Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PRESIDENTE DA CÂMARA DE VIZELA REUNIU COM PRODUTORES DE BOLINHOL PARA AVANÇAR COM PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO

Depois da eleição do Bolinhol de Vizela como uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, a Câmara Municipal desenvolveu, ao longo do último ano, uma estratégia de dinamização do Bolinhol, que passou por um conjunto de ações no sentido da promoção e divulgação do Bolinhol.

reunião bolinhol.jpeg

No seguimento desta estratégia, o Presidente da Câmara Municipal reuniu ontem com todos os produtores do Concelho, tendo em vista avançar com o processo de certificação do Bolinhol, de forma a valorizar e preservar a sua autenticidade.

O processo abrange, para além do processo de certificação do Bolinhol, também a certificação das quatro casas produtoras e resulta de uma candidatura apresentada pela Autarquia, com uma comparticipação de 85%, sendo os restantes 15% suportados pela Câmara Municipal.

A aposta na certificação deste doce tradicional irá permitir aferir as características que fazem com que Bolinhol seja uma marca de Vizela, identificando as suas características, preservando sempre a sua confidencialidade, mas também protegendo o produto como sendo nosso.

De realçar que, decorrente da estratégia de dinamização do Bolinhol como uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, no final do ano transato, o Presidente da Câmara Municipal entregou a cada um dos produtores de Bolinhol, o diploma oficial das 7 Maravilhas Doces de Portugal, o selo para colocar nas caixas do Bolinhol e ainda uma placa para colocar na fachada exterior das lojas de cada um dos produtores.

A Câmara Municipal tem também implementado uma nova dinâmica na divulgação do Bolinhol, que tem passado pela associação deste produto endógeno aos eventos promovidos pela Câmara, com a presença dos produtores do Bolinhol, com stands próprios para a promoção do nosso doce típico, com destaque para a Feira do Bolinhol, uma das estratégias para manter o Bolinhol vivo como uma referência de Vizela.

De destacar também que a Autarquia tem criado condições para associar a imagem das 7 Maravilhas Doces de Portugal ao Concelho, sendo disso exemplo a alteração dos totems das entradas da cidade e das novas paragens de autocarros, onde foi colocada uma alusão ao Bolinhol como uma das 7 Maravilhas dos Doces de Portugal. É também intenção da Autarquia criar um monumento ao Bolinhol como forma de dar a conhecer a todos os que nos visitam que somos detentores de uma das 7 Maravilhas dos Doces de Portugal.

A Câmara Municipal de Vizela considera que a eleição do Bolinhol como uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal deve ser devidamente promovida e divulgada pois, para além de reafirmar a identidade de um povo que, cada vez mais, sente que valeu a pena lutar pelo Concelho de Vizela, também homenageia todos aqueles que lutaram pela nossa autonomia, permite a promoção de Vizela, consolidando, desta forma, uma estratégia de dinamização do Concelho, assim como do comércio tradicional, em particular, dos que orgulhosamente vendem o nosso bolinhol, mas, também, de todos os comerciantes do ramo da restauração, que passam a ter mais um “trunfo” nas suas mesas.

UM ANO DEPOIS, CÂMARA DE VIZELA CONTINUA APOSTA NA DIVULGAÇÃO DO BOLINHOL

Vizela assinala hoje um ano da eleição do Bolinhol de Vizela como uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, vencendo entre 907 doces apresentados a concurso a nível nacional, uma vitória com uma enorme importância, que vai para além dos momentos de alegria que todos os vizelenses vivenciaram e que muito se orgulham.

bolinhol 7 maravilhas 2.JPG

No seguimento desta eleição, a Câmara Municipal desenvolveu, ao longo do último ano, uma estratégia de dinamização do Bolinhol, que passou pelo reforço do Bolinhol nos eventos promovidos pela Câmara, mas também por um conjunto de ações no sentido da promoção e divulgação do Bolinhol como uma das 7 Maravilhas dos Doces de Portugal.

No final do ano transato, o Presidente da Câmara Municipal entregou a cada um dos produtores de Bolinhol, o diploma oficial das 7 Maravilhas Doces de Portugal, o selo para colocar nas caixas do Bolinhol e ainda uma placa para colocar na fachada exterior das lojas.

