Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VILAVERDENSES DANÇAM BALLET

Curso Ballet estreia-se na Escola de Música da Vila de Prado

A Escola de Música da Vila de Prado prepara-se para alargar o já vasto leque de atividades ao dispor da população, com um novo curso que promete fazer as delícias da pequenada.

CARTAZ BALLET.

As inscrições para as aulas de ballet já estão abertas e destinam-se a crianças entre os 04 e os 12 anos de idade.

Para mais informações, os interessados devem contactar a Escola de Música da Vila de Prado através do endereço escolamusicaprado@gmail.com ou do número 917 593 241.

O curso terá lugar no Espaço do Cidadão/Loja do Munícipe, antiga escola do Bom Sucesso Nº1.

FOLKLOURES’19 APRESENTA DANÇAS TRADICIONAIS DE GOA - DENTRO EM BREVE DAREMOS MAIS NOVIDADES!

O Grupo EKVAT – Grupo de Música e Danças Tradicionais de Goa, integrado na Casa de Goa em Lisboa, vai participar na próxima edição do FolkLoures que tem lugar no dia 6 de Julho do próximo ano, no Parque da Cidade, em Loures.

 

CapturarEVKAT

O EKVAT constituiu-se em 1989, em Lisboa, integrado na Casa de Goa.

Tem como objectivo divulgar a música e danças de Goa, desafiando os mais jovens para, através dos sons e danças, descobrirem a sua cultura ancestral, convidando também outros com gosto de conhecerem novas culturas.

Não se acomodaram à memória que consigo trouxeram alguns que vieram de Goa, mas continuaram à procura das suas raízes e acrescentaram alguma inovação.

É seu objectivo dar a conhecer, pela dança, o quotidiano das  aldeias, o ciclo do cultivo do  arroz, com a apresentação do tipo de dança “Fugddi” e outras,  bem como, a apresentação do género musical e de dança conhecido como” Deknni”, resultante da convivência  entre a  cultura  hindú e a cultura ocidental cristã.

É este o Grupo EKVAT que já divulgou Goa, desde a sua primeira apresentação em 1990 na Sociedade Portuguesa de Geografia, seguindo outras actuações em todo o País nomeadamente, Viseu (Auditório Mirita Casimiro), Porto (Casa da Música), Coimbra (Exposição de Goa a Lisboa), Lisboa (Expo 98, Lisboa Capital Europeia da Cultura), Açores (7º Seminário Internacional de História Indo Portuguesa e outra nas Festas Sanjoaninas), para além de vários espetáculos da sua iniciativa, sendo o ultimo em Abril de 2018, quando da comemoração dos 30 anos da Casa de Goa, no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa.Também fora do País, realizou em 2001 em Londres uma actuação a convite da Goan Musical Society, e em 2007 em Washington D.C., a convite da Smithsonian Institution, no âmbito da exposição “Encompassing the Globe: Portugal and the World in the 16th and 17th Centuries”

Merece especial referência a digressão do EKVAT pela Índia, em 1999 e em 2011 iniciada em Goa, passando por Bengalore, Bombaim e finalizada em Delhi, sempre  recebido com especial carinho, o que representou para o EKVAT o reconhecimento do seu esforço na divulgação pela diáspora dos sons e das danças da sua terra natal.

Layout 1

 

FAMALICÃO É UM ESPECTÁCULO!

Cão Danado leva música, dança e teatro ao Parque da Devesa. Iniciativas promovidas no âmbito do projeto “Germinal” decorrem hoje e amanhã

A companhia cultural Cão Danado vai “assentar arraiais” no Parque da Devesa, durante o fim-de-semana com o projeto “Germinal” e a residência artística com Davis Freeman. São dois dias, hoje e amanhã, que mais parecem uma maratona cultural com inúmeras iniciativas e atividades destinadas a todos os públicos.

Toalhas pintadas para o piquenique (1)

Pelas 17h00, 17h45 e 18h30 de hoje, na Ilha dos Amores será feita a apresentação pública de “(A)Solos/Assentos”, que é o culminar do trabalho com Pascal Luneau, em Famalicão. Cinco textos sobre o tema do “assento”, do estado de estar sentado com ou diante de outras pessoas. Jovens atores recém formados pela ACE de Famalicão, apresentam divididos em três grupos três diferentes versões na Ilha dos Amores.

A partir das 19h00, arranca a residência artística Expanding Energy com Davis Freeman, com uma conferência/performance (com ações performativas de 4 bailarinos). Pelas 20h00, realiza-se o jantar/debate e pelas 22h00, o concerto/performance. Sob orientação de Davis Freeman e Leonor Keil, a participação dos músicos Jochen Arbeit e Sérgio Martins e da atriz Sara Barbosa, será preparado um cocktail de todos os problemas ambientais que promete levar os corações ao limite numa explosão de energia.

No sábado, a partir das 16h00, o parque é palco do concerto Germinal com Jorge Fernandes &co. Às 17h00, arranca o piquenique/lanche com as toalhas realizadas na oficina do fim-de-semana de 8 e 9 de Setembro. Pelas 18h00, nova apresentação pública de "(A)Solos/Assentos", com encenação de Pascal Luneau e 19h30, acontece “Arte em Processo" com Teresa Silva, Afonso Rocha e Constança Araújo Amador, onde se procura refletir sobre as novas realidades artísticas contemporâneas nos seus discursos indefinidos, plurais e abertos, que conduzem a novas formas de pensar e comunicar.

A partir das 21h30, destaque para "7 Promessas", com direcção de Davis Freeman. "7 Promessas" apresenta dois pregadores ambientalistas/ecologistas que apelam à audiência a transformar as suas palavras em ação. Nós sabemos que enfrentamos um desastre ecológico iminente, mas a questão é, porque é que não estamos a fazer mais em relação a isso? "7 Promessas" debruça-se sobre estes problemas com um sentido de urgência e humor.

