Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

TERRAS DE BOURO PROMOVE SEGURANÇA NOS TRILHOS

O Município de Terras de Bouro informa que estão em curso trabalhos de manutenção e alteração de traçados da sua rede de trilhos no sentido de fornecer maior segurança e atratividade a todos os pedestrianistas.

tcm.PNG

Por este motivo, solicitamos que antes de realizar qualquer um dos trilhos contactem os nossos postos de turismo ou através de correio electrónico para conhecer as suas condições mais em detalhe. Esperamos ser breves.

MONÇÃO APRESENTA “DESENHOS DO ALTO MINHO: SKETCHING COM HISTÓRIA”

“Desenhos do Alto Minho: Sketching com História” é o nome do livro e da exposição que será lançado e aberta em simultâneo, no próximo dia 18 de maio, sábado, pelas 18h00, no Museu do Alvarinho. Esta iniciativa surge do repto lançado pela CIM Alto Minho à Associação USkP - Urban Sketchers Portugal, à qual se juntou a USkP Norte, tendo em vista a valorização e promoção turística do património cultural e natural da região.

Sketiching 02 - Cópia.jpg

A apresentação do livro estará a cargo de Eduardo Salavisa, membro da USkP - Urban Sketchers Portugal. numa sessão que contará com intervenções de representantes da CIM Alto Minho e da Câmara Municipal de Monção. A exposição pode ser vista até ao dia 2 de junho, percorrendo depois todos os concelhos do Alto Minho.

“Desenhos do Alto Minho: Sketching com História” insere-se no âmbito do projeto “Alto Minho 4D - Viagem no Tempo”, cofinanciado pelo PO Norte 2020, o qual está a ser dinamizado pela CIM Alto Minho em colaboração com os seus 10 municípios associados.

Ao longo de 12 meses, mais de meia centena de artistas e entusiastas do desenho passaram pelo Alto Minho, através de residências artísticas ou de encontros de sketching, para observar, sentir e registar, de forma espontânea, os principais recursos identitários deste território.

O resultado é uma coleção única de memórias e de momentos vivenciados pelos artistas, evocados em cerca de 160 desenhos a cores ou a preto e branco, que deixam transparecer o que de melhor a região tem para oferecer: monumentos, paisagens, recantos pitorescos e pormenores que passam despercebidos. Sem dúvida, um convite ao leitor para que desenhe as suas próprias viagens.

Os Urban Sketchers são um coletivo de autores com mais de 800 membros que desenham as cidades onde vivem e os locais por onde viajam. Encontram-se regularmente para desenhar em grupo e estão associados em países de todo mundo.

convitemon.jpg

VIANA DO CASTELO INAUGURA EXPOSIÇÃO DE DESIGN

Após o grande sucesso da presença do Design@IPVC em Milão replicamos a mesma exposição agora em Viana do Castelo.

O evento ocorrerá na próxima terça-feira, dia 30 de abril de 2019, às 19h30 no Espaço Linha Norte - Estação Viana Shopping, localizado na Av. General Humberto Delgado, 4900 Viana do Castelo.

image001vovovovo.png

Esta exposição integrou, recentemente, a Milano Design Week – Fuorisalone 2019, que decorreu em simultâneo com a Feira Internacional do Móvel de Milão, tendo recebido no primeiro dia, mais de 8 mil visitantes interessados em ver produtos desenhados e fabricados no nosso país. O IPVC foi uma das instituições que contribuiu para a representação de Portugal num dos mais importantes eventos mundiais dedicados ao Design.

A exposição, que conta com a presença de 29 produtos de 24 designers formados no Instituto Politécnico de Viana do Castelo, estará patente ao público de 30/04 a 07/05.

Para além dos produtos físicos, a exibição  apresenta um conjunto vasto de fotografias de trabalhos de projeto, realizados nos vários cursos de Design do IPVC. Estes registos fotográficos retratam a evolução do ensino do design ao longo de mais de 20 anos, pretendendo-se, simbolicamente, prestigiar centenas de outros designers igualmente formados na nossa instituição.

SUB 16 DO CRAV DESLIZAM EM ÉVORA

Os sub 16 do Crav deslocaram neste fim de semana a Évora, para disputar a 1ª jornada da fase final do campeonato nacional, frente á equipa local o CRE – Clube de rugby de Évora.