A Câmara Municipal tem, assim, implementado uma nova dinâmica na divulgação do Bolinhol, que tem passado pela associação deste produto endógeno aos eventos promovidos pela Câmara, com a presença dos produtores do Bolinhol, com stands próprios para a promoção do nosso doce típico, com destaque para a Feira do Bolinhol, uma das estratégias para manter o Bolinhol vivo como uma referência de Vizela.

De destacar também que a Autarquia tem criado condições para associar a imagem das 7 Maravilhas Doces de Portugal ao Concelho, sendo disso exemplo a alteração dos totems das entradas da cidade e das novas paragens de autocarros, onde foi colocada uma alusão ao Bolinhol como uma das 7 Maravilhas dos Doces de Portugal. É também intenção da Autarquia criar um monumento ao Bolinhol como forma de dar a conhecer a todos os que nos visitam que somos detentores de uma das 7 Maravilhas dos Doces de Portugal.

Assim, e no seguimento desta estratégia, durante o mês de setembro, o Presidente da Câmara Municipal irá reunir com todos os produtores de Bolinhol do Concelho, tendo em vista avançar com o processo de certificação do Bolinhol, de forma a valorizar e preservar a sua autenticidade.

A Câmara Municipal de Vizela considera que a eleição do Bolinhol como uma das 7 Maravilhas dos Doces de Portugal deve ser devidamente promovida e divulgada pois, para além de reafirmar a identidade de um povo que, cada vez mais, sente que valeu a pena lutar pelo Concelho de Vizela, também homenageia todos aqueles que lutaram pela nossa autonomia, permite a promoção de Vizela, consolidando, desta forma, uma estratégia de dinamização do Concelho, assim como do comércio tradicional, em particular, dos que orgulhosamente vendem o nosso bolinhol, mas, também, de todos os comerciantes do ramo da restauração, que passam a ter mais um “trunfo” nas suas mesas.

LUSOPRESS TV EM VIZELA PARA DIVULGAR BOLINHOL COMO UMA DAS 7 MARAVILHAS DOCES DE PORTUGAL

A Lusopress TV, meio de comunicação com sede em França e dirigido para as comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo, esteve em Vizela para uma reportagem sobre o Bolinhol de Vizela, enquanto Maravilha Doce de Portugal.

entrev. Lusopress.jpeg

O Bolinhol de Vizela foi eleito em 2019 uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, tendo ficado uma vez mais evidenciadas as suas qualidades e a sua importância em termos gastronómicos, culturais, turísticos e económicos. Tal reconhecimento serviu, e continua a servir, para potenciar a marca e o destino turístico Vizela, bem como a oferta gastronómica vizelense. 

Assim sendo, no passado dia 30 de junho a Lusopress TV, meio de comunicação com sede em França e dirigido para as comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo, esteve em Vizela para uma reportagem sobre o Bolinhol de Vizela, enquanto Maravilha Doce de Portugal. Foram visitados produtores do doce, tendo sido ainda sido entrevistado o Presidente da Câmara Municipal de Vizela, Victor Hugo Salgado, numa reportagem que será publicada em breve.

De destacar que esta divulgação vem no seguimento do Plano Municipal de Turismo, através da divulgação eficaz, em todo o território nacional e, sempre que possível, internacionalmente, do potencial turístico de Vizela.

Com esta iniciativa de promoção do Concelho, a Câmara Municipal pretende potenciar dinâmicas de reforço que permitam a consolidação da nova imagem e identidade de Vizela, como destino turístico privilegiado, experienciando os segredos de um vale recheado de saberes, sabores, prazeres e tradições caraterísticas.

ARCOS DE VALDEVEZ CERTIFICA "CHARUTOS"

Início do processo de certificação dos Charutos de Arcos de Valdevez

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez vai investir cerca de 20.000 euros na certificação dos Charutos de Arcos de Valdevez, uma referência na doçaria tradicional do concelho.

charutos vencedores -1000px.png

Os Charutos de Arcos de Valdevez, eleitos como uma das “7 Maravilhas Doces de Portugal, tratam-se de um dos doces tradicionais mais emblemáticos da região, e, de forma a valorizar a receita original, surgiu a necessidade de certificar este ex-líbris arcuense, preservando a receita autêntica deste doce regional.