A partir das 22h30, acontece "Karaoke Art", com direção de Davis Freeman. Davis Freeman endereçou um convite a quinze artistas internacionalmente aclamados para que integrassem este projeto. A cada artista foi dada uma lista de canções de karaoke e foi-lhes pedido que criassem um vídeo totalmente original para a canção da sua preferência, tendo como única exigência que o vídeo transmitisse o seu estilo pessoal e a sua visão do mundo atual, sem retirar preponderância à música e às letras. No bom estilo de um karaoke tradicional, o único intérprete deste projeto é o público, que apenas poderá visualizar os vídeos se os selecionar para cantar. À meia-noite a festa encerra com DJ Tatsumaki.

A participação é livre.

Toalhas pintadas para o piquenique (2)

FAMALICÃO APRESENTA CAMPEONATO DO MUNDO DE DANÇA

Apresentação do Famalicão Dança 2018, Amanhã, sexta-feira, 14 de setembro, pelas 12h00, na sede da Gindança

A Gindança - Associação de Ginástica e Dança de Famalicão e a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão procedem à apresentação pública do Famalicão Dança 2018, que se realiza esta sexta-feira, 14 de setembro, pelas 12h30, na sede da associação, em Antas.

A edição deste ano do Famalicão Dança realiza-se a 3 de novembro, no Pavilhão Municipal de Famalicão. O Campeonato do Mundo de 10 Danças em Profissionais e a 7.ª e última prova da época do Circuito Nacional de dança desportiva em Latinas e Standard são duas das competições em disputa neste evento, que se realiza pelo quinto ano consecutivo no concelho famalicense.

Na conferência de imprensa de amanhã estarão presentes o vereador do Desporto da autarquia, Mário Passos, o diretor regional do IPDJ, Vitor Dias, a presidente da Gindança, Anabela Gomes, o diretor técnico da competição, Duarte Vieira, o presidente da Federação Portuguesa de Dança Desportiva, Alberto Rodrigues, e o presidente da Associação Portuguesa de Profissionais de Dança Desportiva, Paulo Paulino

FOLKLOURES’19 APRESENTA DANÇAS TRADICIONAIS DE GOA

O Grupo EKVAT – Grupo de Música e Danças Tradicionais de Goa, integrado na Casa de Goa em Lisboa, vai participar na próxima edição do FolkLoures que tem lugar no dia 6 de Julho do próximo ano, no Parque da Cidade, em Loures.

CapturarEVKAT

O EKVAT constituiu-se em 1989, em Lisboa, integrado na Casa de Goa.

Tem como objectivo divulgar a música e danças de Goa, desafiando os mais jovens para, através dos sons e danças, descobrirem a sua cultura ancestral, convidando também outros com gosto de conhecerem novas culturas.

Não se acomodaram à memória que consigo trouxeram alguns que vieram de Goa, mas continuaram à procura das suas raízes e acrescentaram alguma inovação.

É seu objectivo dar a conhecer, pela dança, o quotidiano das  aldeias, o ciclo do cultivo do  arroz, com a apresentação do tipo de dança “Fugddi” e outras,  bem como, a apresentação do género musical e de dança conhecido como” Deknni”, resultante da convivência  entre a  cultura  hindú e a cultura ocidental cristã.

É este o Grupo EKVAT que já divulgou Goa, desde a sua primeira apresentação em 1990 na Sociedade Portuguesa de Geografia, seguindo outras actuações em todo o País nomeadamente, Viseu (Auditório Mirita Casimiro), Porto (Casa da Música), Coimbra (Exposição de Goa a Lisboa), Lisboa (Expo 98, Lisboa Capital Europeia da Cultura), Açores (7º Seminário Internacional de História Indo Portuguesa e outra nas Festas Sanjoaninas), para além de vários espetáculos da sua iniciativa, sendo o ultimo em Abril de 2018, quando da comemoração dos 30 anos da Casa de Goa, no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa.Também fora do País, realizou em 2001 em Londres uma actuação a convite da Goan Musical Society, e em 2007 em Washington D.C., a convite da Smithsonian Institution, no âmbito da exposição “Encompassing the Globe: Portugal and the World in the 16th and 17th Centuries”

Merece especial referência a digressão do EKVAT pela Índia, em 1999 e em 2011 iniciada em Goa, passando por Bengalore, Bombaim e finalizada em Delhi, sempre  recebido com especial carinho, o que representou para o EKVAT o reconhecimento do seu esforço na divulgação pela diáspora dos sons e das danças da sua terra natal.

Layout 1

DANÇAS CLAUSTRAIS ANIMAM CABECEIRAS DE BASTO

Danças Claustrais animaram Praça da República

A Praça da República encheu-se de dança, música, cor e ritmo na noite do passado domingo, dia 5 de agosto. Inserida no programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’ a iniciativa ‘Danças Claustrais’ animaram o centro da vila, um momento protagonizado pela Academia GINDANÇA de Vila Nova de Famalicão e pela Academia Sempre em Forma de Cabeceiras de Basto.

Danças Claustrais animaram Praça da República (1)

Participaram neste evento os vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, bem como os presidentes das Juntas de Freguesia de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela e também de Abadim, Leandro Campos e Fernando Basto, respetivamente.

A Praça da República servirá este mês de palco para as danças do mundo que contam com a participação de diferentes grupos locais e de municípios vizinhos, desde o folclore ao tango, passando pelas danças africanas, orientais e pela dança contemporânea.

As ‘Danças Claustrais’ regressam na próxima sexta-feira à noite, 10 de agosto, a partir das 21h30, com capoeira pela ABADÁ Capoeira e com a patinagem artística pela Escola de Patinagem Artística de Basto (EPAB). Na noite de 25 de agosto o palco é do jazz, danças contemporâneas e danças urbanas com as participações do Fitness BodyGate e Clube Desportivo de Cabeceiras de Basto.

Danças Claustrais animaram Praça da República (2)

"ESPOSENDE A DANÇAR" ANIMA CIDADE NO PRÓXIMO FIM-DE-SEMANA

A Câmara Municipal de Esposende vai levar a efeito, nos dias 27, 28 e 29 de julho, mais uma edição do evento “Esposende a Dançar”, que voltará a ter como palco o Largo dos Bombeiros, no centro da cidade.

