoada de todos os caminhenses. Desde a sua criação, a ‘Rota da Rabanada’ tem sido uma das atrações gastronómicas do concelho nesta altura do ano. Assim, à semelhança das edições anteriores, o Município lançou o repto aos cafés, pastelarias, mercearias e restaurantes do concelho para que aderissem e com novas criações. Esta edição conta com a adesão de novos estabelecimentos e com novas rabanadas, como por exemplo a rabanada infantil. Também há casos, em que o mesmo estabelecimento apresenta como especialidade mais de que uma recita de rabanada. O desafio foi aceite por meia centena de cafés, pastelarias e restaurantes do concelho. Para o Município, esta iniciativa tem como objetivos promover a gastronomia, dinamizar o comércio e a economia local.

A partir de sábado e até ao final do ano, no concelho de Caminha, desde Vila Praia de Âncora a Seixas, passando por Âncora, Moledo, Gondar, Vilar de Mouros e Caminha há mais de 50 rabanadas diferentes para degustar nos cafés, pastelarias, mercearias, hotéis e restaurantes aderentes do concelho, isto é, cada um dos estabelecimentos aderentes terá à venda diariamente a sua ou as suas especialidades especialidade. Os preços variam entre a gratuitidade e os 5€.  Para promover a iniciativa, o Município de Caminha elaborou o chamado “Passaporte Rota da Rabanada” com os diversos estabelecimentos aderentes, e a cada 10 carimbos diferentes, dará direito a uma oferta do Município de Caminha, a levantar nos Postos de Turismo do concelho. À semelhança do ano passado, portador do “Passaporte da Rabanada” quando for levantar o seu presente, poderá votar na sua rabanada favorita. Os resultados serão dados a conhecer no início de 2019.

BARCELOS DOCE PROMOVE PASTELARIA TRADICIONAL DE NATAL

Iniciativa decorre nos dias 1 e 2 de dezembro

A Câmara Municipal de Barcelos promove, nos dias 1 e 2 de dezembro, o concurso Barcelos Doce. Durante a manhã de sábado, no Posto de Turismo, doze pastelarias e padarias do concelho, que participam neste concurso, mostram a doçaria típica da época de Natal, como o bolo-rei, o pão-de-ló e o tronco de Natal, confecionados de acordo com as tradições gastronómicas da região.

BarcelosDoce_Cartaz_2018

Quem visitar a cidade nesta altura e se deslocar ao Posto de Turismo, pode saborear estes doces produzidos no concelho. Durante o restante fim-de-semana o Concurso continua nas pastelarias aderentes.

Esta iniciativa insere-se no programa dedicado aos prazeres da gastronomia, promovido pelo Pelouro do Turismo da Câmara Municipal de Barcelos e que, de fevereiro a dezembro, evidencia vários pratos típicos, desde a lampreia ao bacalhau, passando pelo galo assado, arroz “pica no chão” e petiscos, terminando, com chave de ouro, com a doçaria tradicional de Natal.

Com esta iniciativa, pretende-se divulgar e promover os sabores dos doces de Natal, confecionados pelas pastelarias, padarias e confeitarias do concelho de Barcelos.

Esta iniciativa conta com a participação da: Pastelaria Chá e Nata (Rio Côvo Santa Eugénia), Pastelaria Doce da Consolação (Vila Seca), Pastelaria Doce da Bá (Viatodos), Pastelaria Doce Santo Amaro (Viatodos), Padaria Flor de Durrães (Durrães), Pastelaria Lina (Manhente), Pastelaria Mercado do Pão (Barcelos), Pastelaria Minnelli (Barcelos), Padaria Pacheco (Viatodos), Pastelaria Rosa Cintilante (Gilmonde), Padaria Santa Luzia (Barcelinhos) e Padaria e Pastelaria S. Bento (Várzea). 

VILA VERDE É UM DOCE!

Um festim para o palato na 8ª Mostra ‘Doce e Sabores da Nossa Terra’!

Bábá, Freiriz, S. Salvador (Chafariz e Lage), da Vila, Luena, Letícia e Chocolataria Artesanal – Chocolate com Pimenta foram as pastelarias aderentes à 8ª ‘Mostra Doces e Sabores da Nossa Terra’, um evento que integrou o Fim de Semana Gastronómico ‘Vila Verde, Capital do Pica no Chão’, que decorreu de 23 a 25 de novembro. Os mestres pasteleiros foram desafiados a apresentar e/ou reinventar as suas especialidades e não deixaram créditos por mãos alheias, brindando o público com propostas de fazer crescer água na boca.

A (1)

No domingo, 25 de novembro, as casas aderentes ofereceram um desconto de 15% em todos os doces que integraram a Mostra, um miminho muito bem-recebido pelos clientes. A iniciativa conquistou olhares e paladares, já que aos sabores únicos e irresistíveis se juntaram propostas muito agradáveis à vista, com uma forte presença dos ingredientes locais nas receitas.

O programa do Fim de Semana Gastronómico ‘Vila Verde, Capital do Pica no Chão’ foi ainda enriquecido pelos excelentes descontos em espaços de alojamento, atividades de natureza (Caminhada Ambiental ‘Vale da Cabra e as Margens do Rio Homem’ e o Trilho ‘Aboim da Nóbrega ao Vade’) e espaços culturais abertos em horário alargado.

