Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ABERTA VOTAÇÃO ONLINE DO CONCURSO "JOVENS CRIADORES" DE BRAGA

Público desafiado a escolher o vencedor deste ano

Está aberta a votação online do Concurso ‘Jovens Criadores’ 2020. A iniciativa, que vai na sua quarta edição, é organizada pelo Município de Braga com o objectivo de incentivar o espírito criativo e inovador dos jovens talentos na área da moda, nomeadamente no vestuário. O concurso, subordinado ao tema ‘Bracara Augusta’, foi este ano aberto a jovens designers de todo o distrito.

JC_2020_157.JPG

Depois da apreciação do júri, realizada durante o desfile do passado dia 10 de Outubro, que decorreu à porta fechada devido à pandemia da COVID-19, o público é agora chamado a votar.

Através da plataforma digital, disponível através do link https://bit.ly/3ocXeYp, é possível assistir aos vídeos com as propostas de cada um dos dez jovens criadores e, no final, votar no seu favorito. A votação decorre até dia 8 de Novembro.

À votação do público será somada a votação do júri do concurso que teve em consideração o enquadramento do tema dos trabalhos apresentados face aos objetivos do concurso, a originalidade e criatividade e, ainda, a estética e qualidade técnica dos coordenados apresentados.

O vencedor recebe um prémio de 1500 euros. O segundo classificado recebe um prémio de 1000 euros, enquanto ao terceiro é atribuído um prémio de 500 euros.

De referir que o júri foi constituído por Sameiro Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Elsa Barreto, estilista e madrinha do evento, pelo estilista Pedro Neto e pelo empresário Manuel Serrão.

Esta quarta edição do concurso registou um grande número de inscritos, tendo sido apurados dez finalistas com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos.

ESPOSENDE PROMOVE PRÉMIO LITERÁRIO MANUEL DE BOAVENTURA 2021

Candidaturas ao Prémio Literário Manuel de Boaventura 2021 a partir de 15 de outubro

Entre 15 de outubro de 2020 e 15 de janeiro de 2021, decorre o prazo de candidaturas ao Prémio Literário Manuel de Boaventura 2021.

premio2021.jpg

Trata-se da terceira edição deste prémio, que o Município de Esposende instituiu com o intuito de homenagear e divulgar este escritor e homem de cultura esposendense. Natural de Vila Chã, onde nasceu em 1885, Manuel Joaquim de Boaventura fixou residência, em 1906, na freguesia de Palmeira de Faro, onde escreveu toda a sua obra literária, composta por dezenas de títulos e uma notável colaboração jornalística nas principais revistas e jornais nacionais. A sua paixão pela cultura local, pelos hábitos e costumes do Minho, pelo linguarejar típico, levaram-no a coligir e publicar, entre outras, uma extraordinária obra, Vocabulário Minhoto. Nos seus romances e contos, reconhece-se a escrita da terra, os vocábulos lugareiros, as romarias e festas, o mundo maravilhoso de lendas, bruxas, gnomos, lobisomens, fadas e diabos, a narrativa humorística e emotiva dos costumes e paisagens de Entre Douro e Minho, especialmente o seu “terrunho” natal. Manuel de Boaventura faleceu a 25 de abril de 1973, em Esposende.

O Prémio Literário Manuel de Boaventura, de periodicidade bienal e com o valor pecuniário de 7 500 euros, abrange a modalidade da criação narrativa de Romance ou de Conto, da autoria de escritores de língua portuguesa. Podem concorrer autores maiores de 18 anos, com obras editadas em livro e escritas em língua portuguesa, cuja primeira edição tenha ocorrido durante o ano de 2020.

A avaliação das obras estará a cargo de um júri constituído por dois críticos literários de reconhecido mérito académico e por um representante da Câmara Municipal de Esposende.

As obras a concurso deverão ser enviadas via CTT, com registo e aviso de receção, para o endereço: Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, Rua Dr. José M. Oliveira, 4740-265 Esposende. O regulamento está disponível para consulta on-line, em http://www.municipio.esposende.pt/pages/980

Na primeira edição, em 2017, o Prémio foi conquistado pela escritora Ana Margarida de Carvalho pela obra “Não se pode morar nos olhos de um gato” e, em 2019, por Filipa Martins, pelo livro “Na Memória dos Rouxinóis”.