.

Esta edição integra a apresentação de três espetáculos de dança, nomeadamente pelo PraxiStudio Esposende - Urban Dance Studio, Academia de Bailado de Esposende e Centro de Estudos Ás do Saber, todos às 22h00 e com entrada gratuita.

Além da promoção da dança e da divulgação do trabalho desenvolvido ao nível desta manifestação artística no concelho, o Município visa diversificar a oferta cultural, numa altura em que Esposende recebe muitos turistas e visitantes. “Esposende a dançar” traduz-se em momentos de grande qualidade e beleza artística.

.

O evento arranca amanhã, dia 27, com “URBANATION 2018”, um espetáculo de dança urbana pelo Praxistudio, onde predomina a cultura urbana e que celebra todos os estilos de "Street Dance", tendo sempre um carater de modernidade e inovação".

No sábado, dia 28, a Academia de Bailado de Esposende apresenta “Mitologia grega”, convidando a uma viagem ao pensamento do povo grego da antiguidade; da criação do mundo à formação da terra e de tudo o que nela existe.

A encerrar este evento, no domingo, dia 29, apresenta-se em palco o Centro de Estudos Ás do Saber.

cartazESPOSENDEDANCAR_PRINT

.

DANÇAS URBANAS ANIMAM MARGINAL DE ESPOSENDE

“Street Battle” de Danças Urbanas na marginal de Esposende

Esposende volta a acolher um dos mais importantes eventos de danças urbanas do país. O “Esposende Street Battle” é o festival internacional de dança que se realiza já no próximo domingo, dia 8 de julho, pelas 15 horas, na Zona Ribeirinha de Esposende. Esta é já a 9.ª edição do evento.

street

Organizado pela Câmara Municipal de Esposende em parceria com a Praxistudio, Escola de Dança de Esposende, esta festa do Urban Dance em que os bailarinos competem um contra o outro, em jeito de “batalha”, terá participantes de todo o país assim como do estrangeiro que se deslocam a Esposende nesta data, tal é o prestígio que este evento já alcançou no país, assim como além-fronteiras. A qualidade do Júri da competição é igualmente um fator que contribuiu, em larga medida, para a credibilidade que a competição já alcançou.

Tal como em edições anteriores, esta competição integra os estilos Bboying (Breakdance) e o Bgirling, o Locking, o Popping, o Hip Hop e All Styles. Além de prémios monetários e troféus, esta “batalha”, afirma-se como uma das mais importantes competições da Península Ibérica, reunindo os melhores praticantes dos diversos estilos.

As inscrições podem ser efetuadas no local, no dia do evento, a partir das 13h30.

FAMALICÃO: GROOVE MONSTERZ VÃO À CONQUISTA DO SONHO AMERICANO

Grupo de dança famalicense vai representar Portugal no Campeonato do Mundo de Hip Hop, em Phoenix, nos EUA

São portugueses e estão de malas aviadas para os Estados Unidos da América, onde vão competir por um lugar entre os melhores do Hip Hop mundial. O sonho dos Groove Monsterz mora em Phoenix, a capital do estado do Arizona, que de 5 a 11 de agosto acolhe o Campeonato do Mundo de Hip Hop, a maior e mais famosa competição do género à escala mundial.

AFS_8149

Em solo americano, o grupo famalicense que vai representar Portugal na competição, tem à sua espera os melhores dançarinos do mundo, provenientes de mais de 50 países.

Sabem que a concorrência é forte, mas nem por isso se deixam intimidar. O apuramento para o campeonato é, por si só, uma vitória, mas João Marques, coordenador e coreógrafo do grupo, não esconde a ambição de conseguir alcançar uma meia final.  “Seria já uma incrível vitória”, referiu.

A preparação para a competição tem sido intensa e à exceção do domingo, dia de descanso, treinam atualmente cerca de 7 horas diárias.

Na passada sexta-feira, 29 de junho, o Roteiro pela Inovação de Famalicão levou o presidente da Câmara Municipal a espreitar os ensaios do grupo. Naturalmente orgulhoso pelo apuramento da equipa famalicense, Paulo Cunha lembrou que “os excelentes resultados no palco são o reflexo daquilo que acontece no dia-a-dia do grupo, fruto de muito trabalho”.

O edil não esqueceu também o papel preponderante da Escola Secundária D. Sancho I, que abraçou o projeto desde a sua primeira hora, através da cedência das suas instalações. “O papel da escola vai muito além do ensino na sala de aula e é muito gratificante vermos que este projeto de sucesso, apesar de ter nascido e de se desenvolver dentro desta escola, não se destina apenas aos seus alunos, mas sim a toda a comunidade”.

Refira-se que os Groove Monsterz integram o Groove Spot, clube de danças urbanas criado em 2012 em Vila Nova de Famalicão e que nos últimos anos registaram um currículo de conquistas nacionais e internacionais verdadeiramente impressionante entre as 11 equipas competitivas formadas a partir do clube.

Mais do que um projeto competitivo, o Groove Spot é um projeto de formação humana que funciona como uma verdadeira formação extracurricular. Atualmente conta com cerca de 400 alunos, com idades compreendidas entre os 6 e os 28 anos.

AFS_8201

AFS_8292

PENSAMENTO ORIENTAL – PROMOÇÃO DA CULTURA CHINESA: FOLKLOURES’18 RECEBE DANÇA TRADICIONAL DO TIBETE – É JÁ NO PRÓXIMO SÁBADO, DIA 7, EM LOURES

Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa representará a comunidade chinesa no FolkLoures’18

A comunidade chinesa radicada em Portugal vai participar na próxima edição do FolkLoures – Encontro de Culturas, mais concretamente no festival intercultural que terá lugar no dia 7 de Julho de 2018. Junto à réplica das ruínas da Igreja de São Paulo, em Macau, o grupo “Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa” vai apresentar a Dança de Tibete, “Capriccio de Kumara”.

