Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PAN DEBATE O FUTURO DO RIO AVE

O PAN - Pessoas-Animais-Natureza vai debater o futuro do Rio Ave e dos seus afluentes, no evento “Rio Ave - Que Futuro?” que irá decorrer online, através da plataforma ZOOM e com transmissão na página do Facebook do PAN Braga e PAN Porto, pelas 15h00 do próximo sábado, 27 de março. 

O debate irá contar com a presença de associações de cariz ambiental, um representante de uma empresa têxtil, e o Professor Doutor Francisco Costa, docente na Universidade do Minho e especialista em gestão de recursos hídricos.  

O objetivo deste evento passa por analisar o estado atual de preservação do rio e dos seus afluentes, assim como apresentar visões e estratégias para uma futura despoluição total, nomeadamente no que diz respeito a mecanismos que visem reduzir ou eliminar o impacto ambiental, sobre o rio, resultante da atividade industrial e humana.

Espera-se, assim, incentivar o início de uma nova era para o rio Ave, sobre o qual já várias promessas de despoluição foram feitas, contudo tardam em ser concretizadas. A emergência climática que se assiste à escala planetária impõe que não se adie mais o efetivar de uma realidade ansiada há décadas pelas populações.

Link para evento ZOOM

https://us02web.zoom.us/j/86224380023?pwd=eHoyalUrdzZjcHJsSEM1N09aNGMvdz09  

Link para o evento do Facebook

https://www.facebook.com/events/241621057660504 

UNIVERSIDADE DE COIMBRA PROMOVE COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE TRAJE TRADICIONAL

Comunicação - Trajes de Lavradeira: O que oculta a sua “polychromia pitoresca e variegada”, no colóquio internacional Uma História Íntima da Sedução Feminina

A Tradição já não é o que era:

No âmbito da comemoração dos seus 730 anos, a vetusta Universidade de Coimbra promove o colóquio internacional “Curvas, Espartilhos e Roupas de Baixo: Uma História Íntima da Sedução Feminina (Séculos XIX e XX)” (CHSC).

O colóquio tem dois eixos temáticos – “Seduzir pelo corpo e pelo espírito” e “Indumentária feminina e novos desafios: arte, folclore e design”.

No dia 4 de Março, às 15 horas, o Dr. João Alpuim Botelho apresentará a comunicação “Trajes de Lavradeira:  O que oculta a sua “polychromia pitoresca e variegada”, onde falará sobre os trajes à vianesa do ponto de vista da sedução feminina.

Quem quiser acompanhar, pode fazê-lo aqui:

Para saber mais:

https://agenda.uc.pt/eventos/coloquio-internacional-curvas-espartilhos-e-roupas-de-baixo-uma-historia-intima-da-seducao-feminina/?fbclid=IwAR2NXb7bSNGBEgU6-z4h0XtUFkF6SA7j__AXDsg_AF1tBeCPKkCtackr5dk

curvas espartilhos.jpg

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO BRACARENSE PARTICIPOU EM CONFERÊNCIA SOBRE O CLIMA

Ricardo Rio participou em conferência sobre desafios do clima. Responsáveis locais de todo o mundo unem-se para enfrentar impacto das alterações climáticas
Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, participou hoje, 25 de Fevereiro, na conferência ´Uniting Mayors for Local Solutions to Global Climate Challenges´, organizada pelo ´Global Parliament of Mayors´ em parceria com o ´British Council´. A iniciativa juntou 15 responsáveis de diversas Cidades do mundo, assim como especialistas na área das soluções locais para os desafios climáticos.

