Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

O MONSTRO ESTÁ EM CENA EM PONTE DE LIMA

O MONSTRO ESTÁ EM CENA | COMPANHIA DE DANÇA CONTEMPORÂNEA DE ANGOLA

25 de Outubro – 22h00 – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima

Na noite desta sexta-feira, 25 de Outubro, às 22h00, no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, a Companhia de Dança Contemporânea de Angola apresenta O Monstro está em cena, num espectáculo que se alia ao conjunto de projectos internacionais que sobem à cena neste início da temporada de 2019-2020, permitindo aos distintos públicos apreciar um pouco daquilo que se faz em Portugal e no estrangeiro, em termos das várias performances artísticas.

Ponte de Lima.jpg

"O Monstro Está em Cena" é uma peça que convida à reflexão sobre o ser humano enquanto protagonista de um mundo onde cresce a violência, o individualismo e a intolerância. Os novos modelos capitalistas baseados no consumismo e nos conflitos entre os diferentes grupos étnicos, religiosos ou políticos, promovem o surgimento de novos “muros” e a resignação perante as assimetrias entre fausto e miséria. As questões de género e a condição de inferioridade imposta à mulher são, igualmente, alvo desta desconfortante introspecção sobre a condição humana.

Fundada em 1991, a CDC é dirigida por Ana Clara Guerra Marques, coreógrafa e investigadora. Membro do Conselho Internacional da Dança da UNESCO, com mais de 27 anos de vida, a CDC possui um historial de centenas de espectáculos apresentados em Angola e no exterior, entre eles: Mea culpa (1992), Imagem & movimento (1993), Palmas, por favor! (1994), Neste país… (1995), Agora não dá! ‘Tou a bumbar (1998), Os quadros do verso vetusto (1999), O Homem que chorava sumo de tomates (2011), Ceci n’est pas une porte (2016), O monstro está em cena (2018). É membro do Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA).

Ficha Artística e Técnica

Coreografia: Ana Clara Guerra Marques e Nuno Guimarães

Música Original: Inês Vieira (Violino e voz)

Figurinos: Nuno Guimarães

Desenho de Luz: Ana Clara Guerra Marques, Nuno Guimarães

Bailarinos: António Sande, Armando Mavo, Benjamim Curti, Daniel Curti e Samuel Curti

Participação Especial: Catarino Rodrigues

Vídeo: Orion e Pedro Louro

Direcção Técnica: Gaspar Nvula

Edição de Som: José de Castro

Guarda-roupa: Benvinda Kwambana Cecília

Produtor Executivo: Jorge António

Duração: 60’

Maiores de 12 anos

Bilhetes à venda (5,00€) e mais informações no Teatro Diogo Bernardes, pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

o_monstro_mupi_.png

ESTAÇÃO VIANA SHOPPING RECEBE FESTIVAL INTERNACIONAL DE CAPOEIRA

3º edição acontece de 25 a 27 de outubro

O Festival Internacional de Capoeira está de volta a Viana do Castelo para mais uma edição. Depois do sucesso dos dois últimos anos, o Estação Viana Shopping volta a acolher esta atividade desportiva. Entre os dias 25 e 27 de outubro, a vibe brasileira invade o Centro, celebrando a Arte Marcial reconhecida pela UNESCO como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

original-c1436463bc41a40aba46263a94bca443.png

Com a organização do Centro Cultural Capoeira Batuqueiro, a terceira edição deste festival divide-se entre o Pavilhão Mestre Luís de Braga e o Estação Viana Shopping, que pelo segundo ano acolhe e apoia esta iniciativa.

A terceira edição do Festival Internacional de Capoeira tem início no dia 25 de outubro, onde os visitantes se juntam para a roda de abertura, no Pavilhão Mestre Luís Braga. No sábado, dia 26 de outubro, o dia começa com aulas no mesmo pavilhão, e é durante a tarde que chega ao Estação Viana Shopping. Às 18h00 os visitantes poderão assistir ao Batizado e à Graduação de todos os alunos envolvidos neste festival, uma cerimónia solene que condecora novos e antigos alunos.