CapturarTibete

Kumara é uma formação de dança tradicional da etnia Zang (Tibete), o que representa as tradições, os costumes através de movimentos livres e de grande amplitude. As danças tibetanas transmitem sempre uma atitude firme, de cabeça erguida e de peito cheio para os homens e uma postura de curvatura e suavidade para as mulheres, imagens essas inspiradas na vida quotidiana do povo tibetano nos grandes planícies. Contudo, devido à diversidade de culturas naquela região, a própria dança tibetana sofre de influências culturais das outras regiões vizinhas no seu resultado final.

Os movimentos das danças tibetanas tem subcategorias tanto para homens como para mulheres, um dos nomes atribuídos a uma subcategoria é "Chinese Tap Dance".

Os trajes utilizados para danças tibetanas correspondem ao vestuário comum do povo tibetano, cheios de cores e figuras.

A próxima edição do FolkLoures decorre de 30 de Junho a 7 de Julho de 2018, e incluirá conferências, exposições, feira de produtos tradicionais e um festival de folclore a ter lugar no Parque da Cidade, em Loures.

O FolkLoures é uma iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho que conta com o apoio da Câmara Municipal de Loures.

FOLKLOURES 18 接受西藏传统舞蹈

东方思维中国文化的弘扬将代表中国社区在 FolkLoures 18

居住在葡萄牙的华人社区将参加下一期的 FolkLoures--文化会议, 更具体地说, 将于2018年7月7日举行的文化艺术节。在澳门圣保禄教堂遗址的复制品旁边, "东方思维的中国文化促进" 将呈现西藏之舞 "随想曲奈特·库马拉"。

奈特·库马拉是藏 (藏) 的传统舞蹈, 代表着传统、自由的风俗和大振幅的运动。藏族的舞蹈总是以坚定的姿态, 正面和胸部为男人, 并为妇女的曲率和柔软的姿态, 这些图像的启发, 藏族人民在大平原的日常生活。然而, 由于该地区文化的多样性, 藏族舞蹈本身也受到其他相邻地区的文化影响。

藏族舞蹈的运动对男女都有子范畴, 其中一个类别的名字是 "中国踢踏舞"。

藏族舞蹈所用的服饰, 与藏族人民的共同服饰相呼应, 色彩和人物都十分鲜艳。

下一版的 FolkLoures 源于6月30日至 2018年7月7日, 将包括会议, 展览, 传统产品和民俗节日在城市公园, 在洛里什。

Capturarfolk

PENSAMENTO ORIENTAL – PROMOÇÃO DA CULTURA CHINESA: FOLKLOURES’18 RECEBE DANÇA TRADICIONAL DO TIBETE

Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa representará a comunidade chinesa no FolkLoures’18

A comunidade chinesa radicada em Portugal vai participar na próxima edição do FolkLoures – Encontro de Culturas, mais concretamente no festival intercultural que terá lugar no dia 7 de Julho de 2018. Junto à réplica das ruínas da Igreja de São Paulo, em Macau, o grupo “Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa” vai apresentar a Dança de Tibete, “Capriccio de Kumara”.

CapturarTibete

Kumara é uma formação de dança tradicional da etnia Zang (Tibete), o que representa as tradições, os costumes através de movimentos livres e de grande amplitude. As danças tibetanas transmitem sempre uma atitude firme, de cabeça erguida e de peito cheio para os homens e uma postura de curvatura e suavidade para as mulheres, imagens essas inspiradas na vida quotidiana do povo tibetano nos grandes planícies. Contudo, devido à diversidade de culturas naquela região, a própria dança tibetana sofre de influências culturais das outras regiões vizinhas no seu resultado final.

Os movimentos das danças tibetanas tem subcategorias tanto para homens como para mulheres, um dos nomes atribuídos a uma subcategoria é "Chinese Tap Dance".

Os trajes utilizados para danças tibetanas correspondem ao vestuário comum do povo tibetano, cheios de cores e figuras.

A próxima edição do FolkLoures decorre de 30 de Junho a 7 de Julho de 2018, e incluirá conferências, exposições, feira de produtos tradicionais e um festival de folclore a ter lugar no Parque da Cidade, em Loures.

O FolkLoures é uma iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho que conta com o apoio da Câmara Municipal de Loures.

FOLKLOURES 18 接受西藏传统舞蹈

东方思维中国文化的弘扬将代表中国社区在 FolkLoures 18

居住在葡萄牙的华人社区将参加下一期的 FolkLoures--文化会议, 更具体地说, 将于2018年7月7日举行的文化艺术节。在澳门圣保禄教堂遗址的复制品旁边, "东方思维的中国文化促进" 将呈现西藏之舞 "随想曲奈特·库马拉"。

奈特·库马拉是藏 (藏) 的传统舞蹈, 代表着传统、自由的风俗和大振幅的运动。藏族的舞蹈总是以坚定的姿态, 正面和胸部为男人, 并为妇女的曲率和柔软的姿态, 这些图像的启发, 藏族人民在大平原的日常生活。然而, 由于该地区文化的多样性, 藏族舞蹈本身也受到其他相邻地区的文化影响。

藏族舞蹈的运动对男女都有子范畴, 其中一个类别的名字是 "中国踢踏舞"。

藏族舞蹈所用的服饰, 与藏族人民的共同服饰相呼应, 色彩和人物都十分鲜艳。

下一版的 FolkLoures 源于6月30日至 2018年7月7日, 将包括会议, 展览, 传统产品和民俗节日在城市公园, 在洛里什。

Capturarfolk

CERVEIRA RECEBE FESTIVAL INTERNACIONAL DE DANÇA

Cerveira prepara-se para viver a festa da dança

Os entusiastas pela arte da dança aguardam o último fim-de-semana de junho para demonstrar as suas performances, no reconhecido palco da ‘Vila das Artes’. Entre 28 de junho e 1 de julho, Vila Nova de Cerveira recebe o XIV DANCERVEIRA – Festival Internacional de Dança que, além dos espetáculos ao vivo e workshops, este ano apresenta como novidade a ‘Dança com a Espuma’.