Conferência Uniting Mayors for Local Solutions to

O autarca Bracarense, enquanto ´Champion Climate Mayor´, partilhou as suas perspectivas sobre a importância de abordar as alterações climáticas e o impacto ´drástico´ que as suas consequências terão sobre a população, nomeadamente a subida do nível do mar e as migrações relacionadas com o clima.
“É a nível local que mais sentimos o impacto das alterações climáticas, que está presente em todas as questões do nosso dia-a-dia, e que surgem as primeiras respostas para resolver os problemas com que nos deparamos no terreno de modo a proteger os cidadãos mais vulneráveis. Para obtermos melhores resultados é importante estarmos alinhados nos objectivos globais e termos respostas específicas para apresentar, assim como partilharmos as boas práticas existentes”, referiu.
Este diálogo, que terá continuidade nos próximos meses, visa delinear um conjunto de acções que os responsáveis locais vão apresentar na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP26), que terá lugar em Novembro deste ano na cidade de Glasgow. “O nosso maior objectivo é enfatizar a importância da acção local e impulsionar parcerias a vários níveis com os diferentes governos, entidades regionais e sociedade civil. Todos juntos podemos, através de um diálogo inclusivo, ter mais sucesso e alinhar os nossos compromissos e visão com as políticas que estão a ser desenvolvidas por todo o mundo, como são bons exemplos os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, a nível global, e o Pacto Ecológico Europeu”, sublinhou.
A conferência contou também com a presença dos outros dois ´Champions Climate Mayors´ do projecto, Rohey Malick Lowe, da cidade de Banjul (Gâmbia), e Leoluca Orlando, da cidade de Palermo (Itália).

AMARES REALIZA VIDEOCONFERÊNCIA “ERGUER BANDO E IR-SE POR OUTRA RIBEIRAS PASSEANDO”

25 mar. I 21h30

Inovação e exemplo em Sá de Miranda

No âmbito das suas atividades científico-culturais, o Centro de Estudos Mirandinos irá realizar no dia 25 de março, às 21h30, a videoconferência intitulada “Erguer bando e ir-se por outras ribeiras passeando” – Inovação e exemplo em Sá de Miranda, que será proferida pela Professora Micaela Ramon (CEHUM/Universidade do Minho).

Por razões de segurança sanitária e atendendo ao atual confinamento, a conferência realizar-se-á através da plataforma Microsoft Teams.

A inscrição é gratuita mas obrigatória através do link https://forms.gle/RZoKUez7vXU1EDS77 ou através dos contactos do CEM (cem@biblioamares.pt - 253995182 - https://www.facebook.com/estudosmirandinos)

confamaressamirand.jpg

PONTE DA BARCA REALIZA CONFERÊNCIA SOBRE VIOLÊNCIA NO NAMORO

Conferência “Namorar não é ser Don@, Violência não é Amar”

Retratar como a violência no namoro afeta os jovens e dar a conhecer o trabalho desenvolvido por instituições que atuam nesta área constituem os principais objetivos da conferência sobre “Namorar não é ser Don@, Violência não é Amar”, a acontecer dia 9 de fevereiro, sexta-feira, às 21h30, na página oficial da rede social Facebook do Município de Ponte da Barca.

A conferência contará com as intervenções de Augusto Marinho, Presidente da Câmara Municipal de Ponte da Barca, de Sandra Ribeiro, Presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (Presidência do Conselho de Ministros), de Leandra Rodrigues, Psicóloga e Coordenadora Geral do Gabinete de Apoio à Família de Viana do Castelo e por José Alfredo Oliveira, Presidente da Comissão de proteção de Crianças e Jovens de Ponte da Barca.

Uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Ponte da Barca e pela Comissão de Proteção de Crianças Jovens de Ponte da Barca. Participe.

#NamorarSemViolencia #NamorarNaoESerDon@

Violência Namoro (1)-2.png

AMARES: CENTRO DE ESTUDOS MIRANDINOS PROMOVE COLÓQUIO INTERNACIONAL REPENSAR SÁ DE MIRANDA E O RENASCIMENTO

CHAMADA PARA TRABALHOS: Colóquio Internacional: Repensar Sá de Miranda e o Renascimento

Francisco de Sá de Miranda foi um dos vultos estelares da literatura portuguesa. Profundamente admirado pelas principais vozes poéticas do seu tempo, devemos a Sá de Miranda não somente a introdução do dolce stil nuovo em Portugal, mas também uma obra valiosíssima para se perceber a constelação cultural do Renascimento.