A festa termina no dia 27 de outubro, com mais aulas de capoeira e a roda de encerramento, que têm lugar no Pavilhão Mestre Luís de Braga, a partir das 10h00.O Festival Internacional de Capoeira tem como objetivo apresentar a capoeira nas suas diversas vertentes, sejam elas luta, dança, arte, musicalidade, tradição, educação e filosofia de vida. Para além disso, esta ação introduz novos alunos à modalidade, promove o intercâmbio entre diferentes grupos de capoeira e, por fim, proporciona aos alunos a possibilidade de verem reconhecidos os seus talentos nesta arte.

O Centro Cultural Capoeira Batuqueiro surgiu em 2012 pelo Mestre Marcha Lenta que conta com uma representação em 4 nações: Brasil, Espanha, Alemanha e Portugal. Em Portugal existem dois pólos – em Viana do Castelo e em Monção – orientados pelos Graduados Scooby-Doo (Bruno Cerqueira) e Lubreu.

Entre os dias 25 e 27 de outubro, o Estação Viana Shopping convida todos os visitantes a fazerem parte do 3º Festival Internacional de Capoeira.

original-4f6fc3f1064facd58461a9c31cf41934.png

ENCONTRO DE CULTURAS/2019: UM ESPETÁCULO COM MAIS DE 400 FIGURANTES

  • Crónica de Gonçalo Fagundes Meira

Tudo foi grandioso. Desde o público, que encheu o Centro Cultural, passando pela conceção do espetáculo e acabando no desempenho, quase sempre com nota alta, de mais de quarto centenas de figurantes, não só do nosso Alto Minho, mas também de São Tomé, Guiné Bissau, Brasil, itália, Irlanda e Nepal.

Imagem_1gfmeir (1).jpg

Na noite deste sábado passado, dia 12, tudo convergiu para a feira, para construir uma bem típica feira do Alto Minho, daquelas feiras que alegravam de forma especial o povo das aldeias, mas às quais também aderiam os citadinos, para, marralhando, fazer as suas compras semanais, especialmente de produtos dos campos. A sociedade sentia-se bem na feira, não só para adquirir um pouco do muito que lá se comercializava, mas também para tratar de negócios de boa monta, de conversar para fazer circular as últimas novidades e falar da vida alheia, e até para namorar.

E quem melhor que os minhotos para deste tema fazer um grande espetáculo, com a adesão de gente que vindo de fora sabe aderir ao espírito de um dos mais apetecidos eventos do povo? De tudo houve nesta festa teatralizada. A representação, ora sentida, ora divertida, a poesia, a música diversificada, a dança, a arte (o quadro da feira pintado num ápice pelo Rego Meira e o Albino castro), acabando na gastronomia. Foram 14 grupos ligados ao folclore, uma banda de música, grupos e associações estrangeiros, especialmente da lusofonia, músicos e outros artistas com participação individual, gente que constituiu uma imensa comunidade para proporcionar algo sentido e grandioso para um imenso público que nunca lhes regateou vibrantes aplausos.

Saliente-se o empenho da Associação de Grupos Folclóricos do Alto Minho, especialmente do Grupo Folclórico de Alvarães, responsável pela coordenação do evento; do Pelouro da Coesão Social da Câmara Municipal de Viana do Castelo, no âmbito do Plano Municipal para a integração de Migrantes, onde pontifica Margarida Silva, de relação de excelência com os grupos migrantes; de José Escaleira pela responsabilidade direta na conceção e acompanhamento do espetáculo, que contou com a colaboração de José Filgueiras e Tomás Gonçalves.

De referir ainda que, para além do Grupo de Dança de Cacheu, da Guiné Bissau, de visita ao nosso país, os outros participantes estrangeiros que integraram este espetáculo são imigrantes que residem, estudam ou trabalham em Viana do Castelo e que desta forma se integraram na vida cultural do concelho.