IMG_2879.JPG

Um encontro marcado, possivelmente, pela mais fraca exibição da equipa, que ao longo da fase de apuramento sempre nos abrilhantou com grandes prestações.

O Crav entrou muito bem em jogo, evidenciando que não teria feito esta difícil deslocação em vão, tomando conta do encontro desde o primeiro minuto, acabando por marcar um ensaio logo nos instantes iniciais. No entanto, a equipa foi cometendo excessivos erros, que a equipa adversária aproveitou, tendo saído para intervalo com o resultado empatado a 5-5.

A segunda parte, trouxe um Crav fragilizado com algumas lesões, membros importantes no coletivo da equipa, facto que também contribui para a fraca exibição. Mesmo assim a equipa arcuense consegui dar a volta ao resultado, mas continuou a errar quer em modo defensivo, quer em ataque, algo que o CRE tomou como vantagem e nos instantes finais do encontro revertiu o resultado a eu favor, acabando por vencer por 17-10.

Desmoralizada, a equipa técnica do Crav, salientou o facto de “não ser uma das melhores, mas talvez a pior exibição desta época, no entanto o jogo esteve sempre ao nosso alcance, não fossem os erros cometidos, o resultado seria claramente a nosso favor”.

CapturarCRAVVVVVV.PNG

ALEXANDRE CONEFREY EXPÕE EM FAMALICÃO

“Anima Mea” de Alexandre Conefrey para ver até maio na Ala da Frente. Exposição foi inaugurada no passado sábado e tem entrada livre

Depois da Fundação Calouste Gulbenkian, do Centro Cultural de Belém, da Fundação de Serralves ou da Andrew Mummery Gallery, em Londres, os trabalhos de Alexandre Conefrey chegam agora à Ala da Frente, em Vila Nova de Famalicão.

DSC_6378.jpg

O artista lisboeta esteve no passado sábado, dia 9, no concelho famalicense para inaugurar “Anima Mea”, uma exposição que vai estar patente na galeria de arte contemporânea até dia 18 de maio.

Comissariada por António Gonçalves, a exposição explora o confronto do artista com uma cadeia de impossibilidades do mundo interior e exterior, material e espiritual. Composta por 28 desenhos, a mostra remete para um universo da pintura de Brueghel, pintor Flamengo do Séc. XVI.

Segundo António Goncalves, “o uso da linguagem do desenho e a exploração das expressividades do carvão suscitam uma particular atenção para as formas que surgem e se organizam em cada plano da folha de papel. Formas que partem das estruturas da torre e dos moinhos. Alusões, parecenças, revelações, aproximações, são repostas que se propõem nas manchas, nas linhas, nas texturas que Alexandre Conefrey plasma na folha de papel. É partir das quais que somos levados ao universo da simbologia, da presença do fazer histórico, em que cada autor deu por meio da imaginação sentido às formas que nos são familiares, mas nem sempre percetíveis.”

Alexandre Conefrey nasceu em Lisboa em 1961, onde vive e trabalha. Fez o curso de desenho no Ar.Co, em Lisboa entre 1993 e 95 e foi bolseiro no Royal College of Art, em Londres. As suas obras estão presentes em diversas coleções: AR.CO; Caixa Geral de Depósitos, Lisboa; CAM, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa; Coleção António Cachola; Ministério dos Negócios Estrangeiros; Fundação Carmona e Costa; Coleção de Arte Fundação EDP; e diversas coleções privadas.

A exposição propõe, assim, uma atenção à simplicidade do gesto e às suas potencialidades de expressão e investigação enquanto meio para reter as possibilidades da representação.

Com entrada livre, as portas estão abetas de terça a sexta-feira, das 10h00 às 17h30 e aos fins-de-semana das 14h30 às 17h30.