Logo CEM.png

O Centro de Estudos Mirandinos (CEM) convida à apresentação de propostas de comunicação no Colóquio Internacional Repensar Sá de Miranda e o Renascimento, que terá lugar online nos dias 28, 29 e 30 de abril de 2021. Visa-se com este colóquio revisitar criticamente a obra do grande escritor, nas suas várias modalidades expressivas e na riqueza dos caminhos temáticos que nela se percorrem, bem como analisar, em sede tanto filosófica como estética, o Renascimento enquanto expressão de uma nova forma de conceber e ver o mundo.

As propostas de comunicação serão analisadas e selecionadas pela Comissão Científica do colóquio. Está prevista a publicação de um volume com as comunicações do evento e uma arbitragem científica por pares para esse efeito.

DATAS:

  • Submissão de propostas de comunicação e nota biográfica até dia 31 de janeiro de 2021 para o e-mail: mirandino@gmail.com
  • Notificação da aceitação até 8 de fevereiro de 2021.
  • Inscrição no colóquio (online) para participantes com comunicação entre 1 e 15 de março de 2021.
  • Inscrição no colóquio (online) para participantes sem comunicação entre 1 e 15 de março de 2021.
  • Colóquio: 28, 29 e 30 de abril de 2021.

Não são cobradas taxas de inscrição.

Línguas de comunicação: português, inglês, espanhol e francês.

Comissão Organizadora

Sérgio Guimarães de Sousa (Universidade do Minho)

João Paulo Braga (Universidade Católica)

Luciana Braga (Centro de Estudos Mirandinos)

Anabela Costa (Biblioteca Francisco de Sá de Miranda)

QUEM FOI O ESCRITOR E DIPLOMATA BRASILEIRO DÁRIO CASTRO ALVES?

A imagem regista a presença, do embaixador Dário Castro Alves na Casa do Concelho de Ponte de Lima, em 1995, por ocasião de uma conferência proferida pelo Comendador Adelino Tito de Morais sob o tema “Limianos: Nobres e Titulares no Brasil”. Na foto, com Direito Matos (Presidente da Direcção da CCPL) e Carlos Gomes (actual administrador do Blogue do Minho).

543108_442610232486162_576889940_n.jpg

Dário Moreira de Castro Alves (Fortaleza, 14 de dezembro de 1927 - Fortaleza, 6 de junho de 2010) foi um escritor, diplomata e embaixador brasileiro.

Filho de Pascoal de Castro Alves e de Maria de Lurdes Moreira de Castro Alves. Frequentou o curso de preparação à carreira de diplomata do Instituto Rio Branco (IRBr) a partir de 1949, sendo nomeado cônsul de terceira classe em outubro de 1951. Nesse período, em 1950, formou-se em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 1950. Na Secretaria de Estado das Relações Exteriores (SERE), então funcionando no palácio Itamaraty do Rio de Janeiro, exerceu as funções de auxiliar do secretário-geral (1952 a 1953) do embaixador Vasco Leitão da Cunha e oficial-de-gabinete do ministro das Relações Exteriores, embaixador Raul Fernandes (1954).

Promovido a segundo-secretário em janeiro de 1954, foi auxiliar do chefe do Departamento Econômico e Consular de 1954 a 1955. Nesse último ano foi removido para a Argentina, onde serviu como segundo-secretário na embaixada em Buenos Aires até 1958, quando foi transferido para a missão junto à Organização das Nações Unidas (ONU) em Nova Iorque. Nesse período participou da Comissão da ONU para Estudos da Utilização Pacífica do Espaço Cósmico (Nova Iorque, 1959), da conferência para constituir o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) (Washington, 1959) e da reunião da Comissão Especial do Conselho da Organização dos Estados Americanos (OEA), Comitê dos 21 (Bogotá, 1960). Voltou dos Estados Unidos em 1960 para exercer as funções de oficial-de-gabinete do ministro das Relações Exteriores, embaixador Affonso Arinos de Mello Franco, até 1961. Promovido, nesse ano, a primeiro-secretário, foi nomeado assessor de imprensa do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