BRAGA: CONCURSO "JOVENS CRIADORES 2020" TERÁ VOTAÇÃO ONLINE

Iniciativa do Município de Braga premeia talentos na área da moda

Decorreu este Sábado, 10 de Outubro, mais uma edição dos ‘Jovens Criadores’, com um desfile realizado no hotel Vila Galé Collection. Este é um concurso organizado pelo Município de Braga com o objectivo de incentivar o espírito criativo e inovador dos jovens talentos na área da moda, nomeadamente no vestuário. Este ano, os vencedores serão encontrados através de votação online.

JC_2020_165.JPG

O desfile, que teve como tema ‘Bracara Augusta’ e que contou com a participação de nove jovens estilistas, decorreu em moldes distintos dos anos anteriores devido à pandemia da COVID-19. Assim, os jovens criadores apresentaram as suas propostas num evento restrito aos elementos do júri constituído por Sameiro Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Elsa Barreto, estilista e madrinha do evento, pelo estilista Pedro Neto e pelo empresário Manuel Serrão.

Os vencedores do concurso serão encontrados através de uma votação online que irá decorrer através dos canais digitais do Município de Braga. O público poderá assistir aos vídeos com as propostas de cada um dos jovens criadores e, no final, votar no seu preferido. À votação do público será somada a votação do júri do concurso realizada este Sábado, no final do desfile.

Apesar dos constrangimentos que a pandemia trouxe à realização do concurso, Sameiro Araújo mostrou-se satisfeita com a iniciativa, que “continua a cativar muitos jovens designers, não apenas do Concelho, mas de todo o distrito”. “Esta é uma edição necessariamente diferente, mas estes jovens estão de parabéns por todo o trabalho que realizaram ao longo dos últimos meses na preparação das suas criações. Na próxima fase de votação esperamos contar com uma grande participação do público”, referiu a vice-presidente da Autarquia no final do desfile deste Sábado.

De referir que o vencedor recebe um prémio de 1500 euros. O segundo classificado recebe um prémio de 1000 euros, enquanto ao terceiro é atribuído um prémio de 500 euros.

Esta quarta edição do concurso registou um grande número de inscritos, tendo sido apurados dez finalistas com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos. Uma das novidades deste ano foi o alargamento do concurso aos jovens residentes no distrito de Braga.

JC_2020_157.JPG

FILME ‘VIZELA’ CANDIDATO A MELHOR FILME DE TURISMO DO ANO - ESCOLHA DO PÚBLICO

"Vizela", vídeo promocional turístico, produzido por Nelson Carvalheiro para a Câmara Municipal de Vizela, já se encontra em votação online a nível internacional, que vai selecionar a “escolha do público” entre os melhores filmes de turismo de 2020.

Posts__2-Language_Vizela.png

Assim, o filme de promoção do Concelho de Vizela é um dos candidatos a melhor filme de turismo do ano, numa votação online que decorre a nível mundial, sendo um dos nomeados para os “People’s Choice Awards” (prémios do público) do festival CIFFT. Esta é uma competição internacional que reúne os melhores filmes que participam no circuito mundial de festivais de filmes de turismo.

Este ano, há 31 filmes de 16 países em competição pelo título de Melhor Filme de Turismo do Mundo – entre eles, o do Vizela.

O vencedor dos “People’s Choice Awards” é decidido pelos votos online. As votações estão abertas até ao dia 25 de outubro e o vencedor será anunciado a 26 de outubro.

Os votos no filme de Vizela são feitos pelo link: https://www.cifft.com/cast-your-vote/.

Cada pessoa pode votar uma vez por dia, podendo fazê-lo também através do site e das redes sociais da Câmara Municipal.

O filme carateriza na perfeição aquilo que está na essência da história do concelho de Vizela, recordando a sua luta autonómica, apresentando uma personagem, Maria, a quem Vizela inspirou a lutar pelo seu sonho, pois nesta vida: "Nada é oferecido, Tudo tem que ser conquistado!", assim como o foi a autonomia vizelense.

O filme, para além de lembrar a luta autonómica do concelho, exalta, acima de tudo a autodeterminação de um povo e o orgulho de ser vizelense.