Na última reunião de Câmara foi aprovada a abertura do procedimento concursal, tendo em vista a certificação dos Charutos de Arcos de Valdevez. Este procedimento tem como finalidade a elaboração de um guia de especificações e ações de acompanhamento às empresas aderentes ao processo de certificação dos Charutos de Arcos de Valdevez, assim como, o desenvolvimento de ações de capacitação para as entidades, sobre Inovação, Investigação & Desenvolvimento relativamente ao produto ou gastronomia tradicional.

A certificação deste doce tradicional irá permitir aferir as características que fazem com que os Charutos de Arcos de Valdevez sejam uma marca da região, identificando as características e as variáveis comuns em cada receita, bem como, o proteger a nível geográfico.

FIM DE SEMANA GASTRONÓMICO NO CONCELHO DE CAMINHA DESTACA O "ROBALO DO MAR DA ÍNSUA"

De 28 de fevereiro a 1 de março, há ofertas nos restaurantes e descontos nos alojamentos aderentes

De 28 de fevereiro a 1 de março, o concelho de Caminha promove mais um Fim de Semana Gastronómico, que destaca o “Robalo do Mar da Ínsua” e o tradicional leite creme queimado. Há ofertas nos restaurantes e descontos nos alojamentos aderentes. Esta é uma organização do Turismo do Porto e Norte de Portugal, E. R., que tem como parceiros a Câmara Municipal de Caminha e os Empresários do Concelho de Caminha. Para complementar o certame, o Município preparou atividades variadas.

leite Creme Queimado.jpg

O fim de semana gastronómico volta a destacar um dos produtos do nosso mar, o robalo. No concelho estão envolvidos mais de três dezenas de restaurantes e mais de uma dezena de alojamentos com ofertas e descontos especiais. Os restaurantes aderentes vão oferecer um copo de vinho da região e os alojamentos um desconto de 10% nas noites de sexta-feira e sábado. Assim, o destaque nos restaurantes aderentes é o “Robalo do Mar da Ínsua”, como prato principal, e à sobremesa o leite creme queimado.

Além da gastronomia, o fim de semana gastronómico oferece um programa de atividades diversificado. Há cinema, exposições, conversa com o escritor Richard Zimler, visitas ao património do concelho entre outras atividades.

No dia 28, há cinema em Caminha e Vila Praia de Âncora. Em Caminha, no Auditório do Museu Municipal está em exibição o filme “A Mulher do Lado”, de François Truffaut, França, 1981. A sessão é gratuita e é organizada pela Locus Cinemae – Associação de Cinema de Caminha. Nos dias 28 e 29, no Cineteatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora está em exibição o filme “Birds of Prey”, de Cathy Yan, EUA, 2019. A receita reverte a favor dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora.

No dia 29, pelas 15H00, no Cineteatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora, poderá assistir a Uma Conversa, um Livro e às vezes um Filme” com Richard Zimler. A conversa será seguida pelo documentário “Noite e Nevoeiro”, de Alain Resnais.

Nesses dias, ainda é possível visitar o Núcleo Museológico do Centro Histórico de Caminha – Torre do Relógio - cuja entrada é gratuita; o Núcleo Museológico da Memória, Artes e Ofícios de Riba de Âncora; Moinhos D’Apardal e, ainda, o Centro de Interpretação Museológica do Vale do Âncora. Estes últimos carecem de inscrição.

Robalo do Mar da Insua.jpg

PONTE DA BARCA VOLTA A CONFECCIONAR O “MAIOR BOLO DE MEL DE PORTUGAL”: CEM METROS DE COMPRIMENTO É O OBJETIVO DESTE ANO

Cem metros de comprimento é o objetivo de quatro pastelarias de Ponte da Barca (Caracas, Cascata, Doce Lima e Liz.) que no próximo domingo, 12 de janeiro, pelas 14h30, na Rua Dr Joaquim Moreira de Barros, vão apresentar o Maior Bolo de Mel de Portugal – Bolo à Terras da Nóbrega, doce este que integrou o concurso “Sete Maravilhas doces de Portugal” promovido pela RTP1.

Capturarpbmebol.PNG

Esta já é a quinta vez consecutiva que o Município de Ponte da Barca promove este evento, que como salienta o Presidente da Câmara, Augusto Marinho, “pretende valorizar os ingredientes mais tradicionais do concelho como o mel e as nozes, assim como dinamizar o comércio tradicional, dando visibilidade às pastelarias do concelho.”

A confeção deverá demorar cerca de seis horas e vai envolver mais de 100 quilos de farinha, 30 litros de mel, 50 quilos de açúcar, mais de 200 ovos e 20 quilos de nozes.