Fotos: José Maria Barroso

Imagem_1gfmeir (2).jpg

Imagem_1gfmeir (3).jpg

Imagem_1gfmeir (4).jpg

Imagem_1gfmeir (5).jpg

Imagem_1gfmeir (6).jpg

CAMPEÕES DO MUNDO E CAMPEÕES NACIONAIS EM DANÇAS DESPORTIVAS DECIDEM-SE EM FAMALICÃO

Famalicão Dança realiza-se a 9 e 10 de novembro

Perto de meio milhar de atletas de dança desportiva vão disputar em Vila Nova de Famalicão os títulos de par Campeão do Mundo de 2019 em Profissionais 10 Danças e o de Campeão Nacional 2019. Será já nos próximos dias 9 e 10 de novembro, no Pavilhão Municipal, em mais uma edição do Famalicão Dança, um evento organizado pela associação Gindança com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e do Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ). Considerado um dos melhores eventos do mundo de dança desportiva, o Famalicão Dança espera receber mais de 400 participantes nacionais e cerca de 50 internacionais.

AFS_0351.jpg

As novidades sobre a iniciativa foram apresentadas ao final da manhã desta quarta-feira, em conferência de imprensa.

Para a presidente da Gindança Anabela Gomes “a competição que arrancou em 2014 tem vindo a crescer de forma sustentada, sendo atualmente reconhecida como uma das melhores a nível internacional”. “Conseguimos reunir atletas de vários países e de grande notoriedade, com condições de excelência tanto para os participantes como para o público”. Segundo a responsável, “o Pavilhão Municipal irá transformar-se num elegante salão de baile, fazendo de Vila Nova de Famalicão a capital mundial da dança desportiva”.

Da parte da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, o vereador do Desporto, Mário Passos enalteceu “a grande dinâmica que o evento traz para o concelho” e “a forma como Famalicão se projeta no mundo através do evento, como um concelho moderno e empreendedor que aposta no desporto e na juventude”. Isso mesmo realçou também o responsável do IPDJ Vítor Dias que apontou o concelho famalicense como “uma referência nacional e internacional” a este nível.

O Famalicão Dança 2019 vai reunir três competições com o Campeonato do Mundo 10 Danças, a 7.ª Prova do Circuito Nacional e o Campeonato Nacional Sub21 Latinas. No sábado, 9 de novembro será possível assistir ao vivo à dança dos melhores atletas nacionais e alguns dos melhores do mundo.

Os pares representantes de cada país para o Campeonato do Mundo são nomeados por cada uma das Federações ou associações profissionais com base na sua elegibilidade e nos seus bons resultados desportivos. Em Portugal a nomeação é efetuada pela Associação Portuguesa de Profissionais de Dança Desportiva.

Refira-se que a prova irá apurar o par campeão do mundo de 2019 em profissionais nas Dez Danças. Neste dia são ainda apurados os vencedores do circuito nacional 2019 nas danças Standard e Latinas, em todos os escalões etários e categorias. O campeonato nacional de sub-21 de Latinas irá apurar o Campeão Nacional 2019 deste grupo. Desta prova saíram ainda os pares elegíveis para representar Portugal nas provas de maior importância como os Campeonatos da Europa e do Mundo.

Atletas com idades entre os 5 e os 70 anos irão estar em pista a contagiar o público com o seu prazer de dançar.

Entretanto, no domingo, 10 de novembro serão promovidas iniciativas de formação para atletas e agentes desportivos.

AFS_0354.jpg

FAMALICÃO DANÇA

A Gindança - Associação de Ginástica e Dança de Famalicão e a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão promovem o Famalicão Dança 2019 AMCO, que se realiza esta quarta-feira, 18 de Setembro, pelas 11h00, na sede da Gindança, na sede da associação, em Antas.

Famalicão Dança.jpg

A edição deste ano do Famalicão Dança realiza-se a 9 de novembro, no Pavilhão Municipal de Famalicão. O Campeonato do Mundo de 10 Danças em Profissionais e a 7.ª e última prova da época do Circuito Nacional de dança desportiva em Latinas e Standard, Campeonato Nacional Sub21 em Latinas, são três das competições em disputa neste evento, que se realiza pelo sexto ano consecutivo em Vila Nova de Famalicão.