O vídeo, realizado por Nelson Carvalheiro, teve a coordenação da Câmara Municipal de Vizela e insere-se numa estratégia de comunicação e promoção do concelho que tem a sua génese na marca “Vizela Segredos de um Vale”, tentado recuperar o que está na essência do concelho, que é a sua tradição turística.

A aposta da Câmara Municipal na realização de um vídeo promocional turístico visa, acima de tudo, contribuir para expandir a promoção do Concelho e vem no seguimento da nova estratégia de consolidação da imagem e identidade do Concelho de Vizela como destino turístico privilegiado, privilegiando, experienciando os segredos de um vale recheado de saberes, sabores, prazeres e tradições caraterísticas.

Pode ver o filme neste link: https://youtu.be/cM_4EyEKxQ8

DIVULGADOS HOJE TRABALHOS VENCEDORES DO 1º CONCURSO DE CURTAS-METRAGENS: VIZELA, SEGREDOS DE UM VALE

Hoje, 18 de setembro, pelas 21.00h será transmitido, através da página de facebook do Município de Vizela, a cerimónia de divulgação dos trabalhos vencedores do 1º Concurso de Curtas-Metragens: Vizela, segredos de um vale.

imagem cerimonia2.jpg

Assim, e devido às circunstâncias imposta pela atual pandemia, a Câmara Municipal de Vizela decidiu que este evento não seria aberto ao público, optando por este formato digital.

Vamos estar à conversa com os concorrentes e vamos saber um pouco mais sobre as obras a concurso.

Descobrir a perspetiva dos elementos do júri sobre este concurso e finalmente vamos saber quem são os grandes vencedores da noite

Será uma noite cheia de surpresas e com bons motivos para nos acompanhar nesta transmissão.

A realização do 1º Concurso de Curtas-Metragens: Vizela, Segredos de um Vale vai, por um lado, ao encontro da estratégia definida no Plano Estratégico de Juventude de Vizela - Juventude em Ação, onde se objetiva a promoção de atividades que desenvolvam as competências dos jovens, e que lhes possibilite participar e interagir com a comunidade de forma criativa e contemporânea. Por outro lado, vai ao encontro da estratégia municipal de desenvolvimento de um sentido de identidade no território de Vizela, com impacto para além das fronteiras do Município.

1º CONCURSO DE CURTAS-METRAGENS DE VIZELA COM 7 FINALISTAS

Depois de terminadas as inscrições e da análise dos 12 trabalhos do 1º Concurso de Curtas-Metragens de Vizela, Segredos de um Vale, o júri deliberou que 7 curtas-metragens cumprem os critérios do Concurso.

cartaz curtas a concurso2.jpg

Assim, serão agora submetidas a avaliação do júri as seguintes curtas metragens:

“Inspiração” de Tiago Machado;

“Vizela | Segredos de um Vale” de Luana Santos;

“Vivenda do Sonho” de Daniel Pacheco;

“O Bolinhol Mágico” de Jorge Ferreira;

“Vizela Revisitada” de Carolina Rocha;

“O Sonho de Soraia” de Soraia Cunha;

“Vizela Romana” de Soranghel Contreras.

Nestas 7 curtas-metragens finalistas, verificou-se uma grande diversidade de géneros, que vão desde o cinema documental, até ao cinema de animação, mas com um elemento em comum, a referência a Vizela, em pelo menos umas das suas dimensões.

A partir de hoje, as curtas-metragens finalistas estão disponíveis para visualização através do link: https://www.cm-vizela.pt/curtas-metragens.

No próximo dia 18 de setembro, serão divulgadas as três melhores curtas-metragens com os seguintes prémios: 1º prémio - 500 euros; 2º prémio- 300 euros; 3º prémio - 150 euros, havendo também lugar à atribuição de prémios de menção honrosa, caso os elementos do júri assim o decidam.

A cerimónia de divulgação dos três primeiros classificados será transmitida através da página de facebook da Câmara Municipal de Vizela, no próximo dia 18 de setembro, pelas 21h00.

De destacar que o júri deste concurso é constituído por três elementos: uma pessoa nomeada pelo Conselho Municipal de Juventude de Vizela - António Magalhães, um jovem vizelense Mestre na área audiovisual e amante da 7ª arte; uma pessoa da sociedade civil convidada pela organização - Diogo Lopes, ator profissional com uma carreira diversificada na televisão e no teatro; e em representação do Município de Vizela, Jorge Coelho, professor e consultor na área do Turismo.