DSC_6410.jpg

ORLANDO POMPEU INAUGURA EM GUIMARÃES EXPOSIÇÃO DE ILUSTRAÇÕES ORIGINAIS

O mestre-pintor Orlando Pompeu inaugurou hoje em Guimarães, na Galeria G.40 do Hotel Mestre de Avis, uma unidade hoteleira no centro daquela cidade minhota integrada no território classificado pela UNESCO, uma exposição de ilustrações originais do livro “À Espera” de Benedita Stingl.

dav

A contar da esquerda, o mestre-pintor Orlando Pompeu, na inauguração da nova exposição em Guimarães, acompanhado da escritora Benedita Stingl, e do historiador Daniel Bastos, curador do artista plástico no espaço lusófono

 

A inauguração da exposição de um dos mais conceituados artistas plásticos portugueses da atualidade, detentor de uma obra que está representada em variadas coleções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Brasil, Estados Unidos, Dubai, Japão e Canadá, é resultado de uma recente parceria entre o mestre-pintor e a escritora Benedita Stingl, que com o livro “À Espera”, comemora 25 anos de carreira literária, 25 anos traduzidos em 40 títulos dirigidos para um público variado, seja ele adulto ou infanto-juvenil.

Refira-se que a exposição, constituída por obras cujo registo cromático se pauta pela espontaneidade e traço expressionista, estará patente ao público durante a quadra natalícia, no período normal de funcionamento da unidade hoteleira.

BARCELOS VAI TER MUSEU DO DESIGN PORTUGUÊS

Câmara assinou ontem protocolo para receber em depósito Coleção Paulo Parra

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária de 16 de novembro, o acordo de colaboração com o colecionador Paulo Parra, cujo acervo integra um património único no design português, para o depósito da sua coleção privada, por onze anos, na Casa Conde de Vilas Boas, edifício que será recuperado e adaptado para a criação do Museu do Design Português.

IMG_7604

Ontem, 19 de novembro, o Presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes, e o proprietário da coleção, Paulo Parra, assinaram o respetivo protocolo nos Paços do Concelho.

A “Coleção Paulo Parra” conta com cerca de 500 peças que constituem produtos de referência de empresas de enorme importância histórica, como a Vista Alegre, Electrocerâmica, Porcelanas de Coimbra, Bordalo Pinheiro, Oliva, Hipólito, TAP, entre muitas outras empresas nacionais.

Trata-se de um património artístico único na história do design, inovação e tecnologia portuguesas, pelo que o seu valor, embora difícil de quantificar, dado não existirem referências nacionais ou internacionais, que possibilitem uma comparação, pela sua qualidade única, se estima em valor nunca inferior a um milhão de euros.

O valor das prestações anuais será nos primeiros dois anos de 15 mil euros e nos anos seguintes de 35 mil euros.

Desta forma, o Município dá um importante contributo para um maior conhecimento do estudo do design português, proporcionando e privilegiando uma forte relação com a Escola Superior de Design do IPCA, à qual cedeu um emblemático edifício: a Escola Gonçalo Pereira.

É, portanto, de grande interesse para Barcelos, no âmbito de Cidade Criativa da UNESCO e Cidade Educadora, acolher um património como o da Coleção Paulo Parra, como notam os pareceres de Luís Braga da Cruz, ex-Ministro da Economia, ex-presidente da CCDR-Norte e professor catedrático convidado da Faculdade de Engenharia da Faculdade do Porto, e de Paula Tavares, Diretora da Escola Superior de Design do IPCA.

“Concluo que esta iniciativa da Câmara Municipal de Barcelos me parece muito oportuna e útil, não só para o seu concelho como para o desenvolvimento social, cultural e económico da Região Norte e do País”, defende Braga da Cruz.

Por seu turno, Paula Tavares considera que, para a Escola Superior de Design do IPCA, é “uma mais-valia esse acervo habitar em Barcelos”, porque possibilitará “sinergias e um conhecimento aprofundado, por parte da comunidade barcelense, da vitalidade e importância do design para a indústria contemporânea”.

Paulo Parra tem uma carreira multifacetada como designer, professor e colecionador. Com trabalhos nas áreas de Design de Produto, Transportes e Arquitetura, Design de Exposições, Design de Comunicação e Interfaces e Design Estratégico, desenvolveu ainda atividades como curador, museologista, pesquisador e conferencista.