CARTAZ DANCERVEIRA 2018

Com organização da Adeixa – Associação de Dança do Eixo Ibero Atlântico, e apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, este evento promete boa disposição, movimento, experiência e intercâmbio entre os cerca de mil bailarinos do Norte de Portugal e Galiza, além da participação de duas escolas brasileiras.

Durante quatro dias, o DANCERVEIRA propõe várias performances livres nos Jogos de Água do Parque de Lazer do Castelinho; e no Auditório Municipal, onde também decorrem os espetáculos de dança noturnos abertos ao público (dia 28 às 21h00, no 29 às 20h00 e nos dias 30 de junho e 1 de julho inicia às 19h30).

Não obstante, o evento assume ainda uma grande componente formativa de vários estilos de dança, com a presença de reconhecidos professores, como Isabel Arance (Modern Jazz), Alba Cotelo & Estefí Gómez (Dança Experimental), Renata Guanabara (Hip Hop Brasil), Ana Lúcia Costa (Ballet Clássico), Chris Faria (Hip Hop Kids) e Marcelo Andrade (Lyrical Jazz). Os workshops decorrem todos os dias, entre as 09h00 e as 15h00, no Salão Multiusos do Cineteatro de Cerveira.

Criando oportunidades lúdicas para as crianças e jovens participantes, de forma a que esta festa da dança prime também pelo convívio, o DANCERVEIRA deste ano apresenta, além do Dance Party de sexta-feira à noite (dia 29), o ‘Dança com a Espuma’, um novo espetáculo agendado para o dia 30 de junho, entre as 16h00 e as 18h00, na Praça Alto Minho.

São 14 anos de momentos inesquecíveis a Viver a Dança! Conheça toda a programação em www.adeixa.com

MUNICÍPIO DE BRAGA ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO PARA AULAS DE DANÇA E MÚSICA

Candidatura abertas até 22 de Junho

Com o objectivo de fomentar o desenvolvimento do ensino da dança e da música no Concelho e de permitir uma utilização activa e participativa das instalações do Mercado Cultural do Carandá, o Município de Braga celebrou com a Arte Total e com o Conservatório Bomfim, tutelado pela Fundação Bomfim, um protocolo de colaboração de onde resulta a atribuição de bolsas de estudo para aulas de dança e de música a estudantes do ensino público, residentes no Concelho de Braga.

CMB - Dança

As bolsas correspondem à frequência de aulas durante o ano lectivo 2018/2019 nas instalações das duas escolas reconhecidas pelo seu valor artístico e pedagógico e sediadas no Mercado Cultural do Carandá.

O processo de candidatura decorre até ao dia 22 de Junho devendo os interessados dirigir-se ao Balcão Único da Câmara Municipal de Braga, situado no edifício do Pópulo, para proceder à apresentação da candidatura.

Para mais informações está disponível o seguinte endereço electrónico: cultura@cm-braga.pt. Os Formulários e as normas de candidatura encontram-se disponíveis online no site do Município de Braga em www.cm-braga.pt.

ESPOSENDENSES DÃO ESPETÁCULO DE BALLET

Espetáculo da Escola de Ballet encerrou atividades do ano letivo 

Pais, amigos e familiares dos alunos encheram o pavilhão municipal para assistir ao espetáculo de encerramento do ano letivo da Escola de Ballet da Câmara Municipal de Ponte da Barca.

O espetáculo contou com a prestação de mais de 100 alunos de diferentes graus, que fizeram apresentações nos mais variados estilos, orientados pela docente Maria João Bastos que é também a responsável por todas as coreografias realizadas.

1

2

4

A MINHA TERRA É VIANA!

O Centro Cultural de Viana do Castelo acolhe agora A Minha Terra é Viana.

Os grupos folclóricos do concelho de Viana do Castelo têm, mais uma vez, um papel de destaque na promoção do evento.

34459618_1934738623217668_157869361279795200_n

Integrando cerca de sete centenas de participantes, dão o seu contributo a este evento de luz, som e cor vários grupos vianenses: Banda dos Escuteiros de Barroselas, Cantadeiras do Vale do Neiva, Ego Sum – Companhia de Dança Contemporânea, Fama Dança – Dança Antiga, Companhia de Teatro do Noroeste, Grupo Folclórico de Danças e Cantares de Alvarães, Grupo de Danças e Cantares da Casa do Povo de Vila Nova de Anha, Grupo Etnográfico de Areosa, Grupo Folclórico de S. Paulo, de Barroselas, Grupo Folclórico das Bordadeiras de Cardielos, Grupo Folclórico e Cultural de Danças e Cantares de Carreço, Grupo Folclórico de Chafé, Grupo Folclórico e Etnográfico de Castelo de Neiva, GRECANE - Grupo Folclórico de Castelo de Neiva, Rancho Folclórico das Terras de Geraz do Lima, Grupo Folclórico das Lavradeiras da Meadela, Ronda Típica da Meadela, Grupo Folclórico de Danças e Cantares de Perre e Triquelitraques de Afife. Participarão ainda, com cantigas tradicionais, as vianenses Beatriz Lindade, Carla Ribeiro e Filipa Barreiros.

Fotos: Sérgio Moreira & Silvia Moreira

34288824_1934547176570146_8214882199283957760_n

34266680_1934724979885699_657719987355516928_n

34211541_1934740699884127_3135042924526436352_n

34266526_1934559989902198_4153358066722537472_n

34441724_1934858709872326_4291636793675087872_n

34348690_1934791919879005_5232511618234974208_n

34193424_1934742969883900_2229239080623800320_n

CAMINHA VOLTA A SER A CAPITAL DA MÚSICA E DA DANÇA

Quinta edição do Entre Margens – Encontro de Tocadores regressa de 1 a 3 de junho

De 1 a 3 de junho, Caminha vai ser a capital da música tradicional e da dança, com a promoção de mais uma edição do Entre Margens – Encontro de Tocadores.  Mostra de Construtores, apresentação de publicações, cds e livros, concertos, foliadas e bailes ao improviso, oficinas, palestras, jogos tradicionais. Arruada de bombos, gigantones e cabeçudos, encontro de cavaquinhos da Ribeira Minho, atividades para as famílias, são algumas das iniciativas que vão dar o mote a esta edição do evento. A abertura está agendada para o dia 1 de junho, pelas 18H00, com um convidado de honra de 99 anos de idade, Mestre tocador de acordeão, Joaquim Barreiros.