ENTRADAS NO SARRABULHO DE LOURES,COM FOLHADO DE ALHEIRA E FOLAR LIMIANO

18275273_10206700877879560_3820557524544675434_n.jpg

  • Crónica de Tito de Morais

Podemos dizer a título de abrir o apetite, que a edição do Sarrabulho à moda de Ponte de Lima a realizar dia 2 de Fevereiro em Loures, será ainda mais saboroso que as duas edições anteriores.

O motivo, divide-se em duas partes: primeiro, porque o Grupo Foclórico Verde Minho celebrará as Bodas de Prata, e o segundo, porque, haverá como entradas para o “ prato Rei” duas novas iguarias de Ponte de Lima: o Folhadão de Alheira de Galo -  produzida pela Minho Fumeiro, e como salgado confecionado pelo Mestre Bruno Alves, da Pastelaria Doce Encontro, e – o Folar Limiano – numa produção especial do colega Mestre Vítor Lima, uma especialidade gastronómica já consagrada na Europa, principalmente Espanha, França Bélgica e Luxemburgo, e talvez, brevemente, na Suíça!

Para molhar tudo, os comensais terão na mesa consagrados vinhos verdes  brancos Loureiros e Tintos da casta Vinhão, cujos rótulos serão oportunamente divulgados.

Mas, para confecionar em Loures, arredores de Lisboa, o principal prato da gastronomia, proprietários e cozinheiras de renome do Sarrabulho vão preparar tudo ao mais alto nível, como de costume: Paulo Santos, da Casa de S. Sebastião, em S. Pedro de Arcos; D. Fátima Amorim, do restaurante com o mesmo nome, e D. Goretti Bezerra Araújo, do Sonho do Capitão, ambos na Correlhã e D. Cassilda Quezado, do Solar do Taberneiro, na Vila.

Portanto, estimado amigo e leitor, apresse-se na inscrição, pois restam apenas alguns lugares no Refeitório do município de Loures, segundo a organização liderada pelo amigo Teotónio Gonçalves.

Capturarfolarlimiano.PNG

BARQUENSES VÃO CONFECCIONAR O MAIOR BOLO DE MEL DE PORTUGAL

Ponte da Barca volta a confecionar “maior bolo de mel de Portugal”

É já  domingo, dia 12 de janeiro, a partir das 14h30, que Ponte da Barca apresenta o maior Bolo de Mel de Portugal – Bolo à Terras da Nóbrega, numa iniciativa da autarquia barquense que vai já no quinto ano consecutivo e conta com a colaboração de quatro pastelarias locais: Caracas, Cascata, Doce Lima e Liz.

Mupi_BoloMel2019.jpg

A confeção deverá demorar cerca de seis horas e vai envolver mais de 100 quilos de farinha, 30 litros de mel, 50 quilos de açúcar, mais de 200 ovos e 20 quilos de nozes.

A iniciativa pretende valorizar os ingredientes mais tradicionais do concelho como o mel e as nozes, assim como dinamizar o comércio tradicional, dando visibilidade às pastelarias do concelho.

FOLHADÃO DE ALHEIRA DE GALO, APRESENTADO PELA PASTELARIA DOCE ENCONTRO (PONTE DE LIMA)

As propostas de novas sugestões de doces e salgados na Pastelaria Doce Encontro, à entrada de Ponte de Lima, freguesia da Feitosa, sucedem-se!

16122019-1.jpg

Desta vez foram três versões ou tamanhos dum novo produto salgado, a partir da utilização da Alheia de Galo produzida pela MinhoFumeiro, na Correlhã, também concelho limiano.

O Chef Bruno Alves, apresentou a um grupo de convidados e painel de provadores, o Folhado, Folhadinho e Folhadão, de Alheira de Galo.

O final da tarde de Sábado último foi assim ocupado para degustar novas delícias da casa, molhadas com Loureiro Vila Antiga, produzido pelos irmãos Pereira Lima da Correlhã, um branco já galardoado com medalha de prata na Feira dos Vinhos Verdes e Produtos Regionais em 2017, recordemos. A prova iniciou-se com os folhados da alheira mui medalhada com ouro na Feira Nacional de Gastronomia de Santarém, com baixo teor de gordura e selecção de carne de galináceos. O petisco elaborado com massa folhada do tipo brioche, também envolvida em maçã e outro segredo, deliciou os comensais.