IMG_7594

DESIGNER ANNA GALVÃO RETRATA LAURA RUA

A designer e bordadeira Anna Galvão (Carol) acaba de produzir uma magnífica ilustração de uma das jovens mais queridas da comunidade minhota em Lisboa: Laura Rua! Nada mais do que a mordoma da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia, do ano passado, em Viana do Castelo.

45464865_1931352203649639_3204801117628137472_n

Trata-se de uma bonita ilustração que retrata a beleza da lavradeira minhota com o seu traje de festa, vulgo traje à vianesa.

Mas, para Laura Rua não é apenas uma simples ilustração. Segundo as suas próprias palavras, “Aqui está a ilustração que eu tanto esperava ... É mais que uma ilustração, é uma recordação de um dos momentos mais marcantes da minha vida que foi ser a mordoma da romaria da Senhora d' Agonia 2017”.

ESCOLAS DE FAMALICÃO CRIAM PROJETO DE ARTE E DESIGN

Capturar1

Mart.eDESIGN

Mostra das Artes e do Design

Subdepartamento de Artes Visuais do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco

O Mart.eDESIGN, Mostra de Arte e Design, do Subdepartamento de Artes Visuais do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco é um evento que engloba todas as atividades e iniciativas promovidas pelo subdepartamento de artes visuais.

Este evento coincidirá com o ano letivo 2018/2019 e evidencia um programa (a desenvolver) que engloba, conferências, workshops, exposições de arte e de design gráfico e de moda, fotografias e produtos multimédia, mostra de cinema, formações nas artes visuais, comunicações. Esta iniciativa irá colidir com a semana das artes e do design, que se efetua no dia 29 e 30 de abril de 2019, onde serão executadas atividades de comunicação e trabalhos em oficina.

Pretende-se com este evento, que as aptidões artísticas dos alunos envolvidos sejam reveladas, que sejam explorados e expostos os mais diversos aspetos ligados á arte e ao design e que o Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco seja reconhecido por esta ligação a este mundo.

Neste ano letivo, o Mart.eDESIGN, Mostra de Arte e Design, será destinado, em particular ás comemorações do 100º aniversário da Bauhaus, visto que, em abril de 2019 completa-se100 anos da apresentação pública do Manifesto and Programme of the Weimar State Bauhaus de Walter Gropius. Bauhaus, uma escola considerada não só como uma das mais respeitáveis escolas de arquitetura, design e artes plásticas, mas como a autora de uma das mais importantes expressões do modernismo.

Pensamento*Fragmento

Exposição comemorativa dos 100 anos da BAUHAUS

Incluída na Mart.eDESIGN, Mostra de Arte e Design, de forma, a espelhar os projetos concretizados pela Bauhaus, ao nível das mais diversificadas áreas, para aprofundar vários aspetos criativos da Bauhau e para se festejar o aniversário da mesma, será inaugurada a 13 de novembro, a exposição “Pensamento*Fragmento”, constituída pelos trabalhos realizados pelos alunos de 12ªano de Artes Visuais, elaborados na disciplina de Desenho A.

Os trabalhos estarão expostos em espaços informais para que desperte nos espectadores uma maior atenção, não só para as obras em si, mas para a constituição da obra, que por se apresentar fragmentada permite que seja percecionada a sua desconstrução, mas que leva, por sua vez, a uma ponderação sutil acerca do conceito de unicidade. Pelo que cada obra é repleta de cubos que funcionam como uma obra por si mesmos, posicionados para conceber o todo, que é a obra.

PINTORA NELA MÜLLER EXPÕE DESENHO E PINTURA EM ARCOS DE VALDEVEZ

“À descoberta do Norte Mágico”: Exposição de desenho e pintura

À descoberta do Norte Mágico é o título da exposição de desenho e pintura que reúne trabalhos de Nela Müller, artista que decidiu há alguns anos fixar residência no nosso concelho, escolhendo a Vila do Soajo.

DSC06887

De acordo com as palavras da pintora, as paisagens marítimas e os recantos pitorescos de algumas vilas do Altominho são a fonte de inspiração para têmperas e desenhos a tinta-da-china agora apresentados.

Nela Mûller tem uma longa atividade como pintora e os seus trabalhos estão representados em museus e coleções particulares.

A exposição está patente no átrio da Biblioteca Municipal Tomaz de Figueiredo e pode ser visitada até 29 de Julho.