A (2)

A (3)

A (4)

PONTE DE LIMA LEVA BOLO-REI A CONCURSO

O Município de Ponte de Lima em parceria com a Associação Empresarial de Ponte de Lima e com a colaboração da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima e da Confraria do Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, promove o II Concurso de Bolo-Rei, com o objetivo de promover do bolo-rei de elevada qualidade e dar a conhecer e apresentar ao público diferentes receitas de bolo-rei.

O concurso está aberto a todos os interessados, comerciais ou individuais.

O período de inscrição decorre até ao dia 27 de novembro de 2018, é gratuita, e pode ser formalizada através dos seguintes contatos: aepl@aepontedelima.pt ou terra@cm-pontedelima.pt

46296280_1928950557159018_1198933253025693696_n

BRAGA PROMOVE TARDES GULOSAS

De 2 a 30 de novembro, há ‘2 bolos pelo preço de 1’ com as Tardes Gulosas!

A 9ª edição das Tardes Gulosas está a chegar e promete tornar o mês de novembro mais doce, quente e acolhedor. A iniciativa é promovida pela Associação Comercial de Braga, começa já na próxima sexta-feira (02 de novembro) e prolonga-se até o final do mês com a presença de 21 pastelarias aderentes de cinco concelhos do distrito de Braga: Amares, Braga, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro e Vila Verde.

44854986_1850304091752707_7689109508546625536_o

A campanha ‘2 bolos pelo preço de 1’ acontece durante as tardes da semana (de segunda a sexta-feira) e procura deliciar os paladares dos clientes com as melhores especialidades das pastelarias aderentes, proporcionando experiências únicas e absolutamente deliciosas. Alívio Pastelaria é o estabelecimento vilaverdense que faz parte desta rota e que, no dia 14 de novembro, oferece 50% de desconto direto na compra de um Bolo Primo do Alaska.

Além da degustação da excelência da pastelaria minhota, a organização preparou um concurso online com excelentes prémios para os participantes. Os internautas devem partilhar a experiência na página de Facebook das Tardes Gulosas ou na página pessoal do Instagram com a hashtag #tardesgulosas2018 e há um pódio para as melhores publicações. O 1º lugar ganha uma noite para duas pessoas no Hotel Pousada Village, o 2º uma jaleca personalizada pela Xpepper e a 3ª posição fica com um voucher no valor de 30€ para um workshop de cozinha no Club MasterCook. A iniciativa, que integra a programação Na Rota das Colheitas, pretende também motivar os consumidores a optar pelo comércio local e, dessa forma, dinamizar a economia local. As ‘Tardes Gulosas’ proporcionam um mês intenso de sabores únicos euma viagem pela variedade e riqueza da pastelaria portuguesa, através da confeção dedicada e empenhada dos profissionais da pastelaria. É de ficar de água na boca. Venha deliciar-se!

ESPOSENDE É UM DOCE... BEM TRADICIONAL!

Doçaria tradicional e conventual domina 11.ª edição dos Fins de Semana Gastronómicos do Norte

Esposende acolhe, de 1 a 3 de março, o Fim de Semana Gastronómico, inserido no roteiro que a Entidade Regional Turismo do Porto e Norte de Portugal programou para os meses de novembro e dezembro do corrente ano e para o intervalo entre janeiro a junho de 2019.

fins de semana gastronómicos 1

O vereador com o pelouro do Turismo, no Município de Esposende, destacou a adesão dos empresários, ação interligada com a dinâmica da autarquia que “tem proporcionado as condições para que a atividade seja bem-sucedida”. Sérgio Mano apontou os “números fabulosos” da procura turística em Esposende, associados à crescente demanda de peregrinos que procuram o Caminho da Costa para Santiago de Compostela.

fins de semana gastronómicos 2

“A localização estratégica de Esposende permite aproveitar diversas sinergias, condensando mar, rio e montanha num curto território, o que proporciona experiências únicas. Essa diversidade alarga-se à gastronomia, destacando-se o peixe e o marisco, assim como a doçaria e os vinhos”, vincou Sérgio Mano.

Assim, o Município de Esposende volta a colocar a tónica da sua projeção gastronómica no evento Março com Sabores do Mar, contando com a participação da maioria dos restaurantes do concelho, envolvendo-os num concurso que alia a tradição à nova culinária.

Esta 11.ª edição dos Fins de Semana Gastronómicos que a Turismo do Porto e Norte de Portugal tem agendados, envolvem mais de mil restaurantes, distribuídos por 78 municípios. Aderem ao evento, ainda, 500 empreendimentos turísticos, 300 quintas e adegas.

Dedicada às receitas tradicionais e conventuais – que contam, na região, 215 registos – esta 11.ª edição dos Fins de Semana Gastronómicos visa alargar a divulgação da gastronomia local, até porque esse tem sido um excelente veículo para o crescimento turístico.

“O Norte de Portugal e os Açores mantiveram o crescimento da procura, no último trimestre, ao contrário do resto do país que verificou uma descida de turistas. A cooperação tem permitido alcançar frutos”, destacou Jorge Magalhães, da Entidade Regional Turismo Porto e Norte de Portugal que atribui os bons resultados interatividade e disponibilidade de todos os agentes que operam na região.

Os resultados da ação que tem sido desenvolvida permite que produtos do Norte de Portugal estejam presentes em 124 países do mundo, e dispondo de 52 produtos qualificados.

fins de semana gastronómicos 3