Na conferência de imprensa de amanhã estarão presentes o vereador do Desporto da autarquia, Mário Passos, o diretor regional do IPDJ, Vitor Dias, a presidente da Gindança, Anabela Gomes, o diretor técnico da competição, Duarte Vieira e o presidente da Federação Portuguesa de Dança Desportiva, Alberto Rodrigues.

VILAVERDENSES DANÇAM MERENGUE NA PRAIA DO FAIAL

11 de agosto. Zumba, kizomba e merengue na Praia do Faial para pôr toda a gente a dançar

Os ritmos quentes da dança preparam-se para invadir a Praia Fluvial do Faial, na Vila de Prado. No próximo domingo, a partir das 10h30, a bela 'varanda' com vista para o Cávado recebe uma Super Aula de Zumba. No seguimento da atividade da manhã, a tarde continua ao som da kizomba e do merengue num Workshop de Danças que promete pôr toda a gente a dançar. A iniciativa é gratuita e aberta a toda a população.

67627058_487238605185155_7038102774118088704_o.jpg

Piso relvado, casas de banho públicas, diversões náuticas, parque infantil, campo de voleibol, bar de apoio à praia... As excelentes condições, as águas frescas do Cávado, a segurança (vigiada por nadadores-salvadores) e a beleza natural da praia trazem todos os anos milhares de pessoas à Praia Fluvial do Faial. Para aumentar o já amplo leque de atividades disponíveis e brindar pradenses e visitantes com momentos de lazer e diversão, haverá atividades diferentes em todos os domingos do mês de agosto e no feriado (15 de agosto). Não são necessárias inscrições. Quem quiser dançar basta aparecer na praia e juntar-se à festa. Em breve, serão anunciadas as iniciativas que se seguem. 

ESPOSENDE A DANÇAR... É UM GRANDE BAILE!

Esposende a Dançar de 26 a 28 de julho

Integrado na programação do verão 2019, o Município de Esposende vai promover mais uma edição do evento “Esposende a Dançar”, nos dias 26, 27 e 28 de julho, no Largo dos Bombeiros. Os espetáculos decorrerão a partir das 22h00, com entrada livre.

_DSC1770.JPG

As escolas e grupos de dança do concelho, nomeadamente a Academia de Bailado de Esposende, a PraxiStudio e o Centro de Estudos Às do Saber, apresentam-se em palco, dando a conhecer o trabalho artístico que desenvolvem, proporcionando espetáculos repletos de energia, cor, ritmo e alegria.

A abrir a edição deste ano, no dia 26, o Centro de Estudos Às do Saber apresenta o espetáculo “As músicas que mudaram o Mundo!”, convidando a uma viagem pedagógica, reflexiva e memorável. Através da dança, o Às do Saber propõe-se “agarrar” diversos temas musicais históricos que, ao longo de várias gerações, provocaram mudanças de mentalidades, rompendo preconceitos, dogmas e poderes instituídos.

No dia 27, a PraxiStudio apresenta “Tributo ao Urban Dance” e, a encerrar o evento, no dia 28, a Academia de Bailado de Esposende dança ao som do conto “O Feiticeiro de Oz”, de L. Frank Baum, que aborda temas como o amor, a coragem e a inteligência.

Através da realização do evento “Esposende a Dançar”, o Município dá visibilidade a esta atividade artística e aos grupos de dança concelhios, proporcionando espetáculos de grande qualidade e beleza artística tanto a residentes como turistas e visitantes. Concretiza-se, nesta ação, o cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU “Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade”.

_DSC2174.JPG

_DSC2557.JPG

ESPOSENDEDANCAR.jpg

ESPOSENDE RECEBE ESPETÁCULO DE DANÇA URBANA

“Esposende Street Battle” anima Zona Ribeirinha de Esposende a 7 de julho

A Zona Ribeirinha de Esposende vai acolher, no próximo dia 7 de julho, pelas 15h00, o Esposende Street Battle, um dos mais importantes eventos de danças urbanas do país.

_DSC6936.JPG

Organizado conjuntamente pelo Município de Esposende e Praxistudio - Escola de Dança e Urban Dance Studio, o evento vai contar com a participação dos melhores bailarinos da atualidade, cuja prestação será avaliada por conceituados júris.