De 1962 a 1964 serviu na embaixada do Brasil em Moscou, na União Soviética. De volta à SERE, foi subchefe de gabinete do ministro das Relações Exteriores, embaixador Vasco Leitão da Cunha até 1965. Nomeado nesse ano cônsul do Brasil em Roma (Itália), lá permaneceu até 1967, ano em que foi promovido a conselheiro. De volta à SERE, foi, sucessivamente, chefe da Divisão de Comunicações e Arquivo, chefe substituto do Departamento de Administração e chefe da Divisão de Pessoal, sendo promovido a ministro de segunda classe em novembro de 1968. Chefe de gabinete do ministro das Relações Exteriores, embaixador Mário Gibson Barbosa, de 1969 a 1974, em seguida chefiou o Departamento Geral da Administração (1974-1978). Nessa função, foi secretário-geral da IX Conferência dos Países da Bacia do Prata (Rio de Janeiro, 1976). Secretário-geral do MRE (1978) na gestão do embaixador Antônio Azeredo da Silveira, ocupou interinamente a pasta das Relações Exteriores.

Nomeado embaixador do Brasil em Portugal em 1979, substituindo Carlos Alberto Fontoura, serviu em Lisboa até 1983. Nesse ano deixou a capital portuguesa, sendo sucedido por Azeredo da Silveira, enviado a Washington como embaixador do Brasil junto à OEA. Nessa função, presidiu o Conselho Permanente da OEA (1984) e chefiou a missão especial do governo brasileiro aos dez países anglofônicos das Caraíbas, membros da OEA (1988). Voltou a Portugal em 1990 como cônsul-geral do Brasil com categoria de embaixador na cidade do Porto, onde trabalhou até sua aposentadoria naquele mesmo ano. Ainda em 1990, fixou residência em Lisboa, onde trabalhou como consultor para firma Noronha Advogados.

Foi reconhecido como inventor pelo Departamento de Patentes dos EUA (Washington, 1987) pela criação de uma embalagem de medicamentos à prova de violação. A partir de 1989 pronunciou numerosas conferências sobre literatura, diplomacia, gastronomia e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (nos EUA, no Brasil, em Portugal e na Rússia) e tornou-se colaborador de diversos órgãos de imprensa de Portugal e da Espanha. Viúvo da escritora Dinah Silveira de Queiroz, casou-se com Rina Bonadies de Castro Alves. Faleceu em Fortaleza de insuficiência cardíaca.

Fonte: Wikipédia

PAREDES DE COURA DEBATE SOBRE A UTILIZAÇÃO DA TENOLOGIA DIGITAL NO ENSINO

O digital em tempos de outras normalidades: Paredes de Coura acolhe seminário sobre Educação da Universidade do Minho

sex e sáb | 20 e 21 de novembro

Paredes de Coura e a Casa do Conhecimento voltam a acolher esta sexta-feira e sábado, 20 e 21 de novembro, mais uma edição do ‘Seminário de Outono’, promovido pelo Município e a Universidade de Minho, e que este ano tem a particularidade de decorrer completamente online na plataforma Zoom.

“O ensino presencial e/ou ensino à distância no contexto escolar”, “Competências digitais no século XXI (Relatório Miradas), “O digital no novo quotidiano” e “Medicina digital” são os temas que vão preencher os painéis de sexta e sábado, numa ação dirigida a educadores, professores, técnicos de educação, pais e outros elementos da comunidade, numa iniciativa promovida em parceria com o CENFIPE - Centro de Formação e Inovação dos Profissionais de Educação / Escolas do Alto Lima e Paredes de Coura.

Abordados por especialistas academicamente reconhecidos como José Augusto Pacheco (“Competências digitais no século XXI (Relatório Miradas)), José Carlos Morgado (“O ensino presencial e/ou ensino à distância no contexto escolar”), Luís Amaral (“O digital no novo quotidiano”) e (Nuno Sousa (“Medicina digital”), mas também pelos moderadores Elisabete Rodrigues, José Carlos Fernandes e Vitor Paulo Pereira, presidente da Câmara de Paredes de Coura, os dois dias deste Seminário de Outono debruça-se sobre os vários contextos com que hoje a Educação se debate e os desafios que se apresentam no futuro, numa iniciativa em cujo encerramento participa o reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro.

Casa do Conhecimento

Numa sociedade cada vez mais dependente de novos desafios tecnológicos, a Casa do Conhecimento de Paredes de Coura associa-se à tecnologia na procura do melhor conhecimento científico e tecnológico que os novos desafios exigem, procurando levar à comunidade as melhores práticas de utilização das mais diversas tecnologias de informação.