A realização do 1º Concurso de Curtas-Metragens: Vizela, Segredos de um Vale vai, por um lado, ao encontro da estratégia definida no Plano Estratégico de Juventude de Vizela - Juventude em Ação, onde se objetiva a promoção de atividades que desenvolvam as competências dos jovens, e que lhes possibilite participar e interagir com a comunidade de forma criativa e contemporânea. Por outro lado, vai ao encontro da estratégia municipal de desenvolvimento de um sentido de identidade no território de Vizela, com impacto para além das fronteiras do Município.

ESPOSENDE RECEBE 2º CONCURSO DE SALTOS INTERNACIONAL DE 11 A 13 DE SETEMBRO

Pelo segundo ano consecutivo, Esposende vai acolher, de 11 a 13 de setembro, o Concurso de Saltos Internacional (CSI), evento organizado pelo Clube Hípico do Norte, em parceria com a Federação Equestre Portuguesa e a Câmara Municipal de Esposende.

CSI Esposende.jpg

Tendo como palco o Clube Hípico do Norte, a competição contará com a participação de 150 cavaleiros nacionais e internacionais e integrará uma Etapa de Qualificação da Equipe Nacional para o Campeonato da Europa da Juventude 2021.

Além de prestigiados cavaleiros internacionais, oriundos de Espanha, França, Suécia, Suíça, Noruega, Angola, Irlanda, Inglaterra, Malásia e Brasil, o evento contará também com a elite equestre nacional, entre eles, os cavaleiros olímpicos António Vozone e Miguel Faria Leal, estando igualmente assegurada a presença dos cavaleiros da atual equipa nacional, António Matos Almeida e Duarte Seabra.

Tal como sucedeu na primeira edição, a Federação Equestre Portuguesa definiu o CSI Esposende como uma etapa de qualificação da equipa nacional de saltos de obstáculos, para o Campeonato da Europa da Juventude em 2021. Desta forma, o selecionador nacional, Jean Marc Nicolas, estará presente para o apoio aos cavaleiros nacionais.

Na perseguição da excelência, a organização atribuiu um “prize money” significativo às principais provas do Concurso, dinamizando o espírito competitivo saudável entre os atletas e imprimindo, assim, valor acrescentado à iniciativa. As provas decorrem em contínuo ao longo dos três dias, entre as 10h00 e as 17h00. O Grande Prémio realiza-se domingo, dia 13 de Setembro, às 16h00, e terá transmissão televisiva na SPORT-TV e na RTP.

Em virtude da pandemia e em consonância com as regras da Federação Equestre Portuguesa e da Direção Geral de Saúde, a entrada de público é restrita à lotação do Clube Hípico do Norte e a Funzone e os programas sociais serão limitados.

O Concurso de Saltos Internacional enquadra-se na estratégia do Município de posicionar o concelho de Esposende como um território de eleição para o turismo equestre nas vertentes desportiva e lúdica. A articulação organizativa, desportiva e promocional entre a autarquia e o Clube Hípico do Norte tem obtido resultados de excelência, com um significativo impacto destes produtos na economia local, durante todo o ano.

Após o reconhecido sucesso do CSI Esposende em 2019, espera-se que esta edição possa continuar a proporcionar uma experiência desportiva de excelência para o território.

CSI_.jpg

CSI1.jpg

CSI.jpg

ROMARIA DE SÃO JOÃO D’ARGA (CAMINHA) E ROMARIA DE S. BARTOLOMEU (PONTE DA BARCA) ELEITAS ENTRE AS 7 MARAVILHAS DA CULTURA POPULAR

O Minho está de parabéns! Duas das romarias com as quais se candidatou ao concurso “7 Maravilhas da Cultura Popular” promovido pela RTP – a Romaria de São João D’Arga em Caminha e a Romaria de S. Bartolomeu, em Ponte da Barca – foram distinguidas como as vencedoras.

romaria S. João d Arga7mar.jpg

As demais foram o Bailinho da Madeira, o Criptojudaísmo de Belmonte, as Festas em Honra de Nossa Senhora dos Remédios (Lamego), Os Santeiros de São Mamede do Coronado (Trofa) e o Colete Encarnado (Vila Franca de Xira).