Mas na mesa outras iguarias estavam à prova: a Bôla de carnes, também ela recheada de material da Minhofumeiro: lombo do cachaço, outro de paio, salpicão, tudo adicionado com frango e queijo.

Convidado para a degustação, o colega Chef Vítor Lima, contemplou o grupo com duas variantes do já famoso Folar Limiano: um, com massa molhada com a cerveja artesanal 1163, e outro com o néctar acima referido, esse Loureiro rótulo Vila Antiga, ambos produtos fabricados na Correlhã.

Completaram ainda a mostra gastronómica, os doces da época, como o Bolo Rei tradicional, o de chocolate, o Rainha e o Pão de Ló de laranja.

Quanto ás apreciações e paladares eles foram positivos, a começar pelo líder: o jovem Chef de Cozinha, João Araújo, discípulo de Vítor Matos, Estrela Michelim estabelecido com o Antiqvm no Porto, (onde ele já trabalhou), assim como no Yetman em Gaia (preferido de Cristiano Ronaldo), e colaborador em serviços organizados em Macau e Barcelona; a Rainha das Vindimas do concelho de Ponte de Lima 2019, Mara de Castro, natural da Feitosa; António Sousa, Presidente da Assembleia de Ponte de Lima e Arca; César Trigo, Director Técnico de produtos vitícolas da Syngenta para a região norte e esposa, a fadista Raquel Rego, vencedora do concurso Gaia é Fado em 2018; Armando Melo, Chefe dos Bombeiros Voluntários locais, entre outros.

Tito Morais / https://www.luso.eu/

16122019.jpg

CERVEIRA É UM MUNDO DE DOCES

Cerveira irresistível com ‘O Mundos dos Doces – Mostra Internacional de Doçaria’

Em Vila Nova de Cerveira, o fim-de-semana de 21 e 22 de dezembro dá o mote para um Natal bastante adocicado. Numa tenda com 400m2 instalada na Praça Alto Minho, 20 expositores, nacionais e internacionais, apresentam dezenas de produtos de ‘fazer crescer água na boca’. Além da venda ao público, ‘O Mundo dos Doces – Mostra Internacional de Doçaria’ tem ainda degustações, showcookings e workshops, com destaque para a presença de algumas das recém-eleitas ‘Maravilhas Doces de Portugal’ e do NutriChef Duarte Alves. A abertura oficial do evento acontece dia 21, às 10h00, com a Confraria Abade de Priscos.

O MUNDO DOS DOCES vf.jpg

O ‘Cerveira Mais Doce’ dá lugar ao “Mundo dos Doces – Mostra Internacional de Doçaria”. Esta II edição apresenta-se com um conceito diferente - mais atrativo e funcional -, onde, num espaço único e acolhedor, pasteleiros profissionais e confeiteiros tradicionais de várias regiões do país e de outros cantos do mundo celebram o Natal com um evento gastronómico irresistível.

Para se viver verdadeiramente a quadra natalícia, há dois elementos imprescindíveis: família e uma boa mesa! A escassos dias da Consoada, tragam os entes queridos a Vila Nova de Cerveira, porque as sugestões para umas sobremesas deliciosas e fora do comum estão garantidas.

O difícil vai ser escolher, senão vejamos a lista de concelhos representados e as doces propostas:

  • Vila Nova de Cerveira (Cerveirenses, Biscoitos de Milho, Broa de Mel e Passas, Mel);
  • Arcos de Valdevez (O Bolo de Discos, os Charutos de Ovos – uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, os Rebuçados dos Arcos e o Pão-de-ló de Soajo)
  • Braga (Natas, Pudim Abade de Priscos, Pão de Ló e Bolo Rei)
  • Monção (Roscas - uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, e papudos)
  • Paredes de Coura (Biscoitos de Milho, Compotas e licores, Biscoitos sem Glúten);
  • Porto (Biscoitos Bilbaus);
  • Santa Maria da Feira (Fogaça e outros doces);
  • Viana do Castelo (Bolas de Berlim, Pão de Ló, Bolo Rei, chocolates e licores);

E porque a gulosice não tem fronteiras ou falta de criatividade, ‘O Mundo dos Doces’ conta ainda com stands próprios de venda e degustação de produtos internacionais oriundos de Tomiño, Espanha (Roscon de Reyes, Torrijas, Brazo de Gitano); da Argélia (Khob Mbesses – bolo de semolina, Makroud el louse – biscoitos de amêndoa, Rfis tmer – doces de tâmara, e chá); e França (Macarrons, Profiteroles). Há ainda a mostra gastronómica em representação do Brasil, Itália e China.