É objetivo da Casa do Conhecimento de Paredes de Coura melhorar a condição de vida dos courenses ao aproximar do desenvolvimento tecnológico e fomentar uma evolução sustentável da região. Integrando o conhecimento da população e dotando-a de mais e melhores competências, a viabilidade económica, a criatividade e a evolução pessoal serão os grandes pilares do constante progresso deste território.

Capturarcour1.PNG

Capturarcour2.PNG

CONSEQUÊNCIAS INDIVIDUAIS E SOCIETAIS DA PANDEMIA DE COVID 19

Debate promovido pelos Formandos do Curso EFA B3 de Geriatria

Joana Azevedo, Licenciada em Administração Pública pela Universidade do Minho e Técnica da Associação Famílias, irá apresentar a conferência intitulada “Implicações da Pandemia de COVID 19, a nível individual e a nível societal”, no próximo dia 30 de Novembro, pelas 14h00, na Associação Dinamizadora dos Interesses de Vieira, em Vieira do Minho.

Foto Joana Azevedo.jpg

De acordo com a Técnica “a pandemia afetará o tecido económico nacional e mundial, de três formas distintas: minimizando a produção, criando problemas na cadeia de fornecimento, no mercado e pelo impacto económico acarretado às empresas e aos mercados financeiros.

As preocupações e as incertezas condicionam a economia, porquanto alteram o comportamento dos consumidores. Aliás, adiantou “há uma nova matriz comportamental na compra e consumo, como é atestado por diferentes estudos.” Assim, adiantou “o consumidor recorre mais às plataformas informáticas, transparece uma maior consciência relativamente aos preços dos produtos e/ ou serviços e confere uma maior relevância aos produtores locais”.

A opinião de Joana Azevedo é corroborada por Rosie Hawkins, diretora de Inovação da Kantar que, em entrevista ao Dinheiro Vivo, referiu “acreditar que estas três tendências se tornarão importantes à medida que as maiores marcas do mundo planeiam os seus caminhos de volta a um crescimento saudável no período pós-pandemia. O comércio eletrónico e, principalmente, assegurar uma ótima experiência do cliente, precisam de se tornar um pilar para todas as marcas. Os operadores bem-sucedidos precisarão estar atentos aos concorrentes D2C emergentes e que foram mais ágeis e criativos durante o período de confinamento. Novas estratégias de agregação de valor precisarão ser desenvolvidas para responder à ansiedade económica que permanecerá por algum tempo. Os que se dedicam à estratégia de marca precisam de avaliar cuidadosamente as suas práticas de aquisição e de explorar as oportunidades criadas por um maior foco na origem dos produtos e matérias-primas”.

Todos estes temas serão debatidos no próximo dia 30 de Novembro, às 14h00, em Vieira do Minho, nas Instalações da Associação Dinamizadora dos Interesses de Vieira do Minho.

A iniciativa é dinamizada no âmbito da Atividade Integradora do primeiro Tema de Vida, do Curso EFA B3 de Geriatria, promovido pela Die Apfel e financiado pelo Programa Operacional Capital Humano (POCH), Programa Portugal 2020, Estado Português e Fundo Social Europeu (FSE).

MONÇÃO PROMOVE CONFERÊNCIA “ENTENDER AUTISMO” EM FORMATO ONLINE

Palestra decorre no dia 19 de novembro, quinta-feira, entre as 18h00 e as 20h00. As inscrições, gratuitas e abertas ao público em geral, podem ser efetuadas em  http://vencer.link/moncao

201119_Cartaz Monção.jpg

A “Vencer Autismo” está a desenvolver o projeto “Entender Autismo”, financiado pela “Portugal Inovação Social”, com o objetivo de capacitar a comunidade em geral para a compreensão e aceitação das características próprias do autismo.

As ações, gratuitas e abertas ao público dos municípios das regiões do Cávado e Alto Minho, decorrem em formato online. Em Monção, o projeto tem início no dia 19 de novembro, quinta-feira, entre as 18h00 e as 20h00, com a realização da palestra “Entender Autismo”.