Este concurso que em nada fez por desmerecer o valor de outras candidaturas, procurou seleccionar as “7 Maravilhas da Cultura Popular portuguesa” nas categorias de Artesanato, Mitos e Lendas, Festas e Feiras, Músicas e Danças, Rituais e Costumes, Procissões e Romarias, Artefactos.

IMG_9660.jpg

1º CONCURSO DE CURTAS-METRAGENS DE VIZELA COM 12 TRABALHOS EM AVALIAÇÃO

A Câmara Municipal recebeu 12 trabalhos para o 1º Concurso de Curtas-Metragens: Vizela, Segredos de um Vale, uma iniciativa que pretende promover e exibir projetos audiovisuais, em formato de curta-metragem e cujos conteúdos multimédia finais têm como referência Vizela em pelo menos umas das suas dimensões.

Juri concuro Curtas2.JPG

Neste seguimento, e terminada a fase de entrega das Curtas-Metragens a concurso, segue-se agora a fase de seleção e avaliação dos trabalhos recebidos, estando neste momento em avaliação 12 trabalhos, com uma grande diversidade de géneros, que vão desde o cinema documental até ao cinema de animação.

Assim, a Câmara Municipal reuniu com os elementos do júri, para a entrega formal das curtas-metragens inscritas, para que os mesmo possam proceder à respetiva seleção e avaliação.

De destacar que o júri deste concurso é constituído por três elementos: uma pessoa nomeada pelo Conselho Municipal de Juventude de Vizela - António Magalhães, um jovem vizelense Mestre na área audiovisual e amante da 7ª arte; uma pessoa da sociedade civil convidada pela organização - Diogo Lopes, ator profissional com uma carreira diversificada na televisão e no teatro; e em representação do Município de Vizela, Jorge Coelho, professor e consultor na área do Turismo.

No próximo dia 11 de setembro, serão divulgados publicamente os trabalhos que cumprem os critérios do concurso, e no dia 18 de setembro serão anunciados os vencedores.

De realçar ainda que serão premiadas as três melhores curtas-metragens com os seguintes prémios: 1º prémio- 500 euros; 2º prémio- 300 euros; 3º prémio- 150 euros, havendo também lugar à atribuição de prémios de menção honrosa, caso os elementos do júri assim o decidam.

A realização do 1º Concurso de Curtas-Metragens: Vizela, Segredos de um Vale vai, por um lado, ao encontro da estratégia definida no Plano Estratégico de Juventude de Vizela - Juventude em Ação, onde se objetiva a promoção de atividades que desenvolvam as competências dos jovens, e que lhes possibilite participar e interagir com a comunidade de forma criativa e contemporânea. Por outro lado, vai ao encontro da estratégia municipal de desenvolvimento de um sentido de identidade no território de Vizela, com impacto para além das fronteiras do Município.

ROMARIA DE SÃO JOÃO D'ARGA A UM PASSO DE SE TORNAR UMA DAS “7 MARAVILHAS DA CULTURA POPULAR”

Votação começou hoje, através do 760 207 761, e decorre até ao próximo sábado . Catarina Furtado e José Carlos Malato conduzem os programas do próximo sábado na RTP

A Romaria de São João d’Arga está a um passo de ser classificada como uma das “7 Maravilhas da Cultura Popular”. A candidatura, apresentada pelo Município de Caminha, ultrapassou seis fases, em que a avaliação foi realizada em parte por um painel de especialistas e posteriormente pelo público, através do voto por telefone. As votações abriram hoje para a etapa decisiva e terminam no programa de sábado, dia 5 de setembro, à voz dos apresentadores Catarina Furtado e José Carlos Malato. O programa Daytime será transmitido pela RTP e RTP Internacional, a partir de Bragança, das 10H00 às 19H30, e a Gala Final a partir das 22H00.

romaria S. João d Arga7mar.jpg

A Romaria de São João d’Arga realiza-se anualmente, desde há vários séculos, no Santuário de São João d’Arga, local onde se encontra a capela com o mesmo nome. É conhecida, principalmente, pelas suas danças e cantares e pela beleza típica dos trajes coloridos das suas romeiras, característicos do Alto Minho. Nela encontramos a riqueza das danças como o Vira, a Rosinha, o Malhão, a Góta da Serra d’Arga, a Cana-verde, a Tirana, etc., num encontro espontâneo de grupos de tocadores de concertinas, cantadores e dançarinos aos quais se juntam os romeiros no adro da capela.