O Esposende Street Battle é disputado num conceito de batalha em que os bailarinos competem entre si em vários estilos diferentes, havendo prémios para os melhores classificados nos vários estilos.

Para mais informações ou para efetuar a inscrição, os interessados deverão contactar a Praxistudio, através do e-mail praxistudio1@gmail.com ou do telemóvel 915 799 363.

Integrado na programação “Esposende verão 2019”, este evento, que já vai na décima edição, promete repetir o sucesso de anos anteriores, constituindo um “espetáculo” repleto de ritmo e animação.

_DSC7130.JPG

STREET_BATTLE 2019.jpg

BRAGA RECEBE DANCE WORLD CUP

Braga prepara-se para receber ´um dos maiores eventos desportivos de sempre na sua história.Dance World Cup decorre de 28 de Junho a 6 de Julho no Altice Forum Braga

“O maior evento desportivo do ano em Braga e um dos maiores de sempre na história da Cidade”. Foi desta forma que Sameiro Araújo, vereadora do Desporto, descreveu o Dance World Cup, uma competição mundial que junta cerca de 7000 crianças e jovens de 51 países e irá decorrer no Altice Forum Braga, entre os dias 28 de Junho e 06 de Julho.

CMB25062019SERGIOFREITAS00000019678.jpg

O evento trará a Braga milhares de pessoas, entre atletas, staff e espectadores, que poderão, durante este período, assistir à competição e, ao mesmo tempo, usufruir do que a Cidade tem para oferecer na área patrimonial e cultural. “Braga é uma cidade cada vez mais desportiva, activa e cosmopolita. Estamos nos grandes palcos internacionais em termos de eventos desportivos e esta será, certamente, uma iniciativa que ficará na memória de todos os Bracarenses”, afirmou Sameiro Araújo.

CMB25062019SERGIOFREITAS00000019679.jpg

Por seu turno, Carlos Silva, administrador da InvestBraga, referiu que o evento terá um impacto ´gigantesco´ na cidade e na região, mencionando que o número de atletas envolvidos nesta competição se assemelha com os Jogos Olímpicos.

O Dance World Cup, a maior competição de dança do mundo, reúne, num só evento, as modalidades do ballet clássico, contemporâneo, hip-hop, street dance, acro dance, jazz, sapateado, comercial, folclore nacional e, pela primeira vez em 2019, as danças de salão.

A final do Dance World Cup realiza-se anualmente numa localização e país diferente. Em 2019, Braga recebe esta competição, sucedendo assim a locais como Sitges (Barcelona, Espanha), Offenburg (Alemanha), Bucareste (Roménia), Jersey, Paris (França) ou Sardenha (Itália).

CMB25062019SERGIOFREITAS00000019684.jpg

CERVEIRA VIRA PISTA DE DANÇA

Inscrições abertas para o XV DANCERVEIRA que reforça aposta na formação kids

É a contagem decrescente para quatro dias e quatro noites de muita dança em Vila Nova de Cerveira, de 27 a 30 de junho. Com 15 anos de existência, o DANCERVEIRA - Festival Internacional de Dança volta a invadir a ‘Vila das Artes’ com dança e magia, envolvendo o Norte de Portugal e a Galiza. Aos espetáculos gratuitos ao ar livre e diversas formações, esta edição incorpora, pela primeira vez, com Workshops ‘Dancer Summer Kids’, dirigidos a crianças dos 7 aos 11 anos. Inscrições abertas através do site www.adeixa.com

DANCERVEIRA 2019 VF.jpg

Os entusiastas pela arte da dança aguardam, com expetativa, pelo último fim-de-semana de junho para demonstrar as suas performances e participar num intercâmbio cultural de referência, no reconhecido palco da ‘Vila das Artes’.

Com organização da Adeixa – Associação de Dança do Eixo Ibero Atlântico, e apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, o DANCERVEIRA atrai, anualmente, um milhar de bailarinos de dezenas de escolas do Norte de Portugal e da Galiza que, durante quatro dias, partilham conhecimentos, adquirem novos conceitos, dinamizam momentos de diversão e criam laços profissionais e de amizade.