Posteriormente, decorrerá o workshop online, dias 9, 10 e 11 de dezembro, bem como sessões mensais de mentoria pelo telefone, para avaliação e definição de objetivos de desenvolvimento, com envio de dicas/artigos/estratégias personalizadas e adaptadas a cada criança com autismo.

Na palestra, com duração de 2 horas e espaço para levantamento de questões, os fundadores da “Vencer Autismo”, Susana e Joe, vão explicar, em detalhe e numa visão 360º, os desafios associados ao autismo, as possíveis causas desses desafios e as áreas a dar prioridade no desenvolvimento da criança.

Destinando-se, preferencialmente, a agentes da comunidade educativa, técnicos de instituições sociais e de saúde, bem como pais que vivem de perto a questão do autismo, a palestra encontra-se aberta ao público em geral. Quem pretender certificado, poderá solicitá-lo no ato de inscrição, contribuindo com um donativo no valor de 5,00 €.

PAREDES DE COURA PROMOVE DEBATES ON LINE

“APROXIMAR - Ciclo de Conversas Online”

11, 18 e 25 nov |Facebook do Município

"APROXIMAR" é um ciclo de conversas online com a presença de oradores pediatras, neuropediatras e pedopsiquiatras, que vai ocorrer sempre às quartas-feiras, pelas 21h00, nos dias 11, 18 e 25 de novembro, em direto na página de Facebook do Município de Paredes de Coura.

A situação atual que vivemos coloca a todos uma série de desafios. As consequências sociais, psicológicas e económicas são do mais variado grau. Por tudo isto, reunimos alguns oradores que abordarão diferentes temáticas centradas nesta lógica de experimentação social a que a pandemia nos obrigou, e que acompanham as diferentes fases de desenvolvimento.

unnamedhugorodrigues.png

Hugo Rodrigues, pediatra, Nuno Lobo Antunes, neuropediatra, e Catarina Esteves Ferreira, pedopsiquiatra, estarão connosco via online, em três conversas distintas.

Será uma oportunidade para pais/educadores debaterem diferentes temas, identificarem algumas estratégias que facilitam a gestão emocional e comportamental dos filhos/alunos, sempre com a perspetiva de os APROXIMAR.

A iniciativa ocorrerá sempre às quartas-feiras, pelas 21h00, nos dias 11, 18 e 25 de novembro, via online, em direto na página de Facebook do Município de Paredes de Coura.

Programa e biografias dos oradores:

Hugo Rodrigues | 11 nov - 21h00

Hugo Rodrigues abordará o tema "As Crianças e os Ecrãs

Pediatra, licenciado em Medicina pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto, é pediatra na Unidade Local de Saúde do Alto Minho, em Viana do Castelo. Leciona na Escola de Medicina da Universidade do Minho e é formador pelo European Ressuscitation Council na área de Emergências Pediátricas.

É autor dos livros “O Livro do seu Bebé” e “O Livro Mágico do Avô João”, e do blog “Pediatria para Todos” (blogpediatriaparatodos@gmail.com).

unnamednunoloboantunes.jpg

Nuno Lobo Antunes estará aqui com o tema "Perturbações do Desenvolvimento".

Neuropediatra licenciado em Medicina pela Universidade de Lisboa,  fez parte do seu treino nos EUA na Universidade de Columbia e Cornnell, tendo sido professor assistente de Pediatria e Neurologia nesta última. Desenvolveu atividade de investigação com António Damásio, e no Memorial Sloan - Kettering Cancer Center em Nova Iorque. É diretor do Centro de Desenvolvimento PIN-Progresso Infantil, de que é fundador, e publicou os livros "Mal Entendidos" e "Mais Forte do que Eu", este último em colaboração com a Profª Ana Rodrigues. No final de 2018 lançou o livro “Sentidos” em colaboração com a sua equipa clínica do PIN.

lnedjnlgmfaeoilj.jpg

Catarina Esteves Ferreira | 25 nov - 21h00

Catarina Esteves Ferreira abordará o tema "Os Desafios da Adolescência".