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta das 9h30 às 17h30.

NUNO MARKL DESENHA MASCOTE PARA A FEIRA DO ALVARINHO

Nem mais! No programa da manhã da Rádio Comercial da passada sexta-feira, António Barbosa, desafiou, em direto, Nuno Markl a desenhar a mascote da Feira do Alvarinho.

A resposta chegou esta terça-feira. Nuno Markl enviou um “Alvarinho” sorridente, simpático e com ares de dançarino. Os ingredientes perfeitos para três dias de animação e boa disposição.

nuno markl

ATLETAS ARCUENSES DISPUTAM EM VISEU CAMPEONATO NACIONAL DE JUVENIS DE ATLETISMO DE DESPORTO ESCOLAR

João Morado Vice-Campeão Nacional Escolar de 4X100m

No fim de semana, dias 19 e 20 de Maio, competiram em Viseu os atletas João Morado e Mário Silva que, em representação do Agrupamento de Escolas de Valdevez e da Seleção Regional Norte, disputaram o Campeonato Nacional de Juvenis de Atletismo do Desporto Escolar. De referir que estes jovens estudantes são também atletas do CAAV.

Mário Silva 4º nos 100m Barreiras do Campeonato Nacional de Juvenis

No 1º dia de provas, destinado ao Campeonato Nacional Individual e Estafetas, o João Morado alcançou o 2º lugar na estafeta de 4X100m com 44.1 a apenas 2 décimas da estafeta vencedora e o 5º lugar no Salto em Comprimento com 6,24m a apenas 1 cm do pódio (o 3º e 4º lugar saltaram ambos 6,25m) e o Mário Silva alcançou o 4º lugar nos 100m Barreiras com 14,08 a apenas 5 centésimas do pódio.

No 2º dia de provas, destinado ao Campeonato Coletivo disputado sob a forma de Provas Combinadas, Mário Silva e João Morado integraram a estafeta de 5X200m da Seleção Regional Norte que venceu em 1.58,6. João Morado contribuiu ainda com o 2º lugar no Salto em Comprimento com 6,09m. Coletivamente a Seleção Regional Norte que liderou quase sempre o evento acabou por ser relegada para o 4º lugar fruto de um azar do vianense José Pedra no Lançamento do Dardo que não efetuou nenhum ensaio válido, fazendo a Seleção cair do 1º para o 4º lugar.

*Fotos do Nacional de Desporto Escolar da autoria de Paula Brites Cunha

João Morado Vice-Campeão Nacional de Juvenis de 4X100m

JORGE BRAGA EXPÕE EM ESPOSENDE

Exposição Individual de Escultura e Desenho no Centro de Informação Turística

Foi inaugurada este sábado, 20 de janeiro, no Centro de Informação Turística de Esposende a "Exposição Individual de Escultura e Desenho" do artista e poeta esposendense Jorge Braga. Esta primeira exposição, em Esposende, segue-se a mostras nas quais Jorge Braga participou em Paris, Milão, Roma, Melide, Seia, Vila Nova de Cerveira e Vila Nova de Gaia.

18893071_10209101341116731_5916300174510312412_n

A cerimónia de abertura iniciou-se, numa sala completamente lotada, com a declamação feita por Alberto Serra e Ferruchio Ronzino de alguns poemas do livro de Jorge Braga intitulado "Liberdade". Seguiu-se a intervenção do autor da exposição a justificar a sua doação e entusiasta dedicação à arte, quer seja a escrita, a pintura ou a escultura e apelou a que todos procurassem apreciar, serenamente, a exposição para se imbuírem do espírito da mesma. A vereadora da Cultura, Angélica Cruz, interveio, de seguida, para parabenizar Jorge Braga por querer partilhar com a população de Esposende o resultado da sua sensibilidade artística tão bem representada nas excelentes peças em exposição, bem como na profundidade das mensagens dos seus poemas. Louvou e agradeceu ao artista o facto de, através da divulgação das suas obras nas exposições que vai realizando, ser um excelente "embaixador" de Esposende, o que honra e orgulha a Câmara Municipal e o município em geral.  A cerimónia prosseguiu com apontamentos musicais a cargo de Álvaro Maio e António Gonçalves e mais momentos de poesia.