Entre margens (1)

A organização está a ultimar os preparativos para que a vila abra as suas portas a tocadores de instrumentos tradicionais de diferentes gerações, que irão partilhar saberes, repertórios e técnicas instrumentais antigas e contemporâneas, possibilitando desta forma o perdurar no tempo, das tradições musicais de várias regiões de Portugal, com particular incidência na região do Minho e da Galiza, em Espanha. Os organizadores acreditam que esta edição vai atrair ainda mais visitantes ao concelho. O objetivo é promover e divulgar o concelho a nível nacional e internacional e potenciar a economia local.

O evento consiste numa série de oficinas de aprendizagem, com a presença de tocadores de vários instrumentos e um responsável por facilitar a dinâmica da oficina e a troca de informação entre o tocador antigo e a assistência. Por fim, a assistência das oficinas será constituída por jovens músicos que tencionam aprender técnicas e repertórios de instrumentos "tradicionais", procurando renová-los, experimentá-los e inseri-los em novas práticas musicais.

À semelhança das edições anteriores, o Entre Margens conta com um programa vasto e eclético, que inclui oficinas de flauta travessa e requinta galega, cordofones portugueses, cantos das tabernas da Galiza, construção e toque de pandeiro sintético, e oficina de valsas mandadas, exposições, mostra de construtores de instrumentos musicais tradicionais, palestras, concertos, foliadas e bailes ao improviso, animação para famílias, entre muitas outras iniciativas.

O Entre Margens-Encontro de Tocadores é organizado pela PédeXumbo - Associação para a Promoção da Música e da Dança, aCentral Folque - Centro Galego Música Popular e Câmara Municipal de Caminha. O evento conta ainda com os apoios da AGADIC – Axencia Galega das Industrias Culturais, Freguesia de Caminha e Vilarelho, Fundação Inatel e MusicTrad.

Entre margens (2)

Programa

Encontro de Tocadores | Entre Margens

1, 2 e 3 de junho de 2018

DE JUNHO, SEXTA-FEIRA

10h00 - Espetáculo “O Senhor dos Cordéis” de Thomas Bakk (BR/PT)

Local: Escola Básica e Secundária Sidónio Pais

18h00 - Abertura oficial do Encontro de Tocadores

Convidado de Honra Joaquim Barreiros – Mestre tocador de acordeão (PT)

Com 99 anos, residente em Vila Praia de Âncora. Autor, entre outros, do tema tradicional “Farol de Montedor”

Local: Edifício Paços do Concelho

18h00 – 24h00 – Apresentação emostra de construtores de instrumentos musicais tradicionais

Local: Largo Calouste Gulbenkian

19h00 – Apresentação:Lançamento da publicação “Para Conhecer e Fazer: Adufes e Pandeiros” (PT)

Uma edição PédeXumbo

Local: Auditório do Museu Municipal de Caminha

21h15 – Concerto: Cantadeiras do Vale do Neiva (PT)

Local: Igreja da Misericórdia de Caminha

22h15 – Concerto: OMIRI (PT)

Local: Largo Calouste Gulbenkian

23h15 – Pela noite dentro – Foliada e baile ao improviso

Local: Largo Calouste Gulbenkian

DE JUNHO, SÁBADO

09h00 - Receção aos participantes das oficinas

Local: Edifício Paços do Concelho

10h30 – 13h00 – OFICINAS:

Cantos de Taberna da Galiza com Alexandre Cadarso e os Muiñeiros do Sarela (GZ) – Valadares Teatro Municipal de Caminha

Combo de Cordofones Portugueses com Gonçalo Mirra (PT)– Salão do Edifício Paços do Concelho

 Construção e Toque de Pandeiro Sintético com RichiCasás (GZ) – Sala da Junta de Freguesia Caminha e Vilarelho

Flautas Travessas e Requinta Galega com Casimiro Fernandes (PT) e Xosé Liz (GZ) - Galeria Caminharte – Largo do Turismo

Oficina deDança:Valsas Mandadas com Manuel Araújo (PT) – Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Caminha

10h30 – Espetáculo “O Senhor dos Cordéis” de Thomas Bakk (BR/PT)

Local: Biblioteca Municipal de Caminha

11h30 – 13h00 - Jogos tradicionais: “Ludoteca Brincalhona” (GZ)

Local:Espaço Exterior da Biblioteca/Museu Municipal de Caminha

12h00 - Palestra: "Cantigas de Taberna” com Alexandre Cadarso (GZ)

Local: Auditório do Museu Municipal de Caminha

12h00 – Arruada de Bombos, Gigantones e Cabeçudos (PT)

14h00 – 24h00 - Mostra de Construtores de instrumentos musicais tradicionais

Local: Largo Calouste Gulbenkian

15h00 – 19h00 – Jogos Tradicionais: “Ludoteca Brincalhona” (GZ)

Local:Espaço Exterior da Biblioteca/Museu Municipal de Caminha

15h00 – 18h00 - Oficinas (nos locais já indicados)

15h00 - Apresentação:Lançamento da publicação"Cancioneiro de Gaita-de-foles” da Associação Portuguesa Para a Proteção eDivulgação da Gaita-de-foles”com Gustavo Portela (PT)

Local: Auditório do Museu Municipal de Caminha

15h30 - Graditur: pelos Caminhos de Santiago -  a poetisa eleita” - Peregrinação ao misticismo da época Medieval; Encenação de Sara Erlingsdotter - ÓPERA ESTUDIO DA ESMAE (PT)

Local: Praça Conselheiro Silva Torres

16h00 - Jogos e cantos ao improviso para famílias: “Historias da TintaImaxinaria” (GZ)

Local: Biblioteca Municipal de Caminha

16h30 – Filme-Palestra: "Orações e Cantos Quaresmais: A Encomendação das Almas em Idanha-a-Nova” com António Ventura (PT)