Para a RTP, que promove a iniciativa, neste concurso, elege-se “o património cultural material e imaterial de Portugal, elevando a nossa cultura popular a um patamar de causa pública. O desafio é evidenciar a vivência e reconhecimento desse património e eleger o que de melhor Portugal tem, enfatizando as tradições, associadas a uma determinada região do país”.

Trata-se de uma inquestionável oportunidade para valorizar e promover não apenas o património em causa, neste caso a Romaria de São João d’Arga, mas todo o concelho. A votação é decisiva e, como referimos, começou hoje, através do 760 207 761, e decorre até ao próximo sábado.

CAMINHA: SÃO JOÃO D'ARGA JÁ NOS CHAMA À ROMARIA DO PRÓXIMO ANO

Este ano, a serra d’Arga conserva a sua pacatez por ocasião da festa a S. João. As rusgas e os romeiros não sobem a serra com os seus cantares característicos. Não há bailaricos, cantadores ao desafio nem aguardente com mel para aquecer o corpo e a alma. Mas, a romaria concorre a uma das 7 Maravilhas da Cultura Popular. E, quem sabe, não irá ganhar? Resta-nos a lembrança de outros anos e a esperança em dias melhores!

118516525_3191319880922519_4682998154050034556_n.j

A Romaria de S. João d’Arga, no concelho de Caminha, é provavelmente a mais genuína de todas as romarias do Minho e, quiçá, de Portugal inteiro. Quem nunca subiu a penedia daquele maciço montanhoso jamais esteve tão próximo de Deus e respirou tamanha beleza da criação divina.

A mais de oitocentos metros de altitude, em pleno santuário da natureza, situa-se a capelinha do S. João d’Arga, rodeada de quarteis onde se alojam os peregrinos. E, em redor, num sublime hino ao Criador, a vida selvagem revela-se em todo o seu esplendor. Os garranos apascentam livremente nos planaltos agrestes da serrania e a vegetação respira o ar livre das impurezas da civilização humana.

A quebrar a tranquilidade e pacatez das gentes serranas, o S. João d’Arga chama os peregrinos que, de terras distantes, ali acorrem em devoção ou por simples atração pela folia. E, com eles, misturados nos ranchos de romeiros, lá vêm os tocadores de concertina que, durante a noite inteira, vão animar a festa com os seus cantares brejeiros a lembrar as cantigas medievais de escárnio e maldizer.

Aqueles que por fé sincera ali vão no cumprimento de uma promessa dão três voltas em redor da capela, findas as quais se dirigem ao seu interior para depositar uma esmola ao santo… e outra ao diabo! Assim convém para que este, ao longo do ano, não faça tantas diabruras…

Em regra, as promessas a S. João d’Arga têm a ver com pedidos de cura de verrugas, quistos, doenças de pele e infertilidade ou ainda ajuda para arranjarem casamento. De resto, como veremos, a devoção a S. João d’Arga revela cultos ancestrais ligados a ritos de fertilidade.

Pelo caminho, os romeiros passam junto ao “penedo do casamento” onde têm o costume de lançar uma pedra para que esta ali fique, no cimo dele, dependendo das tentativas feitas para o conseguir com êxito o tempo de espera para a concretização do desejo.

Não estão fáceis os tempos que correm. Apesar disso, o penedo “arranja testo para qualquer panela”. E, imbuídos de fé, os solteiros não desistem:

Ó meu Senhor S. João

Casai-me que bem podeis

Já tenho teias de aranha

Naquilo que bem sabeis

118491037_3191319937589180_8291998034459210890_o.j

118517305_3191320517589122_5029024772393294624_o.j

118516568_3191320584255782_4840827788311582411_o.j

MAESTRO JOSÉ EDUARDO GOMES VENCE CONCURSOS INTERNACIONAIS DE DIREÇÃO DE ORQUESTRA

Vencedor de concursos internacionais de direção de orquestra: Maestro José Eduardo Gomes é garantia de qualidade da II Edição JOF - Jovem Orquestra de Famalicão