Mas como qualquer evento desta natureza, além de se degustar também é possível aprender a confecionar. ‘O Mundo dos Doces – Mostra Internacional de Doçaria’ tem a presença confirmada do NutriChef Duarte Alves que protagonizará um Showcooking apelidado de ‘Doces Sem Culpa’ e uma Palestra dedicada à “Cura pela Alimentação Alcalina”. Faz parte desta programação deliciosa, os workshops de Rosqueiras de Monção (Roscas e Papudos) e de Rabanadas no Forno, além de um Showcooking de Broa de Mel e Passas e outro de Semifrio After Eight.

A animação musical selecionada também não foi deixada ao acaso e promete a criação de um fantástico ambiente natalício, com sons da harpa, duas performances de dança (AdEIXA e Citius Fit) e Ópera Flash Mob (AMFF).

Dias 21 e 22 de dezembro, com abertura às 10h00 e encerramento às 17h00, ‘O Mundo dos Doces – Mostra Internacional de Doçaria’ é um evento a não perder. Seja mais ou menos guloso!

VALENÇA JÁ PENSA NA EDIÇÃO DE 2020 DA FORTALEZA DE CHOCOLATE

Regressará com Mais stands e com mais chocolate

A Fortaleza de Chocolate de Valença foi um êxito. Durante quatros dias a Fortaleza de Valença esteve cheia de visitantes, rendidos ao chocolate, ao bacalhau, ao nosso comércio e à magnifica fortaleza, que com os muros envolve um centro histórico mágico, que continua a encantar quem o visita.

unnamedvalchoc.jpg

Manuel Lopes, Presidente da Câmara Municipal de Valença, considera a Fortaleza de Chocolate um evento de referencia e quer que a edição de 2020 cresça em número de expositores, variedade de chocolate e quer aumentar a participação da comunidade Valenciana. “temos que fazer um balanço, melhorar algumas coisas e começar já a trabalhar para que o próximo ano este evento nos deixe ainda mais orgulhosos.” Considera essencial o envolvimento da comunidade para que isto possa acontecer. “ Se os eventos forem só da Câmara Municipal, não vão a lado nenhum” e dá o exemplo dos presépios, que com a participação da comunidade, tem feito a diferença e tem sido uma mais valia para Valença. Acredita que com todos o chocolate vai trazer, ainda mais, benefícios ao comércio e ao turismo em Valença. Por ultimo lança um desafio: “gostava de ver o Chocolate Farruco em 2020 na Fortaleza de Chocolate.”

A Tradição do Chocolate

Apostar em produtos locais e na larga e secular tradição do chocolate em Valença é outras das apostas que o Município de Valença quer ganhar e ver já refletida na próxima edição deste evento.

Programação de Natal Continua

Chocolate regressa em 2020, mas a programação de Natal continua com o parque temático dos Duendes, a Casa do Pai Natal, o imaginário das terra do Pai Natal com a Neve na Praça, o patinar na Pista de Gelo, ver tantos presépios pelas ruas e montras, andar no Comboio de Natal, apreciar a iluminação artística e os sons natalícios da animação de rua e dos concertos de Natal e tantas surpresas mais. Até 7 de janeiro, em Valença, estará sempre algo a acontecer e a surpreender pequenos e graúdos, em Valença.

Comércio de Valença de Eleição

Visitar Valença estes dias é a oportunidade para adquirir os Presentes de Natal numa cidade onde o comércio é uma marca de tradição, prestigio e preços competitivos. Considerado um dos maiores shoppings a céu aberto da Europa, Valença destaca-se pelos texteis-lar, o vestuário e calçado, o artesanato e os souvenirs.

BOLO REI E FOLAR LIMIANO (FEITOSA) FIZERAM SUCESSO EM PARIS

O Bolo Rei fabricado em Ponte de Lima, mais concretamente pelas pastelarias Doce Encontro e a Casa do Folar Limiano, ambas da freguesia da Feitosa, fizeram sucesso em Paris neste último fim de semana.