Local: Auditório do Museu Municipal de Caminha

17h30 –Encontro de Grupos de Cavaquinhos da Ribeira Minho

Local: Praça Calouste Gulbenkian

18h00 – Palestra: "Tradição Oral e Saberes Associados” com Antonio Reigosa (GZ) e Alexandre Parafita (PT)

Local: Auditório do Museu Municipal de Caminha

21h30 –Concerto: Fernando Barroso eMargarida Mariño (GZ)

Local: Largo Calouste Gulbenkian

22h45 –Concerto:Chulada da Ponte Velha (PT)

Local: Largo Calouste Gulbenkian

24h00 – Pela noite dentro – Foliada e baile ao improviso

Local: Largo Calouste Gulbenkian

DE JUNHO, DOMINGO

10h30 – 13h00 - Oficinas (nos locais já indicados)

10h30 – 13h00 -Jogos Tradicionais: “Ludoteca Brincalhona”

Local:Espaço Exterior da Biblioteca/Museu Municipal de Caminha

11h00 - Espetáculo “O Senhor dos Cordéis” de Thomas Bakk

Local: Biblioteca Municipal de Caminha

11h00 - Apresentação: CD “Gaitas de Fole em Portugal” com Paulo Tato Marinho (PT) e Livro-CD “Gaiteiro Poso” com Iván Costa (GZ)

Local: Auditório do Museu Municipal de Caminha

12h00 - Apresentação:Livro-CD “Regueifa enBergantiños” com Alba María Rodriguez (GZ)

Local: Auditório do Museu Municipal de Caminha

12h30 - Apresentação:CD “Viola Amarantina” com Chico Gouveia (PT)

Local: Auditório do Museu Municipal de Caminha

14h00 – Atividade para famílias: Lendas e Histórias de Caminha

Local: Biblioteca Municipal de Caminha

14h00 – 18h00 – Apresentação e mostra de construtores de instrumentos musicais tradicionais

Local: Largo Calouste Gulbenkian

14h30 -Graditur: pelos Caminhos de Santiago -  a poetisa eleita” - espetáculo performativo - Opera &Landscape; Encenação de Sara Erlingsdotter- ÓPERA ESTUDIO DA ESMAE (PT)

Local: Praça Conselheiro Silva Torres

15h00 – 17h00 - Apresentação final dos trabalhos realizados nas oficinas

Local: Largo Calouste Gulbenkian

17h30 - Graditur: pelos Caminhos de Santiago - a poetisa eleita” - espetáculo performativo - Opera &Landscape; Encenação de Sara Erlingsdotter - ÓPERA ESTUDIO DA ESMAE

Local:Largo da Igreja Matriz de Caminha

18h00 - Encerramento Oficial

Entre margens (3)

Entre margens (4)

LUZ | OME DUAL: DANÇA E CIRCO CONTEMPORÂNEOS EM PONTE DE LIMA

25 de Maio – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

A 25 de Maio, às 22h00, no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, oportunidade única para apreciar o espectáculo de dança e circo contemporâneos Luz, pela Ome | Ome Dual, Companhia Mexicana/Portuguesa de Multidisciplina Escénica, com Maria Gameiro, Cesar Diaz, Victor Romero, David Lopez Luna e Nano Cano.

1

O balancear entre os extremos, o equilíbrio, o desequilíbrio, a colisão dos opostos forma a unidade.

No meio das sombras e luzes ocorrem os encontros e desencontros, de seres, de matéria, de silêncios e sons, a dualidade emerge...

“Toda a criação existe em mim e tudo o que há em mim existe também na criação.”

Luz é um espectáculo contemporâneo de novo circo, com manipulação de objectos, roda cyr, dança, teatro físico, música ao vivo e iluminação não convencional.

Ficha Artística e Técnica

Criação e Interpretação: Maria Gameiro e Cesar Diaz

Música Original e Interpretação: Victor Romero e David Luna

Direcção de Desenho de Iluminação: Nano Cano

Desenhistas e Figurinistas: Ginelly Rodriguez e Andrea Angulo

Difusão: Mónica Talina | Pinguim Púrpura

Maiores de 6 anos

Bilhetes à venda (3,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

4

8

9

10

14

16

PONTE DE LIMA APRESENTA …À DIREITA DE ONDE NASCE O SOL, EM FRENTE… | EGO SUM COMPANHIA DE DANÇA

18 de Maio – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

A 18 de Maio, sexta-feira, às 22h00, no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, é apresentado mais um espectáculo de dança contemporânea, desta vez a estreia da EGO SUM Companhia de Dança com o espectáculo …À direita de onde nasce o Sol, em frente…, com Direcção Artística e Direcção Executiva de Susana Domingues, Criação e Coreografia de Juliana Fernandes, numa co-produção de EGO SUM Companhia de Dança, Arte em Movimento e Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima.

ego_sum_mupi_

EGO SUM nasce com a vontade de proporcionar um treino completo e coerente a nível físico e intelectual do bailarino (flexibilidade, técnica, improvisação, capacidade criativa e interpretativa, dando-lhe a conhecer diferentes potencialidades do corpo, não só a nível de movimento, mas também intelectuais); e promover criatividade e individualidade em cada um dos membros, dando-lhes um papel significativo no processo criativo, tudo isto feito num ambiente dedicado, organizado e mais profissional.

O que se propõe a companhia face ao público?

Demonstração de trabalho em equipa e espírito de grupo com sentido de responsabilidade e respeito pelas diferenças; criação valorizada, melhorando o desempenho artístico e assumindo os desafios que contribuam para o crescimento da mesma; promover a criatividade e o espírito de iniciativa.

O resultado do trabalho desenvolvido pela equipa apresenta-se através da primeira peça da EGO SUM, intitulada …à direita de onde nasce o Sol, em frente…

Com a duração aproximada de 45 minutos, a peça representa os primeiros meses da companhia, naquela que é a primeira experiência em conjunto.