É, ainda, um jovem maestro mas já internacionalmente premiado e, seguramente, um valor emergente entre seus pares no ecossistema cultural nacional. O famalicense José Eduardo Gomes é o diretor e um garante da qualidade da II Edição do JOF - Jovem Orquestra de Famalicão, iniciativa que decorre entre 31 de agosto a 6 de setembro, e que faz parte da programação da Casa das Artes, com concertos agendados para 4 de setembro, às 21h30, e 6 de setembro, às 17h00, ambos no Grande Auditório.

josé eduardo gomes.jpg

Recorde-se que o maestro José Eduardo Gomes, em janeiro deste ano, venceu o primeiro prémio do European Union Conducting Competition, concurso internacional de direção de orquestra que juntou cerca de 300 maestros e que se disputou em Sófia, na Bulgária. Neste mesmo concurso ganhou igualmente o troféu para “melhor interpretação Beethoven”.

Para os 67 lugares disponíveis, candidataram-se mais de uma centena de jovens instrumentistas, com formação pré-universitária ou residentes em Vila Nova de Famalicão. Este estágio de verão procura alavancar a qualidade dos jovens instrumentistas que têm neste território um dinâmico e sustentado ecossistema cultural associado ao ensino artístico especializado e ao ensino profissional de música, composto pela ARTAVE – Escola Profissional Artística do Vale do Ave, pelo CCM – Centro de Cultura Musical e pelo ArtEduca – Conservatório de Música de Vila Nova de Famalicão.

O estágio assume características que se enquadram perfeitamente na missão da Casa das Artes de Famalicão, não apenas no campo da criação artística mas na formação de públicos, sensibilizando a comunidade para a música clássica e erudita.

Para além dos concertos a 4 e 6 de setembro, na Casa das Artes, é possível ver e ouvir a II Jovem Orquestra de Famalicão, no dia 5 de setembro, às 18h00, no Parque da Devesa.

Ficha técnica:

II Edição JOF - Jovem Orquestra de Famalicão

Maestro - José Eduardo Gomes

Programa:

Tchaikovsky, Abertura Fantasia "Romeu e Julieta”

António Fragoso, Nocturno

Beethoven, Sinfonia nº 5.

4 de setembro | Sexta | 21h30| Grande Auditório - Casa das Artes.

5 de setembro| sábado| 18 h00 | Parque da Devesa.

6 de setembro | Domingo|17h00| Grande Auditório- Casa das Artes

M/6

Duração: 90 min

Entrada livre à lotação da sala, sendo necessário o levantamento prévio do bilhete que terá lugar marcado.

BARCELOS É MARAVILHA DA CULTURA POPULAR

Município de Barcelos é pré-finalista em três categorias às 7 Maravilhas da Cultura Popular

A RTP vai estar na cidade da Póvoa de Lanhoso na próxima terça-feira, 11 de agosto, para emitir e apresentar os semi-finalistas da edição 2020 das 7 Maravilhas, dedicada à Cultura Popular do distrito de Braga, entre eles a Banda Plástica, o Figurado de Barcelos e a Lenda do Galo de Barcelos.

7 Maravilhas da Cultura Popular.jpg

A emissão vai contar com os apresentadores Vanessa Oliveira e José Carlos Malato sendo transmitida entre as 10h00 e as 13h00, e retomada das 14h30 às 17h30.

Os 140 finalistas, apresentados no dia 7 resultam de uma seleção entre 504 candidaturas avaliadas por um painel de especialistas composto por sete elementos de cada um dos 18 distritos de Portugal Continental e das regiões autónomas.

O concurso 7 Maravilhas de Popular tem como objetivo a valorização e reconhecimento daquilo que carateriza o país e assenta, nesta edição, no património cultural material e imaterial das várias regiões e localidades do país, contribuindo para a diferenciação e promoção territorial.

De notar que o concelho de Barcelos é um território com uma identidade cultural e etnológica muito forte decorrente da variedade de artes e ofícios.

Para ajudar os semi-finalistas na final das 7 Maravilhas da Cultura Popular, pode votar através dos contactos: Banda Plástica de Barcelos (760207820); Figurado de Barcelos ( 760207822); Lenda do Galo de Barcelos (760207826).