03122019-1.jpg

Entre degustação e procura pelo apreciado doce natalício obrigatório na Ceia dos portugueses, o produto foi elogiado por numerosos compatriotas e franceses, reconhecendo a qualidade dos dois fabricantes de Ponte de Lima, que pela primeira vez participaram no 17º Salão do Vinho e do Gosto de Paris, em Drancy, arredores da capital francesa.

Entre os elogios e visitas ao stand, a organização destacou a comunicação social e as palavras da Presidente da Câmara local, Aude Lagarde que classificou a presença lusa como “sucesso pela primeira vez que participam, com seus doces e a charcutaria com os famosos chouriços “, realçou.

Mas, outras iguarias completaram a mostra naquele importante certame dos vinhos, doces e salgados da França, agora também com Portugal associado! Da lista facultada, o Chef Bruno Alves da Doce Encontro, levou o doce húngaro, Rosca de Côco, o Doce de gema ou branco (tradicional da Páscoa), as broinhas de mel com cobertura de massa de ovo; e, o colega Chef Vítor Lima, o autor do já famosíssimo Folar limiano além fronteiras, também presente, o seu especial Pão de Ló e os Bombons Limianos, molhados com verde branco Loureiro ou aguardente velha. Mas, vem aí outra novidade depois do Folar; para o Natal, entre outras variedades, haverá uma Bola de Bacalhau, com produção limitada.

Como ícone de balanço para os fabricantes limianos, há a destacar o convite para a próxima edição, a realizar no Outono de 2020, a participação num outro, especial, no mês de Abril, e possíveis deslocações á Bélgica e Inglaterra.

Ponte de Lima em Alta, também lá fóra!

Tito Morais / https://www.luso.eu/

MELHOR BOLO REI DE PONTE DE LIMA (FEITOSA) À PROVA EM PARIS

Considerado o melhor Bolo Rei de Ponte de Lima ao vencer no ano transacto o concurso concelhio organizado pela Associação Empresarial, e confecionado pelo Chef Bruno Alves, então ao serviço da Pastelaria “O Farinheiro”, agora estabelecido com a Doce Encontro, na Feitosa, ás portas da vila, aquela especialidade foi selecionada para apresentação em Paris.

29102019-2.jpg

Trata em Drancy, arredores da capital francesa. Recordemos, que Portugal estará se de um clássico dos doces nacionais e habitual nas festas natalinas, que estará assim certame com o stand número 27,

Contente com a internacionalização desta iguaria, pois é a segunda, recentemente, a disponível no Salão do Vinho e do Gosto de Paris, a realizar no próximo fim de semana presente no obter essa distinção (depois do Folar Limiano, do Chef Vítor Lima) para prova no estrangeiro e adquirir mais apreciadores e representantes, bem como completar as Ceias de Natal de nossos emigrantes em França, realçou o pasteleiro.

Quanto ao talento desse fabricante de Bolo Rei, ele foi reconhecido por um painel diversificado de provadores há um ano atrás. Esse júri integrou representantes da Associação Empresarial, Escola Superior Agrária de Ponte de Lima / Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Câmara Municipal, Confraria Gastronómica do Sarrabulho á moda de Ponte de Lima e jornalistas de Portugal e Espanha.

 Mas, para o evento francês de enogastronomia, o Chef Bruno Alves participa também com outros produtos: a Rosca de Côco, o Doce de gema ou branco (tradicional da Páscoa), as broinhas de mel com cobertura de massa de ovo e recheio com massa salpicada de canela e frutas cristalizadas, e o sortido húngaro.

Tito Morais / https://www.luso.eu/

FOLAR E BOMBONS LIMIANOS, NO SALÃO DO VINHO E GOSTO EM PARIS (DRANCY)

Mais uma vez Portugal e Ponte de Lima apostam numa participação de produtos enogastronómicos no estrangeiro, desta vez na capital francesa.

26112019.jpg

A iniciativa foi do município de Drancy, situado a escassas duas dezenas de Paris, onde existe uma comunidade luso – portuguesa de referência, parte da qual integrada na ADAP (Associação Portuguesa dos Amigos de Drancy), presidida por Carlos Alves, de Ponte de Lima.

A terra natal deste dirigente associativo foi convidada a participar no Salão do Gosto e do Vinho, que no próximo fim de semana, 30 de Novembro e 1 de Dezembro, decorrerá no Ginásio  Joliot - Curie.