Psiquiatra da Infância e da Adolescência, realizou o Mestrado Integrado em Medicina pela Escola de Ciências da Saúde, da Universidade do Minho, e mais tarde o Internato de Formação Específica em Psiquiatria da Infância e da Adolescência pelo Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Atualmente trabalha como Pedopsiquiatra no Hospital de Braga. É autora de trabalhos de investigação e publicações subordinadas a temas da especialidade, e membro de comissões científicas de congressos da especialidade.

IMPLICAÇÕES PSICOLÓGICAS DA PANDEMIA DE COVID-19 DEBATIDAS EM CELORICO DE BASTO

Os formandos do Curso EFA B3 de Geriatria, promovido pela Die Apfel e financiado pelo Programa Operacional Capital Humano (POCH), Programa Portugal 2020, Estado Português e Fundo Social Europeu (FSE) dinamizaram a primeira atividade integradora, a qual teve como mote as consequências individuais e societais da Pandemia de Covid 19.

Sandra Neto.jpeg

A sessão foi aberta por Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços de Ação Social e Saúde do Município de Celorico de Basto, que parabenizou os formandos pelas atividades desenvolvidas, tendo salientado a importância do esforço e da resiliência na construção dos projetos individuais.

Seguidamente Benedita Aguiar, Diretora Pedagógica da Die Apfel, frisou a importância deste momento de avaliação, bem como “a relevância da educação de adultos, a qual se integra numa visão de educação ao longo da vida, inserida na vida das comunidades, tendo como ponto de partida as novas aprendizagens desenvolvidas, mediante competências obtidas anteriormente, em diferentes contextos do quotidiano”.

EFA 1.jpg

A Mediadora salientou que os saberes e competências que são adquiridos no quotidiano também podem ser de carácter informal (educação informal), estando por conseguinte presentes aprendizagens involuntárias obtidas em contexto familiar ou social.  

Seguidamente, Sandra Neto, Psicóloga Clínica e Técnica da Associação Famílias, apresentou a conferência intitulada “Implicações da Pandemia de COVID 19, a nível psicológico”, no passado dia 6 de Outubro, no auditório da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

De acordo com Sandra Neto “a Pandemia de COVID 19 surgiu inesperadamente, invadiu o mundo, o nosso país, a nossa cidade, a nossa rua, a nossa casa e a nossa mente, apoderando-se do nosso quotidiano, sem pedir qualquer tipo de permissão”.

De facto, adiantou “o ano de 2020, conhecido como “atípico”, obrigou-nos, obriga-nos, e assim continuaremos indefinidamente, a viver uma incerteza perturbadora. Fomos forçados a ser resilientes e a adaptarmo-nos à realidade desconhecida, que trouxe, traz e trará implicações a nível económico, social e psicológico.” Desde então, “este vírus tem sido protagonista nos nossos ecrãs televisivos, nos jornais, nas redes sociais, nas conversas de “café” e nos nossos diálogos pessoais. A insegurança, a incerteza, as medidas de isolamento e as estratégias de mitigação comunitária a que estamos sujeitos forçam-nos, de facto, a que o nosso botão do “estado de alerta” esteja sempre em “on”, o que consequentemente ativa as nossas respostas emocionais de ansiedade, stress e medo. Estas são emoções protetoras, mas quando assumem o palco da nossa mente, acarretam consequências destrutivas para a nossa saúde mental e bem-estar psicológico.

Neste sentido, é crucial, segundo a Psicóloga, que consigamos equilibrar a nossa balança emocional perante as medidas a que estamos sujeitos. Se, por um lado, temos o nosso custo afetivo, por outro, temos o benefício da nossa própria saúde e o da nossa comunidade. É uma batalha social, em que todos nós possuímos responsabilidade e um papel fundamental para ajudar e facilitar o combate a esta nova doença.

Neste enquadramento, não podemos descurar a saúde mental que, na perspetiva da Psicóloga, acarretará consequências mais devastadoras para a população, de um modo geral. De acordo com Sandra Neto, “a resposta alicerça-se em conseguirmos manter um equilíbrio focado no próprio autocontrolo, evitando o consumo de informações tóxicas a que estamos sujeitos diariamente, sempre que acedemos aos media. Devemos evitar comportamentos que nos coloquem em situações extremas, numa lógica do 8 ou 80. Por exemplo, o facto de sermos bombardeados com a importância de mantermos o isolamento físico para a não propagação do vírus, não implica termos de manter o isolamento emocional: as redes sociais são facilitadoras nesta aproximação, permitindo-nos que o contacto com os outros esteja sempre ao nosso alcance.