VILA VERDE PRESERVA A TRADIÇÃO DOS LENÇOS DE NAMORADOS

Lenços de Namorados. Uma tradição que se reinventou e abraçou a modernidade

Falar de Lenços de Namorados é falar de amor e carinho. De história e tradição. De um saber da cultura popular que atravessou gerações (remonta ao século XVIII), abraçou a modernidade e se tornou um símbolo da identidade nacional. 

Marca Namorar Portugal.jpg

Ontem, panos brancos de linho onde as jovens raparigas bordavam com linhas coloridas os símbolos do amor e da natureza, as quadras apaixonadas com que declaravam amor ao seu pretendido.

Hoje, fonte de inspiração de artistas, artesãos, estilistas e empresários das mais variadas áreas, que os adaptam e reinventam. Que os utilizam como fonte de inspiração e estímulo criativo. Como motor de dinamização económica e social, continuando a transmitir mensagens de amor, afeto, paz e amizade.

Hoje, num mundo que, cada vez mais, precisa de amor, os Lenços de Namorados são um dos candidatos à final regional das 7 Maravilhas da Cultura Popular. Para votar e ajudar a eternizar esta genuína tradição, basta ligar para o 760 207 825.

Recuperados e preservados pela aliança Artesanal, abrilhantados pelo Concurso Internacional de Criadores de Moda e celebrizados pela marca Namorar Portugal. Os Lenços de Namorados reinventaram-se e abraçaram a modernidade.

Gala.JPG

Do baú para as mãos das bordadeiras da Aliança Artesanal

A Aliança Artesanal - Centro de Dinamização Artesanal nasceu nos anos 80 para tirar os Lenços de Namorados dos baús. Um trabalho de recuperação, preservação e recriação desta bela forma de arte que nos foi legada pelos antepassados, transmitindo-a às gerações mais jovens.

No século XVIII, os Lenços foram símbolo da emancipação feminina. No coração do Minho rural e conservador, com rígidos costumes, era a mulher que dava o primeiro passo e declarava o seu amor. Dois séculos depois, voltou a cumprir o mesmo desígnio. Permitiu às bordadeiras arregaçarem as mangas e tomarem conta do próprio destino, fazendo da arte de bordar o seu sustento.

Aliança (2).JPG

O brilho da passerelle

Depois, saltaram para a passerelle, servindo de inspiração a designers de moda e estilistas. Criações modernas e arrojadas que incorporam os motivos dos Lenços de Namorados, numa aliança harmoniosa entre tradição e modernidade.

O Concurso Internacional de Criadores de Moda já vai na XVII edição. O talento consagrado de estilistas e modelos de renome caminha lado a lado sob as luzes da ribalta com o talento em potência de jovens que encontram no evento uma montra privilegiada para exporem todo o seu potencial no mundo da moda.

A iniciativa evoluiu para a Gala Namorar Portugal. A decoração de requinte, a gastronomia de excelência, os espetáculos culturais… A 14 de fevereiro, celebridades nacionais da moda, música e televisão rumam a Vila Verde, juntando-se a centenas de casais enamorados para uma noite de elegância, glamour e amor. Muito amor!

É a noite de namorados mais romântica do país e foi reconhecida como ‘Evento de Interesse para o Turismo’, atribuído pelo Turismo de Portugal IP.

À conquista do país e do mundo

O crescente interesse por esta genuína tradição levou à criação da marca territorial do Município de Vila Verde, a Namorar Portugal. Estava lançado o desafio ao mundo das artes e dos negócios para incorporarem os motivos dos Lenços de Namorados nas suas criações/produtos.

A resposta não poderia ter sido mais contundente. Hoje, a marca conta com mais de 70 parceiros, de Norte a Sul do país, nas mais diversificadas áreas de negócio (têxtil, calçado, acessórios de moda, mobiliário, artesanato, agroalimentar, decoração do lar…).

Conta com milhares de produtos no mercado, espalhados pelos quatro cantos do mundo, que têm contribuído para consolidar os Lenços de Namorados como um dos maiores símbolos da cultura popular portuguesa e da identidade nacional. Que têm contribuído para perpetuar esta bela e antiga forma de arte. Para disseminar mensagens de carinho, afeto e ternura.

O mundo precisa de amor. Para votar nos Lenços de Namorados para as 7 Maravilhas da Cultura Popular, basta ligar o 760 207 825.

1. Vencedor da Gala Namorar Portugal 2020.JPG