Esta exposição, intitulada “A energia da Paz”, estará patente entre os dias 20 de janeiro e 4 de fevereiro de 2018 e pode ser visitada de segunda-feira a sábado, entre as 9h00h e as 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Jorge Braga apresenta trabalhos inéditos, assim como obras já premiadas em Paris e Roma que assentam numa transversalidade entre a poesia, o desenho e a escultura, pretendendo ser de leitura fácil e de mensagem forte.

.

MUSEUS DE FAMALICÃO SÃO APRESENTADOS SOB O TRAÇO E RISCO DE ILUSTRADORES CONCEITUADOS

“Ligados em Rede” é um projeto cultural apresentado pela Fundação Cupertino de Miranda

André Carrilho, Alex Gozblau, Marta Madureira e Tiago Manuel são alguns dos conceituados ilustradores que foram convidados para apresentar através do traço e da imagem cada um dos treze Museus que compõem a Rede Museológica de Vila Nova de Famalicão. O resultado é a exposição “Ligados em Rede” que está patente na Fundação Cupertino de Miranda, até 30 de dezembro, com entrada livre.

DSC_1546

São treze ilustrações que “fazem uma leitura dos espaços através da força da imagem e de pequenos textos de caráter poético num claro convite à visita dos espaços” salientou a João Paulo Cotrim, editor da Arranha Céus e um dos coordenadores do projeto, na inauguração da exposição que decorreu na semana passada.

Na altura, foi também lançado o livro homónimo numa sessão que contou ainda com as presenças do vereador da Cultura da Câmara Municipal, Leonel Rocha e de António Gonçalves, diretor artístico da Fundação Cupertino de Miranda e também coordenador do projeto.

Para Leonel Rocha, “este projeto cultural é uma mais-valia para Famalicão, já que tem o enorme mérito de conseguir projetar os museus de uma forma atrativa e cativante”.

O livro e a exposição “Ligados em Rede – Museus de Vila Nova de Famalicão” serão apresentados no próximo ano no espaço da Abysmo, em Lisboa, ficando depois em itinerância por vários Museus da Rede da cidade de Famalicão ou outros espaços museológicos no país. O livro encontra-se à venda na Livraria da Fundação Cupertino de Miranda.

Leonel Rocha lembrou que o projeto “Ligados em Rede” é o resultado da primeira edição do concurso “Programar em Rede” lançado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão em 2016 com o objetivo de desafiar os agentes culturais do concelho para a criação de um evento marcante para Famalicão colocando-os a trabalhar em rede em prol da cultura e dos famalicenses, contando para isso, com o financiamento da autarquia em 50 por cento, num valor máximo de dez mil euros.

Entretanto, na próxima segunda-feira, 11 de dezembro, Em Conselho Municipal da Cultura serão apresentados e votado o projeto vencedor do Programar em Rede 2017.

DSC_1547

DSC_1548

DSC_1549

FAMALICÃO EXPÕE DESENHO E PINTURA

O desenho de Jorge Queiroz vai passar pela Ala da Frente. Exposição de desenho e pintura é inaugurada este sábado, dia 7, pelas 18h00

Desde a sua inauguração, em maio de 2015, foram vários os grandes nomes do panorama artístico nacional que já passaram pela Ala da Frente, em Vila Nova de Famalicão. A próxima exposição não será exceção, com a galeria de arte contemporânea famalicense a receber a obra de Jorge Queiroz, recentemente galardoado com o “Prémio Artes Plásticas” pela Associação Internacional de Críticos de Arte.

Jorge Queiroz

“Uma certa quantidade” é o nome da exposição de desenho e pintura que vai ser inaugurada este sábado, dia 7 de outubro, pelas 18h00, na Ala da Frente, espaço que a acolherá até 20 de janeiro de 2018, com entrada gratuita.

Sobre a obra de Jorge Queiroz, António Gonçalves, curador da Ala da Frente, refere que“em cada um dos seus trabalhos vamos sendo surpreendidos por formas que se pronunciam com sugestões de espaços e de eventuais seres que os habitam, levando-nos por uma relação de incursão no espaço”.