O espaço dedicado aos produtos portugueses tem o número 27, com presença de vários produtos nacionais do Minho ao Alentejo, entre vinhos, doces e salgados. Com a proximidade do Natal, a organização pretende também colaborar numa diversificada escolha de presentes,  bem como ocasião única para comprar algumas especialidades lusitanas, salientou Odete Mendes, coordenadora do stand.

Com destaque para a doçura limiana, a manhã de Sábado será aberta com essas iguarias, das quais destacamos desde já a participação da Casa do Folar Limiano. O Chef Vítor Lima participará no evento da capital francesa com o seu famoso Bolo Rei, Pão de ló e outros doces. Entre paladares únicos saídos das mãos daquele profissional, enumeremos alguns como: o Folar Limiano, essa Bola de carnes já tão querida entre muita gente de Drancy e arredores, desta vez também com a versão Folar 1163, pois este tem a massa molhada com essa cerveja artesanal de Ponte de Lima! Mas, pela primeira vez em França, o conceituado mestre de doces, com formação nacional, mas também especialização na Bélgica, vai apresentar Bombos Limianos. Trata-se de um docinho coberto com chocolate, com destaque para os que no recheio contém vinho verde Loureiro, vinhão ou aguardente velha da Adega de Ponte de Lima.

Outras versões ou paladares dos bombons limianos estão na lista de especialidades do Chef Vítor Lima, com sabor a queijo e mel, maracujá, limão, morango e framboesa.

E, por aqui nos ficamos hoje, enquanto aguardamos a relação de outros produtores e suas iguarias a integrar o show cooking e vendas no Salão do Gosto e do Vinho de Paris (Drancy), edição de 2019.

Tito Morais / https://www.luso.eu/

VALENÇA É A CIDADE MAIS DOCE DE PORTUGAL E A CULPA É DO CHOCOLATE!

Saiba Quando e Porquê!

Durante quatro dias Valença será a Fortaleza de Chocolate, o destino para saborear e sentir o chocolate de tantas formas. 5 a 8 de dezembro, quem gosta de chocolate, vem a Valença.

unnamedvalendoc.jpg

Valença Fortaleza de Chocolate é uma feira / mostra dedicada, em exclusivo, à degustação e compra de produtos à base de chocolate.

As Sensações do Chocolate em Valença

Cascatas, bombons e bombocas, trufas, torrões, espetadas de fruta, tabeletas, pizzas de chocolate, crepes, waffles, ginjas e licores e tantos outros produtos em que o chocolate é rei, são o convite que Valença apresenta entre 5 e 8 de dezembro. A feira contará, ainda, com produtos à base de chocolate, sem gluten.

Durante quatro dias Valença apresenta um mundo de tentações que vai deliciar e surpreender os milhares de visitantes esperados nesta iniciativa integrada na Valença Natal.

A feira contará com a presença de doceiros, pasteleiros, produtores de chocolate e chocolatiers portugueses e espanhóis.

5 a 8 de dezembro

Entre 5 e 8 de dezembro, entre as 10h e as 20h, a feira estará aberta ao público e com acesso gratuito.

A Fortaleza de Chocolate vai-se desenvolver na Fortaleza de Valença, em especial na Praça da República, no Largo do Governo Militar, Rua Conselheiro Lopes da Silva e Largo do Bom Jesus.

A Tradição do Chocolate

Às novas formas de apresentação e consumo do chocolate Valença apresenta a tradição e as memórias da confeção do chocolate com as mais antigas fábricas do chocolate da região.

E depois do chocolate que vais fazer?

Divertir-se no parque temático dos Duendes, visitar a Casa do Pai Natal, “viajar” no imaginário até às terra do Pai Natal com a Neve na Praça, patinar na Pista de Gelo, ver tantos presépios pelas ruas e montras, andar no Comboio de Natal, apreciar a iluminação artística e os sons natalicios da animação de rua e dos concertos de Natal e tantas surpresas mais. Estes dias estará sempre algo a acontecer e a surpreender pequenos e graúdos, em Valença.

Procuras um presente para oferecer este Natal? Então estás o sitio certo!

Visitar Valença estes dias é a oportunidade para adquirir os Presentes de Natal numa cidade onde o comércio é uma marca de tradição, prestigio e preços competitivos. Considerado um dos maiores shoppings a céu aberto da Europa, Valença destaca-se pelos texteis-lar, o vestuário e calçado, o artesanato e os souvenirs.