EFA 3.jpg

MONÇÃO: “MULHERES DO MINHO” NO CINE TEATRO JOÃO VERDE

Conferência realiza-se domingo, 4 de outubro, pelas 16h00, no Cine Teatro João Verde. Entrada gratuita.

Enquadrada no ciclo de conferências “Histórias do Minho”, decorre no próximo domingo, 4 de outubro, pelas 16h00, o colóquio “Mulheres do Minho”. Com entrada gratuita, será abordada uma perspetiva histórica, sociológica e artística, partindo do exemplo de Deu-la-Deu Martins, a nossa heroína.

O programa inicia-se com uma ação performativa do coletivo DEMO (Dispositivo Experimental Multidisciplinar e Orgânico), continuando com intervenções das conferencistas Helena Mendes Pereira, Arcelina Santiago, Helena Pires, Judite de Freitas e Patrícia Oliveira.

E como a poesia é algo que toca a sensibilidade das mulheres do Minho, as quais inspiram todos os homens e mulheres de letras, que transferem para o papel cintilantes, jubilosos e arrebatados versos, a conferência não poderia fazer-se sem uma declamação poética, da autoria de Isabel Marcolino.

2020 mulheres_09E4-01.jpg

FAMALICÃO DEBATE HOLOCAUSTO

A memória do Holocausto e a ajuda Humanitária dão o mote para colóquio em Famalicão

Vila Nova de Famalicão acolhe nos dias 25 e 26 de setembro o encontro “Em torno da memória do Holocausto e a ajuda humanitária”. O colóquio vai ter lugar no Pequeno Auditório da Casa das Artes e vai contar com mais de uma dezena de intervenções.

Casa das Artesfam.JPG

A iniciativa insere-se no âmbito do projeto “Nunca Esquecer – Programa Nacional em torno da Memória do Holocausto” que pretende promover iniciativas de homenagem, divulgação e desenvolvimento do estudo e conhecimento sobre o Holocausto, designadamente o papel assumido por portugueses que apoiaram vítimas do regime nazi, de entre os quais se destaca Aristides de Sousa Mendes, bem como as vítimas portuguesas.

A abertura do encontro está marcada para as 14h00, com as intervenções do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, e do vereador da Educação, Conhecimento e Cultura da autarquia, Leonel Rocha.

“Portugal e os Nazis – Histórias e Segredos de uma Aliança”, “Memórias de Aristides”, “Portugueses nos Campos no Concentração Nazis” e “As ‘Crianças Cáritas’, entre a Áustria e Portugal (1947-1958)” são algumas das intervenções que integram o programa do colóquio.

Os interessados em participar na iniciativa poderão efetuar inscrição através do Portal da Educação, em www.famalicaoeducativo.pt. A participação no colóquio presencialmente está limitada à atual capacidade do auditório (50 lugares). Se assim entenderem, os participantes poderão optar por participar online através da plataforma Zoom.

Regira-se ainda que o colóquio é organizado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, em parceria com o CITCEM - Centro de Investigação Transdisciplinar «Cultura, Espaço e Memória», a Associação de Professores de História, o Instituto de História Contemporânea e o Centro de Formação do Agrupamento de Escolas Vila Nova de Famalicão.

VIEIRENSES DEBATEM DESPORTO DE ALTA COMPETIÇÃO

Vieira do Minho debate, amanhã, “Expansão de Consciência & Resiliência na Alta Competição”

Acontece, amanhã, dia 31 de Julho, no Auditório Municipal de Vieira do Minho, a palestra: Expansão de Consciência & Resiliência na Alta Performance.

A Palestra é realizada pelo Guarda-Redes da Seleção Nacional de Futebol de Praia, Elinton Andrade em conjunto com Liane Brixner.

WEB-COVITE-PALESTRA-01-CAPASITE-3.png