E acrescenta: “Há um uso da linguagem do desenho pela exploração dos seus meios técnicos, conjugando-os e retirando deles soluções capazes de garantir que cada linha, cada mancha, cada textura revela um imaginário desafiante e surpreendente”.

Já sobre a exposição “Uma Certa Quantidade”, António Gonçalves explica que “desafia a atenção para o exercício de observação e que potencia uma contemplação e fruição muito particulares onde se possibilita aceder a outros espaços”.

Jorge Queiroz nasceu em Lisboa, em 1966. Expôs o seu trabalho nos Estados Unidos da América e pela Europa, destacando-se as exposições individuais na Fundação Carmona e Costa, Lisboa (2012), Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto (2007); Horst-Janssen-Museum, Oldenburgo (2006) e no Künstlerhaus Bethanien, Berlin (2004), onde fez uma residência artística.

Queiroz participou na Bienal de Rennes (2016); 4ª Bienal de Berlim (2006), 26ª Bienal de São Paulo (2004) e na 50ª Bienal de Veneza (2003). Após um longo período a viver em Berlim, Queiroz atualmente vive e trabalha em Lisboa.

Recorde-se que a Galeria Municipal Ala da Frente, assim chamada pelo facto da sala de exposição se encontrar na ala da frente do Palacete Barão da Trovisqueira, e por referência à contemporaneidade e vanguardismo associados ao espaço, foi inaugurada em 30 de maio de 2015, tendo iniciado o seu percurso com uma exposição de obras de Jorge Molder. Seguiu-se Rui Chafes, o vencedor do Prémio Pessoa 2015, com a mostra “Exúvia”, João Queiroz, com “Encaústicas”, José Pedro Croft, com “Prova de Estado”, Pedro Cabrita Reis com “Ridi Pagliaccio”, Pedro Casqueiro com “Desordem Vertical” e Alberto Carneiro com “Árvores e Rios”.

VALENÇA RECEBE CENTENAS DE MOTARS DE PORTUGAL E ESPANHA

IVº Encontro Motard da Eurocidade: Centenas de Motards da Península Ibérica

Valença vai ser o palco do IVº Encontro Motard da Eurocidade no próximo fim-de-semana, 16 e 17 de setembro, no recinto do Campo da Feira.

unnamed

Centenas de aficionados às duas rodas, oriundos de toda a Península Ibérica, são esperadas na cidade.

O programa arranca 16 de setembro, sábado, a partir das 9h e de entre as várias atividades destaca-se o 5 special Flat Track, as demonstrações da Escola de Pilotos KSB, o Super Enduro da Liga Galega da Moto de Campo, o trial e a Rota Motard.

No sábado, a partir das 22h00, está programada a festa “Recordar os anos 90”, com uma discoteca ao ar livre.

Esta é uma iniciativa da Moto Club Os de Sempre de Tui que conta com o apoio da Eurocidade Valença/Tui.

CASTELO DE LANHOSO ACOLHE EXPOSIÇÃO DE DESENHOS DE CRIANÇAS

No próximo sábado, dia 13 de maio (e não no dia 12 de maio, como inicialmente previsto), fica patente uma exposição de desenhos infantis no Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso.

Expo desenhos castelo 1.jpg

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, em parceria com o SABE - Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares, promoveu um conjunto de visitas guiadas ao Castelo de Lanhoso, sendo que, no final desta atividade, os/as alunos/as foram desafiados/as a criar desenhos alusivos ao nosso ex libris.

O resultado destes trabalhos estará em exposição no Castelo de Lanhoso de 13 de maio até 18 de junho.

São 128 os desenhos da autoria de alunos e alunas do Centro Escolar António Lopes, do Centro Escolar D. Elvira Câmara Lopes, do Centro Escolar do Cávado, da EB1 JI da Póvoa de Lanhoso e da EB1 JI do Ave.

Este contacto direto com a nossa História faz com que as crianças tenham uma maior consciência sobre o passado e o património histórico que as rodeia. Perceber e estudar o passado faz com que tenham uma melhor perceção do futuro.

Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso

Outubro a maio

De quarta a domingo

10h00 – 12h30

14h30 – 17h30

Junho a setembro

Aberto de terça a domingo

10h00 – 12h30

14h00 – 18h00