Com uma vasta programação, a XVª edição inclui as componentes interativas com o público, a formativa e a lúdica. À semelhança dos anos anteriores, estão agendados quatro espetáculos noturnos ao ar livre, de caráter gratuito, nos quais cada escola apresenta as suas performances.

Os períodos de manhã e tarde estão reservadas para aulas e workshops de formação protagonizadas por professores de renome nacional e internacional, nomeadamente de Hip-Hop Avançado com Alejandro Martínez, Jazz Musical Intermédio com Isabel Sabín, Lyrical Jazz Avançado com Marcelo de Andrade, Dança Experimental Intermédio com Alba Cotelo e Estefi Gómez, Broadway Dance Avançado com Isabel Arance, e Ballet Clássico Intermédio com Sandra Esteves.

E porque é de pequenino... que se começa a dar ritmo, a edição 2019 reforça o cariz de aprendizagem dos mais pequenos, com a organização, pela primeira vez, de um Workshop Kids dirigido a pequenos bailarinos com idades entre os 7 e 11 anos. O ‘Dancer Summer Kids’ versa o estilo de Hip-Hop, com a presença da professora Chris Faria, e do Jazz, com Isabel Sabín. Após esta ação, os ‘bailarinos aprendizes’ revelam, publicamente, o que aprenderam, num espetáculo agendado para o último dia, domingo, no período da manhã.

Não obstante, os momentos de convívio entre os milhares de participantes também não são descurados, estando previstas as iniciativas ‘Dançando na Água’, ‘Festa da Espuma’ e ‘Dance Party’.

Durante quatro dias, entre 27 e 30 de junho, o DANCERVEIRA convida a desfrutar da arte de viver a dança. Inscrições e informações através do website: www.adeixa.com

LONDRES ESCOLHE FAMALICÃO PARA DANÇAR HÁ 17 ANOS

EDge deu formação à comunidade local

Há 17 anos que Vila Nova de Famalicão é o palco escolhido, em Portugal, pela Companhia de Dança Contemporânea de Londres - EDge para realizar a sua residência artística em Portugal. A cidade travou conhecimento com os 13 talentosos bailarinos EDge que eram provenientes de países como Canadá, França, Espanha, Estados Unidos da América e Reino Unido.

083A1256.JPG

Entre os dias 15 e 18 de maio, o Edge On Tour 2019 possibilitou uma interação singular com a comunidade. Foram 100 os participantes nas oficinas temáticas de dança e performance tuteladas pelos responsáveis e bailarinos da prestigiada companhia londrina.

A Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão voltou a dar casa ao trabalho que reuniu participantes dos 3 aos 25 anos de idade e que foi revelado em palco, no último dia da residência artística.

O entusiasmo e a alegria foram a tónica deste trabalho criativo.

Para além do desenvolvimento das oficinas, os bailarinos desenvolveram performances em espaço público. Uma vez mais, e por duas ocasiões, quem passava na Praça D. Maria II, no miolo urbano da cidade, teve oportunidade de apreciar a expressão artística destes jovens.

A Companhia de Dança EDge, liderada pela diretora artística Jeanne Yasco, apresentou em palco o poderoso resultado das contribuições de três coreógrafos internacionais, vencedores de vários prémios: Hagit Yakira (Israel), Fabio Liberti (Itália) e Jorge Crecis (Espanha).

Humor, deleite e entusiasmo em palco foram os condimentos do Edge On Tour 2019 que revela uma companhia de dança que tem afirmado uma reputação por juntar novos estilos de dança executados por jovens bailarinos em início de carreira.

Edge On Tour 2019 trouxe a Vila Nova de Famalicão uma residência criativa que resulta em performances públicas que são mostradas em países por toda a Europa, incluindo Finlândia, Escócia e Áustria e ainda três noites em “casa”, no “The Place”, em Londres.

083A1331.JPG

083A1384.JPG

083A1488.JPG

083A1771.JPG

083A2063.JPG