Funciona como uma continuação, um trecho de algo que já teve início e que ainda não vê o final: tudo se passa como que em tempo real, como se encontrássemos este grupo de pessoas que está em viagem e o acompanhássemos durante 45 minutos. Não se sabe, nem interessa saber onde começaram a viagem, porquê e onde irão acabar, apenas que a sua direcção é Norte.

Nesta viagem, deparar-se-ão, público e intérpretes, com várias situações que lhes darão a conhecer o Norte de Portugal, algumas das suas características mais conhecidas, o carácter do povo que o habita e as tradições… não da forma mais convencional, mas pela maneira como o grupo as confronta as sente na sua própria visão e mentalidade.

A vida estará sempre incutida como metáfora constante.

Cada um de nós tem uma mochila que se vai enchendo de questões, certezas, imagens, vontades, ao longo do caminho.

Convida-se, por isso, o público a uma partilha mútua de experiências e emoções, as quais se compilaram em forma de coreografia.

Para além da peça principal, apresenta-se um prelúdio a solo pela coreógrafa Juliana Fernandes, em que a exploração da vertente performativa estará mais visível e que pretende explorar a palavra “viagem” de uma forma mais introspectiva e pessoal: de que forma o local onde estamos nos afecta emocional e fisicamente? De que maneira o relevo, o clima, as cores da paisagem com que nos deparamos diariamente nos movem, nos transformam? Quem somos em função de onde vivemos, daquilo com que nos deparamos no quotidiano, são questões colocadas neste solo, que se foca no

ser humano, sobretudo na sua vertente animal, perceptiva e observante, que assume o entorno como seu, o altera e também se deixa alterar, como entorno do outro.

Ficha Artística e Técnica

- Conceito | Juliana Fernandes e Susana Domingues

- Direcção Artística e Direcção Executiva | Susana Domingues

- Criação e Coreografia | Juliana Fernandes

- Produção Executiva | Arte em Movimento, EGO SUM Companhia de Dança

- Interpretação e co-criação | Carolina Sendim, Catarina Carvalho, Catarina Marques, Cristiana Neto, Fabiana Mar, Juliana Fernandes, Leonor Almeida, Maria Carmo, Marta Cardoso, Marta Ravazzini e Rita Machado

- Desenho de Luz | Élio Moreira

- Vídeo | Afonso Barros

- Fotografia | Miguel Estima

- Design do Cartaz | Helena Forte de Sá sobre fotografia de Susana Domingues

- Figurinos | Maikulo Senhora Dona

- Divulgação e Promoção | EGO SUM Companhia de Dança e Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

- Apoios | Arte em Movimento, Município de Ponte de Lima, Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

- Co-Produção| EGO SUM Companhia de Dança, Arte em Movimento e Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

- Maiores de 6 anos

Bilhetes à venda (3,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

CABECEIRAS DE BASTO CELEBRA DIA MUNDIAL DA DANÇA

Centenas de pessoas assistiram à celebração do Dia Mundial da Dança

Centenas de pessoas assistiram sábado à noite, 28 de abril, à celebração do Dia Mundial da Dança, um espetáculo de movimento, luz, cor e som organizado pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, produzido pela PRODESP – Associação Desportiva, e que contou com a participação de largas de dezenas de alunos e praticantes do Ginásio Bodygate, da Academia Sempre em Forma, da Companhia Atlética, do Clube Desportivo de Cabeceiras e da Associação Pé de Dança.

Dia Mundial da Dança (3)

No evento, que decorreu no Pavilhão Desportivo de Refojos, estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, os vereadores Dra. Carla Lousada, Eng. Pedro Sousa, presidentes de Junta de Freguesia, entre outros autarcas e público em geral.

O Dia Mundial da Dança teve como objetivos dar a conhecer os vários ginásios e associações existentes no concelho, ao mesmo tempo que pretende sensibilizar os Cabeceirenses para a prática desportiva, melhorando o seu estado físico geral através da dança e prevenindo doenças associadas ao sedentarismo.

Dia Mundial da Dança (2)

O Município de Cabeceiras de Basto continua a apostar e a apoiar a prática desportiva e a atividade física em geral como forma de promover a saúde e o bem-estar, aproveitando, designadamente, a comemoração deste tipo de efemérides para divulgar e incentivar cada vez mais Cabeceirenses a participarem em atividades salutares que promovem a melhoria da sua qualidade de vida.

E, nesse sentido, aproveitamos esta oportunidade para apelar, desde já, à participação de todos na próxima iniciativa desta natureza que é o ‘Passeio pela Ecopista do Tâmega’, no âmbito da celebração do Dia Mundial do Ambiente, que se realiza no dia 10 de junho.

Organizado pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e produzido também pela PRODESP – Associação Desportiva, o ‘Passeio pela Ecopista do Tâmega’ tem início no Museu das Terras de Basto, no Arco de Baúlhe.

Dia Mundial da Dança (1)

CABECEIRAS DE BASTO COMEMORA DIA MUNDIAL DA DANÇA

Cabeceiras de Basto celebra amanhã Dia Mundial da Dança

Cabeceiras de Basto celebra amanhã, dia 28 de abril, o Dia Mundial da Dança com um espetáculo de movimento e som que irá juntar os ginásios e uma associação do concelho, um evento que aguarda a participação de 250 pessoas.

Capturarqqq

A iniciativa aberta a toda a população terá início pelas 21h30 no Pavilhão Desportivo de Refojos. Pelo palco vão passar o Ginásio Bodygate, a Academia Sempre em Forma, a Companhia Atlética, o Clube Desportivo de Cabeceiras e a Associação Pé de Dança.

Para além de assinalar o Dia Mundial da Dança, este evento tem como objetivos dar a conhecer os vários ginásios e associações existentes no concelho, ao mesmo tempo que pretende sensibilizar os Cabeceirenses para a prática desportiva, melhorando o seu estado físico geral através da dança e prevenindo doenças associadas ao sedentarismo.

O Município de Cabeceiras de Basto continua a apostar na prática do desporto como forma de promover a saúde e o bem-estar dos Cabeceirenses.

A iniciativa é organizada pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e produzida pela PRODESP – Associação Desportiva.